Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 21 de junho de 2004 - Nº 1059 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Portal da Palmeira Disk Denúncia

Região
Diretor de Meio Ambiente denuncia abandono dos Parques Estaduais

Caraguatatuba
Caraguá quer ser a ‘porta de entrada’ da maior jazida de gás do Brasil
Homem sem documentos morre atropelado por carreta tipo “cegonha”

Ilhabela
Semana Internacional de Vela de Ilhabela espera bater recorde de participação

São Sebastião
Maresias reclama do grande número de cachorros na praia
Prefeitura aguarda mais verbas
Vítima de roubo em Juquehy reconhece assaltante na rua e avisa polícia
Litoral Norte não possui órgão para fiscalizar transporte escolar ou coletivo urbano
DER é responsável por eventuais acidentes nas estradas da Costa Sul de São Sebastião
Morador apela por rede de esgoto
Vereador cobra demarcação para estacionamento de motos

Ubatuba
Torneio Acquakids de Natação será no domingo, na Piscina Municipal
Projeto sobre extração de saibro cumpre mais uma etapa
Administrador é assaltado por casal de joven

Seções
Artigo
Carta do Leitor

Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Diretor de Meio Ambiente denuncia abandono dos Parques Estaduais

Litoral Norte  - “Muito grave. É esta a situação dos Parques Estaduais frente a ações de criminosos ligados à caça de animais silvestres, extração clandestina de palmito, tráfico da fauna e flora”. Este foi o testemunho do diretor de Meio Ambiente da Prefeitura de São Sebastião, Nivaldo Simões, durante debates anteontem após palestra da diretora geral do Instituto Florestal, Maria Cecília Wey de Brito, no Teatro Municipal de São Sebastião.
Segundo Simões, a fragilidade das unidades de conservação se deve ao fato da Polícia Ambiental não atuar nas áreas de domínio dos Parques Estaduais. Outra razão é a ausência dos então chamados guarda- parques, funcionários do Instituto Florestal, órgão do Estado. Há mais de quatro anos, os poucos guarda-parques que existiam deixaram de fiscalizar as áreas por falta de segurança, já que não têm porte de armas. 
Conforme Nivaldo Simões, existe interpretação sobre a aplicação da Lei de Crimes Ambientais, depois de reformulada, quanto a Polícia Ambiental não mais proceder a autuações dentro de Parques Estaduais. “O patrulhamento da Polícia Ambiental está voltado à área urbana”. 
“Estarrecedor” - O diretor do Parque Estadual de São Sebastião, Edson Marques Lobato, confirma que a Polícia Ambiental não tem realizado patrulhamento dentro da unidade de conservação. “Quanto à falta de fiscalização, ficamos estarrecidos”, ele disse. 
Maria Cecília também afirmou que regulamentação da Lei de Crimes Ambientais eliminou dispositivo sobre autuações da Polícia Ambiental dentro de Unidades de Conservação. Também disse que com as atuais normas para desarmamento, guarda-parques não podem ter posse de armas. Mas ela disse que a questão sobre o trabalho da Polícia Ambiental tem sido discutida.
Nivaldo Simões afirma ser muito fácil encontrar armadilhas como “mundeó, canho-zinho, laços, gaiolas, xiqueirinhos”. Segundo ele, há muitas pessoas trabalhando como guias de caçadores e outras traficando animais e plumas. Também declara que ocorre corte de árvores para construção de canoas destinadas a venda. “Falo com certeza sobre a situação dos Parques Estadual de São Sebastião e de Ilhabela, mas aposto que o mesmo acontece nas demais unidades de conservação”, ele enfatiza. Ainda declara que há muita gente morando nas áreas de entorno dos Parques Estaduais.
“O que cabe a nós- diz o ambientalista Nivaldo Simões - é gritar, denunciar”. O diretor municipal lembra que em São Sebastião é realizada a Operação Integrada entre Prefeitura, Polícia Ambiental e Instituto Florestal, mas o trabalho é afeto às construções clandestinas e irregulares. Segundo ele, neste caso a Polícia Ambiental entra no Parque Estadual porque as ações administrativas ficam a cargo da Prefeitura. “E o Estado não vê com bons olhos as ações da Prefeitura”, ele diz.
“É espantoso; as unidades de conservação estão ao ‘Deus Dará’”, desabafa Nivaldo Simões. “Se não houver gente para trabalhar em campo, não há como resolver a situação”. Ele lembra que quando os guarda-parques chegaram em Ilhabela, em 1980, houve queda de 95% de caça. 
Maria Cecília, diretora geral do Instituto Florestal, concorda com a grave situação dos Parques Estaduais por conta da falta de fiscalização. Mas ela considera que cabe à Polícia Ambiental este controle, até por uma questão de bom senso.
Falta de pessoal - Conforme Maria Cecília, o Instituto Florestal tem 1.108 funcionários, muitos deles próximos da aposentadoria, para cuidar de 800 mil hectares, o que é insuficiente. Segundo ela, há anos estão suspensas contratações de pessoal pelo governo do Estado em razão de problemas financeiros, frente à lei de Responsabilidade Fiscal. Por ser fundamental a presença física nas unidades de conservação, ela afirma que a terceirização é um subterfúgio, mas inviável porque o curso é maior e os funcionários não têm treinamento adequado, sendo “guardas patrimoniais”. Ela afirma que numa situação de emergência é contratado este serviço. Segundo Maria Cecília, o orçamento da Secretaria Estadual de Meio Ambiente representa cerca de 0,6% do total do Estado. Também afirmou que a falta de recursos não será resolvida por programas de ecoturismos. “Isto é ficção; existem os papéis que o Estado tem de cumprir e a sociedade deve exigir”, conclui a diretora geral do IF. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o orçamento do Estado, neste ano, aprovado pelo Legislativo, é de R$ 62,5 bilhões. O orçamento da secretaria é de R$ 340,4 milhões, o que representa 0,56% do total do Estado.
Polícia Ambiental tem atribuição de fiscalizar - A Resolução 03/1997, da SMA (Secretaria de Meio Ambiente do Estado) e da Secretaria de Segurança Pública do Estado estabelece que nas Unidades de Conservação a Polícia Ambiental fará a fiscalização móvel. A informação foi divulgada ontem pela assessoria de imprensa da SMA, ao Imprensa Livre. Conforme a SMA, pela Resolução, o policiamento não terá base fixa dentro dos Parques Estaduais, mas deverá realizar o patrulhamento móvel. “É para isto que a Polícia Ambiental existe”, declarou a SMA.
Ontem, o tenente David de Souza, comandante da 3ª Companhia da Polícia Ambiental no Litoral Norte, chegou a considerar que a reportagem do Imprensa Livre não teria entendido as manifestações sobre a Polícia Ambiental, anteontem no Teatro Municipal. A Polícia Ambiental não compareceu à palestra. O tenente David afirma que a Polícia Ambiental realiza o patrulhamento dentro dos Parques Estaduais do Litoral Norte. Segundo ele, o que ocorre é mudança em termos de autuações administrativas, mas que não impedem a fiscalização dentro do domínio dos Parques. “Estamos agindo normalmente”, assegura o tenente. “Inclusive, na próxima terça-feira teremos uma reunião para discutir estratégicas contra extração de palmito”. 
“Nossa obrigação” - O comandante explica que a Polícia Ambiental está ligada à Secretaria de Segurança Pública, que mantém convênio com a Secretaria de Meio Ambiente. Segundo ele, por meio do convênio ficou estabelecido que a SMA viabiliza os meios, a infra-estrutura, e a Segurança Pública do pessoal capacitado. “É nossa função, prevista nas Constituições do Estado e da União, nossa obrigação de fiscalizar e reprimir danos ambientais, inclusive dentro dos Parques Estaduais”. O tenente David afirma que a Polícia Ambiental trabalha com o DEPRN (Departamento Estadual de Proteção Natural). “Todas as nossas autuações passam pelo crivo do DEPRN”. Ele afirma que as autuações e multas estão vinculadas às Resoluções 27 e 28/1990 e 82 e 83/1998. Pela Resolução 27/90, foi criado o auto de infração. Antes, a Polícia Ambiental usava auto do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), o que implicava o repasse dos recursos pagos, aos cofres da União.
Segundo o tenente David, pela Resolução 27/90, a aplicação de autos de infração precisa estar embasada em leis. Ele afirma que o artigo 18 da lei 6938/81 transformou em reserva ecológica todas as áreas de preservação permanente, implícito aí grande valor. Com a lei 9985/2000, não mais existe a classificação reserva ecológica, e os Parques Estaduais passaram ser tratados como área de preservação permanente. 
O tenente explica que o artigo 5º do Código Florestal foi revogado e multas sobre autuações em áreas dos Parques passaram a ser tratadas como área de preservação permanente, em termos administrativos. No caso de um flagrante do crime de caça dentro do Parque Estadual, o tenente explica que o acusado é multado em R$ 7.560,00 e é lavrado um TC (Termo Circunstanciado). Também deverá responder processo criminal. Se o acusado for encontrado com arma, será levado à Delegacia de Polícia Civil, em razão do porte de arma. 
O tenente afirmou ontem que as declarações de Nivaldo Simões são espantosas. “Ele está totalmente equivocado quanto à falta de fiscalização da Polícia Ambiental”. David também afirma que Nivaldo Simões, enquanto funcionário público, deveria ter encaminhado suas informações sobre os casos de crime dentro dos Parques, pelo menos à Polícia Ambiental, para providências. “Ele deveria repassar as informações”, o tenente conclui. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá

Caraguá quer ser a ‘porta de entrada’ da maior jazida de gás do Brasil

Caraguatatuba -  A torcida é grande, principalmente por parte dos vereadores, para que a cidade seja a ‘porta de entrada’ da maior jazida de gás natural do país. A corrida é pelos royalties que trarão emprego e arrecadação de impostos para Caraguá, caso os gasodutos passem pela cidade. Representantes da Petrobras da região, mais quatro engenheiros vindos do Rio de Janeiro, além de vereadores, secretários municipais e a sociedade civil, estiveram na Câmara na tarde da última quarta-feira, através da solicitação do presidente Wilson Agnaldo Gobetti (PPS) e da vereadora Madalena Fachini (PSB). Os parlamentares buscavam informações sobre as implicações na instalação de oleodutos e gasodutos na cidade. Há cerca de um mês foi discutido na Casa um projeto para regulamentar o uso do solo, no qual o vereador Aureliano Gonçalves Pereira (PTB) apresentou emenda para proibir a instalação de dutos na cidade. O projeto deve ser votado nas próximas sessões ordinárias.
Em setembro do ano passado foi descoberta uma reserva de gás natural na Bacia de Santos, aumentando a reserva nacional de 70 bilhões de metros cúbicos para 419 bilhões. Foi considerada a maior reserva potencial de gás natural do país, a 135 quilômetros do litoral paulista. A área denominada bloco BS-400 fica em frente à São Sebastião/Ilhabela. A segunda área no mesmo bloco, descoberta cinco meses antes, é a SPS-35, localizada no Rio de Janeiro. A ‘porta de entrada’ para o escoamento do gás poderá ser escolhida dentro da área que vai de Santos a Angra dos Reis. Há três refinarias nesta região para auxiliar no transporte do gasoduto, sendo uma delas a Revap (Refinaria do Vale do Paraíba). “Com certeza aproveitaremos a estrutura que existe em São Sebastião, por onde passa 50% do petróleo consumido no país. A escolha das cidades por onde passarão os gasodutos depende da viabilidade econômica e ambiental”, explicou Glauco Colepícolo Legatti, gerente de Implementação de Empreendimentos para Transpetro (Dutos e Terminais). Legatti explicou que dutos podem passar por regiões urbanas e rurais, sempre ficando 1,2 metros abaixo do solo em estradas ou até no sub solo de leitos de rios. “Temos que proteger o duto por dentro da terra e por fora, por isto, antes de sua instalação, conscientizamos a população envolvida. Todo o trajeto por onde passa o duto é sinalizado com placas. O local pode ser utilizado como pasto ou até para plantação de árvores com raízes curtas”, disse. 
Os dutos podem sofrer danos por três motivos, como confirmou Legatti, através da falha de equipamento, corrosão ou problemas externos no solo. Para proteção dos dutos são utilizadas fitas de polietileno entre outros métodos, como o PIG instrumentalizado, equipamento que passa por dentro do duto verificando sua espessura. “Há também inspeção terrestre e aérea pelo menos uma vez por mês. Mesmo assim, corremos o risco de ter acidentes”, disse Rogério Picado, responsável da Petrobras no Estado pelo setor de Saúde, Meio Ambiente e Segurança.
Acidentes em Caraguá - O vereador Antonio Stevan de Matos (PSDC) questionou se Caraguá está estruturada para futuros acidentes com gasodutos. Legatti explicou que antes dos dutos serem instalados é estudado o impacto ambiental da área, feito análise de risco e analisada a infra-estrutura da cidade. “Caraguá tem 340 agentes ambientais treinados. Se por acaso a cidade não tiver um hospital adequado, nós estruturaremos, como fizemos em outras regiões”. O gerente do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso) Geraldo Marfurte explicou que em caso de acidentes, há disponível mais de 10 mil metros de barreiras, equipamentos e um barco de combate à emergência que custa R$ 20 mil por dia, só para ficar de prontidão. “Convido todos os vereadores para conhecerem de perto nosso terminal”.
O vice-prefeito José Pereira de Aguilar questionou o que ‘de concreto’ Caraguá ganharia com a instalação de gasodutos. Legatti explicou que há comprovado a descoberta da maior jazida de gás do país, quantidade equivalente a que viabilizou o projeto de gás na Bolívia, o qual o Brasil é importador. Os dois blocos de gás estarão sendo comercializados em 2010.
“Caraguá está próximo do mercado consumidor. Os benefícios financeiros implicam no repasse dos royalties e na arrecadação de mais ISS (Imposto Sobre Serviço). Só para a construção de uma unidade de processamento, empregaremos de 400 a 800 pessoas durante os cerca de oito meses de construção, priorizando a mão-de-obra local”.
Porém, Marfurte ressaltou que não se deve criar expectativa. “É um projeto para os próximos seis anos. Não sabemos onde os dutos passarão, torcemos que seja aqui”, explicou o gerente do Tebar, confirmando que atualmente há mais de 250 milhões sendo investido em obras em São Sebastião. A vereadora Fachini questionou o que seria feito com os homens que viriam à cidade somente para a construção do duto. Legatti ressaltou que os caiçaras locais receberiam formação e aprimoramento.
Por fim, o vereador Juarez Pereira Pardim (PPS) deixou ‘as portas abertas’ para que a Petrobras inclua Caraguá na rota do novo gasoduto. 
“Quisera nós termos um Tebar. A Petrobras é orgulho de empresa brasileira”, finalizou. Nos últimos anos, a Petrobras recebeu dois prêmios mundiais devido a tecnologia ‘mais avançada’ em exploração de águas profundas. (Fonte: Imprensa Livre)

Homem sem documentos morre atropelado por carreta tipo “cegonha”

Caraguatatuba - Um homem ainda não identificado morreu no final da tarde de quinta-feira após ser atropelado por uma carreta do tipo “cegonha” no Km 109,5 da SP-55, bairro Porto Novo. Ele conduzia uma bicicleta quando caiu embaixo do veículo, que passou por cima dele.
Segundo testemunhas, a vítima não estaria usando a ciclovia, mas trafegando no canto da pista de rolamento, na ponte do rio Juqueriquerê. 
Quando a carreta, conduzida por Edson Severo da Costa, de 36 anos, de São José dos Campos, passou ao lado, a vítima teria tentado sair da pista, mas se atrapalhou com a guia e acabou caindo. As rodas traseiras passaram por cima do ciclista, que morreu na hora. Ele não portava documentos. A vítima era branca, careca, com cerca de 1,72 de altura e aparentava ter entre 45 e 50 anos de idade.
De acordo com a Polícia Rodoviária, a carreta estava no sentido São Sebastião/Caraguatatuba. Ela transportava carros novos para o porto de São Sebastião, mas na hora do acidente retornava já vazia. O motorista disse à polícia que quando viu o ciclista tentou desviar e depois sentiu que o reboque havia passado por cima de algo. O acidente foi registrado na delegacia da cidade. (Fonte: Imprensa Livre)


Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano
Sailing Shop

Semana Internacional de Vela de Ilhabela espera bater recorde de participação

Ilhabela - Os amantes do iatismo vão invadir a capital da vela. A 31ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela, considerada o maior evento da América Latina, programado para acontecer entre os dias 9 a 17 de julho, promete bater recorde em número de participantes.
Agora fazendo parte do calendário oficial da ISAF (International Sailing Federation), órgão máximo da vela mundial, o número de veleiros estrangeiros no canal de São Sebastião deve aumentar significativamente. 
No ano passado o evento reuniu mais de 1.400 velejadores e cerca de 200 barcos, gerando cerca de R$ 7 milhões para o município entre hospedagem, alimentação e compras em geral. Para a 31ª edição, são esperados mais de 3 mil participantes e a estimativa é que os lucros também aumentem. A novidade desta edição será a realização da semana de monotipo junto com as regatas de oceano. A regata dos veleiros de monotipo vai de 9 a 11 de julho e será realizada na Praça de Vela de Ilhabela, no Pequeá. Enquanto que a participação dos veleiros de oceano começa no dia 10 de julho, com a largada da tradicional Eldorado - Alcatrazes por Boreste, uma regata de longo percurso, onde os veleiros percorrem uma distância de 50 milhas náuticas (aproximadamente 90 quilômetros); além da Regata Ilha de Toque-Toque por Boreste.
Nos dias 12 e 13 acontece o 6º Grand Prix, com a participação das classes HPE, Beneteau 40.7, Carabelli 32, Delta 32, ILC 30, ILC 25 e Skipper 21. Do dia 14 a 17 de julho prosseguem as competições com pontuação para a Semana Internacional de Vela, com regatas do tipo barla-sota - montado com duas bóias infláveis, uma na direção do vento (barlavento) e outra distante duas milhas da primeira a favor do vento (sotavento). 
Race Village - No ano passado os turistas e velejadores que acompanharam a Semana de Vela foram agraciados com um Piano de cauda a céu aberto. O piano ao cair da tarde”, com o pianista José Henrique Castellane, foi montado no tradicional “Race Village”.
Em cada cantinho do Race Village (local de exposições, shows e palestras montado na Vila) será montada uma atração diferente. O objetivo desse espaço, segundo os organizadores, é integrar os velejadores, turistas e a comunidade. A programação do Race Village deste ano ainda não foi definida. Os shows, palestras e exposições deverão ser agendados na próxima semana. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Maresias reclama do grande número de cachorros na praia
Serviço de castração de animais está parado na praia mais badalada do litoral

São Sebastião  - Os moradores de Maresias, na costa sul de São Sebastião, reclamam do grande número de cachorros abandonados na praia e ruas próximas. Maresias é uma das praias mais badaladas do Litoral Norte na temporada de verão.
O presidente da Somar (Sociedade Amigos de Bairro de Maresias), Wanderlei Nogueira, disse que há estimativas que indiquem que existe cerca de 200 cachorros de rua no bairro. Havia um serviço de castração de animais no bairro, mas atualmente este procedimento está paralisado. Nogueira disse que antes das castrações, este número era ainda maior. A lei proíbe a permanência de cães nas praias. Os animais reviram o lixo, causam medo em parte dos turistas e até provocam acidentes de trânsito.
Segundo o morador José Roberto de Almeida, 35 anos, os turistas abandonam muitos cachorros na cidade, inclusive cães de raça. Alguns são comprados para guardar casas de venraneio, mas acabam fugindo. Os cães são atraídos para a praia pelos ambulantes que vendem comida e também pelos turistas que os alimentam. A funcionária pública Tania Ladaga, 40 anos, possui 16 cachorros em sua casa. "Fico com dó de ver tantos cachorros abandonados e cuido deles", disse Tania. 
Segundo os moradores, o número de cães estava controlado quando o centro veterinário inaugurado em 2001 pela Somar realizou 276 castrações em dois anos.
Acordo - No ano passado, a Somar firmou um acordo com a prefeitura, que assumiu o prédio do centro veterinário, com a intenção de instalar no local um centro de zoonoses, que seria o único do município. O centro veterinário foi desativado no ano passado porque a Somar, uma associação voluntária, não tinha verbas suficientes para manter o prédio, devido ao alto custo do material que era utilizado para fazer as castrações gratuitamente para os donos de cães. A prefeitura assumiu o prédio e realizou pequenas reformas, como pintura e construção de novas baias para abrigar os animais. A reforma foi concluída este ano, mas o centro não está funcionando. A prefeitura informou que aguarda a compra de equipamentos e móveis para o centro de zoonoses entrar em atividade (leia texto abaixo). Os moradores pedem urgentemente o início das atividades do centro de zoonoses, para que os animais sejam recolhidos e tratados pela prefeitura, diminuindo o número de cães nas ruas. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura aguarda mais verbas

São Sebastião - A assessoria de imprensa da Prefeitura de São Sebastião informou que tem que comprar equipamentos e móveis para que o centro de zoonoses comece a funcionar. A prefeitura fez o levantamento dos materiais necessários e calculou os custos dos equipamentos, mas ainda não foi estabelecida uma data de compra. A previsão é que ela seja feita ainda este ano. Segundo a assessoria, a prefeitura tem conhecimento do problema do grande número de cachorros que existe na município, especialmente a costa sul, e faz frequentes campanhas institucionais para que as pessoas não levem os animais à praia. (Fonte: ValeParaibano)

Vítima de roubo em Juquehy reconhece assaltante na rua e avisa polícia

São Sebastião - A Polícia Civil prendeu na tarde de quinta-feira C.M.S., de 20 anos, suspeito de roubar um mercado na SP-55 há mais de um mês no bairro Juquehy, na Costa Sul. A vítima deste roubo viu o assaltante no bairro e avisou a polícia. Os investigadores do 2° Distrito Policial foram atrás do suspeito, levando-o à delegacia, onde ele foi interrogado pelo delegado José Lamartine Fagundes. C. negou o crime, mas foi prontamente reconhecido pela vítima, uma vez que fez o crime sem esconder o rosto. Como o crime ocorreu há mais de um mês, sem flagrante, o delegado pediu a prisão temporária de C., acatada pela Justiça ainda na quinta-feira. C., que não tinha antecedente criminal, foi recolhido na cadeia pública local. No dia do crime ele entrou no estabelecimento disfarçado de cliente. C. pegou algumas mercadorias das prateleiras e ao passar no caixa ameaçou uma funcionária com uma garrafa de vodka. Ele pegou cerca de R$ 300, além da mercadoria que já estava na sacola, fugindo rumo ignorado. C., natural de Guarulhos, é morador da rua Ladislau Serafim dos Santos, no mesmo bairro do crime. Lamartine explicou que ele não é o autor dos demais crimes que têm ocorrido em Juquehy e que são atribuídos a uma dupla cujos portes físicos são de um gordo e um magro. Estes, declarou o delegado, ainda estão sob investigação. (Fonte: Imprensa Livre)

Litoral Norte não possui órgão para fiscalizar transporte escolar ou coletivo urbano

São Sebastião - Em ofício encaminhado ao presidente da Câmara Marcos Leopoldino (PTB), o prefeito Paulo Julião (PSDB) informa que o município de São Sebastião, assim como a região do Litoral Norte de São Paulo, não dispõe de órgão específico para fiscalizar o transporte escolar ou coletivo urbano. A fiscalização, segundo ele, é realizada pelo Detran, Polícia Militar e Polícia Militar Rodoviária. 
A informação foi repassada em atenção a um requerimento do vereador Edvaldo Amarante Reimberg (PPS), aprovado pela Câmara Municipal em 11 de maio de 2.004. No documento, Amarante fez uma série de indagações à administração municipal especificamente com relação ao transporte escolar. “A preocupação é necessária, pois devemos zelar pela segurança dos usuários, principalmente das crianças”, salientou o autor na ocasião. Segundo ele, alguns veículos da empresa que transportam os estudantes da cidade circulam em alta velocidade. Ele garante que já presenciou algumas cenas na Costa Sul do município, o que coloca em risco a integridade física dos educandos.
Prestação de serviço - De acordo com o prefeito, a municipalidade não tem contrato de prestação de serviço para realizar o transporte escolar, ou seja, a empresa Autoviass – responsável pelo transporte coletivo urbano em São Sebastião – não exerce atividade de transporte escolar específico. Julião explica que os estudantes recebem determinado número de passes escolares necessários ao deslocamento da casa para a escola e vice-versa, os quais são utilizados nas linhas e ônibus que melhor convier ao aluno. 
“Excepcionalmente nos logradouros onde não existe linha regular, a empresa disponibiliza alguns veículos para circular em trajetos alterados e recolher estudantes até as escolas. Portanto, estes ônibus são utilizados tanto na linha regular quanto no recolhimento de alunos”, frisa. Conforme enfatiza, se a empresa não procedesse dessa maneira os educandos, em sua maioria, teriam que andar longos trajetos até o itinerário oficial da linha. Contudo, destaca o prefeito, nas linhas alternativas a empresa fixa em seu pára-brisa a plaqueta “Escolar”. Julião fornece, ainda, outras informações questionadas pelo autor, como, por exemplo, se os veículos possuem equipamento registrador inalterável de velocidade de tempo e se os mesmos são inspecionados, semestralmente, para verificar acessórios obrigatórios e de segurança. Segundo ele, os ônibus passam por uma inspeção periódica de acordo com a quilometragem rodada, obedecendo a plano de manutenção preventiva inferior a semestral. Quanto ao registro de velocidade, o prefeito declara que existe o equipamento nos veículos da empresa. Respondeu, ainda, que todos os condutores têm idade superior à 21 anos, com habilitação na categoria D, além de não terem cometido nenhuma infração grave ou gravíssima, nem serem reincidentes em violações durante os 12 últimos meses. (Fonte: Imprensa Livre)

DER é responsável por eventuais acidentes nas estradas da Costa Sul de São Sebastião

São Sebastião - A responsabilidade por eventuais acidentes que vitimem pedestres na rodovia SP-55, devido a falta de sinalização em alguns bairros da Costa Sul de São Sebastião, é, segundo o prefeito Paulo Julião, do DER (Departamento de Estrada de Rodagem), já que a estrada que corta a região é estadual. “A responsabilidade por eventuais ocorrências que vitimem pedestres ou cause danos a patrimônio particular será do Estado, desde que esses fatos aconteçam em razão da falta de sinalização”, explica o prefeito. 
A informação foi repassada, via ofício, ao presidente da Câmara, Marcos Leopoldino (PTB), em resposta a um requerimento do vereador Aldo Pedro Conellian Júnior (PV), aprovado pela Câmara Municipal em 27 de abril de 2.004. Na ocasião, o autor questionou quem faria a sinalização nos bairros de Boracéia, Boiçucanga, Maresias e Barequeçaba, em função do prefeito ter vetado duas emendas aditivas ao projeto de lei que delimitou o perímetro urbano da cidade. As emendas estabeleciam que alguns trechos da rodovia SP-55 São Sebastião/Bertioga seriam de responsabilidade do município. Eram eles: em Boracéia, entre os quilômetros 187 e 191 da avenida Manoel Rabelo; em Boiçucanga, toda a extensão da avenida Walkir Vergani; em Maresias, toda a extensão da avenida Francisco Loup; e em Barequeçaba, o trecho compreendido entre a rua Sebastiana Leite Bueno e Luiz Lemos do Val. Conellian também indagou quais as medidas que a prefeitura já teria adotado para exigir do DER a sinalização dos trechos, uma vez que escapam a sua jurisdição. Ele alertou, na época, que trata-se de locais urbanizados, com casas comerciais, residenciais, travessias de escolares e pontos de ônibus de ambos os lados. 
De acordo com o prefeito, a ação da prefeitura foi conversar com o diretor do DER da região pedindo a colocação de sinalização em toda a rodovia que atravessa o município. (Fonte: Imprensa Livre)

Morador apela por rede de esgoto

São Sebastião - O auxiliar de manutenção Juan Carlos Sepúlveda Riadi, morador do Bairro São Francisco, apela às autoridades públicas para a instalação de rede de esgoto na rua Amadeus Dias Filho, neste bairro. No dia 20 de dezembro do ano passado, em entrevista publicada no Imprensa Livre, ele fez o mesmo pedido. Indignado e preocupado com a falta do saneamento básico, o chileno naturalizado brasileiro afirma que água potável e tratamento de esgoto são necessidades principais de um país. “Já falei com vereadores, já falei com a Sabesp, mas nada é resolvido”. Ele declara que o esgoto corre a céu aberto. Isto implica risco a saúde pública e poluição da praia. A praia do Bairro São Francisco, com freqüência fica poluída por esgoto doméstico, como acontece hoje, segundo boletim da Cetesb (Companhia Estadual de Tecnologia e Saneamento Ambiental). A rua íngreme, com cerca da 130 metros de extensão, segundo o morador, tem somente tubulações da Sabesp para distribuição de água, o que ainda não ocorre por falta de ligações domiciliares. Ele explica que o abastecimento é feito por mangueiras direto em curso d’água natural. Riadi declara que além dos riscos em relação ao esgoto a céu aberto, o odor dos efluentes é insuportável. Também afirma que o estado precário desta via piora em dias de chuva, deixando o trecho intransitável.
Ontem a assessoria de imprensa da Sabesp informou que a rede de água na rua citada foi instalada em dezembro do ano passado. Quanto à falta de ligações domiciliares, a empresa lembra que os moradores devem solicitá-las. 
A Sabesp também afirma que não pode instalar a rede de esgoto na área em razão de “soleira negativa”, situação em que os imóveis ficam abaixo do nível da rua ou da rede da Sabesp, inviabilizando a conexão do esgoto. Conforme a Sabesp, há a necessidade de uma estação elevadora de esgoto em área particular, mas isto não é responsabilidade da empresa. Onde não há rede, os moradores precisam ter fossas sépticas adequadas.
(Fonte: Imprensa Livre)

Vereador cobra demarcação para estacionamento de motos

São Sebastião - O vereador Edvaldo Amarante Reimberg está cobrando da prefeitura, por meio da indicação apresentada esta semana na Câmara, o cumprimento da lei 1.671/03, que dispõe sobre a demarcação de locais para estacionamento de motos no Centro de São Sebastiã. Criada a partir de um projeto apresentado por ele, a lei foi aprovada em dezembro de 2003 e as primeiras áreas onde as demarcações poderiam ser implantadas eram as ruas Duque de Caxias, Capitão Luiz Soares, Praça Professor Antônio Argino e Marechal Deodoro da Fonseca. 
“Implantar estacionamentos de motocicletas em praças da cidade poderá, em parte, resolver o número de vagas para os automóveis, principalmente nos pontos mais críticos”, destacou Reimberg. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Marketing Político e Assessoria de Imprensa

Torneio Acquakids de Natação será no domingo, na Piscina Municipal

Ubatuba - Será no próximo domingo, dia 27, às 9 horas, na Piscina Municipal, o 4ª Torneio Dimonaco/Restaurante Drumond Acquakids de Natação. O torneio é dividido em várias categorias, sendo que serão premiados com medalhas, os três primeiros de cada prova. Também será disputada pelas academias de natação de Ubatuba, o titulo de campeã do torneio. (Fonte: Imprensa Livre)

Projeto sobre extração de saibro cumpre mais uma etapa

Ubatuba - Nessa semana o Secretaria de Meio Ambiente (Sema) da Prefeitura acompanhou os trabalhos de campo de duas equipes do Instituto Geológico (IG) da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo. O chefe de Planejamento e Proteção Ambiental da Sema, Fabián Pérez, conduziu as equipes por todo o município, do Camburi à Maranduba, registrando locais onde ocorreram extrações de saibro. Nesses locais, as equipes analisaram a estabilidade geotécnica e condições geomorfológica dos pontos. Este levantamento faz parte do Projeto denominado Diretrizes para a Regeneração Sócio-Ambiental de Àreas Degradadas por Mineração de Saibro (Caixas de Empréstimo), Ubatuba-SP, desenvolvido em uma parceria da Prefeitura de Ubatuba e o Instituto Geológico, com apoio da Fapesp (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo), sob o processo nº 03/07182-5.
O próximo passo será a realização de um workshop nos dias 24 e 25 deste mês na praia da Fazenda, no Núcleo Picinguaba. Informações e inscrições podem ser obtidas pelos endereços eletrônicos: cferreira@igeologico.sp.gov.br e cjfcjf@ig.com.br, ou pelo fax 11 5077-2219 com os seguintes dados: nome, instituição, endereço completo, telefone, fax, endereço eletrônico, dias nos quais pretende participar. O número de vagas é limitado para 60 pessoas. Segue programação abaixo:

24 de junho, quinta-feira 
8h30 – Recepção
9h30 – Apresentação do projeto Diretrizes para a Regeneração Sócio Ambiental de Áreas Degradadas por Mineração de Saibro (Caixas de empréstimo), Ubatuba
10h – Painel 1: A inserção da mineração de saibro nos planos gestores da região
Debatedores convidados:
Comitê de Bacia Hidrográfica do Litoral Norte: Plano de Bacia
Prefeitura de Ubatuba: Plano Diretor
Instituto Florestal: Plano de manejo do PESM, Gerco, Projeto Orla
12h30 – Almoço
14h – Painel 2: Licenciamento Ambiental e Minerário da Extração de Saibro
Debatedores convidados:
Cetesb, DEPRN, IF, CONDEPHAAT, DNPM, Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Ubatuba e Polícia Militar Ambiental
16h – Intervalo
16h30 – Debates: Perspectivas da mineração de saibro em Ubatuba
18h - Encerramento 

25 de junho, sexta-feira 
8h30 – Recepção
9h – Painel 3: A extração de saibro e a cadeia sócio-econômica
Debatedores convidados:
Associações de classes, Mineradores, Prefeitura de Ubatuba, Comerciantes, Empresas de consultoria, Instituições de Pesquisa
12h – Almoço
13h30 – Painel 4: Perigos ao bem-estar social relacionados às áreas mineradas para saibro
Debatedores convidados:
Defesa Civil Estadual e Municipal, Secretaria de Saúde, Instituições de Pesquisa e Sociedade Civil Organizada
15h30 – Intervalo
16h – Painel 5: Diretrizes para a regeneração sócio-ambiental das áreas degradadas pela mineração de saibro
Debatedores convidados:
Ministério Público, Prefeitura de Ubatuba, Instituições de Pesquisa, Sociedade Civil Organizada, Órgãos Públicos Estaduais e Empreendedores do Setor
17h30 - Encerramento. (Fonte: Imprensa Livre)

Artesanato de materiais reciclados no Centro de Informações Turísticas

Ubatuba - Desde o dia 09, o Centro de Informações Turísticas de Ubatuba, onde também funciona a Secretaria Municipal de Turismo, está com uma exposição de artesanato muito interessante. As peças são feitas com reciclados: fibras, retalhos, palha, cachos de palmeira imperial, garrafas PET e sacos plásticos são alguns dos materiais usados na confecção de bolsas, luminárias, tapetes e enfeites.
Os turistas que vão à procura de informações se encantam com o talento dos artesãos ubatubenses que com imensa criatividade produzem peças de muito bom gosto. Um exemplo são as bolsas confeccionadas pelo pessoal da Fundação Alavanca. Feitas com sacos plásticos, papéis de balas e fitas de vídeo, o resultado são bolsas originais, que ao serem compradas estarão contribuindo para a geração de emprego e renda na Comunidade do Pé da Serra, além de ajudar também na reciclagem de materiais que são nocivos ao meio ambiente, auxiliando na limpeza das praias. As luminárias feitas pelos artesãos Adelaide Quaglio e Flávio Bueno são outra amostra da possibilidade de utilizar o que é descartado pela natureza e transformá-lo em arte. Fibra de bananeiras, coqueiros, folhas de arecas e palmeiras, troncos, viram peças únicas. “Assim como os órgãos públicos devem dar apoio aos artesãos devido ao pouco espaço destinado à eles, os artistas devem saber aproveitar esse apoio, já que com suas peças acabam atraindo mais turistas e deixando o local de exposição bem mais atraente. A arte é cultura e é isso que valoriza a cidade como um todo”, diz Adelaide. Para o Secretário Municipal de Turismo, Sidney Gasparetto, “o apoio do poder público é fundamental para a valorização dos nossos artistas”. (Fonte: Imprensa Livre)

Administrador é assaltado por casal de jovens

Ubatuba - O administrador S.D.G.O., de 54 anos, foi vítima de assalto praticado por um casal, que aparentava serem adolescentes. O crime ocorreu na noite de quinta-feira, na rua Antônio Atanazio da Silva, bairro Itaguá.
A vítima estava na sala da casa, assistindo televisão, quando surgiram os menores, que entraram pela porta, que não estaria trancada. Quando o administrador se deu conta, os dois encapuzados já estavam com um revólver encostado na cabeça dele.
O casal pediu dinheiro e levou a carteira contendo os documentos e R$ 16. Em seguida eles trancaram a vítima no banheiro. Após alguns minutos, o administrador conseguiu destrancar a porta, avisando a Polícia Militar, que fez patrulhamento, mas sem localizar os suspeitos.
Na madrugada do mesmo dia a cidade já havia registrado outro assalto, na avenida Guarani, no Centro. O garçom F.S.V., de 21 anos, foi rendido por três desconhecidos, que levaram celular, relógio e bicicleta. A vítima ainda foi atingida com coronhadas na cabeça quando tentou impedir que levassem a bicicleta. A Polícia Militar também não conseguiu encontrar os suspeitos deste roubo, registrado na delegacia da cidade. (Fonte: Imprensa Livre)

Ação Litoral

Artigo Topo

Coisas do Maluf 

Uma carta manuscrita, atribuída ao ex-prefeito Paulo Maluf (PP), está entre os documentos bancários enviados pela Suíça ao Brasil. No texto da carta Maluf doa o saldo de uma conta bancária para seus quatro filhos, Flávio, Otávio, Lígia e Lina. O texto é encerrado com a assinatura do ex-prefeito.
A carta em inglês foi divulgada pelo "Jornal Nacional", da TV Globo. É datada de 16 de dezembro de 1996 e dirigida ao banco UBS de Zurique. Diz o texto: "Eu gostaria de fazer uma doação de todo dinheiro atualmente existente na fundação White Gold para os meus quatro filhos em parte iguais".
Não deve ser muito difícil saber, através de exames, se a carta é de fato de 1996. Caso seja, então Maluf mente quanto à falsidade. Em 1996, ninguém teria a idéia de mandar uma carta falsa para a Suíça com a finalidade de incriminar o ex-prefeito. Naquela época não se cogitava dele ter contas no exterior. É só fazer exames de laboratório, comprovar a idade da carta e atestar através de exames grafológicos a autenticidade da assinatura. Mesmo que tudo indique ser a carta verdadeira, ainda assim ele negará. Dá para prever que até a morte terá trabalho com Maluf. No dia do encontro:
- Dr. Maluf?
- A quem devo a honra?
- Eu sou a Morte, seu tempo expirou. Vamos?
- Aonde?
- Para a sua morada eterna.
- Um momento madame deve haver algum engano.
- Como engano? Em cinco mil anos nunca me enganei. O senhor não é o Paulo Maluf?
- Não minha senhora, eu sou outra pessoa, embora tenha nascido no mesmo dia e no mesmo lugar que esse senhor que a senhora procura.
- Sua mãe é a dona Maria Maluf?
- Perfeitamente minha senhora, desculpe, quando lembro de minha santa mãe me emociono.
- Está bem, então vamos.
- A senhora não entendeu direito eu não sou o Maluf? Está aqui o Adilson Laranjeira, meu amigo inseparável para confirmar. Eu sou o Maluf Laranjeira?
- Não doutor Paulo, o senhor não é o Maluf.
Nesse momento a morte visivelmente agastada, cortou a cabeça da dupla com um golpe de foice e saiu resmungando:
- Difícil encontrar esse tal de Maluf. Na dúvida levo estes dois.

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo

Encontro de Empretecos de Ubatuba - Vindo de encontro à festa de encerramento da segunda turma de Empretecos de Ubatuba, dia 21/06 (segunda-feira), a partir das 20:30 hs. haverá a confraternização de todos os empretecos da cidade na Choperia da Lucile (empreteca), a casa será aberta para o evento e todos os empretecos e acompanhantes estão convidados.
RODÍZIO DE PIZZA E PANQUECA
Música ao vivo.
Convite Individual R$ 14,00 (exceto bebidas).
Os Empretecos devem entrar em contato para confirmar sua presença com a Simone (empreteca) no Tel. 3832-6600 

Simone e Papp
Pousada Portal da Palmeira
TEL .(12) - 3832-6600

Sucen-Superintendência do controle de endemias - Tenho informação que a SUCEN-SUPERINTENDÊNCIA DO CONTROLE DE ENDEMIAS, era de responsabilidade do Estado mas que de algum tempo para cá o Estado passou a responsabilidade ao Município, então o Estado não contratou mais funcionários, os últimos que estão ainda trabalhando estão para aposentar-se nos próximos dois meses e que a Prefeitura deveria ter contratado e capacitado uma equipe para tal serviço mas, o pior é que isto não foi feito, será que está informação está correta ? Eu não estou afirmando estas informações, estou pedindo a quem possa me esclarecer se isso é verdade, porque se for verdade daqui a pouco os borrachudos estarão nos carregando no colo. 
Já temos os terrenos sujos, esgotos correndo a céu aberto, Santa Casa quase fechando, a dengue se espalhando pelo litoral e ainda mais isso... acho que é demais, não terá Secretário de Turismo capaz de recuperar o que perdemos.
Mas por favor, gostaria que tudo isso não fosse verdade, quem é que vai me responder isso ? responder para mim e para Ubatuba ?

Bel Dergham
Sertão da Quina-Ubatuba

Dengue em Ubatuba - É com grande tristeza que venho passar essas informações e pedir SOCORRO a Secretaria de Saúde, Vigilância Sanitária, Prefeitura de Ubatuba, aos nossos Vereadores ou a quem possa olhar por nós além de Deus, porque atualmente não estamos podendo contar com muita ajuda, quando o Secretário da Saúde vem raramente a uma reunião, trás seus slides tentando nos convencer que está tudo funcionando maravilhosamente bem, mas, sabemos que não tem remédio em lugar nenhum, a Santa Casa quase fechando as portas e nós prestes a ter um SURTO DE DENGUE EM UBATUBA e tudo está ficando abafado.
Aconteceu com minha sobrinha Francine, que a mais ou menos dois meses teve todos os sintomas de Dengue, foi atendida na Unidade Mista da Maranduba, mas não foi pedido o exame da dengue. Semana retrasada ela começou a passar muito mal novamente, a dor que ela sentia no corpo era como se estivesse com os ossos quebrados, na quarta-feira (dia 09) seu marido a levou para São Paulo, lá internou-se imediatamente e teve óbito na madrugada do dia 12, causa morte VIROSE o laudo ainda não foi liberado, mas a DENGUE é um virus, ela teve todos os sintomas.
No Dia dos Namorados, Francine de 35 anos, deixou seu marido com um filho de 13 anos. Ela estava trabalhando no Bar de sua irmã, no Largo do Sapé, na Maranduba. Acredito que a dois meses atrás, foi contaminada por um dos tipos de vírus da Dengue e agora por outro, mas como na época não foi feito exame, isso não foi comprovado.
Também tenho outra sobrinha que mora aqui no Sertão da Quina, que passou tão mal, disse ter certeza que iria morrer de tanta dor de cabeça e no corpo, essa, passou pelo médico que suspeitou da DENGUE pediu o exame só que demora um mês para sair o resultado, só servirá para estatísticas, pois nesse prazo a pessoa sarou ou morreu.
Aqui na Região Sul de Ubatuba, temos conhecimento de inúmeros casos de sintomas de Dengue, quando a pessoa fala do tamanho da dor no corpo que chegam a chorar e não conseguem se mexer, febre, em alguns casos chegam a internação outros ficam sem saber o que aconteceu exatamente e saram...outros morrem...isso é A DENGUE e nada está sendo feito.
Estou pedindo providências aos Senhores que deveriam ser responsáveis pela Saúde do nosso Município, não deixem mais gente morrer, a Francine não volta mais, mas nós estamos aqui lutando pela vida e não é justo sermos derrubados por um mosquito e que todos os responsáveis fiquem apenas preocupados com as CAMPANHAS ELEITORAIS E NÃO HAJA UMA CAMPANHA CONTRA A DENGUE, não há um tratamento especifico para a DENGUE, mas existe a prevenção, a campanha de conscientização, o esclarecimento a população, nós precisamos saber o que está acontecendo, existe o "Fumacê" para matar os mosquitos adultos, porque vocês não fazem nada ? agora vão deixar seus eleitores morrerem de DENGUE ? 
Sei que todos vocês, que citei no inicio da carta, tomarão conhecimento do que escrevi, do meu pedido de SOCORRO, mas quero ver qual de vocês vai dar alguma resposta, quem vai tentar fazer alguma coisa pela população, quero ver qual de vocês vai amanhã colocar alguma resposta nesse mesmo informativo ou se vão ficar todos juntos, cada um com uma pá na mão para acabar de enterrar UBATUBA.
OBS.: Fiz algumas pesquisas e quero estar passando, a seguir, as informações que colhi, acho importantíssimo essas informações.

Sintomas e prevenção da dengue

-febre alta
-dor de cabeça
-muita dor no corpo
-às vezes vômitos
-lacrimação
-inflamação na garganta
-além de fotofobia (aversão à luz)
-é freqüente que após 3 a 4 dias de febre ocorra manchas vermelhas na pele, parecidas com sarampo ou rubéola e coceira.
-também é comum sangramento no nariz e gengiva
-NA MAIORIA das vezes, após 4 ou 5 dias as pessoas começam a melhorar e recuperam-se por completo em 10 dias.
-NA MINORIA dos casos, nos 3 primeiros dias que a febre começa a ceder, pode ocorrer a diminuição acentuada das plaquetas, esta é a mais GRAVE é a dengue "HEMORRÁGICO", não é hemorragia, é a diminuição da pressão sanguínea, que deve ser tratada rapidamente pois pode levar ao óbito, e acontece mesmo em pessoas que tem a doença pela primeira vez.
Existem o vírus do tipo 1,2,3 e 4, se a pessoa for pela primeira vez contaminada por exemplo com o vírus do tipo 2, deste ele fica imunizado, mas pode ser contaminado com os outros tipos. Em uma segunda contaminação, o risco da forma grave é maior mas não necessariamente, há casos de pessoas que sobreviveram aos quatro tipos.
As manifestações da DENGUE são as mesmas que diversas outras doenças, ( FEBRE AMARELA, MALÁRIA, LEPTOSPIROSE), a MENINGITE MENINGOCÓCICA pode ser muito parecida com a DENGUE GRAVE, mas a pessoa piora muito mais rápido.
A DENGUE pode se tornar mais grave apenas quando a pessoa começa a melhorar, e o período mais perigoso vai até 3 dias depois que a febre desaparece.
A DENGUE não tem tratamento especifico, quando não há dúvida que a pessoa tem dengue, na maioria das vezes o tratamento é feito em casa, a base de anti-térmicos e com solução para reidratação oral (disponível nas Unidades de Saúde).
Seguir rigorosamente a orientação médica, de não tomar outros remédios, para dor e febre da DENGUE o mais utilizado é Paracetamol nas doses e intervalos prescritos pelo médico.
Beber muito líquido, alimentar-se normalmente.
É absolutamente necessário estar atento para as manifestações que podem indicar gravidade, o que pode ocorrer geralmente, a partir do momento em que a febre começa a ceder:
--dor constante abaixo da costela, do lado direito (fígado)
--suores frios por tempo prolongado, tonteiras e desmaios (pressão baixa)
--pele fria e muito pegajosa por tempo prolongado (pressão muito baixa)
--sangramentos que não param
--fezes escuras como borra de café (sangramento intestinal)
Se qualquer desses sintomas ocorrer, levar imediatamente ao Serviço de Saúde mais próximo.
A solicitação de exames deve ter um objetivo e ser capaz de produzir uma conseqüência, e isso deve ser explicado ao doente pois, afinal, é dele o sangue que se está colhendo. Os resultados ficam disponíveis depois que a pessoa está curada (ou morta) podem ser úteis para outras finalidades (estatísticas, medidas epidemiológicas), mas não para o individuo que permitiu que a amostra fosse colhida. Ao se colher o exame, deve ser claramente explicado qual o tempo previsto para que o resultado esteja disponível e qual será sua utilidade quando isso ocorrer.
COMO PREVENIR O RISCO DE PEGAR DENGUE 
O único modo possível de evitar ou reduzir a duração de uma epidemia e impedir a introdução de um novo tipo de vírus do DENGUE é a eliminação dos transmissores. O "FUMACÊ", é útil para matar os mosquitos adultos, mas não acabam com os ovos. Por isso devem ser empregado com o objetivo de interromper rapidamente a transmissão. O mais importante é procurar acabar com o criadouro dos mosquitos através de "GRANDES CAMPANHAS".
FIZ MINHA PARTE...CONTEI O QUE ESTÁ ACONTECENDO... PESQUISEI...MOSTREI O CAMINHO, QUERO VER AGORA QUEM VAI ASSUMIR A RESPONSABILIDADE ...OU SE VOCES VÃO FICAR AI ESPERANDO UMA EPIDEMIA ARRASAR UBATUBA.

Bel Dergham
Sertão da Quina-Ubatuba


Artigo - Sobre o artigo Quem for branco atire o primeiro giz! publicado no Litoral Virtual de 16/06/2004, tenho recebido inúmeros cumprimentos, por telefone e, principalmente, por e-mails.
A um deles em especial, o do Tony Luiz, radialista de Ubatuba, gostaria de responder de forma pública complementando a matéria:
Oi, Tony
Agradeço suas palavras e louvo a sua luta.
Embora tenhamos negros no Congresso, no funcionalismo público, na diretoria de grandes empresas, nas profissões liberais, na imprensa e até no STF, difícil é vê-los como garçons em restaurantes de luxo, como vendedores nas lojas dos grandes shoppings ou como funcionários em hotéis de categoria. É mais uma forma de preconceito que se esconde sob o rótulo sinistro da "boa aparência".
Este é o Brasil, que se diz sem preconceito, mas só tolera a competência do negro no samba e no futebol.
Só o PODER não é preconceituoso. Quem se opuser a ele, independente da cor da pele ou da profissão, vai pro PELOURINHO!
Um abraço do

Angelo Nogueira
Caraguatatuba, SP
angelonogueira@modulo.br  

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Praia da Santa Rita

Praia da Santa Rita
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor