Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 09 de agosto de 2004 - Nº 1093 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Portal da Palmeira Disk Denúncia

Região
Estatísticas mostram queda da criminalidade na região
No recesso parlamentar, vereadores de Ilhabela aumentam salários para 2005


Caraguatatuba
Moradores de Caraguá tentam achar mina desativada em 67
Rozário era o mais rico da cidade
Justiça interdita a cadeia de Caraguá
Parentes criticam a remoção dos presos
Fora de temporada, Caraguá mostra fôlego para faturar com o 2º Bike Week
Escolinha de Vela em Caraguá
Projeto Guri retoma atividades em Caraguá e recebe novos alunos
Curso ensina procedimentos para emergências no mar
Legislativo vota sobre espaço aéreo e subsolo do município
A Câmara e os números de junho e julho

Ilhabela
Barra Velha e Perequê recebem rede coletora de esgoto em março


São Sebastião
Comunidade do Litoral Norte luta para restaurar convento
Autoviass diz que protesto contra preço de passagem teve ‘conotação política’
Anunciada geração de verbas para exploração de trilhas
Seccional investiga website da Prefeitura de São Sebastião

Ubatuba
Barrado em debate, Clodovil aciona polícia contra a Igreja em Ubatuba
1º Festival Gastronômico e Cultural de Ubatuba atrai público
Restaurante Senzala realiza Oficina Gastronomica na UNITAU
Programação do Festival Gastronômico e Cultural
Após anos, Sertão da Quina recebe primeira creche


Seções
Noite de Autógrafos
Artigo
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Estatísticas mostram queda da criminalidade na região

Litoral Norte - Segundo dados divulgados na última semana pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, os índices de violência na região tiveram queda de até 11% no primeiro semestre de 2004, em relação ao mesmo período de 2003.
Dos itens analisados, homicídios, furtos e roubos tiveram notória redução. Na região, o número de homicídios dolosos (com intenção de matar) caiu de 69 para 39, ou seja, uma redução de aproximadamente 43%.
O balanço não inclui no quadro de homicídios os casos em que a vítima morreu fora do local do crime, posteriormente, como por exemplo, após ser levada ao hospital.
Casos de duplo e triplo homicídios e chacinas têm apenas um crime computado, independentemente do número de vítimas.
Segundo os dados, na região, os casos de furtos também diminuíram de 4.058 ocorrências para 3.642.
Já os roubos caíram de 712 para 652 casos.
Na mão dessa tendência de queda, Caraguatatuba teve uma sensível queda no número de homicídios dolosos, passando de 33 no primeiro semestre em 2003, para 13 em 2004, ou seja, uma redução de mais de 60%, segundo os dados da Secretaria. 
Outra cidade que também diminuiu seus casos de homicídios dolosos foi Ubatuba, passando de 17 em 2003, para sete em 2004.
Já Ilhabela e São Sebastião mantiveram os índices de criminalidade.
No arquipélago foram registrados três homicídios em 2003 e 2004. 
Do outro lado do continente, São Sebastião manteve os 16 casos registrados em 2003.
Segundo o delegado seccional do Litoral Norte, João Barbosa Filho, que completou na última semana 13 anos à frente da corporação, a redução dos índices de criminalidade se deu em função das operações concentradas, principalmente nos locais de maior periculosidade.
“Além disso, prendemos pessoas acusadas de vários homicídios, principalmente em Caraguatatuba e Ubatuba. O registro de homicídios na região, em sua maioria tem relação com problemas pessoais e não, briga de gangues ou quadrilhas”.
Questionado sobre os dados específicos de São Sebastião, em que o número de homicídios se manteve e os roubos e furtos aumentaram, o delegado disse que o crescimento desordenado é uma das principais causas para os índices na cidade não diminuírem, em comparação com a tendência regional.
Cadeias - A ação da polícia e a prisão de alguns criminosos têm um efeito negativo, a superlotação das cadeias.
E a situação cada dia é mais crítica na região. Três cadeias com capacidade para 132 pessoas comportam 358 detentos, ou seja, superlotação de 226 vagas ou 271%.
A preocupação é tão grande que na última semana o Ministério Público de Caraguatatuba protocolou na 3ª Vara de Justiça da cidade, um pedido de interdição da Cadeia Pública local. 
A ação é baseada em laudos que constatam a precariedade do prédio e as condições inadequadas em que vivem os detentos.
A unidade, que tem capacidade para 48 presos, abriga atualmente 120 detentos em suas oito celas.
Na última semana, 10 presos condenados de Caraguatatuba foram transferidos para outros presídios do Estado, entre eles, o Magalhães Noronha, de Taubaté.
O delegado João Barbosa Filho disse que a única solução para o problema da superlotação, em curto prazo, é a ampliação das cadeias existentes. 
“Interditar não adianta. Temos capacidade máxima e isso deveria ser respeitado, mas a superlotação atrapalha. Temos um projeto para ampliação das cadeias e até pleiteamos verba da Secretaria de Administração Penitenciária”, declarou. 
“Embora, resolveríamos o problema agora, mas futuramente superlotaria novamente”.
E em função disso, o delegado defende a idéia de construir um CDP (Centro de Detenção Provisória) regional. 
“Hoje, temos 358 detentos, fora os mais de 600 transferidos. Ou seja, no total, teríamos cerca de mil criminosos que caberiam em um CDP”. (Fonte: Correio do Litoral)

No recesso parlamentar, vereadores de Ilhabela aumentam salários para 2005

Litoral Norte - Em pleno recesso parlamentar e bem longe dos "olofotes" da mídia, a Câmara de Ilhabela aprovou em sessão extraordinária, o aumento de subsídios dos vereadores, prefeito, vice e secretários municipais para a legislatura 2005/2008.
As propostas foram apresentadas pela Mesa Diretora do Legislativo e aprovadas por unanimidade de votos.
A partir do próximo ano, os vereadores deixam de ganhar R$ 1,3 mil mensais e passam a receber a quantia de R$ 2,8 mil, um aumento de 115%.
O vereador receberá ainda, por participação em sessão extraordinária, a título de indenização, somente durante o período de recesso, o valor equivalente a 10% do salário mensal, limitando-se ao pagamento de no máximo 10 sessões extraordinárias.
Segundo o projeto, os subsídios fixados na forma do artigo primeiro poderão ser revistos anualmente, por lei específica, sempre na mesma data e de conformidade com os índices oficiais, coincidentemente com a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos do município.
Além dos vereadores, foi aprovado aumento de subsídios para prefeito e vice. 
O chefe do Executivo, que hoje recebe cerca de R$ 4,6 mil, ganhará em 2005, R$ 8,5 mil, um aumento de mais de 100%. 
O vice, que ganha R$ 1,75 mil, passa a receber R$ 3,5 mil, exatamente 100% de aumento.
Já os secretários municipais, que recebem R$ 2,2 mil, com a aprovação do projeto, receberão mensalmente R$ 5,2 mil, um aumento de 160%.
Justificativa - Segundo o presidente da Câmara, José Donizette da Silva (sem partido), os vereadores não recebiam aumento de subsídios desde 1996. 
“É justo e o Orçamento da Câmara consegue suprir esses gastos”.
Mas o presidente disse desconhecer a não-divulgação da votação dos projetos, em reunião extraordinária durante o recesso parlamentar.
O vereador Rogério Ribeiro de Sá (PT), o Catolé, informou que o aumento está dentro da legalidade e que o teto foi fixado de acordo com o salário dos deputados estaduais.
“Mas temos de levar em conta que 27% do salário são descontados em imposto de renda”. 
A vereadora Maria das Graças Ferreira (PSDB), a Gracinha, informou à reportagem do CORREIO DO LITORAL, que momentos antes da votação dos projetos, propôs a apresentação de uma emenda para que os parlamentares não recebessem subsídios. 
“Mas não obtive assinaturas suficientes para entrar em votação”.
Mesmo assim, a vereadora aprovou o aumento dos subsídios.
“Alguns vereadores até pagam para trabalhar. É justo o aumento, pois não havia um aumento há oito anos. O importante é que não estamos legislando em causa própria, pois isso vale para a legislatura de 2005”.
Em São Sebastião, prefeito veta projeto sobre alteração de cadeiras no Comdurb Na sessão da última terçafeira, 3, foi apresentado o veto
total de prefeito Paulo Julião (PSDB) sobre uma emenda modificativa de autoria do vereador Erwin Edson da Mota (PTB), que cria novas cadeiras no Comdurb (Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).
Pela emenda do vereador Mota, criaram-se outras quatro vagas (um representante respectivamente para a Uninorte, a Secretaria de Governo, a Secretaria de Administração e a Associação dos Proprietários de Garagens Náuticas da cidade).
Pelo veto, o prefeito alega ter apresentado um projeto original, que visa apenas a substituição de uma entidade, a Facenorte, que não mais representa a região por suas sociedades amigos de bairro, por outra que congrega 12 das 15 principais associações de moradores da região central e Costa Norte, a Uninorte.
“A inclusão de mais uma entidade não se justifica no projeto em exame, até porque mantém uma associação que não tem a representatividade necessária para participar do Comdurb”.
O vereador Mota resumiu o episódio. “Criando novas cadeiras e mantendo a Facenorte, estamos exercendo a democracia”.
Caraguatatuba e Ubatuba - Em Caraguatatuba, os vereadores aprovaram o projeto de lei do Executivo que autoriza o uso de vias públicas, subsolo e espaço aéreo para a instalação de equipamentos para serviços de infra-estrutura. 
As empresas fornecedoras de petróleo poderão instalar oleodutos, gasodutos e aquedutos. A medida também vale para as companhias de energia elétrica, água, esgoto, telefônica, antenas, estradas de ferro e metrôs. 
A proposta teve 13 aceitações dos vereadores, uma ausência e dois votos contrários. Duas emendas da vereadora da oposição, Madalena Fachini (PSB), uma corrigindo um parágrafo do texto do projeto e outra, passando ao prefeito a responsabilidade de dar a permissão do uso das áreas para as empresas, também foram aprovadas.
Já em Ubatuba, a crise da Santa Casa fez com que os parlamentares aceitassem a prorrogação do prazo da Comissão Especial que analisa os problemas da entidade. 
O hospital, único do município, passa por uma crise financeira, e parte do atendimento e das cirurgias eletivas (marcadas com antecedência) está suspensa. A proposta do vereador Ricardo Cortes (PFL) teve o apoio unânime dos membros da Casa. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá Anuncie Aqui

Moradores de Caraguá tentam achar mina desativada em 67
Área de exploração de pedras preciosas ficou soterrada com deslizamento de terra

Caraguatatuba - Moradores de Caraguatatuba tentam localizar uma antiga mina situada nas encostas do bairro Canta Galo, uma área que pertence ao Parque Estadual da Serra do Mar, cujo acesso é proíbido.
Em busca de pedras preciosas --esmeraldas, turmalinas e ametistas--, os aventureiros passam até oito horas dentro da mata fechada, na tentativa de descobrir a localização da mina.
Conhecida como "Fio de Espátua", a mina foi explorada entre 1952 e 1966. Em 1967, após um deslizamento de pedras e terra, que causou a morte de mais de 200 pessoas, a área sofreu alterações, o que dificulta sua localização até hoje.
A mina pertencia a João Timóteo do Rozário, já falecido. Rozário conseguiu autorização para explorar o minério em 1957, através do decreto presidencial nª 36.880, de 27 de setembro de 1957.
O documento, que está em posse de seu filho, José Timóteo do Rozário, é guardado como relíquia porque tem a assinatura do então presidente da República, Juscelino Kubtschek.
José Timótio também tinha um mapa com a localização da mina, mas o documento foi emprestado para uma pessoa que nunca mais o devolveu. Ele também não se recorda de quem ficou com o mapa.
Trabalharam e conheciam o acesso à mina, João Rozário, Benedito Mendes de Souza, João Adão e Benedito Ricardo Custódio. Deles, apenas Custódio, de 83 anos, ainda vive (Leia texto nesta página).
João Carlos Vizel, 56 anos, que mora no bairro, passou um bom tempo tentando buscar pistas sobre o local. "Já percorri a serra por três vezes, mas não conseguiu encontrar a mina", disse.
Vizel disse que a mata é muito fechada e as pedras e terras que desceram as encostas alteraram muito a característica local. Ele, que na 'sua última tentativa passou oito horas na mata, prepara uma nova expedição.
José Soares da Silva, 35 anos, chegou a gastar R$ 3 mil em suas tentativas para localizar a "Fio de Espátua". "Eu levava três pessoas comigo e precisava de comida e equipamentos", explicou.
Silva chegou a gastar todo o dinheiro que tinha em suas tentativas. Segundo ele, as caminhadas levavam mais de sete horas mata adentro em local que abrigava até onças.
O pedreiro Leandro Rodrigues Vieira, 28 anos, conta que passou três dias na serra em busca da mina. Segundo ele, muita gente aparece no bairro para perguntar onde ficaria a mina. "Na verdade, ninguém sabe direito." (Fonte: ValeParaibano)

Rozário era o mais rico da cidade

Caraguatatuba - João Timóteo do Rozário, o dono da mina, foi um dos homens mais ricos de Caraguá. Ele era dono da Fazenda Canta Galo, hoje, transformado no bairro do mesmo nome, que fica a cerca de dois quilômetros do centro da cidade.
Segundo seu filho, José Rozário do Timóteo, de 63 anos, o pai chegava a descer as encostas da serra com até doze burros transportando as pedras preciosas. Cada animal, segundo ele, trazia 90 quilos de pedras.
"As pedras eram vendidas no Rio de Janeiro e São Paulo", contou. Timóteo, como é mais conhecido, disse que com o dinheiro ganho na venda das pedras, seu pai comprava mais terras.
"Meu pai gastava muito dinheiro", lembra Timóteo, que disse que seu pai foi proprietário do primeiro carro a chegar na cidade, um Ford 29. Rozário morreu em 1977, dez anos após o soterramento da mina.
Timóteo contou que uma vez, uma das mulheres que acompanhava o pai, conhecida como Maria Caterana, perdeu uma moeda e para ajudar a encontra-lá, Rozário chegou a tocar fogo numa nota de maior valor na época.
Timóteo disse que não chegou a procurar a mina porque esteve muito doente nos últimos anos. "Mas ela existe", insiste.
Muita gente tem lhe procurado para buscar pistas sobre a mina. Porém, ele afirma que procura desistimular as pessoas a localiza-la porque é muito perigoso adentrar a mata em busca da mina.
Timóteo lembra que esteve uma vez na mina, acompanhando do pai, quando tinha 14 anos. "Fica a mais ou menos 1.600 metros das margens do rio Guaxinduba, em direção ao topo das encostas ", disse.
Ele acredita que ainda vai ganhar muito dinheiro com o documento que tem a assinatura original do então presidente da República, Juscelino Kubstchek. (Fonte: ValeParaibano)

Justiça interdita a cadeia de Caraguá
Juíza dá prazo de 30 dias para Secretaria de Segurança retirar 132 presos do local

Caraguatatuba - A juíza da 3ª Vara de Caraguatatuba, Regiane dos Santos, concedeu uma liminar determinando a interdição da Cadeia Pública de Caraguatatuba. A Justiça deu um prazo de 30 dias para a transferência dos presos para outros presídios da região. A decisão da juíza foi comunicada sexta-feira ao Ministério Público de Caraguá.
A Cadeia de Caraguá, construída em 1976, abriga atualmente 132 presos, apesar de ter capacidade para apenas 48. A superlotação e as péssimas condições do prédio têm deixado os presos estressados. Em um ano, a cadeia registrou três fugas e dezenas de tentativas. Devido à insegurança, os moradores do bairro onde a cadeia está situada reivindicam sua transferência para local distante do centro da cidade.
Sexta-feira, a juíza mandou comunicar o Estado de sua decisão. O Estado deve apresentar suas informações para contestar a ação civil pública movida pelo Ministério Público, de autoria da promotora Fernanda Narezi Pimentel Rosa, que pediu a interdição da cadeia devido à falta de infra-estrutura.
A juíza Regiane dos Santos não foi localizada, sexta-feira, para comentar o assunto. A promotora Fernanda Narezi Pimentel Rosa, autora da ação, disse ter ficado muito satisfeita pelo fato de a juíza ter acolhido a liminar solicitada pelo Ministério Público. Segundo ela, a juíza entendeu que é necessária a transferência dos presos, mesmo com a ação em trâmite.
Familiares de presos ouvidos ontem pelo ValeParaibano não querem transferência para cidades distantes (leia texto abaixo).
CADEIA - O delegado Renato Coletes, diretor da Cadeia Pública de Caraguá, disse que apenas a Secretaria de Segurança Pública poderia falar sobre a interdição.
A secretaria informou, através de sua assessoria de imprensa, que "em todos casos referentes a pedidos de interdição, a secretaria analisa e procura providenciar a solução". Quando do pedido de interdição feito pelo MP, protocolado no dia 30, a secretaria informou através de nota que a cadeia seria reformada para melhorar as condições da carceragem. Na ocasião, comunicou ainda que foram pedidas vagas para a Secretaria de Administração Peninteciária para a transferência de parte dos presos.
A ação do MP foi baseada em laudos feitos pela Corregedoria dos Presídios, Caex (Centro de Apoio às Execuções Penais do Ministério Público), Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) local, Conselho da Comunidade e Vigilância Sanitária Municipal.
A OAB de Caraguá havia pedido a interdição da cadeia no último dia 26, após vistoria feita pela Comissão de Direitos Humanos. "A condição da cadeia é tão precária que, devido à superlotação e à presença de esgoto nas celas, correm risco de saúde os presos, seus familiares e os profissionais da área de direito", disse o presidente da Ordem, Almir Alves. (Fonte: ValeParaibano)

Parentes criticam a remoção dos presos

Caraguatatuba - Familiares de presos abrigados na Cadeia Pública de Caraguá reclamam da superlotação e da infra-estrutura do presídio, mas são contrários a transferência dos detentos para cadeia de outras regiões. A maioria defende a construção de um CDP (Centro de Detenção Provisória) para abrigar os presos do Litoral Norte.
Naor Galdino do Amaral, 70 anos, tem dois filhos presos --um está na cadeia de Caraguá e o outro foi transferido a semana passada para Tremembé. Segundo ele, a melhor solução seria os presos permanecerem na cidade. "Fica difícil para a gente poder visitar o filho em cadeia de outra cidade."
Patrícia Maria de Souza, cujo irmão também encontra-se detido na cadeia da cidade, afirmou que a transferência dos presos para cidades vizinhas impede que as visitas aconteçam com mais frequência. Para Irineu Alves dos Santos, 45 anos, que visitou o irmão detido na quinta-feira, O Estado deveria investir em um local mais adequado para abrigar os presos na região. (Fonte: ValeParaibano)

Fora de temporada, Caraguá mostra fôlego para faturar com o 2º Bike Week

Caraguatatuba - Durante o inverno, o turismo na região é relativamente pequeno, acarretando desvantagens para o comércio. Entretanto, entre as cidades do Litoral Norte, Caraguá se destaca com os eventos sediados em julho e agosto, garantindo a diversão de moradores e turistas, e a movimentação comercial.
Para o presidente da associação comercial da cidade, Jorge Washington, esses eventos trazem muitos visitantes, constituindo-se em vantagens para toda a região.
“Como as cidades são muito próximas, num evento em Caraguá, por exemplo, o litoral inteiro sai conhecido”, comenta.
“Todas as cidades deveriam investir mais em eventos, ao menos uma vez ao mês”.
Os 48º Jogos Regionais trouxeram em torno de 10 mil atletas para o município e aqueceram as vendas do comércio local, sendo substituídos agora pelos motociclistas que vão prestigiar as novidades em torno do motivo que os reúne na cidade, isto é, a adrenalina e paixão de estar sobre duas rodas.
Para o Caraguá Bike Week, Washington tem boas expectativas, especialmente porque há uma parceria do evento com alguns estabelecimentos comerciais de São Sebastião e Caraguá, onde toda compra feita em lojas credenciadas dará direito a um ingresso gratuito para participar do encontro.
De 11 a 15 de agosto, o Caraguá Bike Week, que trouxe 25 mil pessoas para a cidade ano passado, repete as programações habituais de um encontro de motociclistas, com manobras, acrobacias, shows de rock, e espera receber um público estimado em cerca de 60 mil pessoas. 
O presidente da ABRAM (Associação Brasileira de Motociclistas), Lucas Pimentel, deve prestigiar o evento.
Atrações - Entre as atrações deste ano, estão as grandes provas de motocross nos dias 13 e 14, uma etapa do Campeonato Paulista que deverá reunir 80 equipes. Haverá show de manobras e saltos com os melhores pilotos do Brasil.
Está confirmada a presença da equipe Força e Ação, grupo de pilotos profissionais que realizam shows de manobras radicais com motocicletas e bicicletas, desde 1989. 
Serão exibidas mais de 50 manobras diferentes, com efeitos especiais, explosões, moto lança-chamas, derrapagens, pirâmides, saltos em arcos de fogo, envolvendo uma bicicleta, um quadriciclo e seis motocicletas de 125 a 900 cilindradas.
A equipe MotoXTreme, liderada pelo piloto Marcos Fabrício "Dracena", com 18 anos de motocross, se apresenta no Caraguá Bike Week nos dias 12, 13 e 14 de agosto, realizando shows acrobáticos com suas motos sobre uma carreta de aproximadamente 25m de extensão.
Este ano, as atrações musicais são os shows de Erasmo Carlos, Pitty, Syang, além da presença das bandas Caos e Mr. Johnny. Está sendo preparado um espaço com música eletrônica conduzida por djs e que vai rolar na boate do evento, durante as cinco noites.
O Caraguá Bike Week recebe ainda motociclistas de países vizinhos, como Paraguai e Argentina, com presenças já confirmadas.
Social - A Secretaria de Assistência Social tem organizado durante os eventos de Caraguá, barraquinhas para a venda de produtos artesanais dos alunos dos centros comunitários. 
A coordenadora de projetos, Glória Leontina Borges Louro, explica que o dinheiro da venda será revertido para os alunos e para a compra de novos materiais.
“No Caraguá Bike Week, teremos catadores de lata credenciados, que vão garantir a limpeza e gerar renda para suas próprias famílias”.
São três barraquinhas com exposição de trabalhos de crochê e tricô, chinelos bordados, pranchas de surfe e estamparia de moda praia.
O evento será na Avenida da Praia. (Fonte: Correio do Litoral)

Escolinha de Vela em Caraguá

Caraguatatuba - A 1ª Escolinha de Vela de Caraguá está com vagas abertas para adolescentes de 12 a 17 anos de idade. O trabalho é inédito no município. As aulas acontecem desde junho na Praia da Tabatinga e já formou 30 alunos. O objetivo do curso é oferecer a inclusão social. As aulas são gratuitas para que todos possam participar. Além de ensinar as técnicas de navegação, o curso também se preocupa em passar noções de meio ambiente, conhecimentos em marinharia, primeiros socorros e segurança no mar. 
O curso básico tem duração de três meses. Ao final do curso, o participante recebe um certificado. A intenção segundo o professor Pedro Moliterno, é expandir o curso formando também atletas de competição da classe optmist (entre 6 a 15 anos de idade) e também novos monitores de vela, expandindo assim a prática do esporte em Caraguatatuba. 
O capitão Pedro Moliterno, que faz o trabalho há algum tempo como voluntário, agora tem o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e conta ainda com a ajuda da Marina Nautimec, que oferece tratores e botes de apoio, além de voluntários como o marinheiro Cleodinaldo Nicássio da Costa.
As aulas acontecem às segundas e terças-feiras e em alguns finais de semana. Para se inscrever o interessado deve procurar a Secretaria Municipal de Esportes. É preciso saber nadar. 
Equipe de Caraguá disputa Semana de Vela - A equipe de canoagem de Caraguá participou do campeonato Internacional de Vela Oceânica, realizado em julho em Ilhabela, disputando na categoria Bico de Proa, com a embarcação Lastra. A tripulação formada por Pedro Moliterno, Marcos (Vavá), Cláudio Ramires e Thiago, representou muito bem a cidade. (Fonte: PMC)

Projeto Guri retoma atividades em Caraguá e recebe novos alunos
Proporcionando aos jovens, acesso aos conhecimentos técnicos da música gratuitamente, desenvolvendo suas habilidades e potencialidades artísticas, o projeto GURI em Caraguatatuba retoma as aulas. As inscrições nunca fecham.

Caraguatatuba - Continuam abertas as inscrições para o Projeto Guri - Pólo Caraguatatuba, uma realização da Secretaria de Estado da Cultura em parceria com a Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba e Prefeitura Municipal. Os alunos do Pólo Caraguatatuba estão de volta para mais uma fase do projeto em 2004.
O GURI mantém uma orquestra e coral, com cerca de 184 jovens de 8 a 19 anos e divididos nas aulas de violino, viola, violoncello, sax, trombone, trompete, bateria e canto coral. 
O projeto proporciona aos jovens, acesso aos conhecimentos técnicos da música gratuitamente, desenvolvendo suas habilidades e potencialidades artísticas. Agente desta transformação, a música leva estes jovens à recuperação da auto-estima, desenvolve um espírito de cooperação, amizade, disciplina e cria uma nova perspectiva de vida, transformando-os em bons ouvintes de boa música ou bons músicos profissionais. Os alunos conhecem os instrumentos e escolhem o que mais lhe proporcionar afinidade e prazer.
O Pólo Caraguatatuba foi implantado em setembro de 2001, por meio de uma parceria bem sucedida entre a Fundacc, a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Cultura do Estado, responsável pelo projeto, criado em 1995. 
Quem quiser conhecer o projeto GURI, as aulas acontecem no Centro Comunitário do Poiares, as terças e quartas-feiras, das 16 às 20h30. O endereço é Rua Marechal Floriano Peixoto, 567, no Bairro do Poiares, em Caraguatatuba. (Fonte: PMC)

Curso ensina procedimentos para emergências no mar

Caraguatatuba - Profissionais de saúde de Caraguatatuba vão participar no próximo dia 28, do curso de primeiros-socorros em acidentes com animais marinhos. O objetivo é orientar os profissionais que atuam em UBS (Unidade Básica de Saúde), clínicas e no hospital do município, sobre a maneira correta de se proceder em casos de emergências no mar.
“Na região, são registrados vários acidentes com água-viva e peixes considerados venenosos. No curso, vamos mostrar as formas de prevenção, tratamento e identificações dos animais marinhos”, disse a professora de bioquímica das Faculdades Integradas Módulo e organizadora do evento, Melisa Sakamoto.
Segundo a professora, o socorrista deve ter cuidado no momento do atendimento, para também não se ferir. Ela ressaltou que no curso será explicada a importância de identificar o animal que causou o ferimento para prosseguir o tratamento.
“Existem várias espécies de água-viva que, ao atingir uma pessoa, liberam uma toxina que pode provocar alterações respiratórias”.
Os casos mais comuns de acidentes são com os peixes raia, bagre (ferimento devido ao seu espinho dorsal) e o baiacu (não pode ser ingerido por ser venenoso).
Melisa ressaltou que, em acidentes com baiacu, é necessário tomar água e soro, pois a toxina pode causar paralisação da respiração. 
Na queimadura com água-viva, deve-se colocar vinagre e lavar o ferimento com água do mar gelada. “O litoral recebe muitas pessoas de outras regiões que desconhecem o que fazer quando acontece uma emergência”.
A professora alerta ainda para o fato de que alguns acidentes acontecem pela falta de conhecimento dos banhistas e dos próprios profissionais da saúde. “O problema é que não existem notificações, pois os acidentes são registrados como (ocorridos por causa de) animais peçonhentos”.
A inscrição para o curso pode ser feita na faculdade e estão disponíveis 60 vagas. O valor da taxa é R$ 30, incluindo apostilas e certificado. Informações pelo telefone (12) 3887-2000. (Fonte: Correio do Litoral)

Legislativo vota sobre espaço aéreo e subsolo do município

Caraguatatuba - A Câmara Municipal votou, discutiu e aprovou apenas o Projeto de autoria do Executivo, que dispõem sobre o espaço aéreo e o subsolo do município. O projeto estava parado no Parlamento Municipal e até uma palestra foi feita com base na discussão da propositura.
Apenas o projeto que delimita e organiza o espaço aéreo e o subsolo de Caraguatatuba foi votado na Sessão Ordinária semanal da última terça-feira, dia 3 de agosto. A proposta fala sobre os equipamentos destinados a prestação de serviço de infra-estrutura, por empresas e concessionárias de serviços públicos.
Em resumo, conforme o projeto, haverá cobrança pelos fios de alta tensão e iluminação pública usados pela Bandeirantes de Energia, a fiação aérea a subterrânea da Telefônica e os encanamentos da Sabesp (Saneamento Básico do Estado de São Paulo), bem como das empresas de televisão a cabo e outros.
Foram apresentadas 4 emendas, sendo que uma foi retirada e as restantes aprovadas. O restante dos projetos constantes da Ordem do Dia não foram discutidos, devido ao adiantado do horário.
Durante o Expediente foram lidos e encaminhados às Comissões Permanentes 3 Projetos. Foram discutidos e votados 16 Requerimentos e uma Moção. No intervalo foram lidas 56 Indicações. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

A Câmara e os números de junho e julho
Produção Legislativa mantêm a média, mesmo com fechamento em julho

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba, através de sua Assessoria de Imprensa, divulga a produtividade Legislativa do Parlamento Municipal local nos meses de junho e julho. A única exceção foi para o mês de julho, quando a Casa de Leis esteve fechada, por medida de contenção de despesas.
Em junho a Câmara de Caraguatatuba registrou 9 Projetos de Lei, 2 Projetos de Decreto Legislativo, e um Projeto de Resolução, não havendo registro de Projeto de Lei Complementar ou de Emenda à Lei Orgânica Municipal.
Foram protocoladas 90 Indicações, 9 Moções e 9 Requerimentos, o que não significa que todas foram discutidas, analisadas e votadas, visto que ainda há várias destas proposituras tramitando no Parlamento para serem votadas.
Quanto as Visitas, foram registradas 769 pessoas em junho, em 18 dias úteis de trabalho, o que perfaz uma média de 42,7 pessoas/dia. Já as Presenças tiveram um total de 75 pessoas em 4 Sessões Ordinárias, visto que a Sessão do dia 1º de junho foi cancelada, devido ao falecimento do Vereador João Rodrigues de Godoy Filho – o Baduca (PL).
No mês de julho não houve Expediente, visto que a Presidência resolveu ampliar o recesso dos Vereadores, decretando Férias Coletivas para assessores e funcionários, não havendo portanto produção legislativa neste mês. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)



Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano
Sailing Shop

Barra Velha e Perequê recebem rede coletora de esgoto em março

Ilhabela - O diretor de sistemas regionais da Sabesp, Enéas Oliveira Siqueira,
anunciou na última semana a abertura do processo de licitação da rede coletora de esgoto dos bairros da Barra Velha e parte do Perequê, em Ilhabela. 
Ele informou que o processo deve começar este mês e durar cinco meses.
Com investimento estimado em R$ 4,27 milhões, as obras devem começar em março do ano que vem. 
A rede coletora terá 2,4 mil ligações e beneficiará 10 mil pessoas.
De acordo com o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos (PTB), após o atendimento dessa primeira etapa, outro projeto será retomado.
“A empresa dará andamento ao contrato do projeto de execução para a conclusão da rede coletora dos bairros do Perequê, Itaquanduba e Itaguassu e o monitoramento para a construção do emissário submarino, com obras no valor de R$ 17,15 milhões”.
Segundo estimativas do prefeito, as obras elevarão o índice de cobertura de saneamento básico da cidade dos atuais 7% para 50%.
“Os bairros atendidos representam áreas de grande adensamento populacional. Além da preocupação com saneamento básico das áreas residenciais urbanas, a medida diminuirá o impacto ambiental naorla, melhorando a balneabilidade das praias, preservando assim a questão ambiental e turística da nossa cidade”.
Segundo dados da própria Sabesp, apenas 25% do esgoto são tratados no Litoral Norte. Ilhabela é a pior cidade nas estatísticas da concessionária, com apenas5% do esgoto tratados.
As justificativas da empresa para o baixo índice no município são a situação geográfica das cidades, as restrições ambientais e a falta da consciência das pessoas que não ligam o esgoto em suas casas, além dos custos. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Comunidade do Litoral Norte luta para restaurar convento
Moradores de bairro de São Sebastião se unem para juntar dinheiro da reforma

São Sebastião - A comunidade católica do bairro de São Francico, em São Sebastião, tem uma difícil missão a cumprir. Eles precisam arrecadar quase R$ 3 milhões para restaurar o Convento Nossa Senhora do Amparo, um patrimônio de 342 anos de história.
Os moradores do bairro e de comunidades próximas têm demonstrado empenho na forma tradicional de angariar fundos --quermesses, rifas e iniciativas semelhantes--, porém o resultado dos esforços é insignificante se comparado ao custo total da obra.
Mas há o desejo de que a mobilização possa sensibilizar autoridades ou atrair o interesse de instituições privadas ou fundações. Os franciscanos responsáveis pelo convento esperam que isso aconteça antes do mês de dezembro, quando termina o prazo de validade do projeto de restauro.
Segundo o pároco, Frei Ricardo Bakes, a campanha para a restauração está se espelhando em outras campanhas movidadas pelos franciscanos para rescuperar construções históricas.
Voluntários que participaram da captação de recursos para a reforma do Largo do São Francisco, em São Paulo, estão fazendo contatos com fundações, empresas e ONGs para tentar levantar dinheiro ou, pelo menos, conseguir adesões ao movimento.
A distribuição de carnês de contribuição mensal também está sendo usada como estratégia. Os franciscanos tentam conseguir parte do valor para iniciar a obra.
"Se tivéssemos 20% do valor poderíamos tocar o projeto", afirmou frei Bakes. O clérico acredita que os fundos serão obtidos, mas reclama de uma possível falta de vontade política para resolver a situação.
"Os mandatários do nosso país deveriam abrir os olhos para a necessidade de conservar um patrimônio tão valioso", afirmou o frei.
O conjunto composto pela igreja e o convento de Nossa Senhora do Amparo demorou 4 anos para ser construído, de 1658 a 1662. Foram usadas as técnicas da taipa de pilão, pedras e alvenaria de tijolos. O prédio já passou por uma reforma em 1932.
PROJETO - O projeto do restauro foi aprovado pelo Ministério da Cultura em 2002 ele prevê a reconstruição do telhado, impermeabilização das paredes e substituição de algumas estruturas de sustentação. Além dos reparos, a reforma inclui a abertura de um museu de arte sacra e de um auditório.
"Seria uma coisa muito importante conseguir fazer a reforma. Só está faltando um pouco de boa vontade do poder público e da iniciativa privada", afirmou o aposentado Thiago Fortunato, de 59 anos, que nasceu no bairro e se sensibiliza com a situação. (Fonte: ValeParaibano)

Autoviass diz que protesto contra preço de passagem teve ‘conotação política’

São Sebastião - A Autoviass (Auto Viação São Sebastião), concessionária de transporte coletivo, considera que o protesto realizado por estudantes na tarde da última quinta-feira contra o preço das passagens de ônibus teve ‘conotação política’. 
Na tarde de ontem, a diretora da empresa, Daniela Soares, repudiou o ato público por falta de fundamentação. “Esse manifesto não tem credibilidade pois começou pelo caminho errado, sem embasamento”, avaliou.
Conforme reportagem publicada na edição de ontem do Imprensa Livre, cerca de 100 alunos do ensino médio fizeram uma passeata pelas ruas do Centro para pedir redução da tarifa dos coletivos. Os estudantes citaram ter informações sobre um suposto aumento da passagem de R$ 1,70 para R$ 2,05. 
Com faixas e cartazes, o grupo pedia tarifa de R$ 1. Ainda durante o manifesto, os alunos estiveram na prefeitura e em frente à sede da União do Litoral, empresa que também pertence ao empresário Luiz Carlos Soares, dono da Autoviass.
Daniela Soares diz que não é contra o ato público, porém, não concorda com a maneira em que este manifesto foi feito. “Não há qualquer aumento de tarifa previsto; nem internamente isso foi mencionado. Nossa empresa é séria e não faria nada de uma hora para a outra”, enfatizou.
De acordo com a diretora da concessionária, para aumentar as passagens há necessidade de uma planilha elaborada pelo Ministério das Cidades. Este documento segue para o setor jurídico da prefeitura e, posteriormente, vai à Câmara como projeto de lei. 
Ela ressalta que a tarifa atual vigora há dois anos. “Porque somente agora, a dois meses das eleições, resolvem fazer o protesto? Ou é falta de informação ou pretensão política”, considerou.
Para Daniela, o grupo deveria ter procurado a prefeitura ou a própria empresa antes de sair às ruas. “Não procuraram ninguém. Baseado em que cálculo pedem a redução para R$ 1?”, questiona.
Ainda segundo a diretora, alguns manifestantes faltaram com respeito contra o proprietário da Autoviass. “Pararam em frente à sede da União do Litoral para xingar a pessoa do Luiz Carlos”, lamentou. A empresa informou que está aberta para a ouvir as reivindicações. (Fonte: Imprensa Livre)

Anunciada geração de verbas para exploração de trilhas

São Sebastião - Durante o 2º Seminário Internacional de Ecoturismo e esenvolvimento Sustentável, realizado na última semana em São Sebastião, o prefeito Paulo Julião (PSDB) anunciou a geração de recursos para a implantação, até o final deste ano, de uma infraestrutura adequada para exploração das trilhas da cidade, entre elas, a do Ribeirão de Itu, em Boiçucanga, e a da praia Brava, ambas na Costa Sul da cidade.
Segundo ele, a questão do ecoturismo tem duas vertentes, respeito à necessidade de preservação dos bens naturais, e a transformação desse grande potencial em algo sustentável na indústria do turismo.
“Essas trilhas são dois importantes pólos de ecoturismo no Município. Temos buscado incansavelmente a preservação do potencial, discutindo ainda, alternativas e caminhos para o turismo gerador de economia, desenvolvimento e, principalmente, de emprego para a população”.
Plano de Desenvolvimento do Turismo Receptivo - E parece que a cidade quer realmente explorar o turismo de forma sustentável. Para isso, os membros do Comtur (Conselho Municipal de Turismo), criado há poucos meses, oficializaram o conselho como órgão gestor do PDTR (Plano de Desenvolvimento do Turismo Receptivo) Centro-Norte.
Elaborado pelo núcleo de Turismo do Sebrae/SP, o PDTR tem como objetivo desenvolver juntamente com a parceria do comércio local, um programa personalizado que possa facilitar a inserção dos produtos e serviços oferecidos pelo Município no mercado do turismo receptivo, além da capacitação de funcionários que trabalham no ramo.
O PDTR será apresentado no próximo dia 23 de agosto, no Porto Grande Hotel, às 19h. (Fonte: Correio do Litoral)

Seccional investiga website da Prefeitura de São Sebastião

São Sebastião - A Polícia Civil de São Sebastião deverá concluir até o final deste mês, o inquérito instaurado para apurar suposto crime eleitoral cometido pelo prefeito Paulo Julião (PSDB) ao utilizar o site oficial da Prefeitura para propaganda pessoal.
A instauração do inquérito teve por base a determinação do Tribunal de Justiça do Estado, que acatou, através do então vice-presidente Gentil Leite, a denúncia de suposta improbidade administrativa encaminhada pelo advogado Paulo Lima Delgado, presidente do PT do B de São Sebastião.
Na representação, o advogado pede a cassação de Julião, alegando que o prefeito teria utilizado fotos na homepage da Prefeitura, medida proibida pela Constituição Federal.
De acordo com o delegado seccional do Litoral Norte, João Barbosa Filho, o prefeito já foi ouvido, restando para ser ouvidas ainda algumas pessoas ligadas ao seu setor de comunicação.
“O que percebemos é que não há configuração de pedidos de votos, mas estamos analisando a documentação para depois concluir melhor o inquérito”. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Giorgio  

Barrado em debate, Clodovil aciona polícia contra a Igreja em Ubatuba
Estilista diz ter sido 'desrespeitado' em evento eleitoral; diocese nega cerceamento

Ubatuba - O estilista e apresentador de TV Clodovil Hernandez registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Ubatuba acusando a Pastoral Fé e Política da cidade de cerceamento de direito.
O registro foi feito na noite de quinta-feira depois que o apresentador foi impedido de entrar na Paróquia São Francisco, onde acontecia um debate entre os candidatos a prefeito.
No boletim de ocorrência, elaborado pelo delegado de plantão, Luiz Henrique dos Santos, Clodovil acusou a pastoral de cercear seu direito de cidadão ao impedir sua presença no debate organizado pela Igreja Católica.
Na mesma noite, na delegacia, Clodovil foi denunciado pelo irmão do prefeito Paulo Ramos (PFL), Eunápio Ramos, por suposta agressão, injúria e difamação. Eunápio quer processar o apresentador pelas agressões físicas e morais. Ele passou por exame de corpo delito ontem no Instituto Médico Legal de Ubatuba.
Clodovil admitiu ao ValeParaibano ter dado um tapa em Eunápio porque ele teria cuspido em sua direção. Eunápio nega a acusação.
Internado na Clínica Santê, em São Paulo, Clodovil disse que deveria ter acesso ao local do debate. "Eu deixei a clínica onde fiz as cirurgias plásticas apenas para acompanhar o debate, mas impediram a minha entrada", afirmou.
Alegando estar 'muito chateado' com o episódio, Clodovil prometeu 'jogar seu título de eleitor fora' e 'nunca mais votar em Ubatuba'. "Foi um desrespeito comigo", afirmou o apresentador.
A Diocese informou que não houve cerceamento ao apresentador de TV, pois os critérios estabelecidos pelos partidos previam que o acesso ao interior da paróquia seria restrito aos candidatos, assessores, padres, membros da pastoral e imprensa.
O debate teve duas horas de duração, atraiu cerca de 700 pessoas e reuniu Paulo Ramos (PFL), Rogério Frediani (PTB), Eduardo César (PL), Elisabeth Maluf (PV), Pedro Tuzino (PSDB) e Fabrício Gomes (PSB). (Fonte: ValeParaibano)

1º Festival Gastronômico e Cultural de Ubatuba atrai público

Ubatuba - Uma comissão de restaurantes criou em Ubatuba, o 1º Festival Gastronômico e Cultural, para movimentar a cidade em agosto, na baixa temporada. O evento é realizado durante todos os finais de semana deste mês, tendo se iniciado na sextafeira, 6, com abertura oficial na Fundart (Fundação de Arte e Cultura) e vai até o domingo, 29.
Em parceria com a Fundart e a Comtur (Companhia de Turismo), os responsáveis pelos restaurantes programaram não somente uma degustação para os pratos da casa, mas a história desses pratos, a maneira de fazê-los, a combinação de cada um, além de shows para agradar ao público.
Para a diretora administrativa da Comtur, Cíntia Manfredini, é uma forma de ensinar, divertir e gerar movimento na cidade. “Uma das oficinas, a "peixe com banana", vai contar a história da comida caiçara”.
Durante o evento, estão programados oficinas gastronômicas e degustativas, mostra de artesanato, literatura, seminários técnicos, apresentações musicais, folclóricas, malabarismos e, aos domingos, a programação se volta para atividades físicas na praça Capricórnio,
com a chamada Manhã Zen, Yoga na Praça.
Uma das atrações é a corrida de garçons e garçonetes, funcionários dos restaurantes participantes do festival. O evento também passa pela típica gastronomia brasileira, italiana e portuguesa.
Serviço: As oficinas têm limite de 20 pessoas. As inscrições devem ser previamente agendadas pelo telefone (12) 3832-2460, com Débora. A entrada égratuita. (Fonte: Correio do Litoral)

Restaurante Senzala realiza Oficina Gastronomica na UNITAU

Ubatuba - Foi realizada na última sexta-feira, a 1º Oficina Senzala & Miolo de Gastronomia - UNITAU, e contou com a presença do proprietário Alfredo e do chef Nivaldo, que prepararam o prato "Camarão Hawai". A iguaria consite em camarão dourado na manteiga, cebola, creme de leite e abacaxi picado, tudo isso gratinado com queijo parmesão.
Este evento abriu a programação do 1º Festival Gastronômico e Cultural de Ubatuba, que ocorrerá durante os finais de semana no mês de agosto, de 06 a 29, Ubatuba será palco de um evento original, jamais visto no município, reunindo gastronomia e arte em alto estilo. Uma mostra inédita que contará com receitas especiais que fazem sucesso entre seus frequentadores a preços bem convidativos.
O evento é uma realização da Comissão de restaurantes de Ubatuba, tem o patrocínio da VISA e conta com o apoio e parceria da Unitau, Fundart, Comtur, Miolo, Arcor, Tamar, Ponto Frio, Petrobras e dos sites Ubatuba Fácil e Litoral Virtual. (Fonte: COMTUR)

Programação do Festival Gastronômico e Cultural

13/08 - Sexta Feira
09:00 h Oficina Perequim & Miolo de Gastronomia - UNITAU
18:00 h Esquetes e Sombras - Roteiro Restaurantes
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes
21:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes
20:30 h Palestra Astrologia “Uma Fenda no Tempo” Walter Egon - FUNDART

14/08 - Sábado
09:00 h Oficina Trattoria de Gastronomia - UNITAU
15:00 h Oficina Bucaneiros de Gastronomia - UNITAU
18:00 h Esquetes e Sombras - Roteiro Restaurantes
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes
21:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes

15/08 - Domingo
08:00 h Manhã Zen - Yoga na Praça - Praça Capricórnio
10:00 h Manhã Musical - Praça Capricórnio
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes
20:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes
20:30 h Banda na Praça -Praça da Matriz

20/08 - Sexta Feira
09:00 h Oficina Rei do Peixe & Miolo de Gastronomia UNITAU
18:00 h Esquetes e Sombras - Roteiro Restaurantes
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes
21:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes

21/08 - Sábado
09:00 h Oficina Rei do Peixe de Gastronomia - UNITAU
15:00 h Oficina Spaguetto de Gastronomia - UNITAU
18:00 h Esquetes e Sombras - Roteiro Restaurantes
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes
20:30 h Madrigal Música na Catedral - Igreja da Matriz
21:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes

22/08 - Domingo
08:00 h Manhã Zen - Yoga na Praça - Praça Capricórnio
10:00 h Manhã Musical - Praça Capricórnio
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes 22/08 - Domingo
19:00 h Projeção e Debate - “Rashomon” - FUNDART
20:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes

27/08 - Sexta Feira
09:00 h Oficina Senzala & Miolo de Gastronomia - UNITAU
21:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes

28/08 - Sábado
09:00 h Oficina Peixe com Banana de Gastronomia - UNITAU
15:00 h Oficina Giorgio de Gastronomia - UNITAU
18:00 h Esquetes e Sombras - Roteiro Restaurantes
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes
20:30 h Seresta e Seresteiro - FUNDART
21:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes

29/08 - Domingo
08:00 h Manhã Zen - Yoga na Praça - Praça Capricórnio
10:00 h Manhã Musical - Praça Capricórnio
10:00 h Corrida de Garçons e Garçonetes - Av. Iperoig
18:00 h Esquetes e Sombras - Roteiro Restaurantes
19:00 h Malabarista com Fogo - Roteiro Restaurantes
21:00 h Música na Rua 2 apresentações -Roteiro Restaurantes (Fonte: COMTUR)

OFICINAS - Inscrições gratuitas, vagas limitadas
UNITAU (12) 3832-2460 - Débora

20/08 à 12/09 FUNDART
Exposição o Imaginário Religioso Brasileiro
Mércia Borges

06/08 à 15/08 FUNDART
Exposições de Artes Plásticas
Todos os finais de Semana de Agosto
Atelier de Artes

Casanga - 09:00 h às 18:00 h
Não abrirá dias 13/14e15
Est. da Casanga, 474 Casanga - Tel: 9141 - 2701
Utensilios de decoração, esculturas...

Juan Falcón- 10:00 h às 22:00 h
Av. Chico Santos,27 Itaguá - Tel: 3832 -2504
Telas, cerâmicas ...

Mosaico - 10:00 h às 19:00 h 
R. Gonçalves Dias, 236 Itaguá - Tel: (12) 3833-4306
Peças decorativas e utilitárias, cerâmicas...

Osvaldo Pires-10:00 h às 22:00h
Rod. Oswaldo Cruz, 4775 Horto Tel: (12) 3832 - 6914
Pinturas em acrílico, oficina de confecção de mini telas...

Refazendo Arte - 10:00 h às 20:00 h
Av. Leovegildo Dias Vieira, 638 Itaguá - Tel:(12) 3832-6204 
Luminárias naturais, papel reciclado e outros materias

Sapê Arte - Tel: 10:00 h às 22:00h 
R. Velho Barroso, 110 Tenório - Tel:(12) 3835-3192
Telas, tapetes, peças de decoração... (Fonte: COMTUR)

Após anos, Sertão da Quina recebe primeira creche

Ubatuba - Mais de 80 crianças da comunidade do Sertão da Quina, em Ubatuba, foram beneficiadas nesta semana com a inauguração da primeira creche instalada naquele bairro. 
A entidade faz parte da Escola Municipal Nativa Fernandes de Faria e é uma antiga reivindicação dos moradores. 
Diariamente e sem custo nenhum para seus pais, ali serão atendidas crianças na faixa de zero a quatro anos de idade. 
A rede municipal já atende a 632 crianças ao longo dos bairros da cidade.
Segundo a Secretaria de Educação de Ubatuba, as aulas começaram no início desta semana, em dois turnos. 
Em tempo integral, a creche está atendendo a 46 crianças, divididas em três classes distintas. 
Em meio período, são atendidos pela instituição 38 alunos.
A creche foi construída em uma área de 8.300 metros quadrados e tem berçários, refeitório e pátio para recreação.
A prefeitura informou que o objetivo da instalação da nova creche é proporcionar um espaço seguro para as crianças, que têm de ficar longe dos pais, durante o período em que eles estão trabalhando. (Fonte: Correio do Litoral)

Ação Litoral

Noite de Autógrafos Topo

"Sem que ela saiba"

Tudo foi preparado com o maior cuidado. No convite, o grifo "sem que ela saiba" anunciava sigilo absoluto. Top Secret. Para não dar na vista, a família havia se instalado em outro local neste final de semana. O combinado era alguém levá-la para jantar fora. Tudo meticulosamente planejado. Na Fundart, parentes, amigos, cocktail, bufet e músicos aguardavam Dona Dirce..
Quando ela chegou, aquela surpresa! Tanto ela como os presentes tiveram que conter as lágrimas diante das palavras proferidas pelos parentes e anfitriões. Seresta e oração fizeram parte da homenagem. Diante de tanto amor e união, era impossível não notar o quanto é amada a nossa querida Dirce Marangoni, "Dona Dirce" como eu a conheço.
Após as homenagens, uma noite de autógrafos digna de uma talentosa escritora, que registrou em folhas manuscritas, fragmentos e instantes fabulosos, ternos e emocionantes, agora registrados em um livro.
Parabéns, Dona Dirce! A senhora merece.
Que Deus a continue iluminando e inspirando contos maravilhosos, para que um dia eu possa receber novamente outro convite, com o grifo "sem que ela saiba"  para o lançamento de "Contos II", de Dirce Marangoni.

Capa do Livro


Autora 

Emilio Campi

Artigo Topo

Cuidando do Futuro
Irineu Nalin

Tive oportunidade de visitar e conhecer o "Projeto de Educação Ambiental sobre Rodas", patrocinado pelo Instituto Unibanco, em comemoração aos 80 anos dessa organização, surgida com a obtenção de carta patente em 1924, que regularizava a Seção Bancária da Casa Moreira Salles & Cia., um magazin, fundado pelo comerciante João Moreira Salles, vindo de Guaranésia e Mococa em 1918 e que se estabeleceu na cidade de Poços de Caldas (MG).
Em 1931, transforma-se em Casa Bancária, tornando-se importante parceira no financiamento de obras da Prefeitura local e da rede hoteleira, passando nas décadas seguintes por sucessivos processos de fusões e incorporações, resultando em um dos maiores conglomerados financeiros do país.
O projeto, voltado para o publico estudantil (1ª/4ª séries) do ensino fundamental da rede pública municipal, objetiva estimular a educação ambiental em alunos e professores.
Consiste em três duplas de carretas que percorrerão várias cidades do país em três rotas distintas. Cada dupla de carretas é composta por: 1ª carreta - cinema - com projeção de filme sobre educação ambiental; 2ª carreta - espaço interativo de exposição de quadros e vídeos, divididos em ambientes que tratam dos seguintes temas: biodiversidade, água, ar, lixo, energia e consumo sustentável.
A ação prevista do projeto é de agosto/dezembro/2004, com possibilidade de ser reiniciado no próximo ano. Ao final de cada sessão, entre outros brindes, as crianças recebem uma interessante Cartilha Educativa impressa em papel reciclado.
Iniciativas como essa, são muito louváveis, além de que financeiramente pouco representam, principalmente para os bancos, o setor de maior lucratividade no país e, considerando-se ainda o retorno, em termos de marketing. Seria oportuno que outras instituições do gênero, independente de datas comemorativas, seguissem esse exemplo em outros segmentos educativos.
Nessa etapa do projeto, o Litoral Norte não consta do roteiro, o que sugere que os Secretários Municipais da Educação e do Meio Ambiente desses municípios, deveriam tomar a iniciativa junto à Coordenação do Projeto para a inclusão dos mesmos, na próxima etapa.
Tenho certeza que seria uma ótima oportunidade de contar com um instrumento a mais no processo de formação de novas gerações, tão básico para a manutenção da qualidade de nossas praias e preservação das matas e mananciais.
Por outro lado, uma importante decisão através de legislação municipal colocou em evidência o município de Ribeirão Preto, com a definitiva proibição da queima da palha de cana, prática que vigora em todos os canaviais durante a colheita, antes do corte da cana e que é extremamente prejudicial ao meio ambiente. O que demonstra que o poder público municipal, quando quer, tem condições de colocar em prática iniciativas como essa, que deveriam ser de âmbito federal.
E o bom senso prevaleceu com o veto pelo Presidente Lula ao Artigo 64 do Projeto de Lei 2109/99, que previa a revogação da aplicação do Código Florestal (Lei 4771/1965) em áreas urbanas. Foi uma vitória das OnGs, do cidadão e da democracia, para uma proposta que não foi objeto de debate e, nem a sociedade, nem o governo tiveram a oportunidade de contra-argumentar e que entre outras, traria sérias conseqüências aos mananciais e ao abastecimento de água das cidades.
As futuras gerações agradecem.

Ir./07/08/04
Consulte aqui Artigos Anteriores

Carta do Leitor Topo

Creche do Sertão da Quina - Gostaria de pedir ao Prof. Cursino, Secretário de Educação da Prefeitura de Ubatuba, mais atenção quanto a CRECHE recém inaugurada aqui no Sertão da Quina, pois, é evidente que as crianças por serem tão pequenas e não estarem habituadas com o local, tentem fugir, e a creche, alem de FICAR LOCALIZADA EM FRENTE AO RIO, ESTÁ SEM PORTÃO.
É um perigo muito grande, as mães estão inseguras de deixarem ali suas crianças e com razão, pois as funcionarias ainda estão em fase de adaptação, não tem experiência suficiente, tanto que 6ª feira, dia 06.08 um garotinho de 3 anos mordeu tanto uma menina de 1 ano e 3 meses, mordeu muito nas costas e no rosto até tirar sangue, feriu muito. Isto ocorreu enquanto a menina estava em uma sala dormindo, é evidente que a atitude do menino foi um ato fora do comum, mas o pior é que nenhuma funcionária viu, depois do incidente a menina foi socorrida no Posto de Saúde.
Veja bem, se a criança gritando de dor não foi ouvida, imagine uma criança saindo caladinha, fugindo e dando com o portão aberto em frente ao rio.
Prof. Cursino, sei que não é V. Senhoria que coloca portões, mas com certeza sabe de quem é a responsabilidade. As mães aguardam urgente providência.

Bel Dergham 
Sertão da Quina
Ubatuba, SP


Festa na Igreja - Prezada Sra Bel. Sinto muito por a senhora ter entendido mal o meu desabafo. Quando me referi à igreja, me referi não à instituição e portanto não pode ser tomado como agressão. Como manda a democracia, acho que todos têm direito a ter uma praça também, os budistas, os espíritas, shei shi noie, etc. etc.. quem sabe a gente não faz MARANDUBA, O BALNEIARIO DE PRAÇAS RELIGIOSAS. A senhora gostaria na frente da sua casa qual delas? Praça para mim é um lugar de todos e para todos os credos, com árvores, flores, bancos ou brinquedos para as crianças, uma pista de Cooper para enfartados, enfim um local para o lazer um lugar para se ler um bom livro por exemplo. Quanto a mansão paroquial acho muita ostentação para uma praça (existe uma biblioteca lá?) e quanto aos cães é perigoso sim, pois trata-se de um lugar público como a senhora mesmo mencionou. Quanto ao padre tanto faz o qual esta atualmente exercendo suas funções pois é um empregado de DEUS, pode ser transferido de paróquia como tantos outros. Quando mencionei as festas fechadas, se a senhora puder observar a vírgula, falo de patrocínios de políticos em eventos festeiros, e acho que poderiam fazer essas festas em pról da saúde por exemplo, ou da ponte; a senhora sabe que moradores e turistas deram dinheiro para fazerem a fundação e colocaram essa de madeira? Veja bem, meu desabafo não tem conotação política ou religiosa.

Dulce Barana
Maranduba
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Canto da Praia do Félix

Canto da praia do Félix
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor