Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-Feira, 30 de Maio de 2006 - Nº 1533 Edições Anteriores

Altanta Pousada das Cachoeiras Arabi

Região
Anglo Módulo faz Arraiá multicultural e fala das diferenças

Caraguatatuba
Caraguá tira 11 barracos de área verde
Pescadores reivindicam que desassoreamento seja refeito
Ciclistas caraguatatubenses são destaques em Guaratinguetá
Karateístas de Caraguá trazem medalhas de prata do Campeonato Paulista
São José é o campeão de Futsal Sub-21 em Caraguá
Caraguá disputa com a cidade de Yopal o Challenge Day
Câmara discute Concurso Público e Passe Escolar
Jornalistas conhecem pontos turísticos de Caraguá

Ilhabela
Prefeitura de Ilhabela terá alterações do horário de funcionamento em dias dos jogos do Brasil

São Sebastião
Assaltante morre em troca de tiros com a PM
TCE condena despesas de vereadores
Vereador reassume cargo em São Sebastião
Sindserv acusa ex-presidente pelo novo Estatuto dos Servidores
Ex-arrecadador da campanha de Juan Garcia conta tudo
Apenas duas moções devem ser votadas na sessão desta terça-feira
São Sebastião na luta contra a Aids


Ubatuba
Prefeitura apresenta sistema de monitoramento por câmaras
“Ciclista Maluco’ passa por Ubatuba com destino à Bolívia
Palestra gratuita na ACIU com Marco Aurélio Bertaiolli
Campanha do Agasalho 2006
Apae de Ubatuba participa de campanha para receber doações


Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Anglo Módulo faz Arraiá multicultural e fala das diferenças
Para realizar a festa os alunos pesquisaram costumes como comida, língua, danças, moradias, bandeiras, torcidas, uniformes, religião e as manifestações sociais que estarão representando as mais diversas regiões do mundo neste Arraiá multicultural.

Litoral Norte - O Colégio Anglo Módulo realiza no dia 3 de junho mais uma festa junina com comidas típicas, fogueira, quadrilha, vinho quente e quentão. A festa este ano levanta a bandeira da inclusão sob o tema "Convivendo com as diferenças", o qual foi explorado pelos alunos com base na Copa do Mundo.
De acordo com a coordenadora pedagógica, Marizabel Guilhermina Francesca, o objetivo foi utilizar um tema atual de interesse dos alunos da educação infantil ao ensino médio para o estudo das diferenças. "O tema do evento também é assunto de outros trabalhos na escola este ano. Para a festa junina o tema "Convivendo com as diferenças entre a nações" foi utilizado para trabalhar as diferenças existentes entre a humanidade, não só raciais como também da cultura, por meio dos costumes, hábitos, religião, esporte ", explicou.
Para realizar a festa os alunos pesquisaram comidas, língua, danças, moradias, bandeiras, torcidas, uniformes, religião e as manifestações sociais que estarão representando as mais diversas regiões do mundo neste Arraiá multicultural.
Também participam do Arraiá entidades beneficentes como a APAE, APAMI e Amor e Caridade, com exposição e venda de produtos artesanais. O Arraiá Anglo-Módulo vai acontecer no dia 3 de junho no Centro Universitário Módulo-UNIMÓDULO, Unidade Laudelina, na Martin de Sá. Os organizadores sugerem traje típico. Ingressos antecipados a R$ 2,00 e no local R$ 5,00. (Fonte: Módulo)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba


Caraguá tira 11 barracos de área verde

Caraguatatuba - Com apoio da PM, a Prefeitura de Caraguatatuba derrubou na sexta-feira 11 barracos no bairro da Casa Branca.
Quatro famílias tiveram que ser alojadas no centro comunitário do bairro da Ponte Seca. Segundo a prefeitura, os barracos demolidos ocupavam área de preservação permanente.
O secretário de Urbanismo, Leandro Borella, afirmou que os barracos localizados no bairro da Costa Branca, ocupavam áreas pertencentes à prefeitura e estavam instalados nas margens do rio Ipiranga.
Borella disse que no momento da demolição apenas 4 dos 11 barracos estavam ocupados. Segundo ele, as famílias foram removidas para um centro comunitário e deverão permanecer no local pelo período de uma semana. (Fonte: ValeParaibano)

Pescadores reivindicam que desassoreamento seja refeito


Caraguatatuba - Pescadores da Colônia dos Pescadores de Caraguatatuba e Associação dos Pescadores do Entreposto do Porto Novo reuniram-se ontem na boca da barra do rio Juqueriquerê para reivindicar melhorias para o ancoradouro, pois na noite de sábado uma embarcação começou a afundar no local onde estava ancorada, por ferir seu casco nas pontas de ferro que teriam sido deixadas pela empresa que fez o desassorea-mento do rio.
Segundo Odair Ezequiel do Santos, presidente da Colônia, o barco do pescador Noel começou a afundar sábado à noite, quando entrou no ancoradouro e bateu seu fundo numa das pontas de ferro que ficaram expostas no local após o desassoreamento que a Prefeitura executou no rio, para sua limpeza.
“No casco do barco, uma vez furado, começou a entrar água sem parar e a afundar. A Petrobras ao ser notificada nos emprestou duas bombas d’água para ir drenando a água do barco e podermos ter sucesso no resgate, porém as bombas não estão dando conta do recado e Noel corre o risco de perder sua embarcação, que foi pintada estes dias”, concluí Odair.
“O nosso manifesto é para que o serviço de desassorea-mento seja refeito, pois do jeito que ficou não está resolvendo nada. Quando a maré baixa os barcos ficam atolados e não podem sair do ancoradouro, sendo necessário a maré subir para que eles se locomovam. E as pontas de ferro que ficaram estão acabando com os fundos das embarcações”, explica Maria Helena dos Santos Souza, escriturária da Colônia dos Pescadores.
Durante toda a movimentação não apareceu nenhuma autoridade para dialogar com a categoria.
O presidente da Colônia dos Pescadores, por sua vez, deixou bem claro que, se até sábado o protesto não surtir nenhum efeito, ele e os demais pescadores que participaram do manifesto irão fechar a boca da barra do rio Juqueriquerê, impossibilitando assim a entrada e saída dos barcos, lanchas e demais embarcações por lá ancoradas. (Fonte: Imprensa Livre)

Ciclistas caraguatatubenses são destaques em Guaratinguetá
Com cerca de 220 participantes, nove atletas da equipe de Caraguá garantiram um lugar no pódio

Caraguatatuba - Dezenove atletas da Associação de Ciclistas de Caraguá participaram da 7ª etapa do Campeonato Valeparaibano de Ciclismo, que aconteceu em Guaratinguetá no domingo, dia 28. Nove dos competidores do município subiram ao pódio.
Na categoria Sênior A, João Carlos conquistou o 1° lugar; na Feminino Elite, Sandra Domiciano ficou em 4° seguida por Claudette de Vita que ficou em 5°. Na categoria Juvenil Feminina, Thamires Porazza conquistou o 2° lugar e Caroline Rodrigues o 3°; na Juvenil Masculino Ulisses Moraes ficou em 4° e Heron Dominciano em 5°. Na categoria Sub-23, Jefferson Bonifácio ficou em 4° e na Master B, Francisco Alves garantiu o 3° lugar.
A etapa teve a participação de cerca de 220 atletas. O circuito tinha aproximadamente 2.600 metros com duas subidas. Uma delas era muito longa e vários atletas abandonaram a competição, inclusive bikes caraguatatubenses.
A equipe de Caraguá teve o apoio da loja J-Bike, Madeireira Boturussu, Stúdio Personal Academia, Linha Verde Informática, Radio Caraguá FM e da Prefeitura por meio da SECER – Secretaria de Esportes e Recreação. (Fonte: PMC)

Karateístas de Caraguá trazem medalhas de prata do Campeonato Paulista

Com a conquista das medalhas, as atletas Karem e Larissa conseguiram classificação para representar a federação no Campeonato Brasileiro de Seleções, ainda sem data definida

Caraguatatuba - A atletas da equipe da SECER – Secretaria de Esportes e Recreação de Caraguá, Karem Stefani, 13 anos, e Larissa Suzuki, 11 anos, conquistaram medalhas de prata no 16º Campeonato Paulista de Karatê Boys, que aconteceu no sábado, 27, no Ginásio de Esportes da Associação Portuguesa de Desportos, em São Paulo. Com este resultado, as atletas estão classificadas para representar a Federação Paulista de Karatê, no campeonato Brasileiro de Seleções. O evento ainda não tem data definida.
Karem disputou a categoria 12/13 anos e Larissa na 10/11, as duas atletas conquistaram classificação em cinco etapas de seleção que aconteceram desde o início do ano.
De acordo com o técnico Edson Mendes do Amaral, o Edinho, a competição contou com cerca de 700 atletas de todo o estado. “Levamos 10 atletas classificados, mas a disputa estava muito difícil por reunir somente os melhores. De todo o Litoral Norte, somente nossas atletas conseguiram medalhas”, disse.
Edinho completou que a equipe de Caraguá, com cerca de 15 atletas, participará no dia 24 de julho, no Ginásio do Ibirapuera, do Campeonato Paulista nas categorias Infantil, Juvenil, Infanto-Juvenil e Júnior e da 50º edição dos Jogos Regionais, que acontece de 17 a 30 de julho, em Lorena. (Fonte: PMC)

São José é o campeão de Futsal Sub-21 em Caraguá
Nesta semana mais rodadas dos campeonatos esportivos farão parte da programação da cidade, como o Dia do Desafio, que acontece no dia 31 em todo o município. A comunidade está convidada a praticar 15 minutos de uma atividade física e torcer por Caraguá.

Caraguatatuba - O Campeonato de Futsal Sub-21 chegou na disputa final na sexta-feira, 26, quando o time São José enfrentou o Fortaleza e sagrou-se campeão marcando 5 a 3 no adversário. Na disputa pelo 3º lugar, o Força Jovem venceu a equipe Paróquia São João Batista por 4 a 2.
Outros campeonatos também foram disputados no fim-de-semana. Na rodada da Copa SESC, que também aconteceu na sexta-feira, 26, no CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves), a equipe Laticínios 21 de Abril venceu a Pedreira Massaguaçu de goleada, 10 a 4 e o Lions Clube venceu o Center Trevo de 3 a 2.
Os núcleos esportivos também receberam os jogos do Campeonato de Futsal nos Bairros. Na quinta-feira, 25, na quadra do Perequê Mirim, o Ajax perdeu para o Scorpion’s de 3 a 4; o Unidos do Perequê empatou com o Patos de 3 a 3 e a equipe Naja goleou o Estrela Azul, 11 a zero. Na sexta-feira, 26, houve uma segunda rodada da competição no bairro. A equipe Unidos em Cristo venceu a equipe Gales de 4 a 2; o Comando Vicente goleou o América de 11 a 2 e o 100 Futuro venceu o P.C. de WO.
Os bairros Morro do Algodão e Massaguaçu também receberam rodadas do campeonato. Na sexta-feira, 26, no Ginásio Alcides Crepaldi Filho, o União do Morro venceu o Jardim Britânia de 7 a 3; o Servilha empatou com o Cruzero de 2 a 2 e o Boca Júnior também empatou com o Santa Cruz de 4 a 4. Na quadra Márcio Fleury, a equipe Vira-Latas perdeu para o E. C. Chelsea de 3 a 5; o E. C. Pedra Grande venceu o Setor D2 de 5 a zero e o Tabatinga Beach venceu o Motivos para Beber de 5 a 3.
No sábado, foi a vez do bairro do Tinga. No ginásio Luiz Cláudio Prado, o Esportinga venceu o Independente de 6 a 4; o Adil Car perdeu para o Expressinho de 3 a 4 e o time SME venceu o Caraguá de WO.
Esta semana acontecem mais rodadas do campeonato de Futsal nos bairros, a final do Futsal Sub-18, Copa SESC e no dia 31, quarta-feira será o Dia do Desafio, toda a comunidade está convidada a praticar 15 minutos consecutivos de qualquer atividade física e ajudar Caraguá a vencer a cidade de Yopal, na Colômbia. Pratique uma atividade física e tenha mais saúde!!! (Fonte: PMC)

Caraguá disputa com a cidade de Yopal o Challenge Day
A cidade colombiana Yopal será a adversário de Caraguá no Dia do Desafio.Os interessados em participar do Challenge Day já podem começar os preparativos escolhendo a atividade que será praticada no dia da competição

Caraguatatuba - A SECER - Secretaria de Esportes e Recreação de Caraguá já iniciou os preparativos para o Challenge Day 2006, mais conhecido como o Dia do Desafio, com data marcada para 31 de maio. Caraguá irá enfrentar a cidade de Yopal, que fica no estado de Casanare na Colômbia.
De acordo com o diretor de Recreação, Renato Leite Carrijo de Aguilar, os interessados em defender Caraguá neste Challenge Day já podem começar os preparativos, formando grupos e decidindo qual atividade será praticada no dia da competição.
Todas as instituições, como associações, SABs, escolas, academias e a população em geral podem ajudar Caraguá a vencer a cidade adversária. É importante informar a Secretaria de Esportes a atividade praticada e quantos pessoas participaram do exércio físico pelos telefones 3888-4110/3887-1165. No ano passado, Caraguá enfrentou a cidade de Danlí Honduras e venceu.
O evento é uma competição entre cidades, uma disputa entre amigos. É uma forma de incentivar em cada pessoa da empresa, da escola, da rua, do bairro, enfim, de toda a comunidade a praticar uma atividade física diária para ter uma vida mais saudável.
Curiosidade - O Dia do Desafio começou em 1983, na cidade do Canadá. No ano seguinte, a experiência foi compartilhada com as cidades vizinhas. Desde então, o Dia do Desafio passou a realizar-se anualmente, e cresce em número de cidades, e em total de participantes, ano após ano. (Fonte: PMC)

Câmara discute Concurso Público e Passe Escolar
Projeto de Kazon pede prova aos domingos; Pardim quer desconto para estudantes.

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba discute nesta terça-feira - 30 de maio, a partir das 19h30, na sua 17ª Sessão Ordinária semanal, quatro (4) Projetos de autoria dos Vereadores, sendo 2 (duas) denominações de rua. O Vereador Kazon (PL) quer Concurso Público aos domingos e Pardim (PPS), desconto para estudantes locais no transporte urbano.
O Vereador Agostinho Lobo de Oliveira - Lobinho (PSDB), apresenta projeto que denomina de José Benedetti a atual rua sete (7), localizada no Loteamento Jardim Maristela.
O Vereador Omar Kazon (PL), apresenta Projeto de Lei que acresce parágrafo único a Lei Municipal 723/98, alterando a realização de Concursos Públicos aos domingos. A medida visa garantir a participação dos Adventistas, que guardam as 24 horas entre o pôr do sol de sexta-feira ao pôr do sol de sábado.
O Vereador Aurimar Mansano (PTB) discutirá Projeto de Lei que denomina de rua José Paes de Oliveira a atual rua nove (9), localizada no Balneário Jardim Parnaso, na zona sul da cidade.
Finalizando o Vereador Juarez Pereira Pardim (PPS), atual Presidente do Parlamento Municipal coloca em votação propositura que concede desconto de 50% no valor dos passes dos estudantes de curso técnico e universitário que o estejam cursando no município. Este projeto só terá validade quando da nova licitação, que em breve, escolherá a empresa que fará o transporte coletivo urbano em Caraguatatuba.
As Sessões Ordinárias semanais da Câmara de Caraguatatuba tem entrada gratuita e início às 19h30. O contribuinte também pode ouvir a sessão pela rádio Caraguá FM - 89,5 Mhz ou acompanhar via Internet, pelo Site da emissora. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Jornalistas conhecem pontos turísticos de Caraguá
Durante o Press Tour os visitantes conheceram o Parque Estadual, o Morro de Santo Antônio, o Museu de Arte e Cultura, o Teatro Municipal, a Fazenda de Mexilhões e outros pontos turísticos da cidade.

Caraguatatuba - Caraguá recebeu no último fim-de semana, de 26 a 28, um grupo de 25 jornalistas para mais um “Press Tour”, no 2º Encontro Pró-Turismo promovido pela Secretaria de Turismo e Conselho Municipal de Turismo de Caraguá, com o apoio da Associação de Hotéis, Pousadas e Similares e Associação Comercial e Empresarial de Caraguá. O objetivo do evento foi apresentar a cidade aos profissionais de comunicação. Este ano foram convidadas os jornalistas da ABRAJ-Associação Brasileira de Revistas e Jornais
Entre os participantes estavam o presidente da ABRAJ, Walter Stevão, diretores, proprietários e redatores de jornais de diversas cidades, entre elas São Paulo, Mogi das Cruzes, Guaratinguetá, Arujá, Santo André e outras.
Os visitantes foram recepcionados na sexta-feira, 26, pelas Turismólogas Luciane Ambrósio e Hellen Brocco, da Secretaria de Turismo, com um jantar no Restaurante Zanfredo, onde todos receberam um kit com Cd sobre a cidade, brindes, folders e revistas informando sobre a cidade; em seguida seguiram para os hotéis onde ficaram hospedados.
No sábado de manhã, o grupo visitou o Parque Estadual da Serra do Mar - Unidade Caraguatatuba, onde foram recepcionados pelo diretor Ivan Soarez da Mota, que contou um pouco da história da Mata Atlântica e a luta por sua preservação; em seguida acompanhou o grupo em uma das trilhas do Parque e apresentou a área de visitação, obra que deverá ser concluída até o final do ano, com salão, museu e área de lazer.
Em seguida, o grupo foi levado até o Morro de Santo Antônio, com o apoio do Jeep Club Tamoios. No alto do Morro, todos conheceram as duas rampas de vôo-livre e assistiram de perto um vôo de asa-delta, além de apreciar a bela vista panorâmica da cidade.
Após o almoço, e uma pausa para o descanso, os visitantes participaram de um “city tour” passando pelo Pólo Cultural Adaly Coelho Passos e Museu de Arte e Cultura. À noite os profissionais jantaram com o prefeito, José Pereira de Aguilar e foram ao Teatro Municipal Mário Covas para assistirem a uma apresentação do Água Viva Coral.
No Domingo os visitantes conheceram o projeto TerrAmar, o Press Tour foi composto de passeio até a Fazenda de Mexilhões, na Praia da Cocanha, com direito a conhecer passo-a-passo o cultivo do produto que coloca Caraguá em 2º lugar no ranking de produção do Estado de São Paulo.
Na opinião dos visitantes a cidade ofereceu um excelente programa turístico. “Gostei muito. Fiquei impressionado com as mudanças que a cidade passou, há dez anos não visitava Caraguá, fiquei muito surpreso com as mudanças. Adorei a nova avenida da praia, o teatro municipal e também as praias da região norte, as quais eu também não conhecia”, declarou Wilson H. Bego, do Jornal Mogi News. (Fonte: PMC)
 
Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Prefeitura de Ilhabela terá alterações do horário de funcionamento em dias dos jogos do Brasil

Ilhabela - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, considerando a participação da Seleção Brasileira de Futebol na Copa do Mundo, decretou que o expediente nas repartições públicas municipais, nos dias 13 e 22 de junho, datas em que ocorrerão os jogos da 1a. fase da competição, será das 9 às 15 horas initerruptamente.
Os serviços essenciais serão mantidos sem alteração de horário:

  • Coleta, limpeza e remoção de lixo;

  • Plantão médico no Pronto Socorro;

  • Plantão no Paço Municipal e Fiscalização;

  • Plantão na Garagem Municipal e

  • Auxílio ao tráfego e a segurança.

As horas não trabalhadas serão repostas, cumprindo a jornada diária de trabalho acrescida de uma hora no período de 30 de maio a 02 de junho, encerrando o expediente às 19 horas.
Nos dias de compensação mencionados neste artigo, o atendimento ao público no Paço Municipal continuará a ser efetivado no horário das 10 às 17 horas.  (Fonte: PMI)

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Assaltante morre em troca de tiros com a PM
Dupla mantinha seis reféns na costa sul de São Sebastião quando a polícia chegou; outro suspeito conseguiu fugir

São Sebastião - Um suspeito morreu e outro fugiu após uma troca de tiros com a Polícia Militar durante um assalto a uma casa de veraneio no bairro de Cambury, costa sul de São Sebastião.
Segundo a polícia, a dupla de assaltantes mantinha seis turistas de São Paulo como reféns quando a PM chegou ao local e tentou negociar a rendição dos suspeitos.
No entanto, não houve acordo, os assaltantes reagiram e houve troca de tiros. Nenhuma das vítimas do assalto ficou ferida.
Segundo o delegado Múcio Alvarenga, do Distrito de Boiçucanga, o assalto ocorreu por volta da 1h30 de domingo.
Os dois assaltantes, armados e encapuzados, renderam os turistas quando eles retornavam à residência. Dentro da casa, eles foram ameaçados de morte, caso reagissem ao assalto.
Um dos turistas, que estava no piso superior da casa, ao perceber o assalto, fugiu por uma janela e acionou a PM. Os policiais militares foram até a residência e tentaram negociar a rendição.
BLOQUEIO - Um deles, identificado como David da Silva, o 'Bolinha', 21 anos, armado com duas armas, tentou furar o bloqueio trocando tiros com a PM, mas acabou atingido e morreu no local.
Outro assaltante, identificado apenas como 'Bulgo', conseguiu fugir. No assalto, nada foi levado das vítimas.
Alvarenga afirmou que a dupla é suspeita de ter praticado outros assaltos na costa sul. "Os dois praticaram o assalto com as mesmas armas utilizadas em ações anteriores", disse.
Segundo ele, a polícia tenta identificar o assaltante que conseguiu fugir. (Fonte: ValeParaibano)

TCE condena despesas de vereadores

São Sebastião - O TCE (Tribunal de Contas dos Estado) apontou irregularidades nas contas de 2003 da Câmara de São Sebastião. O órgão identificou notas de empresas 'fantasmas', gastos com passagens aéreas em período de recesso e despesas excessivas com telefones celulares. O caso é avaliado pelo Ministério Público.
O vereador Marcos Leopoldino (PSDB), que presidia o Legislativo em 2003, afirmou ontem que irá recorrer das irregularidades apontadas pelo TCE.
Leopoldino nega ter havido gastos excessivos ou desnecessários com telefones celulares, publicações em jornais e viagens aéreas pelos vereadores. Segundo ele, naquele ano o Legislativo devolveu cerca de R$ 2 milhões aos cofres públicos.
O vereador Wagner Teixeira (PV), citado pelo TCE por suposta apresentação de notas supostamente fraudulentas em 2003, disse que, os serviços foram contratados e realizados e que cabe às empresas contratadas se explicarem ao TCE e Receita Federal, apresentando as notas fiscais.
CELULAR- Wagner Teixeira afirmou também que os R$ 6.600 gastos por ele com telefone celular não podem ser considerados como 'despesas excessivas'.
"O município têm 130 quilômetros de extensão e nossas atividades parlamentares exigem o contato diário com nossos munícipes em qualquer bairro, seja na costa norte ou na costa sul", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Vereador reassume cargo em São Sebastião

São Sebastião - O vereador de São Sebastião, Marcelo Mattos (PMDB), de 34 anos, preso há um mês por suposto crime de concussão (exigir vantagem no exercício de cargo público), reassume hoje seu cargo. Caso seja condenado, Mattos poderá pegar de 2 a 8 anos de reclusão, além da perda do cargo. Mattos, que ocupa o cargo de 1º secretário da Câmara, foi preso em flagrante no mês passado, juntamente com dois assessores, sob acusação de receber R$ 10 mil de um empresário local. Ele deixou a prisão na semana passada. A Comissão de Ética da Câmara apura o caso. O Ministério Público pediu seu afastamento do Legislativo. Mattos alega não ter qualquer envolvimento no caso. (Fonte: ValeParaibano)

Sindserv acusa ex-presidente pelo novo Estatuto dos Servidores

São Sebastião - A presidente do Sindserv-Sindicato dos Servidores Municipais, Ângela Couto, encaminhou ao Imprensa Livre cópia de um panfleto que estará sendo distribuído entre os funcionários públicos, com o seguinte título: Atenção servidor: Estão querendo tomar o nosso sindicato.Trata-se de uma resposta da diretoria à tentativa de retomada da entidade por parte dos ex-diretores do Sindicato, na sexta-feira passada
“Como pode um processo eleitoral, feito dentro da legalidade, coordenado por comissão eleita em assembléia, com posse dada pelo advogado da instituição e acompanhada pelo secretário da administração, não ter validade? Como que os ex-diretores do sindicato podem falar levianamente que a atual presidente está perdendo direitos dos servidores por não se dobrar aos caprichos da administração?”, questiona.
No panfleto, Couto faz um resumo dos primeiros seis meses da nova diretoria e acusa o ex-presidente do Sindserv pela forma como foi aprovada a reforma do Estatuto dos Servidores.
“Eu tenho que lembrar que quando assumi a presidência do sindicato o Estatuto já estava pronto. Foi um erro do Afonso, que não brigou pelo servidor, que não lutou em momento algum.
O Afonso vendeu o sindicato para o prefeito. Agora, como se não bastasse, querem voltar para o sindicato. Por quê? Para quê? O que será que tem dentro do Sindserv que tanto os interessa? Vale a pena pensar sobre isso”, diz.
O vice-presidente do Sindserv, Aldo Conellian, que assumiu interinamente o cargo de presidente, devido à ausência de Ângela Couto, afirmou ontem que lamentava a situação.
“Lamento que a classe esteja se desgastando numa briga desnecessária, visto que em três escrutínios a nossa chapa foi vencedora. Nós temos que nos unir para conseguir alguns ga-nhos para os servidores e nessa hora, quando mais precisamos, acontece isso”, lamentou.
Ontem o Imprensa Livre tentou localizar, por telefone, por volta das 19h00, o ex-presidente do Sindserv, mas não conseguiu. Um telefone estava na caixa postal e o outro sem sinal de chamada.
Ex-presidente tenta assumir Sindserv, mas é impedido por liminar
Na tarde de sexta-feira, o ex-presidente do Sindicato dos Servidores Públicos, Afonso da Silva Vale, e alguns representantes das chapas concorrentes estiveram na sede da instituição afirmando que, por decisão judicial, a eleição que deu posse à professora Ângela Couto estaria anulada.
De acordo com Vale, no dia 3 de maio o Tribunal Regional do Trabalho anulou o pleito que elegeu a professora Ângela Couto e determinou que fosse retomada a situação anterior, as eleições.
“Enquanto ocorreu o 3º escrutínio existia um recurso junto ao Tribunal Regional do Trabalho, em Campinas, sobre a decisão que culminou na anulação da 1ª eleição, em ação movida pela chapa 4, encabeçada pelo funcionário público Lucelmo Lacerda de Brito. Por força do Estatuto do Servidor tive que convocar a nova eleição, mas no dia 3 de maio veio a decisão do Tribunal, que todos os atos praticados estavam anulados”, explica.
Vale afirmou que, com base nessa decisão, foi convocado pela Comissão Eleitoral para reassumir o cargo de presidente do Sindserv, para dar início a uma nova eleição. “Uma vez que o processo retornou ao período anterior da 1ª eleição, eu entendo que passo a ser novamente o presidente”, afirmou.
O ex-presidente diz que o Sindicato dos Servidores teve conhecimento da decisão do Tribunal Regional do Trabalho por meio de uma notificação, que foi recebida pelo advogado Marcelo Galvão.
“Eu só fiz cumprir uma decisão judicial e estatutária. A partir de agora a decisão do que será feito é dos integrantes das chapas”, disse.
Outro Lado - Ainda na tarde de sexta-feira um oficial de justiça esteve na sede do Sindicato dos Servidores Públicos para notificar o ex-presidente, Afonso da Silva Vale, sobre uma liminar concedida pela juíza da Vara do Trabalho, Ana Lúcia Pereira, que manteve a a-tual diretoria no cargo.
De acordo com a juíza, o fato do mérito da decisão não ter sido julgado não era sufi-ciente para que fossem convo-cadas novas eleições, porém uma vez convocadas, o despacho anulatório de pleito eleitoral não se sustentaria.
A juíza afirma que os interessados na anulação do pleito, se assim entenderem, devem utilizar o remédio processual cabível para tentarem a retomada da direção da entidade sindical.
“Concedo liminar requerida para manter a atual diretoria administrativa do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião, bem como declarar a nulidade do ato administrativo denominado “Despacho Anulatório de Pleito Eleitoral”, concluiu a juíza. A chapa 2, encabeçada pelo servidor público Marcos Antônio de Assis Leite, afirmou que vai recorrer da decisão da juíza.
Retrospectiva - A briga pela presidência do Sindserv teve início em agosto de 2005, quando foi realizada a primeira das três eleições que se seguiram.
Essa eleição foi questionada pelo candidato a presidente do Sindserv pela Chapa 4, Lucelmo Lacerda de Brito, e o funcionário Tadeu Casseano, que ingressaram com uma ação cautelar, por não concordar com medidas adotadas pela comissão eleitoral do sindicato.
A chapa 4 conseguiu uma liminar e garantiu o direito ao registro sem a apresentação de todos os documentos que estavam sendo solicitados, até que fosse julgado o mérito.
No dia da eleição, quatro das cinco chapas concorrentes foram na delegacia para registrar um boletim de ocorrência por uma suposta fraude na urna da Costa Norte, com base na denúncia do professor de educação física Alberto Lourenço Júnior. A denúncia foi negada pelo então presidente, Afonso da Silva Vale.
Após muita polêmica e até mesmo do risco da impugnação do pleito eleitoral, a professora Ângela Couto assumiu a nova diretoria, eleita com 62% (948 votos), do total de 1.525 votantes.
Quando a situação já era dada como definida, a juíza do trabalho Ana Lúcia Pereira anulou a eleição, julgando procedente a ação cautelar proposta pelo candidato da Chapa 4, Lucelmo Lacerda de Brito.
Na época, o advogado da chapa vencedora, Célio Alves Moreira Júnior, afirmou que iria recorrer da decisão da juíza porque o presidente do pleito, Afonso da Silva Vale, não foi intimado para apresentar a contestação.
Enquanto a ação tramitava na justiça, o Sindserv convocou a segunda eleição, que foi anulada por falta de quorum.
Apenas em dezembro foi realizada a 3ª eleição. Como da primeira vez, a presidente eleita foi a professora Ângela Couto, em uma disputa acirrada. (Fonte: Imprensa Livre)

Ex-arrecadador da campanha de Juan Garcia conta tudo

São Sebastião - O ex-candidato a vereador Estevão Flávio Ciappina esteve ontem na sede do jornal, acompanhado pelo advogado Paulo Delgado, onde gravou uma entrevista de cerca de 30 minutos e contou os métodos utilizados na arrecadação de recursos financeiros durante a campanha do então candidato a prefeito Juan Garcia.
Ciappina, que aparece nas fitas gravadas na empresa de ônibus Autoviass, pedindo dinheiro em nome de Garcia, divide a campanha eleitoral que elegeu o prefeito em duas épocas. “A primeira em que eu participava ativamente e a segunda em que fui excluído, quando entrou o senhor Andelmo (Zarzur Junior) como titular arrecadador e como coordenador de campanha, como ele se intitulava”, afirma.
Ciappina diz que, além da Autoviass, outras empresas foram visitadas em busca de verbas para a campanha. “Durante a minha participação várias empresas foram visitadas, não foi só a Autoviass, e tiveram o mesmo tipo de achaque. Foi feita uma lista de empresas que seriam visitadas e já com valor estipulado para cada empresa. A determinação era para que a gente corresse atrás dessas empresas e levantasse os recursos necessários para a campanha”, conta.
O arrecadador da campanha do prefeito Juan Garcia explica que as reuniões que decidiam as empresas e os valores eram realizadas em um imóvel alugado no centro da cidade. “Foi alugado um imóvel no centro da cidade, ao lado da Telesp. Na época, a gente alugou essa casa que era só para a cúpula se reunir, era até denominada de QG”, conta.
Entrevista concedida ao Imprensa Livre:

IL - Qual foi o seu papel na época da campanha eleitoral do candidato Juan Garcia?
EC - A campanha teve duas épocas. A primeira que eu participava ativamente e a segunda que fui excluído, quando entrou o senhor Andelmo (Zarzur Junior) como titular arrecadador e como coordenador de campanha, como ele se intitulava.

IL - Como era feita a arrecadação de dinheiro para a campanha?
EC - Durante a minha participação várias empresas foram visitadas, não foi só a Autoviass, e tiveram o mesmo tipo de achaque.

IL - Porque você foi escolhido para arrecadar recursos para a campanha?
EC - Desde 2002 já estávamos em campanha porque o dr. Juan se candidatou a deputado estadual, com a intenção de medir a quantidade de votos que teria em São Sebastião. Nessa época, a campanha era braçal, não tinha recursos. Então, ele contava só com os amigos e eu fazia parte dessa roda de amigos, que estava ali para ajudá-lo.

IL - Você é amigo dele (Juan Garcia) há muito tempo?
EC - Há algum tempo. Ele era meu cliente na marina, onde tinha um barquinho pequeno. A gente se conhecia há algum tempo.

IL - Então foi natural ele tê-lo convidado para assumir a arrecadação de recursos para a campanha.
EC - Lógico. Eu também conhecia algumas pessoas. O Artur Balut foi eu quem trouxe, o Ditinho, a aproximação com PFL, foi eu quem fiz. A gente começou mesmo na enxada, até a hora que entrou o dr. Andelmo e nós fomos excluídos. Aí se fechou um grupo de cinco pessoas: Juan (Garcia), Guilherme (Duarte de Carvalho), Alberto (Carlini), Thales (Carlini) e o Andelmo (Zarzur Júnior).

IL - Como era feita a escolha das empresas. Como vocês se programavam?
EC - Foi feita uma lista de empresas que seriam visitadas e já com valor estipulado para cada empresa, né?. A determinação era para que a gente corresse atrás dessas empresas e levantasse os recursos necessários para a campanha.

IL - Quem fazia essa lista e determinava os valores?
EC - Foi alugado um imóvel no centro da cidade, ao lado da Telesp, porque o escritório que o Juan atendia estava sem condições por causa do movimento de pessoas. Na época, a gente alugou essa casa que era só para a cúpula se reunir, era até denominada de QG. Ali (se reuniam) o Alberto, o Tales, o Artur, o Ditinho, eu, então, eram só essas pessoas. Tinha também um marqueteiro, Edson Cambraia, que depois foi dispensado, de São José dos Campos.

IL - Hoje você vê isso como achaque, mas na época você não pensava assim. O que mudou?
EC - Por falta de experiência política, eu nunca tinha feito uma campanha política, ido atrás de recursos para campanha política e o objetivo era bem intencionado. Hoje a minha revolta é porque tudo que foi dito, nada foi feito. Eu realmente acreditava no dr. Juan e achava que, de alguma maneira, tinha que levar a campanha adiante para poder elegê-lo, porque eu acreditava na pessoa do dr. Juan. Isso justificava a gente estar correndo atrás de empresários que ajudaram a gente a tocar a campanha naquele momento.

IL - Como vocês faziam para marcar as reuniões nas empresas? A pessoa já sabia que assunto iria ser tratado?
EC - Eu em poucas fui, os outros que iam mais, porque não concordava muito com a lista que foi feita, eu achava que não era por aí, a gente tinha que ser mais social, mais amistoso. Eu pensava: como você pode determinar um valor para uma pessoa se não sabe que situação ela está. Mas diziam: é isso, acabou, vai lá e pede isso. Eu fui na Autoviass e na Praticagem, e não fui em nenhuma mais. Outras pessoas que foram.

IL - No caso da Autoviass, foi feita pressão para que se realizasse o pagamento?
EC - Isso mesmo. Quem começou a negociação com a Autoviass foi o dr. Juan e o Artur. Isso já se vê nas fitas. Eles tinham um valor em mente e foram tentar negociar e não tiveram êxito. Saíram de lá muito bravos, nervosos. A partir desse momento, já começou o Juan ameaçar, dizer que ele não perde por esperar. Aí eu entrei na situação para segurar, mesmo ele pedindo para a gente continuar. A hora que eu entrei, não sei se você assistiu a fita, mas não tinha como dar ré numa situação crítica. Eu sabia que estava sendo gravado.

IL - Você sabia que estava sendo gravado?
EC - Sabia, sabia sim. O Juan também sabia. Não enquanto estava lá, mas depois que ele tinha estado lá. Aí começou a perseguição, não se falou mais com a Autoviass, apesar deles terem procurado mais vezes a gente para tentar fechar algum tipo de negócio, mas a gente sabendo da gravação não foi mais. É uma armadilha, é uma armadilha, ninguém foi mais, mesmo ele tentando, ligando, ligando.

IL - Às empresas que não quisessem contribuir sofriam algum tipo de ameaça, de pressão?
EC - O que era dito na verdade nas reuniões, que eu sabia, não eram ameaças frontais, mas uma coisa sutil: ou é parceiro ou não é parceiro. Isso subentende ou você está comigo ou não está, não é? Até o Juan usava um termo na época: vender coca-cola é fácil, então hoje todo mundo tem que me ajudar porque estou eleito. Ele tinha certeza absoluta que estava eleito, tanto que a gente já tinha feito algumas pesquisas, em 2002.

IL - Você disse que a campanha teve dois tempos. Quando aconteceu essa separação?
EC - Quando o Andelmo (Zarzur Junior) começou a aparecer já estava em campanha, logo no início. Eu já comecei a me sentir, eu e todo grupo, meio excluído. Já não era convidado para reunião, esse tipo de coisa. As coisas começaram a andar de uma maneira muito mais acelerada.

IL - Acelerada, como assim?
EC - Material para campanha, por exemplo, de repente começou a chover as coisas, comícios, ostentação, toda essa movimentação de dinheiro, que está declarado em um valor absurdo. Na hora que o dinheiro começou a entrar, a maior parte do grupo foi afastada. O grupo que eu digo é do braçal, que caminhava na rua, ia atrás de voto porta a porta. Na hora que começou a entrar o dinheiro, mudou o formato da campanha, ninguém mais participava de reunião, ninguém mais tinha acesso ao candidato, era segurança para todo lado, parecia terrorismo, era colete, e assim que foi conduzido. Então, parti para a minha campanha a vereador.

IL - O Andelmo (Zarzur Filho) se apresentou como para vocês?
EC - Eu não sei porque não participei disso, mas ele tinha uma lojinha de adesivos e, de repente, injetou um dinheiro na campanha e eu não sei de onde veio, quanto foi, eu sei que não era pouco porque o negócio deslanchou.

IL - Nesse momento, você não pensou em se afastar?
EC - Eu me afastei de fato da cúpula. Eu continuei minha campanha na rua porque já tinha me comprometido com muitas pessoas, tinha feito reuniões, não podia simplesmente abandonar minha campanha de vereador porque era a minha moral que estava em jogo. Eu tinha que ir até o fim.

IL - Quando surgiram as gravações feitas na Autoviass, como foi?
EC - Ele (Juan Garcia) me pediu para que não ficasse perto dele, para não sair na foto com ele. Isso me ofendeu profundamente, mas enfim se era por um objetivo, se era para um bom governo para a cidade e tal, esse sacrifício eu fiz. Eu me afastei realmente, não só eu como outros candidatos que foram citados nas fitas. A determinação era que não nos aproximássemos em locais públicos porque teriam fotógrafos esperando essa oportunidade para poder tirar proveito disso politicamente.

IL - Teve algum outro momento que você sentiu que estava sozinho?
EC - Depois do caso das fitas, que foi muito próximo do Andelmo, já estava estranho, não estava me sentindo bem no grupo, eu acho que já não existia um grupo do tamanho que era, ficou mais restrito, fechou uma cúpula e depois eles foram viajar para a Europa.

IL - Você está fazendo essas denúncias porque não conseguiu um emprego na Prefeitura?
EC - De maneira nenhuma, isso não procede. Estou em São Sebastião há 20 anos, nunca fui político, eu nunca tive cargo político, eu sempre tive empresa, trabalhei e sempre sustentei a minha família. Lógico que a campanha me abalou, sem dúvida, mas o meu interesse maior era no turismo, era uma das propostas melhores de campanha. Como empresário do ramo náutico, eu tinha muito interesse no turismo. Isso que me revoltou inicialmente.

IL - Você imaginou que o prefeito o convidaria para assumir algum cargo no turismo?
EC - Não, mesmo porque não havia nenhuma conversação nesse sentido. O meu interesse era São Sebastião. Se São Sebastião melhorasse em cima do turismo, eu melhoraria também. Não era uma proposta pessoal, era uma proposta para o município.

IL - Então o que te motivou a vir a público fazer essas denúncias?
EC - Eu já venho motivado há algum tempo, tenho escrito algumas cartinhas para o jornal. Mas o que me motivou foi a postura que ele (prefeito Juan Garcia) tomou na Câmara Municipal, na sessão da última terça-feira. Eu estava assistindo pela internet e vi quando os vereadores disseram que seria bom se ele estivesse para responder umas coisas e de repente ele apareceu, tomou assento e ficou com aquele olhar lindo e maravilhoso, com aquela soberba, né? Aí a proposta dos vereadores era de debate, e ele tornou a tribuna um palanque, falou e não deixou ninguém falar. Isso me deixou muito nervoso, porque ele tem o dom da palavra, me motivou a chamar ele para um debate porque tenho alguns documentos e gostaria de confrontá-lo.

IL - Que documentos são esses?
EC - Não posso adiantar quais são os documentos porque estamos no meio de um processo judicial, mas se estou falando é porque eu tenho. Se falo é porque estou embasado em documentos.

IL - Como você conseguiu esses documentos?
EC - Durante a campanha eu tinha acesso a tudo, eu fazia parte do grupo que encabeçava a campanha, eu tinha acesso a documentos. Depois da campanha, as coisas mudaram repentinamente, a compra de barcos, e isso começou a me deixar...apesar de ter construído um barco para ele. Eu construí como empresário, porque era meu serviço, mas por náusea não consegui chegar no fim, eu entreguei antes, sem terminar. Porque a soberba era tanta, o desperdício de dinheiro, sabe?

IL - Você trabalhava em uma marina e vendeu um barco para o prefeito?
EC- Em fevereiro, eu vendi um barco para ele, um barco antigo, de colecionador, e o que ele determinou era que o barco ficasse zero quilômetro. Então eu fiz. Esse barco tem tudo que uma lancha mais luxuosa tem.

IL - Como ele ia te pagando pelo serviço?
EC - Eu tenho alguns documentos de compra, algumas coisas foram compradas fora do Brasil, sem nota. Eu prefiro não adiantar.

IL - Além da compra do barco, tem mais alguma coisa?

EC - O Caso Aquarela é uma coisa que deixou todo mundo indignado. O próprio caso da Autoviass. (Nesse momento, o advogado Paulo Delgado intervém e pede para que Estevão fique calmo).

IL - O contrato do projeto Aquarela já havia sido discutido antes da campanha?

EC - Não. Isso foi o Juan (Garcia) que eu não conhecia. O Juan que eu conhecia era um cara honesto, que ia fazer as escolas em período integral, eu acredita naquilo. No depois...eu não conheço essa pessoa, esse não é o amigo que eu tinha, não é a pessoa que eu conhecia. Então, faz valer aquele velho ditado: quer conhecer um homem, dê o poder a ele. Foi o que aconteceu.

IL - Qual vai ser o seu papel na próxima eleição?
EC - Eu estou muito assustado. Se um cara que era meu amigo e chegou no estado que chegou, eu não sei o que fazer. Mas eu acho que todo mundo tem que ter uma postura política e a minha será contra ele, pelo que vem fazendo.

IL - Como está a sua vida e da sua família na cidade?

EC - Estou levando mais humildemente é lógico, eu acabei vendendo a empresa durante a campanha e fiquei sem um ponto fixo para trabalhar. Mas continuo trabalhando com lanchas, com venda de barcos, manutenção, os meus filhos também trabalham. Uma vida mais humilde, mas honesta.

IL - Você acha que sua imagem ficou abalada por causa do caso das fitas da Autoviass?

EC - Aquilo me afetou muito, eu não desejo isso para ninguém. Mesmo a gente sabendo que era bem intencionado, que era uma luta por um objetivo, um ideal, eu não me senti bem fazendo o que fiz. Mas como estava num jogo tinha que jogar. Se fosse hoje, eu não faria de jeito nenhum.

IL - Na melhor das hipóteses, o que você gostaria que acontecesse hoje na cidade?
EC - Renúncia já, com certeza. Porque ele não vai fazer nada. Não vejo luz. Eu creio que tem que mudar, criar novas lideranças, porque São Sebastião tem um potencial muito grande, em vários aspectos, e nada é explorado. Tudo está se revertendo, tá andando para trás. Tem muita gente que eu escuto falar que quer ir embora da cidade. Quando cheguei era um privilégio morar aqui. Se estivesse chegando hoje, não conseguiria ficar.

IL - Você já pensou em ir embora da cidade?
EC - Eu já pensei em ir embora, mas tenho um amor pela cidade. Eu criei meus filhos aqui, a minha família está aqui. Existe um círculo de amigos e é difícil tomar a atitude de ir embora. Se eu tiver alguma proposta que seja fora de São Sebastião eu vou ter que aceitar, porque a gente tem que progredir. Se eu tivesse vendo uma lanterninha que seja, eu não diria isso.

IL - Você não tem medo por causa dessas denúncias?
EC - Eu tenho medo por causa da minha família, minha maior preocupação, mas eu tenho o dever de estar fazendo isso. Está me fazendo mal pela preocupação que está me causando, mas está fazendo muito bem pelo desabafo.

IL - Você acha que essas denúncias estão atingindo o prefeito?
EC - Eu não estou tentando atingir, estou falando a verdade. Eu posso até ser processado, mas estou falando a verdade.
(Fonte: Imprensa Livre)

Apenas duas moções devem ser votadas na sessão desta terça-feira

São Sebastião - A Câmara de São Sebastião deve votar durante a sessão desta terça-feira, 30, apenas duas moções de aplausos e reconhecimento.
A leitura da redação final ao projeto de lei que cria a Comissão de Ética do Conselho Tutelar também deverá ser feita amanhã.
Os vereadores votam, ainda, dois pareceres: um em relação ao projeto que estabelece as diretrizes a serem observadas na elaboração da lei orçamentária do município para o exercício de 2007, além de outras providências; e o outro referente a proposta que concede título de cidadão sebastianense.
Cerca de 15 requerimentos devem ser apreciados e votados, além da leitura de, pelo menos, 70 indicações.
A pauta, entretanto, pode sofrer alteração até o início da sessão. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

São Sebastião na luta contra a Aids

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria da Saúde, promove no próximo 1º de junho, o dia municipal de luta contra a Aids (Síndrome da Deficiência Imunológica Adquirida).
Um trabalho de conscientização será feito pela equipe do Cemin (Centro Municipal de Infectologia). Foram enviados para os 21 PSF’s (Postos de Saúde da Família), materiais sobre o tema, como cartazes e folhetos explicativos.
Além disso, a Prefeitura realizará uma parceria com a Rádio Morada do Sol. Vinte e um kits serão sorteados durante todo o dia 1º de junho. O ouvinte responderá questões relativas às Doenças Sexualmente Transmissíveis.
No mesmo dia, o médico infectologista, Dr. Carlos Mello de Capitani, dará uma entrevista no programa “Jornal da Morada A Voz do Povo”, a partir das 9h, falando sobre os riscos da doença e dos cuidados que as pessoas devem ter.
Segundo a psicóloga do Cemin e coordenadora do programa DST/Aids de São Sebastião, Leda Nicolau Correia, entre cinco e oito pessoas são atendidas diariamente no setor.
“Temos ainda o programa porta aberta, onde são realizados os exames de HIV, hepatite B e C, além de sífilis. O paciente pode ir até o local, a qualquer hora, sem precisar marcar consulta. Os testes são gratuitos”. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Altanta Agito

 

Prefeitura apresenta sistema de monitoramento por câmaras

Ubatuba - A Prefeitura, por meio de sua Secretaria de Segurança Pública, apresentou na tarde de ontem, a alguns comerciantes, um projeto para instalação de câmaras de monitoramento, principalmente no centro da cidade.
O diretor de tecnologia da empresa Directiva Tecnologia - especializada em projetos de segurança - Edson Tadeu dos Santos, apresentou a idéia de monitoramento urbano, que a Prefeitura pretende implantar em Ubatuba.
A proposta, de início, é a colocação de nove câmaras de monitoramento em pontos sugeridos pela Secretaria Municipal de Segurança Pública, em conjunto com a sociedade civil.
As principais saídas da cidade são pontos que esta-riam sendo monitorados, além da esquina da rua Hans Staden com o calçadão, esquina da rua Hans Staden com a rua Conceição, dois pontos na avenida Iperoig, esquina da rua Coronel Domiciano com o calçadão e Praia Grande. Para Edson Tadeu dos Santos, “o fato de a pessoa saber que está sendo filmada inibe as atitudes erradas”. O sistema já foi implantado pela empresa em cidades como Campinas, Araras, Americana e Joanó-polis. Segundo o diretor de tecnologia, os dados apontam diminuição de 36% nos índices de homicídios e de 90% em vandalismo.
As câmaras transmitem as imagens em tempo real via rádio, com alcance de 200 metros, zoom de 26 vezes e giro de 360°. Ainda segundo Edson Tadeu dos Santos, as imagens captadas nos locais citados seriam também colocadas no site da Prefeitura de Ubatuba.
Os comerciantes presentes na reunião, que ocorreu no prédio da Secretaria de Educação, se mostraram interessados no projeto, mas preferiram marcar um novo encontro para discutir mais amplamente a proposta da Prefeitura.
O secretário de Segurança Pública, Andrade Henrique, concordou com a nova reunião e ressaltou a necessidade vital da união da sociedade para que haja a continuidade do projeto.
Estiveram presentes à reunião cerca de 25 comerciantes, o comandante Carvalho, da Guarda Municipal de Ubatuba, o delegado titular Fausto Moro Cardoso, a assessora de Expediente de Gabinete, Denise Silveira e o vereador Charles Medeiros, além de outros representantes da sociedade civil.
Para o prefeito Eduardo Cesar, a segurança é um assunto de extrema importância e que requer atenção especial por parte da Prefeitura. “A colocação das câmaras de monitoramento será um primeiro passo para a melhoria geral da segurança em nosso município”, afirmou o prefeito. (Fonte: Imprensa Livre)

“Ciclista Maluco’ passa por Ubatuba com destino à Bolívia

Ubatuba - O ciclista Janilton Ferreira, mais conhecido como ‘ciclista maluco’, passou por Ubatuba juntamente com seu companheiro de viagem, Maurílio dos Santos Paiva, na última quinta-feira.
De sua cidade natal, Itajaí, Santa Catarina, os ciclistas pretendem percorrer 27 capitais brasileiras, sendo que 18 delas já foram visitadas. Depois disso, eles seguirão para Bolívia, Peru e Venezuela, pretendendo completar a viagem em 19 meses.
Rebeca, a bicicleta simples de Janilton, carrega seis quilos de fotos, algumas mudas de roupas, peças de bicicletas, uma desbotada bandeira do Brasil e incontáveis quilômetros de histórias. O “ciclista maluco” viaja desde 1987. Durante esse tempo, ele já conheceu mais de 300 cidades e tirou fotos com personalidades da política, dos esportes, da música e da televisão, tais como o presidente Lula, Gilberto Gil, Elba Ramalho, Luciano Huck, Marcos Frota, Shelda, Bussunda e muitos outros.
A última viagem do ciclista foi de Itajaí a Fortaleza, 11 mil quilômetros ao todo, com sua esposa, Francisca Gomes Ferreira, de 47 anos. Sem patrocínios, os viajantes contam com os próprios recursos e com contribuições das cidades por onde passam. Dormem em ginásios de esportes e em abrigos dos bombeiros.
Apesar do pouco dinheiro as dificuldades de Janilton, muitas vezes, são outras, como no caminho para Fortaleza, quando ele e a mulher enfrentaram 200 km de estrada deserta, sem água. “A sede é difícil de enfrentar. Passar fome até que dá para suportar, mas a sede castiga muito o corpo”. Nessa viagem, nas estradas do Mato Grosso, o desafio serão as onças e cobras. “Vamos dormir em cima das árvores”, debocha o ciclista.
O ciclista elogiou a iniciativa da Prefeitura pela instalação das ciclofaixas. Ele afirma que a prática do ciclismo é muito saudável, além de ser econômica e ecológica. “Em cidades como Ubatuba, a pessoa pode deixar o carro em casa e ir trabalhar de bicicleta, numa boa. Se tiver ciclofaixas, é muito melhor, porque é seguro e organizado”.
Aos 52 anos, Janilton afirma que o segredo de sua persistência é o fato de não beber, nem fumar ou usar drogas.
Ele diz que costuma fazer palestras em escolas das cidades por onde passa, incentivando os jovens a trocar as drogas pelo esporte, seja qual for. O ciclista já tirou um câncer do intestino e anda com uma bolsa de colostomia, mas nem isso o faz desistir de correr atrás de seus sonhos sobre as duas rodas de sua ‘Rebeca’.
“Quero um dia chegar aos Estados Unidos e à Alemanha, mas vou de bicicleta mesmo, não pego carona, não. Tem gente que sai de bicicleta e pega carona no caminho. Aí não vale”.
 (Fonte: Imprensa Livre)

Palestra gratuita na ACIU com Marco Aurélio Bertaiolli

Ubatuba - Marco Aurélio Bertaiolli ministrará uma palestra voltada aos empresários da cidade, no próximo dia 01 de junho, quinta-feira, às 19h30, na Associação Comercial de Ubatuba.
Bertaiolli trabalha ao lado de empreendedores e representantes de entidades com o objetivo de desenvolver projetos, dinamizar a economia e gerar empregos.
Defesa das micro e pequenas empresas. Esta é a principal bandeira de trabalho de Bertaiolli, que defende o associativismo, a atração de novos empreendimentos, fomento dos negócios já implantados, criação de nichos de mercado e mudanças na legislação.
O presidente da ACIU Ahmad Khalil Barakat ressalta que “através do associativismo, da formação de núcleos, da participação integrada, os empreendedores conseguem melhores resultados, tanto na solução de problemas conjuntos, como na viabilização de novos negócios”, salienta.
O empresário Marco Aurélio Bertaiolli tem 38 anos e uma ligação com o setor comercial há mais de 20 anos. Tornou-se comerciante aos 16 anos. A experiência precoce proporcionou uma visão mais ampla do mercado, além das tendências e transformações ao longo dos anos.
Bertaioli é vice-presidente da Facesp- Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, é presidente da Associação Comercial de Mogi das Cruzes e vice-prefeito de Mogi das Cruzes. (Fonte: ACIU)
 

Campanha do Agasalho 2006

O inverno está aí.
Não dá para ser frio nesta hora.
O Fundo Social de Solidariedade do Estado e as Lojas Maçônicas de Ubatuba,
Convidam você a participar da campanha do agasalho de 2006.
Doe agasalhos e cobertores nos postos de coleta desta campanha:
Papelaria do Estudante - Centro
Lojas Seller - Calçadão
Associação Comercial de Ubatuba
Supermercado Paulista - Centro
Supermercado Rosado
Supermercado Modelo - Itaguá
Supermercado Dom Vital - Toninhas
Igreja internacional da Graça de Deus - Rua Paraná
Igreja Matriz do centro e nas demais comunidades das igrejas católicas de Ubatuba.

Apae de Ubatuba participa de campanha para receber doações

Ubatuba - A Apae de Ubatuba está participando da campanha nacional “Apae em Ação”, que recebe doações através de ligações e reverte o valor para a instituição da cidade de onde a pessoa liga. As doações podem ser feitas até o dia 29 de maio. Para doar R$ 5,00 - ligue 0500-4510005, R$ 10,00 - ligue 0500-4510010, R$ 20,00- ligue 0500-4510020 e acima de R$ 20,00 ligue - 3038-5585. No dia 21 de maio, das 11h às 16h, a TV Bandeirantes exibirá o Programa “Apae em Ação”, quando também poderão ser feitas as ligações.
A Apae de Ubatuba existe desde 1992 e atende 64 crianças. O valor que for recebido por meio das doações será usado principalmente para a construção do alicerce da nova sede. A Apae atende hoje em Ubatuba à Rua Manoel da Cruz Barbosa, 228, Sumaré. (Fonte: PMU)


Semana de 26/05 à 01/06

CINE PORTO (Ubatuba)
fone :3833-2066 ( 012)

"O Código da Vinci"
Às 15:00 hs - 18:00 hs -21:00 hs.
 


CINE PASSEIO (Ubatuba)
fone : 3832-2843 ( 012 )

"X-Men - O Confronto Final"
Ás 15:00 hs -17:10 hs -19:20 hs -21:30 hs.

 

 

 

Ação Litoral
 
Poesia Topo

Registro de nascimento
Tá carimbado na certidão
Que nasci na Praia da Maranduba
Só não está escrito
Que por mãos da parteira
Vovó Martinha Cabral
Tá escrito que nasci
No Município de Ubatuba
Mas sem detalhar
Que sou caiçara
E que na primeira infância
Tomei caldo de peixe
Junto com a mamadeira
Pra ganhar força e substância
Tá escrito que nasci
Entre a Serra e o Mar
Só faltou esclarecer
Que foi centenas de anos após
O índio desaparecer
E muito tempo antes
Do tupinambá renascer.

Félix Cabral
Ubatuba, SP

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Gasoduto prejudicará o Litoral

Gostaria que este jornal, promovesse uma ampla discussão com toda a população desta região, principalmente Caraguatatuba, sobre a instalação do gasoduto, pois o impacto ambiental negativo só será sentido a médio prazo, e a qualidade de vida da região também, tornando-a inóspita para os veranistas daqui alguns anos!!!!!
É balela dizer que tudo melhorará, pois as pessoas que apreciam este patrimônio natural de caraguá, vão deixar de fazê-lo, por conta do impacto que teremos no futuro!!!!!!
Quem vive em Caraguá, quando sentir este impacto será tarde para tentar revertê-lo....
"Quem ama e vive em Caraguatatuba, tem que pensar no futuro de seus filhos e netos, e também na desvalorização que só o tempo causará em seus patrimônios materiais e de saúde"
é um absurdo esta especulação econômica que estão querendo fazer com esta maravilhosa região, uns dos últimos refúgios de natureza inalterada!!!!!
A população do litoral norte, principalmente a de Caraguatatuba, deveria ser contra a instalação dessas obras na região, pois o fator econômico atribuído à elas, como benfeitorias, geração de empregos, tributos, etc, não suplantam o fato de que esses eventos tecnológicos vão causar um imensurável impacto ambiental, alterando significativamente o maior patrimônio desta região: A NATUREZA "ainda" preservada.
Uma ampla discussão deverá ser realizada em torno deste assunto, pois a passagem deste gasoduto pelo município e arredores, vai expor sobremaneira a população aos riscos inerentes a esse tipo de sistema condutor!!!!!!!
Ou seja, Caraguatatuba e região perderão a médio prazo o interesse por parte de turistas e veranistas que hoje valorizam a sua riqueza natural!!!!!
Solicito à direção deste jornal, que tome a frente e que utilize de todo o seu expediente e sua força regional, para promover uma ampla discussão sobre o tema.

Dr. Ricardo Henri Rodrigues Destéfano
Doutor em Agronomia (ESALQ/USP)
UNICAMP/UNIANCHIETA
Campinas - SP

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Ubatuba

Praia do Pulso ©Luciano Cancelier

Praia do Pulso
©Luciano Cancelier

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Atualização: Juliano Gregori

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor