Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 24 de outubro de 2005 - Nº 1387 Edições Anteriores

Pousada Mar Azul Hotel Pousada Dellamares Buffet Giorgio

Região
Mexilhão ganha força no litoral
Caraguatatuba é maior produtor de São Paulo


Caraguatatuba
Exército se despede de Caraguá após desenvolver Ação Cívico Social no Tinga
Prefeito e secretários almoçam com tropa do Exército na despedida


Ilhabela
Instalação do Sistema de Telefonia nas Comunidades Tradicionais de Ilhabela


São Sebastião
Prefeitura coloca bloquetes recuperados no aterro para eventos da temporada
Madrigal Cantarte emociona público no Teatro Municipal
São Sebastião terá recadastramento do Registro Geral da Pesca
Teixeira pede aumento do repasse para AETU

Ubatuba
Ubatuba cria primeira Associação de Pescadores
Prefeitura vai limpar terrenos baldios e cobrar serviço no IPTU
Escolinha Municipal de Surfe acerta patrocínio para 2006
III Salão de Belas Artes marca aniversário de Ubatuba
Campanha de vacinação anti-rábica
Exposição inédita na Fundart


Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Mexilhão ganha força no litoral

Litoral Norte - Cresce a produção e a demanda do mexilhão no Litoral Norte. Considerado um molusco de maior poder nutritivo que a ostra, o mexilhão vem se transformando em um atrativo turístico, sendo cada vez mais procurado nas peixarias, quiosques e restaurantes à beira-mar.
O presidente da Associação de Quiosques de Caraguatatuba, Mozart Russomano, disse que, o mexilhão se transformou num dos pratos mais procurados nos quiosques à beira-mar. "Vem turista de todo lugar à procura do mexilhão", afirmou.
Caraguatatuba incluiu o mexilhão em seu calendário de eventos turísticos. Em dezembro, a praia da Cocanha realiza o 3ª Festival do Mexilhão.
A região é maior produtora de mexilhão no Estado de São Paulo, com 150 toneladas anuais. Existem atualmente, 105 produtores em todo o Estado, 85 deles sediados no Litoral Norte. Caraguatatuba é a maior produtora do Estado.
O vice-presidente da Associação de Maricultores do Estado de São Paulo, José Luiz Alves, 35, afirmou que é comum as pessoas confundirem mexilhão com marisco. Segundo ele, marisco é todo molusco com concha (Vongoli, Berbigão, Vieira etc). "O mexilhão é um molusco marinho pertencente a família dos mitílidios, cuja espécie mais cultivada no Brasil é o Perna Perna", explicou.
A oceanógrafa e pesquisadora do Instituto de Pesca, Valéria Gelli, atualmente secretária de Agricultura de Ubatuba, disse que os mexilhões, além de saborosos e de alta digestibilidade, têm grande valor protéico e nutritivo, pouca caloria e gordura, sendo ainda rico em sais minerais, cálcio, fósforo e ferro. Há também quem garanta que os mexilhões são afrodisíacos, principalmente, os pescadores.
DICAS - Um quilo de mexilhão custa em torno de R$ 4 nas peixarias. Normalmente, o molusco é vendido sob encomenda. O ideal é consumi-lo no mesmo dia. Alves dá algumas dicas importantes para quem pretende utilizar mexilhão pela primeira vez.
Segundo ele, o molusco pode ficar até 12 horas fora do mar, desde que mantido a uma temperatura entre 10 a 15 graus, em ambiente natural. As pessoas deve evitar manter o mexilhão em um tanque com água, porque o molusco desova e emagrece. Alves explicou ainda que o mexilhão só deve ser colocado na geladeira, após o cozimento. Cozido, o molusco pode permanecer até seis meses na geladeira.
A qualidade do mexilhão produzido no Litoral Norte é garantida pela assessoria dada aos maricultores pela SEAP (Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca), Instituto de Pesca da USP, Cetesb e INPE. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguatatuba é maior produtor de São Paulo

Litoral Norte - O município de Caraguatatuba é o maior produtor do Estado, com 80 toneladas anuais. Existem três pontos de cultivo no município, o maior deles na praia da Cocanha, onde 17 famílias vivem da atividade. O pescador José Luiz Alves, disse que a produção cresceu 40% nos últimos cinco anos, mas mesmo assim, não consegue atender a demanda. Segundo ele, 80% da produção é destinada às peixarias, quiosques e restaurantes da região --os 20% restantes são vendidos na praia para turistas e veranistas. Os pescadores apanham as sementes nas costeiras e as fixam em uma corda ou rede, cada uma com cerca de dois metros de comprimento e doze quilos de peso. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba


Exército se despede de Caraguá após desenvolver Ação Cívico Social no Tinga

Caraguatatuba - Com uma Missão de Paz nas ‘costas’, os 1050 homens do Exército Brasileiro se despediram da cidade ontem, com um gesto de humanidade: doando cestas básicas e realizando consultas médicas e odontológicas gratuitamente para a população do bairro do Tinga.
Desde o último dia 10, a tropa do Exército esteve nas cidades de Caraguá, São Sebastião e Ilhabela, realizando o último treinamento antes de embarcar para a missão de Paz organizada pela ONU (Organização das Nações Unidas), na cidade de Porto Príncipe, capital do Haiti (América Central).
Na Ação Social desenvolvida no Posto de Saúde do Tinga, estiveram envolvidos cerca de 520 militares, entre eles médicos especialistas em otorrinolaringologia, pediatria, ortopedia, cirurgia geral e vascular, clínica geral e odontologia. “No Haiti não existe um serviço médico formado. O Exército Brasileiro dá apoio em grande escala neste país carente, tratando a população com humanidade.
Para podermos atender os pacientes, precisamos primeiro de ordem e segurança, porque senão os haitianos levam até os remédios”, comentou o médico militar Carlos Eduardo.
A dona-de-casa Mara Santina, 52 anos, moradora do bairro, considerou a visita do Exército ‘maravilhosa’. “Assim a cidade fica com mais médico. Há dois meses eu estava esperando por uma consulta de ortopedista, e graças ao Exército hoje fui consultada. Espero que voltem mais vezes”, afirmou.
A também dona-de-casa Margarida Barbosa de 33 anos, há seis meses aguardava por uma consulta do médico especialista em otorrino. “Ontem a agente de saúde foi avisar em casa que seria atendida pelo Exército, achei ótimo. Precisamos disso uma vez por mês”, disse.
O Tinga foi escolhido devido às semelhanças com o bairro haitiano Pelê, onde está instalada a base do Exército Brasileiro. “Há dois anos ninguém entrava naquele bairro. Hoje tem meio de transporte e o lixo diminuiu. Nossa missão é ajudar a dar uma cidade digna à população”, disse o tenente capitão Cunha Matos.
A Banda de Música do Exército se apresentou durante toda manhã em frente ao Posto de Saúde do Tinga e na parte da tarde se despediu da cidade num desfile na Praça Cândido Mota, no centro de Caraguá.
A estudante de 9 anos Jamiles da Silva estava encantada com a apresentação da Banda do Exército. “Estou gostando”, disse. Já Gabriela Nunes, também 9 anos, contou que nunca tinha visto uma banda tocar. “Eles são legais”, confirmou.
“Sem a ajuda da população, nada disso seria possível”, esclareceu o tenente capitão do Exército, Cunha Matos, explicando que cerca de 40 famílias colocaram suas próprias casas à disposição para serem ‘vasculhadas’, exercício simulado na manhã de ontem, onde foi feita a prisão de uma gangue que ‘atirava’ na tropa do Exército.
A imprensa acompanhou a simulação na manhã e no período da tarde foi feito um vôo panorâmico no helicóptero ‘Pantera’.
Para a dona-de-casa Vicentina Jandira, 56 anos, moradora da rua José Vicente Leal, onde foi realizada a simulação da prisão de um líder de gangue, a atuação do Exército foi ‘bonita’.
“Nunca tinha visto isto antes. Eu quis participar! O Exército teve uma excelente atuação. Eles trabalham bem!”, comentou. O aposentado Josias Marques concordou: “Foi bom, tivemos mais segurança”.
O capitão José Rogério Teixeira explicou aos jornalistas que os incidentes que acontecem no Haiti foram vivenciados no litoral. “Acabamos de simular uma invasão de casa onde encontramos uma criança precisando de ajuda médica”, disse.
No Haiti, o Exército doa cestas básicas. Em seis meses foram mais de 9.600 famílias beneficiadas. Em Caraguá, as 92 cestas distribuídas contaram com o apoio da Paróquia São João Batista, que selecionou as famílias carentes.
O padre Marcos Costa Ramos, explicou que sua função como capelão militar é assistir a tropa espiritualmente e ajudar nas ações sociais. “A nossa expectativa é a melhor possível, pois estamos levando paz para um país em conflito. Seguimos o que diz o evangelho: ‘Bem aventurados os que promovem a paz’”. “Na nossa tropa temos 73% de católicos, 23% de evangélicos e 4% de outras denominações religiosas”, contou.
O Batalhão de Engenharia também esteve em operação, retirando entulho e carros velhos das ruas. “No Haiti é comum eles fazerem barricadas para atrapalhar o trabalho da polícia”, explicou o capitão David Crispim de Carvalho.
Durante os oito dias que os homens do Exército estiveram acampados em Caraguá, foram realizadas 90 ações de simulação, que poderão vivenciar concretamente nos próximos seis meses no Haiti.
Os principais incidentes simulados foram: escolta de comboios; segurança de autoridades (inclusive em eventos públicos); pontos de controle e verificação; passeatas e manifestações; seqüestros, técnicas de negociação e resgate de reféns; processo eleitoral (votação, escolta das urnas e dos locais de apuração); retomada de instalações capturadas por gangues; defesa de instalações essenciais (luz, abastecimento); perícia e investigação de incidentes; e relacionamento com a mídia em geral.
Simulação - Durante uma semana as universitárias Luciana Gomite, 21 anos e Carolina Curassa Rosa, 21 anos, que estudam Tradução na Faculdade Mackenzie, em São Paulo, estiveram em Caraguá voluntaria-mente representando funções diversas, como jornalistas, membros de ONGs (Organizações Não Governamentais) e falando os idiomas do Haiti, que são francês, inglês e créole, auxiliando na preparação da tropa do Exército que segue para a missão de paz.
“O papel que gostei mais de representar foi como mídia. Simulei ser jornalista que queria tirar foto, empurrava a tropa, todas ações para testarem os militares. E tudo falando francês e inglês, só não podia o português”, contou Luciana. Para Carolina Rosa, foi uma semana agitada. “Nada foi premeditado, porque a tropa estará lidando com o inesperado no Haiti”. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeito e secretários almoçam com tropa do Exército na despedida

Caraguatatuba - O prefeito José Pereira de Aguilar, acompanhado da primeira-dama Rose Carrijo Aguilar e de todos secretários municipais, almoçou com os 1050 homens do Exército, em forma de agradecimento pela estada na cidade.
“Esta postura do Exército, simulando uma missão de paz, mostra que o Brasil pode colaborar com países mais necessitados. Nós, de Caraguá, tivemos o privilegiou de participar dessa ação. Fizemos o melhor para recepcioná-los bem. A tropa se despede e já nos deixa com saudades”, declarou o prefeito Aguilar.
Também compareceram ao almoço no Centro Esportivo Ubaldo Gonçalves o presidente da Câmara, Juarez Pardim e os vereadores Germino de Souza, Aureliano Pereira, Agostinho Lobo e Francisco Marcelino.
“A cidade só ganhou nestes dias que o Exército esteve aqui, ficamos com uma sensação de tranqüilidade. Acredito até que o Exército deveria estar nas ruas para nos proteger”, comentou Pardim. Para Lobinho, a vinda do Exército mais vezes na cidade seria de grande valia. “Eles ajudam a manter a cidade mais segura”.
Para o tenente coronel Cunha Matos o exército conseguiu criar um ambiente o mais próximo do real em Caraguá. “Em 30 anos de treinamento, não tinha vivido uma simulação tão próxima da real”, finalizou.
A missão de paz visa apoiar o processo político-constitucional no Haiti. Também visa manter um ambiente seguro e estável, assistir os representantes do país na reforma e monitoramento da polícia haitiana, assistir à polícia no processo de defesa com todos os grupos armados, apoiar o processo eleitoral e promover e proteger os Direitos Humanos.
A tropa que começa a embarcar no dia 26 de novembro é composta por 1200 homens, divididos entre Exército, Marinha e Força Aérea Brasileira. A preparação dessa tropa teve duração de 22 semanas, entre instrução prática e teórica. (Fonte: Imprensa Livre)
 

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Instalação do Sistema de Telefonia nas Comunidades Tradicionais de Ilhabela

Ilhabela - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, na tarde desta quinta-feira, 20, assinou o decreto no. 1101/2005, que permite o uso de espaço público para instalação de infra-estrutura de equipamentos de telecomunicações via satélite na Comunidade Tradicional do Bonete.
A empresa concessionária de serviços de telecomunicações – TELESP, instalará 02 aparelhos de telefone público (orelhões), em caráter provisório, enquanto aguarda a aprovação por parte do DEPRN e do Instituto Florestal, para instalação de uma antena repetidora no Morro do Camargo, que propiciará a colocação de 200 aparelhos telefônicos na Praia do Bonete, com projeto futuro para atender as Comunidades Tradicionais de Castelhanos, Ilha de Búzios e Vitória.Este Projeto já está concluído, no aguardo dos licenciamentos dos órgãos competentes.
De acordo com o prefeito municipal, “o uso do bem público, para o fim a que se destina, é de interesse da coletividade e de relevante caráter social, proporcionando aos moradores das Comunidades Tradicionais, um meio de comunicação tão importante nos dias de hoje”.
Presentes na ocasião o superintendente da TELESP, João Francisco Carvalhais, os secretários municipais, de Administração, Norberto Batista; de Assuntos Jurídicos, Odair Barbosa e o administrador da Mitra Arquidiocesana de Caraguatatuba e pároco da Igreja Matriz de Ilhabela, padre Vilson Dias de Oliveira. (Fonte: PMI)

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Prefeitura coloca bloquetes recuperados no aterro para eventos da temporada
Medida evita formação de lama em dias de chuva. Obra de urbanização começa no ano que vem, após o Carnaval, evitando transtornos durante o verão

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria das Sub-Prefeituras, iniciou esta semana a colocação de bloquetes recuperados em parte do aterro da Rua da Praia, no Centro. Tal medida visa evitar a formação de lama em dias de chuva durante os eventos previstos para a temporada de verão, entre eles, a Festa do Padroeiro, no mês de janeiro, e também shows musicais.
Segundo ele, o pavimento refletirá na estrutura das festas. A obra de urbanização do aterro da Rua da Praia será iniciada após o Carnaval, evitando assim transtornos na temporada de verão. O processo de licitação será aberto em novembro.
A obra do aterro, que conforme explicou o prefeito faz parte de um grande projeto de reurbanização da Rua da Praia e Centro Histórico, irá incluir no primeiro momento a construção de área destinada para shows, parque infantil, quadras poliesportivas, vestiários, decks, entre outras melhorias, com investimento de R$ 4 milhões.
Os bloquetes que estão sendo reaproveitados no aterro da Rua da Praia, em sua maioria, foram retirados das margens da Rodovia Manoel Hyppolito do Rego (SP-55), cujo trecho urbano entre São Francisco e Topolândia começou a ser recuperado esta semana pelo Governo do Estado, atendendo reivindicação da Prefeitura. O trabalho é feito por funcionários da Secretaria Municipal das Sub-Prefeituras. (Fonte: PMSS)

Madrigal Cantarte emociona público no Teatro Municipal

São Sebastião - Com um repertório de 12 músicas, nacionais e internacionais, o Madrigal Cantarte emocionou o público, no Teatro Municipal, na noite da última quinta-feira (20/10). Os coralistas mostraram porque venceram a fase municipal do Mapa Cultural Paulista.
Sob a regência de Marco Antônio Rego Câmara, o Madrigal Cantarte concorrerá na cidade de Redenção da Serra à fase regional. Já são sete meses de trabalho, com ensaios toda segunda, quarta e sexta, na Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur). “Para as pessoas que quiserem participar, ainda temos vagas”, comentou o regente.
Ele explica que madrigal significa um pequeno coral. Marco Câmara salienta que o repertório vai do clássico ao popular. “A expectativa para a fase regional é muito boa, pois estaremos participando de um concurso com coros de toda a região”.
O projeto do Mapa Cultural promove o intercâmbio regional, o mapeamento dos produtores culturais e suas atividades, divulgando o talento desses artistas e proporcionando o apoio e a visibilidade. (Fonte: PMSS)

São Sebastião terá recadastramento do Registro Geral da Pesca

São Sebastião - A Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, órgão integrante da Presidência da República, está realizando desde o mês passado a Campanha Nacional de Recadastramento do novo Registro Geral da Pesca (RGP). Em São Sebastião, o cadastro será feito entre os dias 24 e 28 de outubro, na Casa da Agricultura, que fica na rua Ipiranga, 50, no Centro.
“Muitos pescadores vivem na informalidade e acabam perdendo benefícios concedidos pelo Governo Federal. Por isso, é importante o cadastro para que possam obter, por exemplo, seguro desemprego na época do defeso, salário-maternidade para as esposas, entre outras conquistas”, destaca o diretor do Departamento de Pesca da Prefeitura de São Sebastião, Álvaro Augusto Santos Moura.
Com inclusão, os pescadores podem conseguir ainda micro-crédito e assistência social. O cadastramento resultará na emissão da carteira de pescador profissional em papel da Casa da Moeda pela SEAP. A campanha percorrerá o Estado de São Paulo até dezembro. (Fonte: PMSS)

Teixeira pede aumento do repasse para AETU

São Sebastião - O presidente da Câmara, Wagner Teixeira, enviou requerimento durante a sessão da última terça-feira, 18, solicitando aumento do valor repassado para a AETU – Associação dos Estudantes Técnicos e Universitários.
Teixeira alega que tem sido procurado por alunos credenciados na associação que reclamam da taxa de rateio.
Segundo o diretor da entidade, Vitor Santana, a verba repassada pela Prefeitura é de R$80 mil. Já a locação dos 11 veículos utilizados – entre ônibus, micro-ônibus e vans – gera despesa de aproximadamente R$115 mil. A diferença entre os valores é custeada pelos estudantes, o chamado rateio, que gira em torno de R$120 para cada um.
“Todo início de ano letivo aumenta o número de estudantes, sendo necessária a locação de mais ônibus. Porém a verba repassada pela Prefeitura é a mesma. Conseqüentemente eleva a taxa de rateio entre os estudantes”, explica Santana.
Ele ainda destaca que a AETU vem promovendo eventos visando arrecadar fundos para não ficar dependendo somente de verba pública.
Segundo Teixeira, muitos não conseguem arcar com essa despesa e acabam sendo obrigados a abandonar o curso.
“Acredito que a Administração tem o dever de incentivar e apoiar a formação dos jovens da nossa cidade. Espero que o problema seja resolvido ainda neste ano”, ressalta o vereador.
Os ônibus transportam entre 285 a 300 estudantes para as universidades de Mogi das Cruzes, São José dos Campos, Taubaté e Guarujá. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Posto Ipiranga

Ubatuba cria primeira Associação de Pescadores

Ubatuba - Foi formalizada, na última segunda feira, dia 17, a primeira Associação de Pescadores de Ubatuba, que engloba profissionais do município inteiro. São cerca de 70 membros. Foram escolhidos também o presidente, secretário, tesoureiro, conselho fiscal e seus respectivos vices e suplentes. O principal objetivo da Associação é dar aos pescadores de Ubatuba o respaldo jurídico necessário para que eles possam comercializar seus produtos no mercado de peixe legalmente. Segundo o técnico de extensão pesqueira da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Élvio Damásio, corporativismo e associativismo nos setores pesqueiro e agrícola são ferramentas importantes para que as classes consigam alcançar seus objetivos. “A Secretaria dá total apoio a essas instituições por acreditar que a união facilita a busca por recursos e parcerias. Somente os grupos organizados têm esse poder de alcançar grandes conquistas.”
Confira os nomes escolhidos para a diretoria da associação:
Presidente: Manoel dos Santos
Vice: Jerri Eduardo de Moraes
Secretário: Raquel Aparecida Soares
Vice: Rosilda Aparecida da Silva
Tesoureiro: Marilucy Bernardes Tebaldi
Vice: Jaime Florindo de Souza
Conselho Fiscal
Titulares: Renato Marcelino de Souza, Maria Odila Santos, Cristiane Maria Barbosa
Suplentes: Helder Jorge Marques, Delma Rolim Moraes, Santana Moreira de Silva
(Fonte: PMU)

Prefeitura vai limpar terrenos baldios e cobrar serviço no IPTU
Ação começará pelo centro da cidade e se o proprietário notificado não executar a limpeza em 30 dias, além da multa, a prefeitura fará o serviço e lançará no IPTU

Ubatuba - A Prefeitura, numa ação conjunta entre as secretarias de Obras, Arquitetura e Urbanismo (S A U ) e Meio Ambiente estará a partir da próxima semana adotando novas medidas para a limpeza de terrenos baldios em toda a cidade. Segundo o secretário de Arquitetura e Urbanismo, Rafael Ricardi Irineu, hoje 45% dos processos protocolados na S A U são denúncias de terrenos baldios, que acabam culminando no acúmulo de muito lixo e provocando a proliferação de bichos e insetos.
Ainda de acordo com Irineu, hoje a Prefeitura enfrenta duas situações. Na primeira o proprietário é notificado e executa a limpeza do terreno dentro de 30 dias. Na segunda situação a notificação é ignorada pelo dono do imóvel, que não limpa o terreno no prazo estipulado pela lei, não paga a multa e fica inadimplente perante a Prefeitura. Hoje a multa varia de R$ 300,00 a R$ 500,00.
Nova medida - Na nova medida o proprietário será notificado e, caso ele não faça a limpeza em trinta dias, a própria Prefeitura executará a limpeza dos terrenos e o valor do serviço será lançado no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) do ano seguinte.
O valor a ser cobrado do proprietário para execução dos serviços de limpeza de terrenos será de R$ 1,77 por metro quadrado. De acordo com o secretário de Obras, João Paulo Rolim, os serviços serão executados com a mão-de-obra própria da Prefeitura. “Usaremos nossa própria estrutura e se a demanda aumentar estudaremos a possibilidade da terceirização dos serviços”, afirmou Rolim.
A notificação dos proprietários de terrenos baldios terá início no centro da cidade e obedecerá uma programação por bairros.
A lei permitindo que a prefeitura execute o serviço, caso o proprietário não o faça, é antiga e foi proposta pelo prefeito Eduardo César, quando era vereador na sua segunda gestão. Para ele, é preciso que a Prefeitura atue com rigor para garantir a limpeza urbana e evitar a proliferação de insetos e animais peçonhentos. (Fonte: Imprensa Livre)

Escolinha Municipal de Surfe acerta patrocínio para 2006

Ubatuba - O Secretário de Esporte e Lazer de Ubatuba, Bittencourt Jr. esteve reunido com Elaine Gualberto, diretora de marketing da Tricats (roupas e assessórios) para acertar detalhes da parceria que será desenvolvida em 2006.
Ficou acertado que a empresa fornecerá Lycras para todos os alunos da escolinha municipal de surf, além de guarda-sóis e tendas para uso nas praias onde acontecem as aulas. A Tricats também ficou responsável pela premiação do circuito interno da escolinha.
A atleta Juliana Quint, patrocinada pela marca, deverá ministrar clínicas de surf aos alunos da escolinha, em datas a ser acertadas. Para o secretário, a parceria chegou em boa hora.
“A Tricats tem uma ótima penetração no mundo do surf e será uma honra para a escolinha estampar a marca em 2006”. As clínicas, com a presença da atleta Juliana Quint também vieram em boa hora. “Nossos alunos, que já tem grandes exemplos para se espelhar, terão a chance de aprender ainda mais com a presença da Juliana”, completou o secretário.
Ainda em relação ao surf, Bittencourt encaminhará em breve, um projeto à Secretaria da Juventude do Estado de São Paulo, solicitando 30 novas pranchas para uso da Escolinha em 2006. (Fonte: Imprensa Livre)

III Salão de Belas Artes marca aniversário de Ubatuba

Ubatuba - No aniversário da cidade, dia 28 de outubro, inicia-se uma grande exposição de artes plásticas. O III Salão de Belas Artes de Ubatuba, promovido pela Fundart reunirá, em um único espaço, 245 obras de 116 artistas, oriundos de 13 cidades do estado de São Paulo.
Pinturas acadêmicas, contemporâneas, desenhos e esculturas poderão ser apreciados até o dia 15 de novembro, no Salão da Igreja São Francisco de Assis.
O Salão de Belas Artes foi criado com o objetivo de oferecer à população da cidade, bem como aos visitantes, um maior contato com os valores locais e o conhecimento de artistas de outras cidades que comparecem mostrando sua arte nas mais variadas formas de expressão.
O coordenador do grupo setorial de artes plásticas da Fundart, Paulo Alves, afirma que o evento está ganhando notoriedade no cenário artístico do estado e promovendo um intercâmbio saudável entre os artistas. “Criamos com o evento, um espaço propício, não só para o desenvolvimento de nossos conhecimentos no campo das belas artes, mas também, um momento de bem-estar e entretenimento”, afirma Paulo.
As cidades representadas no evento são: Caraguatatuba, São Sebastião, São Paulo, Jandira, Barueri, Taubaté, Campinas, Guarulhos, Pirassununga, Caçapava, Bertioga, Lorena e Ubatuba. O IlI Salão de Belas Artes de Ubatuba acontecerá na Av. Profº Thomaz Galhardo s/nº - Centro - Ubatuba - São Paulo. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (12) 3833-7000/7001.
O Concurso - Todos os participantes do III Salão de Belas Artes receberão certificados de participação na abertura do Salão. Os ganhadores receberão medalhas de Ouro, Prata, Bronze e Menção Honrosa, em forma de certificado a cada uma das categorias. Será conferido a um artista de Ubatuba o prêmio de aquisição no valor de até R$ 1.500,00 a uma obra escolhida pela comissão organizadora. Essa obra fará parte do acervo municipal.
Ganhadores do III Salão de Belas Artes de Ubatuba 2005
Pintura Acadêmica
Medalha de Prata
Antonio Pereira Rios – Caraguatatuba – São Paulo
Obra: Araras Vermelhas (OST)
Medalha de Bronze
Diva Tibucheski Vilela – Caçapava – São Paulo
Obra: Nenúfares ao Sol (OST)
Maria Odete dos Santos – Ubatuba – São Paulo
Obra: Um olhar para a Natureza (OST)
Menção Honrosa
Valdomiro Cruz – Ubatuba – São Paulo
Obra: Bananas (OST)
Alcides Luis Maciel – Ubatuba – São Paulo
Obra: Ex-presidio Anchieta (OST)
José Marcondes de Toledo – Caçapava – São Paulo
Obra: Lago do Sitio São Pedro (OST)
Pintura Contemporânea
Medalha de Prata
Edenilson de Aguiar – Pirassununga – São Paulo
Obra: Conjunto
Cabeças de Porcos (ASP)
Fragmentos de Morfeu (ASP)
Festejos (ASP)
Adriano Oliveiro dos Santos – Ubatuba – São Paulo
Obra: Riqueza Caiçara – (OST)
Medalha de Bronze
Fernando Marcelino Bispo – Ubatuba – São Paulo
Obra: Esse um Brasil que não queremos (TM)
Kátia Alan Nunes – Taubaté – São Paulo
Obra: Ubatuba (AST)
Menção Honrosa
Vanda Ferreira Galvão – Ubatuba – São Paulo
Obra: Luar na Areia (AST)
Marilena Pinto César – Ubatuba – São Paulo
Obra: Cerejas (AST)
Carlos Torralbo Gimenes – Ubatuba – São Paulo
Obra: Conjunto
Cristo Deposto (OST)
Santa Ceia (OST)
Érika Onodera – Ubatuba – São Paulo
Obra: Chocolate Diet
Adelina Maria Bernardino – Ubatuba – São Paulo
Obra: Conjunto
Macaquinhos III (OST)
Praia do Botafogo (OST)
Luiz Marcelo Massori Mafra – Pirassununga – São Paulo
Obra: A Fé te Regina
Emilio Briano de Souza Neto – Jandira – São Paulo
Obra: Asa de Borboleta
Carlos Alberto de Moraes Herglotz – Ubatuba – São Paulo
Obra: Ubatuba (TM)
Desenho
Medalha de Ouro
Marcio Carneiro – Taubaté – São Paulo
Obra: Despedida Africana (Pastel)
Medalha de Prata
Paulo Rogério de Mattos – Ubatuba – São Paulo
Obra: Sem Preconceito (Lápis de Cor)
Medalha de Bronze
Grace Eloá Ribeiro Medeiros Neves – Taubaté – São Paulo
Obra: Livre, Leve Solta (Pastel)
Menção Honrosa
Natalia Bamberg Migliano – Ubatuba – São Paulo
Obra: Serie Aranhas (Gravura em Metal, Água Forte)
Eduardo Fondello – Taubaté – São Paulo
Obra: Frankestein (Xilogravura)
Tiago Salles Rizzo – Ubatuba – São Paulo
Obra: Textura andando (Lápis de Cor)
Fulvuio Mario Riccioppo – São Paulo
Obra: Doendes Mentais
Nora Zulema Pereda – Ubatuba – São Paulo
Obra: Abandono (Aquarelado)
Escultura
Medalha de Ouro
Alberto Frioli – Ubatuba – São Paulo
Obra: Pensador (Escultura em Bronze)
Medalha de Prata
Lauro Toledo Bernardes – Ubatuba – São Paulo
Obra: Conjunto
A Fé (Escultura em Bronze)
A Chama (Escultura em Bronze)
Medalha de Bronze
Bárbara Maria Arcoverde Costa – Ubatuba – São Paulo
Obra: Força da Mulher (Escultura em Bronze e Patina)
Menção Honrosa
Maria Salete Santos – Ubatuba – São Paulo
Obra: Conjunto
Nascer (Escultura em Concreto Celular)
Curvas (Escultura em Concreto Celular)
Rose Mary D’Freitas – Ubatuba – São Paulo
Obra: Beijo II (Escultura em Pedra Sabão)
Carlos Augusto Rizzo – Ubatuba – São Paulo
Obra: É Gol (Escultura em Madeira)
Troféu Jean Baptiste Debret
Alberto Frioli – Ubatuba – São Paulo
Obra: Pensador (Escultura em Bronze)
Aquisição Fundart
Adriano Oliveiro dos Santos – Ubatuba – São Paulo
Obra: Riqueza Caiçara (OST)
Aquisição Prefeitura Municipal de Ubatuba
Edenilson de Aguiar – Pirassununga – São Paulo
Obra: Conjunto
Cabeças de Porco (ASP)
Fragmentos de Morfeu (ASP)
Festejos (ASP)
Comissão Organizadora III Salão de Belas Artes de Ubatuba
Paulo Alves
Ademar Costa Simões
Paulo Kanezo Yamanaka
Quincas da Cruz Neto
Nadja
Comissão Julgadora
Frederico Guilherme Serra
Gilmar Ribeiro Munhoz
Sérgio Henrique Farias (Fonte: Imprensa Livre)

Campanha de vacinação anti-rábica

Ubatuba - Em virtude das constantes chuvas, o Centro de Controle de Zoonozes de Ubatuba teve que interromper a Campanha de vacinação anti-rábica animal no dia 15/10/05, pois como o serviço seria realizado somente com postos volantes o mesmo acabaria sendo prejudicado, com isso, sabendo da necessidade de tal vacinação e o respeito que a Prefeitura Municipal de Ubatuba tem com seus munícipes, estaremos realizando a referida campanha nas datas abaixo relacionadas das 08:00 às 17:00h, lembrando que o trabalho será realizado de casa a casa, solicitamos que o responsável pelo animal o acompanhe durante o processo de vacinação.
Agradecemos a colaboração e compreensão de todos.

ITINERÁRIO DA ETAPA FINAL DA CAMPANHA
– POSTOS VOLANTES –
25/10/05 – Ipiranguinha Parque dos Ministérios.
25/10/05 – Ipiranguinha Emaús / Vale do Sol / Estrada.
27/10/05 – Monte Valério.
28/10/05 – Pé da Serra / Sitieto / Colônia de Férias.
01/11/05 – Figueira / Horto / Cachoeira dos Macacos.
03/11/05 – Morro das Moças.
04/11/05 – Mato Dentro / Jardim Samambaia.
08/11/05 – Sesmaria.
09/11/05 – Jardim Carolina. (Fonte: PMU)

Exposição inédita na Fundart

Ubatuba - Dentro das comemorações do aniversário da cidade a Fundart, através dos grupos setoriais de Historia e Geografia e o setorial de Fotografia, estará realizando a exposição de uma foto inédita de Ubatuba.
Uma foto panorâmica realizada com a concepção de fotomosaico unindo digitalmente 88 imagens da baia do Itaguá registradas a partir de um barco. O resultado é uma foto de 20 cm de altura por 14 metros de comprimento.
O projeto foi desenvolvido pelo fotografo Fábio Amaro, entusiasta da foto panorâmica como registro histórico da interferência humana no ambiente. A foto costeira vem somar a outros tipos de registros como as fotografias aéreas realizadas por aviões e satélites.
O fotografo percorreu de barco desde o Morro da Ponta Grossa até a ponta do Curuçá procurando manter uma distancia constante da costa e uma linha de visão que possibilitasse a composição, as 88 fotos sobrepostas e montadas digitalmente como fotomosaico resultaram num arquivo inicial de 3.6 GB quase inviabilizando sua impressão.
O resultado é uma visão panorâmica rica em detalhes, onde a paisagem, o homem e sua ocupação, são retratados sob um angulo inédito à grande maioria das pessoas.
Realização: Grupos Setoriais de História/Geografia e de Fotografia/Cinema e Vídeo.
Colaboração: Grupos Setorial de Artes Plásticas.
Local – Sobradão do Porto - De 26 a 30 de outubro de 2005

Programação de Cinema em Ubatuba
Semana de 21/10 a 27/10/2005

CINE PORTO ( UBATUBA)
fone - 3833-2066 ( 012 )

"A Batalha dos Vegetais" Desenho Dublado.
ás 16:20 - 18:00

"A Feiticeira " Comédia!!!!
ás 19:40 - 21:30hs

CINE PASSEIO ( UBATUBA )
fone 3832-2843 ( 012 )

"2 filhos de Francisco"
ÁS 14:30 HS ( ESSE HORÁRIO SÓ AOS SÁBADOS E DOMINGOS)
E ÁS 16:50 HS - 19:10 HS - 21:30 HS.

Preço dos ingressos - (Do Cine Porto e Cine Passeio) - Inteira - $ 8,00 - Meia - $ 4,00
Preços promocionais( 2ª , 3ª , 4ª feira) - Inteira - $ 6,00 - Meia - $ 3,00
cineporto@hotmail.com

Ação Litoral
 
Poesia Topo

Inventário da Alma
A homenagem ao homem do povo
O operário em construção
Soneto da despedida
España en mi corazón
Estrela da manhã
Estrela da tarde
Estrela da vida inteira
Cien sonetos de amor
E una canción desesperada
E agora, José?


Involução da História
Maritacas maritacam
Um cachorro late à toa
Um rádio irradia
Música da minha infância
Em dias iguais a esse
Fico duvidando,
Marx lá no céu me perdoe,
Da marcha irresistível da história


Deus no Céu, Deus na Terra
Somente Deus no céu
E os pais na Terra podem cuidar
De tantas crianças
Com tantas perninhas
Para vestir calças
E tanto arroz com feijão
Pra encher as panças
Com tantos olhos
Suplicando presentinhos
Só Deus na Terra
E os pais no céu.


Dura lex, sed lex.
O rio perdeu as estribeiras
E fora de juízo
Saiu de sua calha
E retomou as áreas
De várzeas e pântanos
Que foram aterradas
E arrastou plantações
Pontes e estradas
Igual Jesus Cristo
Quando expulsou
Os violadores do templo.


Fiapos de memória
Na minha infância de carestia
A refeição malemá enchia
O prato de porcelana
Com paisagens de ignotos portos
Com navios a vapor
A soltar fiapos de fumos
Pelas chaminés
Enquanto a sopa esfriava
Eu, distraído, navegava.


Princípios
Sou crédulo
De tudo que vi
De tudo que sonhei
De tudo que ouvi
Em minha infância
Sejam reais como anjos
Ou fantasias como
O pássaro doudo,
Em inglês, dodo.

Félix Cabral
Ubatuba, SP

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Notícias Tristes - Há notícias que entristecem sempre e em quaisquer circunstância. Fazem sofrer pelos transtornos que acarretam para a sociedade e pelos prejuízos à economia, aos serviços de qualidade, ao progresso e ao desenvolvimento da sociedade como um todo. Freqüentemente as ações que originam essas notícias e prejuízos decorrem de processos abertos, por interesses políticos e para impedir administrações de gerirem, a coisa pública, com serenidade e tranqüilidade. Não raro, sendo a nossa justiça lenta e possuidora de processos protelatórios, as conseqüências das ações acabam caindo no colo de quem as patrocinou ou apoiou. Aí, as soluções reivindicadas pelos proponentes e aceitas pela Justiça, quando chega a hora da execução, não interessam mais aqueles que as propuseram, já que, supostamente, suas intenções não pretendiam soluções legais e coerentes com uma administração benéfica aos interesses maiores do município e da sociedade. Perdido esse foco, fica patente, que visavam atrapalhar os administradores, da época, para não serem bem sucedidos. Nessa circunstância, pegos na armadilha por eles instalada, não sabem como agir e como cumprir a ordem judicial. Vez por outra não há como retroceder, culpar os outros, ou encontrar desculpas e tem que seguir o curso imposto pela Justiça.
Neste momento assistimos a três desses processos. Todos tiveram arautos da moralidade pública discursando sobre as possíveis ilegalidades, imoralidades, nepotismo, favorecimento de terceiros, etc. A Justiça julgou o que ela considerou legal. Agora, as sentenças, estão ai para serem atendidas. Não nos cabe, nem temos competência para faze-lo, opinar se está certo ou errado. Só temos a lamentar os graves prejuízos para o Município.
O primeiro, dos três exemplos que apresentaremos a seguir, foi comunicado, logo após a eleição municipal, em 2004. O Tribunal Regional do Trabalho de Campinas exigiu, do Município, extinguir a maior parte de seus cargos em comissão em período exíguo de tempo. Não tivessem alguns agentes políticos, da administração anterior, desmontado parte dessa bomba e solicitado prazos maiores, o município, já poderia estar sofrendo pesadas multas. As exigências do Tribunal devem ser atendidas, como data limite, até 31-12-05. Até o momento, calendários de prazos não foram respeitados e as providências exigidas, pelo Tribunal, não estão sendo atendidas. Cargos de provimento através de concurso de provas e títulos, para substituir os cargos em comissão, não foram criados. Nada de concursos, como exigido. Terão deixado de ser, os cargos em comissão, inadequados para uma administração estável e de qualidade?. Certamente não. Entretanto, as palavras dos discursos inflamados criticando o nepotismo e o abuso das nomeações de cargos em comissão, foram levadas para o mar, pelo vento da viração. Não foram tomadas as providências exigidas e, cargos novos e igualmente contrários aos ditames constitucionais, foram acrescentados ao quadro de comissionados.
Um segundo processo, este, através de Ação Popular, foi aberto contra a desapropriação da área da ELEKTRO, nas ruas Acre-Amazonas. Publicações da atual administração comunicaram que a sentença, em Primeira Instância, tinha obrigado a ELEKTRO a devolver o dinheiro e à Prefeitura o imóvel. Não conhecemos o andamento atual do processo. Só desejamos que o patrocinador, da ação, abra os horizontes de sua mente e a retire, caso seja possível. Não pode permitir-se que o Município seja privado de um imóvel tão necessário para o atendimento qualitativo à educação de nosso Município e adquirido em condições tão satisfatórias de preço.
O terceiro parece estar chegando aos finalmente agora. Trata-se da PRAÇA BIP. Segundo informações da imprensa, a cobertura e todas as instalações deverão ser retiradas do local. Repito. Não vou discutir legalidade, processo judicial ou aspectos jurídicos. Tenho consciência de minha imperícia, nessa área e em quase todas as outras. Apenas desejaria que o sentenciado não acontecesse. Entristece-me, como cidadão, tenham o Município e o Estado, investido, naquela obra, algumas centenas de milhares de reais e serem jogados, materialmente, no lixo. A tristeza aumenta quando penso na quantidade de serviços que deixarão de ser prestados por aquela imensa cobertura, em município com índice pluvial de 3000 mm³.Espero que, um bom entendimento, preserve essa obra e, o diálogo entre as partes em conflito, permita que aquele espaço seja usado produtivamente para o município de modo disciplinado, ordeiro e sem perturbar a paz e sossego a quem tem direito, os moradores da praça.
Encerramos este,“Notícias tristes,” torcendo para que não determinem arrancar o asfalto da estrada Monte Valério- Rio Escuro. Já são suficientes os sacrifícios ocasionados pelos 800 metros que ficaram sem asfalto.

Corsino Aliste Mezquita
RG 2.976.292 – 3
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Natureza

Flores - Luciano Cancelier

Flores
©Luciano Cancelier

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor