Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 18 de abril de 2005 - Nº 1262 Edições Anteriores

Litoral Virtual Inteligraph

Região
Prefeitos enfrentam "onda" de ações no litoral
TRE já fez novas eleições em cinco cidades
"Oposição só quer prejudicar o município"
"Boataria faz parte do jogo político"


Caraguatatuba
Caraguá quer estreitar relações com turista
Lars Grael no torneio de Basquete Sobre Rodas
Funcionário é homenageado pelo prefeito Aguilar
ONG leva crianças para mergulhar no feriado em Caraguá
CIASE elege conselho mirim
Termina a 3ª Semana Acadêmica de Educação Física
Confira a programação de 21 a 24 do Teatro Mario Covas
Vereador Germino visita Praia das Palmeiras


Ilhabela
Prefeitura vai conceder pró-labore a policiais
Balcão de Empregos em Ilhabela

São Sebastião
Marinha recorre pelo uso da raia de tiro de Alcatrazes
Prefeitura poderá receber R$ 32 milhões do Ministério das Cidades
Feira de artesanato movimenta a Costa Norte
Ponte do Rio Sahy reformada
Escola bairro do Sahy


Ubatuba
Prefeito nomeia novos secretários
Defesa Civil agradece entidades e população
Vigilância Sanitária promove treinamento para vendedores de caldo-de-cana
Artista ubatubense ganha medalha de bronze em Araras
Ubatuba se destaca no Campeonato Estadual de Surf
Mosaicos da 9 de Julho serão recuperados
Certidão de Nascimento gratuita
Conselho do PEIA se reúne para elaboração da agenda de trabalho 2005
Vovô e Vovó Gotinha visitam Ubatuba na segunda-feira
Vereador Dr. Ricardo sai do PFL e se filia ao PV
Jiu Jitsu de Ubatuba tem 18 classificados para a Final Paulista e Copa Do Brasil
Luciana Machado visita bairros
Osmar de Souza protocola reivindicações na Assembléia Legislativa
Casarão do Porto: prédio será restaurado em Ubatuba
Imóvel foi construído com estilo português
Fundart mudará de endereço com obra
Após 28 anos, Oswaldo Cruz recebe obras de recuperação
Problemas atingem toda a estrada
Capela e cruz marcam os acidentes

Seções
Artigo
Opinião
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Prefeitos enfrentam "onda" de ações no litoral
Na espera de pareceres da Justiça Eleitoral, políticos eleitos em Caraguá e São Sebastião convivem com boataria

Litoral Norte - Os prefeitos de Caraguatatuba, José Pereira Aguilar (PSDB), de São Sebastião, Juan Pons Garcia (PPS) ainda aguardam pareceres da Justiça Eleitoral para se efetivarem definitivamente no cargo.
Representações feitas pelos partidos de oposição ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) e recursos protocolados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) podem alterar o resultado das eleições de 2004 nas duas cidades.
Enquanto a pendência se arrasta, os dois prefeitos e seus aliados diretos convivem diariamente com boatos dando conta da cassação do mandato e até de perda dos direitos políticos.
Os dois políticos alegam que "a boataria" não interfere e nem prejudica suas administrações.
O prefeito de Caraguá enfrenta cinco representações eleitorais no TRE, uma delas, corre em segredo de Justiça. São denúncias de abuso de poder econômico e político, uso da máquina administrativa e de propaganda irregular. Na próxima terça-feira, uma das representações será avaliada pelo TRE.
Em primeira instância, todas as acusações foram julgadas improcedentes. Os partidos de oposição, entre eles o PMDB, decidiram apelar ao TRE e em um dos casos --possível uso da máquina administrativa na campanha eleitoral-- houve parecer favorável da Procuradoria Regional Eleitoral, que pediu a abertura de investigação.
Garcia é acusado, juntamente com quatro correligionários, de ter solicitado dinheiro a um empresário para sua campanha eleitoral (denúncia de abuso de poder econômico). A denúncia, feita pela coligação São Sebastião Vive Melhor, que apoiou o ex-prefeito Paulo Julião (PSDB), foi julgada improcedente em primeira e segunda instância. A coligação recorreu ao TSE.
LEGISLATIVO - A boataria também interfere no Legislativo das duas cidades. "Pelo menos seis pessoas por dia me perguntam se é verdade que o Juan foi cassado", afirmou o presidente da Câmara de São Sebastião, Wagner Teixeira (PV).
Segundo ele, comentários infundados em São Sebastião intranquilizam os vereadores e prejudicam a atuação do prefeito. " Acredito que estão tentando desestabilizar a atual administração", disse Teixeira.
O presidente da Câmara de Caraguá, Juarez Pardim (PPS), eleito pela coligação que apoiou Aguilar, disse que os comentários e as representações feitas pela oposição afetam o trabalho do Legislativo e o trabalho do prefeito. "Para mim está havendo perseguição política por parte da oposição", disse.
RECURSOS - "Existem indícios de irregularidades, por isso levamos os casos ao TRE. Acreditamos que, com a apuração das denúncias, vamos colaborar para que as próximas eleições transcorram dentro da legalidade em nossa cidade", afirmou o candidato Álvaro Alencar (PMDB), derrotado nas eleições de 2004.
A advogada Ana Paula Nigro, que assessora o PMDB, disse que qualquer que seja a decisão do TRE caberá recurso ao TSE.
Segundo o advogado Luiz Antônio Curi, que defende a coligação São Sebastião Vive Melhor, que apoiou o ex-prefeito Paulo Julião, foi impetrado recurso no TSE. Em primeira e segunda instância, a Justiça entendeu que o pedido de dinheiro teria sido feito antes da oficialização da candidatura de Garcia.
"Nós continuamos acreditando que houve abuso do poder econômico e o mandato do prefeito deve ser impugnado para que Julião assuma a prefeitura", disse.
Segundo ele, o recurso está sendo avaliado pela Procuradoria Geral Eleitoral e será encaminhado nos próximos dias ao ministro Marco Aurélio de Mello, relator do processo no TSE.
O ValeParaibano não conseguiu contato com os advogados Márcia Ione de Mello e Alexandre Ione de Mello que cuidam da defesa de Garcia. (Fonte: ValeParaibano)

TRE já fez novas eleições em cinco cidades

Litoral Norte - O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) já realizou novas eleições em cinco municípios paulistas em 2005. Prefeitos eleitos em 2004 foram cassados devido a irregularidades cometidas na campanha eleitoral.
Segundo o TRE, o volume de representações eleitorais protocoladas no ano passado foi o maior já registrado pelo tribunal.
Foram realizadas novas eleições nos municípios de Bento de Abreu, Iaras, Ibirarema, Serra Negra e Barra do Turvo. Os prefeitos eleitos nessas cidades em 2004 foram cassados por terem participado de inaugurações de obra no período eleitoral, utilizarem a máquina administrativa e por compra de votos e propaganda irregular.
O prefeito de Ibirarema, Waldimir Coronado Antunes (PSDB) e seu vice Antônio Fernando Haddad (PSDB), reeleitos, tiveram seus diplomas cassados devido à utilização de servidores e serviços custeados pela prefeitura para favorecimento de suas candidaturas, de acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral.
Segundo a assessora de imprensa do TRE, Eliana Passarelli, nem sempre a cassação do prefeito eleito em 2004 provoca novas eleições. Em alguns casos, o segundo colocado no pleito assume a prefeitura. Ela disse que aumentou muito o número de representações protolocadas no tribunal, porque houve um amadurecimento da classe política.
PRAZO - "A Lei 9.504/97, que estabeleceu normas para as eleições, têm aplicação imediata" afirmou Eliana. Segundo ela, não existe um prazo para conclusão das representações feitas ao TRE.
"O volume de representações encaminhadas ao tribunal é grande e os desembargadores estão procurando dar seus pareceres dentro das prioridades", disse.
Na última quinta-feira, os desembargadores permaneceram até as 22h reunidos no tribunal julgando recursos. Entre 14h e 22h, os desembargadores julgaram 38 recursos, segundo a assessoria do tribunal.
A próxima sessão da corte será dia 19, nesta terça-feira, ocasião em que será analisado o recurso nª 23.578, que têm como relator o desembargador Paulo Dimas Mascaretti. No documento, o PMDB de Caraguá recorre de decisão contra denúncia de propaganda política irregular feita pelo atual prefeito José Pereira de Aguilar (PSDB).
Aguilar enfrenta cinco representações eleitorais no TRE, uma delas com segredo de Justiça. São denúncias de abuso de poder econômico e político, uso da máquina administrativa e propaganda irregular. (Fonte: ValeParaibano)

"Oposição só quer prejudicar o município"

Litoral Norte - O prefeito de Caraguatatuba, José Pereira de Aguilar (PSDB), mantém um advogado em São Paulo para acompanhar de perto as decisões do TRE. Ele afirma que está tranquilo e que não acredita em alterações no resultado das eleições de 2004. Segundo ele, a oposição deveria aceitar o resultado das urnas. Leia abaixo os principais trechos da entrevista:

ValeParaibano - As representações feitas pela oposição ao TRE prejudicam sua administração?
José Pereira de Aguilar - Não me abalam em nada. Estou trabalhando tranquilamente. Não estou aqui por acaso, fui eleito pelo voto popular. Tive mais de 28.500 votos nas urnas.

VP - Como o senhor vê a ação da oposição?
Aguilar - Vejo como falta de bom senso por parte dos adversários. Eles têm que reconhecer que perderam as eleições nas urnas. Foi uma decisão democrática e popular. Acredito na Justiça. Tenho certeza que a Justiça irá manter o resultado do pleito, até porque, uma alteração no resultado poderá prejudicar o próprio município.

VP - O senhor cometeu abuso de poder econômico ou político nas eleições?
Aguilar - Não houve nada disso. No caso da publicidade feita pela administração anterior, divulgando as obras executadas nos últimos sete anos e meio, tratava-se da divulgação do ex-prefeito que em nada contribuiu com a nossa eleição. O ex-prefeito sempre destacou suas realizações.

VP - Quem faz a sua defesa e quanto o senhor está gastando no acompanhamento dessas representações?
Aguilar - Tenho um advogado em São Paulo fazendo o acompanhamento das representações. Ele me informa como as coisas estão andando. Não houve necessidade de pedir apoio ao partido (PSDB), caso precise, irei procurar o diretório. As despesas ficam por minha conta. (Fonte: ValeParaibano)

"Boataria faz parte do jogo político"

Litoral Norte - O prefeito de São Sebastião, Juan Pons Garcia (PPS), disse acreditar que o recurso impetrado no TSE pela coligação que apoiou o ex-prefeito Paulo Julião (PSDB) e perdeu as eleições dificilmente será julgado procedente. Para Garcia, recursos e boatos fazem parte do jogo político. Garcia afirmou que sua defesa nos processos está a cargo de amigos, companheiros de partido. Leia abaixo os principais trechos da entrevista:

ValeParaibano - A representação feita pelo PSDB ao TSE prejudica sua administração?
Juan Pons Garcia - Estou governando tranquilo, apesar da boataria correr solta na cidade. Até agora, todas as decisões em primeira e segunda instância, foram a meu favor. A denúncia não procede e nem tem fundamento. Em nenhum momento deixei de definir ou priorizar obras, preocupado com a decisão do TSE. Estou governando normalmente.

VP - Como o senhor analisa a representação feita pelo PSDB?
Garcia - Não encaro isso como vingança ou perseguição. Trata-se de uma persistência da oposição, que ainda não se conformou com o resultado das urnas nas últimas eleições. Mas isso faz parte do jogo político. Grupos perdedores sempre tentam cancelar o resultado das urnas.

VP - O senhor cometeu abuso econômico ou político?
Garcia - Eu sempre digo que a política tem 5% de verdade e 95% de boataria. Muitos políticos, de pouca capacidade, vivem de iludir a população e de criar coisas inexistentes. A denúncia não procede e nem teve respaldo em nenhuma das instâncias jurídicas em que foram protocolados os recursos da oposição.

VP - Quem cuida da sua defesa e quanto o senhor está gastando com os advogados?
Garcia - Não tive despesas nenhuma até o momento. Meus advogados são companheiros de partido, amigos que sempre me acompanharam desde o início da minha vida política e que acreditam em mim. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá BIL -= Bolsa de  Imóveis do Litoral Salete

Caraguá quer estreitar relações com turista
Turistas e veranistas serão cadastrados a partir do dia 20 de abril. A intenção da prefeitura é oferecer informações sobre eventos e notícias que interessem ao turista, via e-mail.

Caraguatatuba - Caraguá começa a cadastrar turistas e veranistas durante as festividades do aniversário da cidade. A secretaria de Turismo quer informar os visitantes sobre os eventos e as atividades que acontecem na cidade através de correio eletrônico. O cadastramento será feito por estudantes das Faculdades Integradas Módulo, com início no feriado de Tiradentes, que deverá atrair turistas e veranistas para a cidade.
De acordo com o secretário de Turismo, o cadastramento vai acontecer com freqüência nos feriados, férias de inverno e temporada de verão. "Nossa intenção é aumentar cada vez mais o número de turistas cadastrados para que possamos divulgar antecipadamente nossos eventos", disse o secretário de Turismo Ricardo de Lima Ribeiro.
Para facilitar o trabalho de divulgação, será utilizada a internet. Todos os turistas cadastrados irão receber e-mails da secretaria sobre os eventos, projetos e tudo o que puder interessar ao visitante. "Os turistas vão saber tudo o que acontece na cidade ", afirma o secretário.
O grupo de trabalho será composto por 20 estudantes de diversos cursos das Faculdades Módulo, especialmente Turismo e Administração. Os grupos se revezarão para fazer o trabalho que será centralizado na Praça de Eventos, Praça Cândido Mota e praias. O turista só terá que informar nome e endereço de e-mail.
Caraguá busca perfil do turista - Outro trabalho relacionado ao turista também será realizado a partir do dia 20 de abril em Caraguá. Será uma pesquisa de diagnóstico sobre o perfil do turista que visita o município. A intenção da Secretaria de Turismo é levantar a opinião do turista sobre a cidade, além de sugestões, críticas, classe social, renda e o que mais gosta de fazer na cidade.
A idéia da secretaria de Turismo é conciliar eficiência com economia. "A pesquisa é um instrumento de tomada de decisão importante. A partir dos resultados poderemos elaborar produtos turísticos que vão ao encontro dos anseios do nosso público turístico. Essa é uma maneira de utilizar melhor os recursos da prefeitura e com maior probabilidade de acertos", explica o secretário. (Fonte: PMC)

Lars Grael no torneio de Basquete Sobre Rodas
O V Torneio Paulista de Basquete Sobre Rodas, que acontecerá em Caraguatatuba de 19 a 24 de abril, poderá ter a presença do Secretário de Juventude Esporte e Lazer do Estado de São Paulo, Lars Grael

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Esportes, e a Federação Paulista de Basquete Sobre Rodas, com o apoio da Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer do Estado de São Paulo, realizam de 19 a 24 de abril o V Torneio Paulista de Basquete Sobre Rodas, nos ginásios esportivos do CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves) e da EMEf do Tinga.
A abertura do torneio acontece na próxima terça-feira 19, às 19h, no CEMUG, e faz parte das comemorações dos 148 anos de emancipação político-administrativa de Caraguá.
Na última quarta-feira 13, o presidente da Federação Paulista de Basquete Sobre Rodas, João Bentim, reuniu-se com o Secretário de Juventude, Esporte e Lazer do Estado de São Paulo, Lars Grael, a quem levou pessoalmente o convite para a cerimônia de abertura do V Torneio Paulista de Basquete Sobre Rodas e as demais partidas.
A reunião aconteceu no gabinete de Grael e teve como principal objetivo a assinatura do convênio entre a Secretaria e a Federação, para a realização do torneio, no que diz respeito à viabilização de recursos.
Apesar da agenda lotada de Lars Grael, ele se mostrou bastante favorável em aceitar o convite da Federação. O Secretário deve vir a Caraguatatuba para prestigiar os jogadores em um dos dias de realização do evento. Segundo João Bentim, presidente da Federação Paulista de Basquete Sobre Rodas, "ele não prometeu comparecer na abertura do evento, mas estamos confiantes de que o Secretário virá assistir pelo menos uma partida", explicou, completando que esse esporte teve um grande avanço graças aos recursos financeiros da Secretaria de Estado, que tem sido uma grande parceira na modalidade de Basquete Sobre Rodas há cerca de 5 anos.
FIQUE POR DENTRO - Participarão do torneio 16 equipes e cerca de 200 atletas, dos quais nove participaram da equipe de Basquete Sobre Rodas nas Pára Olimpíadas de Athenas.
Entre as equipes já confirmadas estão a ADD/Magic Hands (Associação Desportiva para Deficientes, de SP), CPSP (Clube dos Paraplégicos de São Paulo), Associação dos Deficientes Físicos de Santos-SP, Unesp de Presidente Prudente, entre outros. Participam também do torneio as equipes do All Star Rodas, de Belém-PA, com times feminino e masculino.
Não deixe de participar e prestigiar os atletas pára-olímpicos que estarão em Caraguatatuba durante os cinco dias de evento. Haverá ainda, amistosos com crianças da cidade utilizando as cadeiras-de-rodas.
Durante a abertura do V Torneio de Basquete Sobre Rodas serão apresentados números de dança com o Corpo de Baile Municipal, da FUNDACC - Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, e alunos de Street Dance das oficinas do Tinga. Após a abertura será realizado o primeiro jogo do torneio. A entrada é franca. (Fonte: PMC)

Funcionário é homenageado pelo prefeito Aguilar

Caraguatatuba - O funcionário da Secretaria de Serviços Públicos, Alarico dos Santos, recebeu uma homenagem do prefeito José Pereira de Aguilar, na tarde da última sexta-feira, dia 15, no gabinete.
Ele está se aposentando e mudando de cidade, após ter trabalhado por 34 anos no pátio de obras da prefeitura e ser considerado, pelo prefeito, um exemplo de servidor público. "Alarico sempre trabalhou com honestidade, dignidade e é um grande companheiro. Esta homenagem é um agradecimento pelos serviços que ele, tão bem, prestou ao nosso município", disse Aguilar. Foto: Gianni D´Angelo/(Fonte: PMC)

ONG leva crianças para mergulhar no feriado em Caraguá

Caraguatatuba - Turistas e moradores poderão fazer uma trilha subaquática com a ONG Caravela no próximo feriado, de 21 a 24 de abril, na Praia da Cocanha, em Caraguá. A ONG irá oferecer máscaras, nadadeiras e snorkel (respirador) para quem quiser participar e tiver de 8 a 10 anos de idade.
A trilha subaquática é na verdade um mergulho na costeira para observação de animais marinhos. Os participantes serão levados pelos monitores até o local demarcado e poderão observar o mundo marinho bem próximo da costeira.
Os participantes conhecerão, de perto, esponjas, pepino do mar, ouriços, estrelas e outras espécies. "A idéia é mostrar a vida marinha aos participantes, contando sobre seus hábitos e habitat naturais", conta a bióloga Melisa Sakamoto.
A ONG estará instalada em uma tenda no final da Praia da Cocanha (sentido norte), com uma equipe formada por biólogos, técnicos e estudantes, que permanecerá no local das 14h às 17h.
Os materiais foram doados pela Sabesp, que apóia o projeto junto com as Faculdades Integradas Módulo, StarNort, Celmar, Kurosawa, Paraíso Aquático e o Quiosque do Flávio. "Sem os patrocinadores não poderíamos realizar mais um de nossos projetos".
O projeto Trilha Subaquática também contou com o apoio do Posto de Bombeiro Marítimo de Caraguatatuba e por isso contará com um salva-vidas, equipamentos de mergulho autônomo e um bote inflável.
De acordo com Melisa Sakamoto, os trabalhos já realizados pela Ong mostraram que as crianças estão carentes de conhecimentos sobre a vida marinha. Por isso decidiram dar início a uma série de atividades para disseminar informações sobre o meio ambiente local.
"Em cada evento que participamos percebemos o grande interesse e curiosidade das crianças pelas espécies marinhas. Geralmente levamos um aquário marinho com as espécies, desta vez vamos levar as crianças até o mar", comenta a diretora executiva da ONG. (Fonte: Módulo)

CIASE elege conselho mirim
Crianças dos bairros da região sul concorrem à diretoria mirim do Centro Integrado de Atendimento Sócio Educativo, em Caraguá.

Caraguatatuba - O CIASE- Centro Integrado de Atendimento Sócio Educativo, em Caraguá, promoveu a primeira eleição do conselho mirim. O CIASE reuniu nesta sexta-feira mais de 40 crianças para a votação do diretor mirim, que será eleito entre seis candidatos com idades entre 7 a 12 anos.
A eleição objetiva proporcionar às crianças a oportunidade de participarem do processo de decisão sobre as atividades do CIASE. "O diretor mirim irá propor idéias e defender a opinião dos participantes das atividades do CIASE", disse o coordenador João Fernando Lopes.
Felipe de Jesus é um dos candidatos e pretende defender o aumento dos treinos de natação e vôlei e também a adoção de uniformes para as equipes de basquete, futebol, futsal e outras modalidades. "Tem muito aluno que quer mudar algumas coisas, tem gente fumando aqui dentro e as crianças não estão gostando". Outro candidato, Richard Leno Siqueira Camargo também quer aumentar os treinos e os alongamentos, além de implantar o uso de uniforme e proibir o palavrão".
O segundo colocado, além de ser conselheiro, também acumulará o cargo de vice-presidente, e os demais serão todos suplentes.
O especialista em educação física escolar, Jocimar Daólio, professor livre docente da Unicamp, que esteve em Caraguá para ministrar palestra nas Faculdades Integradas Módulo, visitou o CIASE esta manhã, conversou com as crianças e elogiou o trabalho desenvolvido. "Fiz questão de vir conhecer esse espaço. É um privilégio para uma comunidade ter um local como esse, é raro ver isso em uma cidade, geralmente a população tem vontade de praticar esporte mas não onde, muito menos com essa proposta de integração e sociabilidade. Aproveitem bastante", disse às crianças. (Fonte: PMC)

Termina a 3ª Semana Acadêmica de Educação Física
O evento contou com a presença ilustre do especialista em Educação Física Escolar, Jocimar Daólio, que é o autor do livro 'Da Cultura do Corpo', tema obrigatório nos concursos públicos da rede estadual.

Caraguatatuba - A 3ª Semana Acadêmica de Educação Física terminou na sexta-feira, dia 15. Os alunos comemoraram o sucesso do evento, que contou aulas e vivências em diversas modalidades, entre yoga, judô, tae-bo, dança, ginástica, jumpee, capoeira, futebol e outras. Os alunos trouxeram palestrantes para falar de 'Representações da cultura caiçara e região', 'Nutrição esportiva', e debates como o de quinta-feira 'Organização dos esportes no litoral paulista', com a participação de convidados especiais como o secretário de Esportes e Recreação de Caraguá, Nivaldo Alves e dos diretores esportivos, Dagoberto e Renato Aguilar.
O evento foi organizado pelos alunos do curso de Educação Física das Faculdades Integradas Módulo e contou com a colaboração de professores e proprietários de academias, que movimentaram a Faculdade com aulas de tae-bo, capoeira, body combat, corridas de aventura, power yoga e muitas outras.
O evento contou ainda com a presença ilustre do especialista em Educação Física Escolar, Josimar Daólio, professor livre docente da Unicamp, que ministrou uma palestra na quinta à noite e outra na sexta-feira, de manhã, sobre o tema 'Educação Física Escolar
"Trazer o Daólio para Caraguá é uma honra. Toda instituição quer a sua presença, mas poucas conseguem. Ele é o papa da América Latina, foi o primeiro a chamar a atenção com a sua abordagem voltada para as ciências humanas na Educação Física, para o contexto social. Ele defende que as pessoas são diferentes e por isso as aulas devem ser dadas de acordo com a bagagem cultural de cada grupo", comentou o professor Sérgio Burihan.
Jocimar Daólio elogiou o evento promovido pelos estudantes e parabenizou a Faculdade. Ele disse que em sua opinião o curso de Educação Física de Caraguá está entre os melhores do Brasil, que tem hoje mais de 500 cursos. "O evento foi muito bom, acho que a melhor saída para tornar uma aula produtiva é tirar o aluno da relação formal da sala de aula. Promover um evento acadêmico é super-educativo", disse.
O especialista visitou na manhã de sexta-feira o CIASE-Centro Integrado de Atendimento Sócio Educativo, para conhecer o trabalho desenvolvido pela Associação Módulo de Educação e Cultura e da Prefeitura Municipal. "A idéia de ter uma construção pública voltada para ações sócio culturais e esportivas é muito interessante. Mais do que a atividade física, o importante é a vivência que o espaço proporciona neste pólo de cultura e educação, isso é maravilhoso, todos ganham com isso", disse.
* Jocimar Daólio é o autor do tradicional livro 'Da Cultura do Corpo', cujo conteúdo vai cair no próximo concurso público da rede estadual, além de outros lançamentos como 'Educação Física e o Conceito de Cultura', e ainda 'Cultura, Educação Física e Futebol'. (Fonte: Módulo)

Confira a programação de 21 a 24 do Teatro Mario Covas

Dia 21 de Abril - quinta-feira
Banda Sinfônica da Polícia Militar do Estado de São Paulo, às 21 horas - Entrada: uma embalagem mínima com 400 gramas de leite em pó.
Corpo Musical da Polícia Militar do Estado de São Paulo apresenta-se no Teatro Mario Covas dia 21
Caraguatatuba recebe no dia 21 de abril o Corpo Musical da Polícia Militar do Estado de São Paulo. A apresentação acontece dia 21, às 21 horas, no Teatro Mario Covas A entrada é uma embalagem mínima com 400 gramas de leite em pó. A troca de ingressos deve ser no Teatro Mario Covas na hora do espetáculo.
Criado em 07 de abril de 1857, o Corpo Musical teve seu início histórico contando com 17 (dezessete) componentes e 01 (um) Sargento Mestre. No seu passado marcante, tinha como função a missão de levar entretenimento às Praças aquarteladas. Ao longo dos anos, a Banda deixa de entreter apenas a Tropa, para integrar-se à Comunidade Paulistana, situação da qual esperamos jamais desatarmo-nos.
O crescer contínuo da cidade na marcha eloqüente do progresso fez com que as grandes obras, tais como a do Viaduto do Chá, inaugurado em 06 de novembro de 1892, tivesse a Banda como carro-chefe, inaugurando-o brilhantemente.
Após a inauguração do Viaduto do Chá, muitas outras obras viriam, como a Avenida Paulista e o Teatro Municipal.
Atualmente, o Corpo Musical atua em solenidades militares e junto a comunidade presta diversos serviços sociais, atingindo em média um milhão e meio de pessoas ao anoO Corpo Musical participou na Sala São Paulo das comemorações dos 450 anos de aniversário da cidade de São Paulo, dividindo o palco com artistas como Agnaldo Rayol, Inezita Barroso, Demonios da Garoa entre outros, participa tambem de projetos culturais em estações do metrô, estações de trens da CPTM, terminais de onibus da EMTU, projetos sociais em Hospitais de crianças portadoras de cancêr, casa de idosos e oficinas culturais na Favela Elba.
Dentro da filosofia de Polícia Comunitária o Corpo Musical representa a Corporação nos mais diversos setores da sociedade, divulgando a cultura através da sublime arte da música nos mais diversos setores da sociedade, abrilhantando eventos cívico-militares, realizando concertos, apresentações e homenagens a autoridades, distribuindo a alegria e o entusiasmo; característica sui-generis, adquiridas ao longo de sua história, reforçando a filosofia de Polícia Comunitária.

Dia 22 - sexta-feira
edrinho Mattar - "Meu Piano Favorito" às 21 horas Ingressos a R$20,00(inteira) e R$10,00(meia) - Ingressos à venda na Fundacc, MACC e Teatro Mario Covas.
Em comemoração aos 50 anos de carreira e atividade profissional incessante, Pedrinho Mattar reuniu em seu espetáculo "Meu Piano Favorito", composto por 18 músicas, algumas das canções mais solicitadas em suas apresentações pessoais e através do programa "Pianíssimo" onde atende os pedidos feitos pelos telespectadores. São sucessos nacionais e internacionais, favoritos de grande público.
"O espetáculo também é interativo, pois o público presente poderpa pedir suas músicas preferidas e cantar como meu acompanhamento" comenta Mattar.

Dias 23 e 24 - sábado e domingo
XY - Espetáculo de Dança e Teatro - "A Verdadeira Diferença entre os Sexos", sábado,`as 21 horas, domingo às 19 horas - Ingressos a R$ 20,00(inteira) e R$10,00(meia)
O Teatro Mario Covas apresenta nos dias 23 e 24 de abril a Comédia de Teatro Coreográfico "XY - A Verdadeira Diferença Entre os Sexos" com Dinah Perry e Paulo Goulart Filho. Dia 23, sábado, o espetáculo, com duração de uma hora e recomendado a partir de 14 anos, acontece às 21h e dia 24, domingo, às 19h.
De forma bem humorada, as diferenças entre o homem e a mulher são abordadas através da relação de um casal, envolvendo temas como ciúme, sexo e amor. O espetáculo é dividido em quadros que são interligados com coreografias e música original (de Renato Jimenez). Com este texto Paulo Goulart Filho faz sua estréia como autor e, junto com Dinah, é também responsável pela direção, criação, coreografia e interpretação, contando com a produção de Marcos Berman.
Utilizando a linguagem da dança unida à do teatro, Dinah Perry e Paulo Goulart Filho apresentam o espetáculo "XY - A Verdadeira Diferença Entre os Sexos", em nova temporada a partir de 27 de julho, terça-feira, no Centro Cultural São Paulo - Vergueiro (sala Jardel Filho), às 21 horas.
"XY - A Verdadeira Diferença Entre os Sexos" apresenta as visões masculina e feminina do mundo, mostrando que estas diferenças tornam possível a convivência entre homem e mulher: um complementa o outro, desde o inicio dos tempos. Em uma ambientação cênica totalmente lúdica - que utiliza cubos como elementos cenográficos - a obra prima pela qualidade técnica corporal apresentada. A interpretação ganha o reforço magnífico da coreografia calcada na dança contemporânea e em técnicas circenses. A coreografia foi desenvolvida a partir de temas definidos e pode ser classificada como masculina e feminina, pois também tem a finalidade de caracterizar cada sexo. A poesia do espetáculo e transmitida através dos movimentos corporais. Assim, "XY..." é um espetáculo dinâmico e divertido, que procura valorizar a relação homem-mulher, abordando situações do cotidiano, mostrando que as diferenças nos atraem e nos completam, fazendo com que sejamos mais felizes ao lado do parceiro que amamos.
Os atores - Dinah Perry e Paulo Goulart Filho são casados há 18 anos e, durante este período, realizaram diversos trabalhos juntos, tanto no campo da dança como no do teatro. O projeto nasceu do desejo de trabalharem juntos no desenvolvimento de uma linguagem cênica que unisse dança e teatro sem que cada uma dessas expressões artísticas perdesse suas características próprias.
Em 2002, realizaram o espetáculo O Cavalo na Montanha, que já tinha esta proposta de linguagem, onde Dinah Perry coreografou e Paulo Goulart Filho interpretou, sob direção de Bárbara Bruno. Após esse trabalho, decidiram, em parceria com Marcos Berman, pela montagem de um espetáculo que estivesse diretamente ligado a relação amorosa dos dois. Desta idéia surgiu "XY - A Verdadeira Diferença Entre os Sexos", onde eles aprofundam ainda mais a linguagem da dança unida ao teatro e a música.
Informações e Contatos: Marcos Berman - Produtor Tels: (11) 3082-6814 / (11) 9601-8501. (Fonte: Fundacc)

Vereador Germino visita Praia das Palmeiras
Parlamentar irá confraternizar com Delegados de Polícia

Caraguatatuba - O Vereador Germino de Souza (PPS), da Câmara Municipal de Caraguatatuba esteve reunido na tarde de quarta-feira - 13 de abril, no bairro da Praia das Palmeiras com cerca de 500 moradores. Esta visita faz parte do seu programa "Legislador Itinerante", que ouve solicitações da comunidade e anuncia obras e reparos no local.
No encontro o Parlamentar representou o Prefeito Municipal José Pereira de Aguilar (PSDB), estando acompanhado do Diretor da Divisão de Pavimentação, João Benavides Alarcon e juntos ouviram as reivindicações de cerca de 500 moradores ou 400 famílias do bairro da Praia das Palmeiras, localizada na região sul da cidade.
Na ocasião o Vereador, falando em nome do Prefeito, anunciou um pacote de obras para o bairro, que incluem guias, sarjetas e pavimentação, logo após a finalização das obras de esgoto, o que deverá ocorrer nos próximos meses.
Para o Vereador, as reuniões do programa "Legislador Itinerante" fazem parte de suas promessas de campanha, quando se comprometeu em fazer uma política voltada para a participação popular na sua legislatura. "O Vereador foi eleito pelo povo para fazer e fiscalizar o Executivo e além disso, para ser o intermediador entre seus pedidos e as realizações da Prefeitura. Tenho certeza de que estou cumprindo este papel e continuarei percorrendo os bairros para ouvir os contribuintes e encaminhar suas solicitações ao Prefeito Aguilar", disse.
O Vereador informa também que nesta sexta-feira - 15 de abril, estará em São Paulo com o Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP), na Casa de Portugal, onde participará de uma confraternização com os Delegados de Polícia Civil de todo o estado. Neste evento haverá uma manifestação a favor do Deputado, que conquistou benefícios aos policiais que não tinham atualização salarial há 10 anos. O Vereador Germino é representante do Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá na região do Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Programa Ação Litoral

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Prefeitura de Ilhabela vai conceder pró-labore a policiais
Um salário mínimo e mais cesta básica serão oferecidos aos 26 policiais que atuam em Ilhabela.

Ilhabela - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, deve se reunir na próxima semana com o secretário de Finanças,Élcio Roefero, com o objetivo de prover no Orçamento de 2006 uma verba destinada ao repasse de pró-labore aos policiais militares que atuam na cidade.
Segundo o prefeito, o incentivo, que deve ser de um salário mínimo (R$ 260 mensais) e mais uma cesta básica é uma forma de motivar os policiais.
“Hoje nós sabemos que a vinda de um maior efetivo para a região é complicado. O que nós temos de fazer é dar um incentivo para os que já trabalham aqui”.
Mesmo prevendo a verba mensal para 26 policiais, ou seja, cerca de R$ 6,8 mil mensais, o projeto de autoria do prefeito deve ser encaminhado para à Câmara. Com o projeto os policiais poderão trabalhar nas horas vagas.
Essa decisão foi tomada depois que o prefeito conversou com o secretário de Segurança Pública do Estado, Saulo de Castro Abreu Filho, quando propôs uma parceria.
“Não conseguimos essa parceria, por isso decidimos conceder o pró-labore por conta própria, valor esse que não deve onerar os cofres públicos. Queremos fazer o projeto dentro de uma legalidade e que não entre em conflito com a Lei de Responsabilidade Fiscal”.
Para o sargento da Polícia Militar de Ilhabela, Mauro de Jesus, conceder pró-labore aos policiais é um incentivo a mais. “Isso eleva a auto-estima desses policiais. Se não conseguimos aumentar o efetivo na cidade é importante investir nos que estão aqui, que irão trabalhar, inclusive, com mais prazer”, avalia. “Recebemos a notícia com muita alegria”. (Fonte: Correio do Litoral)

Balcão de Empregos em Ilhabela
Ilhabela agora conta com balcão de empregos uma iniciativa da prefeitura municipal

Ilhabela - O prefeito Manoel Marcos, deu início ao funcionamento do Balcão de Empregos da Prefeitura Municipal de Ilhabela, nesta sexta-feira, 15, que terá a coordenação da secretária da Assistência Social, Célia H. Reale Ferreira.
A primeira ficha de cadastramento foi preenchida pelo marítimo, Carlos Alberto da Silva, que contou com a participação do prefeito Manoel Marcos e da secretária Célia. Carlos pleiteia o emprego de motorista ou marinheiro. Segundo declarou, tem 30 anos de experiência como marinheiro.
A secretária Célia esclarece que, as inscrições estão abertas, tanto para o empresário que tiver uma vaga como para quem procura emprego, e também aos trabalhadores autônomos.
Os interessados devem procurar a Secretaria de Assistência Social, Av. Princesa Isabel, 1274, Perequê, a partir das 14 horas, munidos de carteira de identidade, CPF e título de eleitor. (Fonte: PMI)

Notícias de São Sebastião Topo

Litoral Virtual Superchic

Marinha recorre pelo uso da raia de tiro de Alcatrazes

São Sebastião - Em comunicado oficial emitido na sexta-feira, 8, o capitão de mare-guerra, Paulo Ricardo Médici, diretor do serviço de Relações Públicas da Marinha do Brasil, informou ao CORREIO DO LITORAL que o comando do 8º Distrito Naval protocolou junto ao Ibama requerimentos de defesa e impugnação das atuações e do termo de embargo que vetou, em 15 de março, a utilização da raia de tiro no arquipélago de Alcatrazes.
Segundo a Marinha, o local é ideal para adestrar o ´apoio de fogo nava`', que consiste de ´tiros com canhões sobre terra em apoio ao desembarque de fuzileiros navais`.
A gerente executiva do Ibama em São Paulo, Analice de Novais Pereira, informou que a defesa da Marinha está sendo estudada pela divisão jurídica e procuradoria do órgão. Há o prazo legal de 30 dias, prorrogáveis por mais 30, para que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente se pronuncie a respeito.
"Continuamos nos empenhando para que definitivamente Alcatrazes seja uma área de preservação permanente, livre dos exercícios de tiro da Marinha", afirmou.
E os ambientalistas que ainda comemoravam o termo de embargo que suspendeu totalmente as atividades da prática de exercícios de tiro na área circundante da estação ecológica de Tupinambás, voltam a temer pelo destino de Alcatrazes.
"Falta de sensibilidade", foi assim que se manifestou Téo Balieiro, presidente da Federação Pró-Costa Atlântica de São Sebastião. "Todos nós ambientalistas e sociedade civil organizada precisamos nos mobilizar para apoiar o Ibama nesse momento, pois o lobby da Marinha é bastante forte", argumenta.
"Recentemente, acompanhei a visita de pesquisadores do Instituto Butantã para a realização de um documentário em Alcatrazes e esses cientistas compararam a biodiversidade do local às Ilhas Galápagos (Equador)".
Ele adverte que é preciso cobrar firmeza do Ministério Público para que o local seja preservado integralmente." Estamos trabalhando junto à Ong Alcatrazes num mega abaixo-assinado eletrônico endereçado a autoridades pedindo para que o governo Federal transforme Alcatrazes em Parque Nacional, garantindo assim a sua preservação".
Já o ambientalista Eduardo Hippólito do Rego, presidente da Ong 'Educa Brasil', declarou: "É um retrocesso lamentável o fato de a Marinha não ser sensível à vontade de toda sociedade, deixando de reconhecer que há total incompatibilidade entre bombardeios e conservação de Alcatrazes", avalia.
"Precisamos mobilizar o meio político da região, Estado e toda a nação para conjuntamente com as Ong's ambientais e sociedade civil organizada resistirmos a essa idéia nefasta".
Milton Dines, presidente da Ong Projeto Alcatrazes, lembra que o arquipélago é o maior ninhal de aves marinhas das costas Sul e Sudeste do Brasil. É também o lar de 21 espécies endêmicas da fauna e flora, quer dizer, exclusivas, que em todo o mundo só existem naquele ambiente.
"Não é apenas a natureza de Alcatrazes que está sendo alvejada, ofendida e ameaçada com os bombardeios, mas igualmente a Constituição Brasileira, o Código Florestal, a lei nº 9.605/98 de crimes ambientais, a lei de Política Nacional do Meio Ambiente e o decreto de Criação da Estação Ecológica Tupinambás; a Lei do Sistema Nacional Unidades de Conservação da Natureza - SNUC e outros aspectos legais". (Fonte: Correio do Litoral)

Prefeitura poderá receber R$ 32 milhões do Ministério das Cidades

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião anunciou na última semana a captação de recursos junto ao governo Federal para desenvolver programas que deverão promover ações de urbanização e regularização dos chamados núcleos congelados, estabelecer a implantação do Plano Diretor do Município, além de promover a reabilitação de algumas áreas urbanas centrais e de garantir maior acessibilidade para os portadores de necessidades especiais.
De acordo com o prefeito Juan Garcia (PPS), na última semana foram encaminhadas estas quatro propostas de intervenções nas áreas de habitação, saneamento, mobilidade urbana, planejamento e gestão urbana visando acesso aos recursos do Orçamento Geral da União nos programas do Ministério das Cidades.
Se aprovados, os programas juntos poderão receber um montante de mais de R$ 32 milhões em investimentos, somando os recursos da União e município. Segundo o prefeito, um dos programas prioritários para São Sebastião e que irá demandar um recurso maior é o "Programa de Urbanização, Regularização e Integração de Assentamentos Precários", que trará mais de R$ 32 milhões em investimentos na área para os núcleos congelados das Vilas Baiana
e Mosquito, ambas em Barra do Sahy, na Costa Sul, além do Itatinga e Olaria, na região Central.
Os núcleos congelados de Barra do Sahy, Itatinga e Olaria apresentam uma série de características sócio-econômicas em comum, segundo a Prefeitura. A renda média mensal das famílias que neles residem é de dois salários mínimos; e todas apresentam um número elevado de mulheres chefes de família e significativo número de portadores de necessidades especiais.
A proposta apresentada pela equipe de planejamento da Prefeiura de São Sebastião inclui também o "Programa de Mobilidade Urbana - ações de apoio a projetos de acessibilidade para pessoas com restrição de mobilidade", que tem como objetivo criar um plano piloto de adequação das ruas Sebastião Silvestre Neves e Duque de Caxias, ambas na área central, para melhor atender aos portadores de necessidades especiais, o que implicará R$ 250 mil da União e R$ 62,5 mil do município.
Outro projeto que prevê melhorias na urbanização da cidade é o "Programa de Reabilitação de Áreas Urbanas Centrais", previsto para a região da Vale do Outeiro, atenuando os problemas de enchente, disposição do lixo, entre outras ocorrências que o local apresenta atualmente. O custo ficará em R$ 135 mil para a União e R$ 45 mil caberá ao município.
Já o último programa apresentado é o de "Fortalecimento da Gestão Urbana" – uma ação de apoio à implementação dos Instrumentos do Estatuto da Cidade e à elaboração dos Planos Diretores. Neste caso será feita uma revisão e adequação do Plano Diretor Municipal de 1998.
Todas as propostas, além de receber os recursos financeiros da União, contarão ainda com uma contrapartida do Município, ou seja, São Sebastião terá de contribuir com 25% dos recursos investidos pelo governo Federal. (Fonte: Correio do Litoral)

Feira de artesanato movimenta a Costa Norte

São Sebastião - Teve início no último final de semana a Feira de Artesanato da Costa Norte, que reúne 12 artesãos da região. Os trabalhos estão sendo expostos aos sábados, domingos e feriados, das 14 às 21 horas, no Centro de Informações Turísticas (CIT) da Enseada. A iniciativa é uma parceria da Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, e artesãos, com apoio do comércio local.
Estão expostos diversos tipos de produtos, como bonecas de porcelana, arte em vidro, biscuit, arte em fibra de coqueiro e cipó, pintura em tela e telha, trabalho com conchas e bonecas de lã, entre outros. Todos os trabalhos são produzidos por artistas residentes na Costa Norte. Paralelamente, acontecerão manifestações culturais desenvolvidas por artistas locais.
A artista Maria Izilda Martins disse que o primeiro final de semana do evento foi extremamente positivo, “superando as nossas expectativas”. O secretário de Cultura e Turismo, Júlio Buzi, acredita que a iniciativa possa transformar o CIT num pólo cultural, “dando uma oportunidade aos artistas da região e uma opção de lazer à comunidade”  (Fonte: PMSS)

Ponte do Rio Sahy reformada

São Sebastião - A ponte do Rio Sahy, que liga os bairros de Barra do Sahy e Baleia, já está liberada para o tráfego de veículos e pedestres desde a semana passada. Com as fortes chuvas ocorridas no final do mês passado, a ponte teve que ser interditada, pois sofreu danos em sua estrutura. A Sub-Prefeitura da Costa Sul intensificou os trabalhos para que a ponte pudesse ser entregue a população o mais rápido possível. Foram colocadas duas pilastras de sustentação que a força da correnteza levou, além de refeita toda estrutura superior e corrimãos.  (Fonte: PMSS)

Escola bairro do Sahy

São Sebastião - O salão provisório, que irá abrigar a Escola Municipal Henrique Tavares de Jesus e a Escola Municipal de Educação Infantil Sonho de Criança, já está em fase final e na próxima segunda-feira as aulas já serão retomadas. O secretário da Educação, Paulo Henrique Santana, explicou a comunidade que esse salão provisório deverá abrigar a escola até a conclusão da reforma no outro prédio. O novo espaço irá receber as 402 crianças matriculadas nas duas escolas, conta com dez salas de aula, uma a mais do que no prédio oficial, com 42 m² cada uma, ar condicionado e iluminação individual. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Ameu Bucaneiros

Prefeito nomeia novos secretários
Secretarias de Administração, Arquitetura e Assessoria de Expediente de Gabinete tem novos titulares

Ubatuba - O prefeito Eduardo César (PL) nomeou nesta sexta-feira, dia 15, dois novos secretários e um assessor, todos já funcionários que apenas foram remanejados de suas funções. Silvio Bonfiglioli Neto, que ocupava a Assessoria de Expediente de Gabinete passará a responder pela Secretaria de Administração e Délcio José Sato, que respondia pelo cargo de agente para assuntos de desenvolvimento municipal é agora o novo Assessor de Expediente de Gabinete. Já Ary Jardim de Azevedo, que era chefe de serviços de urbanismo agora é o secretário da pasta de Arquitetura e Urbanismo.
Novos titulares
Silvio Bonfiglioli Neto tem 55 anos é formado em Administração de Empresas com cursos em tecnologia de gestão, supervisão, comunicação e relações humanas; chefia e liderança e administração de recursos; planejamento, organização e administração. Na sua vida profissional atuou como gerente de filial da Itautec, do grupo Itaú, diretor da Quac Indústria e Comércio, gerente geral do Hotel Nacional e chefe de Tributos da Prefeitura Municipal de Ubatuba. No seu currículo constam ainda atuações sociais como presidente da Conseg, presidente da sociedade amigos do bairro Perequê Açu e presidente do movimento Norte tem Esporte.
Délcio José Sato tem 34 anos, é advogado formado pela Universidade do Vale do Paraíba e pós-graduado em Direito Civil e Processo Civil pela Universidade Gama Filho, do Rio de Janeiro. Na administração pública, Sato já ocupou essa mesma assessoria pela qual responderá a partir de agora e também já foi chefe de gabinete na gestão 97 a 2000. Na iniciativa privada, o advogado atuou como gerente empresarial. Na área comunitária foi presidente de associação ecológica e vice-presidente de associação de bairro.
Ary Jardim de Azevedo, tem 56 anos é arquiteto formado pela USP. Tem várias experiências na administração pública, com atuações na prefeitura de São Paulo, nas administrações de Luiza Erundina, como arquiteto e na de Mário Covas, como orientador social da Secretaria da Família e Bem Estar Social. No governo do Estado de São Paulo, trabalhou na CDHU, no programa Vida Melhor. Já na prefeitura de Belo Horizonte, na administração de Patrus Ananias, hoje ministro do Desenvolvimento Social, Ary foi o coordenador do orçamento participativo da habitação e também participou da elaboração do Plano Diretor. (Fonte: PMU)

Defesa Civil agradece entidades e população

Ubatuba - A Defesa Civil de Ubatuba agradece a todos os órgãos e cidadãos que colaboraram para minimizar os problemas ocasionados pela forte chuva que atingiu a cidade no último dia 4. Agradecimentos especiais a Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Ambiental, Polícia Rodoviária Estadual e Federal, Salvamar, Grupo de Incêndio de Caraguatatuba, Sabesp, Eletro Concha, a todas as secretarias municipais, voluntários e cidadãos que contribuíram com doações. (Fonte: PMU)

Vigilância Sanitária promove treinamento para vendedores de caldo-de-cana
Em Ubatuba, não existe o barbeiro contaminado, mas a população está temerosa de consumir o produto

Ubatuba - A Vigilância Sanitária realizou, dia 15, na sede da Secretaria de Saúde, um curso de treinamento para os vendedores de caldo de cana do município. O objetivo do curso foi orientar os comerciantes sobre a melhor forma de armazenamento e métodos de desinfecção da cana e da moenda, devido ao recente surto de doença de chagas provocado pelo caldo-de-cana contaminado no sul do país. Além disso, os comerciantes puderam conhecer um pouco mais sobre a doença e as formas de contágio.
A contaminação está ocorrendo em alguns locais do Brasil, devido à incidência de barbeiros contaminados pelo protozoário trypanosoma cruzi e à má higienização da matéria-prima e das máquinas utilizadas no processo. Em Ubatuba, a vigilância sanitária não tem notícias de barbeiros infectados, mas parte da cana utilizada vem de outros municípios, o que pode ocasionar a migração da doença.
Por essa razão, o município está tomando uma medida preventiva. A nutricionista da vigilância sanitária, Claudia Raffaelli explica que todos os pontos de venda foram vistoriados e os comerciantes foram convidados a participar do curso. Claudia aconselha os consumidores a consumirem o produto de comerciantes que participaram do curso. "Nós pudemos contar com a participação de uma boa parte dos vendedores, mas não podemos assegurar que quem não participou do curso tenha condições de higienizar os produtos corretamente." (Fonte: PMU)

Artista ubatubense ganha medalha de bronze em Araras
O Grupo Setorial de Artes Plásticas da Fundart é um dos mais ativos da Fundação, participando de exposições durante todo o ano

Ubatuba - O escultor autodidata Paulo Kanezo Yamanaka, membro do grupo setorial de artes plásticas da Fundart recebeu Medalha Bronze pelas obras "A Sereia" e "Frei Galvão", apresentadas no tradicional Salão Ararense de Artes Plásticas "Antônio Rodini", realizado de 12 a 31 de março. O evento foi realizado como parte das festividades do aniversário da cidade. O local escolhido para a exposição foi a Casa da Cultura, um edifício construído em 1896, totalmente restaurado e que é uma miniatura de um belíssimo castelo medieval.
O Grupo Setorial de Artes Plásticas, da Fundart enviou trabalhos de vários artistas ubatubenses. Dentre eles, foram selecionadas obras de quatro artistas de Ubatuba: Carlos Herglotezs (Capela Nossa Senhora das Dores - Pintura), François Henri Louis Guérin (Porto Pesqueiro - Pintura), Luciano de Camargo (Hibisco - Pintura) e Paulo Kanezo Yamanaka (A Sereira e Frei Galvão - Esculturas). Além dos quatro, as pinturas do artista Ademar Costa Simões teve as pinturas Paraty e Horto Florestal, expostas no Salão.
Tendo José Paulo Alves Barreto coordenando seus trabalhos juntamente com Ademar Costa Simões, o Grupo tem um projeto que envolve seus participantes durante todo o ano com exposições locais e fora do município. (Fonte: PMU)

Ubatuba se destaca no Campeonato Estadual de Surf
Fim-de-semana com muito sol, o mar estava “flat”no sábado, mas os nossos atletas brilharam nas águas da Itamambuca

Ubatuba - A primeira etapa do Campeonato Estadual de Surf Hang Loose foi marcada por bons resultados para Ubatuba. O evento aconteceu nos dia 10 e 11, na Praia da Itamambuca. Ubatuba é a cidade que conseguiu classificar mais atletas para as finais, somando a maior pontuação. Participaram cerca de 14 cidades.
O Circuito Hang Loose compreende as categorias: petit (até 10 anos), estreante (12 anos), iniciante (14 anos), mirim (16 anos) e junior (18 anos). Em todas as categorias, tivemos colocações para a final. A próxima etapa do Hang Loose acontecerá nos dias 9 e 10 de julho em Itanhaem. Para maio, está marcado o Circuito Ok Dok, nas categorias: long board, master, feminino e open.
No mesmo fim de semana, o nosso atleta Renato Galvão, ex-aluno da Escolinha de Surf, conquistou o 4º lugar no Circuito WQS na Austrália. Parabéns a todos os atletas da Capital do Surf!
Veja as colocações dos atletas no Circuito Hang Loose:
Filipe Toledo: 1º lugar petit e 4º colocado estreante
Matheus Toledo: 1º lugar estreante
Wigolly Dantas (Guigui): 2º lugar mirim e 2º junior
Emerson Santos: 3º lugar mirim
Marco Aurélio: 3º iniciante (Fonte: PMU)

Mosaicos da 9 de Julho serão recuperados

Ubatuba - A Secretaria de Obras da Prefeitura de Ubatuba comunicou nesta semana a empresa Massaguaçú, responsável pela construção da avenida 9 de Julho, sobre os problemas com os mosaicos no local. A mesma informou que na próxima semana dois funcionários da empresa estarão recuperando os vários trechos de mosaicos danificados ao longo da avenida. Dependendo das condições do tempo, o serviço será executado dentro de uma semana.
Nas últimas semanas funcionários da Prefeitura executaram serviços paliativos com massa de cimento para a realização da prova de Trithlon Long Distance. (Fonte: PMU)

Certidão de Nascimento gratuita
Cidadão que não tiver registro civil deve procurar Cartório

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba, atendendo Circular da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República para mobilizar a sociedade quanto a importância do registro civil de nascimento, vem a público lembrar que todos têm direito, gratuito, ao registro civil de nascimento.
O registro civil de nascimento é o passo inicial de acesso à pessoa-cidadã, tornando-a capaz de relacionar-se em sociedade de modo a realizar os seus direitos civis, políticos, sociais, econômicos e culturais.
Para o registro de crianças é necessário o responsável apresentar o seu RG. Quando o registro foi para pessoas acima de 12 anos é necessário apresentar no Cartório de Registro solicitação do juizado e para a emissão das segundas vias também há gratuidade para os que são reconhecidamente pobres. Em Ubatuba o Cartório de Registro Civil atende das 9 às 12 horas e das 14 às 17h30 e funciona na rua Nazarenos, 370, telefone 3836-1180. (Fonte: PMU)

Conselho do PEIA se reúne para elaboração da agenda de trabalho 2005

Ubatuba - O Conselho Consultivo do Parque Estadual da Ilha Anchieta reuniu na última segunda feira, dia 04 de abril para a elaboração da agenda de trabalho para 2005. O conselho foi oficializado através de uma portaria do Instituto Florestal na qual designa os representante da sociedade civil e instituições privadas e governamentais que irão colaborar na gestão do parque, buscando fortalecer os programas de uso público, pesquisa e proteção ambiental.
Estão representadas as seguintes instituições: Empresários e Proprietários de Escunas, Associação de Monitores de Ecoturismo de Ubatuba, Associação Cunhambebe, Colônia dos Pescadores, Projeto Tartarugas Marinhas, Universidade do Estado de São Paulo, Instituto de Pesca, Fundação Florestal, Secretaria de Turismo, Secretaria do Meio Ambiente/PMU, Associação Comercial, Fundação da Arte e Cultura de Ubatuba, Ordem dos Advogados do Brasil, Radio FM Gaivota, Estação Ecológica Tupinambás, Universidade de Taubaté, Associação Pró- Resgate Histórico da Ilha Anchieta, Associação Brasileira de Ecológica e de Prevenção a Poluição das Águas e do Ar , Comitê de Bacias Hidrográfica do Litoral Norte e Polícia Ambiental.
Nesta reunião foram formadas quatro Câmaras Técnicas temáticas (CT) e nomeados os coordenadores e vices dessas câmaras:
CT - Regulamentação da Visitação Pública: Juliana Marcondes Bussolotti e Cássio de Sá Lima
CT - Diagnóstico de Pesquisa: ZuleiKa Beyruth e Rose Mary Reis Duarte
CT - Divulgação e Eventos: Martimiano Nelson Viana e Tenente Samuel Messias de Oliveira
CT - Demarcação de Área Marinha: Roberto Francine Jr. E César Augusto de Almeida
O trabalho das Câmaras Técnicas é importante principalmente na inserção da comunidade na gestão do parque, buscando soluções aos problemas relacionados com os uso das áreas naturais, compatibilizando a proteção do parque e os serviços ambientais que ele oferece com o bem estar dos visitantes e da comunidade envolvida. Além disso o Conselho é um importante fórum de discussões na busca de parcerias com os diversos setores para a viabilização e o desenvolvimento das atividades de ecoturismo do parque.

Vovô e Vovó Gotinha visitam Ubatuba na segunda-feira
A Secretaria de Estado da Saúde envia para Ubatuba na segunda-feira, os personagens Vovô Gotinha.

Ubatuba - Durante a Campanha de Vacinação contra Gripe para o Idoso deste ano, de 25 de abril a 6 de maio, serão distribuídas vacinas para imunizar os cerca de 3,5 milhões de idosos do Estado.
A meta é atingir 70%, ou seja, 2,4 milhões de pessoas com 60 anos ou mais.A população terá à disposição cerca de 5.300 postos fixos e volantes. Todos os postos de sáude estarão abertos para realizar a vacinação.
A distribuição e aplicação das doses envolverão 28.600 profissionais, 2.220 carros e cinco barcos em todo o Estado. A campanha inclui também a vacinação dos idosos internados em 1.440 asilos. Em 2004 o Estado teve 78% de adesão à campanha, superando a expectativa de 70%.
Além da vacina contra o vírus da gripe, a população poderá se imunizar com a vacina dupla, contra tétano e difteria, e a vacina contra o pneumococo, bactéria causadora de pneumonias, otites, sinusites, faringites e meningites. A vacina conta Influenza não tem conta-indicação nem causa reação.
Endereço em Ubatuba:
14h - Lar Vicentino - praça Calçadão da Maria Alves. (Fonte: Correio do Litoral)

Vereador Dr. Ricardo sai do PFL e se filia ao PV

Ubatuba - O vereador Dr. Ricardo anunciou, na última sexta-feira, 15, sua filiação no PV - Partido Verde, que tem como presidente Danilo de Figueiredo Miranda. Dr. Ricardo, que estava filiado ao PFL (Partido da Frente Liberal) optou pela mudança uma vez que o PV, segundo ele, tem se mostrado um partido promissor, "a gente está ingressando no PV porque é um partido que tem o nosso perfil, um partido relacionado com o meio ambiente e com a sociedade, que vem crescendo muito nos últimos tempos, porque as pessoas estão começando a descobrir que a parceria, a sociedade, a solidariedade fazem parte de uma vida melhor", disse.
O vereador explicou que no PV existe a possibilidade de estar participando mais da vida moderna, deixando um pouco de lado a demagogia política, "o PV é um partido que se preocupa com o futuro fazendo uma inter-relação com o meio ambiente, gerenciamento costeiro, preservação da mata, ao mesmo tempo em que pretende buscar grandes construções aceitáveis, de forma que não prejudique o meio ambiente e nem tão pouco a relação humana".
Dr. Ricardo disse que seu ingresso no partido também traz intenções para as próximas eleições. Segundo ele o PV deverá lançar um deputado federal e um deputado estadual, "tenho pretensões de sair candidato a deputado federal, mas isso vai depender da indicação da Executiva do partido, além disso pretendemos fortalece-lo ainda mais para disputar as eleições para prefeito e vereador em 2008", declarou. (Fonte: Laura Ennes)

Jiu Jitsu de Ubatuba tem 18 classificados para a Final Paulista e Copa Do Brasil

Ubatuba - Com o apoio do vereador Romerson de Oliveira, Mico, (PFL) e das Secretarias da Educação e de Esportes de Ubatuba, o Jiu Jitsu já tem 18 atletas classificados para a final Paulista e Copa do Brasil. Os quatro primeiros colocados foram escolhidos através da Seletiva Regional realizada no Ginásio Esporte Clube de Taubaté, no dia 3 de abril. Eles estão classificados para a finalíssima , que será realizada em São Paulo, nos dias 3, 4 e 5 de junho.
A equipe Mestre Wilson, sob o comando do professor faixa preta Alessandro de Souza, o Tinho, vem formando atletas, com aulas ministradas na sede da Sociedade em Defesa do Perequê Mirim, com ótimos resultados nas competições que participam.
Nos próximos dias 23 e 24 de abril, a equipe estará participando da Copa do Brasil nas categorias adulto, máster e sênior, em todas as faixas no masculino e feminino. As crianças de 05 a 16 anos vão participar da Copa do Brasil, no dia 30 de abril. O vereador Mico parabeniza a equipe e os atletas e acredita que são grandes as chances de medalhas para Ubatuba, mostrando a força do Jiu Jitsu local.
Colocação dos Atletas:
Copa do Brasil
Angélica Firme - faixa Azul
Patrícia Firme - faixa Azul
Alessandro Souza - faixa Preta
Giselew Brulher - faixa Branca
Yuri Brulher - faixa Branca
Rodrigo Diniz - faixa Azul
Bruno Alves - faixa Amarela
Final Paulista
Alessandro de Souza - faixa Preta
Rodrigo Diniz - faixa Azul
Angélica Firme - faixa Branca
Gisele Brulher - faixa Branca
Maira Alexandre - faixa Branca
Yuri Brulher - faixa Branca
Domingos Soares - faixa Branca
Bruno Alves - faixa Amarela (Fonte: Câmara Municipal de Ubatuba)

Luciana Machado visita bairros
Vereadora ouve queixas e providencia soluções

Ubatuba - Para a vereadora Luciana Machado (PDT) a semana é pequena para tanto trabalho. Na região sul, ela participou de reunião, no Sertão do Ingá, onde os moradores solicitaram uma linha de ônibus para acessos individuais e já encaminhou ofício à Prefeitura requerendo o serviço.
No bairro da Lagoinha, as queixas são ainda conseqüência dos estragos causados pelas chuvas. Com as tubulações quebradas, as águas invadiram a rodovia SP-55, ocasionando transtornos à população. Luciana Machado entrou em contato com o diretor regional do D.E.R., Eduardo Vieira Dias, que garantiu iniciar brevemente as obras de reparo. Luciana pediu ainda ao diretor do D.E.R. a construção de trevos redutores de velocidade em trechos estratégicos da estrada, com o objetivo de evitar acidentes. Eduardo Vieira comentou com a vereadora que seria viável para a cidade, a municipalização das rodovias Oswaldo Cruz, Mário Covas e SP-55, nos trechos que vão do trevo Thomás Galhardo-Pé da Serra, Thomas Galhardo-Maranduba, e Thomas Galhardo-trevo do Indaiá, no Perequê Açu. Segundo ele, o Estado tem interesse em passar esses trechos para o Município e, por outro lado, o Município poderá se beneficiar com a exploração comercial de publicidade e outras opções.
No bairro de Mato Dentro, região central, os moradores pediram alimentos, colchões e outros bens móveis, que perderam nas enchentes. Eles querem também, que seja feita a retirada de entulhos que estão espalhados pelas ruas do bairro. Em despacho com o prefeito Eduardo César, Luciana pediu atenção especial às reivindicações da comunidade.
Na questão da Saúde, Luciana Machado foi a São José dos Campos saber da Direção Regional da Saúde porque Ubatuba não está recebendo os medicamentos do programa federal "Dose Certa". E, em São Paulo, a vereadora se reuniu com a diretora superintendente do Centro Paula Souza, Laura Lagana, para estudar a possibilidade de instalação de uma Faculdade Técnica em Ubatuba. (Fonte: Câmara Municipal de Ubatuba)

Osmar de Souza protocola reivindicações na Assembléia Legislativa

Ubatuba - Pelo menos três novas pontes, uma para o rio da Laje, no Sertão da Quina, uma para Maranduba e outra para o bairro da Ressaca, estão constando na lista de reivindicações que o vereador Osmar de Souza (PFL) levou para a Assembléia Legislativa de São Paulo.
Os pedidos foram entregues ao deputado estadual Wanderley Macris (PSDB) e protocolados no dia 07 de abril.
Além das pontes, o vereador Osmar solicitou verbas do Governo do Estado para melhorias na Unidade Mista da Maranduba, como a instalação de uma sala para fisioterapia, serviço de coleta de materiais para exames e aparelho de raio X.
Para o setor da Educação, o vereador pediu a implantação de cursos profissionalizantes e uma quadra poliesportiva para a região sul.
O deputado Macris garantiu se empenhar ao máximo para atender os pedidos do vereador. (Fonte: Câmara Municipal de Ubatuba)

Casarão do Porto: prédio será restaurado em Ubatuba

Ubatuba - Salvar o Casarão do Porto, é uma das metas da Fundart (Fundação de Arte e Cultura) de Ubatuba para este ano. O sobrado, que abriga a sede da fundação, é um dos poucos edifícios históricos que ainda resistem ao tempo na cidade.
O velho solar, construído no século 19, não tem merecido a devida atenção há muito tempo. "Se não o socorrermos logo, ele não resistirá", afirma o presidente da Fundart, Martiniano Viana.
Ele está preparando uma campanha para salvar o casarão, que é tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).
A intenção da Fundart é utilizar a lei federal Rounet, de incentivos fiscais à cultura, para captar recursos para recuperar e restaurar o velho sobradão, como o prédio é conhecido na cidade.
Segundo Viana, são necessário recursos de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões para obras de recuperação das estruturas do edifício. "Esta avaliação não inclui o trabalho de restauro artístico", disse o presidente da Fundart.
Para isso, ele busca equacionar as dívidas que a entidade tem com a Previdência Social. Segundo Viana, o débito está estimado em R$ 300 mil. "Já pedimos à Previdência que faça os cálculos da dívida para buscarmos uma solução", disse.
Os recursos para o pagamento desta dívida não deverão sair do orçamento da Fundart, que para este ano está previsto em R$ 1,3 milhão. O objetivo é parcelar os débitos em pelo menos quatro anos.
URGÊNCIA - Levantamento feito pelos funcionários da Fundart apontou que o Casarão do Porto sofre com goteiras, instalações elétricas precárias e madeiramento deteriorado.
O terceiro andar do prédio foi desativado porque corre risco de desabar. Quando chove, os eventos no auditório não podem ser realizados porque a água cai em grande volume dentro do espaço.
Viana disse que, no momento, está empenhado em pelo menos recuperar a parte elétrica do prédio para evitar uma "tragédia maior". Ele procura por parceiros na cidade para captar recursos para a obra emergencial.
"Temos que fazer isso (recuperar a parte elétrica) por questões de segurança", disse.
Segundo ele, se a Fundart conseguir equacionar os débitos com a Previdência neste ano, será possível captar recursos em 2006 para a reforma do prédio. (Fonte: ValeParaibano)

Imóvel foi construído com estilo português

Ubatuba - O casarão do porto foi construído em 1846 e é o marco de uma época de glória de Ubatuba, quando o município fazia parte da rota do café, economia predominante na região. O prédio, que mistura técnicas da arquitetura portuguesa e caiçara, foi construído pelo comerciante português Manoel Baltazar da Cunha Fortes. O velho sobradão lembra as construções do centro antigo de Lisboa, capital portuguesa. O casarão foi construído em pau-a-pique, uma mistura de barro, madeira e bambu. Composto de três andares, o térreo servia de armazém, e o segundo e terceiro andares eram utilizados como residência da família Fortes.
Linha do Tempo:
1846 - Construção do casarão pelo comerciante português Manoel Baltazar da Cunha Fortes
1923 - Prédio foi transformado em hotel
1934 - Imóvel serviu de sede de colônia de férias da CTI (Companhia Industrial de Taubaté)
1959 - Casarão foi tombado como patrimônio histórico pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional)
1960 - Passou a abrigar a Casa de Artesanato de Ubatuba
1987 - Virou sede da Fundart
(Fonte: Fundart)

Fundart mudará de endereço com obra

Ubatuba - A intenção da direção da Fundart é, assim que possível, transferir a fundação para outro local até que o Casarão do Porto seja restaurado e possa abrigar os eventos culturais com segurança. "Estamos aguardando a desocupação de um imóvel público municipal para a transferência", afirmou Martiniano Viana, presidente da fundação. Além disso, a administração municipal pretende levar as atividades culturais como oficinas, cursos e eventos, para os bairros da cidade. (Fonte: ValeParaibano)

Após 28 anos, Oswaldo Cruz recebe obras de recuperação
Estado inicia trabalhos de restauração na rodovia que liga Taubaté a Ubatuba; primeira etapa demora 6 meses

Ubatuba - Entre os marcos dos bandeirantes desbravadores em Taubaté e os caiçaras do litoral em Ubatuba, 94,5 quilômetros de belezas naturais recortadas por uma estrada sinuosa, comprometida pelo pavimento gasto e irregular, falta de acostamentos, curvas perigosas e quedas de barreira no trecho de serra.
Este é o retrato atual da rodovia estadual Oswaldo Cruz, a SP-125, que começa a passar neste mês pela primeira restauração completa após 28 anos da conclusão das obras de pavimentação.
O tamanho do desafio é equivalente aos transtornos que os milhares de usuários da estrada terão que enfrentar por um período não inferior a um ano. Somente as obras emergenciais anunciadas na última semana pela Secretaria Estadual dos Transportes irão demorar seis meses.
O Estado deve antecipar para este mês a licitação para recuperação do trecho entre Taubaté e São Luís do Paraitinga. A licitação será concluída em 45 dias e a vencedora terá um ano para concluir o serviço.
Outra licitação, com verbas do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), deverá resolver os problemas do trecho de serra até Ubatuba.
O traçado sinuoso da estrada deverá permanecer, com modificações em apenas dois dos seis "cotovelos" da serra, que obrigam o motorista a malabarismos na direção em curvas de até 180ª (veja quadro nesta página).
Enquanto isso, o motorista que usar a estrada deverá ter muita paciência.
Hoje, a Polícia Rodoviária Estadual, o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e a empresa Kamilus, responsável pelas obras emergenciais na serra, definirão os procedimentos para o feriado de Tiradentes. A expectativa é que 27,5 mil veículos se dirigiram ao litoral pela Oswaldo Cruz no feriado.
A reunião também servirá para definir a programação de obras e as inevitáveis interdições que acontecerão nos próximos seis meses.
"O difícil vai ser o trânsito. A gente deve esperar o feriado para começar a obra. Por enquanto, estamos transportando o material e o maquinário", afirmou o encarregado da Kamilus, Aníbal Bartolomeu.
"As interdições são necessárias e deverão ocorrer durante a semana, quando há menor movimento", disse o gerente de Operações do DER, Antonio Moreira Júnior. Marcelo Pedroso/Especial para o ValeParaibano. (Fonte: ValeParaibano)

Problemas atingem toda a estrada

Ubatuba - De Taubaté a Ubatuba, a rodovia Oswaldo Cruz parece uma "colcha de retalhos" de problemas.
Ao começar a viagem, o motorista tem uma boa impressão inicial, que se desfaz a partir do km 19, com a trepidação causada pelo asfalto remendado. O problema também é sentido em diversas curvas, a exemplo do km 21, onde a falta de atenção pode provocar a perda da aderência dos pneus.
Entre o km 23 e km 24, o acostamento some nos dois sentidos da pista e dá lugar a um matagal. Até o km 43, os poucos trechos de acostamento estão danificados, repletos de buracos.
Os deslizamentos de terra causados pelas chuvas do dia 5 de abril começam a ser notados a partir do km 55. Desse trecho até Ubatuba são observados 20 pontos com maior ou menor grau de risco de deslizamentos em caso de novas chuvas.
Do km 56 até o km 60, novamente o excesso de remendos na pista irregular e os inevitáveis solavancos.
Ao chegar na serra, fica visível a violência da enxurrada que levou parte do pavimento e obrigou o DER a improvisar um escoramento com toras de madeira no km 80.
Após a série de curvas e seis "cotovelos", na chegada ao litoral o motorista volta a sacolejar devido ao pavimento irregular, praticamente sem o acostamento da esquerda e com uma ciclovia dividindo o espaço do acostamento no lado direito da rodovia. (Fonte: ValeParaibano)

Capela e cruz marcam os acidentes

Ubatuba - Aos motoristas desavisados e imprudentes, 14 cruzes e 6 pequenas capelas ao longo da estrada sinalizam a necessidade de prudência na direção. Os sinais registram mortes ocorridas principalmente no trecho entre o km 9 e o km 49.
Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, 99% dos acidentes são causados por motoristas que não respeitam as leis de trânsito, dirigem em alta velocidade e abusam nas ultrapassagens.
Um dos exemplos mais marcantes está no km 36, na faixa de retorno de Ubatuba para Taubaté. São quatro cruzes e um pequeno altar, com uma imagem desgastada de Nossa Senhora. A data fatal é a véspera de Natal de 1993, quando um acidente fez como vítimas Neusa Maria Fernandes, 32 anos, Maria do Carmo Fernandes, 43 anos, Leonardo Fernandes Ramos, 12 anos, e Leônidas Fernandes Ramos, 7 anos. (Fonte: ValeParaibano)

Ação Litoral

Artigo Topo

Ubatuba se despede de sua grande guerreira
Nei Martins

Como eu gostaria de poder, através de um lindo poema, exaltar a trajetória de bons serviços prestados por Dona Maria Balio. Uma mulher que pela sua luta em prol da região sul do nosso município, tornou-se o ponto de referência, principalmente para os mais humildes.
A Ubatuba dos anos 40 desperta para o surgimento de uma notável liderança que, a duras penas, estava sempre à frente do povo caiçara resolvendo seus problemas. A residência de Dona Maria Balio tornou-se o quartel general daquele povo.
Os anos passaram, essa liderança fortificou-se cada vez mais e, na década de sessenta, Ubatuba elege a primeira mulher para ocupar uma cadeira no Legislativo Municipal. Como ex-funcionário daquele órgão público, tive a oportunidade de testemunhar as ações dessa grande guerreira, época em que os edís não recebiam pagamento e eram na realidade, idealistas que buscavam uma vida melhor para o município.
Quantas noites presenciei a chegada da guerreira da Maranduba com suas vestes molhadas por grandes temporais enfrentados nos 40 quilômetros que separam o centro urbano do bairro da Maranduba. Sua viagem era feita com um jipe já muito rodado, único veículo que a prefeitura dispunha para atender a Câmara Municipal naquela época. Mas, Dona Maria Balio chegava sempre com um sorriso nos lábios, brincando com todos os colegas vereadores e funcionários, aliás, na época, éramos apenas dois – eu e o Sr. Valdir de Pinho. Era mais uma sessão de Câmara para Dona Maria Balio apresentar seus requerimentos. Liderança respeitada por todos os colegas da casa legislativa.
Pelo que notamos, Dona Maria Balio conheceu todas as trilhas, ou melhor, como dizem os velhos caiçaras, conheceu todas as picadas que dão acessos às praias e sertões. Quando o povo caiçara não ia até sua residência, a guerreira se dirigia até ele para ouvir seus reclamos. Como eu disse no início, se eu fosse um poeta eu brindaria essa guerreira com versos ilustrativos sugados de seus grandes feitos, mas como não tenho esse predicado, peço licença para usar uma estrofe criada por um grande poeta e cancioneiro popular de Ubatuba, Sr. Chico Alves, que diz o seguinte:

“ eu sou aquele que andei
sessenta léguas no dia
para ver se breganhava
tristeza por alegria.”


Assim foi a vida dessa grande guerreira. Caminhou, caminhou muitas sessenta léguas em sua vida para breganhar tristeza por alegria. Pois ela sempre foi a alegria do povo caiçara. Dona Maria Balio, em sua vida, foi educadora, evangelizadora, conselheira, assistente social dos moradores da região sul do município.
Registro aqui nessas poucas linhas a minha alegria pela oportunidade de ter conhecido Dona Maria Balio, a guerreira do povo caiçara da região sul de Ubatuba.
Força, muita força Dona Maria Balio nessa nova caminhada de vida espiritual. Com certeza, serão poucas sessenta léguas para alcançar o topo da montanha onde terá o merecido descanso de suas batalhas.

Nei Martins
Cidadão Ubatubense

Opinião Topo

O Resgate
Renato Nunes

Estou inteiramente de acordo com as observações do Ronaldo Dias feitas na edição do dia 30 de março último neste jornal sob o título "A obrigação de agradar". Como diz ele, "meias-solas não atendem as expectativas dos turistas, muito menos servem para o alardeado despertar do Estado para esta atividade econômica". O recapeamento da pista do aeroporto e a recuperação da rodovia Rio-Santos nos trechos de jurisdição estadual são muito bem vindos, porém, considerando-se que tanto o aeroporto como a rodovia são equipamentos hoje integralmente pertencentes à nossa malha urbana e ao sistema viário local, foram tratados com a conhecida miopia e soberba dos técnicos do Estado em relação a nós, para eles, míseros e despreparados técnicos municipais. Este comentário pode parecer rude, mas porque tratar o aeroporto, cujos limites fazem divisa direta com as calçadas por onde passam crianças, idosos, turistas, ciclistas, utilizando-se cercas altas de arame e moirões de concreto como nos campos de pouso do sertão para evitar que o gado passeie pelas pistas pondo em risco a segurança dos aviões? Porque tratar as rodovias, na prática Avenida Praia Grande, Avenida Toninhas, Avenida Enseada, Avenida Maranduba e assim por diante, como se fossem estradas de ligação no meio de um descampado, utilizando diretrizes, sinalização, fiscalização e acostamentos incompatíveis com o tráfego local urbano, sobrecarregado de pedestres, bicicletas e cruzamentos? Se nos perguntassem antes o que precisamos, diríamos que recuassem a cerca de arame vinte metros para dentro da área do aeroporto em toda sua extensão, que em nada o prejudicaria, fazendo-a baixa, verde e sinuosa, criando reentrâncias com bancos, árvores e pequenos postes de iluminação, implantando ali uma grande e contínua faixa de convivência paisagística que circundaria de maneira agradável o espaço dos helicópteros e dos aviões. Diríamos também que os acostamentos das nossas avenidas rodoviárias poderiam ser recapeados em condições de se transformarem em uma segunda faixa de fluxo em cada sentido para garantia de ultrapassagens seguras, ladeadas por meio fio, calçadas e iluminação para conforto e segurança do cidadão. Isso e não a ruralização de tais equipamentos urbanísticos é o mínimo que o Estado deveria fazer em troca do "melhor perfume que lhes oferecemos", no dizer do Ronaldo Dias.
Vivemos porque queremos sob a "tutela de cabresto que gera a obrigação de agradecer" (RD, texto citado). Na cabeça dos políticos da Assembléia Legislativa (que só nos procuram em época de eleição) e da administração do Estado, ainda fazemos parte de uma anacrônica região geopolítica identificada como Vale do Paraíba e Litoral Norte. Para eles ainda somos um apêndice do Vale. Fingem não saber que recolhemos aos cofres do Estado nestes últimos quarenta anos em pagamento de taxas de saneamento, água e luz uma fortuna que não retornou em investimentos, indo engordar, por pressões políticas do Vale industrializado, os programas de investimentos destinados às prósperas cidades situadas ao longo da Via Dutra, amparadas na frenética busca de indústrias multinacionais. Prosperou o Vale do Paraíba; inchou o Litoral Norte.
Desconhecem que juntos nossos quatro municípios atingem a casa dos duzentos mil habitantes interligados por uma única rodovia. São cidades que se expandem em acentuado processo de conurbação, região portanto, com energia, vida e economia própria totalmente independente do Vale do Paraíba.
Esse descaso demonstra que estamos carentes de uma participação efetiva e organizada da comunidade, sem qualquer tutela do Estado.
Nesse sentido, é oportuno resgatar dois episódios exemplares da história recente de Ubatuba, liderados pela população e que alteraram definitivamente o rumo do desenvolvimento do Litoral Norte. No primeiro liquidou-se a pretensão de instalar no Poruba em pleno regime militar uma fábrica de explosivos. Inconformados com a possibilidade de ver seu tesouro turístico transformado em futuro alvo de belicistas insanos, os ubatubenses foram às ruas gritando, sem perguntar ao prefeito ou aos vereadores se estavam ou não de acordo. Toda a comunidade aderiu. Os protestos contra a prepotência do governo federal e a passividade do governo estadual foram unânimes. O sucesso da gritaria requeria uma organização, criou-se o MDU, Movimento em Defesa de Ubatuba que expandiu e acentuou o caráter popular do protesto, levando a indústria a escafeder-se. Logo a seguir, o mesmo MDU em vista do intenso desmatamento da Serra do Mar, incentivado e financiado pelo governo federal para o plantio de milhares de alqueires de eucalipto, organizou memorável seminário exigindo do Estado providências que impedissem a devastação daquele frágil universo verde, transformado em Parque Estadual em 1977 e até aquela data inteiramente abandonado e negligenciado pelo Poder Público. Figuras importantes estiveram presentes, entre eles os professores Azis Ab Saber e Valverde, geógrafos de renome mundial. O nível dos debates e a maciça presença do público levou o governo do Estado a concluir os estudos que já se arrastavam desde 1979 editando a seguir o decreto do Tombamento da Serra do Mar.
Se por um lado os dois episódios demonstraram a possibilidade da comunidade agir em causa própria mostrando como é possível mudar o rumo das coisas, por outro, a paralisia que se seguiu abriu espaços para a presença crescente do Estado nos negócios dos municípios metendo-se de forma inconstitucional no uso e ocupação do solo, o que explica muita coisa que está acontecendo hoje em nossa cidade.
Vivemos num território municipal cuja natureza é protegida pela União e pelas leis do Estado de forma rigorosa, porém, convenhamos, nem só de mico leão, palmito e caranguejo de mangue é composto o meio ambiente. Os inúmeros diplomas legais falam em desenvolvimento sustentado, o que pressupõe a presença do homem junto à natureza. Presença possível sim, desde que rigorosamente através de novos procedimentos e limitações que precisam ser criados e praticados com extremo senso de justiça porque virão substituir procedimentos tradicionais arraigados no perfil cultural de nossa população.
Antes a devastação descontrolada era sinal de progresso, porém, o extremo oposto não pode ser verdadeiro do ponto de vista do ser humano em suas necessidades materiais, sociais e culturais. O Estado, na visão e na ação de grande parte de seus técnicos, vem dificultando o quanto pode os novos licenciamentos muitas vezes de forma arbitrária, atendendo apenas uma parcela da opinião pública encastelada em ONGs de grande sonoridade política, compostas na maior parte por pessoas que não vivem no município, não tem compromissos com sua realidade social e econômica e para quem a expressão "desenvolvimento sustentado" é apenas uma moldura para a exibição promocional de um cenário natural mantido a salvo, segundo elas, graças aos seus esforços e pressão pública.
Há anos sem uma legislação clara e utilizando-se simplesmente de expedientes burocráticos, os órgãos estaduais assumiram para si a decisão do processo de expansão urbana, de prerrogativa municipal, afugentando investimentos importantíssimos na área do turismo, estimulando com sua omissão a ocupação clandestina das margens dos córregos e encostas da Serra do Mar. A espantosa morosidade do processo conduzido pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente nas discussões do Gerenciamento Costeiro, bem como a irresponsável dependência de seus resultados às oscilações políticas internas ocorridas naquela Secretaria ao longo do mandato de quatro governadores do Estado, circunstância que tem acarretado o congelamento generalizado de licenciamentos dos investimentos produtivos, respondem, sem qualquer sombra de dúvidas, pelo crescente processo de sub emprego na cidade e de favelização da Mata Atlântica. Esse retardado processo de discussões culminou há pouco com a edição de um faccioso decreto de Zoneamento Ecológico e "Econômico" que vai enterrar mais uma vez, o futuro turístico e náutico de Ubatuba.
O artigo do Ronaldo Dias aponta para a necessidade de fazermos uma análise crítica do nosso comportamento comunitário.
Será que tudo tem sido culpa dos vereadores e dos prefeitos que elegemos nestes últimos trinta anos? Se a comunidade foi capaz de manifestar-se em determinada ocasião de forma organizada, contundente e efetiva, porque não o faz agora?
Temos um novo prefeito eleito com o compromisso de resgatar a ética, a transparência e a participação ativa da comunidade. O balanço de seus primeiros 100 dias, exceção feita ao compreensível vazio em que foi deixada a questão urbana demonstrou que isso é para valer, revelando um entusiasmo contagiante de seus secretários, tanto na forma objetiva com que relataram as mazelas encontradas, como na criatividade revelada na busca das soluções. E é, justamente a questão urbana que pode ser a catalizadora das energias exibidas pela nova administração no sentido de transformar a cidade, promover a qualidade de vida e programar seu desenvolvimento tendo como instrumento a participação de todos.
Ferramentas para isso existem. O CMD-Conselho Municipal de Desenvolvimento, que estabelece a participação paritária entre a comunidade e o poder público para decisão das questões urbanas, foi criado pela lei municipal 1.103 em 1991, quase dez anos antes de igual exigência instituída pelo Estatuto da Cidade. De acordo com essa lei todas as iniciativas de caráter urbano devem ter a aprovação do CMD, em especial o Plano Diretor, a lei de Uso do Solo, a concessão de espaços públicos para usos particulares que geram direitos adquiridos incompatíveis com o interesse urbano, bem como a instalação de marinas, atracadouros, etc.
O CMD funcionou muito bem por um ano, 1992. No início de 93, sob nova administração municipal, funcionou apenas por três meses até que o Secretário de Arquitetura e Urbanismo sentenciou ao Prefeito: O CMD só atrapalha, e pronto. De lá para cá nunca mais foi convocado. Os prefeitos que se seguiram cumpriram mandatos pessoais, limitados ao seu reduzido universo de idéias e sem metas para a cidade. Apostaram no êxito de suas carreirinhas políticas e reeleições, ignorando que as prioridades para tão grandes problemas nascem de decisões coletivas que contam com a participação da comunidade, e que por isso são fortes e sustentadas por todos.
O Conselho de Desenvolvimento deve ser instalado com urgência não só porque é obrigatório por lei municipal, mas porque é um instrumento moderno, democrático e politicamente correto. Bem acionado, retira dos ombros do prefeito o ônus de decisões necessárias que desagradam parcelas eleitorais, impede os maus vereadores de legislar em causa própria e, de quebra, coloca a opinião pública do município no centro solidário dessas decisões. Além do que, resgata também o bom senso.
Já ouvimos falar que o Eduardo César deu início aos procedimentos para sua instalação.
Com a palavra e com a caneta o Sr. Prefeito.

Renato Nunes
Arquiteto
Ubatuba, SP

Carta do Leitor Topo

Reflexão sob a chuva - Escrito no dia 16 de abril de 2005, sábado. Nesse exato momento, estamos no casarão do porto, atual sede da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba. Seria cômica se não fosse trágica, a situação na qual nos encontramos. Eu - Jorge Lee, Isabella, Nadja, Carlos e alguns músicos da Banda Lira Padre Anchieta estamos ilhados. A chuva que cobre nossa Ubatuba começou a cair por volta das 21h45 e não estiou até agora, 23h17. Só mesmo vendo para acreditar que o casarão ficou completamente abandonado pelas gestões anteriores. Chove pelas paredes e pelos centros das amplas salas que um dia receberam festas e saraus. Só mesmo vendo para crer, escorrer como lágrimas, os espessos fios d'água que ensopam os assoalhos e atravessam de um andar para outro até chegarem no grande salão onde hoje são realizadas exposições, encontros de seresteiros, reuniões da juventude ubatubense e tantos outros programas. A sensação de impotência diante da força da natureza e a indignação pela impunidade dos dirigentes anteriores - diretores presidentes e seus conselhos deliberativos, causa mal estar e desconforto. Cada vez que uma chuvarada cai sobre Ubatuba, muitas famílias perdem tudo e a cidade perde um pouco de suas história e de sua identidade. O que ficaram fazendo os dirigentes anteriores - presidentes e conselheiros, que não tiveram sensibilidade para sair do casarão e iniciar sua reforma e restauração? Neste domingo, 17 de abril estará afixado um cartaz na porta do edifício com os seguintes dizeres: COM AS FORTES CHUVAS QUE CAÍRAM SOBRE UBATUBA NO SÁBADO, DIA 16 DE ABRIL, A SALA DO CINECLUBE FOI ALAGADA. POR ISSO, NÃO HAVERÁ SESSÃO INFANTIL HOJE, DOMINGO, DIA 17 DE ABRIL, ÀS 16 HORAS. Obrigado pela compreensão. Equipe Fundart.
E assim vamos levando nossa cidade. São 23 horas e 31 minutos, a chuva recomeça e os poros das paredes do casarão, feitas de pau-a-pique, já não suportam mais tanta umidade. É uma hipocrisia e uma ironia continuarmos com a sede da Fundart neste espaço maravilhoso de frente para o mar. Meus amigos que cito neste desabafo estão no andar térreo e não imaginam que estou expondo a realidade cruel dos fatos. Há obras de valor pelos comodos e tudo parece estar perdido. Nosso atual presidente, Martiniano, tem se esforçado para acelerar nossa saída da belíssima construção com mais de 160 anos. Quem presencia a invasão da água por todos os andares sabe o que significa crime contra o patrimônio histórico. Assim, cada vez que acordo para trabalhar e lembro que terei que pisar nas tábuas rangentes por onde ando a todo momento, surge uma sensação de conivência que me incomoda bem lá no meu íntimo. Acender uma lâmpada, num momento de chuva torrencial pode ser a morte ou o início de um incêndio. Não sei porque tive vontade de escrever, ou melhor, eu sei sim. Indignação. Há que se compreender que já estamos abusando da bondade do bom e velho casarão. Que venham as TVs, as rádios, os jornais, os sites e deflagrem uma campanha de salvamento. Mais uma chuva, mais famílias desabrigadas em Ubatuba, menos um dia de esperança para o pouco que resta da nossa história. Penso que, nesta hora, nossa prefeitura está cuidando dos desaparecidos e desabrigados. Sem dúvida, isso é necessário. Mas quem vai cuidar da memória histórica? Etamos ilhados e isolados. Mais um pouco e as paredes começam a ruir.
Uma queda de energia (de verdade) e agora estamos sem luz. Tudo fica perfeito como num conto de castelos assombrados. Nesse momento, só nos restará oferecer aos artesãos que esculpam o casarão do porto a partir de referências fotográficas. No local onde há hoje um casarão imponente, haverá uma placa solitária com os seguintes dizeres: COM AS FORTES CHUVAS DE DESCASO E FALTA DE VERGONHA QUE CAÍRAM SOBRE O CASARÃO DO PORTO NAS ÚLTIMAS GESTÕES DA FUNDART, A PARTIR DE AGORA, NÃO HAVERÁ SESSÃO OU EVENTO DE ESPÉCIE ALGUMA. CONTENTEM-SE COM AS RUÍNAS DA DISCÓRDIA E OS RATOS QUE NELA FAZEM SEUS NINHOS.

Jorge Lee
cidadão ubatubense


Compradores de sucata clandestinos - A Prefeitura reclama da existência de compradores de sucata clandestino, entretanto não toma as providências devidas, foi denunciado a existência de um comercio de lixão ao lado de minha casa, o local foi interditado, entretanto, esta sendo realizado obras precárias no referido local e o lixo continua entrando, não será nenhuma surpresa de se o comercio de sucata for regularizado em um local residencial.

Jorge Roberto Valente
Rua Ari Vieira 263
Ubatuba, SP


Vazamento no Pontal: merda novamente... - Prezado editor, novamente se vislumbra um feriadão, e Sabesp vem novamente jogar merda na praia do Pontal.
Parece que o nosso destino e ficar vendo a merda na praia, ou aguentar a merda da Sabesp. Encaminho as fotos do vazamento de merda ocorrida neste domingo(17/04) na praia do Pontal da Cruz. As fotos foram feitas pelo nosso companheiro Flavio Pereira (12-38620074), proprietario de uma empresa de turismo e lazer no local, que não aguenta mais a merda do vazamento.

     

     

Olha que chegamos a ligar para disk-denuncia da Cetesb 0800113560 - e a mensagem que dá e a mesma do outro vazamento: "Telesp informa, telefone temporariamente fora de serviço. estamos providenciando o conserto".
Por favor ajude-nos. Um forte abraço

Luiz Faria
Pontal da Cruz
São Sebastião, SP

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br
O envio de foto caracteriza autorizada a sua publicação e identifica o remetente como autor.

Ubatuba

Praia do Pulso / Emilio Campi

Praia do Pulso
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor