Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 27 de agosto de 2004 - Nº 1107 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Portal da Palmeira Locação

Região
-

Caraguatatuba
CEI Ipiranga faz tradicional feijoada “Tradições de um povo” neste sábado 28
CIEFI do Tinga realiza VIII Festa do Folclore e Olimpíadas
Festa do Folclore no CEI do Morro do Algodão
Última semana de vacinação anti-rábica
Começam os preparativos para o Debate com candidatos a Prefeitura de Caraguatatuba.
Imóvel desapropriado gera revolta em Caraguá
Prefeituras assumem área de marinha
Obra na Cocanha gera polêmica
Prefeito desapropria terreno de colégio e desagrada pescadores
Trinca tortura vítimas durante roubo no Rio Claro em Caraguá
Tatuador é executado com sete tiros
PM desmantela quadrilha de ladrões no Perequê-Mirim

Ilhabela
Denarc prende em Ilhabela sem conhecimento da polícia local

São Sebastião
Alcatrazes terá reforço na fiscalização
Julião nega benefício à Eness
Reunião do Comdurb não ocorre por ausência da Transpetro
Capitania dos Portos intensificará fiscalização na área de Alcatrazes
Agro-escola ensina crianças a produzirem seus próprios alimentos
Grupo de dança se apresenta em Campos
Alcatrazes será cenário de circuito de aventura
Fechou o tempo na boate: duas mulheres e um homem presos

Ubatuba
Última semana do I Festival Gastronômico e Cultural de Ubatuba
Circuito de Inverno Tripaulista em Ubatuba
Jovem é baleado em frente de casa pela vítima no Ipiranguinha
Programação do I Festival Gastronômico e Cultural:

Seções
Crônica
Artigo
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

 

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá Anuncie Aqui

CEI Ipiranga faz tradicional feijoada “Tradições de um povo” neste sábado 28

Caraguatatuba - O CEI – Centro de Educação Infantil “Messias Mendes de Souza, do bairro Ipiranga, que funciona por meio da parceria entre a Prefeitura de Caraguatatuba e a Fundação Orsa, realizará neste sábado 28, a tradicional feijoada “Tradições de um povo”, que tem como objetivo comemorar o folclore regional e a cultura caiçara.
A escola estará abertura a toda comunidade e a deliciosa feijoada do CEI, que acontece pelo segundo ano consecutivo será servida no valor de R$ 5,00 o prato individual, a partir das 11h. o CEI do Ipiranga fica na rotatória do Camaroeiro, próximo à Avenida da Praia. Participe. (Fonte: SME/PMC

CIEFI do Tinga realiza VIII Festa do Folclore e Olimpíadas

Caraguatatuba - O CIEFI “Prof. Lúcio Jacinto dos Santos”, do bairro Tinga, realizará neste domingo, 29 de agosto a tradicional Festa do Folclore, que já está em sua oitava edição. Haverá apresentações dos alunos e comidas tradicionais. E na segunda-feira, dia 30, acontecerá a abertura das Olimpíadas, com a participação de todos os alunos da unidade escolar que, durante toda a semana, disputarão diversas modalidades esportivas.
A abertura oficial dos Jogos Olímpicos do CIEFI do Tinga está prevista para as 8h30, no Ginásio de Esportes “Cláudio Luiz do Prado”, localizado ao lado da unidade escolar. Participe. Prestigie nossos alunos.
(Fonte: SME/PMC

Festa do Folclore no CEI do Morro do Algodão

Caraguatatuba - O Centro de Educação Infantil “Profª Maria Carlita Saraiva Guedes”, do bairro Morro do Algodão, administrado em conjunto pela Prefeitura de Caraguatatuba e a Fundação Orsa, realizará no próximo sábado, 28 de agosto, a Festa do Folclore.
Além das comidas típicas e tradições do folclore regional, haverá apresentações das crianças. A entrada é franca e a festança começa a partir das 12h. Participe. Você é nosso convidado especial.
(Fonte: SME/PMC)   

Última semana de vacinação anti-rábica

Caraguatatuba - A campanha de vacinação anti-rábica se encerra na próxima semana. O setor de Zoonoses da prefeitura já percorreu quase todos os bairros do município vacinando cães e gatos. Foram aproximadamente 16,419 animais, sendo 15,052 cães e 1,367 gatos vacinados.
O veterinário Guilherme Garrido continua alertando à população que todo animal deve receber a dose da vacina, a raiva é uma doença que atinge animais mamíferos e até mesmo o homem. Ela é causada por um vírus mortal, tanto para o homem quanto para os animais. Aos três meses de vida o animal deve ser vacinado e repetir a dose aos trinta dias além das campanhas que são feitas anualmente.
Ele alerta aos donos de gatos que não esqueçam de levar seu animal para ser vacinado, este ano a demanda de vacinação está abaixo em relação ao ano passado. O gato também contrai a raiva.
Quem ainda não levou seu bichinho de estimação para ser vacinado, ainda há tempo, a campanha vai até o dia 3 de setembro. 
As pessoas que não tiverem condições de levar o seu cão ou gato para ser vacinado devem ligar telefone 3883-3939 ou 3882-5025 que a equipe de Zoonoses irá atender a domicílio.
Do dia 30 de agosto até o dia 3 de setembro, última semana da campanha, os agentes de Zoonoses estarão de plantão no centro da cidade, na casa da agricultura que fica na avenida Sebastião Mariano Nepomuceno; na subprefeitura no bairro Porto Novo e a vacinação volante em todos os bairros.
(Fonte: PMC

Projeto social para construção de hotel escola é apresentado em Caraguá
Com o objetivo de capacitar crianças e adolescentes em risco social, o cabeleireiro Donato Otacílio de Souza apresentou ao prefeito de Caraguá Antonio Carlos da Silva, na quarta-feira, 25, um projeto que visa a construção de um hotel-escola na cidade 

Caraguatatuba - cabeleireiro Donato Otacílio de Souza esteve em Caraguá na quarta-feira, 25, para apresentar ao prefeito Antonio Carlos da Silva o projeto social que visa a construção de um hotel-escola na cidade. Souza, que por 15 anos foi cabeleireiro do governador Mário Covas e atualmente cuida dos cabelos do atual governador Geraldo Alkmim, apresentou suas propostas e os benefícios sociais que uma possível parceria com a prefeitura ou empresários da região, trariam para a cidade.
Todos os projetos do hotel-escola são voltados para a área social, visando recuperar crianças e adolescentes em risco social e integrá-las às suas famílias, que também, teriam o apoio da entidade. A proposta visa a construção de uma colônia de férias para os profissionais da área da beleza em geral e uma escola que oferecerá às crianças e adolescentes atendimento psicológico e médico, além de palestras de orientação, cursos de marcenaria, bar-man, hotelaria e também da beleza. As famílias das crianças ingressadas nos cursos também terão tratamento médico e psicológico, para que elas possam recuperar os seus filhos.
De acordo com o cabeleireiro o principal objetivo do projeto é transformar crianças e adolescentes em risco social em futuros profissionais, pessoas capacitadas para enfrentar o mercado de trabalho. Os adolescentes que trabalharem no hotel-escola terão uma remuneração de um salário mínimo, para que possam tem uma renda, isso servirá de incentivo para que o adolescente se sinta valorizado. O projeto visa também benefício aos artesãos que também terão o seu espaço, o hotel reservará um local onde os artesanatos ficarão expostos para venda, eles apenas irão colaborar com uma pequena taxa, sobre o que for vendido, para manutenção do local. Souza acrescenta ainda que muitos outros projetos beneficentes já estão elaborados para o local, caso uma possível parceria aconteça, todos ligados a área social, coisa que ele não abre mão. Quanto a aplicação dos cursos eles serão ministrados por profissionais que hoje estão fora do mercado de trabalho por algum motivo, esse profissional será resgatado e colocado no mercado. “Vamos resgatar profissionais sem esperança de voltar ao mercado de trabalho para capacitar essas crianças e adolescentes sem esperança de um futuro”, declarou Souza. Caso seja viabilizada alguma parceria o hotel será aberto ao público em geral, mas visa criar vínculos com os profissionais da beleza para que sejam promovidos cursos, eventos, exposições de produtos de estética. “Os cabeleireiros em geral são bastante voltados para o lado social”, acrescentou. O prefeito Antonio Carlos da Silva irá analisar o projeto e verificar a viabilidade da parceria .
(Fonte: PMC

Começam os preparativos para o debate com candidatos a prefeito
 
Caraguatatuba - Depois dos momentos realizados em Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela, considerados de extrema qualidade e proveito,a equipe da Pastoral Fé e Política da Diocese de Caraguatatuba reuniu-se esta semana para iniciar os preparativos para o debate com candidatos de Caraguatatuba que acontece no dia 10 de setembro, na Paróquia Santo Antonio, a partir das 20 horas. À exemplo do que foi feito nas demais cidades, o evento vem sendo preparado no sentido de oferecer qualidade e transparência.
Terão acesso ao recinto do debate agentes previamente credenciados das 7 paróquias da cidade - Paróquias Santo Antonio - Catedral Divino Espírito Santo - Santa Terezinha - Nossa Senhora da Visitação - Nossa Senhora da Glória - São Jose e São João Batista - , padres, diáconos, religiosos (as), além dos candidatos e suas esposas, um assessor jurídico e um assessor parlamentar, o candidato a vice-prefeito, a imprensa credenciada e alguns convidados, considerados autoridade no município. A medida tem caráter organizativo e de segurança. A previsão é de que cerca de 300 pessoas estejam presentes. Do lado de fora, a exemplo do ocorrido nas demais cidades, será disponibilizado um telão e som para que a comunidade presente possa acompanhar os trabalhos. Numa parceria com o Jornal Imprensa LIvre e Radio Oceânica, o debate será publicado em edição especial (Jornal Imprensa Livre) e transmitido simultaneamente pela emissora local (Radio Oceânica). 
O objetivo deste encontro, que terá a característica de debate, é o de oferecer às lideranças católicas e demais ouvintes a oportunidade de conhecer melhor as propostas de cada candidato, fazendo com que as pessoas possam formar opinião baseadas nos critérios exigidos pela Igreja para um bom candidato, conforme apontado por diversos documentos da Igreja. É também oportunidade de formar as lideranças pastorais para uma nova visão e consciência em relação à política: "A Igreja é apartidária, prima pela ética e pretende colaborar para que cada eleitor exerça com sabedoria seu direito de voto.", diz o coordenador diocesano da Pastoral Fé e Política, Epaminondas de Paula Freitas Filho. 
Na próxima semana os candidatos estarão recebendo, por escrito, as normas e regras para o debate, que estão em fase de finalização junto à assessoria jurídica da Diocese.
Em síntese, os candidatos responderão a perguntas vindas dos Conselhos de Pastoral Paroquial; da assembléia presente (selecionadas pela mesa organizadora); farão perguntas entre si com direito a réplica e tréplica; e terão dois momentos de fala aberta, sendo o primeiro na abertura, quando farão sua apresentação pessoal e de sua caminhada política e de engajamento social, e no último bloco, quando poderão falar sobre o seu plano de governo.
Os dois últimos blocos serão destinados a direito de resposta caso seja julgado pela assessoria jurídica da Diocese ofensa pessoal a algum dos candidatos, e a leitura de um documento que apresenta o perfil do “bom candidato”, a partir dos documentos da Igreja Católica. 
O mediador será o assessor da Pastoral Fé e Política, Jose Reinaldo Arado.
Atenção à imprensa interessada em Acompanhar 
O debate - A Assessoria de Imprensa da Diocese de Caraguatatuba receberá a solicitação de credenciamento dos senhores jornalistas, que deverá ser encaminhada pelo veículo de comunicação para o qual o profissional presta serviço. 
Cada veículo de comunicação (radio e jornal) poderá solicitar credenciamento de até dois profissionais, incluindo o fotógrafo no caso da imprensa escrita. Demais situações serão avaliadas pela Comissão organizadora.
A solicitação de credenciamento deve ser feita por e-mail com até 24 horas de antecedência.
As credenciais devem ser retiradas no dia 10 de setembro, até as 16 horas, na Cúria Diocesana – Rua Santos Dumont, 100 – centro – Caraguatatuba.
Informações com Denise Peixoto (12) 3883.6668
imprensa@diocesecaraguatatuba.com.br
diocesecaraguatatuba@diocesecaraguatatuba.com.br
centropastoral@diocesecaraguatatuba.com.br
*Não será permitida filmagem. (Fonte: Diocese de Caraguatatuba

Imóvel desapropriado gera revolta em Caraguá

Caraguatatuba - Os pescadores de Caraguatatuba foram surpreendidos ontem com a publicação de um decreto do prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), que desapropria uma área de 11 mil metros quadrados pertencente à colônia de pesca Benjamin Constant, no bairro do Poiares.
A colônia tinha alugado a área para a implantação de uma escola técnica profissional, com garantiria bolsas de estudo para os filhos dos pescadores. O presidente da colônia, Odair Ezequiel dos Santos, 51 anos, disse que o prefeito desrespeitou a categoria ao fazer o decreto sem consultá-los. "Trata-se de uma vingança pessoal do prefeito contra os 500 pescadores associados."
A colônia havia alugado a área, que inclui 1.500 m2 de área coberta, para o colégio Objetivo havia cerca de 12 anos. Na negociação, além do aluguel, a colônia tinha direito as bolsas de estudo gratuitas para os filhos dos pescadores. Como o Objetivo local fechou as portas, a colônia passou a buscar interessados em alugar a área. Segundo Santos, a prefeitura mostrou interesse em comprar a área para instalar no local seu pátio de obras. A prefeitura queria pagar R$ 22 o metro quadrado. A colônia estipulou o preço em R$ 37, com base no valor venal do imóvel, e não houve acordo. A partir da desistência da prefeitura, a colônia fechou contrato na última terça-feira, com o CETEP (Centro de Educação Técnica e Profissional), que prevê o pagamento de um aluguel de R$ 3 mil mensais e 25 bolsas para os filhos dos pescadores. "Nós queremos é a garantia de que nossos filhos tenham acesso a uma boa educação técnica e profissional", disse Santos.
Outro Lado - O prefeito Antonio Carlos afirmou ontem que a decisão de desapropriar a área pertencente à colônia não se trata de nenhuma vingança pessoal contra os pescadores, por eles não terem aceito a proposta da prefeitura. Segundo ele, o objetivo é implantar mais uma escola municipal. "Caraguá não precisa de mais uma escola técnica, já temos o Ceprolin (Centro de Educação Profissionalizante do Litoral Norte), construído pela prefeitura", afirmou. 
Antonio Carlos afirmou ainda que poderá rever sua posição se a maioria dos pescadores se posicionarem contra a desapropriação.
A vereadora Madalena Fachini(PSB) criticou o prefeito por fazer a desapropriação sem ter o aval dos pescadores. "Ele (o prefeito) pensa que a cidade é dele e faz o que quer. Antonio Carlos deveria respeitar mais os pescadores de nossa cidade", afirmou. (Fonte: ValeParaibano

Prefeituras assumem área de marinha

Caraguatatuba - As prefeituras de Caraguatatuba e São Sebastião firmaram convênio com a União, por meio do Ministério do Meio Ambiente e Planejamento, para monitorarem o trecho conhecido como 'área de marinha' --faixa de 33 metros contada a partir da linha da maré.
As prefeituras de Ubatuba e Ilhabela devem assinar o acordo em setembro.
O convênio assinado na última terça-feira em Brasília garantirá também recursos provenientes dos impostos cobrados pelo SPU (Serviço de Patrimônio da União) para reurbanização de praias e desenvolvimento de programas de educação ambiental.
As prefeituras poderão receber até 50% dos impostos cobrados pelo SPU no município. O 'Projeto Orla-Gestão Integrada da Orla Marítima', tem como objetivo o ordenamento de toda a orla da praia no litoral, 'através do estudo e do respeito a paisagem, da sustentabilidade ambiental e preservação'.
Segundo o ambientalista Eduardo Hipólito do Rêgo, do Mopress (Movimento de Preservação de São Sebastião), o projeto veio em boa hora.
"O SPU tem apenas um engenheiro para cuidar de todo o litoral paulista", afirmou. Para Rêgo, as prefeituras, por estarem mais próximas da realidade, podem colaborar na fiscalização, como também, nos projetos de ocupação disciplinada da orla.
Para o secretário de Meio Ambiente de Caraguatatuba, Auracy Mansano, a proposta é positiva. "O projeto Orla prevê o desenvolvimento sustentável que pensa no lado econômico se causar danos ao meio ambiente ou ao turismo".
Caraguá prevê utilizar os recursos que virão do SPU na implantação de arrecifes artificiais e a proteção das praias Brava e Mococa, entre outras propostas.
O secretário de Meio Ambiente de São Sebastião, José Teixeira Filho, afirmou que inicialmente fará um novo cadastramento dos imóveis que ocupam atualmente a faixa de marinha. "Posteriormente, investiremos os recursos na urbanização e preservação da orla.
Maria Inês Fazini, secretária de Meio Ambiente de Ilhabela, afirmou que o projeto apresentado por sua cidade prevê a reurbanização e a regulamentação do uso comercial da Praia do Curral e a preservação da Baía de Castelhanos. (Fonte: ValeParaibano

Obra na Cocanha gera polêmica

Caraguatatuba - A construção pela Prefeitura de Caraguatatuba de um galpão com cerca de 300 metros quadrados na areia da Praia da Cocanha, uma das mais frequentadas da cidade, provoca polêmica entre moradores e turistas.
O galpão, segundo o secretário de Obras, João Alarcon, substuituirá os tradicionais ranchos dos pescadores. A obra custa R$ 41 mil. Estão sendo construídos 22 boxes para os pescadores artesanais venderem pescado e guardarem seus materiais de pesca.
Para José Luiz Alves, a obra assustou os próprios pescadores beneficiados e os frequentadores da praia. "A construção invadiu de mais a praia", afirmou. Segundo ele, a prefeitura poderia ter feito uma obra 'mais modesta'.
O comerciante Carlos Alberto Martins, afirmou que, a obra, além de ocupar a areia destinada aos banhistas, polui visualmente a praia. "A obra deveria ser feita sem prejuízos aos banhistas", disse.
Martins disse ainda, que com a obra os turistas perderam a bela vista do ilhote da Cocanha, uma ilha em frente ao seu estabelecimento.
A promotora regional de Meio Ambiente, Elaine Taborda de Ávila afirmou 'desconhecer a realização da obra pela prefeitura'.
Segundo ela, a administração deveria ter consultado a Marinha antes de iniciar a obra. A Capitania dos Portos não retornou as ligações feita para comentar o assunto.
(Fonte: ValeParaibano

Prefeito desapropria terreno de colégio e desagrada pescadores

Caraguatatuba - Os pescadores da Colônia Z-8 discordam do edital da Prefeitura publicado ontem, desapropriando terreno no Indaiá. Essa área pertence a Colônia, e nela estava instalado o Colégio Objetivo, que faliu no último mês de junho. Os pescadores não concordam com a decisão do prefeito e dizem que tentaram marcar uma reunião com Antônio Carlos da Silva (PSDB) mas ele estava viajando. O encontro ficou para a próxima segunda-feira, no gabinete do prefeito. 
“No começo do mês tentamos uma negociação com o prefeito. Ele nos propôs manter as 25 bolsas de estudos dos nossos filhos e pagar R$ 4 mil do aluguel do terreno. No outro dia ele mesmo disse que não manteria as bolsas. Sendo assim, fomos buscar outros parceiros interessados na área e fizemos um contrato com a Etep. Hoje somos surpreendidos com o edital de desapropriação. Não concordamos com a atitude ditadora do prefeito de que ‘ele pode tudo’”, explicou Maria Helena dos Santos, secretária da Colônia de Pescadores Z-8 Benjamin Constant.
Até junho a Colônia mantinha um contrato de comodato com o Colégio Objetivo que funcionava em terreno doado pela Z-8 e em contrapartida o colégio oferecia 25 bolsas de estudos aos filhos dos pescadores. O Objetivo faliu em junho e o novo proprietário instalou o colégio em outra área, no centro da cidade. A área do Indaiá não estava mais sendo utilizada.
“Chegamos até a oferecer outra área para o prefeito, mas ele queria a área do Objetivo para instalar uma outra escola no local. Hoje, seis dos bolsistas que faziam cursinho, não estão mais estudando. Já os outros ex-bolsistas foram matriculados em escolas municipais. 
Esta era uma das poucas chances de filhos de pescadores estudarem em colégio pago para disputarem ‘cara a cara’ uma vaga nas faculdades públicas, e agora cortaram até isto”, comentou Maria Helena. Segundo Eliúde Darico, mãe de um aluno, o maior problema da quebra do comodato é que a Colônia dava atendimento médico e odontológico aos pescadores em troca das bolsas de estudos para os filhos destes profissionais. “Quem perde são os pescadores e os nossos filhos”.
O procurador jurídico do Municipio Sidney Oliveira explicou que o prefeito desapropriou a área do antigo Objetivo para instalar uma escola no local. “O prefeito pode desapropriar qualquer área, não precisa haver um acordo entre os envolvidos. Está sendo avaliado o valor do terreno que a Colônia receberá”, explicou. (Fonte: Imprensa Livre

Trinca tortura vítimas durante roubo no Rio Claro em Caraguá

Caraguatatuba - Uma trinca é acusada de fazer uma verdadeira sessão de tortura, na manhã de ontem, durante um roubo ocorrido em uma casa no Rio Claro. Os assaltantes ficaram por quase uma hora na residência da vítima, a quem ameaçaram atear fogo jogando álcool no imóvel e nos familiares. O mesmo trio ainda roubou um caminhão, carregado com laticínios, e um dos integrantes foi preso em um cerco policial.
Eram seis horas, quando o estudante E.R.S., de 24 anos, foi rendido pelos assaltantes. Em seguida, foram mantidos reféns um irmão do estudante e a mãe, que é deficiente física. Armado com revólver e espingarda, o trio fez várias ameaças com as vítimas.
O estudante teve o corpo encharcado com álcool, e a todo o momento era ameaçado de ser queimado, assim como o restante do imóvel. Os assaltantes pegaram um computador completo, jóias, relógio, dois televisores, dois celulares, um aparelho de som, um forno microondas, uma espingarda antiga, além de talheres e outros objetos.
O material foi colocado no carro da família, um Corsa, também levado pelos assaltantes. Após a fuga, a Polícia Militar foi avisada, passando as informações do roubo para todas as viaturas da rua. Horas depois, a polícia recebia denúncia de outro roubo, ocorrido no Travessão. Um caminhão tinha sido levado carregado. O motorista chegou a ser mantido por quase uma hora em cárcere privado em outro local, enquanto um dos assaltantes fugia com o veículo no sentido de São Sebastião.
O soldado Cícero Antônio Souza da Cruz, PM da Ronda Escolar, e o cabo Luiz Carlos Alves dos Santos, da Rodoviária, montaram um bloqueio na curva dos Eucaliptos, nas Cigarras, na Costa Norte de São Sebastião.
A batida surtiu o efeito desejado, pois o caminhão roubado foi flagrado, sendo parado pelos policiais. Nele estava N.G.J., de 31 anos. Posteriormente, o Corsa foi localizado abandonado nas Cigarras, um quilômetro à frente do bloqueio. 
A polícia não descartou a hipótese dos outros dois assaltantes terem passado pelo bloqueio, aproveitando a abordagem com o caminhão, e conseguido fugir. N. foi conduzido ao 3° Distrito Policial, onde se registrou a ocorrência, e foi reconhecido pelas vítimas.
Ele disse que estava levando o veículo para uma pessoa, que não identificou, e que iria encontrar no Centro de São Sebastião.
(Fonte: Imprensa Livre

Tatuador é executado com sete tiros

Caraguatatuba - O tatuador Manoel Fernando Marconi, de 23 anos, foi executado com sete tiros na cabeça, na madrugada de ontem, em um local desabitado na Estrada dos Pássaros, no Rio Claro. O corpo foi encontrado por uma pessoa que passava no local.
A vítima estava caída em um caminho no matagal existente na área. Sem documentos, mas portando relógio e outros apetrechos, o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) como desconhecido. 
No período da tarde, ele foi reconhecido pelo padrasto. 
A mãe recebeu um telefonema anônimo:“o safado de seu filho já era”. Preocupada, ela pediu ao marido que procurasse o filho, encontrado no IML. O tatuador morava com outro profissional no bairro Caputera. Os dois trabalhavam em uma barraca na praça central da cidade fazendo tatuagens. Pela crueldade do crime, a polícia suspeita de “acerto de contas”. 
O homicídio foi registrado na delegacia da cidade. O corpo de Manoel será enterrado hoje em Sorocaba, onde reside a maioria dos familiares.
(Fonte: Imprensa Livre)

PM desmantela quadrilha de ladrões no Perequê-Mirim

Caraguatatuba - A Polícia Militar desmantelou, na madrugada de ontem, uma quadrilha que usava uma casa na rua Três Corações, no Perequê-Mirim, para esconder objetos furtados. Foi nela que os policiais encontraram os produtos retirados de um quiosque no Porto Novo, que sofreu uma “limpa”. Do estabelecimento foram furtados aparelhos elétricos, bebidas, salgados, doces, cartões telefônicos, cigarros, copos, guardanapo - tudo o que os ladrões puderam carregar. A Polícia Militar recebeu denúncia do local em que estariam escondido as mercadorias.
Um cerco foi feito na casa da rua Três Corações, onde foram presos G.V.D., de 21 anos, J.C.S., de 25 anos, F.S.C., de 19 anos, R.G., de 20 anos, M.P.C., de 24 anos, S.C.S., de 19 anos, e R.B.S., de 21 anos, e um adolescente de 17 anos. A quadrilha tentou fugir.
No imóvel, estava a mercadoria do quiosque e ainda um revólver, calibre 38. Com a quadrilha, a polícia ainda encontrou um cigarro de maconha e uma porção do fumo. Todos foram conduzidos à delegacia, onde foi registrada receptação, porte de droga e formação de quadrilha. 
A pesquisa dos antecedentes criminais revelou que integrantes da quadrilha tem passagens por porte ilegal de armas e homicídio. Todos residem no mesmo bairro do Perequê-Mirim e, com exceção do menor liberado aos responsáveis, ficaram recolhidos na cadeia pública. (Fonte: Imprensa Livre)

Programa Ação Litoral

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano
Sailing Shop

Denarc prende em Ilhabela sem conhecimento da polícia local

Ilhabela - A operação do Denarc (Departamento de Narcóticos) da Polícia Civil, realizada na última semana e que culminou com a prisão de cinco pessoas, uma delas, irmão do deputado federal cassado Jaber Rabelo, na balsa de travessia com São Sebastião, não era de conhecimento da polícia local, até porque eles são um setor estadual com competência para agir em todas regiões. 
A investigação, marcada pelo serviço de inteligência, dava conta que eles usavam uma casa, no Curral, de um dos integrantes da quadrilha. Segundo a assessoria de imprensa do Denarc, o trabalho começou em julho, com a participação de juízes do Dipo (Departamento de Inquéritos Policiais e Corregedoria da Polícia Judiciária da Capital), e promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado). A quadrilha usava vários municípios de Minas Gerais, como Cláudio, Carmo da Mata, Divinópolis e Oliveira. Neste Estado, era mantido um laboratório em um sítio, em Carmo da Mata, onde foram apreendidas prensa e mistura para cocaína. Um sobrado, em Cláudio, era usado como base para reuniões dos acusados.
A cocaína vinha de Rondônia, era armazenada no Paraná e, depois, era levada para o local de refino e mistura. Se o laboratório escolhido fosse em Minas, a droga seguia para aquele Estado e, depois, era trazida para São Paulo, o centro de distribuição.
A quadrilha era organizada. Logo que a cocaína era produzida, ela desmontava o laboratório, se “livrando” dos equipamentos utilizados para não deixar pistas. E foi justamente esse cuidado que levou o bando para a cadeia.
Em uma das mudanças, na noite do dia 18, eles se reuniram em um shopping, no Tatuapé, para uma nova operação do bando. De lá, monitorados pelos policiais, o bando viajou para Ilhabela, onde acertaria detalhes na casa da rua Nagib Pombo, no Curral.
Na balsa, já na madrugada do dia 19, os investigadores decidiram prender o bando, por perceberem a presença de Maurício Eduardo Said, de 34 anos. Disciplinado e difícil de ser encontrado, até aquele momento ele jamais tinha sido visto pelos investigadores. 
Dessa forma, os policiais não quiseram perder a rara oportunidade de prendê-lo. Junto com ele foi preso Joabe Pinto Rabelo, de 52 anos, Milton Padilha Martins, de 33 anos, Homero Marcos Xavier Dias, de 45 anos, e Ronnie Petterson de Morades Yoshida, de 24 anos. Na casa no Curral, adquirida por Maurício em 2001 com comércio da droga, foram apreendidos produtos químicos para o refino de cocaína, como ácido sulfúrico. 
Em seguida, os policiais foram para a casa de Joabe e Homero, ambas em São Paulo. 
Os mesmos produtos químicos foram encontrados na casa de Joabe. Na busca aos locais de reunião da quadrilha foi localizado o Versailles azul, de propriedade de Joabe, mas em nome de Ronnie. 
No carro, em compartimento secreto, atrás do banco do passageiro, foram encontrados 4,3 quilos de pasta-base de cocaína, que renderiam aos acusados aproximadamente 43 quilos de entorpecentes para a distribuição no varejo.
Envolvimento da quadrilha com crime organizado - A quadrilha de traficantes de cocaína atuava em pelo menos quatro estados brasileiros. Considerado líder no esquema de tráfico, o comerciante Milton era o responsável pelo financiamento das operações da quadrilha. 
Ele fazia o contato com fornecedores de pasta-base de cocaína, fornecedores de Lidocaína e Cafeína, e alugava imóveis usados como laboratórios, negociando a venda do produto refinado e recebendo dinheiro, imóveis e veículos na transação.
O irmão de Milton, Wilson Padilha Martins, o Geminho, está preso na cadeia de Mirandópolis, condenado a 24 anos e 6 meses de prisão, por tráfico de drogas. Wilson foi preso com 380 quilos de cocaína, no interior de São Paulo, em 19 de agosto de 2000.
Outro preso importante é Maurício, conhecido como Primo. Procurado pela Justiça por vários tipos de crimes, ele usava nome falso de Maurício Salomão Omar Nassif.
Ele mantinha contato com os principais líderes do PCC (Primeiro Comando da Capital), como Marcos Wiliams Herbas Camacho, o Marcola, ex-parceiro dele em assaltos, como um roubo de R$ 6 milhões, em 1991. 
Maurício, morador na Mooca, tinha na Zona Leste como principais áreas de atuação, com distribuição da droga, nos bairros de Anália Franco, Vila Matilde e Tatuapé.
Ele comprava drogas de Milton e de Joabe, pagando pela droga com imóveis, carros e dinheiro. 
Nesse esquema montado pelo tráfico, os produtos químicos para o refino e mistura eram fornecidos por Homero em sociedade com Tadeu José Cavalcante, dono de uma empresa de produtos químicos e farmacêuticos, em Uberlândia. 
Ele fornecia para Milton e Joabe. Outros “clientes” do empresário estão sendo investigados. Tadeu, morador em Uberlândia, não foi preso e será indiciado pelos mesmos crimes da quadrilha.
Delegado não acredita que droga era distribuída na região. Casa era “passagem” para os bandidos - Para o delegado Seccional do Litoral Norte, João Barbosa Filho, a região era apenas passagem da quadrilha, presa pelo Denarc, que não fazia a distribuição da droga por aqui.
“Todo litoral, turístico, é propício para esconder bandidos, que necessariamente não cometem os crimes por aqui. É um entra e sai de turistas, que ninguém percebe”, justificou. A mesma opinião tem o delegado de Ilhabela, Eliel Rizziolli. Ele ainda acredita que a polícia local não foi informada para garantir o sigilo nas investigações. O delegado também considera Ilhabela uma passagem, até um “ponto de apoio” da quadrilha, mas sem ter relação com o tráfico de entorpecente local.
Este seria um caso parecido ao da descoberta na cidade da residência usada por seqüestradores organizados no ano passado, ou seja, os criminosos usavam o local sem por isso cometer o crime na região. “Aqui é a terra de ninguém. Todos são de fora. O turista vem, gasta, vai e volta”, justifica, se referindo aos moradores que nem percebem os forasteiros. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Alcatrazes terá reforço na fiscalização

São Sebastião - A Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião vai intensificar a fiscalização no Arquipélago de Alcatrazes para impedir a pesca e o mergulho na área. Segundo o Capitão-de-Fragata Luiz Fernando Pereira Cruz, várias embarcações têm sido vistas nas proximidades do arquipélago sem autorização da Marinha. Pereira Cruz afirmou que a navegação nas proximidades do arquipélago, bem como a pesca, o mergulho e qualquer outra atividade é proibida. A embarcação que for encontrada navegando ou ancorada sem a devida autorização estará sujeita a multa de R$ 1.600. (Fonte: ValeParaibano)  

Julião nega benefício à Eness

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião(PSDB), depôs ontem durante duas horas na CEI (Comissão Especial de Inquérito) que apura possíveis irregularidades na contratação da Construtora Eness pela prefeitura.
Julião respondeu a 35 perguntas, mas seu depoimento não afastou a possibilidade de a CEI propor a instalação de um processo de cassação. Compareceram ao plenário 56 pessoas. Julião foi a 24ª pessoa ouvida pela comissão.
O prefeito se mostrou tenso no início do questionamento e negou conhecer Manoel Ferreira de Souza e sua mulher Francisca, supostos 'laranjas' da Eness. Ele disse também não ter beneficiado seu genro Marcos Caldeira, um dos procuradores da construtora, na liberação de obras. "Genro não é parente, por isso, não existe nenhuma ilegalidade na liberação de obras para uma empresa que tem meu genro (Marcos) com um dos proprietários", afirmou. O presidente da CEI, Erwin Mota (PTB), disse que apesar de o prefeito não ter visto nenhuma ilegalidade na contratação da Eness, a comissão possui indícios para solicitar a abertura de um processo de cassação.
(Fonte: ValeParaibano)  

Reunião do Comdurb não ocorre por ausência da Transpetro

São Sebastião - A reunião do Comdurb (Conselho de Meio Ambiente e Urbanismo), que seria realizada na noite de ontem na Praça Pôr-do-Sol, em Boiçucanga, foi cancelada. Conforme o secretário do Comdurb, Fernando Parodi, o cancelamento se deve ao fato de a Transpetro, por volta das 14h de ontem, comunicar que seus representantes não poderiam comparecer à reunião. 
Na pauta, o principal assunto era o esclarecimento da Transpetro sobre serviços de manutenção do oleoduto Osbat, entre São Sebastião e Cubatão. Segundo Parodi, a Transpetro informou que o engenheiro Rogério Picado, responsável pelo SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde), da empresa, está de férias e outros estavam ocupados, impedindo comparecimento à reunião.
“A Transpetro havia confirmado, previamente, a presença na sessão do Comdurb, em Boiçucanga”, Parodi disse. Seria a primeira reunião na Costa Sul da cidade, uma vez que as sessões do Comdurb sempre ocorrem na Videoteca ou na sede da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), no centro da cidade.
Indignação - O conselheiro Teo Balieiro, indignado com o cancelamento da reunião, afirmou que a situação implica total desrespeito da Transpetro. “Como vou fazer agora, pedi a moradores da Costa Sul para que comparecessem à reunião, estão preocupados com a situação do oleoduto”. Outro conselheiro, Eduardo Hipolito do Rego, bastante irritado, disse estar indignado com a Petrobras ou Transpetro, “para mim é tudo farinha do mesmo saco”. Também afirmou que a situação mostra absoluto desprezo de ambas as empresas com o Comdurb. “Para mim isto não é novidade, mas vem se agravando; o Comdurb deveria reagir com alguma providência”. Ontem, Rogério Picado, por telefone, confirmou estar de férias, mas disse que o assunto sobre a exposição da Transpetro ao Comdurb, estava a cargo da gerência do SMS.
O secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, José Teixeira Filho, presidente do Comdurb, informou que às 16h20 um assessor da Transpetro declarou que a empresa resolveu dispor representante para comparecer à reunião do conselho. “Estão brincando com a gente”, Teixeira questionou. 
“Falei para ele que a situação estava difícil, já que a cada momento era uma informação diferente, sendo impossível avisar a todas as pessoas; não haverá reunião”, o secretário finalizou.
Mau entendido - O engenheiro Múcio Eduardo Amarante Costa Pinto, da Transpetro, responsável por oleodutos no Estado de São Paulo, considera estar havendo “mal entendido”. 
Ele afirma que a empresa se comprometeu em fornecer esclarecimentos sobre o oleoduto em São Sebastião, mas após uma reunião na Secretária Estadual do Meio Ambiente, sobre assuntos gerais.
“Esta reunião foi adiada três vezes, e ocorreu no último dia 20, com a presença da Polícia Ambiental, do Ibama, do DEPRN, entre outros”. Depois disso, segundo ele, seria agendada a reunião com o Comdurb. “Desconheço que a Transpetro já teria confirmado presença, previamente (à reunião marcada para ontem). 
Se a empresa confirmou, não sei; ainda não concluímos o material da exposição para apresentar ao Comdurb”. Múcio confirmou que um representante da Transpetro compareceria à reunião em Boiçucanga.
“Mas ele falaria para os conselheiros o que estou dizendo agora”, o engenheiro completou. “Não é interesse nosso desrespeitar o Comdurb, muito pelo contrário, queremos e vamos esclarecer tudo o que for necessário; o que aconteceu (o cancelamento da reunião) é totalmente contrário à nossa vontade, mas nos desculpem; nosso interesse é atuar com total transparência”, finalizou.
Presidente da OAB protesta - Em nota encaminhada ao Imprensa Livre, o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil, 136ª Subsecção São Sebastião/Ilhabela), Luiz Tadeu de Oliveira Prado, relata:
“A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil, 136ª Subsecção São Sebastião/Ilhabela), tendo em vista o adiamento da reunião do Comdurb (Conselho Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo) designada para a data de hoje (ontem), no bairro de Boiçucanga, Costa Sul do Município, vem tornar público o seu protesto pelos seguintes motivos: 
- Não é de hoje que vemos ocorrer diversas tentativas de enfraquecimento do Comdurb, conselho de grande tradição em nosso município e que vem sendo tolhido nos seus reais objetivos;
- A reunião para hoje (ontem) designada, ocorreria pela primeira vez num bairro da Costa Sul do Município, em Boiçucanga, em respeito àquela sociedade e aos demais bairros da nossa Costa, tendo ficado deliberado que a Transpetro apresentaria esclarecimentos sobre as obras de manutenção da dutovia OSBAT;
- Além deste item da pauta, outros faziam parte da mesma e que deveriam ser deliberados dentro das pendências existentes ;
- Conforme é do conhecimento público, as reuniões do Comdurb são realizadas somente a cada 30 dias, o que sem dúvida leva a uma grande morosidade nas suas deliberações, citando-se como exemplo o relatório referente a invasão da praia e as construções feitas em cima de mangue pelo “Condomínio Sun Beach” , localizado na praia da Enseada, que ainda não foi apreciado .
Deste modo, entendendo como um grande desrespeito aos munícipes, aos moradores da Costa Sul e aos próprios Conselheiros, entendemos que providências devem ser tomadas com o objetivo de fortalecer este tradicional e vibrante Conselho”.
Luiz Tadeu de Oliveira Prado também é vice-presidente do Comdurb.
(Fonte: Imprensa Livre

Capitania dos Portos intensificará fiscalização na área de Alcatrazes

São Sebastião - A Capitania dos Portos, em São Sebastião, intensificará a Inspeção Naval na área do Arquipélago dos Alcatrazes. 
Conforme o capitão-de-fragata, Luiz Fernando Pereira Cruz, delegado da Capitania, a medida se deve ao fato de embarcações já terem sido constatadas na área denominada Delta, sem autorização da autoridade marítima.
O delegado enfatiza que a navegação, pesca, o mergulho e qualquer outra atividade nesta área são terminantemente proibidos, somente podendo ocorrer com autorização expressa da autoridade marítima. 
Barcos estão sujeitos a multa de R$ 1.600,00 e o infrator a responder processos de outros órgãos governamentais, como Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente). O Arquipélago dos Alcatrazes é área de exercícios de tiros da Marinha do Brasil, e santuário ecológico, segundo ambientalistas. (Fonte: Imprensa Livre

Agro-escola ensina crianças a produzirem seus próprios alimentos

São Sebastião - O “Programa Agro-escola – Educando para o Desenvolvimento Sustentável”, do Centro Cultural São Sebastião Tem Alma, completou dez anos. Atualmente, cerca de mil alunos de escolas e creches da cidade participam das aulas. 
O objetivo, segundo a coordenadora técnica Simone Conte, é promover, junto à rede de ensino local, a educação para a produção e o consumo de alimentos com base nos princípios de conservação ambiental. Neste contexto, as crianças aprendem, por exemplo, a plantar e a cultivar hortaliças. Na programação deste ano, o Agro-escola abrange dez instituições de ensino: cinco na Costa Norte (creche Diva Bernardino, Emei Mundo Encantado, creche Maria Leonarda da Costa, Escola Municipal da Enseada e Emei Chapeuzinho Vermelho); três na Costa Sul (creche Persiliana da Conceição, Emei Alegria das Crianças e Escola Municipal Guiomar de Souza); e mais duas na região central (creches Adriana Vasques e Meire Vasques).
Ontem, a reportagem acompanhou uma aula na creche Meire Vasques, no bairro Itatinga, onde as crianças aprenderam a preparar a terra para a colocação das sementes. O Agro-escola visa trabalhar a horta como instrumento pedagógico, abordando todos os temas relacionados à educação alimentar, meio ambiente e saúde. Além disso, também auxilia na complementação da merenda por meio da produção orgânica de alimentos. “A rede de ensino passa a atuar desta forma como núcleo embrionário e difusor no que se refere à sensibilização da comunidade quanto à importância de se garantir espaços para produção de alimentos, dentro de um sistema de cultivo que possa minimizar a degradação dos ecossistemas de entorno e garantir melhor qualidade ao ambiente e à saúde humana”, relatou Simone.
Entre as etapas do processo produtivo estão: adubação orgânica, utilização de cobertura morta no solo, plantio das espécies de cultivo e controle de enfermidades. A proposta também é aproveitar áreas ociosas dentro das escolas para a criação de hortas.
Em 1994, a primeira aula do Agro-escola ocorreu no Centro Comunitário da Topolândia. No ano passado, o Centro Cultural São Sebastião Tem Alma promoveu a ampliação de unidades e capacitação de professores por meio do curso de extensão “Educação e Agricultura”.
A programação deste ano segue até novembro.
“A escola passa a atuar como agente difusor na questão do resgate e da valorização da agricultura, exercendo papel fundamental na conscientização da comunidade sobre a importância desta atividade para a sociedade, para educação e ao meio ambiente”, finalizou a coordenadora. Informações podem ser obtidas pelo 3892-4187. (Fonte: Imprensa Livre)  

Grupo de dança se apresenta em Campos

São Sebastião - A Academia de Dança Delgado, do Tebar Praia Clube participa a partir de hoje até domingo, do 8º New Fest Dance de Campos do Jordão, no auditório Cláudio Santoro.
O festival é um campeonato que reúne grande número de cidades, sendo que as apresentações são avaliadas por jurados que analisam vários quesitos, entre eles, técnica, coreografia e figurinos. Os melhores pontuados recebem troféus.
“ O fato de participarem de um evento fora da cidade faz com que as meninas mantenham contato com outras academias e serve para elas trocarem experiências sob todos os aspectos ”, explica a professora responsável e coreógrafa Judith Delgado, acrescentando que esta é uma experiência nova para este grupo. A professora contou também que anteriormente o Tebar teve um grupo com a coreógrafa Nathália Delgado que chegou a ganhar vários campeonatos, e que este grupo atual está apenas começando a mostrar seu trabalho. As dançarinas também participarão em Campos do Jordão de oficinas de ballet clássico, contemporâneo e sapateado. 
“A academia tem 14 anos de funcionamento no Tebar e atualmente conta com 80 alunas, em vários horários, com algumas turmas em listas de espera”, cita orgulhosa Judith.
(Fonte: Imprensa Livre)   

Alcatrazes será cenário de circuito de aventura

São Sebastião - A Costa dos Alcatrazes será o cenário do “Circuito Chauás Fast”, uma corrida de aventura que reunirá atletas de todo o país. A largada está prevista para as 10h, na Praça pôr do Sol, em Boiçucanga. 
As modalidades básicas realizadas durante a competição, que é voltada para os iniciantes nessa categoria, serão: orientação, trekking, mountain bike e canoagem. As inscrições ficaram abertas até o último dia 24 e a expectativa é de que mais de 70 atletas participem. Apesar de ser voltada para os iniciantes em corridas de aventura a prova também serve para os mais experientes, principalmente para mostrar o que sabem num percurso total de 55km de aventura. Os atletas passarão por trechos de mata fechada, estradas de terra, pequenas serras da região, praias e suas costeiras de pedras, alem da novidade de remar no mar passando por ilhas. 
Esta é a quarta edição dessa competição, que vai premiar as três primeiras equipes mistas com R$ 500, R$ 300 e R$ 200 respectivamente, em produtos na loja Empório Aventura. Os primeiros colocados em ambas categorias já terão inscrição garantida na etapa do Carioca Adventure. Também serão sorteados brindes entre os participantes durante a premiação. Às 8h, serão entregues os mapas no local de largada, na seqüência os atletas poderão tirar duvidas pertinentes a corrida. O encerramento está previsto para as 17h. 
Participantes - Entre os atletas que irão participar do Circuito Chauás Fast, haverá a presença de representantes de São Sebastião, como é o caso da dupla masculina “Touaregs Aventuras”, formada por Juliano Duarte e Alexandre do Lago. 
Apesar de já terem experiências individuais anteriores em corrida de aventura, essa será a primeira vez que competem em dupla.
Alexandre já está praticando o esporte há cerca de um ano, enquanto Juliano começou há seis meses.
Mesmo assim, ambos já participaram de outras competições e estão treinando para estar entre os dez primeiros colocados. “Se chegarmos entre os dez primeiros já será uma grande conquista, será a nossa estréia”, comenta Juliano. Ele diz que pretende continuar na modalidade e conta com o apoio de algumas empresas do município, como Posto Kajya, JBike e Printix. 
Juliano ainda diz que as provas em dupla sempre são mais difíceis, pois um atleta depende do outro para ter um bom desempenho. Um diferencial dos competidores da cidade, que podem ser um diferencial entre os outros atletas, é o fato de serem da cidade. Isso porque até agora ninguém sabe qual será o percurso da prova, mas ela será realizada em São Sebastião, local que os dois conhecem bem. Haverá um mapa indicando todos os locais por onde os atletas precisam passar e ganha quem completar em menos tempo todas as etapas. (Fonte: Imprensa Livre

Fechou o tempo na boate: duas mulheres e um homem presos

São Sebastião - Duas mulheres e um homem foram presos na noite de terça-feira, na rua Amazonas, zona de prostituição da cidade. Uma denúncia levou a Polícia Militar aos três, que, juntos, faziam o tráfico de drogas.
Os policiais avistaram o trio em atitude suspeita na porta da boate. Uma das mulheres, a stripper R.V.B., de 24 anos, moradora no Itatinga, jogou uma bolsinha no chão, que continha nove “pape-lotes” de cocaína, embrulhadas em saco plástico.
R.S., de 19 anos, morador em São Francisco, que alegou ser pescador, tinha R$ 50 em notas de R$ 10 na carteira. A barwoman P.P.S., de 21 anos, do Perequê-Mirim, em Caraguatatuba, não portava nada, mas a denúncia dizia que fazia o comércio de droga, dentro e fora da boate, com os dois.
Os três foram conduzidos ao 1° Distrito Policial e autuados por tráfico de entorpecentes. As duas mulheres seguiram para a cadeia feminina de Ubatuba, e o suposto pescador ficou recolhido na cadeia pública local.
No último ano,a zona de prostituição registrou quatro assassinatos, cinco casos de drogas, duas tentativas de homicídios, dois estelionatos, dois portes ilegais de armas, três roubos e mais três outros crimes, incluindo facilitação de prostituição, com a prisão de uma cafetina. 
A área concentra o maior número de ocorrências atendidas pela Polícia Militar.
(Fonte: Imprensa Livre)

Ação Litoral

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Giorgio Arborismo Ubatuba

Última semana do I Festival Gastronômico e Cultural de Ubatuba

Ubatuba - O evento, organizado por empresários de Ubatuba, em parceria com a COMTUR, FUNDART, UNITAU, Sindicato dos Hotéis de Ubatuba e de Empregados de Aparecida e Guaratinguetá, Projeto Tamar/IBAMA, Ubatuba Fácil, Litoral Virtual, com patrocínio da VISA, Arcor, Ponto Frio e Miolo, está em sua última semana. 
Reconhecida pelo inconfundível sabor de seus pratos com temperos perfumados e por possuir uma gastronomia diversificada e saborosa, a culinária ubatubana aproveita tudo que o mar oferece e os Chefs aprenderam a combinar e aproveitar os ingredientes disponíveis com maestria. O resultado é sempre uma explosão de cores, aromas e sabores no traduzidos nos pratos oferecidos no Festival.
Abadejo à Florentina
Restaurante Senzala
 
Cerca de 20 pessoas assistiram a Oficina Gastronômica do Restaurante Senzala I fez a apresentação do prato Filet de Abadejo à Florentina, conforme receita abaixo:

Chef: Nilson Aparecido de Faria
Ajudante: Ana Cládia
Tempo de preparo: 20 minutos
Porção p/ 02 pessoas

Ingredientes:

400g Abadejo
01 colher/sopa Azeite
01 colher/sobremesa 

Temperos:

100g Espinafre
200ml Leite
01 colher/sopa de Farinha de Trigo
60g Queijo parmesão ralado
80g Catupiry
200g Purê de Batata
02 porções Arroz
Sal à gosto

Modo de Preparo:

Leve ao fogo o azeite, os temperos, o espinafre cozido, o leite, a farinha de trigo por 5 minutos. Cubra o peixe já grelhado, coloque o catupiry, polvilhe o queijo parmesão. Leve ao forno para gratinar. 
Acompanhamento: arroz e purê de batata

Restaurante Senzala I
Av. Iperoig, 250 - Centro
Ubatuba/SP - Brasil - Cep 11.680-000
Telefone: (12) 3832-1788

Restaurante Senzala I
Av. Leovegildo Dias Vieira, 1030 - Itaguá
Ubatuba/SP - Brasil - Cep 11.680-000
Telefone: (12) 3833-4293

http://www.restaurantesenzala.com.br  









Programação do I Festival Gastronômico e Cultural

Ubatuba - Sexta-feira :
Unitau - 09:00/15:00 - Oficina Senzala
Spaghetto - 19:30 - Malabarista
Peixe com Banana - 20:00 - Malabarista
Giorgio - 20:00/20:00 - Malabarista/Madeira
Senzala Centro - 20:30 - Esquetes e Sombras
Fundart - 20:30 - Seresta e Seresteiros
Trattoria - 20:30 - Malabarista
Perequim - 21:00 - Malabarista
Senzala Itaguá - 20:00/21:30 - Metal/Malabarista
Rei do Peixe I e II - 21:00 - Duo
Bucaneiros - 21:30 - Esquetes e Sombras

Sábado :
Unitau - 09:00/15:00 - Oficina Peixe com Banana/ Giorgio
Spaghetto - 19:30 - Duo
Senzala Itaguá - 20:00/ 21:30 - Esquetes e Sombras/Malabartista
Giorgio - 20:00/21:30 - Esquetes e Sombras/ Malabarista
Trattoria - 20:30 - Duo
Senzala Centro - 20:00 - Metal
Bucaneiros - 20:00 - Madeira
Perequim - 21:00 - Coral
Rei do Peixe I e II - 21:00 - Alejandro
Peixe com Banana - 21:30 - Coral
Perequim: Teatrinho Tamar - 19:00h

Domingo :
Praça Capricórnio - 08:00/10:00 - Yoga e alongamento
Av. Iperoig - 10:00 - Corrida de Garçons e Garçonetes (inscrições COMTUR – prêmio em Dinheiro + Troféu) com Esquetes e Sombras
Encerramento do Festival - 18:00 – Fundart – Camerata da Fêgo Camargo, Malabarista e Esquetes e Sombras.
(Fonte: COMTUR)







Espetáculo Musical comove espectadores


Ubatuba - Não é raro ouvir que em Ubatuba não há nada que fazer em períodos de baixa temporada e que ninguém faz nada para mudar este quadro. Se a afirmação é verdadeira ou falsa, não cabe discussão neste momento, mas para muitas pessoas Ubatuba tem muito para se fazer, há muitos amigos que se conhecer, muitas atividades sociais para participar e muito de bom a ser partilhado com a cidade e com quem vive nela.
Se de fato Ubatuba já foi monótona e corriqueira hoje deixa sem fôlego quem quer acompanhar todas as atividades que acontecem simultaneamente em vários pontos da cidade. 
A Fundart – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba, através de seu presidente Cícero Assunção tem conseguido realizar parcerias muito produtivas, além de abertura para que novos talentos se apresentem e demonstrem o grande pólo de cultura e atividade social que Ubatuba tem se tornado “o objetivo de nossa administração na Fundart era possibilitar que o espaço fosse oxigenado, que as pessoas freqüentassem o Casarão do Porto com desenvoltura e incorporassem a idéia de que o espaço, assim como as atividades dos funcionários e os eventos são feitos para todos os interessados em Cultura e que estamos lá para recebe-los como se fosse em nossa própria casa, temos o compromisso de sermos bons anfitriões” afirmou Cícero após a abertura da Exposição da artista plástica Mércia Borges e do lançamento do CD de Alejandro Horno.
A Exposição “Os Santos no Imaginário Brasileiro” de Mércia Borges foi uma concessão da Secretária de Estado da Cultura, através do DACH – Departamento de Artes e Ciências Humanas, dirigido pelo sr. Nelson Raposo, com o qual a Fundart tem estabelecido um estreitamento de ações cada vez mais eficiente. Mércia Borges é natural Turística de Joanópolis, filha da terra ou melhor do barro, pois é neste material que dá as mais diversas formas na sua expressão artística. Figureira, artesã, artista... difícil definir, sua arte parece englobar o mundo, um mundo de barro, socado, cozido, assado, temperado, sovado, pintado, enfim, artístico. 
Está escrito nas tradições antigas que o homem nasceu do barro e Mércia faz nascer do barro e de suas mãos anjos, santos, homens, vasos, quadros, animais e tudo que um artista possa conceber. 
Seus trabalhos já foram expostos em São Paulo, no Museu de Folclore Rossini Tavares de Lima, em várias cidades do Estado e até na Argentina. A exposição na Fundart fica aberta de segunda a sexta-feira em horário comercial e aos sábados e domingos das 18:00 às 22:00 horas, as visitas de grupos escolares que necessitam de monitoramento devem ser agendadas com no mínimo 24 horas de antecedência no telefone 3833-7000 com Dulce ou Marilena. 
A noite de abertura da exposição foi embelezada com a apresentação e lançamento do CD “Hasta Siempre” de Alejandro Horno, argentino, hoje residente em nossa cidade e já conhecido pelos freqüentadores dos eventos da Fundart e por aqueles que gostam de música latina. Com um currículo vasto, para quem reside a tão pouco tempo no Brasil, já realizou apresentações em quase todas as boas casas de Ubatuba, Paraty e Campos do Jordão. Unindo a sua capacidade vocal e de compositor com ótimos músicos de Ubatuba e Campinas, lança seu primeiro CD “Hasta Siempre”. 
Na noite do lançamento o músico tocou acompanhado pelo polivalente Leonel Bueno que deu um show à parte com seus diversos saxofones, com a flauta transversal e com o clarinete; a apresentação ainda foi acompanhada pelo violonista Carlos Rian, o vocalista Leandro Coco e a bailarina Ligia. Os artistas enfeitiçaram e mantiveram presos os olhos e os ouvidos das mais de 100 pessoas que deixaram repleto o salão de exposição da Fundart. O disco que tem como faixa tema a canção “Hasta Siempre” em homenagem a Che Guevara e contem músicas de composição própria de Alejandro Horno, além de diversas músicas de artistas brasileiros. O CD está à venda, e é possível contratar o seu show através do telefone 38325512 com Cecília Portella.
Os que haviam ficado encantados com a apresentação na Fundart não deixaram de assistir a mais duas apresentações que o músico fez no sábado, a primeira às 15:00 na Escola Estadual Capitão Deolindo, Alejandro Horno e toda a sua trupi fez uma belíssima apresentação gratuita para os alunos, pais e funcionários da escola. Esta atividade foi idealizada e coordenada pelo professor Rui Grilo que contou com o apoio dos companheiros de trabalho para a sua realização. “A idéia é tornar possível esse tipo de atividade em todas as escolas interessadas, a busca do músico deve ser antes de tudo tocar a alma das pessoas e começar pelas crianças e adolescentes garante que o trabalho não será em vão” afirmou Alejandro.
Na noite do próprio sábado o grupo correu para a Igreja Matriz onde fizeram o evento “Madrigal – Música na Catedral” com repertório de músicas modernas apenas instrumentalizadas. O grande número de presentes fez confirmar duas afirmações que contradizem a tese de que Ubatuba não tem nem atividades culturais, nem público.
E para completar na nublada noite de domingo, foi realizada na Fundart a apresentação do filme “Rashômon” de Akira Kurosawa. O filme foi apresentado no auditório e logo depois o tema, a verdade e seus vários prismas, foi discutido por uma platéia atenta que ouvia com atenção as explanações do professor Diego que inseriu todo o público no contexto histórico do Japão do século IX e das características artísticas de Akira Kurosawa.
Como encerramento do mês com chave de ouro estão todos convidados para o já habitual evento de quem gosta de cantigas de amor “Serestas e Seresteiros” no auditório da Fundart, no sábado dia 22 às 20:30 horas, encontro que conta sempre com a presença de personalidades celebres da cidade como Dona Ofélia, Dona Dirce Marangoni, Sérgio e Regina, entre muitos outros, não deixe de participar.
Para o mês de setembro não perca a programação da Fundart e dos muitos interessados em manter a população de Ubatuba cada vez mais cultural.
(Fonte: Fundart

Circuito de Inverno Tripaulista em Ubatuba

Ubatuba - Nas areias da urbanizada praia do Cruzeiro, em Ubatuba, foi dada a largada, por volta das 9h da manhã do domingo (22 de agosto), para os mais de 200 triatletas que participaram da Segunda etapa da prova de Triathlon do Circuito de Inverno de Tripaulista, a primeira etapa deste circuito foi realizado em São Paulo, na USP. 
A prova foi marcada por um trajeto quase todo plano e por uma pequena confusão no alinhamento e na concentração dos participantes, momentos antes da largada. A primeira bóia estava na direção diagonal em relação ao ponto de partida, fazendo com que os participantes se aglomerassem na lateral mais próxima. 
O ocorrido trouxe algum atraso e um momento, no mínimo, inusitado. Ao invés de entrarem direto no mar, os atletas corriam pela areia para mergulharem mais perto da bóia. Desta forma agitada, tivemos início os 750 metros da etapa de natação. 
Na categoria elite, quem saiu da água primeiro foi Paulo Henrique Lara, com o tempo de 8min e 42s, seguido por Antônio Manssur Filho e Eduardo Villarinho Bley, poucos segundos atrás. 
A "perna" de ciclismo teve o melhor percurso. Os 20 quilômetros de pedalada aconteceram na rodovia Rio-Santos, que corta a mata atlântica e oferece um ótimo visual das praias, indo até a Praia Vermelha para depois voltar até a do Cruzeiro. 
Na segunda fase de transição os mesmos primeiros colocados continuavam quase que empatados. Mas na fase final, a corrida pela ciclovia da orla, Antônio Mansur conseguiu abrir vantagem e cruzou a linha de chegada em primeiro, com a marca de 51min e 16s. Eduardo Villarinho ficou em segundo e José Augusto de Azevedo, que ultrapassou Paulo Henrique na corrida, ficou em terceiro. 
Já na elite feminina, Vanessa Gianinni, Isabela Izidro e Thiany Viegas de Oliveira foram as três primeiras colocadas, respectivamente.
Ubatuba contou com a grande participação de 16 atletas locais na categoria amador.
Adriana Godinho (35/39anos) 1h16min
Rose Graglia (35/39anos) 1h 18min
Ramadan Miohamad (18/19anos) 1h 10min
Denis Alex de Souza (20/24anos) 1h 14min
Luiz Claudio Câmara Gonçalves –Jarrão-( 25/29anos) 57min e 37s
Paulo Alexandre Incao (25/29anos) 1h01min
Junior Gonçalves Guimarães (25/29anos) 1h 07min
Ramiro Godinho (30/34anos) 1h 07min
Anderson Luiz Ferreira (35/39anos) 59min 54s
Romulo Martins Guimarães (35/39anos) 1h 09min
Silvio Eduardo Gonçalves Leite (35/39anos) 1h 09min
Quatro de nossos atletas conseguiram levar o nome da cidade ao podium em suas respectivas categorias , Luiz Claudio Graglia (Huka) segundo lugar (35/39anos) com 57min e 18 s, Mônica Chiste (40/44anos) segundo lugar com 1h e 11min, Ronaldo Teodoro da Silva terceiro lugar (25/29anos) com 56min e 11s e Andréa Azevedo primeiro lugar com 1h e 05min. 
Todos os atletas abrilhantaram o evento na cidade, sempre contando com grande participação do publico local e turistas presentes.
Os comerciantes, lucraram com um final de semana de baixa temporada aquecido pelos atletas e familiares presentes. Aos nossos futuros governantes pedimos encarecidamente ,observem e incentivem estes tipos de eventos, patrocinem nossos atletas locais, não deixem que este quinhão seje aproveitado pelas cidades vizinhas, eles já estão ligados............acordem !!!
Ubatuba pode ser a capital do..........esporte!! 

Jovem é baleado em frente de casa pela vítima no Ipiranguinha

Ubatuba - P.H.F., de 20 anos, sem profissão definida, foi baleado na noite de quarta-feira, na rua Cascata, bairro Ipiranguinha, periferia da cidade. O suspeito do crime foi uma vítima de P., que ele teria tentado matar em outra ocasião.
A Polícia Militar atendeu o caso no pronto-socorro da Santa Casa, para onde a vítima foi levada por parentes. O pai contou aos policiais que o crime aconteceu na frente da casa da família.
O pai ouviu tiros e gritos da mulher, que informava ter o filho sido baleado. P. foi atingido no pescoço. Ele não chegou a informar quem foi o autor dos tiros, falando apenas que iria fazer acerto por conta própria.
A polícia descobriu, com testemunhas que não quiseram se identificar, que o autor seria o servente W.S., de 20 anos, que teria se vingado do atentado a tiro que sofreu de P. em ocasião passada. A Polícia Militar fez diligências, mas não encontrou o suspeito. A tentativa de homicídio foi registrada na delegacia da cidade. (Fonte: Imprensa Livre

Crônica Topo

Quase a fama!

Eu quase tive quinze minutos de fama, como predisse Andy Warhol que aconteceria um dia com todos os habitantes do planeta. Para não ficar parecendo pedantismo, devo dizer aos leitores que lembrar de Andy Warhol é próprio de uma geração. Ficávamos extasiados com a ousadia das telas com ícones populares, latas de sopa Campbells e Marilyn Monroes coloridas, em contraste com os temas tradicionais da pintura. Quem estava entrando no universo mágico que era a FAU dos anos 60/70, (ainda deve ser) situava-se no limiar da produção artística do planeta, tudo o que havia era dissecado, desconstruído, desmontado, absorvido e reutilizado. No Brasil, Gerchman e Tozzi beberam da fonte e, como predisse o mestre, tiveram fama. Muito mais do que quinze minutos. Mas os meus novecentos segundos de fama devem-se a um episódio nada artístico, embora tenha ocorrido em ambiente revestido de arte. Aconteceu na Editoria de Arte da CGJ-SP, da qual eu era o titular e que ficava na Praça Marechal Deodoro, em São Paulo, por volta de 1985/1986, não sei ao certo. Estavam construindo a estação do Metrô, cavaram um enorme buraco que engoliu a praça, e durante semanas só se ouvia o bate-estacas. Bam...bam...bam...bam..., Dia e noite, o cronograma da obra era apertado!
Cada estaca cravada produzia uma espécie de calafrio no prédio que abrigava a televisão. A pena que enfeita a cabeça das mulheres de Toulose-Lautrec oscilaria em uníssono, desta vez não para denunciar corações sifilíticos em pane. Nesse clima, nada propício ao trabalho, a vida seguia seu curso, todos estavam meio neuróticos com o barulho, se bem que na redação ser neurótico era regra. Me too. Uma noite, não consigo lembrar nem do dia nem tampouco do ano, estávamos recebendo o senador Romeu Tuma, na época Diretor da Polícia Federal, para ser entrevistado no programa “Bom Dia São Paulo”. Na redação a única sala, que apresentava alguma privacidade era a Editoria de Arte, acanhada, porém isolada acusticamente. Um aquário, na verdade. O espaço pequeno tinha armários suspensos, o jeito encontrado para guardar mais do que cabia. Sobre a minha mesa, nas minhas costas, ficava o maior deles, cheio de fitas quadruplex, pesadas, fitas u-matic em quantidade, livros, mapas enfim material de trabalho. Devia pesar em torno de duzentos quilos. Parecia firme e forte, rijo como eu pensava ser a convicção política do PT, do qual eu era membro fervoroso e orgulhoso. Engano, assim como o poder abalou os ideais dantes propalados pelo partido, as pancadas do Metrô abalaram as buchas Fischer que tinham a missão de manter suspenso o tal armário. Naquela noite em que quase fiquei famoso, falei meia hora seguida com a minha mulher, estávamos saindo de viagem. Depois caminhei até a redação onde conversavam o chefe de reportagem Laerte Mangini, o delegado Romeu Tuma e Saulo Samos, Advogado Geral da União, poderosíssimo então. Laerte Mangini é um cavalheiro antes de tudo, com a imensa educação que sempre o caracterizou, perguntou gentilmente se eu poderia ceder a sala para o Dr. Tuma telefonar. Eu obviamente concordei, abri a porta para ele e fiquei na redação na companhia do Dr. Saulo, fazendo sala enquanto os estúdios não estivessem prontos para gravar as entrevistas. De onde estávamos, podíamos ver o delegado telefonando, a ligação não foi curta, durou pelo menos vinte minutos. A rodinha na aumentara com a chegada de Joelmir Betting. Terminado o telefonema o Dr.Tuma juntou-se a nós e então o armário desabou sobre a mesa de onde ele saíra há pouco. A minha mesa! O impacto produziu um enorme estrondo e fez com que o delegado, por puro reflexo profissional, sacasse a arma. Se o desabamento tivesse acontecido momentos antes, teria matado alguém. Alguns minutos a vítima teria sido o Dr Tuma, uma hora teria sido eu e esta história não seria contada por falta de autor. Mas, certamente, eu iria aparecer no Fantástico e no Jornal Nacional, ainda que morto.

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Artigo Topo

Repelentes Turísticos
Ronaldo Dias

Cultura, Natureza, Arquitetura História e Diversão. Estas são as atrações dos destinos turísticos. Alguns, possuem todos elas. Outros, menos privilegiados, complementam seus predicados construindo, criando complementando suas opções. Lamentável e triste o destino daqueles inertes, que esperam, sem ao menos preservar e valorizar, viver eternamente do que encontraram pronto. A paisagem. Pior, é destruir e descaracterizar para usufruir. Nas laterais da estrada, da Tabatinga ao Camburi, são raras as construções com algum bom gosto arquitetônico. Em meio a puxadinhos de cobertura de botecos e predinhos malajambrados, sem obedecer a alinhamento e, sem nenhum urbanismo, o crescimento, digo, o inchaço, continua. Vamos nos acostumando com este visual ( quem diz que não se acostuma com coisa ruim) que passa ser parte integrante da “nova paisagem”. Esta afirmação pode ser conferida por quem entra na cidade pela Capitão Filipe. Fora a repetição das mesmas características da estrada e, da excessiva poluição visual das faixas e placas, dois grandes prédios abandonados (dois postos de gasolina) exibem nus, suas péssimas aparências. Sujeira e abandono.Tenham dó! Bem na entrada da cidade? A estrada de Taubaté está um desastre! O Asfalto desapareceu. Do pé da serra, até a rotatória da “Homenagem ao povo caiçara” não está diferente. As obras estaduais de recuperação da BR, não terminaram. O governo do estado irá aproveitar as mesmas faixas e, as mesmas desculpas dadas na última temporada. Nada mudou e tudo piorou. A BR é a mesma e, com o mesmo traçado concebido há 30 anos. A segurança? Terceiras faixas? Nada! Um montão de ilhas burras, espalhadas sem critério, pela Praia Grande. Tudo é proibido! Não! Não ultrapasse, não pare, não siga. Não sinalize. Não indique. Não venha! Para o DER é mais fácil! Silentes e inertes aceitamos e esperamos pelo caos. Temos sido bronze, prata e ouro nestas modalidades. Já superamos os borrachudos como repelente de turistas.

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

Carta do Leitor Topo

Esclarecimento - Acompanho diariamente as notícias da região pelo seu site, mas hoje fiquei espantado com uma matéria veiculada por vocês sobre a 7ª etapa do paulista de bodyboarding que aconteceu há semanas. Também recebi o mesmo texto e infelizmente o que foi escrito não condiz com a realidade. Acho que o autor do texto (que não se identifica) esqueceu que a Catarinense radicada em Ubatuba ha 7 anos, Débora Ross é a atual campeão Paulista da categoria iniciante, atual Líder do ranking Paulista Amador, maior candidata ao título paulista da categoria de 2004, vencedora de 2 etapas deste ano, vice-campeã de outras duas etapas e 3ª coloca de em outras 2 etapas não foi mencionada. O Manoel Batista, que, com muito custo, está correndo todas as etapas, é o atual 8º colocado da categoria iniciante e 9º colocado no amador também não foi mencionado e esse sim é CAIÇARA. Ambos tem levado o nome de Ubatuba em todas as etapas do Circuito Paulista de Bodyboarding e foram simplesmente ignorados nesta matéria. O texto está exaltando a Elizabete Pereira que não tem resultados expressivos há muito tempo e que quer aparecer de qualquer forma. O texto também diz que ela é a idealizadora da escolinha de BB de Itamambuca, mas será que ela fez tudo Sozinha?? E as outras pessoas que contribuíram direta ou indiretamente para que isto acontecesse. O Texto também diz que a Renata Lechick é local de Ubatuba, sendo que a mesma não mora e nunca morou em Ubatuba. Ela trabalha diariamente no clube A Hebraica em São Paulo, como pode morar aqui??? Ela vem aos finais de semana para cá, isto é, quando vem. Sei disto, pois conhece a mesma ha anos e passo diariamente em frente da casa do sogro dela (onde ela e o marido ficam) e eles nunca estão lá, engraçado né!! Aliás, depois da etapa do Guarujá fiz
questão de passar pela casa que eles ficam para verificar se eles tinham ido para casa ou tinham vindo para Ubatuba e adivinha... Foram para São Paulo, é claro!!!
Diz que a Elisabete surfou muito na etapa!!! Surfou razoavelmente quando o mar estava pequeno, pois no dia seguinte, quando o mar subiu de verdade, não foi bem assim... tenho a onda dela filmada e a verdade é bem diferente. Se ela surfou tanto assim as notas dela devem ser muito boas e desafio o autor do texto a mostrar estas notas que ela tirou durante as baterias!!!!
Além disto a matéria está muito atrasada já que a etapa aconteceu nos dias 7 e 8 deste mês, pois já foi publicada matéria completa nos jornais a Cidade e Imprensa Livre e acredito que até mesmo no seu site. Infelizmente a matéria omitiu a realidade além de ser tendenciosa e
mentirosa. Fica aqui nossa indignação e o nosso protesto a essas pessoas que só usam o esporte para se auto promover. 

Renato Boulos
Ubatuba, SP

 

Competência e lealdade – Muitos falam e reclamam da atual administração, mas temos que ver o outro lado da questão. Nunca Ubatuba teve na Prefeitura técnicos tão competentes e leais como os atuais. O maior exemplo do que aqui escrevo é que recentemente um técnico competente e leal ao atual Prefeito esteve em São Paulo para, junto ao Tribunal de Contas, tentar explicar e resolver alguns problemas pendentes sobre as finanças do município, inclusive sobre o Passat importado. Na volta, não conseguindo resolver esse problema junto aquele Tribunal, resolveu de uma forma muito competente e leal ao chefe acabar com o problema, acabar com a prova material de um grave crime cometido contra toda uma população que tem um Hospital em greve, que não tem creches e pré-escolas para atender a todas as crianças do município, que não gera empregos para nossos jovens, que tem diversas licitações contestadas no Judiciário, sem saneamento básico atendendo na totalidade do município, etc., etc., etc.... Simplesmente para findar esse problema, acaba-se com o carro em um acidente, no mínimo, questionável, demonstrando uma imensa lealdade ao alcaide de plantão à frente da Prefeitura. Agora só nos resta esperar pela resposta aos questionamentos feito pelo Sr. Thomas De Carle, na edição de ontem. Com a palavra a PMU. Abraços.

Afonso Ricca
Ubatuba, SP 

Praia Grande - Ei Emilio, tudo bem ai?
Sabe, eu e minha família estavamos em Ubatuba, na Praia Grande por 40 dias de férias, estava ótimo, mas o que eu não posso entender é porque que uma praia como a Praia Grande não tem banheiro público. Meu pai de 74 anos não aguentou segurar e correr até nossa casa, coitado, se molhou todo. Uma tristeza para ele. Se tivesse, ou melhor se funcionasse o banheiro que tem perto do Beto do Kaiamba isto não aconteceria.
Eu e meu marido estavamos conversando com o Beto , que por sinal é gente boa, e ele nos disse que muita gente vem reclamando deste problema ha muitos anos. Nós moramos em Boston, e a família e maioria dos amigos moram na Grecia. Então, toda vez que vamos aí (2 a 3 vezes por ano) levamos amigos tanto de Boston quanto da Grecia com a gente para investirem na cidade e a mesma pergunta é feita, "Onde se faz xixi???no mar????" vergonha!!! Isto quando a gente não encontra outras coisas boindo !!! Compramos uma casa na Praia Grande, na Rua Paul Harris e reformamos tudo, investimos, cuidamos, pois adoramos esta praia! Meus filhos sentem como estão no paraiso... E certamente estão!!
Bom, o que eu queria mesmo de você era que, se fosse possível, você me desse o endereço onde eu poderia escrever reclamando deste problema. Desde ja te agradeço. Não te conheco mas ouvi falar muito bem de você. Abraços.
(se voce encontrar com o Beto do Kaimbã, diga a ele pra guardar a nossa cachaça que ele nos deu, explicaremos a ele depois o que ocorreu).

Marina Morena
Boston, E.U.A

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Barra Seca

Barra Seca
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor