Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 23 de dezembro de 2005 - Nº 1427 Edições Anteriores

Mary´s Chalés Pousada das Cachoeiras Buffet Giorgio

Região
Polícia desmantela quadrilha que dominava tráfico no litoral
Clube da Malha organiza Jolin e quer criar uma Liga na região


Caraguatatuba
Garoto é encontrado afogado em Caraguá
Caraguá terá recreação em janeiro
Caraguá entrega remédios em domicílio
Prefeitura oferece dignidade aos moradores de rua
Caraguá inaugura sala de monitoramento eletrônico e nova sede da PM
Empresas investem em promoções no verão em Caraguá
CCZ tem novo horário de atendimento ao público
Mulheres são maioria na Educação Continuada de Caraguá
Teatro Mário Covas abre temporada trazendo artistas como Maitê Proença e Danielle Winits
Curso de Especialização em Administração Pública da UNITAU-Ubatuba entra em recesso
Coral Água Viva abre inscrições para novos cantores até 6 de janeiro
MP instaura inquérito para averiguar possível falta de infra-estrutura
Polícia apreende 39 porções de crack no Benfica
Mais de mil CDs são recolhidos no bairro Olaria
DiverCidade e Animação são projetos para o verão

Ilhabela
-


São Sebastião
Transpetro não apresentou o diagnóstico do passivo ambiental
Faps recupera mais R$ 648 mil do Banco Santos
Iluminação de Natal: trabalhadores protestam por falta de pagamento
Pavimentação na Nicolau Pau
Nova tentativa de fuga na Cadeia de São Sebastião
DIG prende pescador que traficava drogas em Boiçucanga


Ubatuba
Ubatuba revê protesto contra obra em feira
Bombeiros do Aeroporto de Ubatuba são efetivados
Papai Noel visita o abrigo da FUNDAC
Alunos de karatê do Projeto Sol trocam de faixas
Alunos de karatê da FUNDAC participam de exame para troca de faixas
Defesa Civil de Ubatuba intensifica trabalhos no verão
Prefeitura pede suspensão da liminar concedida pela Justiça ao Parque Trombini
A APAUBA, Associação Protetora dos Animais de Ubatuba, pede que prefeito e vereadores cumpram compromissos assumidos com a entidade em época de campanha.
Propostas aprovadas na Conferência Nacional da Assistência Social
Nova cobertura da feira hippie causa polêmica e protesto
Ginástica e dança emocionam público e ajudam Santa Casa
Casal reage a assalto e consegue desarmar o bandido
Esportes radicais movimentam o verão em Ubatuba


Seções
Opinião
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Polícia desmantela quadrilha que dominava tráfico no litoral

Litoral Norte - Uma força tarefa da Polícia Civil prendeu ontem, em Caraguatatuba, uma quadrilha que comandava o tráfico de drogas no Litoral Norte. A Operação "Papai Noel" envolveu dez policiais e foi deflagrada ao mesmo tempo em cinco bairros da cidade, às 7h de ontem. Foram presas 11 pessoas, entre elas cinco mulheres, que seriam ligadas ao PCC (Primeiro Comando da Capital). A maioria ainda se encontrava dormindo quando os agentes invadiram suas casas com autorização judicial. Entre as pessoas presas estão o traficantes E.M.D., de 29 anos, conhecido como "Tiozinho do Sumaré", que controlava a venda de drogas na região central da cidade, e I.P.R., o "Idarides", 33 anos, que dominava o tráfico em todos os bairros da região sul da cidade. Ele já havia sido preso em 97, por tráfico de drogas, cumprindo três anos de prisão. Foram apreendidos 1,1 kg de cocaína, além de porções de maconha e crack, produtos para embalagem das drogas e um revólver calibre 32. Segundo o delegado da Dise, Hugo Pereira de Castro, a quadrilha detida era responsável por 80% da droga que abastecia a região. Os traficantes movimentavam, mensalmente, cerca de R$ 700 mil com o comércio de cocaína, maconha e crack. Ontem, a polícia tentava a remoção dos seis traficantes detidos para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Taubaté, devido ao riscos de mantê-los na Cadeia Pública de São Sebastião. "São pessoas de alta periculosidade, todas elas ligadas ao PCC", afirmou Pereira de Castro. As mulheres foram removidas para a Cadeia Feminina de Ubatuba. INTERCEPTAÇÃO - A Dise investigava a ação dos traficantes desde o início deste mês quando foi desmantelada o esquema do traficante H.L., o "Tom", de 29 anos, que comandava a venda de droga de dentro do CDP de Taubaté e integrava a quadrilha presa ontem. Através de interceptação do telefone celular de "Tom", autorizada pela justiça, a polícia chegou aos demais membros da quadrilha. Ao interceptar as ligações telefônicas, a polícia pode esclarecer também um homicídio ocorrido recentemente no bairro do Morro do Algodão, praticado pelo grupo de "Idarides". (Fonte: ValeParaibano)

Clube da Malha organiza Jolin e quer criar uma Liga na região

Litoral Norte - A equipe de malha do Porto Grande lidera o Jolin - Jogos do Litoral Norte - com 10 pontos. Participam da competição dois times de Caraguatatuba (Travessão e C.E. Poiares), o Clube Amigos da Barra, de Ilhabela e três de São Sebastião (Clube Amigos da Malha do Porto Grande, Amigos da Malha e C.M. Enseada). A idéia dos organizadores ao reunir o Litoral Norte (com exceção de Ubatuba) em uma competição de malha é para que a região crie a sua própria Liga. “Vai ser muito bom para expandir a malha na região. Desta vez está dando trabalho, porque temos que fazer reuniões nas outras cidades, mas está valendo a pena. Isso vai servir de incentivo para a gente criar a Liga”, disse o técnico da seleção paulista de malha, José Francisco da Silva, o Zico. Na rodada anterior o Poiares venceu o Amigos da Malha por 3 a 1; o Porto Grande derrotou o time de Ilhabela por 4 a 0 e a Enseada empatou com o Travessão em 2 a 2. Após estas partidas, em segundo lugar na chave está o Poiares, com 7 pontos; seguido por Enseada e Travessão, ambos com 6 pontos; Amigos da Malha é o quarto e a equipe Amigos da Barra está na lanterna com 2 pontos. O Jolin, que tem o apoio da Prefeitura de São Sebastião, terá uma pausa para as festas de Natal e de fim de ano, retornando as competições no dia 6 de janeiro; a primeira fase deve terminar no dia 14 e o final dos jogos em fevereiro. (Fonte: Imprensa Livre)
 

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba


Garoto é encontrado afogado em Caraguá

Caraguatatuba - Soldados do Corpo de Bombeiros de Caraguatatuba encontraram ontem o corpo do menino Marcos Vinícius, 7 anos, boiando nas águas da zona costeira da Prainha, praia da região central de Caraguá. A família havia registrado queixa do desaparecimento do menino por volta do meia-dia de ontem. O corpo foi encontrado às 16h40, já em processo de rigidez cadavérica. Suspeita-se que Marcos tenha caído da Pedra do Jacaré, que fica entre as praias Martim de Sá e Prainha, num local de mar agitado. Reconhecido pela família, que é de Bauru (SP), o corpo do menino foi encaminhado ao IML para autópsia. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá terá recreação em janeiro
Atividades culturais e recreativas, como teatro, dança, música e muito entretenimento para a garotada, fazem parte do “DiverCidade”, que acontece de 5 a 29 de janeiro, na Praça Ton Ferreira.

Caraguatatuba - A Secretaria Municipal de Turismo de Caraguatatuba está preparando um programa de recreação para atender turistas e moradores de todas as idades durante o Verão 2006. O programa denominado “DiverCidade” terá atividades dirigidas a adultos e idosos e ainda uma espaço para recreação infantil - o “AnimAção”. Tudo isso acontece na Praça Ton Ferreira, ao lado da pista de skate, no período de 5 a 29 de janeiro, das 17 às 23 horas. O programa “DiverCidade” é parte do Projeto Verão 2005. Na tenda do AnimAção serão oferecidas diversas atividades recreativas para crianças de todas as idades, ministradas por estudantes do CEPROLIN-Centro Profissionalizante do Litoral Norte e UNIMÓDULO-Centro Universitário de Caraguatatuba. Estudantes de turismo, educação física e pedagogia estão recebendo treinamento para divertirem as crianças durante todo o mês de janeiro, deixando os pais a vontade para as diversões oferecidas, entre elas dança, teatro e shows musicais ao vivo de MPB, jazz, blues, teatro, sertanejo de raíz e outras, além de apresentações culturais, que farão parte da programação de verão oficial de Caraguatatuba. (Fonte: PMC)

Caraguá entrega remédios em domicílio
O novo sistema começou a ser implantado em dezembro e está agradando moradores, que recebem medicamentos de uso contínuo, de emergência e de alto custo, em suas residências.

Caraguatatuba - Os moradores de Caraguá foram privilegiados com uma nova ação da Prefeitura: a entrega de remédios em domicílio. O novo sistema começou a ser implantado no início de dezembro e será mantido no ano que vem. O sistema funciona apenas para a entrega dos medicamentos de uso contínuo, de emergência e de alto custo. Um funcionário, chamado de servidor, utiliza um moto para fazer a entrega dos medicamentos na casa do usuário. Para receber o serviço o usuário precisa apenas informar a Secretaria Municipal de Saúde a necessidade do uso do medicamento, apresentando a receita médica. O serviço está agradando os usuários atendidos até agora. “Todos estão elogiando muito a entrega em domicílio”, diz a diretora administrativa, Débora dos Santos Gonzales. Ela explicou que antes este tipo de medicamento era entregue no almoxarifado, nas Unidades de Saúde ou na Secretaria Municipal. O morador agora recebe os remédios em casa e também é visitado quando vence o período de uso do medicamento indicado pelo médico, tempo que acompanhado pela administração, de acordo com o formulário preenchido no momento da primeia entrega, pelo servidor. Em situações de emergências, o serviço é prestado pelo telefone, basta o usuário ligar e solicitar o medicamento de emergência apresentando a receita do médico da rede pública no ato da entrega. Para o secretário municipal de Saúde, Olegário Alves dos Santos, a medida foi implantada para melhorar o sistema de distribuição de medicamentos no município. “Nosso objetivo é tornar a distribuição mais justa e não deixar faltar remédio para ninguém, atendendo bem a população que necessita destes medicamentos e ainda administrando melhor este setor”, explicou. (Fonte: PMC)

Prefeitura oferece dignidade aos moradores de rua
Ex-moradores de rua, agora abrigados, estão felizes e cheios de esperança. O trabalho de assistência social tem conseguido sensibilizar e conscientizar essas pessoas sobre a importância da casa.

Caraguatatuba - Os moradores de rua de Caraguatatuba estão mais felizes e bem tratados na Casa Transitória implantada no município pelo prefeito José Pereira de Aguilar. Por meio da Secretaria da Assistência Social, vem sendo feito um trabalho diário com o integrantes, visando recuper essas pessoas ou encaminhá-las para suas famílias. Segundo a secretária de Assistência Social, Antonia Aparecida Decanini, a vontade política do prefeito é grande e por isso o trabalho vem obtendo excelentes resultados. “O prefeito olhou para os moradores de rua, com o coração, e por isso quis abrigá-los com tanta dignidade”. A assistente social Márcia Denise Gusmão contou que tem sido de grande importância o trabalho de sensibilização e conscientização para que os moradores passem a ver o local como a casa deles, um local para viver com dignidade, segurança, cuidados com a saúde e principalmente, onde o tratamento de dependências é possível. A Fazenda Santa Mônica fica na estrada do Pirassununga, a cerca de 23km do Centro da cidade. Trata-se de uma fazenda com 16,5 alqueires com muitas espécies de plantas e árvores frutíferas, além de um açude com peixes. A nova instituição passou a receber os moradores de rua em dezembro, e hoje com mais de 20 moradores, já recebe elogios. Um exemplo é morador José Souza Silva, que teve farmácia por 18 anos e também estava na rua; hoje na Fazenda está muito feliz. “Aqui tem calor humano, isso ajuda a gente ter vontade de se recuperar. Quando sair daqui quero Ter um vida digna de novo”, contou. A Casa Transitória é administrada pela Prefeitura junto com a entidade filantrópica Vida Nova, dirigida por Jeferson Junqueira, que já passou pelo mesmo problema, e hoje trabalha em outras duas casas de recuperação, em Caraguá e em São Sebastião. Segundo ele a recuperação se dá por meio de um trabalho espiritual. Os abrigados podem optar pelo tratamento e ficar na Chácara dirigida por Jeferson, onde as regras são mais rígidas, não se pode fumar, já que o objetivo é a cura das dependências. “Fazemos de tudo para curar a pessoa dos vícios e das doenças que adquirem nas ruas, tudo é feito com doações e através do trabalho voluntário”, disse Jeferson. A sociedade pode ajudar fazendo doações para as instituições. “Essas instituições precisam de muita ajuda da sociedade, a prefeitura ajuda, mas sempre é bom podermos oferecer um doce, um suco, uma fruta, algo diferente, e para isso precisamos de doações”, lembra a assistente social Márcia Denise Gusmão. (Fonte: PMC)

Caraguá inaugura sala de monitoramento eletrônico e nova sede da PM
Câmeras de vídeo, reforço de homens da Polícia e a nova sede do Batalhão deverão aumentar a segurança de moradores e turistas nesta temporada.

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba inaugurará no dia 27 de dezembro, a sala de monitoramento eletrônico e a nova instalação da sede da 2ª Cia PM, que fica na Rua José dos Campos, 127, Sumaré, às 12 horas. Este é mais um resultado positivo da parceria com o Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado dos Negócios da Segurança Pública, Polícia Militar do Estado, Comando de Policiamento do Interior e Vigésimo Batalhão de Polícia Militar do interior e a Prefeitura Municipal, que marca a abertura do Verão, com um desfile da Tropa de Reforço de Verão para comemorar o resultado deste trabalho em conjunto, às 10 horas. A sala de monitoramento está sendo instalada na Praça de Eventos e será inaugurada às 11 horas do dia 27 de dezembro. Até o final do mês, a Prefeitura terá instalado 3 câmeras de vídeo, que farão o monitoramento em trechos da Avenida da Praia. Cada câmera terá capacidade para atingir até 3 quilômetros de visibilidade. Novamente a Prefeitura de Caraguá e a Polícia Militar estarão unidas para garantir a segurança de todos na temporada de verão, a exemplo do verão deste ano, que registrou índices baixíssimos de violência. Segundo o Tenente Cel. Perine, essa parceria é fundamental. O Tenente confirmou o reforço de mais 140 homens no efetivo da PM e 21 viaturas para a cidade, além de helicópteros, motos e cavalos. Em sua opinião será um policiamento mais do que suficiente, dando uma boa margem de segurança. A PM também vai fechar quatro acessos ao LN e as principais vias terão bloqueios policiais 24 horas por dia, abordando veículos com atitudes suspeitas. “Todos serão tratados com muito respeito mas não deixaremos de autuar quem estiver errado”. Além das câmeras instaladas pela Prefeitura, os produtores do Caraguá Music Festival instalarão câmeras de vídeo na Praça de Eventos, na tenda onde serão realizados os shows do Verão 2005/2006. A Friends Eventos também teve a preocupação de contratar seguranças particulares para garantir a segurança do público no local. Deverão ser contratados em torno de 60 a 100 homens para atuar só na Praça de Eventos, onde estarão acontecendo os shows musicais e as outras atrações. (Fonte: PMC)

Empresas investem em promoções no verão em Caraguá
A cidade é palco de promoções e empreendimentos nesta época do ano.

Caraguatatuba - São inúmeros os investimentos em ações promocionais previstos para o verão 2005/2006, em Caraguá. Empreendedores de toda parte do país escolhem o período de alta temporada para divulgarem e informarem o público presente na cidade durante as férias de verão. Todos saem ganhando com as atividades, a cidade por poder contar com novos atrativos e, o público, que aproveita para divertir-se com as promoções, brincadeiras e distribuição de brindes e lançamentos de empreendimentos diversos. Segundo Nilo Sérgio de Oliveira, da Fiscalização do Comércio, diversas empresas já solicitaram alvarás para o desenvolvimento de promoções em Caraguá, nesta temporada de verão. Um cinema ao ar livre e um salão de beleza móvel são as atrações da Seda, que estará em Caraguá, na Praia Martin de Sá, oferecendo cortes de cabelo grauitos, hidratação e outros serviços, além de um telão com a transmissão de filmes, na areia da praia. Outro investimento, em negociação, deverá trazer para Caraguá vôos panorâmicos de helicópteros e a a intalação de um heliporto na Praia do Centro durante toda a temporada. As Casas Pernambucanas preparam um desfile de modas na Praia do Indaiá, onde será montada uma passarela e o público será convidado para desfilar, principalmente crianças. A loja também irá instalar um balão na areia da praia. A Johnson & Johnson também fará das praias de Caraguá, palco para promoção de seus produtos e distribuição de repelentes. O Caraguá Music Festival, que trará shows musicais para a cidade durante todo o verão, também conta com o potencial de grandes patrocinadores como o Sadia para promover o evento em Caraguá. Empreendimentos imobiliários também acontecem nesta época do ano em Caraguá, como por exemplo o Residencial Alta Vista, que será lançado no dia 6 de janeiro em Caraguá, no bairro Indaiá, em frente à Praia. De acordo com a Incorporadora Construtiva, que lança o seu primeiro empreendimento de alto padrão no Litoral Norte, a escolha por Caraguatatuba deve-se ao enorme potencial que a cidade apresenta e pela expectativa de grande valorização nos próximos anos. “Escolhemos Caraguá porque a cidade tem ares de modernidade, de acordo com o estilo de nosso empreendimento, que inova no conceito de acabamento, com qualidade, luxo, variedade nos espaços de lazer, área para eventos, inclusive espaço gourmet e uma completa área de lazer dos condomínios da região, tudo perfeito para quem escolhe Caraguatatuba para passar as férias ou para quem quer morar em frente à praia, com todo o conforto que tem direito”. A imprensa também estará presente nas praias de Caraguá, com eventos e promoções, como rádios, tvs e jornais. A TV Band é uma das que confirmou presença neste verão. (Fonte: PMC)

CCZ tem novo horário de atendimento ao público

Caraguatatuba - O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Caraguatatuba informa que a partir de segunda-feira, dia 26, estará atendimento ao público em um novo horário, das 9h às 16h30. Para atendimentos como denúncia e reclamação via telefone, os horários não foram alterados, sendo das 8h às 17horas. O setor informou que a mudança de horário se deve aos serviços internos realizados pelos funcionários, que também fazem atendimento ao público. Com a nova adequação do horário, o atendimento será qualificado sem prejudicar o bom andamento dos trabalhos internos. pmc

Mulheres são maioria na Educação Continuada de Caraguá
Em uma pesquisa realizada pela coordenação do Projeto de Educação Continuada, as mulleres correspondem a 80% dos alunos matriculados. A “Síndrome do Ninho Vazio” é que desperta nelas o desejo de se envolver em atividades, que voltem a dar significado à existência

Caraguatatuba - Mais de 80% dos alunos matriculados no Projeto de Educação Continuada para Terceira Idade, que acontece no CEPROLIN (Centro de Educação Profissional do Litoral Norte) em Caraguatatuba, são mulheres com faixa etária de 65 anos ou mais. De acordo com a coordenadora técnica do projeto, Cristina Daniel, a presença das mulheres neste projeto, se deve ao fato dessas alunas já estarem liberadas dos afazeres domésticos e profissionais. Com os filhos já casados, ganham mais autonomia para dispor de seu tempo. É nesta fase da vida que as mulheres começam a se envolver com atividades que trazem gratificação pessoal.
Ela disse ainda que os homens, que são a minoria, ao se aposentarem, preferem usufruir a liberdade de não ter obrigações a cumprir, ou mesmo não participar por puro preconceito. Para obter este resultado, a coordenação do projeto fez uma pesquisa neste ano com num total de 130 idosos matriculados regularmente no projeto, sendo a maioria casada, o que correspode a 47%, e poucos maridos acompanham suas esposas; 33% são viúvas e 20% outros. Na pesquisa, a renda dos participantes foi baseada no salário mínimo, sendo que 40% dos matriculados tem rendimentos entre 2 e 4 salários mínimos; 55% sem declarar a renda e 5% com renda mensal acima de 5 salários. “Quando se analisa os dados da população, nos quais os alunos se encaixam por categoria profissional, observa-se que 60% das mulheres que freqüentam o projeto da Educação Continuada não saíram para trabalhar fora, exercendo a função de dona de casa, atividade tradicional da mulher desta geração. Estas mulheres tiveram seu universo restrito a sua casa e família, mas como todo ser humano, chega o dia em que surge uma grande necessidade de se envolver em atividades para satisfação pessoal” disse Cristina. Ela acrescentou que na pesquisa também foi verificada a escolaridade das mulheres. Observou-se que 60% delas não concluiu o Ensino Fundamental do 4º ao 8º ano; 15% concluiu o normal; 15% concluiu ensino superior e 10% não concluiu ensino fundamental do 1º ao 4º ano. “ Dessa análise concluimos que os dados referentes à renda familiar ficaram evidenciados, pois as alunas exerceram a função de donas de casa durante toda a vida. ”, disse. Os bairros onde moram as mulheres também fizeram parte da pesquisa feita pela coordenação da Educação Continuada. Foi observado que 50% das alunas moram na região central, na área que abrange da Martim de Sá ao Golfinho; 30% residem na zona norte do município, que compreende da Praia das Palmeiras até Perequê-Mirim e 20% moram região Sul, do bairro Casa Branca ao bairro Tabatinga. A pesquisa também foi composta por um estudo sobre as motivações dos alunos, e constatou-se que, o que eles buscam num curso como este é evitar a solidão, que segundo Cristina Daniel é um grande problema para a Terceira Idade, e as mulheres se sentem mais solitárias, quando os filhos crescem, saem para trabalhar ou se casam. “É a Síndrome do Ninho Vazio que desperta nelas o desejo de se envolver em atividades, que voltem a dar significado à existência. Os homens por sua vez, como trabalharam a vida toda, muitas vezes em serviços com grande desgaste físico e mental, e estiveram submetidos à rotina do trabalho, ao se aposentar, desejam apenas usufruir a liberdade de não ter mais obrigação a cumprir. Esta etapa pode ser, entretanto, apenas uma racionalização para esconder a verdade, a desadaptação à vida ociosa, ou para fugir do preconceito sobre a velhice”, explicou. Ela disse ainda que ao se recolher dentro de casa, o homem pode estar fugindo do confronto com as perdas que sofre ao se aposentar. “Existem dados na literatura especializada, que indicam que os problemas com álcool entre os homens começam, exatamente, após aposentadoria”, finalizou. (Fonte: PMC)

Teatro Mário Covas abre temporada trazendo artistas como Maitê Proença e Danielle Winits
O Teatro Mário Covas, em Caraguatatuba, abre a temporada de verão trazendo à cidade artistas renomados como Maitê Proença, Daniele Winits, Daniel Dantas, entre outros. A programação acontecerá durante todo o mês de janeiro, finalizando com um espetáculo que tem no elenco nada menos que o ator Ary Fontoura

Caraguatatuba - Assim como os eventos turísticos, que prometem agitar a alta temporada no Litoral Norte, a Cultura também está preparando uma programação especial, trazendo à cidade espetáculos de grande sucesso no eixo RJ-SP. A abertura do Festival de Verão do Teatro Mário Covas acontecerá em grande estilo, levando o melhor da MPB ao palco do TMC, numa apresentação de Chico Teixeira e Peleco, dia 5 de janeiro, às 21h. Nos dias 7 e 8 de janeiro, acontece em Caraguá a apresentação da peça “Achadas e Perdidas”, com Maitê Proença e Clarice Derziê Luz. O texto é de autoria da atriz Maitê Proença, com direção de Roberto Talma. Na peça, as atrizes interpretam 23 personagens diferentes, com 7 história distintas que falam de temas como amor, futebol, morte, homens, mulheres e meninas. Durante as cenas, acontecem 35 trocas de figurinos, 12 trocas de cenário, num espetáculo feito para emocionar o público. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, no Teatro Mário Covas. De 13 a 15 de janeiro (sexta-feira, sábado e domingo), apresentam-se em Caraguatatuba os atores Daniel Dantas e Danielle Winits, com a peça Amo-te, sob a direção de Mauro Mendonça Filho. Prestigie a cultura de nossa cidade. Vá ao Teatro! Mais informações pelo telefone (12) 3881-2623. (Fonte: PMC)

Curso de Especialização em Administração Pública da UNITAU-Ubatuba entra em recesso

Caraguatatuba - O curso de Administração Pública, primeira pós-graduação da Universidade de Taubaté - Campus Ubatuba, entrou em recesso no último dia 17. Os alunos aproveitaram a data para organizar uma confraternização. A coordenadora-auxiliar dos cursos de pós-graduação de Ubatuba, Profª Msc. Quésia P. Kamimura, comentou sobre a importância do curso para a região: “Este é um importante espaço de capacitação, de debates e propostas, que contempla as peculiaridades da nossa região, contribuindo para a integração e o desenvolvimento dos municípios do Litoral Norte, nas áreas de Administração Pública, Turismo, Gestão Empresarial e Ambiental”. A turma é formada por dois administradores de empresa de Caraguá, Carlos Costa e Tânia Soares, pelo engenheiro Marcos Guimarães, de São Paulo, e por doze profissionais de Ubatuba: Artur D’Ângelo, Rodney Stuart e Júlio Bono (policiais rodoviários federais), Cássia Barhouch (nutricionista), Denise Fonseca (jornalista), Eliane Mequelino (enfermeira), Luciana Spíndola (bacharel em Direito), Mara Franhani, Mariana Sdorroche e Sandra Ferreira (contadoras), Marco Albino (engenheiro) e Ricardo Cortes (médico e vereador). Eles já cursaram seis dos doze módulos programados e, além de especialistas em Administração Pública, todos estarão habilitados para lecionar em nível superior após a conclusão do curso. As aulas recomeçarão em 28 de janeiro. Novos cursos - O coordenador-auxiliar, Profº Msc. André Guimarães, informou que a UNITAU oferece os seguintes cursos para o campus Ubatuba, em 2006: Administração, com habilitação em Hotelaria e Turismo, Pedagogia e Educação Física. E na pós-graduação: Administração Pública, MBA – Gestão de Turismo e Serviços, MBA – Gestão Empresarial e Negócios e MBA – Gestão Ambiental”. As inscrições já estão abertas. Mais informações pelo telefone (12) 3832-2460 e 3833-1750. (Fonte: UNITAU)

Coral Água Viva abre inscrições para novos cantores até 6 de janeiro
O Coral Água Viva, da FUNDACC, Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba está com inscrições abertas para novos cantores. Os interessados devem comparecer à Fundacc para inscreverem-se até o dia 6 de janeiro

Caraguatatuba - A Fundacc está com inscrições abertas para novos cantores que queiram participar do Coral Água Viva. As inscrições vão até 6 de janeiro e segundo explicou a maestrina do coral, Eliana Bañeza, o processo de seleção das vozes acontecerá em duas etapas, com critérios específicos para a admissão dos novos cantores. Entre os principais quesitos para a seleção de novos coralistas estão os seguintes itens: afinação da voz, memória auditiva, musicalidade, interpretação, aptidão cênica e flexibilidade corporal. Os candidatos serão avaliados pela maestrina e sua equipe de apoio. Durante a avaliação, o candidato deverá apresentar uma música de livre escolha, podendo utilizar play-back, violão ou piano para acompanhamento. Após a primeira etapa de seleção, os coralistas pré-selecionados farão um teste de aprendizado do repertório. O Coral Água Viva existe em Caraguatatuba há mais de 10 anos e é conhecido pela habilidade técnica dos cantores, que, regidos pela maestrina Eliana Bañeza, cantam e encenam durante as apresentações. O principal objetivo do Água Viva é disseminar a arte por meio do canto coral, representando a cultura local em qualquer espaço destinado à manifestações culturais, como festivais, encontros, concursos, entre outros. Se você tem idade mínima de 15 anos e gosta de cantar, não perca esta oportunidade. Inscreva-se hoje mesmo, para ocupar uma vaga no coral mais conhecido da região. Participe! (Fonte: PMC)

MP instaura inquérito para averiguar possível falta de infra-estrutura

Caraguatatuba - O promotor de Habitação e Urbanismo, Fábio Ribeiro Franco de Lima, instaurou inquérito civil ontem para averiguar a possível falta de infra-estrutura e conseqüentes danos ambientais e à saúde pública nos bairros Terralão, Cidade Jardim e Guaxinduba, região norte da cidade. Segundo o promotor, os bairros estão sem manutenção, há vegetação alta e não tem rede de esgoto. “O inquérito apontará os possíveis responsáveis por estes problemas”, explicou o promotor. A representação no MP foi feita pelo advogado Sérgio Ruas. O Imprensa Livre tentou entrar em contato com o advogado, mas ele não foi encontrado para comentar o assunto. (Fonte: Imprensa Livre)

Polícia apreende 39 porções de crack no Benfica

Caraguatatuba - Um adolescente de 17 anos e S.F.S., de 18 anos, foram encaminhados à delegacia na madrugada de ontem. Os dois foram encontrados em uma boca de tráfico, no bairro do Benfica, depois de denúncia de assalto em uma loja no centro. A vítima avisou a polícia sobre a roupa que eles usavam e características físicas.  A polícia apreendeu com eles um revólver calibre 32, com sete cartuchos, dois quais um foi deflagrado; 39 porções de crack, que segundo a PM, já estavam preparados para o tráfico na boca. Além de três celulares, dois chips para celular, um relógio e R$ 100,00 em dinheiro, o produto do roubo, que foi devolvido à vítima. O menor foi encaminhado para a Promotoria da Infância e S. vai ser levado para o Centro de Detenção Provisória em Taubaté. Ele já tem passagem pela polícia por roubo qualificado com arma de fogo e receptação de mercadoria de origem ilícita. (Fonte: Imprensa Livre)

Mais de mil CDs são recolhidos no bairro Olaria

Caraguatatuba - A DIG apreendeu na terça-feira 1.340 CDs que estavam dentro de uma Kombi no bairro Olaria. Segundo a polícia, o condutor do veículo, C.A.C.F., de 48 anos, é desempregado e não tem passagem pela polícia. Ele disse que havia comprado os CDs pelo valor de R$ 1,20 cada, na rua 25 de Março, em São Paulo, no dia anterior, e os venderia por R$ 5,00 ou R$ 6,00. A mercadoria foi enviada para a perícia. C. foi ouvido e liberado em seguida. Se confirmada a pirataria, ele será indiciado pelo crime de violação de direito autoral. “Todos os indicativos apontam que os CDs são piratas. Só falta a confirmação da perícia”, afirmou o delegado da DIG de São Sebastião, Luiz Antônio Cunha dos Santos. (Fonte: Imprensa Livre)

DiverCidade e Animação são projetos para o verão

Caraguatatuba - Começa no próximo dia 5 de janeiro, o projeto “Caraguá Diver-Cidade”, na praça Tom Ferreira, na Avenida da Praia. Será uma tenda coberta de mil metros quadrados com atrações gratuitas para turistas e a população. O projeto vai até o dia 29 de janeiro, das 17h00 até as 23h00. “Eu acredito que nestes moldes nada ainda foi feito. A novidade é que o “Caraguá DiverCidade” será montado nas férias de verão e de inverno, e o “Animação”, estará presente em todos os eventos da cidade, ao longo de 2006”, contou o secretário de Turismo, Ricardo Ribeiro. Cerca de 15 pessoas estarão envolvidas, em uma parceria entre o Unimódulo, o Ceprolin e prefeitura. “É uma brincadeira com o nome da palavra diversidade. Abrigará um espaço multicultural, com dança, teatro, coral, dança do ventre. Além de jazz e blues”, disse o secretário. Dentro do projeto também haverá o “Animação”. Serão oferecidas oficinas de pipa, argila, colagem e recreação infantil, para crianças de todas as idades. Além de Caraguatatuba, as três cidades do litoral também participarão. (Fonte: Imprensa Livre)

 
Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Ilhabela -
 

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Transpetro não apresentou o diagnóstico do passivo ambiental

São Sebastião - Desde a semana passada os órgãos de fiscalização ambiental estão em cima das obras que a Transpetro realiza no oleoduto OSBAT, que interliga o terminal sebastianense à RPBC (Refinaria Presidente Ber-nardes), em Cubatão. A preocupação dos técnicos se concentra nos 5,5 quilômetros de dutos que cortam o PESM (Parque Estadual da Serra do Mar), onde as obras de substituição da tubulação estão sendo realizadas com uma autorização emergencial. O RAP (Relatório Ambiental Prévio) para os 32 quilômetros da obra ainda está sendo avaliado. Os problemas – presença de óleo no solo e em curso d’água – foram constatados em dois pontos ao longo do oleoduto: no Costão do Navio e no Sertão do Guaecá. No primeiro local, onde um grande vazamento ocorreu em 94 após uma perfuração acidental do oleoduto, os técnicos constataram a presença de óleo na vala que está sendo aberta para receber a nova tubulação. Já no Sertão do Guaecá, o problema constatado durante a fiscalização realizada ontem foi o afloramento do produto nas águas do Rio Guaecá. Local de outro acidente, registrado em fevereiro do ano passado, na verdade o afloramento é constante. Barreiras de contenção, já retiradas na foz do rio na praia, permanecem em alguns pontos ao longo do curso do rio, e o recolhimento destes resíduos é constante. A fiscalização realizada ontem foi programada para acompanhar o cronograma de obras apresentado pela empresa. Ela reuniu técnicos do Ibama, Cetesb, Polícia Ambiental e Prefeitura de São Sebastião. O Instituto Florestal participou com dois técnicos - o diretor do Núcleo local do parque, biólogo Edson Lobato; e a engenheira agrônoma Viviane Buchia-neri, diretora das Unidades de Conservação do IF na região. O grupo andou horas para visitar os dois trechos e teve que subir a montanha pelo curso do rio. A pedido da Transpetro, o acesso não pode ser feito pela faixa do oleoduto por questão de segurança. Isto porquê a empresa estava realizando ontem um teste hidrostático na nova tubulação, o que poderia gerar algum tipo de acidente. Este teste consiste no bombeamento de água pelo duto sob forte pressão para avaliação de sua resistência. Passivo Ambiental - Segundo a diretora do IF, a autorização de emergência para as obras dentro do PESM foi concedida antes que a análise do RAP estivesse concluída porque havia risco de novos acidentes. A tubulação é antiga e testes realizados pela Transpetro haviam detectado alguns pontos de corrosão no duto. “Independente da origem deste óleo, que provavelmente veio dos acidentes registrados ali, o que está claro é que existe um passivo ambiental na área. A contaminação está no solo, nos cursos d’água e no lençol freático, porque a pluma de óleo se movimenta no solo. O que nós estamos cobrando da Transpetro é o diagnóstico deste passivo ambiental. Esta é uma irregularidade pois já deveria ter sido apresentado. Ele está previsto no RAP”, explica Buchianeri. Este diagnóstico deverá determinar a origem do produto e qual a extensão deste passivo ambiental. Junto também deverá ser elaborado um Plano de Ação para remediar a situação. Ou seja, como a empresa vai controlar e minimizar a contaminação. “Nós já estamos com uma equipe preparando este plano em São Paulo e queremos entregá-lo o mais rápido possível”, disse ontem ao imprensa livre o gerente geral da área de dutos da Transpetro, engenheiro Paulo Penchiná. imp

Faps recupera mais R$ 648 mil do Banco Santos

São Sebastião - O Faps (Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores) da Prefeitura de São Sebastião anunciou ontem a recuperação de mais R$ 648.334,61, referente ao investimento feito no Banco Santos, que passou por intervenção do Banco Central no início do ano. A informação foi divulgada pelo diretor do Faps, Rogester Aleixo Alves. Cerca de R$ 20,4 milhões foram retidos na época. Deste montante, o Faps já havia resgatado R$ 620,3 mil. Atualmente, o Banco Espírito Santo e a Mellon Serviços Financeiros são as responsáveis pela cobrança junto aos devedores do Banco Santos. Todo o dinheiro arrecadado pelas duas instituições será utilizado para o ressarcimento dos investidores, como é o caso do Faps. O Banco Santos se encontra em processo de falência, segundo determinação do Banco Central. O patrimônio do Faps hoje é de R$ 158 milhões, sem o valor retido no Banco Santos. Com esse dinheiro, o fundo de pensão pode pagar as aposentadorias dos servidores até 2100. O Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores conta atualmente com 332 servidores, sendo 211 aposentados e 121 pensionistas. imp

Iluminação de Natal: trabalhadores protestam por falta de pagamento

São Sebastião - Um grupo de 13 trabalhadores locais realizou ontem à tarde um protesto em frente à sede da Prefeitura por falta de pagamento de salário.
O grupo tinha sido contratado pela empreiteira que realizou a iluminação de Natal na praça do Coreto e proximidades. A Prefeitura, entretanto, diz que a obra foi uma “doação” de algumas empresas e que não firmou contrato com ninguém. Segundo os trabalhadores, um homem conhecido por Luiz Silva foi contratado pela Prefeitura para fazer a iluminação. Eles não sabem o nome da empresa, apenas que o responsável é de São Paulo. O serviço, iniciado dia 26 de novembro, foi realizado em 20 dias e o pagamento deveria ter acontecido no último dia 12. Luiz Silva, entretanto, disse aos trabalhadores que não tinha dinheiro porque também ele, por sua vez, não tinha recebido da Prefeitura. No decorrer da última semana, segundo os trabalhadores, o Chefe de Gabinete da Prefeitura, Emerson Elias, teria prometido ao grupo que realizaria o pagamento ontem, no coreto da praça. Depois de se reunir no local e cansado de esperar, o grupo de trabalhadores se dirigiu para o Paço Municipal. No final da tarde de ontem, outro empreiteiro, Wagner Silva, da WM Eventos, acabou assumindo a dívida e prometendo o pagamento para amanhã, dia 23. Esta empresa, de São José dos Campos, foi a responsável pela conclusão do serviço no trecho da rua Duque de Caxias, com a troca de fiação, depois que a iluminação não funcionou. Segundo os trabalhadores, a falha aconteceu porque o primeiro responsável não forneceu o cabo elétrico especificado por eles. Wagner, por sua vez, não soube avaliar para a reportagem os custos que teve com o serviço. Outro lado - A Prefeitura de São Sebastião, por meio da assessoria de imprensa, informou que a iluminação de Natal da Praça do Coreto e rua Duque de Caxias foi feita através de doação de empresas, o que desvincula qualquer compromisso com a Prefeitura. Segundo a nota da assessoria, uma das empresas pertence ao empresário Luiz Silva, que doou 60% da iluminação e tanto a empresa, quanto os funcionários não assinaram qualquer contrato com a Prefeitura. “Os funcionários alegam que houve compromisso verbal do chefe de gabinete, Emerson Elias, em pagar os valores devidos. Mas na verdade, o acordo, feito de forma verbal, foi que ele seria apenas o intermediador da negociação, pois não poderia pagar os trabalhadores com o dinheiro público”, conclui a nota da assessoria.

Pavimentação na Nicolau Pau

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião atendeu um pedido da comunidade da Olaria, pavimentando a Rua Nicolau Pau. Para a moradora Edna Santa Bárbara, há mais de cinco anos, ela e seus vizinhos reivindicavam a obra. “Em dias de chuva fazia um lamaçal que dificultava a chegada em casa, principalmente de quem mora no final da rua”. Outro fator lembrado por Edna que favoreceu a comunidade com a pavimentação foi em questão de segurança. “A minha mãe, por exemplo, tem 77 anos, e uma vez escorregou na subida e se machucou por causa dos buracos. Eu,para sair de casa, também tinha dificuldade”. A moradora acrescenta também que além da pavimentação, concluída no final de novembro, a Prefeitura tem realizado a limpeza da rua. No entanto, segundo ela, não há colaboração da comunidade. “Tem gente que reclama da sujeira, mas são os primeiros a jogar as coisas no chão. Muitos moradores não colaboram”. imp

Nova tentativa de fuga na Cadeia de São Sebastião

São Sebastião - Mais uma tentativa de fuga na cadeia da cidade. Por volta das 22h00 da noite de terça-feira, dois presos jogaram uma “teresa” (corda feita de pano), na parte superior da cadeia. Dois carcereiros teriam visto a “teresa”, que estava amarrada no alambrado, o alarme foi disparado e os presos não conseguiram fugir. Os policiais não identificaram quem eram os presos. Hoje a capacidade é para abrigar 60 presos, mas a cadeia está com 216. O diretor, o delegado Fábio Luiz Machado, enfatizou a superlotação. “Eu já pedi auxílio para a Secretaria de Segurança Pública do Estado, várias vezes. É um problema constante que enfrentamos, com a superlotação”, disse o diretor. “Cadeia Aqui Não” - A Sava (Sociedade Amigos do Bairro Vila Amélia), conta com o apoio da OAB, e lidera o movimento “Cadeia aqui não”. Com recolhimento das assinaturas da sociedade civil e ações como faixas, e até uma passeata. Já foram recolhidas quatro mil assinaturas. O objetivo final da Sava é entregar o abaixo-assinado para o governador Geraldo Alckmin. imp

DIG prende pescador que traficava drogas em Boiçucanga

São Sebastião - Um pescador, de 36 anos, foi preso em flagrante por tráfico de entorpecentes, na manhã de ontem, na estrada do Beira Rio, em Boiçucanga. A DIG recebeu denúncia de um morador do bairro de que existiria tráfico de drogas no local. Após um mês de investigação, com campanas na mata e a confirmação de tráfico intenso de pessoas em atitudes suspeitas, I.C.B.D. foi preso em casa. Debaixo da cama foram encontradas três porções médias de maconha, que segundo a polícia daria para se fazer 24 trouxas da droga. Do lado de fora, em um corredor estreito, onde se tem acesso pela janela do quarto, foram encontradas mais oito porções de cocaína, o suficiente para fazer 50 papelotes. Além de R$ 264,00 em dinheiro. D. foi levado até cadeia pública de São Sebastião. imp
 

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Posto Ipiranga

Ubatuba revê protesto contra obra em feira

Ubatuba - Os moradores de Ubatuba cancelaram protesto programado para a tarde de ontem contra a instalação de uma cobertura na feira hippie da praia do Cruzeiro. A prefeitura mudou o projeto da obra, acabando com a necessidade de remoção do Cruzeiro e de uma amendoeira centenária. Ainda asssim, o MDU (Movimento em Defesa de Ubatuba) sustenta que a instalação da cobertura continua ferindo os critérios do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico, Arqueológico e Artístico Nacional), por estar uma distância inferior a 300 metros de um bem tombado -no caso, o Casarão do Porto. A prefeitura nega irregularidades no projeto. (Fonte: ValeParaibano)

Bombeiros do Aeroporto de Ubatuba são efetivados

Ubatuba - Os 16 homens da Guarda Municipal de Ubatuba que concluíram o Curso Elementar de Combate a Incêndio em Aeródromos (CECIA) de categorias 1 e 2, no mês de setembro, foram efetivados na ultima quinta-feira, dia 22. A efetivação foi realizada no aeroporto Gastão Madeira e contou com a presença do vice-prefeito Domingos dos Santos e da chefe de gabinete Silvana Niel. Os bombeiros do aeroporto de Ubatuba foram capacitados pela Diretoria de Engenharia da Aeronáutica a cumprir as normas nacionais e internacionais de combate a incêndio. “A data, 22, é muito especial, pois é o primeiro dia do verão e a partir de hoje aumenta o movimento no aeroporto. Só espero que esses homens não precisem colocar em prática o que aprenderam, mas vale lembrar que eles estão prontos para atender qualquer emergência em tempo hábil”, disse Luiz Ayres, administrador do aeroporto. O vice-prefeito Domingos dos Santos falou sobra a importância do aeroporto para o litoral paulista. “O aeroporto de Ubatuba e o de Itanhaém são os únicos de todo litoral aptos para atender passageiros e o início do trabalho dos bombeiros vai trazer mais segurança aos usuários”, declarou Domingos. A cerimônia de efetivação foi encerrada com o pároco de Ubatuba, frei Aldo Pietrobom, abençoando os novos bombeiros. Em seguida foram apresentados os uniformes de trabalho e de combate ao fogo. Os bombeiros trabalharão diariamente em duplas, se revezando em turnos que vão do nascer ao pôr-do-sol. O Governo do Estado entrou como parceiro da prefeitura de Ubatuba, através do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP), oferecendo equipamento de proteção individual e uma viatura Land Rover, que utiliza espuma especial de combate a incêndio, pó químico e água. A instalação de um grupamento contra incêndios é um pré-requisito para o aeroporto operar linhas regulares e de fretamento. Foram efetivados bombeiros de aeródromo os guardas municipais Clodoaldo Alves dos Santos, Luiz Cláudio de Carvalho, Adilson José Francisco dos Santos, Anderson Aprígio de Araújo, Rogério Ramos dos Santos, Carlos Henrique Pereira, Flávio do Rosário, Alex Sandro dos Santos, Ademir de Oliveira, Valmor Mariano Balio, João Barbosa Correia, Nerli Aparecido de Souza, Valdeci Antunes de Oliveira Sá, Rubens Barbosa, Luciano José Ferreti e Marcelo Fernandes Pape. (Fonte: PMU)

Papai Noel visita o abrigo da FUNDAC

Ubatuba - As crianças do abrigo da FUNDAC (Fundação da Criança e do Adolescente de Ubatuba), receberam a visita do Papai Noel na última quarta-feira, 21. O Clube das Acácias preparou a festa para as 36 crianças do abrigo, que foram apadrinhadas por uma pessoa que providenciou um kit, composto por roupa, calçado e um presente, escolhido pela própria criança. A primeira-dama, Denise César fez questão de entregar seu presente, uma prancha de surfe, e ficou muito emocionada com a festa preparada. “As crianças cuidaram de toda a decoração do lugar e nos receberam de braços abertos. Mais do que dar, nós ganhamos um grande presente de Natal, que foi ver o sorriso no rosto de cada um deles”, disse Denise. A presidente da FUNDAC, Josiane Grunwald, agradeceu a disponibilidade e o amor de cada padrinho. “Sempre fica um cheiro de perfume nas mãos de quem oferece uma rosa. Hoje esse lugar exala um perfume nunca sentido antes. Obrigada a todas vocês.” (Fonte: PMU)

Alunos de karatê do Projeto Sol trocam de faixas

Ubatuba - As crianças do projeto Sol, desenvolvido pela EM Silvino Teixeira Leite, do bairro da Marafunda, realizaram, na quinta-feira, 21, exame para troca de faixas. Os alunos, treinados pelo professor Antenor Nunes vem conquistando bons resultados desde o início do projeto, em junho deste ano. A diretora Solange Cristina Prado de Barros parabeniza os atletas do projeto que realizaram o exame. Projeto Sol - O Projeto Sol vem sendo desenvolvido na escola desde o mês de junho e atendeu aproximadamente trezentas crianças neste período. É composto por atividades culturais para os alunos, com aulas de música, dança, pintura, entalhe, teatro e malabares, sendo os três últimos, em parceria com a Fundart. Nos finais de semana a escola abriu as portas para toda a comunidade da Marafunda praticar esportes como futebol, basquete, capoeira, além do karatê. As mães dos alunos também participam de aulas de bordado e crochê. (Fonte: PMU)

Alunos de karatê da FUNDAC participam de exame para troca de faixas

Ubatuba - A primeira turma do curso de karatê promovido pela parceria FUNDAC- Fundação da Criança e do Adolescente de Ubatuba /Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba realizou o exame de faixas na tarde de quinta-feira, 21, no Ginásio de Esporte Tubão. Aproximadamente 30 alunos, com idade entre 7 e 17 anos, participam das aulas, que acontecem duas vezes por semana desde o mês de agosto, porém apenas 12 prestaram o exame e foram aprovados, passando da faixa branca para a amarela.. O professor Ednaldo Muniz, o Jabá, se emocionou ao falar da experiência com os jovens. “Já fiz parte de seleções brasileiras, mas nada se compara ao trabalho que estamos desenvolvendo em Ubatuba com essas crianças e adolescentes. A garra com que eles se dedicam ao treino é impressionante e os resultados estão aparecendo”, diz o professor. A FUNDAC promoveu também em 2005, através de parceria, cursos de jiu jitsu, capoeira, judô e xadrez, disponibilizando aproximadamente 130 vagas. “O esporte para estes jovens garante uma vida mais saudável e preenche o tempo deles. Além de tudo, o esporte oferece noções de regras e disciplina que eles usarão durante toda a vida”, disse Josiane Grunwald, presidente da FUNDAC. (Fonte: PMU)

Defesa Civil de Ubatuba intensifica trabalhos no verão

Ubatuba - Com a chegada do verão, a Defesa Civil de Ubatuba está redobrando a sua atenção com as pessoas que residem nas áreas de risco. É justamente nesta estação que ocorrem as fortes chuvas que ocasionam grandes alagamentos, desmoronamentos e deixam muitos desabrigados. Segundo o coordenador da Defesa Civil da cidade, Pedro Marciano, as medidas preventivas como as vistorias e monitoramentos nas 27 áreas de risco que Ubatuba possuiu ocorrem durante todo o ano e são intensificadas no período do verão. “Orientamos as pessoas que residem nestas áreas que diante de qualquer movimentação de terra, deslizamento, pedra com risco de rolamento que entrem em contato imediatamente conosco através do número 199”, explicou o coordenador. No mês passado, os cinco agentes da Defesa Civil e o coordenador participaram do PPDC (Plano Preventivo de Defesa Civil), um trabalho realizado pela Defesa Civil do Estado com as prefeituras para avaliação e treinamento quanto aos procedimentos a serem adotados com acidentes durante as fortes chuvas. (Fonte: PMU)

Prefeitura pede suspensão da liminar concedida pela Justiça ao Parque Trombini

Ubatuba - A Prefeitura, através de sua Secretaria de Assuntos Jurídicos está preparando um recurso de agravo de instrumento pedindo a suspensão da medida liminar de reintegração de posse concedida pela Justiça Federal ao Parque Trombini nesta quinta-feira, dia 22. A Prefeitura havia retomado, no final de setembro deste ano, uma área que estava sendo utilizada indevidamente pelo parque de diversões. A ação, na época, foi uma medida conjunta entre os poderes Executivo e Legislativo, cumprindo uma reivindicação antiga da comunidade. Naquela oportunidade, máquinas da prefeitura limparam a área destinada à utilização pública que estava sendo utilizada pelo parque e o espaço foi demarcado com estacas. O secretário de Assuntos Jurídicos espera que o recurso impetrado pela Prefeitura seja julgado brevemente e que a Justiça entenda que é desejo da comunidade que aquela área volte a ser utilizada como bem comum, e não por uma empresa que visa apenas o lucro. (Fonte: PMU)

A APAUBA, Associação Protetora dos Animais de Ubatuba, pede que prefeito e vereadores cumpram compromissos assumidos com a entidade em época de campanha.

Ubatuba - O Canil/Gatil da Apauba está em situação extremamente precária, com superlotação, abrigando cerca de 200 animais. A revelação é da vice-presidente da entidade, Evely Reyes Prado, que esteve, nesta quinta-feira, 22, no gabinete do presidente da Câmara Municipal, Jairo dos Santos, PT. Ela informou que não tem recursos para construir, nem fazer as reformas necessárias. De acordo com Evely, a verba que a Prefeitura repassa, através de um convênio com a Apauba, é insuficiente e destinada, apenas, para a realização de cirurgias, medicamentos básicos, material de limpeza, pagamento de funcionários, serviço de contabilidade, impostos sobre cada castração feita e para o material informativo. Evely quer que o prefeito Eduardo César cumpra o termo de compromisso assinado por ele na época da campanha eleitoral, que entre outras medidas prevê: resolver a questão animal com respeito e humanidade, a bem da saúde pública, da comunidade, do meio ambiente e do equilíbrio animal/homem; redução de animais com critérios humanitários, em comum acordo com veterinários e Apauba; fornecimento de assistência veterinária gratuita, com tratamento ambulatorial; readequação e reforma do CCA - Centro de Controle de Zoonose; veículo próprio e funcionário habilitado na captura e transporte dos animais para o local adequado; reconhecimento e fortalecimento da Apauba.
Evely também se queixa do fato de ter apenas uma veterinária para atender tanto a Vigilância Sanitária quanto ao CCZ. Segundo ela, é humanamente impossível atender com eficiência as obrigações dos dois órgãos. Entre as reivindicações mais urgentes da Apauba estão a transferência do local de atendimento da veterinária à população carente, para uma área mais central; um telefone no Centro de Controle de Zoonose e a conclusão das obras do canil do CCZ, para aliviar a superlotação existente na Apauba. As obras do canil começaram em novembro, mas Evely acha que, “pelo andar da carruagem”, elas não estarão concluídas data prevista, que seria final de dezembro. APAUBA

Propostas aprovadas na Conferência Nacional da Assistência Social

Ubatuba - Os representantes de Ubatuba, Eduardo Ilário e Marlon Lopes, voltaram com boas notícias da 5ª Conferência Nacional da Assistência Social. A conferência reuniu em Brasília, entre os dias 5 e 8, cerca dois mil gestores, técnicos e representantes de organizações da sociedade civil de todo o país. Ubatuba teve duas propostas aprovadas, que farão parte do plano decenal para a implantação do Sistema Único da Assistência Social (Suas) em todo o país: a capacitação dos conselheiros e o aumento da porcentagem para a assistência social, destinado por todas as esferas governamentais, chegando a 10%. Uma grande conquista, pois a proposta inicial era de um percentual de 5%. “Além de Ubatuba, as outras três cidades do Litoral Norte estiveram representadas na Conferência, defendendo juntas o interesse da região”, disse Eduardo Ilário. “Pudemos trocar informações e conhecer a realidade de outros municípios e descobrir que, em alguns casos, estamos a frente de muitas cidades”, completou. “A implantação do Suas, como acontece hoje com o SUS, na área de saúde, vai favorecer o controle e a qualidade dos serviços oferecidos à população em situação de vulnera-bilidade social”, acredita Marlon Lopes. O Suas, que entrou em funcionamento em agosto deste ano, tem por finalidade organizar serviços, programas e benefícios destinados a cerca de 50 milhões de brasileiros, em todas as faixas etárias. (Fonte: Imprensa Livre)

Nova cobertura da feira hippie causa polêmica e protesto

Ubatuba - Uma manifestação reuniu na noite de ontem artesãos, o presidente da Câmara Municipal, Jairo dos Santos (PT) e o vereador Claudinho Gulli (PMDB), que acompanhou de perto o desenvolvimento do projeto que prevê a nova cobertura para a feira hippie. O motivo do protesto foram os comentários que correram na cidade sobre o corte de uma árvore centenária e o deslocamento do Cruzeiro Histórico, ambos na avenida Iperoig, para que a nova cobertura fosse construída. Até a tarde de ontem uma cerca demarcava o local e englobava a região onde estão as árvores e o monumento, o que causou a estranheza do presidente da Câmara, que diz ter assinado o projeto e que neste não constava o corte de árvores e nem deslocamento de monumentos. As pessoas que se mantiveram em frente ao Cruzeiro, com cartazes, só se acalmaram depois da chegada do vereador Claudinho com o desenho do projeto que desmentiu os comentários sobre o corte da amendoeira. “Esta manifestação é de uma minoria que vem tentar tumultuar o crescimento da nossa cidade. Fiquei surpreso e decepcionado quando vi o presidente da Câmara passando informações erradas para as pessoas aqui. O que fizemos aqui foi transparente, divulgamos as autorizações do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo) e do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). É um projeto aprovado com verba do Governo do Estado”, disse o vereador Cladinho Gulli, que trabalha como artesão há mais de 30 anos “Nunca foi o Executivo que falou que mexeria no Cruzeiro ou nas amendoeiras, isso foi uma sugestão do Iphan, mas com jogo de cintura fomos negociando e jamais faríamos nada às escondidas. Ninguém aqui é contra a natureza”, acrescentou o vereador. O presidente da Câmara admitiu que foi tudo um mal entendido. “O boato correu a cidade e o local estava todo cercado. A partir do momento em que se cogitou que o projeto avançaria no local onde está a amendoeira, tomei as dores da população, que se reuniu aqui para esclarecer as coisas. Houve um mal entendido de ambas as partes porque a Prefeitura deveria ter tido o cuidado na hora da colocação das estacas de demarcação para que não avançasse além da área delimitada pelo projeto”, disse Jairo dos Santos. “Isso gerou um conflito e dúvida de todos os transeuntes que passavam aqui e viam a demarcação. Mas houve um entendimento, vimos o desenho do projeto, que mostra que não vai haver corte de árvores, e vamos dar todo apoio aos artesãos como, desde do início, fizemos com a assinatura do projeto”. Hoje as 122 famílias que expõem na feira hippie estão provisoriamente usando a estrutura da Feira das Nações, um espaço, também na Avenida Iperoig.
O projeto da nova cobertura conta com R$ 453 mil vindos do Governo do Estado e R$ 116 mil da Prefeitura. A assessoria de imprensa da Prefeitura se manifestou sobre o assunto, dizendo que a Construtora Lindenbach Ltda, de São Paulo, empresa vencedora do processo de licitação da obra, iniciou na manhã de ontem a montagem do gabarito e que um pequeno erro na locação da feira, por parte da empreiteira, acabou gerando uma confusão no local, já que chegou a ser cogitada a necessidade do corte de uma amendoeira e também a mudança do Cruzeiro. Ao fazer a conferência de rotina, a Secretaria de Arquitetura e Urbanismo da Prefeitura percebeu o erro e o equívoco foi desfeito. Acionada, a Secretaria de Obras tomou as providências e um novo gabarito passou a ser refeito. Pelo cálculo correto, nem a amendoeira centenária e nem o Cruzeiro serão removidos.(Fonte: Imprensa Livre)

Ginástica e dança emocionam público e ajudam Santa Casa

Ubatuba - A ginástica e a dança encheram os olhos das quase mil pessoas que foram ao Ginásio de Esportes Tubão nos dias 16 e 17. Na sexta-feira, a Jê Academia mostrou ao público as coreografias campeãs dos Jogos Regionais e da Ginastrada. O público acompanhou até o final, aplaudindo efusivamente cada número. O encerramento com a Lira Padre Anchieta e o concerto de Natal emocionou a todos. A Academia Biodance também promoveu um belo espetáculo no sábado, apresentando coreografias de ginástica olímpica e artística, dança e artes marciais. As coreografias mais aplaudidas foram Do ventre te escolhi, Fantástico e A arte de fazer sorrir. A Filc Flac academia de Taubaté foi convidada e apresentou três coreografias. O prefeito Eduardo César, presente ao evento, entregou uma homenagem à ginasta Munique Couto Munch, que representou Ubatuba nos Jogos Regionais e conquistou o bronze por equipes. Santa Casa - A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba, Denise Maria Montemor César, entregou 442,5 quilos de alimentos à Santa Casa de Ubatuba, nasegunda-feira. Os alimentos foram arrecadados no 1º Festival de Ginástica e Dança da Academia Biodance, realizado no dia 17. “Agradeço a iniciativa da direção da Biodance, que proporcionou diversão de qualidade e ao público de Ubatuba que foi ao Tubão e colaborou com a Santa Casa”, disse a primeira-dama. (Fonte: Imprensa Livre)

Casal reage a assalto e consegue desarmar o bandido

Ubatuba - Um casal sofreu tentativa de assalto na noite de ontem na orla da praia de Itaguá. Eles tiravam fotos com a câmara digital, quando dois indivíduos os abordaram. Uma das vítimas reagiu, conseguiu desarmar o bandido, mas ele fugiu. A polícia apreendeu a arma, uma garrucha. (Fonte: Imprensa Livre)

Esportes radicais movimentam o verão em Ubatuba

Ubatuba - Os adeptos do surfe e do skate terão muita movimentação no mês de janeiro na cidade. Nos dias 7, 14 e 21 acontece o Super Session Verão 2006, com eventos perfeitos para quem gosta de manobras radicais na água ou em terra. O skate dá a largada no dia 7, com o Best Trick de Skate. Neste formato de competição os skatistas são divididos em baterias e dentro de cada bateria todos andam juntos ao mesmo tempo, sendo avaliadas as melhores manobras. Dividido nas categorias feminino, mirim, iniciante, amador e profissional o Best Trick de Skate acontece na pista da praça Trópico de Capricórnio, a partir das 15h00. Atletas profissionais da Red Nose Shoes farão demonstrações ao som do DJ Célio Lopes; também haverá sorteio de brindes para o público. Manobras na água - O surfe movimentará as praias Vermelha do Norte e Itamambuca, nos dias 14 e 21. A competição acontecerá na forma de Air Show (onde vale o melhor e mais radical aéreo) para os homens e melhor manobra para as mulheres. O Air Show acontece na Vermelha do Norte no dia 14 e no dia 21 em Itamambuca, ambos a partir das 15h00, com DJ’s animando o público numa verdadeira balada de surfe temperada com muita música. As inscrições para o Air Show e o Best Trick devem ser feitas no dia do evento, mediante a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis. O Super Session Verão 2006 é organizado pela equipe do programa Super Session (Band Vale) e conta com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Ubatuba, AUS (Associação Ubatuba de Surfe) e ASK8 (Associação de Skatistas de Ubatuba) e conta com o patrocínio de Red Nose Shoes, Natural Shape, Wave Cut e North Peak. Para Emmanuel Pimentel Rezende o “Manu”, apresentador do programa, a época é propícia para mostrar os esportes radicais. “O objetivo é valorizar e divulgar a prática dos esportes radicais em todo Litoral Norte e região, aproveitando o imenso fluxo de turistas do Brasil inteiro que visitam esta região na temporada de verão”. Para o secretário de Esportes de Ubatuba, Bittencourt Jr., essa parceria chega numa boa hora. “Em janeiro, os professores e monitores da secretaria estão em férias, diminuindo o número de atividades esportivas. Com parceiros promovendo eventos, a Secretaria fornece toda a infra-estrutura física necessária”, disse Bittencourt, que lembrou ainda que outro parceiro já programou atividades para Ubatuba. “O time de vôlei do Banespa já confirmou a volta da Clínica de Vôlei para fevereiro. O resultado obtido com o evento deste ano possibilitou a permanência do evento na cidade em 2006”, concluiu o secretário. (Fonte: Imprensa Livre)

Fundart reabre Museu Washington de Oliveira

Ubatuba - O museu Washington de Oliveira, instalado na antiga cadeia pública de Ubatuba, na praça Nóbrega, voltou a funcionar no último dia 20. Segundo o chefe de patrimônio histórico do município, Marcelo Rezende, a interdição temporária do Museu foi necessária para realizar a “reestruturação e adequação às questões históricas dos objetos, através de dados e metodologias corretas”. O museu é uma iniciativa da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba (Fundart). Ele traz de volta fragmentos da história da cidade, representados por objetos arqueológicos, peças do tempo dos engenhos de açúcar e dos escravos, quadros e pertences de personalidades que marcaram época. Entre as peças mais curiosas estão um crânio humano pré-histórico, encontrado em Ubatuba; utensílios indígenas feitos de ossos; e vestígios arqueológicos encontrados nas regiões do Itaguá e Tenório. O museu mostra também os ciclos econômicos que a região viveu, através de objetos de grandes fazendeiros, peças de alambiques e prensas de mandioca. Entre as personalidades homenageadas, figuram pessoas como: Baltazar da Cunha Fortes, construtor do Sobradão do Porto; Félix Guisard, dono da CTI (Cia. Taubaté Industrial) e responsável pela vinda da energia elétrica ao município; Gastão Madeira, precursor da aviação; Idalina Graça, escritora; Ciccillo Matarazzo, prefeito de Ubatuba entre 1964 e 1969; Washington de Oliveira, o Seo Filhinho, farmacêutico e autor de “Ubatuba Documentário”, entre outros ilustres que ajudaram a escrever a história do município. O museu está aberto à visitação pública de terça a sábado, das 9h30 às 12h00 e das 13h00 às 16h30.  (Fonte: Imprensa Livre)

COMUNICADO - A Prefeitura de Ubatuba decretou ponto facultativo em todas as suas unidades administrativas na próxima segunda-feira, 26 e no dia 02 de janeiro de 2006. Dentre os serviços que funcionarão normalmente durante os pontos facultativos estão o da coleta de lixo em todo o município e a comercialização de pescados no Mercado Municipal de Peixes, com horário de funcionamento das 8 às 18 horas. Todo o atendimento na área da saúde será centralizado na Santa Casa da cidade. (Fonte: PMU)


SEMANA DE 23/12 A 29/12/2005

CINE PORTO (Ubatuba)
fone :3833-2066 ( 012)

"KING KONG"
ÁS 14:00 HS - 17:30 HS - 21:00 HS
Nos dias 24 e 31/12 não exibiremos o filme da sessão das 21:00 hs.
Dias 25/12 e 1/1 iniciaremos as sessões ás 17:30 hs.

CINE PASSEIO (Ubatuba)
fone : 3832-2843 ( 012 )

"AS CRÔNICAS DE NÁRNIA : O Leão , A Feiticeira e o Guarda - Roupa"
ÁS 14:00 HS - 16:30 HS - E 19:00 HS.

"HARRY POTTER E O CÁLICE DE FOGO"

ÁS 21:30 HS .
Nos dias 24 e 31/12 não exibiremos o filme da sessão das 21:30 hs.
Dias 25/12 e 1/1 iniciaremos as sessôes ás 16:30 hs.

cineporto@hotmail.com

 
Ação Litoral
 
Artigo Topo

MEMORIAL A JK ?
Ernesto F. Cardoso Jr

Memorial a JK em Brasília, nada demais, pois, como qualquer outro fundador de uma cidade merece destaque nela e até monumento em sua memória.Tivesse JK, no entretanto, fundado Brasília como os demais desbravadores fizeram nascer as cidades brasileiras, algumas conquistadas à custa de sangue, outras fundadas no trabalho árduo de expansão de frentes agrícolas e pecuárias e modernamente na expansão da agricultura de alta tecnologia e, provavelmente, não mereceria esse pedestal, pois Brasília foi fundada à custa de imensos e incalculáveis recursos do erário público, da exaustão completa das caixas de previdência dos antigos institutos de previdência classistas, de recursos orçamentários e de aumento da dívida pública, num esbanjamento imensurável de recursos e esforços que faltavam e faltaram, à época e desde então, à construção de uma base sólida de desenvolvimento econômico. Fundamentalmente, falamos de uma infraestrutura moderna de vias de comunicação terrestres e fluviais, de portos adaptados em calado e estrutura de movimentação de cargas ao comércio marítimo nacional e internacional, de ferrovias e rodovias interligando o centro oeste ao leste e conectadas aos portos de mesma latitude ao longo do litoral brasileiro, infraestrutura essa que teria catapultado o país ao “take off point” (ponto de decolagem) levando-o ao nível de primeiro mundo nas décadas seguintes de 70 e 80. De fato, tudo indicava ter sido aquele o momento para que estas ações governamentais, muito mais necessárias, clamorosamente evidentes, muito mais importantes, de prioridade insofismável, devessem ter sido o alvo de toda a nacionalidade, objetivando dar ao lema “50 anos em 5” que o Presidente JK adotou, a consistência perene de um progresso sustentável e de ampla dimensão. Preferiu, ao invés, ao ímpeto de um estalo, enterrar tudo na construção de uma nova capital. Os que acompanharam, à época, a literatura sobre a teoria do desenvolvimento econômico, idealizado em degraus contínuos que teriam de ser escalados para atingir o “ponto de decolagem” que definia o desatar de amarras que impediam o crescimento acelerado e sustentado, devem se lembrar que o Brasil estava a poucos passos de alcançar esse degrau. Vivemos crescimento acelerado na década de 70, mas, por alguns anos apenas - um vôo de galinha. Já ao final dessa década entrávamos no ciclo da era perdida – a década de 80 e início de 90, quando ao peso da imensa dívida externa demos o calote nos credores estrangeiros, o que nos custou a evasão de investimentos privados, a inação governamental em investimentos oficiais e o conseqüente crescimento negativo pelos anos seguintes. Não há como negar que nosso país, em certo momento de sua história recente perdeu o trem do desenvolvimento econômico, quando isto parecia estar ao seu alcance. Os imensos recursos esbanjados na construção de uma nova capital, cujo retorno não foi apenas zero, mas, profundamente negativo (e o é até hoje), seguido dos desperdícios imensuráveis na estatização da siderurgia, energia, telefonia, indústria açucareira, cafeicultura, etc. concomitantemente com o custo da criação das estatais correspondentes e institutos de controle comercial e de produção, seguidos das incalculáveis somas jogadas nos grandes planos estatais de energia nuclear, siderurgia, telefonia e comunicações, sempre com imensos desperdícios, baixíssima eficiência e enorme descontrole e uso político, tudo isto responde pelo nosso atual estágio de subdesenvolvimento econômico e social, sofrível sob vários aspectos. Sim, caros leitores, não fossem estes incalculáveis desperdícios de recursos públicos e os erros crassos na definição de prioridades e o nosso país já teria alcançado nível de primeiro mundo; se os benefícios tivessem sido, conforme padrões das nações desenvolvidas, correspondentes aos volumosos investimentos feitos. Citaria apenas um exemplo ilustrativo, porém, emblemático. A certo ponto da história da Companhia Vale do Rio Doce, a maior estatal brasileira de então, explorando jazidas riquíssimas em conteúdo e facilidade de exploração, altamente rentável como se tem mostrado desde sua privatização, em estudo realizado sobre sua rentabilidade histórica enquanto estatal, verificou-se que tivesse o governo investido os mesmos recursos em caderneta de poupança e teria recebido imensamente mais dividendos do que pagou a dita estatal. E, recorde-se que até recentemente essas estatais nem impostos pagavam ao governo federal, quanto menos dividendos razoáveis. Sim, este país não era para estar na condição sócio-econômica em que está. O desperdício de recursos, a baixíssima rentabilidade dos investimentos públicos, o uso político das empresas estatais, a perda do senso real das prioridades do desenvolvimento e do mecanismo contábil “custo – benefício”, fizeram-nos e fazem-nos, até hoje, celebrar, enganosamente, um dos maiores marcos de nosso atraso – Brasília e tudo o que ela tem representado em custos e ineficiência de todos os gêneros - a máquina governamental mais cara do mundo, tão cara que, recentemente, soubemos que o governo brasileiro, nas mãos dos atuais detentores do poder, gasta mais com essa máquina do que despende em investimentos. Se a internalização de uma capital fosse a locomotiva do desenvolvimento e do progresso social e econômico de um país, os Estados Unidos deveriam estar mais pobres e atrasados do que nós. JK foi tão popular ao final de seu governo que Jânio foi o eleito, em franca oposição a ele e ao que ele representava. Como Getúlio, John Kennedy e outros, todavia, tornou-se mais amado morto do que vivo.
Celebremo-los, pois!

Ernesto F. Cardoso Jr
efcardosojr@uol.com.br


Consulte Aqui Artigos Anteriores

Opinião Topo

A fêrinha Ripi e a mudança de cabeças
Arquiteto Renato Nunes

O local onde há anos funciona a fêrinha ripi foi inicialmente ocupado como quadra de bola ao cesto à disposição da comunidade. Bastava querer bater uma bolinha, juntavam-se uns amigos e, estando vaga a quadra, podia-se jogar à vontade até o escurecer. O Eduardo Souza ou o Herbert Marques entre tantos outros, que o digam. A população cresceu e o espírito de camelô que há tempos perambula por esta cidade resolveu transportar a incipiente exposição de artistas e artesanato que existia no meio do jardim da praia do Cruzeiro para a quadra de bola ao cesto de nossa moçada. Diziam que não iria prejudicar os bate bola de fim de tarde, pois o artesanato somente seria mostrado ao distinto público nas noites de sábado e tardes de domingo. Para receber a autorização da Prefeitura obrigavam-se a desmontar e sumir com as barracas enquanto não estivessem expondo, para que a quadra pudesse continuar à disposição da comunidade. Só que as cestarias, entalhes, esculturas e os mais variados objetos artesanais, difíceis de serem transportados nas costas no vai e vem do monta desmonta, e sem o menor apoio da administração municipal, sempre cega diante do potencial turístico do artesão legítimo, foram perdendo espaço para os fazedores de bijuterias. Aos brasileiros de todas as partes do país foram aos poucos se juntando simpáticos argentinos, uruguaios, peruanos y tantos otros muchachos de latino-américa acompanhados por sus flautitas repetitivas e infernales, que ampliaram e renomearam o grande espaço. Nasceu a “fêrinha ripi”, despersonalizada, igual a tantas outras espalhadas pelo Brasil, escoadouro do comércio da Rua 25 de Março, o verdadeiro industrianato ao alcance de todos ao qual deram o estranho nome de “produtos afins”. Hoje querem cobri-la independente da horrorosa montanha visual com que pretendem brindar a orla marinha da cidade. Amanhã por certo haverá um candidato a prefeito que se comprometerá, pelos votos, a cerca-la e fecha-la para segurança das instalações. Perdeu-se de vista o interesse com a paisagem que é um bem de todos, e também já vai muito longe qualquer compromisso com a preservação dos valores da cultura popular manifestados através do artesanato. Não se trata agora de menosprezar a luta e o sacrifício dos que sobrevivem da fêrinha, mas não se pode ignorar que essa é a história de um episódio urbano cujo significado atinge toda a cidade. Com absoluta certeza se pode afirmar que perante a atual Constituição, o Estatuto da Cidade, a legislação que protege o patrimônio cultural e a lei de Responsabilidade Fiscal, a execução da monstruosa cobertura caminha na contra mão dos direitos do cidadão porque nunca houve qualquer consulta popular sobre o assunto. Não existe referendo popular para implantação desse trambolho, corte das árvores e descaracterização da paisagem. Sabe-se que a cobertura é uma herança, um acordo de campanha eleitoral feito à portas fechadas na administração passada. Com que direito alguém poderia pensar em pagar os votos recebidos em caráter pessoal com privilégios urbanísticos que comprometem um bem coletivo? Essa é a questão central que da mesma forma que a questão das bicicletas e dos quiosques terão que ser decididas em conjunto com a população. Não é assunto exclusivo dos vereadores nem dos prefeitos. O Estatuto da Cidade lhes retirou essa prerrogativa. Hoje é assunto obrigatório para o Conselho Municipal de Desenvolvimento. A modernidade somente será implantada em Ubatuba com a já tardia e há muito sugerida criação de um Instituto Municipal de Planejamento Urbano. Com autonomia técnica e independente dos trabalhos de rotina das Secretarias políticas e administrativas de hoje, esse tipo de órgão foi o responsável pelo acertado desenvolvimento das melhores cidades brasileiras. Com a palavra e com a caneta o Prefeito Eduardo César.

 Renato Nunes
Ubatuba, SP


 

Poesia Topo

Feliz Natal
O Menino Jesus
Ganhou ouro, incenso e mirra
Somente em um único ano
E nos outros natais
Recebeu presentes normais
Iguais às demais crianças
Pião, carrinho de boi,
Bonequinho, barquinho,
Bichinho, bodoque,
Porém, Jesus Cristinho
Nunca matou passarinho
Por bondade e, também, por saber
Que haveria o Santo de Assis
E nenhuma sombra queria
No amor que o pobrezinho
Mil anos depois lhe dedicaria.
 

Félix Cabral
Ubatuba, SP

Soneto Suado
"e foram virando peixes virando conchas
virando seixos virando areia prateada areia
com lua cheia e à beira-mar" (chico buarque)
agora eu não me sinto uma garota
sou praia que no suor do mar se escora
a onda que chegou já vai embora
e o prumo o pé na areia perde a rota
o peixe beira o bico da gaivota
desdita caaetê brota caipora
um comprimido a mais e a dor piora
carrego entre as conquistas a derrota
a força dos caminho abre o chão
mas sei que em minha fé o santo é de gesso
e o cachimbo do mestre é feito a mão
ando mudo de jeito e de endereço
às vezes erro acerto o ganha-pão
pra ganhar ou sofrer meu suor tem preço

Soneto Caiçara
o amor não tem idade sempre nasce
faz tempo o meu primeiro caiçara
foi flechada de boto encanto de iara
desses conto que a areia da índia tece
sentava atrás de mim na mesma classe
depois a gente ia em sua igara
olhar o sol sumir nas águas clara
e as onda balançava o nosso enlace
daí entrei na idade da desova
sei que ninguém é pobre quando ama
mas pra pescar pensão faltava prova
hoje eu recusaria a dinheirama
criei ibiraçu co'a lua nova
conheço os fio da palha que a água trama

Florbela
Itamambuca

 

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Grandes distâncias - Existem grandes distâncias em tirar nota 10 de leitura e, não ter a mínima idéia do que trata as palavras proferidas. Existe grande distância entre o que se fala e, o que se faz. Existe grande distância entre educação e ser educado. Existe grande distância do que se vê e do que se enxerga. Existe grande distancia entre a vontade e a ação. Existe grande distância entre o prometido e, o cumprido. Existe grande distancia entre as pessoas que não percebem estas grandes distâncias. Estas grandes distâncias somadas a falta de percepção, provocam diferenças e, distanciamento entre as pessoas; entre suas crenças e, suas respectivas opiniões. Verdadeiros abismos entre entendimentos! Talvez por este motivo, tenham criado as Leis. " As leis? Ora as leis" " alguém teria dito. Pena que elas tenham validade relativa. Dependem da distância entre o poder coercitivo de quem usa (e aplica) e, o coagido. A distância encurta quando quem a cria ou usa em benefício próprio ou de outrem. Laços e imperdoáveis e indissolúveis. Pode-se sentir, mesmo à distância, o odor fétido do privilégio de alguns, em detrimento de todos. O que pensará o Criador destas infelizes criaturas?

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP
 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Ubatuba

Maresias - Emilio Campi

Maresias
©Emilio Campi

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Atualização: Juliano Gregori

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor