Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 26 de abril de 2004 - Nº 1019 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Anuncie Aqui! BIL

Região
Bandeirante anuncia corte de energia


Caraguatatuba
Começaram os preparativos para o 7º Festival do Camarão
Semana da Redação Contábil começou hoje em Caraguá
Professor de Caraguá lança best seller em 2003
Proprietário encontra casa de veraneio na Praia das Palmeiras ocupada por casal
Caminhão furtado em São Paulo é encontrado em ferro-velho

Ilhabela
Sebrae faz workshop de turismo receptivo
Projeto prevê destinar 20 % das multas à Santa Casa
Arbitro de Ilhabela cursa EAFPF


São Sebastião
Renato Galvão derruba Danilo Grillo e segue na disputa pelo título do SuperSurf
Receita amplia fiscalização a contribuinte na última semana para entrega do Imposto de Renda
OAB quer anular interdição de praia
Dona Chiquinha faz 90 anos
Garota de 15 anos é detida com drogas em Maresias


Ubatuba
Federal apreende alimentos sendo transportados irregularmente na Rio/Santos
Indios da região tentam manter tradição
Processo não tem volta, diz antropólogo
Parcerias garantem melhorias
Ubatuba Viva se apresenta ao prefeito Paulo Ramos
Sergio Carvalho é exonerado da SETUR
Ubatubenses fazem a festa no SuperSurf de Maresias


Seções
Crônica
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Bandeirante anuncia corte de energia

Litoral Norte - A Bandeirante Energia estará promovendo eventualmente cortes no fornecimento de energia elétrica em algumas localidades de sua área de concessão para a realização de serviços de melhoria na rede.
Embora o fornecimento esteja interrompido, a Bandeirante alerta aos consumidores que por ventura queiram fazer manutenções em seus equipamentos eletro-eletrônicos, só o façam com o relógio de energia desligado. Para chamadas de emergência, deve-se ligar 0800-55-0800.
Serão realizados serviços nas seguintes localidades:
Caraguatatuba - Dia 27/4/2004 (Terça-feira)
Das 8h00 às 13h00
Perequemirim - Avenida Vereador Emílio Granato (do nº 484 ao nº 7.105), Rua Odisseu (do nº 36 ao nº 516), Rua Cirne (do nº 14 ao nº 188), Avenida Penélope (do nº 341 ao nº1970) e Avenida Telêmaco (do nº420 ao nº 465).
Dia 29/4/2004 (Quinta-feira)
Das 9h00 às 12h00
Jardim Jaqueira - Rua Plínio Passos (do nº 9 ao nº 246), Rua Teresa Tenório Duarte (do nº 30 ao nº 210), Avenida Brasília (do nº 403 ao nº 485) e Rua Primeiro Centenário dos Batistas (nº 385 ao nº 405).
São Sebastião - Dia 26/4/2004 (Segunda-feira)
Das 11h00 às 13h00
Boiçucanga - Rua das Apiacás.
Dia 28/4/2004 (Quarta-feira)
Das 9h00 às 13h00
Paúba - Rua Caminho do Meio (do nº 22 ao nº 6.000)
Das 10h30 às 13h30
Cambury - Estrada Rio das Pedras (do nº 270 ao nº 4.514) e Estrada Vila Franca (nº 316)
Dia 29/4/2004 (Quinta-feira)
Das 9h00 às 13h00
Santiago - Travessa da Fartura (do nº 7 ao nº1.422), Rua da Fartura (do nº 2 ao nº 35) e Rua Franca (do nº 2 ao nº 120).
Das 13h00 às 17h00
Rua da Prainha (do nº 50 ao nº 151), Via Prestes Maia (do nº 64 ao nº 4.330), Travessa da Fartura (do nº 1 ao nº 81) e Rua Piraí (do nº 13 ao nº 80).
Para maior comodidade dos clientes que possuem acesso à Internet, a Bandeirante publica em suas páginas na Web a relação das localidades onde realizará serviços de melhoria na rede, por município e com atualização semanal. O site da empresa é: www.bandeirante.com.br . (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá

Começaram os preparativos para o 7º Festival do Camarão
Uma parceria entre a prefeitura da Caraguá, por meio da Secretaria de Turismo da Fundacc, com as associações de Hotéis e Pousadas e de Quiosques realizará a 7ª edição do Festival do Camarão na cidade

Caraguatatuba - A Secretaria Municipal de Turismo, a Fundacc (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba), a Associação de Hotéis e Pousadas e a Associação de Quiosques de Caraguatatuba realizaram uma reunião, no último dia 23, às 10 horas, na sede da Secretaria de Turismo, com o objetivo de definir algumas ações sobre a 7ª Edição do Festival do Camarão.
Durante a reunião, o secretário municipal de Turismo, Paulo Noronha, disse que o festival tem potencial para ser a grande festa de Caraguá se houver essa parceria do poder público com a iniciativa privada. "Acredito que o Festival do Camarão pode vir a ser para Caraguatatuba, como a Ocktober Fest é para Blumenau, se fecharmos essas parcerias", afirmou.
O representante da Associação de Hotéis e Pousadas, Wilson Carassol, apresentou uma proposta de inserir o Calendário Oficial de Eventos da cidade nos sites dos hotéis e pousadas associados. "Podemos colocar, além do calendário, chamadas para os eventos", completou.
Foi falado também sobre a importância de as festas se firmarem na cidade. "Essa necessidade existe, pois o poder público muda e o privado não. Se houver uma consolidação do evento com essa parceria, ele sempre existirá num mesmo padrão", disse a representante dos hoteleiros, Miriam Patitucci.
Ao final da reunião, cada setor ficou responsável por apresentar um projeto sobre o que pode realizar para a festa e entregar ao secretário Paulo Noronha, no início da próxima semana. Após a apreciação dos projetos, Noronha convocará outra reunião para a determinação das ações.
Acesse www.caraguatatuba.sp.gov.br e confira tudo sobre o Aniversário de 147 anos de Caraguá! PMC

Semana da Redação Contábil começou hoje em Caraguá

Caraguatatuba - O curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas Módulo, deu início nesta segunda-feira, dia 26, às atividades da Semana da Redação Contábil. Durante toda a semana, de 26 a 29 de abril, as dependências das Faculdades estarão promovendo palestras, painel, além de Mesa Redonda com empresários do Litoral Norte, sempre a partir das 19 horas, no Auditório Angelo Fonseca Nogueira (Campus Centro).
Sob o tema “A ansiedade informacional do mercado e a prática contábil”, o evento terá como uma das principais atrações, a palestra com o Conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo, Nivesan da Costa Garcia, que falará sobre as micro e pequenas empresas e a contabilidade. O evento oferece atividades abertas ao público e é dirigido a profissionais da área de Ciências Contábeis.
PROGRAMAÇÃO:
26/04 – Palestra “AS MICROS E PEQUENAS EMPRESAS E A CONTABILIDADE”, com o palestrante Nivesan da Costa Garcia, conselheiro do CRC-SP.
27/04 – Palestra “BOLSA DE VALORES DE SÂO PAULO - BOVESPA”, com o palestrante Representante oficial da BOVESPA.
28/04 - Mesa Redonda “O QUE OS EMPRESÁRIOS REGIONAIS ESPERAM
QUE OS CONTABILISTAS INFORMEM” , com empresários do Litoral Norte e professores do curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas Módulo. Coordenação: Prof. Alberto M. Scherrer. Convidado: Prof. Dimas Otaviano Noronha
29/04 - Painel: “OS DESAFIOS DOS EGRESSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS,
ANTE O MERCADO DE TRABALHO”. Apresentadores: Gabriela C. W. Malta Pagliuso Maria Aparecida da Silva Ribeiro Leandro Almada Olivo Ramirez Balut. Coordenação: Prof. Ricardo Maroni Neto. MODULO

Professor de Caraguá lança best seller em 2003
Contabilidade Imobiliária é o tema do 4º mais vendido

Caraguatatuba - O livro Contabilidade Imobiliária, do professor Alberto Manoel Scherrer, das Faculdades Integradas Módulo de Caraguatatuba, foi o quarto mais vendido em todo o Brasil, em 2003. Lançado pela Editora Atlas, o livro tem como ênfase a construção civil e foi prefaciado pelo Prof. Dr. José Carlos Marion, um dos maiores autores da contabilidade brasileira.
Para o autor, sua abordagem foi inédita no Brasil. “Escolhi o tema pela necessidade acadêmica no mercado e também porque me especializei nesta área. Usei minha experiência profissional e acabei produzindo o trabalho”, disse.
Scherrer não pára por aqui. Ele já está preparando outra edição, que deverá estar pronta em outubro deste ano, desta vez na área de custos. Scherrer é coordenador do curso de Ciências Contábeis das Faculdades Módulo, onde também ministra aulas de Contabilidade Avançada, Contabilidade Imobiliária e Teoria da Contabilidade. Ele também é vice-coordenador e professor da Faculdade Maria Augusta, em Jacareí, além de dar aulas na Faculdade Bandeirantes, em São Paulo.
“Me sinto honrado e responsabilizado com este resultado. Honrado porque meu trabalho obteve um destaque. Por outro lado, é uma grande responsabilidade tornar-me um referencial nacional para acadêmicos e profissionais que atuam nesta área”, comenta o autor.
O livro fala de um mercado que exige contínua atualização e, mais que isso, inovações que diminuam custos, racionalizem conceitos de difícil entendimento e que sirvam às gestões, fornecendo subsídios às decisões. Diante dessa situação e da carência de profissionais com conhecimentos suficientes para tal finalidade, foi elaborado para demonstrar como a Contabilidade deve cumprir seu papel. O texto também apresenta alguns enfoques tributários mas sem perder de vista o primordial: contabilidade como subsídio à gestão.
A edição pode ser encontrada em livrarias especializadas como a Saraiva e a Siciliano, com os livreiros das instituições universitárias ou pelo site ww.edatlas.com.br. Custa R$ 38,00 e tem 184 páginas. MODULO

Proprietário encontra casa de veraneio na Praia das Palmeiras ocupada por casal

Caraguatatuba - O representante comercial S.C., 59 anos, de São Paulo, levou um susto quando chegou no seu imóvel, na Praia das Palmeiras, herdado dos pais, já mortos, e encontrou um casal instalado no imóvel. Ele chamou a Polícia Militar e o caso foi parar no 1° Distrito Policial, sendo registrado estelionato.
Segundo a polícia, o caso começou quando o representante soube depois de um telefonema que recebeu em São Paulo, de um amigo, que seu terreno, localizado ao lado da casa, estava com uma placa de vende-se. Ele decidiu verificar pessoalmente e não viu o anúncio no terreno, mas em compensação encontrou um casal morando na residência.
A dona de casa I.T.N., 58 anos, contou que tinha comprado a residência há cerca de um mês por R$ 16 mil, embora o valor real do imóvel é R$ 45 mil. A mulher ainda apresentou um contrato, enquanto o representante mostrou a escritura definitiva. Diante do impasse, os envolvidos chamaram a polícia.
Ingênua? - Na delegacia, a mulher alegou que não se lembrava do nome do vendedor, que ela tinha conhecido na praia e ofereceu a casa para comprar. No dia seguinte, relatou I., ela entregou os documentos pessoais a esta pessoa, que iria fazer o contrato de compra e venda. Este foi entregue à mulher que entregou o dinheiro e se mudou para casa. O contrato não tem firma reconhecida em cartório e não é oficial. Para a polícia, a versão da mulher está estranha. A casa foi entregue ao representante, que seria o verdadeiro dono. A polícia registrou estelionato, constando o representante e a dona de casa como vítimas. O indiciado seria o vendedor, que não foi identificado.
Paralelamente, o setor ainda registrou uma averiguação do mesmo crime, no caso do terreno ao lado da residência, que também é do representante comercial, e estaria sendo colocado à venda, sem o consentimento do dono, por uma imobiliária da cidade, cujo nome não foi revelado para não atrapalhar a investigação. (Fonte: Imprensa Livre)

Caminhão furtado em São Paulo é encontrado em ferro-velho

Caraguatatuba - A Polícia Militar encontrou no final da tarde de quinta-feira, a parte traseira do baú de um caminhão, roubado no dia anterior, em São Paulo, sendo desmanchado em um ferro-velho, na rua José Geraldo da Silva, no bairro Pegorelli. A descoberta partiu de uma denúncia anônima. No local estava S.G.C., 49 anos, proprietário do ferro-velho, desmontando a carroceria. Este alegou que o baú tinha sido deixado por uma pessoa que ele não lembra o nome. Uma revista no imóvel revelou a presença de um revólver, calibre 38. S. disse que a arma era para sua defesa, uma vez que já teria sofrido roubo no estabelecimento. Ele foi conduzido à delegacia e autuado em flagrante por porte ilegal de armas. A polícia também registrou averiguação de receptação, onde S. será alvo da investigação. O delegado Seccional do Litoral Norte, João Barbosa Filho, alertou sobre o aumento deste tipo de estabelecimento na região. Para ele, é necessária uma fiscalização intensa nestes locais. “Nestes lugares são onde os ladrões de objetos de metais furtados das casas, como panelas, janelas entre outros, procuram para vender”, completou. O delegado ainda esclarece que a pessoa que for pega com estes materiais pode responder pelo crime de receptação. O alerta se estende para os construtores que também procuram o local para compra de materiais usados na obra. “Além de ser crime, a pessoa acaba contribuindo com os ladrões”, ressalta. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano
Sailing Shop

Sebrae faz workshop de turismo receptivo

Ilhabela - O Sebrae da região vai realizar um workshop para desenvolver o turismo receptivo na segunda-feira, nas dependências do Colégio São João, em Ilhabela. O início do evento está marcado para as 20hs e deve durar cerca de três horas, incluindo o tempo para perguntas e debates. O workshop será coordenado por um especialista em turismo do Sebrae SP, é aberto ao público e deve contar com a participação de donos de hotéis, restaurantes, agências de passeios, funcionários da secretaria de turismo e empresários ligados ao turismo. Segundo o gerente do Sebrae da região, Mauro Medeiros, o Sebrae oferece uma perspectiva de turismo que integra as várias forças do município e resulta em um produto formatado para o turista. Outro objetivo é a proposta de estratégias para fazer de Ilhabela um destino para outros clientes.
“O Sebrae trabalha de forma a desenvolver técnicas práticas para que o município obtenha resultados, trabalhe de forma integrada e eficiente para atrair uma nova clientela e não ficar dependente apenas do veranista paulistano”, disse Medeiros.
Sobre o fato de o workshop ser dirigido a Ilhabela, Medeiros conta que cidade já vinha desenvolvendo ações de turismo e receberam bem a oferta do Sebrae. A escolha do Colégio São João se deu por ser o local mais adequado da cidade para abrigar o evento.
Desenvolvimento de Turismo Receptivo em Ilhabela
Local: Colégio São João
Data: 26 de abril, às 20 hs. (Fonte: Imprensa Livre)

Projeto prevê destinar 20 % das multas à Santa Casa

Ilhabela - O vereador Walter Duarte de Souza (PTB) o Irmão Walter, apresentou projeto de lei, em análise nas comissões da Câmara de Ilhabela, propondo que 20% do total arrecadado com multas aplicadas no município de Ilhabela seja destinado a Santa Casa de Misericórdia.
Av. Princesa Isabel - A propositura também determina que o repasse de 20% das multas, nas estradas administradas pelo executivo paulista e concessionários privadas, no município, seja feito em 60 dias após o pagamento da multa. Conforme o projeto de lei a Santa Casa de Misericórdia deverá ter em seu quadro clínico o serviço de acompanhamento psicológico, dando ênfase à reabilitação e reintegração às vítimas de trânsito, atendendo assim ao artigo 320 do Código Brasileiro de Trânsito, e determina que as eventuais despesas decorrentes da aplicação da lei, uma vez aprovada, poderão ser compensadas com a exploração de espaços publicitários ao longo das rodovias regulamentadas pelo poder público.
Na justificativa, Irmão Walter destaca a situação financeira preocupante em que se encontram as Santas Casas:
“A baixa remuneração que recebem do Sistema Único de Saúde (SUS) não cobre nem de longe as despesas geradas com o paciente atendido. Além, de que o número de vítimas de acidentes no município vem crescendo, apesar do governo investir em campanhas de educação no trânsito, aulas nas escolas e placas de sinalizações. A Santa Casa de Misericórdia tem sido uma das grandes responsáveis pelos atendimentos às vítimas de acidentes de trânsito em nosso município”, ressalta o vereador.
Para ele, é preciso que o poder público corrija essa distorção, abrindo a possibilidade da Santa Casa utilizar mecanismos alternativos para o atendimento eficiente dos pacientes. “A destinação deste recurso para a Santa Casa de Misericórdia, além de fazer justiça, traria um alívio financeiro às entidades filantrópicas que têm sido tocadas graças aos irmãos mantenedores”, completa. Irmão Walter diz ainda que a imprensa diariamente tem publicado a insatisfação da população no que se refere à atuação do poder público, quanto ao destino dado aos recursos arrecadados, provenientes de multas aplicadas, dando inclusive margem para questionamento quanto ao destino desses recursos. “Entendo que é muito volumoso o recurso destinado à educação no trânsito e não vemos o retorno. As vítimas de trânsito devem receber um acompanhamento psicológico, assim fariam uma análise sobre as causas que levaram a se envolver no acidente. Sendo um excelente forma de educação no trânsito”, finaliza. Irmão Walter ainda salienta que um projeto de lei semelhante, de autoria do deputado estadual Marcelo Bueno, está tramitando nas comissões da Assembléia Legislativa de São Paulo e já recebeu parecer favorável do deputado José Bittencourt, relator especial da Comissão de Constituição de Justiça. (Fonte: Imprensa Livre)

Arbitro de Ilhabela cursa EAFPF

Ilhabela - O árbitro ilhabelense Vitor Hugo S. Ramos, auxiliar administrativo da Diretoria de Esportes de Ilhabela, está cursando a Escola de Árbitros da Federação Paulista de Futebol, uma dos mais conceituadas do Estado na formação de juízes profissionais.
Ex-atleta de futsal, Vítor conquistou o campeonato em 2001, concorrendo na equipe Juventude. Quando entrou para trabalhar na Diretoria de Esportes passou a se interessar pela arbitragem; parou de jogar bola e agora está apitando os campeonatos, tanto em Ilhabela como em São Sebastião.
Vitor conseguiu ingressar no curso de formação de árbitros de futebol de campo disputando uma das 160 vagas entre os 500 candidatos inscritos.
Para conseguir realizar seu curso de arbitragem, Vitor conta com a colaboração da Prefeitura Municipal de Ilhabela, através da Diretoria de Esportes, com a Empresa Auto Viação Ilhabela, com o ex-secretário de Turismo Ricardo Fazzini, o ex -secretário de Saúde, Antonio Colucci, e com o escritório de Advocacia Faversani, da cidade de Londrina. (Fonte: PMI)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Renato Galvão derruba Danilo Grillo e segue na disputa pelo título do SuperSurf

São Sebastião - O atleta de São Sebastião Danilo Grillo perdeu para o ubatubense Renato Galvão na quarta fase do campeonato SuperSurf, realizada ontem na praia de Maresias.
As ondas estavam pequenas e exibir um alto nível de surfe exigia habilidade e paciência. Nenhum movimento espetacular foi apresentado durante essa bateria, Danilo achou uma bonita onda de esquerda e disparou um “snap” (manobra no qual o surfista empurra sua perna de apoio até encostar as costas na água retornando a posição ereta novamente), mas ele não finalizou o truque com êxito. Renato possuiu a vantagem da preferência de remada durante boa parte da bateria e usou muito bem a estratégia de marcação, apresentando uma linha de surfe plástica e consistente ele garantiu sua participação nas oitavas-de-final. Peterson Rosa derrotou Fábio Gouvêa exibindo curvas fortes e harmoniosas, surfando as ondas até o raso. Outro grande confronto do dia foi a bateria entre o baiano Jojó de Olivença e o catarinense Neco Padaratz. Jojó foi impecável em sua apresentação e passou adiante no evento. Um forte vento de sul atingiu a praia e as condições pioraram consideravelmente, o que causou o adiamento das últimas baterias das oitavas-de-final para hoje. Portanto, apenas duas baterias das quartas-de-final foram definidas. A primeira conta com os atletas Odirlei Coutinho de São Paulo e Maicon Rosa do Paraná, na segunda irão atuar os experientes Jojó de Olivença, do estado da Bahia e Tadeu Pereira, representando São Paulo. Quem também confirmou sua vaga foi o paranaense Jihad Kohdr, que despachou o carioca Anselmo Correia na última bateria das oitavas-de-final, realizada na sexta-feira. A previsão para hoje era de que as ondas ficassem ainda menores, em função disso a organização do evento provavelmente vai articular as baterias finais da competição ainda para o sábado. Maiores informações sobre o SuperSurf podem ser acessadas nos sites www.abrasp.com.br e www.supersurf.com.br . (Fonte: Imprensa Livre)

Receita amplia fiscalização a contribuinte na última semana para entrega do Imposto de Renda

São Sebastião - A Delegacia da Receita Federal no município está ampliando a fiscalização aos contribuintes, na última semana para entrega da declaração do imposto de renda. O objetivo é detectar informações incorretas.
Segundo o delegado Carlos Nacif, o resultado da operação iniciada em março é alarmante. Ele destaca a quantidade de contribuintes do Litoral Norte que não comprovaram as despesas médicas. A Receita Federal já convocou cerca de 120 pessoas da região. Cerca de 90% destes contribuintes já foram ou serão autuados nos próximos dias. Cada auto de infração está gerando em média R$ 10 mil, entre o imposto que deixou de ser recolhido à época, multas e juros devidos. Estima-se que mais de R$ 1 milhão deve retornar aos cofres públicos, só com esta linha de atuação da Delegacia de São Sebastião. Diante dos resultados já apurados, a operação será ampliada e novos contribuintes serão convocados a darem explicações a respeito de despesas médicas, odontológicas, gastos com instrução e outras despesas dedutíveis do Imposto de Renda. Pessoas físicas que omitiram rendimentos também serão convocadas. Carlos Nacif alerta que a retificação das declarações, de forma voluntária, implica apenas no pagamento do valor devido com a multa de mora limitada a 20% e juros, evitando a possibilidade de responder por crime contra a ordem tributária e o pagamento de multa de ofício, que varia entre 75% a 225% do lançamento. Até agora, a delegacia já recebeu 15 mil declarações do IR. (Fonte: Imprensa Livre)

OAB quer anular interdição de praia
Advogados tentam derrubar acordo que permitiria fechamento de trilha para Praia da Enseada, em São Sebastião

São Sebastião - A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Sebastião entrou anteontem com um pedido de suspensão, junto ao Ministério Público, de um acordo que permitiria um possível fechamento de uma trilha que dá acesso à praia da Enseada. O fechamento da trilha foi pedido pela administração de um condomínio do bairro.
Com o fechamento da trilha a praia ficaria isolada e apenas moradores do condomínio Sun Beach Residence teriam acesso à praia. Segundo o presidente da OAB de São Sebastião, Luiz Tadeu de Oliveira Prado, o caminho é público e seria fechado com a construção de um muro. "No início de abril fizeram uma reunião (prefeitura e condomínio) com a Curadoria do Meio Ambiente e ficou acertado que o caminho seria fechado para a recuperação da área. Deve-se permitir uma trilha para os moradores irem à praia", disse Prado. Segundo o Prado, a trilha fica ao lado do condomínio e é uma Area de Preservação Permanente. "Tem um documento de 97, um requerimento deles à prefeitura o qual concordam em deixar uma passagem de cinco metros de largura. Também pediram autorização para fazer reflorestamento", disse.
O administrador do Sun Beach, Flávio Carvalho, disse que o processo está na prefeitura e ainda não foi aprovado. Segundo Carvalho, o local está causando insegurança aos moradores do condomínio devido à concentração de pessoas à noite, inclusive casais em carros. "Ainda não foi definido se vai fechar. Queremos revegetar a área. Tem acesso para carro e à noite está ficando perigoso", disse Carvalho. O administrador disse que o Sun Beach tem 55 residências e capacidade total para 78 imóveis.
CRITICA - Moradores ouvidos ontem pelo ValeParaibano criticaram o possível fechamento do acesso à praia da Enseada. "Não tem outra trilha na região e a praia vai ficar isolada", disse o auxiliar mecânico Amauri Robson Leite Pereira, 20 anos.
Segundo Pereira, uma outra trilha que há na região fica no pé da serra e dá acesso somente a uma outra praia. "É difícil o acesso por causa das pedras", disse. A dona-de-casa Doraci da Silva, 40 anos, moradora do bairro, disse que é ruim um possível isolamento de mais uma praia dos moradores. "Da praia das Cigarras até a praia do Arrastão já estão todos fechados os acessos. Só tem opção a Cigarras e Arrastão", disse Doraci.
A promotora Elaine Taborda de Avila não foi localizada ontem à tarde por telefone para comentar o assunto. Nenhum representante da prefeitura foi encontrado ontem para falar sobre o possível fechamento da trilha na Enseada.

Dona Chiquinha faz 90 anos

São Sebastião - Cercada pelo carinho de seus oito filhos, noras, genros, netos e bisnetos, a ex-primeira dama de São Sebastião, D. Chiquinha Fernandes, completou anteontem(22.4) 90 anos de idade.
”Tive um pequeno problema de saúde há uns meses atrás,disse, mas com a graça de Deus e com a ajuda do bom médico que me assiste estou recuperando a forma e logo logo estarei presente às missas na igreja matriz, como sempre fiz.” ”Quero também, por intermédio do nosso jornal, o Imprensa Livre, agradecer aos inúmeros amigos que rezaram pela minha recuperação e manifestaram o calor de sua amizade e a sua solidariedade.
”Destaco, entre as centenas de manifestações que recebi, a visita do nosso prefeito, Paulo Julião, que esteve em minha
casa para trazer o abraço amigo em nome da velha amizade que
une a minha família e a dele.” (Fonte: Imprensa Livre)

Garota de 15 anos é detida com drogas em Maresias

São Sebastião - Uma garota de 15 anos foi detida pela Polícia Militar em posse de cocaína e maconha na madrugada de sexta-feira, na praça principal do bairro de Maresias, a praia mais badalada da Costa Sul. Ela estava com o namorado A.B.N., 27 anos, que não assumiu a posse do entorpecente, deixando toda responsabilidade para a adolescente. O casal tinha vindo na noite anterior do Guarujá, na Baixada Santista. A Polícia Militar fazia patrulhamento pela avenida Francisco Loup, principal do bairro, quando deparou com o casal em atitude suspeita. Uma revista pessoal revelou a presença de sete “papelotes” de cocaína e cinco porções de maconha, além de um cigarro da mesma droga, dentro de um porta-moedas na bolsa da garota. Ela disse à polícia que veio a Maresias para consumir os entorpecentes, que adquiriu no Guarujá. O namorado apenas contou que veio com a garota, não comentando nada sobre o entorpecente. Se a droga era dele, não se confirmou, já que foi encontrado em posse da garota. A.B.N. foi liberado e a adolescente entregue ao Conselho Tutelar, que providenciou a remoção dela para o conselho do Guarujá, que iria procurar o responsável pela garota. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Marketing Político e Assessoria de Imprensa

Federal apreende alimentos sendo transportados irregularmente na Rio/Santos

Ubatuba - A Polícia Rodoviária Federal apreendeu pela manhã do dia 23/04, um caminhão que transportava alimentos perecíveis, de uma empresa de laticínio de São Paulo, em condições irregulares. O compartimento da carga não era dotado de refrigeração. O veículo foi parado em um bloqueio realizado pelo setor, no Km 53 da BR-101, bairro Itaguá. A vigilância sanitária do município foi acionada fazendo a inspeção da carga, que seria de frios. Segundo o chefe do setor, Neilton Nogueira de Lima, os alimentos foram inutilizados, sendo levados para o aterro sanitário da cidade. Lima explicou que a carga deveria ser mantida a uma temperatura de cinco graus, mas estava em um compartimento que não tinha refrigeração e apresentava a temperatura de 28,5 graus. “Mesmo sendo de marcas conhecidas e procedentes, o produto ficou comprometido”, completou.
Laticínios - A carga era composta de 44 quilos de apresuntado, 35 quilos de mussarela, 12 quilos de queijo prato, 18 quilos de salsicha e seis quilos de manteiga. Os alimentos seriam entregues em mercados de Ubatuba.
A vigilância sanitária fez um auto de infração contra a empresa responsável pelo caminhão por transportar inadequadamente alimentos perecíveis sem refrigeração. O motorista do caminhão, cujo nome não foi divulgado, alegou à polícia, que a carga estava em outro veículo, que teve o motor de refrigeração danificado, na metade do caminho. Ele teria ligado para empresa, que mandou aguardar um outro veículo. Mas este segundo caminhão foi o apreendido pela rodoviária e não tinha refrigeração. Com medo de perder a carga, o motorista teria decidido seguir viagem até ser parado pela Rodoviária Federal. IMP

Indios da região tentam manter tradição
Mesmo com toda tecnologia que invadiu as aldeias do Vale e Litoral Norte, a preocupação é preservar os costumes

Ubatuba - Telefone, televisão, videocassete, roupas, escolas e postos médicos. Indispensáveis para os brancos, a tecnologia e os avanços da vida moderna também fazem parte do cotidiano dos índios do Litoral Norte e Vale do Paraíba.
Na semana em que comemoraram seu dia, os 521 índios da região ainda se dividem entre a preservação de seus costumes e tradições e a incorporação de práticas aprendidas no contato com os brancos.
Nada mais normal do que a influência das comunidades no dia-a-dia indígena, já que as aldeias ficam distantes no máximo 20 quilômetros das cidades. A região possui quatro terras indígenas --Boa Vista e Renascer, em Ubatuba; Ribeirão Silveira, na divisa entre São Sebastião e Bertioga; e Eterê, em Jacareí. São tribos tupi-guarani, guarani e xavante.
O maior conflito entre esses dois "mundos" se refere à área de saúde. Embora as aldeias de Ubatuba e São Sebastião já possuam postos médicos, antes de procurar os profissionais os índios primeiro recorrem ao pajé.
Só após o líder espiritual das tribos rezar pelos companheiros e em caso de não conseguir curá-los com seus chás feitos com ervas do mato é que eles são encaminhados aos médicos. "Todas as noites nos dirigimos à Casa de Reza, onde encaminhamos nossos pedidos a Nhanderu (Deus dos Indios) durante cinco horas. Quando algum índio está doente, rezamos por sua cura espiritual e se não der resultado ele vai procurar o médico. Quando é uma doença mais grave, rezamos durante três dias sem parar", disse o pajé da Aldeia Boa Vista, Marcelino dos Santos Silva, 58 anos, há 16 exercendo a liderança espiritual na aldeia.
TECNOLOGIA - Se ainda desconfiam da medicina tradicional, os índios se mostram fascinados e empolgados com a televisão, o videocassete e o telefone. "São muito úteis em nossas vidas e hoje não saberíamos viver sem eles. São melhorias que os brancos trouxeram e que só contribuíram para agilizar nossas vidas", disse o cacique da Aldeia Boa Vista, Altino dos Santos, 58 anos. Para o cacique da Aldeia Renascer, Antônio da Silva Awá, 49 anos, o uso de roupas já virou uma rotina entre os índios. "O mais importante para nós é a luta diária que temos para preservar nossos costumes, tradições, etnia e língua."
Preocupado com as tradições indígenas, Awá proibiu o casamento dos índios com brancos já que, com a miscigenação dos últimos anos, 10 dos 45 membros da tribo são mestiços.
Nas outras aldeias, embora não haja uma proibição formal, os índios que se casam com brancos são obrigados a deixar a comunidade e ir viver na cidade.
COSTUMES - Os índios do Vale do Paraíba e Litoral Norte ainda mantêm costumes e tradições de seus antepassados.
Entre eles, destacam-se a pajelança, o fumo do cachimbo da paz, as danças e cantos pela harmonia e paz na comunidade, a reza diária todas as noites e as cerimônias de batismo, realizadas sempre em janeiro para aproveitar os "bons fluídos" de saúde, paz e prosperidade que eles acreditam acompanhar a entrada do Ano Novo.
A grande maioria ainda não aprendeu a falar português, mantendo o dialeto original --guarani e xavante.
Terra Indígena Renascer (km 25 da Rodovia Rio-Santos, no bairro Corcovado, em Ubatuba); Terra Indígena Boa Vista (km 18 da Rodovia Rio-Santos, no bairro Promirim, em Ubatuba), Terra Indígena Guarani do Ribeirão Silveira
(bairro Boracéia, na divisa entre São Sebastião e Bertioga) e Aldeia Eterê (bairro Bom Jesus, zona rural de Jacareí). VALE

Processo não tem volta, diz antropólogo

Ubatuba - Para o antropólogo José Rogério Lopes, da Unitau (Universidade de Taubaté), a incorporação pelos índios de costumes dos brancos como roupas, telefone e televisão é um "processo inevitável e sem volta".
Ele considera benéfica essa interação entre os dois "mundos", mas alerta para a necessidade de cada vez mais os índios lutarem pela preservação de seus costumes e tradições. "A integração entre os índios e as comunidades do Litoral Norte principalmente a partir da década de 90 geraram a adoção pelas aldeias de costumes do mundo ocidental, o que acabou sendo benéfico para os índios nos sentido de trazer modernidade e agilidade. O que não pode nunca acontecer é haver um processo imposto, de fora para dentro das aldeias pelos brancos." Segundo Lopes, apesar de ainda haver necessidade de mais investimentos dos governos municipal, estadual e federal nas aldeias, os índios tiveram motivos para comemorar o seu dia na última segunda-feira. "Os índios poderiam ter maior atenção por parte dos governantes, mas há sim motivos de comemoração. Só de estarem vivos em um país que há 504 anos tem se caracterizado pela matança indiscriminada de índios já é uma vitória." VALE

Parcerias garantem melhorias

Ubatuba - As parcerias entre as prefeituras de Ubatuba e São Sebastião, e o governo do Estado e a Funai (Fundação Nacional do Indio), têm garantido nos últimos anos a melhoria da infra-estrutura nas aldeias do Litoral Norte.
Na última terça-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou a construção de 50 novas moradias na Boa Vista, em Ubatuba. Até o final deste mês, serão entregues 59 unidades na Aldeia Rio Silveira, em São Sebastião. As casas são construídas em parceria com a CDHU (Companhia do Desenvolvimento Habitacional Urbano).
As terras indígenas também possuem escolas --de 1ª a 6º séries--, alfabetização de jovens e adultos e postos médicos com consultórios odontológicos. Se por um lado houve avanços, algumas melhorias como energia elétrica e água tratada apenas agora estão sendo viabilizadas. "Já conseguimos muitas melhorias, mas é preciso um maior investimento dos governos municipal, estadual e federal. Os políticos costumam vir aqui na época das eleições e prometem muito, mas depois pouca coisa sai do papel. Os índios ainda não têm a atenção que merecem", disse o cacique da Boa Vista, Altino dos Santos. VALE

Ubatuba Viva se apresenta ao prefeito Paulo Ramos

Ubatuba - O Ubatuba Viva, grupo composto por pessoas insatisfeitas com a situação pela qual passa o município de Ubatuba (SP) nas esferas legislativa, executiva e judiciária, se apresentou no último sábado ao prefeito Paulo Ramos de Oliveira.
Na reunião que iniciou às 10h30 no restaurante Refúgio da Louca, o grupo cobrou ações mais rápidas do executivo na solução dos problemas da cidade. Como primeira reivindicação apresentou a execução do projeto de revitalização da Ilha dos Pescadores e seu entorno, obtendo pronto compromisso de realização por parte do prefeito.
Paulo Ramos propôs uma parceria de trabalho com o grupo, colocando as secretarias de Arquitetura e Urbanismo, Obras, Esportes, Turismo e a Comtur a disposição para ouvir as reivindicações do Ubatuba Viva.
Finalizando o prefeito disse achar boa a existência de grupos como o Ubatuba Viva, pois com as críticas crescem as possibilidades de acertos nas ações do executivo.
A próxima reunião do Ubatuba Viva será na quarta-feira (28/04) na sede Associação Comercial de Ubatuba, avenida Dona Maria Alves, 587, às 19h00. (Fonte: O Guaruçá)

Sergio Carvalho é exonerado da SETUR

Ubatuba - O prefeito Paulo Ramos confirmou a exoneração do secretário de turismo, Sergio Carvalho, da SETUR, durante a reunião com o Movimento Ubatuba Viva.
Questionado sobre o motivo da exoneração, o prefeito Paulo Ramos revelou que o fato ocorreu devido a um manifesto solicitando sua demissão. Indagado sobre quais as pessoas que assinam o tal manifesto, Paulo Ramos disse que o pedido era encabeçado pelo empresário Hugo Galo (Aquário de Ubatuba) e pela sua esposa Berenice Galo (Projeto Tamar). Paulo Ramos não soube fornecer os demais nomes desta lista e foi lembrado que da mesma forma, havia na internet um manifesto eletrônico com quase 200 assinaturas http://www.litoralvirtual.com.br/manifesto/index.html apoiando as ações do secretário, e que a própria Associação de Pousadas de Ubatuba apoiava o atual Secretário.
Segue abaixo a integra da entrevista gravada com o prefeito Paulo Ramos:

Litoral Virtual: Sergio Carvalho foi exonerado do cargo de secretário de turismo?
Paulo Ramos: Ele está exonerado desde o dia 19 de abril e não faz parte mais do quadro da prefeitura. Continunado, nós achamos que ele uma é pessoa muito competente, uma pessoa que está ajudando no trabalho para cidade, só que infelizmente agente fica preocupado... Na realidade cansei de avisar ele, por sinal, que Ubatuba estava cansado de ter promessas e às vezes a gente não conseguir cumprir. Já pedi várias vezes para ele isso, e ele não estava nos ouvindo nesse sentindo. Resolvemos que o melhor era afasta-lo porque a gente... Chega daquelas Ubafestas na cidade e aqueles negócios todo, a gente falava uma coisa para a população, e não conseguíamos cumprir. Certas coisas nós não admitíamos dentro no nosso governo. Não admitimos mais falar o que não podemos fazer, nós só podemos fazer na realidade quando estamos com o pé no chão, estamos convictos daquilo nos fazemos. Não quero aqui em nenhum momento desqualifica-lo ou muito menos falar mal da pessoa, eu adoro o Sergio e eu o acho uma pessoa competente, deu um avanço muito grande na realidade. Só que cometeu essas falhas seguidas, então resolvemos que o melhor era afasta-lo para que não, na realidade, a gente tivesse ai vendendo uma imagem que nós não possuímos da cidade. Esse é o motivo do afastamento do Sergio. Agora, com certeza, que nós o achamos um bom técnico, que se as pousadas pudessem contratar, ou aqui o próprio grupo VIVA pudesse contrata-lo para deixa-lo na cidade para que pudesse trabalhar junto com a prefeitura, teria o maior prazer, mas a grande responsabilidade é de vocês e não mais da prefeitura, porque não podemos mais ter desilusão na prefeitura, temos que devemos sim, o dever que temos para a com a população, o que podemos fazer. Hoje, por exemplo, foi um avanço, um grupo veio, vai dar o que? Vai dar opinião na prefeitura; acho que é legal para um secretário ter um grupo desse, assim que as pessoas tiverem um grupo eu teria o maior prazer de acatar em que o grupo decidir.

LV: E como ficaria as ações já tomadas pelo ex-secretário Sergio Carvalho?
Paulo Ramos: Por isso que nós somos prefeitos, faremos uma portaria, colocaremos cinco pessoas de vocês e vocês terão o prazer de tomar conhecimento de tudo isso e se já puderem ajudar em relação a isso vocês irão ajudar a cidade.

LV: O senhor já tem algum nome definido para ocupar a Setur?
Paulo Ramos: Olha, na realidade a gente não gostaria de colocar nenhum nome dentro da Setur hoje, pois vamos ter uma conversa com a associação de pousadas pra ver se pode ter ou não um nome, pois ante de trazer o Sergio para cá. Nós consultamos a associação mas em nenhum momento queremos precipitar um nome. Eu acho que a cidade não pode ficar sem nenhum secretario, mas nós vamos dar um tempo para conversar melhor sobre o assunto.

LV: Conforme informações fornecidas a associação de pousadas apoiava o nome de Sergio Carvalho como secretario de turismo. O senhor consultou a associação?
Paulo Ramos: Nós também apoiamos desde que ele coloque os pés no chão. Na realidade ninguém é contra o Sergio, ele tem que colocar o pé no chão e ver que a prefeitura é um órgão publico e tem que trabalhar conforme as regras, eu tenho leis para trabalhar em cima das leis. Se quiser fazer alguma coisa que eu não possa admitir, alguma coisa que não seja transparente, nós temo que fazer o que? Temos que afastar-lo e traze-lo à realidade para que possa se ajustar na à legislação. Quanto à associação de pousadas e até mesmo o grupo poderiam encontrar uma saída tentando fazer um meio que ele fique na cidade, que ele continue fazendo os projetos para que a prefeitura junto com vocês possa tocar o projeto. Nós não temos nada contra o rapaz, deixamos claro isso, o achamos por sinal um bom técnico.

LV: Segundo o próprio Sergio Carvalho os entraves burocráticos o impediam de realizar qualquer projeto no município e se não fosse feito da forma em que ele fez, não teria realizado nada. O que o senhor tem a dizer sobre isso?
Paulo Ramos: É por isso que ele saiu.

LV: Alguma consideração sobre o movimento Ubatuba Viva?
Paulo Ramos: Eu considero uma coisa boa e, como já foi dito anteriormente, nós não queremos que ninguém nos bajule aqui para nos corromper. Quaremos que alguém faça críticas para que a gente acerte em nossas atitudes. Agora, deixando claro, eu acho que isso é uma coisa boa que aconteceu e que deve acontecer mais vezes por que nossa proposta já avançou, inclusive sendo uma proposta melhor do que as anteriores. Que vocês participem não só dos eventos, mas nas obras da cidade. Nós sempre queremos estar atendendo todos vocês. Agora a gente gostaria mesmo da cidade bonita como vocês gostariam de ver, e ver a cidade crescer, e que as pessoas que vem para cá, comerciantes que vem se instalar em Ubatuba, que tenham uma forma mais consciente que a cidade precisa de um carinho especial. É por isso que a gente sempre está ouvindo as pessoas e vamos ouvir vocês assim que vocês pedirem uma outra audiência, desde que trate todo mundo como foi tratado hoje. Eu acho que errar ou falhar são do próprio ser humano e a gente, como prefeito, precisamos errar menos e falhar menos. A gente procura na realidade fazer mesmo isso. A gente pega a cidade como um todo e vocês vêm os acerto e os erros que a gente tem cometido, só que o prefeito não pode só estar preocupado com o turismo da cidade. Nós temos outras coisas sociais que nó também temos que estar preocupado e são tão importantes quanto o caso da educação e da saúde, mas são atitudes que tomamos para melhorar a cidade.

Ubatubenses fazem a festa no SuperSurf de Maresias
Odirlei Coutinho e Suelen Naraisa vencem a segunda etapa na praia de Maresias em São Sebastião (SP). Nilton Santos

Ubatuba - Na primeira etapa do SuperSurf 2004, os gaúchos fizeram a festa em Florianópolis (SC) e neste domingo foram os surfistas de Ubatuba que dominaram o alto do pódio na praia de Maresias, com Odirlei Coutinho e Suelen Naraisa vencendo o segundo desafio da temporada, em São Sebastião (SP). Na decisão feminina, Suelen derrotou a catarinense Juliana Quint por 12,44 x 9,33 pontos para assumir a liderança isolada do ranking. Já na masculina, a vitória valia a primeira colocação na classificação geral das duas etapas e Odirlei deu um show para superar o também ubatubense Renato Galvão por 16,67 x 14,53 pontos. Um bom público enfrentou a chuva forte para acompanhar as finais da segunda etapa do SuperSurf 2004, que foi encerrada em ondas de 1 a 1,5 metro de altura na praia de Maresias. O próximo confronto da elite nacional será nos dias 30 de junho a 04 de julho na praia do Cupe, em Ipojuca (PE), e Odirlei Coutinho vai defender a liderança no mesmo lugar onde ele havia conquistado sua única vitória na divisão principal do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional.
O campeão teve seu caminho facilitado no caminho até a final. Ele primeiro despachou o paranaense Maicon Rosa na primeira quarta-de-final, que abriu o domingo decisivo do SuperSurf de São Sebastião. Porém, o baiano Jojó de Olivença torceu o tornozelo esquerdo logo em sua primeira onda na semifinal e deixou o caminho livre para Odirlei Coutinho ir decidir o título na grande final. Se o veterano Jojó se classificasse, garantiria a liderança isolada do ranking. "Foi uma pena, mas torci o tornozelo naquela primeira onda e deixei o Odirlei desfrutar desta bateria sozinho", lamentou.
O vice-campeão Renato Galvão também enfrentou um experiente surfista na chave-de-baixo, Wagner Pupo, nas quartas-de-final e depois passou apertado pelo alagoano Tânio Barreto nas semifinais. Mas, na decisão do título não conseguiu acompanhar o forte ritmo do conterrâneo e amigo Odirlei Coutinho, que abriu a bateria com uma nota 7,67 e garantiu a vitória com uma nota 9 em sua quinta onda. Ele ainda tirou uma nota 8,93 quando faltavam 5 minutos, porém não conseguiu outra onda boa para reverter o resultado.
"O Renato é um amigão meu, surfamos juntos desde crianças e eu consegui pegar duas boas ondas para garantir minha vitória praticamente em casa, pois moro em Ubatuba, que é bem pertinho daqui", vibrou Odirlei Coutinho, que faturou R$ 22.000 de prêmio pela vitória na segunda etapa do SuperSurf 2004. "A melhor onda que peguei ela quase me escapou, mas dei um rasgadão, executei uns floaters e foi show, porque a nota 9 praticamente garantiu a vitória. Agora, vou me concentrar bastante para tentar ser campeão brasileiro, que é um sonho que tenho desde moleque".
O vice-campeão Renato Galvão ficou com um prêmio de R$ 9.600 e é o novo terceiro colocado no ranking, mesma posição que ficou na classificação geral do SuperSurf em 2003. "No começo da bateria, remei numa onda errada e a de trás veio perfeita, que foi a que o Odirlei tirou a nota 9 dele. Eu até peguei uma boa depois, mas estava difícil achar uma que nem a que ele pegou e que era para ser minha. Mesmo assim, estou muito contente com o resultado, porque já entro na briga direta pelo título brasileiro também", falou Galvão.
A festa de Ubatuba no SuperSurf de Maresias se completou com a vitória de Suelen Naraisa, que só confirmou o título nos minutos finais da bateria que foi toda liderada pela catarinense Juliana Quint, que fazia sua primeira final no Circuito Brasileiro Profissional. "Até o ano passado, eu tinha um monte de terceiros lugares, mas nesse ano já comecei bem com um segundo lugar na Joaquina (Florianópolis-SC) e agora consegui vencer aqui para assumir a liderança do ranking. Meu grande objetivo é ser campeã brasileira e vou continuar treinando bastante para tentar realizar este sonho neste ano. A final foi muito difícil, porque fiquei atrás o tempo todo, mas graças a Deus veio aquela direita bem parecida com Itamambuca, onde moro, para me dar a vitória. Estou muito feliz", falou Suelen.
A vice-campeã Juliana Quint também ficou contente com a sua primeira final no SuperSurf. "Liderei a bateria toda, mas no final a Suelen pegou aquela onda e conseguiu virar. Mas, foi um grande resultado para me dar forças e para acreditar no meu surfe, mostrando que posso também ter um lugar entre as melhores surfistas do Brasil", falou Juliana Quint, que para chegar na decisão superou duas grandes favoritas ao título, a ex-líder Silvana Lima e a tricampeã brasileira Andréa Lopes (RJ). Na semifinal, ela derrotou a niteroiense Juliana Guimarães, que dividiu a terceira colocação no pódio com a saquaremense Taís de Almeida. No masculino, Tânio Barreto e Jojó de Olivença foram os terceiros colocados, com Maicon Rosa (PR), Tadeu Pereira (SP), Jihad Kohdr (PR) e Wagner Pupo (SP), que perderam nas quartas-de-final, terminando empatados em quinto lugar na segunda etapa da temporada. (Fonte: O Guaruçá)

SUPERSURF 2004

Ranking Brasileiro - após 2 etapas

01º - 1400 - Odirlei Coutinho (SP)
02º - 1340 - Jojó de Olivença (BA)
03º - 1260 - Renato Galvão (SP)
04º - 1240 - Rodrigo Dornelles (RS)
05º - 1230 - Tânio Barreto (AL)
06º - 1220 - Jihad Kohdr (PR)
07º - 1130 - Gilmar Silva (SP)
08º - 1100 - Daison Pereira (RS)
09º - 1010 - Leonardo Neves (RJ)
09º - 1010 - Tadeu Pereira (SP)
09º - 1010 - Wagner Pupo (SP)
09º - 1010 - Maicon Rosa (PR)
13º - 1000 - Anselmo Correia (RJ)
13º - 1000 - Flávio Costa (BA)
13º - 1000 - Dunga Neto (CE)
16º - 930 - Beto Fernandes (SP)
16º - 930 - Pedro Henrique (RJ)

Ranking Brasileiro Feminino

1ª - 1860 - Suelen Naraisa (SP)
2ª - 1500 - Silvana Lima (CE)
3ª - 1470 - Juliana Quint (SC)
4ª - 1340 - Andréa Lopes (RJ)
4ª - 1340 - Alessandra Vieira (RJ)
4ª - 1340 - Taís de Almeida (RJ)
4ª - 1340 - Juliana Guimarães (RJ)
8ª - 1220 - Francisca Pereira (SP)

O SuperSurf 2004 é uma realização do Grupo Abril e da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) e têm como patrocinadores principais a Volkswagen, a Skol e a TIM, além do co-patrocínio da Garnier Fructis e apoio da Suncoast by C&A e da Revista Hardcore. Esta segunda etapa em Maresias também contou com a importante parceria do Governo do Estado de São Paulo - Coordenadoria da Juventude e da Prefeitura Municipal de São Sebastião, além da 89 FM, Seadoo, Federação Paulista de Surf (FPS) e Associação de Surf de São Sebastião (ASSS). (Fonte: O Guaruçá)

Ação Litoral

Crônica Topo

Crônica de uma morte anunciada.

Nossa história começa em Manaus, em junho de 2001. Nas dependências do Hotel Tropical, acontecia o Seminário Internacional de Ecoturismo e Turismo Sustentado. Atento aos trabalhos estava o prefeito de Ubatuba, sr. Paulo Ramos. Quem sabe alguma idéia poderia surgir para incrementar o setor que não estava atravessando bons dias. A cidade de Parintins, um dos grandes polos turísticos da Amazônia foi mencionada pela excelência dos trabalhos desenvolvidos por sua secretaria de cultura e turismo. O titular desta, sr. Sérgio Carvalho e o prefeito de Ubatuba, sr. Paulo Ramos acabaram por encontrar-se, conversaram e na ocasião surgiu o convite para que o sr. Sérgio visitasse Ubatuba. Em outubro de 2001, o convite feito em Manaus tornou-se realidade, o sr. Sérgio conheceu a cidade. Estabeleceu contato com os setores ligados ao turismo, fez palestras, conversou e retornou para a Amazônia deixando boa impressão.
No final de 2002 a secretaria de Turismo de Ubatuba era comandada pelo sr. Sérgio Erick de Carvalho e a Comtur pelo sr. Luís Bischof, este em flagrante processo de “fritura”. Sua administração havia entrado em rota de colisão com a Associação de Pousadas. A Câmara instalou uma CPI para apurar irregularidades no órgão. O sr. Bischof passou a ser a bola da vez, enquanto ele estivesse sob a luz dos refletores problemas maiores ficariam esquecidos.
Nesse ínterim, Sergio Carvalho a convite do prefeito Paulo Ramos, mudou-se para Ubatuba, onde assumiu a secretaria de Turismo (Setur) em março de 2003. Concluída a CPI, caiu o sr. Bischof, a Comtur depois de algum tempo passou às mãos de Sérgio Carvalho, que tornou-se o homem do turismo da cidade. Não é objeto desta matéria discutir a capacidade técnica ou a falta desta do sr. Sérgio Carvalho, o que deve ser notado é que ele não veio para Ubatuba pedir emprego, o prefeito desta cidade é que foi procurá-lo na longínqua Manaus. Aliás, o convite para assumir a secretaria foi feito quando o sr. Sérgio encontrava-se na Holanda.Uma coisa da maior importância deve ser ressaltada. Turismo demanda políticas de estado, uma vez definidas as metas, estas devem ter seguimento independentemente de quem é o prefeito e de seus interesses.
O turismo de Ubatuba segue sendo política de governo, sempre atrelado ao imediato, cada secretário implanta suas idéias, protege os seus interesses e de seus amigos, cria uma legião de detratores entre os descontentes e a cidade como sempre aconteceu, exceto no curto período de Ciccillo Matarazzo, sai perdendo. Está claro que a situação do turismo de Ubatuba não será resolvida por uma pessoa, ainda que essa pessoa tenha poderes mágicos.
O sr. Sérgio Carvalho exibe um currículo invejável, trabalhou em diversos órgãos do governo, foi secretário numa cidade importante no plano turístico como é Parintins, e propôs uma mudança radical na cidade com a criação da Adentur, que englobaria as funções da Setur e da Comtur. As práticas do sr. Sérgio Carvalho no dia-a-dia acabaram provocando forte descontentamento em certos setores, não são poucos os que reclamam de atitudes ditatoriais. Dizem que houve falta de diálogo e que ele é avesso a acatar sugestões. Eu não posso concordar totalmente, uma única vez fiz uma sugestão visando melhorar o conforto dos turistas que visitam a praia do Tenório. Recebi um e-mail agradecendo a sugestão. Se foi posta em prática ou não, não sei, sei que foi aberto um canal de diálogo.
Como freqüentador assíduo das sessões da Câmara Municipal não pude deixar de notar a forma como o presidente desta, o vereador Rogério Frediani referia-se ao Secretário Sergio Carvalho. Em sessão recente, um dos vereadores da bancada do prefeito chegou a dizer que a demissão do secretário estava sacramentada e que ocorreria na sexta-feira seguinte. Nessa ocasião o secretário estava viajando para Berlim, o vereador Frediani sugeriu o nome da sra. Patrícia Ortiz para ocupar a secretaria. Reafirmou mais tarde ser ela a sua preferida para o cargo. Dias depois o Sr. Frediani viajou ao lado do Prefeito. Na ocasião ficou acertada, ou melhor, foi pedida a queda de Sérgio Carvalho. Perguntei ao Sr. Frediani se ele tem alguma negociação política com o prefeito, se há algum tipo de composição em andamento. Ele afirmou categoricamente que não, seu único compromisso é com o vereador Andrade. No andar da carruagem quem estiver melhor nas pesquisas será candidato a prefeito, o outro à vice.
Coincidências existem, embora algumas coincidam demais. O sr. Hugo Gallo foi recentemente agraciado com o título de Cidadão Ubatubense por indicação do vereador Rogério Frediani. Nenhum reparo ao fato, o sr. Hugo Gallo é o dono do aquário e muito tem feito pelo turismo de Ubatuba, já deveria ter recebido esse título há mais tempo. Acontece que o sr. Hugo Gallo não concordava com a presença do sr. Sérgio Carvalho à testa da Setur. Ele tem fortes argumentos, fundamentados em fatos, para assumir essa posição. Perguntei ao sr. Hugo Gallo se ele tem algum tipo de vínculo político com o vereador Rogério Frediani. Ele afirmou que não, disse que não definiu quem será o seu candidato e mostrou sabedoria política ao enumerar as qualidades que espera encontrar no próximo prefeito.
No último sábado, em entrevista para o Litoral Virtual o prefeito, sr. Paulo Ramos, afirmou que o secretário de turismo foi afastado por clamor popular. Um abaixo assinado entregue a ele teria sido a gota d’água. Perguntado sobre quem eram as pessoas que assinaram o documento, ele citou o sr. Hugo Gallo e sua esposa Berenice Gallo. Ato falho do prefeito ele demitiu o secretário com base em um documento que não leu com atenção. A sra. Berenice Gallo não assinou. Perguntei ao sr. Hugo Gallo sobre o abaixo assinado, ele não teve dúvida em afirmar que foi o autor. Sua posição é bastante clara. Tinha no sr. Sérgio Carvalho alguém que ia contra as suas idéias de gestão do turismo da cidade. Fez tudo para derrubá-lo, e conseguiu. Fica claro que o prefeito preferiu não dar ouvidos aos outros empresários que são favoráveis ao trabalho do sr. Sérgio Carvalho e manifestam isso através da Internet. Sem tomar partido deste ou daquele, digo que tudo o que aconteceu revela despreparo político e desprezo pelo coletivo.
O que acabamos de relatar só contribuiu para criar mais confusão no já imensamente confuso panorama do turismo de Ubatuba. Tudo indica que vai prevalecer a vontade do vereador Frediani, ele será ouvido sobre o novo presidente da Setur. Eu desconfio que o nome já está definido, a “torcida do Corinthians” imagina quem é.
De toda a “fritura” sofrida pelo sr. Sérgio Carvalho, que não foi a primeira e nem será a última, percebe-se que em Ubatuba interesses pessoais estarão sempre acima dos interesses da cidade. Cabe a pergunta. Até quando?

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo

A Ponta do Iceberg - Ao ser informado pelos jornais, da triste situação em que "as velhas raposas" e seus seguidores políticos de São Sebastião colocaram a prefeitura da cidade, cercados por todos lados pelas denúncias que chegaram ao Ministério Público, envergonhando e desmerecendo todo povo caiçara, já que casos semelhantes se espalham e repetem nas outras prefeituras da região.
É o momento deste povo dar a virada, deixando de levar-se apenas pelo comércio ilegal da compra e venda de votos e suas demagogias em tempos de eleições, exigindo dos seus candidatos atitudes éticas compatíveis com a verdadeira moral dos trabalhadores do Litoral Norte.

Thaelman Carlos M. de Almeida
Indaiá - Caraguatatuba, SP


Convocação - A Associação de Bairro do Lázaro comunica e convida os moradores para uma reunião às 10:00 h do dia 27 de abril no Hotel Saveiros, com a presença do sr. prefeito municipal, Paulo Ramos de Oliveira, para tratar de assuntos como o Posto Policial e outros problemas do bairro. A Sociedade de Bairro do Lázaro conta com a participação de todos.
Atenciosamente

José Vicente de Souza - Presidente
Associação de Bairro do Lázaro
Ubatuba, SP


Dia do Escoteiro - Dia 23 de abril, foi comemorado o dia mundial do escoteiro. O movimento escoteiro foi criado em 1907 por Robert S.S. Baden Pawell e 3 anos depois já surgia no Rio de Janeiro, o primeiro grupo escoteiro do Brasil. Hoje são mais de 60.000 escoteiros em nosso pais, e mais de 17.000 no estado de São Paulo. Aqui no litoral norte, existem cinco grupos escoteiros.
O Grupo Escoteiro Iperoig, de Ubatuba, tem oito anos e hoje conta com cinqüenta membros. Para comemorar o dia do escoteiro, jovens e chefes de escoteiros realizaram palestra na escola Tancredo Neves, onde explicaram o que é o escotismo, e o que fazer para ser um escoteiro.
Além de comemorar o dia do escoteiro, o G.E. Iperoig comemora a parceria assinada com a prefeitura, que a partir de agora passa a colaborar financeiramente para que o grupo possa realizar melhor as atividades e também possa ajudar escoteiros carentes a participar do movimento.
O movimento escoteiro aceita jovens a partir de sete anos de idade.
Pratique escotismo, todos os sábados a partir das 14 horas na área da piscina municipal, no centro de Ubatuba.
Sempre alerta para servir,

André Diniz
Chefe da tropa escoteira, do G.E. Iperoig
Ubatuba, SP


União para salvar Ubatuba - Leio muito neste jornal virtual, pessoas querendo o melhor por Ubatuba. O problema parece que todos já sabem! A tartaruga que está em cima do poste. Mas não podemos esquecer dos muros e barreiras que estão em volta do poste, impedindo que nós, gente do bem, tire a tartaruga de lá. Os muros são as pessoas que levam vantagem, por serem amigos da tartaruga, e não querem, e vão fazer de tudo para que ela não sai do poste. A barreira é a oposição que não consegue se unir para tirá-la lá de cima.
Estamos no começo de uma campanha para prefeito e parece que muitos querem esta vaga,
mas somente um terá este emprego em 1 de janeiro de 2005. Os outros terão uma grande conta para pagar, já que é sabido que não é barato uma boa campanha para se eleger prefeito. Porque esta oposição não se une desde já, para tirar a tartaruga de cima do poste? Até quanto ficaremos escutando este papo de quem tiver na frente a um mês(ou quinze dias) da eleição, a esquerda irá se unir a este candidato para derrotar a tartaruga.
Porque esperar e gastar dinheiro, tempo e se desgastar em uma campanha que só levará dois a realmente disputar a cadeira de prefeito de Ubatuba.
Convoco a todos da oposição, esquerdas, homens de bem e formadores de opinião, a desde já se unir em nome do melhor colocado nas pesquisas, e desde já juntarmos nossas forças para derrubar os muros e tirar esta tartaruga que estagnou nossa cidade.
Em ano eleitoral, parece que o tempo anda mais rápido que o normal, e o nosso tempo é curto. Não podemos perdê-lo, vamos juntos salvar nossa cidade.

Ricardo Luis de Castilho
Estufa, Ubatuba, SP


Projeto de Zoneamento Costeiro - Sou estudante de Direito Ambiental e, ao pesquisar o assunto zoneamento costeiro, fiquei impresionada com a iniciativa do Município de Ubatuba a este respeito, bem como o fácil acesso à tais informações pela internet, divulgadas por vocês.
Gostaria de receber mais informações sobre o projeto de zoneamento costeiro de Ubatuba, e, se possível, notícia de ações concretas do município para impedir irregularidades nas construções. Há notícias de construções embargadas em razão do desrespeito ao zoneamento?
Aguardo resposta, tão logo seja possível,

Adriana
driquita@hotmail.com


O PSDB de Ubatuba II - Querida Lílian Cardoso Silva, muito interessante seu posicionamento com relação ao PSDB de Ubatuba, tais indagações mostram um excelente conhecimento dos fatos políticos de nossa cidade. Informo que o PSDB, esta forte, tem dois pré-candidatos bem colocados “nas pesquisas”. Esclareço que os pré- candidatos se encontram em entendimentos, em conjunto com á Executiva Municipal e estadual, para apresentarem o mais breve possível, a população de Ubatuba, o nome do partido que irá ser ratificado na Convenção do mês de junho, conforme determina a lei eleitoral. Gostaria de lembrar que dentro do PSDB, o Eng. Pedro Tuzino, e o Vereador Charles Medeiros, se respeitam, afinal, a busca do bem comum, que é o resgate do desenvolvimento de Ubatuba, passa pelo entendimento das partes. O PSDB está aberto às coligações com todos os partidos que anseiem o melhor para o nosso Município.

Charles Medeiros
Vereador do PSDB de Ubatuba


Vergonha na Cara II - Caro Senhor Alexandre Antonakis, vergonha na cara não é questão de política, mas sim de educação, advinda da escola, do berço, ou da escola da vida. Quanto á frase “burros, ladrões, incompetentes, manipuladores”, são adjetivos extremamente fortes, não me classifico entre eles, porem gostaria de dizer que os mesmos podem existir na política ou fora dela. Fico feliz em ver o acordar de pessoas, que muito mais poderiam fazer por nossa cidade, tomando posicionamento em público, isto é fantástico, isto é a democracia. Grande parcela da comunidade não conhece o verdadeiro papel do Parlamento, nunca assistiu uma Sessão, na Câmara de Vereadores de Ubatuba e isso é um pecado mortal, afinal não sabe quem defende, ou quem condena o povo, vide “Taxa de Iluminação Pública” a famosa ‘Tacha Chamagaz”, que é
cobrada do contribuinte na conta de luz, quem votou a favor, e quem votou contra????, eu votei contra a malfadada taxa. Consciência, responsabilidade e decência, são adjetivos pessoais, ou o camarada tem, ou não tem. Para finalizar, o povo escolhe os seus representantes, acerta ou erra, e após 4 anos mantém quem trabalha, ou expurga os incompetentes!

Charles Medeiros
Vereador PSDB Ubatuba

Foto do Dia Topo

Caraguatatuba

Pedra do Jacaré Caraguatatuba

Martim de Sá
©Gianni D´Angelo


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor