Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sextaa-feira, 06 de Janeiro de 2006 - Nº 1437 Edições Anteriores

Ubatudo Pousada das Cachoeiras Jornal Agito

Região
Sobe para 14 número de praias poluídas
PM prende 87 em blitze no litoral
Crianças vão ver o mar pela 1ª vez


Caraguatatuba
“DiverCidade” tem atrações gratuitas para toda a família, em Caraguá
Verão Limpo nas praias de Caraguá
Holofotes voltados para a praia do Centro são instalados em Caraguá
MP cobra rigor contra som alto em Caraguá
Na Martin, só pode quem consumir
Prefeitura planeja obra este ano
Jardim Jaqueira pede asfalto e rede coletora de esgoto

Ilhabela
-


São Sebastião
PF amplia efetivo e serviços
Cebimar vai receber visitas monitoradas
Servidores fazem abaixo-assinado pedindo mudança de horário da votação do Estatuto
Emenda que permite reeleição divide vereadores de São Sebastião
Vereador diz que obra do DER não é de boa qualidade
Risco no trabalho em São Sebastião
Maresias: fiscalização municipal é impedida de vistoriar área
Mutirão de limpeza retira cerca de 500 quilos de lixo da Praia Brava


Ubatuba
“Estação Elektro” estará em Ubatuba neste mês
Ubatuba amplia atendimento ao turista
Ubatuba amplia oferta de cursos para geração de renda
Ubatuba pode ter dois times na final da 1ª Taça Cidade São Sebastião de Futebol de Areia
Renovação e novas matrículas para escolinhas de esportes será em fevereiro
Justiça proíbe mesa e cadeira na praia


Seções
Artigo
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Sobe para 14 número de praias poluídas

Litoral Norte - O número de praias impróprias para o banho de mar aumentou no Litoral Norte, de acordo com o boletim de balneabilidade divulgado ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). O total de pontos poluídos na região passou de 12 para 14, além de 1 rio, também monitorado.
Segundo a Cetesb, o número de praias poluídas em Caraguá passou de duas para três --Centro, Indaiá e Palmeiras.
Em Ubatuba, o total também aumentou, de quatro para cinco --estão impróprias Itaguá, Santa Rita, Lázaro, Perequê-Mirim e Enseada. A Cetesb constatou ainda que o rio Itamambuca permanece poluído por esgoto.
Em São Sebastião, estão sujas as praias Porto Grande e Pontal da Cruz. Em Ilhabela, as praias inadequadas para banho são Siriúba, Pinto, Saco da Capela e Itaguaçu.
COLETAS - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos (PTB), disse que a prefeitura poderá realizar análise das águas das praias para conferir as pesquisas feitas pela Cetesb. "Acho estranho o fato da poluição aumentar apenas nas praias da ilha", afirmou.
Esta semana, a Cetesb intensificou as coletas em nove praias do Litoral Norte, somente durante o verão, com divulgação de boletins aos domingos, terças e quintas-feiras. (Fonte: ValeParaibano)

PM prende 87 em blitze no litoral

Litoral Norte - Oitenta e sete pessoas foram presas em flagrante durante a primeira semana da Operação Verão de 2006, realizada no Litoral paulista. Além das prisões em flagrante, três pessoas foram recapturadas e 32 menores sindicados.
O levantamento foi divulgado ontem pela Secretaria de Estado da Segurança Pública. Os dados, da Polícia Militar, incluem ocorrências registradas no Litoral Sul e Norte de São Paulo.
Até segunda-feira, foram registrados 3.365 ocorrências, atendidos 28.686 telefonemas e mais de 1.800 boletins de ocorrência foram lavrados.
Foram registrados 17 homicídios, sete casos de extorsão, 14 ocorrências de tráfico, 73 furtos e 142 roubos.
Também foram recuperados 49 veículos, apreendidos 205 carros, 15 armas de fogo, 1,5 quilo de maconha, cerca de meio quilo de crack e 270 gramas de cocaína. Iniciada no dia 26 de dezembro, a operação será encerrada no dia 31 de janeiro. (Fonte: ValeParaibano)

Crianças vão ver o mar pela 1ª vez

Litoral Norte - A partir da próxima segunda-feira, as cidades do Litoral Norte receberão 1.840 crianças paulistas de 9 a 11 anos de idade que verão o mar pela primeira vez.
Elas estudam em escolas públicas de 41 municípios do interior do Estado e terão a oportunidade de ver e nadar no mar durante passeios que durarão cinco dias (de segunda a sexta), entre 9 e 27 de janeiro.
Os alunos fazem parte da edição de 2006 do programa 'Caravanas do Conhecimento - Interior na Praia', promovido pelo governo do Estado e organizado pelo Cepam (Fundação Prefeito Faria Lima).
Criado na década de 80, o programa visa criar contato entre culturas litorâneas e crianças que ainda não conhecem o mar, usando o conceito de "aprender brincando".
Ao todo, participam do projeto neste ano 8.680 crianças de 177 cidades do interior de São Paulo, que irão visitar praias nos 16 municípios do litoral paulista.
PASSEIO - Cada delegação partirá da cidade interiorana em ônibus com 40 alunos (20 meninos e 20 meninas), mais quatro monitores, um policial militar ou guarda municipal e motorista.
O grupo será hospedado em escolas públicas nas respectivas cidades litorâneas e terá alimentação e programação de passeios garantidos durante a estadia.
Os destinos das 217 delegações serão os municípios de Caraguatatuba, Ilhabela, Ubatuba e São Sebastião, no Litoral Norte, e Bertioga, Cananéia, Cubatão, Guarujá, Iguape, Ilha Comprida, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente, no Litoral Sul.
"As crianças conseguem absorver muita coisa das culturas caiçaras, além de conhecer o mar e toda sua imensidão. Nas aulas, depois do passeio, elas são incentivadas a escrever e desenhar sobre o que puderam ver na praia", afirmou Alessandra Mafra, monitora de atividades culturais da Prefeitura de Queluz, cujos alunos visitarão Ubatuba entre 16 e 20 de janeiro.
VALE - Outros três municípios da região visitarão cidades do Litoral Sul, caso de Natividade da Serra (Bertioga, de 23 a 27) e Lagoinha e São Luís do Paraitinga (Cananéia, de 16 a 20). Já os alunos de Silveiras conhecerão o mar em Caraguá, de 9 a 13 de janeiro.
"Estou contando os dias para conhecer a praia. A primeira coisa que vou fazer é ver se a água é salgada de verdade", disse Luis Felipe Norberto da Silva, 10 anos, de Queluz, que promete trazer conchinhas de lembrança para o irmão de 2 meses.
A mãe e dona-de-casa Marta Antonia Raimundo, 45 anos, confirma a ansiedade do filho. "Ele está tão entusiasmado que já deixou a mochila arrumada para a viagem."
CUSTO - Segundo o Cepam, os custos do programa são pagos através de parceria entre o governo estadual e as prefeituras. O valor não foi divulgado.
Serão utilizados 26 prédios escolares para alojamento das delegações. Estão programadas cinco refeições por dia, passeios a praias e pontos turísticos e atividades de lazer.
"Minha filha não vê a hora de chegar o dia do passeio, mas eu estou um pouco receosa por causa da chuva. Se o tempo melhorar, eu deixo ela ir", disse Leonice Vilela, 33 anos, mãe da estudante Aline Vilela, 10 anos, de Queluz. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba


“DiverCidade” tem atrações gratuitas para toda a família, em Caraguá
O projeto “DiverCidade”, da Secretaria Municipal de Turismo, acontece de 5 a 28 de janeiro, na Praça Ton Ferreira, com várias bandas musicais, brincadeiras e apresentações culturais.

Caraguatatuba - O projeto DiverCidade, da Secretaria Municipal de Turismo de Caraguá, teve início nesta quinta-feira, dia 5 de janeiro, oferecendo diversão e entretenimento para todas as idades, na praça Ton Ferreira, sempre das 17h às 23h.
Crianças de todas as idades terão muita diversão na tenda do projeto “AnimAção”, que terá oficinas de recreação comandadas por alunos do Ceprolin e UNIMÓDULO, todos treinados por profissionais e técnicos em recreação.
Nesta Quinta feira, dia 5, a partir das 19h, o agito começa com o Caraguá Summer Fest, fazendo a festa com a banda R2, Liga Sonora e DJ AXL Rodriguez e no dia 6, sexta-feira , no mesmo horário, banda R2 e dj DODO da Jovem Pan FM se apresentam.
Programação “DiverCidade”:
Dia 7, sábado, das 17 ás 23h, teatro e clip musical.
Dia 8, domingo, campanha evangelística, teatro e apresentação de dança do ventre, a partir das 17h.
Dia 9, segunda-feira, todos poderão curtir o show do Bruno Carvalho, cinema e clip musical, a partir das 17h.
Dia 10, terça-feira, das 17 às 23h, apresentações de dança e show do Ney Gonçalo e Rouxinol.
Dia 11, apresentação de cinema no telão, por volta das 18h; programação NET, às 20h; Quinteto Instrumental Mute, às 21h; e Clip Musical, às 23h.
Dia 12, quinta-feira, estão previstos programação NET, às 17h; dança, das 19 às 21h30; e clip musical, às 23h.
Dia 13, sexta, a programação oferece NET, às 17h; teatro, das 18 às 21h; e Clip Musical, às 23h. Um dos destaques das apresentações teatrais neste dia será o grupo Kambaluck.
No sábado, dia 14, a programação começa com coral, às 18h; teatro, das 20 às 22 horas; e clip musical às 23h.
No domingo, dia 15, haverá teatro infantil com bonecos, às 18h; Peça teatral “Tudo por um fio”, às 20h; apresentação de dança do ventre, às 21h; e clip musical, às 23h.
Na segunda-feira, dia 16, terá cinema, às 18h; programação NET, às 20h; Quinteto Instrumental Mute, às 21h; e clip musical, às 23h.
Na terça-feira, dia 17: Cinema às 17h; Bingo do Fundo Social em prol da Associação de Combate ao Câncer, às 18h; show com Giba Reis e Praianinha, às 21h; e clip musical, às 23h.
Quarta-feira, dia 18, o público novamente poderá assistir a filme no telão, às 18h; programação NET, às 20h; show com Quinteto Litoral Band, às 21h; e clip musical, às 23h.
Na quinta, dia 19, a programação NET começa às 17h; o teatro às 19h; dança do ventre, às 20h; dança de rua com alunos da Fundaci, das 21 às 22h; e clip musical às 23h.
Na sexta-feira, dia 20, programação NET às 17h; Musica Ação, às 19h; dança na praia com os alunos da Fundacc, às 20h; apresentação de teatro, às 21h e Clip musical às 23h.
No sábado, dia 21, o Clube de motociclistas Tamoios BR – 99, com o apoio do Turismo, organizou os shows das bandas : Na Contramão, Baranga, Black’s lakes, The Forest e Flitch, das 17h às 23h .
No Domingo, dia 22, a programação fica por conta do Clube de motociclistas Tamoios BR – 99.
Dia 23, segunda-feira, ás 18h - cinema; 21h - show de MPB , com a banda Petcho e clip musical.
Dia 24, terça-feira, atividades do Fundo Social para a “ MelhorIdade”; Orquestra de Violeiros, ás 19h; show com o “ Demônios da Garoa”, às 21h e clip musical a partir da 23h.
Dia 25, quarta-feira, terá a programação da NET, às 17h e às 20h; cinema às 18h; show da banda “ Socando a Vara” e clip musical às 23h.
Dia 26, quinta-feira, programação da NET, às 17h; apresentação de teatro “ Tudo por um Fio”, às 19h; Grupo da Fundacc “Canto na Quinta”, às 20h; apresentações de dança de rua da Fundacc, ás 21h e dança do ventre da Fundaci, às22h; clip musical, às 23h.
Na sexta-feira, dia 27, programação da NET, às 17h e às 20h30; show com banda da Igreja Católica, às 19h; apresentação da Fundacc “ Dança na Praia” , às 20h e clip musical, ás 23h.
No Sábado, dia 28, programação da NET, às 17h; teatro do grupo Kambaluk, às 20h; apresentação da Orquestra Popular de Ilha Bela, às 22h, da Fundação Cultural de Ilha Bela (Fundacci), e clip musical a partir das 23h.
Caraguá, diversão é aqui ! (Fonte: PMC)

Verão Limpo nas praias de Caraguá
Oficina de reciclagem, teatro de bonecos, brincadeiras de quintal, João Ecológico, jogos e muitas outras atividades estão na programação.

Caraguatatuba - O Programa Verão Limpo, da Cetesb e Secretaria de Estado do Meio Ambiente, lançado no dia 6 de janeiro em Santos, estará em Caraguá nos dias 10, 11 e 12 de janeiro na Praia do Aruan.
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Caraguá, em parceria com as secretarias de Saúde, Educação, e diversas Ong´s da cidade irão apoiar o evento, levando educação ambiental e conscientização à turistas e moradores.
O evento vai acontecer no mesmo formato do ano passado, com tenda que possui dois espaços para muitas atividades recreativas, sempre com o objetivo de educação ambiental. De acordo com o cronograma do Governo de Estado de Meio Ambiente, serão oferecidas oficinas de reciclagem, teatro de bonecos, brincadeiras de quintal e jogos para crianças e adultos.
Serão duas programações diferentes durante os 3 dias de evento, que poderá estar sujeita à alterações:
Programação 1
11 às 12h – oficina de reciclagem Tetra Pack
12 às 13h – teatro de bonecos
13 às 14h – oficina de reciclagem com aplicação de Quilling
14 às 15h – brincadeiras de quintal
15 às 18h – João Ecológico
16 às 17h – Jogos Caminho do Mar
17 às 18h – teatro de bonecos
Programação 2
10h às 11h30 – pirata
11 às 12h30 – intervalo com equipe da FAZESP
12h30 às 13h30 – festival das cores (pintando e aprendendo)
13h30 às 14h30 – dobradura com colagem
14h30 às 15h30 – jogos – encontrando um amigo
15h30 às 16h30 – horário para apresentação
16h30 às 17h30 – encerramento com equipe FAZESP.
(Fonte: PMC)

Holofotes voltados para a praia do Centro são instalados em Caraguá
A iluminação tem como objetivo aumentar a segurança e possibilitar a utilização da praia no período noturno

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguá, por meio da Secretaria de Obras Públicas, iniciou a instalação de holofotes na Av. Dr. Arthur Costa Filho, direcionados para a praia do Centro.
O espaço onde estão sendo colocados os holofotes é muito utilizado durante a noite, principalmente para a prática esportiva, pois existem campos de futebol ao lado dos quiosques.
“Agora os moradores, turistas e veranistas, poderão utilizar a praia no período noturno com mais segurança”, ressalta o secretário de obras, Raul Pesci Júnior.
Além disso, serão instalados quatro postes entre a Praça de Eventos e a Praça Ton Ferreira (pista de skate), local onde se reúnem várias pessoas à noite, que terão quatro holofotes cada.
Serão instalados mais 15 holofotes entre a ponte do Rio Santo Antônio e a Praça Ton Ferreira, para iluminar os campos de futebol e a praia.
Após a conclusão do serviço, que tem previsão para terminar durante a segunda quinzena de janeiro, os postes, que hoje têm dois holofotes, deverão ter três. (Fonte: PMC)

Fundacc está recebendo projetos para Oficinas Culturais até 20 de janeiro
A FUNDACC está recebendo projetos culturais para todas as áreas, até o dia 20 de janeiro. Os executores poderão apresentar suas propostas de trabalho em áreas como Artes Plásticas, Música, Dança, Artes Cênicas, Fotografia, entre outros.

Caraguatatuba - A FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba está recebendo projetos culturais até o dia 20 de janeiro. Os interessados poderão entregar propostas de trabalho para atuação em oficinas culturais em todos os bairros de Caraguatatuba, nas áreas de Artes Plásticas, Dança, Música, Artes Cênicas, Fotografia, Cinema e Vídeo, Literatura, Folclore e Artesanato.
O edital sobre a apresentação dos projetos foi publicado em 12 de dezembro de 2005, e as inscrições tiveram início no dia 20 de dezembro.
Conforme o documento, os trabalhos apresentados serão avaliados por uma comissão interna, e conforme a compatibilidade e relevância com a comunidade serão aceitos e levados à população.
De acordo com a diretoria da FUNDACC, entre os itens a serem avaliados nos projetos estão a qualidade da proposta, a adequação ao tempo de duração do curso e o espaço utilizado, detalhamento e coerência da proposta, currículo do proponente, tempo de experiência na área cultural pretendida, entre outros.
Os trabalhos podem ser levados à secretaria da Fundação, na rua Santa Cruz, nº 396, no Centro de Caraguá. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.fundacc.com.br, ou pelos telefones (12) 3883-3727 e 3883-3737. Participe. (Fonte: PMC)

MP cobra rigor contra som alto em Caraguá

Caraguatatuba - Promotoria recebe reclamações contra motoristas que excedem limite de 45 decibéis; ação prevê multa e apreensão do carro
Caraguatatuba
O MP (Ministério Público) de Caraguatatuba cobrou ontem da prefeitura e da Polícia Militar uma maior fiscalização contra o som alto de veículos estacionados na orla da cidade.
Segundo o promotor Gustavo Albano Dias da Silva, o MP tem recebido inúmeras reclamações de moradores e veranistas contra o barulho promovido pelas caixas de som instaladas nos veículos.
A maioria das reclamações partiu de moradores que residem nas avenidas Arthur Costa Filho e Geraldo Nogueira da Silva, na orla central. Nestes locais, centenas de jovens se reúnem à noite para dançar funk e axé.
O promotor disse que a prefeitura, por meio da Ditran (Divisão de Trânsito), e a PM vão atuar juntas na fiscalização.
Segundo ele, a fiscalização vai exigir dos proprietários dos veículos o cumprimento do Código de Posturas Municipal, que proíbe propagação de som acima de 45 decibéis.
Silva afirmou que os proprietários dos veículos, cujas caixas de som excederem o limite permitido, serão multados em R$ 300 pela prefeitura. Em caso de desobediência, os proprietários terão seus carros apreendidos pela PM.
DENÚNCIA - Silva afirmou ainda que os infratores também serão denunciados por desrespeito ao sossego público. Ficou acertado no encontro ocorrido ontem no Fórum que todas as pessoas que se sentirem prejudicadas por excesso no volume de som podem fazer suas reclamações pelo telefone 190. (Fonte: ValeParaibano)

Na Martin, só pode quem consumir

Caraguatatuba - Os proprietários de quiosques na praia Martin de Sá, em Caraguatatuba, estão restringindo o uso de suas mesas e cadeiras, instaladas na faixa de areia, apenas para aqueles que vão consumir em seus estabelecimentos.
Faixas e cartazes afixados nos quiosques comunicam aos banhistas que é proibido utilizar seus equipamentos para o consumo de bebidas e alimentos que não sejam fornecidos pelos estabelecimentos.
O aviso aos banhistas foi constatado nos quiosques Ponto 8 e Canto Bravo. A praia Martin de Sá, considerada a mais frequentada da cidade, recebe cerca de 15 mil banhistas por dia nesta época do ano e possui 12 quiosques.
O turista Ronaldo Luiz Correia, de Poços de Caldas (MG), disse que não concorda com a medida. "As mesas e cadeiras estão na areia da praia, considerada por lei um espaço público, de uso comum de todos, por isso os proprietários não podem fazer qualquer tipo de exigência quanto ao uso dos equipamentos", disse.
Correia afirmou ainda que a prefeitura deveria inclusive limitar a quantidade de mesas e cadeiras colocadas na areia da praia.
OUTRO LADO - O proprietário do quiosque Canto Bravo, Ari Carlos Barbosa, disse que o aviso serve apenas para explicar aos banhistas que os equipamentos são prioritariamente destinados aos clientes consumidores.
"Tem gente que vem com isopor, ocupa mesas e cadeiras e nada gasta em nosso estabelecimento. Você já viu alguém ir a um restaurante levando um isopor cheio de bebidas?", afirmou.
O proprietário do quiosque Ponto 8, Márcio Santos, disse que deve haver bom senso por parte dos banhistas. " Se ele (o banhista) não vai consumir nada e perceber que as mesas estão repletas, deveria ceder o equipamento para aqueles que vão consumir", disse.
VETO - A diretora do Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor), Lucy Ferreira, disse que os proprietários deveriam armazenar as mesas e cadeiras no quiosques e instalar na praia apenas para os clientes que pretendem consumir no local. "Agindo assim, evitariam conflito com os demais usuários da praia", afirmou.
O promotor Fábio Rodrigues Franco Lima afirmou que os quiosques não podem impedir que os banhistas ocupem mesas e cadeiras Na praia pois o espaço é de uso comum de todos, de acordo com a Constituição. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura planeja obra este ano

Caraguatatuba - O diretor do Setor de Pavimentação da Prefeitura de Caraguatatuba, João Alarcom, informou que a administração pretende asfaltar a avenida Brasília, no Jardim Jaqueira, além de construir praça e realizar serviços de drenagem no Jardim Jaqueira. Segundo ele, as obras devem ser executadas ainda este ano.
Para Alarcom, a má conservação do asfalto é conseqüência do canal Central que passa por baixo da avenida Brasília.
"Essa avenida já tem 15 a 20 anos de pavimentação, e o canal contribui muito para a sua deterioração, uma vez que a água interfere no estado de conservação do asfalto", disse.
Com relação ao problema do esgoto a céu aberto, o gerente da Sabesp em Caraguá, Josival Alves de Souza, disse que a rede coletora de esgoto está para ser implementada no bairro, mas ainda falta concluir uma última etapa do projeto. "Faltam as estações de bombeamento, ou seja, falta executar a parte eletromecânica do sistema", disse.
Segundo ele, o custo para implantação da rede coletora que atenderá o Jardim Jaqueira está estimado em R$ 10 milhões. (Fonte: ValeParaibano)

Jardim Jaqueira pede asfalto e rede coletora de esgoto
Moradores reclamam de falta saneamento básico e dos buracos nas ruas do bairro

Caraguatatuba - Moradores do Jardim Jaqueira, de Caraguatatuba, reclamam da má conservação do asfalto da avenida Brasília, principal via de acesso à comunidade, e do esgoto que corre a céu aberto pelas ruas do bairro. Eles afirmam que os problemas geram sensação de descaso por parte da administração municipal.
O aposentado Raul Machado Filho, 62 anos, afirmou que há mais de cinco anos os moradores reclamam do grande número de buracos na avenida, mas nenhum trabalho foi feito para solucionar o problema.
"Sempre falam que vão arrumar, mas não arrumam nada. O bairro está abandonado e a avenida é intransitável", disse.
A costureira Maria Emília disse que a má conservação da avenida causa danos em veículos e transtornos às pessoas que são obrigadas a passar pelo local.
"Minha comadre fez cirurgia de abdômem e passou por momentos terríveis até chegar em casa. Como o carro pulava muito por causa dos buracos, doía tudo", disse Maria Emília.
ESGOTO - O esgoto que corre a céu aberto pelas ruas do Jardim Jaqueira é outro motivo de insatisfação para os moradores. Segundo eles, nos dias de calor as valas exalam mau-cheiro e nos dias de chuva o esgoto transborda e invade muitas casas.
"Quando a gente reclama, as autoridades falam que é pra gente comprar o material para fechar as `valas' em frente de casa. Muita gente não compra. Aí não adianta nada", disse a costureira Maria Emília.
A Secretaria de Urbanismo, Habitação e Trânsito informou que o fechamento das `valas' deve ser feito por meio de uma parceria entre a comunidade e a administração municipal.
"A prefeitura se compromete a fechar as valas, mas é iniciativa morador comprar o material. Esse é um procedimento natural em qualquer lugar", disse o secretário Leandro Barbosa.
Com relação ao esgoto a céu aberto, ele disse que isso acontece devido às ligações clandestinas. "Apesar da vistoria diária, fica difícil detectar as ligações irregulares que causam o problema."
A Prefeitura de Caraguatatuba informou que o Jardim Jaqueira consta na lista de bairros que receberão pavimentação este ano. A Sabesp também deve implantar a rede coletora de esgoto no bairro (leia texto nessa página).
Jules Verne/VP
"Sempre falam que vão arrumar, mas não arrumam nada. O bairro está abandonado e a avenida é intransitável"
Do aposentado Raul Machado Filho, morador do Jardim Jaqueira (Fonte: ValeParaibano)
 
Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Ilhabela -

 

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

PF amplia efetivo e serviços

São Sebastião - A Polícia Federal está ampliando suas instalações e serviços na unidade de São Sebastião. Entre as novidades está a implantação do Nepom (Núcleo Especial de Polícia Marítima), que terá lancha e bote para operações no mar.
A polícia também vai ampliar o quadro de pessoal. Atualmente, a PF conta com quatro agentes e dois delegados. A nova estrutura prevê 17 agentes, mais um delegado, além de pessoal de apoio.
No momento, os funcionários da unidade finalizam a transferência da antiga sede da PF para as novas instalações, em um prédio localizado na rua Fábio Cassio, 18.
"A nova localização vai facilitar o acesso e o atendimento ao público", afirmou Filipe Gouveia, funcionário da polícia. Em razão da transferência, a emissão de passaporte leva no mínimo 10 dias.
Normalmente, a emissão do documento é feita no mesmo dia. A previsão é que o serviço voltará à rotina comum em fevereiro. (Fonte: ValeParaibano)

Cebimar vai receber visitas monitoradas

São Sebastião - O Cebimar (Centro de Biologia Marinha), da USP (Universidade de São Paulo), em São Sebastião, realizará de 14 a 22 de janeiro um programa de visitas monitoradas para turistas e moradores. Agendando pelo telefone (12) 3862-7149, as pessoas poderão participar de uma trilha subaquática, podendo conhecer animais marinhos, percorrer uma trilha ecológica e visitar o laboratório do Cebimar, onde são desenvolvidas pesquisas com animais vivos. As visitas agendadas serão realizadas entre 9h30 e 12h45. Todas as atividades são gratuitas. (Fonte: ValeParaibano)
 
Servidores fazem abaixo-assinado pedindo mudança de horário da votação do Estatuto


São Sebastião - O horário marcado para a votação da reforma do Estatuto dos Servidores está provocando polêmica. O Sindicato dos Servidores Públicos não concorda que a votação ocorra às 10h00, quando os funcioná-rios estarão em horário de expediente e não poderão acompanhar a votação e está preparando um abaixo-assinado para que o horário mude para as 17h00.
O presidente da Câmara, Wagner Teixeira (PV), diz que a escolha do horário foi uma decisão da maioria dos vereadores. “Eu não entendo o motivo de marcar a reunião para as 10h00, concordo com o horário das 17h00, mas estou sendo democrático. Acho que após o expediente seria bacana, porque os servidores poderiam assistir à reunião, mas ficou decidido o que a maioria votou”, explicou.
Sobre o abaixo-assinado, Teixeira afirma que ainda não tinha recebido o documento, mas já sabia do assunto. “Amanhã (hoje) vou analisar a situa-ção com os demais vereadores, porque é a matéria é polêmica e estou usando de muita cautela”, acrescentou.
Voto Vencido - O vereador José Cardim de Souza (PP) afirma que foi voto vencido na escolha do horário da sessão extraordinária. “Acho que o horário deveria ser marcado para após o expediente, para que o funcionário pudesse estar presente e assistir à votação”.
Outro vereador que votou contra o horário das 10h00 foi Coringa (PFL). “Eu votei pelas 17h00 porque daria oportunidade para que os funcionários pudessem participar da votação, mas não vou polemizar a situação”, garantiu.
Tumulto - O vereador Marcelo Matos (PMDB) acredita que marcando a reunião para as 10h00, horário de expediente dos funcionários públicos, vai evitar tumulto na Câmara. “Na última sessão extraordinária houve um grande tumulto e isso gerou uma grande sensação de insegurança nas pessoas que foram assistir a reunião. A Casa é do povo, mas não pode fugir da ordem. A escolha do horário foi uma estratégia para melhorar a segurança”, afirmou.
O vereador Kotian (PTB) também acha que a escolha do horário das 10h00 vai evitar tumulto. “Acho que às 10h00 será bom, porque vai evitar um tumulto que não se justifica. O que houve da última vez foi uma baderna. Acho justo o servidor acompanhar a votação, mas não precisa estar na Câmara, pode ficar sabendo do resultado através de comentário ou do jornal”, diz.
Acordo - A vereadora Solange Ramos (PPS) conta que a escolha do horário das 10h00 foi uma decisão tomada durante uma reunião com os vereadores e o prefeito Juan Garcia (PPS). “Todo cidadão tem direito de protestar, mas esse horário foi combinado com o prefeito. Eu sou a favor das 10h00 porque o Estatuto do Servidor foi alterado”, conta.
A vereadora comentou o pedido do Sindserv, de separar o magistério do Estatuto do Servidor. “Se tem que tirar um tem que tirar todos. A irmã do prefeito é professora, você acha que ela faria algo de errado?”, questionou.
Viagem - O vereador Robson Ceará (PPS) afirma que não vê nenhum problema na votação do Estatuto ocorrer durante o horário de expediente dos funcionários. “Nós não marcamos a reunião para as 10h00 porque vamos votar em algo diferente do que já foi combinado. O que tinha que ser negociado já foi feito. O que acho é que o Sindicato está se apegando em detalhes. Com os servidores assistindo ou não vai ser a mesma coisa”, definiu.
O vereador afirma que decidiu votar a favor das 10h00 por dois motivos. Primeiro porque à tarde a movimentação na estrada, de turistas que vem para o litoral, é maior e segundo porque ele teria uma viagem que já estava programada há cerca de um ano.
Indiferente - Os vereadores Marcos Leopoldino (PSDB) e Dalton da Silva (PL) afirmaram que independente do horário vão estar na Câmara para votar. “Eu prefiro ficar quieto. O horário em que for convocado eu vou votar”, disse Leopoldino.
“Não tem problema se a reunião vai ocorrer às 10h00 ou às 17h00 porque vou estar lá de qualquer jeito. Isso não vai mudar a minha opinião sobre o assunto”, disse. Ontem a reportagem não conseguiu localizar o vereador Guto. (Fonte: Imprensa Livre)

Emenda que permite reeleição divide vereadores de São Sebastião

São Sebastião - O vereador Marcelo Matos (PMDB) declarou ontem que é a favor da emenda à Lei Orgânica do Município (LOM), que possibilita a reeleição do presidente e dos membros da mesa diretora da Câmara, já aprovada por unanimidade de votos.
“Como 1º secretário da mesa diretora eu ajudei a fazer a emenda e sou a favor da reeleição. Acho difícil (os vereadores) não saberem da emenda. Depois é fácil falar que não sabia”, disse.
Apesar de concordar que a matéria não foi “profundamente” discutida, Matos afirma que o estudo seria responsabilidade de cada um dos vereadores. “Isso é coisa de cada um. Eles terão que ter sete assinaturas, mas eu acho que não conseguem”, previu.
Para o vereador, a emenda é democrática, porque dá direito a todos de concorrer ao cargo de presidente da Câmara. “Se o cara for bom será reeleito. Os vereadores vão escolher na hora”, concluiu.
Na véspera o vereador Robson Ceará já havia se posicionado a favor da reeleição. “Eu sabia da emenda. O Dalton (da Silva) tem cinco assinaturas no pedido de revogação, mas não vai contar com a minha. Não sei porque estão esper-neando. A reeleição não é automática e será necessária uma nova eleição. Isso é uma bobeira”, disse.
Outro Lado - Os vereadores Coringa (PFL) e Kotian afirmam que vão votar para a retirada da emenda na Lei Orgânica do Município. “Sou contra a emenda porque acho que não houve entendimento sufi-ciente da matéria”, disse Coringa, destacando não querer polemizar.
Já o vereador Kotian diz que a emenda foi colocada após os vereadores terem finalizado o estudo sobre a a-tualização da Lei.
“Em nenhum momento foi discutido sobre a reeleição. Sou a favor do Dalton por causa da maneira como foi feita a aprovação da emenda”, disse
Para entrar com pedido de revogação da emenda da reeleição o vereador Dalton da Silva vai precisar de sete assinaturas. Até o momento, além dele, três vereadores afirmaram que vão votar a favor da revogação da emenda: Kotian, Solange Ramos, Coringa. (DV) (Fonte: Imprensa Livre)

Vereador diz que obra do DER não é de boa qualidade

São Sebastião - O vereador Dalton da Silva (PL) reclama da obra de recapea-mento em andamento no trecho urbano da Rodovia SP-55, feita pelo governo do Estado nos bairros São Francisco e Portal do Olaria, região central da cidade.
De acordo com o vereador, o serviço do DER (Departamento de Estrada e Rodagem) não está sendo de boa qualidade. “Tenho reclamações de diversos moradores que estão assustados com o risco de acidentes por causa do estado precário da pista”, diz.
Silva afirma que o local já foi alvo de duas operações tapa-buracos, sendo que a última ocorreu no dia de ontem. “O lugar está em estado precário e é preciso conscientizar a fiscalização municipal e o DER para que alguém tome uma providência. É preciso que se cobre providências do responsável pela obra”, afirma.
O vereador preparou um requerimento, que deve ser apresentado na primeira sessão ordinária do Legislativo, solicitando informações ao prefeito Juan Garcia (PPS) sobre a obra. “Após o começo das obras de recapeamento da avenida, realizadas pela empresa Terracom, muitos muniícipes me procuraram devido à falta de segurança no local, que coloca em risco a vida das pessoas que por ali passam”, explica.
Entre os questiona-mentos, Dalton da Silva pergunta se existe fiscalização constante das obras em andamento, se o prazo está sendo cumprido e se a qualidade dos serviços está dentro das normas técnicas.
Esse não é o primeiro requerimento feito pelo vereador solicitando informações sobre a obra do DER. Um outro documento, encaminhado ao DER, questiona se existe alguma lei que regulamente o prazo de garantia para obras públicas por meio dos contratos firmados com o governo estadual.
O requerimento foi apresentado por causa de outra obra que também foi feita pelo Governo do Estado, na avenida Dario Leite Carrijo, entre os bairros da Enseada e Jaraguá, na Costa Norte.
De acordo com Dalton, os moradores reclamam que o último recapeamento não teria durado quatro anos e o calçamento da avenida encontra-se em estado precário.
Sobre essa reclamação, a assessoria de imprensa informou que o DER vai aguardar o requerimento do vereador para depois se manifestar sobre o assunto.
Outro Lado - A assessoria do DER (Departamento de Estrada e Rodagem) informa que as obras nos bairros São Francisco e Portal do Olaria ainda não foram concluídas, o que deve ocorrer em agosto.
“Nesse primeiro momento, está sendo feito um remendo no asfalto, para depois ser iniciado o recapeamento. A obra está parada por causa das chuvas, mas vai recomeçar quando o tempo melhorar, isso já estava previsto no organograma”, informou a assessoria. (Fonte: Imprensa Livre)

Risco no trabalho em São Sebastião

São Sebastião - Durante montagem da estrutura da Festa de São Sebastião, na tarde de ontem, na Rua da Praia, cerca de 15 deles estavam executando o serviço sem os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).
A reportagem observou ontem que os empregados estavam a uma altura de cerca de 10 metros, sem capacetes, luvas, cintos de segurança e calçados adequados. Um deles estava descalço montando a rede elétrica. A maioria usava chinelos.
Havia apenas um andaime para a execução do serviço, mas ele foi montado em cima de um caminhão, que estava com sua carroceria adernada. Uma peça de ferro se desprendeu de uma parte da estrutura e, por pouco, não atingiu uma criança que passava por perto. (Fonte: Imprensa Livre)

Maresias: fiscalização municipal é impedida de vistoriar área

São Sebastião - Três agentes da Fiscalização Ambiental da Prefeitura foram impedidos de entrar num terreno de Maresias para realizar uma vistoria. O caso, que acabou na delegacia, aconteceu na última terça-feira, com um filho do homem que se diz proprietário da área ameaçando soltar os cachorros sobre os agentes municipais.
Esta história teve início na passagem do ano, quando o suposto proprietário da área, o comerciante Eliseu Pires Arantes, dono de comércios em Maresias e em Santos, foi acusado pelos vizinhos de rea-lizar obras que provocaram o alagamento de três casas durante o Ano Novo.
Localizadas na Rua Joaquim de Mello Filho, uma travessa da Avenida Guanabara, no bairro de Maresias, as residências tinham um metro de água na frente, no dia 31 de dezembro. Um dos proprietários chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o comerciante.
As obras realizadas por Arantes foram o desmatamento de uma encosta de morro, seguida de terraplanagem. Segundo os vizinhos, para o desmatamento foi utilizada uma moto-serra. Durante o serviço, as máquinas acabaram destruindo alguns encanamentos e houve o soterramento de uma vala de escoamento de águas pluviais.
Não se sabe ao certo se isto provocou o alagamento. Há suspeitas de que talvez houvesse no terreno algum curso d´água, ou nascente. Exatamente para esclarecer a causa do alagamento é que a Fiscalização Ambiental retornou ao local na última terça-feira.
Arantes já tinha tentado impedir a entrada de uma máquina da Prefeitura no terreno, no dia 30, sexta-feira. A máquina iria abrir uma nova vala para dar escoamento às águas que alagavam a rua. Ele conseguiu impedir, e o serviço só foi feito no dia seguinte, para desespero dos moradores, alguns com crianças pequenas presas dentro de casa.
Segundo o relato da Defesa Civil, que também foi chamada ao local no dia 30 e tentou intervir, Arantes teria exigido que a Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura enviasse um fax solicitando a entrada da máquina no terreno. O pedido foi agilizado, mas o aparelho de fax em seu comércio ficou sem papel até o dia seguinte.
Segundo os vizinhos, no terreno agora ocupado pelo comerciante existia uma antiga passagem de servidão, que dava acesso a torres da CESP e a loteamentos localizados na parte mais alta do morro.
Em entrevista concedida ao jornal, no último dia 2, Arantes contou que a área está em litígio há vários anos e que vinha sendo invadida por loteamentos clandestinos e grilagem. Já teriam lhe oferecido lotes de 5 m2. Sua pro-priedade, no entanto, teria 1.600 m2, e teria sido adquirida há quatro anos, de Adelino Ramos. “Em 2005 eu consegui regularizar a documentação em meu nome junto à Prefeitura. Paguei seis anos de IPTU atrasado”, relatou.
Nesta entrevista, o comerciante negou que tenha causado o alagamento da rua e promovido o desmatamento. “O terreno apenas foi limpo e nivelado. Quem prova que eu desmatei alguma coisa?”, indagou ele na ocasião.
Comerciante leva a segunda multa - A Prefeitura de São Sebas-tião, por meio da assessoria de imprensa, informa que o proprietário do imóvel foi multado por corte de aterro e represamento de água. O corte não teve qualquer autorização ambiental.
Ao constatar o fato, a fiscalização solicitou vistoria de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, que acabaram impedidos de entrar na área pelo proprietário. A Prefeitura expediu uma multa ao dono do imóvel, por impedir a vistoria e encaminhou o caso à Procuradoria Ambiental da Secretaria de Assuntos Jurídicos, que tomará as medidas cabíveis. (Fonte: Imprensa Livre)

Mutirão de limpeza retira cerca de 500 quilos de lixo da Praia Brava

São Sebastião - Equipes da Prefeitura, em parceria com o Parque Estadual da Serra do Mar e com pescadores, retiraram ontem cerca de 500 quilos de lixo das areias e da mata da Praia Brava, localizada no bairro de Boiçucanga.
A operação começou pela manhã, com a transferência dos resíduos sólidos do barco para o carro da Prefeitura e, posteriormente para o caminhão da coleta comum (indiferenciada) e da sucata.
Participaram da operação sete servidores da Subpre-feitura da Costa Sul e dois voluntários que ajudaram no recolhimento e transporte do lixo. Os guarda-parques do Instituto Florestal colaboraram na segunda parte da operação, autuando barraqueiros.
A ação também contou com apoio de pescadores da região, que cederam a embarcação usada na operação. Apesar da atuação preventiva dos fiscais da Prefeitura, dos guarda - parques do Instituto Florestal e dos policiais ambientais na orientação aos freqüentadores da Praia Brava, durante os dias e noites entre 29 e 31 de dezembro, o assessor da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) Teo Balieiro, conta que não foi o suficiente para conscientizar os turistas. “Infelizmente o usuário do atrativo turístico ainda não está consciente do uso sustentável da trilha e da praia para o ecoturismo”, lamentou Balieiro.
Ele destacou ainda a integração entre a Prefeitura, por meio da Sub-Prefeitura da Costa Sul, da Secretaria do Meio Ambiente e do Instituto Florestal, órgão da Secretaria de Meio Ambiente do Estado, que em São Sebastião é comandado pelo diretor do Parque Estadual Edson Lobato. “Essa integração é fundamental para o sucesso da iniciativa.
Todos sabem que a Praia Brava não pode receber campistas e nem ter o lixo acumulado. Entretanto, somente com a somatória de esforços é que se atinge a eficiência necessária”, argumentou o assessor de Meio Am-biente da Prefeitura de São Sebastião. (Fonte: Imprensa Livre)
 

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Posto Ipiranga

“Estação Elektro” estará em Ubatuba neste mês

Ubatuba - Em parceria com a Prefeitura de Ubatuba o projeto “Estação Elektro” estará no município de 18 a 21 de janeiro. Ubatuba será a primeira cidade do litoral paulista a receber o evento. O projeto tem como objetivo despertar nas crianças o interesse científico pela eletricidade e ensinar medidas de segurança.
Uma carreta estará estacionada ao lado do Centro de Informações Turísticas, na avenida Iperoig, das 8 às 20 horas, onde monitores estarão explicando a utilização correta da eletricidade. No dia 19, às 19h30, na Associação Comercial de Ubatuba, técnicos da Elektro estarão proferindo uma palestra enfocando questões de segurança com eletricidade. A palestra é voltada diretamente para pessoas que trabalham com atividades que envolvam eletricidade. (Fonte: PMU)

Ubatuba amplia atendimento ao turista
Shopping no bairro do Itaguá conta agora com Balcão de Informações ao turista

Ubatuba - A Secretaria de Turismo da Prefeitura de Ubatuba (SETUR) instalou nesta semana um Balcão de Informações para atendimento ao turista no Shopping Porto Itaguá. O balcão, todo construído em bambu, está localizado ao lado da escada do Shopping. Um estagiário bilíngüe da Setur presta informações ao turista das 18 às 22 horas. Antes desse horário, o turista pode-se dirigir ao Centro de Informações Turísticas, na avenida Iperoig, que funciona das 8 às 18 horas.
Segundo o secretário de Turismo de Ubatuba, Luiz Felipe de Azevedo, o balcão recebe uma média de 150 a 180 visitas por dia. Lá o turista encontra um mapa digitalizado com a localização de todas as praias de Ubatuba, além de folders de hotéis, pousadas, restaurantes e outros tipo de serviço que a cidade oferece.(Fonte: PMU)

Ubatuba amplia oferta de cursos para geração de renda

Ubatuba - Com o sucesso dos cursos de geração de renda realizados em 2005 a Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social de Ubatuba conseguiu, junto ao Governo do Estado, a ampliação do número de vagas para o município. Das 90 pessoas que eram atendidas no início de 2005, Ubatuba passa a atender este ano mais que o dobro de beneficiários, num total de 190 pessoas.
Neste ano a Secretaria irá implantar novos cursos como os de horta comunitária, corte e costura, tapeçaria, jardinagem e confecção de rede de pesca. “Com o trabalho incansável da equipe da Secretaria, pudemos ampliar o atendimento. Vamos agora oferecer novos cursos inclusive um deles voltado para a comunidade caiçara, como o de confecção de rede de pesca. Creio também que as hortas comunitárias deverão chamar muitos interessados”, disse Kátia Nunes, secretária de Cidadania e Desenvolvimento Social de Ubatuba.
O Programa Renda Cidadã promoveu em Ubatuba no ano de 2005 diversos cursos para geração de renda, nas áreas de alimentação (pães, macarrão caseiro, bolos confeitados, balas de côco, biscoitos, biomassa de banana e soja e derivados) e artesanato (bolsas, fuxico, crochê e outros trabalhos manuais). Os cursos que no início das atividades aconteciam apenas na sede da Secretaria, foram descentralizados. Em dezembro aconteceram formaturas para turmas do Ipiranguinha, Folha Seca, Almada, Maranduba, Sertão da Quina e Núcleo Anchieta. Segundo dados da Secretaria, aproximadamente 700 famílias, em situação de vulnerabilidade social, foram atendidas com os cursos. Cada participante recebeu um kit para dar início à sua produção.
O Programa Renda Cidadã tem por objetivo atender famílias de baixa renda com o apoio financeiro temporário de R$ 60,00, associado a ações que possibilitem a melhoria da qualidade de vida. (Fonte: PMU)

Ubatuba pode ter dois times na final da 1ª Taça Cidade São Sebastião de Futebol de Areia

Ubatuba - O Beach Soccer feminino de Ubatuba pode realizar um fato inédito na 1ª Taça Cidade São Sebastião de Futebol de Areia. As duas equipes da cidade disputam as semifinais do torneio e, em caso de vitória, poderão garantir o ouro e a prata para Ubatuba.
Na próxima segunda-feira, 9, a Seleção de Ubatuba enfrenta o Colinas, à partir das 19 horas; logo em seguida o Ubatuba enfrenta o Aliança. A final do torneio acontece no dia 20 de janeiro. Todas as partidas acontecem no campo de areia Leobaldo Alves Moreira, na Rua da Praia, em São Sebastião.
As equipes de Ubatuba contam com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer. (Fonte: PMU)

Renovação e novas matrículas para escolinhas de esportes será em fevereiro

Ubatuba - A Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba informa as datas para quem pretende renovar matrículas ou se inscrever nas escolinhas de esporte do município. Para a rematrícula, os alunos devem comparecer ao Ginásio de Esportes Tubão entre os dias 6 e 14 de fevereiro, das 8h às 17h.
Já os interessados em se matricular pela primeira vez deverão se dirigir ao Tubão entre os dias 16 e 24 de fevereiro, também das 8h às 17h. É necessário levar duas fotos 3X4 e cópia da certidão de nascimento.
A Secretaria oferece atualmente cursos de surfe (Praia Grande, Perequê-Açu e Maranduba), futebol (quadra da piscina, Taquaral e Silop-Elektro), natação, vôlei e basquete. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3833-3818.(Fonte: PMU)

Justiça proíbe mesa e cadeira na praia
Quiosques de Ubatuba, acusados de cobrar consumação, terão que retirar equipamentos da areia; grupo ameaça recorrer

Ubatuba - A Justiça de Ubatuba determinou ontem que os 98 quiosques da cidade retirem suas mesas e cadeiras instaladas na areia das praias.
A medida foi exigida esta semana pelo MP (Ministério Público) a partir de denúncias de cobrança de consumação mínima de até R$ 50, por parte dos proprietários, para uso dos equipamentos pelos banhistas.
O juiz da 2ª Vara, Geraldo Fernandes Ribeiro do Vale, acatou o pedido feito pelo MP, concedendo ontem a liminar que obriga os proprietários a retirarem as mesas e cadeiras da areia da praia a partir do momento em que forem notificados pelos oficiais de Justiça.
Ribeiro do Vale determinou ainda uma multa diária no valor de R$ 100 mil para quem desrespeitar a decisão. O juiz também determinou uma multa no mesmo valor para o proprietário de quiosque que proceder reforma, ampliação ou explorar música mecânica ou ao vivo nos quiosques.
Uma liminar obtida em junho pelo MDU (Movimento em Defesa de Ubatuba) proibiu a venda, reforma ou ampliações dos estabelecimentos pelos proprietários. Alguns deles, no entanto, acabaram desrespeitando a decisão judicial.
Cada quiosque mantém em média 30 mesas e 120 cadeiras em frente à praia, de acordo com autorização dada pela prefeitura. Com a retirada das mesas e cadeiras, os quiosques poderão manter apenas os equipamentos na varanda de seus estabelecimentos, liberando a faixa de areia ocupada anteriormente s para uso exclusivo dos banhistas.
ILEGAL - A promotora ambiental do Litoral Norte, Eliane Taborda, disse ontem que o MP pediu a retirada dos equipamentos por entender que os proprietários não podiam cobrar consumação mínima e nem alugar os equipamentos porque a areia da praia é um espaço de uso comum.
"Os quiosques possuem autorização municipal para venda de bebidas e gêneros alimentícios em suas dependências", disse.
Ela afirmou ainda que os proprietários também desrespeitaram o Código de Defesa do Consumidor, que proíbe a cobrança de consumação mínima. E que alguns quiosques abusavam do número de mesas e cadeiras instaladas nas praias, avançando em um espaço destinado aos banhistas.
Ontem no final da tarde, os primeiros quiosques da Praia Grande começaram a receber as notificações dos oficiais de Justiça.
OUTRO LADO - O presidente da Associação dos Proprietários de Quiosques de Ubatuba, Carlos Roberto Lago, disse a decisão da Justiça será acatada por todos os quiosques a partir de hoje. Segundo ele, a maioria dos estabelecimentos foi notificada ainda ontem.
Lago considerou a medida precipitada. Segundo ele, a retirada de mesas e cadeiras das praias prejudicará os comerciantes e o turismo local. Ele disse ainda que a associação deverá recorrer da decisão no TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo. (Fonte: ValeParaibano)

Semana de 6 de janeiro a 12 de Janeiro de 2006

CINE PORTO (Ubatuba)
fone :3833-2066 ( 012)

"O Galinho chicken Little"
ás 14:00 - 16:00hs

"King Kong"
ás 18:00 - 21:20hs

CINE PASSEIO (Ubatuba)
fone : 3832-2843 ( 012 )

"Harry Potter e o cálice de fogo"
ás 14:00 hs

"As crônicas de Nárnia": O Leão a Feiticeira eo Guarda Roupa.
ás 16:30hs

"O Exorcismo de Emily Rose"
ás 19:10 - 21:30hs

cineporto@hotmail.com

 
Ação Litoral
 
Artigo Topo

A ADMINISTRAÇÃO JÁ PENSADA
Ernesto F. Cardoso Jr

Administrar é, em suma, como GERIR e GERAR. No âmbito do GERIR estão as responsabilidades de rotina que ao administrador cabe supervisionar, mas, cuja responsabilidade operacional ele incumbe aos seus diretos auxiliares. No âmbito do GERAR é que se situa a específica arena do administrador, na qual ele deve deixar sua marca pessoal, criativa, inovadora e tanto mais quanto ele se aproxime do topo da pirâmide.
Administrar é ciência seguida de prática e experiência. Este é o ordenamento moderno de todas as profissões técnicas. Em nosso meio, onde o ensino da ciência da administração é relativamente recente, aqueles que amealharam sucesso administrando a seu modo, tendem a valorizar a experiência e prática acima da ciência, invertendo e desorganizando o processo. Nos paises desenvolvidos, onde a pesquisa científica é o mote de seu progresso em todas as áreas, na administração, os cursos de MBA são condição necessária ao ingresso nos altos postos da carreira de Executivo. As melhores universidades americanas, há mais de século, imitadas depois pelas européias, seguidas das asiáticas e atualmente, também, pelas sul-americanas, comprovam pelo currículo multidisciplinar de seus cursos de graduação e pós-graduação - MBA, para cuja admissão exige-se formação acadêmica prévia, que a administração é ciência composta, ou derivada, de diversas ciências e técnicas e que como tal enriquece-se com a prática e a experiência do acadêmico, do graduado, do pesquisador, do cientista e, também, do executivo formal. É exigência corrente na admissão aos cursos de pós-graduação – MBA, ser um “undergraduate”, (bacharelato, diríamos aqui) em áreas afins – engenharia, matemática, fimamças, contabilidade, psicologia, estatística, economia, relações internacionais, etc. O que se almeja é, exatamente, mesclar todo o conhecimento acadêmico pertinente e fundi-lo de molde a produzir um executivo de amplo espectro, de larga visão, de abalizados conhecimentos, de aguda e perspicaz inteligência.
Como comumente se apregoa, administrar é alcançar resultados através da ação de terceiros. O executivo, todavia, não está sozinho neste afã. Na realidade todo aquele que lidera pessoas em busca de determinados objetivos, em qualquer área da atuação humana, da mesma forma busca obter resultados através delas. Daí a necessidade de se ter bons conhecimentos de Psicologia, em especial Social. Saber lidar com pessoas e em equipe pode ser intuitivo, mas, será bem mais produtivo e consistente se houver ciência.
No mundo globalizado em que as empresas hoje se situam, não importa se seus mercados são locais, regionais, nacionais ou multinacionais, ao administrador incumbe entender solidamente macro e microeconomia. Quanto mais sólidos forem seus conhecimentos destas variantes da Economia, tanto mais capaz será de entender a equação em que se situa sua empresa, as forças que o constrangem, os fatores que o limitam, as incógnitas que precisa aquilatar e daí derivar as oportunidades que se apresentem e o futuro que se delineie. Será, assim, capaz de esmiuçar esse futuro, transpondo-o para um planejamento sólido de médio e longo prazos, capaz de traçar caminhos, objetivos, planos e estratégias, para o desenvolvimento sólido da empresa e de seus negócios. Sem esse instrumental lhe será muito difícil abarcar, por exemplo, as conseqüências e implicações das negociações que se desenvolvem atualmente no âmbito das Relações Internacionais de comércio na criação das zonas aduaneiras, das áreas de livre comércio; as intrincadas negociações na OMC – Organização Mundial do Comércio, nas constantes rodadas de abertura comercial para produtos e serviços. Tudo isto tem implicações diretas sobre negócios em geral.
Assim como em Economia, o conhecimento de matemática avançada – cálculo integral e diferencial, programação linear, análise combinatória, estatística, são ferramentas indispensáveis à análise econômica, na administração de grandes conglomerados que atuam em acirrada concorrência, essas ferramentas tem de fazer parte do acervo de conhecimentos do administrador, atualmente facilitadas pela aplicação na informática de softwares analíticos, outro área de conhecimento indispensável à tomada de decisões em base científica, longe do empirismo de antanho.
Na confluência destas e de outras ciências e técnicas desponta o marketing científico, como que síntese de tudo o que o administrador deve saber, ciência imprescindível ao bom desempenho de qualquer empresa mercantil.
GERAR é, pois, fazer nascer, criar, dar condições de crescimento, expandir mercados, ganhar o bom combate da concorrência.
Por tudo isto e muito mais, administrar é como GERIR e GERAR. Os que apenas GEREM (gerir), ocupam os escalões subalternos. Os que se capacitam para GERAR, adquirindo conhecimento científico fundamentando sua experiência, prática e talento, são os que assumirão o topo da pirâmide. Mais que os governantes, no mundo atual, os Executivos de conhecimento e talento são os maiores promotores do progresso e bem-estar dos povos.
 

Ernesto F. Cardoso Jr
efcardosojr@uol.com.br

DE “marinha” E DA “MARINHA”
Ernesto F. Cardoso Jr

 Se há uma coisa geralmente mal definida no noticiário sobre as áreas de faixa de marinha, ou seja, sobre a orla marítima, a persistente confusão entre o termo “marinha” (com “m” minúsculo), ou “área de marinha”, que quer dizer junto ao mar, área limítrofe ao mar e “Marinha”, a Marinha de Guerra.
Ainda recentemente, em notícia sobre o Parque Trombini, em Ubatuba, que ocupa faixa de marinha, confundiam-se novamente as coisas e pelo que se lia, até o próprio proprietário desconhece a diferença, pois, segundo a notícia, o proprietário alegava que estava ali instalado com autorização da Marinha.
As áreas costeiras , ou da orla marítima, constitucionalmente, são propriedade exclusiva da União, ou seja do Governo Federal, sendo definidas, teoricamente, como a faixa da orla marítima de 33 metros compreendida entre a linha da preamar de 1830 e o início da área alodial, a área continental, ou a área interiorana. Podem estas áreas, todavia, passar ao domínio privado, mediante aforamento específico, pleiteado perante e concedido pelo SPU - Serviço do Patrimônio da União, órgão federal subordinado ao Ministério da Fazenda e não ao Ministério da Marinha, hoje, aliás, extinto.
Não é a Marinha de Guerra, pois, que administra essas áreas, nem autoriza sua ocupação, ou seu aforamento, ou domínio e sim o SPU/MF. A Marinha de Guerra brasileira exerce o poder de defesa, de fiscalização e de polícia sobre os mares e as vias aquáticas interioranas. Pode até, excepcionalmente, a mando do Governo, exercer esse poder sobre as faixas de marinha, mas, só em casos excepcionais.
Portanto, quem ocupa áreas de faixa de marinha, sob aforamento formal e específico, pagando o tributo próprio dessa ocupação, o faz sob concessão do Serviço do Patrimônio da União - MF, por tempo determinado. Não poderá, jamais, considerar-se proprietário dessas áreas, pois, em princípio, elas são públicas e mesmo quando aforados ao domínio privado continuarão sendo públicas.
Para nós que vivemos ao longo da orla marítima é bom entender este assunto e não nos deixarmos confundir.

Ernesto F. Cardoso Jr
efcardosojr@uol.com.br

Poesia Topo

Antigos significados
Os caiçaras mais velhos
São analfabetos
Porque antigamente
A leitura era outra
Os signos eram outros.
Liam-se os sinais do tempo
No comportamento do mar
Na direção do vento
Na cor do pôr-do-sol.
Liam-se as pessoas
Conforme a gentileza
Conforme o bom humor
Conforme o coração.
Sabia-se das plantas
Conforme suas serventias
E elas eram conhecidas
Pelos nomes
Como se fosse velhas amigas.
Liam-se os animais
Pelos respectivos sinais
Já os pássaros eram conhecidos
Apenas pelos ouvidos
Cada pássaro com seu canto
Cada vivente com seu encanto.

 

Félix Cabral
Ubatuba, SP
 

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

ENGANOS ? ENGANADOS& ENGANADORES - Desdobrei o ESTADÃO de hoje em busca de boas e novas notícias. São as mesmas. O Falastrão, que foi apunhalado pelas costas, mesmo assim continua falando. Destramelado, não para de despejar em nosso olhos e ouvidos, uma quantidade imensa de bobagens. Elegeu-se, por uma somatória de coincidências e, por absoluta falta de opção para "mudar". Ele, é para mim , a encarnação, a prova viva de que tino e, vocação, para política (partidária), não são suficientes, nem mesmo para justificar uma vereança. As necessidades da população crescem em PG. Muito mais, do que a capacidade de compreensão lúdica destes "senhores" que habitam e, constroem esse nosso folclore político. Logo abaixo o atestado de (i) responsabilidade: Dos 93,7 milhões, destinados e previstos no Orçamento Federal para combate as cheias de São Paulo, apenas 2%, isso mesmo, apenas 2% chegaram. Por óbvio, insuficientes e, já são 6 os mortos pelas enchentes. Coisa pouca. A prefeitura de São Paulo anuncia que: no Brás, camelôs serão retirados da praça. Precisamente do histórico Largo da Concórdia, onde a aparência, a violência, o contrabando, a pirataria, a contravenção, o comércio ilegal de armas e drogas e a degradação ambiental, tornaram-se unos. "O local será urbanizado e revitalizado". Os camelôs e, seus perniciosos "seres simbióticos" terão de procurar outra freguesia. Porque será, que se permite, se licencia e, se incentiva a ocupar? Por que será, que se deixa estragar e deteriorar para depois, revitalizar e, urbanizar? Por que será? Enganos? Em Israel, na parte babilônica do oriente, onde ninguém se entende, Sharon, o dito (até por seus pares) símbolo da arrogância, está internado em estado grave. Se realmente ele é, e representa este "símbolo", pode-se perceber ( e ele também) que somos (e, seremos) todos iguais. As notícias da CPIs e das cassações estão em "banho Maria. Estamos sendo Enganados. Dentre os ilustres candidatos a cassações, estão alguns " religiosos". Imaginem, religiosos. Na verdade espertalhões, que foram buscar, na inocência e, na crença dos irmãos, dentro dos templos, apenas votos. Sim, apenas votos para sua eleição. O que eles estão dispostos a fazer, para conseguir votos, é inconfessável! Que seus irmãos os perdoem. Estes, quando e, se eleitos, não conseguem seguir, cumprir ou, ao menos respeitar a Lei dos homens. Enganadores.

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

Cadê ? - Como moradora de Ubatuba eu e muitos estamos indignados com tantas promessas
de campanhas!
Cade os Shows com bandas famosas etc... prometidos em campanha pelo atual
governo??
Em Caraguá tem Shows todo verão, São Sebastião ano passado teve Roberto
Carlos de graça na praia, fora outros...
E Ubatuba cade os eventos de verão tão prometidos??
Será que teremos que sempre sair de Ubatuba e ir para as nossas cidades
vizinhas para ver alguma coisa diferente em nossas férias???
E os turistas o que acham disso??
Sou da iniciativa privada e sei que com projetos bem elaborados se consegue
verbas de grandes patrocinadores para esses tipos de eventos (se o assunto é
falta de dinheiro) basta querer !!
Não sei quem é responsável na prefeitura se é turismo ou cultura.
Só sei que mais uma vez, não passou de promessas de campanha política!!
INFELIZMENTE.

Adriana Cunha
Ubatuba SP

Buracos , buracos e buracos - Abraço afetuoso para você Ronaldo Dias, e já que vai ter festa comemorativa no auditório de gala da vila totonha vamos preparar nossas roupinhas azuis e ficar em stand by aguardando os convites.
A minha expectativa era ver os buracos tapados ,mas isso já vai longe , mais de trezentos e sessenta e cinco dias . sendo assim , esperava que depois de falar de buracos ( edição 1435 de 04/01) alguma coisa seria feita, que a sabesp taparia os buracos pôr ela abertos na Av. Prof. Chico Santos , que uma vassoura removesse a sujeira feita pelo "fenômeno" deixando a rua limpa novamente ,ou que alguém da prefeitura e também alguém da sabesp se manifestasse , mas ninguém ...
Provavelmente um sonho de uma noite de verão "sim " sendo você tem razão ,os buracos são equipamentos dos esportes radicais e já que essa é a onda do momento, sem divagar sobre os radicais livres, my brother vou radicalizar geral .

Ezio Pastore
Ubatuba, SP

Eduardo César: enganador ou enganado? - Na quinta-feira, 5, pretendia escrever sobre a suspeita do Ministério Público (MP) no envolvimento de Eduardo César (PL), em um esquema para aprovar alterações na Lei de Uso do Solo beneficiando um empresário do setor imobiliário, em 1999, quando era vereador. O MP denunciou políticos por improbidade administrativa, pediu a perda dos direitos políticos e o ressarcimento do dinheiro recebido com juros e multas. Segundo o promotor Osvaldo de Oliveira Coelho a pena prevista para crime de corrupção passiva é de um a oito anos de reclusão.
Pretendia, mas no dia 4, às 17h46, recebi release em que a Prefeitura Municipal de Ubatuba afirmava ter Geraldo Fernandes Ribeiro do Vale, juiz substituto da 2ª Vara Cível de Ubatuba, concedido naquele dia, o pedido de reconsideração solicitado pela Prefeitura para a retirada de uma amendoeira, na praia de Iperoig (praia do Cruzeiro). Para conseguir esta "vitória" a prefeitura instruiu o processo com laudo elaborado pelo engenheiro Luciano Pradella, apontando a árvore como doente e oferecendo riscos à população que transita pelo local. O engenheiro assessora a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.
Como tinha que participar de uma reunião do Grupo Setorial de História e Geografia da Fundart - Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba e, pensando que os funcionários da Prefeitura não sairiam, a mando de Eduardo Ramos, digo Eduardo César, correndo, para derrubar a amendoeira, liguei para o jornalista Sidney Borges para informá-lo do ocorrido. Borges já estava sabendo e disse-me que estaria acompanhando.
Apreensivo, fui para a reunião. Sendo a Fundart localizada próxima ao local, decidi dar uma passadinha por lá (praia de Iperoig) e constatar em que pé estavam as coisas. O chapéu-de-sol "ainda estava de pé". Estranhei a presença do Secretário de Obras e Serviços Públicos (João Paulo Rolim), do Assessor de Governo (Mauro Gilberto de Freitas) e de mais algumas pessoas cujos nomes desconheço.
A única coisa que me ocorreu naquele momento foi avisar a Polícia Militar Ambiental e sai apressadamente a procura de um telefone. O soldado Pires disse-me que eles já estavam sabendo e que servidores municipais informaram da autorização conseguida na Justiça e que a árvore seria transplantada em uma praça no Perequê-Açú. Questionei, indignado, sobre o transplante de uma "árvore doente" (segundo as alegações da Prefeitura) e as chances disso dar certo. Pires recomendou que eu falasse com o cabo Oirassil, pois havia sido ele quem obteve a informação do transplante diretamente dos servidores públicos municipais.
Chegando finalmente na Fundart informei que não participaria da reunião e entreguei um envelope contendo uma foto em que Nenê Velloso, com a ajuda de amigos, fez a identificação de todas as pessoas que participaram de um evento em 1953. Coloquei os presentes a par do que estava ocorrendo na praia de Iperoig. Soube mais tarde que a reunião do Grupo Setorial não teve prosseguimento pois seus componentes foram constatar o absurdo cometido pela administração Eduardo César.
Voltei para a praia do Cruzeiro e me posicionei perto da árvore, mas do lado oposto ao que estavam os servidores públicos municipais, já em maior número. Diga-se de passagem, exultantes, demonstrando vitória que até agora não consegui atinar.
A amendoeira foi derrubada.
Impaciente, fiquei zanzando pelas redondezas quando assisti, o secretário de Meio Ambiente (Paulo Roberto Pires) ir ter com seus pares, responsáveis pela descaracterização da praia de Iperoig. Neste ínterim vi, de longe, o advogado Thomas De Carle, membro da Comissão de Meio Ambiente da OAB de Ubatuba, já em seu segundo mandato, ser agredido por Mauro Gilberto de Freitas, vulgo Maurinho, Assessor de Governo de Eduardo César. Tentei falar com De Carle, mas até chegar onde ele estava, já tinha se retirado e por mais que eu gritasse o seu nome, não me escutou.
Testemunhei para a Polícia Militar Ambiental (cabo Oirassil Lopes da Mota) transmitindo minha indignação com a desculpa (árvore doente oferecendo riscos à população que transita pelo local) usada pelo prefeito Eduardo César para derrubar a amendoeira. A alegação de transplantar uma árvore doente (?) é inconcebível.
Ainda vagando pelo local, coincidentemente, no mesmo ponto onde vi a agressão de Maurinho sobre Thomas De Carle, presenciei a vez do jornalista Sidney Borges ser agredido, também por Maurinho. Borges, profissionalmente, tentava fotografar o servidor público. O Assessor de Governo de Eduardo César transmitia a impressão de estar possuído. Não queria ser fotografado. Estranha posição, sempre pensei que somente os bandidos, transgressores da lei detestassem os fotógrafos, quando no exercício de suas atividades profissionais.
O secretário de Arquitetura e Planejamento Urbano, Rafael Ricardi Irineu, chegando atrasado, escafedeu-se tão logo me viu. Lembro-me perfeitamente quando disse que se amarraria à amendoeira, para impedir qualquer dano. Que a Prefeitura não faria um absurdo desses. Agora me dirá que o tal do Pradella é que entende da coisa.
Anoitecia. Muitos pássaros sobrevoavam o local, alguns inclusive, entrando por entre os galhos do chapéu-de-sol posto ao chão pela administração de Eduardo César. Um ecossistema totalmente destruído.
Imaginando quantos ícones de Ubatuba ainda serão destruídos nos próximos 3 (três) anos por esta nefanda administração que se diz "do resgate", resolvi, tirando a última foto da amendoeira, ponto de referência de muitas das minhas lembranças, ir para minha casa.
*
Pensando na providencial doença que acometeu a amendoeira no momento em que ela atrapalhava a obra de cobertura da Feira Hippie e no transplante de uma árvore doente para uma outra área, fico imaginando que o engenheiro Luciano Pradella, que assessora a Secretaria Municipal de Meio Ambiente da administração de Eduardo César, tomou as providências para que nada de errado aconteça. Cabe-nos agora acompanhar os trabalhos do técnico especializado.
A rapidez (como se para que a população indignada não tivesse tempo para questionar a decisão judicial), com que Eduardo César mandou derrubar a amendoeira foi totalmente incompatível com o tempo decorrido na execução dos serviços públicos tão necessários à cidade. Isto é legal? Não seria necessário dar tempo para a manifestação da outra parte? A destruição, irreversível, de um patrimônio público não pode ser feita sem que se esgote a discussão.
Para que você possa ter dados na avaliação do que aconteceu no dia 04, na praia de Iperoig, até o secretário de Administração, Silvio Bonfiglioli Neto, se fez presente. A quantidade de servidores públicos municipais, ocupantes de cargos em comissão, que acompanharam a destruição daquele patrimônio visual foi muito grande. Por que este interesse? Foi uma mostra de "força"? A administração Eduardo César está querendo intimidar a população de Ubatuba?
Resta-me, como munícipe, alertar ao prefeito que, as atitudes de Maurinho são incompatíveis com o cargo que ocupa. Patente é a falta de decoro e o despreparo de seu assessor no desempenho do cargo que ocupa. Os prejuízos para a administração Eduardo César são irreversíveis e isto fatalmente reverterá para o município. A demissão deste servidor público estancaria o prejuízo que a municipalidade está tendo com o pagamento de seus salários e benefícios, bem como no acerto dos erros que comete.

Luiz Roberto de Moura
Editor do Ubaweb - www.ubaweb.com
Nota do Autor: Não consegui terminar este texto no dia 5 pois o telefone não parou de tocar e também tive que explicar o que estava acontecendo nas respostas aos e-mails que recebi.

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Ubatuba

Cachoeira Lagoinha - Luciano Cancelier

Cachoeira Lagoinha
©Luciano Cancelier


Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Atualização: Juliano Gregori

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

[menu_cidades.htm]

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor