Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-Feira, 05 de OUtubro de 2007 - Nº 1856 Edições Anteriores

Maré Legal Terra Caiçara

Região
Caraguatatuba continua em estado de epidemia de dengue e recebe ajuda da Sucen
Polícia Ambiental quer especializar soldados em ações contra incêndios florestais na região


Caraguatatuba
Aguilar reivindica ao Governo do Estado pavimentação da estrada do Pirassununga
Prefeitura de Caraguá instala lombada em trecho de Rodovia para trazer segurança aos munícipes
Prefeito de Caraguá recebe argentinos que participarão de evento no município
Prefeitura realiza fiscalização para evitar a atuação irregular de ambulantes
Atletismo, Surf, Vôlei e Basquete estarão em disputa no fim de semana em Caraguá
Campeonato de Futsal teve rodada durante a semana
Definidas as equipes que disputarão a 3ª Copa da Criança de Futebol
Caraguá entra em campo pela 1º Copa Imprensa Livre de Futebol Feminino do Litoral Norte
Caraguá prepara 2º Recreança para animar a garotada no Dia da Criança

Ilhabela
Ilhabela poderá ter registro de bens culturais de natureza imaterial
Câmara recebe representantes da Sabesp
Ilhabela recebe visitantes de mais de 50 municípios neste final de semana


São Sebastião
Juan rebate declarações de Mauro Arce e afirma que falta sensibilidade do Estado com o Porto
Lombadas eletrônicas são aferidas pelo IPEM e começam a autuar na próxima segunda-feira
Alunos da EM Verena Dória encerram atividades do projeto “Cidade Educadora”
Setradh destaca assistência social sebastianense em palestra para 70 alunos da Unitau
Prefeitura finaliza treinamento com Ecoagentes nesta sexta-feira

Ubatuba
Aumento da temperatura faz com que mosquitos voltem a tirar o sono dos Ubatubenses
Escola Municipal de Ubatuba conquista importante prêmio de educação ambiental
Palestra Motivacional na ACIU
Famipa conquista vaga para final do Campeonato Paulista de Fanfarras
Número de vagas abertas supera cadastros de empregados no Balcão de Empregos
Ubatuba fica em 3º lugar nos Jogos dos Idosos de São Sebastião
Ubatuba disputa podium na natação dos XI JORI neste sábado
III Festival de Cultura Popular “Caiçarada” acontece na próxima semana, em Ubatuba
Oficinas do Projeto “Despertar do Mestre-Artesão” chegam ao fim
Noticias da Fundart

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Caraguatatuba continua em estado de epidemia de dengue e recebe ajuda da Sucen
Ubatuba está há dois meses sem registro de casos confirmados

Litoral Norte - Com 845 casos positivos até ontem e 119 pacientes aguardando o resultado do exame sorológico, Caraguatatuba continua em estado de epidemia de dengue. Já o município de Ubatuba não se encontra mais dentro deste parâmetro e, há dois meses, não tem registro de casos confirmados.
Para evitar que a doença se prolifere ainda mais, a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba recebeu ajuda da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) no “Arrastão de Controle da Dengue”. O Governo do Estado de São Paulo enviou 50 funcionários do órgão para o município, onde estão desde a última segunda-feira, 1º de outubro, e ficarão até a amanhã. Eles vão percorrer diversos bairros da cidade, com o objetivo de eliminar criadouros.
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, os agentes têm visitado residências nas comunidades que mais tiveram constatações da doença neste ano.
Para o secretário de Saúde, Olegário Alves dos Santos, a ajuda recebida pelo governo é bem-vinda, mas, alerta os moradores para que também façam sua parte. “Como secretário, acho muito importante a participação do Estado nesse combate a dengue, mas é preciso ressaltar que a população precisa cuidar de suas residências”, ressaltou.
Guilherme Garrido, chefe de serviços do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), reforçou a orientação de Santos, pedindo que as pessoas cuidem principalmente de criadouros como vasos, matos em casa, pneus largados, copos descartáveis e outros lugares onde o mosquito “Aedes aegypti” possa se proliferar.
De acordo com Guilherme, o trabalho para prevenir a doença continua, mesmo com o declínio no número de casos. Segundo ele, 20 funcionários do CCZ têm trabalhado em cima desse controle. Além disso, 162 agentes comunitários, que executam outras funções, têm trabalhado em cima do combate ao mosquito na atividade casa-a-casa.
Em Ubatuba, a parceira está sendo feita entre as secretarias de Saúde e de Educação. Na última segunda-feira, representantes das duas secretarias estiveram reunidos com o objetivo de promover ações conjuntas e multiplicar o conceito da prevenção à dengue, por meio da eliminação de criadouros.
Na reunião, ficou definido que, ainda neste mês, funcionários da secretaria de Educação passarão por uma capacitação que visa manter os prédios escolares de acordo com as normas de prevenção do Controle de Endemias. Além das capacitações, serão formados grupos de estudos, entre profissionais das duas secretarias, que desenvolverão atividades educativas e mobilizações comunitárias.
O secretário de Educação, Arnaldo da Silva Alves, afirma que o trabalho conjunto entre as secretarias de Educação e de Saúde ajudará a atingir um maior número de pessoas. “Nós temos a força de mobilização, porque lidamos com mais de 40 mil pessoas, entre alunos e seus familiares. A secretaria de Saúde tem o conhecimento técnico para o combate à dengue. Então, podemos entrelaçar os nossos esforços, para o bem do município.”
Para o superintendente de Proteção à Saúde do município, Neilton Nogueira de Lima, as parcerias têm resultado em ações benéficas em relação ao combate à dengue. “Aos poucos, estamos conseguindo mobilizar diversos setores da nossa sociedade, como associações de bairro, comércios e condomínios. Esse envolvimento da comunidade é fundamental para que o nosso trabalho se consolide”, avalia.
Lima explicou que em agosto e setembro, foram recebidas 15 notificações de suspeita de pessoas infectadas com a doença, mas nenhuma foi confirmada. Ele acrescentou que desde 1º de agosto os exames laboratoriais voltaram a ser realizados, ao contrário do que acontecia quando a cidade estava em estado de epidemia.
Ilhabela possui atualmente cinco casos confirmados de dengue, das 106 notificações recebidas pela Vigilância Epidemiológica. Destas confirmações, três foram importados de outras cidades. Segundo a vigilância, 10 pessoas aguardam o resultado do exame sorológico.
Em São Sebastião, 130 pessoas tiveram a confirmação da doença. A assessoria de imprensa da prefeitura informou que os moradores continuam recebendo orientações dos 80 agentes do município com a atividade casa-a-casa e, as ações serão intensificadas nos próximos meses de verão, época propícia para que aumente o número de casos. (Fonte: Imprensa Livre)

Polícia Ambiental quer especializar soldados em ações contra incêndios florestais na região

Litoral Norte - O comando da Polícia Militar Ambiental de São Paulo pretende, no ano que vem, criar em cada batalhão do Estado um grupo especializado em brigadas de incêndio florestal. O fogo nas matas paulistas geralmente é criminoso, dado relatado em estudos do próprio governo estadual. Eles, na maioria das vezes, são promovidos com o objetivo de facilitar o desmatamento em áreas que, posteriormente a queimada, servirão para pasto, ou para própria ocupação humana.
A Serra do Mar, no Litoral Norte, apresenta alguns “buracos” causados por incêndios.
A iniciativa da Polícia Ambiental, certamente irá colaborar para a situação da região, que é carente de uma estrutura eficiente do Corpo de Bombeiros. Em algumas cidades, chegaram a propor taxas para a manutenção da equipe, enquanto em outras, a corporação terrestre nem presente está, como em Ubatuba.
O comandante da Polícia Militar Ambiental de São Paulo, coronel Ronaldo Severo Ramos, ressalta que o incêndio florestal exige maior técnica dos métodos de combate, pois apresenta características favoráveis a dispersão do fogo. “Em uma mata existe muito combustível e vento, que também garante a propagação das chamas, sem contar que geralmente os incêndios acontecem em locais de difícil acesso terrestre e podem tomar proporções muito grandes”, alerta o coronel, prometendo que o grupo especial da Polícia Militar Ambiental receberá instruções de especialistas em métodos usados em queimadas florestais no exterior. “Quando se fala em técnicas, se pensa logo em ações mirabolantes, entretanto, a principal ferramenta no combate ao fogo na floresta é o acero, que nada mais é que capinar a mata deixando terra e retirando toda a madeira mais adiante do fogo”, explica o coronel Ronaldo Severo Ramos, garantindo melhoras também em toda a estrutura material de combate aos incêndios florestais no Estado de São Paulo. (Fonte: Imprensa Livre)


Notícias de Caraguatatuba Topo


O Guaruçá Caraguatatuba

Aguilar reivindica ao Governo do Estado pavimentação da estrada do Pirassununga
A reivindicação do prefeito de Caraguá foi feita por meio de ofício ao Governador José Serra. O principal objetivo é melhorar as condições da estrada, muito utilizada pelos produtores rurais e pecuaristas da região

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguatatuba, José Pereira de Aguilar, reivindicou no mês passado ao Governador do Estado de São Paulo, José Serra, a liberação de recursos financeiros para a pavimentação da Estrada Pirassununga, localizada na região Sul do município.
Segundo Aguilar, a cidade tem registrado um crescimento acelerado, principalmente na região Sul, onde se encontra o maior número de produtores rurais e pecuaristas. Além disso, é nesta região em que está sendo construído o CDP - Centro de Detenção Provisória, e futuramente será construída a Fundação Casa, em uma área doada pelo município ao governo estadual. Atualmente o bairro localizado nas imediações do Pirassununga conta com uma escola municipal e uma Unidade Básica de Saúde, e para que seja mantida a qualidade de vida da população local o prefeito Aguilar reivindicou a pavimentação da estrada, que será muito utilizada assim que as obras do CDP e da Fundação Casa estiverem concluídas.
Para Aguilar, a execução desse serviço é de grande importância. "A Estrada Pirassununga é o único acesso que temos à escola, ao posto de saúde, e à área onde está sendo construído o CDP, e atualmente o pavimento está bastante prejudicado, em razão do movimento acentuado de veículos de passeio e de carga. Isso pode afetar a segurança dos usuários desse trecho", finalizou o prefeito. (Fonte: PMC)

Prefeitura de Caraguá instala lombada em trecho de Rodovia para trazer segurança aos munícipes
Para trazer segurança aos pedestres da região, a Prefeitura de Caraguatatuba instalou uma nova lombada na Rodovia Rio Santos, no trecho de ligação entre o bairro Cidade Jardim e a Martim de Sá. A medida era uma reivindicação antiga de moradores

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Urbanismo, Habitação e Trânsito, realizou ontem, dia 3 de outubro, a instalação de uma nova lombada na Rodovia Rio Santos, no trecho que faz ligação entre os bairros Cidade Jardim e Martim de Sá. Apesar de não ser responsabilidade do município, já que é uma estrada estadual, a administração executou a obra para atender uma reivindicação da comunidade e trazer mais segurança aos pedestres da região.
Conforme explica o coronel Celso Rapaci, diretor da Ditran (Divisão de Trânsito de Caraguatatuba), a finalidade dessa lombada é coibir o excesso de velocidade dos motoristas e com isso garantir a segurança de pedestres, principalmente de estudantes que passam pela região. Ele conta que atualmente, os alunos precisam atravessar a pista para irem à escola, e com a lombada, a travessia torna-se mais segura.
"Muitos alunos precisam passar por esse trecho, e para garantir a segurança, diariamente enviamos os agentes de trânsito da Ditran para auxiliá-los. A partir de agora, esse trabalho será reforçado, pois a lombada vai contribuir nesse processo e propiciar mais segurança a todos. Além disso, conseguimos atender a uma reivindicação antiga dos moradores", destacou Rapaci.
Segundo o diretor da Ditran, por ser uma área estadual, a Prefeitura precisou solicitar ao DER (Departamento de Estradas e Rodagem) a liberação para executar a mudança, assim como também foi necessário seguir alguns padrões pré-estabelecidos na instalação da lombada. O DER emitiu o projeto técnico, que foi executado inteiramente pela Prefeitura Municipal de Caraguatatuba.
"O município executou tudo, fez a lombada, a pintura, as placas sinalizadoras. Não era uma responsabilidade nossa, mas percebemos que era uma necessidade, que há tempos era reivindicada pelos moradores. Por esse motivo fizemos o possível para instalar a lombada e atender esse anseio da comunidade", finalizou.
A Prefeitura de Caraguatatuba entrou com um pedido no DER para municipalizar os trechos da Rodovia que cortam a cidade, para poder ter autonomia de realizar benfeitorias e atender reivindicações que vão de acordo com as necessidades dos munícipes. A iniciativa da administração ocorreu, principalmente, para que possa realizar mudanças, as vezes simples, em menor tempo e com menos burocracia. (Fonte: PMC)

Prefeito de Caraguá recebe argentinos que participarão de evento no município
O prefeito de Caraguá e o secretário de turismo receberam um grupo de professores e alunos argentinos que chegou ao município, onde participará da 2ª edição da Semana de Desenvolvimento Regional, realizado pelo Unimódulo, com o apoio da Prefeitura.

Caraguatatuba - O prefeito José Pereira de Aguilar e o secretário de turismo Ricardo de Lima Ribeiro, receberam ontem, dia 2 de outubro, um grupo de professores e estudantes argentinos que chegou ao município para participar de um evento sobre desenvolvimento regional. O encontro entre o chefe do executivo e os visitantes aconteceu no gabinete do prefeito, com a presença do pró-reitor de relações comunitárias e extensão do Unimódulo, Leo Reis.
Conforme explica Ricardo Ribeiro, o grupo permanecerá hospedado na cidade até a próxima semana, para a participação na Semana de Desenvolvimento Regional Unimódulo, que é realizada pela Instituição de Ensino Superior, com o apoio da Prefeitura de Caraguá. A visita ao prefeito foi o primeiro compromisso dos professores e estudantes, que ainda passarão pelos demais municípios do Litoral Norte.
Esse é o segundo ano consecutivo que os argentinos, que representam o Instituto Patogônico para o Desenvolvimento Empresarial, passam pelo Litoral Norte. A idéia é fazer um intercâmbio de informações entre os dois países e com isso, trazer alternativas que contribuam com o desenvolvimento de ambos. Ricardo Ribeiro acredita que futuramente representantes de Caraguatatuba também poderão visitar a Argentina, com o mesmo propósito.
"O intuito desse intercâmbio é de que eles conheçam nossa região, tenham contato com a nossa maneira de viver", completou o secretário. Ele conta que os quatro professores e seis alunos argentinos percorrerão por vários pontos turísticos de Caraguatatuba, a partir de um roteiro criado pela Secretaria de Turismo e o Unimódulo. Entre os pontos que receberão os visitantes, estão: Morro Santo Antônio, Juqueriquerê, Pedra da Freira, além de várias praias.
As discussões interdisciplinares estarão em pauta durante a "Semana de Desenvolvimento Regional Unimódulo", que contará com cursos, palestras e workshops, com a finalidade de levar os participantes à reflexão sobre suas ações como agentes de transformação numa esfera local, micro ou macroregional. O maior evento gastronômico da região, o Caraguá A Gosto, será um dos casos que será apresentado durante o evento, que será aberto a todos os interessados. (Fonte: PMC)

Prefeitura realiza fiscalização para evitar a atuação irregular de ambulantes
O foco da ação será os ambulantes que atuam nas proximidades das feiras de artesanato e atuam sem a devida licença.

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Fiscalização do Comércio e Urbanismo, iniciou no último final de semana, a fiscalização em alguns pontos da região centra, com o objetivo de coibir a atuação de ambulantes que promovem a venda irregular de produtos. O foco desse trabalho serão as pessoas que trabalham com artesanato ou também, aquelas que vendem produtos industrializados por artesanais.
Para João Simão Gonçalves Lopes, presidente da FEMACC, essa ação vem de encontro ao anseio dos artesãos que trabalham com a devia licença e muitas vezes são prejudicados com a comercialização ilegal. "Estava preocupado com todos os artesãos locais, pois a venda irregular causa prejuízos a todos que estão legalmente habilitados para venderem seus produtos", apontou Lopes.
O presidente da FEMACC diz que a Prefeitura legalizou as feiras do Centro e agora está legalizando a unidade do Massaguaçu, o que já é um ganho para as pessoas que trabalham com artesanato. Ele explica que há uma grande invasão de pessoas vindas muitas vezes de outras regiões, que acabam vendendo produtos industrializados. Lopes acredita que com a fiscalização isso tende a acabar. Os pontos de maior concentração de ambulantes irregulares são as imediações da Praça Diógenes Ribeiro de Lima e o Calçadão Santa Cruz.
Conforme explica João Lopes, atualmente muitas pessoas que residem no município pretendem participar de feiras, exposições, mas não o fazem para não infringir a lei, pois respeitam as regras desse tipo de comércio. Ao contrário disso, outras pessoas usam do oportunismo para vender os produtos como ambulantes, sem autorização para expor e vender.
O município possui um cadastro de todos os ambulantes que possuem a autorização e por isso a fiscalização deverá coibir principalmente o comércio ambulante irregular. Num primeiro momento, a Prefeitura vai avisar e notificar essas pessoas sobre a proibição desse tipo de comércio. Caso não seja atendido o aviso, a fiscalização irá apreender os produtos.
A FEMACC - A Praça Diógenes Ribeiro de Lima é um dos locais regulamentados para a exposição e venda de produtos artesanais em Caraguatatuba, que possui um regulamento de funcionamento, a FEMACC.
O presidente da feira explica que anualmente há um concurso para os interessados em participar da exposição e venda de produtos. Ele é destinado a pessoas que residem há mais de dois anos no município e para participar, o candidato passa por uma bateria de testes e é avaliado por uma comissão. Só é aceito aquele que passar por todo esse processo.
Apesar da existência de vagas nos diferentes segmentos, a maior procura é para confecção e bijouteria. Por esse motivo, esses dois setores normalmente são os mais difíceis de ingressar, porque nem sempre há desistência de atuais artesãos para a abertura de vagas aos interessados.
Apesar disso, todas as feiras do município possuem regras para aceitar pessoas de outros lugares, como visitantes, ou mesmo moradores, por um curto período de tempo. Nesse caso, é permitida a permanência do artesão durante sete dias consecutivos, uma vez ao ano.
Essa autorização é concedida também mediante testes e pode ser solicitada a qualquer momento. Para obter mais informações sobre esse processo seletivo, o interessado deve procurar a diretoria executiva da FENACC na própria feira ou pelo e-mail jsimaog@ig.com.br e telefone (12) 9767-5515. (Fonte: PMC)

Atletismo, Surf, Vôlei e Basquete estarão em disputa no fim de semana em Caraguá
Atletas da cidade estarão competindo em diversas modalidades nos dias 6 e 7 de outubro

Caraguatatuba - Em Caraguatatuba e fora do município, com o apoio da SECER (Secretaria de Esportes e Recreação), esportistas de Caraguá estarão suando para trazer bons resultados para a cidade.
Pela Liga Paulista de Basquete, a equipe caraguatatubense, que é líder do campeonato, receberá na Quadra do Tinga, no sábado, o time de Poá, às 16h, aonde buscará a oitava vitória na competição, que tem Itanhaém como vice-líder.
A equipe de Caraguatatuba jogaria também no domingo contra Mogi das Cruzes, mas a partida foi cancelada pela Liga Paulista de Basquete.
Na disputa da Livovali (Liga Voleibol do Vale do Paraíba e Litoral Norte), o time mirim feminino de Caraguá viajará até Jacareí e enfrentará as anfitriãs no sábado, às 10h30.
No domingo é a vez da equipe infanto masculino da cidade receber Jacareí no CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves) às 9h.
Sábado e domingo acontecerá o Circuito Municipal de Surf Universitário e Colegial. As categorias a serem disputadas são Open, Júnior, Longboard, Feminino e Universitário.
Só no sábado é que será definido o lugar das provas. Martim de Sá, Massaguaçu ou Capricórnio são as cotadas para receber o evento, dependendo do melhor mar para a prática de Surf no dia.
No dia 6 de outubro é a vez do Atletismo. A equipe da SECER participará do Pró-Atletismo, evento organizado pela Secretaria da Juventude Esporte e Lazer do Estado de São Paulo, que será realizado na cidade de Lorena.
Sobre o comando do professor Adão Durval, os atletas de Caraguatatuba participarão com 32 alunos de 9 à 16 anos, nas provas de corrida 60 mts, 75 mts, 100 mts, 600 mts, 800 mts, 1000 mts, 1500 mts, revezamento 4X100, lançamento de pelota, salto em altura e salto em distância de ambos os sexo. (Fonte: PMC)

Campeonato de Futsal teve rodada durante a semana
Competição na Zona Sul e Zona Norte esquentam as quadras do município

Caraguatatuba - A disputa pelo Troféu "Willians José da Silva", que tem o apoio da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da SECER (Secretaria de Esportes e Recreação) ainda está no seu início, mas os atletas já correm atrás da bola como se estivessem na fase final do torneio. Goleadas e partidas disputadas marcaram a rodada da última terça e quarta-feira em Caraguá.
No dia 2 de outubro, pelo Campeonato de Futsal da Zona Sul, no Ginásio de Esportes "José Francisco Prates", no Perequê Mirim, Os Paraíbas foram derrotados pelo Pão de Açúcar por 4 a 6. Na mesma noite, em partida emocionante, o Ajax bateu o Juventus por 3 a 2. Em seguida, o Scorpion´s fez 5 a 4 no Fortaleza, em mais um jogo de grande emoção.
No mesmo local, na quarta-feira, dia 3 de outubro, o Mercadão Canto do Mar venceu o Perequê Futsal por 4 a 2. Já o Divisa não pode com a força do Cruz de Malta, e perdeu por 2 a 4. Fechando a rodada no Ginásio "José Francisco Prates", o X-9 foi derrotado por 2 a 5 pelo Mercadinho São Pedro.
Na disputa pela segunda rodada da Zona Norte, os jogos foram marcados pelas goleadas. Moreira foi a estrela da partida entre Jetuba Futsal e Esporte, marcando quatro gols na vitória do Jetuba por 8 a 0.
O Chelsea bateu o União Chocolate por 8 a 2, e no jogo de abertura do dia, o Performa Academia goleou o Pânico por 5 a 1.
Após essa rodada, o Perforna Academia e o Jetuba Futsal lideram o Grupo E com seis pontos, em dois jogos. Já o Chelsea é o primeiro colocado da chave F com 3 pontos em duas partidas. O campeonato da Zona Norte ainda está na primeira rodada. (Fonte: PMC)

Definidas as equipes que disputarão a 3ª Copa da Criança de Futebol

Caraguatatuba - Já estão definidas as equipes que disputarão a 3ª Copa da Criança de Futebol de Campo, em Caraguá, nas categorias Pré-Mirim, Mirim e Infantil. No total serão 41 equipes distribuídas em 12 grupos com a participação de mais 800 atletas, que se enfrentarão em uma disputa acirrada.
O início das competições será no dia 20 de outubro, e os jogos acontecerão no campo do Brasília, no Porto Novo, e CIASE - Centro Integrado de Ações Sócio-Educativas, no travessão, para as equipes da região Sul. Já o CEMUG - Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves e no Campo do Poiares receberão as equipes das regiões Centro e Norte. Todos os jogos serão disputados aos sábados, em horários ainda a serem definidos pelos organizadores do evento.
A categoria Pré-Mirim (Sub-12, ano base 1995 e 1996) é composta por cinco grupos. No A estão as equipes E.C Barranco Alto, Porto Novo e C.A Fortaleza; no grupo B estão os times Núcleo Morro, C.A Guarani e E.C Brasília; fazem parte do grupo C o C.A Poiares, Gelaf e E. C. Massaguaçu. Estão no grupo D os times Projeto Integração, MH Marcenaria e A.A Corinthians B e o grupo E será representado pelas equipes A.A Corinthians A, XV de Novembro e Ipiranga.
Irão disputar a categoria Mirim (Sub-14, ano base 1993 e 1994) três grupos. No A estão os times E. C Brasília, C.A Fortaleza, C.A. Guarani, E.C Barranco Alto e A.E Grêmio. O B é composto pelas equipes Praia Soccer, Colégio Módulo, Projeto Integração e Gelaf e no C estão os representantes do A.A Corinthians, E. C. Massaguaçu e E. C. XV de Novembro.
Na categoria Infantil (Sub-16, ano base 1991 e 1992) quatro grupos brigam pelo título. No grupo A estão os times C.A União Colonial; C.A Fortaleza e A. E. Grêmio; no B estão as equipes Força Jovem F.C, C.A. Guarani e E.C Brasília. Fazem parte do grupo C os times Projeto Integração, Praia Soccer, Unida da Ponte Seca e A.A Corinthians e o grupo D é composto pelas equipes Tabatinga, Independente, Gelaf, Olaria e XV de Novembro.
Para a SECER - Secretaria de Esportes e Recreação, organizadora do evento, a cada ano o evento tem conquistado credibilidade e atraído mais equipes. "No ano passado, por exemplo, tivemos a participação de 23 equipes, este ano estamos com quase o dobro de times inscritos", disse Leandro Domingos de Souza, professor da SECER.
O professor acrescentou ainda, que foram convidados para participar do evento times do bairro Enseada, no município de São Sebastião, divisa com Caraguá. "Estamos com a participação das escolinhas dos núcleos esportivos, como Travessão, Barranco Alto, Morro do Algodão, Porto Novo (Brasília) Ipiranga, Tinga, Massaguaçu. A cada edição do evento a tendência é atrair mais equipes esportivas", concluiu.(Fonte: PMC)

Caraguá entra em campo pela 1º Copa Imprensa Livre de Futebol Feminino do Litoral Norte
Treinador da equipe está confiante em um bom resultado para dar moral ao time, e espera o apoio da torcida

Caraguatatuba - A seleção caraguatatubense de futebol feminino da SECER - Secretaria de Esportes e Recreação tem uma dura missão neste final de semana. Após estrear mal na competição, a equipe terá a chance de se reabilitar contra o time de São Sebastião neste sábado (6 de outubro), às 19h, no CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves).
O técnico de Caraguá, Ivan Leonel, preferiu jogar o favoritismo para o rival, mas se mostrou confiante para o duelo. "Creio que São Sebastião é favorito, mas nem por isso ficaremos na retranca. Vamos montar uma equipe em cima do que conhecemos do time delas. Estamos confiantes", falou o treinador, que deu dica de como se comportará na partida. "Temos que marcar forte e sair com qualidade e rapidez para o ataque", apontou.
Segundo Ivan Leonel, o fato de atuar em casa é um fator positivo para as meninas de Caraguá. "Faremos três jogos consecutivos em casa (São Sebastião, Ilhabela e Ubatuba), temos total condição de reverter o placar ruim da primeira rodada. Uma vitória neste sábado dará moral às atletas", comentou.
Em seu primeiro jogo na 1º Copa Imprensa Livre de Futebol Feminino do Litoral Norte, a seleção caraguatatubense foi goleada por 6 a 0 por Ubatuba, fora de casa. Ivan Leonel justificou a derrota. De acordo com o técnico de Caraguá, a equipe teve algumas adversidades na estréia.
"Muitas das meninas do elenco trabalharam no sábado à tarde. Começamos o jogo com uma jogadora a menos, e tivemos três atletas expulsas logo no início do segundo tempo. Tivemos também cinco desfalques importantes nesse jogo, mas agora iremos reverter para seguir firme na competição", disse Ivan Leonel.
A presença da torcida será importante. Compareçam e apóiem a Seleção de Caraguatatuba nesse grande jogo do final de semana. (Fonte: PMC)

Caraguá prepara 2º Recreança para animar a garotada no Dia da Criança
A expectativa da prefeitura é que cerca de 15 mil crianças passem pela Praça de Eventos no dia 12 d outubro. Diversas atividades culturais, recreativas e esportivas estão sendo preparadas para todas as crianças do município

Caraguatatuba - No dia 12 de outubro comemora-se o Dia da Criança e em Caraguatatuba a data será de muita diversão para a população infantil do município. A Prefeitura Municipal, por meio das Secretarias Municipais em parceria com o SESI - Serviço Social da Indústria de São José dos Campos está preparando o 2º Recreança.
O evento, que acontecerá das 9h às 17h, na Praça de Eventos, na Avenida da Praia, já é desenvolvido há vários anos pelo SESI em diversas cidades do Vale do Paraíba e São Paulo. Ele vem pela segunda vez para o município e tem como objetivo promover um dia inteiro de atividades educativas, recreativas e culturais no Dia das Crianças.
Durante o período da manhã e tarde, todas as crianças do município poderão se divertir em brinquedos infláveis como pula-pula, tobogã entre outros; gincanas; brincadeiras de resgate cultural, teatro, oficinas, competições esportivas e recreativas além de corte de cabelo para crianças.
As principais atrações do evento serão os shows covers, que acontecerão durante todo o dia. Cantores amadores interpretação músicas de artistas renomados, que fazem a cabeça da criançada.
Para realizar o evento a Prefeitura conta o apoio do Colégio Tableau; FUNDACC - Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, Sabesp, Corpo de Bombeiros, Bandeirante Energia, Polícia Militar, Associação Caraguá de Vôo Livre, Diretoria de Ensino, Defesa Civil, Gac (Grupo de Apoio Civil) Albatroz, Associação Comercial e Empresarial de Caraguá, Praiamar Transportes, ASCAFF, Sindicado dos Servidores Público e de diversos comércios da cidade.
A SECER - Secretaria de Esportes e Recreação, coordenadora do evento, espera receber mais de 15 mil pessoas. "No ano passado passaram pela Praça de Eventos mais de 18 mil pessoas, e este ano esperamos receber um bom público visitando os estandes onde acontecem as atividades", disse Renato Leite, Diretor de Esportes.
Segundo o prefeito José Pereira de Aguilar este é um evento educativo, que tem como principal objetivo oportunizar lazer e diversão para todas as crianças do município. "Esta semana tivemos diversas atividades para os idosos em comemoração a Semana do Idoso, valorizando cada vez mais a população idosa do município e no sábado, dia 12, é a vez das crianças terem um evento feito especialmente para elas. A Administração Municipal procura valorizar cada vez mais a população da cidade", enfatizou o prefeito.
Em 2006, a primeira edição do Recreança prestou mais de 10,4 mil atendimentos em todas as oficinas e proporcionou lazer a cerca de 18 mil crianças de norte a sul do município. (Fonte: PMC)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Ilhabela poderá ter registro de bens culturais de natureza imaterial

Ilhabela - O presidente da Câmara de Ilhabela, Professor Joadir Capucho (PTB), apresentou na última segunda-feira, 01, o Projeto de Lei n°122/2007 que institui o registro de bens culturais de natureza imaterial.
O registro vai funcionar como um reconhecimento e legitimação feitos pela administração municipal dos bens culturais de natureza imaterial e garante a preservação dessa cultura por meio de procedimentos como: identificação, reconhecimento, registro etnográfico, acompanhamento de desenvolvimento histórico,divulgação e apoio.
Joadir pretende dar proteção à cultura dos diversos grupos sociais que compõe o município, para garantir as condições de existência e a manutenção dos bens culturais de natureza imaterial, sem tutela ou controle de práticas e de manifestações desses grupos. “O poder público, com a cooperação da sociedade, tem como responsabilidade promover ações que visem proteger os bens culturais de um povo”, explica.
De acordo com o PL, serão considerados bens culturais de natureza imaterial os processos de criação, manutenção e transmissão de conhecimentos e as práticas e as manifestações dos diversos grupos socioculturais que compõe a identidade e a memória do município.
Os registros poderão ser solicitados por titulares de órgãos, entidades ou Conselhos do Executivo; vereadores de Ilhabela e ainda por representantes de entidades que possuam caráter de pessoa jurídica. A responsabilidade pelo registro será da Fundação Arte e Cultura de Ilhabela (Fundaci) que após avaliar o pedido vai solicitar à secretaria de Cultura a abertura e a inscrição de processo administrativo.
O parlamentar pretende apresentar um requerimento para que seja realizada uma audiência pública que discuta o PL. Para ele, o patrimônio de um povo não se resume apenas aos prédios e monumentos, mas também a sua cultura e tradições. “A audiência pública vai possibilitar a participação da comunidade nesse processo. Os munícipes terão a oportunidade de colaborar para que a redação final da referida propositura atenda aos interesses de Ilhabela e de sua população”, concluiu Joadir.
A audiência está prevista para o próximo dia 29 de outubro, às 19 horas, na própria sede do Legislativo à Rua Benedito Cardeal Sobrinho, 39 - Vila.(Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Câmara recebe representantes da Sabesp

Ilhabela - Abastecimento de água em Ilhabela é o tema de uma reunião entre a Sabesp e a Câmara Municipal na próxima segunda-feira, dia 8 de outubro, às 15 horas, na própria sede do Legislativo.
A reunião é uma solicitação do Vereador José Jorge Pereira (PTB), o Zeca do São Pedro, que esteve no final do mês de setembro em São Paulo para reivindicar benefícios e melhorias para Ilhabela.
Em reunião na sede da Sabesp, em São Paulo, com o Presidente da concessionária, Dr. Gesner Oliveira; o Assistente da Diretoria de Sistemas Regionais, Dr. Paulo Nobre; e a chefe de gabinete Desireé Mansano, o Vereador Zeca solicitou o prolongamento da rede de abastecimento de água desde a Armação até Pacuíba, no norte do Arquipélago, e do Curral até a Ponta da Sela, ao sul.
Segundo Zeca, a Sabesp – representada pelo gerente José Oliveira Paulo e o encarregado Pedro Fernando Ponce - explicará o cronograma das obras a serem executadas visando o abastecimento de água na cidade. A reunião é aberta ao público.
QUEDAS DE ENERGIA - O Requerimento nº 461/2007, do Vereador Zeca do São Pedro, solicitou à Elektro informações sobre as freqüentes quedas de energia ocorridas na cidade.
Segundo o parlamentar, vários munícipes o procuraram salientando os diversos prejuízos ocasionados pela queda de energia e querendo saber os motivos das freqüentes quedas.
Zeca disse que gostaria de acompanhar de perto a vistoria do técnico da empresa, pois estas panes elétricas têm inutilizado diversos equipamentos eletro-eletrônicos de munícipes em diferentes regiões de Ilhabela. (Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Ilhabela recebe visitantes de mais de 50 municípios neste final de semana

Ilhabela - Espalhada por todo o território paulista, a UVESP - União de Vereadores do Estado de São Paulo conta com atuantes diretores, entre vereadores, ex-prefeitos e agentes políticos de expressão.
A entidade escolheu a cidade de Ilhabela para reunir, em assembléia, seus diretores, cujas confirmações chegam a mais de 80%.
Na oportunidade da reunião que acontece nesta sexta-feira (dia 05), às 20h, a diretoria ouvirá o consultor do Sebrae Júlio César Durante, que falará sobre a Lei Geral Municipal da micro e pequena empresa. "Os diretores serão os multiplicadores em suas regiões", disse Sebastião Misiara, presidente da UVESP, pois - afirma - a lei geral vai favorecer o crescimento do município e tirar milhares de empreendedores da informalidade.
Segundo o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, a cidade tem uma oportunidade preciosa de ouvir nomes de destaque em suas especialidades, como o especialista em Marketing Eleitoral, Rubens Figueiredo que abre o Seminário Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável, no sábado (dia 06) pela manhã. Na seqüência, a especialista em Improbidade Administrativa e Aumento no número de Vereadores, a advogada Isabela Giglio irá palestrar. No encerramento das palestras, contaremos com a exposição de uma das maiores autoridades de Turismo, autor do Plano Diretor de Ilhabela, Professor Mário Beni.
Já o Secretário de Administração de Ilhabela, Luiz Antonio dos Santos acha que todos os vereadores da região vão comparecer, porque, além de gratuito, importantes decisões poderão ser tomadas na área de direito constitucional, marketing e turismo.
Já em São Sebastião é grande a repercussão, o prefeito Juan Manoel Pons Garcia e os Secretários confirmaram presença e estão convocando estudantes e candidatos.
A programação do Seminário está anexada.
Serviço:
Local: Ilha Flat Hotel - Ilhabela
Data: 05/10/07 - sexta - Reunião Diretoria e Palestra Sebrae - 20h
Data: 06/10/07 - sábado - a partir das 08h30
Seminário "Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável"
Realização: UVESP
Inscrições: No local, gratuitas.
Mais informações, favor entrar em contato com a assessoria de comunicação da UVESP, pelo telefone (11) 3884.6746 ou pelo e-mail imprensa@uvesp.com.br com Silvia Melo.

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Juan rebate declarações de Mauro Arce e afirma que falta sensibilidade do Estado com o Porto

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Dr. Juan Garcia, por meio de sua assessoria de imprensa, rebateu as declarações do secretário estadual dos Transportes, Mauro Arce, que concedeu entrevista coletiva na tarde da última quinta-feira (4/10), em São José dos Campos, para falar da duplicação da Rodovia dos Tamoios e sobre a escolha da sede da Companhia Docas, que vai administrar o Porto de São Sebastião. Garcia, que teve acesso à entrevista coletiva do secretário, disse que os argumentos apresentados para que a sede da Companhia Docas seja na capital são fracos e sem respaldo técnico perante a comunidade portuária.
“Quem é cliente do Porto de São Sebastião terá de se dirigir à unidade e não a capital. Consideramos uma afronta do Estado mantendo essa decisão. Seus representantes precisam sim expor o que pretendem com a Companhia Docas falando para a comunidade sebastianense e aos profissionais portuários e não em coletiva em São José dos Campos. Falta sensibilidade do Estado sobre a importância do Porto para o país. Tudo é decidido em gabinetes fechados na capital”, comenta o prefeito em nota.
Ele informou que encaminhará na próxima semana um ofício ao secretário Estadual dos Transportes, Mauro Arce, pedindo explicações sobre os argumentos apresentados na coletiva para a escolha da sede. Se a decisão se mantiver, garante o prefeito, as autoridades políticas, portuárias e a sociedade civil do Litoral Norte vão às ruas para se manifestar.
Mesmo participando de um Congresso de Resíduos no Chile, o prefeito Dr. Juan Garcia entrou em contato com o ministro Pedro Brito do Nascimento, da Secretaria Nacional dos Portos, relatando o fato. “Ele (o ministro) me garantiu que vai conversar com o Estado sobre essa imposição. A proposta é trabalhar uma forte parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura de São Sebastião, visto a importância que o Porto tem para o País”, esclareceu o prefeito.
O movimento contra a mudança da sede, além do prefeito de São Sebastião, é liderado pelo Conselho de Autoridade Portuária do Porto de São Sebastião. Nas últimas semanas, Dr. Juan Garcia recebeu pelos menos 200 mensagens eletrônicas em apoio ao movimento contra a mudança da sede, que conta com apoio da Câmara de São Sebastião, Sindicato dos Estivadores, deputados estaduais e federais, além de senadores. Um abaixo-assinado está circulando na cidade e em menos de cinco dias já colheu mais de três mil assinaturas. Atualmente, pelo Estatuto, o prefeito de São Sebastião, Dr. Juan Garcia, é membro do Conselho Fiscal da Companhia Docas.
A coletiva - Na entrevista coletiva em São José dos Campos, o secretário estadual dos Transportes, Mauro Arce, disse que a estrutura administrativa da Companhia Docas no Litoral será enxuta, priorizando a modernização das atividades, utilizando o menor número possível de funcionários. Acrescentou ainda que o objetivo do Estado é a concessão do Porto à iniciativa privada. Ao ser informado sobre o descontentamento das lideranças políticas e comerciais sobre a decisão do Estado em manter a diretoria do Porto em São Paulo, Arce reagiu afirmando que “São Sebastião não tem aporte para fazer as negociações com as empresas interessadas em exportar seus produtos”.
Ele ainda comparou o processo com a Petrobras que tem ações em São Paulo e Brasília, mas mantém a sede administrativa no Rio de Janeiro. Conforme o secretário, haverá um gerente em São Sebastião para cuidar da parte de logística. “Mas administrativamente, as decisões serão tomadas em São Paulo”, frisou.
Durante a coletiva, o secretário Mauro Arce se comprometeu a vir a São Sebastião conversar com as lideranças sobre o processo de funcionamento do Porto, além de explicar o motivo da decisão adotada pelo governador José Serra. “É só me convidar que vou conversar com todos.”
Duplicação da Rodovia dos Tamoios - O prefeito de São Sebastião, Dr. Juan Garcia, disse que vai acompanhar de perto a assinatura da PPP (Parceria Público-Privada) para duplicação da Rodovia dos Tamoios e do contorno em Caraguatatuba. Ele acredita ser um equívoco não incluir o contorno de São Sebastião, já que todas as obras previstas têm como pano de fundo melhorar o acesso ao Porto. “Na coletiva, o secretário disse que eu não quero o contorno em São Sebastião. Mentira, pois eu solicitei a alteração do trajeto no projeto original para passar por trás da Topolândia e não por dentro, como queria o Governo do Estado”, relata.
Ainda segundo ele, a duplicação da Rodovia dos Tamoios, os contornos de São Sebastião e Caraguatatuba, bem como a ampliação do Porto foram promessas do Estado, assumidas desde o governo passado com a visita à cidade do então secretário estadual dos Transportes, Dario Rais Lopes, e do governador Geraldo Alckmin em 2005.
Na época, o secretário Dario Lopes disse aos jornalistas que o contorno de São Sebastião seria a primeira obra viária de acesso ao Porto. Alckmin chegou a garantir ao prefeito à mudança no projeto executivo original para o acesso ao porto. “A construção do novo acesso ao Porto independe de recursos da iniciativa privada. O contorno de São Sebastião é possível fazer com R$ 50 milhões do Estado. Isto já alavanca o Porto e faz com que aumente o valor das operações, à medida que se tem a melhoria do acesso”, disse Lopes, à época.
Já o atual secretário, Mauro Arce, na coletiva de imprensa explicou que a Rodovia dos Tamoios ficou fora do lote de concessão à iniciativa privada e, conseqüentemente, com o processo de duplicação comprometido. Segundo ele, as empresas que assumirem as rodovias Carvalho Pinto e Dom Pedro I, devem pagar cerca de 20% do valor para um fundo que posteriormente será aplicado em melhorias da Rodovia dos Tamoios. “Chegamos à conclusão que essa rodovia será duplicada por meio de uma Parceria Público- Privada onde o Estado vai colocar uma parte dos recursos de forma a torná-la mais atrativa à iniciativa privada”, finalizou a coletiva o secretário. (Fonte: PMSS)

Lombadas eletrônicas são aferidas pelo IPEM e começam a autuar na próxima segunda-feira

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Divisão de Tráfego (Ditraf), órgão ligado à Secretaria Municipal de Segurança Urbana, informa que as lombadas eletrônicas instaladas ao longo do trecho urbano da SP-55, entre a Praia Deserta e o Bairro de São Francisco, começarão a autuar a partir da próxima segunda-feira (8/10). Isto porque, na manhã quinta-feira (4/10) o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (IPEM-SP) realizou a aferição dos equipamentos.
As lombadas foram testadas com variações de velocidade (40km/h, 50km/h, 60km/h e 80km/h) para constatar a exatidão da autuação. Ao passar acima da velocidade permitida (40km/h), o carro é fotografado e o motorista multado.
Segundo o chefe da Divisão de Tráfego (Ditraf), Márcio Nonato, mesmo durante a fase de teste as lombadas já deram resultado. “Houve uma sensível redução de velocidade neste trecho, proporcionando mais segurança aos pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas, já que se trata de uma área urbana. Também constatamos a diminuição do número de acidentes, como atropelamentos e colisões”, destacou Nonato.
O secretário municipal de Segurança Urbana, Erwin Edson Aparecido da Mota, salienta que esta é a proposta, oferecer mais segurança a todos que trafegam neste trecho urbano da rodovia. Os técnicos do IPEM voltaram a São Sebastião depois de terem concluído uma série de fiscalizações em estabelecimentos comerciais da região, como supermercados e postos de combustíveis.
As lombadas eletrônicas estão nos seguintes pontos: Praia Deserta (próximo à Escola Municipal de Vela), Arrastão (em frente ao Shopping Villa Mares) e no Portal da Olaria. Outra lombada será instalada em local a ser definido no bairro Pontal da Cruz. Além das lombadas eletrônicas instaladas pela administração municipal, a Prefeitura conseguiu junto ao DER a instalação de um equipamento em Juquehy, próximo à Vila Queiroz Galvão.
O equipamento ostensivo é usado para garantir que os veículos trafeguem dentro do limite de velocidade regulamentado para o trecho da via onde for instalado. Em São Sebastião, o limite estabelecido para a avenida/rodovia é de 60 km/h, mas próximo às lombadas, isto é reduzido para 40 km/h. O redutor de velocidade possui caráter educativo e o totem pode ser visto a mais de 100 metros. Um display mostra a velocidade em que o veículo está passando pelo local onde está instalado. A tecnologia dos equipamentos instalados na cidade também permite classificar o perfil dos veículos que circulam na via entre carro, moto, caminhão e ônibus. Essas informações permitirão uma análise detalhada do fluxo nos locais onde os equipamentos estão instalados e do comportamento dos motoristas de cada tipo de veículo que trafega pelo local.(Fonte: PMSS)

Alunos da EM Verena Dória encerram atividades do projeto “Cidade Educadora”

São Sebastião - Alunos das 2ª séries da EM Verena de Oliveira Dória, da Topolândia, encerraram nesta quinta-feira (4/10), a atividade de vivência do projeto Cidade Educadora, da editora Aymará. Outras três escolas municipais (Guiomar Aparecida, Machado Rosa e Canto do Mar) participam da atividade que tem como foco principal a formação de leitores e a preocupação da leitura escrita.
Dentro da vivência, a editora apresenta por cerca de 40 dias o projeto nas escolas, sendo que os professores e diretores também passaram por apresentações prévias do material didático e posteriormente a administração decidirá se vai adotar ou não esse método de ensino para a rede.
De acordo com informações da coordenadora pedagógica do projeto, Ana Júlia Kloeppel, a vivência se dá em cima do livro “Um lugar para todo mundo”, de José Ricardo Moreira. A publicação integra a coleção da editora, que compõe o projeto Cidade Educadora. A história, com três personagens, entre eles, a menina Laila, é centrada na união de forças para a recuperação do parque da cidade.
Segundo a professora de uma das turmas que realizaram as atividades da vivência, Vilma de Faria Alves, os alunos participaram bastante e se empenharam nas atividades, demonstrando apreço pela leitura.
O estudante Robert dos Santos Nunes, 8 anos, disse que aprendeu coisas do mundo com a atividade. “A Laila descobriu um monte de coisa do mundo e eu aprendi com ela”. Bruna Heloísa Moraes Bezerra, 8 anos, também gostou muito da personagem Laila. “Se eu pudesse fazer algo como ela, limparia todos os lixos da escola”, concluiu. (Fonte: PMSS)

Setradh destaca assistência social sebastianense em palestra para 70 alunos da Unitau

São Sebastião - A equipe técnica de assistentes sociais da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Humano (Setradh), da Prefeitura de São Sebastião, e membros do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), participaram na noite da última quarta-feira (3/10), no Departamento de Serviço Social da Universidade de Taubaté (Unitau), do 1° Encontro de Pesquisa em Serviço Social. O objetivo era apresentar relatos de sucesso que pudessem ser utilizados pela universidade, alunos e outras instituições para a troca de experiências.
A Setradh levou dois relatos para uma sala de aula com aproximadamente 70 pessoas. O primeiro relato foi sobre o sucesso da 1ª Conferência de Assistência Social, que reuniu em São Sebastião cerca de 150 pessoas entre profissionais, usuários de serviços de assistência social, beneficiários de programas sociais, transferência de renda, entre outros.
O outro relato tratou de assuntos como o atendimento aos usuários, o que se avançou e até onde a Prefeitura deseja chegar, dentro das normas do Sistema Único de Assistência Social. De acordo com a presidente do CMAS, Maria Luíza Pereira Lopes, foi muito importante a parceria com a Unitau. “Relatamos as nossas experiências e temos certeza que saímos mais fortalecidos desta vivência. Foi uma ótima oportunidade para uma avaliação interna de nossas ações do dia-a-dia”, disse Luíza.
Já a secretária do Trabalho e Desenvolvimento Humano, Ana Margarida Freire, disse que a apresentação foi muito positiva. “Mostramos um pouco do nosso trabalho que agora também servirá de referência para os acadêmicos”, disse Ana.
O evento na Unitau teve como tema "Trajetórias de Pesquisa e Construção do Conhecimento", que apresentou experiências de relatos inscritos previamente para os acadêmicos e professores da instituição. Mais informações pelo telefone (12) 3625-4240. (Fonte: PMSS)

Prefeitura finaliza treinamento com Ecoagentes nesta sexta-feira

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio das Secretarias de Obras e Planejamento (Seop) e Meio Ambiente (Semam), em convênio com a ONG ALNorte finaliza nesta sexta-feira (5/10), o treinamento com os 11 Ecoagentes – profissionais que vão trabalhar a educação ambiental nos núcleos congelados e áreas já decretadas como Zonas de Especial Interesse Social (ZEIS).
Durante uma semana, os Ecoagentes tiveram palestras com vários setores ligados às ZEIS e aos núcleos congelados. Nesta quinta-feira (4/10), o chefe de Divisão da Defesa Civil, Paulo Galeano, explicou sobre as atribuições do órgão e falou também sobre as 82 áreas de risco na cidade. Na sexta-feira, representantes do Departamento Estadual de Proteção dos Recursos Naturais (DEPRN) e da Polícia Ambiental serão os responsáveis pelo treinamento do dia.
Está previsto para a próxima terça e quarta-feira (9 e 10/10), a visita técnica dos Ecoagentes aos 41 núcleos congelados das Costas Norte e Sul. No dia 15 de outubro (segunda-feira), inicia o cadastramento no núcleo de Maresias.
Entre as atribuições dos agentes está a explicação sobre a regularização de moradias, preservação da área onde residem, a importância do Parque Estadual da Serra do Mar e até mesmo a forma correta de separar e acondicionar lixos e sucata. Também caberá ao ecoagente fazer o levantamento sócio-econômico dos moradores que residem nos núcleos congelados.
São 11 monitores, um coordenador, um responsável financeiro e mais dois auxiliares administrativos. Mais informações pelo telefone (12) 3892-6568. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Terra Caiçara ACIU

Aumento da temperatura faz com que mosquitos voltem a tirar o sono dos Ubatubenses

Ubatuba - Um dos invernos mais frios e longos dos últimos anos foi embora e a temperatura do ambiente começa a subir conforme entramos mais na primavera. Entretanto, o calor trouxe de volta uma característica que está literalmente tirando o sono dos Ubatubenses. A presença de pernilongos durante o final de tarde e noite está, segundo os próprios moradores da região, cada vez mais intensa e perturbadora.
A dona de casa Sônia, moradora do Centro, acredita que houve um grande aumento do número de insetos nos últimos dois meses.”Não sei se agente que acostumou mal no inverno, quando eles deram uma sossegada, mas agora ta ficando chato, não passo um dia sem ser picada pelo menos umas três vezes”, lamenta a dona de casa.
Na realidade, a reclamação da moradora pode ser explicada pela condição natural de vida dos mosquitos tipos Culex e Aedes, presentes na cidade. Segundo o coordenador do controle de endemias, Antenor Benete, o ciclo de vida dos pernilongos se reduz quase pela metade conforme o aumento da temperatura.
“No verão, um ovo de aedes aegypti, mosquito vetor da dengue, demora apenas cinco dias para se tornar um inseto alado, enquanto no frio, o processo geralmente passa dos 10 ou até 15 dias, sem contar no risco da não metamorfose”, explica Antenor, lembrando que o poder público está atento a estes fatos, pois os pernilongos são vetores de doenças como a dengue, que chegaram ao nível de epidemia, neste ano, em Ubatuba.
A cidade aparentemente, conseguiu melhorar o combate e controlar o problema, tendo em vista que a vigilância sanitária municipal está há dois meses sem registrar casos da doença. Entretanto, além da mobilização do poder público e sociedade, condições naturais colaboraram para a queda na incidência da dengue.
O inverno neste ano foi longo e seco, dificultando a existência de criadouros adequados ao mosquito, mas o calor está voltando e com ele a possibilidade de maior número de vetores, o que declaradamente ainda preocupa as autoridades.
Mesmo com os problemas notórios da dengue, neste momento, os ubatubenses parecem preocupados com outras questões também causadas pelos pernilongos.
De acordo com o morador do Itaguá, Claúdio Luis, o zunido dos insetos e as picadas incomodam o descanso do dia a dia. “Você chega do trabalho cansado e precisa dividir a poltrona da sala com os pernilongos, daí começa o futebol e eles continuam lá, na hora de dormir, precisa todo um preparo com inseticida, ou seja, eles já são de casa”, brinca o ubatubense que já se diz acostumado com os pernilongos, mas admite que este ano a presença esteja um pouco maior e revela que o gasto mensal aumentou, com a compra de venenos contra insetos. (Fonte: Imprensa Livre)

Escola Municipal de Ubatuba conquista importante prêmio de educação ambiental

Ubatuba - A Escola Estadual Madre Maria da Glória obteve o segundo lugar, na categoria 1ª e 2ª séries, do 4º Prêmio de Educação Ambiental Amigos do Mar, uma iniciativa do Instituto Arcor Brasil e do Projeto Tamar-ICMBio.
A premiação acontecerá no próximo dia 09 de outubro, na Escola, situada à Rua da Educação, 340 - Parque dos Ministérios, Ubatuba e contará com a presença de representantes do Tamar de Ubatuba e da diretora do Instituto Arcor Brasil, Sra. Célia Aguiar, além de professores, funcionários, alunos e pais da Escola Madre Maria da Glória.
O Concurso - O Concurso Cultural – 4º Prêmio de Educação Ambiental Amigos do Mar - tem o objetivo de estimular os alunos a fazerem estudos temáticos de educação ambiental, em especial sobre a importância da conservação das águas de nosso planeta. Participaram do Concurso 1.746 escolas públicas dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul que enviaram um total de 11.118 desenhos sobre o tema “ Nossas águas sempre limpas”. O resultado do concurso e os desenhos vencedores estão no site www.amigosdomarnaescola/credenciadas
O Instituto Arcor Brasil - O Instituto coordena o investimento social do Grupo Arcor no Brasil. Por meio de programas próprios ou em parceria com outras organizações do terceiro setor, tem como objetivo principal gerar igualdade de oportunidades para crianças e adolescentes apoiando projetos educativos de desenvolvimento integral e inclusão social.
O Projeto Tamar-ICMBio - A missão do Projeto Tamar-ICMBio é proteger as tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil e, desde 1980 vem monitorando cerca de 1100 km de praias em nove estados brasileiros, atuando junto às comunidades litorâneas onde desenvolve atividades de pesquisa, educação ambiental e programas de inclusão social, através da oferta de serviços e oportunidades, com ênfase na educação e na sustentabilidade econômica e ambiental.
O Tamar tem o patrocínio nacional da Petrobras e em Ubatuba recebe o apoio da Arcor do Brasil e da Prefeitura Municipal de Ubatuba. (fonte: projero Tamar)

Palestra Motivacional na ACIU
Inteligencia Emocional e As 7 Técnicas de Ganhar Dinheiro com Pessoas Difíceis

Palestrante: Asbar Laab- Equipe Força e Ação
Local: Associação Comercial de Ubatuba- Rua: Dr. Esteves da Silva, 51- Centro
Data: 05 de novembro (2a feira)
Horário: 17h00
Inscrição:
R$ 25,00 associados à ACIU
R$ 35,00 não associados à ACIU
Convites à venda a partir de 2a feira-08/10 na ACIU (Fonte: ACIU)

Famipa conquista vaga para final do Campeonato Paulista de Fanfarras
No Campeonato em Iaras, a Famipa conquistou o 1º lugar no quesito “Corpo Coreográfico”, 2º lugar no quesito “Baliza” e 3º lugar no quesito “Corpo Musical”

Ubatuba - A Fanfarra Municipal Infantil Padre Anchieta (Famipa) participou do Campeonato Estadual de Fanfarras e Bandas de São Paulo, organizado pela Associação Paulista de Fanfarras, que aconteceu em Iaras, no último dia 30. A boa performance de seus componentes garantiu a Ubatuba a participação na final do campeonato paulista, que acontecerá em Lorena, no próximo 21. No Campeonato em Iaras, a Famipa conquistou o 1º lugar no quesito “Corpo Coreográfico”, 2º lugar no quesito “Baliza” e 3º lugar no quesito “Corpo Musical”.
O prefeito Eduardo Cesar afirma que reativar a Fanfarra foi uma grande honra para ele. “Desde que a Famipa foi reativada, ela vem participando de vários campeonatos e representando orgulho para a sociedade de Ubatuba por seu desempenho. Quero, em nome da Secretaria Municipal de Educação, parabenizar todos os integrantes da Famipa pelos troféus conquistados”. (Fonte: PMU)

Número de vagas abertas supera cadastros de empregados no Balcão de Empregos

Ubatuba - Um levantamento realizado pela Prefeitura de Ubatuba, através do Balcão de Empregos da Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social, apontou, no mês de setembro, pela primeira vez no ano, um número maior de vagas abertas, em relação ao número de cadastros do empregado. O levantamento abordou os serviços de cadastramento do empregado, atendimento ao público na obtenção de atestados e certidões e na continuação dos Programas de Visitas ao Empresário e do Empresário no Balcão de Empregos, referente a setembro de 2007.
De acordo com o chefe do departamento de capacitação, Edison Zerbinato, o levantamento mostrou, mais uma vez, bons resultados, principalmente na empregabilidade. "Com o crescimento de vagas, os programas implantados e a antecipação para eventual falta de empregados nas áreas de cozinheiro, barman, e pizzaiolo, acreditamos estar, aos poucos, recuperando a empregabilidade no município", diz Zerbinato.
Ainda de acordo com o chefe do departamento de capacitação, alguns dados das atividades ocorridas em setembro comprovam o comentário: foram 121 cadastros do empregado, 124 vagas abertas/efetivadas, 432 empregados encaminhados e 141 atestados e formulários emitidos, totalizando 818 atendimentos no mês. Com relação ao período de janeiro a setembro, foram efetuados 1.337 cadastros do empregado, contra 753 vagas abertas/efetivadas.
O Balcão de Empregos está situado na Rua Paraná, n º 375 – Centro e atende de segunda a sexta feira, das 8h às 11h , para o cadastro do empregado e das 14h às 17h, para a elaboração de documentos – certidões e atestados. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3832-6038. (Fonte: PMU)

Ubatuba fica em 3º lugar nos Jogos dos Idosos de São Sebastião
Os atletas trouxeram para Ubatuba duas medalhas de ouro; 46 atletas da melhor idade representaram o município nas disputas

Ubatuba - Ubatuba ficou com o terceiro lugar na classificação geral dos I Jogos dos Idosos de São Sebastião (JISS), realizados de 27 a 30 de setembro. A delegação de Ubatuba, liderada pela professora Valéria Ferreira de Carvalho, levou para a competição 46 atletas. Ubatuba obteve duas medalhas de ouro: uma no tênis de campo masculino (categoria 70 anos acima), com Joel Nunes e a outra na natação, com Delmar Soares Corrêa, que venceu os 50 metros (categoria A). Oito cidades da região participaram da competição.
Mais medalhas para Ubatuba
As outras colocações de Ubatuba foram as seguintes:
- Luiza Salas Nunes, medalha de prata no tênis de campo feminino
- Waldyr dos Santos e Marisia de Mattos, medalhas de prata na pesca
- Sebastião Ferreira de Carvalho e Nelson da Silva, medalhas de prata na tranca
- Moacir Quintino e Godofredo da Cruz, medalhas de prata no dominó
- Adolfo Scarellis, medalha de prata na natação (categoria 65 a 70 anos)
- Josefina Alves Moreira, medalha de prata na natação (categoria 55 a 60 anos)
- Miguel Jorge de Brito, medalha de prata no tênis de campo masculino (categoria 55 a 60 anos)
- Ataíde Paiva B. Filho, medalha de bronze na damas
A delegação de Ubatuba obteve o quarto lugar nas modalidades de vôlei feminino, tênis de mesa e mister. Nas competições de bocha, coreografia, miss e sinuca Ubatuba ficou em quinto lugar. São Sebastião foi o vencedor do I JISS e a delegação de São José dos Campos ficou com o segundo lugar. (Fonte: PMU)

Ubatuba disputa podium na natação dos XI JORI neste sábado
As competições de natação foram adiadas em maio, devido às condições climáticas e serão disputadas no próximo dia 6

Ubatuba - Neste sábado, 6, quatro atletas de Ubatuba disputarão a natação dos XI JORI (Jogos Regionais do Idoso). A competição, que aconteceu de 24 a 27 de maio deste ano, em Pindamonhangaba, teve as provas de natação adiadas pela organização devido às condições climáticas. Segundo a organização, a temperatura da água estava muito fria para que os idosos pudessem competir.
"Hoje Ubatuba está na quinta colocação, mas esperamos com o resultado da natação subir para o terceiro ou segundo lugar. Nossos atletas estão se preparando para conseguirmos esses resultados dentro do estado de São Paulo. Nosso grupo é bem entrosado e o espírito de competição hoje é para ganharmos", avaliou a professora da delegação de Ubatuba, Valéria Ferreira de Carvalho.
As provas de natação acontecem às 14 horas no CE João Carlos de Oliveira (João do Pulo). Para que os atletas se sintam ainda mais motivados, um ônibus de Ubatuba foi fretado para levar a torcida. "A primeira-dama de Ubatuba, Denise Cesar, conseguiu um ônibus no qual levaremos a nossa torcida organizada para animar nossos representantes", disse Valéria Carvalho.
Os XI JORI contaram com a participação de 55 cidades do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira, Litoral Norte e Sul e da grande São Paulo.(Fonte: PMU)

III Festival de Cultura Popular “Caiçarada” acontece na próxima semana, em Ubatuba
Além das apresentações de grupos folclóricos de várias partes do Brasil, a festa contará com tendas com o que há de melhor na culinária caiçara

Ubatuba - A terceira edição do grande Festival de Cultura Popular chamado “Caiçarada” terá início na próxima quinta-feira, 11, aproveitando o feriadão que está por vir. O evento, que faz parte das festividades de comemoração do aniversário da cidade, trará para Ubatuba grupos folclóricos de diversas cidades, em apresentações diárias que acontecerão até o próximo dia 14, no Espaço de Eventos, na Avenida Iperoig.
Neste ano, a Caiçarada será uma grande homenagem ao saudoso Nei Martins, que foi um dos idealizadores deste e de diversos outros projetos de cultura popular no município.
Mantendo as tradições e a beleza da cultura popular - Além das apresentações de grupos folclóricos de várias partes do Brasil, a festa contará com tendas com o que há de melhor na culinária caiçara.
O visitante também poderá apreciar alguns costumes locais como construção de canoa, de rabeca (espécie rústica de violino) entalho e remendo de rede, fabricação de farinha de mandioca, além do artesanato caiçara. Na parte de brincadeiras típicas, no próximo domingo, dia 21, acontecerá a corrida de canoas, torneio de truco e tranca, na Praia da Barra Seca.
O prefeito Eduardo Cesar afirma que a Caiçarada é uma festa que tem o objetivo manter as tradições e a beleza da cultura popular. “Ubatuba é uma cidade com belas e antigas manifestações culturais. Ao recebermos culturas de outras regiões, estamos valorizando as raízes do povo brasileiro”.
Na opinião do presidente da Fundart, Pedro Paulo T. Pinto, a cultura popular tem ganhado um espaço especial em Ubatuba. “A cultura popular representa as raízes do povo brasileiro. Em Ubatuba, estamos investindo em uma política cultural, dada a importância que representa para a nossa identidade”.


Confira a programação e participe!

Dia 11/10 – Quinta-Feira
19:30h – Execução do Hino Nacional e Hasteamento das Bandeiras
20:00h – Apresentação de Danças Indígenas – Aldeia Guarani (Ubatuba)
20:30h – Grupo Folia de Reis Sertão da Quina (Ubatuba)
21:00h – Grupo Folia de Reis Sertão da Maranduba (Ubatuba)
21:30h – Grupo Canoá (Ubatuba)
22:00h – Grupo Fandango Caiçara (Ubatuba)

Dia 12/10 – Sexta-Feira
19:30h – Grupo Congada de São Benedito (Ubatuba)
20:00h – Grupo Cirandeiros Sete Unidos (Paraty)
20:30h – Grupo Guaruçá (Ubatuba)
21:00h – Grupo Ass. Cultural Congadeiros do Bairro S. Francisco (São Sebastião)
21:30h – Grupo Raízes de Ilhabela (Ilhabela)
22:00h – Grupo Folia de Reis Pontal da Cruz (São Sebastião)
22:30h – Grupo Fandango Caiçara (Ubatuba)

Dia 13/10 – Sábado
19:30h – Grupo Moçambique da Fundacc (Caraguatatuba)
20:00h – Grupo Moçambique Alto do Cruzeiro (São Luiz do Paraitinga)
20:30h – Grupo Moçambique São Benedito (Lorena)
21:00h – Grupo Congada São Benedito (Lorena)
21:30h – Grupo Moçambique Vermelho e Branco (Guaratinguetá)
22:00h – Grupo Moçambique União São Benedito (Redenção da Serra)
22:30h – Grupo Maracatu Baque do Vale (Tremembé)
23:00h – Grupo Folia de Reis Paulista (Redenção da Serra)

Dia 21/10 – Domingo
10:00h – Corrida de Canoas na Barra Seca
10:00h – Campeonato de truco na Barra Seca
(Fonte: PMU)

Oficinas do Projeto “Despertar do Mestre-Artesão” chegam ao fim
Estimular o artesão a conhecer melhor o seu ofício e resgatar a auto-estima de profissionais e de comunidades que vivem de artesanato são alguns dos objetivos deste curso

Ubatuba - A segunda etapa do curso “Despertar do Mestre-Artesão”, realizado gratuitamente pela Prefeitura de Ubatuba, por meio da Fundart, foi encerrada nesta semana. Esta fase é pertinente à realização de oficinas de confecção de artesanatos, ministradas por mestres do município. A terceira etapa consiste em uma mostra, com o resultado das oficinas realizadas na fase anterior. A exposição, composta por artesanatos folclóricos, entalhes de madeira, cestaria de taquara de lixa, cerâmica, papel machê e tear, acontecerá de 25 a 28 de outubro, no Iate Clube.
Além das oficinas, o “Despertar do Mestre-Artesão” é composto por discussões e vivências, dependendo das necessidades diagnosticadas pelos participantes. O objetivo principal do projeto é salvar da extinção as técnicas e ofícios das comunidades tradicionais. O projeto também busca colocar em evidência os mestres artesãos que desenvolvem trabalhos de relevante valor patrimonial e cultural nas comunidades em que vivem.
O orgulho de ser caiçara - Sob a direção do artesão e pesquisador do artesanato brasileiro, Carlos Herglotz, o “Despertar do Mestre Artesão” envolve os mais diversos elementos culturais das comunidades tradicionais, desde a música, até a culinária, o folclore, as danças e as atividades econômicas. “Nossa intenção é mostrar aos artesãos a riqueza de sua cultura, elevando sua auto-estima. É preciso redescobrir o valor da cultura caiçara, para que este povo não sinta vergonha de suas raízes, não sinta vontade de sair de seu local de origem. A partir disso, conseguimos extrair o que há de melhor em sua essência e isso se refletirá positivamente em seus trabalhos”.
Valorizando a cultura - Neste ano, a ênfase das oficinas foi para artesanato ligado ao folclore, com a confecção de bonecos, figurinos e outros objetos utilizados em congadas, folias de reis e outras manifestações. Para tanto, o “mestre” Julinho Mendes ensinou os artesãos a utilizar materiais diversos, como: palha, folha de coqueiro, retalhos de pano e arame.
Além das oficinas práticas, também foi realizado um trabalho de valorização e reconhecimento, com artesãos da região norte do município, como Vila Picinguaba, Fazenda da Caixa, Ubatumirim, Promirim e divisa.
Para o prefeito Eduardo Cesar, projetos como esse desempenham um papel fundamental no propósito de manter vivas as tradições do município. "Com essas capacitações, além de ajudar a resgatar o orgulho de viver em Ubatuba, é possível proporcionar aos profissionais ferramentas importantes que poderão contribuir com o desenvolvimento e a melhoria de seus ofícios. Estamos trabalhando para que os produtos ubatubenses sejam cada vez mais reconhecidos e apreciados pelos nossos turistas, tornando-se marcas registradas de nossa cidade", afirma o prefeito. (Fonte: PMU)

Noticias da Fundart

Teatro de Bolso - A Cia. de Teatro Abençoados por Cunhambebe do Grupo Setorial de Artes Cênicas e Dança da Fundart segue sua temporada de sucesso, apresentando-se semanalmente, nas quartas-feiras, às 20:30h no Auditório Fundart, com o espetáculo Ensaio Geral.
Sob a direção de Marilena Cabral e Fernando Moreno o grupo vem se apresentando com muita criatividade, e o propósito, além de fomentar a atividade teatral em Ubatuba, é a criação de público de teatro, com vistas a construção do teatro da cidade, projetado para o local que abrigava o Cine Iperoig, na Praça da Matriz, e a inauguração do auditório da Casa da Cultura, no antigo Fórum, hoje com a Fundart, que receberá o nome de Ney Martins.

Fundart e Secretaria da Cultura do Estado firmam parceria - A Secretaria de Estado da Cultura e a Fundart firmaram parceria e a partir do último final de semana tiveram início as ações do Projeto “Ademar Guerra”, que tem por objetivo capacitar os grupos de teatro amador, com técnicas que assegurem o melhor desempenho artístico desses grupos.
Paulo Cardoso é o professor indicado para Ubatuba. Detentor de currículo que o capacita profissionalmente a preparar atores e diretores, Cardoso ainda presta assessoria técnica para projeto e construção de casas de espetáculos. Fernando Moreno, Coordenador do Grupo Setorial de Artes Cênicas e Dança, da Fundart, e Marilena Cabral coordenam os trabalhos pela Fundart.
Para Paulo Cardoso “o grupo com quem trabalhei no final de semana é bom, e podemos desenvolver um trabalho interessante que irá melhorar as produções que já vêm sendo feitas, com apresentações públicas do Teatro de Bolso de Ubatuba”.
Marilena Cabral e Fernando Moreno salientam a importância do trabalho que resultará na formação de público de teatro sabendo-se que o projeto do teatro de Ubatuba já está pronto.

Teatro de Bolso, a opção que deu certo - A “Cia. de Teatro Abençoados por Cunhambebe” será uma alternativa positiva para a famigerada maldição de Cunhambebe usada para justificar tudo o que deu errado em Ubatuba. É o próximo passo da oficina de teatro da Fundart, coordenada por Marilena Cabral que atualmente desenvolve em parceria com Fernando Moreno, coordenador do Grupo Setorial de Artes Cênicas e Dança, o “Ensaio Geral” todas as quartas-feiras, a partir das 20:30h, no Sobradão do Porto.
É um Teatro de Bolso com textos versando sobre diferentes situações do dia a dia extraídos de autores consagrados como Drummond e Veríssimo. Os 7 quadros permitem o aproveitamento de 18 atores que se revezam e ganham muitos aplausos, pois são criadas situações cômicas. Vale a pena conferir, a diversão é garantida. Até o final do ano será mantido o mesmo repertório. Depois de Ensaio Geral, entrará em cena novo texto batizado de “Sem Título”, ainda em fase de preparação.
A oficina de teatro da Fundart, com ensaios às segundas, terças e quintas, no prédio do antigo Fórum, na Praça Nóbrega, conta com 35 participantes a partir dos 10 anos de idade. Segundo Marilena Cabral, vivendo nova experiência na direção artística sem abandonar o palco, a cidade conta com atores de talento que certamente serão reconhecidos mais tarde. A criação de uma companhia de teatro, a exemplo da Lira “Padre Anchieta”, é uma forma de avançar e profissionalizar o setor, diz Marilena.
O coordenador do grupo setorial, Fernando Moreno, ator e produtor, é outro que aposta no teatro de bolso como modalidade mais apropriada, pois com a seleção de vários temas torna-se possível a movimentação do maior número de atores e atrair público.
Depois da encenação, em julho deste ano, da “Rebelião da Ilha Anchieta”, com mais de 30 atores no próprio local do levante de 1952, o grupo de teatro da Fundart já vem estudando a montagem de outra peça até o final do ano.

A música além da sala de concerto - O música na praça, evento realizado pela Fundart e Sociedade Lira “Padre Anchieta” apresenta neste sábado 06/10 às 20:45h na Praça Exaltação a Santa Cruz, toda a arte do Grupo Canoá e Grupo Solstício Maior. O duo promete uma noite de muito lazer, cultura, humanização para toda a família ao som da melhor música do mundo, a música brasileira.
Em breve o maior espetáculo de dramaturgia musical do litoral norte:
O BAILE DO MENINO DEUS. (Fonte: Fundart)

SEMANA DE 05/10 A 11/10/2007

"HORA DO RUSH 3" Aventura!!!!!
C/ Jackie Chan e Cris Tucker!!!!!
Às 17:00 hs -21:00 hs.

"CIDADE DOS HOMENS" Drama!!!!!!
Às 19:00 hs.

cineporto@hotmail.com
Acesse nosso site www.cinemasdolitoral.com.br

Ação Litoral

Poesia Topo

O bom Dr. João

Quando fiquei com ziguizira
e procurei o Seu Doutor
ele pôs ouvido no meu pulmão
mediu o baticum do peito
e escreveu no papel
que o meu mal
é excesso de civilização:
muito barulho nas orelhas,
pouca música de pássaros;
muita fumaça no nariz,
pouco perfume de mato;
muita roupa no corpo,
pouco pé descalço;
muita conta pra pagar,
pouco dinheiro no bolso;
muito pressa na vida
e pouco tempo pra Deus.
Assinado,
de uma boa cura esperançoso,
Dr. João Luiz Cardoso.

Felix Cabral

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Pegoava, os turistas comestíveis

Você já comeu alguma vez na sua vida uma pegoava? Ou será que você nunca mais viu uma pegoava na sua frente? Por que será que elas agem como turistas, sumindo e desaparecendo durante o ano? Mas o que é uma pegoava?
É aquela conchinha que se enterra na areia quando a onda do mar desce. Ou melhor falando, é um molusco parente do marisco, da lesma e até mesmo do caramujo-africano. Pertence à classe dos Bivalvia, pois apresenta duas conchas, e seu nome cietífico é Donax, sendo a espécie mais comum de avistar em nossas praias a Donax hanleyanus. Alguns chamam de Naniní, Moçambique, Beguara, e outros Sernambi, mas por aqui é conhecido como Pegoava.
Esses animais vivem em praias arenosas da costa sudeste-sul do Brasil até o Uruguai. Habitam a região entremarés, região nas praias que corresponde a que sofre ação das ondas. Quando a onda desce para o mar eles utilizam o pé musculoso para se enterrarem na areia em apenas 3 segundos. E desse modo esses moluscos posicionam-se verticalmente, mantendo-se ancorados com o pé e com os sifões (tubos naturais que permite a interação com o meio ambiente) distendidos em contato com a coluna d'água. Esses sifões servem para que eles se alimentem das partículas que estão suspensas na água do mar. Assim, a água entra por um sifão inalante, é filtrada, e depois é liberada com fezes e outras excretas pelo sifão exalante. Apresentam diversas colorações nas conchas, e estas servem para proteger e auxiliar na locomoção dos animais. Por incrível que pareça eles não permanecem parados num mesmo lugar durante o dia, mas se movimentam subindo e descendo a praia de acordo com a maré. Muitos moradores da nossa Ubatuba não entendem porque a pegoava ora some ora desaparece. Na verdade ela não some por completo apenas migra involuntariamente. Devemos lembrar que elas estão sob a ação das ondas, e que a reprodução apresenta uma fase larval. Pelo fato de as larvas serem pequenas elas ficam "boiando" na água e assim as correntes marítimas podem levá-las de uma praia para outra. Ao chegarem à outra praia, elas se fixam e se desenvolvem até atingir um tamanho que pode ser notado pela população (chegam até 4 cm). Além disso, outros estudos demonstram que o tal sumiço se deve à ação de ondas que empurram os animais até partes muito altas da praia e eles morrem dessecados, também variações brusca de temperatura e salinidade (quantidade de sal na água), ação de poluentes, competição com outras espécies e ação predatória humana (praias muito freqüentadas, poluídas e com coletas crônicas) podem levar ao extermínio das pegoavas. Conta seu Pedro Félix, do bairro do Sertão da Quina, que antigamente na praia da Maranduba era possível encher um carrinho de mão com pegoavas, atualmente são encontradas em poucos locais de nossa cidade.
Elas podem servir de fonte de alimento para os caiçaras, que produzem pratos deliciosos tais como panqueca, farofa e cuscuz de Pegoava, além de ser saboreado cozido e comido na própria conchinha. Mas cuidado, lembre-se que por serem filtradores, qualquer partícula que esteja na água pode ser absorvida e incorporada pelo animal, e assim a procedência da pegoava deve receber muita atenção, uma vez que se coletados em locais poluídos pode levar a casos de intoxicação. Muitos artesãos reaproveitam as conchas para confeccionarem lindíssimos artesanatos que são vendidos em nossas lojas.
Não confunda pegoava com sapinhauá, o primeiro tem concha mais triangular e o segundo apresenta uma concha mais arredondada. Assim como a pegoava, o sapinhauá apresenta as mesmas variações nos indivíduos da espécie, aparecendo numa praia e desaparecendo noutra. Seu nome científico é Tivela mactroides, mas é também conhecido em outras localidades como Berbigão, Marisco-de-areia, Crioulo e Vongole. É bastante explorado comercialmente como alimento.
Procure experimentar o sabor dessas iguarias, mas lembre-se que para a perfeita harmonia da sobrevivência desses animais é necessário que a natureza aja sem interferência da ação dos homens. Para tanto devemos proteger nosso planeta e transformar nossas crianças em preservadores do meio ambiente. E pense, se um dia a pegoava for embora de sua praia, não se preocupe, pois certamente ela voltará, desde que você faça a sua parte, pois a natureza sempre faz a dela.
 

Camilo de Lellis Santos - Biólogo
Ubatuba, SP


Comunidade em Ação
Projeto que vem para ficar

A partir do mês de agosto, toda 1ª semana do mês, acontece o mutirão de limpeza em todo o bairro do Rio da Prata, através de sua associação de bairro, visando extinguir focos, e criadouros de mosquito e ratos.
Foi feito pela associação, com certa dificuldade, folheto explicativo sobre o projeto, e entregue de porta em porta, convidando o povo e conscientizando sobre o valor do meio ambiente limpo e saudável para a saúde das pessoas, além de um visual mais bonito para o bairro e o valor do trabalho coletivo.
Também é recolhido óleo usado no bairro e feito sabão que é distribuído aos participantes interessados. Há ainda o aproveitamento de material reciclável como jornais, revistas, garrafas plásticas, que a própria associação usa, ensinando artesanato na comunidade para jovens adultos e crianças.
Após a catação e separação do material recolhido, o restante é vendido e o lucro é repartido entre os participantes do dia , num incentivo ao catador.
A Associação espera contar sempre com a ajuda das Secretarias de Meio Ambiente e da Saúde, na ajuda de material descartável para a coleta (luvas grossas, sacos). Também há necessidade de container para o depósito do material , o que facilitaria mais a coleta.
A associação ressalta a importância do trabalho, visto a grande quantidade de material que foi recolhido de bueiros entupidos, rios, valetas, terrenos baldios, etc.
Enfim , uma comunidade humilde que serve de exemplo a Ubatuba.
 

Maria do Carmo
Rio da Prata, Ubatuba, SP

"Isso eles não nos roubam"

Países da Europa Comunitária fazem investimentos em países africanos visando a diminuição da miséria, controlar as migrações em massa e promover o desenvolvimento dos países. As áreas escolhidas, preferencialmente, são educação e saúde. Imperando a corrupção, nos governos locais, os investimentos são realizados diretamente pelos investidores ou através de Organizações Não Governamentais - ONGs - de caráter internacional e de provada honestidade.
Assistia, pela TV, reportagem sobre investimentos em educação em país sub-sahariano. Na inauguração de enorme centro educacional construído e administrado pelo país investidor, estavam presentes as autoridades locais, o Sr. Embaixador e o Sr. Ministro do Interior do país investidor e numeroso público. Após os discursos das autoridades locais e antes de passar a palavra para o Sr. Ministro surge, do meio do povo, um senhor alto, elegante, forte, decidido e pega o microfone. Todos se entreolham. Sem dar tempo a reações fala com clareza e decisão:
"Senhor Ministro: Aqui nos roubam tudo. O que vocês fazem por nós eles não nos podem roubar. A educação que é ministrada, aos jovens do meu povo, aos meus irmãos, não conseguem roubar. É nossa. Fica conosco. Agradeça seu governo, por essa dádiva, em nome de meu povo".
Foi só. Nutrida e demorada salva de palmas com vivas aos governantes do país investidor estourou na platéia. O Ministro, diplomaticamente, sorriu e agradeceu. Os representantes do governo local amarelaram frente aquela verdade gritada, no meio do povo.
A cena impressionou. O grito: "Aqui nos roubam tudo" ressoou em todas as consciências.
Observando os desvios e má administração das verbas da educação, esse grito, poderia ser encampado pela maioria dos professores e trabalhadores da educação em grande parte do território brasileiro. Aqui também roubam tudo. Como conseqüência não há material pedagógico, bibliotecas nas escolas, laboratórios, salas ambiente, alimentação de qualidade, professores bem formados, satisfatoriamente remunerados, tendo boas condições de trabalho, sendo bem tratados e com oportunidades de se aperfeiçoar em serviço.
Como aqui roubam ou desviam tudo da educação, estes dias, tivemos o desprazer de ler, ouvir e ver, na imprensa, que, entre 34 países desenvolvidos e em desenvolvimento pesquisados, o Brasil, era o que menos investia em educação e o gasto aluno/ano era inferior à metade do penúltimo colocado, na pesquisa. Do que pode concluir-se que o PAC da Educação é um processo acelerado e capcioso com verbas da educação. Colhidos os resultados negativos, a culpa é sempre do professor que não ensina e do aluno que não aprende.
Somando a roubalheira aos exemplos recebidos dos Executivos e Legislativos, espalhados por todo o Brasil, é difícil ter esperança.
 

Corsino Aliste Mezquita
Ubatuba, SP

 

A Autoridade Divina

Caro eleitor, se as pessoas que se dizem cristãs nos dias de hoje têm de fato, de verdade, a plena consciência que Deus é o mesmo e não muda jamais a Sua maneira de pensar e agir, então devem entender que, assim como Ele fez justiça àqueles que foram injustiçados no passado, faz também aos injustiçados do presente.
A bíblia sagrada esta repleta de histórias de homens que, pela autoridade concedida por Deus, tiveram a oportunidade de liderar cidades, estados e até nações como acontecem nos dias de hoje, com presidentes, governadores, prefeito, e etc... E todos os que desempenharam bem o seu trabalho e fizeram justiça tanto aos ricos como aos pobres, terminaram seus mandatos e dias de vida amados respeitados pelo povo e por seus familiares. E aqueles que se exaltaram, corromperam-se, não valorizando a autoridade divina, nem o ser humano, foram destituídos de seus cargos envergonhados e destruídos e, estando vivos ou mortos, foram esquecidos por todos e hoje não é diferente, pois embora muitos não acreditem, e não são obrigados a acreditar, isso é uma questão da fé de cada um.
Mas a bíblia diz que toda a autoridade é instituída por Deus, e quando diz toda autoridade, significa que em qualquer lugar, até mesmo no meio dos animais, toda autoridade é concedida por Ele (romanos 13- 1 a 7).
E, com certeza, aqueles que estiverem revestidos dessa autoridade serão cobrados por todos os seus atos. O problema é que muitos que estão na posição de autoridade, principalmente os políticos, não sabem disso, pois quer acreditem ou não a autoridade que está sobre eles, é concedida por Deus, independentemente de serem bons ou maus, dos erros e dos defeitos, que são inerentes a todos os seres humanos. Ao contrario do que muitos imaginam, Deus não toma partido, dessa ou daquela religião, pois sabe que essas coisas foram criadas pelos homens e não por Ele. Basta olhar as barbaridades que se cometem no mundo inteiro com milhares de pessoas em nome desta ou daquela religião.
A verdade é que Deus, na sua eterna sabedoria, sabe que todos nós, acreditando Nele ou não, enquanto vivermos nessa terra, vamos sempre precisar ter acesso ao sistema de saúde, educação, lazer e etc... e é justamente para administrar esses setores com honestidade e transparência é que Deus toca no coração da população, para que possa escolher um líder político, e através da autoridade que lhe está sendo concedida por Deus através do povo, o governante tenha plenos poderes para melhorar a qualidade de vida das pessoas aqui na terra. E quando um governante, tenha ou não o conhecimento dessas verdades, acredite ou não em Deus se apossa dessa autoridade e a usa em benefício próprio e daqueles que o cercam, deixando a população em situação de miséria, penúria e total abandono, podem ter certeza que o fim dele não será dos melhores, assim como não foi o de muitos imperadores, reis, príncipes e presidentes do mundo. Eles, ainda que por um breve tempo e mesmo, nos dias de hoje, muitos estejam desfrutando de todas as regalias que a vida lhes pode oferecer, a custa do trabalho, lagrimas, sofrimento, sangue e suor alheios, caso não se arrependam, não desejo para meu pior inimigo, se é que os tenho, estar na pele deles, pois como está escrito "horrível coisa é cair na mão do Deus vivo". Não roubes ao pobre, porque é pobre, nem oprimas ao aflito, por que o senhor o defendera e tirara a vida daqueles que os despojam. (provérbios 22-22)
 

Junior Bahia
Musico e mestre
juniorbahiaubatuba@yahoo.com.br

 


Era a Ubatuba dos sonhos, que me fez chorar

Numa bela tarde de sol, final de inverno e quase início de primavera, daquelas que só Ubatuba tem, sentei-me ao pé de um palmiteiro, lá no Sertão de Itamambuca.
Ao contemplar a beleza das matas, rios, e mais ao longe o mar, perdido na imaginação voltei à minha infância.
Entre imaginando e sonhando, vi meu passado e meu presente juntos, vi minha Cidade e o que é seu, e a tudo observei.
A floresta muito verde, compacta e densa, amedrontava, e era formada por jatobás, cedros, canelas amarelas, sassafrás, ruiva e preta, bicuíbas, bacuparis, ingás, patis, brejaúvas, côco mirim, indaiás, tucuns, xaxins, guaricangas, cujas folhas cobriam as casas dos nativos, ipês amarelos e roxo, moscadeiras, que dão o fruto noz-moscadas, bacubixabas, esporão de galo, jataís, guapuruvus ou guapurubus, timbuíbas, araçás, jabuticabeiras, angelins, embiruçus, embiraçapas, cambarás, cuvantãs, jacarandás paulistas e baianos, jacatirões ou vassourões, imbuias, maçarandubas, guacás, sapucaias e tantas outras.
Via-se muitos borrachudos, de dois tamanhos, pernilongos em grande quantidade, zunindo como carros, mutucas grandes e pequenas, marimbondos, abelhas mel-cachorrro, que grudam na raiz dos cabelos, abelhas jataí, de saboroso e rico mel, marimbondo tatu, com suas casas iguais a este mamífero, marimbondos caçadores, com enormes aranhas adormecidas por seu veneno anestésico, os raríssimos e grandes marimbondos aperta guela, verdes e listados de amarelo, do tamanho de uma lagarta, e quando picou o dedo de meu irmão, o fez rolar de dor pelo chão, quase o matando asfixiado, mamangavas muito pretas, caramujos, carregando sobre as costas seu telhado, lagartas, lagartas carregadas de toxinas, centopéias ou lacraias, aranhas, aranhas armadeiras, caranguejeiras e muitas outras, cigarras cantadoras, grilos do dia e da noite, muitas formigas, saúvas ou cortadeiras, ruivas, quem-quem, trec-trec, tanajuras, grandes amarelas, com partes pretas, do tamanho de uma abelha, sararás, brasas, correições, taocas, verdadeiros exércitos.
Parecia que no interior da mata ainda habitavam, Tupinambás e Tupiniquins ainda não catequizados, e que a qualquer momento poderiam surgir, inesperadamente.
Os rios, tão limpos e puros, reluziam à luz do sol, provando que sempre foram o espelho dos nativos, e neles se podia ver impressionantes criaturas, como as lagostas pintadas, lagostas de braços, camarões, belusquinhas, camboteiros, mães d'água, cascudos, peixes lisos, lambaris amarelos e lambaris prateados, acarás, bagres liso ou cipó, branco, jundiá e mandi, robalos, cágados, e até a Lontra fazia seus mergulhos.
Como belas pinturas, as beiradas dos caminhos e estradas estavam singularmente coloridas, com a mais variadas flores, salpicadas de belíssimas bromélias, lembrando os jardins suspensos da Babilônia, sobrevoadas e acariciadas por beija-flores marrons, pequenos e grandes, pretos, pretíssimos, verdes, verdes brilhantes, e por borboletas amarelas, vermelhas, pretas, brancas e pela grande borboleta azul, protegidas por algumas mariposas e vaga-lumes que ali dormiam.
Ipês amarelos davam um colorido especial, deixando quase tudo dourado, e os abundantes Palmitos juçara, com seus inúmeros coquinhos, alimentavam os passarinhos e toda a fauna.
Casinhas de sapé e de alvenaria, com sua gente simples e educada, eram todas muito bem cuidadas e com jardins. Até os animais domésticos pareciam ser dóceis.
Não existia lixo, pois tudo era recolhido e levado para a reciclagem.
Cruzavam caminhos e estradas, sendo respeitados, pássaros e aves, como, saracuras, juritis, beija-flores, tico-ticos, tangarás, rendeiras verdes, rendeiras de coleira branca estaladeiras, bem-te-vis, sabiás laranjeira, preto, gato, cica e de coleira, pica-paus, pára-pelotas, anus pretos e brancos, beiras d'água, andorinhas, tobacas, tobacas uçu, sorucuás do peito amarelo, do pequeno e do grande, sorucuá do peito vermelho, macucos, urus, nhambus, os populares corocoxôs, macucos da canela azul, jacus guaçus, jacus canela de ferro, jacutingas, jurubas, pavós, tucanos de bico-verde e de bico-preto, tiés-sangue, pardo e preto, saíras sete cores, de lenço e beija-flor, capitães de saíra, gaviões, gavião pato, gavião pega-macaco ou mico, papagaios, maritacas, periquitos, periquitos mirins, tiribas, arapongas-brancas-marteleiras, arapongas verdes, rajadinhas, araponguinhas, araçaris, borrajarros, tuins, curiós, joãos-de-barro, os populares bonitos e arcádios, viuvinhas, coleirinhas, trinca-ferros, beiras-d'água, urubus, carcarás, urutaus, coriangos, e animais como a onça pintada, suçuarana, jaguatirica, gato-do-mato, antas, capivaras, queixadas pretos e queixadas do queixo branco, catetos e catetos de lenço, lebres, ouriços, guachinins, quatis, bichos-preguiça, macacos, macacos prego, macacos barrigudos, monos carvoeiros, monos canhotos, bugios ou barbados, gambás, lagartos, lagartixas, tatus galinha ou branco, e tatus bicho ou preto, tamanduás mirins, pacas, cutias, preás, esquilos ou serelepes, cachorro-do-mato, iraras, o raríssimo veado mateiro, muito arisco, um número incontável de pequenos pássaros e vários outros animais, ratos, cobras, rãs e sapos de todas as cores e venenos, sapos-amarelo-leitoso, sapos-caruru, sapos-entanha, sapos-boi, cobras coral, jararacas, jararacas amarelas, surucucus, jaracuçus ou jararacuçus, jaracuçus amarelos, jaracuçus alfinete, cegas, urutus, urutus cruzeiro, verdes, caninanas, d'água, cipó, muçuranas.
Iraras graciosas e raras, pretas e cinzas, as pretas com uma coleira alaranjada no pescoço, semelhantes a um pequeno cachorro.
Tiés-sangue, de cor vermelha brasa viva, igual ao escarlate, com pequeno bico branco e algumas penas pretas.
Tucanos e tiés-sangue faziam lembrar duas obras-primas, superadas apenas pelo homem, a maior obra do Criador.
Tangarás dançantes, azuis, cabeças vermelhas e algumas penas pretas, de cantoria delicada e diferenciada, os verdadeiros precursores da música e da dança, mestres de Carlinhos de Jesus e Ana Botafogo.
Bonito e o Arcádio, assim popularmente chamados, dois pequenos passarinhos, do tamanho de um pardal, cujas cores, de tanto brilho, hipnotizam o observador, o primeiro é de peito amarelo-ouro e penas pretas, e o Arcádio, de peito marrom e penas azuis-escuro, que sozinhos imitam quase que todos os pássaros da floresta, numa verdadeira sinfonia.
Até na Cidade se deram bem o sanhaço, o bem-te-vi, o sabiá laranjeira, o pardal, a corruíra, a coruja, os morcegos e os pombos.
Praias forradas de guaiamuns, tornando-as azuis da cor do céu.
Tainhas, em número tão grande, até saltavam fora d'água, para comer um suculento guaruçá ou uma tatuíra, fazendo que os pescadores organizassem suas redes e apetrechos, e as apanhassem em abundância, para sua subsistência.
Redes de arrastão vinham sempre cheias, às seis horas da manhã, com muitos peixes, grandes e pequenos, e buracos enormes, feitos pelos golfinhos e enormes tubarões.
Águas, todas limpas e cristalinas, matavam a sede e tiravam a poeira daqueles que, sedentos e ainda descalços, bebiam e lavavam seus pés antes de entrar na Cidade.
Pontes antigas, com apenas um pau (pinguela), e outras, bem conservadas, onde, de vez em quando passavam bicicletas, charretes, carroças, carros de bois, e as modernas pontes, de concreto, onde passavam os carros.
Quase chegando na Cidade, dela muitos caiçaras já estavam retornando, e alguns um pouco alterados, molestados pelo sol, ou embalados por um pileque de boa cachaça ubatubana, ou da famosa tatuzinho, e com suas pernas bambas pareciam estar cercando um frango, sendo preciso desviar-se deles para não trombar.
Onde está o pescador com peixes no remo sobre os ombros?
E os balseiros de travessia das águas mais profundas, inspiradores das grandes balsas, atravessando e transportando até carros?
Desta maneira viviam juntos os ubatubenses atuais e os de antigamente.
Estas realidades são a vida do caiçara.
Olhando da entrada da Cidade, a praia e o mar, tinha-se a impressão de que seriam vistos Anchieta, escrevendo seus eternos poemas nas limpas areias, e, ao lado de muitas canoas (ubatuba), barcos, lanchas, escunas e navios, Cabral com suas caravelas ancoradas.
O lugar chamado rampa, era um verdadeiro Shoping Center, e ali todos os caiçaras se encontravam, se reuniam, e os da zona rural vendiam sua farinha, suas bananas, seus balaios e peneiras, feitos com taquara-pini ou taquaruçu, suas peças artesanais e seus pescados, muitos peixes de qualidade, como as gaorupas, pampos, marimbás, corvinas, galos, espadas, paratis, paratis barbudos, parus, frades, pargos, garabebês, bagres amarelos, bagres brancos, sargos, sargos-de-dente, caranhas, peragicas, linguados, vermelhos, robalos, badejos, salambiguaras, sororocas, anchovas, pescadas brancas, pescadinhas, amborês, siris, betaras, linguados, tainhas, cações, cação viola, cação martelo, tubarões, raias, carapaus, sardinhas, sardinhas largas, salemas, corcorocas, camarões, rosa e sete barbas, mexilhões, pindás ou ouriço do mar, saquaritás, lulas, polvos, mero, sinhá rosa, charéu, dourado do mar e tantos outros.
Faziam suas compras, tomavam sua pinga e compravam um doce para as crianças, contavam suas caçadas e pescarias, e havia, na parede de um certo bar, a seguinte inscrição: "aqui reúnem-se caçadores, pescadores e demais mentirosos".
Os velhos casarões, memórias vivas da antiga terra mãe, em harmonia com a nova arquitetura, o casarão da Fundart, a cadeia velha, sem superlotação e rebeliões, a magnífica catedral, certamente erguida por religiosos, escravos e índios, com suas gigantes e exuberantes palmeiras, grandiosa como o templo de Salomão.
Muitas antigas árvores, cheias de imbés, imberanas, cipós caboclo, timumpevas e pequenas trepadeiras que pareciam barbas, misturadas com árvores e plantas novas.
Realizados estavam todos os ambientalistas, ecologistas, conservacionistas e observadores, principalmente os de pássaros.
A cidade era culta, e tudo funcionava muito bem; todos podiam comprar e vender; os Setores Públicos, os Hospitais, as Escolas eram suficientes, eficientes e completos; a segurança era um exemplo, e a Cidade era hospitaleira, moderna e próspera.
Tudo era respeitado e harmonioso.
Todos eram felizes, fraternos, solícitos e amáveis, mesmo os turistas.
Parecia ser coisa de outro mundo, mas para um caiçara só existiam três mundos: a terra, o céu e o inferno, e deste tinha medo.
Se meus pais lá estivessem - pois só iam à Cidade a negócios -, certamente diriam: não somos dignos de pisar nela.
Cheguei a acreditar que se cumpriam em minha terra as virtudes do Evangelho, pois a tão sonhada imprensa livre, agora realmente livre, declarava que a Cidade estava assim, feliz, porque o mal maior, que seduz e envenena a quase todos os homens, a corrupção, havia sido riscada dos corações.

Foi, então, que acordei, banhado em lágrimas.
Eu estava chorando, iludido pelo meu próprio sonho.
Era a Ubatuba dos sonhos, que me fez chorar.
 


Benedito José dos Santos Filho
São Paulo, SP


 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Antonio Amorim na cachoeira das Piabas ©Emilio Campi

"Seo" Amorim na cachoeira
©Emilio Campi
Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor