Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 26 de dezembro de 2005 - Nº 1428 Edições Anteriores

Mary´s Chalés Pousada das Cachoeiras Buffet Giorgio

Região
Operação Verão começa terça-feira no litoral
Litoral Norte se firma como paraíso para mergulhadores
Prática também melhora o emocional
Exuberância de peixes e corais garantem fama
Cemitério de navio é atração em Ilhabela
Onde Mergulhar


Caraguatatuba
Aguilar faz balanço positivo do primeiro ano de administração

Ilhabela
Projeto Navegar de Ilhabela espera renovação de contrato e forma sua 7a Turma
Parque Municipal das Cachoeiras completa um ano de criação


São Sebastião
Lei que visa acabar com a fila nos bancos começa a vigorar na segunda
Boiçucanga ganha nova sede para o 3º Pelotão da Polícia Militar


Ubatuba
Secretaria de Saúde realiza capacitação para manipuladores de alimentos
Curso de Especialização em Administração Pública da UNITAU-Ubatuba entra em recesso


Seções
Opinião
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Operação Verão começa terça-feira no litoral

Litoral Norte - A Polícia Militar começa na terça-feira a Operação Verão no Litoral Norte, que recebe o reforço de 462 homens no policiamento. A operação segue até o dia 31 de janeiro. A ação será iniciada com uma solenidade às 10h, em Caraguá. A operação visa intensificar as ações da polícia no litoral, propiciando a garantia da tranquilidade de moradores e turistas. Nessa temporada, haverá também um pelotão da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), de São Paulo, além do uso de dois helicópteros na operação. (Fonte: ValeParaibano)

Litoral Norte se firma como paraíso para mergulhadores
Região é comparada com Austrália por beleza natural e figura em roteiros de turismo especializado

Litoral Norte - "A cada mergulho sinto uma emoção diferente. É como se estivesse num outro mundo, com muita vida. Isso me faz bem, além de ser muito relaxante". Com essas palavras, Patrícia Costa de Gouveia, 28 anos, resume a sensação de mergulhar, prática que mantém há sete anos. "É sempre inovador, pois permite que o mergulhador desvende algo novo cada vez que entra no mar", disse.
Fanáticos pelo esporte, como Patrícia, adotam cada vez mais o Litoral Norte como o "paraíso do mergulho". Ubatuba, Ilhabela e São Sebastião possuem o maior número de locais indicados, com pontos que encantam qualquer mergulhador, do amador ao profissional.
Ilhabela e Ubatuba são as mais procuradas. A primeira é famosa por sua biodiversidade e a segunda, conhecida tanto pela vida marinha, quanto pelos naufrágios.
Para o mergulhador Aldo Thomaz Júnior, o Litoral Norte tem excelentes condições para mergulho, com muitos lugares reconhecidos mundialmente para a prática. Apesar disso, ele acredita que a região só não é mais frequentada por mergulhadores por falta de mais divulgação.
Ele disse que a imagem de Ubatuba na questão de mergulho não é tão boa porque muitas agências costumavam indicar pontos mais rasos aos adeptos do esporte. "A pessoa que já pratica mergulho quer explorar o desconhecido, descer entre 15 e 30 metros, onde está a melhor água e a mais limpa, mas não era isso o que encontrava das operadoras da região. Isso afastou muitos mergulhadores. Na realidade, temos lugares até mais profundos e com imensa biodiversidade", afirmou.
Thomaz Júnior compara Ubatuba com a Costa da Austrália, reconhecida como um local excelente para o mergulho. Segundo ele, até mesmo a fauna dos dois lugares é parecida.
PARAISO - No Litoral Norte é possível mergulhar o ano inteiro em alguns pontos específicos. O período de novembro a maio é mais indicado para os mergulhadores, pois é quando há maior visibilidade subaquática, já que a água costuma estar mais clara.
Em Ubatuba, os principais pontos de mergulho são: Ilha Anchieta, Ilha da Rapada, Ilha das Couves e Ilha Vitória. As pessoas que admiram a vida oceânica poderão se surpreender com as belezas naturais encontradas nesses pontos. (Fonte: ValeParaibano)

Prática também melhora o emocional

Litoral Norte - Além de saudável, mergulhar é cada vez mais recomendado para ajudar pessoas com problemas emocionais. Depressão e síndrome do pânico são doenças podem melhorar por meio do mergulho, dizem especialistas.
José Spinelli Neto, 55 anos, mergulha há 29 anos e hoje é instrutor. Ele vem se aperfeiçoando no trabalho com pessoas que têm dificuldade para mergulhar e precisam de ajuda extra para vencer barreiras, como medo excessivo.
Ele disse já ter tido um aluno cego. "A sensação de flutuar na água é mais gratificante para alguém com esse tipo de dificuldade."
Apesar de ser em número reduzido, existem doenças que não permitem a prática do esporte.
Segundo a neurologista Lucile Esther Bishop, no caso do mergulho amador, existe restrição total a pessoas que têm epilepsia. Um ambiente com aumento da pressão de oxigênio pode facilitar crises.
Pessoas com doenças pulmonares obstrutivas, como asma e enfisemas, também não devem mergulhar quando estão em crise. Nesse caso, o mergulho favorece a retenção de gás carbônico pelo indivíduo. (Fonte: ValeParaibano)

Exuberância de peixes e corais garantem fama

Litoral Norte - Para mergulhadores, vida marinha abundante e variada é um dos principais atrativos do Litoral Norte para a prática do esporte. Os pontos prediletos ficam em Ubatuba e Ilhabela.
Em Ubatuba, os preferidos são Ilha Anchieta, Ilha da Rapada, Ilha das Couves e Ilha Vitória. Pessoas que admiram a vida oceânica poderão se surpreender com as belezas naturais encontradas nesses pontos.
A Ilha das Couves, por exemplo, oferece uma série de corais cérebro, peixes de variadas espécies, arraias e golfinhos. O local tem visibilidade o ano todo e é destinado tanto para o mergulho amador, quanto para os avançados e até mesmo para o mergulho noturno.
A Ilha Vitória, muito visitada pelas operadoras de Ubatuba, também abrange Ilhabela. Localizada a 22 quilômetros da Ponta Grossa, a ilha é estendida no sentido noroeste-sudeste, tendo a Ilha das Cabras a noroeste e a Ilha dos Pescadores, ao norte. Na região é possível desvendar um mundo de cores debaixo d água. (Fonte: ValeParaibano)

Cemitério de navio é atração em Ilhabela

Litoral Norte - Apesar de o mar ter mudado um pouco e a visibilidade não ser a mesma em alguns pontos, o mergulho em Ilhabela é o grande atrativo do Litoral Norte. O diferencial é o visual dos naufrágios. Ilhabela é considerada um verdadeiro "cemitério de navios".
As opções agradam todo tipo de mergulhador, tanto o amador quanto o profissional, já que existem locais para mergulho em diferentes níveis de profundidade por toda a ilha.
O mergulho em área de naufrágio, mais indicado para os mergulhadores experientes, também pode ser feito por iniciantes. Isso porque a maioria dos navios que está ao alcance dos mergulhadores foi dinamitada e, neste caso, o que sobrou dessas embarcações pode ser visto a uma profundidade de oito metros.
Além disso, como se trata apenas de pedaços de navios, eles não podem ser adentrados (não é possivel passar através de seu interior), o que diminui os riscos para o mergulhador amador.
De qualquer maneira, é sempre exigido um pouco mais de cautela nesse tipo de mergulho, que pode ser feito em pelo menos seis pontos diferentes de Ilhabela.
Os naufrágios de destaque são o Dart, o Velasquez e o pouco visitado e muito temido Príncipe de Astúrias.
O Príncipe das Astúrias é o naufrágio que teve maior número de vítimas da história brasileira, com mais de 450 mortos. O número pode ter sido maior em razão da especulação de que em seus porões viajavam refugiados da 1º Guerra Mundial.
EM FAMILIA - Devido à posição geográfica, condições climáticas e correntes, Ilhabela é o local que tem a segunda maior concentração de naufrágios do país, por possuir mais de 100 casos registrados.
Essa situação acaba atraindo pessoas que gostam de mergulhar em grupo ou em família, interessadas em saber mais sobre os naufrágios.
Como a idade mínima para o mergulho, na maioria das operadoras, é 10 anos, a atividade em família é muito interessante por propiciar a troca de experiências entre as pessoas do mesmo grupo.
"O diferencial do mergulho é que ele não é um esporte de competição. No mar, ninguém está competindo. Ao contrário, um está sempre disposto a ajudar o outro", afirmou o instrutor José Spinelli Neto.
"Ver um sorriso debaixo d'agua não tem preço. Sinto a emoção que tive no meu primeiro mergulho. A cada aluno que vejo mergulhar, vibro com a nova experiência. Acredito que a mesma sensação que ele tem vendo um ouriço, eu tenho vendo um aluno gostando do mergulho", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Onde Mergulhar

São Sebastião
Marina Canoa (Barra do Una)
Curso em duas etapas: R$ 390 (cada)
Certificação internacional: R$ 90
Informações: (12) 3867-1699

Ubatuba
Omnimare
Do básico ao variado, com sessões teóricas e práticas, além de duas saídas para mergulho. Com discover scuba, para mergulho de um dia
Curso básico: R$ 650
Saídas: entre R$ 98 e R$ 200
Informações: (12) 3832-2005

Ilhabela
Colonial Diver
Cursos a partir de 10 anos e saídas para três pontos específicos: Ilha das Cabras, Búzios e Região dos Naufrágios
Saída para Ilha das Cabras: R$ 28 (todos os dias)
Demais saídas: R$ 131 e R$ 180 e R$ 131
Aluguel de equipamentos: a partir de R$ 10 cada
Informações: (12) 3894-9459 (Fonte: ValeParaibano)

Alugar equipamentos reduz custos iniciais

Litoral Norte - Ao contrário do que muita gente imagina, o mergulho não é um esporte de elite. A possibilidade de alugar equipamentos barateia o custo. O investimento maior é com o curso básico. Depois, as saídas voltadas apenas para o mergulho são mais baratas, além de variar conforme o local escolhido pelo mergulhador. A infra-estrutura da operadora que prestará os serviços deve ser observada, como por exemplo, saber se há bons barcos e equipamentos adequados. Os equipamentos básicos são: máscara, nadadeira, snokel (objeto que permite a respiração), regulador, colete equilibrador e roupa neoprene. Não é utilizado cilindro de oxigênio e sim, de ar comprimido. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba


Aguilar faz balanço positivo do primeiro ano de administração

Caraguatatuba - Poucos dias antes de completar um ano à frente da administração municipal, o prefeito José Pereira de Aguilar fez um balanço positivo de sua atuação durante esse período.
Ele comentou que passou por um período de adaptação e que a partir de 2006 poderá colocar em prática efetivamente seus projetos. “Acredito que esse ano correu dentro do que prevíamos, de acordo com nossas expectativas. A dificuldade que tivemos foi em relação a executar certas obras, que demandaram muito tempo com processos burocráticos”, destacou.
O prefeito disse que pôde perceber que a burocracia é algo que dificulta bastante a administração para fazer determinadas obras, pois a concorrência pública e o licenciamento, entre outras questões necessárias para liberar qualquer nova construção, acabam atrasando o desenvolvimento delas. Apesar disso, o prefeito garante que adquiriu expe-riências nesse primeiro ano, que serão úteis para o desenvolvimento de ações até o fim de seu mandato. “A partir de 2006 seremos mais práticos e aceleraremos vários processos iniciados neste ano”, garantiu.
Aguilar aponta a chuva como outro grande empecilho que a cidade teve durante 2005 para realizar ações, principalmente obras. Ele conta que 80% dos meses do ano foram chuvosos e isso atrapalhou a Prefeitura na manutenção de ruas, um grande problema para os munícipes. O prefeito disse que tem feito o possível para cumprir seus compromissos de campanha, priorizando a saúde e o social. Em entrevista ao Imprensa Livre, ele contou como foi sua atuação nos doze primeiros meses de administração.

Imprensa Livre - O senhor disse durante a campanha que a prioridade de sua administração seria a saúde. Como está esse setor após um ano de administração?

José Pereira de Aguilar - A saúde melhorou. Como nós tivemos a experiência das maiores necessidades da saúde, poderemos aplicar tudo isso em 2006. Hoje estamos atendendo pedidos de cirurgia de 2002, ou seja, tinha muita coisa parada nessa Secretaria.
Os pedidos emergenciais também são atendidos, mas precisamos colocar tudo isso em dia para poder melhorar a saúde. A construção do centro de especialidades está lenta, devido ao mau tempo. A empresa foi notificada e justificou isso para o atraso da obra. Contratamos mais médicos e dentistas e este ano nossa previsão é ampliar ainda mais o quadro desses profissionais.
No início do ano haverá um concurso para contratar 27 médicos. Queremos melhorar os exames também e a troca do convênio do PSF (Programa de Saúde da Família) para a Unifesp deverá melhorar o atendimento preventivo da cidade. Também investimos mais em carros, ambulâncias e a saúde bucal foi melhorada com atendimento nas escolas.

I.L. - O social foi outro setor apontado como prioridade para sua administração. Que tipo de melhoria essa Secretaria recebeu e de que maneira as pessoas carentes do município estão sendo beneficiadas?
J.P.A. - Para melhorar o atendimento do social, abrimos o Núcleo Integrado So-cial na Zona Sul da cidade, que ampliou o acesso das pessoas mais carentes a esse serviço oferecido pelo município. Essa região tem a maior demanda de pessoas carentes, que antes precisavam se deslocar até o centro para ter atendimento.

Com a abertura do núcleo isso foi descentralizado e principalmente os desempregados puderam ter mais oportunidades. Também foram criados cursos de geração de renda, que hoje atendem cerca de 300 pessoas. Acredito que, além da geração de renda, a auto-estima dessas pessoas melhora. Queremos expandir isso em 2006, criando novos núcleos. Nossa proposta é levar o mesmo programa para o Rio do Ouro, Morro do Algodão e Massaguaçu.

O atendimento aos moradores de rua foi outra ação voltada ao social que vem dando certo. A abertura da casa transitória visa o resgate da cidadania dos andarilhos, que estavam trazendo prejuízos morais e econômicos à cidade. Além disso, entre os moradores de rua havia bandidos infiltrados, colocando ainda mais em risco a segurança da população.

I.L. - A educação até o ano passado era apontada como um referencial para o Litoral Norte, principalmente devido à estrutura física que apresentava. Como está esse setor e o que foi realizado durante o ano voltado para o aprimoramento da educação no município?
J.P.A. - Esse ano não tivemos demanda que requeresse a construção de mais escolas. Apesar disso, fizemos alguns obras para adequar o atendimento ao número de estudantes. No Perequê Mirim, iremos construir uma nova escola pensando na demanda de 2007. No Morro do Algodão, foram construídas mais três salas de aula. No Getuba, construímos uma sala de aula e outra de informática. Onde houve aumento da demanda, respondemos com a ampliação do espaço físico. Também foram realizadas inúmeras capacitações com o intuito de melhorar a parte pedagógica.

Para o ensino fundamental, está ocorrendo a mudança de parceria, da Fundação Orsa, para a Mamulengo. A Orsa permaneceu durante cinco anos em Caraguatatuba e agora está deixando o posto para a nova entidade, que atua-rá a partir de janeiro no suporte aos educadores, para fazer correções e trazer inovações à cidade.

I.L. - Um dos aspectos que apresenta maior dificuldade é relacionado a Saneamento Básico e Infra-Estrutura. Como o senhor avalia esses setores e o que é possível esperar de melhorias em ambas as áreas?
J.P.A. - O saneamento básico é algo de responsabilidade do governo do Estado. Temos cobrado bastante a continuidade das obras e soubemos que isso não ocorreu ainda por uma briga judicial entre a Sabesp e a empresa que ganhou a licitação. Apesar disso, devemos incluir outros bairros quando as obras forem retomadas.

A pavimentação deve ser iniciada em algumas regiões, pois as licitações já foram feitas, assim como o cadastro de bairros que pretendem atuar com o PCM (Plano Comunitário de Melhorias). Estão na programação, para receber a pavimentação, 150 ruas de Caraguatatuba.

I.L. - O senhor foi o administrador que resolveu defender a construção do CDP (Centro de Detenção Provisória) e abrir as portas do município para isso. Como foi tomar essa decisão e quais os resultados que trará para a região?
J.P.A. - A construção do CDP já está em andamento. Tem equipes trabalhando no local. A situação carcerária na região é critica, pois havia problemas quando o presídio de Caraguatatuba funcionava e o mesmo ocorre agora em São Sebastião.

As cadeias estão super lotadas e acredito que com o CDP a situação melhore bastante, tanto na questão de espaço físico, quanto no atendimento aos presos. Acredito que essa minha decisão era algo que deveria fazer. Eu não poderia deixar aquela cadeia do Jardim Primavera funcionando, pois era muito mais fácil de ter acidentes do que no CDP, que proporciona mais segurança.

I.L. - Em relação ao secretariado, que até agora sofreu apenas uma alteração com a mudança na pasta da Saúde, o senhor prevê mais alguma reforma?
J.P.A. - O secretariado está dando certo e não pretendo mudar ninguém. Ao contrário, tenho que agradecer toda minha equipe, do secretário ao funcionário que faz a limpeza das ruas, pois são peças importantes na administração.

I.L. - O que os turistas e moradores podem esperar da temporada de verão 2005/2006?
J.P.A. - Teremos esse ano uma programação diferenciada. Os shows ocorrerão em ambiente coberto e em duas praças. A empresa Friends Eventos vai bancar todas as despesas e a Prefeitura ficará com a responsabilidade da Praça pequena, que oferecerá shows gratuitos. Teremos uma grande estrutura produzida por essa empresa, que cobrará apenas um taxa de entrada. Serão trinta dias de shows.

I.L. - Como foi trabalhar com o orçamento deixado pela administração anterior e como será atuar com o próprio orçamento em 2006?
J.P.A. - Esse ano não estavam previstas obras, então não foi possível atuar nessa área. Mas queremos fazer a duplicação da orla marítima na Zona Sul, construir o Mercado Municipal, o Centro de Referência da Melhor Idade, Praças Públicas, Pistas de Skate nos bairros, Iluminação das ruas até a divisa com São Sebas-tião, Campo de Futebol, entre outros.

A prioridade para 2006 será concluir o Centro de Especialidades, iniciar a obra da Escola da Praia das Palmeiras e continuar cobrando a ampliação do saneamento básico no município. Também queremos fazer o monitoramento eletrônico de Caraguatatuba, pois o intuito é abranger toda a cidade. Acredito que o conjunto de ações, como a limpeza de terrenos baldios, aumento do efetivo policial e melhoria da estrutura das sedes policiais, o término do CDP e a iluminação pública, podem resultar na melhoria da segurança da cidade.

I.L. - O senhor disse que pretende ficar apenas durante um mandato à frente da Prefeitura. Ainda mantém essa posição após um ano de administração?
J.P.A. - Estou preocupado com o presente. Quero gerenciar a cidade, fazer bastante e com eficiência. Tudo o que vai acontecer no futuro pertence a Deus e às pessoas de Caraguatatuba, que irão me avaliar. (Fonte: Imprensa Livre)

 
Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Projeto Navegar de Ilhabela espera renovação de contrato e forma sua 7a Turma

Ilhabela - O secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer de Ilhabela, José Roberto de Jesus, aguarda confirmação da renovação do contrato do governo federal com o município para a continuidade do Projeto Navegar, no bairro do Pequeá.
O Projet, desde o início de sua atividade, deu oportunidade para 840 crianças de Ilhabela terem contato com o mar.
A renovação do contrato tem que acontecer a cada cinco meses e é esperada para as próximas semanas, de forma a que as aulas possam reiniciar no mês de fevereiro.
Parte destes alunos tomou gosto pelo esporte e hoje representa a cidade em Campeonatos regionais, estaduais, nacionais e internacionais, como é o caso do velejador Ronyon Silva, que conquistou nesse ano o título de Campeão Brasileiro de Optimist, trazendo muitos títulos para Ilhabela.
Na segunda turma de 2005, 75 alunos foram formados na categoria de Vela e Canoagem, são eles: Rodrigo Siqueira de Sá, Renan Pinheiro Garcês,Thalita Karoline Strutz Silva, Welton Cavalcanti, Mauricio Fernandes, Ana Cristina Ribeiro, Urbano de Oliveira Ribeiro, Maira Rodrigues Diniz, Moara Mattos da Silva, Luis Felipe Garcês Silva, Vitória de Oliveira Leal, Darley Oliveira Penha, Renye Silva Oliveira, Mateus Frigolon da Silva, Julia Freire Cruz, Bruna Freire Cruz, Ana Luiza Martinez Rosmaninho, Diego Oliveira Demetrio Prado, Carlos Alberto Vieira Silva Junior, Talita Lucia Silva Santos, Ariane Rodrigues dos Santos, Lucas da Silva Souza, Murilo de Souza Costa, Oatrick Lucio dos Santos Gonçalves, Rafaela Isis de Oliveira Nascimento, Wilson Gomes de Moura, Kaique Leite da Silva, Mateus Silva de Jesus, Rafael Goulart César, Yuri Jéferson Lima de Oliveira, João Rafael Dias de Sá, Maiara dos Santos Lima, Renan Rodrigues dos Santos, Mateus Negrisoli Mascho, Dayane Isaias da Conceição, João Pedro da Silva, Gregory Vieira de Jesus, Larissa da Silva Simões, Luis Alberto de Andrade Junior, André Pereira Costa, Patrícia Silva Paim, Anderson Freitas Santos, Glauber de Oliveira Leal, Julia Carneiro Agostinelli, Jésio Cercio de Oliveira, Felipe Ariel Moraes Torres, Gabriel Natan Oliveira Nafalski, Acácio Pereira Jesus, Bruno Souza, Douglas Gabriel Santos Souza, Emerson Heitor Rodrigues, João Paulo Gonçalves, José Jonathan de Oliveira Vicente, Maura da Silva Tassone, Ricardo Maciel Deparis, Antonio de Souza San Silva Nascimento, Isamara de Souza Araújo, Geovane Mariano de Souza, Luan Nunes de Oliveira, Vitor Henrique Von Unger Stenemberg, Thomas Kerber Petrochineki, Pedro Bruno de Nóbrega, Pedro Garcia de Assunção, Gabriel Garcia dos Santos, Wanderson Almeida Azevedo, Rick Esles de Aguiar Pinho, Luis Molina Pinheiro Neto, Mateus do Amaral Batista, João Pedro Figueira dos Passos, Julia Ribeiro dos Santos Pessine, Pedro Florestan Leal P. Mattos, Maria Gabriela de Oliveira Nafalski, Alexandre Henrique Sobolewiske Michel, Ramon Vinícius Molina Pinheiro e Denis Roberto da Silva Tassone. (Fonte: Imprensa Livre)

Parque Municipal das Cachoeiras completa um ano de criação

Ilhabela - Dia 30 de dezembro de 2004, na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Ilhabela, o Prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira, assinou o Decreto Municipal nº 882/2004 que “Cria o Parque Municipal”.
O chamado Parque Municipal das Cachoeiras, com 80.962 m² (oitenta mil novecentos e sessenta e dois metros quadrados) é a 1ª Unidade Municipal de Conservação de Ilhabela, e vem se juntar ao Parque Estadual na luta pela preservação das remanescentes áreas de Mata Atlântica.
Os objetivos da criação do Parque Municipal das Cachoeiras são os de proteger e preservar amostras dos ecossistemas, assegurar a preservação dos seus recursos naturais, contribuir para a proteção de estruturas de interesse histórico-cultural existentes na área e proporcionar oportunidades controladas para uso público, para projetos de caráter social, de educação, de ecoturismo e de pesquisa científica.
O Parque Municipal das Cachoeiras possui cachoeiras; trilhas em meio a Mata Atlântica; diversas espécies de fauna e flora e abriga a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, situada no Galpão da Antiga Usina, onde pode-se visitar as instalações da usina responsável pela produção da energia que abastecia o município até o final da década de 70; o Aquário de Ilhabela, e o Viveiro Municipal Aroeira, responsável por diversas atividades como plantio nas praças, ruas e avenidas da cidade, em áreas degradas, nas escolas e creches do município.
No último ano o Parque Municipal das Cachoeiras recebeu centenas de visitantes, principalmente estudantes de Ilhabela e de outros municí-pios. Nas visitas previamente agendadas, os alunos puderam apreciar as trilhas, o museu, a visita ao Aquário, ao Viveiro, assistiram a filmes ambientais no auditório, através dos quais puderam conhecer um pouco mais da biodiversidade ilha-belense e da cultura caiçara.
O Parque Municipal das Cachoeiras começará a ser revitalizado em 2006, sendo que o primeiro passo será a reforma da estufa do Viveiro Municipal Aroeira e o passo seguinte será equipar as trilhas com infra-estrutura de apoio, com área para descanso, pontes e corrimãos, observatório de pássaros e placas de sinalização e informação.
“Pretendemos equipar o Parque Municipal das Cachoeiras, de modo que ele se torne, além de um centro de lazer, um centro para estudos científicos, através da implantação de acomodações para receber estudiosos interessados em nosso ecossistema, e também contará com um laboratório”, declarou o prefeito Manoel Marcos.
Neste dia 30 de dezembro de 2005, o Parque completará seu primeiro aniversário e a secretária do Meio Ambiente, Maria Inês Fazzini Biondi, convida a comunidade para participar dos festejos, com a equipe dos monitores da Secretaria desenvolvendo atividades lúdicas na semana de seu aniversário. (Fonte: Imprensa Livre)
 

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Lei que visa acabar com a fila nos bancos começa a vigorar na segunda
A lei que limita o tempo de espera na fila dos bancos em no máximo 15 minutos começa a vigorar na segunda-feira no município.

São Sebastião - Apartir de agora, as agências bancárias serão obrigadas a colocar bancos à disposição do usuário e adotar o sistema de senhas, que deverão ter o horário de entrada dos usuários nos bancos.
Por fim, está previsto que o infrator será penalizado por meio de advertência; multa de R$ 300 e suspensão do alvará de funcionamento após a quinta reincidência, quando o valor da multa passa a ser de R$ 564.
O vereador Marcelo Matos (PMDB), autor do projeto, afirma que estará fiscalizando as agências para saber se a lei vai ser cumprida. “Eu percebi que os bancos ainda não se adequaram à nova norma e podem ser multados”, avisa.
A lei que foi aprovada por unanimidade pelos vereadores é vista com desconfiança pelos moradores, que não acreditam que vá dar resultado. “O projeto de lei é bom, mas acho que não vai funcionar”, arrisca o inspetor de navio Cássio Eduardo Souza da Silva, de São Sebastião.
“Acho que o projeto é positivo, mas não sei se resolve”, concorda a comerciante Sônia Regina Serrano, de 44 anos.
A cidade de Ilhabela já tem uma lei municipal que dispõe sobre o tempo de atendimento ao público nas agências bancárias, sendo 20 minutos em dias normais e 30 minutos em véspera ou após os feriados.
Bancos - A Febraban — Federação Brasileira de Bancos, diz que a medida é ilegal. Segundo a associação, ela fere Lei 4.595, que dispõe que é competência do Conselho Monetário Nacional e do Banco Central o funcionamento das agências bancárias em todo o país.
Para a entidade, a lei também contraria dois princípios constitucionais: o da isonomia e o da razoabilidade. De acordo com a Federação, “seria necessário aplicar a mesma lei para todos os estabelecimentos comerciais como, por exemplo, supermercados, cinemas, casas noturnas e áreas de entretenimento”.(Fonte: Imprensa Livre)

Boiçucanga ganha nova sede para o 3º Pelotão da Polícia Militar

São Sebastião - Na terça-feira, dia 27, será entregue a nova sede do 3º Pelotão do 20º Batalhão da Polícia Militar do Estado de São Paulo, localizada em Boiçucanga, na Costa Sul do município.
Foram investidos cerca de R$ 200 mil na nova construção, que só foi possível concretizar depois da parceria entre a Prefeitura, Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) e comunidade.
O local agora tem sala de comando, sala e ante-sala de armas, sala dos soldados, sala da Polícia Feminina, sala de reuniões e banheiros, entre outros espaços. A obra, com aproximadamente 252 m² de área construída, recebeu também uma ajuda financeira do Grupo Pão de Açúcar, que doou para a obra a quantia de R$ 20 mil. O espaço vai abrigar cerca de 70 policiais na temporada e 40 fora dela.
Segundo a Secretaria das Subprefeituras (Sesub) o prédio anterior foi totalmente demolido. Além de fornecer materiais para a conclusão final da obra, a Sesub também deslocou os funcionários da Regional Costa Sul para se incumbirem da mão-de-obra.
A cerimônia de inauguração terá a presença de autoridades locais, além do comando da Polícia Militar do Litoral Norte e do Estado, com possibilidade da presença do secretário de Segurança Pública, Saulo de Castro Abreu Filho, e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que lançariam a Operação Verão 2005/2006. (Fonte: Imprensa Livre)
 

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Posto Ipiranga


Secretaria de Saúde realiza capacitação para manipuladores de alimentos

Ubatuba - A Secretaria Municipal de Saúde, através do Serviço de Saúde Coletiva, realizará, entre os dias 27 e 28 de dezembro, uma capacitação para manipuladores de alimentos, direcionado aos vendedores ambulantes com licenças novas. O curso acontecerá no auditório da Secretaria de Saúde, a partir das 19 horas. Todas as pessoas que adquiriram as novas licenças deverão passar pela capacitação.
O objetivo do curso é fazer com que os vendedores ambulantes adotem as práticas de higiene necessárias para produzir e comercializar alimentos seguros, evitando infecções e intoxicações alimentares durante a temporada.
Serão passadas noções sobre infecções alimentares, hábitos de higiene, desinfecção, armazenamento, descongelamento e formas de evitar a ocorrência de vetores, como ratos e baratas. O curso terá duração total de quatro horas e os participantes receberão certificado no final. Segundo a veterinária do Centro de Controle de Zoonoses, Cláudia Ferraz, “o curso é obrigatório, para bloquear pessoas que não tenham capacitação para manusear alimentos. Nós queremos diminuir ao máximo o risco de contaminações e infecções alimentares.”
A Secretaria de Saúde está localizada na Av. Rio Grande do Sul, nº 710, no Centro de Ubatuba. Os interessados deverão fazer as inscrições no local, ou através dos telefones (12) 3832-6810 e 3833-8580 – ramal 204, até o dia 23. (Fonte: PMU)

Curso de Especialização em Administração Pública da UNITAU-Ubatuba entra em recesso

Ubatuba - O curso de Administração Pública, primeira pós-graduação da Universidade de Taubaté - Campus Ubatuba, entrou em recesso no último dia 17. Os alunos aproveitaram a data para organizar uma confraternização.
A coordenadora-auxiliar dos cursos de pós-graduação de Ubatuba, Profª Msc. Quésia P. Kamimura, comentou sobre a importância do curso para a região: “Este é um importante espaço de capacitação, de debates e propostas, que contempla as peculiaridades da nossa região, contribuindo para a integração e o desenvolvimento dos municípios do Litoral Norte, nas áreas de Administração Pública, Turismo, Gestão Empresarial e Ambiental”.
A turma é formada por dois administradores de empresa de Caraguá, Carlos Costa e Tânia Soares, pelo engenheiro Marcos Guimarães, de São Paulo, e por doze profissionais de Ubatuba: Artur D’Ângelo, Rodney Stuart e Júlio Bono (policiais rodoviários federais), Cássia Barhouch (nutricionista), Denise Fonseca (jornalista), Eliane Mequelino (enfermeira), Luciana Spíndola (bacharel em Direito), Mara Franhani, Mariana Sdorroche e Sandra Ferreira (contadoras), Marco Albino (engenheiro) e Ricardo Cortes (médico e vereador).
Eles já cursaram seis dos doze módulos programados e, além de especialistas em Administração Pública, todos estarão habilitados para lecionar em nível superior após a conclusão do curso.
As aulas recomeçarão em 28 de janeiro.
Novos cursos
O coordenador-auxiliar, Profº Msc. André Guimarães, informou que a UNITAU oferece os seguintes cursos para o campus Ubatuba, em 2006: Administração, com habilitação em Hotelaria e Turismo, Pedagogia e Educação Física. E na pós-graduação: Administração Pública, MBA – Gestão de Turismo e Serviços, MBA – Gestão Empresarial e Negócios e MBA – Gestão Ambiental”.
As inscrições já estão abertas. Mais informações pelo telefone (12) 3832-2460 e 3833-1750. (Fonte: UNITAU)



SEMANA DE 23/12 A 29/12/2005

CINE PORTO (Ubatuba)
fone :3833-2066 ( 012)

"KING KONG"
ÁS 14:00 HS - 17:30 HS - 21:00 HS
Nos dias 24 e 31/12 não exibiremos o filme da sessão das 21:00 hs.
Dias 25/12 e 1/1 iniciaremos as sessões ás 17:30 hs.

CINE PASSEIO (Ubatuba)
fone : 3832-2843 ( 012 )

"AS CRÔNICAS DE NÁRNIA : O Leão , A Feiticeira e o Guarda - Roupa"
ÁS 14:00 HS - 16:30 HS - E 19:00 HS.

"HARRY POTTER E O CÁLICE DE FOGO"

ÁS 21:30 HS .
Nos dias 24 e 31/12 não exibiremos o filme da sessão das 21:30 hs.
Dias 25/12 e 1/1 iniciaremos as sessôes ás 16:30 hs.

cineporto@hotmail.com

 
Ação Litoral
 
Opinião Topo

Para debaixo do tapete
(Meus textos sempre pretendem todo respeito às pessoas e, suas respectivas opiniões).

Se houvessem justificativas plausíveis para a existência da "feirinha ripe", esta existência e justificativa, deveria beneficiar a todos os munícipes e, cidadãos, em igualdade de condições e, não somente àqueles "escolhidos" (não sei por quem) que lá estão. Os privilégios do comércio informal (longe das regras, da legalidade e, das garras afiadas da legislação tributária) devem ser estendidos, de imediato, ao comércio formal. Porque não? A comercialização de produtos industrializados é regido por legislação específica (os de origem e, produção duvidosa, por legislação Federal) e, nos termos que o comercio "informal" se propõe, exercido por pessoas físicas, sem notas fiscais de origem ou, de emissão de nota fiscal de venda, não atende estes preceitos e, como tal, esta atividade não deveria ser tolerada, muito menos incentivada pelo poder público. Por óbvio (tenho que lembrar esta obviedade), representantes do poder público não podem exercer atividades comerciais "informais" (por serem ilegais). Fazer vista grossa, varrer para debaixo do tapete ou para debaixo da cobertura, não resolverá, (mais) este problema, que se avoluma, a cada temporada. Ubatuba esta se assemelhando ao "boi de piranha". Cada "piranha" que aparece, só quer tirar mais um pedacinho (para fazer churrasquinho) (na próxima esquina). Enquanto isso o erário, sentindo falta dos recursos de seus contribuintes formais, os executará, sem piedade, em praça, digo em hasta pública! São quase 10.000 os contribuintes regulares que, quem sabe pelo exemplo, ou pela "moda" das informalidades; ou pelas dificuldades criadas pela concorrência; pelos custos, de se manterem na formalidade, tornaram-se inadimplentes. Pobres contribuintes pobres não isentos ou, não imunes a tributação. Estamos indo na contra~mão do desenvolvimento do turismo e, ao contrário da criação de incentivos e, de se proporcionar facilidades à implantação de empreendimentos turísticos, afugentamos e expulsamos investidores do setor, promovendo e, aceitando até, instalações de camelódromos de frente para o mar! Queimamos o que temos de melhor! Assistir a permissividade, tendenciosa, da ocupação desastrosa de espaços nobres, de belezas cênicas incomparáveis, é ver a natureza agonizar, é jogar no lixo, este verdadeiro presente do Criador. Legislação Ambiental? Áreas de Preservação? Áreas de Parques? Gerenciamento Costeiro? Congelamentos? Alguém (sério) me diga o que se pretende preservar por aqui? No que pretendemos transformar esta paisagem que é nosso único "Ganha Pão" ? Os problemas são muito e, as soluções, passam pela nossa sempre relegada vocação. O turismo, como atividade econômica, gera empregos perenes; provoca a criatividade das artes, do artesanato; proporciona inúmeras alternativas produtivas e econômicas, de micro e pequeno porte, alternativas que trazem renda, preservam a identidade cultural, a história; são legais, justas, gratificantes e, satisfatórias para todos os cidadãos e, suas respectivas famílias, sem serem predatórias para o erário, para o comércio regular e, para a própria atividade turística. O nosso secretário de turismo poderia tecer, pelos seus conhecimentos, não um, mas uma centena de exemplos, destes projetos, bem sucedidos, que foram implantados e financiados em comunidades de inúmeras cidades do Brasil e, do mundo. Seria excelente ouvir sua opinião pois, suas palavras podem trazer alento e, esperança! Quem sabe? Quanto aos turistas, é como uma pescaria: de acordo com a "isca é o bicho que vem" . O que estamos mostrando, oferecendo ou proporcionando aos nossos visitantes? O que estamos varrendo para debaixo do tapete? Não quero somar fatos que provoquem aquela sensação desagradável de desesperança, própria de momentos de reflexão, quando a crença vai saindo por uma porta e, a tristeza de mão dada com o descrédito, vão entrando pela outra. O tempo é implacável. Para sonhar e acreditar em um futuro melhor para os filhos desta terra, este, não é o caminho. Por outro lado, posso estar, redondamente enganado, equivocado em minhas observações; posso ser um cego, daqueles teimosos, que não querem ver; um falastrão inconseqüente; um maníaco da natureza, ou, do teclado?

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

Poesia Topo

Feliz Natal
Não adianta procurar
No shopping center
Que lá ele não pode entrar
Não adianta fazer a ceia
Em restaurante nobre
Que ele está passando fome
Em algum casebre
Não adianta buscar
Entre as majestades
Que seus preferidos
São os quixotes dos arrabaldes
Assim perceberam
São Francisco de Assis
Santa Teresa de Calcutá
E São Betinho do Rio
O santo do Brasil
E irmão do Henfil.



Feliz Natal II
Seu berço
Um monte de palha
Sua lâmpada
Uma estrela
Sua canção de ninar
A voz dos anjos
Seu teto
Uma manjedoura
Seu colo
Os braços de Nossa Senhora
Suas testemunhas
Baltazar, Belquior e Gaspar
Sua missão
Inquietar para nos salvar.

Félix Cabral
Ubatuba, SP

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Anchieta - "Mais uma boa razão para estar em Ubatuba". Com este simpático slogan, a rua, ganhou mais um ícone! Anchieta. Cultura, lazer, gastronomia, ponto de encontro de amigos, equipamento turístico, um cartão de visita. O local é muito agradável! Quem foi, quer levar a família e os amigos. O nome foi uma feliz escolha e, tem tudo a ver, com o que queremos para a vocação turística da nossa cidade. Os detalhes partem de critérios funcionais e, arquitetônicos de extremo bom gosto e leveza. Pode-se observar a mão e, os olhos, dos proprietários em cada centímetro do espaço. Os vinte funcionários, devidamente treinados e, preparados, completam a ancoragem deste maravilhoso empreendimento. Ubatuba agradece a confiança, o investimento e, os bons empregos criados por este empreendimento. Ao desconhecido e, muito bem vindo empresário, parabéns!

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

África - Olá, gostaria de enviar-lhes uma foto do amanhecer em Maputo, Moçambique, na áfrica, local onde moro.Se puderem publicar, agradeço.

Leio o jornal via internet, pois morava ai em Ubatuba. Aprecio muito as fotos de uba's, ja que nao posso freqüentar as praias, ao menos posso ver as fotos que por sinal são muito bonitas e as praias, nem se fale, né!!!!!!
Segue anexo a foto do amanhecer daqui de Maputo.
Atenciosamente,

Monique, Anderson e Ana Beatriz
PS - o nome da foto é amanhecer em Maputo/MZ/Africa

"Lembra-te do Teu Criador nos dias da tua mocidade antes que venham os maus dias e chegem os anos nos quais dirás: não tenho neles prazer."
Eclesiastes 12:01

O poema de Camões:

"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer!"

A análise do poema feita por uma aluna prevestibulanda:

"Ah! Camões,
Se vivesses hoje em dia, tomavas uns anti-piréticos
Uns quantos analgésicos
E Xanax ou Prozac para a depressão
Compravas um computador
Consultavas a internet
E descobririas
Que essas dores que sentias
Esses calores que te abrasavam
Essas mudanças de humor repentinas
Esses desatinos sem nexo
Não eram feridas de amor
Mas somente falta de sexo!"

"Coisas da web"


Espaços públicos! (Contribuição meramente informativa) - Estamos assistindo, lendo e, ouvindo, um debate de uso de espaço público e, nos termos que se propõe, ele é inócuo. Sem efeito legal e assim, inconclusivo. As áreas públicas que foram distribuídas (ou cedidas) ao longo dos anos, pela prefeitura, pelos prefeitos e, por vereadores (e dadas para uso comercial) creio que, até mesmo com as maiores das boas intenções, para pessoas que ("eles") achavam, digamos necessitadas, merecedoras, dignas, desempregadas,carentes, e, porque não, e até, amigas, nunca deixaram, e, jamais (nestes termos) deixarão de ser, públicas. O que todos (" eles"), Prefeitura, prefeitos e, vereadores, esqueceram-se, imaginem, um lapso de memória, é que as respectivas áreas que cediam ou cederam, não eram deles. Simples! Isso mesmo! Só se pode dar ou se pode ceder, a título gratuito, o que é seu. O que lhe pertence. Não se pode e, ninguém pode, de forma alguma, dar ou ceder ao uso , por qualquer tempo, mesmo licenciar (para uso comercial) a título gratuito, áreas públicas, sem que haja PROCESSO LICITATÓRIO. Todas as áreas públicas em questão, pertencem ao público, a todas as pessoas, não só aos ubatubanos e, ubatubenses mas, a todos os brasileiros. Todos tem os mesmos direitos de uso, em igualdade de condições, sobre todas estas áreas (públicas). Qualquer ação ou cessão destas áreas fora deste parâmetro (sem licitação) para uso comercial, mesmo com todas as mais longas e inexplicávies explicações, simplesmente, não tem amparo legal. Assim sendo, correm, no Estado de Direito a margem da lei Maior. A lei Maior, que sustenta esse direito (de que o que é público, é de todos) é Federal e, por óbvio ( e, para esclarecimento de quem não sabe) não pode ser modificada, cancelada ou alterada por legislação Municipal (nem mesmo Estadual). Quando isso acontece, como acontece em alguns municípios, onde vereadores, desconhecendo, ou mesmo querendo, legislam sobre a legislação Federal, sua ação ou sua "lei" é absolutamente sem nenhuma validade. Não tem efeito legal, vale tanto quanto um papel em branco ou, uma nota novinha de R$ 200,00 Reais. Para que não haja dúvidas, abaixo, uma cópia explicativa, retirada de um dicionário, do que quer dizer público. Por óbvio, fica claro, que: nem mesmo o uso continuado (por qualquer tempo) do que é público, gera, ou pode gerar, qualquer direito a quem, mesmo que ache que justamente detém, ou usa, a qualquer título, um bem, ou uma área pública. Todo o resto e, qualquer discussão que contemple o contrário, é perda de tempo e, de fosfato. A permanência do uso particular ,do que é público, é questão apenas, de "excessos" do poder, de tempo e, de mera tolerância, não só de quem injustamente cedeu e, sim e, também, do público em geral (seu verdadeiro proprietário). Até mesmo o andarilho, que usa (e, abusa) do banco e, da praça , sabe que nem o banco (no qual, até dorme), nem a praça em que "vive" (como, se sua fosse) é só dele. Todas as praças são um centro de convivência pública e, como tal, sem privilégios de uso. (Os fundamentos deste texto foram baseados em um pequeno dicionário e, na (nossa) Constituição Federal)

Diz o dicionário: público
adjetivo
1 relativo ou pertencente a um povo, a uma coletividade
2 relativo ou pertencente ao governo de um país, estado, cidade, cidadãos etc.
Ex.: <poder p.> <funcionário p.>
3 que pertence a todos; comum
Obs.: p.opos. a privado
Ex.: lugar p.
4 que é aberto a quaisquer pessoas

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

CMD - Caros Companheiros e cidadãos de Ubatuba. Muitos são os projetos que a administração pública tenta colocar em prática e não consegue ou sofre reveses. Vários são os fatores que dificultam estas implantações.
Nós do CEAU - Coletivo das Entidades Ambientalistas de Ubatuba, acreditamos que um dos fatores é a falta de participação popular nas decisões de governo.
Acreditamos que a participação se dá de maneira mais eficaz através dos conselhos municipais pois neles temos um amplo espectro do perfil da sociedade civil organizada de nosso município.
Já estamos completando um ano de mandato desta administração e os Conselhos de: Desenvolvimento, Meio Ambiente e Turismo, que são os que mais podem auxiliar a administração nos rumos do desenvolvimento sustentado, ainda não saíram do papel.
Projetos e situações constrangedoras como a implantação da ciclovia no centro, a cobertura da feira 'ripe', a situação irregular dos quiosques, entre outros, são alguns exemplos do que deveria passar obrigatoriamente por uma discussão ampla com a sociedade e de forma institucionalizada, através do Conselho Municipal de Desenvolvimento - CMD como preconiza a Lei Orgânica Municipal e a Lei do Plano Diretor.
Novamente, estamos vindo a público cobrar a instalação do CMD, conforme oficio em anexo, protocolado junto a Prefeitura e Câmara Municipal.
Esperamos que em 2006 esta situação se modifique e que 'governo participativo' não seja apenas promessa de campanha!
Boas Festas

Beto Francine
Conselheiro do CONSEMA e do CMD
Ubatuba, SP
 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Ubatuba

Saco da Ribeira - Emilio Campi

Saco da Ribeira
©Emilio Campi

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Atualização: Juliano Gregori

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor