Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 14 de abril de 2005 - Nº 1260 Edições Anteriores

Litoral Virtual Inteligraph

Região
-


Caraguatatuba
Federação Paulista de Down Hill visita Morro do Santo Antônio
Teatro Mario Covas apresenta Inventa-Desinventa com sua fórmula mágica para crianças
Caraguá urbaniza novo trecho da orla
Caraguá homenageia pescadores artesanais do Litoral Norte
Funcionários da Fundacc fazem curso de Prevenção e Combate a incêndios
Prefeitura refaz serviços após as chuvas
Judoca é vice-campeão no Circuito Shihan
Final de futebol acontece no aniversário de Caraguá
Programação Caraguá ”148 anos”


Ilhabela
Fórum de Ilhabela reforça segurança
Ronyon Silva participou do 4º Festival de Vela de Rio das Ostras


São Sebastião
Desalojados em São Sebastião protestam contra prefeitura
Interdição de barreira pelo DER prejudica caminhoneiros da Costa Sul
Famílias desabrigadas fecham Centro Comunitário da Topolândia
Grupo discute questões sobre resíduos sólidos
São Sebastião recebe Etapa Paulista do Campeonato Brasileiro de Surf Amador
São Sebastião irá sediar 2ª Etapa do “III Circuito Shihan”
Vagas para médicos


Ubatuba
Prefeitura faz balanço dos 100 primeiros dias de governo
Secretária de Habitação de São José fala em Ubatuba sobre congelamento
Defesa Civil do Estado faz avaliação de áreas castigadas pela chuva
Giasone Publicidade desenvolve o projeto Ruas da Cidade

Seções
Artigo
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Litoral Norte -

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá BIL -= Bolsa de  Imóveis do Litoral Salete

Federação Paulista de Down Hill visita Morro do Santo Antônio
Down Hill será mais uma atração em Caraguá no mês de junho.

Caraguatatuba - O diretor da Federação Paulista de Down Hill, João Diogo, e uma equipe de ciclistas fizeram uma visita técnica no Morro de Santo Antônio, em Caraguá, nesta quarta-feira, dia 13, para avaliar as condições da trilha onde será realizada a 3ª etapa do Campeonato Paulista de Down Hill, nos dias 25 e 26 de julho.
A equipe experimentou a trilha e também tirou fotos do local. Segundo João Diogo, a trilha recebeu algumas adaptações para a prática do Down Hill. Ele disse que o campeonato deverá atrair este ano mais de 180 pilotos. “O número de competidores em Caraguá vem aumentando; em 2003, tivemos a participação de 117 pilotos e em 2004, 155 competidores. O campeonato vem crescendo a cada ano porque o local é muito bonito e próximo da capital”.
A prefeitura de Caraguá apóia a realização do campeonato no município. Para o diretor de Turismo, Gilson Gabrera, o Down Hill é uma das modalidades de esportes radicais que a secretaria de Turismo quer incentivar na cidade. "Os esportes radicais e o ecoturismo são parte de um segmento turístico interessante para o município, pois independem das condições climáticas e está livre da sazonalidades pois podem ser praticados em qualquer época do ano". Segundo Cabrera, a Setur quer criar no município locais adaptados e com estrutura para a prática dos esportes radicais e do ecoturismo, como o arvorismo, a tiroleza e outras que deverão merecer a atenção da secretaria.
As inscrições para a 3ª etapa do Campeonato Paulista de Down Hill já estão abertas para as diversas categorias, ao todo onze: elite feminino, juvenil, junior, sub 30, máster A, master B, master C e outras. Mais informações pelos sites www.amigosdabike.com.br , www.bikezone.com.br , www.dhbrasil.com.br ., ou com João Diogo pelo telefone (11) 9912-1349. (Fonte: Fundacc)

Teatro Mario Covas apresenta Inventa-Desinventa com sua fórmula mágica para crianças
Crianças e adultos vão mergulhar no mundo infantil onde os monstros são transformados em amigos. Inventa-Desinventa é uma viagem que resgata nosso tesouro mais precioso, nossa possibilidade de inventar e desinventar, nossa capacidade de criar.No Teatro Mario Covas, no dia 17, domingo. Imperdível.

Caraguatatuba - O Teatro Mario Covas apresenta no dia 17 de abril, domingo, às17 horas, o espetáculo infantil Inventa Desinventa, de Claudia Vasconcelos, direção de Juca Rodrigues, fazendo parte da programação dos 148 Anos de Emancipação Político -Administrativa de Caraguatatuba. No elenco, Rodrigo Ramos, Juca Rodrigues e Vanessa Bruno.
Rodrigo Ramos, ator iniciado nas Oficinas Culturais da Fundacc, é quem traz para Caraguá o espetáculo “Inventa Desinventa”. Em São Paulo nos últimos cinco anos, trabalhou ao lado de Thiago Lacerda, Maria Fernanda Cândido em “O Evangelho”, de Saramago; e foi realizou trabalhos com Celso Frateschi, Roberto Lage, José Possi Neto e Antunes Filho.
Inventa-Desinventa é uma fórmula mágica que ensina as crianças a não sentir medo. É possível que a criança supere o medo? É possível que dê conta de suas inseguranças a partir de seus próprios recursos? Inventa-Desinventa é uma história que responde a estas questões com um grande SIM. A criança pode vencer o medo, e apelando unicamente para seu imaginário.
Inventa-Desinventa conta a viagem de uma criança por seu mundo interior, povoado - como o mundo de todas as crianças - por seres fantásticos e arquetípicos. Nesta viagem encontra a fórmula mágica, que deve entoar nos momentos de perigo a fim de superá-los. A fórmula é 'inventa-desinventa, desinventar é inventar uma coisa no lugar de outra'.
De aventura em aventura, a criança não apenas supera o medo, através da fórmula, mas revela para si mesma aquilo que possibilita vencer todos os tipos de problema: a criatividade. E provoca: quantos desses medos e problemas não passam de invenções?
Inventa-Desinventa, portanto, é uma viagem que resgata nosso tesouro mais precioso, nossa possibilidade de inventar e desinventar, nossa capacidade de criar.
Para aprender a fórmula, Teodoro passou por muitas aventuras. Enfrentou monstros e fantasma, conheceu uma "saci perereca" e ficou amigo de um homenzinho muito esquisito. Agora Teodoro vai ensinar para você a fórmula mágica. Um, dois, três: Inventa-Desinventa!
Inventa-Desinventa estreou dia 12 de junho 2004 no Centro Cultural São Paulo, sala Paulo Emílio Salles Gomes. Lá cumpriu temporada de um mês. O espetáculo esteve também em cartaz no Teatro Cacilda Becker e no Teatro Humbolt e apresentou-se no Sesc Santo Amaro.
Ator Rodrigo Ramos em Caraguá - Esse espetáculo traz de volta aos palcos de Caraguatatuba o ator Rodrigo Ramos Guimarães, que iniciou sua carreira em teatro na FUNDACC - Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba - em 1996, atuando nos espetáculos
“Perdoa-me Por Me Traíres” de Nelson Rodrigues, direção Carlos Palmer, “O Grande Amor de Nossas Vidas” de Consuelo de Castro, direção Roney Rissely
e “O Que Fazem os Vaga-lumes de Dia?” textos de Luis Fernando Veríssimo dirigidos por Leon Berenstein.
Trabalhou como ator e assistente de direção de Leon Berenstein no Concerto Água-Viva Coral e dirigiu o “Arco-Íris da Esperança” de Andréa Tuffi, espetáculo infantil de educação e conscientização ambiental, misturando circo, teatro e manipulação de bonecos.
Em São Paulo desde 2000, participou como ator, de “Bonitinha Mas Ordinária” na Oficina de Tragédias Cariocas, coordenada por Cibele Forjaz.
Esteve envolvido por mais de dois anos no Ágora CDT – Centro para Desenvolvimento Teatral, fundado por Roberto Lage e Celso Frateschi onde trabalhou em “Ufa, Que Perigo!”, espetáculo censura-livre de Augusto Francisco, fruto de uma pesquisa sobre o conceito de signo gestual e verbal dirigido por Roberto Lage e também em “A Porta e O Muro” texto de Getúlio Alho, direção
Juca Rodrigues para o Projeto Dramaturgia – Ágora Metrópolis, Século XXI.
Em 2003 atuou no espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus Cristo” de Maria Adelaide Amaral baseado no livro homônimo de José Saramago, sob direção de José Possi Neto, com Tiago Lacerda, Maria Fernanda Candido, Celso Frateschi e grande elenco.
Na televisão fez participação especial para “Turma do Gueto” exibido na TV Record. Em cinema participou de dois curtas- metragens em 16 e 35mm.
No ano de 2004 trabalhou nos espetáculos “Os Justos” de Albert Camus, direção de Robertp Lage e “Inventa – Desinventa” de Claudia Vasconcellos, com direção de Juca Rodrigues.
Também em 2004 e 2005 participou do CPT – Centro de Pesquisa Teatral, coordenado por Antunes Filho, onde cursou Introdução ao Método do Ator, atuando e dirigindo cenas de sua autoria.
Inventa-Desinventa - Teodoro, sua irmãzinha Iara e o amigo Raimundo estão em casa, numa noite de chuva e trovões. Por mais que Raimundo e Iara tentem tranqüilizá-lo, Teodoro sente medo. Medo do escuro, medo da chuva, um medo indefinido que não sabe explicar. É dentro do sonho que resolve seu medo. Teodoro faz uma viagem pelo mundo dos sonhos, tendo como guia o sempre apressado Não-monstro (homenzinho muito esquisito) e uma Fada malandrinha. Teodoro passa por muitas provas, enfrenta o monstro da meia-noite e o monstro cosquento; trava contato com uma saci perereca; conhece o intrigante casal chorão, dois camponeses que roubam a própria plantação; vence um fantasma; e assiste encantado ao desenrolar da história de um cientista que só sabe inventar coisas horrorozinhas.
Teodoro, em meio a tantas aventuras, descobre que é ele mesmo que inventa seus medos, que inventa monstros e fantasmas, e que só ele pode desinventá-los. Seguindo a fórmula "inventa-desinventa, desinventar é inventar outra coisa no lugar", Teodoro inventa no lugar de seus medos muitas surpresas para si mesmo e para os espectadores. Regressando de seu sonho, já não sente medo da chuva nem de nada, e comemora com Iara e Raimundo sua alegria. (Fonte: Fundacc)

Caraguá urbaniza novo trecho da orla

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguatatuba, José Pereira de Aguilar (PSDB), anunciou ontem investimento de R$ 1,4 milhão para a primeira fase da pavimentação de 3 quilômetros da orla marítima. A obra engloba o trecho entre a ponte do Rio Lagoa e o Terminal Turístico das Flexeiras. A licitação será aberta na próxima semana.
Segundo Aguilar, inicialmente, será pavimentada uma pista, com 8 metros de largura e 3 quilômetros de extensão, que, além de beneficiar vários bairros, também servirá como rota alternativa ligando o centro à região sul do município. A obra deverá ser concluída em seis meses.
Aguilar tenta obter do Estado, por meio do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias), mais R$ 2,5 milhões para fazer a segunda etapa, que contará com segunda pista, drenagem, iluminação e urbanização.
A obra irá beneficiar, principalmente, o bairro Jardim das Colônias, onde estão instaladas 42 colônias de férias de sindicatos paulistas.
A pavimentação irá permitir à prefeitura a implantação de uma linha circular ligando o Terminal Turístico ao centro da cidade, reivindicada pelos turistas de um dia.
MELHORIA - O diretor da Colônia de Férias do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco, Frutuoso Bispo, disse ontem que a obra era reivindicada havia muitos anos pelos moradores e frequentadores da região sul. "A obra irá valorizar a orla, melhorar a segurança e facilitar o acesso dos moradores ao centro", disse.
Com a obra neste trecho, praticamente toda a orla marítima da cidade estará pavimentada. A urbanização da orla da cidade teve início em 97 com a duplicação de 2,5 quilômetros da avenida Arthur Costa Filho. Em 2000, a prefeitura pavimentou outros 2,5 quilômetros da avenida Geraldo Nogueira da Silva. VALE

Caraguá homenageia pescadores artesanais do Litoral Norte

Caraguatatuba - No dia 20 de abril, a praça do Camaroeiro, que será denominada “Benedito Joaquim do Nascimento”, (o Sr. Bidico, antigo pescador do bairro) receberá um monumento em homenagem ao pescador artesanal do Litoral Norte. A inauguração da praça e do monumento, acontecem a partir das 10 horas.
A obra, uma iniciativa da Fundacc e da Prefeitura Municipal, representa o pescador artesanal de todo o Litoral Norte e está sendo produzida pelo artista plástico e designer Fernando Braun. Com 7,20m de altura e 5,40m de comprimento, a obra em aço carbono galvanizado a fogo, será instalada numa base em concreto que levará os pavilhões e brasões dos quatro municípios do Litoral Norte.
“Um pescador puxando a rede, numa canoa a pano. Essa imagem remonta o passado quando os pescadores voltavam da pesca em suas canoas a remo, com suas velas içadas, de volta a suas casas e às suas famílias, com o seu sustento retirado do mar. Nessa homenagem que prestamos ao pescador artesanal estamos valorizando, revitalizando e homenageando a cultura caiçara, os saberes que essas pessoas detém, e que são transmitidas de geração a geração” comenta Eloiza Antunes, presidente da Fundacc.
Fernando Braun é paulistano e vive desde 1999 em Caraguatatuba, mas desde criança descia a serra com a família para as férias. Em 12 anos de trabalho, já teve obras expostas em Paris, Washington e Berlim; realizou salões de arte em Caraguatatuba, Peruíbe, Campos do Jordão, Amparo, Ilhabela, e em São Paulo, realizou a exposição “Vera Cruz - Um Sonho Paulista” no MUBE – Museu Brasileiro de Escultura com 20 artistas, entre eles, Aldemir Martins.
“Busquei transmitir a natureza rústica e a força; e ao mesmo tempo toda a simplicidade e a leveza do pescador nesta obra em aço. Não tem acabamento refinado para não alterar a imagem do caiçara natural. Sinto-me muito honrado por essa oportunidade de fazer esse monumento, ainda mais sendo em homenagem ao pescador artesanal da região” - finaliza Braun. (Fonte: Fundacc)

Funcionários da Fundacc fazem curso de Prevenção e Combate a incêndios

Caraguatatuba - Os funcionários da Fundacc - Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba receberam no dia 8 de abril, certificados de conclusão do curso Brigada de Incêndio – Prevenção e Combate a Incêncios. O curso, ministrado pelo 2º Sargento PM Barbosa do 11º Grupamento de Bombeiros – Posto Caraguatatuba abordou técnicas de prevenção e combate a incêndios e foi realizado em março deste ano. Participaram funcionários do Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos, Fundacc,Teatro Mario Covas e também a equipe técnica que atende a todos os prédios da instituição.
Está sendo agendado um segundo módulo também ministrado pelo 11º Grupamento de Bombeiros, contendo primeiros socorros para os funcionários. (Fonte: Fundacc)

Prefeitura refaz serviços após as chuvas
A Secretaria de Serviços Municipais teve que reprogramar serviços de nivelamento em 1.174 ruas não pavimentadas do município

Caraguatatuba - A Secretaria Municipal de Serviços Públicos está refazendo os itinerários das linhas de ônibus nos bairros Morro do Algodão, Balneário Golfinhos, Martin de Sá, Cidade Jardim, Jardim Gaivotas e Tabatinga, desde o último dia 8, em função das fortes chuvas dos dias 23 e 24 de março, principalmente as dos dias 4 e 5 de abri.
“Tivemos que recomeçar os serviços que estávamos realizando, pois as chuvas causaram estragos nas ruas que já estavam prontas. Estamos reprogramando as 1.174 ruas não pavimentadas do município”, disse o secretário Antonio Carlos Roberti Costa.
O secretário informou que foram reiniciados os serviços de nivelamento nos bairros Jardim Gaivotas, Morada do Mar e Jardim Britânia.
A etapa seguinte inclui os bairros Jardim Tarumãs, Morro do Algodão, Balneário Golfinhos, Barranco Alto, Vapapesca, Balneário Havaí, Jardim do Sol, Verdemar, Jardim Iatúna e Jardim Jaqueira.
A estimativa do secretário de Serviços Públicos, Antonio Carlos Roberti Costa, é de finalizar o ciclo até 1º de julho. (Fonte: PMC)

Judoca é vice-campeão no Circuito Shihan

Caraguatatuba - O atleta de Caraguá, Arthur Zumbano, foi o vice-campeão na primeira etapa do Circuito Shihan de Judô 2005, que aconteceu no último domingo, dia 10, em São José dos Campos, com a participação de judocas do Vale do Paraíba, São José dos Campos, São Sebastião e Ubatuba. O atleta que luta pelo município de Ubatuba, foi campeão em 2003 e 2004, na categoria Sênior Super Ligeiro.
Arthur Zumbano este ano irá disputar o circuito na Sênior Ligeiro, uma acima das disputadas nos anos anteriores. A segunda fase do Circuito Shihan acontece em São Sebastião no dia 1º de maio. Arthur Zumbano é atleta do programa bolsa-esporte das Faculdades Integradas Módulo e está no quinto semestre do curso de Educação Física. MODULO

Final de futebol acontece no aniversário de Caraguá
A final do Campeonato de Futebol de Campo “Aniversário da Cidade” contará com a presença do prefeito Aguilar e autoridades, dia 20, a partir das 14h, no CEMUG

Caraguatatuba - O Campeonato de Futebol de Campo “Aniversário de Cidade” terá a final no dia 20, quarta-feira, dia em que será comemorado o aniversário de 148 anos da cidade. O evento acontece no CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves).
A primeira competição acontece às 12h, com disputas entre as equipes G.R. Rio do Ouro e Esporte Clube Barranco Alto, que disputarão a terceira colocação no campeonato. Às 14h, a equipe Beira Mar Coloniano enfrenta a equipe A.A. Corinthinhas, na briga pelo primeiro lugar no campeonato.
A cerimônia de premiação está prevista para as 16h, com presença confirmada do prefeito Aguilar e do secretário de Esportes e Recreação, Nivaldo Alves, dos diretores, Luiz Cláudio e Renato Aguilar, além de autoridades municipais que também foram convidadas para o evento.
A premiação será de troféus e medalhas para os três primeiros colocados. (Fonte: PMC)

Programação Caraguá ”148 anos”

17/04 (domingo)
10h - Encerramento da Regata de Vela - Praia Tabatinga.
17h – Peça Infantil "Inventa, desinventa"- Teatro Municipal Mário Covas.

19/04 (terça-feira)
10h30min – Inauguração das Instalações do 2º Distrito Policial de Caraguatatuba – Massaguaçu.
19h - V Torneio Paulista de Basquete sobre Rodas - CEMUG.

20/04 (quarta-feira)
6h – Alvorada –Aruan - Banda Municipal Carlos Gomes.
8h – Hasteamento dos pavilhões / Desfile Militar – MACC.
8h 30 min - Inauguração do Sistema de Climatização e Sonorização e abertura da exposição Bendito Fruto de Rafael Costa - MACC.
8h45min - Lançamento do Projeto de Urbanização da praia do Indaiá (trecho Rio Lagoa às Colônias de Férias) – MACC.
9h – Caminhada pela Paz – Trajeto: Macc Camaroeiro -
Cúria Diocesana de Caraguatatuba - Traje: Branco.
10h – Nominação da Praça “Benedito Joaquim do Nascimento”- Homenagem ao pescador artesanal do Litoral Norte – Camaroeiro.
11h – Inauguração do Núcleo Integrado de Atendimento Social - Secas / Fundo Social/ Governo do Estado de SP e Federal – Porto Novo.
16h - Final e Premiação do Campeonato "Aniversário da Cidade" - Centro Esportivo.
16h às 20h – Brinquedos e recreação para as crianças/ gincanas/atividades para a melhor idade – Atividades da Secretaria Municipal de Esporte - Praça de Eventos.
17 às 19h - Voley adaptado para terceira idade - Praça de Eventos.
17h – Missa em comemoração ao aniversário da cidade – Igreja Matriz.
18h30min – Inauguração da Iluminação na Avenida rio Branco – Poiares.
19h - Apresentação de dança - projeto “Água Fonte da Juventude” – Secretaria Municipal de Educação – Praça de Eventos.
19h - Inauguração da Iluminação na Rodovia Castelo Branco – Sumaré
19h30min - Abertura Feira do Livro – Livraria Nobel – Hall TMC.
20h - Apresentação “Contos de Areia” –Corpo de Baile, Água Viva coral e Teatro Experimental – Realização: Fundacc - Teatro Municipal Mário Covas.
20h - Apresentação de dança - Cia Alma - Praça de Eventos.
21h – Show João Marcos e Juliano – Praça de Eventos.
22h - Banda High Fly - Praça de Eventos.
23 h - Show Gian & Giovani – Praça de Eventos.

21/04 (quinta-feira)
9h às 11h – Brinquedos para as crianças das escolas municipais e estaduais – Secretarias de Educação e Esporte - Praça de Eventos.
10h – Prova Pedestre “Aniversário de Caraguatatuba” - Secretaria Municipal de Esportes – Praça de Eventos
16h às 20h – Brinquedos e recreação para as crianças/ gincanas/ filmes educativos/ atividades para a melhor idade/ exposições e avaliação médica e dentária/ tendas dos projetos sociais – Atividades das Secretarias Municipais e Fundacc - Praça de Eventos.
17h e 18h - Apresentação de esquetes / Fundacc - Praça de Eventos.
18h30min – Apresentação do Coral Água Viva – Praça de Eventos.
19h - Apresentação de dança - projeto “Água Fonte da Juventude” – Secretaria Municipal de Educação.
19h 30min - Apresentação do Corpo de Baile /Fundacc - Praça de Eventos.
20h às 21h - Apresentação de dança - Cia Alma - Praça de Eventos.
21h - Apresentação da Banda Sinfônica da Polícia Militar -
Teatro Municipal Mário Covas.
22h – Show Gospel – Praça de Eventos.
E também:
Feira do Livro – Livraria Nobel – Hall TMC.

22/04 (sexta-feira)
9h às 11h – Brinquedos para as crianças das escolas municipais e estaduais – Secretarias de Educação e Esporte - Praça de Eventos.
16h às 20h – Brinquedos e recreação para as crianças/ gincanas/ filmes educativos/ atividades para a melhor idade/ exposições e avaliação médica e dentária/ tendas dos projetos sociais – Atividades das Secretarias Municipais e Fundacc - Praça de Eventos.
17h e 18h - Apresentação de esquetes / Fundacc - Praça de Eventos.
19h - Apresentação de dança - projeto “Água Fonte da Juventude” – Secretaria Municipal de Educação.
19h 30min - Apresentação do Corpo de Baile /Fundacc - Praça de Eventos.
20h - Apresentação de dança - Cia Alma - Praça de Eventos.
21h – Show Pedrinho Mattar - Teatro Municipal Mário Covas.
21h 30min – Show Mara Amaral e Banda – Praça de Eventos.
22h 30min – Show banda Apaluza com Julinho Marassi e Gutemberg – Praça de Eventos.
E também:
Feira do Livro – Livraria Nobel – Hall TMC.

23/04 (sábado)
8h - Abertura do campeonato de Hight Fly. Praça Tom Ferreira e Morro do Santo Antônio.
9h às 11h – Brinquedos para as crianças – Secretaria Municipal de Esporte - Praça de Eventos.
10h - Campeonatos esportivos (Skate, futvolei e o de streetball) - Secretaria municipal de Esporte e Recreação – Praça Tom Ferreira.
15h - Amistoso da Seleção Paulista de Master X Seleção Caiçara Master - Centro Esportivo.
16h às 20h – Brinquedos e recreação para as crianças/ gincanas/ filmes educativos/ atividades para a melhor idade/ exposições e avaliação médica e dentária/ tendas dos projetos sociais – Atividades das Secretarias Municipais e Fundacc - Praça de Eventos.
20h - Apresentação de dança - Cia Alma - Praça de Eventos.
21h – Peça “XY - A verdadeira diferença entre os sexos” - Teatro Municipal Mário Covas.
Banda Carlos Gomes – Praça Cândido Motta.
21h - Orquestra de Violeiros - Praça de Eventos.
22h - Baile da Associação Comercial - Espaço Bijus.
23h – Show Canção Nova com cantor Dunga – Praça de Eventos
E também:
Feira do Livro – Livraria Nobel – Hall TMC.

24/04 (domingo)
10h - Encerramento e premiação - Campeonato de Hight Fly.
9h às 18h – Brinquedos para as crianças – Secretaria Municipal de Esporte.
14h às 18h – Brinquedos e recreação para as crianças/ gincanas/ filmes educativos/ atividades para a melhor idade/ exposições e avaliação médica e dentária/ tendas dos projetos sociais – Atividades das Secretarias Municipais e Fundacc - Praça de Eventos.
19h - Apresentação de dança - Cia Alma - Praça de Eventos.
20h - Cristiano Fragoso e Banda - Praça de Eventos.
21h - Show com a banda “Feira Livre” – Praça de Eventos.
21h – Peça “XY - A verdadeira diferença entre os sexos” - Teatro Municipal Mário Covas.
E também:
Encerramento da Feira do Livro – Livraria Nobel – Hall TMC.
29 e 30/04 (sexta-feira e sábado)
21h – Espetáculo "Anéis e Trama" Cisne Negro Cia de Dança - Teatro Municipal Mário Covas. (Fonte: PMC)

Câmara realiza Audiência Pública sobre Orçamento
Debate e explanação abrangem LDO e PPA

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba realiza nesta sexta-feira – 15 de abril e na segunda-feira – 25 de abril, em seu plenário, Audiências Públicas para tratar da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e PPA (Plano Plurianual), às 15 horas. Estes projetos estão diretamente relacionados ao Orçamento do Executivo para 2006.
Estas Audiências Públicas terão a presença certa dos Vereadores e de membros das Secretarias de Finanças, Procuradoria Jurídica e Planejamento da Prefeitura de Caraguatatuba, além da população em geral e da Sociedade Civil Organizada, que foi convidada para o evento. Assim como nas Sessões Ordinárias e Solenes, a entrada é franca e liberada a toda a população que desejar assistir as Audiências Públicas.
Neste evento haverá explanação e debate sobre a LDO e o PPA, que estão relacionados com a LOA (Lei Orçamentária Anual), quando a população ouvirá do Executivo suas pretensões a respeito das obras e investimentos nos próximos 4 (quatro) anos.
Cabe ressaltar o significado destes projetos através de exemplos: PPA (Plano Plurianual) – Prevê o que será feito, de forma genérica, pela Prefeitura nos próximos 4 anos. Exemplo: Construção de Escola no bairro do Pegorelli, na zona sul da cidade; LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) – Fixa o que o PPA citou, com data e origem do recurso. Exemplo: Construção de escola no bairro do Pegorelli para o ano de 2007 com custo estimado em R$ 200 mil e que será feito mediante recursos próprios do Orçamento ou convênio com a Secretaria Estadual de Educação; LOA (Lei Orçamentária Anual) – Apenas cita que haverá a obra. Exemplo: Construção de Escolas R$ 1 milhão. Entre elas está a do Pegorelli que terá custo de R$ 200 mil.
Necessariamente uma obra incluída no PPA não precisa figurar na LDO, pois são pretensões para os próximos anos. Caso a obra conste na LDO, obrigatoriamente ela irá figurar na LOA, mas não chegar a ser feita, mediante justificativa apresentada pelo Executivo.
As Audiências Públicas estão relacionadas a Lei Orgânica Municipal, que obriga a realização de eventos como este quando o assunto for relacionado a finanças ou ao Orçamento Municipal. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Câmara aprova denominações de rua
Presidente advertiu sobre necessidade de Extraordinária

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba discutiu, votou e aprovou apenas os projetos constantes na Ordem do Dia, que tratam da denominação de ruas. A 11ª Sessão Ordinária semanal foi rápida, mas o Presidente Pardim advertiu sobre a necessidade de uma Sessão Extraordinária, visto o grande número de proposituras em trâmite no Expediente.
Ao contrário das sessões anteriores, não houve projetos em Regime de Urgência, o que fez a sessão transcorrer em menos de 45 minutos. As proposituras aprovadas têm a autoria do Vereador Aurimar Mansano (PTB) e denominam de rua Benedito Cláudio de Siqueira a atual rua 12 e de avenida Ezequiel da Silva Barreto a atual avenida 1º de Maio, ambas localizadas no bairro do Porto Novo, na zona sul da cidade.
No Expediente foram lidos e encaminhados às Comissões Permanentes 3 Projetos de Lei. Ainda no Expediente foi discutidos e votados 1 Moção e 8 Requerimentos. Durante o intervalo foram lidas 119 Indicações. O Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba, Vereador Juarez Pereira Pardim (PPS), advertiu os colegas Vereadores da necessidade de realizar uma Sessão Extraordinária, visto o grande número de Requerimentos, Indicações e Projetos de Lei tramitando no Expediente a espera de discussão e votação. A Sessão ainda não tem data para acontecer. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Programa Ação Litoral

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Fórum de Ilhabela reforça segurança

Ilhabela - Três réus presos, acusados de tráfico de drogas, se rebelaram anteontem contra os policiais civis que os escoltavam, provocando tumulto no Fórum de Ilhabela. Familiares tentaram virar uma viatura. A Polícia Militar foi acionada e controlou a situação. Ontem, o juiz Rodrigo Valério Esbruzzi reforçou a segurança no local durante outro depoimento. O juiz afirmou que irá reforçar a segurança no Fórum todas as vezes em que réus presos forem encaminhados para interrogatórios. O presidente da OAB local, Luiz Tadeu de Oliveira Prado, cobrou que as escoltas também sejam reforçadas. (Fonte: ValeParaibano)

Ronyon Silva participou do 4º Festival de Vela de Rio das Ostras

Ilhabela - O evento reuniu 200 velejadores, de várias classes da vela nacional, nos dias 9 e 10 de abril na cidade de Rio das Ostras – R.J.
Na classe Optimist participaram cerca de 70 barcos. O atual Campeão Brasileiro, o velejador ilhabelense Ronyon Silva, que com 15 anos e oriundo do Projeto Navegar de Ilhabela, confirmou o favoritismo vencendo quatro das cinco regatas realizadas, sagrando-se campeão da competição.
Ronyon estará embarcando nesta sexta-feira, 15, para disputar o campeonato Sul-Brasileiro e seletiva, para o mundial 2005 da classe optimist, que acontecerá entre os dias 18 e 24 de abril no Clube Jangadeiros, na cidade de Porto Alegre-R.S.
Ilhabela deseja ao atleta bons ventos! (Fonte: PMI)

Notícias de São Sebastião Topo

Litoral Virtual Superchic

Desalojados em São Sebastião protestam contra prefeitura

São Sebastião - As 13 famílias alojadas no Centro Comunitário da Topolândia, em São Sebastião, fizeram um protesto ontem cobrando melhores condições no local. Eles reivindicam também que a prefeitura encontre um local definitivo para alojá-los.
São cerca de 50 pessoas, entre elas, 22 crianças, moradores do bairro do Olaria, cujas casas foram interditadas pela Defesa Civil, devido ao deslizamento de terra que atingiu o local no dia 24 de março.
Ontem, os desalojados fecharam as portas do centro comunitário, impedindo a entrada dos funcionários da prefeitura e interrompendo as atividades recreativas, esportivas e culturais no local.
"Estamos sendo tratados como porcos. Não podemos lavar nossa roupa, não podemos usar o varal e nem assistir televisão", disse Janaina Aparecida de Almeida, 28 anos, grávida de sete meses, que está alojada com o marido e quatro filhos no local.
Nivaldo Pereira Coimbra, 24 anos, disse que 14 mulheres e as crianças dormem em uma sala do centro comunitário e que os homens estão dormindo no salão, onde acontecem as aulas de ginástica e as atividades culturais do centro comunitário.
"A prefeitura tem que encontrar uma solução definitiva para a gente. Não temos para onde ir, afinal perdemos tudo com as chuvas", disse.
Ivaneide dos Santos, 28 anos, grávida de oito meses, disse que gostaria de estar em um local melhor quando seu filho nascer.
O prefeito Juan Pons Garcia (PPS) afirmou ontem que as famílias terão que deixar o local até o próximo dia 25.
"Estamos aguardando eles apresentarem alternativas para deixarem o local. Não temos como doar casa ou terreno. Poderemos ajudar no transporte, na doação de cestas básicas e até fornecer a mão-da-obra para construção de suas casas", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Interdição de barreira pelo DER prejudica caminhoneiros da Costa Sul

São Sebastião - A interdição do acesso a única barreira existente na Costa Sul de São Sebastião, localizada na rodovia Rio-Santos (BR-101), em Barra do Una (KM - 181), está prejudicando cerca de 50 caminhoneiros. O assunto foi abordado por meio de um requerimento apresentado pelo presidente da Câmara, Wagner Teixeira (PV), durante a última sessão ordinária, no dia 12.
O local, de propriedade da empresa Parâmetro Engenharia e Construtora Ltda, foi fechado pelo DER no último dia 6, sem a apresentação de qualquer documento que justifique a medida. “Quando interditaram a barreira eles alegaram que era necessário a colocação de placas indicando entrada e saída de caminhões”, declara o administrador da Parâmetro, Luís Rogério de Freitas.
Ele também informou que os funcionários do órgão pediram para que a firma aterre a área de decantação existente na área. “Esse local serve para que a terra não vá para a pista”, explica.
A barreira ficou embargada durante quatro meses e voltou a funcionar há menos de um mês, por meio de uma licença de operação parcial concedida pela CETESB, válida até 11 de março de 2.008, ou seja, pelo período de três anos.
“O DER inclusive tem cópia”, afirma Freitas.
A permissão foi emitida a margem da autorização do registro de licença, sob o nº 2.858/2.005, do Ministério das Minas e Energia, de 04/02/2.002, referente ao processo DNPM 820341/04.
No documento, uma das exigências da Cetesb é manter o sistema de drenagem e as bacias de decantação convenientemente limpas de modo a evitar o assoreamento dos corpos d’água ou extravasamento que possa alcançar a rodovia Rio-Santos.
De acordo com o administrador, a barreira tem 92.318 m² e só pode ser utilizado pelos caminhoneiros da Costa Sul, os quais fazem parte da Coopertranss (Cooperativa de Transportes de São Sebastião), criada em 2.003 com o objetivo de unir os autônomos. Conforme explica, o local tem aproximadamente 150mil m³ para explorar o saibro, equivalente a três anos de utilização. Contudo, ele acredita que o tempo possa ser menor devido ao surgimento de pedras.
Segundo Freitas, a interdição do acesso faz com que a categoria seja obrigada a buscar aterro na cidade de Mogi das Cruzes/SP, o que acaba encarecendo o fornecimento do produto ao cliente. “Só que lá a área não é legalizada”, ressalta.
Na última sexta-feira, 8, a categoria resolveu retirar uma parte do bloqueio para que os caminhões pudessem entrar no local. “Um funcionário do DER viu e ligou para o engenheiro responsável pelo fechamento. Ele avisou que iria tomar as devidas providências. Os caminhoneiros ameaçaram jogar a terra na rodovia como forma de protesto. O engenheiro então recuou”, afirma.
A carga retirada na barreira é distribuída entre os bairros de Boracéia e Maresias. Porém, a categoria encontra problemas de transporte no trecho entre Boiçucanga e Maresias devido a uma portaria do DER que proíbe o tráfego de caminhões com dois eixos.
Câmara – A interdição da barreira fez com que o presidente da Câmara, Wagner Teixeira, entrasse em contato com o deputado estadual Alberto “Turco Loco” (PSDB), visando o agendamento de uma reunião com o secretário estadual dos transportes para tratar da questão.
“O DER engessou o município e está impedindo as pessoas de trabalhar. É um órgão ultrapassado que faz a lei do jeito que bem entende, sem conhecer a
geografia da cidade”, critica.
Ele considera um absurdo o departamento bloquear o acesso da única barreira que gera dividendos para os caminhoneiros, em especial os da Costa Sul.
“Todos os envolvidos da construção civil necessitam dessa terra, que é de uma área legalizada, e o DER sem motivo algum vai até o local, coloca guard-rail, e fecha a entrada”, esbraveja Teixeira.
Com relação à portaria que proíbe a passagem de determinados veículos entre os bairros de Camburi e Guaecá, o presidente também reclamou da autuação que
é feita aos caminhões que transportam combustível para Maresias e Boiçucanga.
“Aqui somos divididos entre o DER e outros órgãos que estão tomando atitudes que não deveriam. Isso está gerando transtornos para moradores e comerciantes de Boracéia a Camburi. É um absurdo se deslocar até Mogi. Temos pessoas que vão perder emprego, o que vai prejudicar várias famílias”, reclama Carlos Augusto Senatore (PSDB), o ‘Guto’.
Já a vereadora Solange Rodrigues de Araújo Ramos (sem partido) informou que a rede de esgoto do bairro de Maresias está parada porque o DER proibiu a
passagem do caminhão bate-estaca na rodovia. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Famílias desabrigadas fecham Centro Comunitário da Topolândia

São Sebastião - Cerca de 13 famílias desabrigadas, que estão alojadas no Centro Comunitário da Topolândia, decidiram fechar o local na manhã de hoje, 13, como forma de protesto às condições em que foram submetidos.
O vereador Marcelo Mattos visitou o local para conferir as queixas das famílias. “Está para completar um mês e nada foi resolvido. Vou continuar cobrando do Executivo para que seja dada uma solução o mais rápido possível”, garante.
Segundo os desabrigados, a Prefeitura vem tratando a situação com descaso. “Ninguém nos procura para dar uma satisfação sobre o que vai acontecer com agente”, reclama Janaína de Almeida.
Ela também aponta a ausência de um lugar para lavar roupa e a falta de água potável como algumas das principais dificuldades. “No começo davam água mineral, agora estamos bebendo água da torneira. Não tem leite e nem fraldas para as crianças. Até a televisão o pessoal da Prefeitura veio retirar”, critica Janaína.
A aposentada Maria Aparecida comenta que nunca passou por tanta humilhação. “Não estou pedindo esmola, só não quero com 68 anos levar a vida que estou tendo aqui”, lamenta.
Já o recepcionista Rogério Armando revela que foram oferecidas passagens de ônibus para os desabrigados retornarem às cidades de origem. “Somente dois aceitaram, os demais são moradores antigos que não tem a intenção de deixar o município”.
Mattos acompanhou quatro representantes dos desabrigados ao Paço Municipal, onde se reuniram com o chefe de gabinete da Prefeitura, Emerson Elias, e a diretora de Assistência Social, Ana Margarida.
“As providências estão sendo tomadas, mas é preciso que as famílias entendam que elas devem colaborar, buscando outras alternativas. Não podem ficar de braços cruzados esperando que a Prefeitura faça tudo”, afirma Ana Margarida.
Após a reunião, os desabrigados decidiram liberar a entrada do Centro Comunitário, mas ameaçam novos protestos caso não sejam atendidos.
Entenda o caso - As famílias desabrigadas foram vítimas da forte chuva que atingiu São Sebastião no dia 24 do mês passado. Elas tiveram suas moradias interditadas pela Defesa Civil. Desde então, os desabrigados foram alojados provisoriamente no Centro Comunitário da Topolândia. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Grupo discute questões sobre resíduos sólidos

São Sebastião - O grupo que discute as questões referentes aos resíduos sólidos se reuniu na segunda – feira (11/04), na secretaria da educação de Caraguatatuba para tratar da disposição final conjunta do lixo da região. No primeiro encontro, em 28 de março, já foram determinadas as premissas para orientar a definição da área e a estrutura do Centro Integrado Tecnológico de Tratamento de Resíduos Sólidos (CITTRES), como a redução e reaproveitamento de matéria orgânica, reaproveitamento de recicláveis e disposição adequada de resíduos no solo.
Para a definição do local que abrigará o CITTRES estão sendo reavaliadas as áreas apontadas no Plano Diretor de resíduos sólidos do LN e também as áreas que as Prefeituras tentaram licenciar nos últimos anos. Isso contempla locais em São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba.
Dessa vez, além dos secretários de meio ambiente das quatro cidades e do coordenador do grupo e chefe do departamento de Proteção dos Recursos Naturais e Licenciamento Ambiental do Estado de São Paulo, Sr. João Fusaro e do Gerente regional da CETESB, participaram representantes do jurídico das Prefeituras. Como convidado estava o presidente da Federação Pró-Costa Atlântica, Teo Balieiro, representando a sociedade civil.
O principal assunto da pauta foi o estudo das figuras jurídicas que podem ser aplicadas para viabilizar a instalação e operação do CITTRES. Modelos de contratos e experiências de outras regiões foram analisados para definir como se dará o relacionamento entre as Prefeituras. Formação de uma empresa pública e consórcio intermunicipal foram as principais modalidades analisadas. “O jurídico de cada Prefeitura deve fazer a análise do que será mais rápido e econômico para agilizar o processo”, sugeriu a advogada da Prefeitura de Ubatuba, Michele Barbosa. “Independente do que será adotado haverá a necessidade de se aprovar nas Câmaras Municipais das quatro cidades”, complementou a advogada da Prefeitura de Ilhabela, Cíntia Franco.
O secretário de meio ambiente de Caraguatatuba, Araucy Mansano, defende a terceirização como medida mais rápida e eficiente para implantar e gerenciar o CITTRES. “A prática da administração pública e a Lei de Responsabilidade fiscal mostram que as Prefeituras não têm condições de contratar pessoal e operar uma estrutura dessas. Precisamos de uma solução para o lixo e não mais um problema para as Prefeituras”, disse Mansano.
A próxima reunião será dia 29 de abril. Nesse dia está programado o anúncio do local que abrigará o CITTRES e também será apresentado um relatório que deverá orientar os encaminhamentos para formalização da parceria entre as Prefeituras do Litoral Norte.
Segundo Teo Balieiro, o espírito do grupo está sendo bastante positivo e até agora o entendimento está acontecendo. Vale lembrar que esse grupo tem a atribuição de propor uma solução compartilhada. “Questões imediatas como o transbordo, melhora da coleta seletiva, destinação de restos de poda e resíduos da construção civil é responsabilidade de cada Prefeitura”, concluiu Baliero. (Fonte: PMSS)

São Sebastião recebe Etapa Paulista do Campeonato Brasileiro de Surf Amador

São Sebastião - A praia de Maresias, em São Sebastião (SP), receberá neste final de semana os melhores atletas amadores do país, na segunda etapa do campeonato “Maresia Brasileiro de Surf Amador 2005”. O evento acontece entre os próximos dias 15 e 17 de abril e conta com as categorias Open, Júnior (até 18 anos), Mirim (até 16), Iniciante (até 14), Feminino Open e Feminino Júnior, além da tradicional disputa entre equipes. Cerca de 180 surfistas estão sendo esperados para a etapa.
O circuito é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBS) em parceria com a Prefeitura Municipal de São Sebastião e tem supervisão do Ministério do Esporte e do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). O patrocínio é da Maresia Boardtech. Além deste a esta etapa paulista conta ainda com o co-patrocínio da VI Fiberglass, apoio da Tent Beach, pranchas Wave Star e realização da Federação Paulista de Surf.
Na sexta-feira, primeiro dia, a abertura do evento acontece às 8h30, já as disputas serão iniciadas a partir das 9 horas. Ainda na sexta-feira, a Confederação Brasileira de Surf (CBS) promove a palestra "Arbitragem de surf e novos para a regulamentação desta atividade no Brasil", ministrada por Jordão Bailo Júnior, diretor técnico da CBS. A palestra acontece às 20 horas no Hotel Tambaíba, em Maresias. Os principais assuntos em pauta são as novas regras de arbitragem e suas aplicações no Circuito Brasileiro, a implementação de um modelo diferenciado de postura na arbitragem, idéias para a regulamentação da categoria e formação de profissionais habilitados para a instrução de novos árbitros no Brasil.
No sábado, as competições serão iniciadas às 8 horas e se estendem até às 17h30, no domingo acontece a premiação da etapa para os quatro primeiros colocados que receberão kits da marca patrocinadora, pranchas e blocos.
Os destaques de São Sebastião são os atletas Thiago Camarão, de Juquehy, que corre pela categoria open e Miguel Pupo, que compete na categoria iniciante e mirin. Os dois participaram da primeira etapa do brasileiro que foi realizada no Ceará, onde Thiago ficou em quarto e Miguel em terceiro, em suas respectivas categorias. Miguel Pupo, por exemplo, é uma das grandes promessas, pois é filho do top do Super Surf Wagner Pupo. O talento de São Sebastião é bicampeão paulista iniciante, vice-campeão brasileiro na mesma categoria e no início deste ano faturou o título do Rip Curl Grom Search. O garoto prodígio conta ainda com patrocínios das marcas Ockley, Central Surf, Luciano leão e Ruberstick. O garoto de 13 anos acredita que seu interesse pelo esporte se deu pela influência do pai. “Ele me incentivou desde pequeno e sigo o exemplo dele”, conta. Segundo Miguel existe uma boa expectativa para este final de semana. “Além de aproveitar que estou em casa e conheço bem o mar da região, quero aproveitar boas ondas que estão previstas”, enfatiza o menino que atualmente cursa a oitava série do Ensino Fundamental.
De acordo com a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer de São Sebastião, a administração está empenhada em incentivar a prática do esporte, trazendo grandes competições nesta modalidade para as praias do município, além de fomentar e promover projetos que estejam ligados nesta área como é o caso das Escolinhas de Treinamento da Prefeitura e de apoio a projetos como o “Bom na escola, bom no Surfe”, realizado com alunos da Costa Sul.
Antidoping - A CBS confirma a realização do antidoping na praia de Maresias. Segundo Juca de Barros, presidente da entidade, o exame acontecerá em todas as etapas do circuito. Um atleta é sorteado entre os 24 finalistas da etapa. O regulamento e as substâncias de uso permitido e de uso proibido estão disponíveis na página oficial da Confederação Brasileira (Cbsurf.com.br).
Na abertura do brasileiro, realizada entre 11 e 13 de março na praia do Beach Park, em Aquiraz (CE), o sorteado foi o garoto Ian Gouveia, filho do renomado Fabinho Gouveia, um dos maiores ídolos do esporte no Brasil. O resultado do exame deu negativo e foi anunciado pela CBS na semana seguinte. (Fonte: PMSS)

São Sebastião irá sediar 2ª Etapa do “III Circuito Shihan”

São Sebastião - São Sebastião receberá no dia primeiro de maio, uma das mais importantes competições de judô da região do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Fundo Vale. Trata-se da 2ª Etapa do “III Circuito Shihan”, que acontece no Tebar Praia Clube, à partir das 9 horas e recebe o nome “III Taça Cidade de São Sebastião”. Estima-se receber aproximadamente 30 delegações, somando um total de cerca de mil atletas.
O “III Circuito Shihan” teve início no último domingo, com a 1ª Etapa realizada em São José dos Campos. Dos 20 atletas de São Sebastião que participaram, oito conquistaram o podium entre 1º e 3º lugares. As mulheres mostraram sua força, representadas por judocas como Jéssica Pinto (de 17 anos, da Praia Preta), atleta do programa bolsa-esporte das Faculdades Integradas Módulo,que pegou a segunda colocação na categoria júnior meio médio, ficando atrás apenas da campeã da categoria, também sebastianense, Rose Evangelista de 17 anos, do Guaecá. Jéssica Aparecida (17 anos, da Enseada) também sagrou-se campeã, mas na categoria júnior ligeiro.
A classe masculina também não ficou atrás e conquistou os 2º e 3º lugares com atletas Wilber Cozendey (15 anos, da Enseada) e Diego Vieira (15 anos, de Juquehy), respectivamente. Na categoria juvenil leve, Claudinei Souza (13 anos, de Guaecá), ficou com o segundo lugar. Já Marcelo Nóbrega (25 anos, do Centro) e Douglas Figueiredo (13 anos, da Enseada) ficaram com a terceira colocação nas categorias sênior leve e pré-juvenil meio médio, consecutivamente.
São Sebastião sempre participou do circuito, conseguindo na classificação geral excelentes resultados, como o terceiro lugar, na terceira edição do circuito e quarto lugar, na segunda edição do evento. Atualmente, na contagem geral, a equipe sebastianense está em oitavo lugar.
Segundo o técnico sebastianense Uatila Ferreira dos Santos, a equipe sebastianense é composta por mais 200 de atletas que participam dos treinos oferecidos pela Escolinha de Judô e equipe de competição organizada pela Prefeitura de São Sebastião. Ele conta que está feliz com os resultados. “Nossos judocas estão indo muito bem e para a próxima etapa, onde competirá a equipe completa, esperamos resultados melhores ainda, visto que contaremos com a vantagem de competir em casa com apoio da torcida”, conta.
As Escolinhas de Judô da Prefeitura continuam com vagas disponíveis para os interessados em se tornar grandes judocas. As aulas acontecem em Boiçucanga, no Ginásio de Esportes do Cascalho, às segundas e quartas-feiras e no Topovaradouro, no Ginásio Gringão, às terças, quintas e sextas-feiras. Em ambos os locais as aulas acontecem em três períodos, manhã, tarde e noite. As inscrições podem ser feitas no próprio local com o professor. Maiores informações pelo telefone 3892-2062. (Fonte: PMSS)

Vagas para médicos

São Sebastião - A prefeitura de São Sebastião está admitindo médicos para atuar em unidades de PSF (Programa de Saúde da Família). Para participar do processo de seleção, o profissional de Clínica Médica precisa entregar curriculo na coordenação do PSF, instalada na Secretaria de Saúde. Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone (12) 3892-1744 com Joanna. O e-mail da secretaria é saudesaosebastiao@bol.com.br  (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Ameu Bucaneiros

Prefeitura faz balanço dos 100 primeiros dias de governo
Apresentação lotou a Câmara Municipal de Ubatuba

Ubatuba - O prefeito Eduardo César (PL), seu vice, Domingos dos Santos (PT) e alguns secretários municipais apresentaram na noite de terça-feira (12) um resumo das principais ações desenvolvidas pela nova administração nesses primeiros 100 dias de governo. O público que lotou a Câmara Municipal ouviu, durante duas horas e meia, as explanações das Secretarias de Administração, Finanças, Assistência Social, Educação, Saúde, Esporte, Fundart, Turismo e Obras, além das colocações do prefeito Eduardo César e do vice Domingos dos Santos.
O prefeito Eduardo César deu início a apresentação lembrando de sua promessa de campanha em realizar um governo participativo e transparente. “Essa prestação de contas à comunidade na noite de hoje é um exemplo dessa nossa vontade em fazer uma administração aberta, honesta e transparente”, frisou.
Utilizando um projetor de slides, Eduardo César foi pontuando algumas de suas ações a frente do executivo. Iniciou sua apresentação falando de sua busca por recursos para o município, a nível estadual e federal. Ele lembrou dos quase dois milhões de reais que se encontravam bloqueados no Dade e no Fehidro por falta de projetos. “Designamos uma equipe para agilizar esses projetos e eles se encontram agora em fase final de aprovação”, contou. São recursos que vão possibilitar a reurbanização da avenida Abreu Sodré, no Perequê-Açu, o asfaltamento de ruas no bairro da Estufa II, obras de saneamento e a cobertura do espaço de conveniência da Praia Iperoig, mais conhecida por feira hippie, essa, inclusive, já aprovada e em fase licitatória.

Verbas federais e estaduais - Para o governo federal, mais especificamente para o Ministério das Cidades, foram encaminhados outros três projetos nas áreas de habitação popular, adequação do espaço urbano para portadores de necessidades especiais e plano diretor, no valor total de R$ 1,2 milhão. Para o governador Alckmin, que em menos de 15 dias esteve duas vezes em Ubatuba, Eduardo César entregou uma série de pedidos e projetos. Entre eles a conclusão da obra da Unidade de Saúde da Maranduba e aquisição de equipamentos para seu funcionamento pleno, a conclusão de obras da Sabesp, aquisição de pontes pré-fabricadas e metálicas, bem como a manutenção das estradas vicinais, além de recursos necessários para reparar os estragos provocados pelas chuvas que atingiram o município na semana passada.

Participação e união - A participação popular como ferramenta básica para se construir o município que todos sonham foi enfatizado pelo prefeito que exemplificou dezenas de reuniões já realizadas com a comunidade para discutir assuntos dos mais diversos. “É claro que o prefeito não pode estar em todas as reuniões que acontecem, mas sempre há um secretário ou um assessor da equipe que estará nos representando”, disse. Eduardo César também ressaltou a união dos quatro prefeitos do Litoral Norte, que vêm juntando forças para lutar, em conjunto, por melhorias para a região. “Estamos em sintonia e em diversos assuntos, como a questão do lixo e do turismo já avançamos bastante”.

Valorização do servidor - A secretaria de Administração em seus 100 dias mostrou que tem focado suas ações na valorização do servidor e na melhoria da qualidade de atendimento ao munícipe, com a contratação de estagiários para agilizar as tarefas. O prefeito Eduardo César reformulou a lei de distribuição de cestas básicas, ampliando o benefício para os funcionários que recebem o salário base de R$ 892,85, excluindo os seus benefícios.
Outra conquista na área foi a aprovação do projeto de lei que cria 40 vagas para estagiários atuarem na Prefeitura, com remuneração. A contratação é feita por meio de processo seletivo e convênio com as instituições de ensino. São 10 vagas para estagiários dos cursos de nível superior de Educação Física, 15 vagas para outras áreas de nível superior e 15 para estagiários de nível técnico nas áreas de Contabilidade, Administração de Empresas e Turismo.

Preocupação com os alunos - A Secretaria de Educação, nesses 100 primeiros dias, preocupou-se em providenciar uma estrutura adequada para a volta às aulas das crianças. Foram criadas mais de 200 vagas na Rede Municipal, dando prioridade para bairros distantes. Alguns prédios, como a Emei Centro e a Emei Estufa II, foram interditados por total falta de condições de funcionamento. Crianças de 0 a 6 anos, que passavam seus dias em lugares sombrios, dominados pela umidade e pelo mau cheiro, foram transferidas provisoriamente para estabelecimentos adaptados, com ventilação, espaço e higiene. Uma auditoria realizada no início de março, depois de uma série de reclamações e constatações, apontou irregularidades e deficiências em várias questões, que vão desde o valor nutricional da merenda até o armazenamento dos produtos, passando por condições de higiene e manuseio.

Cultura ao alcance de todos - A Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) procurou, nesse início de gestão, democratizar o acesso a cultura, dando ênfase na transparência administrativa e na democratização dos mecanismos de gestão. Ações como a reabertura do museu, o funcionamento da biblioteca municipal aos sábados, a descentralização dos cursos e eventos culturais da Fundação, mostram o trabalho que a atual Administração tem procurado desenvolver para que todo cidadão tenha acesso a cultura. Nesses 100 dias, foi triplicado o número de eventos se comparado com o mesmo período do ano anterior.

Meio Ambiente em sintonia com o desenvolvimento - Os trabalhos da Secretaria do Meio Ambiente estão voltados para o desenvolvimento sustentável, em ações que buscam a urbanização sem agredir o meio ambiente. Sendo assim, a parceria e a integração com a comunidade estão sendo cada vez mais solidificadas.
O combate aos borrachudos, que não estava sendo feito desde julho do ano passado foi retomado. A frota de jipes da Engesa foi recuperada, com materiais disponíveis no próprio setor de transportes. Agora é possível percorrer toda a cidade, fazendo o tratamento. Um grande empenho está sendo feito para a implantação da coleta seletiva no município. Além disso, todas as cidades do Litoral Norte estão se unindo para implantar um aterro sanitário regional, que atenda às necessidades dos quatro municípios e à preservação ambiental.
Outro importante programa que se inicia é o “Adote uma praça”. Já foi realizado o levantamento fotográfico das praças e primeiros acordos com associações de bairro. Através disso, pretende-se transformar terrenos baldios e praças abandonadas em ambientes arborizados e bonitos.

Esporte para todos - O atendimento a todas as camadas da população é prioridade da Secretaria de Esporte e Lazer, inclusive abrindo espaços para portadores de necessidades especiais e idosos, democratizando o acesso ao lazer e ao esporte. Ubatuba, a Capital do Surf, tem na sua escolinha municipal, um verdadeiro celeiro de campeões. Por isso foi reconstruída a sede do Perequê-Açu, enquanto a da Praia Grande recebe melhorias. E este ano também o surf fez sua estréia na Região Sul, com mais de setenta alunos recebendo aulas na Maranduba. A piscina municipal, antes de difícil acesso, agora recebe todas as crianças que se cadastraram no início do ano. Além disso, a Secretaria incentiva a participação das associações e ligas em todas as áreas esportivas a promoverem e participarem de eventos e campeonatos. Diversos eventos e ações comunitárias foram realizados: Clínica de Vôlei Banespa, com craques da seleção (Itamambuca); Passeios Ciclísticos; Jiu Jitsu; Judô; Surf : Circuito Petrobrás Feminino, Rip Curl Grom Search, Caça Talentos Natural Art; Programas “ Na Areia” (MTV) / “Verão Nick” (Nickelodeon) e muitos outros

Esforço para arrumar a casa - Frota sucateada, ruas esburacadas, pontes caídas, estoque zero de material, mato para todo lado, entre outros problemas. Esse foi o cenário que o prefeito Eduardo César e a sua equipe da Secretaria de Obras encontrou no início de janeiro ao assumir a Prefeitura de Ubatuba. Talvez o maior problema tenha sido a situação do lixão que no primeiro dia do ano, não tinha um milímetro de espaço sequer para depositar o lixo da virada. Já nos primeiros dias o prefeito autorizou a Secretaria a iniciar a abertura de uma nova cava de 30 mil m³ para aumentar em pelo menos um ano a vida útil do aterro. Obras de coleta e tratamento de Chorume estão sendo realizadas.
As fortes chuvas que caíram no município no dia 17 de janeiro (79,6 mm) trouxeram vários e novos problemas para a cidade. Todo o efetivo da secretaria trabalhou na desobstrução de vicinais, remoção de entulhos e barreiras, limpeza de valas e outros serviços emergenciais.
Com a frota ainda pequena e equipe reduzida, a secretaria não tem medido esforços para cuidar da manutenção de ruas, estradas, pontes e passarelas. Montou-se um cronograma de atividades que estão sendo realizadas dia-a-adia, dentro de um planejamento sério e realista.

Avanço na região norte e sul - A criação da Secretaria Municipal da Região Norte, uma promessa de campanha do prefeito Eduardo César, está em fase de implantação. Com a instalação desta secretaria, a Prefeitura promove o maior avanço em benefício das comunidades desse núcleo e dá aos visitantes uma maior perspectiva de momentos agradáveis durante temporada e feriados. A população terá maior segurança e certeza de manutenção permanente em todos os setores do local, da vila Itamambuca ao Camburi.
A Região Sul é uma das mais populosas do município, portanto, apresenta mais problemas em todos os sentidos. A falta de ações em defesa das necessidades, principalmente nos últimos quatro anos, levou a região a agonizar em serviços básicos de atendimento. Com um equipamento precário, falta de pessoal e recursos para concretizar projetos, o administrador e sua equipe, desenvolveu, nesses primeiros cem dias trabalhos importantes, alguns deles, nunca implementados antes. Em janeiro, uma parceria entre a Prefeitura, Câmara e comunidade resultou num grande mutirão de limpeza na Unidade Mista de Saúde. Ainda no bairro da Maranduba, mais de 20 ruas já foram conservadas e uma série de valas foram abertas para escoamento de águas pluviais e instalação de tubos; a ponte que liga o Balneário Maranduba à Rio-Santos também foi totalmente recuperada. A Maranduba e região conta com escolinha de surf e já atende a 74 alunos em fase escolar. Além disso, dezenas de obras de recuperação de estradas, substituição de tubulações, aberturas de valas, operação tapa buracos, entre outras, foram realizadas nos bairros da Fortaleza, Folha Seca, Corcovado, Sertão da Quina, Sertão do Ingá, Tabatinga, Caçandoca, Vila Santana e Araribá.

Saúde com dignidade - A nova administração assumiu no início de 2005 em meio a uma situação crítica no Sistema de Saúde. A falta de estrutura atingia todos os níveis: equipamentos e veículos sucateados, precariedade de remédios e exames, mobiliário inexistente e espaço inadequado para atendimento. Nesse início de governo, os esforços foramconcentrados no sentido de revitalizar o Sistema, moralizar a gestão e dar um atendimento digno à população. Dessa forma, os espaços estão sendo revitalizados, para recepção e atendimento aos pacientes; foram selecionados e contratados médicos, enfermeiros e agentes comunitários para completar as equipes do PSF. As equipes do Centro ganharam um espaço novo e amplo no Ambulatório de Especialidades; o orçamento foi redimensionado e compras foram licitadas para melhorar a distribuição de medicamentos, material de enfermagem e de odontologia. Os recursos ainda são limitados, mas nenhuma unidade está parada por falta de material.

Profissionalização do turismo - A SETUR (Secretaria de Turismo) tem focado suas ações no fomento e na profissionalização do turismo local, assim como no desenvolvimento do turismo regional. Em apenas três meses conseguiu realizar várias ações promocionais, muitas delas com grande destaque em veículos de comunicação. A Secretaria vem mantendo amplas discussões com os secretários de Turismos de São Paulo, Ilhabela, Carguatatuba, São Sebastião, Paraty e Mangaratiba no intuito de fomentar o turismo regional. Deste trabalho originou-se o “Circuito Litoral Norte Paulista”, a ser lançado pelo Ministério do Turismo. Está no ar, desde segunda-feira, a mais nova campanha promocional do turismo de Ubatuba: A melhor temporada é agora, com o objetivo de combater a sazonalidade do turismo em Ubatuba e trazer recursos para o município na baixa temporada.

Mais de 500 empregos - A Secretaria de Assistência Social dedicou todos os seus esforços, nesses 100 dias de governo, para garantir, a todos os cidadãos, o direito de acesso a serviços de qualidade, com respeito e dignidade. Foram estabelecidos Programas de Atendimento direcionados a todos os segmentos populacionais. Nesses três primeiros meses, mais de 1500 pessoas buscaram colocação, sendo que um terço delas conseguiu emprego.
É importante destacar também, que nesse primeiro trimestre, logo no início do ano, Ubatuba foi vítima de duas grandes enchentes e graças ao trabalho ininterrupto da equipe da Secretaria de Assistência Social, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do município, os desabrigados foram assistidos com dignidade e respeito.

Projetos aprovados com participação popular - A SAU (Secretaria de Arquitetura e Urbanismo) em seus 100 dias de trabalho teve todos os seu projetos urbanísticos, antes de aprovados, discutidos amplamente com as comunidades. O prefeito Eduardo César, cumprindo a promessa de um governo transparente e participativo, tem convocado a população a participar de suas decisões, opinando e apresentando sugestões nas propostas de trabalho. A presença do prefeito nas reuniões tem mostrado que a Administração está voltada para a construção de uma cidade democrática, participativa e solidária, engajada na elevação da qualidade de vida da população, planejando e implementando um conjunto de ações para consolidação dos interesses comunitários.

Procon dobra número de atendimento - O Procon de Ubatuba (Órgão de Defesa do Consumidor) totalizou de janeiro à março desse ano 551 atendimentos, enquanto que no mesmo período do ano passado o número foi de 237. Houve um aumento, nesse período, de 132%. Os encaminhamentos para o Juizado Especial Cível totalizaram 17 e as audiências efetuadas nos primeiros 100 dias no Procon chegaram a 21. Após quatro anos sem pesquisas mensais de preços de cestas básicas, gás de cozinha e combustível, o Procon voltou a realizá-las no mês de fevereiro. A pesquisa foi divulgada em todos os meios de comunicação da cidade com o objetivo de auxiliar a comunidade a economizar tempo e dinheiro.

Responsabilidade social levada a sério - O Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura de Ubatuba têm exercitado a solidariedade, prestando serviços a população carente, mobilizando entidades e buscando soluções nos problemas sociais da cidade, procurando resgatar a dignidade humana. Em seus 100 dias, o Fundo Social realizou diversas visitas a entidades como Creche Francisquinho, Lar Vicentino, Lar do Menor, Associação dos Aposentados, Emaús, Projeto Tamar, Projeto Guri, Guarda-Mirim e APAE . Além disso, o Fundo prestou atendimento às vítimas da enchente, em parceria com a secretaria de Assistência Social e Fundo Social do Estado. Atividades sociais desenvolvidas nesses primeiros meses geraram arrecadação de alimentos que foram doados ao Fundo. Este por sua vez doou às comunidades Emaús, Missão Jesus é Luz e Pastoral da Saúde. (Fonte: PMU)

Secretária de Habitação de São José fala em Ubatuba sobre congelamento
Maria Rita de Cássia falou da experiência de São José dos Campos e dos passos necessários para conduzir o processo com eficácia

Ubatuba - A secretária de habitação de São José dos Campos, Maria Rita de Cássia Singulano esteve ontem (12) em Ubatuba reunida com o prefeito Eduardo César e alguns secretários e assessores para falar da sua experiência em congelamento de áreas. Segundo ela, o processo em São José começou há oito anos e de12 núcleos irregulares, entre favelas e loteamentos clandestinos, apenas um ainda está em fase de resolução. “Conseguimos remover 2.300 famílias e a primeira condição fundamental para se conseguir implantar esse processo é a vontade política”, afirmou.
A secretária, que ocupa a pasta da habitação pela terceira vez, detalhou aos administradores de Ubatuba, todo o procedimento realizado em São José dos Campos e reforçou a necessidade da participação da comunidade no processo. “Sem o apoio e a participação da comunidade envolvida não é possível chegar a um congelamento. Além disso, a figura do fiscal íntegro e envolvido com a solução do problema é fundamental”, explicou Maria Rita. Ainda segundo ela, a parceria com a Promotoria Pública é outro ponto de destaque no processo.
Em Ubatuba - Um grupo de trabalho da Prefeitura já vem se reunindo há algum tempo para discutir o problema em Ubatuba e encontrar as melhores alternativas de resolução. Na cidade, são vários núcleos habitacionais irregulares, especialmente em áreas de proteção ambiental e de risco. A partir das informações coletadas junto a secretária de habitação sobre formas de procedimento o grupo irá agora planejar suas ações para iniciar o congelamento no município. (Fonte: PMU)


Defesa Civil do Estado faz avaliação de áreas castigadas pela chuva
O alvo das atenções, nesse momento, são as pontes que dão acesso aos bairros

Ubatuba - Atendendo solicitação da Prefeitura Municipal de Ubatuba, a equipe da Coordenadoria de Convênios da Defesa Civil do Estado esteve no município, na quarta-feira, dia 13. O objetivo da visita foi vistoriar as pontes que caíram ou sofreram danos durante a temporal que atingiu a cidade no último dia 4.
A avaliação dos prejuízos feita pela Prefeitura, somada ao laudo dessa vistoria permitem que um convênio seja feito entre município e estado para captação de recursos e posterior reconstrução das pontes. Foram visitados os bairros Ressaca, Ipiranguinha e Maranduba, que tiveram suas pontes bastante castigadas pela chuva. No bairro da Ressaca, por exemplo, a força das águas arrancou a ponte por completo. Agora, a única opção para se chegar ao bairro é a pista. O secretário de obras, João Paulo Rolim diz que a maior preocupação naquele bairro são as crianças. “Antes elas passavam pela ponte, que dava acesso ao Centro. Agora elas tem que atravessar a pista.” (Fonte: PMU)

Giasone Publicidade desenvolve o projeto Ruas da Cidade
Os mapas de cada bairro de Ubatuba, super atualizados e com enfoque turístico.

Ubatuba - Planejado com poucos espaços publicitários, proporcionando maior visibilidade aos anunciantes e maior destaque às informações de utilidade é um trabalho de minuciosa pesquisa e conferência. A empresa Ephe.com.br, tradicional em produções gráficas de alto padrão é a responsável pelo projeto gráfico, acompanhamento de arte e texto, além de auxiliar na revisão, garantindo um trabalho fidedigno e de singular beleza. Antes de tudo, fica o agradecimento ao diretor da Ephe.com.br, Franklin Duarte Júnior, pela dedicação também de produzir as fotos das capas de cada mapa.
Após a edição de 5 mil mapas para cada um dos bairros mais importantes da cidade, todos serão reunidos em forma de caderno; uma reivindicação antiga de empresários, moradores, pessoas que prestam serviços na cidade e turistas.
O 1º setor foi o centro, o qual recebeu muitos elogios e já foi distribuído gratuitamente a diversas secretarias da prefeitura, Centro de Informações Turísticas, Aquário, Projeto Tamar, Fundart, correio, delegacias, postos de saúde, escolas, Polícia Militar, Rodoviária Federal, Rodoviária Estadual, Guarda Municipal, terminais de ônibus urbanos e intermunicipais, Centro de Informações Turísticas, Santa Casa, Fórum, Sabesp, meios de hospedagem e alimentação, aos participantes e futuramente será disponibilizado no site www.ruasdacidade.com.br
O segundo setor está quase pronto, será Enseada, Santa Rita e Perequê-Mirim e estará circulando dentro de alguns dias. E o plano de distribuição será basicamente o mesmo, sendo acrescido a Bica do Curió na Rod. Oswaldo Cruz e O Vaca Preta na Rod. Dos Tamoios, visando divulgar Ubatuba fora da cidade. Quem observar o primeiro setor vai perceber que as participações são na maioria as mesmas no segundo setor, sendo que alguns participantes, entre os relacionados a seguir, já indicaram que farão parte de todos os setores. Participações no 2º setor: Associação Comercial, Feira de Artesanato e Afins, Distribuidor de Gás e Água AEL, Via Massari Moda Masculina, Babalaorixa João D’ Xango Airá, Restaurante Prato Cheio, Eletro Norte Refrigeração e Elétrica, Rádio Gaivota-FM, Pneu Car, SJP Guincho 24h, Ideal Contábil, Distribuidor de Gás e Água Ubagás/Motogás, G-Tech Informática, Ephe.com.br, Jornal A Cidade, Rádio Costa Azul-AM, Cyber Café Itaguá, Tapeçaria Rocas-Cássio, www.litoralvirtual.com.br , Restaurante Varanda da Enseada, Buffet Giorgio, Chaveiro e Carimbos Rei das Chaves, Ubatuba Víbora e Duarte Elétrica.
Aos anunciantes, especial agradecimento, pois é importante destacar o espírito de união em iniciativas voltadas ao desenvolvimento do município. Parabéns!
O terceiro setor será o Itaguá. PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM! Fonte: www.revistalocal.com.br

Ação Litoral

Artigo Topo

Litoral Norte/SP pode morrer na praia
A permanecerem os problemas atuais de descontrole da ocupação do solo, do tratamento do esgoto e do lixo, o Litoral Norte/SP perde o seu rico patrimônio natural e ganha estagnação econômica

A importância econômica para o país da região da Grande São Paulo e da área maior que com ela forma o dito Complexo Metropolitano Expandido, revela-se na dimensão do PIB deste, que equivale a mais de um quarto (27,7%) do PIB nacional. Nesse sentido, sendo o Litoral Norte (LN) paulista destino especial de descanso e lazer dos que fazem a pujança desse território fica clara a sua importância estratégica para o país. E sendo fundamento de sua vocação turística, o patrimônio natural é essencial para o seu desenvolvimento.
Conclui-se daí que a responsabilidade do poder público perante esse patrimônio é até questão de segurança nacional. E essa responsabilidade cresceu com a legislação de proteção ambiental. É “patrimônio nacional” triplamente “protegido”: Serra do Mar/Mata Atlântica/Zona Costeira (Constituição Federal). Criou-se o Parque Estadual, além de diversas Unidades de Conservação na região. Bioma extraordinário, foi catalogado (Mata Atlântica) como Reserva da Biosfera pela UNESCO e como um dos 34 hotspots (pelo menos 1.500 espécies vegetais endêmicas e mais de 75% da cobertura original dizimada) do planeta.
Entretanto, cresce perigosamente o risco de ruína ambiental e estagnação econômica da região por conta especialmente de três fatores: a ineficiente fiscalização para prevenir a ocupação desordenada; a inadequação e insuficiência do tratamento do esgoto; e a inadequação da destinação do lixo. Como no LN os corpos d’água são pouco extensos, não se pode contar com sua capacidade de estabilização de despejos orgânicos de esgotos e autodepuração. Isto é, o fim da linha é logo ali, o leitmotiv preponderante da busca pelo litoral: o mar e a praia. Então, o tratamento do esgoto aí carece de cuidado especial, mas tem sido inepto. Nas poucas praias onde há estação de tratamento, este é inadequado e não há equacionamento da destinação de lodos. Comete-se o absurdo de construir poços de visita (inspeção) em plena praia, e nos picos do verão falhas no sistema já fizeram jorrar esgoto bruto na areia. Irônico, pois o afastamento do esgoto é virado de cabeça para baixo: depois de “reunido”, o esgoto é levado para o local de maior concentração humana.
Mas, se esses problemas fossem sanados ainda restaria outro nunca considerado nos planos e projetos: os subprodutos químicos da desinfecção, o clorofórmio e outros trihalometanos (carcinogênicos) que ficam na água tratada para consumo, e no caso da desinfecção do esgoto ficam nos corpos d’água em concentrações muito maiores. E há também a agravante dos efluentes com metais pesados e micropoluentes orgânicos sintéticos, extremamente nocivos à saúde.Por todas essas considerações verifica-se que a solução para o esgoto dos bairros dos municípios do LN/SP deve incluir os emissários submarinos (de extensão mínima de 5.000m), que afastem efetivamente o esgoto da costa (pré-condicionado ou, seria ideal, previamente tratado). As considerações em torno da relação custo/benefício não podem perder de vista o fato de que o relativo encarecimento das obras será justificado pelos ganhos com saúde pública e com a salvação do turismo, motor do desenvolvimento da região. Do contrário, no futuro teremos enseadas de esgoto e clorofórmio, balneabilidade em queda e saúde pública periclitante.
Já o problema do lixo, que se arrasta há décadas, pode agora encontrar a melhor solução. Os quatro prefeitos ganharão um lugar na história da região se conseguirem se consorciar e implantar o aterro sanitário regional. Não há outra saída para os atuais depósitos de lixo (lixões) do LN, há muito considerados “inadequados” pela CETESB. O de São Sebastião, depois de interditado em fevereiro foi reaberto por força de liminar, e em 3 de junho será interditado novamente. Ilhabela já está sendo obrigada a exportar seu lixo para aterro no Vale do Paraíba, e os demais municípios – sem a solução integrada regional – também terão que fazê-lo. Deixado à matroca, sem o controle severo da ocupação das áreas impróprias, sem uma solução avançada para o lixo e sem sistemas adequados de tratamento de esgoto o LN/SP pode morrer na praia.
O Ministério das Cidades poderia assumir responsabilidade destacada, mobilizando recursos e articulando os municípios. Uma parceria entre os municípios, de imediato, poderia evoluir - com a aprovação da Lei dos Consórcios Públicos - para a moderna forma de cooperação federativa, o consórcio público (com personalidade jurídica de direito público), integrando também Estado e União e com maior agilidade, inclusive para carrear recursos. Por outro lado, desde já os municípios - que têm a titularidade dos serviços de água e esgoto - devem cobrar qualidade e investimentos da concessionária (SABESP), que prometeu um programa sério de saneamento e fez o mínimo, escorada no Plano Comunitário de Melhorias (CEF), em que o município assume a metade do custo da obra e o cidadão arca com cerca de R$3,0 mil, bancando a infraestrutura para a concessionária. É preciso saber também como implantou redes de água (e de esgoto) em alguns bairros, sem ter antes legalizado o seu funcionamento, deixando infraestrutura, há anos, inútil.
Espera-se que as soluções dêem conta do ritmo e da magnitude do problema, inclusive prevendo caixas de inspeção fora da areia da praia e emissários submarinos.

Antônio Marcos Capobianco
Sociólogo e ambientalista, foi Vice-Presidente do Comitê das Bacias
Hidrográficas do Litoral Norte (SP)-CBH/LN, e da Federação Pró-Costa Atlântica

Carta do Leitor Topo

Ponte - Fala-se em 750 mil para reconstrução da ponte da ressaca, e a ponte da Maranduba ninguém fala nada, e lá e promessa de campanha não só do Prefeito mais de alguns vereadores que ate o momento não deram o ar da graça. O feriado esta chegando, será que não vamos ter a ponte recuperada ate lá ou vamos ser beneficiado com um desconto no IPTU por não podermos estar atendendo de acordo os nossos turistas.

Jose Carlos Cusato
Maranduba, Ubatuba, SP


Muros - Observando algumas manifestações de pessoas a respeito da construção de muros , eu me achei no direito de expressar minha opinião também. Acho até estranho, pessoas dizendo que os muros irão diminuir a proliferação de insetos, extensos matagais, criadouro de cobras e outros animais peçonhentos. Estranhos comentários, visto que moramos em uma região litorânea e é de se saber que nós é que somos os intrusos. Estamos em meio a Mata Atlântica e não queremos ter nenhuma cobra ou rato ou inseto a nossa volta ??? Caso seja essa a intenção é melhor irmos para a cidade grande , e mesmo assim é difícil não encontrar tais animais. No caso de sujeira ou entulho, depósitos de lixo a céu aberto, precisamos verificar os reais culpados e sim , puní-los. Muitas das vezes o que os proprietários não sabem, é que o próprio vizinho é que suja o terreno, porque não passa o caminhão de lixo na sua rua, demora a passar ou porque tem preguiça de levar para um local apropriado, e muitas vezes sabem quem joga o entulho ou o lixo mas não falam nada. Honestamente acredito, que a atual administração têm assuntos muito mais importantes para com a cidade do que a construção de muros, e que há tempos não se toca no assunto. Não sei se sabem mas quanto mais asfalto, concreto e obstruções, mais difícil será da terra absorver as águas das chuvas. Em conseqüencia já sabemos o que acontece, não é ???. Portanto acredito que tudo é uma sucessão de medidas adequadas a serem tomadas ordenadamente . Não adianta começar de trás para a frente. Tem muito córrego a ser limpo, muitas ruas a serem feitas manutenção e muito lixo para recolher. O importante é pensar, e muito, antes de fazer besteira.

Alexandre Antonakis
Caraguatatuba, SP


Administração Anterior Avalizada - Na apresentação, na Câmara, dos cem dias da nova administração tivemos confirmações que avalizaram a Administração Anterior da Secretaria Municipal de Educação e o que já escrevemos nas duas cartas abertas à Secretária Municipal de Educação e em outros artigos. Salvo as secretarias de Turismo e Esportes pouco foi apresentado, porque pouco foi feito. Foram cartas de intenções. Na Secretaria de Educação nem isso aconteceu.
Para nosso conforto e íntima satisfação, tanto a Sra. Secretária quanto a Coordenadora de Educação Infantil, convocada especialmente para o fato, confessaram, alto e bom som, não conhecerem a Rede Educacional quando assumiram seus cargos e que estavam conhecendo os problemas com o passar do tempo. As soluções não encontraram. Essas afirmativas retiraram-lhe autoridade para tudo o que falariam e exporiam a seguir tentando desqualificar a Administração Anterior da Secretaria Municipal de Educação.
Todos sabemos que em havendo intenção de denegrir e maldade para faze-lo, um filme de horror pode ser montado em qualquer ambiente.
A Sra. Secretária foi prudente e confessou que nada além das rotinas de todo início de ano tinha sido realizado. Tendo declarado, previamente, que não conhecia a Rede Educacional e os processos de atribuição de aulas, são perdoáveis algumas incorreções.
Já a Coordenadora de Educação Infantil, destacada para enxovalhar a Administração Anterior, devidamente treinada, municiada com filme de horror, quebrando o protocolo da apresentação (só falariam Secretários), após a benção prévia e os calorosos cumprimentos após o feito, do pastor de sua igreja, extrapolou no desconhecimento da História da Educação do Município de Ubatuba. Não sabe quando houve avanços, quando retrocessos e os protagonistas de uns e outros. As manifestações de repúdio (vaias) ocorridas nos fundos da Câmara devem ser indicadores de seu procedimento injusto e falto de profissionalismo.
Analisando sua fala percebe-se que desconhece que a umidade relativa do ar, em Ubatuba, é de 60%, em média, e pode chegar a 80% e a 100%(saturação) e que os ambientes fechados ou pouco ventilados emboloram, mofam e devem ser constantemente limpos e tratados adequadamente.
Ignora que o lençol freático é alto, as fossas enchem e tem que ser esgotadas freqüentemente, principalmente após as grandes chuvas.
Não parou para pensar que os funcionários das creches precisam ser orientados nos processos de limpeza e receberem materiais adequados para fazer os serviços.
No seu fanatismo, destruidor do passado, não teve capacidade para refletir que, até o momento, ela e a administração à qual pertence, não conseguiram fazer nada, na área da educação. Não conseguiram manter o que receberam, comprar os móveis, esgotar as fossas, contratar uma única obra. Conseqüentemente as crianças da Creche Centro foram atendidas, em janeiro e fevereiro, na casa que a Administração Anterior alugou e adaptou. Agora estão sendo atendidas na Elektro que a Administração Anterior desapropriou, passou a escritura e pagou. As crianças da Estufa II foram deslocadas para a EM. Maria Josefina Giglio Silva que a Administração Anterior construiu e conservou para atender o ensino fundamental e que, vocês detratores dessa administração, estão usando com prejuízo dos alunos de 1ª a 4ª séries, privados que foram da sala de artes e do estacionamento coberto de bicicletas. Esse fato decorre, claramente, de sua incompetência já que a creche foi deslocada aos 26 de março de 2005 ou após quase três meses da atual administração.
O que a Sra. Coordenadora falou da EM. Bela Vista-Marafunda, atualmente Prefeito Silvino Teixeira Leite, ultrapassa os limites da ignorância dos processos e procedimentos administrativos. A obra estava em processo de acabamento no dia 31-12-04, não foi recebida pela Administração Anterior e a responsabilidade pela sua fiscalização foi transferida para a nova administração. As falhas e os acabamentos faltantes cabe ao fiscal da Prefeitura cobrar da empresa construtora
Por tudo o que expusemos ficou patente que estavam procurando “pelo em ovo” para infamar o trabalho realizado entre 2001 e 2004 e transferir a incompetência, ausência de organização, de planejamento e de pessoas preparadas para realizar os serviços, atualmente existentes, na Secretaria, para a Administração Anterior.
O que mais deixou horrorizados parte dos presentes, até cargos em comissão da atual administração, foi afirmativa da oradora dizendo que as creches tinham estado abandonadas e seus funcionários não tinham sido treinados em serviço. Não conseguiram suportar tamanha mentira e leviandade. Afirmaram que a Sra. Coordenadora devia ter estado surfando em outras praias. Durante três anos houve treinamentos constantes ministrados pela Fundação Orsa e por outros convidados. Todos os funcionários participaram desses treinamentos.
Para concluir transcrevo parágrafo consignado, no “Prestando Contas”, publicado aos 11 –12-04, já prevendo o que ia acontecer e por conhecer um pouco o passado e o presente de Ubatuba e a maldição de Cunhambebe. “É de espíritos pobres e sem grandeza negar ou desmerecer aquilo que foi feito e tem qualidade. Não pensem esses espíritos que as obras da educação estão acabadas e deverão parar. A educação é um processo em desenvolvimento e crescimento em nosso município e terá que ser acompanhado com bastante atenção e cuidado até, como previsto, no Plano Decenal Municipal de Ubatuba, todas as crianças de 06(seis) meses a 16(dezesseis) anos estarem matriculadas e freqüentando uma escola de qualidade”.
A partir de 03-01-05 não houve esses cuidados e as conseqüências estão aparecendo. Maiores virão se não forem colocadas pessoas competentes e do ramo para cuidar dos mais de 50(cinqüenta) prédios escolares e de outros que já deveriam estar em construção.
A montagem do filme de horror foi realizada após 26(vinte e seis) de janeiro de 2005. Os responsáveis pelos horrores são os atuais administradores. Não há como delegar essa responsabilidade e procurar outros culpáveis.

Corsino Aliste Mezquita
Ubatuba, SP


Quem pagará nosso prejuízo? - A despeito do dilúvio que se abateu no Litoral Norte, no início dessa semana, pude constatar com imensa perplexidade, decepção e tristeza, que parece que a cidadania dos que residem aqui é matéria de ordenação final, na visão dos nossos governantes.
Embora imensa quantidade de recursos do contribuinte, injetados na reforma da rodovia Rio-Santos, pude constatar que os pontos críticos de alagamento da mesma persistem sem solução, como os trechos da Maranduba e Uabatinga, em Ubatuba e do Jetuba e Casa Branca em Caraguatatuba.
Só para citar o quadro desolador daqueles que foram desabrigados e perderam tudo devido às chuvas, aqueles que ficaram isolados pela profusão das águas; sem falar nas centenas que foram superexplorados pela indústria do desespero, como sóe acontecer nesses momentos por aqui, via de regra, nesse país. vi desde populares que se arriscavam no meio daquela água, para rebocar os veículos que ficavam no meio da água ou que queriam atravessar aquela imensidão aquosa, pagando caro não só financeiramente, como pelos prejuízos angariados, como a inundação do interior de seus veículos, além de prejuízos outros. Tais populares ignorando o risco de doenças, para quem sabe transformar seu miserável cotidiano em algo pouco mais 'lauto', se é que podemos falar assim... naquele dia de felicidade para eles, passavam com um pouco de víveres e a "marvada" pinga (talvez para "alegrar seus miseráveis dias?); nas suas minguadas sacolas plásticas de supermercados, adquiridas com as férias obtidas dos desesperados que ali se encontravam, precisando dar seguimento às suas vidas. Quem dirá, em futuros dias que tais pobres coitados, não tenham seu prejuízo majorado por doencas advindas de tais águas?...maior surpresa quando pude verificar que mais tarde, chegaram os famosos e modernos guinchos, vendendo a imagem segura e cara da travessia naquela imensidão aquosa, a módicos preços de r$50,00, cada travessia.
Nos dias subseqüentes, minha perplexidade ficou maior e mesclou-se com um sentimento de raiva e desprezo, ao visitar oficinas e retíficas da região e verificar as dezenas de veículos avariados pelas águas. mais uma vez fazendo engordar os bolsos, daqueles poucos que vivem da indústria do desespero, em provavelmente muitas centenas de milhares de reais.
Não que estejam errados, estão vivendo de seus ofícios, paciência!
Ora, reflito eu e pergunto a vocês: não teria sido mais barato e racional se as empreiteiras contratadas pelos nossos governantes, fossem mais competentes e respeitosas com o dinheiro do contribuinte, visto que mormente cobram precos altíssimos por seus serviços; se tivessem dimensionado adequadamente o reparo de tais trechos da rodovia, prevendo o grande volume de água que precipita por aqui?
E os órgãos de fiscalização do nosso governo; onde estavam que não fiscalizaram tais deslizes de incompetência? não precisa ser especialista no assunto para verificar a ineficiência de tais reformas na rodovia que é uma das principais artérias de circulação da região.
Vocês tem idéia do volume de prejuízos diretos e indiretos advindos de tais omissões?
Como acredito que cidadania é uma dura senda a ser percorrida, denuncio tal situação a vocês! Nossos governantes não abrem mão de seu conforto para visitarem o dantesco espetáculo e fazer evasivas promessas de ajuda, visto que chegam em seus pomposos helicópteros, vindos do ar, bem longe da dura realidade. ajuda a quem? quantos conseguirão ter reparados seus prejuízos, de fato?
Não podemos esquecer que o ano que vem é ano eleitoral e nossos governantes sempre estão de olho em cargos públicos de importância majoritária.
Nunca nos esqueçamos que a nossa forca se faz na hora do voto e também de fiscalizarmos tais situações.
Bem, agora é hora de cada um reparar seus prejuízos... mas como um último exercício de cidadania, peco-vos que juntem, cada um de nós, prejudicados; todos os comprovantes de gastos, com tais prejuízos e promovamos no mínimo, cada um; uma ação, reivindicando a indenização de nossos prejuízos que não foram poucos.
Saudações!

Paulo Cesar de Paula Souza
Um dos náufragos vivos e atuantes daquele dia nefasto,
o qual não esqueceremos como imensamente vergonhoso e sofrido!
Itaguá, Ubatuba, SP


A festa do mosquito continua - A fotos abaixo retratam o estado de um lote na antiga Av. Brasil, abandonado pelos proprietários e servindo somente como maternidade de mosquitos. São mais de 100 m2 que permanecem inundados por mais de uma semana após cada período de chuva:

     

A fotos são de 05/2004 e 11/2004, e foram colocadas nestas datas, neste jornal, e, atualmente está exatamente como nas fotos. É inconcebível o fato de serem gastos tantos recursos para eliminar pequenos focos, e casos como este seguem ignorados.
Esta é a quarta vez que exponho este assunto neste jornal, e até agora nada foi feito.
Será que alguém, por favor, pode me orientar como proceder para que isso seja resolvido?

Roberto Russo
Ubatuba, SP

Convites:

UbaNaBoa

ACE Caragua

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br
O envio de foto caracteriza autorizada a sua publicação e identifica o remetente como autor.

Ubatuba

Praia do Itaguá / Emilio Campi

Praia do Itaguá
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor