Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 27 de maio de 2004 - Nº 1042 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Portal da Palmeira Gefran

Região
Estado libera metade da verba das estâncias


Caraguatatuba
Bicicross entra para os Jogos Regionais
Circuito Fila Interpraias acontece em Caraguá
Projetos sociais de Caraguá na TV Canção Nova
Acaju recolhe 150 kg de lixo do Rio Juqueriquerê
Santo Antônio é tema de seminário em Caraguatatuba

Ilhabela
Biblioteca abre inscrições para cursos de literatura
Prefeito participa da festa dos novos agentes ambientais voluntários

São Sebastião
Em reunião suprapartidária, Paulo Julião reafirma pré-candidatura
Projeto pede punição para servidor que praticar “assédio moral”
Cetesb avalia impacto ambiental para definir penalidades ao Tebar por poluir córrego
Soldado de folga atende furto e acaba prendendo bandido perigoso

Ubatuba
Secretário de Turismo recebe telegrama de deputados
Ubatuba recorre para manter reajuste
Saneamento e Saúde serão tema de workshop
Moção de Congratulações ao apresentador Clodovil Hernandez
Boletim da Câmara Municipal de Ubatuba

Seções
Crônica
Conto
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Estado libera metade da verba das estâncias

Litoral Norte - Prefeitos de cidades estância do Estado de São Paulo deverão cobrar novamente do governador Geraldo Alckmin os R$ 86,7 milhões, em sua totalidade, referentes a projetos elaborados pelas prefeituras em 2003.
De acordo com os chefes de Executivo, muitas prefeituras receberam de 30% a 50% deste valor, embora o próprio governador tenha anunciado a liberação total dos recursos em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes no último dia 14 de abril, na presença de diversos desses prefeitos.
A nova ofensiva de cobrar o governador foi decidida no último fim de semana durante reunião da Aprecesp (Associação das Prefeituras de Cidades Estância do Estado de São Paulo) realizada no último sábado, 22, em Itanhaém, litoral sul de SP.
A entidade representa todas as 67 estâncias do Estado. O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, que até o último dia 22 presidiu a Aprecesp, havia recebido garantias do governador e do secretário estadual de Ciência, Tecnologia Desenvolvimento Econômico e Turismo, João Carlos Meireles, de que os repasses seriam liberados em sua totalidade.
O atual presidente da Aprecesp e prefeito de Águas de Lindóia, Geraldo Mantovani Filho, também disse ter recebido do próprio governador Geraldo Alckmin, em visita à sua cidade no último dia 21 de abril, que os recursos seriam liberados integralmente.
“No entanto a situação é diferente quando procuramos o Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo. Sucumbi diante da necessidade de obter caixa para investimentos e tive que aceitar receber os 50%, pois mais vale um passarinho na mão que dois voando”, disse.
O prefeito de São Vicente, na Baixada Santista, Márcio França, lembrou que Geraldo Alckmin assumiu um compromisso público ao anunciar a liberação total.
“Ele declarou que iria liberar integralmente e agora os prefeitos estão enfrentando problemas com obras paralisadas pela metade. Trata-se de um vexame público, pois o governador anunciou a liberação por completo mas acabou repassando metade dos valores”, declarou.
França mostrou-se preocupado pelo fato dele ter assumido um “compromisso moral” com sua população.
“É preferível a sinceridade a assumir um compromisso público e não cumprir”, finalizou.
O prefeito de Águas da Prata, Jair Valente Fernandes, minimizou. “Acredito que possa ser um problema de falta de sintonia entre os altos escalões, porque o governo não faria isso”.
O presidente da Aprecesp, Geraldo Mantovani Filho, deverá marcar nos próximos dias uma audiência com o governador Geraldo Alckmin para que os prefeitos possam discutir a questão. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá

Bicicross entra para os Jogos Regionais

Caraguatatuba - O Bicicross é a nova modalidades dos 48º Jogos Regionais, assim como é também, a nova modalidade das Olimpíadas de 2008, que acontecem em Pequin, na China. O esporte foi instituído pelo Comitê Olímpico como mais uma modalidade olímpica, no ano passado.
Pela primeira vez, em todo o mundo, o bicicross terá representação em uma competição ligada ao Comitê Olímpico. Durante os 48º Jogos Regionais, 250 pilotos de bicicross de diversas regiões do Estado de São Paulo, estarão disputando três categorias, Masculino - de 15 a 18 anos, Masculino - acima de 19 anos e Feminino - acima de 15 anos. Caraguá será representada por 25 pilotos.
A modalidade valerá como esporte de demonstração, não sendo considerada oficial nos Jogos Regionais. Entretando, os competidores concorrerão a medalhas.
Outras duas novas modalidades esportivas entraram este ano para os Jogos Regionais, o skate e a canoagem. As equipes da cidade já estão treinando duro e se preparando para os jogos que acontecem de 21 a 31 de julho, em Caraguá. O evento reunirá atletas de todo o Estado de São Paulo. O município, que tem uma equipe forte na canoagem, oferecerá oportunidade aos atletas para mostrarem seu talento. A equipe de Canoagem de Caraguá foi campeã paulista e campeã brasileira, em 2003, na Copa Brasil. Caraguá vai receber 49 delegações vindas de todo o Estado. Para receber os atletas, a prefeitura está realizando obras. (Fonte: PMC)

Circuito Fila Interpraias acontece em Caraguá
No último final de semana, 23 de maio, cerca de 300 atletas do estado de São Paulo, Litoral Norte e Sul de S.P e Angra dos Reis participaram da 2ª etapa do Circuito Fila Interpraias 30km. A cidade pretende sediar outras etapas da competição.

Caraguatatuba - Caraguá sediou no último final de semana, 23 de maio, a 2ª etapa do Circuito Fila Interpraias 30km, na Praça de Eventos.
O evento reuniu cerca de 300 atletas do estado de São Paulo, Litoral Norte, Litoral Sul e Angra dos Reis que competiram em uma disputa acirrada para garantir o primeiro lugar. A cidade participou da competição com 12 atletas, mas não conseguiu conquistar medalhas, devido ser a primeira vez que os atletas participaram da competição. É primeira vez que a cidade sedia um modalidade olímpica como é o Circuito Fila. O bom tempo propiciou aos atletas uma corrida tranqüila, e atraiu um grande público para a cidade. Segundo o secretário de Esportes e Recreação Nivaldo Alves, o evento foi interessante devido ser de grande porte. “O evento foi interessante e trouxe mais de 300 turistas para a cidade entre atletas e familiares. O circuito é dividido em várias etapas, e pretendemos solicitar junto aos organizadores do evento a possibilidade de Caraguá sediar outras etapas do circuito.” declarou A 1ª etapa do circuito aconteceu em Bertioga-Riviera, Litoral Sul de SP, e devido às fortes chuvas na véspera, o terreno ficou pesado, inclusive com trechos alagados e com lama, fazendo com que o tempo da prova fosse maior do que o previsto. A terceira etapa do campeonato acontece no dia 19 de setembro, em Praia Grande, Litoral Sul de São Paulo. (Fonte: PMC)

Projetos sociais de Caraguá na TV Canção Nova

Caraguatatuba - TV Canção Nova mostra Caraguatatuba no Programa "Nossa Gente, Nossa Terra". O turismo, a história, os projetos sociais e as pessoas envolvidas nos acontecimentos da cidade foram o destaque da reportagem, gravada na semana passada, e que foi ao ar nesta quarta-feira, dia 26, às 16 horas. O programa será reprisada no sábado, às 12h30. De acordo com a diretora do programa, o documentário terá duração de uma hora e será dividido em três módulos, o primeiro mostrando parte da história e da cultura do município; a segunda, focada nos projetos sociais Lar Cinzel e brinquedoteca e a terceira para os projetos de geração de renda, entre eles a Padaria Artesanal, estamparia em tecido, confecção de boneca de pano e bolsas e Oficina de Surf. Na reportagem, o público pode conhecer mais detalhes da Casa Transitória “Lar Cinzel”, inaugurada em 4 de agosto de 2003, e que já atendeu 759 moradores de rua. Em Caraguá, toda a população de rua encontrada é levada para este abrigo transitório. Lá, eles recebem higienização, medicamentos, curativos e, em seguida, passam por uma entrevista, na qual a situação de cada um é analisada. Após a avaliação social, é feito o encaminhamento devido, seja tratamento de saúde, retorno ao núcleo familiar, ou, ainda, retorno ao local de origem, em alguns casos. A brinquedoteca do projeto “Aprender e Brincar é só começar” também foi apresentada no programa. O telespectador do programa de sábado, poderá conhecer o trabalho dirigido a crianças de 7 a 12 anos, com dificuldades de aprendizagem. Em horário contrário ao da escola, as crianças freqüentam a brinquedoteca, onde as crianças aprendem, brincando, num espaço cheio de atividades e estímulo, sempre com a presença de educadores. O objetivo é de ajudar as crianças a melhorarem o rendimento escolar. Outros resultados de projetos sociais também foram e serão exibidos na reprise de sábado, como o de capacitação em “Estamparia Moda Praia” e o de “Bonecas de Pano”, o Curso de Panificação Artesanal e a Oficina de Pranchas de Surf, que capacita jovens e adultos para a confecção e reparação de pranchas. (Fonte: PMC)

Acaju recolhe 150 kg de lixo do Rio Juqueriquerê
A Acaju (Associação Caiçara Juqueriquerê) promoveu, no sábado, dia 22 de maio, um mutirão de limpeza, no Rio Juqueriquerê, e recolheu cerca de 150 kg de lixo das margens e dos mangues

Caraguatatuba - A Acaju (Associação Caiçara Juqueriquerê) sempre preocupada em preservar o Rio Juqueriquerê, em Caraguá, promoveu um mutirão de limpeza, no dia 22 de maio, sábado, reunindo 30 pessoas, que juntas recolheram cerca de 150 kg de lixo do rio. A saída dos barcos foi no bairro Porto Novo, à Rua Itamira Pinto Santana, em frente ao número 560, à margem do rio, às 8h30. O retorno dos barcos aconteceu às 12 horas. Segundo o presidente da Acaju, Pedro Paes Sobrinho, desta vez, a limpeza aconteceu nas margens e também no mangue. Ele adiantou que, em junho, haverá novo mutirão e convida as pessoas para participar. “Quando fazemos a canoagem ecológica, que é uma competição de caiaques, na qual vence aquele que recolher mais lixo do rio, a coleta é feita somente nas margens. Desta vez, a limpeza não foi uma competição e entramos também no mangue para recolher o lixo. Em junho, iremos realizar outro mutirão”, afirmou. Ele completou que não há data definida. O evento teve o apoio da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), Supermercado Paolo, Supermercado Porto Novo, Marina da Ponte, Marina Caçula, Marina Porto do Rio e Condomínio New Port. (Fonte: PMC)

Santo Antônio é tema de seminário em Caraguatatuba
Como parte do projeto "Mês de Santo Antônio de Caraguatatuba", O Bispo Dom Fernando Mason e o professor Jurandyr Ferraz de Campos, autor do livro "Santo Antônio de Caraguatatuba – Memória e Tradições de um Povo" participam de um seminário, dias 3 e 4 na Fundacc.

Caraguatatuba - O "Mês de Santo Antônio de Caraguatatuba, o Resgate Histórico de Uma Imagem", que conta com uma vasta programação de eventos a serem realizados em junho, inicia com um seminário histórico sobre Santo Antônio nos dias 3 e 4 de junho, às 19h30 horas, no Auditório da Fundacc. Participam do seminário, no dia 3, o professor Jurandyr Ferraz de Campos, autor do livro "Santo Antônio de Caraguatatuba – Memória e Tradições de um Povo" para rever e debater passagens do livro que foi editado no ano 2000, sob os auspícios da FUNDACC (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba), e no dia 4, com a palestra "Santo Antonio: Teólogo da Igreja", o Bispo Dom Fernando Mason, que contar a história de Santo Antônio. As duas palestras são abertas ao público.
De acordo com o Bispo Dom Fernando Mason, Santo Antonio é bastante conhecido como o santo dos milagres, o santo casamenteiro, o santo das coisas perdidas, o santo das festas juninas, mas não pela sua importância como um teólogo e pensador. "Santo Antonio é muito conhecido em todo o mundo e sua história vai além do nível devocional. De família nobre, se formou como monge Beneditino e passou a pertencer a ordem dos frades menores; como intelectual introduziu o estudo da teologia na Ordem Franciscana; e percorreu toda a Europa fazendo pregações. Era um homem de muita oração e penitência, o que foi comprovado após a sua morte pelos sinais deixados em seu corpo, como calos no joelho e ossos muito finos, característica de uma pessoa sub-alimentada", conta o Bispo Mason.
Segundo o bispo, um dos mistérios sobre Santo Antonio é o fato de ter no mundo todo, inúmeras igrejas da sua congregação e uma enorme simpatia por este homem. "Ele é um dos santos mais lembrados no mundo. Até os Muçulmanos visitam a igreja de Santo Antonio, em Stambul, na Capital da Turquia, onde o santo é considerado o protetor das mães", diz Dom Fernando Mason.
Na opinião do Bispo, o projeto Santo Antonio de Caraguatatuba é muito positivo. "Acho muito importante divulgarmos a história do homem Fernando Di Bulhões (Santo Antonio). Ele escreveu os sermões, uma obra teológica que o fez ficar conhecido como o Senhor Evangélico, que foram explicitações de temas teológicos, que desencadearam o surgimento de grandes pensadores da época de 1.200, como Rogério Bacon, Guilherme Di Ockam, Alexandre Di Alles. Ele faz parte do impulso histórico originário de nossa cidade e por isso não deve ser esquecido", comentou o Bispo. (Fonte: PMC)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano
Sailing Shop

Vereador apresenta projeto que institui o Código de Ética na Câmara

Ilhabela - De autoria do vereador Rogério Ribeiro de Sá (PT), prof. Catolé, o projeto de Resolução 14/2004, que institui o Código de Ética Parlamentar, foi lido e encaminhado à Comissão de Justiça e Redação da Câmara Municipal de Ilhabela, na sessão de segunda-feira, 24, que tem o prazo de 15 dias para dar parecer, e depois irá à votação em plenário. O objetivo principal do projeto é regulamentar os procedimentos e medidas disciplinares quanto aos deveres, impedimentos, vedações e faltas contra a ética parlamentar do vereador no exercício de seu mandato. Catolé acredita que o Código de Ética trará mais valorização ao poder legislativo e ao trabalho do vereador, que tem como obrigação o respeito e cumprimento dos preceitos constitucionais e regimentais. “Os vereadores devem lutar pela defesa dos interesses coletivos, pelo combates ao desperdício do dinheiro público, contra a corrupção e privilégios injustificáveis de grupos que se enriquecem a custa dos cofres públicos”, explica. O vereador usou a tribuna para pedir aos vereadores apoio ao projeto e discursou sobre a importância do Código de Ética. “Gostaria que este projeto fosse amplamente discutido pelos nobres colegas e ao final, pediu que votassem a favor. Assim, o legislativo será mais valorizado do ponto de vista do exercício da cidadania”, ressaltou. Ao final, Catolé ainda cutucou os colegas ao se referir ao projeto de resolução rejeitado, que criava a Ouvidoria Parlamentar. “Esta Casa de Lei deve primar pela transparência e credibilidade, sempre”, finalizou. Na mesma sessão foi aprovado – por unanimidade – a Moção de Protesto (029/2004), também de autoria do vereador Catolé, contra o projeto de lei, em tramitação no Senado Federal, que altera o artigo 41, A, da Lei Eleitoral.
Na justificativa, Catolé diz que é de fundamental importância a manutenção do artigo 41, A, da Lei Eleitoral, pois se trata de uma conquista da sociedade civil organizada no combate à corrupção eleitoral. “Por este projeto, as punições para crimes eleitorais só seriam aplicadas após sentença transitada em julgado na última instância”, explica. De acordo com o Ministro do TSE, Fernando Neves, condicionar a eficácia da decisão ao seu trânsito em julgado será terminar com a possibilidade de afastar da disputa ou da função pública o candidato reconhecidamente corruptor, uma vez que os recursos previstos na legislação e a competência dos advogados farão com que a decisão dos juízes eleitorais só venha a transitar em julgado após realização das eleições e a conclusão dos mandatos.
O documento foi encaminhado às presidências do Senado Federal, da Câmara dos Deputados, do Tribunal do Tribunal Superior Eleitoral; ao TER-São Paulo, ao juiz eleitoral da 132o zona eleitoral e a OAB São Sebastião – Ilhabela. O presidente da Casa, vereador José Donizette da Silva (PPS) e os vereadores Luiz Lobo (PL), Almir Mariano (PPS), Jadiel Vieira (PV), Walter Duarte de Souza (PTB), Maria das Graças F. dos Santos Souza (PSDB) e Dra Rita Janete de Oliveira Gomes (PDT) assinaram em apoio a Moção. (Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Em reunião suprapartidária, Paulo Julião reafirma pré-candidatura

São Sebastião - O prefeito Paulo Julião reafirmou, ontem à noite, em reunião suprapartidária no Porto Grande Hotel, sua pré-candidatura à reeleição. Cerca de 200 pessoas participaram do encontro, entre elas, líderes partidários, funcionários públicos e secretários municipais.
Na abertura, o presidente do PSDB, Ubirajara Nascimento, disse que a administração tem um projeto para oito anos de governo. “Hoje temos um solo preparado, pois fizemos um trabalho de recuperação do município”, disse Nascimento.
Durante o encontro, os convidados receberam um folheto com vários gráficos, denominado “Conquistas de Paulo Julião”, com informações sobre geração de emprego, investimento empresarial, queda da mortalidade infantil, combate à criminalidade e aplicação de verba nas áreas da saúde, educação e social, nos últimos anos. “Hoje é o primeiro passo para a renovação do mandato do prefeito”, declarou Ubirajara Nascimento, que anunciou o início de um trabalho político para a reeleição. Julião voltou a manifestar tranqüilidade quanto ao Caso Eness. “Não cometemos nenhuma ilegalidade, temos a consciência tranqüila”, disse o prefeito. Pré-candidato do PSDB, Paulo Julião afirma que, a partir de agora, dará início a um trabalho que visa às eleições municipais. “Será diferente, pois pela primeira vez estarei como candidato à reeleição. A campanha começa em julho, por isso é que não podemos sair por aí fazendo propaganda, como muitos, que no futuro podem ter surpresa”. Segundo Paulo Julião, uma possível desistência para apoiar outro candidato aliado não passa de “boato”. “Até isso vinham espalhando, mas eleição se ganha no voto. Se tivessem tanta certeza de que já ganharam a eleição, não estariam pregando mentiras e tentando tomar partidos. Vamos ganhar por nossa história e nosso trabalho”. Ainda na reunião, o prefeito informou que, até agora, só em saúde e educação, foram investidos R$ 123 milhões. “Somos candidato porque temos proposta de crescimento, não é poder pelo poder. Ganhar a eleição pisando na mãe não vale a pena. Se terminasse o mandato hoje, teria orgulho de ter deixado a cidade melhor do que encontrei”, encerrou. (Fonte: Imprensa Livre)

Projeto pede punição para servidor que praticar “assédio moral”

São Sebastião - O vereador Edvaldo Amarante Reimberg apresentou esta semana, na Câmara Municipal, o projeto de lei 045/2004, que “dispõe sobre a aplicação de penalidades à prática de assédio moral por servidores públicos municipais, efetivos ou nomeados, nas dependências da administração pública”. A proposta foi lida na última sessão e encaminhada às comissões parlamentares. Pelo projeto, os funcionários ficam sujeitos às seguintes penalidades: advertência escrita, suspensão com obrigatoriedade de participação em curso de comportamento profissional, multa e até mesmo a possibilidade de exoneração ou demissão. Caso seja aprovado, será considerado “assédio moral” todo tipo de ação, gesto ou palavra que atinjam a auto-estima, a segurança, a dignidade ou a moral de um servidor. Situações que possam provocar constrangimento ou vergonha, implicando em dano ao ambiente de trabalho, à evolução da carreira profissional, à estabilidade ou equilíbrio do vínculo empregatício e à saúde física ou mental do funcionário. Ainda de acordo com o projeto de lei, marcar tarefas com prazos impossíveis de serem cumpridas, tomar crédito de idéias de outros, ignorar ou excluir um servidor de ações e atividades pertinentes a sua função, dirigir-se ao funcionário por meio de terceiros, espalhar rumores maliciosos de ordem profissional ou pessoal, subestimar esforços no desenvolvimento de suas atividades, entre outras atitudes, também serão caracterizadas como “assédio moral”. Edvaldo Reimberg explica que a busca pela conquista de espaço e sucesso não pode fazer o homem “atropelar” conceitos como camaradagem no ambiente de trabalho, solidariedade, respeito, dignidade humana, individualidade e impessoalidade. “Esta degradação dos preceitos apresenta-se ainda mais aguçada, especialmente, quando há o ingrediente político-partidário aliado à perversidade tirânica natural de alguns indivíduos”, argumenta. O problema do assédio, de acordo com o vereador, atinge trabalhadores do mundo inteiro. “É de difícil diagnóstico e punição pelo fato de ocorrer com ações covardemente clandestinas e dissimuladas”. O presidente do Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião), Afonso da Silva Vale, aprova a iniciativa. “Há pelo menos nove meses, o sindicato encaminhou uma proposta semelhante à Mesa Diretora da Câmara, mas sequer houve resposta. Com certeza, este projeto vem ao encontro dos anseios da categoria”, enfatizou. Silva Vale ressalta que várias prefeituras já adotaram tais normas. “Ilhabela já tem lei sobre assédio moral há um ano”. Segundo o sindicalista, também já existe projeto no Congresso Nacional para classificar o “assédio moral” como crime. “Em alguns casos, o assédio pode levar uma pessoa ao vício das drogas e do álcool e até mesmo ao suicídio, sem contar distúrbios psicológicos e a diminuição da produtividade”, concluiu. Não há previsão para votação do projeto. Ainda na sessão da última terça-feira, o vereador apresentou um projeto para a realização de seminário antidrogas nas escolas da rede municipal, no início do ano. Quanto ao assédio sexual, já existe legislação federal a respeito, com jurisprudência formada, independendo, pois, de projetos municipais. (Fonte: Imprensa Livre)

Cetesb avalia impacto ambiental para definir penalidades ao Tebar por poluir córrego
Cerca de 90 litros do óleo utilizado na pavimentação de uma avenida no interior do terminal teriam atingido o rio. Transpetro informa que todo o produto já foi recolhido

São Sebastião - Técnicos da Cetesb (Companhia Estadual de Tecnologia e Saneamento Ambiental) realizaram ontem pela manhã o moni-toramento do córrego do Outeiro, atingido por óleo na noite de segunda-feira. O objetivo foi avaliar o impacto ambiental, que definirá possíveis penalidades ao Tebar (Terminal Almirante Barroso), da Transpetro/Petrobras. A Cetesb informou que o problema foi causado pela forte chuva de segunda-feira, que acabou levando para o córrego, por meio do sistema de drenagem da empresa, parte do material utilizado na pavimentação de uma área de aproximadamente 2 mil m², no interior do terminal. Ainda segundo o órgão estadual, o volume estimado é de 90 litros de óleo. De acordo com a Cetesb, pouco depois do óleo atingir o rio a Petrobras acionou seu Centro de Resposta a Emergência. A reportagem do Imprensa Livre esteve no local ainda na noite de segunda e acompanhou o trabalho de contenção. Três empresas contratadas pela Transpetro trabalhavam na operação. Até ontem à tarde o serviço continuava sendo realizado ao longo do Outeiro. As manchas de óleo no córrego, que corta a Vila Amélia e o Centro de São Sebastião, assustaram os moradores. “Toda vez que chove aparece óleo na vala. Sempre aparece esta nata e o cheiro forte. Devem tomar providências, porque este córrego passa ao lado de uma creche, uma escola e um hospital”, disse o produtor de eventos Sérgio Silva Santos, morador da Vila Amélia. Ele lembra que, em 1984, um incêndio ocorrido no córrego, após um derramamento de óleo, traumatizou a população. O diretor de Meio Ambiente, Nivaldo Simões, determinou que a fiscalização da prefeitura realizasse ainda ontem uma vistoria em todo o terminal. “Além deste caso específico, os fiscais foram verificar se existe alguma outra obra em andamento”, destacou o diretor. De acordo com o gerente do Tebar, Geraldo Marfurte, a aplicação de asfalto atende uma reivindicação da comunidade. “Nesta região os moradores reclamavam do pó, por isso, estávamos pavimentando. Estavamos fazendo o asfalto, mas ninguém esperava aquela chuva”. Marfurte lembra que, de imediato, o Centro de Resposta a Emergências da Transpetro foi acionado para evitar danos ambientais. Ele ressalta que também não houve qualquer risco aos moradores. Segundo o gerente, ontem foi realizado apenas serviço de manutenção. A assessoria de imprensa informou que o óleo foi recolhido em cinco horas. O produto denominado CM-30 era utilizado como impermeabilizante pela Construtora e Pavimentadora Latina Ltda, contratada pela Petrobras para a urbanização da área conhecida como “empreiteirópolis”. Conforme informou o coordenador do Departamento de Engenharia da Latina, Antonio Carlos Matioli, 30 homens trabalharam na inspeção final. (Fonte: Imprensa Livre)

Soldado de folga atende furto e acaba prendendo bandido perigoso

São Sebastião - O soldado Nelson Benedito Gonçalves, da Polícia Militar, estava em seu dia de folga no bairro Boracéia, na Costa Sul, onde mora na base, quando foi procurado por um morador que alegou ter sido vítima de furto. Investigando o crime, o policial chegou no ladrão, que além de procurado da Justiça por vários assaltos, tem fugas de distritos e já sofreu atentados de membros do PCC. Eram 9 horas de segunda-feira, quando um ladrão invadiu uma casa na avenida Guarani, furtando duas máquinas de cortar grama, um receptor de antena parabólica, uma bolsa e um vídeo cassete. Vizinhos tinham visto, o ladrão, também morador nas proximidades, saindo com a mercadoria e avisaram a vítima, que chegou do trabalho às 13 horas. Para entrar na casa, o ladrão usou a chave que ficava escondida no telhado do imóvel. O soldado encontrou o suspeito em uma bicicleta na rua. Ele estava com o vídeo da vítima e entrou rapidamente em uma casa. O policial foi atrás encontrando neste imóvel, mais produto do crime. Gonçalves deu voz de prisão ao suspeito, que foi conduzido ao 2° Distrito Policial, onde uma pesquisa revelou a periculosidade de Carlos Alberto da Silva, 31 anos, também conhecido por “Cobri-nha”, “Banguelo”, “Neninha” e “Neguinha”, que começou sua vida criminosa em 1993. Ficha extensa - De lá para cá foram diversas passagens pela polícia por assalto e furto, crimes praticados em São Paulo e Bauru. Neste período, ele fugiu das cadeias dos Distritos Policiais de São Miguel Paulista e Guaianazes. Condenado a mais de 13 anos de prisão, Silva também freqüentou presídios da região de São Paulo. Agora os fatos curiosos atribuídos ao preso são suas 22 marcas de tiros, que o atingiram em um confronto com a polícia, e mais duas facadas que recebeu quando esteve preso nas penitenciárias por desavenças com membros do PCC. Atualmente, ele pagava por seus crimes em liberdade condicional. Silva tinha invadido uma casa abandonada em Boracéia, há cerca de cinco dias. O ladrão morava com uma jovem de 20 anos, que está grávida dele. Ele negou o furto no bairro, alegando que estava indo devolver o vídeo, entregue por um desconhecido. Silva também disse que estava passando fome junto com sua mulher. Pode ser que ela continue em dificuldades, mas Silva poderá se recuperar, já que foi recolhido na cadeia pública, onde os presos recebem alimentação diária. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Marketing Político e Assessoria de Imprensa

Secretário de Turismo recebe telegrama de deputados

Ubatuba - O novo secretário de turismo de Ubatuba, Sidney Gaspareto, recebeu telegrama dos deputados Gilberto Kassab e Rodrigo Garcia o congratulando pela posse da pasta.
"Sr. Sidney Gasparetto cumprimentamos estimado amigo posse cargo Secretário Municipal de Turismo de Ubatuba, com votos pleno sucesso. Conte sempre com nosso apoio. Deputado Gilberto Kassab e Deputado Rodrigo Garcia".
O secretário também esteve presente ontem a reunião do grupo Ubatuba Viva, onde fez um relato de sua posse, comunicando que ainda estava se inteirando a real situação da secretaria.
Ficou acertada nova participação após 14 dias para a apresentação de um balanço e das metas que pretende ser adotadas junto ao turismo de Ubatuba. (Fonte: Litoral Virtual)

Ubatuba recorre para manter reajuste


Ubatuba - A Câmara de Ubatuba vai recorrer da liminar que suspende a lei que aumenta de R$ 3.000 para R$ 3.850 os salários dos 13 vereadores - um acréscimo de 28,33%. O projeto foi aprovado no dia 27 de abril. A liminar foi pedida em ação do Ministério Público. Segundo o MP, a proposta contraria o artigo 29 da Constituição, que determina que o reajuste somente pode ser aplicado na próxima legislatura. "Mas o aumento não seria aplicado neste ano porque não temos orçamento", disse o presidente da Câmara Rogério Frediani (PTB). (Fonte: ValeParaibano)

Saneamento e Saúde serão tema de workshop

Ubatuba - O Instituto Florestal realizará o workshop sobre o tema “Firmando Parcerias: Saneamento e Saúde no bairro Cambury”, amanhã, quinta-feira, no auditório do Centro de Visitantes do Núcleo Picinguaba (Parque Estadual de Ubatuba), que fica na Praia da Fazenda, altura do Km 11, da BR-101. O workshop será realizado entre 8 às 17h30. No Cambury, divisa com Paraty (RJ), vivem comunidades caiçaras e remanescentes de Quilombo dos Palmares. A área de Cambury envolve o território do Parque Estadual de Ubatuba. As famílias não contam com saneamento básico nem sequer energia elétrica. O workshop tem por objetivo apresentar um diagnóstico sobre a situação de saúde, saneamento e ocupação do solo em Cambury. Será a primeira etapa para a realização de projeto do Instituto Florestal, por meio do Núcleo Picinguaba, a ser financiado pelo Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos). O projeto visa o saneamento para melhorar a qualidade dos recursos hídricos do bairro e ações educativas para a promoção de saúde. A partir das 8h, haverá exposições sobre atividades que caracterizam o bairro Cambury, regulamentação, planejamento e projeto de saneamento, atividades culturais das comunidades, condições de saúde pesquisada em 2001 pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, condições atuais de saúde e formas de parcerias para a viabilização do projeto. Os interessados em participar do workshop precisam confirmar a presença pelo telefones (12) 3832-9011/1397 ou pelo e-mail npic@uol.com.br. (Fonte: Imprensa Livre)

Moção de Congratulações ao apresentador Clodovil Hernandez

Ubatuba - Segue texto de moção congratulações ao apresentador Clodovil Hernandez apresentada na última reunião da Câmara Municipal de Ubatuba, em 25 de maio de 2004:
Considerando que todo cidadão que utiliza a imprensa fim de esclarecer a população a respeito do voto consciente, merece destaque dos Poderes constituídos;
Considerando que esse trabalho procura oferecer meios para que cada cidadão compreenda os fatos naturais e o valor de seu voto e desenvolva suas potencialidades a fim de se tornar um cidadão politizado, permitindo que cada pessoa construa um meio sadio e organizado de se viver, colaborando assim para que a sociedade seja mais justa;
Considerando que o trabalho desses profissionais da mídia é fundamental para o desenvolvimento e esclarecimento dos fatos em nosso meio;
Considerando que o apresentador Clodovil Hernandez vem realizando em seu programa pela Rede TV “A Casa é Sua” um trabalho de suma importância a respeito do voto consciente nesse País, pois só assim conseguiremos alcançar o Estado de Direito que almejamos;
Requeiro a Mesa, ouvido o Plenário, que fique consignado na ata dos trabalhos desta Casa, uma MOÇÃO DE CONGRATULAÇÕES ao apresentador Clodovil Hernandez e a toda a equipe de seu programa e produtores pelo trabalho realizado, bem como total apoio dado a este Município;

Câmara Municipal, 21 de Maio de 2004.
Charles Medeiros – PSDB - Vereador

Votos Favoráveis Votos Contra Retiraram-se da Sessão





Com a saída do Vereador Rogério Frediani, o vereador Samuel dos Santos PP assumui a Presidência da mesa e não votou.
Votos favoráveis: Charles Medeiros PSDB, Domingos dos Santos PT, Marcos Francisco PSC, Osmar de Souza PFL, Ricardo Cortes PFL, Eduardo Cesar PL, Mauricio Leite PMDB,
Votos Contra: Mauro Barros PFL, João Mazieiro PP.
Retiraram-se da sessão: Rogério Frediani PTB, Ricardo Barbosa PFL, Gerson Biguá PMDB.

Boletim da Câmara Municipal de Ubatuba

Ubatuba- Boletim da 16ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Ubatuba, do dia 25 de maio de 2004.

Projetos:
Rejeitado o VETO do Executivo ao PROJETO de LEI n° 11/04, do Ver. Domingos dos Santos – PT, que cria o Programa Municipal de Incentivo ao Folclore e ao Artesanato “Pro – Arte”.
Aprovado, por unanimidade, o PROJETO DE LEI Nº 221/03, MENSAGEM Nº 058/03, do EXECUTIVO, que autoriza o Executivo Municipal a celebrar convenio com Instituição Financeira, para fins de concessão de empréstimo sob garantia de consignação em folha de pagamento dos servidores públicos municipais.
Aprovado, com 11 (onze) votos contra 1 (um), o PROJETO DE LEI Nº 12/04, do Ver. DOMINGOS DOS SANTOS – PT, que institui o programa “Farmácia Verde” no Município, Substitutivo n° 02, do Autor.
Aprovado, com 7 (sete) votos contra 5 (cinco), o PROJETO DE LEI Nº 30/04, do Ver. RICARDO BARBOSA - PFL, que concede isenção do ISSQN à concessionária do serviço de transporte coletivo urbano de passageiros de Ubatuba. Com Emenda n° 01 do Autor.
Adiado, por 2 (duas) sessões, o PROJETO DE LEI Nº 36/04, do Ver. MARCOS FRANCISCO – PSC, que autoriza o Poder Executivo a alterar ou criar novos padrões de desenho para o revestimento das calçadas dos logradouros públicos de Município.
Retirado pelo autor o PROJETO DE LEI Nº 72/04, do Ver. MARCOS FRANCISCO – PSC, que dá a denominação de “José Tadeu Demo” à “rotatória” situada na confluência da Av. Iperoig, com as Ruas Liberdade e Guarani, na orla central da cidade.
Rejeitado, com 7 (sete) votos contra 5 (cinco), o PROJETO DE LEI N° 74/04, do Ver. DOMINGOS DOS SANTOS – PT, que disciplina a outorga ou alteração de denominação a vias e logradouros públicos, no Município de Ubatuba.
Adiado, por 2 (duas) sessões, o PROJETO de LEI n° 84/04, do Ver. RICARDO BARBOSA – PFL, que autoriza o Executivo a conceder uma licença de ambulante em carrinho especial para praia da Maranduba.
Rejeitado, com 8 (oito) votos contra 3 (três), o PROJETO DE LEI Nº 90/04, do Ver. DOMINGOS DOS SANTOS – PT, que institui no Município de Ubatuba, a Ouvidoria Municipal para receber, apurar e investigar denúncias e propor medidas corretivas, para o aperfeiçoamento dos serviços prestados à população pelos Poderes constituídos à população.
Retirado por ausência do autor, o PROJETO DE LEI Nº 96/04, do Ver. RICARDO BARBOSA – PFL, que reenquadra o vencimento de Jardineiro, passando da referência 02, para 05, da escala de vencimentos do Funcionalismo Municipal, vigente.
Aprovado, por unanimidade, o PROJETO DE LEI Nº 104/04, do Ver. RICARDO CORTES – PFL, que autoriza o Poder Executivo a conceder subsídio a ADUBA – Associação dos Deficientes de Ubatuba, no valor de 4 (quatro) salários mínimos por mês.

Moções:
Aprovada, por unanimidade, a MOÇÃO Nº 29/04, do Ver. OSMAR DE SOUZA – PFL, de Congratulações à Academia “Força Ativa”, de Ubatuba, pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo pelo esporte de nossa Cidade.
Retirada por ausência do autor a MOÇÃO Nº 30/04, do Ver. DOMINGOS DOS SANTOS – PT, de Protesto pelo descaso da Prefeitura Municipal de Ubatuba, na manutenção da ponte do bairro do Araribá, cujo estado precário de manutenção provocou um acidente grave vitimando o Sr. Arnaldo Lopes Carvalho.
Aprovada, com 5 (cinco) votos contra 2 (dois), a MOÇÃO Nº 32/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS - PSDB, de Congratulações ao estilista e apresentador de televisão Clodovil Hernandez.

Pedidos de Informação:
Aprovado, por unanimidade, o Nº 64/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS - PSDB, sobre a construção de creche, no bairro do Sertão da Quina.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 65/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS - PSDB, sobre a construção da ponte no bairro da Picinguaba.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 66/04, do Ver. EDUARDO CÉSAR – PL, sobre a destinação da sucata que se encontrava no pátio da EMDURB.

Requerimentos:
Aprovado, por unanimidade, o Nº 70/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS - PSDB, à TELEFÔNICA, de instalação de 02 telefones públicos, no bairro do Sertão do Ingá.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 71/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS – PSDB, ao Secretário de Esporte do Estado de São Paulo, de análise e atendimento ao pedido de aquisição de material esportivo, para a Escola Estadual Aurelina Ferreira, na Estufa II.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 72/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS – PSDB, à Secretária de Educação do Estado de São Paulo, de cobertura da quadra de esportes da Escola Estadual Semiramis Prado de Oliveira, no bairro Saco da Ribeira.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 73/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS – PSDB, ao Secretário de Esporte do Estado de São Paulo de análise e atendimento ao pedido de aquisição de material esportivo para a Escola de 1º e 2º Grau do Sertão da Quina.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 74/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS – PSDB, a ELEKTRO, de instalação de extensão de rede elétrica, da Praia do Pulso, até a Praia da Caçandoca, atendendo área do Quilombo.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 75/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS – PSDB, a SABESP, de esclarecimentos a respeito da implantação de Saneamento Básico nos bairros da Região Sul.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 76/04, do Ver. CHARLES MEDEIROS – PSDB, ao Secretário de Esporte do Estado de São Paulo, de análise e atendimento do pedido de aquisição de material esportivo para a Escola Estadual de 1º Grau Idalina do Amaral Graça, do bairro do Ipiranguinha.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 77/04, do Ver. ROGÉRIO FREDIANI – PTB, ao Departamento Nacional de Infra-estrutura Terrestre – DNIT, de limpeza do bueiro na Rod. Br 101 (Cachoeira Surda), entrada do Estaleiro, no bairro do Ubatumirim.
Aprovado, por unanimidade, o Nº 78/04, do MARCOS FRANCISCO – PSC, à TELEFÔNICA, de transferência do telefone público que se localiza em frente ao nº 884, da rua Sergipe, para a rua Farmacêutico João Manuel Gonçalves.
Secretaria da Câmara Municipal de Ubatuba - 26/05/2004 - 13h06 - (Fonte: Câmara Municipal de Ubatuba)

 

Ação Litoral

Artigo Topo

Comentários sobre a Ação Civil Pública contra a Lei 2.517/04

Ao escrever estas linhas, faço-o, com a dor e o pesar de quem, aos 73 anos, vivencia um país que temos e não queremos. Tive o privilégio de representar minhas turmas de formatura, em todos os níveis de nossa formação escolar e universitária, como orador da turma, com discursos que interpretavam os anseios de nossa geração por um país que despontava como uma das grandes promessas sociais, políticas, econômicas e culturais nas décadas de 40 a 60.
No entardecer de minha vida, porém, tenho me achado numa trincheira que não desejei, mas, aonde, ainda procuro mostrar às gerações mais jovens que, se aqui teremos de viver, nunca poderemos deixar de nos tornar aquela célula construtiva e regeneradora, a que me referi em artigos sobre Cidadania, neste corpo tão disforme, tão doentio, tão cheio de aleijões que é o nosso país, atualmente, onde nos inserimos por direito de nascimento, por opção de pátria, ou porque, ainda, nem saibamos bem a razão de estarmos aqui.
A Representação que fizemos ao Ministério Público desta cidade e que foi acatada transformando-se numa Ação Civil Pública, que recebeu de nossa Justiça imediata sentença liminar de suspensão dos efeitos de uma ação arbitrária e ilegal de nosso Edis, nossos mais diretos representantes na esfera política executiva, a que mais de perto nos toca, não é ato prazeiroso.
Atingi conhecidos e amigos, aos quais devemos respeito pelo cargo que ocupam e pela importantíssima função que exercem, função essa delegada a eles por cada um de nós, seus eleitores. São, pois, homens públicos, antes de amigos. Ativemo-nos, nessa representação, aos dados e fatos legais pertinentes, sem emissão alguma de juízo de valor.
Deixamos à Justiça exercer o seu papel e temos de congratulá-la por o haver exercido com presteza, eficiência e profundo entendimento do mal que se perpetrava contra nossa sociedade. O Ministério Público de Ubatuba, em 11 laudas de excelente teor técnico, enunciou os fatos justificativos da ação proposta, as infrações do Direito cometidas, a improbidade administrativa evidenciada e formulou o pedido de Medida Liminar que suspendesse “os efeitos draconianos da Lei 2.517/04, de 05/05/2004, devendo os valores dos subsídios dos vereadores ser imediatamente mantidos na quantia de R$3.000,00, e do Presidente na quantia de R$4.000,00...”.
Entre os fatos justificativos salientou, como era de se esperar, o equívoco da Câmara Municipal em aplicar para si, Vereadores, o que a Lei só permite para os servidores públicos e membros eleitos dos Legislativos Estaduais e Federais, consignando a evidente desobediência à Constituição Federal conforme hoje modificada pela Emenda no. 25/00, acrescentando, “Oxalá pudessem os trabalhadores deste país aumentarem seus próprios salários ...”!
No rol dos ilícitos praticados na promulgação da Lei 2.517/04, sob o rótulo geral de improbidade administrativa, o Ministério Público citou, a) o Prefeito, por não haver vetado o projeto de lei, como lhe cabia fazer, importanto, assim, na sua sanção tácita pelo próprio Presidente da Câmara; b) a Lei Orgânica do Município, que os nossos legisladores municipais, até esta data, não adequaram às modificações havidas na Constituição Federal; c) os Vereadores, por terem pretendido “causar DANO AO ERÁRIO,... na medida em que retiraram do bolso do povo de Ubatuba vultosa quantia que não lhes é devida, eis que advinda de fonte inconstitucional e ilegal...”; por tentativa de ENRIQUECIMENTO ILÍCITO, “locupletando-se sem justa causa”, por violação de diversos PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, na forma estatuída pelo artigo 11 da Lei de Improbidade Administrativa”, olvidando-se, “dentre outros, dos apotegmas da moralidade administrativa, da finalidade da atuação pública e da razoabilidade”. “Deveras não agiram com o senso ético exigido pelo cargo que ocupam, esquecendo-se de valores comezinhos que devem ser o vetor do agente público. Também esqueceram-se da supremacia do interesse público sobre o interesse privado, desviando-se do fim legiferante e fiscalizador do Poder Executivo, para engordarem seus patrimônios pessoais em ano de eleição...”.
Nem se argumente que os demandados (Vereadores) não tinham ciência da inconstitucionalidade de suas atuações e agiram com erro de direito. Ora, regras da Constituição Federal são de conhecimento obrigatório de qualquer pessoa, independente de seu grau de instrução. Desde os primórdios, ninguém pode alegar o desconhecimento da lei para justificar seu descumprimento. Ainda mais no presente caso, quando a norma constitucional é de clareza ímpar.”Como se pode ver dos trechos transcritos acima, literalmente, da Ação Civil Pública, só temos a saudar o vigoroso tratamento dispensado pelo dignos Promotores de Justiça, Drs. Osvaldo de Oliveira Coelho e Marcelo Alexandre de Oliveira, por haverem entendido a gravidade e a extensão dos delitos de improbidade administrativa praticados pela Câmara Municipal de Vereadores de Ubatuba, ao se presentearem com o aumento ilícito de 28,33% de seus subsídios, os quais se tornariam maiores do que percebem os Secretários da Administração Municipal, que tem dedicação integral, imensa e pesada responsabilidade administrativa, civil e penal, em nada comparável às obrigações e ao desempenho notoriamente deficiente e ineficaz de nossos vereadores que muito deixam a desejar em dedicação pessoal, competência funcional, dignidade no exercício do cargo, ressalvadas as raras exceções.É de se louvar, também, a rapidez com que a nossa Justiça agiu.
Entre a data em que protocolamos a representação e a emissão da Sentença Liminar da Meritíssima Juíza de Direito da 1a Primeira Vara Cível, Dra. Eva Lôbo Chaib Dias Jorge, transcorreram, apenas, 11 dias. Não cabe aqui agradecimento, pois, são autoridades públicas, do Poder Judiciário, que cumpriram seu dever com a sociedade que os instituiu para tal e deles espera exatamente o comportamento que tiveram. Todavia, como cidadãos cônscios do meio em que vivemos, creio que podemos externar-lhes nossa gratidão e apreço pessoal merecido.
Meus caros leitores, melhor do que “movimentos”, por mais bem intencionados que sejam, é a AÇÃO que produz resultados eficazes. Aos políticos matreiros, os movimentos caem como presentes úteis em seus colos, que sabem como ninguém acalentar com sofreguidão maliciosa.

Ernesto F. Cardoso Jr
efcardosojr@uol.com.br
 

Crônica

Topo

Café em Veneza

No verão europeu de 1985 eu e minha mulher desembarcamos na estação ferroviária de Veneza. Tinha sido uma viagem cansativa, desde Barcelona, num trem apinhado de estudantes de cabelos loiros e mochilas nas costas. Na estação, um luminoso redondo com a letra i indicava o balcão de atendimento aos turistas. Fomos lá, estava cheio de rapazes e garotas perguntando sobre acomodações. Quando chegou a nossa vez, pedi um hotel com diária de 20 dólares, era a base que nós estávamos gastando desde Lisboa, nosso primeiro ponto de parada na Europa. Vinte dólares são sessenta reais, a inflação atingiu inclusive a moeda de Tio Sam. Hoje hotéis semelhantes custam no mínimo cem dólares que são trezentos reais. Quinhentos por cento de aumento em vinte anos! A garota do serviço de turismo nos enviou para um pequeno hotel que ficava às margens de um canal secundário, por onde passavam gôndolas. No térreo havia um restaurante com mesas debaixo de um toldo. Quando a noite chegava o proprietário as iluminava com velas. Era romântico sentar-se naquele local para tomar vinho branco gelado e ver as gôndolas passando com os casais enamorados, olhando a Lua refletida nas águas. Aliás, passear de gôndola custa caro, os gondoleiros são uma espécie profissional rara, ganham bem e seus barcos são verdadeiras obras de arte da construção naval. Veneza tem muito para mostrar, a Praça São Marcos, por exemplo. Na minha cabeça ela é sinônimo de praça, ou melhor, arquétipo. Era dos pontos favoritos para terminar os passeios. De lá caminhávamos para o hotel. Perto deste, havia uma outra praça, pequena, e nesta uma loja me chamou à atenção. Chamava-se “Café do Brasil”, tinha na porta uma placa verde e amarela com um ramo de café desenhado. Como sou grande consumidor da infusão fui ver do que se tratava. Nas pared es havia recipientes contendo café das mais variadas regiões produtoras de São Paulo e Minas Gerais. Cravinhos era uma delas, parei em frente e fiquei recordando as histórias de meu avô que viveu e casou-se com minha avó nessa cidade, onde trabalhava numa fazenda de café. O dono da loja ao ver o meu interesse perguntou se eu conhecia Cravinhos. Começamos a conversar, ele me contou que já estivera lá por duas vezes e que gostava muito da região de Ribeirão Preto. Fiquei curioso para saber sobre a loja, como ele tivera a idéia de colocar o nome e qual a razão da preferência pelo café do Brasil, já que nos anos 80, na Europa, a moda era o café da Colômbia. Ele disse que a loja fora aberta, nos anos da década de 1950, pelo governo brasileiro, através do IBC, Instituto Brasileiro do Café. Lojas semelhantes foram abertas em toda a Europa. Além de divulgar o café brasileiro, divulgavam aspectos de nossas cidades produtoras. Se tivessem tido continuidade, poderiam ter virado centros irradiadores da cultura brasileira. Acabaram fechadas por omissão, falta de visão e porque não dizer, tacanhice de nossas autoridades. Em Veneza a loja foi passada ao simpático senhor com quem conversei, as leis italianas impedem que um negócio seja fechado se tiver função social, isto é empregados vivendo do salário ali ganho. Assim a loja foi vendida ao empregado mais antigo e, ele, italiano de nascimento, passou a vida falando do Brasil e divulgando nossas coisas. Todos os dias eu entrava na loja para um dedinho de prosa e um cafézinho, o qual nunca paguei. Ele dizia que amigos não pagavam, eram convidados. Nunca mais voltei àquela loja, nem mesmo à Veneza, lembrei-me desses remotos acontecimentos ao ler nos jornais que a Colômbia está fazendo uma grande investida de marketing ao abrir lojas semelhantes em praticamente todo o mundo. Nós deveríamos fazer o mesmo, nosso café é bom e ajudaria a divulgar o nome do Brasil que só é lembrado quando há futebol, escândalos ou tragédias. Temos mais para oferecer.

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo

À Comissão Executiva do PSDB - Desejo que alguns amigos saibam de meu desligamento, a pedido, do Diretório do PSDB desta cidade. Ao fazer a representação ao MP contra o aumento dos subsídios dos vereadores envolvi, necessariamente, um dos mais importantes membros de nossa Executiva e, pois, do Diretório. Nada mais razoável, portanto, do que tomar essa atitude, além do que, a carta indica outra razão, também ponderável.

Um abraço,
Ernesto F. Cardoso Jr.

Ubatuba, 25 de maio de 2004

À
COMISSÃO EXECUTIVA DO PSDB DE UBATUBA – PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA

Como membro do Diretório do PSDB deste município, do Conselho Fiscal , venho notificar essa Comissão Executiva sobre o desrespeito ao que prescrevem os Estatutos do Partido, especificamente o Art. 103o, inciso III e o Art. 32, inciso I e II, que rezam o seguinte: “O ato de convocação das Convenções e Diretórios deverá atender, sob pena de nulidade, aos seguintes requisitos:
Inciso I – a) 5 (cinco) dias, quando se tratar de convocação de Diretório;
Inciso II – notificação pessoal, sempre que possível, nos prazos referidos no inciso anterior, àqueles que tenham direito a voto.
Com referência à minha pessoa, devo informar que não fui comunicado, por qualquer membro dessa Comissão Executiva, a respeito da reunião do Diretório havida dia 19 de maio p.p. Além da irregularidade praticada, que considero desrespeitosa, mas, levando em conta, também, o notório desconforto do Presidente, atualmente, em relação à minha pessoa, por razão conhecida e provável causa dessa atitude provinciana e autoritária, em respeito a mim mesmo peço, formalmente, demissão da função que ocupo no Diretório.

Atenciosamente
Ernesto F. Cardoso Jr.

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Itaguá

Praia do Itaguá
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor