Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 09 de abril de 2004 - Nº 1009 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Alta do bacalhau estimula opção por peixes na Semana Santa
Temperatura da região cai no feriado
Capitania dos Portos programa blitz no mar: Operação Semana Santa


Caraguatatuba
Prefeitura entrega Botes ao Corpo de Bombeiro
Bloco desfila no sábado
Faltará luz em Caraguatatuba
Caratecas se destacam no Campeonato Paulista Regional
PM acha menor envolvido com roubo em ônibus
Mais dois roubos registrados na cidade, enquanto quadrilha era presa
Olaria registra dois assassinatos no mesmo dia

Ilhabela
Abre hoje exposição sobre projetos contemplados pelo Fehidro
Teste da bicicleta será realizado semana que vem
Ex-alunos do Projeto Navegar se deram bem em São Paulo
Prefeito registra queixa de tentativa de agressão por pré-candidato do PT
Criação, propriedade, posse e guarda de cães
Vereador cobra providências sobre condições precárias de Posto de Saúde


São Sebastião
Oficina de audiovisual tem início hoje
Câmara pede informações sobre pagamento de horas extras para aposentados
Dario Lopes diz que exportação de carros gera ao menos 100 empregos
Partido Verde discute postura para as próximas eleições
Aprovado projeto que declara de utilidade pública SAB das Cigarras
Petrobras multada por crime ambiental
DEPRN afirma que serviços de reparo ao vazamento de petróleo agravaram danos ao ecossistema em Guaecá
Inquérito sobre morte de preso está em andamento
Presos tentam fugir da cadeia da cidade usando uma “tereza”


Ubatuba
Grande público é esperado para show de Marcelo D2 no Red Beach
Aprovado projeto de passagem sob a rodovia Rio-Santos


Seções
Artigo
Conto em Capítulos
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Alta do bacalhau estimula opção por peixes na Semana Santa

Litoral Norte - A alta do preço do bacalhau em toda a região faz com que muitos consumidores procurem opções mais em conta. O peixe do Porto é vendido em média por R$ 40 e R$ 50 o quilo, valor que está assustando os consumidores. “Este ano não vai dar para encarar, está muito caro. Vou comprar uma abóbora e fazer camarão na moranga”, disse a comerciante Lucinéia Aparecida Ramos, moradora do Canto do Mar.
Contudo, nos principais supermercados da região ainda é possível encontrar o bacalhau do tipo garbo, vendido entre R$ 20 e R$ 30. Mesmo assim, o preço mais baixo não atrai. “Prefiro comprar um peixe fresco, fazer um belo cozido. O que vale é não comer carne vermelha”, declarou o auxiliar de escritório Jéferson Silva, que mora na Barra Velha, em Ilhabela.
Um dos lugares com opções boas e baratas, é a Cooperativa de Pesca de São Sebastião, no Bairro de São Francisco. Segundo a cooperada Vilma Martins Rocha, o valor do bacalhau ajudou a vender ainda mais os peixes frescos. “A procura é grande em razão da Semana Santa”.
Ela sugere a corvina para quem quer fazer bastante economia. “Dá para assar no forno ou na brasa, fazer cozida ou frita. Custa entre R$ 4,50 e R$ 5 o quilo”, citou Vilma Rocha. Já o filé de pescado congelado pode ser encontrado a R$ 10. O quilo da garoupa, peixe bastante consumido na região, é vendido por R$ 14. Mas, para quem não quer comer peixe, a melhor escolha é a lula. A grande quantidade capturada nas últimas semanas fez o preço despencar. Hoje é vendida por R$ 8 o quilo. De acordo com a vendedora, a Cooperativa de Pesca de São Sebastião estará aberta hoje até às 13h. Caraguá, Ilhabela e Ubatuba oferecem inúmeras ofertas em seus entrepostos de pesca. (Fonte: Imprensa Livre)

Temperatura da região cai no feriado

Litoral Norte - O feriado para quem está no Litoral Norte deve ser marcado hoje por muitas nuvens, de acordo com previsão do Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), em Cachoeira Paulista. Para as cidades do Vale e da Serra da Mantiqueira, o centro prevê predomínio de sol durante a manhã, mas com possibilidade de aumento de nebulosidade e pancadas de chuva no período da tarde. Já para amanhã é aguardada a chegada de uma frente fria, que causará chuvas fracas em toda a região, principalmente no litoral. A chuva deve ocorrer até domingo provocando queda da temperatura, agradando os turistas que passam o feriado em Campos. As temperaturas a partir de amanhã deverão cair até quatro graus, segundo o Cptec. Em Caraguá, a temperatura máxima prevista para hoje é de 28ºC e deve cair para 24ºC amanhã. Em São José, a máxima hoje deve ser de 27ºC e amanhã, de 24ºC. (Fonte: ValeParaibano)

Capitania dos Portos programa blitz no mar: Operação Semana Santa

Litoral Norte - A Delegacia da Capitania dos Portos de São Sebastião – Marinha do Brasil, está intensificando as ações de inspeção naval no Litoral Norte desde a última quarta-feira. Segundo o delegado Luiz Fernando Pereira da Cruz, as ações visam verificar o cumprimento da Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário.
Entre os requisitos exigidos: habilitação do condutor, documentos da embarcação, lotação, equipamentos de salvatagem, e cartão de tripulação de segurança (CTS). A operação Semana Santa segue até a próxima segunda-feira.
“Desta forma, a delegacia está cumprindo seu papel de contribuir para a salvaguarda da vida humana no mar e segurança do tráfego aquaviário. Este trabalho será muito facilitado se todos os interessados tiverem o máximo de cuidado com o seu bem mais precioso: suas vidas”, concluiu o capitão-de-fragata. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá

Para Antonio Carlos, Caraguá deixou de ser o “patinho feio”

Caraguatatuba - Durante as comemorações dos 147 anos de emancipação político-administrativa de Caraguatatuba, as secretarias de Turismo, Esportes, Obras Públicas e Fundacc (Fundação Educacional e Cultural) vão realizar torneios esportivos, shows musicais, exposições artísticas e inaugurações de obras.
Nesta terça-feira, dia 6, o programa de rádio “Alô Prefeito”, teve a participação do secretário de Turismo, Paulo Noronha, e do prefeito Antonio Carlos da Silva. Ambos falaram dos preparativos para as comemorações.
Noronha aproveitou para divulgar os shows gratuitos da Banda Mel, Jorge Ben Jor, Morais Moreira e CPM22, que acontecerão na Praça de Eventos, no fim de semana que antecede ao dia 20. “É através do turismo que vamos conseguir fortalecer a economia da cidade”, disse.
Ele lembrou que Caraguá está diminuindo seus problemas de balneabilidade das praias com as novas Estações de Tratamento de Esgoto. “Isso é uma grande vitória.
A cidade estando limpa, com boa balneabilidade, com as ruas pavimentadas, com uma boa infra-estrutura, ela recebe melhor o visitante, que freqüenta cada vez mais nossa cidade”.
O prefeito Antonio Carlos da Silva falou sobre as obras que serão inauguradas. Citou que pretende terminar o CATP (Centro de Aperfeiçoamento e Treinamento do Professor) até o final do ano, e que outras obras estão sendo licitadas.
“Caraguá não pára. Vamos continuar lutando por melhorias, até o final do ano, com muitas obras e projetos”.
Antonio Carlos disse ainda sobre a importância de se fazer um trabalho integrado entre as secretarias e citou o CIASE (Centro Integrado de Ações Sócio-Educativas) do Travessão, que terá as secretarias de Educação, Esporte e Fundacc, trabalhando juntas.
“Acredito que o município cresceu em tudo e tem muito que comemorar. Caraguá deixou de ser o “patinho feio” do Litoral Norte, para se tornar referência de políticas públicas e trabalho integrado”.
Antonio Carlos lembrou ainda que a cidade vai sediar, em julho, os Jogos Regionais.
“Esse era um sonho de mais de 40 anos que, com sete anos de trabalho, conseguimos alcançar”. CORREIO

Prefeitura entrega Botes ao Corpo de Bombeiro

Com o novo equipamento, a cidade de Caraguá foi a única do litoral norte a não ter afogamento grave na última temporada.

Caraguatatuba - A prefeitura de Caraguá fará a entrega oficial de 2 botes especiais de 4 metros de comprimentos, motorizados ao Corpo de Bombeiros, no dia 19 de abril, dentro das comemorações do Aniversário de Caraguá.
O equipamento de salvamento marítimo já está sendo utilizado pelo Corpo de Bombeiros desde a última temporada.
Segundo o Capitão Smisselato, com esses botes, os Bombeiros reduziram o tempo para fazer o resgate ou chegar aos banhistas em área de risco, evitando afogamentos ou mortes.
Nessa última temporada, a cidade de Caraguá foi a única do litoral norte a não ter afogamentos grave, graças ao novo equipamento que já estava sendo utilizado pelos bombeiros. (Fonte: PMC)

Bloco desfila no sábado

Caraguatatuba - O fim de semana prolongado no município promete ser bem animado e em ritmo de carnaval, com o desfile do Bloco do Urso. O bloco sai no sábado, do Quiosque Guaruçá, na Praia do Centro, às 19h30 e segue com a folia até a Praça de Eventos.
Em seguida, haverá aulas de aeróbica, abertas ao público. A coordenação é da equipe do professor Marílio. O evento tem o apoio da Secretaria de Turismo de Caraguá. (Fonte: Imprensa Livre)

Faltará luz em Caraguatatuba

Caraguatatuba - A Bandeirante Energia informa que precisa, eventualmente, interromper o fornecimento de energia elétrica em algumas localidades de sua área de concessão, para a realização de serviços de melhoria na rede.
Embora o fornecimento esteja interrompido, como medida de segurança, os clientes deverão desligar o relógio de energia caso resolvam fazer qualquer tipo de manutenção de seus aparelhos elétricos. Para as chamadas de emergência, deve-se ligar para 0800-55-0800.
Serão realizados serviços nas seguintes localidades:
Caraguatatuba: Dia 13/4/2004 (Terça-feira) das 8h às 12h
Sumaré: Rua Campos do Jordão (do nº 15 ao nº 330), rua Monsenhor Ascânio Brandão (do nº 415 ao nº 550), rua Cruzeiro (do nº 160 ao nº 856), rua Cachoeira Paulista (do nº 120 ao nº 505) e praça dos Expedicionários (nº 155).
Para maior comodidade dos clientes que possuem acesso à Internet, a Bandeirante publica também em suas páginas na Web a relação das localidades onde realizará serviços de melhoria na rede, por município e com atualização semanal. O site da empresa é www.bandeirante.com.br . (Fonte: Imprensa Livre)

Caratecas se destacam no Campeonato Paulista Regional

Caraguatatuba - Os caratecas da cidade não decepcionaram no 15º Campeonato Paulista Regional de Caratê, que aconteceu em São José dos Campos, no sábado, com a presença de 212 atletas de 32 cidades.
A equipe de Caraguá, composta por 16 atletas, conquistou 18 medalhas, sendo duas de ouro, seis de prata e dez de bronze. As disputas foram nas modalidades Kata (formas e demonstrações) e Shiai Kumite (lutas), nas categorias Infanto-juvenil (14 a15 anos), Juvenil (16 a17 anos) e Júnior (18 a 20). A equipe, que é comandada pelo professor e técnico Edson Mendes do Amaral, obteve a melhor classificação entre as cidades do Litoral Norte e Vale do Paraíba. Os atletas Ângelo Augusto, categoria Júnior e Willian Borges, categoria Juvenil, trouxeram as únicas medalhas de ouro para a cidade. Já os atletas Tiago Carvalho (juvenil), Tiago Amorim (júnior), Leandro Martelli (júnior), Juliano Suzuki, Aline Ferreira e Júlio César, categoria Infanto-juvenil, ficaram com a prata. O bronze foi conquistado pelos atletas: Fernando André, Michelle Gomes, Aline Ferreira, Helliton Rocha, Bruno Reis, Renan Orizo, Ewerton Amaral e Jennyfer Silva. Organizado pela Federação Paulista de Caratê e prefeitura de São José dos Campos, esse evento regional é eliminatório para a final do Campeonato Paulista Estadual, que acontecerá no dia 19 de junho, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A equipe de Caraguá tem o apoio da Secretaria de Esportes e Recreação. (Fonte: Imprensa Livre)

PM acha menor envolvido com roubo em ônibus
Ele estava foragido e seria comparsa do outro menor que está na cadeia

Caraguatatuba - A equipe do 1° Distrito Policial localizou no final da tarde de quarta-feira, o adolescente J.C.P.S.S., 17 anos, que estava morando com um procurado da Justiça, no Travessão. J. é suspeito de envolvimento nos roubos a ônibus, juntamente com P.M.C., também com 17 anos, que se encontra recolhido na Cadeia Pública, após ser preso pela Polícia Militar esta semana.
Segundo a equipe de investigação, há dias que o setor tinha identificado os dois menores, por meio da filmagem deles roubando os coletivos. Os veículos são dotados de câmaras de vídeo.
Na ocasião da prisão de P., quando um assaltante foi morto em troca de tiros com a polícia, os investigadores já sabiam quem eram os autores, esperando o momento para prendê-los. Com a captura de P., o comparsa identificado permaneceu foragido.
Mas na quarta-feira, após diligências no bairro Travessão, a polícia o encontrou na rua Nossa Senhora Aparecida, saindo de um bar. J. não sabia que tinha sido identificado e que estava na mira da polícia.
O adolescente, que não têm residência fixa, disse à polícia que no dia da morte do assaltante ele também estava no coletivo que era roubado, mas conseguiu escapar.
Desde então, J. saiu do Pegorelli, onde se instalava, e foi morar em um barraco no Travessão que, para surpresa dos investigadores que vasculhavam o imóvel, era ocupado por um procurado da Justiça. Trata-se de J.V.G.S., 43 anos, que responde a processo por envolvimento com drogas e furto.
Os policiais conduziram os dois à delegacia, onde ambos ficaram na cadeia. O adolescente J., junto com o outro menor P.M.C., aguardam custodiados a decisão da Justiça da Infância e Juventude. Ambos podem ser internados na Febem.
Conforme a equipe do 1° DP, com suas prisões, a polícia esclareceu de uma só vez cinco roubos a ônibus, que ocorreram na região no último mês. “Acreditamos que este tipo de crime dê uma parada”, ressaltaram os policiais. (Fonte: Imprensa Livre)

Mais dois roubos registrados na cidade, enquanto quadrilha era presa

Caraguatatuba - Mais dois roubos foram registrados na noite de terça-feira, na cidade. Nem a descoberta de uma quadrilha com a morte do suposto assaltante Adilson Antunes da Silva, 36 anos, na madrugada do mesmo dia e a prisão e identificação de outros três ladrões, dois menores e F.A.P., 31 anos; impediram outras pessoas de agir no município. Enquanto a polícia cuidava deste caso na delegacia da cidade, fazendo diligências e investigações para registrar o boletim de ocorrência de roubo, resistência e morte, um assalto ocorria à luz do dia no Pegorelli, região sul, a mesma da morte de Silva.O vendedor M.V.S., 32 anos, estava com o carro estacionado na rua Poços de Caldas, no bairro Enseada, na Costa Norte de São Sebastião, para entrega de cigarros, quando surgiram dois assaltantes, armados com pistolas. A dupla o levou para a rua Chibata, onde o abandonou. O carro foi localizado na Estrada Caminho Grande, no Pegorelli. Os assaltantes fugiram com rumo ignorado, levando celular, vários ticketes alimentação, R$ 600 em dinheiro e 25 caixas de cigarros de diferentes marcas.
Outro assalto - Por volta das 22 horas o crime foi na rua Sebastião Mariano Nepomuceno, bairro Benfica, região central da cidade. A vítima foi o autônomo M.S.A., 27 anos, morador no Itatinga, em São Sebastião.
Ele contou à polícia, que andava pela rua à procura da casa de um amigo, quando foi rendido por três assaltantes, sendo dois armados com revólveres. Diante de ameaça, eles pegaram a carteira contendo R$ 200, cartão do Bradesco e documentos pessoais.
O autônomo ainda foi agredido com coronhadas e pontapés. Ferido, ele conseguiu uma carona com um desconhecido, que o levou ao pronto-socorro da Casa de Saúde Stella Maris, onde a Polícia Militar atendeu o caso.
Os policiais militares fizeram patrulhamento nos dois crimes, à procura dos suspeitos, mas não os localizaram. (Fonte: Imprensa Livre)

Olaria registra dois assassinatos no mesmo dia
Os crimes podem ter relação com tráfico de drogas no bairro

Caraguatatuba - O bairro Olaria registrou dois assassinatos entre a noite de quarta-feira e início da tarde de ontem. Os crimes estão relacionados com o tráfico de drogas no bairro.
Por volta das 20 horas, a Polícia Militar foi chamada anonimamente por moradores da rua Manoel Pacheco, que ouviram tiros. Caído no meio da rua, ao lado de sua bicicleta, estava um homem identificado apenas como Rogério, também conhecido por “Lagartão”.
A vítima, que não portava nenhuma documentação, trajava bermuda cinza, camiseta laranja, chinelos e uma touca preta. “Lagartão” foi atingido por dois tiros que acertaram o tórax e a cabeça. Investigações preliminares apontam que os projéteis podem ser de pistola 7.65.
O crime aconteceu próximo a um forró no bairro, conhecido como “barra pesada” da área, por ser freqüentado por traficantes e usuários de drogas. Até a noite de ontem, familiares de Rogério ainda não tinham comparecido ao IML (Instituto Médico Legal) para identificação.
Execução - Quando eram 13 horas de ontem, foi a vez da Polícia Militar atender outro crime no mesmo bairro, desta vez na Avenida Flora Atlântica, a principal via do bairro.
Alexandra Sheila da Silva, 23 anos, foi executada com mais de dez tiros, em um horário e local por onde passam vários moradores, que nada informaram à polícia, prevalecendo a “lei do silêncio”.
O companheiro da mulher, identificado por Val, também ficou ferido levemente com os dezessete disparos dados na direção da vítima. O casal estaria indo comprar ovos de páscoa para os dois filhos pequenos, quando os assassinos apareceram.
“Val ” estaria ao seu lado na hora do crime. Os disparos teriam partido de duas pistolas de calibres 45 e 380. Val foi levado ao pronto-socorro da Casa de Saúde Stella Maris, onde recebeu medicação e foi liberado.
O casal seria proprietário do forró do bairro. As mortes de “Lagartão” e Sheila estariam relacionadas. Informações não confirmadas pela polícia dão conta que “Lagartão” foi assassinado a mando de pessoas relacionadas com o casal, que por sua vez foram vítimas de vingança.
O primeiro morava no bairro Capricórnio e a mulher, natural de São Sebastião, residia na mesma avenida que foi morta. Os crimes foram registrados na delegacia central da cidade, e até o fechamento desta edição, policiais ainda apuravam as autorias. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ilhabela Topo

Abre hoje exposição sobre projetos contemplados pelo Fehidro
As casas dos residentes no Bonete receberão um sistema doméstico de tratamento de esgotos, seguido de projeto de captação e tratamento de água

Ilhabela - A Prefeitura do arquipélago abre hoje, exposição pública dos projetos que serão financiados com verba do Fehidro (Fundo Estadual dos Recursos Hídricos). A exposição será mantida até o dia 19, na Secretaria de Cultura, que fica na Rua Dr. Carvalho, 80 – Vila, das 16 à 22h.
São quatro projetos. Três deles em nome da prefeitura. Um dos mais importantes é voltado à comunidade do Bonete. Trata-se do Projeto de Saneamento de Esgoto Sanitário e Programa Intensivo de Educação Ambiental, de autoria da prefeitura. O Bonete fica no extremo sul da Ilha de São Sebastião, a principal do Arquipélago. Na praia, vivem 230 pessoas. O local é acessível somente de barco e por 13 quilômetros de trilha.
A assessora da Secretaria Municipal de Obras de Ilhabela, Djane Vitoriano, explica que serão instaladas 60 unidades de um sistema, tipo fossa séptica com filtro e sumidouro, para atender às famílias caiçaras residentes. A água servida (de pias, chuveiros e etc) também passará pelo filtro antes de ser lançada no sumidouro. Segundo ela, o sistema tem 98% de eficiência.
O projeto obteve aval da Cetesb (Companhia Estadual de Tecnologia e Saneamento Ambiental). Hoje, os efluentes do Bonete não têm qualquer tratamento. Em época de final de ano e Carnaval a situação se complica em razão do grande número de visitantes.
É possível sentir o odor da poluição por esgoto no rio que abastece a comunidade e onde crianças brincam diariamente. É grande incidência de diarréia na comunidade. Para a instalação desse projeto ambiental o Fehidro vai repassar R$ 226,9 mil. Em contrapartida, a prefeitura aplicará R$ 186,1.
Na praia do Bonete também há duas pousadas, dois bares, dois restaurantes e dois campings, que precisaram ser adequados. A prefeitura e a Sabesp cederão auxílio técnico para que este segmento viabilize sistema similar de tratamento do esgoto. A Sabesp não instala seus sistemas em áreas isoladas.
No último Reveillon mil pessoas visitaram o Bonete. Em finais de semana, durante o verão, cerca de 200 pessoas chegam à área. A meta é ter a infra-estrutura de saneamento para a demanda de público que os estabelecimentos comerciais recebem na temporada de verão. A prefeitura contratará uma empresa que irá instalar o projeto de saneamento de esgoto. O programa de educação ambiental é para orientar a comunidade a ter cuidados para melhor qualidade de vida, mas abrange amplas ações. Entre elas, orientação sanitária, instalação de oficinas cultural e de capacitação em informática (a comunidade ganhará cinco computadores ligados à internet); eventos de recreação, interação e um centro para palestras com 50 lugares.
Um outro importante projeto para o Bonete é destinado à instalação de rede de água tratada. Para este ainda deve ser confirmado repasse de verba do Fehidro. Conforme Lenina Mariano, assessora do CBH/LN (Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte), este projeto já foi aprovado pelo comitê e está sob análise do Fehidro.
O projeto tem aval do Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica), órgão do Estado. O abastecimento é para atender toda a comunidade do Bonete, incluindo comerciantes e turistas.
O Programa de Ecoturismo é outra iniciativa que a prefeitura quer criar para o Bonete. É a terceira e última fase do projeto total para a área, que também poderá receber verba do Fehidro e resultar na conquista do titulo ISO 14000 em gestão ambiental, após toda a viabilização de benefícios.
“Lixão” - Readequação, Recuperação e Encerramento do Depósito de Lixo de Ilhabela, é outro projeto da prefeitura que receberá financiamento do Fehidro, na ordem de R$ 126 mil. A prefeitura investirá R$ 37,5 mil. Ilhabela não mais terá este depósito. O lixo será levado para aterro em outra cidade do Estado.
O problema em relação ao destino final de lixo em Ilhabela, é de difícil solução, porque não há espaço. A cidade tem inúmeros cursos d’água e 85% de seu território é formado pelo Parque Estadual de Ilhabela. O volume é de até 14 toneladas de lixo/dia. Esse montante é quatro a cinco vezes maior na temporada.
O depósito de lixo na Água Branca foi instalado na década de 80, sem impermea-bilização do solo e sem sistema de drenagem de líquidos e gases. O projeto da prefeitura compreende impermea-bilização do solo, drenagem de chorume e percolado (chorume diluído em chuva) e cuidados sobre a nascente existente na encosta do depósito de lixo.
Para a recuperação da área deve ser removida a maior parte dos resíduos. A área deverá servir somente para transbordo provisório de resíduos a serem encaminhados para outra região, e para um centro de triagem.
Desassoreamento e Lixo Legal - Outro projeto da prefeitura com financiamento do Fehidro é destinado à dragagem do Córrego Água Branca, a fim de evitar alagamentos. O projeto está na ordem de R$ 229,1 mil. O Fundo aplicará R$ 180 mil e a prefeitura R$ 49,1 mil. Conforme Lenina Mariano a prefeitura precisará contratar dragas específicas para esta atividade.
Ainda com verba do Fehidro também será finan-ciado o projeto “Lixo Legal”, destinado a toda a área da ilha principal. Agentes do PSF (Plano Comunitário de Saúde) visitarão as residências para explicar como deve ser separado o lixo domiciliar para a adequada coleta seletiva.
Este projeto, avaliado em R$ 48,9 mil, é da AMAI (Associação Mantenedora do Aquário de Ilhabela) em parceria com a prefeitura e com a Associação de Triagem. O Fehidro repassará R$ 36 mil e a prefeitura investirá cerca de R$ 7,2 mil. (Fonte: Imprensa Livre)

Teste da bicicleta será realizado semana que vem

Ilhabela - O Projeto Ilhabela, conhecido como Teste da Bicicleta, realizado pelo CELEFISCS, terá sua primeira amostra nos dias 15, 16 e 17 de abril. Criado em 1978, o projeto é um estudo que analisa o desenvolvimento e crescimento de crianças de baixo nível sócio-econômico da cidade, e é realizado duas vezes por ano em três dias consecutivos.
O objetivo é avaliar cada criança mediante uma bateria de testes que incluem medidas antropométricas, metabólicas, neuromotoras, psicológicas e de maturação biológica. Todos desenvolvidas pelo laboratório Celafiscs.
Segundo a professora do Instituto, Fernanda Cruciani, os testes de aptidão física, como peso, força muscular, potência aeróbica e flexibilidade, avaliam o crescimento e desenvolvimento das crianças.
Posteriormente os dados coletados resultam em trabalhos científicos, publicados em artigos e revistas e apresentados em Congressos nacionais e internacionais. “Como já realizamos esse trabalho há 26 anos, temos um acompanhamento de algumas pes-soas, que vai desde a infância até a idade adulta. Podemos analisar os impactos físicos ao longo da vida da pessoa”, conta Fernanda.
De acordo com Fernanda, o projeto já detectou, em anos anteriores, deficiências alimentares graves nas crianças. Resultados encaminhados à Secretaria de Educação do Município, que promoveu uma dieta para a merenda buscando atenuar o problema. “Como para muitas dessas crianças a principal refeição é feita na escola, essa dieta permitiu as crianças repor as substâncias que estavam faltando em seus organismos e diminuir o índice de desnutrição”, conta.
Atualmente, o quadro tem se revertido. Ao invés de desnutrição, as últimas pesquisas revelaram alto índice de obesidade. “Com uma vida mais sedentária e uma alimentação menos saudável, as crianças da classe de renda baixa estão apresentando maior tendência a obesidade, chegando a ter de 15% a 35% mais gordura do que constatado há 20 anos”, conta Fernanda.
Se a subnutrição é um fato grave, o sobrepeso e a obesidade também o são. Fernanda explica que a criança gorda está mais sujeita à hipertensão, diabetes e colesterol alto. “Esses fatores podem transformá-lo em um adulto com problemas cardíacos e circulatórios, como anginas, enfartos e derrames”, explica.
As crianças já analisadas em testes anteriores podem – e devem - participar novamente. Para quem ainda não participou, mas que quer fazer parte, basta ter entre sete e 12 anos, e comparecer ao local dos exames. As avaliações atualmente contam com 2362 crianças e adolescentes.
Serviço: Projeto Ilhabela – dias 15 (das 13h às 18h), dia 16 (das 8h às 18h) e 17 (das 8h às 14h). Local: Escola Eva Esperança – 12 3896-3067. (Fonte: Imprensa Livre)

Ex-alunos do Projeto Navegar se deram bem em São Paulo

Ilhabela - As ferinhas do optimist (classe para velejadores de até 15 anos) marcaram presença na Taça Regatta, realizada na Represa de Guarapiranga. O evento, realizado no final de semana, foi válido pela primeira etapa do Campeonato Paulista.
Quase todos recém-saídos do Projeto Navegar, os pequenos atletas, acompanhados pelo coordenador Marcos Cardial, conseguiram bons resultados. O velejador Felipe Francisco foi o campeão da prova, seguido por Nicolas de Jesus. Também se destacaram: Danielle Cardial (3ª colocada); Guilherme Mendes (4º); Michael Lousada (5o); João Paulo Silva (6º); Matheus Silva (8o); Lucca Pabst (9o.); Alex Oliveira (10o), Kevin Rocha (11º); Bianca Macedo (12o); Maria Gabriela Nafalski (13o) e Gabriela Collabonna (22o lugar). A equipe tem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Ilhabela. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeito registra queixa de tentativa de agressão por pré-candidato do PT

Ilhabela - O prefeito Manoel Marcos afirma ter sido agredido verbalmente e sofrido tentativa de agressão física. O agressor, ainda de acordo com o prefeito, é Erivaldo Pereira, popularmente conhecido por Nenguinha, pré-candidato a vereador pelo PT. Nenguinha estaria em frente à residência de Manoel Marcos, por volta das 23h30 de quarta-feira. Nenguinha, que também registrou boletim de ocorrência, nega as acusações e alega que só não foi agredido fisicamente por Manoel Marcos porque alguns vizinhos, a esposa e filhas do prefeito, o teriam segurado. Manoel Marcos afirma que chegou em casa com suas filhas e foi cumprimentar os vizinhos, quando reconheceu Nenguinha. Este, segundo o prefeito, é responsável por boatos que atingem sua integridade familiar e política, tanto que já tinha feito boletim de ocorrência por difamação contra ele. O prefeito disse ainda que
Nenguinha o insultou e disse não ter medo de confirmar as acusações na polícia. Em seguida teria agredido Manoel Marcos, que teria sido contido pelos vizinhos, que presenciaram a discussão.
Ofensas - Nenguinha diz que foi à casa de alguns amigos, e estaria conversando com eles na rua, quando o prefeito chegou de carro com as filhas, buzinou e foi cumprimentá-los. O prefeito teria começado a ofendê-lo e acusá-lo de espalhar boatos sobre sua pessoa pela cidade. Disse ainda que Manoel Marcos saiu do carro e teria tentado “socá-lo”, sendo segurado pela esposa e filhas, além de mais três vizinhos. Ele diz ainda que o prefeito falou que ia mandar matá-lo e que ele iria ficar na cadeia pelo resto da vida. Erivaldo diz também que Manoel Marcos guardou o carro, voltou à rua, e tentou agredi-lo mais duas vezes.
Guerra Política - Manoel Marcos nega veementemente a versão de Nenguinha, e diz que isso é exemplo do baixo nível da oposição. “Lamentavelmente, o nível da campanha por parte da oposição baixou de vez, primeiro com provocações e calúnias, e agora com tentativa de agressão”, desabafa. O prefeito afirma ainda que, depois de registrar o boletim na delegacia, se dirigiu ao bairro do Perequê, para averiguar reclamações de moradores sobre um grande volume de água na rua, e viu uma moto parada em frente à casa da pré-candidata a prefeita pelo PT, Cláudia Kerber. “Parecia a moto dele, não posso afirmar, mas vou mandar averiguar”.
Erivaldo confirma que foi até a casa de Cláudia, segundo explicou, para procurar Anselmo Tambelini, da executiva do PT, uma vez que teria ficado com medo das ameaças que disse ter sofrido do prefeito. “Não tinha a quem recorrer, e por isso vim buscar apoio. Fiquei indignado porque ele me chamou de vagabundo e eu sou um caiçara, trabalhador. Eu trabalho todos os dias.”
Anselmo Tambelini diz ser “lamentável o fato de um prefeito agredir um pré-candidato a vereador do partido apenas por diferenças políticas”. “Nossas diferenças em relação ao prefeito Manoel Marcos são relacionadas à postura da má administração, voltada para a parcela privilegiada do lugar. Mas agora ele mostra o despreparo emocional para administrar a cidade. O PT defende a minoria, não faz diferenças sociais, raciais ou sexuais.” Geniclei Rosa era uma das pessoas que estavam presentes no local. Segundo ele, Nenguinhateria ido à sua casa. Ele afirma que conhece Nenguinha há anos e que ultimamente ele não é a mesma pessoa. “Depois que ele entrou no PT ficou diferente”, diz. Quando questionado se houve ou não agressão por uma das partes, Geniclei diz que só fala com a autorização de Manoel Marcos.
O prefeito diz que não tem que autorizar ninguém a falar sobre o assunto, mesmo porque Geniclei não foi arrolado como sua testemunha, e sim Jovelino Pereira de Brito, que também estava no local. Jovelino é pré-candidato a vereador pelo PSDB, e não foi encontrado para dar declarações. (Fonte: Imprensa Livre)

Criação, propriedade, posse e guarda de cães
Projeto que disciplina a questão foi aprovado

Ilhabela - Os vereadores aceitaram duas emendas, sendo uma aditiva e outra modificativa, e uma sub-emenda, de autoria do vereador José Pereira Brandão (PSDB), ao Projeto de Lei 58/2003, que disciplina a criação, propriedade, posse, guarda, uso e transporte de cães no município, com votos contrários dos vereadores Nanci Peres de Araújo Zanato (PTB), Almir Mariano (PPS) e Romeu Pedro Persch (PTB).
A Emenda 03/2004, que acrescenta novo artigo ao projeto de Lei 58/2003, passa a ser artigo 21, com a seguinte redação: “todo o numerário arrecadado com a cobrança de multas decorrentes do não cumprimento desta Lei, independente da infração, será destinado ao Centro de Vigilância Ambiental Municipal, visando o custeio e manutenção de seus trabalhos”.
Cães violentos - Já a Emenda 02/2004 modifica o inciso I do parágrafo 1O do artigo 6o em que diz: “Entende-se por cães de raças notoriamente violentas e perigosas, aquelas cujos antecedentes registram ataques com danos físicos a pessoas; os cães de guarda treinados para ataque, ou aqueles que pelo porte e comportamento, colocam em risco a segurança das pessoas, tais como, Pit Bull, Rottwelier, Doberman, Mastin Napolitano, Fila Brasileiro, Pastor Alemão, Boxer, Bull Ternier, Dougue Alemão entre outras raças e os animais SRD (sem raça definida) de médio e grande porte”. Também modifica o parágrafo 3o do artigo 10, que passa a ter a seguinte redação: “Os proprietários de animais deverão mantê-los afastados de campainhas, medidores de água e luz e caixas de correspondências, a fim de que funcioná-rios das respectivas empresas prestadoras desses serviços, possam ter acesso sem sofrer ameaça ou agressão real por parte dos animais, protegendo ainda os transeuntes”. A Sub-Emenda 01/2004 modifica os artigos 8o, 11, 12 e 21 da Emenda 083/2003. A alteração do artigo 8o criou discussão entre os vereadores. O texto diz que o animal apreendido que não for liberado no prazo de três dias (porte pequeno) e cinco dias (porte grande), será considerado de propriedade do município, e assim ter o destino que seja mais conveniente à socie-dade, podendo inclusive ser sacrificado ou doado.
Discussão - A vereadora Nanci Peres de Araújo Zanato (PTB) se posicionou contra a sub emenda. “Não irei aceitar uma emenda que irá tirar a vida de um animal”. O autor das emendas, vereador José Pereira Brandão, disse que o projeto foi elaborado depois da reunião realizada no dia 26 de março de 2004 com as veterinárias Olga Loureiro Inglês de Souza, Werenice Zelle e Eliane Alves. “Este projeto irá disciplinar e irá tirar estes animais da rua, além de ter sido elaborado por pessoas competentes e especializadas. Temos que cuidar dos animais errantes”, conclui. Ele ainda explica que o projeto só deverá entrar em vigor após a construção do Centro de Controle de Zoonoses na cidade. “A prefeitura já tem o terreno e aguarda a captação de recursos para a instalação do CCZ”, completa.
Ele ainda pede o apoio da comunidade nesta questão, já que muitas pessoas de boa fé, voluntariamente, cuidam dos animais errantes. “Gostaria de contar também com o apoio dos vereadores para apreciarem a matéria com a seriedade da questão”, finalizou Brandão.
Para o vereador Romeu Pedro Persch (PTB), a palavra sacrifício é preocupante. “Devemos prevenir através de um serviço para castrar os cachorros errantes”, disse.
Sacrifício de animais - Outro vereador que se posicionou contra foi Almir Mariano (PPS). Para ele não se deve sacrificar um animal, já que se teria outras saídas. Ele citou o projeto de castração de animais errantes desenvolvidos em cidades como Bertioga e São Vicente. “O serviço é gratuito e oferecido pelo município”, explicou Almir.
O vereador Walter Duarte de Souza (PTB) defendeu a propositura e lembrou que o projeto, antes de ser apresentado, foi amplamente discutido. “O sacrifício do animal acontecerá em última hipótese”, defendeu Irmão Walter.
Já o vereador de oposição Rogério Ribeiro de Sá (PT), acha a questão polêmica e irá estudar o projeto mais detalhadamente, entretanto defende uma campanha de castração. Porém, em seu discurso não deixou de alfinetar o prefeito Manoel Marcos. “A responsabilidade dos animais errantes é da prefeitura”. (Fonte: Imprensa Livre)

Vereador cobra providências sobre condições precárias de Posto de Saúde

Ilhabela- O vereador Rogério Ribeiro de Sá, o Catolé do PT, vai entrar com um requerimento que será lido e votado na próxima sessão ordinária, segunda-feira. O requerimento questiona o prefeito sobre as providências que devem ser tomadas com urgência sobre as “condições precárias” que se encontra o Centro (ou Posto) de Saúde da Vila. Catolé afirma que foi procurado por moradores pedindo ajuda, pois quando chove, o posto ficaria “alagado”, além de ter várias paredes mofadas. Isso poderia causar o comprometimento da qualidade dos exames, devido a uma possível contaminação por mofo. “Estive visitando o local no momento em que chovia, e pude constatar inúmeras irregularidades, eletricidade com fios soltos, materiais jogados num canto, além de goteiras na sala onde se colhe material para biópsias. É um descaso, descalabro, desrespeito à população e funcionários por parte do poder público.”, afirma o vereador. Na última sessão ordinária, o ex-secretário da Saúde Antônio Colucci fez uso da tribuna e foi questionado pelo vereador sobre a questão. Em resposta, ele explicou que a antiga administração gastou uma boa quantia em reformas no local e que o posto continua em péssimas condições. Segundo Colucci, em breve a obra da Santa Casa será entregue e os atendimentos do Centro de Saúde poderão passar para lá temporariamente, enquanto se constrói novo prédio ou reforma-se e amplia-se o atual. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Oficina de audiovisual tem início hoje

São Sebastião - A Universidade Aberta do Mar, em parceria com o Projeto Cultural “São Sebastião Tem Alma”, Associação Cultural Kinoforum e o Centro Profissionalizante Municipal (Ceprom – Topolândia), inicia hoje uma oficina de realização e produção audiovisual. No total, foram feitas 35 inscrições até a última segunda-feira. Destas, 18 pessoas foram selecionadas.
Hoje, a partir das 18 horas, no primeiro dia da oficina, que está sob a coordenação do cineasta Christian Saghaard, haverá um bate-papo entre alunos, professores e monitores. Após essa primeira conversa, será exibida uma seleção de vídeos produzidos pelas oficinas nos anos anteriores, na Avenida Altino Arantes (Avenida da Praia) às 19h30. A exibição dos vídeos também será aberta ao público.
A oficina terá continuidade nos dias 11, 12, 15, 16, 17 e 18 próximos, sempre das 10 às 19 horas, no CEPROM, situado à Rua Santiago, 204 – Topolândia, com aulas teóricas e praticas. A coordenação da oficina exige dos participantes disponibilidade em todos os dias e horários previstos. (Fonte: Imprensa Livre)

Câmara pede informações sobre pagamento de horas extras para aposentados

São Sebastião - Obter informações sobre o pagamento da média de horas extras aos aposentados da prefeitura: trata-se do requerimento 68/04, de autoria do vereador Marquinho Souza, aprovado pela Câmara Municipal durante a última sessão ordinária.
O vereador disse que tem sido procurado por alguns aposentados, que reivindicam esse pagamento. A dívida é relativa a 1/3 sobre o total de horas trabalhadas pelo funcio-nário durante o ano, mas que deveria ser paga, anualmente, junto com as férias. Desde o início do ano a administração vem pagando os valores devidos, mensalmente, aos servidores públicos municipais que estão na ativa.
O pagamento deve ocorrer até o mês de agosto deste ano, mas não contempla os aposentados que estavam a-tuando até a última administração, quando a dívida acumulou em R$1,8mi. No documento, o vereador Marquinho pergunta para quando está previsto o referido pagamento ao servidor que já se aposentou. O vereador questiona inclusive o número de aposentados que têm direito; qual o motivo da dívida estar sendo paga somente aos que estão na ativa e, por fim, se o valor acumulado inclui os aposentados. O vereador José Cardim de Souza, que aplaudiu a iniciativa, declarou que também foi procurado por aposentados que residem no bairro de Maresias, Costa Sul, reclamando em relação ao pagamento. Entretanto, ele fez questão de enfatizar que o prefeito vem pagando uma dívida do governo anterior. “Não são horas feitas nesse governo”, reforçou. (Fonte: Imprensa Livre)

Dario Lopes diz que exportação de carros gera ao menos 100 empregos

São Sebastião - Em entrevista ao Imprensa Livre, o secretário estadual de Transportes, Dario Rais Lopes, ressaltou que a exportação de veículos via Porto de São Sebastião, deve gerar inicialmente cerca de 100 empregos diretos, entre motoristas, auxiliares de descarga, arru-madores, e outros. A exportação de 2 mil carros Volkswagen para a Argentina, no próximo dia 18, já está movimentando a cidade.
Os veículos começaram a chegar esta semana ao pátio do Porto/Dersa. Por causa do feriado, a operação está paralisada, retornando somente na segunda-feira. Segundo o secretário, os carros modelos Gol e Parati, chegam até o dia 16. Dario Lopes diz que o contrato com a Volks prevê pelo menos uma exportação por mês. Além disso, outras três empresas da região podem vir a utilizar o porto sebastianense. Para o secretário, os investimentos nas rodovias e no próprio porto, viabilizarão um novo corredor de exportação, para atender toda a região de Campinas e Vale do Paraíba. O lote de 2 mil veículos Volks, vem de Taubaté, que fica a 140 km de São Sebas-tião. De acordo com o secretário de Transportes, a proximidade reduz o custo das empresas. Ele confirmou presença no embarque dos veículos, dia 18 de abril. O governador também poderá acompanhar a operação, que marca a retomada das exportações de veí-culos pelo Porto/Dersa. (Fonte: Imprensa Livre)

Partido Verde discute postura para as próximas eleições

São Sebastião - O Partido Verde reuniu seus membros na quarta-feira, no bar Tribus, em Boiçucanga. A tônica do encontro foi “lavar” a roupa suja e ouvir todos os membros de forma democrática e assim decidir qual a postura do partido nas próximas eleições, conforme ressaltou o presidente do diretório regional do PV, Sérgio Pereira. O diretório do PV em São Sebastião conta com aproximadamente 300 filiados. “Estamos crescendo como partido. De qualquer forma, vamos participar da futura gestão municipal”, previu Edson Vieira Engel, vice-presidente do diretório regional. Muitos entre os presentes fizeram uso da palavra e manifestaram interesse em concorrer às próximas eleições como candidatos a vereador. “Um dos lemas do partido é que haja unidade mesmo com divergências. Isso significa que os pré-candidatos que apresentarem menor possibilidade de serem eleitos, devem abrir mão de suas candidaturas e trabalhar em prol daqueles que têm mais chances”, disse o coordenador regional do partido, Marco Antonio M’roz. Uma grande parcela do encontro foi direcionada basicamente em função da portaria baixada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que prevê a redução do número de cadeiras na câmara de 15 para 10. “Antes disso tínhamos lugar até de sobra, agora as coisas ficaram mais apertadas”, explicou o vereador, Wagner Teixeira. Segundo a prefeitura, o município possui cerca 40 mil eleitores, que devem escolher seus próximos representantes em novembro desse ano. “Já é hora de decidir o que queremos para nossa cidade. Tem uma situação que é inadmissível. Assusta-me muito esse discurso de quem quer o poder simplesmente pelo poder”, concluiu Claudia Batochio, a-tual vice-prefeita do município. Alguns integrantes disseram abertamente que acreditam na candidatura própria do partido. Foi o caso do coordenador Marco Antonio M’roz. “A situação nos é favorável e estabelecendo uma estratégia adequada, temos boas possibilidades”, assegurou. Para o biólogo e membro do partido Marcelo Tiburcio Perpétuo, este ainda não é o momento. “Temos mais chances escolhendo uma candidatura já estabelecida, ainda que com índices altos de rejeição popular. Ainda é cedo para uma candidatura própria”, garantiu Perpétuo. A posição final do PV deve ser anunciada no próximo dia 22, quando o partido realiza outra assembléia com seus integrantes. (Fonte: Imprensa Livre)

Aprovado projeto que declara de utilidade pública SAB das Cigarras

São Sebastião - A Câmara Municipal aprovou, na última terça-feira, por unanimidade, o projeto de lei 023/2004, de autoria dos vereadores Sérgio Pereira e Marco Antônio de Souza, que declara de utilidade pública a Socie-dade Amigos da Praia das Cigarras. Esta foi a quarta SAB (Sociedade Amigos de Bairro) beneficiada em menos de um mês. Já se tornaram de utilidade pública as entidades de Maresias, Cambury e São Francisco. As duas primeiras, por meio de leis do vereador suplente Sérgio Pereira que, em razão do retorno do titular Wagner Teixeira, já deixou a Câmara. Pereira não acompanhou a votação de seu último projeto, referente à praia das Cigarras, mas ficou contente pela aprovação unânime. “Agradeço aos vereadores que aprovaram. Tive um tratamento muito bom no período que passei pelo Legislativo. Embora não estivesse lá, o resultado mostra que meu projeto é correto”, declarou. Sérgio Pereira, que é presidente do Partido Verde, deve reassumir a presidência da Sociedade Amigos de Barequeçaba. Para ele, SAB das Cigarras já merecia ser considerada de utilidade pública.
“É o reconhecimento à sociedade amigos mais antiga da cidade, que tem diversos trabalhos desenvolvidos, muitos em parceria com a prefeitura. Antigamente, quando as administrações tinham menos condições de trabalho, as sociedades de praia supriam as necessidades da população local, e isso sempre foi feito na praia das Cigarras”, relatou o autor do projeto.
“Outras entidades continuam fazendo parcerias com a prefeitura, como a SABU, de Barra do Una; que fez o prédio para a Polícia Militar, e a própria Sociedade Amigos de Barequeçaba, que recebe os dentistas da rede municipal”.
Ele cita que uma de suas propostas é incentivar convênios entre a prefeitura e as SAB’s, para a contratação de guardas-parque. “Não tem ecoturismo se não tiver cuidado com os locais, um controle maior, evitando invasões. A sociedade amigos de bairro é a mão da prefeitura na comunidade”, finalizou. O Imprensa Livre não conseguiu contato com a diretoria da SAB das Cigarras, na tarde de ontem. (Fonte: Imprensa Livre)

Petrobras multada por crime ambiental

São Sebastião - A Polícia Ambiental, em São Sebastião, multou anteontem a Petrobras em R$ 5.971,73 por supostos crimes ambientais que teriam sido cometidos pela empresa durante a realização das obras de substituição da tubulação do oleoduto em trecho de um quilômetro compreendido entre os bairros de Guaecá e Morro do Outeiro. As obras foram embargadas por tempo indeterminado. Foram lavrados quatro autos de infração ambiental, sendo três por desvio de curso d'água e um por derramamento de terra em afluentes do rio Guaecá sem licença ambiental. A empresa terá 30 dias para apresentar sua defesa. O DEPRN (Departamento Estadual de Proteção dos Recursos Naturais) acompanhou a vistoria da Polícia Ambiental e elaborou laudo de danos ambientais. Também foram registrados quatro boletins de ocorrência na Polícia Civil por suposta degradação do meio ambiente. O curso de água afetado pelas obras, segundo a Polícia Ambiental, é o mesmo onde em fevereiro houve um vazamento de pelo menos 235 mil litros de óleo em um oleoduto da Petrobras. Na ocasião, foi atingido o rio Guaecá e a praia do mesmo nome. "O deslizamento de terra poderá provocar inundações, além de comprometer o trabalho de descontaminação que tem sido feito após o derramento do óleo em fevereiro", disse o comandante do Policiamento Ambiental em São Sebastião, tenente Jamir David Júnior.
OUTRO LADO - Procurada ontem pelo ValeParaibano, a Petrobras não comentou o assunto. (Fonte: ValeParaibano)

DEPRN afirma que serviços de reparo ao vazamento de petróleo agravaram danos ao ecossistema em Guaecá
Petrobras apresenta recurso contra atuações aplicadas pela Polícia Ambiental e remete responsabilidade à empreiteira

São Sebastião - O supervisor da equipe técnica do DEPRN (Departamento Estadual de Proteção dos Recursos Naturais), Renato Herrera Araujo, afirma que as intervenções ambientais provocadas por serviços da Transpetro, nesta semana, agravaram o impacto que já atingiu o Rio Guaecá, desde 18 de fevereiro, quando do derramamento de petróleo no curso d’ água. Na quarta-feira, a Polícia Ambiental de São Sebastião/Ilhabela, aplicou quatro autos de infração contra a Petrobras, subsidiária da Transpetro. Três autuações foram aplicadas por desvios de curso d’água e outro por assoreamento de rio, sem licenciamento ambiental, conforme informou o tenente Jamir Davi Júnior, comandante da corporação, em entrevista publicada ontem no Imprensa Livre. Renato Herrera explica que a diretoria geral do DEPRN recebeu denúncia da Cetesb sobre novas intervenções na área do Guaecá. Assim, na segunda-feira, houve fiscalização conjunta na área, feita pelo DEPRN, Instituto Florestal, representado pela direção do Parque Estadual de São Sebastião, pela Cetesb e Prefeitura de São Sebastião. “Fiz o laudo que embasou as autuações da Polícia Ambiental”, explica Herrera. Segundo ele, os serviços na área eram de inspeção de duto porque o PIG Instrumentado da Transpetro (sistema de checagem interna de oleoduto) havia detectado alguma anomalia, em outro trecho, próximo a ponto por onde vazou petróleo em fevereiro. O trabalho de inspeção era feito pela empreiteira Techint, contratada pela Transpetro. Conforme Herrera, para a realização do trabalho, foi escavada uma área, gerando grande quantidade de terra, em local de acentuada declividade. “A chuva carreou a terra para afluente do Rio Guaecá”. Segundo o supervisor, não foram adotados cuidados prévios para evitar este problema. Além disto, ele afirma que para acesso de maquinários, três corpos d’água foram tubulados e houve desvio de trecho de rio. Herrera afirma que a Petrobras tem licença para supressão de vegetação em faixas de oleoduto, a título de manutenção. “Mas não tem para interferir em cursos de água natural”. Ele afirma que irá elaborar outro laudo sobre o impacto causado pelo assoreamento de curso d’água. Adianta que o assoreamento foi grande e que a situação dificulta a descon-taminação do Rio Guaecá, atingindo por derrame de óleo. “Agrava a condição da fauna de da flora; agora há na área resto de óleo e o aterro”. Conforme Renato Herrera, no sub-solo da área onde ocorreu derrame de petróleo, há a chamada pluma. “O óleo está minando para o rio”. Ele acentua que a área atingida desde fevereiro, a partir do derrame de petróleo e agora pelas novas intervenções danosas, fica no entorno do Parque Estadual de São Sebastião, e dentro de área de preservação permanente.
Transpetro - O engenheiro Alberto Shinzato, gerente de Terminais Terrestres e Oleodutos de São Paulo, da Transperto, afirma que a Petrobras não tem nenhuma responsabilidade sobre o que ocorreu em Guaecá, nesta semana. Assim, ele declara que a empresa não deveria ter sido autuada pela Polícia Ambiental. Ele afirma que a Transpetro contratou a empresa Techint para o serviço de inspeção de duto. “Estamos discutindo qual é objeto da autuação” ele disse na tarde de ontem, prevendo que a responsabilidade seria da empreiteira. “Nossa atividade é a inspeção, verificamos se houve descum-primento de recomendações”, conclui Shinzato. O tenente Jamir, da Polícia Ambiental, disse que even-tuais questionamentos da Petrobras ou da Transpetro terão de ser avaliados por meio de recurso. Segundo ele, a Petrobras tem o prazo de 30 dias para apresentação de recurso à Polícia Ambiental. Ele também declara que as atividades da empresa na área, objeto das autuações, estão sob embargo. Mais tarde, às 19h, o tenente informou que recebera cópia de recurso apresentado pela Petrobras, remetendo a responsabilidade para a empreiteira Techint. “A princípio, entendo que ocorre a responsabilidade solidária”, diz o tenente, envolvendo a Petrobras. Mas Jamir afirma que o recurso será avaliado por comissão de oficiais da Polícia Ambiental e pelo DEPRN. O advogado Luiz Tadeu de Oliveira Prado, presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), subseção São Sebastião/Ilhabela, afirma que cabe responsabilidade à Petrobras ou a Transpetro. “É responsável quem contratou os serviços; sob pena de daqui a pouco vermos empregados sofrendo autuações”.
Prado afirma que irá apresentar denúncia ao Ministério Público sobre os novos danos ambientais em Guaecá. “A situação é absurda, é absurda a falta de seriedade seja da Petrobras ou da Transpetro em relação ao nosso meio ambiente, autuações e multas não adiantam, é preciso indenização”, destacou. Ontem, a assessoria de imprensa da Cetesb informou que a agência ainda analisa as ocorrências em Guaecá para definir medidas, que podem ir desde advertência até multa. (Fonte: Imprensa Livre)

Inquérito sobre morte de preso está em andamento

São Sebastião - O diretor da cadeia de São Sebastião, delegado Paulo Sérgio Barbosa, disse que o inquérito sobre a morte do preso Marcelo de Jesus, está em andamento. Ele acrescentou que o processo é investigado pela 1° Distrito Policial.
Os 11 presos já teriam sido ouvidos. Conforme o delegado, de alguma forma, todos podem ter concorrido no crime, que não foi impedido. Embora considere um direito da família tentar uma indenização, o diretor acredita que não houve descaso de ninguém. “Se teve, também foi por parte da família”, acrescentou. Barbosa lembra que quando ele entrou na cadeia, a mãe veio procurá-lo e explicou que ele não podia ficar no local, pois era doente. Segundo o delegado, ele fez a única coisa que podia, que era tirá-lo do convívio com os demais e colocá-lo no seguro. Barbosa relembra que perguntou se ela tinha alguma receita médica de remédio que pudesse dar a ele. “Ela disse que não tinha”, justificou. Sobre a demora na análise da insanidade, que deve vir via judicial, o delegado informou que geralmente é um processo demorado e burocrático. “Na cadeia depois que o preso entra, nossa ação fica diminuída”, ressaltou. No local, a polícia é responsável apenas em manter o preso trancafiado, mas sua liberdade é definida pela Justiça. (Fonte: Imprensa Livre)

Presos tentam fugir da cadeia da cidade usando uma “tereza”

São Sebastião - Desta vez não foi em São Sebastião, onde já ocorreram cinco tentativas de fuga, somente na semana passada. Mas na cadeia pública da cidade vizinha, onde 13 presos, após serrarem as grades da cela oito, tentaram fugir por uma “tereza” (corda feita de pano). O fato ocorreu na madrugada de ontem. O carcereiro de plantão, S.B.S., flagrou um detento já no alto da corda, tentando cortar a tela que cobre o pátio da cadeia. Ele acionou o alarme, solicitando apoio de policiais. A corda tinha cerca de nove metros, confeccionada com roupas e outros tecidos dos próprios presos. Para pendurá-la no teto, com gancho na ponta, os presos usaram uma vara, feita com três cabos de vassouras. Os 13 detentos da cela oito são em sua maioria assaltantes e traficantes. A grade do xadrez foi consertada ainda pela manhã e já liberada para uso.
Mais de 30 anos - A cadeia conta atualmente com 109 presos, porém sua capacidade é para 48. O prédio foi construído no início da década de 70 e, assim como a cadeia de São Sebastião, passa por um processo de análise na Justiça, para interdição. O promotor Alexandre Petry Helena disse que o procedimento aguarda laudos técnicos para análise de instalação de uma possível ação cível pública para interdição. Segundo o promotor, foram enviadas requisições para vários setores elaborarem laudos, que apontem as reais condições da cadeia, para embasar uma interdição. Alexandre informou que o processo está no fim. Ele acredita que dentro de um mês e meio já esteja com os documentos requisitados para a análise. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Marketing Político e Assessoria de Imprensa

Grande público é esperado para show de Marcelo D2 no Red Beach

Ubatuba - O polêmico cantor de hip-hop Marcelo D2, do grupo Planet Hemp, agora seguindo carreira solo, se apresenta hoje no Red Beach, casa noturna na praia Vermelha do Norte, em Ubatuba.
Em seus trabalhos solo, D2 seguiu uma linha que mistura hip-hop com samba, e que deu bastante certo. O show de hoje tem no repertório músicas do último CD, “Á procura da batida perfeita” e sucessos do “Tirando Onda” e com o Planet Hemp.
O ex-líder do Planet Hemp teve seu disco mais recente eleito como o melhor de 2003 pelos jornalistas da Associação Paulista de Críticos de Arte, a APCA. Aproximadamente 70 profissionais filiados à associação, e que pertencem aos maiores veículos de comunicação do Estado, participaram da votação.
Preso anos atrás por apologia às drogas, ele continua sendo alvo de críticas e se envolveu em diversas polêmicas. Recebeu diversos prêmios em carreira solo, como melhor clipe do Ano, melhor clipe de rap e melhor direção, no Vídeo Music Brasil, realizado pela MTV.
A última surpreendente aparição de D2 foi num evento na loja da grife Daslu Homem, onde o público era formado, em sua maioria, por pessoas que não tinham contato com este tipo de música, mas no final, aparentemente, todos gostaram.
Em Ubatuba, D2 deve subir no palco do Red Beach, por volta da meia-noite, para um público esperado de mais de 3 mil pessoas, após som eletrônico com rock, reggae, surf e black music. Além da atração principal, as bandas Panela Furada e Filosofia Reggae também animarão a festa.
Os ingressos podem ser adquiridos nos seguintes pontos de venda: Agua do Mar, Loja Sthill de Ubatuba, Bar do Midi, Ron Jon Shopping Center São José dos Campos e no Red Beach.
Informações: (12) 3832-2100 e www.redbeachubatuba.com.br  - (Fonte: Imprensa Livre)

Aprovado projeto de passagem sob a rodovia Rio-Santos

Ubatuba - O Ministério dos Transportes, por meio do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes - DNIT, encaminhou ofício ao prefeito Paulo Ramos, informando que aquele órgão federal aprovou o projeto de passagem sob a rodovia Governador Mário Covas (Rio-Santos), ligando os bairros Estufa I e II, na altura da rua Corintians.
O projeto executivo foi elaborado pela prefeitura sob supervisão da secretaria de Arquitetura e Urbanismo - SAU e prevê uma passagem com 18 m de extensão, 2,50 m de altura e largura de 4 m.
Gilmar Rocha, da SAU, informou que, além de automóveis, poderão utilizar a passagem ciclistas e pedestres. “Foi dada prioridade à segurança de ciclistas e pedestres, uma vez que naquele trecho os acidentes têm sido constantes”, disse o secretário. Os recursos para as obras serão da própria prefeitura, já estando em tramitação o processo licitatório.
“Ao construirmos esta ligação vamos atender uma reivindicação permanente dos moradores, aqueles que convivem com os fantasmas dos acidentes. Além disso, a obra está de acordo com a perspectiva de aumento de demanda de veículos, ciclistas e pedestres com a entrega do novo Fórum na Estufa II”, diz o prefeito Paulo Ramos. (Fonte: Imprensa Livre)

Malhaçã do Judas

Ubatuba - Será realizado namanhã, Sábado de Aleluia, na Praça da Matriz, Centro de Ubatuba, a tradicional malhação de Judas.
Será realizada homenagens aos antigos confeccionadores de Judas com diploma de honra ao mérito, apresentação de 08 Judas para malhação,
apresentação do Grupo Pirão Geral encenando o Auto Do Boi De Conchas, apresentação do Boi-topéia, apresentação alegórica do tropeiro Cipriano em seu cavalo alazão e pega de balas pelo palhaço alegria.
O evento contará com o apoio da Rádio Costa Azul, Jornal A Cidade, Fundart, Rádio Gaivota FM, ACIU, Copiadora Criativa, www.ubaweb.com, PIrão Geral e Confraria dos Escritores de Ubatuba.

Ação Litoral

Artigo Topo

O CDP – Centro de Detenção Provisória

O chamado CDP – Centro de Detenção Provisória, é instalação carcerária intermediária entra cadeia pública e penitenciária. Para melhor situa-lo, o CDP é estabelecimento administrado pela Secretaria de Administração Penitenciária, assim como as penitenciárias. Já as cadeias públicas, são subordinadas à Secretaria de Segurança Pública.
À Secretaria de Segurança Pública cabe manter, em todo o Estado, a ordem pública e a segurança interna, através de seus órgãos: Polícia Militar, Polícia Civil e a Ouvidoria da Polícia. Especificamente, cabe à Polícia Militar a administração da ordem pública e à Polícia Civil as funções judiciárias de investigação, detenção e cumprimento de sentenças.
A Secretaria de Administração Penitenciária, diferentemente, é parte integrante da execução do processo penal e tem como objetivo precípuo tratar e assistir os presos, proporcionando-lhes a reintegração à convivência em sociedade. Para tanto, executa a Política Estadual Penitenciária, a qual implica em: organizar, administrar, coordenar, inspecionar e fiscalizar os estabelecimentos penais; classificar os condenados; acompanhar e fiscalizar o cumprimento de penas; dar assistência aos presos e seus familiares e executar pesquisas criminológicas.
O CDP – Centro de Detenção Provisória, como o nome indica, é estabelecimento de detenção provisória, que guarda o preso durante o processo penal, após a transferência da cadeia e antes da ida para a penitenciária, onde cumprirá a pena judiciária. É, portanto, estabelecimento de apoio às cadeias públicas, com as seguintes vantagens: é dotado de maior segurança e especialização, idênticos às da penitenciária; é administrado por guardas de presídio e agentes penitenciários que cumprem maiores e mais distintas funções do que a Polícia Civil.
Fica evidente, portanto, que a Polícia Civil, quando empregada na administração de presos – guarda, transporte, alimentação, cuidados gerais, etc., desvirtua sua função, pois, não é Polícia Penitenciária e sim Judiciária. Atualmente, no Litoral Norte, por falta de um CDP, cerca de 90 porcento de recursos e tempo da Polícia Civil estão sendo gastos em funções penitenciárias, em prejuízo das funções judiciárias.
Esta é a política de Segurança Pública do Estado de São Paulo, uma política moderna, técnica e profissionalizada, desenvolvida pelo Governo do Estado, a quem cumpre tal função, cabendo aos Executivos Municipais entende-la e cumpri-la, a menos que possam contribuir com algo melhor..
Para que se tenha idéia clara da função e oportunidade de um CDP no Litoral Norte, analisemos o seguinte quadro da realidade atual: esta região é servida pelo CDP de Taubaté, onde, atualmente, cerca de 70 porcento dos presos são oriundos do Litoral Norte. Esta superlotação torna impossível receber mais presos desta região. A conseqüência imediata é o aumento de presos nas cadeias públicas locais, com as desvantagens óbvias – menor disposição de espaço adequado e segurança; em Ubatuba, não há cadeia para homens, que são levadas para São Sebastião, onde chegam a totalizar 70 porcento dos presos. Além destes, recebe, também, de Ilhabela. São Sebastião, com capacidade para 90 presos, mantém cerca de 240; Ubatuba, com cadeia somente para mulheres, tem capacidade para 24 presas, mantém cerca de 45, vindas de todo o litoral norte; Caraguatatuba sofre constante superlotação, com capacidade para 60 presos, mantém cerca de 140.
A localização natural de um CDP no Litoral Norte seria, obviamente, em local centralizado, eqüidistante dos extremos. Sua capacidade seria em torno de 500 a 700 presos, que estariam, ao contrário de agora, devidamente alojados e guardados em maior segurança. Como se conclui, se das cidades turísticas do litoral norte produzem-se tantos presos que superlotam as cadeias locais e o CDP de Taubaté, seria natural dotar a região de um CDP próprio. Em cidade turística, o senso de segurança pública é importantíssimo, o que, positivamente, não ocorre com cadeias superlotadas e de precária segurança, administradas por pessoal desviado de suas especialidades. Ser cidade turística, pois, não nos parece fundamento válido para que se mantenham, apenas, cadeias públicas, muito ao contrário.
O fato concreto é que a precariedade prisional das cadeias públicas só será corrigida, adequadamente, por CDPs regionais. Dizer que tal estabelecimento atenta contra as virtudes de cidades turísticas é desconhecer a política e a estrutura de Segurança Pública do Estado de São Paulo, de reconhecida modernidade e eficiência e desconhecer a precária realidade existente, quando a Polícia Civil deixa de investigar, prender e executar sentenças por atuar fora de suas funções precípuas.
Cremos que fatos e dados devam falar mais alto do que a superficialidade, a demagogia e os interesses subalternos. Governos sérios e competentes não desenvolvem, normalmente, políticas contraproducentes.

Ernesto F. Cardoso Jr
Ubatuba
Efcardosojr@uol.com.br

Conto em Capítulos Topo

Clique para acessar  os capítulos anteriores
Clique para acessar os capítulos anteriores

Capítulo XXVII: Incêndio

A “nave” não se aproximou de imediato. Embora viesse em nossa direção, desapareceu atrás de uma elevação e não tornou a surgir. De longe não dava para avaliar tamanho ou forma, parecia uma esfera, os detalhes ficaram perdidos no contra-luz. Nathan e o Escocês, que como eu estavam interessados nos movimentos da nave, ou o que quer que fosse, entreolharam-se quando ela desapareceu. Pareciam saber algo a respeito, como nada disseram espontaneamente, resolvi não perguntar. Na verdade eu estava cansado, sedento e louco para chegar a algum lugar onde pudesse obter alguma resposta. Com o jipe pronto, continuamos a viagem, agora o motorista era o Escocês. Guiava tão rápido quanto Nathan, atrás de nós erguia-se uma nuvem de poeira com quilômetros de extensão. Depois de quarenta minutos de marcha forçada chegamos onde estava a barraca. Era, como pensei, grande, devia ter uns cento e vinte metro s de comprimento por uns quarenta de largura. Era feita de uma espécie de lona prateada. Embora parecesse inflável, era sólida, fiquei curioso para saber como era a estrutura que a suportava. Estacionamos o jipe e entramos, tive então uma grande surpresa. Não havia estrutura aparente, as paredes eram autoportantes. O mais curioso é que não havia também sinais de emendas, aquele imenso hangar era feito de uma peça única. O chão, liso, antiderrapante e perfeitamente plano, parecia ser de mármore. Imaginei o trabalho que deu para fazê-lo, perfeito, sem emendas. Enquanto eu me perdia em observações técnicas, Martha surgiu detrás de uma divisória que estava me intrigando, parecia flutuar no ar, eu não sabia onde poderia estar apoiada. As duas visões me deixaram sem fala, Martha e a divisória flutuante, que logo esqueci. Ela ficou feliz com o nosso reencontro, me abraçou calorosamente e me puxou para um local reservado, para conversarmos. Passamos por um ponto onde eu pude ver dez enas de pessoas em volta de algo que parecia ser uma máquina. Martha me puxou, ela não queria que eu chamasse à atenção dos que estavam trabalhando. Acabamos em uma espécie de escritório, havia um aparador ao longo de uma parede de uns seis metros de comprimento. Na parte inferior, prateleiras contendo objetos que sinceramente eu não tinha idéia do que fossem, pareciam garrafas de cristal contendo esferas metálicas no interior. Felizmente as cadeiras que lá estavam eram confortáveis. Martha, a meu pedido trouxe água. A jarra e os copos foram as primeiras coisas familiares que eu vi desde que cheguei à ilha, além é claro das pessoas. Velhas conhecidas, ou melhor, velhas desconhecidas. Martha disse que eu logo partiria, era preciso buscar o livro. Não pude deixar de rir, o livro estava em São Paulo, enquanto nós estávamos na Ilha de Páscoa, a distância era grande, muito grande. Ela deu de ombros e perguntou se eu queria mais alguma coisa, minha partida estava prevista para dez minutos. Pedi um exemplar da revista Graphis com os trabalhos de Almir Mauvigner. Ela riu. Ficamos numa conversa do tipo cerca-lourenço, até que um rapaz alto e sem expressão chegou e postou-se na porta, esperando que eu o seguisse. Fiz o que me pareceu ser correto, depois notei que a comunicação foi sem palavras. Saímos da “barraca” e entramos em uma esfera de uns quatro metros de diâmetro. O rapaz introduziu um cartão em uma fenda e tudo escureceu, para tornar a clarear em menos de um minuto. Estávamos em São Paulo. Descemos na Serra da Cantareira, um carro nos esperava. Era um opala de quatro portas, dentro dois rapazes também sem nenhuma expressão. Sentei-me no banco de trás e sem que dissesse nada, eles rumaram para o Bom Retiro, rua Joaquim Murtinho para ser mais exato. No cofre da fábrica de um velho amigo estava o livro. Pelo jeito eu nem teria de ir junto quando eles voltassem. Era pegar o livro, entregar e esquecer a história, aliás, se eu contasse ninguém acredit aria mesmo. O trânsito da Zona Norte era bom, chegamos rapidamente na Ponte das Bandeiras, daí em diante a coisa ficou feia. Um imenso congestionamento havia se formado na avenida Tiradentes. Um vendedor ambulante falou em incêndio, na nossa frente uma coluna de fumaça de grande diâmetro mostrou que ele estava dizendo a verdade. Uma sensação de desconforto passou pela minha cabeça, a fumaça erguia-se nas proximidades do local para onde estávamos indo, o trânsito ficaria impossível. Mentalmente sugeri que estacionássemos na Avenida do Estado e fizéssemos o restante do percurso a pé. O motorista sem que nenhuma palavra fosse proferida estacionou no prédio do DER. Um guarda veio dizer que era proibido estacionar naquele local. Um olhar do motorista e ele não disse nada, apenas olhou coçando o queixo. Caminhamos em silêncio, quando chegamos na Rua Joaquim Murtinho, uma barreira dos bombeiros impediu que continuássemos. O prédio em chamas, como eu temia, era o do meu amigo, não s eria possível pegar o livro naquele dia. Os rapazes, pela primeira vez pareceram perturbados. Viraram as costas e foram embora, eu fiquei ali feito um palerma. Minha mochila contendo documentos, dinheiro e as chaves de casa estavam logo ali, no meio do Pacífico Sul, na Ilha de Páscoa. Um bombeiro pediu que eu me afastasse para dar passagem para um caminhão pipa...

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo


-

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Gafanhotos

Gafanhotos
©Alexandre Antonakis


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor