Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008 - Nº 1960 Edições Anteriores

Maré Legal Litoral Virtual Caragua.com.br

Região
Diocese lança 2ª edição do Premio de jornalismo e fotografia


Caraguatatuba
O corpo do piloto de Asa Delta, Antônio Donizete Mamede, foi encontrado na Serra do Mar
Divisão de Trânsito de Caraguá ministra palestra na Semana de Trânsito da Petrobras
Entidades beneficentes de Caraguá recebem 2.230 produtos doados por meio do musical "Elis Por Elas"
Caraguá se prepara para os Jogos Regionais

Ilhabela
Estudantes afirmam que balsa da 1h10 saiu antes do horário
Vereador entra com ação contra Dersa
Prefeito Manoel Marcos defende o direito ao “Lar”
Não deixe a gripe derrubar você. Vacine-se!
Pauta da Ordem do Dia da Câmara de Ilhabela

São Sebastião
Juan afirma que não distribuiu merenda em reunião comunitária e responde acusações sobre superfaturamento na obra da Rua da Praia
Obra da Sabesp em Paúba acumula água parada e preocupa moradores com risco de dengue
Lixo e esgoto preocupam moradores do Porto Grande
Contra lixo na areia, educação ambiental
São Sebastião abre inscrições para Oficinas de “Dança e Movimento”
Veículo de combate à Dengue é alvejado por pedras na Topolândia

Ubatuba
Adoção de animais é um sucesso
Câmara poderá devolver projeto de Lei de Uso e Ocupação do Solo ao executivo
Homem é preso pelo crime de direção perigosa e embriaguez ao volante
Aprovado e assinado o Termo de Compromisso entre Parque Estadual, Prefeitura e Comunidade do Cambury.
Professores da 4ª e 5ª séries de Ubatuba participam de encontro nesta segunda-feira
Ubatuba sedia 1º Encontro de Atividade Física
Curso CUIDAR-Nestlé é um sucesso entre professores da Rede Municipal
Fiscais da Prefeitura de Ubatuba apreendem produtos irregulares
Ubatuba nos Jogos Abertos da Juventude
Aspem traz Guilherme Arantes para Festa do 1º de Maio

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia




Notícias da Região Topo

Diocese lança 2ª edição do Premio de jornalismo e fotografia

Litoral Norte - No próximo dia 8 de maio a Diocese de Caraguatatuba lança a 2ª edição do Premio Francisco de Sales e Dom Bosco. No ano passado, 30 profissionais participaram da festa de entrega da 1ª edição do prêmio . Oito jornalistas concorreram aos prêmios com um total de treze materias e 5 fotografias. Seu objetivo é o de envolver a categoria do Litoral Norte no compromisso com a responsabilidade social no exercício de suas funções. Este ano o concurso prevê temas ligados a defesa da vida e o regulamento será apresentado no dia 8 de maio, próximo.O local ainda será confirmado. Estão convidados todos os agentes da Pastoral da Comunicação, padres e os jornalistas.Dom Altieri, bispo diocesano e o Pe. Sergio Lucio Costa, assessor da Pascom formado em Comunicações Sociais estarão presentes.
Novos parceiros farão parte desta edição entre eles, já confirmado, o Portal de Notícias Litoral Virtual, responsável pela publicação virtual das matérias que concorrerão ao prêmio. Também este ano esta prevista uma nova categoria que será a produção de vídeos.
O evento de lançamento com a apresentação do regulamento acontece durante a Semana das Comunicações Sociais, proposta pela Igreja.
No dia 4 de maio é celebrado o 42º Dia Mundial das Comunicações Sociais que este ano vem com o tema: "Os meios: na encruzilhada entre o protagonismo e o serviço. Procurar a verdade para compartilhá-la", apresentado pelo Papa Bento XVI no Dia de São Francisco de Sales, padroeiro do jornalista, em 24 de janeiro de 2008.
Mais informações c/ Denise (12) 8158.5763. (Fonte: Diocese de Caraguatatuba)


Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Site de Esportes de Ricardo Mazzei

O corpo do piloto de Asa Delta, Antônio Donizete Mamede, foi encontrado na Serra do Mar

Caraguatatuba - O corpo do piloto Antônio Donizeti Mamede, 49 anos, que estava desaparecido desde 8 de setembro de 2007, de acordo com a Polícia Ambiental, foi encontrado na última sexta-feira, 25, no fundo da Fazenda Serra do Mar em Caraguatatuba, no Km 68 da Serra do mar – local que a Polícia definiu como tendo uma declividade de 100m. Mamede sumiu quando sobrevoava Caraguatatuba em uma Asa Delta motorizada e não retornou mais para casa.
A polícia informa que o avião caiu entre as árvores e a retirada do corpo já foi liberada, mas, até o fechamento desta edição, ele permanecia no local aguardando a análise da perícia.
Antônio Donizeti Mamede era de Caçapava e vinha de Quiririm até Caraguá para realizar um sobrevôo, quando caiu na mata. De acordo com a Polícia Ambienta, ele pilotava uma Asa Delta com motor do modelo Trike.
Na época do acidente, houve tentativas de resgate por parte da Força Aérea Brasileira (FAB), por pilotos amigos e pelo um cunhado de Mamede, que realizaram o mesmo percurso feito por ele, tentando encontrá-lo, mas não obtiveram nenhuma pista.
De acordo com o cunhado de Mamede, que preferiu não se identificar, a esposa o viu pela última vez em uma reportagem feita por uma TV na praia Martim de Sá, próximo ao dia do acidente.
Mamede já voava há seis anos e era muito experiente, segundo relato do cunhado. O piloto era um profissional autônomo e deixou dois filhos, de quatro e oito anos. (Fonte: Imprensa Livre)

Divisão de Trânsito de Caraguá ministra palestra na Semana de Trânsito da Petrobras

Caraguatatuba - A engenharia da Petrobras em parceria com o Consórcio Caraguatatuba realizou, de 22 a 25, a campanha interna Semana de Trânsito Seguro na UTGCA (Unidade de Tratamento de Gás de Caraguatatuba) Monteiro Lobato. Uma das ações da campanha foi uma palestra ministrada por agentes de trânsito da Ditran - Divisão de Trânsito de Caraguatatuba direcionada a motoristas que trabalham na construção da base de gás.
Os agentes Darlan de Oliveira e Gelton Carlos palestraram para os motoristas e atraíram outros funcionários. Cerca 120 trabalhadores participaram da palestra. "Conversamos com os funcionários sobre os cuidados necessários com o trânsito dentro da fazenda Serramar, já que cerca de 40 famílias residem no local e não estão acostumadas com o trânsito atual e também os cuidados com os animais, já que corre o risco deles escaparem dos seus locais e invadir a rua. Outro assunto abordado foi o limite de velocidade estipulado lá dentro da fazenda", disse Oliveira.
Segundo o agente, eles aproveitaram a ocasião para abordar o trânsito no município, os cuidados que se deve ter, já que a maioria dos motoristas trabalha com caminhões pesados, o excesso de ciclistas na cidade e falaram sobre programas Trânsito Legal desenvolvido nas escolas em pareceria com a secretaria de Educação e Ciclista Seja Vivo, com orientação aos ciclistas. Os agentes ainda distribuíram folders educativos, régua, caneta e talões de multas para os filhos dos funcionários.
Para a Petrobras o resultado da palestra foi positivo. As empresas ainda distribuíram brindes aos funcionários como CDs para os motoristas com dicas de trânsito e camisetas.
Nesta sexta-feira, 25, último dia da campanha interna, a Polícia Militar Rodoviária estará fazendo palestra para os funcionários da UTGCA. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Entidades beneficentes de Caraguá recebem 2.230 produtos doados por meio do musical "Elis Por Elas"
Após a doação de produtos de higiene pessoal arrecadados durante o especial musical "Elis Por Elas", o Fundo Social realiza nesta semana o repasse dos 2.230 gêneros às entidades beneficentes de Caraguá

Caraguatatuba - Nesta sexta-feira, dia 25 de abril, a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Rosângela Leite Carrijo de Aguilar, acompanhada da representante da SECAS - Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Caraguá, Cilce Fabrette, esteve em duas instituições filantrópicas para entregar produtos de higiene pessoal (cremes dentais e sabonetes).
Os gêneros doados pela FUNDACC - Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, e arrecadados nas duas apresentações do espetáculo de música, dança e teatro "Elis Por Elas", que levou quase 1.200 pessoas ao Teatro Mario Covas nos dias 19 e 20 de abril. Na ocasião, para assistir à homenagem à Elis Regina, o espectador tinha que trocar o convite por um creme dental e um sabonete.
Segundo o presidente da Fundação, José Ricardo Gaspar, os donativos somaram 2.230 itens, sendo que 200 destes foram doados pela agência do Banco Real de Caraguatatuba, como forma de incentivo à cultura.
Para a presidente do Fundo Social, Rosângela Leite Carrijo de Aguilar, a doação veio em boa hora. "Esses produtos de higiene pessoal vão fazer muita diferença para as entidades que estão recebendo essas doações. São ações como essa, feita com o grande apoio da Fundacc, que resultam em melhor qualidade de vida às pessoas atendidas pelas instituições sociais beneficiadas", disse a primeira-dama.
Na manhã desta sexta-feira, as entidades que receberam cremes dentais e sabonetes foram o Instituto Pró + Vida São Sebastião e o Lar Vila Vicentina - ambas prestam serviços em Caraguatatuba cuidando de idosos.
Na próxima semana, o Fundo Social concluirá o repasse dos produtos doados pela FUNDACC. No total, sete entidades serão beneficiadas, entre elas: Lar Transitório Santa Mônica, Divina Providência, CRAS Zona Sul, Associação Vida Nova, Luz no Caminho, além das instituições já beneficiadas como o Vila Vicentina e o Pró + Vida. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Caraguá se prepara para os Jogos Regionais
Disputas terão pela primeira vez transmissão ao vivo pela internet

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, por meio da SECER - Secretaria de Esportes e Recreação espera não só promover o 52º Jogos Regionais, mas também deixar marcado na história.
Neste ano, segundo o secretário de esportes, Wenceslau Souza Neto (Lelau), a edição já bateu o recorde de participantes, com a confirmação de 45 cidades. Em 2007, em Ubatuba, 35 municípios estiveram presentes na disputa.
"Esse grande número de participantes é para ser comemorado. Será muito bom para o turismo de Caraguá, hotelaria e restaurantes. Devemos receber mais de 8.500 atletas, com alguns trazendo a família, o que acarreta cerca de 20 mil pessoas durante os Jogos. Isso eleva o nome da cidade e mostra que Caraguá conquistou essa credibilidade", falou Lelau.
Os parentes dos esportistas que não puderem acompanhar de perto o evento terão uma grande novidade neste ano, com a transmissão ao vivo pela internet dos jogos realizados no CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves).
Em relação à estrutura, a Prefeitura vem trabalhando para oferecer boas condições aos atletas. No início de maio começará a ser feitas as melhorias nos ginásios e campos de futebol da cidade, como retoques nos pisos e grama, pinturas, revisão na parte elétrica e hidráulica, entre outros serviços. De acordo com a SECER, todos os placares eletrônicos já estão prontos e instalados.
A cerimônia de abertura está confirmada para o dia 15 de julho, na Praça de Eventos, na avenida da Praia. O 52º Jogos Regionais terá início no dia 15 de julho e irá até dia 31 do mesmo mês. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Portal da Palmeira

Prefeito quer instituir Áreas Especiais de Interesse Social no município

Ilhabela - Na última quarta-feira, dia 23, o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, enviou um projeto de Lei à Câmara Municipal com o objetivo de implantar um Programa de Urbanização e Regularização Fundiária dos assentamentos informais existentes em Ilhabela.
Como o projeto é de autoria do executivo, se for unânime na aprovação do legislativo, deve corrigir um dos problemas mais urgentes do município: a ocupação irregular.
A legalização de moradia ainda distante em seus recursos humanos e de infra-estrutura na cidade é um direito social garantido pela constituição brasileira.
A afirmação está no texto da assessoria de imprensa do órgão, que diz estabelecer um convênio para “suplementar as atuais deficiências estruturais do município, tais como a elaboração de programas e projetos de regularização de assentamentos informais e loteamentos clandestinos, bem como promover a capacitação técnica dos funcionários da Prefeitura de Ilhabela para o trabalho a ser realizado”.
Para isso a prefeitura primeiro criou, há três meses, o Decreto Municipal nº 1.426/07, para instituir uma Comissão Municipal de Habitação (CMH). O projeto de Lei prevê, ainda, a reestruturação da secretaria Municipal de Obras e Planejamento Urbano.
A intenção, segundo o próprio secretário da pasta, João Marques da Costa Neto, é criar uma Divisão de Habitação com funcionários efetivos da secretaria. “A cidade precisa de planejamento e não havia nenhum órgão para isso. Então vamos criá-lo para focar o setor habitacional e angariar os recursos estadual e federal. Num futuro próximo, este departamento pode evoluir para uma secretaria. Até lá, já teríamos condições de fazer o diagnóstico dessas áreas”, afirma o secretário.
No projeto original, segundo o texto, a prefeitura fica na dependência do Estado para dispor de todo o apoio técnico e administrativo na regularização dos núcleos habitacionais.
A proposta de regularização de áreas invadidas não é nova - ela obedece, assim como nos demais municípios onde foi inserida, ao artigo 182 da Constituição Federal, que define a política de desenvolvimento urbano, o Estatuto da Cidade, a Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama 369) e do Conselho das Cidades para o início do Programa voltado à Urbanização e Regularização de parcelamentos do solo e dos núcleos habitacionais existentes na cidade.
Também será criado um conselho composto por órgãos municipais e da sociedade civil organizada com atribuições de receber os pedidos da comunidade e definir as prioridades, além de fiscalizar os recursos do estado. Os passos seguintes, caso o projeto de lei do prefeito seja aprovado, são as audiências públicas e todas as etapas de regularização como o diagnóstico com o mapeamento das áreas, o cadastro sócio-econômico para definir o perfil social de cada família, o levantamento planialtimétrico e, por fim, o processo de urbanização.
A oferta do espaço de gestão à cidadania organizada melhora a racionalização de recursos por parte do poder público, o qual deve investir prioritariamente na problemática central indicada pelos moradores do município, por meio das audiências públicas – considerado um instrumento importantíssimo dentro desse contexto. Assim, uma vez ouvida a comunidade local, cabe ao Poder Público promover o zoneamento das áreas ou implantar novos núcleos urbanos, usando o poder da desapropriação para prover famílias (caso seja necessário).
Dependendo da área e do número de invasões, um projeto como esse, pode levar de 5 a 10 anos. Os especialistas da área sabem que é um trabalho a longo prazo e existe um item particular, que antecede tudo isso, que é o Plano Diretor, aprovado em 2006 e que vigora desde 10 de janeiro de 2007. Suas leis de usos e ocupação do solo dão as diretrizes de desenvolvimento e ordenamento urbano para os próximos anos, por exemplo.
Na próxima segunda-feira, a Câmara deve aprovar a criação de uma Diretoria de Meio Ambiente, junto a Secretaria de Obras, exatamente para tratar da questão envolvendo a regularização fundiária e as áreas de preservação ambiental, em Ilhabela, segundo informações do vereador Luiz Lobo.
Áreas invadidas - De acordo com dados do IBGE, Ilhabela tem 23.886 habitantes. Os argumentos do prefeito para a elaboração do projeto seria a preocupação com o crescimento populacional das últimas décadas.
O prefeito Manoel Marcos deve instituir as AEIS (Áreas Especiais de Interesse Social), que são necessárias para possibilitar o parcelamento do solo com padrões especiais. “A AEIS garante que a área será utilizada somente para habitações, evitando, assim a especulação imobiliária e, principalmente, a expulsão dos moradores após o processo de regularização”.
Ainda segundo o prefeito Manoel Marcos, a Constituição Federal trata o direito à moradia como fundamental. “Eu vou trabalhar até o dia 31 de dezembro deste ano para garantir à todos o direito ao lar, num ambiente ecologicamente equilibrado, que é essencial à qualidade sadia de vida da população, pois isso é um dever do poder público para as presentes e futuras gerações. Somente desta maneira conseguiremos erradicar a pobreza, a exclusão social e a redução das desigualdades sociais em nossa região”.
Esta afirmação poderia ser enviada diretamente ao Ministério Público, que desde 2006, move processo (1.066/06) no qual acusa o prefeito de Ilhabela de ser omisso em relação às invasões em áreas de preservação. Na época, a promotora de Meio Ambiente do Litoral Norte Elaine Taborda, acusou o prefeito de deixar as famílias se instalarem ao longo de cursos d’água e de ser omisso com a não fiscalização dessas habitações.
Como reflexo dessas invasões, a Cetesb concluiu, em 2007, que dos 23 córregos da Ilhabela monitorados pelo órgão, apenas 23% apresentavam índices para presença de coliformes fecais abaixo do limite permitido pela legislação federal.
No último dia 9 de março, um jornal paulista de grande circulação, publicou um estudo detalhado do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) sobre as áreas invadidas e os números da devastação na cidade, que transformou a geografia da “bela Ilha” em retalhos, que podem ser visualizados nos mapas do INPE. Portanto, a iniciativa é boa, já que o município está em condições precárias nesse sentido.
A qualidade de vida e o emprego são sempre citados por especialistas como os fatores de atração de uma população de baixo poder aquisitivo, que contribui com o crescimento populacional e a crescente favelização. A conseqüente destruição do meio resulta em custos mais altos ao poder público e da piora na infra-estrutura e saneamento básico - grande “gargalo” não só de Ilhabela, bem como, as demais cidades do litoral, incidindo justamente na perda da qualidade de vida de muitos.
A taxa anual de crescimento populacional em Ilhabela entre as décadas de 80, 90 e 2000, foi duas vezes superior ao do Estado de São Paulo, segundo dados da Fundação Seade. “A área de ocupação no município ocorre na estreita faixa continental, sendo que aproximadamente 80% do território é área de APP (Área de Preservação Permanente)”, diz trecho do texto do estudo elaborado pelo Inpe.
Considerada a maior ilha do litoral do Sudeste brasileiro, está localizada a 220 km da capital paulista e 1,5 km do município de São Sebastião. A extensão territorial é de 347 km2, com área preservada de aproximadamente 270 km2, pertencente ao Parque Estadual de Ilhabela.
O estudo do INPE foi feito através de geoprocessamento - um conjunto de tecnologias voltadas à coleta e tratamento de dados espaciais para o Sensoriamento Remoto e o SIG (Sistemas de Informações Geográficas). (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Basfibra

Juan afirma que não distribuiu merenda em reunião comunitária e responde acusações sobre superfaturamento na obra da Rua da Praia

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Juan Garcia, afirmou ontem, em entrevista exclusiva ao Imprensa Livre, que em nenhum momento foi oferecida merenda escolar para os participantes da reunião comunitária promovida pela prefeitura na última quarta-feira, em uma escola municipal no bairro de Cambury, na Costa Sul do município.
De acordo com o prefeito, a merenda foi oferecida aos alunos da rede municipal, após o término da reunião, antes deles se dirigirem às salas de aulas. “Os alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos), assim como outros moradores do bairro, participaram da reunião, e quando ela terminou, como acontece todos os dias naquele horário, os alunos comeram a merenda escolar antes das aulas do restante da noite. Eu nunca ofereceria merenda escolar em uma reunião comunitária, mesmo porque, isso seria crime”.
A redação entrou em contato com a escola municipal em Cambury, que através da vice-diretora, disse que não comentaria sobre o assunto. Mais tarde, tentamos novamente o contato, e a inspetora de alunos Ana, que estava respondendo pela escola no momento, pois nem a diretora e nem a vice se encontravam no local, afirmou que estava na reunião na noite de quarta e que realmente teve aula, mas, além disso, não poderia dizer nada.
Juan também respondeu as recentes acusações feitas através de uma emissora televisiva de que a obra da Rua da Praia teria sido superfaturada.
A matéria dizia que a obra era para ter custado R$ 7 milhões, mas custou para os cofres da prefeitura cerca de R$ 14 milhões. “O nosso orçamento é inferior aos orçamentos anteriores, e não fizeram uma obra de proporções grandes.
Se eu estou superfaturamento, o que fizeram os outros? O que eu estou fazendo são obras de grandes proporções, com altas cifras e que a cidade não está acostumada, pois nunca foi feito”, e brinca dizendo que eles erraram, “não é superfaturamento, é ‘superfazemento’ de obras”.
Juan também disse que não há a menor possibilidade de a obra em que está previsto ser o novo Centro de Convenções virar um problema, o conhecido ‘elefante branco’. “Está em execução a segunda parte da obra e ela vai ser entregue em janeiro ou fevereiro”, decretou.
Já sobre as eleições municipais que se aproximam, Juan Garcia se diz tranqüilo e ataca os opositores.
“As eleições não tiram um minuto do meu tempo, pois não vou para as eleições, vou para um julgamento de minha administração. Os outros vão para a eleição e para isso, vão ter que mentir, criar fatos, ser teatrais, desvirtuar a verdade e etc”.
Sobre as movimentações políticas no momento, o prefeito diz que não tem oposição, mas sim, grupos “esparsos” dispostos a ganhar espaço e não a mostrar proposta de governo. “Não existe liderança se organizando em torno de idéias. Para mim, não há a menor diferença se organizarem um ou dez grupos. Na verdade, não sei quem será candidato, tem semana que são 10 ou 12 nomes, tem semana que não tem mais ninguém. Nem sei quem vai sair para candidato e isso não me importa”, afirma o prefeito do PPS. (Fonte: Imprensa Livre)

Obra da Sabesp em Paúba acumula água parada e preocupa moradores com risco de dengue

São Sebastião - Uma obra paralisada da Sabesp no bairro Paúba, em São Sebastião, é alvo de preocupação para os moradores do bairro, que a julgam perigosa pela possibilidade de formação de inúmeros criadouros do mosquito da dengue e pela estrutura elevada do local que é facilmente acessada pelas crianças. De acordo com os moradores, o lugar já está abandonado há uns quatro anos.
“Os portões estão abertos e qualquer um tem acesso”, informa o morador do local, Armando Périgo Netto.
Périgo também conta que o local será uma Estação de Tratamento de Esgoto e que, portanto, há no lugar reservatórios que, nos períodos de chuva, ficam cheios d’água.
“A comunidade quer que sejam tomadas providências quanto a esta obra, que, além de formar criadouros do Aedes aegypt, tem sido foco da proliferação do mato e de caramujos africanos”, expõe o morador.
O gerente da Sabesp de São Sebastião, José de Oliveira Paulo, explica que o local é, de fato, uma Estação de Esgoto e uma licitação para que a obra seja finalizada já foi feita. José de Oliveira informa que a obra começou há quatro anos e que, somente no ano passado foi paralizada. “Ela está parada desde o ano passado, aguardando o processo licitatório e, se o local está aberto é porque houve algum ato de vandalismo”, avalia José Paulo.
Ele também esclarece que a estação faz parte do Sistema de Esgotamento Sanitário de Paúba, mas diz que ainda não recebeu nenhuma reclamação quanto ao fato do local estar aberto.
”Verificaremos estas reclamações, sem problema algum”, completa o gerente.
Paulo informa que o início da licitação está previsto para setembro deste ano e que, hoje em dia, a Sabesp está na fase final de elaboração do edital. Segundo ele, todas as licenças já foram concedidas do Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE), da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) e do Departamento Estadual de Proteção de Recursos Naturais (DEPRN).
Também de acordo com o gerente da Sabesp, a obra já foi autorizada pela Petrobras, por estar próximo ao óleo-duto e do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) já que trabalharão com o transporte de troncos de esgoto.
No total, informa José Paulo, que para a finalização da estação e da parte civil que já está 70% concluída, serão gastos R$3,220 milhões. (Fonte: Imprensa Livre)

Lixo e esgoto preocupam moradores do Porto Grande
Praia na região central de São Sebastião sofre com abandono e falta de infra-estrutura urbana

São Sebastião - É como moradores do Porto Grande, na região central de São Sebastião, definem a praia do bairro. Em sua extensão há lixo de todo tipo, mato alto e podas de árvore que contrastam com o belo cenário de Ilhabela à frente. Além disso, três cursos d'água existentes no local deságuam esgoto no mar por mais de uma década. As operações no píer da Petrobras, que passa pela praia, preocupam.
Para a presidente da Federação Face Norte, Célia Pinto, moradora do bairro uma somatória de fatores deixou a praia como está.
Segundo ela, existem ligações de esgoto clandestinas que não são fiscalizadas. "Juntamente com o lixo jogado pelos grandes barcos pesqueiros e o nível da maré que sobe vertiginosamente restringiram a praia somente para correr ou sair de barco e jet-ski. A faixa de areia está encolhendo", afirmou Célia.
A presidente da entidade, que une associações de amigos dos bairros da costa norte e centro do município disse que a subida da maré aumenta a proliferação de algas tóxicas na praia. "O povo precisa se conscientizar de vez e não jogar lixo. Precisamos atuar com seriedade."
O nível da maré vem subindo nos últimos anos e já chegou a danificar casas e uma marina durante violenta ressaca em 2005 --depois disso foram construídas muretas para conter a força da água. "Toda orla entre o píer da Petrobras e o Bairro São Francisco está muito poluída. Não é possível prever, mas é certo que a situação pode piorar muito nos próximos cinco anos caso o esgoto continue a ser jogado no mar sem tratamento", disse o biólogo Álvaro Esteves Migotto, diretor do Centro de Biologia Marinha da USP.
"Aliás, o esgoto não é o único vilão dessa orla. A ocupação desordenada da faixa litorânea, o despejo de entulho e de todo tipo de lixo desde graxa e óleos advindos de barcos e atividades das garagens náuticas são agravantes significativos", acrescentou.
EROSÃO - O diretor do Cebimar explicou que a erosão do solo em áreas desmatadas e aterradas, comuns na região, contribui para o assoreamento das praias. "Alterando suas características e sufocando a fauna e flora do local". Afirmou que apesar do quadro crítico é otimista e vê solução para o problema nos próximos anos.
"Não passa apenas pelo poder público. Se a população não se indignar em primeiro lugar com seu lixo e esgoto; não se unir para forçar quem não se importa a mudar de atitude, dificilmente essa praia será aproveitada em sua plenitude para o lazer e turismo."
O pescador Eliezer Rodrigues conta que apesar da poluição marinha ainda encontra espécies de tainha, parati, curvina e outros peixes, além de tartarugas marinhas. "A poluição não fica só na praia do Porto Grande". "Há mais sacolas e garrafas plásticas". Como não é mar aberto, segundo o pescador, a correnteza do canal acaba atraindo todo tipo de lixo à praia.
Cada um faz o que pode.
A dona de casa, Luciana Simões, que mora na praia e sua amiga Viviane Tavolaro, também moradora, percorreram a praia recentemente e tiraram quatro sacos de 60 litros lotados de lixo. "A praia está abandonada", disse Luciana.
O professor Carlos Alberto Michelucci, que desde 1979 mora na praia do Porto Grande, preserva uma plantação de jundu rasteiro em frente a sua casa. "Foi em 87 depois de uma ressaca forte que a maré subiu muito. O rasteiro cipó cabamana (nome da planta em tupi-guarani) é uma defesa natural contra a maré, pois se formam dunas fixas impedindo a ação do mar."
CETESB - O setor de águas litorâneas da Cetesb (Companhia Estadual de Tecnologia e Saneamento Ambiental) informou que entre 1999 e o ano passado, a praia do Porto Grande não recebe classificação própria para banho. Nas análises semanais nos primeiros três meses deste ano, foi vetada 11 vezes - perdendo apenas para a praia do Pontal da Cruz com 17 alertas e a praia de Barra do Una com 15.
"Os pontos de contaminação são os cursos d' água. Quando chove, eles trazem tudo (lixo) para o mar. A má balneabilidade é relacionada ao volume de chuva existente no período. A praia fica imprópria principalmente nos meses de verão, quando aumenta a população do Litoral Norte e chove mais", explicou a gerente do setor Claudia Lamparelli. A Cetesb monitora semanalmente 29 praias pela costa de São Sebastião.
SABESP - A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) informou apenas que o bairro possui 100% de canalização e rede de tratamento de esgoto, mas também não negou a existência de possíveis sistemas clandestinos. (Fonte: ValeParaibano)

Contra lixo na areia, educação ambiental

São Sebastião - A Secretaria de Meio Ambiente de São Sebastião investe em ações de educação ambiental com foco na sociedade civil para conter o descarte de lixo pelas praias da cidade. Entre os projetos, realiza o chamado mutirão da cidadania quinzenalmente de acordo com cronograma de bairros estabelecidos previamente. O Porto Grande está programado para receber o mutirão no segundo semestre deste ano. A ação começou no ano passado. O assessor da secretaria, Luis Filipe Rodrigues, disse que consiste em trabalho de orientação e conscientização dos moradores. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião abre inscrições para Oficinas de “Dança e Movimento”

São Sebastião - Atendendo a uma antiga reivindicação da comunidade, a Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), inicia nesta semana, oficinas de dança para adultos em três regiões do município: Costa Norte, Centro e Topolândia. As aulas serão ministradas pelo professor Fred Pereira de Jesus nas modalidades de dança de salão, axé, samba e jazz.
É necessário que os interessados façam a inscrição nos locais com o professor e estejam vestidas com roupas apropriadas para a atividade. O objetivo das aulas, segundo o diretor de Cultura, Gleivison Gaspar, é trabalhar com a saúde das pessoas e afastar o sedentarismo.
As aulas vão estar disponíveis no Centro Comunitário do Jaraguá, às terças-feiras, das 19 às 21h, na sede da ALNorte às quartas-feiras no mesmo horário e Centro Comunitário da Topolândia, às sextas-feiras das 18h30 às 20h. Outras informações pelo telefone (12) 3892-2620. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Veículo de combate à Dengue é alvejado por pedras na Topolândia

São Sebastião - Um veículo da Prefeitura de São Sebastião, usado para realizar o trabalho de fumacê com a equipe da Secretaria de Saúde foi alvejado por pedras na tarde da última quinta-feira (24/4) na rua Onofre Santos, na Topolândia. No momento da ação, a equipe de agentes de Combate à Dengue realizava trabalhos no bairro, mas devido à fumaça, não foi possível identificar o infrator. Não houve feridos, apenas danos materiais ao carro.
A Sesau também tem recebido queixas de funcionários do Centro de Saúde “Josiane Pereira de Jesus”, localizado no bairro, com relação a atos de vandalismo nos veículos que ficam estacionados no terreno ao lado da unidade. “O funcionário vai trabalhar, prestar um serviço de qualidade à sociedade e na volta pra casa encontra seu carro riscado. Isso é inadmissível”, declara o secretário de Saúde, Antônio Guilherme Duarte de Carvalho.
A situação é preocupante, pois segundo o secretário, se a equipe médica ou o funcionário quiser pedir transferência do Centro de Saúde por esta razão, ele não terá como negar. “Sem segurança não há como trabalhar”. A Prefeitura estuda a possibilidade de instalar câmeras de monitoramento na região do estacionamento da unidade, mas para o secretário, a população precisa se conscientizar e zelar pelo patrimônio público. “As pessoas reclamam, mas esquecem de fazer a sua parte. A região da Topolândia foi beneficiada com o maior Centro de Saúde do litoral, os principais serviços da rede estão centralizados na unidade e em retribuição, a equipe de funcionários é alvo de atos de vandalismo”.
Com relação ao carro da Vigilância em Saúde, o secretário enfatiza que na região do Topo, Olaria e Itatinga estão concentrados 14 dos 17 casos positivos de Dengue no município. A ação dos agentes como o arrastão, nebulização e o fumacê, como estava sendo desenvolvido na tarde de quarta-feira é de extrema importância para evitar a proliferação das larvas. “Nós estamos fazendo a nossa parte, mas sem a colaboração da população fica impossível trabalhar”, frisa.
A diretora da Vigilância em Saúde, Márcia Saavedra, atenta para o risco de explosão da bomba de nebulização, acoplada no veículo. “O equipamento custa cerca de R$ 20 mil reais. Fora isso, um ato como esse poderia terminar em tragédia, pois a bomba contém gasolina, óleo mineral, poderia ter explodido”, alerta. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes ACIU

Adoção de animais é um sucesso

Ubatuba - O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Ubatuba comemora o alto índice de adoções de cães e gatos no primeiro trimestre do ano. O sucesso é atribuído a ações conjuntas que englobam feiras, campanha de posse responsável e até adoção on-line pelo site da prefeitura.
O número de adoções nos três primeiros meses do ano, segundo dados do CCZ, já é o dobro do registrado em todo o primeiro semestre do ano passado.
"O resultado é fruto de um trabalho conjunto, que realmente vem dando certo no município", afirmou a veterinária do CCZ de Ubatuba, Cláudia Ferraz. Segundo ela, foram adotados 73 dos 135 cães que deram entrada no CCZ, entre filhotes e adultos. Entre os 88 gatos abandonados, foram adotados 24. No ano passado, durante todo o primeiro semestre, foram doados apenas 33 cães e 21 gatos.
A campanha de adoção de cães e gatos vem atraindo até turistas, como o caso do adestrador de animais Sérgio Mendes, que reside e São Paulo e adotou a cachorrinha "Paçoca" no CCZ de Ubabuta. O animal está sendo, inclusive, preparado para atuar no projeto "Amor na Coleira" --um trabalho de terapia com auxílio de cães que interagem com pacientes (veja texto nesta página).
As feiras mensais de adoção, segundo a veterinária, merecem destaque entre as ações do programa que vêm somando resultados. Os eventos acontecem na 'Feira Hippie' da Avenida Iperoig, na Rua da Praia, das 17h às 20h. A próxima está marcada para o dia 30 de abril.
De acordo com Cláudia, as feiras disponibilizam filhotes de cães e gatos já vermifugados e, após a adoção, os animais têm direito à castração gratuita-após os 6 meses de vida. "O interessado precisa apenas apresentar os documentos de identidade e assinar um termo de responsabilidade", afirmou.
A veterinária alerta quanto a precauções necessárias antes de decidir adotar um animal. "É preciso ter certeza sobre a adoção dos animais, já que os cães por exemplo vivem em média 15 anos. Já tivemos casos de pessoas que adotaram animais e depois voltaram querendo devolvê-los. Isso não pode acontecer", disse.
Segundo ela, depois de adotado não é possível devolver o animal ao CCZ . Além disso, o abandono é considerado crime. "O responsável pelo animal pode ser condenado a prestar serviços à comunidade, ou pagar multas dependendo da gravidade da situação", afirmou.
Cláudia disse ainda que algumas pessoas costumam abandonar as ninhadas nas ruas e terrenos, o que diminui a possibilidade de sobrevivência destes animais. "O abandono é uma atitude cruel", afirmou.
ON LINE - Criado para estimular e agilizar o projeto, o sistema de adoção on-line funciona pelo site da prefeitura (www.ubatuba.sp.gov.br). O programa, segundo a veterinária, permite que os interessados tenham acesso a fotos e informações detalhadas sobre os animais disponíveis para adoção.
Por meio do programa, é possível ainda preencher a ficha de adoção para agilizar a retirada do animal. E se não houver interação com o animal, disse, o interessado pode desistir da adoção ou escolher outro animal. (Fonte: ValeParaibano)

Câmara poderá devolver projeto de Lei de Uso e Ocupação do Solo ao executivo

Ubatuba - O departamento jurídico da Câmara Municipal de Ubatuba deu parecer contrário, ao formato da Lei de Uso e Ocupação do Solo da cidade, enviada pelo executivo para a aprovação dos vereadores ubatubenses.
Segundo os juristas do legislativo, o texto do projeto apresenta falhas estruturais graves, que podem tornar muitos pontos da lei inválidos para o poder judiciário.
De acordo com o assessor jurídico da Câmara dos Vereadores, Gustavo Caffé, o documento não respeita algumas normas técnicas da área jurídica. Por uma questão de ética, Caffé não quis detalhar quais pontos da Lei estariam em desacordo com a estrutura legal do sistema judiciário, mas avisou que o documento precisa de muitas mudanças. “Nós não estamos questionando o conteúdo material da lei, mas sim o corpo do projeto.
Em muitos trechos o texto fere a ordem judiciária nacional e estas falhas podem prejudicar a utilização da Lei no futuro”, acrescenta Gustavo Caffé, lembrando que o projeto precisa ser bem elaborado, pois será uma ferramenta fundamental para garantir o desenvolvimento dos ubatubenses na cidade.
O parecer do departamento jurídico da Câmara ainda não está totalmente concluído e deverá estar à disposição dos vereadores na próxima semana.
O presidente da Comissão Especial sobre a LUOS, vereador Charles Medeiros, já soube da opinião do departamento jurídico e convocou uma reunião na casa, também na próxima semana.
“O departamento jurídico já me comunicou sobre o parecer e agora irei conversar com os outros vereadores para saber qual será a posição política da casa. É importante lembrar que, mesmo com o alerta feito pelos juristas, nós podemos colocar o projeto em votação e propor mais mudanças dentro do legislativo”, completa o tucano Charles Medeiros, acreditando que, o próprio legislativo conseguirá deixar o projeto adequado, ao ponto de vista judiciário. Entretanto, o assessor jurídico da Câmara, Gustavo Caffé discorda.
“Não é possível a mudança ser realizada pelos vereadores, porque é uma questão estrutural. É como uma casa. Ela pode ter as portas janelas e detalhes todos perfeitos, mas, a estrutura não está correta, então, tem que demolir e construir de novo. Desta forma, o projeto não seria mais do executivo e sim do legislativo”, explica o jurista Gustavo Caffé, ressaltando que, um grupo de cinco especialistas, consegue alterar adequadamente o corpo da Lei, em menos de um mês.
Os vereadores aguardam agora a publicação do parecer jurídico da Câmara e devem decidir, ainda este mês, se devolvem, ou não, o projeto ao executivo.
O fato é que a Lei de Uso e Ocupação do Solo, que deveria ter sido instituída junto com o Plano Diretor, em 2006, encontra mais uma barreira nos trâmites legais e corre o risco de ficar engavetada, com a aproximação das eleições municipais. (Fonte: Imprensa Livre)

Homem é preso pelo crime de direção perigosa e embriaguez ao volante

Ubatuba - M.T.S, 30 anos, foi preso na madrugada desta quinta-feira, às 3h, por dirigir embriagado e na contra-mão da rua Conceição sentido avenida Iperoig no Centro da cidade.
O motorista dirigia um GM Astra cor preta e em velocidade superior a permitida no local.
Ele foi visto por policiais militares que transitavam no local e deram sinal de parada obrigatória. M.T.S. não obedeceu e foi seguido pela polícia. Logo em seguida, ele parou e foi visto pelos motoristas visivelmente embriagado e sem condições de dirigir.
Segundo informações da PM, ele estava sozinho e, em seguida, foi conduzido à delegacia onde foi feito um flagrante de embriaguez ao volante.
M.T.S. ficou preso até o momento em que conseguiu pagar a fiança.
De acordo com os policiais, o motorista não tinha passagens pela polícia e o veículo não apresentava nada irregular a não ser algumas multas. (Fonte: Imprensa Livre)

Aprovado e assinado o Termo de Compromisso entre Parque Estadual, Prefeitura e Comunidade do Cambury.

Ubatuba - O acordo visa estabelecer um cronograma de metas para promover adequações, através de medidas especiais e em caráter emergencial para minimizar os impactos ambientais e prever a realocação das ocupações irregulares instaladas ma Praia do Cambury, além de apoio à Pesca e Lazer do Plano de Uso Tradicional do Cambury e ao Plano Diretor Físico do Município de Ubatuba. etrata da adequação e realocação das ocupações da Praia da Cambury.
Depois da várias reuniões no Cambury, o vereador Jairo dos Santos, PSB, que colaborou intensamente para se chegar à redação final do Termo de Compromisso, esteve mais uma vez, nesta sexta-feira, dia 25, com a comunidade e todos os integrantes da Câmara Técnica do Cambury, na sede do Núcleo Picinguaba, zona Norte de Ubatuba. A responsável Técnica do Núcleo Picinguaba, Eliana Simões, Cleide e Inês Maricondi, da Fundação Itesp, representantes da Prefeitura e do Incra, o vereador Jairo fizeram a revisão do texto, que foi assinado por todos, em comum acordo. Uma das mudanças foi a inclusão da Prefeitura Municipal e do Plano Diretor Físico do Município de Ubatuba. Na cláusula que trata dos deveres dos ocupantes e usuários da Praia, um dos itens do Termo do Parque diz que a realocação ficaria totalmente a cargo dos ocupantes, com apoio dos órgãos competentes. Na alteração, cada ocupante deve responsabilizar-se pela busca dos meios de sua realocação, com o apoio dos órgãos competentes através de captação de financiamento e apoios diversos. Como estas, há outras modificações importantes no Termo que ainda poderão ser discutidas, antes da assinatura do acordo. Para isso, o vereador Jairo propôs uma ampla reunião com representantes da SPU - Secretaria do Patrimônio da União, dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, Instituto Florestal e da Prefeitura Municipal e a comunidade, no dia 28 de abril, às 9 horas da manhã, na Câmara Municipal. (Fonte: Câmara Municipal de Ubatuba)

Professores da 4ª e 5ª séries de Ubatuba participam de encontro nesta segunda-feira
Alinhamento de idéias é o objetivo do evento promovido pela secretaria de Educação e Diretoria Estadual de Ensino

Ubatuba - Na próxima segunda-feira, 28, a secretaria municipal de Educação, em parceria com a Diretoria Estadual de Ensino, promoverá no auditório da Escola Municipal Padre José de Anchieta, um primeiro encontro direcionado aos professores da quarta e quinta séries do ensino Fundamental.
Durante toda a manhã, supervisores de ensino, coordenadores pedagógicos, coordenadores de ensino, membros da oficina pedagógica e professores discutirão avaliação diagnóstica aplicadas em sala de aula tanto no município como no Estado, com o objetivo de ao final chegarem a um alinhamento de idéias para a melhoria da qualidade de ensino.
Durante o encontro intitulado “Diálogo Pedagógico entre a quarta e a quinta série”, os palestrantes apresentarão o resultado do diagnóstico realizado com as quartas séries da rede municipal (1° ano ciclo II), assim como os coordenadores da Rede Estadual apresentarão os resultados do diagnóstico do trabalho do primeiro bimestre letivo. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Ubatuba sedia 1º Encontro de Atividade Física

Ubatuba - A cidade de Ubatuba recebe, de 11 a 13 de julho, o “1º Encontro de Atividade Física de Ubatuba”. O evento é destinado a professores e estudantes de Educação
Física e Pedagogia, que trabalham ou estejam estudando para ingressar no ramo de turismo, lazer e educação. O “1º Encontro de Atividade Física de Ubatuba” conta com o apoio da Prefeitura de Ubatuba.
Estão programadas aulas de recreação e lazer e educação física escolar, com o professor Carlos Eduardo Verdian, proprietário da empresa Tio Bill Recreação; alongamento, com a professora Adriana Ramos da Silva Schierz e hidroginástica, com a professora Maria Cristina Darahen Bredariol.
“Traremos profissionais capacitados para ministrar o curso, entre eles técnicos, professores pós-graduados, doutorados ou mestrados em cada área”, conta Kátia Castilho, da Castilho Turismo, promotora do evento. Também teremos atividades na Piscina Municipal, no Ginásio Tubão e até em um passeio de escuna. Além disso, os alunos ainda ganharão uma aula de Zouk, com os professores Bruno de Paula Figueiredo e Daiana Miranda Carvalho”, diz Kátia.
Mais informações podem ser obtidas pelo site www.castilhoturismo.com.br ou pelos telefones 3833-7646 e 9182-9939. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Curso CUIDAR-Nestlé é um sucesso entre professores da Rede Municipal
O curso utiliza a sensibilização, buscando nas raízes da infância a essência no ser humano, valorizando o meio ambiente

Ubatuba - Com o intuito de promover a sensibilização de diretores e professores para a questão ambiental e para a importância de se produzir cada vez menos lixo, preocupando-se com o destino que este lixo tem, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em parceria com a Fundação Nestlé e com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, promoveu o curso CUIDAR-Nestlé, nos dias 24 e 25 de abril, no auditório da Escola Municipal Padre José de Anchieta.
Durante o curso, os monitores Adelson Murta Filho e Roque Antônio Soares promoveram diálogos sobre a importância em despertar uma consciência ecológica mais ampla e efetiva, utilizando elementos que projetavam os participantes às suas infâncias, cujas brincadeiras em quintais, com atividades como subir em árvores e comer frutas colhidas do pé eram freqüentes. “Com essa sensibilização e o preparo que já encontramos nos participantes deste primeiro módulo, a conscientização com a produção de lixo e seu destino está se desenvolvendo de maneira natural”, disse Adelson, que prosseguiu: “outra vantagem para Ubatuba é que algumas providências práticas já foram tomadas para a efetivação do projeto, como o credenciamento de compradores desse lixo”.
Ainda segundo Adelson Murta, esse projeto nasceu de uma experiência realizada entre a Fundação Nestlé e o Instituto Cempre, com catadores de lixo para reciclagem. Um projeto piloto foi então realizado em um município de Minas Gerais, englobando o poder público municipal e uma associação de catadores de lixo da cidade.
Com o sucesso desta primeira experiência, a Fundação Nestlé decidiu implantar esse projeto em outros municípios brasileiros, sendo Ubatuba e São Lourenço, em Minas Gerais, os primeiros municípios a receberem esse curso. Ainda segundo Adelson, a perspectiva é de atingir oito cidades por ano com este projeto.
Valorização dos costumes e tradições - Para a diretora da E.M. Semíramis Prado de Oliveira, Dulce Reinaldo Pereira, “o curso está sendo maravilhoso. O trabalho de sensibilização feito conosco nos fez ter prazer em voltar a ser criança, em buscar nas raízes da infância a valorização de nossos costumes e tradições de ser humano cuja essência ainda não contaminada é de grande influência no meio-ambiente.”
Fazendo coro, o diretor Ademir Braga de Oliveira, da E.M. Ernesmar de Oliveira, também gostou da proposta de resgate da infância, na “maneira de afirmar, de brincar a partir do ponto de vista do menino e da menina, e de sua interação com a natureza. Nosso desafio agora é levar esse jeito criança de enxergar o mundo para o nosso jeito de fazer a educação para a nossa escola, nossos professores, alunos e comunidade que nos cerca.”.
Mais quatro módulos serão ministrados nos próximos dois meses, quando serão trabalhadas as questões e idéias trazidas pelos participantes de como melhorarmos a nossa vivência no Planeta. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Fiscais da Prefeitura de Ubatuba apreendem produtos irregulares

Ubatuba - O setor de Fiscalização da Prefeitura de Ubatuba apreendeu na última quarta-feira, 76 embalagens de balas de coco que estavam sendo vendidas no acostamento da rodovia Oswaldo Cruz, nas proximidades do trevo de acesso a Taubaté. Os produtos comercializados por duas pessoas que estavam em um carro com placa de Ribeirão Preto. Horas antes os fiscais já haviam abordado o mesmo veículo na marginal da Praia Grande e solicitaram aos ocupantes que recolhessem a mercadoria imediatamente e não mais a vendessem em Ubatuba, o que acarretaria a apreensão da mesma. As embalagens apreendidas foram doadas à Comunidade Emaús.
Veículo da fiscalização é danificado - A viatura do setor de Fiscalização foi atingida por uma pedra no último dia 19, nas proximidades da praia das Toninhas, logo após uma ação de apreensão de mercadorias sem procedência encontradas com ambulantes sem licença. O ambulante que atirou a pedra no veículo evadiu-se do local, mas foi identificado pelos guardas municipais que apoiavam a ação dos fiscais. No mesmo dia foi lavrado boletim de ocorrência na delegacia de Ubatuba. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Ubatuba nos Jogos Abertos da Juventude

Ubatuba - A fase sub-regional dos Jogos Abertos da Juventude volta a movimentar Ubatuba. Neste sábado, 26, o time de futebol de campo enfrenta São Sebastião, a partir das 15h, no Estádio Municipal Cicillo Matarazzo. A última partida de Ubatuba em casa acontece na quarta-feira, 30, contra Paraibuna, às 16h. A equipe encerra sua participação enfrentando São José dos Campos no dia 15, na casa do adversário.
Futsal - Após as partidas do meio de semana, o futsal de Ubatuba volta à quadra no próximo dia 3, contra Jacareí. Nas partidas da semana, a equipe feminina somou uma derrota de 2 a 3, para Caraguá e uma vitória de 8 a 2 contra Paraibuna. O masculino também teve uma derrota e uma vitória: 3 a 6, contra Caraguá e 4 a 0 contra Paraibuna. As partidas contra Jacareí acontecerão no Ginásio da Escola Marina Salete, no Pereque Açu, a partir das 11h.
Vôlei - O vôlei feminino venceu a equipe de Caraguá por 2 sets a 0, em partida disputada na casa do adversário. Com o resultado, as meninas se classificaram para disputar a fase regional do torneio. A equipe masculina volta a jogar no dia 9, contra São Sebastião e, no dia seguinte, enfrenta Paraibuna, ambos os jogos na casa do adversário e encerra sua participação contra jacareí, no dia 19, as 19h, no Tubão. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Aspem traz Guilherme Arantes para Festa do 1º de Maio
Festa ainda terá serviços gratuitos, distribuição de diversos prêmios, música e muitas atrações para a criançada

Ubatuba - A ASPEM (Associação dos Servidores Públicos e Empregados Municipais, Autarquias e Fundações de Ubatuba), com apoio da Prefeitura de Ubatuba realiza na próxima quinta-feira, a Festa do 1º de Maio. Os participantes poderão contar com serviços gratuitos de beleza, atrações para as crianças, sorteio de diversos prêmios para associados e às 19 horas show com o cantor Guilherme Arantes. O evento será realizado na praça de eventos, na avenida Iperoig, a partir das 14 horas.
Uma bandinha itinerante formada por músicos da Fundart, acompanhada de baliza, percorrerá o evento. Das 14 às 18 horas a banda H&L animará o público interpretando vários gêneros musicais. “Esta será a nossa primeira festa em homenagem ao trabalhador. Com certeza procuraremos organizar tudo da melhor forma possível para que o nosso trabalhador tenha uma justa homenagem, com muita diversão. É uma festa do funcionário público onde queremos nos confraternizar com todos os trabalhadores de Ubatuba”, explica Siliane de Brito Nascimento, vice-presidente da Aspem.
Serviços - Durante toda à tarde serão oferecidos serviços gratuitos como corte de cabelo, manicure, massagem facial com três profissionais da equipe do maquiador Marcelo Beauty e customização na tenda da Tricats, onde toda renda arrecadada com a venda das roupas será revertida para a Santa Casa de Ubatuba. Uma praça de alimentação será instalada no local para a venda de lanches, pastéis, água, churros, entre outros. Banheiros químicos estarão montados no evento e os frequentadores da Festa também poderão utilizar os sanitários do Restaurante O Marinheiro, na avenida Iperoig.
Muitos prêmios - Os associados da Aspem, como presente no Dia do Trabalho, terão direito de participar do sorteio de mais de 150 prêmios. Uma moto 0 km, celulares, bicicletas e camisetas incluem a lista dos prêmios. Quem se associar até a próxima quarta-feira terá direito de participar do sorteio. A Aspem está localizada na avenida Dona Maria Alves, 815, loja 4, no centro de Ubatuba. O telefone é o (12) 3833-5978.
Diversão para a criançada - As crianças também poderão se divertir na Festa do 1º de Maio. No local estará montada uma unidade itinerante da Casa do Brinquedo, além de brinquedos como cama elástica, piscina de bolinhas, balanços, escorregador, entre outros. Pintura facial e cabelo kids também serão oferecidos para as crianças que estiverem no local. Monitores estarão no evento para coordenar as crianças. “Tivemos a preocupação de promover atrativos para as crianças para que os pais possam aproveitar melhor a festa “, afirma o presidente da Aspem, Clélio Coutinho.
O show - Uma grande queima de fogos anunciará o início do show de Guilherme Arantes. É a primeira vez que o artista se apresenta na cidade. Um dos maiores compositores da música brasileira fará o público presente cantar e se emocionar com canções que marcaram época, como Deixa Chover,Cheia de Charme, Um dia Um Adeus, Ouro, Fio da Navalha, Brincar de Viver, Amanhã, entre outras músicas. Além de antigas canções, Guilherme Arantes apresentará também músicas de seu novo trabalho lançado no ano passado: Lótus. Com 12 canções inéditas, esse CD traz uma mistura de baladas, pop e a bossa-nova contemporânea.
Para o prefeito Eduardo Cesar, é motivo de muita alegria poder apoiar um evento deste porte, onde o grande homenageado é o trabalhador de Ubatuba. “Estamos muito orgulhosos em apoiar esta festa da Aspem, que terá atrações para toda a família, além de um grande show com o famoso cantor Guilherme Arantes. Gostaria de reforçar o convite à toda comunidade ubatubense para que compareçam no dia 1º de maio à Avenida Iperoig a partir das 14 horas”. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Cinema: SEMANA DE 25/04 A 30/04/2008

"Juno" - Comédia!!!! Vencedor do "Oscar" melhor roteiro original
Ás 16:30 hs

"Onde os fracos não tem vez" Vencedor de 3 OSCAR.
melhor direção - melhor roteiro adaptado - melhor ator coadjuvante
ás 17:20 - 21:30hs

"Homem de ferro" - Dia 30/04.- PRÉ-ESTRÉIA
ás 14:40 - 17:00 - 19:20 - 21:40hs.
Atenção - Dia 30 devido a pré -estréia não havera 4ª feira maluca.

cineporto@hotmail.com

Poesia Topo

Historinha caiçara

O pescador Benedito
embarcou certa vez
em uma velha traineira
e veio o vento
e veio o vagalhão
para pôr à prova
todos os pregos e cavilhas
da desditosa embarcação
que mesmo fazendo água
conseguiu alcançar
um porto de salvação.
Quando Benedito for promovido
a marinheiro de São Pedro,
saberá então,
que, mais que os pregos e cavilhas,
o que salvou o barco
foi a cola de sua oração.

Félix Cabral

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

APAS

“Há muito tempo a pesca foi cuidada de forma marginal pelo poder público, faltou-lhe legislação adequada, crédito específico, estabilidade gerencial e ordenativa mas, acima de tudo faltou por parte do Estado, uma visão de negócio. Uma sucessão de equívocos por parte da sociedade brasileira na administração da pesca como atividade econômica e de seus participantes como grupo social. Faltou educação formal e profissional para um grupo que tinha atividade definida. Com a “proteção” que receberam do Estado foram em primeiro instante segregados e nessa condição continuaram analfabetos e não evoluíram na tecnologia que a modernização da sociedade exigiu deles. Analfabetos e sem força econômica ou política foram expulsos de suas terras pelo avanço imobiliário e pela ignorância, que aliados transformaram a maioria de suas colônias em favelas. Quando foi criada a SUDEPE na década de 60 foram os pescadores segregados ao invés de integrados. Linhas de crédito a fundo perdido,criação de cooperativas artificialmente implantadas onde não havia mínima noção de associativismo e inúmeras estruturas pelas praias do Brasil sem a devida instituição de programas de sustentação. Mais crédito para a construção de barcos, que barcos? que estaleiros? Não importava o que importava era pegar o dinheiro e fazer qualquer coisa moderna. O prejuízo maior foi impedir a formação de uma sociedade pesqueira com tradição e competência forjada na vivencia” Sergio Pinho–Esmola A Quem Vicia ?- engenheiro de pesca
O principal motivo da criação de áreas marítimas de preservação ambiental é combates ações de pesca predatória, a primeira medida é proibir a pesca de arrasto por parelhas, segundo o secretário de meio ambiente. Canetas prontas para assinar o decreto no Dia Mundial do Oceano. (08 de junho)
Apontar a pesca de parelha como vilã da pesca predatória deixa a impressão de pouco conhecimento ou tentativa de maquiar a coisa. Com regularidade barcos atuneiros a procura de iscas levam todo comidio impactando a cadeia alimentar, a poluição provocada pelo esgoto derramado criminosamente nos rios, os aterros sanitários, o desmatamento e conseqüente contaminação das nascentes entre outros tantos deveriam ser lembrados fiscalizados e punidos.
A proteção do Estado sempre é bem vinda quando coerente e traga a lição de casa feita. Áreas de preservação, áreas de proteção e parques estaduais já temos em quantidade suficiente, sabemos como funcionam na prática e como deveriam funcionar na teoria. Situações do dantesco ao hilário acontecem com freqüência, o caso da ilha Anchieta na qual foram introduzidos mamíferos alguns estranhos a mata atlântica, que estão causando desequilíbrio ecológico alarmante na ilha, ou então o cadastramento realizado pela direção do PESM para conhecer quem esta trabalhando no parque e como os serviços estão sendo conduzidos, podem ser citados.
Existem os que defendem a pesquisa e ignoram ou esquecem que temos um centro de pesquisas base do litoral norte, que muitos por aqui passaram pesquisando peixes, aves, répteis, caramujos, vertebrados, mamíferos, plâncton, água, nuvens, terra, areia, flora crustáceos ... Fica a pergunta; qual foi a contribuição ecológica e econômica que a preservação e conservação através de pesquisas (com dinheiro público) trouxe ao município?
Não soa simpática a fala do secretario Xico Graziano afirmando que se nas negociações para a implantação das APAs não houver consenso ele ira arbitrar, “não somos uma secretaria de comunidades tradicionais, somos a Secretaria de Meio Ambiente”.
Mas simpático ou não sendo assim tão poderoso que mostre toda sua força e boas intenções mostre a que veio, dê apoio técnico e financeiro para a preservação e conservação do meio ambiente, valorize as comunidades tradicionais, forneça meios para o desenvolvimento e fortalecimento da policia florestal, participe na preservação e manutenção dos recursos hídricos e com a força de sua caneta de uma penada acabe com o derrame dos esgotos.
Caso contrário...
Não serão seis barcos equipados com radar que resolverão o problema desse imenso litoral que se estende de Cananéia até a ponta da Trindade e que navegarão somente até o dia que necessitarem da primeira manutenção, ou acabe a verba do combustível.

Ezio Pastore Jr.
Ubatuba, SP

Na grande poluição, os grandes porcos se escondem

Li, com satisfação e tristeza, o artigo do último dia 18 de abril, sob o título "SAI divulga Diagnóstico Sanitário-Ambiental de Itamambuca".
Fiquei satisfeito com o magnífico trabalho de levantamento da bacia do Itamambuca, apontando o caminho para a solução do saneamento, e muito entristecido com a questão da poluição do rio e da praia.
Porém, apesar do irrepreensível trabalho, tem ele gravíssimas e imperdoáveis omissões, no que diz respeito aos Campings, Pousadas, Resorts, Hotéis etc., como também causadores de poluição ambiental.
Muito levemente se fez menção deles, porém o mérito da questão nunca é realmente encarado, até porque a questão de saneamento é um problema mundial, e não apenas de Itamambuca.
Não foi explicado de que maneira estas Empresas fizeram suas fossas, qual o tamanho delas, onde estão os canos de saída dos resíduos, sólidos e líquidos, nem para onde é levado todo este produto, e de quanto em quanto tempo estes resíduos são retirados, já que estes resíduos não se evaporam.
Todas estas Empresas estão na planície de Itamambuca.
E também não foi levado em consideração a elevada quantidade de pessoas que ocupam estas Empresas nos finais de semana, feriados e altas temporadas.
Mesmo no que diz respeito ao loteamento de Itamambuca, as fossas ali feitas, são semelhantes às que são feitas pelos ribeirinhos, e muitas vezes são feitas pelos mesmos pedreiros e pelos mesmos critérios.
No entanto, o Loteamento em si aparece como intocável.
Será?
Não é preciso ser especialista para compreender que, os poucos ribeirinhos existentes no Itamambuca, levariam muitos e muitos anos para produzir a quantidade de coliformes fecais que estas Empresas produzem em apenas um mês, num dia de alta temporada.
Por que a omissão na informação?
É de propósito.
Por trás de tudo existe uma questão econômica, e a Cidade, como dito alhures, vive do turismo.
Entretanto, não devemos nos esquecer de uma coisa, qual seja, se os Turistas deixam em nosso Itamambuca e em nossa Cidade, milhares e milhões de dólares, com certeza, deixam, também, toneladas e toneladas de resíduos em nossas fossas.
E quando caem as grandes chuvas, o resultado é a bandeira vermelha na praia e no rio.
Outra questão que não foi considerada é esta: da ponte para cima, sentido nascentes do rio Itamambuca, eu bebo a água há pelo menos 50 (cinqüenta) anos, e não há informação de laudo de CETESB especificando com precisão onde está a parte pior do problema.
Nunca fiquei doente por isto, e já estou na parte do lucro da longevidade.
Ali ainda tem camarão, lagosta e lambari.
Por que estou dizendo isto?
É para que não haja injustiça nas avaliações e considerações, e sejamos forçados a crer que meia dúzia de ribeirinhos e alguns porquinhos, gordinhos, sejam considerados os vilões da poluição em Itamambuca.
A questão é muito mais séria, e não será o penicaço ou privadaço que irão resolver o problema.
Será que o Estado vai resolver?
É evidente que não.
Ora, não foi Ele quem permitiu a morte do Rio Tietê.
Se não cuida do rio que corta a Capital, cuidará do Rio Itamambuca?
Deveria.
Infelizmente, em nosso País, apesar de tantas coisas boas, existem outras que se assemelham ao dente cariado, que só melhora se for piorado.
Não será diferente em Itamambuca, e em Ubatuba.
Observemos que em toda parte, grandes petrolíferas, gigantescas indústrias, grandes projetos, grandes negócios poluem, destroem, dizem que compensam, e pouco se resolve, pois sempre irá prevalecer o poderio econômico.
Por que seria diferente em Itamambuca?
Acredito que a solução está em nós mesmos, tendo consciência, começando pelo conserto da fossa de nosso próprio quintal.
Não é preciso demagogia
Comprometo-me aqui, a cuidar da minha parte, ajudando, como sempre fiz, e até onde puder, nosso rio, nossa praia, nosso bairro e nossa Cidade.
São poucos os que, mais do que Eu, verdadeiramente têm preservado o Rio Itamambuca e suas matas.
E enquanto acusamos alguns porquinhos, gordinhos, nos esquecemos de que, na grande poluição, os grandes porcos se escondem atrás da economia.

Benedito José dos Santos Filho
São Paulo, SP

Queria contratar este cara!

Pergunta feita por um professor na matéria Termodinâmica, no curso de engenharia química da UFBA em sua prova final.
Esse Professor é conhecido por fazer perguntas do tipo "Por que os aviões voam?" em suas provas finais. Sua única questão, nessa prova, foi:

"O inferno é exotérmico ou endotérmico? Justifique sua resposta."

Vários alunos justificaram suas opiniões baseadas na Lei de Boyle ou em alguma variante da mesma. Um aluno, entretanto, escreveu o seguinte:

"Primeiramente, postulemos que o inferno exista e que esse é o lugar para onde vão algumas almas. Agora postulamos que as almas existem, assim elas devem ter alguma massa e ocupam algum volume . Então um conjunto de almas também tem massa e também ocupa um certo volume. Então, a que taxa as almas estão se movendo para fora e a que taxa elas estão se movendo para dentro do inferno? Podemos assumir seguramente que,uma vez que uma alma entra no inferno, ela nunca mais sai de lá.
Por isso não há almas saindo. Para as almas que entram no inferno, vamos dar uma olhada nas diferentes religiões que existem no mundo e no que pregam algumas delas hoje em dia.
Algumas dessas religiões pregam que se você não pertencer a ela, você vai para o inferno ... se você descumprir algum dos 10 mandamentos ou se desagradar a Deus você vai para o inferno.
Como há mais de uma religião desse tipo e as pessoas não possuem duas religiões, podemos projetar que todas as almas vão para o inferno. A experiência mostra que pouca gente respeita os 10 mandamentos.
Com as taxas de natalidade e mortalidade do jeito que estão, podemos esperar um crescimento exponencial das almas no inferno.
Agora vamos olhar a taxa de mudança de volume no inferno.
A Lei de Boyle diz que para a temperatura e a pressão no inferno serem as mesmas, a relação entre a massa das almas e o volume do inferno deve ser constante.. Existem, então, duas opções:
1) Se o inferno se expandir numa taxa menor do que a taxa com que as almas entram, então a temperatura e a pressão no inferno vão aumentar até ele explodir, portanto EXOTÉRMICO.
2) Se o inferno estiver se expandindo numa taxa maior do que a entrada de almas, então a temperatura e a pressão irão baixar até que o inferno se congele, portanto ENDOTÉRMICO.
Se nós aceitarmos o que a menina mais gostosa da UFBA me disse, no primeiro ano: "Só irei pra cama com você no dia que o inferno congelar", e levando-se em conta que AINDA NÃO obtive sucesso na tentativa de ter relações amorosas com ela, então a opção 2 não é verdadeira. Por isso, o inferno é exotérmico."


O aluno tirou 10 na prova.

CONCLUSÕES:
"A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original." (Albert Einstein)
"A imaginação é muito mais importante que o conhecimento" (Albert Einstein)
"Um raciocínio lógico leva você de A a B. A imaginação leva você a qualquer lugar que você quiser" (Albert Einstein)

Enviado por
Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

 

Assista a TV Litoral Virtual
Clique na tela abaixo para iniciar a transmissão

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Paúba  © Victório Gallo

Paúba
© Victório Gallo

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor