Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 06 de Outubro de 2008 - Nº 2044 Edições Anteriores

Anuncie Aqui

Região
-


Caraguatatuba
Antonio Carlos é eleito para 3º mandato em disputa acirrada


Ilhabela
Colucci vence eleição em dia conturbado de ataques da oposição

São Sebastião
Ernane é o novo prefeito de São Sebastião

Ubatuba
Eduardo Cesar confirma vantagem das pesquisas e é reeleito com 60,16% dos votos

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

-


Notícias de Caraguatatuba Topo


Anuncie Noroeste News

Antonio Carlos é eleito para 3º mandato em disputa acirrada

Caraguatatuba - Com 50% dos votos válidos, o deputado estadual (PSDB) foi eleito em uma disputa acirrada. Os eleitores precisaram aguardar a contagem até a última urna para conhecer o novo prefeito da cidade. Dos 65.735 eleitores do município, Antonio Carlos conquistou o voto de 25.132, contra os 23.905 de seu adversário Aguilar (DEM), que ficou com 48% dos votos. O candidato do PSOL, Sidnei Lima ficou com 769 votos, 1% do eleitorado.. Votos brancos e nulos somaram 6% das escolhas.
As eleições ocorreram com tranquilidade sem registros de tumultos ou conflitos. Na escola onde o prefeito eleito vota, o clima era da tranquilidade.
Com poucas filas durante o período da manhã, distribuídas em dez seções, as salas de aula da escola foram transformadas em espaço para o exercício da cidadania. A assistente técnica da zona eleitoral 206, Marta Ribeiro de Siqueira, que também trabalhou na eleição de 2004, é funcionária pública do Fórum da cidade há 20 anos e nunca presenciou nenhuma “briga” dentro das escolas. “Eu fico aqui dentro. O movimento aqui é sempre tranqüilo. E alerta: “mas só não pode usar camiseta, porque é propaganda eleitoral”, referindo-se ao grande número de fiscais e eleitores que exibiam as camisetas na hora de votar.
A partir das 10h, o movimento aumentou trazendo eleitores de todos os perfis.
Dona Dalva Alves Santana, de 78 anos, é uma delas. Veio a passos lentos, mas com a certeza de participar do processo eleitoral. “Eu vou votar até morrer”, comemora a pernambucana, que vive há 15 anos em Caraguatatuba. Com 10 gestações e oito filhos vivos, vinha acompanhada de um deles e o neto. “Acho importante votar pra ver se melhora mais. O povo precisa de emprego”, comenta já com o candidato escolhido e a cola na mão.
As duas promotoras de vendas e irmãs, Impéria de Almeida Bueno e Adriana Alves de Almeida Tavares, de 38 e 36 anos, respectivamente, chegaram juntas ao colégio. Uma delas, a Impéria, transferiu recentemente o título para Caraguatatuba. Saiu de São José dos Campos em busca de tranqüilidade e esta é a primeira vez que vota na cidade. Como expectativa de melhoria para 2009, ela cita mudanças no setor da saúde: “Mudei meu voto, porque achei mais interessante, já que moro aqui. Espero que o próximo prefeito atue na saúde, porque aqui é um fracasso”, desabafa. A irmã Adriana também compartilha da mesma opinião: “Já passei mais de 5 horas na Santa Casa para ser atendida. Emprego a gente arruma, mas saúde não e convênio é muito caro”, diz.
Maria Lucineide de Paulo Grassi, enfermeira, de 42 anos, que estava acompanhada do marido e o filho, perdeu a ansiedade após o registro do voto na urna eletrônica. “Estávamos ansiosos”, confirma. “É o prefeito que vai interferir na sua vida. Ele rege nossas famílias também. Vai ter efeito sobre nossa família”, afirma. “É como escolher o marido! Se escolher errado, vai se dar mal”, disse olhando para o companheiro. Vivendo há 7 anos em Caraguatatuba, o casal deixou o agito de São Paulo pela qualidade de vida proporcionada pela cidade praiana. Mas ela cobra do próximo governante: “Eu espero que se invista em saúde e educação. A saúde está doente. E é preciso mais escolas e bons profissionais melhor remunerados”, diz. “Independente de quem seja, que faça o melhor pela cidade e pelo povo”, finalizou.
Durante todo o dia, uma equipe da polícia civil percorria as escolas da região central da cidade, onde se concentra o maior colégio eleitoral, conferindo a aplicação da lei eleitoral. “A gente intensifica a segurança por parte da polícia civil”, disse o delegado Wanderley Fernandes Martins Junior, que afirmou ser a eleição da tranqüilidade. Até ao meio dia, nenhuma boca de urna havia virado ocorrência na delegacia central da Polícia Civil de Caraguatatuba.
Por volta das 12h30, o candidato Antônio Carlos chegou ao local de votação acompanhado do filho, o vice, e a família. Cobiçado pelos eleitores, demorou no percurso até a urna.
O candidato à reeleição, José Pereira Aguilar esteve na EMEF Profª Antônia Ribeiro da Silva, poucos minutos antes do opositor, onde também visitou as escolas da região central.
Às 16h30, seguiu para o voto na urna eletrônica da Escola Estadual Avelino Ferreira, no bairro Porto Novo, onde a movimentação dos lados de fora e dentro da escola era intensa de fiscais e eleitores vestidos com as respectivas cores das coligações, amarela e verde.
Porém, nas 10 seções eleitorais, tudo parecia tranqüilo. Mercedes Bellazzi Raguza, diretora da escola há 2,5 anos, acompanha pela segunda vez a votação nesta escola. “Aqui é sempre tranquilo”, confirma.
A fiscal da justiça eleitoral, funcionária há 28 anos do Fórum, Alcione Ramos, de 55 anos, disse que é a primeira vez que trabalha nas eleições nesta escola. “Aqui o colégio é maior e foi tudo muito fácil, porque foi bem organizado pelo Tribunal”, comenta.
Segundo fiscais das duas coligações, o movimento maior de votação foi no período da manhã. “ Pela manhã a movimentação foi maior, mas a maioria foi amarela. A vitória é nossa!”, comemora a fiscal da Coligação Caraguá Melhor, Áurea Almeida, pedagoga, de 37 anos, que apóia o candidato Antônio Carlos. (Fonte: Imprensa Livre)

Apuração Prefeito
Apuração Vereadores

Notícias de Ilhabela Topo


Mazzei

Colucci vence eleição em dia conturbado de ataques da oposição

Ilhabela - O candidato do PPS, Toninho Colucci é o novo prefeito de Ilhabela eleito com 45,57% dos votos. A vitória veio sem a trégua da oposição, que tentou ganhar os votos do candidato até o último momento. Com 7.012 votos, o PPS assume o Executivo, seguido por Simões, que conquistou 5.309 votos e aparece nas urnas com 34,50%. Joadir ficou em terceiro lugar com 2.977 eleitores, o que equivale 19,34%. O desistente Luiz Lobo, mesmo desistindo do pleito levou 91 votos, menos de 0.60%.
O ambiente hostil durante toda a campanha eleitoral de Ilhabela prometia um dia 5 de outubro tumultuado, mas as ocorrências aconteceram em apenas alguns pontos e segundo a Polícia Civil, nada de grave ocorreu. Em todos os cantos da cidade se ouvia algum boato sobre confusões e o nome do candidato Toninho Colucci estava sempre presente. No início do dia um folheto foi distribuído na região Sul do município dando a informação de que a Justiça Eleitoral teria cassado a candidatura de Colucci.
De acordo com a publicação que trazia o número do CNPJ 10.086.391/001-62, a Justiça Eleitoral de São Sebastião teria determinado a cassação dos registros das candidaturas de Antônio Luiz Colucci. Ainda segundo o folheto, o pedido de cassação dos registros teve como base o fato do candidato ter distribuído brindes (bonés), o que caracterizaria “compra de votos”.
Para Toninho o CNPJ que consta na publicação é o da coligação “Ilhabela de Todos Nós”, do candidato Antônio Cajado Simões. Simões alegou desconhecer o assunto. “Fazemos apenas o que legislação determina”, justificou.
A reportagem entrou em contato com o Fórum de Ilhabela e se certificou que a informação não procedia e
Mais conflitos
Antes de votar o candidato também esteve envolvido com uma confusão na porta da E.E. Maria Gemma de Souza Oliveira. Por volta das 14h um de seus correligionários entrou correndo na instituição de ensino solicitando a presença da PM enquanto várias pessoas diziam que Toninho havia sido atropelado.
O policial foi até o local onde os curiosos já haviam feito um círculo, e resolveu o problema entre o motorista Ademir Paulo Persch, correligionário de Simões e candidato.
De acordo com Toninho, ele estava conversando com um outro policial quando o carro estava saindo esbarrou o retrovisor em seu braço. “Esse pessoal está me seguindo o dia inteiro, eu não posso fazer nada que eles estão atrás de mim”, disse.
Já o motorista alegou que veio até a escola para cumprir o seu papel de fiscalizador e quando foi manobrar o seu carro o candidato fingiu ter encostado nele. “Ele quis me tirar de circulação porque estava fazendo boca de urna. (Fonte: Imprensa Livre)

Apuração Prefeito
Apuração
Vereadores

Notícias de São Sebastião Topo

Anuncie

Ernane é o novo prefeito de São Sebastião

São Sebastião - Ernane Primazzi, do PSC, é o novo prefeito eleito de São Sebastião, com 54,43% (21.114 votos), contra 42,57% (16.511 votos) do atual prefeito Juan Garcia, PPS. Após saber de sua vitória nas urnas, o prefeito eleito de São Sebastião, Ernane Primazzi, fez ontem à noite o seu primeiro discurso após a vitória. “Quero avisar para ninguém se preocupar. Você que nesta eleição estava de outra cor, trabalharemos para conquistar seu voto”, disse Ernane em festa na Rua da Praia. De acordo com ele, as pessoas que não aderiram ao verde nessas eleições, não precisam temer. “Não haverá qualquer tipo de retaliação, fique despreocupados. Isso é democracia”, afirmou.
Ernane estava em cima de um carro de som, e já fez sua primeira promessa. “Voltaremos a ser a rainha do Litoral Norte”, anunciou, acrescentando que trará desenvolvimento para o município.
O vice-prefeito, Wagner Texeira, também discursou. “A partir de agora está decretado, todo 5 de outubro será o ‘Dia da Liberdade’. Livre de qualquer ditadura” anunciou. Ele acrescentou ainda que todos os que ontem depositaram sua confiança em seu trabalho podem ficar seguros. “Ninguém se arrependerá. Eu prometo!”, disse convicto.
Aplaudido, o novo vice-prefeito, a partir de 2 de janeiro do próximo ano, Wagner, desceu do carro de som, junto com Ernane, cumprimentou, abraçou e festejou com todos os que estavam presentes na Rua da Praia manifestando seu apoio ao novo candidato eleito. (Fonte: Imprensa Livre)

Apuração Prefeito
Apuração Vereadores

 

Notícias de Ubatuba Topo

O Guaruçá ACIU Anuncie

Eduardo Cesar confirma vantagem das pesquisas e é reeleito com 60,16% dos votos

Ubatuba - O Prefeito Eduardo Cesar foi reeleito neste domingo com 60,16% dos votos válidos em Ubatuba . Na segunda colocação apareceu o petista Maurício Moromizato que surpreendeu no final da campanha eleitoral, com 31,91%. Na terceira posição ficou o tucano Pedro Tuzino com 7,93% dos votos. Os votos recebidos por Paulo Ramos foram nulos, o que o colocou na última posição.
Os votos brancos e nulos somaram surpreendentes 37%, número que coloca a opção de não escolha por um candidato como a segunda mais votada em Ubatuba. Outro fator revelado pelos números oficiais é a grande quantidade de eleitores que não compareceram às urnas. A porcentagem de abstenção ao voto superou os 20% de todo o eleitorado da cidade. A apuração de votos na cidade de Ubatuba apresentou alguns problemas, o que dificultou a divulgação oficial dos números, que só ocorreu após a primeira hora de hoje. Segundo um funcionário do cartório eleitoral, o motivo da demora ocorreu em razão de um erro no envio dos dados referentes às justificativas dos eleitores.
Além disso, o cartório não possuía acesso à internet por banda larga e dependeu da confirmação do TSE para a liberação do resultado final. No entanto, mesmo na rede virtual a divulgação dos números apresentou problemas. Durante boa parte da divulgação em tempo real pelo site do Tribunal Superior Eleitoral, o candidato do PDT Paulo Ramos apareceu sem votos. O cartório não soube explicar durante toda a apuração o motivo da não apresentação dos números do ex-prefeito e alegou que a falha teria ocorrido no site do TSE. Na totalidade numérica dos votos válidos em Ubatuba, a situação ficou da seguinte forma: Em primeiro Eduardo César do Democratas com 19.182 votos, em segundo o petista Maurício Moromizato, que recebeu 10.173 e por último o tucano Pedro Tuzino, que somou 2.528 votos. Ao todo, votaram na cidade de Ubatuba 55.967eleitores e deixaram de votar quase 13 mil cidadãos inscritos nos colégios eleitorais do município.
Paulo Ramos aparece sem votos durante apuração
Durante toda apuração o candidato do PDT, Paulo Ramos apareceu com número zerado de votos. Isso ocorreu pelo fato dele possuir pendências quanto ao registro da sua candidatura na Justiça Eleitoral. O processo ainda está em trâmite no TSE.
Mas, estes votos ainda podem ser considerados, se na decisão final, o parecer for favorável para Paulo Ramos.
Os eleitores não sabem os números que foram destinados ao candidato, que só serão revelados após a finalização de todo o processo eleitoral. Ubatuba foi a última cidade do Litoral Norte a concluir sua apuração. Durante este período, os correligionários aguardaram com expectativa os resultados. (Fonte: Imprensa Livre)

Apuração Prefeito
Apuração
Vereadores

Programação Cine Porto
Semana de 03 a 09/10/2008

Atenção : Toda quarta feira preço único R$ 4,00

Semana de 03 a 09 de outubro de 2008
"Zohan - O Agente Bom de Corte"
com Adam Sandler - Comédia!!!!!!
As 19:20 - 21:20hs

"Projeto Va ao Cinema"
Filmes Nacionais Preço único R$ 2,00
Sómente neste Sabado e domingo(Dias 4 e 5)
"Os Porraloquinhas"
Infantil!!!!!
as 15:30hs

"Noel - Poeta da Vila"
Drama!!!!as 17:30hs

cineporto@hotmail.com

Poesia Topo

Anuncie

Exposição a céu aberto

Tem gente que procura esculturas
só em museu e ateliê
e passa pelas artes da natureza
sem delas se aperceber.
Na Praia do Frade, por exemplo,
tem um frade que vigia o mar,
desconhecendo-se a finalidade,
desde o começo da eternidade.
Diante da foto daquela obra de arte
esculpida pelo mar,
já vi gente grande se admirar e debater
se o estilo é Rodin ou Victor Brecheret.


Um cavalo de nome Abstêmio

Trotando mais de légua
por trilha estreita e perigosa
que leva à praia isolada
com a carga vacilante
de seu dono embebedado
na carraspana domingueira,
contornando obstáculos,
equilibrando-se nas pirambeiras,
lá vai o cavalo abstêmio
uma cavalgadura mais ajuizada
do que seu dono boêmio,
que lhe deu esse nome
por pura caçoada.


Félix Cabral
 

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Votamos... acabou!

Terminou a grande competição que, de forma simultânea, aconteceu em todo o Brasil, neste dia 5 de outubro: as eleições. Essa contenda, para uns foi uma disputa pelo prazer e vocação, para outros foi uma batalha de vida e morte. Se compararmos a um jogo de xadrez, venceu aquele que utilizou a melhor estratégia. Se compararmos a uma luta de boxe, ganhou o mais forte de braço. Se compararmos a uma corrida de Fórmula 1, chegou ao fim aquele que teve a equipe técnica e mecânica mais preparada.
Política é um jogo, e no final acabamos sempre numa competição. Geralmente ganha aquele com a melhor estratégia e de maior força econômica. O povo está no meio dessa disputa junto com seus competidores. Muitos vão pela emoção, outros por interesse, alguns pela ideologia do partido, vários pela conscientização de melhorar. Nesse jogo acontecem as brigas, as amizades, difamações, os elogios, as discórdias, os acordos... Eleitos os candidatos, acabou a competição. Os resquícios ainda vão ficar, mais ou menos por uma semana, depois a vida volta ao normal. Ao povo, resta aquela vontade de ver a cidade se desenvolvendo, a saúde em bom estado, a educação com qualidade, a cultura sendo valorizada. Dos políticos espera-se trabalho para satisfazer os anseios do povo.
Nessa democracia cumprimos com o nosso dever. Votamos! Votamos para mudar, votamos para continuar; cada um com sua consciência e responsabilidade. Daqui pra frente o barco é um só; em mar revolto ou em mar de calmaria, estaremos dentro dele. Resta-nos ficar atentos às manobras de nossos comandantes.

Julinho Mendes
Ubatuba, SP

O OVO DA SERPENTE

”É como um ovo de serpente. Através da fina membrana, pode-se ver um réptil inteiramente formado” (Dr. Hans Vergerus para Abel Rosenberg em “O Ovo da Serpente”, de Ingmar Bergman)

Nasci em 46 e a idade não é problema para mim, exceto a degeneração do corpo e o aparecimento das doenças. Sou muito mais feliz hoje do que na adolescência. A idade nos dá a capacidade de fruir a delícia das pequenas coisas que o fogo da paixão não deixa na adolescência. Sabemos que cada dia é um dia a menos, tanto de felicidade como de sofrimento.
Ao receber os dados das eleições,ainda que incompletos, decidi rever “O OVO DA SERPENTE”, um filme muito inquietante, como todos os filmes de Bergman, o maior cineasta sueco. Neste, ele amplia o foco, partindo da dor individual para entendermos um fato mundial: o surgimento e as conseqüências do nazismo, que os alemães carregam até hoje como uma vergonha nacional, como um assunto tabu, como foi mostrado em outro grande filme: “UMA CIDADE SEM PASSADO”.
Em rápidos pinceladas, vai caracterizando a época: um povo miserabilizado e humilhado devido à derrota na Primeira Grande Guerra Mundial, buscando um bode expiatório para a sua situação e um líder messiânico que os livrasse do sofrimento. Como bodes expiatórios, os judeus, daí o resultado trágico do holocausto.
Como Bergman sempre enfoca mais o lado psicológico, não aparece o medo que a Revolução Russa causava à burguesia, tanto é que, grandes firmas financiaram a ascensão e desenvolvimento do nazismo. No entanto, mostra que a ciência não é neutra e, muitos cientistas se aliaram ao nazismo, desenvolvendo pesquisas, dando-lhe as armas para subjugar o povo. Portanto, conhecimento sem ética pode causar muito mais danos à humanidade. Quem era contra o nazismo teve que sair, como Einstein, se esconder ou fazer um trabalho de guerrilha.
No Brasil, grandes firmas também financiaram a ditadura e a tortura. No entanto, as indenizações que os torturados e suas família recebem, são pagas por todos nós, contribuintes.
Aqui em Ubatuba, se houvesse segundo turno, provavelmente Eduardo César não seria eleito, porque teve menos votos que a soma de seus adversários. Mas a maior tragédia é a eleição da Câmara Municipal, porque a grande maioria do povo não terá representação, pois 100% da Câmara está com Eduardo.
Será que vão fiscalizar os atos do prefeito ou vão continuar a elaborar projetos sem qualquer repercussão profunda no nosso cotidiano, do tipo “criação do dia da tapioca”, “medalha de honra ao mérito ao surfista tal”...
O grande divisor dessa eleição foi o poder econômico, a disputa entre um projeto de terceirizações que beneficiam empresas com sede em outras cidades e o projeto que pensa a produção, geração de renda e empregos formais, e redistribuição de renda entre os moradores e produtores locais.
Numa cidade em que, grande parte da renda circulante tem origem nos vencimentos de funcionários públicos comissionados, a mudança de governo causa medo e apreensão, tornando esses funcionários reféns do governante.
Muitas pessoas são contra os funcionários públicos efetivos, mas são muito menos manipuláveis porque não dependem do abuso do poder do chefe, já que a justiça lhes garantem o direito de defesa.
Geralmente todo governante com desejo de se perpetuar no poder é contra o concurso público, porque essa regra impede que coloque submissas.
Portanto, discordo do Sidney Borges quando afirma que a “democracia venceu” porque só há democracia quando há igualdade de condições. Quando na corrida, um só pode comprar uma bicicleta, enquanto o outro pode comprar o carro mais veloz, o resultado é conhecido previamente.
Portanto, o povo venceu. A grande maioria não reelegeu porque avaliou o desempenho da atual administração.

Rui Alves Grilo
Ubatuba, SP

3º Jandtar da APASU

Parabens a APASU - ASSOCIAÇÃO PROTETORA DE ANIMAIS DA REGIÃO SUL DE UBATUBA pelo sucesso do evento no ultimo dia 03. Super jantar no Restaurante Oasis em Ubatuba. Ja estou esperando o proximo.
Valeu!!!!!!!!!!!!!!!!!

Wilson Roberto Cheachirini
keakirini@hotmail.com
 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Tranquilidade a vista  © Edson Del Rior

Tranquilidade a vista
© Edson Del Rio

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor