Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 17 de fevereiro de 2005 - Nº 1221 Edições Anteriores

Litoral Virtual Nautica

Região
ANP paga R$ 65,1 milhões em royalties ao Litoral Norte
Naufrágios na costa paulista contam muitas histórias

Caraguatatuba
Prefeito fala das prioridades na primeira sessão da Câmara para prestação de Contas
Câmara Municipal de Caraguá reabre com instalações reformadas
Caraguá terá 3 postos de informações turísticas
CIASE passa a funcionar á noite e abre mil vagas para natação
Educação de Caraguá recebe cerca de 2 mil cadernos do Teatro Vanguarda
FUNDACC inicia em março oficinas culturais em várias modalidades

Ilhabela
lhabela interdita bares por barulho
Ilhabela abre inscrições para oficinas culturais
Ilhabela usará recursos do BID em restauração, estrada e trilhas

São Sebastião
G-6 critica respostas de Juan e aprova nova série de questionamentos
Juan afirma não temer grande número de requerimentos nem “ameaças de Cardim”
Núcleo do Instituto Florestal realiza reunião em Cambury
Prefeito empossa nova diretoria do Faps
Barra do Una tem “Tarde do Lazer” e “Espaço Criança” neste sábado
Projeto Viração é retomado pela Prefeitura
Acontece neste domingo prova de canoagem em Boracéia
Buracos na rodovia SP-55 têm danificado vários carros em São Sebastião

Ubatuba
Prefeitura pede extinção da Comtur, que tem mais de R$ 2 mi em dívidas
Diretora critica projeto de extinção da Comtur
Empresa aérea fluminense quer operar vôos em Ubatuba
Surfistas de Ubatuba se preparam para segunda etapa do Rip Curl
Ubatuba se prepara para mais um ano de destaque no surfe nacional
Secretarias Municipais colaboram com Show de Verão
Escolinha Municipal de Surf convoca para matrículas
Fundart retoma projetos e movimenta a agenda cultural com cinema e shows

Seções
Artigo
Opinião
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

ANP paga R$ 65,1 milhões em royalties ao Litoral Norte

Litoral Norte - Os municípios de São Sebastião, Ilhabela e Caraguatatuba receberam R$ 65,1 milhões em royalties em 2004. O repasse feito pela ANP (Agência Nacional do Petróleo) foi 12% maior que o de 2003, de R$ 58 milhões.
Royalty é o valor pago ao detentor de uma marca, patente, processo de produção, produto ou obra original pelos direitos de sua exploração comercial (veja quadro abaixo).
O valor é pago mensalmente pela ANP aos municípios produtores de petróleo, que possuem instalações de embarque e desembarque do produto e aqueles situados a menos de 16 quilômetros dos produtores ou que tenham áreas de embarque e desembarque.
O município de São Sebastião recebe os repasses referentes aos royalties desde 1998. O Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso), sediado no município desde 1969, é responsável pela distribuição de 50% do petróleo consumido no país.
Os municípios de Caraguá e São Sebastião passaram a ter direito aos royalties a partir de 2001.
No ano passado, São Sebastião recebeu um total de R$ 37,7 milhões em royalties --9% a mais que o valor recebido em 2003, de R$ 34,2 milhões.
Caraguá e Ilhabela receberam R$ 13,7 milhões cada município no passado. O valor arrecadado no ano passado foi 15% superior ao de 2003, de R$ 11,9 milhões.
O aumento na arrecadação dos royalties deve-se ao movimento recorde registrado o ano passado pelo Tebar nas operações com petróleo e derivados --gasolina, nafta, diesel e querosene para aviação.
O terminal movimentou no ano passado 48,5 bilhões de litros de petróleo, ou seja, 5,4% a mais que o recorde registrado em 2002, de 46 bilhões de litros.
INVESTIMENTOS - O secretário da Fazenda de São Sebastião, Amin Nossabein, disse que a arrecadação com os royalties representa cerca de 20% do Orçamento previsto para este ano, de R$ 190 milhões. "Os recursos serão utilizados em investimentos na infra-estrutura e saneamento básico", disse.
Nossabein afirmou que a prefeitura mantém ação junto à ANP para aumentar os royalties repassados ao município. "Queremos que a arrecadação seja proporcional ao que entra de petróleo e derivados no município", disse.
A ANP distribui os royalties de maneira igualitária entre todos os municípios com direito à compensação financeira.
O secretário das Finanças de Ilhabela, Élcio Roefero, disse que sem os royalties a prefeitura não teria como manter o Hospital Municipal. O Orçamento de Ilhabela para 2005 é de R$ 53 milhões.
"Utilizamos os recursos para custeio do hospital. Os royalties são fundamentais para a sobrevivência da prefeitura", afirmou. (Fonte: Salim Buriham/ValeParaibano)

Os Royalties

Cidades 2003 2004
São Sebastião R$ 34.223.922,26 R$ 37.749.107,00
Caraguatatuba R$ 11.916.059,46 R$ 13.702.058,22
Ilhabela R$ 11.916.059,46 R$ 13.702.058,22

Royalties recebidos em janeiro de 2005
São Sebastião: R$ 3.572.360,71
Caraguatatuba: R$ 1.317.511,18
Ilhabela: R$ 1.317.511,18

O que é royalty?
É o valor pago ao detentor de uma marca, patente, processo de produção, produto ou obra original pelos direitos de sua exploração comercial. Os detentores recebem porcentagens das vendas dos produtos produzidos com o concurso de suas marcas, processos etc., ou dos lucros obtidos com essas operações. Fonte: ANP (Agência Nacional do Petróleo)

Naufrágios na costa paulista contam muitas histórias

Litoral Norte - Os navios afundados carregam muitas histórias – alguns até lendas – sobre seu destino, seus passageiros, sua carga e seu acidente. Além, é claro, de serem um valioso registro histórico. Entidades como o Icomos (Conselho Internacional de Monumentos e Sítios) e a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) consideram os naufrágios patrimônio histórico da humanidade.
As histórias que cercam os naufrágios são diversificadas e vão desde de perseguições a piratas até simples acidentes devido ao mau tempo, passando por colisão com rochas ou outras embarcações, bombardeios e motins.
Uma das histórias mais conhecidas de naufrágios na costa brasileira é do transatlântico Príncipe de Astúrias, considerado o Titanic brasileiro devido ao seu luxo e ao seu trágico acidente, ocorrido um ano após o naufrágio mais famoso do mundo.
Segundo documentos e relatos, o navio estaria carregado de ouro, além de transportar 447 passageiros e um grande número de refugiados alemães da Primeira Guerra Mundial. O navio atravessava o Atlântico em cerca de 30 dias, partindo de Barcelona e escalando em Cadiz e Las Palmas, na Espanha, além do Rio de Janeiro e Santos no Brasil, e Montevidéu, no Uruguai, antes de atingir Buenos Aires, na Argentina.
Na madrugada de uma segunda-feira de carnaval de 1916, após uma forte chuva, a embarcação se chocou contra os rochedos da Ponta da Pirabura, em Ilhabela, abrindo uma enorme fenda no casco. O Principe de Asturias naufragou em menos de cinco minutos. Mais de 450 pessoas faleceram no desastre.

Naufrágios no litoral de São Paulo

NOME | ANO | LOCAL
Ais Giorgis 1974 Porto de Santos
Araguary 1950 Santos
Araponga 1943 Queimada Grande
Arpour 1948 Itanhaen
Astro 1850 Indeterminado
Attílio 1905 Ilhabela
Aymoré 1920 Ilhabela
Britt Marie 1935 Santos
Cacique 1853 Ao S. de Alcatrazes
Campos 1943 Ilhabela
Caraguatatuba 1947 Boracéia
Carioca 1859 Santos
Casco Cananéia
Casco 1894 Santos
Concar 1959 Ilhabela
Concórdia 1925 Santos
Conte d´Aquilla 1858 Cananéia
Crest 1882 Ilhabela
D.A.E.R. - 9 1957 Santos
Dart 1884 Ilhabela
Denderah 1929 Guarujá
Eitel Fritz 1894 Santos
Elihu B. Washburne 1943 Ilhabela
Elisa Sims 1891 Cananéia
Galera Inglesa 1891 Ilha do Cardoso
Guaracema 1949 Santos
Guarany 1913 Ilhabela
Guarapuava 1951 Santos
Guararema 1949 Santos
Guasca 1907 Cananéia
Hathor 1909 Ilhabela
Isis 1924 Ilha Comprida
Laguna 1963 Ilha do Bom Abrigo
Madonna della Costa 1894 Santos
Maramé 1943 Cananéia
Maria Ilha Comprida
Minas Santos
Monte de Trigo 1947 Boracéia
Moréia 1989 Laje de Santos
Nanny 1890 Santos
Noodfast 1905 Indeterminado
Nova Tereza 1892 Indeterminado
Nova Thereza 1892 Ao largo
Oceania II 1962 Cananéia
Paranaguá 1949 Santos
Passos 1805 Juréia
Peralta 1965 Santos
Perseverante 1931 Cananéia
Piúva 1946 Pedra do Cavalo
Politano 1989 Laje de Santos
Príncipe de Astúrias 1916 Ilhabela
Ramos II 1946 Ilha Guaraú
Rápido 1873 Itanhaen
Republica Ilha Comprida
Rio de Janeiro 1919 Ilhabela
Rio Negro 1891 Ilha Queimada Grande
Rosa 1942 Ilhabela
Santa Maria de la Begoña 1583 Santos
São Genário 1982 Mongaguá
São Janeco 1920 Ilhabela
São Judas Tadeu 1978 Laje de Santos vTherezina 1919 Ilhabela
Tocantins 1933 Ilha Queimada Grande
Tritão 1921 Ilhabela
Tutóia 1943 A SE. de Santos
Ungava Cananéia
Urucânia 1961 Ilhabela
Velasquez 1908 Ilhabela
Vernia 1957 Santos
Victória 1903 São Sebastião
Vivian ? 1614 Santos
Yannik 1961 Guarujá
Zulmira Ilha Comprida
Ais Giorgis 1974 Porto de Santos
Araguary 1950 Santos
Araponga 1943 Queimada Grande
Arpour 1948 Itanhaen
Astro 1850 Indeterminado
Attílio 1905 Ilhabela
Aymoré 1920 Ilhabela
Britt Marie 1935 Santos
Cacique 1853 Ao S. de Alcatrazes
Campos 1943 Ilhabela
Caraguatatuba 1947 Boracéia
Carioca 1859 Santos
Casco Cananéia
Casco 1894 Santos
Concar 1959 Ilhabela
Concórdia 1925 Santos
Conte d´Aquilla 1858 Cananéia
Crest 1882 Ilhabela
D.A.E.R. - 9 1957 Santos
Dart 1884 Ilhabela
Denderah 1929 Guarujá
Eitel Fritz 1894 Santos
Elihu B. Washburne 1943 Ilhabela
Elisa Sims 1891 Cananéia
Galera Inglesa 1891 Ilha do Cardoso
Guaracema 1949 Santos
Guarany 1913 Ilhabela
Guarapuava 1951 Santos
Guararema 1949 Santos
Guasca 1907 Cananéia
Hathor 1909 Ilhabela
Isis 1924 Ilha Comprida
Laguna 1963 Ilha do Bom Abrigo
Madonna della Costa 1894 Santos
Maramé 1943 Cananéia
Maria Ilha Comprida
Minas Santos
Monte de Trigo 1947 Boracéia
Moréia 1989 Laje de Santos
Nanny 1890 Santos
Noodfast 1905 Indeterminado
Nova Tereza 1892 Indeterminado
Nova Thereza 1892 Ao largo
Oceania II 1962 Cananéia
Paranaguá 1949 Santos
Passos 1805 Juréia
Peralta 1965 Santos
Perseverante 1931 Cananéia
Piúva 1946 Pedra do Cavalo
Politano 1989 Laje de Santos
Príncipe de Astúrias 1916 Ilhabela
Ramos II 1946 Ilha Guaraú
Rápido 1873 Itanhaen
Republica Ilha Comprida
Rio de Janeiro 1919 Ilhabela
Rio Negro 1891 Ilha Queimada Grande
Rosa 1942 Ilhabela
Santa Maria de la Begoña 1583 Santos
São Genário 1982 Mongaguá
São Janeco 1920 Ilhabela
São Judas Tadeu 1978 Laje de Santos
Therezina 1919 Ilhabela
Tocantins 1933 Ilha Queimada Grande
Tritão 1921 Ilhabela
Tutóia 1943 A SE. de Santos Ungava Cananéia
Urucânia 1961 Ilhabela
Velasquez 1908 Ilhabela
Vernia 1957 Santos
Victória 1903 São Sebastião
Vivian ? 1614 Santos
Yannik 1961 Guarujá
Zulmira Ilha Comprida (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá BIL -= Bolsa de  Imóveis do Litoral Salete

Prefeito fala das prioridades na primeira sessão da Câmara
O Prefeito fez um balanço do primeiro mês e ouviu os pedidos dos vereadores.

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguá, José Pereira de Aguilar esteve nesta terça-feira, dia 15, na Câmara Municipal para, como preescreve o regimento interno, fazer sua primeira prestação de contas. A plenária estava repleta e foi registrada a presença de todo o primeiro escalão da prefeitura, assessores e diretores, vereadores, representantes da população e da Ong Olho Vivo.
Entre os assuntos debatidos tiveram destaque o Carnaval, que foi bastante elogiado pelos vereadores, tanto pela programação quanto pela segurança. Outro assunto em debate foi a construção do CDP-Centro de Detenção Provisória, assim como a ativação do Distrito Policial do Massaguaçu e outras questões como o Plano Comunitário de Melhorias, construção de escolas, quadras esportivas e outros.
O vereador Lobinho lembrou da necessidade de capina nos bairros Tinga, Poiares e Jaqueira, do funcionamento da nova creche do Tinga, o tratamento do esgoto no Rio do Ouro, a pavimentação no Jaraguazinho e os problemas causados pela Rodovia Rio-Santos. Aguilar disse que a creche já está sendo reformada para atender a população, se possível, ainda esse ano. Quanto ao esgoto no Rio do Ouro, ele disse que a obra está na reta final. Para solucionar os problemas causados pelas obras na Rodovia, o prefeito disse que decidiu pela municipalização da estrada. ‘Só assim poderemos solucionar os problemas técnicos que estão prejudicando os comerciantes e a população”.
O vereador Aurimar Mansano lembrou de algumas prioridades na região do Barranco Alto, como as obras da creche e a demanda escolar reprimida na região, o calçamento, a quadra esportiva, o pronto atendimento na Unidade de Sáude e a escola. Quanto ao pronto atendimento, será estudada a possibilidade do funcionamento até 21 horas, começando pelo Porto Novo. O prefeito contou que foi assinado um convênio com o Governo do Estado para a construção de uma escola municipal de ensino fundamental no Travessão. No Barranco Alto, Aguilar disse que a irá ampliar o prédio, que abrigava UBS e creche para transformá-lo em uma grande creche.
O vereador Celso Pereira pediu que o prefeito interceda para que o Distrito Policial passe a funcionar na região, e também solicitou uma ambulância para as regiões Sul e Norte. A urbanização da orla do Massaguaçu foi outro tema levantado pelo vereador. O prefeito disse que está comprando os móveis que faltavam para que o Distrito Policial passasse a funcionar. O prefeito falou ainda do PCM - Plano Comunitário de Melhorias, cujo objetivo é calçar a cidade inteira. Segundo ele, as obras estão para começar no Capricórnio.
O vereador Baduquinha quis saber mais sobre a anistia dos impostos, o calçamento do Benfica, o mercado municipal e maior segurança para os bairros Golfinho e Santa Marina. O prefeito disse que não dará anistia para dívidas de impostos. Quanto a pavimentação, Aguilar disse que os bairros que já têm rede de esgoto receberão o calçamento por meio do PCM. “Construir um mercado municipal também é uma das metas do meu governo”, disse.
O vereador Carlinhos da Farmácia pediu mais iluminação nos bairros Martim de Sá e Ipiranga. O prefeito disse que até a próxima semana serão instalados 12 postes na Martin de Sá e 3 até o Rio Guaxinduba.
O vereador Germínio abordou a questão do desemprego e do CDP. “Junto com a secretaria de Planejamento estamos desenvolvendo fórmulas fiscais que beneficiem investidores que venham para Caraguá. É também pensando no emprego que eu defendo o construção do CDP na cidade, sabemos que irá criar 480 empregos no município, além de liberar mais de dez policiais que trabalham só com a escolta de presos, para a segurança da população”.
Omar Kazon falou sobre a tabela de distribuição de panfletos pelos supermercados. O prefeito disse que entrou com processo para oficializar a cobrança das taxas. O prefeito disse ainda que fará a cobrança das taxas pela instalação das antenas de celulares no município, inclusive com 5 anos retroativos.
Gobeti perguntou sobre o leilão das sucatas da secretaria de Serviços Públicos e se serão construídas mais quadras esportivas na região Sul. Aguilar disse que está analisando se fará o leilão das máquinas. Quanto às quadras, o prefeito disse que está desapropriando áreas para a construção de uma quadra de bocha na praça do Travessão, uma quadra poliesportiva em frente à Praça das Bandeiras, no Porto Novo e outra na Praça dos Sindicatos, próximo às Colônias de Férias. (Fonte: PMC)

Câmara Municipal de Caraguá reabre com instalações reformadas

Caraguatatuba - A inauguração do prédio reformado na Câmara teve direito a sessão solene, coquetel e fogos de artifício. As novas instalações valorizam o prédio e garante o melhor atendimento a população.
A primeira sessão ordinária semanal foi ontem, após recesso prorrogado devido à reforma. Dentre as principais mudanças há o plenário, que foi re-adaptado para receber os dez parlamentares, as bancadas em tom de amarelo foram compostas por poltronas mais confortáveis, as paredes foram trabalhadas e a imprensa ganhou mesas dentro do plenário.
O falecido vereador João Godoy, o Baduca, deu nome à sala do plenário, cuja placa foi descerrada na inauguração. Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), que não compareceu nas festividades, é o autor do projeto aprovado.
Os gabinetes dos vereadores também foram ampliados, ganhando sala para pré-atendimento. O presidente da Casa, Juarez Pereira Pardim (PPS), não revelou o valor da reforma.
Cristian Godoy (PL), o Baduquinha, agradeceu a homenagem feita ao seu pai. “Com certeza meu pai mereceu esta homenagem tanto que foi quatro vezes vereador. Há três tipos de pessoas, as que só vêem os acontecimentos, as que criticam e as que fazem acontecer e o presente desta Casa é daquelas pessoas que fazem acontecer”, disse.
O projeto da reforma é do engenheiro Benedito Pere - O vereador Germínio de Souza (PPS) elogiou a agilidade com que a reforma foi concluida. “Foi feita uma mágica nesta casa, porque em 22 dias reformaram todo o prédio”.
O projeto da reforma é do engenheiro Benedito Pereira da Silva.
Não estiveram presentes na inauguração os vereador Aurimar Mansano (PTB), Aureliano Gonçalves Pereira (PTB) e Agostinho Lobo de Oliveira (PSDB).
O prefeito Aguilar ressaltou a importância de manter unido os poderes legislativo e executivo. “Quero continuar tendo apoio dos dez vereadores. A última reforma na Câmara foi feita em 1989, quando eu era presidente. Esta obra demonstra o comprometimento do presidente da Casa para com a população”, disse.
Por fim, o presidente Juarez anunciou: “Tirei fotos dos móveis que foram trocados e estavam podres para me precaver de problemas. As sessões semanais serão transmitidas on-line pela internet e também num canal a cabo da Net. Não vou esconder nada, a imprensa tem que falar também das coisas boas”. (Fonte: Imprensa Livre)

Caraguá terá 3 postos de informações turísticas
Secretaria de Turismo está produzindo folders para abastecer os postos

Caraguatatuba - O secretário municipal de Turismo, Ricardo de Lima Ribeiro, reuniu-se pela segunda vez com os representantes do Comtur (Conselho Municipal de Turismo) e divulgou as próximas atividades da secretaria.
Entre os representantes do Comtur, presentes na reunião, estavam a presidente da Fundação Eloísa Aparecida Andrade Antunes de Oliveira, os hoteleiros Wilson de Oliveira, Miriam Patitucci e Marcos Galvão, os empresários Jorge Guitti Neto, Ari Carlos Barbosa e Francisco Monter, as representantes do Sebrae Poiares, Mara Scarceli, e do Sebrae, Maria Aparecida de Medeiros, o publicitário Carlos B. Cavalcanti e a jornalista Selma Gallo.
Uma das novidades divulgadas pelo secretário foi a implantação dos postos de informações turísticas, que são a princípio três traillers móveis. Os participantes da reunião votaram nos locais onde os postos devem ser implantados. Foram escolhidos para a instalação dos traillers: o prédio do antigo Posto da Polícia Rodoviária, a Praça Diógenes Ribeiro de Lima e o Terminal Rodoviário (ao lado do ponto de taxi). Segundo o secretário de Turismo, o local poderá ser alternado de acordo com a programação de eventos da cidade.
Outra iniciativa da secretaria visa abastecer os postos de informações, com a produção de 60 mil folders turísticos sobre a cidade. Segundo o secretário, serão impressos dois modelos, um com informações turísticas e outro exclusivo sobre as praias, sendo impressos 30 mil de cada modelo. A Associação de Hotéis e Pousadas também está produzindo folders para abastecer os postos.
A previsão da secretaria de Turismo é que os postos estejam instalados e funcionando até o mês de março, aos finais de semana, feriados prolongados, férias e temporada de verão. Em cada trailler haverá duas pessoas para atender turista e visitantes.
"Nossa idéia é expandir o serviço para as praias Martin de Sá e Cocanha, já temos até um espaço para a implantação de um posto fixo em cada praia", declarou o secretário Ricardo de Lima Ribeiro.
Ainda na reunião, foram apresentadas outras metas da secretaria, como uma pesquisa que será realizada por alunos do Ceprolin e das Faculdades Integradas Módulo, após a realização de cada evento na cidade. "A intenção é termos mais um instrumento de avaliação sobre nossos eventos para que possamos atender melhor à expectativa do público a cada ano. Os alunos serão preparados para atuar na pesquisa e sobre como usar a metodologia correta para que os resultados sejam os mais fiéis possíveis", declarou o secretário. (Fonte: PMC)

CIASE passa a funcionar á noite e abre mil vagas para natação

Caraguatatuba - O CIASE - Centro Integrado de Atendimento Sócio Educativo, no Travessão em Caraguatatuba, abriu inscrições para diversas atividades esportivas. Embora tenha funcionado durante toda a temporada de verão, atendendo em média 300 pessoas, o CIASE está retomando as atividades após as férias escolares, e com novidades para a população.
Uma delas é que passa a funcionar à noite, outra é abertura de novas mil vagas para a natação. Até o ano passado, o CIASE oferecia 400 vagas para adultos e crianças. Para se inscrever os interessados têm de ser moradores da região Sul e devem fazer sua inscrição, passando pela avaliação médica oferecida no próprio centro, às sextas-feiras de manhã.
Outra novidade é que este ano a população poderá praticar handebol, tênis de quadra e tênis de mesa com acompanhamento profissional. As outras atividades oferecidas são capoeira (até 17 anos), ginástica rítmica (ate 17 anos), ginástica localizada (idade mínima de 14 anos), Escolinha de Circo, basquete, vôlei, futebol de campo e salão.
Aos finais de semana, o CIASE funciona como um clube aberto à comunidade. No sábado a piscina está aberta apenas pela manhã. As quadras e o campo de futebol ficam à disposição aos sábados e domingos. Para frequentar, basta fazer um ofício solicitando a reserva do espaço.
As atividades esportivas do CIASE são dadas por profissionais de Educação Física das Faculdades Integradas Módulo. Os projetos como Horta e Historiadores do Bairro, que estão sendo viabilizados para este ano, são coordenados por professores e coordenadores da Faculdade.
Segundo o coordenador do CIASE, João Fernando Lopes, na assembléia realizada na última terça-feira, 15, o CIASE conseguiu reunir 33 moradores da região, representando associações de moradores de bairros, clubes e outros segmentos, sendo que 13 participantes se propuseram a ajudar a administrar o CIASE. “Ficamos muito satisfeitos, pois trabalhar junto da comunidade era um de nossos objetivos. Envolver a comunidade significa, acima de tudo, o reconhecimento do nosso trabalho”, disse.
O CIASE é da prefeitura e é administrado pela AMEC-Associação Módulo de Educação e Cultura. Os projetos e atividades são coordenados por professores e coordenadores das Faculdades Integradas Módulo. (Fonte: Módulo)

Educação de Caraguá recebe cerca de 2 mil cadernos do Teatro Vanguarda
Projeto Teatro Vanguarda fez nesta quarta-feira 16, a entrega oficial dos cadernos arrecadados durante o mês de janeiro à Educação de Caraguatatuba

Caraguatatuba - O Teatro Vanguarda, que durante o mês de janeiro trouxe grandes peças teatrais a Caraguatatuba, no recém-inaugurado Espaço Educacional e Cultural Mário Covas, arrecadou cerca de 2 mil cadernos, que numa parceria entre a Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba e a Secretaria Municipal de Educação, serão destinados a alunos de comunidades carentes da cidade.
A entrega oficial dos cadernos aconteceu nesta quarta-feira 16, primeiramente no saguão do Teatro Mário Covas, com a presença do diretor de programação da Tv Vanguarda, Valério Luiz Fernandes dos Santos, da presidente da FUNDACC, Eloíza Aparecida Andrade Antunes de Oliveira (responsável pela parceria e programação de peças apresentadas em janeiro em parceria com a Vanguarda), da Secretária de Educação, Silmara Selma Mattiazzo, crianças da rede municipal de Caraguá, entre outros.
No saguão do teatro, a presidente da FUNDACC fez a entrega oficial dos cadernos adquiridos durante o teatro Vanguarda para a Secretária Silmara, que já tem planos para a distribuição desse material.
Para a Presidente da FUNDACC, Eloiza, a entrega desse material aos alunos das escolas públicas é muito gratificante. “Foi um trabalho feito em parceria com a TV Vanguarda que resultou na aquisição de quase 2 mil cadernos. Além de ajudarmos os alunos mais carentes, nós plantamos a semente da cultura na comunidade, trazendo o público para a formação de platéia, durante todo o mês de janeiro, com isso todos saímos ganhando”, explicou.
Segundo informou Silmara Mattiazzo, grande parte dos cadernos arrecadados já tem destino certo, “nós escolhemos o CIEFI Oswaldo Ferreira, no bairro Casa Branca, para receber a doação, em razão de trata-se de uma comunidade mais carente de recursos. Outro motivo é que até o ano passado a Bandeirante Energia fornecia kits escolares para essa comunidade e nesse ano a escola escolhida para receber esses kits foi a do bairro Perequê-Mirim, portanto, parta não deixar os alunos desamparados, escolhemos doar primeiramente esses cadernos para o Casa Branca”, disse Silmara, completando que “os demais cadernos serão destinados a crianças do CIEC I e CIEC II, que são instituições que cuidam de crianças e adolescentes afastados temporariamente de suas famílias e que também estudam as escolas da rede pública. Serão feitas ainda entrevistas nas unidades escolares para detectar os alunos mais necessitados que poderão também ser beneficiados com os cadernos.
CIEFI do Casa Branca recebeu cadernos do projeto Vanguarda nesta quarta-feira 16 - Os alunos do CIEFI Oswaldo Ferreira, do bairro Casa Branca, receberam na tarde desta quarta-feira 16, os cadernos referentes ao projeto Teatro Vanguarda.
A entrega do material foi feita pela Secretária de Educação, Silmara Selma Mattiazzo, com a presença do diretor de programação da Tv Vanguarda, Valério Fernandes, juntamente com a equipe da emissora.
Após a entrega oficial de cerca de 2 mil cadernos, ocorrida nesta quarta-feira, pela manhã, no Espaço Educacional e Cultural Mário Covas, a Secretária Silmara e equipe da Vanguarda recolheram parte dos cadernos, os quais foram entregues os alunos do Casa Branca, com a presença da direção, professores, funcionários e comunidade. (Fonte: PMC)

FUNDACC inicia em março oficinas culturais em várias modalidades
A FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, inicia em março, oficinas culturais em diversos bairros da cidade

Caraguatatuba - A FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba iniciará em março o trabalho de fomento da cultura por meio das oficinas culturais em diferentes áreas.
Segundo explicou a presidente da instituição, Eloíza Aparecida Andrade Antunes de Oliveira, “praticamente todos os bairros da cidade têm a atuação da Fundacc por meio de diferentes oficinas. Essa é a forma que encontramos de resgatar a cultura e fomentá-la de maneira que ela passe a ser necessária para a comunidade. Esse trabalho que estamos fazendo ao longo dos últimos anos têm trazido ótimos resultados porque a população participa, valoriza e prestigia nossos projetos”, explicou Eloiza.
As inscrições para as oficinas culturais estarão abertas a partir da próxima segunda-feira, 21 de fevereiro, nos Centros Culturais dos bairros Pegorelli, Perequê-Mirim, Travessão, Poiares, e nas oficinas culturais do Centro.
De acordo com informações da Fundacc, já estão definidas as seguintes modalidades: Ballet, Artes Cênicas, Dança, Música, Artesanato Identitário (resgate da cultura caiçara por meio de trabalhos com taboa), Cine, foto e vídeo, Folclore (capoeira), e Artes Plásticas no Núcleo TerrAmar.
A previsão é de que aulas tenham início no mês de março, com exceção das Artes Plásticas, que acontecem no Núcleo TerrAmar, e estão com inscrições prorrogadas, uma vez que as aulas começam no dia 21, com o primeiro módulo de modelagem em cerâmica.
Mais informações sobre as oficinas culturais podem ser obtidas na Fundacc, pelos telefones (12) 3883-7555 / 3883-3737. Participe. (Fonte: PMC)

Programa Ação Litoral

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Ilhabela interdita bares por barulho

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela interditou anteontem dois bares por perturbação do sossego público e falta de alvará de funcionamento.
O Bar Island de Bambu, localizado na Praia do Curral, na costa sul, já havia sido multado pela prefeitura duas vezes este ano por funcionar sem alvará e manter som alto após a meia-noite.
O outro estabelecimento fechado pela prefeitura foi um bar localizado no bairro Barra Velha, que não teve o nome divulgado. O bar estava com o alvará de funcionamento vencido e também mantinha som alto à noite. "Esses bares só serão liberados se obtiverem o alvará de funcionamento e realizarem as mudanças acústicas previstas na lei para não perturbar o sossego dos vizinhos", disse o diretor do Departamento de Fiscalização da prefeitura, Ronaldo Alves de Souza.
Segundo ele, outros 30 estabelecimentos comerciais poderão ser interditados nos próximos dias pelos mesmos motivos. Os proprietários dos bares interditados não foram localizados para comentar o assunto. (Fonte: ValeParaibano)

Ilhabela abre inscrições para oficinas culturais

Ilhabela - A secretaria municipal da Cultura e a Fundação Arte e Cultura de Ilhabela estão abrindo inscrições para diversas modalidades culturais em várias áreas.
Os cursos são gratuitos e oferecidos a crianças, adolescentes, jovens e adultos, em três localidades da cidade - Barra Velha – Formação em Dança, Itaguaçu – Ginásio de Esportes e Vila – Colônia dos Pescadores.
O quadro de professores foi reformulado e foram inseridos novos cursos, de Artes Plásticas; Mosaico; Pintura em tela; Artesanato Caiçara; Dança; Ballet Infantil; Ballet Clássico Juvenil; Sapateado; Dança de Rua; Flamenco, Capoeira; Tai-Chi-Chuan; Teatro; Violão; e Coral.
Está sendo reativado o Coral Municipal Celina Pellizzari, sob a regência do Maestro Tarcisio Bruder, com a formação de Coral misto para execução do repertório que inclui peças vocais clássicas, arranjos de músicas populares e folclóricas.
Os interessados em fazer parte do Coral Municipal de Ilhabela deverão ter a idade acima de 16 anos. As inscrições para quaisquer modalidades deverão ser feitas na Secretaria Municipal da Cultura, Rua Dr. Carvalho, Nº 80 - Centro - Tel. (12)3896-1747. (Fonte: Imprensa Livre)

Ilhabela usará recursos do BID em restauração, estrada e trilhas

Ilhabela - O Parque Estadual de Ilhabela (PEI) receberá uma verba vinda do Estado através do BID (Banco Intera-mericano de Desenvolvimento). A informação é da assessoria de imprensa do governo do Estado de São Paulo.
A cidade encaminhou quatro projetos ao governo. Segundo a diretora do PEI, Marília Britto Rodrigues de Moraes, os projetos trarão benefícios na estrutura da estrada de Castelhanos, com cobrança no acesso à praia, revitalização da trilha Sepituba-Bonete-Castelhanos, construção de trilhas subaquáticas e restauração do prédio da cadeia para instalação do Centro de Visitantes.
A diretora também informou que haverá um sistema de drenagem na estrada de Castelhanos, para evitar deslizamentos e proteção de encostas.
O governo de São Paulo finalizará a assinatura de um financiamento de US$ 20 milhões do Banco Interamerica-no de Desenvolvimento (BID) para projetos de ecoturismo na Região da Mata Atlântica. O anuncio foi feito no último domingo pelo governador Geraldo Alckmin.
Além do Parque Estadual de Ilhabela, o Estado contemplará mais cinco Parques Estaduais, todos localizados no Vale do Ribeira (Carlos Botelho, Intervales, PETAR, Jacupiranga, Ilha do Cardoso). O Programa de Desenvolvimento do Ecotu-rismo na Região da Mata Atlântica realizará melhorias e estruturação de vários núcleos de visitação dos parques, que serão os principais pontos de acesso às áreas recreativas e dos atrativos naturais.
A secretária de Meio Ambiente da prefeitura de Ilhabela, Maria Inês Fazzini Biondi, declarou que o financiamento veio em ótima hora. “Isso possibilitará um desenvolvimento sustentável, proporcionando um ecoturismo com prudência, além de gerar empregos”.
Ela explicou que a vinda de recursos para o Parque trará melhorias sócio-ambien-tais. “Poderemos regulamentar o ecoturismo sem agredir o meio ambiente, contratando monitores instruídos e o melhor: teremos ordens expressas para planejarmos mudanças e alterações nas estruturas ambientais da cidade, que está tomada por 85% do Parque Estadual”.
Ela finaliza dizendo que um dos projetos mais interessantes será o das trilhas aquáticas. “Ultimamente o oceano de Ilhabela tem recebido ataques de caçadores que degradam o meio ambiente e acabam com a fauna e flora.
Com a contratação de pessoal, atuando em uma maior vigília, este problema irá acabar porque conseguiremos coibir a caça antes que chegue até o Parque, além de detectar depredações”, encerra.
O Parque Estadual de Ilhabela fica na Rua Morro da Cruz, nº 608, bairro Itaguassú. O telefone é o (12) 3896-2660. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Litoral Virtual Superchic

G-6 critica respostas de Juan e aprova nova série de questionamentos

São Sebastião - O G-6 (Grupo dos Seis Vereadores de Oposição) criticou, ontem à noite, o estilo das respostas encaminhadas pelo prefeito Juan Garcia sobre os requerimentos aprovados na primeira sessão do ano. Os ofícios da prefeitura foram protocolados ainda pela manhã.
Na sessão de ontem, cerca de 20 respostas do prefeito foram lidas. Na maioria, o prefeito fez relatos sucintos e colocou à disposição secretários municipais para informações complementares. Mais 16 requerimentos foram aprovados, com os mais variados questionamentos, entre eles, cópias de portarias, investimentos no Carnaval, contratos com as empresa Enob (limpeza pública) e Coan (merenda escolar) e outros.
O presidente da Câmara, Wagner Teixeira (PV), reclamou das respostas do prefeito aos requerimentos aprovados anteriormente. “Essa Casa é independente, de modo que não serão permitidas as respostas que foram dadas. Já solicitei providências ao nosso jurídico. O Executivo está tratando de forma grosseira ao responder dessa forma. Falam que a Câmara tem de ser parceira, mas desta forma? Exigimos respeito”, declarou.
O vereador José Cardim de Souza (PP) também fez duras críticas ao prefeito durante a discussão de um de seus requerimentos, no qual pede cópias de portarias do Detraf (Departamento de Tráfego). “A ditadura acabou, mas o que vemos são derrubadas de guaritas, de árvores, de bancos de praça, contratação de carros de Minas Gerais.
Nossa obrigação é fiscalizar, requerer. Não temos o sétimo voto para a cassação, mas está pertinho, pois tem um monte de bobagens sendo feitas”, declarou Cardim.
Líder do governo na Câmara, o vereador Robson Ceará (PPS) saiu em defesa do prefeito Juan Garcia. “Tenho certeza que o senhor prefeito não está querendo desrespeitar. Todos os requerimentos foram respondidos ‘curto e grosso’. Acho que só as cópias das portarias é que pediu para ir lá (na prefeitura). Temos jurídico nesta Casa para verificar”.
Ceará ainda comentou a declaração do vereador José Cardim sobre possível pedido de cassação de Juan Garcia. “Cardim disse que o prefeito é ditador e que quer o sétimo voto para cassá-lo. Pior que ser ditador como diz, é o desmando que o antigo prefeito fez. Não achamos nada, além do gasto do dinheiro público. Não estamos em cidade sem lei, podíamos até estar”, rebateu.
Os vereadores Marcos Leopoldino (sem partido) e Solange Rodrigues de Araújo Ramos (PV) também criticaram a administração. “Tem que derrubar e mostrar quem ele é. O discurso populista é uma coisa e nos bastidores outra. Os atos vão contra a sua palavra”, declarou Leopoldino. “Antes tinha prefeito e agora está como na Roma antiga, temos rei: eu faço, eu derrubo”, completou Solange.
Na tribuna da Câmara, Solange de Maresias falou sobre a entrevista com o líder do governo Robson Ceará, publicada no último sábado pelo Imprensa Livre, na qual o vereador pediu para que o G-6 deixasse o prefeito trabalhar. “Em qual momento não deixou? O prefeito não enviou nenhum projeto e sim uma emenda na lei dos estagiários. Pensa que o Legislativo é seu funcionário? Mas nosso único patrão é o povo”, disse Solange.
Também na tribuna, Cardim voltou a cobrar o prefeito de São Sebastião. “Veio para mudar, então muda. Não venha tapar o sol com a peneira. A administração passada já foi julgada”, concluiu José Cardim.
Assim como Solange, o vereador Marcelo Filho do Marinho, que apresentou requerimentos questionando os contratos de Enob e Coan, falou sobre as declarações do líder do governo Robson Ceará. “Quando diz que não deixo trabalhar fico preocupado.
O povo me colocou aqui e a ele é que tenho de falar. Fizemos um juramento e o prefeito também fez”, finalizou Marinho. Dos vereadores pertencentes ao G-6, apenas Modesto Koji Ono (PTB), o Kotian, não fez nenhuma declaração contra a administração na sessão de ontem. (Fonte: Imprensa Livre)

Juan afirma não temer grande número de requerimentos nem “ameaças de Cardim”

São Sebastião  - O prefeito de São Sebastião, Juan Garcia, em entrevista ao Imprensa Livre logo após a sessão de ontem, por volta das 22h00, reafirmou que não está preocupado com o grande número de requerimentos aprovados semanalmente pela Câmara, nem tampouco com o que considerou de “ameaças” do vereador José Cardim de Souza.
“Para alguns vereadores, um em especial, que está acostumado com outra relação com a prefeitura, fica muito complicado. Hoje a relação é séria e não de troca de favores. Se encontrarem algo para cassação, isso só poderá sair de quem tiver moral. Ele deveria aproveitar os últimos meses de Câmara para ter uma saída tranqüila”, rebateu Juan. “Acho que na hora que botar a cabeça no travesseiro, vai sentir pelo que falou”, completou.
De acordo com o prefeito, os requerimentos aprovados na primeira sessão foram devidamente respondidos. “Todos os documentos estão à mostra”.
Juan disse que o vereador José Cardim teria motivos pessoais e não políticos para as críticas. “A inveja, talvez, em ver que a secretaria de Cultura está indo bem. Duvido que qualquer um o acompanhe em um voto de cassação. São melindres pessoais, sua perda de força”.
Ainda segundo o prefeito, novos requerimentos devem ser aprovados. “Podem perguntar tudo o que quiserem. A prefeitura está aberta e os documentos estão à disposição. Alguns vereadores entendem que com isso estão prestando um bom serviço. Para a prefeitura, não muda nada”.
Juan Garcia diz que não teme ameaças ou confronto. “A Câmara está disposta a trabalhar com o prefeito, mas passa por um período ruim por causa de alguns vereadores. A diferença não está no charuto e nem no chapéu, como falaram, mas na honradez”.
Ele elogiou o presidente da Câmara de São Sebastião. “O Wagner Teixeira é um político que compreendeu como é o jogo, no campo das idéias. É a luta dos poderes independentes”, considerou o prefeito. “Agora não venha com o estilo de amedrontar, como querem alguns.
Qual o interesse? Só porque economizei R$ 1 milhão com a Festa de São Sebastião, porque fiz um Carnaval 200% mais barato e de qualidade, porque enxugamos a folha em R$ 1 milhão e porque estamos levando as coisas retas? Não tenho medo de confronto”, encerrou o prefeito de São Sebastião.
Cardim rebate - Na noite de ontem, também após a sessão, o vereador José Cardim disse que ainda não está pedindo a cassação, mas afirmou que o prefeito não estaria cumprindo com a legislação. “No Poder Legislativo dependemos da maioria. Não há nada pessoal. Inveja não tenho, pois Deus não me deu este tipo de sentimento.
Ponho a cabeça no travesseiro tranqüilo, porque na minha vida pública não tenho enriquecimento ilícito ou favorecimento. A mesma moral que tenho para pedir cassação, não tem para ser prefeito”, rebateu.
Cardim frisa que tem duas ações contra o prefeito por suposta injúria e difamação durante a campanha eleitoral. “Se tem alguém que não tem moral é ele que já foi julgado e cumpriu pena. Nunca fui condenado pela Justiça”. (Fonte: Imprensa Livre)

Núcleo do Instituto Florestal realiza reunião em Cambury

São Sebastião  - O Núcleo de São Sebastião do Instituo Florestal (IF) reuniu na segunda-feira, na Pousada das Praias, em Cambury, o Conselho Consultivo do Parque Estadual da Serra do Mar. Essa foi a terceira reunião do Conselho, que bimestralmente debate assuntos referentes ao meio-ambiente do município.
O IF é um órgão estadual e o seu Conselho Consultivo em São Sebastião conta com 20 assentos e 40 vagas, sendo um titular e um suplente para cada cadeira. O conselho foi estabelecido em reunião pública durante o ano passado, quando as entidades que demonstraram interesse em formar o corpo do Conselho foram escolhidas.
“Atualmente a Prefeitura Municipal de São Sebastião ocupa apenas um assento no Conselho, mas devido ao interesse que a nova gestão municipal vêm demonstrando, possivelmente a prefeitura ocupará dois assentos daqui para frente”, afirmou Edson Lobato, coordenador do Núcleo de São Sebastião do IF.
O Conselho Consultivo determinou a criação de sub-grupos que se reúnem com periodicidade excepcional e ficam encarregados de tópicos específicos. Atualmente existem os sub-grupos Biota e Educação Ambiental. “O grupo da Biota fica encarregado de analisar a fauna, flora e outros aspectos referentes a esses temas. O grupo Educação Ambiental fica responsável basicamente pelas questões que envolvem o homem inserido nesse contexto”, explicou Edson.
A reunião de segunda-feira basicamente abordou as ações que estão sendo realizadas e os resultados obtidos pelos sub-grupos, além de questões referentes ao Plano de Manejo do Parque Estadual da Serra do Mar, documento que está sendo elaborado pelo IF para decidir os rumos do Parque.
“Mestres e doutores da USP (Universidade de São Paulo) estarão atuando em São Sebastião para observar e coletar dados que servirão de base para formar o Plano de Manejo”, acrescentou Edson.
O IF não atua de forma parcial e freqüentemente estabelece parcerias para a rea-lização dos seus projetos. O professor Ícaro Cunha, da Universidade Católica de Santos, apresentou na reunião o projeto de pesquisa intitulado Biodiversidade e Sustentabilidade.
“Existem três grandes razões para a sociedade proteger a Mata Atlântica. A primeira é a biodiversidade, ou seja, a riqueza da fauna e flora. A segunda é o regime hídrico, a floresta é o clima e sem ela nós sofremos com a falta ou excesso de água.
E a terceira é a estabilidade das encostas, pois com a mudança climática aumenta o papel da floresta como segurança ambiental dos seres humanos”, concluiu Ícaro. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeito empossa nova diretoria do Faps

São Sebastião  - Em solenidade realizada na manhã de hoje (16/02) o Prefeito, Dr Juan Garcia, empossou a nova diretoria do Fundo de Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais de São Sebastião (Faps). O novo diretor é Rogester Aleixo Alves, ex-gerente da Nossa Caixa Estadual. A presidência do Conselho do Faps, conforme o disposto na lei, fica a cargo do secretário de Administração Alberto Guilherme Carlini e na sua ausência, assume o secretário da Fazenda Amin Nossabein.
Ainda em conformidade com o disposto na Lei nº 867/92 de 25/09/92, dois terços do conselho devem ser indicados pelo Prefeito e outro um terço restante deve resultar de eleição entre os funcionários públicos. Sendo assim, seis, dos nove conselheiros foram indicados pelo chefe do executivo sendo eles, Alberto Guilherme Carlini, Osmar Teodoro Alves, Ary Pirani Junior, André Fontes dos Santos, Daniela Costa Ferrete e Marcos Salvador Mathias. Como suplentes ficaram designados Amin Nossabein, Emerson Elias, Edson Carlos Mathias, Cassandra de Paula Siciliano, Oscar Julio da Silveira Júnior e Alessandro Mauro Thomaz de Souza.
Os outros três conselheiros foram eleitos por voto secreto e direto no pleito realizado em 19 de dezembro de 2003, pelos funcionários públicos de carreira. Representado este um terço do Conselho, estão como titulares Ivone Brunetti dos Santos (chefe do departamento de Recursos Humanos), Roberto Vicente do Nascimento (Fiscal Ambiental) e Nelsino da Conceição Silva (escriturário da Secad). Como suplentes foram eleitos Michel da Ressurreição, Francisco Ferreira Bonfim e Luiz Carlos da Costa Pereira. Este mandato é válido por dois anos, quando nova eleição deve ser feita.
Durante a solenidade o prefeito falou da importância de se cuidar do dinheiro público. “O Faps abrirá uma comissão de sindicância interna para saber o que houve com o dinheiro público. Esse dinheiro é o porto seguro do servidor e deve ser melhor aplicado. Queremos uma condição de segurança absoluta do dinheiro do servidor para não passarmos pelos mesmos dissabores de outras administrações”, enfatizou.
O presidente do Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais), Afonso da Silva Vale, que também esteve presente na solenidade, demonstrou apoio a essa nova diretoria. “Temos escutado dessa nova administração diversos pontos positivos, dentre eles está o equacionamento da dívida deixada. Espero que possam desempenhar um bom papel para um caminho que garanta o futuro do servidor público” afirmou Vale que salientou ainda a importância do papel dos conselheiros. “É preciso que se tenha uma nova etapa com personalidade jurídica e efetiva participação da categoria (conselheiros eleitos) para que se tranqüilize toda a categoria do servidor público”. (Fonte: PMSS)

Barra do Una tem “Tarde do Lazer” e “Espaço Criança” neste sábado

São Sebastião - O bairro de Barra do Una irá receber neste sábado, dia 19, os programas “Tarde do Lazer” e “Espaço Criança”, organizados pela Prefeitura de São Sebastião, na escola municipal Sebastiana Costa Bittencourt (rua Valinhos, 136). Trata-se de uma parceria que está sendo desenvolvida entre as Secretarias de Juventude, Esporte e Lazer (Sejuv) e de Cultura e Turismo (Sectur). Durante toda a tarde uma série de entretenimentos e atividades serão destinadas às crianças e jovens e têm como objetivo oferecer diversão através do resgate de brincadeiras populares, diversão e jogos adaptados.
O evento será dividido em duas partes, a primeira destinada ao “Espaço Criança”, uma iniciativa da Sectur, será das 15 às 17 horas, com apresentação de 26 crianças que se inscreveram para participar de um show de calouros infantil. Ainda na mesma programação as crianças que comparecerem participarão de teatros, dublagens, jogos educativos, brincadeiras, além de muita música e dança.
Já a partir das 17 horas, na quadra de esportes, que fica ao lado da escola, acontece a “Tarde do Lazer”, organizada pela Sejuv, e contará com uma programação bem agitada e divertida. Jogos como queimada, amarelinha, ping-pong, corda, cabo de guerra, boliche e rodas cantadas, serão realizados entre as crianças presentes.
A novidade fica por conta dos jogos coletivos como o voleixiga, um jogo de vôlei com uma bexiga especial, no lugar da tradicional bola e o lençolbol, onde é usado um lençol para arremessar a bola de uma equipe para outra. Na mesma tarde haverá ainda outra brincadeira conhecida por falsa-baiana, onde as crianças andam suspensas em duas cordas, que contará com a participação do grupo de escoteiros Guaravita.
Todas as atividades serão orientadas e supervisionadas por professores de Educação Física da Sejuv e por profissionais da Sectur. O intuito é oferecer muita animação para toda a garotada. Segundo a diretora de eventos da Sejuv, Nelia Itavo, as atividades serão sempre variadas e serão escolhidas de acordo com a preferência das crianças.
O evento faz parte de uma ação conjunta que está sendo desenvolvida entre as secretarias de Cultura e Turismo (Sectur) e a de Juventude, Esporte e Lazer (Sejuv), que visa entreter as tardes de sábado das crianças e jovens da cidade. Esta integração deverá ser estendida para outros bairros do município. O “Espaço Criança”, que já vem sendo realizado desde o mês passado, teve grande aceitação do público agradando a crianças e adultos. A expectativa é que com a união dos dois projetos um número ainda maior compareça. (Fonte: PMSS)

Projeto Viração é retomado pela Prefeitura

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião está retomando o projeto Viração, que passará a ser realizado no Centro Comunitário da Topolândia ao invés do Balneário dos Trabalhadores. O início das atividades está previsto para março, após o término das reformas do novo local.
O projeto tem como proposta um trabalho voltado para a educação não formal com atividades sócio-educativas em período complementar a escola. Apóia-se na garantia dos direitos das crianças e jovens, em consonância com o artigo 227 da Constituição Federal e com os direitos fundamentais do Estatuto da Criança e do Adolescente de 1990 (ECA/90).
Através do projeto as crianças entre sete e 14 anos, que morem preferencialmente nos bairros da Topolândia, Itatinga e Olaria, terão acesso a reforço escolar, atividades esportivas, culturais, alimentação e acompanhamento social das famílias.”O trabalho social visa atender as crianças carentes, que sofrem risco social”, afirmou a diretora do departamento de Ação Social, Ana Margarida Freire. Ela também explica que este risco social refere-se a probabilidade da criança ficar na rua e estar mais expostas a riscos como o contato com as drogas. “O que pretendemos é promover atividades para que a rua não adote as crianças”, completou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social (SEDEAS), Carlos Roberto Berringer Favery.
A partir do reinício das atividades do projeto, previstas para março, a Prefeitura pretende aumentar o número de crianças atendidas. “Nossa meta é atender 200 crianças por período”, disse o secretário.
Ainda segundo Favery, decidiu-se mudar o projeto para o Centro Comunitário para facilitar a questão do transporte. “Durante estes anos as crianças foram atendidas no Balneário, mas o transporte era um transtorno e elas acabavam ficando menos tempo no projeto”, disse. O secretário também afirma que a transferência do projeto do Balneário para o Centro Comunitário é necessária para que a comunidade valorize e preserve o patrimônio público.
O Centro Comunitário da Topolândia passará por reformas gerais. Favery colocou que ele está sendo preparado para receber as crianças com instalações mais adequadas do que as do Balneário. “As instalações serão melhoradas, ficarão mais amplas, podendo atender um número maior de crianças”, finaliza.
Com a reformulação do projeto Viração, as secretarias de Cultura e Turismo, Educação e Esportes também estarão trabalhando em conjunto com a SEDEAS, além da possível parceria da Ong Sorrir.
As inscrições para participar do projeto poderão ser feitas na SEDEAS, a partir do dia 21 de fevereiro, no horário de atendimento ao público (das 9h às 17h), de segunda a sexta-feira. Os pais deverão trazer a certidão de nascimento da criança para efetuar a inscrição.
Um breve histórico - O projeto Viração existe desde 1998. Ele teve início após o Governo Federal ter aberto um concurso de projetos sociais para os municípios, que teve como premiação uma verba para implantação do projeto vencedor. São Sebastião enviou dois, o Viração e o Cidadão Criança e ambos foram premiados e receberam essa verba. Após um ano, o envio da verba foi suspenso e o município assumiu o projeto. Em 1999 a Fundamar (hoje Fundação Mar) começou coordenar as atividades do Viração, que passou a chamar-se Escola Náutica em 2004, atendendo uma média de 330 crianças. Neste ano a Prefeitura passou novamente a cuidar do projeto, sendo seu financiador e organizador. (Fonte: PMSS)

Acontece neste domingo prova de canoagem em Boracéia

São Sebastião - Acontece neste domingo dia 20, a partir da 10 horas, a prova de canoagem “Fast Shark Canoas Polinésia Boracéia 2005”, no canto sul da praia de Boracéia.
Segundo o organizador do evento Eco Sport Brasil, Josias Fontes de Carvalho, estão sendo esperadas a participação de aproximadamente 12 equipes na categoria OC-6, sendo cinco de Bertioga, duas de Boracéia, uma de São Vicente, tr|ês de Santos e uma de Guarujá e mais 30 (trinta) atletas na categoria OC-1, totalizando uma participação de 102 atletas.
Irão participar categorias OC-6 Masculina, com seis homens remando, OC-6 Mista, três Mulheres e Três Homens, OC-1 Masculina e OC-1 Feminina .
“As equipes irão disputar entre si, em forma de baterias, percorrendo um circuito de aproximadamente sete quilometros demarcados por bóias, em frente à praia, de forma que todo o espectador assista toda a disputa da praia”, concluiu Carvalho.
As inscrições poderão ser realizadas no dia e local do evento. Os interessados deverão pagar uma taca de R$ 40,00 para a classe OC-6 e R$ 10,00 para a classe OC-1 por pessoa. A largada está marcada para as 10 horas.
A Canoa Polinésia OC-6 é uma embarcação feita de fibra de vidro, com 12 metros de comprimento onde seis pessoas remam de forma ciclonizadas, já a OC-1 também feita de fibra com 4 metros de comprimento é própria para uma pessoa remar.
A organização do evento é da Eco Sport Brasil e da Base de Canoas Polinésia –Shark-Boracéia e tem o apoio da Prefeitura de São Sebastião.
Está confirmada a presença da equipe “Brucutus”, que foi campeã Brasileira de 2004, finaliza Carvalho.
A história da canoa polinésia - Existentes há 3 mil anos como meio de transporte nas ilhas da Polinésia e responsável pela colonização das ilhas do Pacífico, principalmente o Havaí, as canoas havaianas eram feitas de madeira koa, mas hoje, devido à proteção ao meio ambiente, são produzidas em fibra de
vidro, ganhando cores variadas.
O material é moderno, mas a aparência é milenar. Longas, elas medem 14 metros, tem apenas 50 cm de largura e um estabilizador lateral (chamado de ama), fixado por dois suportes (os yakos). Pesam 180 quilos e podem atingir até 18 km por hora.
Nesse esporte, a cultura havaiana é totalmente preservada e o objetivo é trabalhar em equipe, com sinergia. O fundamental é o sincronismo, as remadas compassadas, para que a canoa tenha um bom desempenho. A embarcação conta com seis remadores e cada um tem uma função específica. O número um, ou voga (quem fica na frente), por exemplo, dá o ritmo do barco. Já o número seis, ou leme (que fica na outra extremidade), é o responsável pela direção do barco, função mais importante da equipe.
O “HIP HO” é um comando originário da Polinésia, que pode ser ouvido durante as remadas. O grito serve para que os remadores troquem a remada de lado. A cada 20 ou 25 remadas, um dos integrantes do time grita “Hip” e na seqüência os outros componentes completam com o “Ho”, passando os remos para o outro lado do barco, para que não haja um desgaste muito grande. (Fonte: PMSS)

Buracos na rodovia SP-55 têm danificado vários carros em São Sebastião

São Sebastião - Os buracos e ondulações existentes na rodovia Manoel Hipólyto do Rego (SP-55), no trecho entre o bairro São Francisco e a região central da cidade, têm danificado inúmeros carros em São Sebastião.
O problema foi levado ao vereador e presidente da Câmara Municipal, Wagner Teixeira (PV), por munícipes que tiveram despesas com seus veículos em função de terem passado pelos buracos.
No início da semana, o contador Marcelo Luís de Oliveira teve o pneu estourado e a roda do seu carro empenada quando se dirigia ao centro da cidade. O buraco que danificou o seu veículo fica em uma curva próxima a pedreira krafer, no bairro São Francisco, sentido Caraguá/São Sebastião.
Segundo ele, o dano não pôde ser consertado. A troca ficou em torno de R$370,00.
O autônomo Danilo Gomes, 29, que também teve o mesmo problema, disse que não teve como desviar do referido buraco porque vinha uma carreta no sentido contrário. “Muita gente desvia pelo acostamento, mas é perigoso, porque pode ocorrer algum acidente com ciclista ou mesmo com um pedestre”, observa.
Para Teixeira, a situação da rodovia precisa de uma atenção urgente por parte da administração. “Sabemos que a recuperação da rodovia compete ao DER, mas enquanto isso não ocorre a Prefeitura poderia tapar os buracos para amenizar o problema dos motoristas”, sugere.
De acordo com o gerente da recuperadora de rodas ‘São Francisco’, Gledson Marcos Prado, 35, no feriado do carnaval a loja atendeu cerca de dez carros por dia. “Todos eram turistas”, disse. O conserto da roda empenada estava em torno de R$25,00. Já para trocar a roda, segundo o funcionário Ranie Josué Boro, 23, à cobrança era feita conforme o modelo utilizado pelo veículo e variava entre R$150,00 e R$400,00.
O mecânico Antônio Carlos de Souza, 36, da oficina Rosa Mística, declarou que também já caiu no buraco em questão e quebrou a suspensão do seu carro.
“No carnaval os carros paravam direto com pneu furado ou suspensão quebrada” , informa. O buraco em questão, conforme disse, surgiu há dois meses. “Nesse
período já atendi uns seis carros”, conta. “As ocorrências são mais durante a noite e quando está chovendo”, completou Ozires Mendes dos Santos, 26, dono de uma borracharia próxima ao local.
No mês de janeiro passado, o prefeito anunciou que a obra de recapeamento do trecho urbano, localizado entre os bairros Topolândia e São Francisco, será realizada a partir de março. A informação partiu do secretário estadual de transportes, Dario Rais Lopes, durante encontro com o prefeito. O governo estadual investirá cerca de R$3milhões.
Há dois meses foi realizada a última operação tapa-buracos na cidade.
No bairro de Boiçucanga, costa sul do município, o problema ocorre na Estrada do Cascalho, mas nessa via o serviço de recuperação compete ao Poder Executivo. “Muitos moradores estão me questionando em relação ao estado precário em que se encontra aquela via pública”, declara o presidente Wagner
Teixeira.
Segundo ele, o prefeito Juan Garcia (PPS) prometeu, durante a última campanha eleitoral, que a recuperação daquela rua seria realizada o mais rápido possível. “Até o momento nada foi feito e a estrada está cada vez pior, trazendo transtornos aos que ali residem e principalmente para os proprietários de veículos”, reclama.
Teixeira quer saber se existe previsão para o início da obra, informando a data, ‘até porque é preciso dar uma satisfação à comunidade’. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Mary´s Casa na Fortaleza

Prefeitura pede extinção da Comtur, que tem mais de R$ 2 mi em dívidas

Ubatuba - A prefeitura, acionista majoritário da Comtur – Companhia Municipal de Turismo de Ubatuba –, está convocando todos os acionistas da empresa para uma assembléia geral extraordinária no próximo dia 24. O objetivo é discutir a dissolução da Companhia, alvo de irregularidades e dívidas, já apontadas numa CPI realizada pela Câmara em 2002.
Segundo o prefeito Eduardo César, a extinção da Comtur é necessária e urgente para colocar fim às inúmeras irregularidades e enormes dívidas da empresa. “A Comtur, já há muito tempo, não vem atendendo os objetivos para os quais foi criada, ou seja, fomentar o turismo na nossa cidade”, explica Eduardo César, que participou ativamente, enquanto vereador, da CPI que apontou os graves problemas vividos pela empresa.
“Quando o administrador público se depara com ações que geram dúvidas e possibilidades de corrupção dentro da máquina administrativa, a única atitude aceitável é propor o seu estancamento. E é isso que queremos no caso da Comtur”, reforça o prefeito.
Ainda em defesa de sua extinção, o prefeito lembra que além dos mais de R$ 2 milhões em dívidas com tributos federais, a Companhia de Turismo de Ubatuba nunca recolheu o ISS – Imposto sobre Serviço – e o alvará não é pago desde 1999. O valor desses débitos já ultrapassa a casa dos R$ 400 mil, isso sem incluir os valores devidos com ISS de 2001 a 2004.
“A população de Ubatuba está cansada de saber que essa empresa é devedora, que o turismo da cidade não avança e que nenhum benefício é concedido ao usuário dos estacionamentos da praia”, diz o prefeito se referindo a comentários de que a dissolução da empresa deveria passar por uma ampla discussão com a comunidade.
“Quando se está em jogo o bem, os benefícios, as prioridades de investimento, a qualidade de vida, sou o primeiro a pedir pela presença da população nas discussões. Porém, nesse caso, estamos falando de algo que só tem prejudicado a nossa cidade e a nossa imagem perante ao turista. Isso sem contar nos vários milhões de prejuízo aos cofres públicos. É um mal que temos que estancar”, afirma.
Brinde de campanha - Segundo o prefeito, a própria população reconhece que a Comtur tem sido “sempre ofertada como brinde de campanha e se trata de um filme velho que todos já se cansaram de assistir”.
“É por isso mesmo que esse filme tem que ser extinto do nosso repertório, para que uma nova era no turismo de Ubatuba possa nascer, sem vícios, sem corrupções, sem máfia”, finaliza Eduardo César.
Histórico da Comtur - A Companhia de Turismo de Ubatuba foi criada em 1991 pelo então prefeito José Nélio de Carvalho, porém apenas em 95 ela passou a existir como empresa, a partir da integrali-zação do capital dos sócios. Nesses 10 anos de existência vários presidentes se revezaram no seu comando. A Prefeitura Municipal é a acionista majoritária, com 51% das ações e os 49% restantes estão nas mãos de empresários, comerciantes e agentes políticos da cidade.
Sua principal fonte de receita tem sido, nesses 10 anos, a cobrança dos estacionamentos das praias e dos ônibus e vans de turismo que chegam ao município. Nesses anos todos, não houve nenhum projeto de impacto com a assinatura da empresa, o que motivou a criação da secretaria de Turismo, em 2003, pela administração anterior. (Fonte: Imprensa Livre)

Diretora critica projeto de extinção da Comtur

Ubatuba - A diretora-presidente da Comtur (Companhia Municipal de Turismo de Ubatuba), Patrícia Ortiz, afirmou ontem que a proposta defendida pelo prefeito Eduardo César (PL) de dissolver a Comtur é 'imediatista, arbitrária e política'. O prefeito marcou uma reunião extraordinária com os acionistas da empresa para o próximo dia 24 na qual irá defender o fechamento da Comtur, em razão de dívidas que somam R$ 2 milhões. A prefeitura detém 51% das ações da empresa, as 49% restantes pertencem a comerciantes e empresários. "A Comtur é importante para a cidade, principalmente, bem administrada e com parceiras", disse Patrícia, que vai colocar seu cargo à disposição. (Fonte: ValeParaibano)

Empresa aérea fluminense quer operar vôos em Ubatuba

Ubatuba - A Team Linhas Aéreas, do Rio do Janeiro, estuda operar vôos entre São Paulo e Ubatuba nos finais de semana. A Team opera desde 2001 vôos entre o Rio de Janeiro e as cidades de Angra dos Reis e Paraty.
Segundo o diretor comercial da Team, Mauro Almeida, a partir das reformas feitas pelo Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) no Aeroporto Estadual Gastão Madeira de Ubatuba, a empresa demonstrou interesse em estabelecer conexão regular com a cidade.
A Secretaria dos Transportes do Estado, responsável pelo aeroporto, investiu cerca de R$ 2,8 milhões na reforma da pista, no pátio de manobras e na segurança do aeroporto. As reformas foram finalizadas em dezembro.
"Nossa idéia é estabelecer uma linha ligando São Paulo às cidades de Ubatuba, Paraty e Angra dos Reis, nos finais de semana e temporada de verão", afirmou Almeida. Segundo ele, nos vôos realizados entre Rio e Paraty/Angra, 80% dos passageiros são da capital de São Paulo.
A conexão regional, segundo Almeida, pode atrair passageiros dos Estados de São Paulo e Minas Gerais. A Team pretende utilizar aeronaves L-410, fabricadas na República Tcheca, com capacidade para 19 passageiros, na linha entre São Paulo e Ubatuba.
O comandante Antonio Donizete Sávio, da Team, afirmou que as aeronaves da empresa podem operar com total segurança no aeroporto de Ubatuba, onde as decolagens e aterrissagens são feitas visualmente.
Em Ubatuba, o interesse demonstrado pela Team causou euforia. Desde a década de 80, o aeroporto não recebe vôos regulares ou fretados. A última empresa a operar na cidade foi a Rio-Sul. "Nosso aeroporto tem todas as condições de receber vôos regionais, principalmente agora com a pista recuperada e moderna", disse o administrador do aeroporto, Luiz Ayres.
O secretário de Turismo, Luiz Felipe Azevedo, disse que, caso a empresa inicie suas operações em Ubatuba, haverá um crescimento do turismo. "Acredito que com os vôos poderemos atrair turistas de outros Estados ao Litoral Norte", afirmou. (Fonte: Salim Buriham/ValeParaibano)

Surfistas de Ubatuba se preparam para segunda etapa do Rip Curl

Ubatuba- No último final de semana do mês vai rolar a segunda etapa do Rip Curl Grom Search 2005 em Búzios. Os atletas de Ubatuba se preparam para o evento, que acontece na praia de Geribá.
Na primeira etapa, mais de 90 competidores de oito Estados participaram das disputas. O vento nordeste e as ondas de meio metro não colaboraram muito e apenas Tamaê Bettero (Iniciantes) e Lucas Santos (Infantil), chegaram às finais e conquistaram a quarta posição.
Wiggolly Dantas, já recuperado do acidente de carro sofrido no final do ano passado, e Emerson Santos são destaques na categoria Mirim. Na Iniciantes Tamaê Bettero quer voltar ao pódio, Mateus Toledo e Gustavo Araújo também querem chegar lá. Luana Coutinho fará sua estréia no feminino e precisa de um bom resultado para manter chances do título; Lucas Santos e Filipe Toledo vão lutar no Infantil.
Os campeões das categorias Mirim e Feminino levam como prêmio uma bolsa de estudos para um curso de inglês intensivo, com duração de um mês em Sidney, na Austrália, além de um mês de acomodação e alimentação em casa de família e translado do aeroporto. Além do curso os vencedores participarão da final internacional do Rip Curl Grom Search, em Bell’s Beach, entre 22 de março e 1º de abril.
O encerramento do campeonato, que é aberto a surfistas com até 16 anos, será nos dias 5 e 6 de março, na Praia do Tombo, em Guarujá. Os dois melhores resultados de cada competidor entrarão na somatória. Os atletas de Ubatuba contam com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.
Geórgia chega como uma das favoritas - “Esse campeonato é alucinante e vou fazer tudo para vencer essa etapa e continuar na briga pelo título”, avisa Geórgia Paschoal, surfista de Guarujá, uma das favoritas ao pódio. A guarujaense foi a 5ª colocada na etapa de abertura.
Também brigam pelo título três grandes talentos da nova geração. A líder é a paranaense de Pontal do Paraná, Nathalie Martins, atual campeã brasileira júnior e integrante da seleção nacional no ISA World Júnior, no Tahiti, no final de 2004. Em 2º lugar está outra paranaense, Bruna Schmitz, de Matinhos.
A atleta defende o título do Rip Curl e também esteve no Mundial no Tahiti. Gabriela Teixeira, campeã brasileira júnior de 2003, também compõe o time das feras e leva a vantagem de competir em casa. A santista Gisele Garcia, também chega como favorita, para esquentar a briga nas ondas do Rio de Janeiro. Luana Coutinho, de Ubatuba, vai ter que correr atrás do prejuízo, porque não participou da primeira etapa do evento. (Fonte: Imprensa Livre)

Ubatuba se prepara para mais um ano de destaque no surfe nacional

Ubatuba - Após ter vivido uma de suas melhores fases no ano passado, Ubatuba inicia o calendário 2005 de surfe com a promessa de mais vitórias e destaques na modalidade. Essa é a avaliação do vice-presidente da Federação Paulista de Surfe e coordenador da escolinha municipal de surfe, Alberto Jacob.
“Este ano deve ser ainda melhor que 2004. Esperamos que todos os atletas reeditem ou superem o que fizeram no ano passado”, diz o veterano.
Quanto ao Circuito Municipal de Surfe, considerado um dos maiores do Brasil com 16 categorias, Jacob diz que o deste ano deve ser um dos mais fortes dos últimos tempos. “Lembrando que o atual prefeito, Eduardo César (PL), foi o vereador do surfe, espera-se uma grande contribuição por parte da prefeitura”. Além do apoio do governo, espera-se também melhores estruturas e premiações, neste circuito que é classificatório para os circuitos estaduais.
As datas para as etapas do Municipal ainda não estão definidas, mas devem acontecer no final de março, meio de maio e final de novembro.
O Circuito Paulista Hang Loose, vencido no ano passado pelos ubatubenses Wiggoly Dantas (mirim) e Filipe Toledo (petit), terá representantes do município nas categorias Junior, mirim, iniciante, infantil e petit. O OkDok Paulista Amador também terá surfistas de Ubatuba competindo na open, longboard, feminino e master. Em 2004 Ricardo Toledo e Luana Coutinho foram campeões nas categorias open e feminino.
O Volcom Paulista Universitário foi outro circuito que levou Ubatuba ao pódio no ano passado: Ricardo Toledo mais uma vez e Jahia Bettero.
Wiggoly Dantas, Matheus Toledo e Luana Coutinho são nomes que devem dar trabalho aos competidores do Circuito Brasileiro Amador 2005. Tem ainda o Circuito Nicoboco de Escolinhas Municipais do Estado de São Paulo, com cerca de 15 escolas participando, dentre elas a de Ubatuba que é bicampeã do Quicksilver em 2001 e 2002.
Hizunomê Bettero e Diego Santos fizeram bonito ao se classificarem no Billabong Pro Junior e disputaram em janeiro, representando o país na Austrália.
A Divisão de Acesso da Abrasp (Associação Brasileira de Surfe Profissional) e o SuperSurf (elite do surfe nacional) são os outros dois circuitos que contarão com os surfistas ubatubenses brilhando nas ondas em busca de títulos.
Para os que estão começando, uma ótima chance é o Festival Caça Talentos Natural Art, que acontece na praia do Tombo, no Guarujá, nos dias 26 e 27 de março. A cidade estará representada por dez atletas.
Por estar em evidência no cenário do surfe nacional, a final do SuperSurf 2005 será disputada na Praia de Itamambuca, de 12 a 16 de outubro. Com 64 surfistas homens e 20 mulheres.
O estado de São Paulo é o que leva o maior número de atletas: 36. Desses, 12 são ubatubenses. São eles: Renato Galvão (campeão em 2004), Odirlei Coutinho (vice em 2004), Tadeu Pereira; Alexandre Costinha, Hizunomê Bettero, Saulo Júnior, Edgley Santos, Isaías Silva, Suelen Naraísa (vice em 2004), Francisca Pereira, Luana Prado e Luiza Roman. (Fonte: Imprensa Livre)

Secretarias Municipais colaboram com Show de Verão
Diversos setores colaboram para realização de evento da Aduba

Ubatuba - A Associação dos Deficientes de Ubatuba (Aduba) realiza neste domingo, 20, o “Show de Verão 2005” . O evento visa arrecadar fundos para as ações promovidas pela entidade, criada em 1993 e que atende dezenas de deficientes da cidade. O “Show de Verão 2005” acontece na praça Bip, a partir das 3 da tarde.
Apoio da prefeitura - A Aduba solicitou junto à Prefeitura Municipal de Ubatuba uma série de ações para tornar possível a realização do evento, no que foi prontamente atendida. A Secretaria de Obras providenciou a iluminação da Praça, orçada em cerca de R$ 2.500,00, que servirá para futuros eventos no local. Também designou funcionários do setor de Limpeza Pública para fazer a limpeza da Praça antes e depois do evento, além do setor de Transporte que cedeu viatura, motorista e ajudantes para montagem e desmontagem da estrutura do show.
A Secretaria de Arquitetura e Urbanismo, através do Setor de Trânsito, organizará o tráfego da região no dia do evento.Já a Secretaria de Agricultura e Abastecimento cedeu as instalações dos sanitários e depósito na Praça Bip, que será utilizado como escritório e a Assessoria de Comunicação que está fazendo a divulgação do evento junto a mídia local e regional. Outra Secretaria que colaborou com a realização do evento foi a Administração, além da Guarda Municipal.. O “Show de Verão 2005” terá diversas atrações e também um bingo cujas cartelas antecipadas podem ser adquiridas no calçadão e também no dia e local do evento. (Fonte: Assessoria de Comunicação PMU)

Escolinha Municipal de Surf convoca para matrículas

Ubatuba - Em 2005 a Escolinha Municipal de Surfe, que receberá novos materiais e pranchas, terá uma sub-sede na Maranduba para atender o pessoal da região sul do município. Serão dois instrutores que comandam duas turmas, uma às segundas e quartas e outra às terças e quintas. As matrículas vão de 21 a 28 de fevereiro na Regional Sul.
As aulas no Perequê-Açú serão no período da manhã e duas à tarde. Na Praia Grande o esquema será o mesmo, mas com três instrutores, podendo assim aumentar o número de alunos. As matrículas vão de 21 a 26 de fevereiro e as rematrículas podem ser feitas até o dia 19, na secretaria de Esportes e Lazer.
Ubatuba deve receber 12 eventos de surfe em 2005
Calendário:
De 1º a 3 de abril – 1ª etapa da Seletiva Petrobras de Surfe Feminino
9 e 10 de abril – 1ª etapa do Circuito Paulista Hang Loose
21 e 22 de maio – 1ª etapa do Paulista Okdok
De 2 a 5 de junho – 4ª etapa da Divisão de Acesso da Abrasp
25 e 26 de junho – Maresia Paulistano de Surf
De 1 a 3 de julho – 1ª etapa do FreeSurf Paulista Pro
De 12 a 16 de outubro – última etapa do SuperSurf
De 19 a 23 de outubro – Reef WQS
As quatro etapas do circuito municipal ainda não têm data definida. Todos os eventos, com exceção do municipal, acontecem na Praia de Itamambuca. (Fonte: Imprensa Livre)

Fundart retoma projetos e movimenta a agenda cultural com cinema e shows
A programação é aberta à comunidade e traz uma variedade que se propõe a agradar gostos diferenciados

Ubatuba - Em fevereiro, a Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) está retomando o projeto Cine Clube, que traz para a população ubatubense os clássicos do cinema nacional e internacional. Shows e apresentações musicais também acontecem até o fim do mês, com músicas de diversos estilos, que vão desde o clássico até o rock, passando pelo chorinho, MPB e reggae.
No próximo sábado, dia 19, acontece também a cerimônia de posse do Presidente da Fundart, Martiniano Viana e dos coordenadores dos grupos setoriais. Várias atrações estão marcadas para esse dia. A festa acontecerá na praça, em frente ao Casarão do Porto, com apresentações musicais, performances, poesia e animação de bonecos.
A programação é aberta à comunidade e traz uma variedade que se propõe a agradar os gostos mais diferenciados. O coordenador de eventos da Fundart, Jorge Lee, diz que em 2005, a idéia é envolver cada vez mais a população nos projetos e eventos da cidade.
“A participação da comunidade é muito importante, precisamos movimentar a vida cultural e social do cidadão ubatubense”.
Anote na sua agenda e não deixe de comparecer!

Quarta – Feira – 16.02 – 21h00.
Musical
Balaio De Gato – O Trio.
Reggae, Rock E Mpb.

Sexta-Feira – 18.02 – 20h00.
Cine Clube
“Deus É Brasileiro”
Ano De Produção: 2003.
Direção: Carlos Diegues.
Com: Antonio Fagundes, Paloma Duarte, Walmar Moura E Grande Elenco.

Sábado – 19.02 – 20h00.
Posse Da Presidência E Dos Grupos Setoriais.
Quarta – Feira – 23.02 – 20h00.
Noite Do Chorinho.
Música Instrumental “Olho D’água”.

Sábado – 26.02 – 20h30.
Serestas E Seresteiros.

Domingo – 27.02 – 16h00.
Cine Clube
“Lisbela E O Prisioneiro”
Ano De Produção: 2004.
Direção: Guel Arrais.
Com: Débora Falabela, Selton Melo E Grande Elenco (Fonte: Imprensa Livre)


Ação Litoral
 
Artigo Topo

A DISCUSSÃO sobre a dissolução da COMTUR deve ir um pouco mais além...
Patrícia Ortiz

É um fato verdadeiro, que a Companhia Municipal de Turismo de Ubatuba, empresa de capital misto, criada em 1990, em seu histórico enfrentou sérios problemas decorrentes de eventuais irregularidades que ocorreram em algumas de suas gestões administrativas.
O atual Prefeito Eduardo César, vereador em 2002, foi um dos principais promotores da CPI da COMTUR na Câmara de Vereadores, e entendemos que o mesmo estava cumprindo com excelência o seu papel no poder legislativo, na fiscalização das instituições públicas municipais. O relatório, produto final da CPI, com as irregularidades da COMTUR apuradas foi encaminhado ao Ministério Público. A justiça é o órgão adequado para julgar e punir os responsáveis por eventuais irregularidades praticadas em gestões anteriores da COMTUR.
Resultado dessas irregularidades, aliadas ao descaso do poder público municipal e muitas vezes também, ao desconhecimento dos administradores e contadores de que estavam gerindo uma empresa pública com o ônus e responsabilidade que são comuns a qualquer S/A.
A COMTUR apresenta hoje dificuldades, que se administradas de forma transparente, profissional e séria, como estamos fazendo, podem ser superadas. Mesmo sem muitos recursos a COMTUR, desenvolveu projetos para o turismo da cidade (Natal, Show Pirotécnico de Reveillon, Decoração de Carnaval são as mais recentes iniciativas da COMTUR...), em cumprimento de seus objetivos estatutários. Mas isso já foi objeto de outras matérias jornalísticas e não acreditamos que resolverá detalharmos novamente aqui.
O que pode ser feito com a COMTUR? Não existe milagre, a fórmula nos parece bastante simples, e construída com muito trabalho, idealismo e dedicação de todos os atores envolvidos. Parte das dificuldades podem ser superadas a curto prazo, ou seja, com ações que dependem exclusivamente de vontade política e técnica. A médio prazo, com ações que envolvam desde re-adequações e modernização na legislação da empresa até planejamento e desenvolvimento de projetos, objetivando o fomento do turismo em baixa temporada, envolvendo as várias instituições públicas e a comunidade de Ubatuba. A longo prazo será possível o pagamento do passivo (impostos, ações, etc), gerado pelas questões explicitadas em parágrafo anterior.
Tenho certeza que os moradores de Ubatuba, que pagam seus tributos municipais não gostariam de ver seus recursos sendo destinados a pagamento de dívidas de outras instituições públicas que podem arrecadar sua própria receita.
No cenário nacional, com a cultura da impunidade, do clientelismo, da corrupção, do beneficiamento de grupos específicos, não raro presenciamos a estruturação de CPIs, propostas pelo poder legislativo, e menos raro ainda, são de fato apuradas irregularidades, em nossas inúmeras empresas públicas. Com certeza (e ainda bem), o fechamento ou dissolução de nossas empresas públicas, não é e nem precisa ser a única opção de nossos governantes, principalmente em um país democrático.
A discussão dos rumos da COMTUR é saudável e imprescindível, inclusive para a própria empresa, que necessita de modernização e re-adequações em seu "modus operandi". Com o inicio de uma nova gestão municipal nos parece bastante pertinente esta preocupação. A dissolução (fechamento) da empresa é apenas mais uma das variáveis a serem analisadas. Isso deve ser feito com responsabilidade, planejamento e de forma democrática.
Não foi feito assim, infelizmente. Temos observado que a conduta do prefeito nos quer parecer uma ação de retaliação, pois em dezembro ele pretendia desrespeitar o final do atual mandato, tentando colocar um de seus "apadrinhados" na direção da empresa, cumprindo exatamente aquilo que alega que deveria ser extinto na Comtur, na matéria publicada esta semana no jornal Vale Paraibano e Litoral Virtual, que "a COMTUR está sempre sendo ofertada como brinde de campanha".
Como a atual direção da COMTUR não cedeu as pressões, exercidas principalmente no dia 31 de dezembro, e não conversadas claramente durante o período de transição com o Conselho de Administração e Diretoria atual. Após inúmeras tentativas infrutíferas, o chefe do executivo tentou inviabilizar a empresa por meio de um decreto ("001" de 1/1/05 que revoga o decreto 3701/2001), cancelando não só a cobrança de estacionamento regulamentado mas também, aparentemente "sem perceber ", todas as outras atividades desenvolvidas pela empresa, entre as quais está a entrada e circulação de ônibus e vans de turismo no município, sem qualquer estudo, planejamento prévio e discussão com os envolvidos.
Os efeitos deste decreto foram suspensos por meio de uma medida liminar em mandado de segurança impetrado pela COMTUR.
Agora este nos quer parecer o terceiro "round" de uma tentativa desesperada de impor uma decisão autoritária "goela abaixo" de uma empresa que paulatinamente vem se recuperando por meio de uma gestão séria, honesta, que priorizou o saneamento da mesma, de acordo com aquilo que o nosso Chefe do Executivo Municipal, também diz ser sua vontade e rumo.
Incoerências a parte, esperamos que não seja ainda ressuscitada a "XTUR", se a memória ainda não me falha, proposta pelo carnavalesco "Boi de Parintins" que a trouxe como "receita milagrosa".
Parece que agora vai ser a "YTUR", imaginária proposta de reforma administrativa municipal para o nosso sistema de turismo. Em nossa opinião, a credibilidade do turismo, não está em abertura de novas instituições. Está na vontade política, no trabalho técnico, no empreendedorismo de nossa iniciativa privada, no planejamento, na participação da comunidade, nas parcerias institucionais e em nossas ações continuadas com o objetivo de desenvolver um trabalho sério.
Nossas empresas públicas (de todo e qualquer tipo) infelizmente poderão sempre ser utilizadas como ferramentas para fins "outros".
Devemos dar conta primeiro do que temos. Ser responsáveis, íntegros, transparentes, humildes e competentes. Entendermos o que é a COMTUR, a SETUR e a FUNDART, estabelecermos a política de turismo que as envolverão e planejar as ações conjuntas com os atores sociais. Se trabalharmos o tempo todo disputando "pseudo realizações" de nossas também "pseudo instituições", pouco estruturadas, não chegaremos a nenhum lugar. Elas já tem uma unidade própria, mas mais importante que isso é construirmos a unidade conjunta, resultando a nossa "cara", a nossa identidade, resgatando inclusive nossa credibilidade.
Cada um de nós pode até ter boa vontade individualmente, mas isso pouco importa no contexto, na história geral da cidade, da humanidade, do planeta.
Estamos falando do coletivo, da política pública, das instituições com objetivo de nossa melhoria de qualidade de vida. Puxa! isso sempre nos pareceu sério. Não importam aqui nossas "boas" ou "más" vontades pessoais. Lembrei daquele ditado: "De boas intenções, o inferno está cheio..."
Para que o Prefeito não prejudique e tente causar maiores estragos à Empresa, tenho certeza que os cargos de Diretoria estarão a disposição do Conselho Administrativo e Acionistas, no dia 24/02, em Assembléia Geral na sede da COMTUR, convocada pelo mesmo, pois cumpriu um ciclo administrativo, com a entrega de seus documentos ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo,
Ainda acreditamos que o destino de nossas empresas públicas, o desenvolvimento do turismo, nossos modelos de gestão devem ser discutidos amplamente através, no mínimo, de um Conselho de Turismo, e não impostas com medidas autoritárias e com base em desavenças que nos quer parecer agora, pessoais. Porque afinal, a participação foi difundida como eixo principal de campanha do atual Prefeito e o resgate se faz com o que se tem...
Os benefícios associados ao turismo, numa economia bem planejada é conseqüência da coordenação e cooperação dos setores público e privado, os governos devem realizar a infra-estrutura fundamental ao desenvolvimento do turismo, por sua vez a iniciativa privada deve oferecer serviços turísticos de qualidade. Assim o turismo pode trazer benefícios para a comunidade, de ordem econômica, sociocultural e ambiental.

Patrícia Ortiz
Profissional em turismo,
cidadã e moradora de Ubatuba...

Opinião Topo

COMTUR, Problema ou Solução
Herbert Marques


O atual prefeito resolveu por fim a Comtur, empresa de capital misto criada em 1992, tendo como finalidade a exploração ordenada do turismo no município. Imediatamente tornada cabide de emprego, a Comtur nunca chegou a cumprir seu papel, mas tenham certeza, fez muita gente ganhar seu dinheirinho não muito honesto, e muito político angariar votos pelos favores prestados para uns e outros. Por outro lado é uma instituição que para ser extinta, conforme palavras do próprio prefeito, será submetida a ampla consulta da sociedade, mesmo que essa consulta se restrinja tão somente a uma Assembléia Extraordinária da Diretoria para decretar sua extinção. Lembremos aqui que o Poder Público Municipal detém 51% das ações da Empresa.
Extinta ou não, há de se perguntar: Quem pagará a conta de seu passivo, conforme declaração oficial do executivo, nada pequeno? Em caso de resposta evasiva, que certamente se traduzirá em seu pagamento pelo erário do município, é possível trazer à público o balanço dos últimos cinco anos? É possível colocar a disposição do público toda a contabilidade nesse mesmo período para que possam, organizações não governamentais, fazerem análise e denunciar eventuais desvios ou má versão do dinheiro aos órgãos competentes? Não é pedir muito cumprir uma obrigação sem tergiversação.
Já se foram os tempos em que irresponsabilidade, imoralidade e negligência eram comportamentos impuníveis. Hoje, o administrador público responde, ou deve responder, diretamente ao contribuinte e a sociedade como um todo, pelos atos praticados. Para isso, conta-se com a vigilância do Ministério Público e principalmente, das organizações criadas pela própria sociedade para esse fim.
Com a palavra o UBATUBA VIVA.
Com essa advertência, talvez seja mais prudente não extinguir a Comtur, mesmo porque o risco de sobrar para muita gente é inevitável. Talvez uma reformulação seja possível para que possa transformar a empresa em órgão eficiente ao desenvolvimento turístico da cidade. Existem centenas de exemplos bem sucedidos por esse Brasil afora, mesmo porque não se confunde atividade de uma empresa de turismo com uma Secretaria de Turismo. É tão somente uma questão de gestão e planejamento de cada uma.
De qualquer forma, vejamos o destino que será dado a empresa que tanto já se falou e que tanto ainda há de se falar.

Herbert Marques
Ubatuba, SP

Carta do Leitor Topo

Singela opinião ao Sr. "Corsino" - Caro Senhor Corsino, com todo o respeito que o Sr. merece, deixo aqui minha sincera opinião a respeito de seu texto anterior “Caminhos para o resgate”.
Mas uma vez EU vejo um ato de desespero de um ex-comissionado... e sem dúvida nossos leitores e munícipes lembram que este mesmo Sr. era um dos mais críticos ao governo passado, e sem mais nem menos um cargo de SECRETÁRIO da EDUCAÇÃO o fez esquecer das criticas e defender com unhas e dentes o até então ADMINSTRADOR PAULO ERRAMOS.
É Senhor Corsino mais uma vez criticando! Será que mais uma vez, quer ser Secretário? Não, espero EU que não. Para o RESGATE DE UBATUBA precisamos dar novos ares a Ubatuba, e sem dúvida nosso Prefeito Eduardo Cesar e nosso Vice Domingos dos Santos, não vão querer repetir os erros da Administração passada!
Mas continue criticando, pois isso é importante para o desenvolvimento e para uma política mais séria.

Rodrigo Jorge Silva
Ubatuba, SP


Ubatuba de Fé - Não é difícil ver a radiografia da nossa sucessão de erros e equívocos. Uma cidade com tanto potencial, inerte. Não se desenvolve. Não cresce. Só incha.
São centenas de oportunidades de melhoras perdidas pelos mais diferentes motivos. O maior deles é o oportunismo barato dos saqueadores das boas intenções de seu povo, que a todos acolhe e, em todos acredita. Dos "Uba- Show" aos mais recentes cantos de sereia, tem sido enganado. A vantagem deste povo é a fé. Ela, não "costuma" falhar . Vamos em frente!

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP


Taxa Ambiental - Sou morador e cidadão de Ilhabela há 12 anos. Sou contra essa cobrança ambiental. Primeiro ja temos imposto demais, e o direito de ir e vir, que está na constituição vai por água abaixo. Só uma pequena elite terá o direito de conhecer esse paraiso. Se a prefeitura quer gerar mais dinheiro, é facil até de mais. Corta os gastos. Tenho certeza que não vai comprometer o orçamento. Quanto a Fernando de Noronha é um caso a parte.
agradeço...

Jansen Verzola
Ilhabela, SP

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br
O envio de foto caracteriza autorizada a sua publicação e identifica o remetente como autor.

Ilhabela-SP

Ilhabela - Adriano Pellegrino


Amanhecer
 ©Adriano Pellegrino


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor