Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 02 de junho de 2005 - Nº 1291 Edições Anteriores

Pe na Areia Inteligraph Cemar Boats

Região
“Ubatuba já está engessada”, diz presidente da Associação do Engenheiro e Arquitetos


Caraguatatuba
Caminho de Santo Antonio será lançado com missa no mirante
Caraguá planeja mercado municipal
Alteração Mão de Direção Rua Major Ayres
Sala da diretoria da EMEI do Perequê vira cantinho pedagógico
Vacinação contra Poliomielite em Caraguá
Comissão técnica faz última vistoria para os Jogos Regionais
Festança da Região Sul acontecerá no CIASE em comemoração a São João
Qualificação profissional é tema de palestra no Ceprolin em Caraguá
Ciclistas de Caraguá competem em prova internacional
Aberta a Semana do Meio Ambiente no Módulo
Transplantes com células tronco é debatido em Caraguatatuba
Começa a trezena de Santo Antonio
Praiamar Transportes atende o pedido e entrega 5 novos ônibus à população
Delegada Titular ganha Título de Cidadão


Ilhabela
Ilhabela apontada como campeã na preservação da Mata Atlântica
Praia do Barreiros recebe 3ª etapa do Circuito de Maratonas Aquáticas
Abertas as Inscrições para a 32ª Semana de Vela de Ilhabela

São Sebastião
Receita Federal determina e Dersa proíbe entrada de caminhões de lixo no Porto
Mutirão promove limpeza do Rio Boiçucanga
Câmara pede aumento do limite de velocidade da Rodovia dos Tamoios
Transporte de portadores de necessidades especiais é questionado pela Câmara
Câmara questiona repasse de contribuição patronal ao FAP’s
Sabesp realiza obras em Boiçucanga depois de questionamentos feito pela Câmara

Ubatuba
Deputados integram audiência pública
Ubatuba rejeita CPI dos Quiosques
Comissão define os critérios para reforma de quiosques
Prefeito toma posse como presidente da Junta Militar
Ubatuba dá a largada para a Campanha do Agasalho 2005
Vem aí a 1ª Copa Tortilhão de Futebol Society Feminino
Campeonato Interbairros 2005 movimenta futebol adulto em Ubatuba

Seções
Opinião
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

“Ubatuba já está engessada”, diz presidente da Associação do Engenheiro e Arquitetos
Associação de Caraguatatuba defende normas do Gerenciamento Costeiro e presidente da associação de Ilhabela diz que decreto deveria ser até mais restritivo

Litoral Norte - O presidente da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Ubatuba, Carlos Alberto Mendes, afirma que a cidade já está “engessada” em termos do desenvolvimento da construção civil e também do movimento econômico. Segundo ele, a situação se deve ao decreto estadual do Zoneamento Ecológico Econômico do Litoral Norte, que regulamenta a lei do Gerenciamento Costeiro.
Conforme Mendes, o movimento econômico de Ubatuba é caracterizado pela construção de residências. “Muitos trabalhadores deste segmento estão desempregados”. Mendes declara que a situação crítica se deve ao decreto proibir construções em loteamentos já aprovados. Trata-se de loteamentos que estão nas Zonas 1 e 2, conforme normas do decreto; estas zonas são as mais restritivas em termos ambientais.
A coordenadora de Planejamento da SMA (Secretaria de Meio Ambiente do Estado), Lúcia Sena, responsável pelo Gerenciamento Costeiro, esteve em São Sebastião na semana passada, em reunião na Câmara, a pedido dos vereadores. Na ocasião, ela disse que técnicos da SMA elaboram uma proposta de Resolução, a fim de definir o que significa ocupação de baixo impacto em Zonas 1 e 2. Nestas, o decreto prevê até 10% de ocupação de “baixo impacto”.
Conforme Lúcia, loteamentos, por exemplo, não são de baixo impacto e, portanto, não permitidos em Zonas 1 e 2. Ela também afirmou que loteamentos aprovados, mas não instalados durante a vigência da licença, não têm direito adquirido.
Mendes diz que em Ubatuba, loteamentos aprovados já têm ruas e sarjetas, mas os donos de lotes estão proibidos de desmatar seus terrenos, desde o dia 7 de dezembro do ano passado, quando entrou em vigor o decreto estadual de Gerenciamento Costeiro do Litoral Norte.
Ele lembra que 85% território de Ubatuba é ocupado pelo Parque Estadual da Serra do Mar.
“Os 15% restantes já estão sob controle do Código Florestal e também da Lei de Uso do Solo; só que o Gerenciamento Costeiro passou sobre os loteamentos aprovados, a maioria em frente ao mar; 12% deles não são passíveis de licenciamento; só sobram 3% para construção”, ele conclui.

Indenização - Mendes declara que se os donos de propriedades obtivessem isenção do IPTU e o Estado indenizasse o que já foi pago deste imposto, Ubatuba poderia ter outra política de desenvolvimento, como o turismo. “Mas também haveria necessidade de fiscalização para evitar a ocupação desordenada”.
O Grupo Setorial (GT) elaborou a minuta do decreto estadual 49.215/2004 e definiu o mapeamento. Este GT é formado por representantes do Estado, das quatro prefeituras e da sociedade civil organizada. O GT deverá elaborar o Plano de Ação e Gestão para o cumprimento do decreto.
Mendes afirma que não participou do GT, quando da elaboração da minuta porque não presidia a Associação dos Engenheiros e Arquitetos da cidade. Hoje, ele faz parte da nova composição do GT para elaborar o Plano de Ação e Gestão.

“Verticalização e favelas” - Na semana passada, empresários ligados à construção civil de São Sebastião, reunidos na Câmara com Lúcia Sena, voltaram a reclamar sobre normas do decreto. Afirmaram que o decreto está impedindo licenciamento de obras grandes e provocando problemas e projetos menores. Disseram que restrições sobre as Zonas 1 e 2 causarão “verticalização” (edifícios) e que a “proibição excessiva do decreto também aumentará a favelização”.
Luiz SavérioFelipelli, presidente da Associação de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de São Sebastião, também presente à reunião na Câmara, disse: “O decreto e o mapeamento foram pessimamente elaborados e provocarão duas conseqüências: vertica-lização e favelas”. Em São Sebastião, são proibidos prédios com mais de três pavimentos. O processo de ocupação desor-denada existe há décadas, bem antes do decreto de geren-ciamento costeiro.
O secretário de Meio Ambiente e Urbanismo de São Sebastião, Tales Guilherme Carlini, também na reunião na Câmara, disse que é “contra a ingerência do Estado sobre o Município”, referindo-se ao decreto do Zoneamento Ecológico e Econômico do Litoral Norte. Em resposta, Lúcia Sena declarou que não pretende “polemizar”, mas negou ingerência do governo estadual sobre os municípios. As normas do Gerenciamento Costeiro, em primeiro plano, estão previstas em lei federal 7.661 de 16 de março de 1988.

Caraguá e Ilhabela - A Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Caraguatatuba, é favorável às normas do decreto estadual de Zoneamento. “Somos favoráveis e defendemos o decreto”, diz o vice-presidente da associação Paulo André Cunha Ribeiro.
“Participamos da elaboração da minuta de decreto”, Ribeiro afirma. Segundo ele, em Caraguá, somente uma parte do loteamento Parque Imperial é proibida porque está dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, na cidade. "Não temos críticas contra o Zoneamento Costeiro”. Ainda conforme Ribeiro, em Caraguatatuba, o decreto estadual permite expansão urbana em áreas rurais, num total de 4 a 5 milhões de metros quadrados.

“Muito generoso” - “O Gerenciamento Costeiro foi muito generoso com a especulação imobiliária”. É o que afirma o presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ilhabela, Anselmo Tambellini. Segundo ele, as normas do decreto deveriam ser mais rigorosas, pelo menos em Ilhabela, para a preservação ambiental. O Parque Estadual de Ilhabela ocupa cerca de 84% do município-arquipélago, além da existência de inúmeras cachoeiras, cursos d’água naturais, áreas de encosta e de grande declividade.
Tambellini cita como exemplo que na área do Canal de São Sebastião, o zoneamento em Ilhabela estabeleceu Z4 OD (Ocupação Dirigida). “Nesta a ocupação pode ser de 40%, enquanto a Lei de Uso Solo é mais restritiva, estabelece máximo de 1/3 de uso”.
Em Ilhabela, o zoneamento não estabeleceu qualquer área como Z5, a de menor restrição ambiental. Na área de maior adensamento humano e urbanização de Ilhabela, em frente ao Canal de São Sebastião, predominam Z4 e a subzona Z4 OD. Trata-se do trecho entre o Farol da Ponta da Sela, ao Sul, e o Farol da Ponta das Canas, ao Norte, onde o Parque Estadual de Ilhabela começa na cota 200 metros (altitude) e todo seu entorno é Z1. A Vila, como é chamado o centro da cidade, é uma Z4.
Os planos em uma Z4 têm de priorizar a conservação de, no mínimo, 40% da zona com áreas verdes, incluindo nesse percentual, as Áreas de Preservação Permanente. A Z4OD (Área de Ocupação Dirigida) contempla áreas que necessitam de ordenamento especial. A Z4OD são áreas com cobertura vegetal nativa; além de empreendimentos residenciais parcialmente instalados e/ou ocupados.
Os planos objetivarão a meta de conservação ou recuperação de, no mínimo, 60% da zona com áreas verdes, incluindo nesse percentual as Áreas de Preservação Permanente (as APP).
Tambellini afirma que as argumentações sobre falta de emprego para qualidade de vida, contra as normas do Gerenciamento Costeiro são da “especulação imobiliária que pensa no lucro imediato”. Segundo ele, “é necessário pensar em projetos econômicos que respeitem o meio ambiente e a beleza natural; este papo de engessamento das cidades é dos imediatistas; sou engenheiro civil, mas nem todos profissionais deste ramo rezam esta mesma cartilha; defendo a harmonia, o equilíbrio, a geração de renda e também podemos viver do turismo”, ele conclui.

Ambientalistas rebatem - Nivaldo Simões, ex-presidente do Grupo de Trabalho (GT), que elaborou a minuta de decreto do Gerenciamento Costeiro do Litoral Norte: “As Zonas 1 e 2 não podem ter outra afetação porque são áreas frágeis em termos ambientais e de risco geológico. São Sebas-tião e Ilhabela, especialmente, têm muitas áreas de preservação permanente e de ligação com a Unidade de Conservação (Parque Estadual). A necessidade de proteção atende o ponto de vista coletivo para a qualidade de vida. A eventual verticalização citada pelo empresariado de construção civil é ponto de vista individual porque querem ganhar dinheiro com uso da terra.
Falar em ingerência do Estado é chover no molhado porque todos estão carecas de saber sobre a tríplice concorrência; a União estabelece as regras gerais, o Estado regulamenta e o Município aplica. O Zoneamento Ecológico Econômico contempla o que já está previsto em leis como o Código Florestal, o decreto 750 de proteção da Mata Atlântica e a Resolução Conama 303.
Não se trata de restringir, mas disciplinar o uso deste remanescente de Mata Atlântica, um dos biomas mais ameaçados do mundo. Se fossemos levar a ferro e fogo, nem sequer 10% de um terreno em Zona 1 e 2 poderiam ser usados.
As queixas hoje contra as restrições do Gerenciamento Costeiro são das viúvas da minuta 2” - ele se refere a um segundo documento que anulou todo o trabalho da então minuta 1 de decreto, que hoje é resultado da minuta 3.
Mário Mantovani – relações institucionais da Fundação SOS Mata Atlântica: “As Zonas 1 e 2 são áreas próximas a rios e restinga. O grande drama do Gerenciamento Costeiro do Litoral Norte foi quando empresários da construção ficaram mancomunados para a minuta 2 de decreto, que iria esquartejar o Litoral Norte, fazer a farra do lote doido. Ganhariam hoje, e mais tarde os imóveis seriam desvalorizados, além do prejuízo da qualidade de vida.
A situação da Baixada Santista já é prova para o Estado quanto ao que acontece quando não há preservação do meio ambiente. No Litoral Norte queríamos mais restrições por meio do Gerenciamento Costeiro.
Ainda há muito estoque para especulação imobiliária. Este grupo (empresários da construção) já deu o contorno do Litoral Norte, agora é a vez dele fazer a sua parte. Por outro lado, os municípios poderiam dar incentivo, no sentido de isentar o IPTU sobre áreas verdes”.
Eduardo Hipólito do Rego, advogado e ambien-talista: “Estão fazendo terrorismo barato, com esta história de verticalização.
Estas pessoas não conhecem nada ou fazem de conta que não conhecem o Gerenciamento Costeiro. As Zonas 1 e 2 já têm restrições ambientais legais e ante-riores ao decreto estadual de Zoneamento. Estão tentando mudar as normas, mas não vão conseguir; no Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), já se discute mais restrições para proteger as áreas de preservação permanente”, lembrou. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba

Caminho de Santo Antonio será lançado com missa no mirante
Conhecido como santo casamenteiro, o padroeiro da cidade será lembrado com a inauguração do caminho no dia dos namorados.

Caraguatatuba - O Caminho de Santo Antonio será lançado em Caraguá no próximo dia 12, com uma missa campal, celebrada pelo Padre Dislau Nurczyk, às 10 horas no alto do mirante. Santo Antonio, popularmente conhecido como casamenteiro será lembrado com a inauguração do Caminho justamente no dia em que é comemorado o dia dos namorados.
A Secretaria Municipal de Turismo (Setur) está cuidando dos preparativos para a recepção aos participantes. Toda a comunidade está convidada para a cerimônia de lançamento do novo roteiro turístico religioso da cidade. A estimativa da Setur é de que aproximadamente 400 pessoas participem da caminhada.
O evento contará com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, Defesa Civil, Ditran, Grupo de Apoio Civil-GACC e Escoteiros. O ponto de encontro será o início da estada do Morro de Santo Antonio. Os participantes deverão estar no local por volta das 8 horas para que seja iniciada a subida ao Morro, que tem duração de uma hora e meia. É indicado o uso de roupas leves e tênis, além de boné ou sombrinha.
O evento foi definido em reunião na segunda-feira, dia 23, com o Padre Dislau Nurczyk, representando a Paróquia; Karla Moraes e Francisco Guedes, da Secretaria de Turismo; Maria Aparecida Medeiros, do Sebrae; Marília Sarmento Machado, da Associação de Hoteis e Pousadas-AHP, e Francis Ferreira Alves, do Hotel Francis.
Após o lançamento do Caminho de Santo Antonio, a Setur dará andamento a estruturação do caminho, com sinalização, elaboração de folders, capacitação de guias e comercialização do caminho.
O Caminho, que compreende a igreja Matriz, o Mirante de Santo Antonio, as praias Martin de Sá, Prainha, Pedra da Freira, Avenida da Praia e Ponte do Rio Santo Antonio, não será percorrido integralmente na cerimônia de lançamento. (Fonte: PMC)

Caraguá planeja mercado municipal

Caraguatatuba - Caraguatatuba ganhará um mercado municipal. O anúncio da obra foi feito anteontem à noite pelo prefeito José Pereira de Aguilar (PSDB), durante reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e de Pesca. A prefeitura irá investir R$ 900 mil no projeto.
Segundo Aguilar, a construção do mercado municipal consta de seu plano de governo e deverá beneficiar cerca de 100 produtores do município. "Os produtores terão um espaço adequado para comercializarem seus produtos diretamente ao consumidor", afirmou.
O prefeito disse ainda que a prefeitura negocia uma parceria com o Banco do Brasil para agilizar a construção do mercado.
A prefeitura pretende construir o mercado a partir do segundo semestre. O projeto prevê 50 boxes em uma área coberta de 1.500 m2. Duas áreas estão sendo avaliadas, uma no bairro do Poiares e outra no Jardim Jaqueira. O antigo mercado da cidade foi desativado na década de 70. (Fonte: ValeParaibano)

Alteração Mão de Direção Rua Major Ayres

Caraguatatuba - Com o objetivo de diminuir os acidentes de trânsito e assegurar a fluidez e segurança do tráfego, a DITRAN, fará a partir de 07/06/05, alteração na mão de direção da Rua Major Ayres no centro.
A rua passará a ser mão única em todo o trecho da confluência da Av. Frei Pacífico Wagner até a Av. Altino Arantes.
Estudos efetuados verificou-se que a Rua Major Ayres possui trechos de mão única e de mão dupla dificultando o estacionamento de veículos em ambos os lados e a devida fluidez do tráfego.
Desta forma, ficarão mantidos os estacionamentos já existentes tornando a circulação de veículos e pedestres mais segura. Naquela Via foram registrados 2 acidentes em 2.004 e 1 acidente em 2.005 (até Março). (Fonte: PMC)

Sala da diretoria da EMEI do Perequê vira cantinho pedagógico
Uma proposta inovadora transformou as salas da diretoria e secretaria do Perequê em cantinhos com brinquedos pedagógicos, sala de leitura e um mini-quarto, imitando a realidade das crianças do Maternal e Pré-Escola

Caraguatatuba - Uma nova área de lazer e aprendizagem para crianças de 4 a 6 anos, foi criada pela equipe da EMEI Yasutada Nasu, anexa à EMEF Geraldo de Lima, no bairro Perequê-Mirim, em Caraguatatuba.
O espaço tem como principal objetivo a socialização das crianças e o incentivo ao “faz-de-conta”, tão importante nessa faixa etária, de acordo com estudos sobre a Primeira Infância, relatados e aplicados também nos Centros de Educação Infantil de Caraguá, pela Fundação Orsa.
O novo cantinho, segundo o diretor Dimas Germano da Silva, está dividido em três áreas expressivas, montadas onde antes funcionavam as salas da diretoria e secretaria da escola, e têm como finalidade incentivar o convívio das crianças, com brincadeiras que despertam a imaginação e a curiosidade. Entre as três áreas expressivas estão a sala de brinquedos pedagógicos, a sala de leitura e um espaço que imita o ambiente real, trazendo para o mundo das crianças um quarto que parece de verdade, mas possui miniaturas de guarda-roupas, camas e outros acessórios.
Segundo o diretor da escola, os pais estiveram efetivamente envolvidos na criação do cantinho pedagógico. “Quando inauguramos esse novo espaço, contamos com a presença dos pais, e aproveitamos a oportunidade para esclarecer sobre a finalidade desse projeto, e com isso ganhamos o apoio da grande maioria, que se propôs a contribuir voluntariamente com qualquer quantia em dinheiro, no material já comprado e na aquisição de novas peças para compor os ambientes”, explicou Dimas Germano.
O cantinho pedagógico é utilizado por crianças do maternal à Pré-Escola, em atividades propostas pelos professores. Para a direção, foi nítida a mudança de comportamento das crianças, desde a criação do novo espaço. “Com as novas áreas expressivas as crianças evoluíram na aprendizagem e melhoraram seu comportamento, inclusive com relação às regras e atividades direcionadas. Novos objetivos foram inseridos e gradativamente estamos alcançando nossas metas a respeito do projeto”, finalizou o diretor da EMEI do Perequê. (Fonte: PMC)

Vacinação contra Poliomielite em Caraguá
Campanha é oportunidade de colocar a caderneta em dia, inclusive com as vacinas contra Paralisia Infantil e Seguimento de Sarampo.

Caraguatatuba - A Secretaria Municipal de Saúde promove no dia 11 de junho a 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra Poliomielite, para crianças de 0 a 5 anos. A campanha vai envolver 160 funcionários da Saúde.
A vacinação vai ocorrer em 11 Unidades de Saúde, 4 escolas e um posto volante, no período das 8 às 17 horas. A equipe da Vigilância Epidemiológica lembra a todos que é necessário levar a caderneta de vacinação da criança pois na campanha também serão oferecidas as vacinas contra Paralisia Infantil e Seguimento de Sarampo, com exceção da EMEF do Pegorelli, CIEFI do Porto Novo, volante do Poço da Anta, EMEF do Indaiá, CEI do Rio do Ouro e PACS do Jetuba, que só terão a vacina contra Poliomielite.
Plantões no Comando da região Sul - UBS Perequê Mirim (Av. Jaraguá, s/n, 3887-8181); EMEF Massako Sone (R. Abra de Dentro, s/n, Pegorelli, 3887-2444), UBS Porto Novo (Av. José Herculano, 8550, 3888-3001) no CIEFI Profa. Maria Aparecida Ujio (Av. Primeiro de Maio, 285, Porto Novo, 3887-3836); UBS Morro do Algodão (R. Antonio dos Santos, 27, 3887-9100); e Poço da Anta (Piraçununga e Rio Claro).
Plantões no Comando do Centro - PACS Centro (Av. Anchieta, 485, 3882-3082); UBS Jaraguazinho (R. Benedito Silveira Santana, 57, 3883-3500); EMEF Dr. Carlos de Almeida Rodrigues no Indaiá (Av. Pernambuco, 1101, 3882-4679); PSF do Tinga (R. Antonio dos Santos, s/n, 3883-3277); CEI Honorina Pacheco Correa no Rio do Ouro (Av. Américo Timóteo do Rosário, 255, 3883-5577).
Plantões no Comando Norte, PSF do Massaguaçu (R. Itália Basse Magni, s/n, 3884-1999; PSF Jd. Casa Branca (R. José Pedro O. Barbosa, 7, 3883-9077); USF Olaria (R. Marginal Ipiranga, 17, 3883-7007); PACS do Jetuba (R. Vinte e Quatro, s/n, 3884-4090); UBS da Tabatinga (R. Manoel Pereira dos Santos, s/n, 3884-5700).
Mais informações na Vigilância Epidemiológica pelo telefone 3883-9903. (Fonte: PMC)

Comissão técnica faz última vistoria para os Jogos Regionais
Todos os locais visitados foram aprovados pela comissão, na última visita técnica, antes do início dos jogos, com abertura prevista para o dia 4 de julho e início das competições no dia 6

Caraguatatuba - Faltando apenas 34 dias para a realização da 49º edição dos Jogos Regionais, que acontece pelo segundo ano consecutivo em caraguá, uma comissão técnica fez na terça-feira, dia 31, a última vistoria técnica nos locais de competição e alojamentos e acertou, com os organizadores dos jogos em Caraguá, os últimos detalhes para a realização do evento.
Estiveram presentes na visita o Chefe do Comitê Dirigente, Jorge Eduardo Alves Moraes, o coordenador de alimentação, Francisco Pedro Regini Júnior e Inspetor Regional de Esportes, Paulo Luiz Vantini. Eles foram, acompanhados pelo diretor de Esportes, Luiz Cláudio Passos Ribeiro dos Santos e de uma das organizadoras dos Jogos Regionais, Priscila Dalprat.
A equipe visitou o Ceprolin (Centro Educação Profissional do Litoral Norte), local onde ficará os comitês dirigente e organizador, o TMC (Teatro Municipal Mario Covas) onde será realizado o congresso técnico, o hotel, onde ficará hospedada a equipe do Comitê Dirigente, o CCTI (Centro de Convivência da Terceira Idade), onde será realizada as provas de Bocha e Malha, a EMEF (Escola Municipal de Educação fundamental) Maria de Lurdes Lucarelli Perez e a Escola Estadual Colônia dos Pescadores, ambas servirão de alojamento.
Os locais além de serem aprovados pela comissão foram elogiados. Segundo a comissão, Caraguá é a cidade com melhor estrutura para sediar eventos esportivos.
A primeira vistoria feita pela equipe aconteceu no dia 23 de março, quando os locais visitados também foram aprovados pela equipe.
O congresso técnico para o sorteio das chaves acontece no dia 21 de julho, terça-feira, no TMC e a abertura dos Jogos Regionais será no dia 4 de julho, segunda-feira, e as competições terão início no dia 6, quarta-feira e deve atrair 8 mil pessoas entre comitê dirigente, delegações e amantes de esportes. (Fonte: PMC)

Festança da Região Sul acontecerá no CIASE em comemoração a São João
As comunidades do Travessão e Perequê-Mirim poderão comemorar São João em grande estilo, com a Festança da Região Sul, que acontecerá no dia 4 de junho, às 15h, no CIASE, no bairro Travessão, em Caraguá

Caraguatatuba - Pela primeira vez na região Sul, os CEIs (Centros de Educação Infantil) “Profª Regina Célia Chapira Blaustein” - Travessão I, “Leonor Mendes de Barros” – Travessão II e “Profª Célia Rocha Lobo”, do Perequê-Mirim, além do CIASE (Centro Integrado de Ações Sócio-Educativas) Gov. Adhemar de Barros, realizarão em parceria, uma festa junina para toda a população local.
Segundo o diretor do CIASE, prof. João Fernando Lopes, essa é a primeira festa realizada em conjunto entre as instituições, “pretendemos fazer tanto sucesso a ponto de que, essa comemoração passe a fazer parte do calendário de atividades dessa região”, explicou.
A “1ª Festança da Região Sul” acontecerá no CIASE, no bairro Travessão, em Caraguatatuba, no dia 4 de junho, a partir das 15h, com comidas típicas, apresentações e muitas atrações. Participe. A entrada é franca! (Fonte: PMC)

Qualificação profissional é tema de palestra no Ceprolin em Caraguá
Palestra abordará a importância da capacitação da mão-de-obra

Caraguatatuba - A Comissão Municipal de Emprego de Caraguatatuba irá promover uma palestra com o tema “Qualificar para Crescer” no auditório do Ceprolin (Centro Profissionalizante do Litoral Norte). O evento acontece no próximo dia 6, segunda-feira, a partir das 19 horas.
Segundo a presidente da comissão do município, Elena Blanco Gomez Fernandez, o palestrante será um dos diretores da plenária do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e presidente da Comissão Estadual de Emprego, Mauro Daffre.
Qualquer pessoa pode participar da palestra, que tem foco voltado a empresários e comerciantes, que ouvirão sobre a importância de capacitar os profissionais, que atuam em suas empresas e estabelecimentos.
Não é preciso fazer inscrição antecipadamente.
O Ceprolin fica à Avenida Rio Grande do Norte, nº 450, no bairro Indaiá, região centro-sul de Caraguatatuba. (Fonte: PMC)

Ciclistas de Caraguá competem em prova internacional
Mesmo com o forte vento e as grandes subidas os atletas conseguiram teminar a prova que reuniu 1.167 atletas do Brasil de outros países, no dia 29, domingo, em Florianópolis

Caraguatatuba - Os atletas Ângelo Clemente dos Santos e Carlos Gasparini da Associação de Ciclistas de Caraguá participaram no domingo, dia 29, do Campeonato Ironman Brasil 2005, em Florianópolis, Santa Catarina. O evento teve a participação de 1.167 atletas do Brasil e de outros países.
O atleta Ângelo Clemente, que competiu na categoria M3034 (30 a 34 anos) terminou a prova em 13 horas 8 minutos, já Carlos Gasparini, que competiu na categoria M4549 (45 a 49 anos) completou a prova em 13 horas e 29 munitos. A prova testa o limite de resitência humana, os atletas tiveram que nadar 3.800 metros, pedalar 180 quilômetros e correr 42 quilômetros, com prazo máximo de 17 horas para conclusão da prova, tempo estipulado pela organização do evento.
Segundo os atletas, as condições climáticas não ajudaram os participantes, o mar estava agitando e com fortes ondas o que dificultou o desempenho dos atletas, na prova de ciclismo o forte vento também prejudicou os competidores. Após 8 horas de competição aconteceu a prova de corrida, os atletas caraguatatubenses sentiram dor e cansaço.
As fortes subidas fizeram com que muitos atletas desistissem da prova, “o esforço foi muito grande por parte de todos os atletas, nem todos tinham energia para vencê-las, essa foi a reclamação da maioria dos participantes” finalizou Ângelo. (Fonte: PMC)

Aberta a Semana do Meio Ambiente no Módulo

Caraguatatuba - Os alunos das Faculdades Integradas Módulo abriram a Semana do Meio Ambiente nesta quarta-feira, dia 1, no auditório, onde estarão acontecendo até sexta-feira, palestras e debates sobre temas relacionados ao meio ambiente.
Na abertura, além de palestra com o biólogo José Henrique Becker, do Tamar de Ubatuba, os alunos Ana Carolina Nardi e Daniel Forjaz, do Grupo Cia ‘Popatapataio’ apresentaram a esquete teatral ‘O mar do açucar’, que fala dos efeitos da monocultura e as conseqüências na vida de quem vive na roça.
Nesta quinta-feira, dia 2, haverá uma palestra sobre Ecologia de Morcegos, com o biólogo Sérgio Kügler, às 19h45, e em seguida o tema ‘Noções de Permacultura’, com o biólogo Marcelo Bueno.
Na sexta-feira, acontece o 1º Seminário de Gestão Territorial Caraguatatuba-SP que foi promovido junto com o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) de São Paulo e a Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos (AEAA) de Caraguá.
O Seminário acontece no Auditório das Faculdades a partir das 14 horas, oferecendo discussões e debates sobre temas como biodiversidade do litoral, gerenciamento costeiro, gestão do Parque Estadual, Plano Diretor Municipal, e outros, abordados por especialistas e autoridades municipais como os secretários de Planejamento, Meio Ambiente, e Urbanismo, Habitação e Trânsito, de Caraguatatuba.
O evento é aberto ao público e conta com o apoio da Prefeitura Municipal, Faculdades Integradas Módulo, Instituto Ambiental Ponto Azul, Instituto Onda Verde e Ong Vale Verde.
O evento será aberto às 14 horas com presença de autoridades. Das 14h15 às 15h, André Miragaia da Ong Vale Verde apresenta um diagnóstico ambiental sob o tema ‘‘Biodiversidade do Litoral Norte – O que você tem a ver com isso?’.
Das 15h às 15h30, a pesquisadora científica, Zuleika Beyhath, fala sobre ‘Agenda 21 do Litoral Norte - Integrar e Mobilizar’.
Das 15h30 às 16h, o Dr. Marcos Lopes Couto, presidente do Gerco, advogado e ambientalista ministra a palestra sobre Gerenciamento Costeiro e Zoneamento Ecológico e Econômico no Litoral Norte.
Das 16h às 16h30, o engenheiro do Instituto Florestal, Ivan Soares aborda o tema Plano de Gestão do Parque Estadual – Uso e Desenvolvimento Sustentável.
Das 16h30 às 17h, o engenheiro do CREA, Luis Carlos Alcântara falará sobre ‘Acessibilidade: uma adequação urbana’.
Das 17h30 às 18h, estará em destaque o projeto Orla - diretrizes para o usos e ocupação da orla de Caraguatatuba, com a secretária Municipal. (Fonte: Módulo)

Transplantes com células tronco é debatido em Caraguatatuba
Igreja Católica traz pesquisadora para falar sobre o assunto.

Caraguatatuba - Com o objetivo de esclarecer sobre transplantes com células tronco e as questões científicas e éticas que os envolve, a Pastoral Fé e Cultura da Diocese de Caraguatatuba traz no próximo sábado, 4 de junho, a pesquisadora em Biologia Molecular do Centro de atualização em Saúde, a Profª Drª Lílian Penero Eça. A bióloga é Doutora pela Escola Paulista de Medicina – UNIFESP e pesquisadora pelo Centro de Extensão Universitária, de São Paulo. Eça recebeu recentemente o prêmio Clara de Assis, da CNBB, pela participação no programa Tribuna Independente, da Rede Vida.
Segundo a coordenadora da Pastoral Fé e Cultura, “é uma excelente oportunidade de informação sobre o assunto que muitas vezes é discutido sem base ética. É também um momento de esclarecimento sobre a posição da Igreja neste assunto.”
A Palestra inaugura o Ciclo de Palestras Fé e Cultura 2005 e vem com o tema “A fé sem a ciência é cega; a Ciência sem a Fé é manca” (Albert Einstein).
A palestra é aberta ao público e acontece no Ceprolin – Centro Profissionalizante do Litoral Norte, no bairro do Indaiá, às 10h.
Informações pelo 3889.1000. (Fonte: Diocese de Caraguatatuba)

Começa a trezena de Santo Antonio
Teatro conta a vida de Santo Antonio nos dias atuais

Caraguatatuba - Começou neste dia 31, terça-feira, a Trezena de Santo Antonio, celebração diária em homenagem ao padroeiro da cidade de Caraguatatuba. As celebrações deste ano trazem uma novidade. A vida de Santo Antonio é colocada nas diversas situações do dia-a-dia e contada nas peças de teatro escritas pelo pároco, Pe. Dislau Nurczyk. Pe. Dislau é um apaixonado pelo teatro e acredita que por este meio é possível aproximar as pessoas de Deus, principalmente os jovens.
No primeiro dia a peça falou de Santo Antonio patrono das coisas perdidas.
As diversas situações serão contadas durante a Missa das 19h30, na Igreja Matriz Santo Antonio. Algumas peças chamam a atenção pela crítica nas questões de políticas públicas e meio ambiente entre outros. Hoje, a peça retrata Santo Antonio e o milagre dos peixes.
A festa de Santo Antonio segue até o dia 13 de junho com extensa programação.
Trezena de Santo Antonio – até 12 de Junho.
Temas das peças teatrais:
Santo Antonio o casamenteiro
Santo Antonio e os aflitos
Santo Antonio e o chamado de Deus
Santo Antonio e os hipócritas
Santo Antonio e a Divina Misericórdia
Santo Antonio e o sofrimento
Santo Antonio firme pregador da Palavra de Deus
Santo Antonio um homem de oração
A morte de Santo Antonio
Santo Antonio e a glória de Deus
Santo Antonio e as praias de Caraguatatuba.
Dia 11 de junho – Procissão Marítima saindo do Massaguaçu seguida de carreata ate a Igreja Matriz.
Dia 12 de junho – Inauguração dos Caminhos de Santo Antonio – Projeto em parceria com o Sebrae, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba. A inauguração começa com a caminhada até o alto do Morro Santo Antonio, às 8h, onde será celebrada a Santa Missa.
Dia 13 de junho
11h – Casamento Comunitário que reuni 36 casais, na Igreja matriz. Este é o 7º ano e apesar do número reduzido de casais traz um ponto positivo que foi a iniciativa de outras paróquias da Diocese em descentralizar o casamento comunitário em outras datas, possibilitando que durante o ano os casais possam buscar a regularização de sua situação conjugal.
18h – Procissão e Missa solene presidida por Dom Fernando Mason.
A festa social acontece diariamente ate 13 de junho, no salão paroquial, com barracas e sorteio de brindes, entre eles, um carro 0 Km no dia 11. (Fonte: Diocese de Caraguatatuba)

Praiamar Transportes atende o pedido e entrega 5 novos ônibus à população

Caraguatatuba - O vereador Juarez Pardim (PPS), Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba, compareceu nesta manhã, 01 de Junho à empresa Praiamar Transportes, onde foi realizada a entrega de 5 novos ônibus à população.
Na solenidade de entrega o proprietário da empresa, Marcelo Augusto Gomes Pereira recebeu o Prefeito José Pereira de Aguilar, o Presidente da Câmara, Juarez Pardim, todos os Secretários da Prefeitura, Procuradores, Polícia Militar e funcionários da empresa.
Estes ônibus, que farão parte da frota de transporte urbano na cidade, foram solicitados pelo vereador Juarez Pardim em ofício enviado à empresa no mês de Abril para que renovasse em pelo menos 10% de sua frota de ônibus.
Em resposta, o proprietário da empresa, Marcelo Augusto Gomes Pereira, enviou um ofício ao Presidente da Câmara informando que “Em atendimento à solicitação de Vossa Excelência informamos através do presente, que até dia 30/05/05 a empresa irá renovar sua frota em 10% adquirindo veículos novos, ano 2005.”
Pardim comenta que desta forma a Praiamar está demonstrando o respeito que tem pela população de Caraguá e pela Casa de Leis atendendo nosso pedido. “Parabéns a Praiamar por mais esta conquista, muitas vezes mais vale a pena renovar a frota do que ter ônibus constantemente parados em oficinas e assim, prejudicando o transporte urbano pela falta que fazem estes ônibus”, comenta Pardim. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Delegada Titular ganha Título de Cidadão
Projeto de autoria de Germino Souza foi aprovado em Regime de Urgência

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba aprovou na noite de terça-feira – 31 de maio, durante a sua 18ª Sessão Ordinária semanal, projeto em Regime de Urgência de autoria do Vereador Germino de Souza (PPS), que concede Título de Cidadão para a Delegada Titular de Polícia Civil, Elizabeth Maluf. Os projetos constantes da Ordem do Dia também foram aprovados.
O projeto do Vereador Juarez Pereira Pardim (PPS), atual Presidente da Câmara dispõe sobre a garantia de assistência aos alunos da rede pública municipal com problemas no aprendizado e integração escolar. A proposta visa manter um profissional adequado para o trato com crianças com estes problemas.
Já o projeto de autoria do Vereador Omar Kazon (PL), fala na reserva de pelo menos 80% das vagas para trabalhadores locais, em empresas que estejam operando no município e recebam incentivos fiscais. O Parlamentar quer com isso resolver grande parte da falta de emprego e de renda entre os trabalhadores locais.
Além dos projetos aprovados, o Vereador Cristian Alves de Godoi – Baduca Filho (PL), aproveitou para convidar os Vereadores, amigos e a população em geral para a missa de 1 ano pelo falecimento de seu pai, o ex-Vereador João Rodrigues de Godoy Filho – Baduca, ocorrida em 31 de maio de 2004.
Durante o Expediente foi lido e encaminhado às Comissões Permanentes o Veto Total do Prefeito Aguilar (PSDB), sobre projeto do Vereador Francisco Carlos Marcelino – Carlinhos da Farmácia (PSDB), que transforma os Loteamentos Mar Verde e Park Imperial em Condomínio. Ainda no Expediente foram discutidos e votados um Requerimento e uma Moção.
No intervalo foram lidas 91 Indicações. A Sessão Ordinária semanal foi transmitida ao vivo pelo canal 30 da NET – TV a Cabo e pela Caraguá FM – 89,5 Mhz. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Programa Ação Litoral

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Ilhabela apontada como campeã na preservação da Mata Atlântica

Ilhabela - Durante a apresentação do novo Atlas dos Municípios da Mata Atlântica, realizada em Brasília, Ilhabela foi apontada como a campeã de preservação da Mata Atlântica.
O trabalho foi conduzido pela organização não-governamental SOS Mata Atlântica e pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).
Em função disso o vereador Luiz Antônio dos Santos, o Luiz Lobo (PL), apresentou na última sessão da Câmara, projeto de lei que obriga o uso da frase “Ilhabela- cidade campeã de preservação da mata atlântica” no rodapé dos impressos oficiais no município.
Lobo argumenta que “Ilhabela não é mais apenas um município querido por turistas, e sim campeão na preservação da Mata Atlântica, e isto é um orgulho para todos nós”.
O Atlas, que mostra a si-tuação da Mata Atlântica, o bioma mais afetado pela devastação no país, introduziu um novo índice de preservação, com o qual os pesquisadores puderam fazer um ranking.
No topo do ranking de cem municípios está Ilhabela, que teve 92% da mata original preservada - 32.073 hectares. O município é seguido de Barro Preto (BA), Riozinho (RS), Ubatuba e Iporanga (SP), compondo as cinco primeiras posições.
Entre as capitais, Floria-nópolis é a líder, com uma taxa de preservação de aproximadamente 42%, o equivalente a 18.032 hectares.
A apresentação do trabalho, que mostra a evolução de estudos feitos com base em dados que vêm desde 1985, foi feita em homenagem ao Dia da Mata Atlântica, celebrado em 18 de maio.
A área mínima do mapeamento, feito com auxílio de imagens do satélite Landsat, é 10 hectares.
“Municípios que apresentam uma área de mata atlântica menor que esse número em seus territórios não estão presentes no Atlas porque, em termos de conservação de biodiversidade, esse índice é pouco representativo”, disse, por meio de nota, Mário Montovani, diretor de relações insti-tucionais da SOS Mata Atlântica. (Fonte: Imprensa Livre)

Praia do Barreiros recebe 3ª etapa do Circuito de Maratonas Aquáticas

Ilhabela - Os atletas de águas abertas estarão reunidos neste domingo durante a 3ª etapa do 4º Circuito Municipal de Maratonas Aquáticas de Ilhabela 2005.
Paula Ferreira
A travessia será na costa norte do município, da praia do Barreiros, com percurso que vai até a praia do Sino, cerca de 2,5 km. A concentração será a partir das 9h00, na praia do Barreiros e a largada está prevista para as 10h30, com local a definir no dia da prova. A prova de incentivo a menor e melhor idade acontecerá logo após o término da prova principal.
O campeonato é aberto para todas as categorias, mas a prova de incentivo menor e melhor idade foi criada exclusivamente para que nadadores iniciantes, a partir dos 5 anos, possam participar.
Receberão medalhas os três primeiros lugares de cada categoria e certificados para todos que completarem o percurso, além do sorteio de camisetas do evento. Ao final das sete etapas do calendário deste ano, será feita a premiação para os melhores do ranking 2005 de Ilhabela.
As inscrições poderão ser feitas no site www.ativo.com ou no dia da prova no local da largada. A inscrição é de R$ 10 para a prova principal e R$ 5 para a prova de incentivo, mais um quilo de alimento não perecível.
As maratonas aquáticas de Ilhabela contam com a parceria da Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Laser de Ilhabela além dos comércios locais: Auto Viação e Turismo Ilhabela, Centro Náutico Ilhabela, João Ilha Materiais de Construção, Harry Imóveis, Restaurante Viana, Braga Estamparia, Supermercado Central, Imagem Comunicação. (Fonte: Imprensa Livre)

Abertas as Inscrições para a 32ª Semana de Vela de Ilhabela
Os velejadores interessados em participar do mais tradicional evento da vela brasileira podem começar a se mexer.

Ilhabela - Foram abertas, ontem, 31 de maio, as inscrições para a 32ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, que será realizada de 8 a 16 de julho, no litoral norte paulista. São esperados mais de 3 mil velejadores na cidade e no Yacht Club Ilhabela (YCI), além de dezenas de milhares de turistas, mostrando a força do esporte.
As inscrições devem ser feitas pelo site www.svilhabela.com.br. O número recorde de participantes da Semana Internacional de Vela de Ilhabela é de 189 barcos, obtido em 2004.
A programação oficial da Semana de Vela começa no dia 8, com as primeiras regatas de Monotipos. A competição segue até o dia 10, com disputas nas classes Tornado, Laser (Standard, Radial, Mac./Fem. e 4.7), Finn, Hc 16, HC 14, 420 , KiteSurf, Windsurf, Day Sailer, Dingue, Snipe, Holder, Optimist (categorias Veterano Juvenil, Infantil, Mirim, Feminino e Principiante), Aclass, Rádio Controle e Star.
No dia 9 será dada a largada para a tradicional regata Alcatrazes por Boreste - Marinha do Brasil, com barcos das classes IMS (todas as suas divisões com comprimento maior ou igual a 25 pés), algumas divisões das classes ORC Club, BRA-RGS, Bico de Proa e Multicasco A (32 pés ou mais). Também no dia 9 será realizada a regata Ilha de Toque-Toque, que tem barcos das outras divisões das classes ORC Club, BRA-RGS, Bico de Proa e Multicasco, todos com comprimento maior ou igual a 21 pés.
O Yacht Club de Ilhabela também será sede de atividades paralelas, shows, e canoas de cerveja, além da recreação infantil e aulas diárias de ginástica. No Race Vilage, localizado no centro da cidade, haverá palestras, exibição de filmes ao ar livre, recreação infantil, aulas de ginástica e exposição de imagens das regatas. O impacto econômico em Ilhabela deve chegar a R$ 7 milhões.
Como acontece anualmente, a competição deverá reunir grandes nomes da vela brasileira, como o atual tricampeão e um dos favoritos ao título Eduardo Souza Ramos, medalha de prata na classe Soling no Pan-Americano de Porto Rico-1979 e porta-bandeira do Brasil na Olimpíada de Los Angeles-1984.
Torben Grael, Lars Grael, Robert Scheidt, Alan Adler, Guga Zarif e muitos outros nomes da vela nacional, além das principais equipes de velejadores da Argentina, Uruguai e Chile, novamente vão comparecer com os seus melhores veleiros.
Também são aguardados atletas de outros esportes, que terão novos desafios a bordo dos diferentes e competitivos veleiros de oceano. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Receita Federal determina e Dersa proíbe entrada de caminhões de lixo no Porto
Veículos transitavam em “zona primária” o que, segundo a Receita, fere a legislação aduaneira. Sem licença ambiental da área do Cnaga, Prefeitura fica sem local para transbordo do lixo e coleta pode parar, diz Juan

São Sebastião - A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), responsável pela administração do Porto de São Sebastião, impediu ontem o acesso dos caminhões-coletores de lixo à área destinada para transbordo, dentro da zona portuária. Segundo a assessoria de imprensa, trata-se de uma determinação da Receita Federal.
Isto porque o trânsito destes veículos estaria ferindo a legislação aduaneira. “Hoje os caminhões cruzam recintos alfandegados, transitando na zona primária”, disse o delegado da Receita Federal, José Antônio Gaeta Mendes, em entrevista ao Imprensa Livre, na tarde de ontem.
A orientação foi cumprida de imediato. De acordo com a Dersa, uma ação tramita há mais de um ano na Justiça para que toda a estrutura destinada ao transbordo de lixo seja desmontada pela Enob.
A empresa cita que a área foi cedida à prefeitura há cerca de quatro anos. Ainda segundo a assessoria da Dersa, com a adequação às normas internacionais de segurança, todos os serviços que não sejam relacionados ao setor terão de deixar o porto organizado.
Com esta medida a Prefeitura de São Sebastião corre o risco de ficar sem um local para o transbordo de lixo a partir de hoje. Na última segunda-feira, o prefeito Juan Garcia fechou o depósito de lixo da Baleia, na Costa Sul, atendendo a determinação judicial que havia dado prazo para a medida até o próximo dia 8.
Deste então a Enob, empresa responsável pela limpeza pública da cidade, iniciou a ‘exportação’ do lixo para o município de Tremembé, no Vale do Paraíba. O transbordo (operação de passagem do lixo dos caminhões coletores para as carretas) vinha sendo feito na área da Dersa.
Enquanto isso a Enob trabalha na preparação do terreno do Cnaga (Companhia Nacional de Armazéns Gerais e Alfândegados) na Topolândia. Este local ainda não pode ser utilizado, pois não tem licença ambiental, segundo a Cetesb.
Em reportagem publicada pelo Imprensa Livre na última terça-feira, o prefeito Juan Garcia disse que o RAP (Relatório Ambiental Preliminar) será enviado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Na ocasião, ele frisou que, enquanto isso, o transbordo seria feito na área portuária, a qual afirma ‘pertencer ao município’. (Fonte: Imprensa Livre)

Mutirão promove limpeza do Rio Boiçucanga

São Sebastião - Aproveitando a Semana do Meio Ambiente, o presidente da Câmara Wagner Teixeira, promoveu na manhã de hoje, 1, um mutirão de limpeza no Rio Boiçucanga. A ação contou com o envolvimento de moradores do bairro e uma equipe da Enob, além do monitoramento de homens da Defesa Civil.
Foram recolhidos galhos e troncos de árvore que estavam obstruindo o fluxo do rio, conforme conta o pescador Valdimir de Oliveira: “O acúmulo desse material forma uma barreira que desvia o fluxo para as margens, podendo causar erosão das encostas”, explica Oliveira.
Para o pescador Alexandre dos Passos, além de melhorar a navegabilidade, a retirada do entulho oferece maior segurança às pessoas que nadam no rio. “Imagina se uma madeira dessas bate numa criança”, comenta.
Já o servidor José Carlos dos Santos, que estava participando do mutirão, acrescenta que a medida serve também para evitar possíveis danos às embarcações que correm o risco de passar por cima dos galhos.
Cerca de 30 barcos de pesca navegam pelo Rio Boiçucanga. Estima-se que, somando as lanchas guardadas nas três marinas existentes no bairro, esse número ultrapasse 170 embarcações.
Durante a operação, funcionários da Enob executaram a limpeza nas encostas e no Rancho dos Pescadores, local utilizado para a manutenção dos barcos.
Teixeira justifica a iniciativa destacando a importância em preservar o rio: “Muitas famílias dependem do local para sobreviver. Faço um apelo aos moradores para que colaborem na preservação, mantendo o rio sempre limpo e atrativo aos turistas que visitam a praia”, declara.
Na semana passada, Teixeira enviou requerimento ao Executivo cobrando o repasse de verba para conclusão das obras que estavam sendo realizadas no Rio Boiçucanga. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Câmara pede aumento do limite de velocidade da Rodovia dos Tamoios

São Sebastião - A Câmara de São Sebastião está pedindo ao Secretário Estadual de Transporte, Dario Pais Lopes, por meio de moção de apelo aprovada em sessão ordinária realizada na última terça-feira, 31, o aumento do limite de velocidade da rodovia dos Tamoios.
A proposta partiu do vereador e vice-líder do governo, Luiz Antônio de Santana Barroso (PFL), o ‘Coringa’. “O atual limite de velocidade vem causando perda de tempo acarretando em prejuízo financeiro”, declara.
De acordo com a moção, em determinados trechos da rodovia a quilometragem poderia passar de 80 para 100, beneficiando, assim, os motoristas que se dirigem ao Litoral Norte.
Para a maioria dos parlamentares, a alteração poderia ser realizada sem maiores problemas, pois a estrada, depois das obras de recuperação feitas pelo governo estadual, oferece segurança.
Segundo eles, a velocidade permitida está gerando grande número de multas devido aos radares fotográficos. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Transporte de portadores de necessidades especiais é questionado pela Câmara

São Sebastião - A atitude da Secretaria da Saúde em retirar o veículo que transportava portadores de necessidades especiais para as unidades de saúde do município causou indignação no presidente da Câmara, Wagner Teixeira (PV).
O vereador está questionando, por meio de requerimento aprovado em sessão ordinária realizada na última terça-feira, 31, o motivo desta medida.
Durante o último ‘Câmara Bairro a Bairro’, realizado no Jaraguá, a desempregada Claunusia Ferreria da Silva, que se locomove por meio de cadeira de rodas, reclamou da situação.
Ela conta que tem problemas para se dirigir ao único posto de saúde existente na região, pois o acesso é difícil. Sua residência fica a aproximadamente 1km de distância.
“Levo meia hora para chegar até lá. Não tem ônibus especial para nos atender. Antes o carro da Prefeitura pegava o paciente em casa. Nesta administração o benefício foi tirado”, lamenta Claunusia.
O presidente da APDSSS – Associação dos Portadores de Deficiências de São Sebastião –, Alden Mello de Aguiar, vai mais além: “Atitudes como esta demonstram que a Prefeitura está podando os deficientes, cortando tudo o que foi conquistado anteriormente. Estamos sendo excluídos da sociedade”, desabafa. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Câmara questiona repasse de contribuição patronal ao FAP’s

São Sebastião - A Câmara de São Sebastião está questionando ao Poder Executivo, por meio de requerimento aprovado em sessão ordinária realizada na última terça-feira, 31, o motivo da Prefeitura não ter repassado a contribuição patronal ao FAP’s (Fundo de Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais) referente ao 2º bimestre de 2.005.
A indagação foi apresentada pelo presidente Wagner Teixeira (PV) após publicação do demonstrativo das receitas previdenciárias no jornal Imprensa Livre, em 28 de maio passado. Segundo Teixeira, o valor recolhido aparece somente no primeiro bimestre.
O presidente também quer saber qual é a importância repassada ao Fap’s até a presente data. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Sabesp realiza obras em Boiçucanga depois de questionamentos feito pela Câmara

São Sebastião - A Sabesp enviou no último dia 20, um ofício ao presidente da Câmara, Wagner Teixeira, referente ao requerimento enviado à estatal pelo parlamentar, questionando quais as providências seriam tomadas em relação a falta de água constante no bairro de Boiçucanga e seu tratamento.
Conforme ofício, a Sabesp em atendimento ao pedido do vereador, procedeu a reforma no sistema produtor do bairro que consiste em instalação de conjunto de filtros de fluxo descendente auto laváveis e automatizados, ampliando para 150.000 litros/horas o abastecimento daquela região. Para esta obra foram investidos cerca de R$ 150 mil.
A empresa ainda incluiu em seu Programa Plurianual de Investimentos, as obras de construção de sistema de abastecimentos de água, composto de barragem e captação de água bruta, estação de bombeamento de água bruta, tratamento de água, adutora de água tratada, centro de reservação e rede de distribuição para o bairro. Investimento estimado em R$ 6.800.000.00.
No entanto, de acordo com o engenheiro José Ricardo Manckel Amadei, Superintendente da Unidade de Negócio do Litoral Norte, a Sabesp solicitou a Prefeitura a emissão de decretos de utilidade pública das áreas envolvidas. Segundo ele, essa documentação é necessária para o pedido de licenciamento das obras. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)
 
Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Ubatuba

Deputados integram audiência pública

Ubatuba - Um grupo de deputados estaduais integrantes das frentes parlamentares Pró-Quilombos e Em Defesa da Igualdade Racial participarão de uma audiência pública que será realizada na próxima segunda-feira no quilombo da Caçandoca em Ubatuba.
A audiência pública será realizada a partir das 9h e terá como objetivo avaliar a situação das 60 comunidades quilombolas existentes no Estado de São Paulo, que como a de Ubatuba, estão sendo ameaçadas de despejo.
No quilombo da Caçandoca vivem 47 famílias em uma área de 900 hectares, desde 1891. A Urbanizadora Continental, que alega ter adquirido uma área de 240 hectares em 1976, obteve a reintegração da área há quatro semanas. Os oficiais de justiça ainda não deram cumprimento a reintegração.
Segundo Edgard Aparecido de Moura Amaral, da Pastoral Negros do Brasil, a presença dos deputados têm como objetivo levar tranquilidade aos quilombos, ameaçados de despejo. Segundo Amaral, o Incra deve desapropriar nos próximos dias a área pretendida pela Continental, para manter os quilombos no local.
Esta semana, a ONG (Organização Não Governamental) Movimento Humanista Internacional resolveu apoiar a causa dos quilombos de Ubatuba, por meio de seu escritório na América Latina. (Fonte: ValeParaibano)

Ubatuba rejeita CPI dos Quiosques

Ubatuba - Os vereadores de Ubatuba rejeitaram anteontem à noite, por cinco votos a quatro, a realização de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) com o objetivo de investigar a situação dos quiosques instalados nas praias da cidade. A CPI foi proposta pela mesa diretora da Câmara e tinha como meta rever as permissões e as alterações feitas nos 60 quiosques distribuídos pelas praias do município. Ontem, a prefeitura divulgou os novos critérios para a padronização dos quiosques. Os estabelecimentos devem ter 63 metros quadrados de área e altura máxima de 4,50 metros, segundo a administração. (Fonte: ValeParaibano)

Comissão define os critérios para reforma de quiosques

Ubatuba - A comissão instituída pelo prefeito Eduardo César para determinar os novos parâmetros a serem adotados nas obras de reformas dos quiosques da Praia Grande concluiu ontem (31) os seus trabalhos. De acordo com a ata da reunião da comissão julgadora, estabeleceu-se que o projeto de padronização, a ser elaborado pela Secretaria de Arquitetura e Urbanismo, obedecerá aos seguintes parâmetros: altura máxima da edificação – 5,40 metros contados do piso da varanda; área coberta fechada de no máximo 63,00 m² correspondendo a um módulo retangular de 9,50 m e comprimento por 6,50 m de largura e a largura máxima das varandas de 4,50 m
A comissão definiu ainda que a construção dos novos módulos, dentro do padrão a ser fornecido, deverá obedecer aos critérios da melhor estética e menor agressão paisagística. Ficou acordado ainda que uma vez entregue aos permissionários o novo projeto padrão, pela Secretaria de Arquitetura e Urbanismo, eles o protocolarão junto à Prefeitura, para anexação aos processos de pedido de reforma já apresentados. Já para os permissionários que ainda não pediram autorização, estes protocolarão o pedido na forma da legislação vigente (lei 711/84 e legislação específica referente aos módulos de praia).
Projeto paisagístico - Por sugestão do representante da Secretaria do Meio Ambiente, ficou definido que deverá ser elaborado um estudo de arborização – uma espécie de “cortina vegetal” junto aos módulos para diminuir seu impacto na paisagem da orla - que será integrado ao projeto de urbanização e paisagismo. A Comissão definiu ainda que a contrapartida dos permissionários dos módulos da Praia Grande será definida em conjunto com a Secretaria de Arquitetura e Urbanismo, objetivando melhorar o acesso à praia e sua visibilidade.
Quanto aos embargos atualmente impostos somente serão levantados após a aprovação dos projetos e emissão dos respectivos alvarás de construção. Fizeram parte da comissão julgadora um representante da SAU (Eng. Carlos Augusto Malheiros), um representante da Secretaria de Meio Ambiente (Alexandre Nardi Vasconcelos), um representante da seção de fiscalização de obras (Clélio Teodorico Coutinho), um acionista da Comtur (Ronaldo Dias) e do presidente da Associação Comercial de Ubatuba (Ahmad Khalil Barakat), sendo que apenas o Sr. Ronaldo Dias não compareceu a reunião, porém com justificativa de sua ausência.
Nova lei - Pelo fato do projeto arquitetônico não ter sido anexado à Lei 2.648 que estipulou a nova padronização dos quiosques no final do ano passado, o prefeito Eduardo César encaminhou na tarde de ontem um novo projeto de lei, revogando a anterior e propondo os novos parâmetros de obras de reforma e/ou ampliação. (Fonte: PMU)

Prefeito toma posse como presidente da Junta Militar
Cerimônia aconteceu em Taubaté com a presença de diversas autoridades militares

Ubatuba - O prefeito de Ubatuba, Eduardo César (PL), tomou posse ontem 31, como presidente da 82ª Junta de Serviço Militar de Ubatuba. A cerimônia aconteceu no CAVEX (Comando da Aviação do Exército), em Taubaté. Estiveram presentes na cerimônia o General de Brigada de Aviação Francisco Carlos Modesto, comandante do Comavex, o tenente coronel Robson José Vieira de Carvalho, chefe da 4ª CSM e 1º tenente José Nicodemos da Silva, delegado da 8ª DelSM-4ª CSM. Além do prefeito Eduardo César, outros 11 prefeitos também tomaram posse como presidentes das Juntas de Serviço Militar de seus municípios. Agora como presidente, o prefeito tem a competência de fornecer pessoal, material e condições estruturais para manter em andamento os trabalhos realizados pelo Exército, por meio da Junta Militar de Ubatuba.
Compromisso à Bandeira - A 82ª Junta de Serviço Militar de Ubatuba realizará no próximo dia 3 de junho a solenidade de Compromisso à Bandeira. Deverão se apresentar cerca de 400 jovens dispensados do Serviço Militar Inicial no ano de 2005. A cerimônia acontecerá no Ginásio Municipal de Esportes Tubão, à partir das 10h e deverá contar com a presença do prefeito Eduardo César e outras autoridades civis e militares. (Fonte: PMU)

Ubatuba dá a largada para a Campanha do Agasalho 2005

Ubatuba - Foi realizada na terça feira, 31, a primeira reunião para acertar os detalhes da Campanha do Agasalho em Ubatuba. A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba. Denise César, recebeu na sala de reuniões da secretaria de Educação cerca de 20 entidades e órgãos governamentais que devem apoiar as ações da campanha. Já confirmaram participação Sabesp, Elektro, Correios, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Associação Comercial, Guarda Mirim, Sociedade Amigos do Lázaro, Rede Utiyama (postos Kamomê, Samê e Utiyama), aléem das secretarias municipais.
A campanha deste ano prevê, para o dia 18 de junho, três carreatas para arrecadação (Norte – até Itamambuca; Sul – Maranduba até Perequê Mirim; e Centro-Oeste – Centro, Itaguá e Ipiranguinha) e também postos fixos de coleta. Todos os agasalhos arrecadados serão encaminhados ao Ginásio de Esportes Tubão e posteriormente destinados ao Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba que fará a distribuição para as entidades assistenciais.
Atletas de Ubatuba aceitaram estrelar uma campanha semelhante a que foi desenvolvida pelo Fundo Social do Estado, com fotos que serão publicadas nos jornais e nos sites regionais.
O gerente da agência local da Sabesp, Iberê Fábio Horie Kuncevicius, acha interessante o município desenvolver uma campanha paralela à estadual. “Podemos assim criar outras campanhas durante o ano com esse mesmo grupo, que já se mostrou bastante interessado em colaborar,” disse Iberê, que já participou de várias campanhas via Sabesp.
A Guarda Mirim organizará uma gincana entre seus componentes e o Posto Kamomê já está oferecendo um pão de queijo a quem colabora com a campanha. Maiores informações podem ser obtidas com o Fundo Social através do telefone 3834-1055. Nesta sexta-feira, 3, acontece mais uma reunião para traçar as estratégias da campanha. (Fonte: PMU)

Vem aí a 1ª Copa Tortilhão de Futebol Society Feminino

Ubatuba - O Departamento de Futebol da secretaria de Esporte e Lazer promoverá nos dias 18 e 19 a 1ª Copa Tortilhão de Futebol Society Feminino, na quadra da piscina. As inscrições estão abertas na Secretaria e as equipes podem ser compostas por até dez atletas. Damião Celestino, do Departamento de Futebol prevê um torneio bem movimentado. “Queremos reunir dezesseis equipes, com partidas no esquema mata-mata. Mais de cem garotas dando um show de futebol society”, garante Damião.
No sábado,18, as partidas devem começar as 16 horas e no domingo as 10 da manhã.
Haverá premiação para as três melhores classificadas, artilheira e goleira menos vazada, além de uma rodada de pizzas, oferecida pelo Restaurante Tortilhão à equipe campeã. (Fonte: PMU)

Campeonato Interbairros 2005 movimenta futebol adulto em Ubatuba

Ubatuba - Começa neste sábado, 4, o Interbairros de Futebol 2005, organizado pelo Departamento de Futebol da Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba. As equipes foram divididas em quatro grupos, com partidas acontecendo nos campos do Itaguá, Itamambuca, Emdurb e Rio Escuro.
Os campeões de cada grupo passam às semifinais que acontecem no Estádio Municipal Ciccillo Matarazzo. A fase regional vai até o dia 2 de julho, com as partidas acontecendo sempre aos sábados pela manhã.
Confira a primeira rodada: Campo do Itaguá – 9h Praia Grande X Itaguá, 10h30 Silop X União dos Bairros. Campo Emdurb - 8h30 Vale do Sol x Lírio Bela Vista, 10h Valense X Ipiranguinha. Campo do Itamambuca – 9h Estufa X Itamambuca, 10h30 Pereque Açu X Sumidouro Campo do Rio Escuro – 9h Rio Escuro X Sertão da Quina, 10h30 Lagoinha X Saco da Ribeira. (Fonte: PMU)

Ação Litoral

Opinião Topo

Emprego e Renda
Ronaldo Dias


Estes dois itens fazem a cabeça de qualquer eleitor. Do mais consciente ao mais necessitado. Quem não quer e quem não precisa? Cabe ao poder público planejar, desenvolver, programar e implementar políticas de desenvolvimento econômico, utilizando-se, para tanto, de todos os meios de que dispõe. Assim, somos testemunhas de verdadeiras batalhas interestaduais e municipais, disputando sedes e filiais de empresas de todos os setores econômicos. Indústrias, comércios e serviços. Os objetivos de criação de empregos e renda, justificam uma lista, muitas vezes, interminável de incentivos de toda ordem. De doação de áreas, facilidades de licenciamentos, isenções fiscais temporárias etc. São na verdade “investimentos” públicos em busca do desenvolvimento econômico local. Estas histórias tornaram-se tão corriqueiras na mídia que já nem mesmo chamam nossa atenção. Ubatuba, na contramão da lógica, sem inovação, sem ao menos “copiar” o que está dando certo, esta inerte há muitos anos, aguardando pela sua vocação. O turismo. Ter vocação, não significa ter o segmento econômico tão desejado por quem não tem. Não. Não se torna um DESTINO Turístico, apenas querendo ou, com sempre os mal informados propõe, fazendo “eventos”, muito menos propondo, simplesmente “divulgação”. Estes predicados poderão ser deixados para discussão em outra oportunidade. No momento, gostaria de insistir na crítica da inércia do poder público na aplicação de políticas econômicas desenvolvimentistas. A prefeitura é hoje é a maior empregadora do município. Há limitação do crescimento do seu quadro de funcionários, pela proporção orçamentária, por ordem legal. O possível crescimento do quadro funcional está diretamente ligado à arrecadação. Como a arrecadação é fundamentada em um único imposto, só poderá ocorrer (aumento do funcionalismo) mediante o AUMENTO DO IPTU, ou do crescimento imobiliário, construindo-se mais e mais, em áreas que já não temos. Este tipo de crescimento não garante crescimento proporcional da arrecadação. O nosso IPTU “um dos mais altos do Brasil” está ficando impagável, na medida da estagnação da nossa raquítica economia. Os índices de inadimplência, não baixam, pelo contrário, tenderão a subir, mesmo com as inoportunas e indelicadas ameaças de leilão, feitas aos estarrecidos devedores. Munícipes devedores sim, mas a grande maioria, devido a real impossibilidade do pagamento. Não há emprego. Não há renda. Muitos, ou comem ou pagam IPTU. Poderia formular uma frase para cada um dos segmentos. Todos, muitos insatisfeitos pela falta de oportunidades, pelo marasmo que entramos em cada baixa temporada, cada ano mais difícil e mais pobre. Qual a política mais insensata? A mais fácil? A que se justifica? Dar apenas doses, na medida da altura do “grito” de quem pede? Qual a moeda? Uma licença para carrinho? Uma para ambulante? Mais barraquinhas? Mais Churrasquinhos de coalho? Insensatez, inércia, má vontade ou incapacidade? Esperamos e ansiamos que esta nova administração que se propõe ao resgate, se proponha “ao fazer”. Se proponha a ousar. Se proponha ir muito alem das conversinhas ao pé do ouvido para beneficio de poucos. Esta é a esperança de todos. De todos que creram no resgate e, de todos os demais que a ele aderiram. Estas esperanças, não se enganem não se contentam com meias-medidas. Para finalizar este longo texto, quero novamente defender e afirmar que a COMTUR, não veio para cobrar estacionamento com cordinhas que sobem e descem, muito menos para ser utilizada em falcatruas ou em favores pessoais ou políticos. Estes desserviços pertencem ao passado. Vamos defender uma total renovação no processo decisório da COMTUR. Vamos defender uma administração deliberativa, regida pelo Conselho Municipal. Assim ela poderá, finalmente, mostrar a que veio e, ser a principal ferramenta do desenvolvimento econômico do município, dirigida e fiscalizada pela representatividade dos munícipes, uma criadora de empregos e geradora de renda. Empregos e renda perenes e qualificados. Dignos e proporcionais a um destino turístico. Não se enganem, nem aceitem menos. A estrada pode ser longa e os caminhos conturbados mas estamos acostumados as dificuldades e maldições e, com certeza chegaremos lá.

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Regional Norte - Novamente temos que dispor de nosso tempo para contrapor argumentos descabidos, irresponsáveis e levianos de nossos opositores de plantão. A .... exagerada do ex-secretário de Educação deixa claro que na pressa de criticar o atual governo por não Ter planejamento, por Ter muita improvisação, ele peca com argumentos mentirosos: A ÁREA ONDE ESTÁ SENDO CONSTRUÍDA A REGIONAL NORTE FOI DESAPROPRIADA PARA ESSE FIM DESDE 22 DE ABRIL DE 1994 (Decreto nº 1936);
Falta Improvisação? Falta de Planejamento? Não, falta de vontade política, de se dedicar a essa região e tirar esse sonho do papel.
Sr. Professor, não se “precipite em fazer críticas não pensadas e precariamente fundamentadas”. Não insista mais em parecer o administrador sem falhas, o ultra-correto secretário, defensor da “EM José Belarmino Sobrinho”, pois a administração passada foi inerte quando essa mesma EM teve sua fossa vazando, com odores horríveis dentro da escola.
Falta de Planejamento Sr. Professor? A fossa tinha capacidade para 120 pessoas em uma escola com 300 alunos? Precipitação? Desejo de terminar obras rápido??? Se o Senhor compara nossos administradores com abutres (em matéria: “cuidado com os abutres”), a metáfora é também aplicável as escolas que no governo passado cheiravam tão mal quanto carniça.
Sr. Professor, a administração que o Sr. participou era nepotista, o administrador da Regional Sul nem se quer sabia os problemas da região. Quem conhece os problemas da região já planeja há muito tempo, ou melhor, já sabe de cor os problemas pelo qual passou sua região que estava num grande abandono.

José Roberto C. Monteiro Junior
Ubatuba, SP


Quiosques I - Quando se fala sobre quiosque, a primeira desculpa é o emprego que supostamente geram. Gostaria que verificassem as suas contabilidades para que possamos ver o tamanho das irregularidades. A segunda é que eles atendem aos turistas; gostaria de saber que tipo de turista é esse e se vale apena.

Jocil Bogoni
Ubatuba, SP


Quiosques II - Primeiramente gostaria de esclarecer alguns pontos que a Srª. Bel Dergham apontou em sua carta datada de 01/06/2005, pois bem, jamais deveria ser aprovada a construção de quiosques "barracas de bambu e sapé" pela vigilância sanitária, uma vez que construções destes materiais são verdadeiros ninhos para baratas, ratos, e insetos, onde estará a higiene? outro ponto, é que se lá vive lotado, se deve a segmentação de mercado, ou seja, direcionado a pessoas "naturalistas", dessa forma como quem freqüenta Campos do Jordão procura o clima da montanha, assim como quem freqüenta hotéis-fazenda, procuram o ambiente que lhes agradem. Deixo uma pergunta a todos os "protetores": Será que se algum de vocês fossem turista e estivessem visitando a praia grande na cidade de Ubatuba com seus familiares (figurando entre eles algumas crianças), iriam optar por um dos "quiosques de bambu e sapé" sem as mínimas condições de higiene, sem sanitários, varanda, etc, ou por um dos "QUIOSQUES" modernizados, com ampla varanda, com higiene e total infra-instrutura com sanitários, etc? Será que vocês iriam optar pelo de sapé e bambu, e no momento vocês e seus filhos estiverem necessitando de um Banheiro iriam se utilizar do MAR, ou possivelmente iriam atrás de uma árvore?? pouco acredito que iriam optar por um "programa de índio"!!! Diante disso, não podemos ficar inertes ao vermos que uma "MEIA DÚZIA" de pessoas empossando-se na figura de "protetores da coletividade", onde apenas esta incutido seus valores pessoais (se é que não, O interesse em adquirir uma permissão para ter um quiosque!!?!).
Quanto aos quiosques de Caraguá não serem de praia, pois a praia do centro não possui condições para banhistas, saliento que em Ubatuba temos a praia do Itaguá e Iperoig, se é que os "protetores" não conhecem, não têm banhistas, será que em Ubatuba é diferente de caraguá para que os quiosques da orla do Itaguá não possam executar música e shows ao vivo? Porquê não nos apegamos a problemas maiores, como a constante poluição da baía do centro de ubatuba (itaguá e iperoig), porquê o Parque de diversões continua lá? porquê não construir alguns quiosques na beira da praia de iperoig, assim como em caraguá? PORQUÊ A COMTUR não trabalha em prol do turismo?? Cabe aos acionistas promoverem ações de impacto positivo no turismo local! Bom...são tantos os problemas que vivemos....
Acredito que assim como no Sertão da Quina, demais bairros de Ubatuba necessitam de atenções de seus moradores para os mais diversos problemas... auxiliando a administração pública.
E, finalizando, parabéns aos Ilustres vereadores: Biguá, Charles Medeiros, Marquinho Tio Sam, Mico e Claudinho, que tiveram bom senso e discernimento do verdadeiro circo que se formou sobre o assunto "QUIOSQUES".

Maick Walace
Pós Graduando em Direito Público
Nascido e Morador de Ubatuba, SP


Bel Dergham - A comissão da prefeitura, para a qual fui indicado, na verdade, pretendia, para meu espanto, começar a casa pelo telhado. Ou seja, ao contrário de discutir e negociar soluções adequadas para a situação legal dos quiosques, primeiramente pretende, ou pretendia, discutir sua ampliação, altura do seu pé direito e inclinação dos telhados. Uma incoerência. Assim, a tal comissão, no meu entender, ficou sem sentido. Agora Bel, a situação dos quiosques, felizmente, está a caminha da solução. Os permissionários, por óbvio, relutam ainda em demonstrar que o interesse coletivo venceu, mas entenderam finalmente que seu pretenso direito, é o mesmo de todos demais cidadãos do BRASIL. Se eles podem, todos podem. Esta é a premissa principal. Outra, é que as leis municipais, não podem se sobrepor as leis maiores, com a constituição federal por exemplo, como pensam,e agem, alguns legisladores municipais. Aguardemos.

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP


Parabéns ao novos dirigentes da ACIU! - Parabéns aos jovens, novos dirigentes, da velha associação comercial. Creio que esta conquista, marca o início de um novo tempo. Um tempo de renovação e de resgate. Renovação de idéias e de propostas, condizentes com os objetivos da associação comercial. Um tempo do resgate, da importância e da representatividade da ACIU no cenário político e econômico de Ubatuba. Fico a vontade para apostar no sucesso destes jovens dirigentes, que encontrarão nos conselheiros e, nos associados que os elegeram a opinião experiente e todo o apoio que precisarem.

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP


Parabéns prá você - Parabéns pra você, não, não é aniversário de ninguém, é que está perto de fazer aniversário um pequeno buraco na Av Antonio Carlos Ribeiro esquina com Av Guaicurus (ao lado do aeroporto) que vergonha.
Gostaria de saber quando é que a Sabesp irá tampar e recapear o referido buraquinho.
Buraquinho? vejam as fotos:

   

Espero procedimentos quanto a tal, pois ninguém aguenta mais quebrar os automóveis neste tal buraquinho, sem falar em quantos acidentes que os motociclistas escapam, fazendo zigue-zague arriscando suas vidas e muita das vezes, quase batem nos automóveis, para desviar do tal buraquinho.

Ozéias Amaro de Oliveira
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br
O envio de foto caracteriza autorizada a sua publicação e identifica o remetente como autor.

Ubatuba

Praia da Picinguaba - Carlos Castro

Praia da Picinguaba
©Carlos Castro


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor

contador, formmail cgi, recursos de e-mail gratis para web site