Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 14 de janeiro de 2005 - Nº 1199 Edições Anteriores

Litoral Virtual Casa na Fortaleza

Região
Volta do sol faz turistas lotarem praias da região
Região terá sol e pancadas de chuva
Axé, o ritmo do verão nas praias do litoral
Reunião discute decreto do Zoneamento Costeiro e Plano de Ação Gestão
Eleições para representantes da sociedade civil do Grupo Setorial de Gerenciamento Costeiro

Caraguatatuba
Aula de biologia desperta curiosidade nas crianças do Interior na Praia
Projeto “Vento em Popa” promove aulas no verão da Tabatinga
Lazer e recreação têm destaque nos projetos de Verão em Caraguá
Competições esportivas esquentam as praias
Projeto Férias é pura diversão
Secretário de Administração quer implantar trabalho integrado

Ilhabela
Steve Ross se apresenta em Ilhabela
Ilhabela participa da campanha “Verão Limpo”
Programação Band Verão
Salmão crostado com gergelim

São Sebastião
TCE veta contrato de lixo no litoral
PM prende 7 em operação em São Sebastião
Técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente visitam Prefeitura
ONGs querem transformar a ilha em Parque Nacional

Ubatuba
Ilha Anchieta conserva belezas naturais e a história do litoral
Ilha Anchieta mantém estrutura para receber até mil turistas/dia
Começa hoje o Agito Vanguarda
Setur faz balanço positivo dos dez primeiros dias do verão
Unitau abre inscrição para curso

Seções
Opinião
Artigos
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Volta do sol faz turistas lotarem praias da região

Litoral Norte - Após três dias de chuva, o sol de ontem lotou as praias do Litoral Norte. O movimento foi intenso durante todo o dia.
"Estava cansado de ficar no hotel assistindo TV e jogando vídeo-game", disse Renan Vicente Reis, 14 anos, de São Lourenço (MG), que estava na praia Martin de Sá, em Caraguá.
Donizete Alves, funcionário do Quiosque Sol & Cia, na praia da Cocanha, em Caraguá, disse acreditar que o final de semana será dos mais movimentados.
A Praia Grande, em Ubatuba, recebeu cerca de 8.000 banhistas, segundo o Salvamar (Salvamento Marítimo). O tenente Alexandre Passos disse que foram registrados cerca de 20 salvamentos no local. O helicóptero Águia foi usado para ajudar em alguns salvamentos.
O secretário de Turismo de Ubatuba, Luiz Felipe Azevedo, disse que a temporada vem sendo considerada uma das melhores. "Os hotéis e pousadas estão lotados desde o início do mês", afirmou.
O diretor de Turismo de Ilhabela, Alfredo Cirilo, disse que nos dias de chuva os turistas passaram o tempo nos hotéis, bares e restaurantes. (Fonte: ValeParaibano)

Região terá sol e pancadas de chuva

Litoral Norte - O final de semana deverá ser de sol e calor, mas com pancadas de chuva, em toda a região, segundo o Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista.
Segundo a previsão, hoje, o dia começa com sol e temperaturas elevadas, devido à ocorrência de uma área de alta pressão sobre o Estado.
No entanto, essa área deverá perder força e causar nebulosidade e pancadas de chuva no final da tarde, principalmente na serra.
Amanhã, com a aproximação de novas áreas de baixa pressão, o dia deve ficar nublado e com pancadas de chuva ao longo do dia.
No Vale, a mínima será de 19ºC e a máxima de 31ºC. Já o Litoral Norte terá mínima de 23ºC e máxima de 32ºC. Na Serra da Mantiqueira, a previsão é de mínima de 12ºC e máxima de 24ºC.
Em Ubatuba, as temperaturas para hoje devem ser de 23ºC (mínima) e 32ºC (máxima), e amanhã, de 23ºC (mínima) e 33ºC (máxima). Em São José, a temperatura varia hoje entre 19ºC e 31ºC, e amanhã, 20ºC e 34ºC. (Fonte: ValeParaibano)

Axé, o ritmo do verão nas praias do litoral
Por mais uma temporada, a música baiana é eleita o hit da estação; dançarinos ensinam coreografia aos turistas

Litoral Norte - Sol, praia, gente bonita e muita música. O axé, mais uma vez, foi eleito o ritmo do verão pelos turistas que frenquentam o Litoral Norte. Quiosques e tendas promocionais apostam no estilo para atrair clientes.
Na praia Martin de Sá, a mais badalada de Caraguatatuba, há quiosques que contrataram grupos de axé com direito a dançarinos e dançarinas para ensinar o ritmo típico da Bahia aos turistas.
APROVAÇÃO - Por outro lado, os visitantes aprovam a escolha e aproveitam as aulas à beira-mar para se exercitarem e entrarem em sintonia com o ritmo do verão.
"Dançar axé é muito bom. Além do ritmo que é gostoso, a dança é sensual, animadíssima e gasta muitas calorias", afirmou a estudante de São José, Adriana Morais, 21 anos, frequentadora assídua dos quiosques da praia Martin de Sá. "Verão sem axé não tem graça", disse.
SINCRONIA - A estudante de São Paulo Regiane Trento Morato, 20 anos, é outra apaixonada por axé. Ela faz aulas de axé em escola de dança e aproveita o verão no litoral para conhecer as novidades e mostrar que já está sincronizada com o ritmo do verão.
Regiane afirmou que frequenta apenas as praias que têm quiosques e tendas que tocam axé.
"Procuro os quiosques que oferecem música ao vivo. Gosto muito de dançar", disse Regiane, que curtiu algumas "aulas" ministradas por especialistas em axé em uma das tendas promocionais montadas na Martin de Sá.
"Axé é tudo de bom. Adoro dançar. É bom quando tem os dançarinos porque a gente aprende os passinhos novos", afirmou a recepcionista Mônica Aparecida de Oliveira, 23 anos.
RITMO DA BAHIA - Segundo o professor de axé de São José, "Dobô da Bahia", a música sensação da temporada verão 2005 é a "Tome aí", do grupo revelação na Bahia, "Os Bambaz". "A música começa calma, mas depois agita", disse.
Segundo o professor, a vantagem de dançar axé na praia, além de garantir o bronzeado de forma divertida, é que a pessoa faz um 'ótimo' exercício físico 'sem sentir'.
"Dançando axé a pessoa perde calorias, trabalha a coordenação motora além de fazer um ótimo exercício para as pernas por causa da areia", disse.
CALORIAS - Uma pessoa com peso entre 50 e 70kg gasta aproximadamente 400 calorias por hora de dança de axé. (Fonte: ValeParaibano)

Reunião discute decreto do Zoneamento Costeiro e Plano de Ação Gestão

Litoral Norte - Caraguá sediou nesta quarta-feira, dia 12, uma reunião para discutir o Plano Nacional de Gerencimento Costeiro. Estiveram presentes os técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e o Grupo Setorial de Gerenciamento Costeiro do Litoral Norte.
Participaram da reunião os secretários municipais de Meio Ambiente, Auracy Mansano e de Planejamento, Luz Marina Aparecida Poddis de Aquino, de Caraguatatuba, além de representantes das prefeituras das quatro cidades do Litoral. Participaram também representantes do Instituto Educa Brasil, Instituto de Arquitetos do Brasil, Associação de Engenheiros e Arquitetos de Ubatuba, Federação Paulista de Pesca, Colônia Z 8, Clube de Pesca, entre outros.
O Litoral Norte é a primeira região do Brasil a abordar o zoneamento ecológico com atenção especial às áreas marítimas. De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Caraguá, Auracy Mansano Filho, os municípios deverão seguir todas as orientações determinadas no plano de ocupação e contribuir na fiscalização de construções nessas áreas. Ele informou que, a partir de março, essa fiscalização será feita por meio de um núcleo de gestão tripartite, reunindo representantes do Estado, do município e da sociedade civil organizada, que também participaram da elaboração do Plano de Gerenciamento Costeiro do Litoral Norte.
O zoneamento costeiro, de acordo com o decreto 5.300 de 7 de dezmebro de 2004, foi dividido em cinco zonas marinhas e cinco zonas terrestres definidas de acordo com sua ocupação (do solo) e suas características naturais.
A chamada Zona 1 (Z-1) é a mais preservada, ou seja, é aquela que menos sofreu alterações ambientais, podendo ter uma ocupação de até 10% da área total. A Zona 2 (Z-2) pode ser ocupada em até 20% de sua área, a Zona 3 (Z-3) suporta até 30% de área construída e até 70% de agricultura mais 10% de agrofloresta. Na Zona 5 (Z-5), estão localizados os grandes núcleos urbanos. Entre as cidades do Litoral Norte somente Ilhabela não possui a Z-5. (Fonte: PMC)

Eleições para representantes da sociedade civil do Grupo Setorial de Gerenciamento Costeiro

Litoral Norte - Está aberto, até 4 de fevereiro de 2005, o prazo para cadastramento de entidades que queiram participar das eleições para representação da Sociedade Civil no Grupo Setorial de Coordenação Gerencimanto Costeiro do Litoral Norte, para o mandato 2005/2006.
As eleições vão acontecer no dia 11 de fevereiro de 2005, em Caraguatatuba, em local a ser divulgado.
Podem se credenciar entidades não governamentais com atuação comprovada na área de abrangência deste Setor Costeiro, e cujos objetivos estejam relacionados a defesa de interesses econômicos, profissionais, sociais e ambientais, de acordo com o disposto pelo Decreto Estadual nº 47.303/02.
A comprovação poderá ser realizada através da apresentação de notícias de jornal, projetos encaminhados a outras instituições, convênios etc.
As entidades deverão comprovar no ato do cadastramento: existência mínima de um ano; estar legalizada juridicamente; apresentar toda documentação necessária (Estatuto registrado em cartório, Ata de Fundação da entidade, Ata de posse da atual diretoria; CGC/CNPJ, Currículo da entidade, documento com indicação de representante da entidade, assinado pelo Presidente da mesma).
O cadastramento deve ser realizado por seu presidente ou pessoa devidamente autorizada através de indicação.
O locais para cadastramento são a Secretaria Executiva do CBH-LN, localizada à Rua Cunhambebe, 521, Centro, Ubatuba, telefone (12) 3832-3816; e Secretaria Executiva do grupo Setorial do Litoral Norte, localizada à Av. Prof. Frederico Hermann Jr, nº 345, prédio 6, sala 213, São Paulo, Capital, telefone (11) 3030-6638, pessoalmente ou por via postal. Serão considerados para análise os documentos postados ou entregues até o dia 4 de fevereiro de 2005.
A ficha cadastral encontra-se disponível no site www.ambiente.sp.gov.br  (link Gerenciamento Costeiro) ou nos locais de cadastramento. (Fonte: PMC)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá BIL -= Bolsa de  Imóveis do Litoral Salete

Aula de biologia desperta curiosidade nas crianças do Interior na Praia
Crianças do Programa Interior na Praia tiveram banho de mar e aula de biologia no Indaiá. O grupo, composto por 30 integrantes pôde conhecer de perto parte das riquezas marinhas de Caraguá

Caraguatatuba - Caraguá preparou uma programação intensa de atividades para as crianças participantes do projeto Caravanas do Conhecimento – Interior na Praia, promovido pelo Governo do Estado por meio do CEPAM – Centro de Estudos e Pesquisas em Administração Municipal em parceria com as cidades dos litorais Norte e Sul, que durante o mês de janeiro estarão recebendo 8 mil crianças do interior de São Paulo.
Nessa primeira semana, Caraguatatuba está hospedando em duas unidades escolares as cidades de Cajamar, Onda Verde e Itararé, totalizando 154 crianças. Além disso, acompanham o grupo cerca de 20 monitores, policiais e motoristas.
A visita à praia foi a melhor e mais esperada atração para as crianças do interior, mas além disso, uma parceria entre as Secretarias Municipais, a Fundacc, a Ditran, a Defesa Civil e órgãos como a Sabesp(que providenciou cerca de 10 mil saquinhos de água para a hidratação dos visitantes), proporcionou outras novidades como o cinema na escola, 1h livre no parque de diversões da cidade, visitas ao Parque Estadual da Serra do Mar e o Projeto Caravela Kids, que está sendo a grande sensação do momento, além do banho de mar.
Esse projeto foi criado por meio de estudos e pesquisas dos alunos do Curso de Ciências Biológicas de Caraguatatuba, das Faculdades Integradas Módulo, por ter sido identificada a falta de conhecimento popular sobre o ambiente marinho entre moradores da cidade. A partir disso foi desenvolvido o projeto Caravelas, que acabou ganhando adaptações objetivando participar do Interior na Praia, mostrando às crianças que moram em cidades distantes como é a vida marinha. Assim nasceu o Caravela Kids, que durante o programa Caravanas do Conhecimento receberá crianças do Interior paulista para mostrar a diversidade marinha, introduzindo conceitos básicos de Oceanografia. Entre as atividades que são oferecidas estão os aquários com tipos de peixes, as explicações dos monitores a respeito do formato dos peixes e a relação entre seus hábitos e habitats, além das diferentes características de algumas espécies(posição das nadadeiras, da boca, forma do corpo e escamas). Tudo isso é oferecido aos participantes por meio de jogos e brincadeiras, embasados nos PCNs – Parâmetros Curriculares Nacionais.
O projeto Caravela Kids aconteceu nesta terça e quarta-feira, dias 11 e 12, na altura do quiosque 30, e deve retornar na próxima semana para atender as crianças de Atibaia, Lagoinha, Presidente Venceslau, Borebi e Iepê, que permanecerão em Caraguatatuba de 17 a 21 de janeiro. (Fonte: PMC)

Projeto “Vento em Popa” promove aulas no verão da Tabatinga
O projeto “Vento em Popa” oferece, neste verão, aulas gratuitas de barco a vela para crianças, de 6 a 15 anos, na praia da Tabatinga

Caraguatatuba - O projeto “Vento em Popa”, que oferece aulas gratuitas de barco a vela, para alunos da rede pública municipal, entre 6 e 15 anos, na praia da Tabatinga, vem realizando atividades abertas, a turistas e moradores, desde o último dia 6, quarta-feira. A escolinha de vela funciona, em frente ao “Quiosque do Chileno”, de terça a sexta-feira, das 10h até as 17 horas.
Nas primeiras aulas, os participantes aprendem noções de segurança no mar e preservação da natureza. Em seguida, eles têm aulas teóricas de como o barco deve ser montado e quais são os nomes dos equipamentos. Finalmente, os alunos vão para o mar, sempre acompanhados de um instrutor. Na água, eles recebem noções de metereologia e de funcionamento dos equipamentos, além de praticarem o esporte. “Nossa intenção é unir o lazer com o aprender”, definiu o coordenador de terra do projeto, José Roberto Garcia Abiatt.
Desde o início do projeto, mais de 150 crianças já participaram das atividades. “As aulas estão servindo para as crianças aprenderem um esporte como o barco a vela”, disse Lucas, 9 anos, de São Paulo.
Cinco monitores voluntários formados no próprio projeto auxiliam nas aulas. Na opinião do monitor Daniel de Mello, 17 anos, participar do projeto “Vento em Popa” é uma oportunidade de qualificação profissional. “Além do entretenimento, o projeto ensina uma profissão aos adolescentes”, ressaltou.
Este projeto, uma parceria entre a prefeitura de Caraguá e a Sky, acontece o ano todo, sendo direcionado apenas a crianças de escolas públicas. O idealizador e coordenador do projeto, Pedro Moliterno de Almeida, explicou que a intenção da iniciativa é expandir o projeto para as crianças das escolas particulares do município. “Nossa intenção é crescer e dar oportunidade para todos os interessados. Hoje, temos uma estrutura pequena com 12 barcos e não podemos atender a todos os interessados. Estamos em busca de novas parcerias para este ano, pois não queremos sobrecarregar a prefeitura. ”É importante destacar que, desde o início do evento, alguns pais dos participantes turistas fizeram a doação de barcos”, enfatizou Moliterno. (Fonte: PMC)

Lazer e recreação têm destaque nos projetos de Verão em Caraguá

Caraguatatuba - Agito Vanguarda oferece atividades gratuitas ao público, como malhação, massagem, recreação infantil, cyber café, torneios esportivos, exposições de arte, dança, de 13 a 30 de janeiro, na Praça Ton FerreiraEmpresas promovem projetos que valorizam o lazer e o esporte nas praias de Caraguá. Mais um projeto tem início na cidade nesta quinta-feira, dia 13: o Agito Vanguarda, que leva para a Praça Ton Ferreira, no centro da cidade diversas atividades gratuitas para todas as idade.
O Agito Vanguarda é promovido em parceria com a Secretaria de Turismo de Caraguá e a TV Vanguarda por meio do organizador Stéfano Costa. De acordo com os produtores do evento, a arena será dividida em três partes, uma para competição esportiva, outra para recreação e outra para diversas atividades de prestação de serviços ao público.
A arena do projeto conta com palco para as aulas de ginástica, tendas para massagem express, tendas para recreação infantil, Cyber Café, estúdio para gravação de programas da Vanguarda e registro da presença de artistas e personalidades que passarem pela Arena do Agito Vanguarda.
O projeto também contou com a parceria da Fundacc (Fundação Cultural e Educacional de Caraguatatuba), e terá um atenda com exposições de arte e trabalhos locais, além do projeto ‘Dançando na Praia’, com alunos do Corpo de Baile Municipal de Caraguá.
A Terceira Idade poderá participar de atividades adaptadas e jogos. Já as crianças de até 12 anos poderão brincar de oficinas, jogos e brincadeiras na tenda do Brincando no Agito, com Nayana Flôr Ribeiro e seus recreadores.
O projeto reservou espaço para a saúde, com um espaço para malhação, oferecida gratuitamente pelos professores da Academia Forma Atlética, de Caraguá. Além disso, o público poderá receber massagens anti-estresse, gratuitamente, com profissionais da Clínica Estética de Caraguá.
Para as atividades esportivas foi montada uma arquibancadas para 300 pessoas e quadras para beach soccer, vôlei de praia e futvolei. Os
torneio de beach soccer mirim e infantil do projeto Férias também passam a acontecer no local. As arenas de beach soccer da praia do Indaiá continuam a disposição do público.
O Agito Vanguarda estará aberto de quinta-feira a domingos, de 13 a 30 de janeiro, sempre das 17 às 23h. (Fonte: PMC)

Competições esportivas esquentam as praias
A grande novidade será o volley four

Caraguatatuba - A 'Copa Litoral Norte de Volley Four' será a grande novidade. O esporte vem crescendo a cada ano por ser uma modalidade que oferece mais emoção que o vôlei de duplas, pois são freqüentes as disputas com vários minutos sem a bola cair no chão, o que é chamado de rally. Segundo os organizadores, será uma iniciativa de extrema importância para o crescimento desse esporte na região. A copa vai acontecer de 27 a 30 de janeiro com troféus e medalhas como prêmios. Na inscrição, que é gratuita, o atleta vai receber duas camisetas do Agito Vanguarda. Há vagas para 12 equipes.
Uma Escolinha de Vôlei deverá atender mais de 300 crianças para participar da Clínica do Agito Vanguarda na arena da Praia.
O Agito Vanguarda também vai promover a Copa Litoral Norte de Futvolei, um dos esportes favoritos de quem freqüenta as praias brasileiras. Todos os participantes receberão troféus e medalhas como prêmio.
Jogo dos artistas globais - Uma copa de beach soccer entre artistas e a seleção local também está incluída na programação. Segundo a organização, a data está marcada para o dia 22 de janeiro. "Esse jogo sempre atrai um grande público". Serão distribuídos troféus e medalhas como prêmios. (Fonte: PMC)

Projeto Férias é pura diversão
Ao todo, são oito pontos com atividades de recreação e torneios esportivos espalhados nas praias de Caraguatatuba

Caraguatatuba - O "Projeto Férias", em Caraguatatuba, promete agitar o Litoral na temporada 2005. São oito pontos com atividades e torneios esportivos espalhados pelas praias da cidade.
No centro, na praia Indaiá, haverá torneio de beach soccer e vôlei de praia próximo aos quiosques 35 e 36, com monitores disponíveis nas quartas e sábados, das 9h às 13h e das 15h às 18h.
No quiosque 32, haverá torneio mirim (masculino) e infantil (masculino e feminino) de beach soccer nas quartas e sábados até o dia 29 de janeiro, das 9h às 13h e das 14h às 18h.
De segunda a sábado, haverão jogos e recreação, das 8h às 12h e das 14h às 18h, nos Núcleos Esportivos dos bairros Perequê-mirim, Barranco Alto, Morro do Algodão, Poiares, Tinga, Olaria, Massaguaçu e natação no Cemug.
MONITORES - As atividades serão comandadas por 26 monitores contratados pela administração municipal.
No Ciase (Centro Integrado de Atendimento Sócio-Educativo), no bairro Travessão, costa sul de Caraguá, serão oferecidas seis atividades esportivas aos moradores e turistas: ginástica, vôlei, basquete, futsal, futebol de campo e bocha.
O horário de funcionamento do Ciase será das 8h às 17h, de segunda a sábado, e das 9h às 16h, aos domingos. As atividades serão coordenadas por professores e estagiárias das Faculdades Integradas Módulo, de Caraguá.
DIVERSÃO - O professor de Mogi das Cruzes (SP), Paulo Martins, 41 anos, disse que não abre mão de jogar volêi de praia com os amigos e familiares durante as férias de verão.
"Sempre que estão na Indaiá jogo vôlei. Como não dá para entrar na água porque está poluída, fico na areia jogando bola. Faço exercício e me divirto", disse.
O estudante de Campinas (SP) Willian Firmino da Silva, 16 anos, foi passar as férias em Caraguá com os amigos e todas as manhãs joga futebol nas areias da Indaiá. Ele irá participar do torneio de beach soccer organizado pela prefeitura.
"Jogar futebol é muito bom. Quando cansa ou está muito calor, a gente dá uma parada para mergulhar. O bom é que estou em grupo e nem precisa procurar mais jogadores. É só tirar o time e jogar", afirmou Silva. (Fonte: ValeParaibano)

Secretário de Administração quer implantar trabalho integrado
Enfoque do trabalho da Secretaria de Administração de Caraguá será a integração de todas as secretarias municipais

Caraguatatuba - O novo secretário municipal de Administração de Caraguá, Pedro Ivo de Sousa Tau, quer implantar um trabalho integrado na prefeitura inteira. “O nosso grande desafio será trabalhar por uma integração das secretarias municipais, tendo como elo de ligação a Secretaria de Administração. Dessa forma, haverá um crescimento homogêneo e coeso entre elas, já que, os projetos de cada uma, sempre, envolvem a participação de outras”, afirmou o secretário.
Ele informou que é a primeira vez que assume uma secretaria municipal e que está achando uma experiência nova. “Já trabalhei como administrador no setor privado e, apesar de estar há 10 anos no serviço público, estou vivendo situações novas. A experiência está sendo muito válida”, disse Pedro Ivo.
O secretário disse ainda que está muito confiante em sua equipe. “Das pessoas que estão comigo, 100% dos cargos de chefia são ocupados por funcionários efetivos”.
Ele acrescentou que, nesses primeiros dias, o expediente tem se estendido até a noite, e os funcionários têm trabalhado mesmo fora do horário. “Isso demonstra o compromisso que o servidor tem com seu trabalho”, concluiu.
Segundo ele o fato de assumir como secretário o levou a voltar a estudar bastante. “Preciso rever a legislação, pois tudo deve ser feito com embasamento legal”, contou.
Planos e projetos - A primeira semana como secretário o levou a detectar a necessidade de se realizar uma reforma administrativa na prefeitura. “Para essa reforma, precisaremos fazer um levantamento das reais necessidades de cada secretaria, avaliando qual o tipo e qual o número de funcionários necessários a cada setor para que não haja mais o remanejamento de servidores como vem acontecendo. Como um funcionário da saúde vai trabalhar na agricultura? Isso não irá mais existir após a reforma. Cada um ficará onde é necessário”.
Para 2005, Pedro Ivo pretende cumprir o que está estabelecido no Plano de Governo do Município, além de manter projetos implantados anteriormente e promover ações que valorizem o servidor público, como fazer as revisões do Estatuto dos Funcionários e do Plano de Cargos e Carreiras, e oferecer cursos de capacitação para cada área específica. “Dessa forma, o servidor sente-se mais valorizado, logo, sua produtividade melhora e também aumenta. Assim, o público passa a receber um atendimento maior e de mais qualidade, que é nosso principal objetivo”.
Conheça o secretário - Com apenas 29 anos, Pedro Ivo de Sousa Tau é formado em Administração de Empresas, pelas Faculdades Integradas Módulo, tem MBA em Recursos Humanos, pela Fundação Getúlio Vargas, e cursos de aperfeiçoamento na área administrativa realizados nos Estados Unidos e no Canadá.
O novo secretário de Administração de Caraguatatuba está, há mais de 10 anos, trabalhando na prefeitura do município, onde exerceu diversas funções. No ano passado, ocupou o cargo de diretor da Divisão de Medicina e Segurança no Trabalho, onde implantou vários projetos pela prevenção de doenças e pela segurança do servidor público. Alguns deles foram a distribuição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) como chapéus, botas, protetor solar, etc., a “Ginástica Laboral” e o “Treinamento de Ergonomia”, voltados para aqueles servidores que fazem uso de computador por muito tempo, e o “De Volta à Escola”, direcionado aos funcionários que não concluíram o ensino básico. (Fonte: PMC)

Programa Ação Litoral

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Steve Ross se apresenta em Ilhabela

Ilhabela - A jovialidade de Fred Astaire, com a sofisticação de Noel Coward e Cole Porter, esse mágico do piano pode inebriar num minuto e seduzir num segundo.
Aclamado em Londres e adorado em Nova York, Steve é uma lembrança viva das glamurosas noites que ainda acontecem em Manhattan.
O New York Times o chamou de “O mais doce de todos os artistas de cabaré.” e em Londres, o The Times declarou que é “A performance de cabaré mais suave do mundo”, mas acima de tudo, uma noite com Steve Ross é pura diversão.
Talento brilhante e lirismo sincero fazem de Steve Ross um dos artistas mais queridos de seu tempo.
Em apresentação única no Brasil, exclusivamente no Jantar Show do Hotel Maison Joly em Ilhabela neste sábado, dia 15, a partir das 21 horas, Steve Ross proporcionará um elegante e energético tributo ao gênio Astaire e novas interpretações de clássicos da Broadway. Informações c/ Ana Vitória Joly - anavitoria@maisonjoly.com.br  - (12) 3896.2213 ou 3896.1201.

Ilhabela participa da campanha “Verão Limpo”
O Governo do Estado lançou a Campanha “Verão Limpo”, dia 2 de janeiro, em Santos.

Ilhabela - Em Ilhabela, a Campanha contando com a parceria da Prefeitura Municipal, realizará as atividades dia 15 (sábado), na Praia do Perequê e dia 16 (domingo), na Praia Grande, das 10 às 17 horas.
Para desenvolver as ações propostas pela Campanha, será armada uma tenda nas Praias onde acontecerão atividades educativas de caráter ambiental como: teatro de bonecos, oficinas com materiais recicláveis, atividades circenses lúdicas e apresentação de histórias infantis, brincadeiras de quintal (amarelinha na praia, queimada e esconde-esconde), e palestras interativas.
Também nas tendas, haverá exposição do Laboratório Móvel de Monitoramento da Qualidade da Água da Cetesb e exposição de animais empalhados, com espécies em extinção, do acervo da Polícia Ambiental do Estado e ainda, orientações de nutricionistas sobre aproveitamento de alimentos.
Os participantes serão separados em grupos, sendo que cada grupo terá seu monitor que distribuirá sacolinhas para lixo e cartilhas informativa sobre a balneabilidade das praias, para serem entregues aos banhistas.
Ao todo, serão distribuídos 100 mil sacolinhas, 20 mil cartilhas, 10 mil tapassóis para carro, 1.100 camisetas e 1.100 bonés.
Para sinalizar o evento, serão fixados “banners” e faixas na balsa, rodovias e nas praias.
Participe! Será uma grande festa. (Fonte: PMI)

Programação Band Verão

Ilhabela - Segue a programação do projeto Band Verão 2005

BAND ARENA
A partir das 20h na Vila

14/01 (sexta-feira)
Lino – voz e violão (MPB)

15/01 (sábado)
JJ Jackson – Blues

16/01 (Domingo)
Peleco – voz e violão

Praia do Perequê
Sexta, sábado e domingo das 10h às 13h e das 15h às 18h
Tenda Saúde – com medição de pressão, diabetes e orientações da área da Saúde

Praia Grande (Sul da Ilha)
Durante o dia com duas tendas

Kids - Fitness – aeróbica, aerobox, hidro, alongamento e street dance
Sorteios de brindes (Fonte: PMI)

Salmão crostado com gergelim
Iguaria é preparada pelo restaurante Canto do Jabaquara, na região norte de Ilhabela, há 16 km do arquipélago

Ilhabela - O restaurante Canto do Jabaquara, em Ilhabela, oferece um dos melhores passeios que se pode fazer no arquipélago neste verão. Todos os caminhos que levam a esse pequeno recanto escondido no meio da mata são maravilhosos.
Existem várias formas de conhecer o local, mas caso você goste de aventura sob medida, a sugestão é que vá pela estrada de terra. São cerca de 8 quilômetros de extensão.
No percurso é possível apreciar a variedade de plantas nativas da Mata Atlântica, ouvir o canto dos pássaros e ainda atravessar um rio de águas transparentes.
Pelo trajeto, ainda é possível apreciar a linda paisagem que envolve o Canto do Jabaquara, situado na parte norte da ilha, há 16 km da Vila, onde o mar e a fauna convivem em perfeita harmonia.
O proprietário Diogo Siqueira, 30 anos, disse que resolveu construir o restaurante para fugir da violência da capital. Ele levou dez anos para realizar o seu sonho e não se arrepende.
"Sou paulista com sangue de caiçara. Hoje vou para São Paulo só para sentir saudade de Ilhabela", disse.
Por ficar em uma área distante do centro, o Canto do Jabaquara só funciona durante o dia e teve que criar alternativas de auto-sustentação, sem desrespeitar a natureza.
"Enfrentamos alguns desafios por estarmos distante da cidade. Por exemplo, não temos energia elétrica e nem rede de água, mesmo assim criamos uma estrutura surpreendente no meio do nada. Aqui levamos a sério a coleta seletiva e o óleo usado no restaurante é doado para a fabricação de sabão", disse Siqueira.
Outra surpresa para quem conhece o restaurante é o seu cardápio. Nesse verão, o chef Antônio Borges dos Santos, 25 anos, está preparando um novo prato: o salmão crostado com gergelim e molho de água de coco e capim santo.
"As pessoas chegam no Jabaquara pensando que vão cair num deserto e ficam surpresas quando encontram toda essa estrutura. Trabalho perto do mar e de gente feliz", disse o chef.
Talvez esse seja o segredo do delicioso sabor de sua comida. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de São Sebastião Topo

Litoral Virtual Superchic

TCE veta contrato de lixo no litoral

São Sebastião - O TCE (Tribunal de Contas do Estado) julgou irregular o contrato firmado entre a prefeitura e a empresa Enob, responsável pela coleta e disposição do lixo em São Sebastião.
O acordo foi assinado em 2002 com validade por cinco anos. O valor inicial era de R$ 51 milhões.
À ocasião, a empresa foi a única habilitada no processo de licitação, que contou com a participação de nove empresas.
Anteriormente, a Enob já havia sido contratada outras três vezes, sem licitação, para executar o serviço em caráter emergencial durante o início do governo do ex-prefeito Paulo Julião (PSDB).
O valor previsto para ser repassado à Enob é superior ao praticado para o mesmo serviço em São José dos Campos, que tem 600 mil habitantes. São Sebastião tem cerca de 65 mil moradores.
O TCE encaminhará a decisão para a prefeitura, a Câmara e o Ministério Público.
Segundo a Secretaria de Assuntos Jurídicos da prefeitura, com base no parecer do TCE, a Câmara deverá apurar se houve crime de responsabilidade por parte do ex-prefeito. Ao MP, caberá eventual pedido de ressarcimento.
AVALIAÇÃO- O prefeito Juan Pons Garcia (PPS) enviou ontem à sede do TCE, em São Paulo, técnicos da secretaria para apurar quais as irregularidades apontadas no contrato firmado em 2002 entre a prefeitura e a Enob.
O resultado do julgamento foi publicado no dia 26 de dezembro no Diário Oficial.
"Ainda não sei o que foi constatado, mas assim que tivermos em mãos o parecer do TC deveremos tomar as medidas cabíveis", afirmou Garcia.
Nenhum diretor da Enob foi localizado ontem para comentar o assunto.
O ex-prefeito Paulo Julião afirmou que o contrato foi feito de acordo com a lei e que todos os aditivos firmados com a empresa tiveram o respaldo da assessoria jurídica da prefeitura. (Fonte: ValeParaibano)

PM prende 7 em operação em São Sebastião

São Sebastião - A Polícia Militar apreendeu ontem 2 kg de cocaína, porções de crack e de maconha e prendeu sete suspeitos de tráfico na região das praias de Juquehy e Barra do Say, na costa sul de São Sebastião.
A operação para prisão do grupo, que comandaria o tráfico nos bairros Vila Mosquito e Vila Baiana, em Barra do Say, e Morro do Esquimó, em Juquehy, teve início às 2h40 de ontem.
Na Vila Mosquito, foi preso Gilberto de Jesus Gomes, 26 anos, com alguns papelotes de cocaína.
A partir de informações obtidas com Gomes, a PM chegou à casa de Elias Aparecido Ferreira da Silva, 19 anos, onde apreendeu três papelotes de cocaína. Os policiais prenderam ainda na Vila Baiana, em Barra do Say, Benedito Gomes da Silva, 26 anos, com 20 papelotes de crack, dois de cocaína e dois de maconha.
No Morro do Esquimó, foram presos Diego Ferro da Silva, José Cláudio Carvalho Silva e Daniel Moreira Viana, com 1,8 kg cocaína. Por volta das 9h, a PM deteve Lindenberg Carneiro. A PM apreendeu ainda vinte aparelhos celulares e aparelhos eletrônicos.
O delegado Praxides Domingues solicitou a prisão temporária de Carneiro. Segundo ele, há suspeitas de que o grupo também seja responsável por roubos e assaltos.
Praxides informou ainda que Elias Aparecido e Viana são foragidos da Justiça. Os suspeitos estão na cadeia pública. (Fonte: ValeParaibano)

Técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente visitam Prefeitura

São Sebastião - Técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente visitaram na tarde de ontem, (12/01) a Prefeitura de São Sebastião. O objetivo do encontro, que contou com a presença do prefeito, Dr Juan Garcia, do secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Thales Guilherme Carlini e membros de sua secretaria, além da procuradora ambiental do município, Sueli Stropp, era o de apresentar as equipes, divulgar as eleições do grupo setorial de coordenação do litoral norte e agendar uma segunda etapa com reuniões explicativas sobre o gerenciamento costeiro para toda a sociedade.
O prefeito Dr. Juan Garcia, ressaltou a importância de se atentar para as ocupações irregulares existentes ao longo do município. “Queremos uma ação com relação à solução de problemas existentes, que deverão ser olhados de uma maneira diferenciada com relação à lei, para que não se crie problemas sociais na cidade”.
De acordo com a coordenadora de planejamento ambiental da secretaria de Estado de Meio Ambiente, Lúcia Bastos de Sena, nessa fase inicial irão mesmo surgir algumas dúvidas. “De início elas serão em relação à implantação da lei do gerenciamento costeiro. É uma legislação que tem uma série de instrumentos que deverão continuar sendo discutidos. Pretendemos agendar mais reuniões explicativas para a sociedade civil e técnicos”, conta.
Está prevista para a segunda quinzena de fevereiro uma reunião na Câmara Municipal, onde os técnicos da secretaria do Estado do Meio Ambiente, buscarão explicar melhor a implantação do gerenciamento costeiro no município para técnicos da prefeitura, vereadores e sociedade civil.
Outro ponto divulgado na visita é a eleição para representantes da sociedade civil no grupo setorial de coordenação do gerenciamento costeiro do litoral norte, que estão previstas para acontecer no dia 11 de fevereiro, no CIEF Estrela D’Alva, que está localizada na avenida Alcides Alves Pereira, 140, no Jardim Califórnia, em Caraguatatuba.
As entidades interessadas em participar deverão se cadastrar até 4 de fevereiro na secretaria executiva do CBH-LN, localizada à rua Cunhambebe, 521, no centro de Ubatuba, ou na secretaria executiva do grupo setorial do litoral norte, localizada à avenida Prof. Frederico Hermann Jr, 345, prédio 6, sala 213, em São Paulo. O cadastro pode ser feito também por via postal, mais informações podem ser obtidas pelos telefones (12) 3832-3816 e (11) 3030-6638 ou ainda pelo site www.ambiente.sp.gov.br  (link gerenciamento costeiro).
Poderão se credenciar as entidades não governamentais com atuação comprovada na área de abrangência deste setor costeiro, e cujos objetivos estejam relacionados à defesa de interesses econômicos, profissionais, sociais e ambientais, de acordo com o disposto pelo decreto estadual nº 47.303/02. (Fonte: PMI)

ONGs querem transformar a ilha em Parque Nacional
Incêndio em Alcatrazes pode causar extinção de espécies exclusivas do arquipélago, alerta biólogo do Butantan

São Sebastião - Após o incêndio ocorrido no Arquipélago de Alcatrazes, no fim do ano passado, há risco de animais como a jararaca-de-alcatrazes e a rã cycloramphus, que são endêmicos (só existem lá), desaparecerem. É o que afirma o biólogo Otávio Marques, que atua no Instituto Butantan.
No último dia 6, Marques esteve no arquipélago com outros profissionais do Instituto Butantan, e também o biólogo Fausto Pires de Campos, do Projeto Alcatrazes, uma organização não governamental em defesa do santuário ecológico.
“Nossa ida ao arquipélago foi para avaliar os impactos causados pelo fogo; devemos voltar à área no final deste mês para a um trabalho mais apurado”, explica Marques. Nesta expedição, eles permaneceram na área entre 7 e 23h. Nessa ocasião, eles pretendem permanecer pelo menos três dias.
Parte do Arquipélago dos Alcatrazes faz parte da Estação Ecológica Tupinambás, protegida por lei federal. Outra parte está sob domínio da Marinha Brasileira para exercícios de tiro na área, que abrange a ilha principal. Além disso, Alcatrazes é Patrimônio Natural da Unesco.
No dia 30 de novembro, a Marinha realizava os seus treinamentos em conjunto com a Marinha argentina (na chamada Operação Fraterna) quando se observou o primeiro foco de incêndio. A Marinha anunciou que havia debelado o fogo neste dia, mas a queimada continuou e foi totalmente debelada somente no dia 4 dezembro, por especialistas do Prevfogo, do Ibama, e especialistas do Corpo de Bombeiros, com apoio da Marinha. Note-se que era uma época de seca, o que favorece a ocorrência de incêndios.
16 hectares destruídos - O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), diz que a queimada atingiu cerca de 16 hectares (160 mil m²), o equivalente a 32 campos de futebol - dentro de área sob controle da Marinha, ou fora da Estação Ecológica. Mas o fogo atingiu o entorno imediato da Unidade de Conservação Federal (Estação Ecológica Tupinambás), que também deve ser preservado.
Marques afirma que o incêndio destruiu cerca de 20 a 30% de vegetação. “Na década de 20, o arquipélago tinha vegetação mais completa. Após os exercícios de tiro, o volume reduziu muito”.
Ele afirma que a mata destruída pelo fogo deve demorar muito tempo para se regenerar, situação problemática porque a vegetação servia de sombreamento para os animais.
“O fogo chegou muito próximo à área do Saco do Funil, onde havíamos descoberto uma espécie nova de rã. O fogo chegou a 30 metros onde o bicho vivia”. Segundo ele, foram encontrados três projéteis da Marinha no Saco do Funil.
O biólogo declara que numa expedição realizada há cinco meses o Instituto Butantan constatou cinco exemplares desta espécie de rã. “No dia 6, quando da expedição anterior, não encontramos nenhuma, o que é preocupante, mas ainda esperamos encontrá-las”, ele diz, com referência ao próximo trabalho de campo.
Marques afirma que encontrou muitos animas invertebrados carbonizados e diz que, mesmo sendo os tiros da Marinha inertes, – atualmente usa-se areia dentro dos projéteis - “o atrito com as rochas causa incêndio”.
Na noite de 2 de dezembro, moradores da Costa Sul de São Sebastião viram labaredas de fogo no arquipélago.
No dia 3 de dezembro, homens da Força-tarefa do Corpo de Bombeiros, em São Paulo, e da corporação do Litoral Norte, além de equipe do Prevfogo, do Ibama, foram deslocados para Alcatrazes a fim de acabar com os focos de incêndio. A operação teve apoio da Marinha do Brasil.
Jararaca-de-alacatrazes - Segundo Marques, que também é herpentólogo (especialista em répteis), no arquipélago foi descoberta a jararaca-de-alcatrazes, descrita há dois anos, outro animal endêmico (existente somente em Alcatrazes). Um determinado medicamento antidepressivo, feito à base de veneno de jararaca do Brasil, poderia render milhões de reais a uma multinacional farmacêutica.
Ele supõe que, após estudos, o veneno da jararaca-de-alcatrazes também poderia ser importante para a produção de drogas. “E se ela desaparecer da área? Vimos apenas um exemplar na última expedição”, reforça.
De acordo com Marques, mesmo que os animais não sofram extinção, sua redução é um problema, porque pode provocar o desaparecimento da espécie a médio ou longo prazo.
Após mais de um mês do incêndio a área atingida está coberta por vegetação rasteira. Ricardo Sawaya, também biólogo do Instituto Butantã, afirma que a Marinha do Brasil somente autorizou a expedição no dia 6 deste mês.
Na tarde de ontem, por volta das 17h30 o Imprensa Livre tentou contato com a Marinha do Brasil, por meio do Comando de Operações Navais no Rio de Janeiro, mas não havia na repartição ninguém que pudesse atender a imprensa.
Representantes de ONGs revelaram à reportagem que há movimentação política buscando transformar o arquipélago em Parque Nacional, uma fórmula capaz de preservar Alcatrazes.
Ibama elabora laudo - Equipe do Ibama recolheu amostras de materiais para avaliar os danos ambientais no Arquipélago dos Alcatrazes. Entre as amostras estão animais mortos. Relatório sobre as análises ainda está em fase de elaboração, segundo o Ibama informou anteontem.
A Promotoria de Justiça Regional do Meio Ambiente do Litoral Norte instaurou o processo 32/2004 para apurar eventuais danos ambientais provocados no Arquipélago dos Alcatrazes. A medida atendeu solicitação do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), subsecção São Sebastião/Ilhabela, Luiz Tadeu de Oliveira Prado.
Para o promotor de Justiça Bruno Márcio de Azevedo, “a peça de informação tem por objeto a investigação de eventual dano ambiental decorrente do incêndio no arquipélago dos Alcatrazes, município de São Sebastião, que teria se iniciado durante exercício de tiro pela Marinha do Brasil”.
Em entrevista publicada em 12 de dezembro no Imprensa Livre, a gerente executiva do Ibama/SP, Analice de Novaes Pereira, afirmou que o Ibama quer compartilhar com a Marinha e com toda a sociedade brasileira a discussão sobre qual destino se pretende para o Arquipélago dos Alcatrazes. “Entendemos ser necessário que esse debate saia dos gabinetes das instituições e sensibilize a sociedade”, ela escreveu.
Segundo ela, os cidadãos devem ser informados adequadamente sobre a relevância científica, histórica e cultural do arquipélago. “Não se trata de simplesmente ignorar a atuação da Marinha, que tem um papel importante a cumprir. Mas em tempos de democracia plena como a em que estamos vivendo é imprescindível que a sociedade se manifeste a respeito dos usos que pretende para um patrimônio que é de todos”, ela considerou.
“Entendemos que os cidadãos devem se manifestar pelos canais de que dispuserem, entre os quais figuram os veículos de imprensa”, concluiu. Os interessados em se manifestar sobre o assunto também podem fazê-lo pelo endereço eletrônico do Ibama-SP: ascom.sp@ibama.gov.br . (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Mary´s Casa na Fortaleza

Ilha Anchieta conserva belezas naturais e a história do litoral

Ubatuba - Uma área de 828 hectares que mantém preservada uma infinidade de belezas naturais e acontecimentos significativos da história. O Parque Estadual da Ilha Anchieta, em Ubatuba, é um dos mais belos tesouros que Litoral Norte reserva.
Fica difícil saber o que torna a Ilha Anchieta um local tão atrativo para uma visita; se é a riqueza histórica da ilha que foi habitada por índios até o século 19 e na década de 50 foi palco de uma das maiores rebeliões da história do Brasil, ou as belezas naturais do local, com mais de 50 espécies de animais e praias de beleza quase intocada pelo homem.
Desde 1977, ano em que a Ilha Anchieta foi transformada em parque estadual, a Secreteria de Turismo de Ubatuba desenvolveu um projeto para possibilitar o turismo, sem comprometer a fauna e a flora local.
Segundo o Secretário do Turismo de Ubatuba, Luiz Felipe Azevedo, a vida animal da ilha é monitorada diariamente por pesquisadores que estudam o impacto ambiental do turismo no ecossistema da Ilha Anchieta. "Só permitimos o turismo na ilha com a certeza de não atrapalharmos a vida dos animais".
As escunas que levam os turistas para o parque partem da praia do Saco da Ribeira, na baía do Flamengo. Durante os oito quilômetros de distância entre a costa e a ilha, já se pode ter uma noção das belezas que poderão ser vistas no local.
A viagem de travessia, que dura de 30 a 50 minutos, termina no pier do parque, local onde os turistas são recepcionados por monitores que contam a história do parque estadual e dão dicas sobre as atrações que a ilha oferece.
Entre as belezas históricas do parque estão as ruínas do antigo presídio político que existiu na Ilha Anchieta e foi palco do levante de 1952, quando cerca de 500 presos se rebelaram contra os 50 guardas que faziam a segurança e tentaram fugir da ilha.
Em um passeio pelas praias e trilhas do parque, os turistas podem conhecer a trilha da Prainha, onde há uma piscina natural de águas cristalinas formada pelas pedras em que se pode ver diversas espécies da vida marinha.
Luiz Felipe avisa que a ilha é um local de vida selvagem, portanto é comum avistar alguns animais que possam parecer um tanto assustadores para alguns. "É um ambiente natural onde vivem pássaros, peixes, mas também há cobras e insetos", afirma.
Durante a temporada, o Parque Estadual da Ilha Anchieta recebe uma média de 700 a 1000 visitantes diariamente. A expectativa para o Carnaval, segundo a Secretaria de Turismo, é que o número de visitas diárias possa chegar a 2000.
Parque Estadual da Ilha Anchieta em Ubatuba - Informações sobre passeios de escunas até a ilha pelo telefone de atendimento da Secretaria de Turismo de Ubatuba 0800-7717400. (Fonte: Thiago E. Milani/ValeParaibano)

Ilha Anchieta mantém estrutura para receber até mil turistas/dia
Trilhas e história fazem parte do roteiro dos turistas que visitam a Ilha

Ubatuba - A Ilha Anchieta, um paraíso ecológico que já participou dos mais diversos momentos da História do Brasil é uma área de preservação localizada no município de Ubatuba que merece ser visitada. O Instituto Florestal, responsável pela manutenção do Parque Estadual da Ilha Anchieta, mantém uma estrutura receptiva com 20 monitores/instrutores, uma enfermeira, uma lancha rápida e o apoio de um helicóptero para emergências maiores. Estudos ambientais revelaram que até mil pessoas/dia em visitação na ilha resultam num impacto suportável e reversível.
O Parque mantém na mata diversas trilhas já classificadas de acordo com os interesses dos visitantes com diferentes graus de dificuldades. Além disso, promete para breve, a liberação de algumas trilhas para passeios de mergulho da mesma forma classificadas e monitoradas.
Assim, além dos valores históricos e ambientais, a Ilha Anchieta, pela qualidade e segurança dos atrativos oferecidos, torna-se referência no receptivo turístico de Ubatuba.
Maiores informações podem ser obtidas no Centro de Informações Turísticas de Ubatuba na avenida Iperoig, no final da avenida Thomaz Galhardo, ou pelo telefone (12) 3833 7300. PMU

Começa hoje o Agito Vanguarda
A afiliada da Rede Globo de Taubaté irá manter até o final do mês, uma intensa programação de eventos em Ubatuba

Ubatuba - A Rede Vanguarda de Televisão estará realizando, de 14 a 30 de janeiro, o Agito Vanguarda em Ubatuba. Com muito esporte, cultura e agitação o evento acontecerá na Praça Capricórnio, mais conhecida por Praça do Skate, localizada nas proximidades do aeroporto de Ubatuba. Junto à pista de skate está sendo construída uma arquibancada para 200 pessoas assistirem aos eventos esportivos, recreações, competições e distribuição de brindes, sempre de quinta a domingo.
Toda estrutura está sendo montada junto ao calçadão onde os turistas e moradores de Ubatuba fazem suas caminhadas. Serão várias tendas que servirão para atividades de recreação infantil, jogos para a terceira idade, exposição de arte e artesanato, além de ações ligadas a saúde.
Esportes e malhação - O Agito Vanguarda terá uma competição específica de skate reunindo população local e turistas.Todos os participantes receberão camisetas do evento, além de troféus e medalhas. Nos fins de semana, professores das melhores academias da região estarão dando aulas gratuitas de ginástica. Já na tenda da saúde, profissionais capacitados darão dicas importantes para manter a forma além de aferirem a pressão, o batimento cardíaco e aplicarem massagem Express para deixar todo mundo zen.
Atividades recreativas - Vários monitores e professores de Educação Física estarão prontos para divertir a garotada que passar pelo local. Locutores da emissora estarão incentivando as pessoas a participarem das atividades e brincadeiras com distribuição de brindes. Crianças até cinco anos terão uma área reservada para a recreação com atividades de pintura, maquiagem, modelagem e várias brincadeiras. A Terceira Idade terá uma tenda especial com jogos e recreação, entre eles, damas, baralho e dominó. Uma outra tenda será dedicada especialmente para a cultura com exposição de artistas, artesãos, músicos e conjuntos folclóricos de Ubatuba.
Artistas e personalidades - O Agito Vanguarda terá ainda uma tenda que abrigará os estúdios de gravação registrando tudo o que acontece no espaço instalado e recebendo artistas e personalidades que passarem pela arena do Agito. Durante todo o evento haverá uma equipe volante que estará registrando para a Vanguarda todos os acontecimentos esportivos e culturais do município.
Todas as quintas, sextas, sábados e domingos, de 14 a 30 de janeiro, o Agito Vanguarda vai mostrar o ritmo do verão em Ubatuba. (Fonte: Assessoria de Comunicação PMU)

Setur faz balanço positivo dos dez primeiros dias do verão
Secretaria de Turismo avalia serviços de infraestrutura e realização de eventos nos primeiros dias da nova administração

Ubatuba - O início da nova administração municipal, em pleno agito da temporada, não impediu que a cidade se organizasse para proporcionar uma estadia tranquila aos milhares de turistas que visitam Ubatuba todos os anos. Segundo o Secretário de Turismo, Luís Felipe Azevedo (foto), o balanço desses 10 dias iniciais é bastante positivo. “Desde os serviços básicos como os prestados pela Sabesp até o envolvimento de todos os setores da prefeitura ligados aos serviços básicos como a coleta de lixo, serviços de saúde, trânsito e fiscalização do comércio irregular, fez com que conseguíssemos prestar um serviço de qualidade ao nosso turista”, afirma.
Apoio externo - Luis Felipe lembra também a importância dos órgãos estaduais e federais para o bom andamento do turismo na cidade. “A Polícia Rodoviária Federal a cada ano tem procurado se aparelhar adequadamente ao aumento do trânsito, além do reforço do efetivo e de viaturas. Segundo a Setur, este ano a grande novidade foi a incorporação, pela Polícia Federal, de um caminhão gaiola para apreensão de animais que estejam soltos e que acabam colocando em risco a vida dos motoristas. Também a Secretaria de Estado da Segurança, segundo Luis Felipe, ano a ano vem reconhecendo a importância de se aumentar os efetivos do município, especialmente, as polícias civil e militar que receberam reforços para fazer frente ao inevitável aumento de ocorrências.
“Para nós a importância do verão começa por Ubatuba ser a cidade do hemisfério sul a receber os primeiros raios do sol e dar boas vindas à estação, além desse privilégio, é nossa obrigação”, comenta o Secretário de Turismo. “Por isso a preocupação com a realização de eventos é fundamental para o digno festejo da estação mais alegre do Brasil”, reforça.
Música na praia - Entre os vários eventos que Ubatuba está registrando nessa temporada, a atuação de vários órgãos de comunicação merece destaque. A emissora 89 FM Rádio Rock, de São Paulo, instalou nesse verão, na praia Vermelha do Norte - preferida por muitos surfistas pelo tipo de onda que apresenta - ondas fortes tubulares e rápidas – uma infraestrutura com um equipe produzindo e apresentando muita música, agitação, recreação e distribuição de brindes.
Band Vale - A Band Vale abriu o verão em Ubatuba com uma carreta/palco e agitou nas praias da Maranduba e Grande. Com muita música, shows de aeróbica e distribuição de brindes, a Band Vale trouxe muita alegria e diversão para os freqüentadores dessas duas importantes praias de Ubatuba. A emissora deverá manter o evento com uma tenda de apoio e atendimento aos turistas na praia da Maranduba até depois do Carnaval.
Transamérica - A Rádio Transamérica de São Paulo também marcou presença nesse início de verão com uma carreta/palco apresentando muita música e diversão para os turistas das praias da Maranduba e Grande de Ubatuba. Recreação, distribuição de brindes e profissionais de saúde dando orientação e dicas para uma prática saudável de esportes completaram as atividades. (Fonte: Assessoria de Comunicação)

Unitau abre inscrição para curso

Ubatuba - A Unitau (Universidade de Taubaté) abriu inscrições para o Curso Normal Superior Fora de Sede (ministrado nos municípios) aos estudantes que concluíram o ensino médio.
O curso foi criado em 2002 e a organização espera atender a 35 cidades da região.
Segundo Acácio de Toledo Netto, supervisor do curso, o objetivo é proporcionar a alunos de outras cidades uma opção de licenciatura sem precisarem sair de suas cidades.
O professor disse que a Unitau fará convênios com prefeituras da região para que sejam disponibilizadas salas de aula em escolas municipais para as aulas.
O curso tem duração de três anos, com aulas diárias. A taxa de matrícula é de R$ 20 e o valor da mensalidade, R$ 250.
A pré-inscrição (sem custo) poderá ser feita no site www.unitau.br ou pelo telefone (12) 3625-4280.
VESTIBULAR - As inscrições para o vestibular 2005 da Unitau terminam amanhã e podem ser feitas no Posto Central em Taubaté, hoje das 9h às 21h e, amanhã, das 9h às 12h.
No campus de Ubatuba, o horário hoje vai das 10h às 20h e, amanhã, das 12h às 20h. Nos Correios, pode ser feita durante o horário de funcionamento das agências ou ainda pela internet. O valor da taxa de inscrição é de R$ 65. (Fonte: ValeParaibano)

Ação Litoral
 
Artigo Topo

Memória dos Ciclos
Corsino Aliste Mezquita


Não tenho ficado satisfeito com nenhuma administração municipal. Nem aquelas das quais participei. Crítico de mim mesmo sempre gostaria ser melhor, produzir mais e que aqueles que trabalharam comigo fossem mais eficientes. Entretanto como analista político das realizações, êxitos e falhas, tenho experimentado diferenças nos diversos administradores.
Nas minhas reflexões constantes sobre Educação e seus fatos tive a idéia de passar para o papel algumas considerações sobre as três últimas administrações municipais. Participei das duas primeiras como professor municipal e observador atendo desde a atalaia da Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de Ubatuba e, da última, como executor das políticas educacionais. Nas três como testemunha ocular dos fatos e agente ativo dos acontecimentos. São observações visando não esquecer o que foi feito em cada período e como foi aplicado o dinheiro da educação.
Na administração 1993 – 1996 as escolas estiveram abastecidas, nada faltava, os professores eram tratados com dignidade e respeito, foi dado grande atenção a Educação Infantil que era, naquele momento, a maior responsabilidade da Prefeitura Municipal. Nesse contexto foram construídas as UNIMEIS do Perequê-Açu, Itaguá, Perequê-Mirim, as creches da Pedreira e do Ipiranguinha. Para atender o Ensino Fundamental foi construída a Escola do Poruba, deixada coberta a do Rio Escuro e levantada até a segunda lajem a E.M. Pres. Tancredo de Almeida Neves. Houve cursos para professores e funcionários, troca de experiências com outros municípios e países, criada a Semana da Educação, só uma pessoa esteve a frente da Secretaria os quatro anos e os investimentos na Educação foram significativos e justificaram os 25% (vinte e cinco por cento) da verba a ser aplicada. Foram quatro anos de vacas gordas.
Mesmo assim os administradores da época foram qualificados como ladrões, incompetentes, despreocupados com a Educação etc., principalmente por seus sucessores.
Na administração 1997-2000 as Escolas foram deixadas a seu destino, não atinham material de limpeza, pedagógico de manutenção, não receberam reformas, os salários eram parcelados em duas ou três vezes, as vantagens da lei não eram atribuídas, a merenda era ruim e, no final, teve a mal sucedida experiência da terceirização, no período houve quatro secretários de Educação, o caos existente não cabe neste relato sucinto. No final do período ficaram 1200 (hum mil e duzentos) alunos sem teto, os salários de dezembro, terço de férias de todo o quadro do magistério, 13O. salário e R$ 1.730.000,00 (hum milhão e setecentos e trinta mil reais) de dívida para pagamento imediato na Secretaria Municipal de Educação. Nada que justificasse os 25% (vinte e cinco por cento) foi apresentado. Foram quatro anos de vacas magras.
Mesmo assim ninguém se perguntou onde foram parar os 25% da verba da educação ou o que foi feito com eles.
As urnas os puniram violentamente.
Na Administração 2001-2004 novamente as escolas estiveram abastecidas, nada faltou, a merenda foi de ótima qualidade, os salários pagos integralmente toda primeira sexta-feira de cada mês, vinte e um prédios escolares foram ampliados e reformados, nove escolas novas construídas, duas deixadas semi-acabadas, cinco escolas tiveram quadras cobertas, todos os professores e funcionários da Educação treinados em serviço, criado o Sistema Municipal de Educação e o Plano Decenal Municipal de Educação. Nenhuma dívida foi deixada, os 25% aplicados e plenamente justificados, a Rede Municipal de Ensino duplicou etc.. Foram quatro anos de vacas gordas.
Novamente os administradores são qualificados como ladrões e promete-se limpeza, devassa, trocar tudo e todos.
Neste momento de mudança alguns cidadãos nos perguntamos: Qual será o ciclo que nos espera? Teremos mais um ciclo de vacas magras alternando com o de gordas?
Torcemos para que as amostras até agora apresentadas não sejam significativas do que nos espera.

Corsino Aliste Mezquita
Ubatuba, SP

Opinião Topo

Comprar bem para poder investir mais
Saber gastar o dinheiro público é uma forma de poupar para investimentos futuros

Eduardo César (PL), prefeito de Ubatuba, deve aceitar urgentemente a oferta do Governo do Estado que colocou a disposição dos prefeitos instrumentos para ganho de eficiência.
Com a implantação da Bolsa Eletrônica de Compras (BEC) e do Pregão Eletrônico (Pregão Presencial), o Governo paulista atingiu, no fim de 2004, a marca de R$ 1 bilhão em economia nas compras do Estado.
"Os municípios podem ter acesso à BEC e ao Pregão. O Estado disponibiliza, sem custos, toda a experiência e todo o trabalho já realizado nessa área", informa Geraldo Alckmin, governador do Estado. "Compra-se mais barato e melhor. É eficiência no gasto público", complementa. O governador destaca que a utilização desse instrumento permite, além da redução de gastos, melhorar a qualidade de prestação do serviço público e o acesso da população à informática.
Com relação a obras, na Secretaria de Arquitetura e Urbanismo, deve ser formada uma equipe técnica para a elaboração dos projetos completos necessários ao município. Digo projetos completos, pois projetos detalhados, com quantificação de materiais e seus respectivos preços, possibilitam não só uma ótima ferramenta de controle de qualidade na execução das obras públicas, mas também licitações com valores de mercado, coisa que dificilmente vemos na administração pública.
A administração municipal deve acompanhar o que está acontecendo nos governos estadual e federal para poder pleitear recursos extras para o município. Botando a equipe para trabalhar, será diminuído o número de projetos feitos "nas coxas" para a elaboração de licitações em "toque de caixa" com o objetivo da utilização de verbas "descobertas" por acaso.
Para dar transparência aos procedimentos administrativos, Eduardo deve publicar todo o processo licitatório no site da Prefeitura, na Internet.
É preciso muita atenção com a administração do dinheiro público. Todo erro cometido implica em um gasto para ser corrigido. É o dinheiro do povo indo pelo ladrão.

Luiz Moura
UbaWeb

Carta do Leitor Topo

A Identidade e as Chinelas - Segue matéria publicada em 2002: Os caracteres próprios, como as pessoas, ou lugares têm identidades. No decorrer do tempo, por diversas ações, boas ou más, adquirem outras. Quando definimos uma meta ou um objetivo temos que planejar. Também não se pode planejar antes da definição da meta ou do objetivo. Simples, como fazem os que traçam uma rota de navegação. Onde estou. Onde quero chegar. Neste caso (da rota de navegação) apenas o objetivo de onde quero chegar não dá a garantia do sucesso sem os pré-requisitos básicos necessários a navegação pretendida.
Ou seja, que tipo de equipamento disponho, se ele esta apto a percorrer a rota em condições normais e, quais os recursos necessários em condições desfavoráveis ou adversas. Assim, não podemos planejar sem respeitar a máxima que define acessórios e principal. Lembrando a cada instante que “o acessório acompanha o principal”. Sem o que, estaremos fadados ao insucesso ou a “ridicularização” de querer atravessar o Atlântico de automóvel.
Definida as de metas e os objetivos, precisamos buscar todas as informações disponíveis para o planejamento. O conhecimento profundo dos “caminhos” é fundamental. Para os “caminhos” desconhecidos, devemos buscar experiência, analisar “rotas” de terceiros, contratar técnicos com boa formação etc. Para resumir, para quem nunca “traçou” uma rota, pode “navegar” e pode estar no comando, porém, deve ter ao seu lado um excelente CAPITÃO. Apenas os mais afoitos e os aventureiros, podem utilizar os métodos das tentativas e erros, desde que os recursos (financeiros inclusive) e o risco do insucesso seja inteiramente seu. Que não envolva, por exemplo, o futuro de toda uma população.
Assim, imaginem a responsabilidade (os que têm) dos administradores públicos! Imaginem, o resultado, por exemplo, de um administrador que delega (erroneamente, pois a definição cabe a apenas a ele) os destinos econômicos e sociais do seu país, do seu estado ou de sua cidade? O destino de todos seria o mesmo que os dos passageiros de um Boing teriam, se o comandante da aeronave estivesse só, sem os engenheiros de vôo e fosse, até mesmo um Capitão. Só que de fragata.
Temos assistido e sofrido com as atitudes políticas de políticos muitas vezes até bem intencionados, que nomeiam “politicamente” seus assessores e secretários e dão a eles plenos poderes, até mesmo para a definição das “rotas”. O resultado, é um desastre. Ou, no mínimo, mais uma frustração para toda uma população que acreditava, desesperançada pela falta de rumo, perdida no seu destino, com sua carteira de identidade, com sua vocação definida pela própria natureza, mais uma vez, levada pelos mesmos e instransponíveis “caminhos” por uns poucos dinheiros, doses cavalares de vaidades e “compromissos”. “Não é brinquedo não”. Para mim ficam as dúvidas: irresponsabilidade, desídia, ingenuidade ou coragem? Terminando essa matéria me veio, assim do nada, uma frase secular, descodificada, do Leonardo e, conclusiva: “Não vá o sapateiro, além das chinelas”. Muito profunda!
Ubatuba, 24/05/2002

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br
O envio de foto caracteriza autorizada a sua publicação e identifica o remetente como autor.

Ubatuba-SP

Amanhecer no Itaguá - Emilio Campi


Amanhecer no Itaguá
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor