Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 02 de Junho de 2008 - Nº 1980 Edições Anteriores

Maré Legal Litoral Virtual Caragua.com.br

Região
Índio vive choque de culturas na região
Costumes se misturam aos dos 'brancos'
Equipe da Funasa fica 14h refém
UNITAU debate a Mata Atlântica e o ambiente marinho na Semana Pedagógica da Biologia


Caraguatatuba
Caraguá ganha centro de artes marciais
Alunos de Turismo estagiam na CVC e organizam viagem de navio
Museu da Língua Portuguesa: conhecimento na prática para os alunos do Unimódulo
Copa SESC chega as semifinais
Futsal de Caraguá está na final dos Joguinhos
Caraguá bate meta e encerra vacinação do idoso
Universitários farão a decoração da abertura do Caraguá a Gosto

Ilhabela
Ilhabela quer turista do Mercosul
Balsa pára por mais de 15 horas e causa transtornos aos usuários
Vereadora de Ilhabela propõe título de Cidadão a Luiz Alberto de Faria
Divisão de Habitação busca melhorias para bairros junto a Sabesp
Prefeito de Ilhabela Manoel Marcos recebe moradores do Roda Monte
Presidente do Legislativo propõe PL que excetua da exigência do Habite-se os estabelecimentos que já possuíam Alvará de Licença provisório

São Sebastião
São Sebastião na rota dos navios
Município celebra centenário da imigração japonesa com homenagem e exposição
Prefeitura entrega mais de R$ 14 milhões em obras durante todo o mês de junho e início de julho
Departamento de Informática reestrutura sistemas da Prefeitura de São Sebastião
Prefeitura melhora estrutura dos laboratórios de informática das escolas municipais
São Sebastião defende manutenção da distribuição do ICMS em Brasília
Prefeitura já cadastrou 29 núcleos e decretou 11 ZEIS desde 2005
Prefeitura investe pesado para movimentar turismo sebastianense o ano inteiro
Sectur repassa jazidas de barro para Cooperartess
Educação ambiental atinge mais de 20 mil pessoas em São Sebastião
Prefeitura repassa mais de R$ 5 milhões à Entidades Assistenciais em três anos
São Sebastião inova com Plano de Monitoramento de Encostas

Ubatuba
Pescadores do Litoral Paulista estão irredutíveis no propósito do Não a APA
Município tem a maior arrecadação de receitas da história da cidade
Flagrante de embriaguez perto do forró
Prefeitura reforma e amplia cemitério da Maranduba
Banda Lira realiza sorteio de prêmios para comprar instrumento musical
Ubatuba realiza Semana do Meio Ambiente
Esporte ganhará impulso na Região Norte de Ubatuba
Hortas suspensas fazem sucesso em Ubatuba
Procon atenderá em novo espaço e com novos telefones
Escolas da Região Norte promovem encontro para troca de experiências profissionais
Prefeitura realiza obras para encerramento das atividades do aterro sanitário de Ubatuba
Empresa de cruzeiros marítimos confirma escalas em Ubatuba para 2009
Prefeito de Ubatuba assina TAC para concessão de títulos de lotes no Parque Guarani

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia




Notícias da Região Topo

Índio vive choque de culturas na região
Aldeias do Litoral Norte enfrentam batalha diária para manter os costumes em meio à modernidade inevitável

Litoral Norte - Caciques do Litoral Norte vivem em constante luta para preservar a cultura indígena dentro das aldeias. A energia elétrica é apontada como o primeiro passo para a perda de identidade.
Atualmente, cerca de 700 índios das etnias guarani e tupi-guarani vivem entre três aldeias no litoral --Boa Vista, no bairro Prumirim, e Renascer, no Corcovado (próximo à praia Dura), ambas em Ubatuba, e Ribeirão Silveira, em Boracéia, na costa sul de São Sebastião.
Aquele índio que vive diariamente todo pintado, vestido de penas, descalço e segurando arco e flecha passou a ser praticamente 'cena de filme', pelo menos no Litoral Norte. Vestimentas tradicionais viraram peças ocasionais, usadas em rituais, festas ou manifestações.
De calça, camiseta, tênis e boné, o índio de hoje muitas vezes passa desapercebido. No entanto, diante de algum descontentamento, o boné pode facilmente ser substituído pelo tradicional cocar e o homem indígena pinta o corpo de urucum para ir à luta.
Foi o que aconteceu na última quinta-feira, na Renascer, quando seis funcionários da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) foram feitos reféns por mais de 14 horas. A comunidade reivindicava melhorias no tratamento de água e saneamento. A equipe só foi liberada após documento oficial da coordenadoria da entidade (leia texto nesta página).
Foi uma medida extrema para chamar a atenção para os problemas da aldeia, fundada em 1999, segundo o cacique Awá, 53 anos. "Temos energia elétrica e até internet, mas do que adianta tudo isso se não temos caixa d'água, vivemos com a fossa aberta e faltam banheiros", disse.
A maioria das populações indígenas há muito cobra dos governos infra-estrutura básica. Em algumas aldeias, essa mesma infra-estrutura acaba sendo motivo de polêmica entre os índios.
Um exemplo é a aldeia Boa Vista, que ainda não tem energia elétrica e tenta manter o 'pulso firme' quando o assunto é tradição (leia texto nesta página).
PREÇO DA MODERNIDADE - O acesso à modernidade garante mais conforto à vida da população indígena. A dificuldade está exatamente em não se perder diante dos costumes do "homem branco", segundo o cacique Awá.
"Depois que a energia elétrica chegou aqui, há uns dois anos, por um lado muita coisa melhorou. Por outro, ficou ainda mais difícil preservar nossa cultura", disse.
Cacique Awá, que é casado com uma enfermeira "branca" que conheceu na aldeia em Peruíbe, onde nasceu, sabe como ninguém das dificuldades dessa miscigenação. Com 7 filhos, ele afirmou que luta diariamente para preservar a cultura indígena na aldeia --que compreende 55 índios das etnias guarani e tupi-guarani. "Vivemos conforme os costumes indígenas, mas é preciso muita conversa, principalmente com os jovens, para conseguir manter as tradições", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Costumes se misturam aos dos 'brancos'

Litoral Norte - De poucas palavras, o cacique guarani Veramirim, ou Altino dos Santos, 62 anos, ganha uma expressão ainda mais séria quando o assunto é a preservação da cultura na aldeia Boa Vista, no bairro Prumirim, em Ubatuba.
As 35 famílias, que há dois anos vivem em casas típicas construídas pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano) do Estado, possuem água encanada e fossa. No entanto, a antiga 'lamparina' é que dá luz à aldeia quando a noite chega.
"Estamos esperando pela energia, o que não sei se será bom para nós. Como a maioria da aldeia quer, não posso discordar", disse.
A vinda da energia é uma assunto que preocupa o cacique, que teme a influência de costumes de fora. "As crianças brincam de danças típicas e toda a noite todos vêm para a 'Casa de Reza'. Espero que quando a gente tiver energia, as crianças não deixem os nossos costumes para ficar em frente à televisão", disse.
Por sinal, existe sim uma única televisão na aldeia, mas sem parabólica. "Só usamos a televisão para colocarmos DVDs de desenhos para as crianças", disse o inspetor indígena de alunos Arlindo Vicente da Silva, 33 anos.
Com quatro filhos, Silva disse ser contrário à implantação de energia na aldeia. "Sei que pode ser bom em algumas coisas, como ter uma geladeira, mas tenho medo que seja um passo para perdermos nossa cultura."
FUTEBOL - No entanto, indígenas e brancos entram em acordo quando o assunto é futebol. Corintiano, cacique Awá, da Renascer, aproveita a TV para não perder um jogo. Já cacique Veramirim não deixa que a falta de energia atrapalhe sua torcida pelo São Paulo --afinal, ainda existem os tradicionais radinhos à pilha. (Fonte: ValeParaibano)

Equipe da Funasa fica 14h refém

Litoral Norte - Seis representantes da Funasa foram feitos reféns por índios tupi-guaranis, na última quinta-feira na aldeia Renascer, em Ubatuba. A equipe ficou detida no local por mais de 14 horas.
A comunidade reivindicava melhorias no tratamento de água e esgoto, como a implantação de uma caixa d'água, quatro banheiros e reestruturação das fossas.
A equipe da Funasa só foi liberada após documento oficial da coordenadoria da entidade, que se comprometia a iniciar as obras a partir de terça-feira.
De acordo com a chefia da Divisão de Engenharia da Funasa no Rio, responsável pela equipe, a unidade não irá continuar apoiando os trabalhos na aldeia. A equipe tinha ido ao local para avaliar a qualidade da água, um programa específico da unidade. "Infelizmente, nossa equipe não retornará a essa aldeia, que sairá prejudicada", disse o chefe da Divisão de Engenharia, Cláudio Moreira.
Protestos ocorreram em mais três aldeias - O descontentamento junto às entidades indígenas desencadeou uma série de manifestações nos últimos dias em todo o país. Na última quinta-feira, ao mesmo tempo em que seis funcionários da Funasa eram mantidos reféns em Ubatuba, outros também foram detidos em aldeias do Pará, Mato Grosso e Minas Gerais. "Foi coincidência, não combinamos nada com as aldeias dos outros Estados", disse o cacique Awá, da Renascer. Segundo ele, há um descontentamento geral em relação às entidades que cuidam das questões indígenas no país. (Fonte: ValeParaibano)

UNITAU debate a Mata Atlântica e o ambiente marinho na Semana Pedagógica da Biologia

Litoral Norte - A Universidade de Taubaté (UNITAU) promoverá, de 2 a 6 de junho, a 21ª Semana Pedagógica da Biologia, que terá como tema principal – “Mata Atlântica: Uma das maiores diversidades e endemias do mundo”. A Semana abordará, também, ecologia, desenvolvimento sustentável e sensoriamento remoto, além de assuntos relacionados ao ambiente marinho na 4ª Semana da Água Salgada, realizada paralelamente ao evento.
Voltado para alunos do curso de Biologia, profissionais da área e interessados de toda a região, o encontro oferecerá palestras com 14 experientes profissionais da área de universidades e institutos de pesquisa, como a Universidade Estadual Paulista (Unesp), a Universidade de São Paulo (USP), o Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Projeto Tamar e o Instituto Butantã. A programação também inclui 32 mini-cursos sobre diversos temas, que serão ministrados durante toda a semana. .
“O objetivo da Semana é oferecer atividades alternativas que contribuam para a formação dos alunos, além de promover contato dos universitários com profissionais de outras instituições de ensino e de institutos de pesquisa”, afirma o Prof. Dr. Valter José Cobo, chefe do Departamento de Ciências Biológicas da UNITAU.
As palestras e os mini-cursos têm início na segunda-feira, dia 2, a partir das 8h. A cerimônia de abertura será no dia 2, às 19h, no anfiteatro do Campus do Bom Conselho, e contará com apresentação do Sexteto Fundação Artística e Cultural (Funac) da UNITAU. As atividades serão realizadas nos períodos da manhã, tarde e noite. Confira a programação completa no site www.unitau.br


Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Site de Esportes de Ricardo Mazzei

Caraguá ganha centro de artes marciais

Caraguatatuba - Judô, jiu-jitsu e kick boxing estão entre as modalidades que vêm conquistando cada vez mais adeptos em Caraguá, desde 26 de abril, quando foi inaugurado o Centro de Artes Marciais 'Silvio Marques Rodrigues-Potoca'.
O centro já soma 280 atletas no primeiro mês. "Ainda temos muita gente em lista de espera", disse o secretário de Esportes do município, Wenceslau Souza Neto.
Ao todo, segundo ele, são oferecidas oito modalidades de artes marciais --jiu-jitsu, kung-fu, judô, hap-ki-do, tae kwon do, karatê, kick boxing e capoeira de angola. "Os cursos são todos gratuitos, a partir dos cinco anos de idade", disse.
Segundo ele, o Centro de Artes Marciais de Caraguá é pioneiro no Estado. "O objetivo é evitar que os jovens tenham tempo ocioso para ficarem por aí nas ruas", disse.
Muita gente encontrou no centro uma oportunidade de realização. Um exemplo é o dos amigos Victor Souza e Daniel Santos Aires, ambos com 10 anos e moradores do bairro Indaiá, em Caraguá. "Um curso de judô custa bem caro. Fazia tempo que meu filho estava querendo praticar alguma modalidade. Ele está entusiasmado, não falta", disse a dona-de-casa Keli Cristina de Souza, de 32 anos, mãe de Victor. Ela leva o filho e o amigo aos treinos três vezes por semana. (Fonte: ValeParaibano)

Alunos de Turismo estagiam na CVC e organizam viagem de navio
Estudantes montam Agência Acadêmica e promovem a campanha Navegar é Preciso

Caraguatatuba - Estudantes de Turismo do Centro Universitário Módulo estão colocando em prática aquilo que aprendem em sala de aula. Em parceria com a CVC eles montaram uma Agência Acadêmica de Turismo e estão negociando, com os próprios alunos da Instituição, a venda de uma viagem de navio. Os alunos de Turismo são do 5º semestre e a viagem será no navio Grand Mistral, de Santos à Florianópolis, em dezembro de 2008.
Para a venda de cabines triplas e duplas os alunos precisaram desenvolver a campanha "Navegar é Preciso". Além de ir sala a sala para a venda, eles elaboraram cartazes, folhetos e, inclusive, um vídeo mostrando o navio e suas acomodações. A equipe foi formada por 10 pessoas.
A aluna e integrante da equipe, Vera Damas, dá como positivos os resultados. "Foi muito bom, visto que essa é a primeira vez que se faz isso em nossa faculdade", disse. "Todos trabalharam bem em suas funções e dou destaque, ainda, à Natacha, que organizou todas as pastas e contratos e que muito ajudou a todos". (Fonte: UniMódulo)

Museu da Língua Portuguesa: conhecimento na prática para os alunos do Unimódulo


Estudantes de Letras fazem visita monitorada e aprendem um pouco mais sobre o idioma

Caraguatatuba - Aprender na prática é um dos diferenciais dos cursos de graduação do Unimódulo. Exemplo disso foi a visita que os alunos de Letras fizeram ao Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Os estudantes foram à capital do estado no início de maio, acompanhados pelas professoras Alciene Ribeiro e Sandra Mitherchofer, além da coordenadora do curso, Iara Roza.
O objetivo foi permitir aos estudantes, de 3º e 5º semestre, a análise comparativa das origens da Língua. Os alunos também puderam apreciar a exposição temporária do ensaísta e poeta Gilberto Freyre, autor de obras como Casa Grande & Senzala e Ordem e Progresso.
Para os estudantes, essa foi uma oportunidade de ter contato real com a história da formação da Língua Portuguesa e da grande família lingüística a qual o idioma pertence. "Eles tiveram contato com jogos didáticos e interativos que o Museu oferece e tudo graciosamente, graças à secretaria de Educação, que nos cedeu o ônibus", comentou a professora Alciene. "De acordo com os comentários positivos dos participantes da viagem, fica aí uma sugestão de visita: indo a São Paulo, não deixe de visitar o Museu da Língua Portuguesa - Estação da Luz, que vale à pena!, concluiu. (Fonte: UniMódulo)

Copa SESC chega as semifinais

Caraguatatuba - Apenas quatro times seguem com chance de conquistar a Copa SESC de Futsal. As partidas semifinais acontecerão nesta segunda-feira, 2 de junho, na quadra do CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves).
O primeiro jogo das semis será realizado às 20h15, entre Logística Intervale e Silva Indaiá I. Às 21h, Cruzero e Aroucred disputarão a outra vaga para a decisão da competição.
Os vencedores dos duelos garantem vaga para a finalíssima, marcada para sexta-feira, 6 de junho, também no CEMUG. O jogo que decide o 3º e 4º lugar está marcado para às 20h15 e a grande final acontecerá às 21h.
A SECER - Secretaria de Esportes e Recreação, organizadora do evento, se mostrou contente com o evento. "Estamos tendo mais uma vez um campeonato de alto nível. Com belos jogos, de qualidade técnica muito boa. O caminho é esse, incentivar sempre a prática esportiva", falou Wenceslau Souza Neto (Lelau), secretário de esportes.
Essa é a oitava edição da Copa SESC e reuniu 26 equipes, formadas apenas por trabalhadores do mesmo segmento de trabalho. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Futsal de Caraguá está na final dos Joguinhos

Caraguatatuba - As equipes masculina e feminina da SECER - Secretaria de Esportes e Recreação, garantiram presença na decisão do título dos Jogos Abertos da Juventude sub-18.
Para chegar a final, os meninos de Caraguá passaram por Aparecida. No primeiro confronto, na última terça-feira, o time da SECER venceu por 5 a 0, na quadra do CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves).
No confronto de volta, na noite de quinta-feira, Caraguatatuba não se intimidou em jogar na casa do rival e bateu novamente Aparecida, dessa vez por 8 a 2.
As garotas de Caraguá não tiveram tanta facilidade nas semifinais, mas com muita raça, a equipe se classificou para a decisão. Na terça-feira, no CEMUG, a equipe da SECER ficou no empate em 3 a 3 contra Lorena.
Também na quinta-feira em Aparecida, no segundo duelo contra o time do Vale do Paraíba, Caraguá mostrou sua força com gols de Fran, Tatinha e Carla, e derrotou a adversária por 3 a 1.
Já o time de Futebol masculino da SECER, na terça-feira, entrou no campo do CEMUG para enfrentar Paraibuna. A equipe caraguatatubense goleou por 7 a 0, mas mesmo assim, está eliminado dos Jogos Abertos da Juventude. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Caraguá bate meta e encerra vacinação do idoso

Caraguatatuba - A Campanha Nacional de Vacinação do Idoso contra a gripe chegou ao final em Caraguá na quinta-feira, dia 29. No total, foram vacinadas 6.666 pessoas idosas. Esse número corresponde a 80% da população da melhor idade do município, equivalendo os 80% estipulados pelo Ministério da Saúde.
O resultado foi divulgado pela Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, responsável pela campanha em Caraguá, que mesmo após o encerramento da campanha pelo Ministério da Saúde, continuou com a vacinação até atingir a meta.
Paralelo a campanha de vacinação contra a gripe, a Divisão de Saúde Bucal realizou a 4ª campanha de Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer Bucal, com 558 pessoas passando pela triagem. Desse total, 59 apresentaram lesões reversíveis, não cancerígenas, e foram encaminhadas para uma retriagem, onde fará biopsia e depois tratamento.
De acordo com a Divisão de Saúde Bucal, em 3 pessoas examinadas foram detectadas lesões suspeitas e foram encaminhadas para a Santa Casa, onde já iniciaram o tratamento. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Universitários farão a decoração da abertura do Caraguá a Gosto
A Secretaria de Turismo deu a oportunidade para os alunos ganharem experiência e desenvolverem o trabalho

Caraguatatuba - Visando a decoração da abertura do concurso gastronômico Caraguá a Gosto, foi realizado nesta sexta-feira, 30, na sede da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba, a apresentação de três trabalhos, desenvolvidos por estudantes de Design de Interiores, do Unimódulo.
Ao contrário dos anos anteriores, quando era feita contratação para cuidar da decoração, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo firmou uma parceria com a universidade, visando dar a chance dos alunos de promoverem esse serviço, o que acrescentaria muito na carreira dos futuros profissionais.
Os trabalhos foram realizados por estudantes do 1º ao 3º semestre, que se dividiram em três grupos, para fazerem as apresentações, mostrando as idéias inovadoras, para embelezar o Teatro Mário Covas, palco da abertura da terceira edição do maior evento gastronômico do Litoral Norte.
Há dois meses criando a decoração, o grupo formado por André Ferreira, Claudia Sampaio, Daniela Duque, Margareth Espírito Santo e Manoela Roveram, apresentou um projeto sofisticado, que assim como todos, esteve dentro do orçamento proposto pela organização.
Esses alunos ressaltaram a importância da oportunidade que foi dada. "Essa foi uma experiência nova para mim. Basicamente, esse é o meu primeiro trabalho, que permitiu me dar experiência", disse Daniela.
O curso de Design de Interiores iniciou-se em 2007, e devido ao pouco tempo, um número limitado de pessoas sabem da existência desses futuros designers na região.
"Poucos aqui em Caraguá têm o conhecimento que a cidade conta hoje com esses profissionais", comentou Tatiane Roseli Ribeiro, professora do Unimódulo, lembrando que a idéia permitiu também chamar os alunos para poderem propagar o trabalho.
Outro grupo que se apresentou com uma decoração destacando as raízes caiçaras, formado por José Luiz Barbieri Bocato, Cibele Mello, Ana Alexandrina Cardim, Rafaela e Vanilsen, falou que a iniciativa permitiu além de divulgar o trabalho, mostrar o estágio que esses estudantes estão e o tipo de profissional que está sendo formado em Caraguá.
Também com destaques da região, onde a entrada seria a forma de um peixe, o grupo composto por Sueli Conrad, Célia Lira e Fernanda Kern, afirmou que essa chance foi encarada como um grande desafio. "Nossa criatividade e trabalho será o portal do Caraguá a Gosto", declarou uma das integrantes.
Independente do grupo que tiver a oportunidade de decorar a abertura do evento, todos já se mostraram satisfeitos em ter participado desse projeto. "Valeu por poder ter experiência e noção, não estamos importando quem vai ganhar ou perder. Já ganhamos no conhecimento", ressaltou uma das universitárias.
"Ganhar ou não, não importa, pois esse foi um desafio que acrescentou bastante para todos. Fizemos pesquisas, fomos atrás e sentimos na realidade", falou Fernanda.
O resultado dos trabalhos será conhecido na próxima semana. Além do secretário Ricardo Ribeiro, estiveram presentes durante as apresentações, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Caraguá, o presidente da FUNDACC (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba), Ricardo Gaspar e a diretora do Teatro Municipal Mário Covas, Cristina Neves. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Portal da Palmeira

Ilhabela quer turista do Mercosul

Ilhabela - Ilhabela lança ofensiva para conquistar o mercado de turistas argentinos, uruguaios e chilenos. Na próxima semana, cerca de 300 agentes de viagens do Mercosul serão capacitados por brasileiros para comercialização de pacotes turísticos com destino ao município.
No mês de fevereiro, geralmente quando as férias dos brasileiros chegam ao fim, começa justamente o recesso escolar nos países 'vizinhos', ocasionando uma maior demanda de turistas a Ilhabela. A intenção é incrementar a ocupação hoteleira da Ilha, principalmente na baixa temporada.
A afirmação é do diretor de Turismo da Ilha, Eduardo Espiaut, que aposta no sucesso dos pacotes entre os países do Mercosul. "Já inserimos Ilhabela em pacotes turísticos de grandes operadoras, a proposta agora é capacitar os agentes de viagens, que trabalham diretamente com as vendas dos produtos", afirmou.
Além de Ilhabela, a ofensiva inclui o Guarujá, Santos e São Paulo, como o apoio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). "Existem pacotes com destino exclusivo a Ilhabela e outros que reúnem os demais municípios participantes", disse.
De acordo com Espiaut, os preços dos pacotes variam de US$ 800 a US$ 1.000, conforme o roteiro e classe hoteleira escolhida. "Isso incluindo os trechos aéreos", afirmou.
Atualmente, disse ele, turistas argentinos, uruguaios e chilenos adquirem os pacotes e desembarcam no Aeroporto Internacional de Guarulhos, pernoitando em São Paulo. No dia seguinte, seguem para as cidades do litoral paulista e fluminense e ficam hospedados em hotéis já pré-determinados e que fazem parte do programa. Os pacotes variam de sete a oito dias.
CAPACITAÇÃO - As palestras serão ministradas nos próximos dias 2 e 3 de junho, no hotel Radisson, em Montevidéu, no Uruguai, e nos dias 4, 5 e 6, na Embaixada do Brasil, em Buenos Aires, na Argentina. A idéia é estender a ação a operadores de Santiago, no Chile, e das cidades de Córdoba e Rosário, na Argentina, em julho deste ano.
O evento será comandado pelo diretor de Turismo de Ilhabela, Eduardo Espiaut, pelo presidente do Guarujá Convention & Visitors Bureau, Ricardo Andrés Roman Junior, e pela representante da SPTuris (São Paulo Turismo), Luciana Canto.
De acordo com Espiaut, os agentes argentinos e uruguaios receberão material de divulgação, aulas de conhecimentos básicos, geográficos e da história dos municípios envolvidos no programa de capacitação. "Nem todos os operadores conhecem os destinos que comercializam. Na verdade, estaremos promovendo um encontro de conhecimento", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Balsa pára por mais de 15 horas e causa transtornos aos usuários

Ilhabela - A travessia da balsa entre São Sebastião e Ilhabela ficou interrompida por cerca de 15 horas, ontem, por causa dos ventos fortes. De acordo com a Dersa, das 9h às 10h, houve a primeira paralisação. Das 10h às 10h30, ela chegou a funcionar, mas a partir desse horário, a Capitania dos Portos determinou que não ocorresse mais a travessia até que os ventos voltassem a 21 nós - sendo esta a velocidade máxima permitida pela Capitania. Segundo a Dersa, durante todo o dia, na maior parte do tempo, a velocidade esteve em 27 nós.
Ainda de acordo com a empresa, as balsas grandes, com quatro motores, podem operar até 21 nós, enquanto a pequena, com dois motores, até 16 nós. As embarcações, conforme relata a companhia, estão em condições, mas aguardavam uma liberação da Capitania dos Portos.
Duzentos lanches e um ônibus para abrigar do vento seriam fornecidos, à noite, pela empresa responsável pela operação da balsa - a Internacional Marítima - aos usuários que aguardavam durante todo o dia a volta dos serviços.
O capitão de Fragata, Pessoa Monteiro, delegado da Capitania dos Portos de São Sebastião, órgão responsável pela segurança da travessia e, conseqüentemente, quem responde pela liberação, afirmou, ontem, por volta das 19h, que não poderia colocar vidas em risco. “Estamos tentando obter uma posição da meteorologia mas, infelizmente, pela segurança das pessoas, não posso permitir o funcionamento da travessia”, afirmou.
Segundo ele, os ventos estavam a 25 nós, ou seja, a cerca de 50 quilômetros por hora e o grande problema seria o risco do flutuante se soltar. “É preferível não liberar a balsa. Isso é uma norma da Capitania dos Portos. A balsa só pode operar com ventos a 21 nós. Também sou morador de Ilhabela, sou o maior interessado”, disse o capitão. Segundo ele, esta não é a primeira vez que a balsa fica sem operar por conta dos ventos. Em 2007, ela já teria ficado sem operar por mais de 24 horas. “Normalmente, isso ocorre nesta época do ano, na entrada do inverno”, explicou.
O prefeito de Ilhabela, Manuel Marcos de Jesus Ferreira, também estava na fila e a reportagem chegou no momento em que ele discutia com o delegado da Capitania dos Portos. Quando perguntado sobre o que ele gostaria de falar para a Dersa e a Capitania naquele momento, ele respondeu: “o que venho falando há muito tempo. O serviço da balsa é um descaso! ”, desabafou. “Essa travessia é uma vergonha! Transportam-se pessoas e carros, pior que animais”, disse irritado. “Estou aqui há 7 horas e falta informação. Existem mulheres e crianças, que estão sem atenção.
Aqui não tem o mínimo de condições sanitárias. Parece praça de guerra”, disparou o prefeito de Ilhabela.
Depois do desabafo, o prefeito admitiu que deveria seguir as normas da Capitania dos Portos, mas pediu mais empenho na estrutura e na informação para quem estava na fila há mais tempo que ele. “Eu pedi para que fosse uma estrutura com assistência social e atendimento do outro lado, referindo-se a Ilhabela.
“Aqui tem gente passando fome. Isso é uma falta de respeito. É sempre a mesma situação”, finalizou.
Por volta das 20h, o capitão de Fragata, Pessoa Monteiro, entrou em contado com a redação do Imprensa Livre e afirmou, que a partir da meia noite, ou seja, 15 horas depois, os ventos poderiam diminuir, aumentando as chances da travessia entre os dois municípios. Segundo ele, os dados foram enviados pelo setor de meteorologia do Iate Clube de Ilhabela.
Dramas individuais - Entre os que esperavam, estava José Fernandes dos Santos, que, sem nenhum agasalho, tentava proteger-se do frio com os braços dentro da camiseta. Fernandes é de Ilhabela e veio a São Sebastião realizar um exame de endoscopia pela manhã e, por esta razão, não comia nada desde a noite de quinta-feira, quando não pode jantar para se preparar para o exame. José Fernandes estava na fila desde cedo e, até às 19h, ainda não tinha comido por falta de dinheiro.
Já Ana Paula Nicolela, que comovida com a história de José estava disposta a lhe emprestar dinheiro para que ele pudesse comer, havia “almoçado” um salgado na barraquinha em frente à balsa. “Eu estou esperando desde 12h e acabei comendo na barraquinha de salgado, porque o rapaz da Dersa disse que quando melhorasse um pouco o vento, liberariam uma balsa para os pedestres. Então eu fiquei com medo de sair daqui”, explica a moradora de Ilhabela que é farmacêutica em São Sebastião.
Desde às 9h, um grupo de motoristas de caminhão estavam na fila. Conversando próximos ao transporte, eles analisavam o custo da viagem com o tempo perdido. O motorista, Paulo Soares, veio de Rio Claro, cidade a mais de 400 quilômetros de São Sebastião. Ele deveria ter entregue uma carga de madeira em Ilhabela, às 11h. “Depois da meia noite, eu quero ver quem vai pagar a taxa da balsa, porque ela aumenta”, disse em relação ao preço mais alto nos finais de semana. Outros três colegas de profissão chegaram na balsa às 10h. “Vi gente atravessando de barco de alumínio. Então porque a balsa não vai?”, perguntou indeciso. Os quatro profissionais precisavam deixar a carga e voltar para suas cidades de origem.
O caminhoneiro Armindo Ferreira, estava desde às 14h na fila e mais próximo de seu destino de origem, já que mora em Ilhabela. Portanto, ele convive com a travessia diariamente. “Eu vim para cá às 5h30 e até às 18h30 permanecia no mesmo lugar. “Me sinto derrotado. Isso é um absurdo!”, finalizou.
“Aqui não tem pessoal qualificado para trabalhar. Antes, essa brisa permitia a travessia”, afirmou Aderaman Vicente da Silva, que deveria deixar o carro do patrão, um modelo Hillux, do outro lado, em Ilhabela.
Mas há quem tenha aproveitado o caos da fila para trabalhar pelo celular. Foi o caso da empresária Maria Ângela Conrado, que estava lendo um livro quando foi abordada, mas tinha perdido as contas de quantas páginas estudou. “Estou aqui desde às 12h. Então, fiquei me ocupando”. A empresária paulistana veio para Ilhabela acompanhar uma obra e opinou: “a balsa é precária”. (Fonte: Imprensa Livre)

Vereadora de Ilhabela propõe título de Cidadão a Luiz Alberto de Faria

Ilhabela - A Vereadora Nanci Zanato (PTB) apresentou na última sessão (26/05) o Projeto de Decreto Legislativo nº 12/2008 que concede o título de “Cidadão Honorário de Ilhabela” para Luiz Alberto de Faria pelos serviços prestados à comunidade e a Ilhabela.
Caiçara, nascido no Bairro São Francisco, São Sebastião-SP, casou-se com Maisa Bernadete Rangel Faria com quem teve duas filhas, Ellen e Anne. Foi Secretário de Finanças de São Sebastião (1989 a 1992), acumulando a Chefia de Gabinete no mesmo período e a Secretaria de Esportes e Lazer (1990 a 1992). Como Secretário de Finanças no período de 1989 a 1992, participou diretamente com o ex-prefeito Paulo Julião na elaboração da proposta que inclui os municípios possuidores de terminais de embarque e desembarque de petróleo e derivados, na Lei federal nº 7.990 de 1989.
Prefeito Municipal de São Sebastião (1993 a 1996), representou os municípios possuidores de terminais de embarque e desembarque de petróleo e derivados na Câmara Federal, junto à Comissão de Minas e Energia que discutia a nova proposta de distribuição de royalties, pelo risco permanente e eventual, e criava também a ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, que culminou com a edição da Lei federal nº 9.478 de agosto de 1997.
Em companhia do ex- Prefeito Roberto Fazzini, com apoio do Deputado Federal Luciano Zica do PT, conseguiu mudar a realidade financeira dos municípios de São Sebastião e Ilhabela.
A sanção da Lei Federal n° 9.478 promoveu uma grande mudança na composição do orçamento Geral de Ilhabela, em função dos valores que o município recebeu a título de compensação financeira por estar na zona de influência com risco permanente de ser afetado pelas operações de embarque e desembarque de petróleo e gás natural.
Somente no período de 1999 a março de 2008, este valor atingiu a ordem de: R$ 112.010.074,24.
O projeto foi encaminhado às comissões permanentes da Casa para exararem seus respectivos pareceres. (Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Divisão de Habitação busca melhorias para bairros junto a Sabesp

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela por meio da divisão de Habitação, coordenada pela arquiteta Lucia Chamarelli, realizou na última quinta-feira, 29, uma reunião com o gerente da Sabesp, Dr. Pedro Poncio.
Na ocasião foram discutidos diversos assuntos, entre eles a possibilidade da Sabesp atender algumas reivindicações dos bairros que são alvo do “Programa de Regularização Urbanística Sustentável”, o Teto Legal.
Fazem parte do programa as “comunidades” do Canta Galo, Morro dos Mineiros, Costa Bela, Reino, Buraco Fundo, Buraco do Morcego, Estrada do Camarão, Portinho, Bexiga, Roda Monte, Senzala e Cobata.
O programa prevê a urbanização e regularização fundiária dos assentamentos informais existentes em Ilhabela, voltado a legalizar a ocupação, propiciar uma condição digna de moradia a cada cidadão e conter a ocupação desordenada.
Segundo o prefeito Manoel Marcos, a Constituição Federal trata o direito à moradia como fundamental. “Eu vou trabalhar até o dia 31 de dezembro deste ano para garantir à todos o direito ao lar, num ambiente ecologicamente equilibrado, que é essencial à qualidade sadia de vida da população, pois isso é um dever do poder público para as presentes e futuras gerações. Somente desta maneira conseguiremos erradicar a pobreza, a marginalização e a redução das desigualdades sociais em nossa região”. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)

Prefeito de Ilhabela Manoel Marcos recebe moradores do Roda Monte

Ilhabela - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, recebeu em seu Gabinete cerca de 30 moradores do Roda Monte, Sul da Ilha, em reunião agendada pelo vereador Márcio Garcia. Estavam presentes o vereador Presidente da Câmara, Profº Joadir Capucho; o vereador José Jorge Pereira (Zeca) e o secretário municipal de Educação, Profº Antônio Cornélio de Morais Filho. Na ocasião os moradores reivindicaram melhorias para o bairro e de imediato foram atendidos pelo prefeito, com o calçamento de ruas do bairro, entre outros benefícios. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)

Presidente do Legislativo propõe PL que excetua da exigência do Habite-se os estabelecimentos que já possuíam Alvará de Licença provisório

Ilhabela - O Presidente da Câmara de Ilhabela, Professor Joadir Capucho (PTB), pretende apresentar um Projeto de Lei que modifica um dos artigos do Código de Posturas.
De acordo com a Lei 529/2007, que institui o Código, para ser expedido o Alvará de Licença, o estabelecimento deverá ser previamente vistoriado pela Divisão de Fiscalização Municipal e a apresentação do Habite-se do prédio. A proposta do presidente do Legislativo é excetuar da exigência do Habite-se os estabelecimentos que já possuíam Alvará de Licença provisório.
Segundo Joadir, existe uma grande dificuldade de regularizar imóveis em Ilhabela, que em sua maioria foram adquiridos através da posse.
“Por essa razão, embora muitos estabelecimentos possuam Alvará de Licença e Funcionamento Provisório que se renova há muitos anos, nem todos possuem o Habite-se, tendo em vista que o processo de expedição do referido documento, em alguns casos, pode ser muito lento e trabalhoso”, explica.
O Projeto de Lei deverá ser apresentado na próxima sessão ordinária, na segunda-feira, dia 2 de junho. (Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Basfibra

São Sebastião na rota dos navios

São Sebastião - O município de São Sebastião pretende entrar na rota dos transatlânticos no próximo ano. Os atrativos do município foram apresentados no início da semana, na capital, a representantes das companhias marítimas que atuam no país.
A proposta de receber transatlânticos no município, a exemplo do que já acontece com Ilhabela e Ubatuba-com dois receptivos realizados este ano--, agradou as operadoras marítimas. "Eles se mostraram bastante interessados. Nossa intenção é que tenha pelo menos uma 'parada teste' em São Sebastião já na próxima temporada", afirmou o secretário de Turismo do município, Júlio Buzy.
Segundo ele, o próximo passa será a realização de uma visita técnica em São Sebastião pelos representantes das quatro operadoras que atuam no Brasil-Costa Cruzeiros, CVC Turismo, Sunsea e MSC. "A previsão é que daqui a 30 dias estaremos recebendo as companhias para uma visita técnica", disse.
A prefeitura aproveitou para apresentar o projeto de construção do Terminal de Embarque e Desembarque de Passageiros. São duas áreas sugeridas: uma no Porto e outra próxima, mas que pode ser anexada para ser alfandegada.
COMPANHIA - Para o diretor-presidente da Costa Cruzeiros, René Hermann, diretor presidente da Costa Cruzeiros, as conversas são válidas para a possível concretização do projeto. "Todos nós queremos mais um destino para levar os navios, já que Ilhabela, Búzios, Ilhéus e Maceió estão abarrotados", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Município celebra centenário da imigração japonesa com homenagem e exposição

São Sebastião - Para comemorar uma das efemérides mais importantes do ano, a administração municipal de São Sebastião realiza no dia 18 de junho, às 18h, na Secretaria de Cultura e Turismo uma cerimônia que vai homenagear a colônia japonesa do município, dentro das comemorações dos 100 anos da imigração japonesa no Brasil, lembrada no mesmo dia em todo o território nacional.
O evento, que tem parceria com o Clube Atlântico, também vai abrir uma exposição com mais de 50 fotos dos imigrantes que estão em São Sebastião. A idéia é de que a mostra fique até o término do Festival Matsuri, que será realizado em setembro, na Rua da Praia.
O festival, que chega em sua terceira edição, será realizado entre os dias 4 e 7 de setembro em uma tenda montada na Praça de Eventos. A festa conta com barracas de comidas típicas e diversas exposições. Uma das propostas é a participação de grupos culturais da colônia japonesa no Desfile da Independência, no dia 7 de setembro, último dia do festival.
Centenário da Imigração - No dia 18 de junho de 2008, o Brasil comemora o centenário da imigração japonesa. Há 100 anos, um grupo de homens e mulheres atravessou oceanos para chegar ao Brasil, objetivando ganhar dinheiro nas lavouras de café e retornar ao Japão o mais breve possível.
Isso não era considerado um sonho, e sim uma saída, pois o Japão era uma nação explosiva populacionalmente e pelos gastos provocados por guerras recentes, o índice de desemprego era dramático. Famílias tinham suas terras confiscadas por falta de pagamento de impostos.
Foi essa situação que “obrigou” em 1908, camponeses, carpinteiros, pequenos comerciantes e donos de pequenas fábricas à beira da falência, a imigrar para o Brasil.
Muitos japoneses chegaram a voltar para a terra natal. O restante ficou para sempre no Brasil e ajudou a construir a história da segunda geração de japoneses no país. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeitura entrega mais de R$ 14 milhões em obras durante todo o mês de junho e início de julho
CAE do Pontal da Cruz, Centro de Lazer do Itatinga, Piscina da APAE, Nova Escola de Maresias, quadras cobertas, praças e urbanizações de orla, Pista de Skate de Boiçucanga, além de reformas de escolas e pavimentação de ruas, são algumas das conquistas da comunidade. Prefeitura lança ainda mais R$ 11,4 milhões em obras com as pedras fundamentais da Ampliação do Hospital de Clínicas, Nova Escola da Enseada e Centro de Saúde do Jaraguá

São Sebastião - Durante todo o mês de junho e julho, São Sebastião estará em festa, não só pelos eventos tradicionais, como a Festa do Migrante (Jaraguá), Festa de São Pedro (São Francisco) e Arraiá Caiçara (Rua da Praia/Centro), mas principalmente pelo pacote de obras a ser entregue para a comunidade. Melhorias em todos os setores, num total aproximado de R$ 14 milhões, desde a infra-estrutura urbana com a pavimentação e drenagem de ruas até novos centros de esporte e lazer, escola, praças e urbanização de orla. Além das inaugurações, a Prefeitura fará o lançamento oficial de mais três grandes obras, num investimento de R$ 11,4 milhões: ampliação do Hospital de Clínicas, Nova Escola da Enseada e Centro de Saúde do Jaraguá.
A extensa programação será aberta no dia 6 de junho, às 16h, com a entrega da reforma geral e cobertura da quadra da E.M. Professor Dr. José Machado Rosa. Em seguida, às 17h, haverá o lançamento da Pedra Fundamental da Ampliação do Hospital de Clínicas de São Sebastião, que ganhará 65 novos leitos, num investimento de R$ 2,9 milhões. Desde 2007, a unidade foi municipalizada e hoje é administrada pela Organização Social (OS) Pró-Saúde.
No dia 11 de junho, às 17h30, a comunidade do Jaraguá, na Costa Norte, recebe a reforma geral e cobertura da quadra poliesportiva da E.M. Maria Alice Rangel. Já no dia 12 de junho será a vez dos moradores de Barra do Sahy e Juquehy, na Costa Sul, receberem a reforma geral da E.M. Henrique Tavares e Emei Branca de Neve, às 16h e 17h, respectivamente.
Para o dia 13 de junho, às 16h30, a Prefeitura programou o lançamento da Pedra Fundamental da obra da Nova Escola da Enseada - a maior do município - que terá um prédio de dois andares, com elevador e demais exigências em conformidade com a Lei de Acessibilidade: 18 salas de aula, salas de informática, leitura e administração, biblioteca, pátio, refeitório e quadra coberta. O investimento nesta obra ultrapassa os R$ 4,6 milhões.
Os moradores da Topolândia ganham no dia 16 de junho, às 13h, a mini-quadra da Creche Adriana Vasquez, que passou por reforma geral. No dia 18 de junho, às 13h, haverá a entrega oficial da reforma da E.M. Cambury, na Costa Sul, e às 18h, o lançamento da Pedra Fundamental do Centro de Saúde do Jaraguá, na Costa Norte.
O Pontal da Cruz estará em festa no dia 19 de junho, às 14h30, com a inauguração da piscina da APAE - Associação Pais e Amigos do Excepcional, e no dia 20 de junho, às 17h, com a entrega da segunda fase do Centro de Apoio Educacional (CAE). No final do ano passado, a primeira fase trouxe para os moradores a primeira piscina pública da cidade. Agora, a comunidade do Pontal da Cruz receberá as duas quadras cobertas, pista de skate, parque infantil e vestiários, além da reforma das quadras de bocha. Todas as quadras do município estão ganhando dimensões oficiais para que a cidade possa receber competições federadas.
No dia 23 de junho, às 18h, a entrada da Topolândia estará de cara nova, com a inauguração da Praça João Tarora, numa homenagem à Colônia Japonesa da cidade. O local que foi totalmente revitalizado ganha também uma nova parada de ônibus.
A Prefeitura de São Sebastião programou uma série de inaugurações na área da educação para o dia 24 de junho, em Boiçucanga, na Costa Sul. Ao meio-dia, entrega da reforma da Emei Alegria das Crianças. Logo depois, às 12h30, acontece a inauguração do laboratório da E.M. Antônio Luiz Monteiro, inaugurada no ano passado com 10 salas de aula e totalmente adequada à Lei de Acessibilidade. Ainda no bairro de Boiçucanga, às 13h, será realizada a entrega da reforma geral da E.M. Guiomar Aparecida Conceição Sousa.
Também no dia 24 de junho, porém, no final da tarde, a partir das 17h, os bairros do Varadouro e Itatinga, ganham várias vias públicas pavimentadas. São elas: ruas Benedito Santos, Delfim Correia, Francisco Tenório e Valeriano Neves.
Para o dia 25 de junho, às 17h, está prevista a entrega da reforma geral e cobertura da quadra da E.M. Enseada, na Costa Norte.
Nova Escola de Maresias e Centro de Lazer do Itatinga - A comunidade de Maresias, na Costa Sul, ganha sua nova escola, a Emei Gabriel Teixeira Lobo - Anjinho Gabriel, no dia 26 de junho, às 16h30. Uma unidade com um total de 15 salas e investimento de R$ 1,9 milhão.
No mesmo dia, às 17h, os moradores de Maresias recebem três quadras cobertas na E.M. Edileuza Brasil. Em 2007 o bairro de Maresias ganhou sua primeira creche, por meio de um convênio entre Prefeitura e Associação Primeiras Letras, atendendo 150 crianças.
O Canto do Mar, na Costa Norte, terá a inauguração da reforma geral e mini-quadra coberta na creche Diva Bernardino, no dia 27 de junho, às 17h. A unidade abriga ainda o primeiro Berçário Municipal, inaugurado no ano passado.
O bairro de Boiçucanga volta a receber melhorias no dia 30 de junho, às 17h, com a entrega da revitalização da Praça da Alegria, e às 18h, com a inauguração da pista de skate, um antigo sonho dos jovens do bairro. Este ano a Prefeitura totaliza nove pistas construídas desde 2005, sendo que até 2004 não havia nenhuma. Durante a solenidade haverá uma clínica de skate para a garotada.
O dia 2 de julho ficará na história para a comunidade do Itatinga, região da Topolândia, com a entrega às 20h30 do Centro de Esporte e Lazer, que conta com campo oficial, quadra coberta, pista de skate, campo de futebol de areia, parque infantil, jardins e parque da longevidade. O investimento chega a R$ 1,4 milhão. A região da Topolândia vem recebendo desde 2005 uma série de melhorias, como obras de pavimentação e drenagem, reforma do Centro Comunitário, criação do Centro Integrado Profissionalizante (CIP), o maior Centro de Saúde da região, entre outras. Hoje encontra-se em andamento outra obra de Centro de Lazer, no Olaria.
A programação prevê para o dia 3 de julho, as inaugurações da pavimentação de ruas no Canto do Mar e do Canal de Drenagem da Avenida Netuno, às 17h, e do Terminal de Integração de Ônibus da Costa Norte, às 17h30, na Enseada.
Fechando a lista de obras e melhorias para serem entregues entre junho e julho, a Prefeitura faz o lançamento da Pedra Fundamental da Nova Escola da Topolândia, no dia 4 de julho, às 10h. No mesmo dia, às 17h e 17h30, haverá a entrega das obras de pavimentação das ruas Suelen Cristina, no Bairro de São Francisco, e Gunji Kajiya, no Portal da Olaria, respectivamente. Às 18h30, mais uma obra de urbanização de orla, a inauguração da Revitalização da Praça Santos Dumont, no Arrastão, que ganha novo piso, jardins, iluminação, decks, entre outros atrativos. "Tudo isso é reflexo do desenvolvimento do município, que hoje tem suas contas em dia, máquina administrativa totalmente saneada e poder de investimento. Desta maneira, temos obras acontecendo em todos os bairros e quem ganha é a comunidade. Melhorias em todos os setores, desde saúde e educação, até no turismo, segurança, no social, na infra-estrutura urbana, enfim, medidas que refletem diretamente na qualidade de vida de nossa população", finalizou o prefeito de São Sebastião, Dr. Juan Garcia. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Departamento de Informática reestrutura sistemas da Prefeitura de São Sebastião

São Sebastião - Em menos de quatro anos da atual administração, o investimento da área de informática e informatização da Prefeitura de São Sebastião deu um salto de qualidade. O município ganhou destaque nacional com a implantação de câmeras de segurança e tagarela que compõem o Sistema Integrado de monitoramento (SIM), Wi Fi na Rua da Praia e software que facilitam a vida do contribuinte.
Mas, internamente, o Departamento de Tecnologia e Informação (DTI), da Secretaria de Governo (Segov), tem desenvolvido uma série de ações visando melhorar a qualidade do serviço. Inicialmente, foram adquiridos cinco novos servidores de arquivo de grande porte, sendo três disponibilizado para o Paço Municipal, um para a Secretaria da Educação (Seduc) e outro para a Secretaria da Saúde (Sesau), as duas maiores da administração. De acordo com o diretor do departamento, Márcio Jorge, esses equipamentos proporcionaram maior segurança e agilidade no processamento de dados da Prefeitura.
A implantação do Software de Gestão Integrada (ERP), integrando as áreas Contábil, Receita Suprimento, Protocolo, Frota, Recursos Humanos, Saúde e Educação, deu mais agilidade à troca de informações gerenciais. O município também foi um dos primeiros a adotar o Sistema AUDESP do Tribunal de Contas. Também em parceria com a Secretaria de Obras e Planejamento implantou um novo sistema de Geoprocessamento.
Atualmente, a maior parte das Secretarias (Educação, Cultura e Turismo, Segurança Urbana, Esporte), além de Departamentos (Frota, Recursos Humanos, Ginásio, Biblioteca, Teatro, pronto-Socorro Central, Almoxarifado, Centro Comunitário da Topolândia, Centro de Saúde da Topolândia e Regional da Costa Norte) já está interligada via wireless (rede sem fio).
Recentemente houve ainda um grande investimento na implantação de rede estruturada de computadores e telefonia em vários departamentos, gerando uma economia de mais de 30% em alguns dos casos, principalmente na utilização de telefones com o sistema VOIP.
Colocar em funcionamento laboratórios de informática nos Centros Integrados Profissionalizantes da Topolândia e de Boiçucanga, no Centro Comunitário do Jaraguá e na Casa Brasil – Centro Comunitário da Topolândia, foi outro desafio do Departamento de Tecnologia e Informação, principalmente porque são ferramentas que atendem a população. Ainda nesta área, houve a implantação de acesso à internet em todos os laboratórios de informática da Seduc, que abrange atualmente 12 escolas do município que contam com 358 computadores instalados.
Novos Projetos - De acordo com Márcio Jorge, o departamento conclui a implantação do serviço Holerite on line, com acesso direto do site da Prefeitura, vai montar o novo Telecentro Comunitário do Jaraguá com 11 computadores, em parceria com o Governo Federal, ampliar o Hot Spot para outros pontos da cidade que permite o acesso gratuito à internet a usuários de dispositivos móveis, sendo o primeiro o bairro São Francisco, mas extensivo à nova Praça do Arrastão e Praia da Aventura, além da Interligação de dados de 14 escolas localizadas entre a Topolândia e o Canto do Mar, possibilitando a criação de uma base única entre as escolas e a Seduc.
A Prefeitura ainda trabalha no Projeto da Costa Sul que vai permitir a implantação de câmeras de segurança, interligações das regionais de Boiçucanga, Maresias e Juquehy, unidades de saúde e escolares e criação do Projeto do Provedor Municipal, além da Ouvidoria única e a Criação do Centro de Desenvolvimento de Software, onde Prefeitura pretende criar suas próprias ferramentas e software de gestão. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Prefeitura melhora estrutura dos laboratórios de informática das escolas municipais

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), divulgou um balanço que mostra que até o final do ano, vai chegar a 428 o número de computadores adquiridos para os laboratórios de informática nas escolas municipais da região central e Costas Norte e Sul. Até dezembro de 2004, eram 112 máquinas.
Com o investimento, a administração proporciona o contato dos alunos com o mundo digital enquanto ferramenta pedagógica de aprendizagem.
Até 2004, os computadores eram divididos entre 10 escolas: EM’s Canto do Mar, Verena de Oliveira Dória (Topolândia), Juquehy, Iraydes Lobo Viana (Itatinga), Guiomar Aparecida da Conceição Sousa (Boiçucanga), Henrique Tavares (Barra do Sahy), Maria Francisca (Pontal da Cruz), Walfrido Maciel Monteiro (Morro do Abrigo), Barequeçaba e Sebastiana Costa Bittencourt (Barra do Una). As unidades possuíam uma média de 10 máquinas por laboratório.
Nos últimos três anos, outras unidades foram contempladas com novos computadores e hoje possuem uma média de 20 por laboratório. São 258 computadores instalados nas EM’s que já tinham laboratórios, além da inclusão das EM’s Maria Virgínia (Barra do Una) e Henrique Botelho (Porto Grande).
De acordo com uma previsão da Prefeitura, até o fim de junho mais cinco laboratórios serão montados nas EM’s Luíza Helena de Barros (Barequeçaba), Antônio Luiz Monteiro (Boiçucanga), Edileuza Brasil (Maresias), Enseada e Maria Alice Rangel (Jaraguá), totalizando 358 computadores.
O laboratório de informática da EM Henrique Botelho é um dos mais recentes e foi montado em janeiro deste ano. São 20 computadores interligados com tecnologia wireless (sem fio), como todas as máquinas adquiridas pela atual administração que vieram com placa de rede wireless para ligá-los em rede. Uma estrutura cabeada custa aproximadamente R$ 7 mil, enquanto um roteador wireless tem o preço de 10% do valor, ou seja, R$ 750. Dessa forma, a Prefeitura proporciona economia e transmissão de dados com qualidade.
Entre os projetos em andamento em 2008, está a interligação das escolas por antenas wireless Centro/Costa Norte. A meta é ligar também as escolas com wireless entre Centro e Costa Sul. Está em processo de compra mais 70 computadores que serão distribuídos para mais escolas. Com isso, a administração chega a 428 computadores até o final do ano. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Prefeito de São Sebastião defende manutenção da distribuição do ICMS em Brasília

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Dr. Juan Garcia, acompanhado do secretário da Fazenda, Amin Nossabein, defendeu a manutenção dos critérios de distribuição de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), durante reunião com prefeitos e representantes de várias cidades na Associação Brasileira de Municípios (ABM) e Associação Nacional de Municípios Produtores (Anamup), na última quarta-feira (28/5), em Brasília. O encontro contou com a presença do prefeito de Cubatão, Clermont Castor, que preside a Anamup, além de representantes de Camaçari (BA), Casemiro de Abreu (RJ), Betim (MG).
A reunião teve como tema principal o risco de perda de ICMS com a proposta de reforma tributária. Desta maneira, um seminário deverá ser realizado na segunda quinzena de junho ou no início de junho para discutir alternativas, já que a reforma prevê a retirada da Constituição dos critérios de retorno do ICMS, remetendo tais regras à lei complementar.
Cerca de 900 municípios podem ter perdas na arrecadação com a mudança. Em São Sebastião, a estimativa gira em torno de 30% do ICMS. Os prefeitos farão reuniões com os deputados da Comissão Especial de Reforma Tributária. "A divisão tem que ocorrer a partir do bolo que vai para União e Estados, mas não dos municípios", enfatizou o prefeito Dr. Juan Garcia.
O secretário municipal da Fazenda, Amin Nossabein, diz que é inadmissível a perda de receita para que outras cidades sejam beneficiadas. "Se alguém tem que ceder é a União e os Estados. Vamos trabalhar politicamente junto à comissão especial para que o conceito seja revisto", concluiu Nossabein. Ainda na noite de terça-feira, o prefeito Dr. Juan Garcia esteve reunido com o deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP), que é suplente na comissão especial. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Prefeitura já cadastrou 29 núcleos e decretou 11 ZEIS desde 2005
Medida diminuiu o crescimento desordenado do Município de 7,5% para 3,3%

São Sebastião - Desde 2005, a Divisão de Habitação da Prefeitura de São Sebastião promoveu o cadastramento de 29 núcleos, no período entre fevereiro de 2005 e maio de 2008. Este processo faz parte do Programa de Urbanização e Regularização de Assentamentos Precários e/ou Irregulares, criado pela atual administração e que tem como objetivo controlar a expansão urbana desordenada e urbanizar os assentamentos precários existentes no Município.
Nos núcleos de congelamento identificados pela administração foram identificados 5.293 imóveis, onde residem 14.968 pessoas. Nesse período de três anos e meio, a Prefeitura conseguiu diminuir o crescimento desordenado do Município de 7,5% ao ano para apenas 3,3%, o menor da região.
Com a primeira etapa do trabalho concluído, a Prefeitura iniciou a segunda etapa do programa de congelamento, que foi a criação das Zonas de Especial Interesse Social. Foram decretadas como ZEIS 11 núcleos (Vila Bom Jesus, Sertão de Maresias III, Vila Tropicanga, Vila Sahy, Vila Débora, Vila Barreira, Vila dos Mineiros e Zé Mineiro, Areião e Lobo Guará, todos na Costa Sul; e Chico Soldado, Balneário São Marcos e Recanto dos Atobás, situados na região norte), o que viabilizou a implantação de alguns serviços públicos de infra-estrutura urbana, tais como: coleta de lixo, rede de abastecimento de água e iluminação pública.
Segundo a chefe da Divisão de Habitação, Cláudia Lima, após a etapa de urbanização dos núcleos poderá ser iniciada a regularização fundiária dos imóveis. “Essa etapa consiste na busca do registro de imóveis junto ao cartório. Mas esta (etapa) deverá ser tratada judicialmente por meio de processo de usucapião”, avalia.
Projetos e verbas - Segundo Cláudia Lima, ainda na área da Habitação, a cidade recebeu este ano uma verba de R$ 72 mil do Ministério das Cidades para implantação do Plano Municipal de Habitação de Interesse Social, que deverá ser desenvolvido ao longo do ano com a participação popular voltado para comunidade de baixa renda.
O Ministério das Cidades liberou ainda a verba de R$ 1,03 milhão para a urbanização da Vila Queiroz Galvão e construção de casas populares, ambas em Juquehy. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Prefeitura investe pesado para movimentar turismo sebastianense o ano inteiro

São Sebastião - Desde 2005, dentro da proposta de descentralizar eventos e ações fomentando a cultura e o turismo em cada canto da cidade, a Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), executa sistematicamente diversas ações, eventos e programas nos mais diversos bairros, de norte a sul da cidade. A participação em feiras, salões e congressos sobre Turismo, projeta São Sebastião no cenário nacional e internacional da área, além de concretizar novas experiências que podem ser desenvolvidas no município.
Campeonatos Brasileiros nas mais diversas modalidades, como o de Corridas de Montanha realizado no Bairro São Francisco, Canoas Havaianas, no Arrastão, e os vários campeonatos de Vela, nas mais variadas classes, demonstram o crescimento e aceitação da cidade como destino para os esportes de aventura.
A administração também investe no turismo receptivo, implantando o programa de ecoturismo, o roteiro histórico cultural, promovendo press e fan tours, de forma a ressaltar os atrativos sebastianenses como destino turístico. A operacionalização do CIT (Centro de Informações Turísticas ) na região central e em Boiçucanga (Costa Sul), facilitou o acesso às informações turísticas do município.
A partir de 2006, a implantação das visitas monitoradas no Centro Histórico e sítio arqueológico para munícipes, estudantes e visitantes, contribuiu para o resgate da identidade cultural da cidade. Neste sentido, o projeto de divulgação dos pontos turísticos para os munícipes durante as comemorações de emancipação político-administrativa de São Sebastião também merece destaque.
O ano de 2007 foi marcado pela formatação dos Planos de Trabalho protocolados no Ministério do Turismo. Entre as cerca de 20 propostas apresentadas, o município já conseguiu a aprovação de três: Centro de Informações Turísticas Itinerante, Sistema de Sinalização Turística e estruturação mínima para visitação turística da trilha Ribeirão de Itu.
Recentemente, a grande conquista do setor foi a apresentação da cidade como opção de parada de navios transatlânticos para empresas de cruzeiros, vista como positiva pelos representantes das companhias marítimas que atuam no Brasil. De imediato, a opção de fundear no Canal de São Sebastião com “suffle” para a Praia da Aventura foi uma das opções mais apreciadas.
Turismo o ano inteiro - Se depender da administração, “baixa temporada” é um termo que tende a sumir do vocabulário dos sebastianenses. De janeiro a dezembro, o calendário de eventos da Sectur agita o município e ajuda a movimentar a cidade em todas as épocas do ano. Exemplo do sucesso dessas realizações é a indicação da Festa do Padroeiro e o Carnamar para compor o calendário turístico do Estado.
A Prefeitura, por meio da Sectur, ainda promove o Festival de Verão, Aniversário da Cidade, Carnaval, Arruaça, Mostra Livre de Dança, Super Surf, Festas Culturais (São Pedro Pescador, Migrante, Topija, Festival da Tainha, Folclore e outras), Arraiá Caiçara, Arena Cross, São Sebastião Matsuri, Encontro de Carros Antigos, Encontro Villa Lobos de Canto Coral, Concurso de Poesia Nhô Bento, Explosão Cultural e Concurso de Decoração Natalina, entre outros eventos que além de integrar o calendário turístico da cidade, crescem a cada ano, fazendo com que São Sebastião seja uma cidade turística movimentada o ano inteiro. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Sectur repassa jazidas de barro para Cooperartess

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio das Secretarias de Cultura e Turismo (Sectur), e das Subprefeituras (Sesub), localizou nesta semana jazidas de barro apropriadas para a confecção das tradicionais panelas produzidas no Bairro São Francisco pela Cooperativa de Artesanato de São Sebastião (Cooperartess).
O material foi localizado em áreas públicas da Prefeitura, no bairro São Francisco, e foi repassado à Cooperartess, que fará os testes de montagem e queima. Este trabalho faz parte das ações conjuntas entre o Departamento de Patrimônio Histórico da Sectur e a comunidade com o objetivo de fortalecer as manifestações tradicionais do município. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Educação ambiental atinge mais de 20 mil pessoas em São Sebastião

São Sebastião - Os projetos de educação ambiental desenvolvidos pela Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), atingiram a participação de mais de 20 mil pessoas no município. A informação é referente ao período de 2005 e o início de 2008 e teve o envolvimento das escolas como destaque, com a participação de mais de 8 mil alunos da rede municipal de ensino.
Entre os trabalhos realizados estão as palestras sobre coleta seletiva de lixo, que contaram com a participação de 2 mil crianças, e o programa de coleta de óleo de cozinha, com 500 alunos. Trabalhando em parceria com as associações de bairro, o programa de coleta seletiva de lixo em condomínios da Costa Sul e região central do município rendeu o envolvimento de 40 conjuntos residenciais e 130 moradores. Já em Barequeçaba, Maresias e Boracéia, a apresentação de peças teatrais, fantoches e palestras obteve 120 atendimentos.
De acordo com a bióloga Christiane Cruz Silva de Moraes, chefe da Divisão de Educação Ambiental da Semam, o resultado representa a mudança de consciência da população com relação ao meio em que está inserido. “Os moradores compreenderam a nossa proposta e passaram a ajudar na realização dos projetos”, comenta.
As parcerias entre a Prefeitura de São Sebastião e a de São Paulo também tiveram peso no índice, através do termo de cooperação entre os dois municípios, com metas de curto, médio e longo prazo.
Mutirão da Cidadania - Dentro dos projetos de educação ambiental, o Mutirão da Cidadania alcançou cerca de 2 mil residências atendidas em 15 bairros da cidade. Enseada com 340; Itatinga com 230; Pontal da Cruz com 184; Jaraguá com 180 e Vila Amélia com 170 moradias, foram os bairros com maior participação.
Entre os temas abordados estão o consumo consciente de recursos naturais, coleta seletiva, separação correta de resíduos, podas e entulhos, além da prevenção à Dengue. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Prefeitura repassa mais de R$ 5 milhões à Entidades Assistenciais em três anos

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Humano (Setradh), já repassou mais de R$ 5 milhões às entidades do município, entre os anos de 2005 a 2007, verba proveniente do Fundo Municipal de Assistência Social. Entre os três anos houve um aumento de 30 %.
Atualmente a Prefeitura beneficia 14 entidades e vai repassar até o final de 2008, o montante de R$ 2.725.690,00, valores que sofreram reajustes que variam entre 6 e 16%, mostrando o compromisso da atual administração em cumprir uma das deliberações da Conferência Municipal de Assistência Social realizada no ano passado.
Entre as entidades que recebem o benefício está a Associação de Amparo à Mulher Sebastianense (AAMS), que oferece inúmeros serviços voltados à mulher, como apoio psicológico, assistência jurídica e cursos profissionalizantes.
Outra entidade que também recebe o benefício é o Berçário Amigo da Criança, localizado no Morro do Abrigo. O local passou por reformas no ano passado e recebeu melhorias como a colocação de piso na área externa, pintura, novo portão, elétrica e hidráulica e atende atualmente cerca de 30 crianças. No berçário, as crianças são assistidas por sete pagens, uma pedagoga, nutricionista, além de outros funcionários que trabalham no local.
O Lar Vicentino, que fica na rua Gunji Kajiya, entre o Portal da Olaria e o Bairro de São Francisco, recebe desde 2005 o repasse da Prefeitura. A entidade abriga 19 idosos com idades entre 63 e 94 anos. Além de todos os cuidados que eles recebem com a saúde alimentação e bem estar, os residentes também participam de diversas atividades paralelas, como o Projeto Atividade, desenvolvido pelo Fundo Social de Solidariedade.
De acordo com o prefeito Dr. Juan Garcia, o município evoluiu muito nos últimos três anos na questão humana com a ajuda do voluntariado. Nas áreas da saúde, educação e social, o prefeito ressalta que a administração é muito cautelosa com os passos antes de investir devido a responsabilidade das atividades. “Hoje com relação ao repasse, as entidades não sofrem com a interrupção que ocorria antes da atual gestão. O processo é mais dinâmico”, afirma.
Além do repasse em dinheiro é feito um monitoramento da rede sócio-assistencial que prevê ações de fortalecimento ao trabalho executado através de reuniões e encontros de capacitações.
Entidades beneficiadas:
Projetos Viração e Cidadão Criança
Casa da Criança e do Adolescente
Associação Berçário Amigos da Criança
Associação Recreativa Berçário Santana
Associação São Sebastião de Amor Exigente
Associação Antialcoólica
APAE
Obra Lar Vicentino
Faculti - Fraternidade e Assistência Cultural à 3ª Idade
Polvo
AAMS
Asapc
Projeto Ativo
Província Franciscana (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Prefeitura de São Sebastião inova com Plano de Monitoramento de Encostas

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, implantou em 2006, através de contratação de firma especializada, os estudos e desenvolvimento de projetos para a estabilização da encosta de morro situada ao lado da rua Genciano Felipe Bueno em Barequeçaba. O local foi considerado como área de risco (sujeita a escorregamentos de massas de solo) pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas – IPT desde 1998.
Atendendo a recomendação de órgãos Estaduais quanto ao monitoramento da área e a realização de estudos geológicos a fim de caracterizar o problema e propor soluções que garantissem a minimização dos riscos considerando que a área sofreu ocupação irregular, em 2006 foram realizados estudos que incluíram serviços topográficos, execução de sondagens de investigação do subsolo, análises da estabilidade do terreno e o cadastramento das moradias existentes. Com base nesses estudos foi elaborado um projeto de drenagem, um plano de monitoramento e recomendações de caráter geral.
Em 2007, com a conclusão do plano, foram instalados seis marcos topográficos para detectar eventuais movimentações no terreno e seis poços para medição do nível d’água do lençol freático, principalmente após fortes chuvas, quando aumenta o risco de escorregamentos de solo. A partir daí, a Defesa Civil e técnicos da Prefeitura realizam periodicamente a leitura dos instrumentos bem como vistorias nas áreas, para em caso de agravamento da situação, ocorrer uma eventual desocupação da área.
Foram identificados pontos de intervenções dentro de algumas residências, situação em que a solução depende da iniciativa do morador. A Prefeitura orienta e dá todo o auxílio necessário para a elaboração dos projetos de obras de contenção.
A contratação de firma especializada, para realização dos estudos geológicos e a implantação do plano de monitoramento nessa área de risco em Barequeçaba, demonstra o interesse e a preocupação da Prefeitura na resolução de problemas específicos visando, neste caso, melhorar as condições de segurança dos moradores locais. Está prevista, ainda, a implantação do projeto de drenagem superficial da encosta, para melhor estabilização da área, incluindo a possibilidade de regularização das moradias existentes. PMSS. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes ACIU

Pescadores do Litoral Paulista estão irredutíveis no propósito do Não a APA

Ubatuba - Foi o que os cerca de 700 trabalhadores do setor pesqueiro deixaram muito claro, na Assembléia Legislativa de São Paulo, no último dia 28, quarta-feira. Eles se reuniram com deputados, que formaram uma frente parlamentar para defender o direito da pesca.
Só de Ubatuba, foram aproximadamente 200 pescadores e, como sempre, acompanhados pelo vereador Jairo dos Santos, PSB, além de outros representantes do Legislativo, do Executivo e de várias entidades ligadas ao setor. Depois de abertos os trabalhos, o diretor executivo da Fundação Florestal, José Wagner Neto, leu para os presentes, a minuta do novo Decreto para a criação das APAs e salientou que o documento só seria regulamentado com o aval do Conselho Gestor, formado inclusive por pescadores.
"Como assim?" questionam os pescadores. Uma nova minuta? Parece a mesma que gerou todo o nosso protesto. De novo, eles estão arbitrando sobre nossas vidas."
Na realidade, os pescadores NÃO querem a criação das APAs. Eles não têm dúvida de que o projeto - que estabelece o limite de 10 milhas náuticas da linha da costa e da linha de arrebentação das ilhas - poderá acabar com a atividade pesqueira, trazendo sérias conseqüências para a categoria e para a economia do Município.
A secretária da Agricultura, Abastecimento e Pesca de Ubatuba, Valéria Gelli, levou um documento da Prefeitura, que, segundo ela, era de Políticas Públicas, para entregar aos deputados. Como os pescadores já haviam sido alertados pelo vereador Jairo dos Santos, durante a última Sessão de Câmara, dia 27, sobre o documento ter sido elaborado pelo Executivo, sem a participação deles, a resposta foi imediata. Repudiaram o documento e Valéria voltou atrás. "O documento não será entregue aqui, porque ele foi avaliado pelos presidentes (da Associação dos Pescadores e da Colônia Z-10) e não pelo povo. E o povo não aprovou. Então, nós não vamos entregar", concluiu Valeria.
Depois das argumentações dos deputados contra a atitude do Governo, os pescadores se manifestaram publicamente. De Ubatuba, Maurici Romeu da Silva lembrou a situação dos companheiros de Paraty, Rio de Janeiro, onde a APA foi implantada. "O povo está sofrendo, por causa de processo que não funciona. Lá não existe regulamentação. Lá não se planta, não se constrói nada, não se pode fazer nada. É isso que queremos para o nosso Município? Não, não a APA. Nós imploramos a essa Casa de Leis, que faça valer o seu poder e faça parar com essa ditadura de decretos", desabafou Maurici. Jerri Eduardo Morais, vice-presidente da Associação dos Pescadores de Ubatuba, depois de reiterar o NÃO a APA, levantou umas questões que afligem a categoria: "Por que não vão fiscalizar, quando estão roubando nossos reversores, ou quando estão prendendo nossos pescadores? Não podemos nos esquecer que 80 por cento do Município é área de preservação. Mas, o ubatubano está acordando. Não adianta chegar lá embaixo, bonitinho, de sapatinho e dizer que vai fazer. Vai fazer nada! O que nós precisamos mesmo, é de uma Secretaria Estadual de Pesca e de saneamento básico", completou Jerri.
A comunidade pesqueira voltou para Ubatuba satisfeita com o apoio dos deputados, que se colocaram totalmente à disposição. Mas, a grande conquista do dia, foi a garantia de anulação do mapa de bordo para pequenas embarcações. A exigência do mapa estava vinculada à licença de pesca, o que dificultava grandemente a vida de muitos pescadores analfabetos.
Incansáveis na busca de melhorias, os pescadores foram nesta sexta-feira, 30, à Santos, para uma reunião com o Subsecretário de Desenvolvimento de Aqüicultura e Pesca do Governo Federal, Karim Bacha. Eles foram tratar da questão do subsídio ao óleo diesel e aparar algumas arestas para implantar o benefício em Ubatuba. Além disso, levaram um ofício, solicitando a unificação do defeso, a partir de primeiro de março de 2009 e a unificação das licenças de pesca para todos os tipos de camarão: sete barbas, rosa, branco, santana, barba russa. (Fonte: Assessoria do Vereador Jairo dos Santos)

Município tem a maior arrecadação de receitas da história da cidade

Ubatuba - A prestação de contas da Prefeitura, divulgada na última quarta feira, em audiência pública, revelou que nunca na história da cidade a administração municipal arrecadou tantos recursos, nos primeiros quatro meses do ano.
O total de receitas no primeiro quadrimestre de 2008 superou a marca dos R$ 56 milhões. O valor ficou mais de R$ 10 milhões acima do registrado no ano passado.
O crescimento fica mais evidente quando comparado no primeiro ano de gestão da atual administração (2005), quando a arrecadação ficou um pouco acima dos R$ 36 milhões, R$ 20 mi a menos do conseguido no início deste ano.
A secretária da Fazenda Municipal, Vera Ramos, aponta que o crescimento dos valores nestes anos tem dois motivos principais. “A prefeitura vem intensificando a captação de recursos de outras esferas, por meio de convênios, além de fortalecer o setor de fiscalização e cobrança de tributos.
Estas duas iniciativas permitiram este acréscimo nas contas, que deve continuar acontecendo nos próximos anos”, ressalta a Secretária Vera Ramos, acreditando que a arrecadação poderá, inclusive, superar o próprio orçamento para 2008.
A principal fonte de recursos ao cofre municipal continua sendo o IPTU. Neste primeiro quadrimestre, o Imposto Predial e Territorial Urbano de Ubatuba, representou mais de 30% de toda a arrecadação registrada pela prefeitura, ficando um pouco acima dos R$ 17 milhões. Outro fator positivo, com o aumento na arrecadação, foi o crescimento do dinheiro empenhado pela prefeitura.
O melhor exemplo está no valor destinado ao setor da educação, neste início de 2008. Segundo a prestação de contas, a Prefeitura já investiu no ensino, neste quadrimestre, mais de 70% do total empenhando durante todo o ano de 2005. Todos os números referentes às contas municipais foram expostos durante a audiência pública para prestação de contas do 1º quadrimestre de 2008.
A explanação sobre todas as receitas e despesas da Administração foi feita pela Secretaria Municipal de Fazenda, Vera Ramos. A prestação de contas por meio de audiências públicas é uma determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal. (Fonte: Imprensa Livre)

Flagrante de embriaguez perto do forró

Ubatuba – A Polícia Militar se deparou com um Fiat Uno abandonado no meio da rua, no Centro de Ubatuba.
A estranheza do fato é que o carro havia batido numa moto estacionada no local e sido deixado na via. A PM começou a procurar o responsável e, encontrou vagando pela rua Salvador Correia, região central, perto de uma casa de forró, o comerciante L.C.G.O., de 58 anos.
Com uma garrafa de bebida nas mãos, ele caminhava sem rumo. Segundo informações da polícia, os documentos do veículo do comerciante também estavam vencidos. No momento do fato, L.C.G.O., nem percebeu o que estava acontecendo.
A embriaguez é um crime afiançável, portanto, L.O., voltou pra casa, sem a garrafa de bebida e com o compromisso de corrigir a situação dos documentos e se responsabilizar pelos gastos com a motocicleta. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeitura reforma e amplia cemitério da Maranduba

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba, por meio da Administração Regional Sul, está reformando e ampliando o cemitério do bairro Maranduba, atendendo a uma antiga reivindicação da comunidade local e dos bairros adjacentes, como Caçandoca, Tabatinga, Sertão da Quina, Rio da Prata, Lagoinha e Araribá.
Segundo o administrador da Regional Sul, César Góes (Cerol), estão sendo construídas calçadas externa e interna para melhor atender a população. “Além disso, temos o velório municipal que fica ao lado da Regional Sul e a antiga capela do cemitério está sendo reformada e recebendo nova pintura”, afirma Cerol, dizendo que o muro também receberá reforma completa.
As obras tiveram início na última quarta-feira, 28, e devem ser concluídas em duas semanas. Para a dona de casa Zélia Cardoso, 71 anos, “esta obra foi uma boa iniciativa da prefeitura, pois melhoram o local, conservando a parte externa e interna do cemitério. Em comparação com as outras calçadas, está ficando ainda melhor, mais bonito e mais seguro”.
“A Regional Sul está em fase de intensos trabalhos e a população, os comerciantes e todos que aqui residem e visitam, de uma forma ou de outra, acabam participando de nossas ações. As pessoas entendem quando questões ambientais ou de força maior, impedem nosso atendimento e isto tem sido muito importante, principalmente porque o prefeito Eduardo Cesar tem dado todo respaldo para esta região”, esclareceu o administrador.
Para o prefeito de Ubatuba, Eduardo Cesar, “com a reforma e ampliação do cemitério da Maranduba, os moradores da região sul poderão sepultar seus entes queridos com muito mais dignidade”. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Banda Lira realiza sorteio de prêmios para comprar instrumento musical

Ubatuba - A Banda Sinfônica Lira Padre Anchieta está realizando um sorteio de prêmios, em parceria com a Aduba, para financiar a compra de um sofisticado instrumento musical de percussão, chamado tímpano. O evento acontecerá no próximo dia 8, domingo, a partir das 15h, na sede da Aduba.
As cartelas estão à venda com os músicos da banda, antecipadamente, a R$ 5,00 e dão direito a concorrer a todos os prêmios. Na hora, o valor da cartela será R$ 10,00. Os prêmios serão: dois celulares, dois ventiladores, uma camiseta , dois liquidificadores, uma batedeira e uma TV de 20 polegadas. A sede da Aduba fica na esquina da Rua Liberdade, com a Rua Paraná, no centro da cidade.
Apresentação da Banda Lira -
Os admiradores da boa música poderão assistir a uma apresentação da Banda Sinfônica Lira Padre Anchieta, gratuitamente, neste sábado, 31, às 20h30, na Praça Exaltação da Santa Cruz, em frente à Igreja Matriz. A apresentação faz parte do projeto “Música na Praça”, promovido pela Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba (Fundart). (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Ubatuba realiza Semana do Meio Ambiente
Durante toda a semana, acontecerão atividades diversas voltadas para a educação e preservação do meio ambiente. O secretário estadual Xico Graziano virá a Ubatuba para fazer o lançamento de um projeto estadual

Ubatuba - Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, a cidade de Ubatuba terá uma semana inteira de eventos, por toda a cidade. Entre os destaques, está a presença do secretário estadual de Meio Ambiente, Xico Graziano, que virá à cidade com sua equipe para atender à comunidade, sobre assuntos relacionados à sua pasta. Também acontecerão palestras diversas, atividades com estudantes, doação de mudas de árvores, entre outras. A programação terá início no próximo dia 3 e se estenderá até o dia 6.
O evento é resultado da parceria entre a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, além de órgãos ambientais do Litoral Norte, ONGs e Agenda 21.
Secretaria Estadual em Ubatuba - O secretário estadual de Meio Ambiente, Xico Graziano estará em Ubatuba no dia 3, terça-feira. Ele fará o lançamento estadual do Projeto Operação Pente-Fino, que consiste em visitar as cidades, atendendo às demandas das comunidades. O atendimento itinerante terá como alvo os presidentes de associações de bairro, representantes de ONGs, vereadores e comunidade em geral e será feito por diretores, coordenadores e técnicos da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo.
Em Ubatuba, esta atividade acontecerá em dois locais: no período matutino, a partir das 9h30, a equipe estará na Escola Municipal Marina Salete Nepomuceno do Amaral, que fica na Rua Raposo Tavares,16, no bairro Perequê-açu. Na parte da tarde, o atendimento acontecerá na região sul, a partir das 13h30, na Escola Municipal Nativa Fernandes Faria, situada na Rua José Pedro,80, no bairro Sertão da Quina.
Distribuição de mudas - No dia 4, quarta-feira, das 10h às 16h, o Calçadão da Avenida Maria Alves será ponto de distribuição de mudas, sementes e material informativo voltado para a educação ambiental. Os parceiros nesta atividade são: Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte, Agência Ambiental Ubatuba, Projeto Tamar/Ibama, Agenda 21, Sanepav, Ubatubabirds, Fundac, Cooperativa Educacional de Ubatuba, além das ongs Cemar, Associação Cunhambebe, Ipema, Instituto da Árvore e Instituto Bicho-Preguiça.
Atividades de campo e palestras - No dia 5, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em parceria com a Agenda 21, realizará, na parte da manhã, atividades de campo, voltadas para professores e alunos da rede de ensino do município. Os alunos irão colaborar com o plantio de mudas e saber sobre a importância da vegetação que nasce nas areias das praias, chamada jundu. Alunos especiais da Escola Municipal Presidente Tancredo Neves irão para a Ilha Anchieta para praticar a observação de aves. No período da tarde, alunos e professores participarão de palestras sobre as atividades da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, sobre a mata ciliar, observação de aves e jundu e também sobre a Agenda 21 do Litoral Norte.
As palestras acontecerão no Auditório da Escola Municipal Tancredo Neves. Os interessados podem se inscrever na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, até o dia 2, segunda-feira.
Conhecendo os órgãos ambientais - No dia 6, os órgãos ambientais do Litoral Norte se apresentarão para professores, presidentes de associações de bairros e representantes de ONGs, falando sobre suas competências e atribuições. O evento acontecerá no auditório da Escola Municipal Tancredo Neves, a partir das 8h.
Às 8h30 será a vez da apresentação da Coordenadoria de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo por Rosa Mancini. Às 9h, Ricardo de Azevedo Lourenço falará sobre a Agência Ambiental-DEPRN. Às 9h30, o tenente Alexandre de Oliveira Guimarães falará sobre a Polícia Militar Ambiental de Ubatuba.
Às 10h30, a promotora Elaine Taborda discorrerá sobre Ministério Público/GT-MPOA. Às 11h, Lucila Pinsard falará sobre a Fundação Florestal; às 11h30 João Carlos de Carvalho Milanelli ministrará palestra sobre Agência Ambiental-Cetesb. As inscrições podem ser feitas antecipadamente na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, até o dia 2 de junho. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Esporte ganhará impulso na Região Norte de Ubatuba
Reforma de campo e criação de escolinha de futebol beneficiam comunidades dos bairros Ubatumirim e Promirim

Ubatuba - O secretário de Esportes e Lazer da Prefeitura de Ubatuba, Bittencurt Jr. e o administrador da Regional Norte, José Roberto Júnior, visitaram algumas praças esportivas da Região Norte na última quinta-feira, 29. No Sertão do Ubatumirim, foi constatada a precariedade no campo que atende à comunidade e em breve o local receberá melhorias. “A comunidade pediu melhorias no único espaço destinado ao esporte no bairro. Aos fins de semana é grande a procura pelo campo, com equipes na fila para jogar. Enviaremos a máquina para nivelar o campo e em parceria com a comunidade o gramado será colocado. Todos terão mais motivação para jogar aqui”, disse o administrador da Regional Norte.
Já no Sertão do Promirim foram acertados os últimos detalhes para implantação da escolinha de futebol no local. “Nos próximos dias daremos início aos trabalhos de mais uma unidade de ensino esportivo em Ubatuba, atendendo às determinações do prefeito Eduardo César, que anseia ver cada vez mais a descentralização do esporte em Ubatuba”, disse Bittencurt. A Escolinha de Futebol do Sertão do Promirim funcionará na Praça de Esportes Tiãozinho Oliveira. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Hortas suspensas fazem sucesso em Ubatuba

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba, por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento, realizou, no último dia 27, mais uma edição do Curso de Hortas Suspensas, como alternativa para áreas urbanas, com o agrônomo Jefferson Castilho. Na mesma ocasião, os participantes puderam assistir a uma palestra sobre Alimentação e qualidade de vida, com a nutricionista Luana Tozaki. O curso é um verdadeiro sucesso e há uma fila de espera para realizá-lo. Já está prevista uma nova edição para o primeiro semestre de junho, com local, dia e hora a serem definidos.
Durante a palestra foram abordados temas como a importância da alimentação para a qualidade de vida, ressaltando os perigos da alimentação moderna, que é pobre em vitaminas e minerais e rica em gorduras e açúcares. A parte prática do curso consiste em montar as hortas suspensas em garrafas PET.
Segundo a nutricionista Luana Tozaki, uma das alternativas para se ter uma alimentação saudável é poder consumir alimentos cultivados em uma horta própria. “Quando cultivamos hortaliças em casa, temos a garantia de ser um alimento livre de agrotóxicos e com maior quantidades de nutrientes. A horta suspensa é uma ótima alternativa para as áreas urbanas, sendo uma forma prática para quem possui um pequeno espaço.”
Serviço - Quem tiver interesse em participar do curso deve entrar em contato com a Smapa para se inscrever. O telefone é: 3833-2528. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Procon atenderá em novo espaço e com novos telefones

Ubatuba - O Procon (Órgão de Defesa do Consumidor) de Ubatuba atenderá em novo espaço a partir da próxima segunda-feira, 2 de junho. A nova sala fica no Paço Municipal, próximo à Secretaria de Arquitetura. Tal mudança se faz necessária tendo em vista que nas antigas instalações do Procon, no prédio anexo ao Paço, será instalada uma unidade do Acessa São Paulo, com inauguração prevista para a primeira quinzena de junho. O Acessa São Paulo é um programa de inclusão digital do Governo do Estado de São Paulo, que oferece para a população acesso gratuito e livre à internet.
A nova sala do Procon fica na Avenida Dona Maria Alves, 865, centro e os novos telefones serão (12) 3834-1036, 3834-1009 e 3834-1050. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Escolas da Região Norte promovem encontro para troca de experiências profissionais
Secretaria Municipal de Educação reúne todas as unidades escolares da Região Norte para iniciar um trabalho de troca de experiências entre seus profissionais

Ubatuba- A Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Ubatuba realizou nesta sexta-feira, 30, o 1° Encontro das Escolas da Região Norte do Município, na sede da EM José Belarmino Sobrinho, no bairro do Poruba. O objetivo deste primeiro encontro é que seja implantada uma prática de troca de informações sobre as realidades existentes em cada escola, e seus métodos de aprendizagem, de avaliação e de superação frente às dificuldades de aprendizagem pelos quais passam alguns alunos.
Participaram deste encontro todos os professores e as diretoras das escolas municipais José Belarmino Sobrinho, do Poruba, Iberê Ananias Pimentel, da Picinguaba, Manoel Inocência A. dos Santos, do Sertão do Ubatumirim e também da escola do bairro do Camburi. Também estiveram presentes as supervisoras Flávia Comitte Nascimento e Akemi Matsuoka e os professores Jorge Ivan e Maria do Carmo Benício da Oficina Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação.
O secretário municipal de Educação, Arnaldo da Silva Alves, iniciou o encontro falando sobre a importância da execução de uma ação como essa, seguido pela supervisora Flávia que participou aos presentes os objetivos deste encontro. “Todo esse conjunto de ações tem por finalidade o desenvolvimento de um plano de ações conjuntas para a melhoria da qualidade de ensino na região”, destacou.
Resultados - A diretora das escolas municipais de ensino fundamental, de 1ª a 4ª série, do Sertão do Ubatumirim, do Camburi e da Picinguaba, Cati Maria Caromano, fez uma breve apresentação de sua realidade escolar e dos projetos nos quais essas três unidades de ensino estão envolvidas. Em seguida, Ana Maria Belarmino, diretora da EM. José Belarmino Sobrinho, que atende alunos da 1ª a 8ª série do Ensino Fundamental, falou sobre a realidade dessa unidade escolar e ainda apresentou os projetos nos quais a escola está envolvida e os resultados obtidos no primeiro bimestre deste ano letivo.
Ao final, foi aberto um espaço para proposições de ações conjuntas entre as escolas daquela região, sendo considerado pelos membros da Secretaria de Educação, positivo o resultado deste primeiro encontro da região norte. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Prefeitura realiza obras para encerramento das atividades do aterro sanitário de Ubatuba
O encerramento do aterro e conseqüente transbordo do lixo trarão para o município um enorme ganho ambiental

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba está trabalhando intensamente para que o aterro sanitário do município possa ter suas atividades encerradas em um prazo de até seis meses. De acordo com o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, João Paulo Rolim, “a situação do lixo em Ubatuba, como no mundo inteiro, é uma questão extremamente delicada e um dos maiores desafios que o prefeito Eduardo Cesar encontrou. Estamos buscando solucionar o problema, conforme orientação dos órgãos ambientais”.
A busca da prefeitura por uma solução para a questão que envolve o aterro começou em 2005, quando um relatório preliminar indicou que o local não suportaria mais 3 ou 4 anos de funcionamento. “A situação ambiental estava precária e existia uma série de exigências que a Cetesb pedia que fossem implantadas. Porém, sabemos que estes procedimentos possuem altos custos”, explica João Paulo.
Desta forma, a prefeitura, buscando viabilizar os procedimentos, conseguiu equacionar a questão financeira e foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta com a Cetesb, possibilitando o encerramento das atividades do aterro e tomando as providências técnicas para o passivo ambiental, que está no local há mais de 20 anos. “As obras para o encerramento do aterro são de uma importância ambiental inigualável”, acrescenta o secretário de Obras.
Procedimentos - Alguns procedimentos estão sendo tomados como parte do processo de finalização das atividades do aterro: será providenciada a estabilidade do maciço de lixo, com retaludamento para evitar deslizamentos; colocação de tubos e canaletas de concreto em toda a área do aterro para condução das águas pluviais; drenagem dos gases poluentes que atacam a camada de ozônio; será realizado monitoramento para controle da poluição, com poços de investigação para coleta de água do lençol freático; plantio de vegetação de pequeno porte ou rasteira em toda a área; coleta de amostras, através de monitoramento periódico do Rio Grande (à montante e à jusante) para identificar o grau de poluição do rio; término da construção da estação de tratamento do chorume (líquido com alto grau poluente, resultante da decomposição do lixo orgânico), que será coletado, pré-tratado e encaminhado para a Sabesp para tratamento final e término da construção da estação de transbordo do lixo.
Quando as obras estiverem finalizadas, o lixo deverá ser enviado para outro município, provavelmente no Vale do Paraíba, que deve ser definido através de concorrência pública (que será aberta na próxima semana). “Temos uma produção anual de aproximadamente 27 mil toneladas. Todo este montante deverá ser enviado para fora do município, com o encerramento das atividades do aterro”, explica João Paulo Rolim.
Situação atual - Ainda de acordo com o secretário municipal de Obras, a questão do lixo em Ubatuba, hoje, está de certa forma positiva, em comparação à maioria dos municípios brasileiros, já que o lixo tem sido coberto diariamente, diminuindo os vetores e o odor desagradável. “Com a cobertura e o tratamento do chorume, o odor tende a zerar. Tendo em vista o encerramento do aterro, a prefeitura está se incumbindo dos procedimentos licitatórios da operação de transbordo para que haja tempo hábil no cumprimento dos prazos e para que a cidade consiga ter o encaminhamento de seus resíduos de acordo com todas as normas preconizadas pela Cetesb”, disse João Paulo Rolim, que agradeceu a equipe da Cetesb, em especial o gerente regional João Carlos Milaneli e o engenheiro Fernando Wolmer, “pessoas fundamentais nesta parceria”.
As obras para finalização das atividades do aterro sanitário estão sendo custeadas com recursos próprios municipais, na ordem de R$ 1.583.842,19. Para a coleta e tratamento do chorume, a prefeitura conta com a parceria do Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte – CBH-LN, com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro).
Para o prefeito Eduardo Cesar, “será um sacrifício financeiro, mas teremos um ganho ambiental muito grande. Vivemos em uma cidade turística, que tem 80% da Mata Atlântica preservada, por isso este esforço enorme da prefeitura em manter nosso patrimônio”. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Empresa de cruzeiros marítimos confirma escalas em Ubatuba para 2009
Navios temáticos como Fitness & Adventure e o Singles farão escalas em Ubatuba na próxima temporada, em janeiro e fevereiro respectivamente

Ubatuba - Depois das paradas experimentais de 2008, a cidade de Ubatuba entra oficialmente no roteiro de escalas da empresa Island Cruises. A Sun & Sea, representante oficial da empresa no Brasil, divulgou as datas e os roteiros que serão oferecidos para a próxima temporada, onde estão incluídas três paradas do navio Island Escape em Ubatuba.
As paradas com o Island Escape terão início em janeiro, dia 22, com o tema “Fitness & Adventure”, ou seja, um cruzeiro voltado para atletas e praticantes de esportes de aventura. Para comemorar esta data especial - será a primeira parada oficial de um navio de cruzeiro em Ubatuba -, será realizada uma regata com veleiros de 23 a 26 pés, onde 10 barcos levarão 40 convidados para uma competição em alto mar.
Já em fevereiro, os solteiros terão vez, pois no dia 19 chega a Ubatuba o cruzeiro dos “singles”, recheado de muitas atividades de entretenimento e diversão. A terceira parada será em março, dia 5, em um cruzeiro normal de quatro dias, com escalas em Búzios e Ubatuba. “Agora estamos aguardando a confirmação de outras empresas que deverão fazer paradas experimentais em Ubatuba no início de 2009, a exemplo do que fez a Island Cruises este ano, explica o secretário de Turismo, Luiz Felipe Azevedo.
Cruise Day - No sentido de fortalecer a presença de Ubatuba no mercado de cruzeiros, a Prefeitura Municipal de Ubatuba, através da Secretaria de Turismo, com o apoio integral da Associação Comercial, irá participar do mais importante evento nacional sobre cruzeiros, o Cruise Day. Trata-se de uma feira de um dia, voltada para os agentes de viagem, tendo como expositores as operadoras, os destinos, os terminais de passageiros e outras empresas do trade, além da realização de um workshop com as últimas novidades do mercado. O evento será no hotel Renaissance, em São Paulo, dia 13 de junho, das 8 às 18h30.
Também será uma oportunidade de oferecer Ubatuba como destino a outras empresas do mercado. As empresas Costa, MSC e CVC cruzeiros já realizaram suas vistorias em Ubatuba e demonstraram grande interesse pela destinação.
Caminho certo - Ahmad Khalil Barakat, presidente reeleito da Associação Comercial, acredita muito na evolução do turismo municipal através das escalas de navios. “Acompanhamos as paradas experimentais em 2008 com muita ansiedade, e tudo correu muito bem, tanto é que agora já fazemos parte do mercado nacional. Vamos continuar a acreditar e incentivar a vinda dos cruzeiros para Ubatuba”, enfatiza Ahmad.
Para o prefeito Eduardo César, isto demonstra que Ubatuba está no caminho certo: “nossa missão é o fomento e a profissionalização do turismo municipal. A volta dos navios, agora em caráter oficial, demonstra que fomos aprovados, e que este segmento só tende a crescer em nossa cidade”, completa Eduardo. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Prefeito assina TAC para concessão de títulos de lotes no Parque Guarani
A assinatura do documento faz parte do Programa de Regularização Urbanística e Fundiária que a Prefeitura de Ubatuba está implantando no município; já estão sendo construídas moradias populares para abrigar as famílias que residem em áreas de risco

Ubatuba - O prefeito de Ubatuba, Eduardo Cesar, esteve no Fórum, nesta sexta-feira, 30, para a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público, que prevê a regularização fundiária do Parque Guarani. Ou seja, a partir da assinatura deste documento, os moradores do bairro poderão receber os títulos dos lotes em que residem, regularizando a situação.
Também assinou o documento o secretário municipal de Cidadania e Desenvolvimento Social, Claudinei Salgado; com a presença dos secretários municipais de Arquitetura e Urbanismo e de Assuntos Jurídicos, além de representantes da Cetesb e do DEPRN.
Com o TAC, a prefeitura se compromete a promover a regularização dominial, ou seja, a concessão do título da terra aos moradores do Parque Guarani, uma conquista aguardada há mais de 30 anos. Além disso, a prefeitura se compromete a realizar a arborização do bairro, a recuperação da área de preservação permanente e a construção de apartamentos para relocação das famílias que vivem às margens do Rio Tavares. O documento prevê ainda implantação de rede coletora de esgoto no bairro.
Conquista inédita - “Com a assinatura do documento, já é possível registrar o projeto de regularização no cartório de registro de imóveis. Esta é uma conquista inédita, que os moradores do Parque Guarani esperavam há décadas. Desta forma, todo morador terá um documento provando ter o direito real daquele pedaço de terra. Para isto, foi necessária a individualização das contas de água e energia elétrica”, conta o secretário de Cidadania e Desenvolvimento Social, Claudinei Salgado, que agradeceu o promotor Fábio Rodrigues Franco, que, “desde 2007 vem nos ajudando e não mediu esforços para que, juntos, alcançássemos este resultado”.
O prefeito Eduardo Cesar também reconheceu e agradeceu o promotor: “a vinda do Dr. Fábio para cá representou um ganho enorme, não só para Ubatuba, mas para todo o Litoral Norte. Por isso não podíamos deixar de agradecer a ele, neste momento tão importante para todos nós e para os moradores do Parque Guarani”.
Construção de moradias - A assinatura do TAC faz parte do Programa de Regularização Urbanística e Fundiária que a Prefeitura de Ubatuba está implantando no município e cujo projeto piloto está sendo o Parque Guarani. Criado pela atual administração, o programa visa regularizar núcleos habitacionais e evitar a ocupação desenfreada e irregular no município, especialmente em áreas de proteção ambiental ou de risco.
O Parque Guarani está sendo alvo de outra conquista inédita: a construção de moradias populares para abrigar famílias que residem em área de risco, com recursos próprios da prefeitura. Serão seis blocos de oito apartamentos cada, totalizando 48 novas moradias que serão construídas no próprio bairro, que hoje conta com 330 famílias.
Além de inédito em Ubatuba, o Programa de Regularização Urbanística e Fundiária da Prefeitura permitiu que o Parque Guarani se tornasse também a primeira ZEIS (Zona Especial de Interesse Social) do município, o que irá permitir uma série de benefícios para a comunidade.
Para o prefeito Eduardo Cesar, em apenas três anos, conseguir concluir um projeto desta natureza, é uma vitória que merece ser muito comemorada. “Estamos muito felizes de conseguir regularizar um bairro inteiro e ainda poder construir novas moradias para as pessoas que hoje residem em áreas de risco e vivem na iminência de verem seus lares destruídos por uma chuva mais forte”, diz o prefeito. Eduardo Cesar lembra ainda que se trata de um programa muito audacioso, que no início recebeu críticas quando da sua primeira fase, que foi o congelamento, mas que hoje é aplaudido por muitos, sendo inclusive servido de modelo para outras cidades, como Ilhabela, por exemplo. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Cinema: SEMANA DE 30/05 A 12/06/2008
Lançamento Mundial
Um filme da Lucas Fim , dirigido por Steven Spielberg com Harryson Ford
Indiana Jones e o reino da caveira de cristal.
ás 16:30 - 18:50 - 21:10hs
cineporto@hotmail.com

Poesia Topo

Sinais humanos

Que risos riam,
que choros choravam,
que tristezas guardavam,
que alegrias externavam,
que cirandas bailavam,
que jongos jogavam,
os homens, as mulheres,
os escravos e patrões
dos séculos passados?
Quem quiser saber
que vá perguntar
às árvores e cipós
que abraçam as ruínas
das paredes e colunas
da Fazenda Lagoinha.

Pássaros de minha terra

Qualquer um pode escutar,
mas onde achar
o pássaro alma de gato
no meio do mato?
Qualquer sabe olhar,
mas quem há de acompanhar
o risco do vôo
do passarinho beija-flor?
Qualquer um pode sentir,
mas quem poderá explicar
a melancolia do canto do Sem-Fim
e tanto sentimento
em um só passarim?

Pássaros de minha terra

Qualquer um pode escutar,
mas onde achar
o pássaro alma de gato
no meio do mato?
Qualquer sabe olhar,
mas quem há de acompanhar
o risco do vôo
do passarinho beija-flor?
Qualquer um pode sentir,
mas quem poderá explicar
a melancolia do canto do Sem-Fim
e tanto sentimento
em um só passarim?

Félix Cabral

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Nota de Esclarecimento

Sobre o texto “Associação dos Aposentados” publicado na edição nº 1979 do Guia Litoral Virtual, do dia 30 de maio de 2008, na seção Carta do Leitor, pelo comunicólogo Jorge Lee, membro do diretório do PTB, esclarecemos que a Associação dos Aposentados de Ubatuba não teve qualquer participação em sua elaboração, cabendo ao seu autor toda a responsabilidade. Caso algum outro veículo de comunicação também publique o texto, solicitamos que faça valer esta nota de esclarecimento. Quanto ao conteúdo publicado, ele expressa a verdade dos fatos.

PTB - Partido Trabalhista Brasileiro
Ubatuba, SP

Patinação

Estou escrevendo para sugerir uma matéria sobre o lindo trabalho como voluntários que a Sandra e o Ivam estão esfetuando em São Sebastião, oferecendo treinos em Patinação Artística.
Façam uma visita!!! Vale a pena conhecer!!!
Local: Quadra da Vila Amélia
Horários: Terça, quinta e sexta das 18:00 h as 20:00 h.
Vejam o Blog: http://blog.clickgratis.com.br/rollersanseba/
Saudações Plenas

Thais
São Sebastião, SP

Câmara Municipal de Ilhabela votará projeto que pretende comprometer prefeitos com um plano de governo detalhado

Na próxima segunda-feira, 2 de junho, acontecerá na sessão plenária da Câmara Municipal de Ilhabela a votação do Projeto 01/2008, proposto pelo Movimento Nossa Ilha Mais Bela em novembro de 2007, com base em iniciativas similares realizadas com sucesso em cidades como São Paulo e Bogotá.
O projeto prevê que os próximos prefeitos eleitos deverão apresentar, em até 90 dias após a posse, um Programa de Governo detalhado, baseado em metas e indicadores e compatível com as propostas de seu programa eleitoral. O cumprimento deste programa será acompanhado pela Câmara Municipal através de uma prestação de contas semestral e poderá ser avaliado pela sociedade civil, já que os dados relativos serão divulgados periodicamente.
O projeto tem como objetivos:
Promover maior compatibilidade entre os programas eleitorais e os programas do prefeito eleito, valorizando e qualificando o exercício do voto.
Permitir à população de Ilhabela a avaliação e o acompanhamento das ações, programas e serviços realizados pelo Poder Executivo Municipal durante cada mandato.
Aperfeiçoar a eficiência da gestão pública municipal, que passará a trabalhar com indicadores e metas a serem atingidas no final de cada gestão.
Melhorar a gestão e a qualidade dos gestores das políticas públicas, já que estarão comprometidos com o cumprimento das metas.
Melhorar a qualidade dos indicadores e dos instrumentos de avaliação e acompanhamento das políticas públicas.
Serviço:
A votação do projeto é um importante passo em prol da Democracia Participativa em nosso Município, e por isso convidamos a imprensa local a prestigiar, registrar e divulgar o evento.
Data: 02 de junho de 2008
Horário: 18 horas
Local: Câmara Municipal de Ilhabela -
Mais informações ou entrevistas poderão ser solicitadas pelo telefone 12 3896 3015 com Leda, ou pelo e-mail secretaria@nossailhamaisbela.org.br  .
Atenciosamente,

Movimento Nossa Ilha Mais Bela
Ilhabela, SP

Cães nas praias

Várias reportagens referente ao assunto, estão levando a reflexão das pessoas de bom senso em ter o seu animal protegido em seu lar.
Este assunto, já foi exposto por mim neste veículo de comunicação, porém nenhuma atitude foi tomada pela Prefeitura, através de sua secretaria.
"Ubatuba quer usar kits para combater poluição de praias". E os animais? Quando alguém for mordido? Ou quando pegarmos uma doença?
Obrigado em poder utilizar este espaço democrático.

Mario Trindade
Perequê-Açú, Ubatuba, SP

Verba da Praia Grande

Gostaria de saber quando as obras da Praia Grande terão início, pois o mais difícil, que é a verba, a prefeitura ja tem.

Maria Elisa Delalibera Carvalho
elisa_delalibera@yahoo.com.br

O que está acontecendo no cemitério de Ubatuba?

Tenho observado as obras feitas pelo prefeito Eduardo César, em sua administração frente a Prefeitura de Ubatuba, e estou bastante satisfeito. As obras na Av. Iperoig, na praça 13 de maio, Santos Dumont, as escolas, ciclovias, entre outras coisas. Mas fiquei bastante chateado, quando fui ao cemitério do centro, visitar o túmulo da minha mãe, (D.Geny Bueno, funcionária publica, que ajudou a criar a biblioteca de Ubatuba) alias coisa que faço regularmente e deparei com uma placa no túmulo com os dizeres "tumulo irregular em processo de retomada".
Fiquei bastante chocado, pois o tumulo está bem conservado, pois tem uma pessoa que é paga para manter o tumulo sempre limpo e pintado. Gostaria de saber o que está acontecendo pois várias pessoas tem reclamado do mesmo problema. Sr. Prefeito, será que isso é de seu conhecimento? Afinal o que estão querendo, eu acho que, se há alguma irregularidade no tumulo, deveria ser mandado uma carta para a família constando qual a ou quais as irregularidades para que os familiares pudessem tomar as devidas providencias.

Francisco Bueno de Aguiar
fb.aguiar@ig.com.br

Arquivo Litoral Virtual 08/11/2007
Constrangimento e vexame em cemitério de Ubatuba

Espero que o Ministério Público Paulista, já tão devedor dos seus melhores serviços à comunidade pobre de Ubatuba, impeça mais essa violenta, vexatória e constrangedora "reintegração de posse", cuidando, entretanto, se esta se efetivar, ao menos pela realocação digna dos sepultados mortos, já que os miseráveis das periferias e sertões, que, por aqui, sepultaram-se em vida, não desfrutam de melhor sorte.

José Guerra Armede
Procurador de Justiça

Clique na seta abaixo e assista reportagem exibida pelo Jornal da Band 2º Edição em 07/11/2007:

Impressões que tenho, aqui do Vale

As movimentações em busca de alianças e apoios já se iniciaram há algum tempo. Uns saíram na frente, outros ainda buscam espaço, mas o certo é que a aproximação do prazo para a realização das convenções partidárias deve promover uma corrida pelas definições.
Alguns nomes são naturais nessa disputa: Eduardo César, o atual prefeito e que vai a busca da reeleição; Paulo Ramos, ex-prefeito e que vai a busca de um terceiro mandato.
Quanto ao primeiro, em uma visão particular, tem a seu favor um mandato que resultou em uma Ubatuba diferente. Claro que os opositores apontarão as mais diversas falhas (mesmo porque, uma oposição historicamente como a de Ubatuba, que quase nunca foi propositiva e sim crítica, e uma crítica pela crítica, apenas), mas quem olha de fora, sem a paixão partidária pode observar que as mudanças foram visuais e conceituais.
Hoje, há quatro anos de volta ao Vale, realizo meu trabalho em emissoras da região, em contato com políticos, empresários, profissionais liberais, ou seja, turistas que freqüentam Ubatuba corriqueiramente, e praticamente todos ressaltam o fato de Ubatuba ter apresentado, ao longo dos últimos anos, uma administração sóbria, com obras e sem escândalos. Eu, particularmente, acho que este é o maior mérito do atual prefeito, a retirada de Ubatuba das páginas policiais.
Mas voltando à análise, passemos agora ao segundo pré-candidato citado, o ex-prefeito Paulo Ramos. É um nome natural à sucessão, mas que tem contra si justamente o fato de ter sido responsável por grandes escândalos, que colocaram a cidade na mídia de forma bastante negativa, o que prejudicou em muito a imagem de um município de grande potencial turístico que precisa se manter em destaque de forma positiva; e olha que pelas naturezas naturais que possui, isso nem seria tão difícil assim. Fala-se muito que o povo tem memória curta. Até acho que sim, afinal, parece que muitos se esqueceram do escândalo do Passat, do grande bingo realizado nos anos 90 para a construção de um hospital que nunca saiu do papel; projeto irregular de doação de uma área para o sindicato dos funcionários públicos de Lorena; isso sem falar nos processos que ainda tramitam na justiça contra o ex-prefeito. Para este ano, para estas eleições, parece que a justiça eleitoral não vai aceitar a candidatura de
políticos que respondem a processos judiciais. Se isso ocorrer, o que seria bom (mas o que é pouco provável), o quadro muda e a disputa ganha outras configurações, e Ubatuba corre o risco de perder um de seus prefeituráveis, o que eu, particularmente, não vejo como perda, mas como um grande ganho.
Além desses dois nomes, surgem ainda algumas outras possibilidades. Uma delas é Sérgio Caribé, empresário, que desde a última eleição se coloca como possível candidato. Ocorre que ele se coloca como possível, mas não se define como tal. Neste caso, inclusive, a indefinição parece marca recente do PSDB, vide a situação de Alckimin nas últimas eleições presidenciais e na disputa, agora, pela prefeitura de São Paulo. Com a demora para que o PSDB local defina seu candidato - porque apesar da pré-convenção, sabe-se que circulam conversas sobre outros nomes do partido para concorrer à prefeitura, inclusive do presidente Rogério Frediani - demora-se também para o início da pré-campanha, o que pode acarretar prejuízos significativos. A coligação com o PTB parece interessante, mas Tato já observa toda essa indefinição e pode dar outro rumo aos acontecimentos. Aliás, a figura do Tato é interessante. Uma pessoa séria, inteligente, bem articulada, não há dúvidas. Só não consigo enxergá-l
o, ainda, como uma liderança política tão forte como ele e seu grupo se colocam. Afinal, de onde vem tanta representatividade? Confesso que ainda não descobri, pois não foi vereador, suas votações não foram tão expressivas, no passado. Está aí, algo que não consigo entender.
O PT pode lançar um candidato próprio. Maurício Moromizatto seria o nome. Aliás, um nome bastante interessante, mas talvez não neste momento. Como político, pelo pouco que conheço, me parece bastante sério. Como pessoa, não há dúvidas, um homem de caráter, o que é um atributo importante, nos dias de hoje. Salvo um engano de minha parte, porém, sua candidatura seria apenas um balão de ensaio para 2012. Sabemos que o PT tem uma militância forte (mesmo depois do desgaste do partido nos últimos anos), mas faltaria algo ainda para estas eleições. Talvez, esse balão de ensaio seja até uma precipitação. Um risco que deve ser calculado com carinho pelo partido.
Aliás, sobre isso, conversei com o presidente do PT em Taubaté, Salvador Soares, que é também o coordenador regional do partido nestas eleições. Gente muito boa, Salvador me confessou que já esteve em conversa com o prefeito Eduardo César e pelo que me pareceu, gostou do encontro e achou interessante a proposta de aliança feita, mas, ressaltou que a decisão do pré-candidato do partido está sendo respeitada e mesmo que o PT regional quisesse, Maurício hoje não admite de forma alguma a aliança. E olha que, neste caso, vejo com ressalvas uma posição radical. Me passa pela cabeça, neste instante, que se o vereador Charles Medeiros não tivesse sido tão radical, poderia ser o vice na chapa de Eduardo César este ano e o candidato natural à sucessão em 2012. Há atitudes que precisam ser tomadas com cuidado, pois o bom político é o que vê muito à frente.
Bem, são as impressões que tenho aqui do Vale d Paraíba. Se estão certas, ou erradas, não sei, só sei que são impressões e opiniões.
E para encerrar, lembro que no "volta que eu voto", só espero que Ubatuba não volte a freqüentar as páginas policiais. Melhor, que não volte, pra não correr o risco de receber votos e Ubatuba de tê-lo novamente no poder.

Ednelson Prado
Jornalista
ednelsonprado@srprado.com

A falta de informação leva à preocupação

Ficou claro que no artigo escrito pelo nosso amigo Tato e publicado, nesta semana, em veículos da Internet, ele foi vítima da desinformação. Desta forma, exprimiu uma forte preocupação com um possível descaso com que a Prefeitura de Ubatuba tem tratado os convênios estaduais e federais, que viabilizam o contingenciamento de verbas para obras essenciais ao município, o que não condiz com a realidade.
O fato é que esta administração conseguiu um salto histórico nas duas esferas. Nos repasses federais passamos de zero no período de 2001 a 2004 para 1,5 milhão no período 2005 a 2008. Quando falamos no âmbito estadual a diferença é brutal: passamos de 6,8 milhões para 13,7 milhões, isto somente em infra-estrutura excetuando-se as áreas de saúde e educação.
Corria um boato de que a prefeitura teria perdido uma verba de R$ 70 mil para serem investidos em pavimentação no Parque dos Ministérios. Especificamente neste caso, o sucesso desta administração ficou ainda mais evidenciado, já que estão licitados mais de R$ 300 mil para esta obra, cujos trabalhos começarão nos próximos dias. Também temos em processo de licitação outros R$ 500 mil, que concluirão o pavimento de todo loteamento.
Tudo isso, somado a uma cifra considerável de mais de R$ 8,5 milhões que já estão em processo de licitação cujas obras deverão ser iniciadas ainda este ano. Todas importantíssimas para nosso município, não só com enfoque turístico como a Reurbanização da Praia Grande (já com empresa vencedora) e a Sinalização Turística, mas outras tantas como uma praça no próprio loteamento Parque dos Ministérios; a pavimentação dos outros dois loteamentos da CDHU, Vilas - Sumaré e Suré (Taquaral); Pavimentação na Vila Santana e Rio da Prata; Marginais do Lazaro e do Perequê Mirim. Temos também a preocupação no combate ao movimento sazonal com a construção do Centro de Convenções, um trabalho que já tem o aval e a parceria do Sindicato dos Hotéis.
Às vezes, a rotina do dia-a-dia afeta nossa percepção. As obras realizadas em Ubatuba nos últimos três anos não são de papel. Basta dar um passeio pela cidade para perceber obras como a Praça Treze de Maio, a Avenida Iperoig, a orla do Perequê-Açu, as quadras poliesportivas, a construção do Corpo de Bombeiros e muitas outras...
O cidadão atento se surpreenderia ainda mais se visse os turistas desembarcando do Island Scape ou ao conhecer as 26 pontes construídas ou reformadas, inclusive a da Ressaca que já começou e não é de papel.
Tato, fique tranqüilo. Esta cidade não poderia estar em melhores mãos.

João Paulo Rolim
Secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos
Ubatuba, SP

Resposta ao jornalista que um dia morou em Ubatuba

O Partido Trabalhista Brasileiro de Ubatuba vem a público debater alguns pontos que considera equivocados no artigo publicado pelo jornalista Ednelson Prado, ex-morador do nosso município, na Revista “O Guaruçá – Ubaweb” no mês de maio.
Prezado Sr., Ednelson Prado, sua visão sobre a política do nosso município está extremamente distorcida, uma vez que o Sr. não mora, não tira o seu sustento e não precisa educar seus filhos em Ubatuba. Se o Sr. tivesse permanecido aqui, teria outro conceito quanto ao governo municipal que temos hoje.
O que nós do PTB não entendemos é porque o Sr. perde o seu tempo para elogiar uma administração que a maioria dos eleitores rechaça devido ao alto grau de inabilidade com as coisas do povo.
O nosso amigo e presidente do PTB em Ubatuba, Anderson José Rodrigues, o Tato, é sim um candidato que ainda não se elegeu e, talvez, seja esse um dos motivos pelo qual os filiados, amigos do diretório, pré-candidatos, deputados do estado e o maior líder político do PTB, o Deputado Campos Machado, vejam o seu nome não só como uma liderança, mas como sinônimo de renovação e honestidade, com aptdão para representar um povo carente de tudo, principalmente de homens sérios, que tenham respeito pela pessoa humana e que ajam com vergonha na cara.
Sr. Ednelson, sua inteligência é grande, como também deve ser sua consciência. Não é justo que o atual prefeito, que está com a máquina administrativa nas mãos, precise dominar toda a mídia regional para se reeleger, precise desestruturar os partidos concorrentes como tentou fazer, sem sucesso, com o PTB.
Pense nos amigos e cidadãos que o Sr. aqui deixou. Não tente ajudar a reeleger o sistema do PFL (DEM) que já governa Ubatuba há oito anos, primeiro com o governo anterior e agora com o atual. A população precisa entender que trocamos de prefeito, mas continuamos com a mesma filosofia recessiva de administração. O Sr. sabe muito bem que nesta cidade não há mais empregos, que o comércio está falido e que o povo anda de cabeça baixa. A atual administração pública municipal, mesmo que estivesse bem intencionada, não conseguiu suprir as necessidades mínimas a que o povo tem direito. Por isso, o povo quer DIAS MELHORES, quer o NOVO, nem que seja para experimentar, pois o que está aí deixou muito a desejar.
Se o Sr. Acredita tanto na atual gestão, explique porque o atual prefeito tenta “minar” os partidos de oposição à sua administração. Seria, talvez, por ele não acreditar tanto quanto o Sr. na própria capacidade? Quanto a Ubatuba não estar mais nas páginas policiais por escândalos, conforme sua observação em seu artigo, somente após o término do mandato da atual gestão, os cidadãos de bem terão condições de fazer uma avaliação a partir das considerações do Tribunal de Contas do Município e de outras análises sobre condutas.
Sobre a opção pelo nome Sérgio Caribé, essa ocorre por acreditarmos que é necessária a RENOVAÇÃO com respeito e conhecimento prático de administração, qualidades que nossos pré-candidatos, Caribé e Tato, têm de sobra. Tenha certeza de que o atual prefeito não conseguirá desestruturar o PSDB como vem tentando fazer, pois lá existem homens com sensibilidade política e vergonha na cara. Nós, do PTB, estamos unidos e caminhando rumo à vitória com Dias Melhores.

Partido Trabalhista Brasileiro – Ubatuba
www.ptbubatuba14.blogspot.com
www.ptb14ubatuba@hotmail.com

Absurdos e Ilegalidades sendo praticados

A LEI 9394/96 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, tantas vezes já citada, em seu Artigo 71 determina:
Artigo 71 "Não constituirão despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino aquelas realizadas com":
II "subvenção a instituições públicas ou privadas de caráter assistencial, desportivo ou cultural";
VI "pessoal docente e demais trabalhadores da educação, quando em desvio de função ou em atividade alheia a manutenção e desenvolvimento do ensino."
Nossas autoridades municipais fazem questão de ignorar esses dispositivos.
O Decreto, n° 4853, de 09-04-08, publicado, aos l9-04-08, pg. 10, do jornal "A Cidade", autoriza que, partes significativas do orçamento da Secretaria Municipal de Educação sejam repassadas em parcerias com a Secretaria de Esportes e Lazer.
A LEI FEDERAL, acima citada, proíbe que, verbas do ensino subvencionem "instituições públicas ou privadas de caráter assistencial, DESPORTIVO ou cultural". Conseqüentemente, o Decreto 4853/08, é ilegal e absurdo. Revoga, no âmbito municipal, Lei Federal específica da Educação Nacional.
Há informações que, professores contratados e remunerados pela Secretaria Municipal de Educação prestam serviços em programas, de última hora, coordenados pela Secretaria de Esportes e Lazer. Programas que nada tem a ver com o desenvolvimento e manutenção do ensino e que, além de nada ter a ver, atrapalham as escolas que lhes dão suporte e, supostamente, pagam professores e funcionários, sugam seus recursos e encarecem sua manutenção.
Cabe aos Senhores Vereadores fiscalizar e conferir a veracidade e a dimensão desses fatos exaustivamente comentados na cidade. Se confirmados, tomar as providências legais.
O desrespeito à legislação e os desvios das verbas da EDUCAÇÃO são as principais causas da péssima avaliação da Educação Brasileira, no âmbito mundial. Dia 29-05-08 foi publicado, "Relatório da UNESCO", que coloca o Brasil ocupando o 2° lugar em descontentamento do magistério de 1ª a 4ª séries. Nada menos que 83% (oitenta e três por cento) dos docentes trabalham descontentes. O leitor deve compreender que é um segundo posto nada honroso. Na hipótese, de abranger a pesquisa de 5ª a 8ª séries e o Ensino Médio, a situação seria pior.
São dados que exigem reflexão e mudança de rumos. Professor descontente não produz ou produz pouco.
O Relatório, dos técnicos do Tribunal de Contas -Exercício 2006-, registrara gastos indevidos no orçamento da Secretaria de Educação Municipal de Ubatuba e retrocessos significativos, entre 2004 e 2006, na educação municipal. O que esperar dos relatórios 2007 e 2008?.
VIVA UBATUBA. Sem dengue e sem caluniadores.

Corsino Aliste Mezquita
Ubatuba, SP

Assista a TV Litoral Virtual
Clique na tela abaixo para iniciar a transmissão

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Camaroeiro  © Emilio Campi

Barcos na Maranduba
© Luciano Cancelier

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor