Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quarta-feira, 16 de fevereiro de 2005 - Nº 1220 Edições Anteriores

Litoral Virtual Nautica

Região
Mata Atlântica de São Paulo deve receber US$ 20 milhões do BID

Caraguatatuba
2ª Regata de Vela Oceânica em Caraguá
Aguilar considera que Caraguá fecha temporada com ‘saldo positivo’
Caraguá entra mais uma vez no Plano Social da Bandeirante Energia
Caraguá traz ballet folklórico 'Alma Chilena'
Vídeo-documentário será lançado no Módulo
Atleta é campeão na Copa Verão de Jiu-Jitsu

Ilhabela
Ilhabela terá R$ 3,5 mi para investir em ecoturismo
Grupo apóia cobrança de turistas
Cobrança de taxa ambiental gera polêmica em Ilhabela
Câmara Municipal de Ilhabela recebe Projeto de PPP
Vereadores Ilhabelenses fazem visita de inspeção à Santa Casa

São Sebastião
Professores da Educação Física recebem curso de primeiros socorros
Vereadores cobram informações sobre o Carnaval
Câmara analisa projeto que dispõe sobre aprovação e licenciamento de obras
Projeto regulamenta instalação de cercas elétricas em São Sebastião

Ubatuba
Prefeito de Ubatuba quer fechar Comtur
Grupo contesta medida e vê manobra política
Turista desaparece em praia de Ubatuba
Empresa aérea Fluminense tem interesse por aeroporto de Ubatuba
Surfistas preparam para segunda etapa do Rip Curl Grom Search 2005 em Búzios
Ubatuba manda equipe ao Caça Talentos do surf
Mercado de Peixe tem novo administrador
Fundart retoma projetos e movimenta a agenda cultural em fevereiro
Associação dos Deficientes promove show para arrecadar fundos

Seções
Artigo
Opinião
Crônica
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Mata Atlântica de São Paulo deve receber US$ 20 milhões do BID

Litoral Norte - O governo de São Paulo está finalizando a assinatura de um financiamento de US$ 20 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para projetos de ecoturimo na Região da Mata Atlântica.
O anuncio foi feito no domingo pelo governador Geraldo Alckmin. Uma missão do BID estará em São Paulo, em março, para os últimos acertos do programa.
O programa contempla seis Parques Estaduais, cinco localizados no Vale do Ribeira (Carlos Botelho, Intervales, PETAR, Jacupiranga, Ilha do Cardoso) e um no Litoral Norte de São Paulo (Ilhabela).
O objetivo é organizar e consolidar os atrativos naturais dos parques estaduais, selecionados como produtos turísticos, preservando o capital natural a longo prazo. E além disso, consolidar a vocação do turismo sustentável nas áreas de influência do programa como estratégia de conservação da natureza, ampliando sua participação no desenvolvimento regional. A Secretaria do Meio Ambiente pretende dar um salto significativo na consolidação das atividades de visitação pública nesses parques estaduais.
Para a implementação da iniciativa, denominada Programa de Desenvolvimento do Ecoturismo na Região da Mata Atlântica, já foram realizadas três missões ao Brasil da equipe responsável do BID. Na missão anterior, realizada em novembro de 2004, foram discutidas e aprovadas as atividades previstas no âmbito do Programa.
Essas atividades, previstas ainda este ano, incluem melhoria e estruturação de vários núcleos de visitação dos parques, que serão os principais pontos de acesso às áreas recreativas e dos atrativos naturais. Nesses locais se concentrarão os serviços e atividades para os visitantes, incluindo pequenas pousadas e ecolodges, restaurantes e lanchonetes, lojas de conveniência, artesanato e lembranças.
Para obtenção do financiamento várias etapas já foram cumpridas. A Comissão de Financiamentos Externos, do Ministério do Planejamento aprovou em 22 de outubro de 2003 uma recomendação que autoriza a preparação do Programa.
Em novembro de 2003 a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou lei que autoriza o Poder Executivo a contrair financiamento junto ao BID. A lei foi promulgada por Alckmin na sequência. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá BIL -= Bolsa de  Imóveis do Litoral Salete

2ª Regata de Vela Oceânica em Caraguá
A 2ª Regata de Vela Oceânica abre o VI Campeonato de Vela Oceânica de Ubatuba, nos próximos nos dias 19 e 20, no Yate Clube da Praia Martin de Sá, a partir das 13h

Caraguatatuba - Caraguá vai ser mais uma vez roteiro da regata de veleiros oceânicos. Desta vez é a 2ª Regata de Vela Oceânica de Caraguatatuba, que acontece no próximo final de semana, 19 e 20, no Yate Clube Martin de Sá a partir das 13h. A prova terá validade para a primeira etapa do VI Campeonato de Vela Oceânica de Ubatuba.
Foram convidadas as classes Ranger 22, Fast 23 e Especial, sendo incluídos juntos os barcos Atol 23, Oday 23 e outros modelos com 23 pés. De acordo com a programação, no dia 19, às 13 horas começam as incrições e entrega da instrução da regata, às 13h30 inicia a regata de percurso. No domingo, dia 20, ao meio dia serão realizadas duas regatas tipo Barla-Sota.
A premiação será de troféu e medalhas para os 1º, 2º e 3 º lugares, e o troféu transitório Água do Mar para o campeão geral.
A regata será disputada em tempo real e por ordem de chegada. Após a regata será oferecido aos participantes, canoa de cerveja e entrega da premiação.
O evento está sendo organizado pela Racional Turismo e conta com oapoio da Secretaria Municipal de Turismo. A previsão dos organizadores é de que 15 barcos vindos de cidade como Santos, Ilhabela, Ubatuba e Caraguá participem do evento. Segundo o organizador, Cláudio Ramires, o objetivo é trazer para Caraguá, em 2006, uma das etapas do Campeonato Paulista.
Para o secretário de Turismo, Ricardo de Lima Ribeiro, eventos como este proporcionam lazer aos moradores e atraem turistas para a cidade. "Estamos no final de uma temporada e o nosso objetivo é continuar atraindo turistas para a cidade", concluiu Ricardo.
As incrições estão abertas. Para mais informações ligue (12) 3842-0304/ 9769-1710 com Alexandre Martinho. PMC

Aguilar considera que Caraguá fecha temporada com ‘saldo positivo’

Caraguatatuba - O prefeito José Pereira de Aguilar fez um balanço positivo da temporada de verão 2004-2005. Em reunião com todo seu secretariado, ele apresentou dados sobre os meses de grande movimentação de turistas na região.
O secretário de turismo Ricardo de Lima Ribeiro informou que, na semana do Reveillon, a cidade comportou 300 mil pessoas, aumento de 233% se comparado com a população fixa de 90 mil habitantes. A média populacional de janeiro até o carnaval foi de 171 mil pessoas. “Estes dados demonstram o tamanho do esforço que a administração teve para atender uma população que quase triplicou”, disse o secretário.
Segundo Ribeiro, os shows durante os dias de semana na Praça de Eventos reuniram uma média de 1,5 mil pessoas por dia, porém, nos shows gratuitos dos finais de semana como o do Roupa Nova, a praça chegou a receber 45 mil pessoas.
A apresentação do ‘Batom na Cueca’ reuniu 10 mil. “Priorizamos grupos locais e regionais e a população gostou. Estamos buscando patrocínio para os shows maiores”.
Ricardo Ribeiro informou que a procura pelos hotéis e pousadas alegrou o setor com 90% dos leitos ocupados no reveillon, 70% durante toda a temporada e 85% no carnaval. “O turista não dorme só na cidade, mas gasta nos comércios, come nos restaurantes e gera renda. Nossa ação é para que o turista fique o mês todo e não só nos finais de semana”, explicou.
No carnaval, o público médio nos bailes da Praça de Eventos foi de 20 mil pessoas, no Massaguaçu foram 4 mil por noite e no carnaval de Antigamente na Praça Cândido Motta foram 5 mil foliões por noite.
A presidente da Fundacc Eloísa Antunes confirmou que cinco blocos ‘curtiram as marchinhas’ carnavalescas na Praça do Centro.
“Em janeiro, nos finais de semana também teve shows específicos como o grupo de ‘chorinho’ nos sábados que atende um público específico”.
O concurso infantil de fantasias contou com 82 inscritos, número superior as 60 inscrições do ano anterior. “As 12 peças teatrais apresentadas em janeiro em parceria com a TV Vanguarda lotaram o teatro e segmentou o ‘público de arte’”, considerou Eloísa.
Uma das questões mais discutidas na coletiva foi como inibir as espumas artificiais no carnaval.
“O público da praça do centro é de família, ficaria inconveniente revistar todos, contrário do que aconteceu na praça de eventos com o público jovem”, disse Eloísa.
A assessora de comunicação Malu Baracat explicou que os vendedores das espumas ficavam ‘camuflados’ com dois tubos na mão, o que não caracteriza comércio. “A polícia vigiava a hora que eles buscavam o produto nos carros”, afirmou a secretária informando que a espuma é o principal motivo das desavenças entre os foliões. A fiscalização do comércio apreendeu 50 tubos de espuma e não expediu licenças de produtos carnavalescos no período.
O secretário de Esportes Nivaldo Alves revelou que durante todo o mês, os turistas tiveram atividades na piscina e nas quadras de tênis do Centro Esportivo. Os núcleos esportivos nos bairros mantiveram atividades diárias assim como monitores orientaram no Projeto Verão nas praias. “Tivemos 600 participantes na escolinha de vela na Tabatinga e tudo de graça. Cerca de 2.500 se exercitaram nas diversas atividades de janeiro”.
O secretário de Saúde, João Senna confirmou que 880 pacientes foram transportados em janeiro e 431 em fevereiro até o dia 10. “Distribuímos 22 mil camisinhas, tanto feminina como masculina, nas unidades de saúde. Nos bailes de carnaval, através de parcerias foram distribuídos 3.500 preservativos”, finalizou. IMP

Caraguá entra mais uma vez no Plano Social da Bandeirante Energia
Escola do Perequê Mirim está inserida no Plano Social 2005 da Bandeirante Energia e receberá kits escolares este mês

Caraguatatuba - Caraguatatuba entrou, mais uma vez, no rol de municípios beneficiados com os projetos sociais da Bandeirante Energia. Nos últimos três anos, a escola municipal do Casa Branca recebia os kits escolares da empresa. Nos próximos três, a contemplada será a Escola Municipal de Ensino Fundamental do bairro Perequê Mirim.
A boa notícia foi recebida oficialmente pelos representantes da prefeitura de Caraguá que participaram, nesta terça-feira, dia 15, da apresentação do Plano Social 2005 da Bandeirante Energia, no Ceaser Business Hotel & Conference Center, em São José dos Campos, a partir das 10 horas. Entre representantes de outros 27 municípios da área de cobertura da empresa, marcaram presença a secretária de Assistência Social de Caraguá, Antonia Aparecida D. Marcelino; a supervisora de ensino Sara Santana de Oliveira e a diretora da EMEF do Perequê Mirim Marlene Panhota, representando a secretária de Educação Silmara Selma Mattiazzo Bolognini; o diretor de Recreação Renato Leite, representando o secretário de Esportes e Recreação Nivaldo Alves; e o chefe da seção de meio ambiente Daniel Barros Tavares, representando o secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca Auracy Mansano Filho.
Após o evento, os representantes de Caraguá conversaram com os coordenadores dos projetos sociais da Bandeirante, que se colocaram à disposição para analisar novas propostas de parcerias. Em 2004, a EMEF Prof. Oswaldo Ferreira, do bairro Casa Branca, foi contemplada com os kits de material escolar (distribuídos para mais de 19 mil alunos de 28 municípios). Este ano, os alunos da EMEF Prof. Geraldo de Lima, no bairro Perequê Mirim, receberão a bolsa com caderno, caneta, lápis, borracha, cola, etc.
Segundo a coordenadora do Programa Bandeirante Comunidade Educação, Edna Silvério de Oliveira, foram convidados os prefeitos e os secretários de Educação dos 28 municípios das regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte. “Nós convidamos os prefeitos e os secretários de Educação de nossa área de cobertura e a eles coube escolher seus representantes para conhecerem nossos projetos sociais, educativos, de meio ambiente e de saúde”, explicou. Ela informou que, em 2005, a empresa irá investir mais em programas voltados à educação. “Essa é a nossa proposta do triênio 2005-2007. No ano passado, atendemos a 69 escolas, sendo 33 delas, rurais”.
O gerente executivo de comunicação e cidadania, Luiz Cesar Basso Barbosa, informou que o investimento nesses projetos chega a R$ 1 milhão por ano.

O evento - A apresentação do Plano Social 2005 teve início com a execução do Hino Nacional pelo Coral EduCanto, apoiado pela Bandeirante Energia e formado por alunos da rede municipal de Aparecida, sob a regência de Nair Cabaterra. Em seguida, a abertura oficial do evento foi feita pelo representante da diretoria da empresa, Júlio Galvão, que deu um panorama geral da atuação da Bandeirante, falando também sobre o Grupo EDP (Eletricidade De Portugal), que a gerencia. “Nossos três princípios básicos são oferecer um serviço de alta qualidade, defender os interesses de nossos acionistas e criar condições de desenvolvimento de nossos colaboradores. Queremos ser reconhecidos como referência no setor”, disse.
O gerente executivo, Luiz Cesar Basso Barbosa, mostrou os números da empresa. “Foram construídas uma rede de 24 mil quilômetros de extensão, 56 estações de transmissão e distribuição de energia, 860 quilômetros de linhas de transmissão, e um moderno centro de operação do sistema. São mais de 1 milhão e 300 mil clientes de baixa, média e alta tensão”.
Segundo ele, cerca de 150 mil pessoas estiveram envolvidas nos projetos sociais, entre empresas parceiras, funcionários e voluntários. “Em 2004, distribuímos 4 mil livros, 20.500 kits escolares e 20.500 kits de higiene bucal”.
Dois vídeos institucionais ilustraram as apresentações dos representantes da Bandeirante, informando resultados obtidos desde 1998, ano da implantação da empresa. “São mais de 4 milhões de pessoas atendidas e uma atuação nas comunidades, sempre com dedicação, respeito e competência”.
O secretário de Desenvolvimento Social de São José dos Campos, José Francisco Savaia de Lima, se pronunciou falando sobre a importância de investimentos na educação. “Sabemos que o Brasil é um dos países mais injustos quando se fala em distribuição de renda, portanto, temos um papel social a cumprir. Este evento é um incentivo a esse trabalho. A cultura de desenvolvimento social deve ser calcada na educação, como aquela que um pai deve dar a um filho: ele não entrega a prova pronta, ele o ensina a estudar”, finalizou.
Após os pronunciamentos, foi realizado o lançamento do livro “Receitas de Energia Saudável”, elaborado a partir do projeto Alimentação Saudável, criado para incentivar a reeducação alimentar dos alunos das escolas inseridas nas ações sócio-culturais da Bandeirante.
Durante o evento, o voluntário Moisés Rodrigues Alves fez a entrega solene do 1º kit escolar de 2005 para a aluna Fernanda Conceição Luciano, de Aparecida.
O evento foi encerrado com mais uma apresentação do Coral EduCanto e um almoço com as receitas do livro lançado.

Projetos Sociais da Bandeirante - Preocupada com a responsabilidade social, a Bandeirante Energia realiza vários projetos em 28 municípios de sua área de cobertura, nas regiões do Alto Tietê (9), Vale do Paraíba (17) e Litoral Norte (2), sempre buscando parceria com órgãos e instituições públicas e privadas.
Alguns dos projetos são a distribuição de kits escolares, kits de higiene bucal, e palestras nas escolas sobre alimentação saudável, uso racional de energia elétrica, cuidados com o meio ambiente, segurança com pipas, etc. São realizadas também peças de teatro com esses temas e campanhas de arrecadação de agasalhos, alimentos, livros e brinquedos, entre outros projetos. (Fonte: PMC)

Caraguá traz ballet folklórico 'Alma Chilena'
'Alma Chilena' de la Comuna de Macul, será a atração do Espaço Cultural e Educacional Mário Covas no próximo dia 22. Entrada franca.

Caraguatatuba - O grupo de ballet folclórico 'Alma Chilena' de la Comuna de Macul, do Chile estará em Caraguá nos próximos dias 20, 21, 22 e 23. O grupo faz uma turnê no Brasil e já se apresentou em cidade do Sul, como Curitiba. O prefeito de Melipilha e mais quatro vereadores acompanham o grupo na visita à Caraguatatuba.
A chegada do grupo acontece no domingo dia 20, quando os bailarinos farão uma apresentação aberta ao público na Praça Cândido Mota, às 21 horas. A recepção será feita pela Fundação Cultural de Caraguatatuba. O grupo fará workshops e apresentações no Espaço Cultural e Educacional Mário Covas.
Na segunda-feira, dia 21, o grup de ballet folclórico fará oficinas de dança no Espaço Cultural e Educacional Mário Covas. Os horários previstos são 14h30 e 19h30, mas é preciso confirmar pelo telefone 3881-2623.
No dia 21, o grupode ballé acompanhado do prefeito e dos vereadores visitará o prefeito José Pereira de Aguilar em seu gabinete, às 9 horas. Durante a visita de cortesia será entregue a Aguilar um livro de prestação de contas do alcaide chileno.
E finalmente, no dia 22, o grupo 'Alma Chilena' se apresenta ao público no teatro do Espaço Cultural e Educacional Mário Covas, às 21 horas. A entrada é franca. (Fonte: PMC)

Vídeo-documentário será lançado no Módulo

Caraguatatuba - A Ong Vale Verde lançará em fevereiro o vídeo-documentário ‘Biodiversidade do Litoral Norte, o que você tem a ver com isso?’, feito em parceria com as Faculdades Integradas Módulo, Univap e Dutrafer. O projeto foi patrocinado pelo Programa de Fortalecimento Institucional da Associação Mico Leão Dourado e contou com o apoio de várias Ongs do litoral.
O lançamento oficial do vídeo-documentário acontece no dia 17 de fevereiro, no Auditório ‘Ângelo Fonseca Nogueira’, às 19 horas.
Numa grande maratona de pesquisas pelas quatro cidades do litoral a jornalista Areta Braga e o publicitário, cinegrafista e editor de som e imagem Filipe Soriano produziram uma bela obra, rica em imagens e informações sobre o Litoral Norte paulista e a Biodiversidade da Mata Atlântica.
O objetivo do vídeo é mostrar a importância econômica e ambiental do grande patrimônio genético que representa a Mata Atlântica e sua biodiversidade na região. O vídeo foi produzido em versões VHS e DVD e será distribuído, gratuitamente, na rede pública de ensino de Caraguá, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela. A Vale Verde disponibilizará cópias adicionais para instituições como Comitê de Bacias, Ongs, Conselhos Municipais, museus e outras entidades da região.
Entre as realizações do projeto em 2004, está a consolidação da sede da Vale Verde dentro das dependências das Faculdades Integradas Módulo e a realização de três seminários sobre a Biodiversidade do Litoral. Foram encontros que deixaram boas impressões quanto ao desenvolvimento sustentável do Litoral Norte e Mata Atlântica. Mais informações pelo telefone 3897-2008. (Fonte: Módulo)

Atleta é campeão na Copa Verão de Jiu-Jitsu

Caraguatatuba - O atleta de Ubatuba, Wladimir Rojo Vega, do programa Bolsa Esporte das Faculdades Integradas Módulo, foi campeão na categoria faixa azul na 8ª Copa Verão de Jiu-Jitsu, realizada no Ginásio de Esportes Benedito Pinho Filho (Tubão), em Ubatuba, nos dias 29 e 30 de janeiro.
A competição contou com a presença de renomados atletas do cenário nacional, que foram até Ubatuba para disputar a prova e aproveitaram para desfrutar as praias do Litoral.
Além de Wladimir, outros atletas obtiveram excelentes colocações, como os da Academia União Paulista, que representaram Ubatuba. Na categoria faixa preta Osieo Hecher foi campeão e Filermom Freitas foi o terceiro colocado. Na categoria faixa marrom, Joel Hecher foi campeão com e sem kimono; na faixa roxa, Silvio Rejano foi campeão; Marco Saldanha ficou em 2º lugar; Aristóteles Simpson em 2º lugar com e sem kimono; e André Medeiros, em 3º lugar. Na categoria faixa azul, Felipe Moura foi campeão; Will Kawada campeão com kimono e 2º sem kimono, Felipe Borim Ostini e Jason Ferreira ficaram em 3º lugar. Na faixa branca, Igor de Souza, Fabrício Mendonça, Emanuel Rodrigues, Salatiel Dante foram campeões em suas respectivas categorias. (Fonte: Módulo)

Programa Ação Litoral

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Ilhabela terá R$ 3,5 mi para investir em ecoturismo
Verba do BID será aplicada em melhorias no Parque Estadual e na capacitação de moradores da ilha

Ilhabela - O governo de São Paulo, por meio de um convênio de financiamento de US$ 20 milhões com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), desenvolverá a partir deste ano projetos de ecoturismo em seis parques estaduais, entre os quais o de Ilhabela.
O município aplicará cerca de R$ 3,5 milhões em um período de 4 anos em projetos de ecoturismo.
Os investimentos foram divulgados esta semana pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Para a implementação da iniciativa, denominada Programa de Desenvolvimento do Ecoturismo na Região da Mata Atlântica, já foram realizadas três missões ao Brasil pela equipe do BID. Na última, em novembro, foram discutidas e aprovadas as atividades previstas para o programa.
No Parque Estadual de Ilhabela, que ocupa 85% da ilha, a primeira meta é a criação de uma sede para o centro de visitação turística, que será instalado em um prédio histórico no bairro da Vila, onde também funcionará o Museu do Mar.
"Optamos pelo prédio por ser um local de fácil acesso aos visitantes e à comunidade da ilha", afirmou a diretora do Parque Estadual de Ilhabela, Marília Brito Rodrigues de Moraes.
Segundo Marília, as próximas etapas para Ilhabela são melhorias na Estrada dos Castelhanos, revitalização de uma trilha de longo percurso aproveitando o leito da antiga estrada do Bonete e desenvolvimento de trilhas subaquáticas nas ilhas Vitória e Búzios.
Estas trilhas seriam visitadas a partir de uma base náutica em Castelhanos.
A diretora afirmou que as ações prioritárias em Ilhabela foram definidas com a participação da comunidade e que também serão destinados recursos para a capacitação dos moradores da ilha, que poderão atuar como monitores.
DESENVOLVIMENTO - No dia 10 de março, às 14h, acontecerá na ilha uma nova reunião para definir os projetos executivos. A reunião, aberta à população, será na sede do parque, à rua Morro da Cruz, 608, no bairro Itaguaçu.
O secretário de Turismo de Ilhabela, Ricardo Fazzine, disse que o projeto servirá para alavancar novas ações de ecoturismo para a ilha. "Temos grande potencial, mas poucos produtos formatados na área de ecoturismo. Com este projeto, poderemos desenvolver atividades que gerarão novos recursos."
O PROJETO - O programa contempla mais cinco parques estaduais localizados no Vale do Ribeira (Carlos Botelho, Intervales, PETAR, Jacupiranga, Ilha do Cardoso).
Para obtenção do financiamento, várias etapas já foram cumpridas. A Comissão de Financiamentos Externos, do Ministério do Planejamento, aprovou em 22 de outubro de 2003 uma recomendação que autoriza a preparação do programa. Em novembro de 2003, a Assembléia Legislativa de São Paulo aprovou lei que autoriza o Poder Executivo a contrair financiamento junto ao BID. A lei foi promulgada por Alckmin na sequência. (Fonte: ValeParaibano)

Grupo apóia cobrança de turistas

Ilhabela - Pelo menos 45 representantes de entidades de Ilhabela participaram ontem de reunião na prefeitura para discutir a proposta de cobrança de taxa para turistas.
Segundo o prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira (PTB), os presentes se mostraram favoráveis à medida, ainda sem data para ser implantada.
A proposta é do presidente da Câmara, Luiz Lobo (PL), que viajava com o prefeito no 22 para Fernando de Noronha (PE) para conhecer a legislação que estabeleceu a taxa no local.
A presidente da Associação de Hotéis, Maria Inês Ferreira, disse ser favorável e que é preciso encontrar uma maneira de limitar o acesso de turistas para preservar o meio ambiente.
OPINIÃO - O tributarista Carlos Ergas afirmou que a implantação da taxa seria inconstitucional. Para ele, a prefeitura deveria limitar a entrada de veículos. O promotor Carlos Eduardo Brechane disse que aguarda a aprovação do projeto para avaliar o caso. (Fonte: ValeParaibano)

Cobrança de taxa ambiental gera polêmica em Ilhabela

Ilhabela - A cobrança de uma taxa ambiental na cidade está gerando grande discussão entre comércio, munícipes, sociedade civil organizada e veranistas. Quem apresentou a idéia foi o vereador Luiz Lobo (PL), presidente do Legislativo. Segundo ele o objetivo é que o turista pague um tributo para entrar no município.
Para Lobo, a idéia é desenvolver um pedágio municipal, dirigida aos turistas. Ele afirmou que no próximo dia 24 irá acompanhado do prefeito Manoel Marcos (PTB) e do secretário de Turismo, Ricardo Fazzini, ao arquipélago de Fernando de Noronha, Estado do Pernambuco.
O vereador lembrou que naquela ilha, a taxa de preservação ambiental foi criada em 1989 e até hoje cobra-se o imposto. Na ocasião os líderes municipais irão encontrar-se com o Dr. Edrise Aires Fragoso, administrador geral do Distrito de Fernando de Noronha. Para Lobo, Ilhabela já não tem mais condições de receber bem o número de turistas que chega para passar a alta temporada.
“Isto pode causar vários danos ambientais como o excesso de lixo e uma série de problemas ao meio ambiente, principalmente aos mananciais”, diz. Ele também salientou que se isso não for criado em breve, os munícipes e turistas terão a qualidade de vida prejudicada.
A mesma opinião sustenta o presidente da ACII (Associação Comercial e Industrial de Ilhabela), Marcelo Carlos. Para ele a discussão ainda está em aberto. “Tudo ainda está muito recente, mas de fato, precisamos controlar o número de turistas que visitam nossa cidade”, lembra. Ele falou também que Ilhabela passa por problemas de abastecimento de água todo ano e que isso precisa ser resolvido. “Todos dizem que aqui há racionamento no Carnaval, mas não é possível uma cidade de 20 mil habitantes receber 130 mil como recebeu no último feriado e não ocorrer isso (fora os turistas de um dia que chegam a 13 mil)”, informa.
Ele disse também que não há como construir uma represa para abastecimento de água quando há este tipo de problema na cidade. “Temos uma topografia que é totalmente inclinada. Além disso, esbarramos em outro problema que são os 85% da cidade que é Parque Estadual, ou seja, também não podemos, por lei ambiental, construir nada ao redor nesta área demarcada pelo Estado; no caso uma represa”, diz.
Ele também declarou que a taxa está em fase de discussão e ainda estão sendo estudadas várias formas de cobrança, entre elas se será tributado os valores por carro ou por pessoas. “Não podemos também parar os turistas na balsa diretamente porque irá demorar demais, atrapalhando o fluxo de veículos, enfim, são várias coisas que devem ser discutidas delicadamente”, diz.
Marcelo complementou também que a cidade deverá passar por uma adaptação, que só virá a colaborar com a preservação do meio ambiente. “Haverá uma análise criteriosa e não sabemos se ainda será aprovado ou não, mas sabemos que o volume de pessoas à cidade ocasiona todo ano problema de excesso de lixo, esgoto e água potável”, ressalta.
Já o presidente da SAB (Sociedade Amigos de Bairro) do Itaguassú, Davi Guerra, acredita que mais uma taxa na cidade irá refletir negativamente no turismo da cidade. “Apesar de ser muito cedo para discutir ou opinar sobre o assunto, fiz uma pesquisa entre comerciantes e munícipes e constatei que os comerciantes estão a favor, no entanto, os moradores são contra”, diz.
Ele sugeriu também que os tributos fossem repassados diretamente ao Dersa ao invés de se criar mais uma taxa ao município. “Os impostos estão tão caros e ainda mais este? Temos que ver como será a viagem do prefeito e do presidente da Câmara e depois começar a discutir com todos da cidade”, diz. Ele considera a idéia positiva, mas ainda há muita coisa a ser discutida. “Precisamos ter cuidado para não afastar o turista e sobrecarregar o número de impostos em Ilhabela”, finaliza.
Para o veranista Lucas de Paula, de São Bernardo do Campo, “precisa-se tomar cuidado com os tributos da cidade, pois todos sabem da fama de Ilhabela de produtos caros”, diz.. Já para o advogado Francisco Beltrinni, de Avaré (SP), “é válida a idéia da taxa, no entanto, a cidade recebe visitantes de diversas camadas sociais e econômicas e isto precisa ser levado em consideração”, diz.
O prefeito Manoel Marcos disse que essa idealização é positiva para a cidade. “Não se trata de proibir o ir e vir de cada cidadão, nosso objetivo é apenas gerar receita ao município”, comenta. Ele afirmou que viajará no dia 22 e se encontrará com o administrador Dr. Edrise, no dia 24. “Iremos ver detalhes da legislação que vigora em Fernando de Noronha e também procuraremos saber como é todo o processo da taxa de preservação ambiental naquela localidade”, encerra. (Fonte: Imprensa Livre)

Câmara Municipal de Ilhabela recebe Projeto de PPP

Ilhabela - O presidente da casa, vereador Luiz Antônio dos Santos, Luiz Lobo (PL) encaminhou o projeto de Lei n°04/2005, de autoria do poder Executivo, que “institui o Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas”, para ser analisado pelas Comissões Permanentes da Câmara, na sessão ordinária da última segunda-feira. Na ocasião, os parlamentares ilhabelenses votaram e aprovaram os requerimentos de n°055 a 092/2005, as 40 indicações e as 4 moções que deram entrada na primeira sessão ordinária do ano, na última quarta-feira, quando o tempo regulamentar não foi suficiente para ler e votar o grande número de matérias.
O projeto do Executivo tem o objetivo de angariar fundos da iniciativa privada e aplicá-los em algumas obras públicas. No Congresso Nacional, e em algumas cidades do estado de São Paulo, essa lei já foi criada e Ilhabela, segundo o prefeito, é a primeira cidade do Litoral Norte a ter esta iniciativa.
Os vereadores aprovaram também duas Moções de Pesar e duas de Louvor durante a noite. A primeira, de autoria do vereador Joadir Capucho (PPS) foi dedicada à Sra. Maria José dos Santos, falecida em 21 de janeiro do corrente ano. Maria José foi uma das primeiras moradoras do bairro Itaquanduba.
O empresário José de Oliveira Lemos, falecido também em janeiro, foi lembrado pela Moção de Pesar, de autoria da vereadora Nanci Peres de Araújo Zanato(PTB). José Lemos freqüentava a cidade desde 1956, era proprietário da Fazenda Ponta das Canas e foi o autor de inúmeras ações sociais que beneficiavam diversas famílias caiçaras.
A Defesa Civil, Diretoria Municipal de Trânsito e a Secretaria Municipal de Obras foram agraciadas com uma Moção de Louvor, de autoria do vereador José Jorge Pereira, o Zeca do São Pedro(PTB), pelo trabalho de qualidade e eficiência prestado à população num desmoronamento ocorrido no mês de janeiro no bairro da Ponta da Sela, sul da Ilha.
O grande homenageado da noite foi o jovem caiçara Ronyon Silva Oliveira, de 15 anos, aluno do Projeto Navegar, que conquistou o título de Campeão Brasileiro da Classe Optimist de Vela, na semana passada, no Rio de Janeiro. O atleta recebeu das mãos do vereador José Roberto de Campos, o Beto(PMN), uma Moção de Louvor, proposta por ele e aprovada por unanimidade pelos parlamentares ilhéus.
“O Ronyon é um exemplo de como um projeto social pode dar certo. Deveria existir um Projeto Navegar para todas as modalidades”, afirmou o vereador Beto.
“É muito bonito ver uma criança levar o nome de Ilhabela tão longe”, declarou a vereadora Nanci. O vereador Carlinhos também compartilhou a mesma opinião: “È para mim um motivo de muita alegria lembrar da assinatura do convênio que possibilitou a implantação do Projeto Navegar em Ilhabela e ver que crianças como o Ronyon são reconhecidas nacional e internacionalmente”, afirmou.
O vereador Jadiel Vieira salientou que não só os esportes como a Vela devem ser incentivados, mas todas as demais modalidades. “Sabemos que o Poder Executivo não tem condições de incentivar todas as modalidades de esportes, mas devemos buscar parcerias com a iniciativa privada para apoiar esses atletas que são motivo de orgulho para nosso município”.
Márcio Garcia(PL) e o presidente da Casa, Luiz Lobo(PL) parabenizaram também a família do atleta. “A união da família é essencial para o sucesso de Ronyon. Mesmo com todas as dificuldades, percebe-se no rosto dele a garra e a vontade que ele tem de vencer”, afirmou Marcio Garcia. “Para nós, é motivo de grande orgulho, ver uma criança que vem de uma família humilde vencer num esporte que é considerado de elite. Sabemos do esforço da sua família, e o mínimo que podemos fazer é agraciá-lo com essa homenagem”, declarou Luiz Lobo.

Tribuna - O vereador Beto (PMN) foi o único a usar a tribuna durante a sessão, para rebater novamente críticas veiculadas na imprensa, desta vez em relação à afirmações sobre seu partido.
“Eu tenho um péssimo defeito, não consigo ficar quieto”, começou o parlamentar, afirmando que existiu sim, na época de campanha, uma ação contra seu partido devido a existência de algumas assinaturas que teriam sido falsificadas por alguns candidatos. Segundo ele, o Juiz ouviu todos os envolvidos e indeferiu o pedido, descartando assim, a acusação de Crime Eleitoral. “Agora isso é uma questão que compete à Justiça Comum, e mesmo assim, eu não tenho nada a ver com esse assunto, portanto, se estão preocupados se eu vou ou não perder minha cadeira, primeiro deveriam fazer umas aulas de matemática, antes de afirmar que esse ou aquele suplente vai assumir meu lugar”, disparou. E foi além: “Para entrar na política deve-se agir com a verdade, estamos tentando construir uma sociedade mais digna, aceitamos críticas, desde que sejam construtivas e que tenham embasamento. Não é certo fazer acusações baseadas em mentiras”. (Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Vereadores Ilhabelenses fazem visita de inspeção à Santa Casa

Ilhabela - Os vereadores Marcio Garcia (PL) e Guilherme Henrique Maia Vieira (PMDB) fizeram uma visita de inspeção à Santa Casa de Misericórdia de Ilhabela para avaliar como andam as obras da reforma da entidade que atende cerca de 10 pacientes por dia, nas diversas especialidades como fisioterapia, cardiologia, terapia ocupacional, neurologia.
Os parlamentares encontraram salas mofadas, com buracos na parede e que são utilizadas para atendimento de pacientes, o que o vereador Dr. Guilherme caracterizou como falta de respeito para com os funcionários, além dos pacientes. “Faltam condições adequadas para o funcionário desempenhar adequadamente as suas funções”.
Outro motivo de repúdio dos vereadores foi encontrar um mamógrafo, equipamento usado para exames que detectam câncer de mama em mulheres, fechado numa sala. “O exame de mamografia é de extrema importância para as mulheres, já que o Câncer é um mal que assola nossa sociedade”, disse o vereador Márcio Garcia.
Os edis vão investigar a possibilidade do aparelho ser usado no Hospital Municipal durante as obras da Santa Casa não são concluídas. “É um absurdo o aparelho ficar parado enquanto muitas mulheres do município morrem de câncer”, desabafou Dr. Guilherme.
Os vereadores encontraram ainda quatro incubadoras jogadas ao tempo, que, segundo eles, também deveriam estar sendo usadas no Hospital Municipal, nesta fase de obras da Santa Casa, já que existe um convênio firmado entre prefeitura e entidade que permite esse ‘empréstimo’. “Isso que vimos caracteriza bem o mau uso do dinheiro público, ou mesmo do privado. Essas incubadoras poderiam estar ajudando a salvar vidas”, ressaltou Dr. Guilherme.
Os parlamentares receberam ainda uma denúncia de que os integrantes da escola de samba Mocidade Independente de Ilhabela teriam usado as dependências da Santa Casa como ‘vestiário’ na noite do desfile de carnaval. Durante a visita, os vereadores encontraram uma caixa que foi usada pela comissão de frente da escola.
Marcio Garcia e Guilherme Maia devem entrar com requerimentos já nas próximas sessões cobrando respostas e soluções do poder Executivo no que diz respeito a essas irregularidades. (Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Notícias de São Sebastião Topo

Litoral Virtual Superchic

Professores da Educação Física recebem curso de primeiros socorros

São Sebastião - Com o objetivo de aprimorar e reciclar os conhecimentos voltados para a área de atendimentos de emergência é que a Prefeitura de São Sebastião está oferecendo, até a próxima sexta-feira, um curso de Primeiros Socorros a todos os professores de Educação Física da Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer (Sejuv).
Cerca de 30 professores estão recebendo capacitação no curso que está sendo ministrado pelo 1º Sargento do Corpo de Bombeiros, Marcelo Mittermayer, na videoteca municipal. Segundo o sargento o curso traz o que existe de mais atual no que diz respeito a pronto atendimento emergencial. “Teremos uma parte teórica e outra prática, simulando ocorrências de emergência e fazendo com que os professores sejam capacitados para enfrentá-las”, afirma.
O objetivo da Prefeitura é que os professores estejam preparados para enfrentar uma situação de risco que possa vir a ocorrer durante o exercício da profissão, medida que foi aprovada pelos professores. “Nós só recebemos este tipo de informação durante a faculdade e muitos de nós já estamos formados há certo tempo”, destacou a professora Cristiane Rezende dos Santos. Ela que leciona há 17 anos na prefeitura, afirma ainda que este é o primeiro curso de primeiros socorros que faz.
“Anteriormente se associava patologias de ordem cardíaca com pessoas não atletas. Hoje você tem uma quantidade muito grande de atletas de ponta desenvolvendo este tipo de problema também. E esse tipo de preocupação é interessante para aquele professor que trabalha a criança, o idoso, e até o atleta de ponta. Se você identifica uma parada respiratória de imediato e sabe atuar corretamente, a probabilidade de sobrevida é bem maior”, explica o sargento Mittermayer.
Durante toda a semana os professores receberão orientações sobre como agir em casos de emergência de ordem cardíaca, traumatologia, além de mobilizações. A gente vai fazer um treinamento para que eles possam atuar nestas ocasiões.
Na tarde de hoje (15/02) foram abordados treinamentos na parte de avaliação de consciência e dos sinais vitais. Ao longo da semana outros temas como reanimação cardiopulmonar, atuação em traumas, ferimentos e hemorragias, também serão vistos. Ao final, após serem aprovados em prova prática e teórica, os professores receberão um certificado em Primeiros Socorros emitido pelo Corpo de Bombeiros.
“Acredito que estaremos mais preparados para evitar um acidente ou para ajudar alguém acidentado”, frisou a professora Tatiana Zamith, que trabalha há 14 anos na prefeitura. (Fonte: PMSS)

Vereadores cobram informações sobre o Carnaval

São Sebastião - Entre os 15 requerimentos apresentados ontem, 15, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal, quatro cobravam informações sobre eventos realizados na temporada 2005.
O presidente da Câmara, Wagner Teixeira (PV), quer saber os custos referentes ao Carnaval em Boiçucanga, onde uma banda contratada pela Prefeitura tocou durante os quatro dias da Folia. “Foi o pior Carnaval que Boiçucanga já teve. Quanto vai custar para o município recuperar em mídia a péssima imagem que ficou do Carnaval de Boiçucanga, afastando os turistas que freqüentam o bairro?”, lamenta.
O líder do governo na Câmara, Robson dos Santos (PPS), o “Robson Ceará”, defende o prefeito: “Tenho certeza que ele tentou fazer o melhor para o município. É preciso deixar claro que a Prefeitura herdou R$42 milhões de dívidas. Se não foi do agrado pedimos desculpas, fizemos o que estava ao alcance”, justifica.
Já a vereadora Solange Ramos (PV), reclama a ausência de Maresias na programação carnavalesca do município. “A praia de Maresias é conhecida internacionalmente como um dos principais pólos de turismo sofisticado do País. Será que não merecia uma atenção especial em datas comemorativas como o Carnaval?”, pergunta. “E a comunidade local, será que não tem direito a uma diversão?”, completa.
Em sua opinião, a Prefeitura poderia ter firmado parceria com as inúmeras empresas que atuaram no bairro durante a temporada de verão. Solange solicita também a quantia e o destino das arrecadações com os eventos promovidos pelas empresas Rádio 89 FM, Fox Channel, Veet e Nestlé.
Ainda na linha do Carnaval, o vereador José Cardim (PP) cobra informações do contrato com a entidade responsável pelo Carnaval de São Sebastião, bem como sua documentação, empenhos e faturas. Todos os requerimentos foram aprovados e serão encaminhados ao Executivo. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Câmara analisa projeto que dispõe sobre aprovação e licenciamento de obras

São Sebastião - A Câmara de São Sebastião está analisando proposta de lei complementar (002/05) que dispõe sobre o projeto simplificado para aprovação e licenciamento de obras no município.
O projeto, de autoria do vereador José Cardim de Souza (PP), foi apresentado ao plenário durante a sessão ordinária realizada hoje, 15.
De acordo com Cardim, a matéria substitui o projeto arquitetônico e deverá ser submetido à análise dos órgãos técnicos da Prefeitura, com pedido de licenciamento de obra da edificação.
Os profissionais, autores de projetos, dirigentes técnicos e responsáveis pelo levantamento, ficam sujeitos a suspensão do registro profissional pelo prazo de seis meses, sem prejuízo das penalidades previstas na legislação federal e municipal.
A penalidade poderá ocorrer quando os mesmos apresentarem desenhos em evidente desacordo com o local ou falsearem informações sobre medidas e cotas; executarem as obras em desacordo com o projeto aprovado, sem a necessária comunicação prévia a administração; modificarem os projetos aprovados, introduzindo-lhes alterações que impeçam a sua adequação a legislação vigente e ficar caracterizada a não prestação de serviços assumidos, como responsáveis pela execução de obras.
A não prestação de serviços é caracterizada por meio de informações contidas no livro de obras, pela vistoria do fiscal da divisão municipal de obras ou pela fiscalização e relatório elaborado pela Inspetoria Regional do CREA-SP (Conselho Regional dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de São Paulo).
Caso ocorra reincidência, a penalidade deverá ser aplicada em dobro. O projeto estabelece como reincidência a nova infração a decisão condenatória da violação anterior, administrativamente, dentro de um ano da data que passar em julgado.
A proposta também cria a CALEM (Comissão de Aplicabilidade da Legislação Edílica Municipal), que terá competência para analisar, julgar e propor a suspensão do registro do (s) profissional (is) envolvido (s), bem como manter estudos permanentes visando o constante aperfeiçoamento dos procedimentos edílicos. A CALEM será presidida pelo secretário de obras, serviços e meio ambiente.
O projeto foi encaminhado às comissões. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Projeto regulamenta instalação de cercas elétricas em São Sebastião

São Sebastião - A Câmara Municipal de São Sebastião está analisando projeto de lei complementar (001/05), de autoria do vereador José Cardim de Souza (PP), que dispõe sobre a instalação de cercas energizadas destinadas à proteção de imóveis no município.
De acordo com a proposta, todas as cercas dotadas de corrente elétrica serão classificadas como energizadas, ficando incluídas na mesma legislação aquelas que utilizem outras denominações como eletrônicas, elétricas, eletrificadas ou outras similares.
Em todas as instalações energizadas serão obrigatórias a indicação de um engenheiro eletricista, na condição de responsável técnico, e a apresentação da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) de projeto e execução.
Na ausência de normas técnicas brasileiras, as cercas energizadas deverão obedecer às regulamentações técnicas internacionais editadas pela IEC (International Eletrotechnical Commission), que regem a matéria.
A cada cinco metros de cerca fica obrigatória a instalação de placas de advertência, devendo ser colocada ainda nos portões e/ou portas de acesso existentes ao longo do muro e em cada mudança de sua direção. Todas as sinalizações deverão ter seu texto e símbolos voltados para ambos lados, devendo ser amarela a cor de fundo das placas e preta a escrita, além de obedecer às dimensões mínimas. É necessária também a colocação de alguma imagem, de cor preta, dando a interpretação de que se trata de um sistema dotado de energia elétrica, que pode transmitir choque. Pela proposta, fica proibida a utilização de arames farpados ou similares.
Na parte superior de muros, grades, telas ou outras estruturas, a altura mínima do primeiro fio de arame energizado deverá ser de dois metros em relação ao nível do solo da parte externa do imóvel cercado. Quando a cerca possuir fios desde o nível do solo, os mesmos deverão ser separados da parte externa do imóvel e cercados por meio de outras delimitações (telas, muros, grades ou similares).
Para a instalação de cerca energizada em linhas divisórias de imóveis deve haver concordância dos proprietários envolvidos. Na hipótese de existir recusa por parte dos donos de áreas vizinhas, a referida cerca só poderá ser instalada com um ângulo de 45º de inclinação para dentro do imóvel beneficiado.
A penalidade para quem infringir a lei é a aplicação de uma multa no valor de R$260, 00, sendo o dobro em caso de reincidência.
O projeto, que foi apresentado ao plenário em sessão ordinária realizada hoje, 15, foi encaminhado às comissões. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Mary´s Casa na Fortaleza

Prefeito de Ubatuba quer fechar Comtur
Eduardo César aponta risco de insolvência e propõe extinção de companhia que gerencia projetos turísticos

Ubatuba - O prefeito de Ubatuba, Eduardo César (PL), marcou uma assembléia extraordinária com os acionistas da Comtur (Companhia Municipal de Turismo) para propor a dissolução da empresa.
César afirmou que o fechamento da Comtur é necessário em razão das supostas irregularidades administrativas e das dívidas acumuladas pela empresa. O encontro será realizado no dia 24.
Acionistas e vereadores de oposição são contrários ao fechamento do órgão, criado em 91 para gerenciar a aplicação de recursos para o turismo na cidade (leia texto nesta página).
"A Comtur, já há muito tempo, não vem atendendo os objetivos para os quais foi criada, ou seja, fomentar o turismo na nossa cidade", afirmou o prefeito ao ValeParaibano.
Segundo ele, além das dívidas de R$ 2 milhões em ações trabalhistas e tributos federais, a Comtur nunca recolheu o ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) e não o paga alvará desde 99 --débitos que ultrapassariam R$ 400 mil.
César disse ainda que o turismo da cidade não avança e que nenhum benefício seria concedido como contrapartida ao usuário dos estacionamentros da praia, cuja receita é revertida à companhia. "É um mal que temos que estancar", afirmou Eduardo César.
QUEDA-DE-BRAÇO- A queda-de-braço prefeito com o comando da companhia teve início logo depois de sua posse.
César chegou a indicar um de seus assessores na campanha eleitoral para assumir a empresa, mas o diretor-presidente do órgão é escolhido pelos acionistas.
No primeiro dia de mandato, o prefeito baixou um decreto acabando com a cobrança dos estacionamentos nas praias pela empresa.
A Comtur recorreu da decisão e manteve a taxa, graças a uma liminar obtida na Justiça local.
O Ministério Público de Ubatuba questiona desde 2002 a cobrança de taxas de estacionamento, no valor de R$ 3, nas praias Grande, Maranduba, Tenório e Lagoinha feita pela empresa.
As associações das praias Grande e Maranduba, cobram investimento em infra-estrutura por parte da Comtur.
MEMÓRIA- A empresa foi criada em 91 pelo então prefeito José Nélio de Carvalho, mas apenas a partir de 95, com a integralização do capital dos sócios, passou a existir formalmente.
A prefeitura é acionista majoritária, com 51% das ações. Empresários detêm os 49% das ações restantes.
Quando da integralização das ações, cada acionista pagou R$ 750 por cada cota adquirida.
A prefeitura não investe recursos, mas é responsável pelas obras e serviços solicitados pela empresa.
A Comtur sobrevive da arrecadação das taxas de estacionamento e do uso dos sanitários nas praias.
A partir de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) aberta pela Câmara em 2002 que apurou possíveis irregularidades, alem das dívidas contraídas pela empresa, o então prefeito Paulo Ramos (PFL), optou pela criação da Secretaria Municipal de Turismo. (Fonte: Salim Buriham/ValeParaibano)

Grupo contesta medida e vê manobra política

Ubatuba - A diretora presidente da Comtur, Patrícia Ortiz, não foi localizado ontem para comentar a proposta de extinção feita pelo prefeito Eduardo César (PL). O ValeParaibano tentou falar com Patrícia cinco vezes ao longo do dia, mas segundo sua assessoria, ela encontrava-se em reunião e não poderia atender o jornal.
Patrícia, que é filha do ex-prefeito de Taubaté José Bernardo Ortiz (PSDB), termina sua gestão no mês de março.
Ela recebe salário de cerca de R$ 3.500 no cargo. Em entrevista anterior, ela confirmou as dívidas de cerca de R$ 2 milhões contraídas pela empresa e garantiu ser favorável a sua manutenção, até mesmo, para sanear seus débitos.
O acionista e ex-presidente da Comtur Jurandiau Lovizaro afirmou ontem, ser contra o fechamento da empresa.
Lovizaro disse ser favorável a sua manutenção, desde que ela seja administrada profissionalmente. "Tem que acabar o envolvimento dos políticos com a Comtur", afirmou.
O vereador oposicionista Charles Medeiros (PSDB), afirmou que a proposta da prefeitura "não passa de intriga política".
Ele defendeu o saneamento da empresa. Segundo ele, Patrícia Ortiz faz uma administração transparente e correta na companhia.
"Os erros administrativos foram cometidos pelos ex-diretores por omissão dos prefeitos e dos acionistas", disse o tucano. (Fonte: Salim Buriham/ValeParaibano)

Turista desaparece em praia de Ubatuba

Ubatuba - O turista C.S.S., 22 anos, de São Paulo, desapareceu anteontem na praia do Poruba, em Ubatuba, quando nadava com dois amigos. O Salvamar não havia localizado até o final da tarde de ontem o turista. As buscas continuam hoje. Segundo o Salvamar, apesar da praia ser mansa, o mar anteontem estava com correnteza forte. Outras duas pessoas continuam desaparecidas na região. Um turista de Guarulhos sumiu no dia 27 de janeiro, na praia das Palmeiras, em Caraguá. O barco em que estava com dois amigos, que sobreviveram, virou. Em Maresias, São Sebastião, está desaparecido desde o dia 7 um turista de São Paulo que nadava durante a madrugada no local. (Fonte: Salim Buriham/ValeParaibano)

Empresa aérea Fluminense tem interesse por aeroporto de Ubatuba

Ubatuba - Continuando conversações visando ampliar o uso do Aeroporto Estadual Gastão Madeira de Ubatuba, o vereador Charles Medeiros recebeu do Comandante Antonio Donizete Sávio, Diretor de Operações da Team Linhas Aéreas, notícias de que a empresa considera com muito apreço a possibilidade de estabelecer uma conexão regular com Ubatuba.
Segundo Sávio, foi solicitado ao Diretor Comercial, Mauro Almeida, um amplo estudo sobre a possibilidade da empresa incluir em suas rotas regionais o aeroporto Gastão Madeira. Medeiros disse que para a Team será uma grande oportunidade, a empresa que faz a rota Rio de Janeiro – Angra – Paraty, poderá aproveitar a demanda reprimida por transporte aéreo que há no Litoral Norte. É uma aspiração não só de Ubatuba, mas de toda a região. Charles Medeiros tem consciência de que cidades como Caraguatatuba e São Sebastião também serão beneficiadas. (Fonte: Ezequiel dos Santos)

Surfistas preparam para segunda etapa do Rip Curl Grom Search 2005 em Búzios

Ubatuba - Os atletas de Ubatuba se preparam para a segunda etapa do Rip Curl Grom Search 2005. O evento acontece nos dias 26 e 27 de fevereiro na praia de Geribá, em Búzios (RJ) e mais uma vez os jovens talentos locais lutarão por bons resultados. Na primeira etapa, mais de 90 competidores de oito estados participaram das disputas. O vento nordeste e as ondas de meio metro não colaboraram muito e apenas Tamaê Bettero (Iniciantes) e Lucas Santos (Infantil), chegaram as finais e conquistaram a quarta posição.
Para a etapa de Búzios, a expectativa é maior pois os atletas tiveram mais tempo para se preparar e os resultados poderão ser melhores. Wigolly Dantas, já recuperado do acidente sofrido no final do ano passado, e Emerson Santos são destaques na categoria Mirim. Na Iniciantes Tamaê Bettero quer voltar ao pódio, Mateus Toledo e Gustavo Araújo também querem chegar lá. Luana Coutinho fará sua estréia no feminino e precisa de um bom resultado para manter chances do título e Lucas Santos e Filipe Toledo vão lutar no Infantil.
Vale lembrar que os campeões das categorias Mirim e Feminino levam como prêmio uma bolsa de estudos para um curso de inglês intensivo, com duração de um mês em Sidney, na Austrália, além de um mês de acomodação e alimentação em casa de família e translado do aeroporto. E o melhor, além do curso que acontece em 2006, os vencedores participarão da final internacional do Rip Curl Grom Search, em Bell's Beach em data ainda a ser definida.
Depois de Búzios, o Rip Curl Grom Search terá a etapa final no final de semana seguinte, dias 5 e 6, na Praia do Tombo, em Guarujá. Os dois melhores resultados de cada competidor entrarão na somatória.Os atletas de Ubatuba contam com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.(Fonte: PMU)

Ubatuba manda equipe ao Caça Talentos do surf
Evento acontece no Guarujá e garantirá apoio aos melhores atletas

Ubatuba - Ubatuba estará enviando uma equipe de 10 atletas para participar do Festival Caça Talentos Natural Art, que acontece na praia do Tombo, no Guarujá, nos dias 26 e 27 de março. A idéia dos organizadores é avaliar os atletas de todo Estado de São Paulo, sem a obrigatoriedade de uma vitória, pois os atletas serão avaliados em função de técnica e talento exibidos, linha de surf , ataque , leitura de onda , timing de bateria, etc.
Dessa forma, os jovens talentos podem mostrar todo potencial técnico, livre de pressões. Ao final serão escolhidos seis atletas que farão parte da equipe Natural Art de Competição, nas categorias Júnior, Mirim e Iniciante que participarão dos circuitos municipais e também dos circuitos estadual e brasileiro amador caso consigam vaga. Ubatuba enviará uma equipe composta por dez atletas sendo dois na Iniciante, cinco na Mirim e três na Júnior.
O Coordenador de Surf da Escolinha Municipal, Alberto Jacob, lembra que o evento já deu chance a um grande talento do surf de Ubatuba. “O Hizunomê Bettero conseguiu seu primeiro patrocínio nesse evento e ficou dois anos com esse apoio. Hoje ele é um dos grandes nomes do profissional”, frisa Jacob. O critério para a escolha da equipe que vai ao Guarujá é o ranking municipal 2004.
O Festival Caça Talentos Natural Art é aberto a surfistas que estejam sem patrocinador principal. Os atletas selecionados farão parte da Equipe Natural Art de Surf Amador , e terão toda a estrutura para participarem, em suas categorias, de todos as etapas de seus respectivos circuitos municipais, tais como pagamento da inscrição, despesas de viagem, alimentação e hospedagem quando as competições não forem na cidade de origem do atleta e também apoio técnico nas etapas do paulista e brasileiro. Não haverá o pagamento de salário durante a vigência do contrato. Os atletas de Ubatuba contam com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.(Fonte: PMU)

Mercado de Peixe tem novo administrador
Edgard Marques assume posto e garante transparência no trabalho

Ubatuba - O novo administrador do Mercado Municipal de Peixe, Edgard Marques, realizou sua primeira reunião, na última sexta-feira, com os produtores de pescado da cidade. Por mais de uma hora, cerca de 30 produtores ouviram atentamente as propostas que Marques pretende implantar em sua gestão. Marques fez questão de deixar claro que pretende trabalhar em conjunto não apenas com o setor produtivo, mas também com os comerciantes, além de abrir um canal de comunicação com os consumidores.
“Temos que ter transparência em todos os passos. O administrador não pode apenas ocupar um cargo, tem que colocar as idéias em prática”, avalia Marques. Uma das idéias é transformar o Mercado em atrativo turístico. Para isso está viabilizando parcerias com a Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária e também com a Fundart.
Edgard Marques pretende ainda promover reuniões quinzenais com os setores que atuam no Mercado, para estudar as adequações que serão deverão ser feitas. Aumentando o fluxo de turistas, Marques acredita que o comércio será beneficiado. “Queremos colocar sinalização que informe a origem do pescado que é comercializado, maneiras de conservação e a história do próprio mercado e dos pescadores que fizeram essa história”, conta Marques, que também tem projetos para a internet.
Para colocar todos projetos em prática Marques diz que conta com o apoio do setor empresarial da cidade. “Estivemos reunidos e expus minhas idéias. Eles gostaram e vamos tentar, juntos, chegar ao objetivo”. O novo administrador contará com uma equipe de dez auxiliares entre serviços gerais, fiscais e agentes administrativos para auxiliá-lo nos trabalhos. No início do ano, Marques participou do “Congresso para Novos Gestores”, em São Paulo, e espera em breve, colocar em prática algumas das estratégias que foram apresentadas. (Fonte: PMU)

Fundart retoma projetos e movimenta a agenda cultural em fevereiro
A programação é aberta à comunidade e traz uma variedade que se propõe a agradar os gostos mais diferenciados

Ubatuba - Em fevereiro, a Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) está retomando o projeto Cine Clube, que traz para a população ubatubense os clássicos do cinema nacional e internacional. Shows e apresentações musicais também acontecem nesse mês, com músicas de diversos estilos, que vão desde o clássico até o rock, passando pelo chorinho, MPB e reggae.
No próximo sábado, dia 19, acontece também a cerimônia de posse do Presidente da Fundart, Martiniano Viana e dos coordenadores dos grupos setoriais. Várias atrações estão marcadas para esse dia. A festa acontecerá na praça, em frente ao Casarão do Porto, com apresentações musicais, performances, poesia e animação de bonecos.
A programação é aberta à comunidade e traz uma variedade que se propõe a agradar os gostos mais diferenciados. O coordenador de eventos da Fundart, Jorge Lee, diz que em 2005, a idéia é envolver cada vez mais a população nos projetos e eventos da cidade. “A participação da comunidade é muito importante, precisamos movimentar a vida cultural e social do cidadão ubatubense”. (Fonte: PMU)

Anote na sua agenda e não deixe de comparecer!

Sexta-Feira – 18.02 – 20h00.
Cine Clube
“Deus É Brasileiro”
Ano De Produção: 2003.
Direção: Carlos Diegues.
Com: Antonio Fagundes, Paloma Duarte, Walmar Moura
E Grande Elenco.

Sábado – 19.02 – 20h00.
Posse Da Presidência E Dos Grupos Setoriais.

Quarta – Feira – 23.02 – 20h00.
Noite Do Chorinho.
Música Instrumental “Olho D’água”.

Sábado – 26.02 – 20h30.
Serestas E Seresteiros.

Domingo – 27.02 – 16h00.
Cine Clube
“Lisbela E O Prisioneiro”
Ano De Produção: 2004.
Direção: Guel Arrais.
Com: Débora Falabela, Selton Melo
E Grande Elenco. (Fonte: Fundart)

Associação dos Deficientes promove show para arrecadar fundos

Ubatuba - A Associação dos Deficientes de Ubatuba (Aduba) finaliza os preparativos para o “Show de Verão 2005”, que acontece no próximo domingo, dia 20. Além de diversos shows com artistas locais, o público poderá participar de um bingo, que visa arrecadar fundos para a entidade. A Aduba aproveita as estações do ano para promover esse tipo de evento, que acontece pela sexta vez em Ubatuba.
“A independência financeira é essencial para a sobrevivência da entidade”, declara André Luiz dos Santos, presidente da associação. “O portador de deficiência quer ser tratado com dignidade e a associação proporciona isso através de diversos cursos de capacitação e atividades de lazer”, completa André. A venda de cartelas continua a todo o vapor no calçadão da Av Maria Alves e a expectativa dos organizadores é reunir mais de duas mil pessoas na praça BIP.
Para facilitar o atendimento, a Aduba dispõe de entrega de cartelas a domicílio, sem taxa extra, bastando solicitar através do fone 3833-4466 e 3832-0346. As cartelas adquiridas antecipadamente custam 10 reais e no dia do evento o valor será 15 reais. Quem colaborar com a Aduba estará concorrendo a um Fiat Tipo, aparelho de TV, DVD, Micro System e duas bicicletas. O “Show de Verão 2005”, terá início às 15 horas e a organização lembra que a chuva não será problema, pois a Praça BIP é coberta e o público poderá comparecer sem maiores preocupações. (Fonte: PMU)


Ação Litoral
 
Artigo Topo

-
 
Opinião Topo

“Caminhos para o resgate”
Corsino Aliste Mezquita


Em artigo anterior falávamos que uma das causas de nossos males administrativos era a falta de estrutura organizacional e de política de recursos humanos de nossos poderes e das companhias e fundações deles dependentes.
Prova acabada dessa realidade está se vivenciando na administração que se iniciou no dia primeiro de janeiro passado. Portarias nomeando pessoas, sem formação adequada, para cargos vitais da administração municipal, outras que, exigem formação técnica específica em determinado setor, concedidas a cidadãos sem quaisquer graus de instrução, troca de portarias entre as diversas secretarias, nepotismo familiar, político e... (não conheço o termo adequado para o novo nepotismo) alem de outras novidades. Para quem passou os últimos quatro anos criticando e condenando a realidade anterior, mesmo que bem mais leve e sem algumas conotações que, a nosso ver de leigo, se apresentam como inconstitucionais, é um mau começo. Os desdobramentos posteriores não devem ser melhores. Seria oportuno que, os Chefes do Executivo relessem o que falaram, na Câmara, nos últimos quatro anos, e agissem em conseqüência do que eles proclamavam como ético, honesto, moral e legal.Afinal de contas nem a legislação, nem os princípios morais e éticos, que regem nossa sociedade, mudaram de 2004 para 2005.
O caminho para a solução dessa problemática está sendo indicado, já faz algum tempo, pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e, mais recentemente, pelo Tribunal Regional do Trabalho de Campinas ao exigir que, até 31 de dezembro de 2005, grande parte dos cargos nomeados em comissão deverão ser extintos, serem criados cargos de provimento efetivo e realizados concursos de provas e títulos para cada um dos cargos a serem criados. O Tribunal de Campinas determinou calendário para providenciar as ações necessárias com a finalidade de encerrar o processo até 31 de Dezembro de 2005.
É uma oportunidade ímpar, dada aos administradores municipais para fazer reformas abrangentes, no primeiro ano de mandato, que é o mais adequado para essas providências. A fortuna propiciou aos atuais administradores o que tanto almejavam quando quem nomeava os comissionados eram outros. Com essa determinação do Tribunal do Trabalho de Campinas e a colaboração do Sindicato que, de longa data vem reivindicando essa reforma, o Poder Executivo terá forças para vencer pressões políticas, clientelismo, corporativismos, interesses individuais e de grupos e reformar o Estatuto dos Funcionários (Lei n 341/71) que já completou trinta e três anos, criar uma escala justa de cargos e salários, planos de carreira para todas as profissões, enxugar o número de denominações dos cargos seguindo os modernos princípios de administração pública, estabelecer normas disciplinares e de avaliação e estruturar a prefeitura com firmeza, justiça e espírito público.
Querendo, esse clima favorável, facilitará o trabalho e permitirá organizar o quase caos existente e cada dia mais complicado. Entretanto exigirá dos administradores saírem das mentalidades provincianas, soluções domésticas, corrupção, concursos com cartas marcadas, outros costumes políticos de longa data arraigados em Ubatuba e pensar que o município possui aproximadamente cem mil habitantes e precisa profissionalizar sua administração.
Agindo com espírito público, grandeza, visão de futuro, guiados pelos interesses do município e contratando uma empresa especializada e idônea que coordene os serviços e os debates prévios com todos os funcionários, Sindicato, Câmara Municipal e comunidade poderemos ter um produto final que resolva os problemas do município de modo definitivo, satisfatório, sem traumas e promova o prometido resgate. O caminho está aberto.

Corsino Aliste Mezquita
RG 2.976.292-3

Carta do Leitor Topo

-
 
Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br
O envio de foto caracteriza autorizada a sua publicação e identifica o remetente como autor.

Ubatuba-SP

Pôr do sol no Poruba - Roberto Russo


Pôr do Sol no Poruba
 ©Roberto Russo


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor