Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008 - Nº 2049 Edições Anteriores

Anuncie Aqui

Região
Instituto Sou da Paz prorroga inscrições para o IV Prêmio Polícia Cidadã
Crack e maconha são localizadas pela PM em São Sebastião e Caraguatatuba


Caraguatatuba
Dia do Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional é comemorado em Caraguá
Corpo de um homem nu é encontrado no kartódromo


Ilhabela
Lei que limita ingresso e circulação de veículos não vai mais valer a partir de 1º de janeiro, afirma Colucci
Estudantes, de caras pintadas, reivindicam o término das obras da Waldemar Belisário

São Sebastião
Eduardo Cimino é eleito presidente da Associação Comercial
Prefeitura divulga ações do Ciama na Semana Municipal de Amamentação
Unidade de quimioterapia realiza mais de 500 consultas ambulatoriais
Associação de Vela abre inscrições para o curso de Monitor de Vela Junior
Campeonato Aprenda Brincando de Futebol Sub-12 estréia com goleadas

Ubatuba
Manifestantes da oposição realizam protesto pedindo novas eleições
Prefeitura faz boletins de ocorrências por danos provocados por manifestantes
Pesca ubatubense quer representatividade no conselho das APAs
MSC Cruzeiros poderá incluir Ubatuba em seus roteiros
VI Salão Nacional de Belas Artes de Ubatuba tem início no próximo dia 24

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Instituto Sou da Paz prorroga inscrições para o IV Prêmio Polícia Cidadã

Litoral Norte - Foram prorrogadas as inscrições para a IV edição do Prêmio Polícia Cidadã. Agora, os policiais poderão inscrever suas ações até o dia 20/10 e concorrer a R$6 mil e bolsas de estudo na Faculdade de Tecnologia IBTA. "Prorrogamos as inscrições para que os policiais tenham mais tempo de reunir as informações necessárias para se inscrever. E como este ano ampliamos a área de abrangência do Prêmio - para Baixada Santista, Vale do Paraíba e Campinas e região - é importante também conceder mais prazo para os policiais das cidades que nunca participaram do projeto", explica Elizabete Albernaz, coordenadora do Prêmio.
As inscrições podem ser feitas através do site www.soudapaz.org/premiopolicia2008  ou pelo correio. Para mais informações, ligar para 11 3812 1333 com Elizabete Albernaz, ou através do e-mail premiopolicia@soudapaz.org
Conheça o projeto - O Prêmio Polícia Cidadã tem como objetivo reconhecer e valorizar boas práticas policiais que sejam eficazes na solução de um problema de segurança pública. Podem concorrer policiais militares, civis e técnico-científicos da cidade de São Paulo, Região Metropolitana, Baixada Santista, Vale do Paraíba, Campinas e região. Os policiais premiados receberão R$ 6 mil ou bolsas de estudo integrais de formação em tecnólogo na Faculdade IBTA.
Em suas três primeiras edições, o projeto premiou 150 policiais das 39 cidades da Região Metropolitana de São Paulo. Este ano, serão 139 municípios participantes. O Prêmio Polícia Cidadã é a única iniciativa em que o trabalho policial é avaliado e reconhecido pela sociedade civil e não pela própria corporação.
São parceiros do Prêmio Polícia Cidadã em São Paulo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, as Polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, a Faculdade IBTA e o banco Nossa Caixa.
Informações para a imprensa
Daniela Caldeirinha/ Alexandre Fisberg
(11) 3812-1333 / 9604-3018

Crack e maconha são localizadas pela PM em São Sebastião e Caraguatatuba

Litoral Norte - Dois homens foram presos em flagrante por tráfico de entorpecentes pela Polícia Militar ontem em São Sebastião e Caraguatatuba. Ao todo, foram apreendidas 35 pedras de crack e sete porções de maconha. O primeiro flagrante ocorreu por volta das 23h na rua Três, no Jardim Santa Rosa em Ubatuba. L.R.R.M., 27 anos, foi visto em atitude suspeita durante patrulhamento da PM pelo local. Além de ser abordado, a polícia esteve também na casa do suspeito, onde 18 pedras de crack, cinco porções de maconha e R$20,00 foram encontrados.
O outro flagrante foi durante a madrugada, por volta das 5h, na rua Nova Iguaçu, em Maresias, São Sebastião, quando C.N.S., 29 anos, foi revistado e com ele a polícia localizou 17 pedras de crack e duas porções de maconha.
Questionado sobre os entorpecentes, C.N.S. afirmou que as drogas teriam vindo do Guarujá e que já havia comercializado grande parte dos entorpecentes.
Tanto C.N.S. quanto L.R.R.M. foram presos no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatuba. (Fonte: Imprensa Livre)


Notícias de Caraguatatuba Topo


Anuncie Noroeste News

Dia do Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional é comemorado em Caraguá

Caraguatatuba - Em comemoração ao Dia do Fisioterapeuta e terapeuta ocupacional comemorado no dia 13 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Clínica Municipal de Fisioterapia e Reabilitação, realiza uma série de palestras voltadas a esses profissionais.
O encontro acontece no dia 13 de outubro, na Videoteca Municipal Lúcio Braun, a partir das 9h00. A Videoteca integra o Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos, no centro de Caraguá.
As palestras previstas são: "Reabilitação no SUS" ministrada pela assistente social Elizabete Sartorelli; "Dor: Aspectos Psicológicos" com a psicóloga Maria Fernanda Langrada Y Gomes e "Auto-estima na Deficiência Física" com a pedagoga Maria Rosa.
A realização do evento é da coordenação da clínica municipal de fisioterapia e reabilitação, a terapeuta ocupacional Raquel Kano Sassi - "Convidamos todos os profissionais das áreas de fisioterapia e terapia ocupacional na cidade para participar desse encontro" - comenta. Mais informações pelo telefone (12) 3897 2133. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Corpo de um homem nu é encontrado no kartódromo

Caraguatatuba - O corpo de Reginaldo de Oliveira Godói, 18 anos, morador do Tinga, foi localizado nu, no kartódromo, próximo a uma barreira ontem pela manhã, por volta das 9h. De acordo com Instituto Médico Legal (IML), ele teve traumatismo craniano, depois de receber dois tiros no rosto. O IML informou também, que não havia marcas de assédio sexual no corpo da vítima. De acordo com a Polícia Militar, em sua canela, havia um revólver tatuado e nos braços, o símbolo do São Paulo.
O corpo foi visto por populares e policiais estiveram no local depois de uma denúncia anônima.
Segundo a Polícia Civil, a mãe de Reginaldo já reconheceu o corpo, mas ainda não existem pistas sobre o caso. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ilhabela Topo


Mazzei

Lei que limita ingresso e circulação de veículos não vai mais valer a partir de 1º de janeiro, afirma Colucci

Ilhabela - A polêmica lei que limita o número de veículos que entram e circulam em Ilhabela vai ser suspensa a partir do dia 1º de janeiro, foi o que afirmou o prefeito eleito, Toninho Colucci (PPS) em entrevista ao Imprensa Livre. Além dessa medida, ele também explica que vai suspender temporariamente a Taxa de Preservação Ambiental, por acreditar que o processo não está sendo feito de forma transparente.
Para ele, limitar o número de veículos não é a melhor solução.
Colucci propõe medidas no transporte coletivo e até rodízio para solucionar o problema do trânsito durante a temporada. “Essa lei vai ser suspensa e nós vamos resolver o problema do trânsito de outra maneira”, explica.
O prefeito eleito salienta que essa lei foi divulgada para fora do município de maneira distorcida e negativa. “A gente tem que estar muito preocupado com notícias. Nesses últimos anos fui ministrar um serviço de saúde em Campinas e as notícias que chegavam lá, é que toda semana ficavam carros para fora, que existia risco de sair de Campinas ou uma cidade da região e não conseguir entrar” comentou.
Colucci reafirma seu pensamento exposto na sabatina ao Imprensa Livre. “Acho que isso foi um tiro no pé. Tem muita gente que deixa de vir para Ilhabela com medo de não conseguir entrar”, e ainda declara: “Quero que o Estado todo saiba que não vai existir mais limitação. Quem quiser vir para Ilhabela vai ser bem recebido”, enfatiza. Ele explica que os períodos em que o trânsito vira um problema são curtos, sempre próximo ao ano novo e no carnaval, e propõem outras alternativas para solucionar esse excesso de veículos na cidade. “Para resolver esse problema pode ser investido no transporte coletivo e alternativo, investir em vias, na ciclovia e dependendo da situação implantar rodízios em determinados horários e regiões”, diz. Segundo ele com essas ações, se resolve o problema de trânsito sem passar uma imagem de que existe uma porteira fechada.
Já a Taxa de Preservação Ambiental para ele, é boa, mas foi implantada sem racionalidade. “Hoje todos de Ilhabela pagam a taxa porque a estrutura da cobrança custa mais cara do que o que ela arrecada. Então no final do mês sobra um rateio da diferença para todos nós”, afirma. Toninho acredita que do jeito que a taxa é operacionalizada hoje traz prejuízo para os cofres públicos. “A TPA deve ser mantida, mas tem que ser viabilizada junto com a tarifa da balsa, dando recursos ao município e o dinheiro que entrar tem que ter uma aplicação clara”, garante.
Tramita na Câmara - As opiniões sobre a lei que limita o ingresso e circulação de veículos na cidade são diversas. Está tramitando na Câmara de Ilhabela um projeto de lei de autoria do vereador Beto Campos, que revoga a lei em questão. O PL foi apresentado em abril deste ano e entrou na pauta da sessão ordinária da próxima segunda-feira Segundo o autor do projeto, a idéia era fazer uma audiência pública antes da votação, mas o processo eleitoral atrapalhou os planos do Legislativo.
O vereador acredita que essa lei é impraticável e que na verdade não existe. “A lei não existe, porque para existir nós teríamos que fazer um convênio com a Dersa e isso não acontece. Só serviu para fazer um efeito psicológico negativo nos turistas”, contesta. Em sua justificativa, ele alega que embora necessária, a limitação de ingresso de veículos em Ilhabela, não foi precedida de estudos que indicassem a efetiva capacidade da malha viária municipal e nem de logística para apontar soluções para problemas, como locais para os turistas deixarem os carros.
Para Beto, a Taxa de Preservação Ambiental (TPA), já é um mecanismo eficiente para qualificar o turismo na cidade. “Sou mais um entusiasta da TPA, acho que devíamos encontrar mecanismos como aumentar o valor nas épocas de carnaval e ano novo para controlar a entrada de veículos”, sugere. (Fonte: Imprensa Livre)

Estudantes, de caras pintadas, reivindicam o término das obras da Waldemar Belisário

Ilhabela - Quem passou pela Avenida Princesa Isabel, no bairro do Perequê, ontem pela manhã se intrigou com o barulho e movimento diferente na frente da prefeitura de Ilhabela. A manifestação era de um grupo de aproximadamente 300 estudantes, professores, pais e representantes da comunidade do Itaquanduba e que reivindicavam o término da reforma do prédio da E.E.Waldemar Belisário, paralisada desde julho.
O impasse, segundo a diretora da escola Márcia Regina, aconteceu porque o governo do Estado liberou uma verba de R$ 149 mil para ser aplicada na reforma da instituição, mas as obras estão paralisadas e os alunos estão tento aula em salas sem janela, passando frio e pegando chuva, e com os livros da biblioteca correndo o risco de serem molhados. “No mês de julho as obras tiveram início e depois de 15 dias foram paralisadas, sem data prevista para recomeçar”, contou. Sem saber o motivo da paralisação a direção da escola formou uma comissão que tentou falar com o prefeito por duas vezes.
Não obtendo resultados, o Grêmio Estudantil “Geração Jovem” teve a idéia de fazer uma manifestação. “Nós orientamos os alunos a fazer essa passeata depois do período de eleição para que não fosse caracterizada como partidária, não queríamos prejudicar nenhum partido”, explica Márcia.
Os alunos saíram em passeata da escola até a prefeitura com os rostos pintados e instrumentos musicais nas mãos relembrando o movimento estudantil dos “cara pintadas” que reivindicaram o Impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Melo.
Dessa vez a causa era outra, mas os estudantes liderados pelo presidente e vice do grêmio estudantil, Jean Sampaio e Jussara Katriny respectivamente, encontraram na passeata uma maneira de exercer sua cidadania e reivindicar seus direitos. “Existem vários tipos de protestos. Não queremos baderna, queremos barulho”, explicou Jean.
Os alunos não saíram da frente da prefeitura enquanto não foram atendidos pelo prefeito Manoel Marcos que chegou por volta das 10h e recebeu todos os manifestantes no auditório do Paço Municipal.
Antes do prefeito se dirigir aos estudantes, a diretora explicou o motivo daquela passeata. “Os alunos já estavam revoltados com a falta de janelas porque estavam passando frio e tomando chuva e nas eleições quando a prefeitura foi até lá e colocou pedaços de compensados eles ficaram com vergonha da situação da escola”, ressaltou Márcia. Ela pediu ainda para que o prefeito não entendesse aquele ato como uma manifestação contra ele. “Nós fizemos a nossa parte de ligar, fazer ofício, mas essa é a parte deles que estão lutando pelos seus direitos porque educação é um direto de todos”, explicou.
Em seguida o presidente do grêmio pediu a palavra e deu seu recado. “Ouvimos falar muito em democracia, mas não é o que vemos acontecer. Iniciativas como essas fazem com que os jovens se fortaleçam, porque mesmo quem não vota tem o direito de exercer a sua democracia”, comentou.
O prefeito ressaltou que em oito anos de mandato nunca tinha visto uma passeata em Ilhabela e disse receber com alegria as crianças, adolescente e jovens que estavam presentes. “O direito de se manifestar é legítimo, afinal vivemos numa democracia”, argumentou. Mas Manoel marcos deixou claro que a escola Waldemar Belisário é uma instituição estadual e que, portanto a responsabilidade é do Estado. “Embora a obrigação direta seja do governo do Estado nós tratamos exatamente da mesma forma. Oferecemos merenda, investimos em funcionários e essa foi uma escolha minha como prefeito”, contou.
Sobre o atraso na reforma o prefeito explicou que a verba de R$ 149 mil, decorrente de um PAC está sendo batalhada por ele há pelo menos três anos e teve um certo atraso para ser iniciada por causa do processo de licitação. Essa verba, de acordo com ele não é liberada de forma integral, ela vai sendo liberada por partes.
A primeira parte totalizou 15% do valor, foi com esses R$ 22 mil que as obras foram iniciadas. Depois disso a prefeitura levou uma prestação de contas dessa primeira parcela para receber a segunda que é de 20%, que equivale a R$ 30 mil, mas o governo não liberou a verba por causa do período eleitoral e por isso houve o atraso e conseqüentemente a paralisação. “Nós tentamos continuar as obras pagando com recursos municipais, mas fomos orientados pelo Estado para não fazer isso porque depois a prefeitura não seria reembolsada e perderia dinheiro”, disse.
Antes de finalizar, Manoel Marcos informou que a segunda parcela vai ser recebida na próxima terça-feira, mas não confirmou a data em que a reforma será retomada.
Os estudantes saíram do auditório depois de terem combinado com o prefeito que se até o dia 20 deste mês, não houver um retorno, Manoel marcos está convidado para visitar a escola e dar uma satisfação. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Anuncie

Eduardo Cimino é eleito presidente da Associação Comercial

São Sebastião - Incentivar turismo de negócio de forma sustentável, qualificar o desempenho de funcionários do comércio, visando o crescimento da cidade, acompanhando o desenvolvimento do porto, são algumas das propostas do novo presidente da Associação Comercial e Industrial de São Sebastião, Eduardo Cimino, eleito por aclamação este mês, por meio de uma chapa única. Cimino, que atualmente também é o presidente do Litoral Norte Convention Bureau, ainda pretende dar seqüência ao trabalho que acontecia com a antiga diretoria.
O novo presidente era o vice da diretoria da Aciss passada e, como os comerciantes e a antiga presidência, entende que não deve fazer oposição à administração municipal. “Como toda entidade, a associação deve ser parceira. Dependemos disso, até para facilitar ao comerciante, autorizações e alvarás”, analisa. Segundo o novo presidente, a Aciss tem que ser independente da política. “É um órgão mais fiscal, que depende, por exemplo, das Secretarias da Fazenda e Turismo, portanto tem que trabalhar em conjunto”, acrescenta.
Nestes próximos dois anos de gestão, um dos projetos que pretende investir trata da qualificação para melhor desempenho do comércio, “fazer um atendimento preferencial ao cliente e turista, principalmente o turismo de negócio. A cidade tem este potencial”, avalia. Para Cimino, este tipo de turismo, desde que sustentável e não poluente, irá gerar novos investidores para cidade.
Convention
O novo presidente deve deixar o comando do Convention para assumir a Aciss. De acordo com Cimino, a entidade, que atende o Litoral Norte, já está consolidada, com todas as associações alinhadas com as Secretarias de Turismo das quatro cidades, que têm vagas permanente no Convention.
Conforme Cimino, a saída é para poder se dedicar a Aciss, que atende mais de 700 associados e espera aumentar, melhorando o produto para abertura de novas empresas, facilitando o acesso aos comerciantes seja discutindo renovação de alvarás ou prorrogação do prazo para acessibilidade no comércio.
Para a temporada de verão, Cimino quer fazer um trabalho junto aos comerciantes para que se abasteçam e não deixem faltar produtos aos turistas. Conforme Cimino, a crise mundial que gerou a alta do dólar pode beneficiar o turismo local, uma vez que as pessoas vão deixar de ir para o exterior e farão um turismo interno.
O novo presidente também lembra que a temporada 2008/2009 será maior que a do ano passado, pois o carnaval acontece no final de fevereiro e a Operação Verão se estenderá até dia 1º de março com duração de 65 dias. “Temos que pensar na logística do abastecimento e segurança neste período”, completou, lembrando ainda que no Litoral Norte, São Sebastião fica na passagem para Ilhabela, que atrai grande número de turistas, portanto o comércio local deve aproveitar para atraí-los.
A nova diretoria ainda ficou composta dos seguintes membros: Fábio José Aranha (antigo presidente), Luiz Antonio Prado, Christian E. Pinto Abendroth, Zenilton Emílio Maia, Henderson Tavares Santos, Luiz Henrique S. Pauli, Anderson Rodrigues Martines, Claudia Ramos de Oliveira Santos, Ivo Ljuro, Josena Lopes Dantas, Fábia Barbosa Alves e Maurício Aparecido Veiga. Já o Conselho Consultivo é composto por: Marcelo Pires Sobrinho, Rodrigo Salle, Eliazar Ângelo Simioni, Marco Antonio do Rego Craveiro, Jeannis Michail Platon, José Evanildo da Silva e Mônica Campos. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeitura divulga ações do Ciama na Semana Municipal de Amamentação

São Sebastião - Com o tema “Nada mais natural que amamentar, nada mais importante que apoiar”, a Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), promove entre os dias 13 e 17 de outubro a “Semana Municipal de Amamentação” com diversas ações educativas do Centro de Incentivo ao Aleitamento Materno (Ciama).
O destaque fica para a formatura das integrantes do 45º curso de “gestantes” e “mães orientadoras”, iniciado em agosto deste ano. O evento, que contará com a presença de aproximadamente 20 mães, será na próxima quarta-feira (15/10), às 14h, na sede do Ciama, localizada no Centro de Saúde Josiane Pereira de Jesus, na Topolândia. A 46ª turma com 15 pessoas já iniciou os trabalhos nesta semana.
Além disso, outras ações vão marcar a Semana de Amamentação. Nesta segunda-feira (13/10) está agendada uma atividade educativa e de conscientização nas escolas municipais. Já na terça-feira (14/10), às 14h, no Ciama, haverá “Baby Yoga” e dança com as mães gestantes. No dia 16 estão agendadas duas palestras que vão tratar sobre o “brincar” e “saúde bucal”. Finalizando a semana, no dia 17 haverá uma visita das gestantes à maternidade do Hospital de Clínicas de São Sebastião.
Mais informações sobre a Semana Municipal de Amamentação pelo telefone do Ciama que é o (12) 3892-5381. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Unidade de quimioterapia realiza mais de 500 consultas ambulatoriais

São Sebastião - Desde que entrou em funcionamento, em 11 de julho de 2008, a Unidade de Quimioterapia de São Sebastião, instalada no Hospital de Clínicas da cidade, realizou 520 consultas ambulatoriais de oncologia até esta sexta-feira (10/10). Os pacientes são oriundos dos quatros municípios do Litoral Norte (São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba).
Segundo dados da Organização Social Pró-Saúde, que administra o local, em julho foram consultadas 94 pessoas. No mês seguinte, 195 pacientes passaram por consulta. Já em setembro foram 158 e nos primeiros dez dias de outubro a quantidade de atendimento chegou a 73.
A Pró-Saúde revela ainda que o número de pacientes está aumentando e, por isso, o médico responsável pela unidade estuda a possibilidade do atendimento ser realizado duas vezes por semana, uma vez que hoje é feito apenas às sextas-feiras.
A quantidade de quimioterapia realizada até o momento é de 111. No primeiro dia de atendimento, em 8 de agosto passado, seis pacientes passaram pelo tratamento. Já nesta sexta-feira (10/10), o número de atendidos chegou a 16.
O serviço quimioterápico em São Sebastião é uma extensão da unidade de assistência de alta complexidade em oncologia do hospital São Francisco de Assis, localizado em Jacareí.
A melhoria é uma antiga reivindicação da região e que foi atendida pelo prefeito Dr. Juan Garcia. Isto porque, até então os pacientes que sofrem de câncer tinham que percorrer longas distâncias em busca do tratamento em cidades do Vale do Paraíba ou na capital.
A Prefeitura de São Sebastião conquistou a unidade após contato com o Gestor Municipal de Serviço Regional de Oncologia Clínica (Jacareí) e o provedor filantrópico que executa o trabalho, o Hospital São Francisco de Assis, além do esforço dos deputados estaduais que fazem parte da Frente Parlamentar do Litoral Norte, Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Associação de Vela abre inscrições para o curso de Monitor de Vela Junior

São Sebastião - A Associação de Vela de São Sebastião (AVSS), em parceria com o Projeto Ventos & Velas, que recebe apoio do Unibanco, inicia nesta segunda-feira (13/10) inscrições para o curso de Monitor de Vela Junior. O curso visa capacitar jovens com idades entre 14 e 21 anos e que tenham realizado o curso básico de vela.
De acordo com o chefe da Divisão de Esportes Náuticos, Rafael Mendes, o intuito do curso é capacitar e preparar os futuros monitores e instrutores de vela de São Sebastião.
As aulas terão início no dia 24 de outubro e serão realizadas às sextas-feiras, sábados e domingos, totalizando 40h.
Nas aulas os alunos aprenderão sobre mareações, regras de segurança, regras básicas de condução do veleiro, urgências e primeiros socorros, histórico do iatismo, além de realizarem estágio na Escola de Vela.
Os interessados poderão realizar suas inscrições na secretaria da Escola de Vela, de 13 a 17/10, das 8 ás 12h e das 14 às 17h. Mais informações pelo telefone 3892-2106. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Campeonato Aprenda Brincando de Futebol Sub-12 estréia com goleadas

São Sebastião - O 'Dia das Crianças' teve um sabor especial para os participantes do 1º Campeonato Aprenda Brincando Pré-Mirim de Futebol: as partidas de estréia foram marcadas por goleadas e os jovens talentos da modalidade mostraram muito empenho nas jogadas. Até o dia 22 de novembro, sempre aos sábados a partir das 9h30, o Centro de Apoio Educacional (CAE) do Jaraguá será palco da disputa entre cinco equipes da Costa Norte: Escolas Municipais da Enseada e Canto do Mar, Esporte Clube Guarani e Projetos Garoçá e Aprenda Brincando.
O primeiro jogo, protagonizado entre Guarani e Canto do Mar, terminou em 5 a 3 para os representantes da Escola Municipal, mas o destaque do dia foi a partida entre os alunos do projeto Aprenda Brincando e EM Enseada, que terminou em 10 a 0 para o time anfitrião. O artilheiro da rodada de estréia, Cristiano Ribeiro dos Santos, que defende a camisa do projeto Aprenda Brincando, marcou três gols. "A chuteira nova que ganhei do meu avô deu sorte", relatou.
De acordo com o organizador, Ricardo Santos, o intuito do evento é estimular as crianças e os adolescentes da Costa Norte a praticar esportes, além de ser uma atração para os moradores da região. "O ponto positivo das partidas de estréias foram a participação da comunidade e dos pais que vieram prestigiar seus filhos", destacou o professor.
No próximo sábado (18/10), entram em campo Aprenda Brincando e Garoçá, seguidos de Guarani e EM Enseada. As partidas começam sempre a partir das 9h30 no CAE do Jaraguá. Mais informações (12) 3861.1542. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)
 

Notícias de Ubatuba Topo

O Guaruçá ACIU Anuncie

Manifestantes da oposição realizam protesto pedindo novas eleições

Ubatuba - Cerca de 2 mil manifestantes, segundo estimativas da Polícia Militar, realizaram, nesta quinta-feira, um protesto pedindo a anulação das eleições municipais, devido às supostas irregularidades, em algumas urnas eletrônicas que atenderam a cidade de Ubatuba.
A oposição, agora mais articulada, também reclama da participação de funcionários da prefeitura nas mesas de votação. Liderados pelos candidatos derrotados (Maurício Moromizato e Paulo Ramos), os manifestantes ocuparam boa parte da Praça 13 de Maio, em frente ao cartório eleitoral. A população permaneceu quase uma hora no local, carregando dezenas de faixas e cartazes de protesto e pedindo, aos gritos, uma nova eleição na cidade.
A Polícia Militar foi solicitada, mas não teve grandes problemas com a realização do protesto, a não ser no sentido de organizar o trânsito das ruas, no entorno ao cartório. Apesar da presença significativa dos munícipes nas ruas e das alegações feitas pelos líderes da manifestação, o Ministério Público local voltou a descartar qualquer possibilidade de cancelamento do resultado oficial da disputa pela prefeitura ubatubense. O promotor de justiça Percy Kuster ressalta que as representações feitas pela oposição, quanto aos supostos problemas ocorridos no domingo, não apresentam fatos que possam colocar em dúvida a legitimidade do resultado das urnas. Dr. Percy explica que as reivindicações encaminhadas ao Ministério Público mostram desconhecimento da legislação eleitoral por parte dos autores.
“Primeiramente, recebi 30 reclamações, todas por meio do ex-prefeito Paulo Ramos, sobre a ausência da foto do candidato em algumas urnas. Neste caso, é preciso esclarecer que a carga de informações das urnas é realizada pela justiça eleitoral e auditada pelos representantes legais. Além disso, diversas razões podem explicar a ausência da foto do candidato durante o voto de um cidadão.
Por exemplo, o primeiro voto é para vereador e, caso o eleitor tenha digitado primeiramente o número do prefeito, a sua escolha será computada pelas urnas, como voto de legenda para a eleição proporcional, não aparecendo foto de nenhum candidato. Além disso, alguns relatos das representações citam que “mal apareceu a foto”, ou seja, o próprio eleitor reclamante admite que a foto apareceu, mas não pôde ser nitidamente visualizada, talvez por uma questão de luz e reflexo na tela das urnas”, explica o promotor de justiça local, descartando também a instauração de um processo pela presença de funcionários da prefeitura, como mesários.
“A escolha dos voluntários, para trabalhar nos locais de votação, é feita pela justiça eleitoral e publicada em edital. A legislação é clara no ponto de vista que, os partidos que disputam as eleições terão o prazo de cinco dias para solicitar a troca de pessoas que irão exercer a função de mesário. A própria legislação também determina que, passado o prazo oficial estipulado, as coligações não terão mais direito de protestar contra o resultado de determinada sessão”, argumenta o promotor Percy Kuster.
Por fim, o integrante do Ministério Público ainda revela a falta de fundamentação no protesto da oposição, em relação ao transporte das urnas, em veículos da prefeitura. “Os carros utilizados foram requisitados pela Justiça Eleitoral e durante este período eles estão prestando serviço à justiça e não à prefeitura. A prefeitura não emprestou os veículos, mas sim, foi requisitada para ceder os carros à Justiça Eleitoral”, completou o promotor Percy kuster.
Protestos continuam - A oposição não deverá cessar a onda de protestos e reivindicações quanto às eleições municipais. Ontem, outro grupo de pessoas se concentrou em frente ao prédio da prefeitura pedindo novas eleições. No campo judicial, as representações contra o resultado das eleições também continuarão. De acordo com o candidato petista Maurício Mormomizato, é preciso que o Ministério Público atue como guardião dos direitos da população e traga respostas sobre os problemas constatados. “Não foi uma pessoa ou duas, foram mais de 100 eleitores que trouxeram relatos, sobre algum problema durante a votação. É notório que algo de anormal aconteceu no domingo e isso não é choro de perdedor. Por todos os cantos da cidade tem alguém para contar alguma história de problema de funcionamento das urnas ou algo semelhante”, relata o petista Maurício Moromizato, acrescentando que a briga por esclarecimentos não cessará facilmente.
“Nós estamos entrando hoje (sexta-feira) com mais duas representações, agora com nome e título dos eleitores, além de buscar alternativas junto ao Tribunal Regional Eleitoral, para saber se é cabível qualquer atuação nas instâncias superiores”, ressalta o candidato derrotado do PT, propondo a justiça e ao ministério público local que, caso não leve adiante os processos judiciais, ao menos, realize um teste das urnas com a presença de todas as coligações. “Seria democrático se a justiça chamasse os envolvidos nessa disputa e realizasse um teste simples nas urnas. Seria só digitar um voto para cada candidato e observar se o procedimento de todas as urnas está correto”, completa Maurício Mormoizato. (Fonte: Imprensa Livre)


Cenas da Manifestação ocorrida em Ubatuba na última quinta-feira

Prefeitura faz boletins de ocorrências por danos provocados por manifestantes

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba registrou nesta sexta-feira, dois boletins de ocorrência por preservação de direito e danos ao patrimônio público. De acordo com a Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura, os boletins foram necessários porque os manifestantes ligados aos candidatos derrotados nas eleições municipais, Maurício Moromizato, do PT e Paulo Ramos, do PDT, provocaram danos e intimidaram funcionários durante as manifestações que realizaram na tarde da quinta-feira.
Um dos boletins é sobre os danos que os manifestantes causaram na Praça 13 de Maio, local escolhido pelos candidatos derrotados para protestar contra a Justiça Eleitoral. Segundo os advogados da prefeitura, os manifestantes quebraram bancos e danificaram o gramado da praça. O outro boletim diz respeito ao ataque que o ônibus da prefeitura sofreu ao se deparar com os manifestantes que se dirigiam ao Paço Municipal.
Segundo o motorista do ônibus, algumas pessoas deram chutes na lataria, balançaram o coletivo de um lado para o outro e ainda com o suporte das bandeiras bateram na lataria e nas janelas do ônibus, inclusive atirando uma pedra no parabrisa. Ainda de acordo com os advogados, a prefeitura fará representações junto à Promotoria Pública, denunciando os manifestantes no artigo 262 do Código Penal, que trata de crime de atentado contra a segurança de meio de transporte. (Fonte: Imprensa Livre)

Pesca ubatubense quer representatividade no conselho das APAs

Ubatuba - A secretária municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Valéria Gellic afirmou que o principal objetivo do setor pesqueiro, após a assinatura da APA, será a inclusão de representantes locais no conselho responsável por gerir as Unidades de Conservação do litoral paulista, determinadas pelo Governo do Estado. A criação de um Conselho está prevista no próprio texto da lei, com o objetivo de dar autonomia aos envolvidos com a costa paulista, no sentido de participação nos debates e na criação das novas normatizações sobre o uso do espaço determinado no decreto.
O setor pesqueiro ubatubense foi um dos principais grupos contrários a criação das Áreas de Proteção Ambiental no litoral de São Paulo. Os pescadores chegaram a fazer grande manifestação pelas ruas da cidade e conseguiram a atenção do governo estadual. O próprio Secretário de Meio Ambiente Xico Graziano realizou diversas reuniões com o setor, garantindo a permanência dos trabalhos do setor pesqueiro nas áreas determinadas pela lei. No entanto, o texto elaborado pela categoria na última reunião e que deveria ser inserido na lei, não foi adicionado ao corpo do decreto, por pendências jurídicas. Sendo assim, os pescadores ainda se dizem temerosos com nova legislação.
O presidente da colônia Z-10, Joédis Teixeira, o Chacrinha, revela que é preciso continuar acompanhando o processo, para que o setor não perca mais espaço. “Temos que acompanhar e insistir para que o nosso TAC seja incluído na lei. Agora que assinou, precisamos garantir a nossa participação”, avisa o pescador Chacrinha.
Mais adequações - Depois da polêmica relativa à criação das Áreas de Proteção Ambiental (APAs), os pescadores ubatubenses iniciam agora mais uma luta pela adequação de normas ambientais a serem implantadas na costa das regiões sul e sudeste do país. Trata-se de uma instrução normativa proposta pelo Ibama/Cepsul, que restringe a pesca de emalhe (rede), permitindo que esta atividade seja exercida apenas numa distância de uma milha náutica, equivalente a 1.852 metros. O objetivo da instrução normativa, segundo o documento, é minorar “a problemática das capturas incidentais de outros organismos da fauna aquática, não alvos da pescaria no Sudeste e Sul do Brasil.”
Segundo técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, esta medida impossibilitaria a atividade em 90% dos locais utilizados atualmente para a pesca em Ubatuba. “A nossa região tem características próprias, que não podem ser comparadas ao litoral da região sul. Por esse motivo, a legislação também precisa ser diferenciada, para que a nossa comunidade pesqueira não seja prejudicada”, explica o chefe de Fomento à Maricultura, Peter Németh.
Para evitar que a instrução normativa entre em vigor da forma como está, diversas reuniões foram realizadas durante esta semana, nas regiões sul, norte e centro. Na última sexta-feira, 10, representantes do setor se reuniram no auditório da Unitau (campus de Ubatuba), para formular um documento com as adequações convenientes ao Litoral Norte de São Paulo. Entre as principais medidas solicitadas pelo setor pesqueiro ubatubense, está a criação de uma categoria especial para canoas a remo e maior liberdade para embarcações de até cinco toneladas de Bruta (TAB).
O documento será encaminhado para uma reunião, que acontecerá em Caraguatatuba, no próximo dia 14 e unirá os quatro municípios do Litoral Norte para formular um documento regional. (Fonte: Imprensa Livre)

MSC Cruzeiros poderá incluir Ubatuba em seus roteiros
Representantes da empresa e Prefeitura de Ubatuba se reúnem na próxima semana; outras empresas também já demonstram interesse

Ubatuba - Na próxima segunda-feira, 13, três representantes da matriz da MSC Cruzeiros estarão em Ubatuba fazendo uma visita de reconhecimento para estudar a viabilidade de incluir a cidade em futuros roteiros para a recepção de cruzeiros marítimos da empresa. Um comandante de navio e dois diretores de hotelaria estarão analisando as condições de desembarque no Píer, o tempo de translado no navio até o Píer e os pontos de visitação em Ubatuba.
Durante a segunda parada do navio Island Escape em Ubatuba, na primeira quinzena de fevereiro deste ano, as diretoras da MSC Cruzeiros, Márcia Leite e Eliana Lira, estiveram em Ubatuba reunidas com a Secretaria de Turismo já com o interesse de explorar Ubatuba como roteiro marítimo. Nesse primeiro encontro a Secretaria já ofereceu um diagnóstico completo e detalhado do turismo na cidade.
A MSC Cruzeiros tem sede em Nápoles e também escritórios nas principais cidades italianas de Milão, Gênova, Roma, Palermo e Bari, além de 38 escritórios em todo o mundo. Hoje a empresa tem uma frota de nove navios de cruzeiro.
Outras empresas interessadas - A Inchcape Shipping Services, líder mundial no agenciamento marítimo, por meio de seu representante em São Sebastião solicitou informações de Ubatuba para avaliar a possibilidade da chegada de um navio de luxo entre fevereiro e março de 2009. A Secretaria de Turismo já reuniu todo o material e o encaminhou para a empresa.
O secretário de Turismo de Ubatuba, Luiz Felipe de Azevedo, se diz satisfeito com as procuras das operadoras. “Isso é o reflexo do esforço da nossa administração que nesse ano conseguiu incluir Ubatuba em dois roteiros. É a multiplicação do nosso trabalho e temos grandes expectativas de que Ubatuba se firme nesse cenário como um grande roteiro para a recepção de cruzeiros”, avalia o secretário.
Ubatuba recebeu neste ano seus primeiros navios de cruzeiros, sendo um no dia 9 de janeiro e outro no dia 13 de fevereiro. Os navios Island Escape, da empresa Island Cruises, marcaram o ingresso de Ubatuba na rota dos cruzeiros marítimos. (Fonte: Assessoria de Comunicação/PMU)

VI Salão Nacional de Belas Artes de Ubatuba tem início no próximo dia 24
Ao todo, serão expostas 137 obras, nas categorias pintura acadêmica, contemporânea, desenho e escultura, das quais, 47 foram premiadas

Ubatuba - Ubatuba recebe, no próximo dia 24, a sexta edição do Salão Nacional de Belas Artes, que aproveita o mês de aniversário do município, para reunir obras e artistas das mais diversas cidades. As obras poderão ser apreciadas até o dia 16 de novembro, das 14 às 22h, no Sobradão do Porto. A abertura da exposição e a cerimônia de premiação acontecerão às 20h do dia 24, com uma apresentação musical de piano e flauta, com as musicistas Fernanda Bishof e Aurola Novello.
Ao todo, serão expostas 137 obras, nas categorias pintura acadêmica, contemporânea, desenho e escultura, das quais, 47 foram premiadas. A exposição reunirá as mais diversas técnicas, como óleo sobre tela, acrílico sobre tela, escultura em madeira, sucata, resina e desenho a lápis de cor, grafite e pastel.
Segundo um dos organizadores do evento, Paulo Alves, o Salão de Belas Artes de Ubatuba está se aprimorando a cada ano. “Estamos conquistando espaço no cenário estadual e nacional, contando com o prestígio de grandes artistas do nosso país. É sempre um prazer para nós, colocar ao alcance da população, um evento cultural com tanta qualidade e bom gosto.” (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Programação Cine Porto
Semana de 10 a 16/10/2008

Projeto Escola
"O Guerreiro Didi e a Ninja LIli"
Comedia as 15:30 hs
Para este filme preço unico R$ 2,00.
"Chega de Saudade"
Comedia Dramatica as 17:30hs
Para este filme preço único R$ 2,00

Programação Normal
"Zohan O Agente bom de corte"

as 19:20h
"Hellboy O Excercito Dourado"
Ação ás 21:20hs

cineporto@hotmail.com

Poesia Topo

Anuncie

Deus no mar

Esses luxos de descrença em Deus
é só para quem mora na cidade,
para quem tem ouvidos mas não ouvem
as conversas das criaturas,
para quem tem olhos mas não vêem
as estrelas que piscam
avisando do vento
no alto do firmamento.
Em todo esse mar sob o céu
não hão de encontrar
um só pescador incréu.

Félix Cabral
 

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Prêmio Francosco Sales e Dom Bosco de Jornalismo

Caros colegas.
Quero reforçar o convite a todos para participar do Prêmio Francisco de Sales e Dom Bosco promovido pela Diocese de Caraguatatuba.
Matérias, fotos e vídeos concorrem a prêmios nos valore de até R$1.000,00.
Mais que a isso, a importante participação do profissional de comunicação neste evento que pretende exercitar a responsabilidade social de jornalistas, fotógrafos e produtores do nosso Litoral Norte, este ano, contando ainda com a participação dos alunos dos cursos de comunicação da Unicsul e Univap.
Programação:
Inscrições até o dia 30 de novembro de 2008.
Exibição dos vídeos e fotografias no Auditório da Fundacc, dia 15 de dezembro
Premiação e confraternização - dia 24 de janeiro de 2009
Veja o regulamento e participe!
Aos veículos de comunicação, incentivem sua equipe e faça parte desta festa, no Dia de São Francisco de sales, padroeiro do jornalista.

Denise Peixoto
Assessoria de Imprensa/Secretariado Pastoral
Diocese de Caraguatatuba
(12) 3883.6668 - 3883.4888

Carta Aberta ao Povo de Ubatuba

Povo de Ubatuba, na noite de terça-feira dia 07/10, estive na Câmara Municipal de Ubatuba. Fui para agradecer à cidade minha expressiva votação (até este dia eu nunca havia pisado lá) fazer também algumas colocações e sugestões, que creia ser de interesse de todos. No caminho para lá, proximamente ao edifício da Câmara, fui notando grupos de pessoas a pé que também para estavam indo. Quando efetivamente cheguei ao entorno do prédio da Câmara foi que tive a noção exata da multidão que se aglomerara do lado de fora. Eram varias centenas de pessoas. Homens e mulheres de todas as idades, jovens e crianças. Tive que percorrer um trajeto de aproximadamente 50 metros a pé até a entrada do prédio abrindo caminho por entre a multidão. Dentro do prédio havia gente por todos os lados. Não cabia mais ninguém. O plenário da câmara tinha sido tomado pelo povo literalmente. Com alguma dificuldade consegui chegar à tribuna. Fui cumprimentado e cumprimentei o presidente e os demais membros componentes da mesa. Sentei e esperei que o alvoroço se acalmasse, para então ler o meu pronunciamento no tempo que a presidência me havia concedido gentilmente.
Pois bem não consegui falar o que pretendia e que considero ser importante para o povo da minha querida cidade de Ubatuba. Para quem não estava lá e possa ter uma idéia do que se passou, vou lhes dizer. Durante o trajeto de 50 metros até a entrada, fui por alguns moradores, aplaudido, por outros xingado de, seu isso seu aquilo. Jamais baixaria o nível! Não respondi. Mantive-me firme, ereto seguindo em frente. Dentro do prédio, sofri piores constrangimentos verbais, e com um pouco mais de dificuldade consegui chegar à tribuna. Do lado de fora do prédio colocaram um carro de som (do tipo que foi usado transitando pela cidade na época de campanha), com som no último volume e com caixas de som parte viradas para o plenário da câmara onde ficavam passando trechos de declarações que eu tinha feito há vários meses montadas e distorcidas para darem outra conotação a minha palavra. A impressão que passava era que ainda a cidade estava em campanha eleitoral. Voltemos ao plenário. No plenário por vezes tentei fazer uso da palavra, mas sem sucesso. Nem bem iniciava minha fala e grupos organizados entoavam apupos, berros e outras coisas mais impublicáveis. A coisa foi ficando cada vez pior, até que foi solicitado reforço policial, para dar ordem na casa. Fui de forma desorganizada, ofensiva e tumultuada inquirido por diversas pessoas do público presente, enquanto eu falava. A todos tentei responder de forma tranqüila, eu estava tranqüilo, era visível que não estavam interessados na minha fala, mas, sim, em algo que parecia terem sido orientado para fazer. Que pena! Com passar do tempo e vendo que não teria a mínima condição de falar o que eu pretendia, apenas fiz um pedido aos vereadores que não foram reeleitos. Pedi que eles formassem uma Comissão Popular de Fiscalização de verbas públicas, pedi também que eles façam isso sem remuneração, que apenas façam para Ubatuba conseguir ser melhor. Finalmente, agradeci ao presidente pela oportunidade concedida, e me retirei do local, saindo pelo mesmo trajeto que havia entrado, a pé e pela porta da frente, acompanhado por policiais, mas, sem nenhum temor, por que pelo caminho pessoas aplaudiam minha atitude e minha fala, palavras, acenos de incentivo, carinho por minha atitude.
Quando cheguei a casa repensando tudo que havia ocorrido fiquei profundamente preocupado ao ver a manipulação que este povo anda sofrendo. Aqueles xingos ofensas e palavras de baixo calão ditas para me amedrontrar, nada causaram em mim, apenas um enorme sentimento de lástima, lastima sim, por ver pessoas que para sobreviver aqui, dispõe-se a isso, sujeitam-se a essa situação. Sei e conheço bem o sentimento do povo daqui. Sei que este povo é bom. Em outras situações ando pela cidade e sou calorosamente recebido por todos. Quanta demonstração tem recebido ultimamente pelas ruas. Pergunto. Porque em dias normais nunca fui ofendido? Quantas oportunidades eu dei para que isso tivesse acontecido, uma vez que nunca andei com um segurança se quer quando vou às compras, a um restaurante ou mesmo quando atravesso o calçadão, lugar de maior concentração de pessoas na cidade, caminho sem ofensas, como um cidadão normal. Afinal eu vivo nesta terra abençoada pelo Universo, mas, tão castigada por seus administradores.
Povo de Ubatuba quero que saibam que eu jamais julgarei vocês por aquelas pessoas que estavam lá na Câmara me ofendendo. Eu sei que algumas pessoas de bem foram para me ver, as que gritavam e rechaçavam estas não foram por livre espontânea vontade, foram sim, de alguma forma "convencidas" a irem e praticar o que praticaram, pensando que eu pudesse me ofender ou me intimidar. Muitas pessoas que estavam lá tinham cargos e endereços certos, foram cumprir a ordem de alguém, isto está comprovado em vídeos realizados na data.
Ledo engano, meus amigos, como disse lá na bancado, tenho 72 anos, o que mais posso esperar desta vida senão morrer em paz e com dignidade, tentando fazer o bem para está cidade, se me deixarem, e respeitando a confiança que meus eleitores depositaram em mim.
Saí da Câmara ao contrário do que pretendiam, muito mais fortalecidos, querendo trazer condições melhores para todos vocês, e eu trarei.
Falo do meu passado com respeito por que posso. Como Clodovil, digam o que disser eu sei quem sou e, todo o Brasil sabe.
Como Deputado Federal representando quase 500 mil votos, deveria ser respeitado. Respeito conquista-se dia a dia. Mesmo alguém com um passado não tão limpo, mesmo alguém que precisa amealhar pessoas para poder manter-se, mesmo assim, será difícil chegar aos quase 500 mil votos (que recebi gratuitamente, sem campanha alguma), e será difícil também chegar a ser um Clodovil conhecido e respeitado por todo país.
Pago dois preços neste momento da minha vida, um por ser quem sou uma celebridade famosa em todo Brasil, isso causa inveja sempre aos pequenos, outro por ter sido eleito deputado, isso causa mais inveja.
Não tenho a pretensão de ser querido por todos, pois nem Jesus Cristo o foi, quanto mais eu pobre mortal. Mas sei que a grande maioria do povo daqui tem respeito por mim, mesmo discordando às vezes dos meus pontos de vista.
Foi o que aconteceu terça-feira à noite na Câmara Municipal de Ubatuba, vocês sabem, eu não preciso esconder absolutamente nada de vocês!
Muito obrigado a todos que ligaram, enviaram e-mails, telegramas, após a noite de 07/10 em apoio se solidarizando.
Vocês meus amigos, fiquem em paz! E eles (se conseguirem), também...
Ubatuba, 09 de outubro 2008.

Clodovil Hernandes
Deputado Federal

Assista ao depoimento do deputado Clodovil Hernandez na Câmara de Ubatuba:


2ª tarde cultural e esportiva da ACERSUL

A ACERSUL – convida você para comparecer no dia 18 de outubro no Bairro do Sertão da Quina, na Escola Nativa Fernandes onde estará realizando a 2ª Tarde Cultural e Esportiva da Região Sul, a partir das 14 horas, depois do sucesso da 1ª Tarde Cultural, que contou com as apresentações das Escolas, Nativa, Virginia e Sebastiana, com a Dança de Salão da FUNDART, Congada do Puruba, Projeto Guri da Fazenda, e apresentações esportivas da Professora Tuca e do Professor Pérsio, a união do município em Prol da Cultura e do Esporte faz a reprise de um evento tão importante para a região sul.
Estará contando com apoio das seguintes Secretarias Esporte, Educação, FUNDART, Assessoria de Assuntos Comunitários e demais secretarias e entidades como a da Fazenda e do Puruba que irão trazer um pouco de arte, muita cultura e esporte para a região sul.
Programação será divulgada na próxima semana, devido a espera de confirmações.
O Evento contará com uma Praça de Alimentação, muita diversão, lazer, cultura, arte e esporte.
Desde já a ACERSUL, agradece ao Apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba, e de todos que vem contribuindo no fomento da cultura e do esporte na região sul.
Para mais informações: acersul@hotmail.com  - Tel: 3849-5324/3849-5055/3849-5718

Luciana Machado
Ubatuba, SP

Ubatuba = Uma Ditadura?

Nos anos 70, aconteceu no campo de futebol do Sertão da Quina um fato pitoresco. Num jogo entre o Sertão e a Caçandoca, quando o Sertão já havia marcado 3 gols no 1° tempo, um sujeito muito engraçado de nome, se não me engano, Malé, saiu com essa: Pudera que eis tão ganhando, o campo é deis, a bola é deis e o juiz é deis... Desse jeito não tem jeito que dê jeito. De fato o Sertão ganhou de goleada.
Isto me fez pensar no governo de EDUARDO CESAR e Equipe, que teve na Câmara dos vereadores 9 dos 10 (vereadores) de sua coligação, sendo apenas 1 da oposição.
Tendo as rádios a seu favor, os jornais e os vereadores, podemos também plagiar o Malé.
A RADIO É DEIS, O JORNAL É DEIS, A CÂMARA É DEIS...
DESSE JEITO NÃO TEM JEITO QUE DÊ JEITO...
Mas queremos dizer ao Malé que Ubatuba tem jeito sim, basta nossa sociedade civil, como a UBATUBA VIVO e outras sociedades que já existam ou possam ser formadas, fiscalizarem a Câmara e o executivo, e não permitam alguns abusos, como o aumento absurdo da MERENDA ESCOLAR, que passou de R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) nos 4 anos da gestão de Paulo Ramos, para R$ 12.000,00 (doze mil reais ) somente nos 3 últimos anos, que não impôs o bilhete único acertado com a companhia de ônibus na gestão anterior e verifiquem tantas obras superfaturadas de que temos notícia.

Carlos Ivana
Maranduba, SP

Um mundo de papel

O capitalismo origina as próprias crises,e tomam os povos de reféns para resolver os erros de sua selvageria.Carregam o dinheiro de suas nações para cobrir os rombos da anarquia financeira,a exemplo do maior banco da Alemanha,que quebrou quatro dias após ter obtido o visto como o banco mais seguro da europa.
Se torna fácil o amparo dos governos, porque o sistema financeiro exerce o poder sobre eles, graças as democracias fajutas ,perguntem a os povos si eles querem financiar gigolôs,o dinheiro jogado em eles nestes dias dava para cobrir as dividas do terceiro mundo, criadas por os próprios gigolôs em cumplicidades com as pseudo democracias prostituídas, muitas vezes com o consentimento do próprio povo, por vezes analfabeto , pelo voto dirigido ou comprado, mais quando esse voto e barato,em muitos lugares 10.000 votos custam apenas 500 mil reais a 50 reais cada.
Criaram um mundo de papel.O negocio de vender dinheiro caiu.Esta se esgotando a mentira institucional. Não podem mais tirar pedras e esconder as mãos.
Não podem mais trocar a ética pela estética.

Miguel Angel Garcia
Ubatuba, SP

Não temos medo de mostrar a nossa cara

Uma mentira repetida muitas vezes se transforma em verdade. Diz-se que essa era uma afirmação de Goebbels, o líder da propaganda nazista.
Desde que foi fundado, grande parte da imprensa tenta mostrar os militantes do PT como baderneiros e anarquistas, como se vê nas denúncias apresentadas pela prefeitura.
Também se vê a mesma postura no texto do Sr. Antenor Ricardo Benetti: “e revendo as imagens dos manifestos vemos as mesmas figurinhas carimbadas de sempre e outras que confesso nunca vi em Ubatuba.” “...o clima da campanha me assustou dado o nível de agressões e ameaças que sofremos. A manifestação de opositores não podia ser contestada pois recebíamos ameaças descaradas para que nos calássemos, nossos comentários, pautados em fatos reais, não foram publicados pois eram contra os opositores de Eduardo César.”
Dá vontade de rir de ver a cara de pau quando as pessoas tentam inverter os fatos. Durante toda a campanha, militantes da Coligação foram seguidos e fechados por veículos de adversários.
Não é a simples perícia que pode resolver a questão da eleição porque a Constituição diz que todos são iguais perante a lei. E não foi isso que vimos. O Maurão, segundo várias pessoas, estava fazendo boca de urna dentro da Escola Deolindo e não foi detido. Quando a irmã do Maurício entregou um adesivo a uma eleitora que já havia votado, foi imediatamente detida.
Na Escola Marina Salete, onde eu era fiscal, quem votava nas seções do final do corredor tinha que pular o muro lateral. Reclamei com a diretora que isso não podia acontecer, ainda mais que havia muitas pessoas com problemas de locomoção, e ela pediu para ajudar a organizar a fila. Chamei a responsável do tribunal e aí as coisas melhoraram um pouco.
Na sala de votação havia um cabo eleitoral do candidato Clarindo usando o celular. Pedi para ele se retirar da sala e ele continuou, fato que foi acompanhado por todos os mesários presentes. Quando saí na rua, esse rapaz disse que se eu ficasse até às 17 h iria acertar as contas comigo.
No corredor havia uma moça colando adesivos do Dr. Ricardo Cortes. Chamei um policial militar e ele não me atendeu.
Uma senhora pediu à funcionária do TRE para passar na frente porque a fila estava enorme e ela estava com varizes nas pernas. A funcionária não atendeu. Quando me ofereci para conversar com os mesários, prontamente ela conduziu a senhora e me disse: “Estou de olho em você.” Respondi: “E eu em você” porque a todo momento se aproximava das pessoas e coxixava. Não sei o que dizia, mas sei o que eu próprio estava fazendo. Em seguida, uma pessoa veio me avisar para tomar cuidado porque ela havia dito que ia registrar queixa contra mim. Entendo isso como coação.

Está na hora de meter a viola no saco
"A democracia determina que a vontade da maioria da população seja aceita nas urnas. Discursos de derrotados e incapacitados pela vontade popular não mudarão o curso da história. Que os desgostosos procurem um trabalho e façam alguma coisa pelo coletivo, pela cidade e pelo povo. Não adianta usar a ignorância, falta de educação, cultura e fanatismo de alguns idiotas para sabotar a vontade dos eleitores.”  Hélio Parras


A instituição do segundo turno veio porque é difícil um governante governar sem a adesão da maioria. Infelizmente, Ubatuba está fora dos quesitos exigidos pelo segundo turno. Isso cria um problema, ainda mais que grande parte dos eleitores não sabia que os votos de alguns candidatos não seriam contados. Somando-se apenas os votos do Paulo Ramos e do Maurício, já ultrapassam os votos do candidato eleito, o qual também teve suas contas questionadas pelo Tribunal de Contas. Se os vereadores fossem outros, havia a possibilidade de cassação do mandato .
Quando o Sr. Hélio Parras diz: “procurem um trabalho” está nos chamando de vagabundos. Tenho 61 anos e trabalho desde 1961 com carteira assinada. Faço inúmeros trabalhos voluntários e já prestei serviços técnicos ao Ministério de Educação e Cultura, antes do Lula; também prestei serviços técnicos ao Governo Montoro. Muitos dos quais estavam comigo nas manifestações são trabalhadores e não “aspones” da prefeitura.
Muitas pessoas não lutam por seus direitos porque não conhecem ou porque tem medo. Não é nosso caso porque saímos à luz do dia, fomos filmados e fotografados por amigos e inimigos. Não saímos à noite para pichar a casa dos nossos adversários usando as palavras de Deus em vão. Veja abaixo a pichação no consultório do Maurício:


“Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem” (Lucas, 23 . 34)

No entanto, quando precisou, Cristo expulsou os vendilhões do templo porque estavam desrespeitando a sua casa. Pedimos à justiça que não perdoe aqueles que abusam do cargo porque é a impunidade que estimula a revolta e a violência. Se não sabem o que fazem não podem ocupar esse cargo, ainda mais tendo toda uma assessoria jurídica paga pelo povo.
Há mais de dez anos, a atriz Bete Mendes denunciou o torturador Brilhante Ustra e só agora ele foi condenado. Se ela tivesse seguido o conselho do Sr, Helio e enfiado a viola no saco, um torturador continuaria impune. Hoje, parte do dinheiro dos impostos é usado para indenizações para pessoas que foram vítimas do abuso de poder. Vi na tv a família dos torturados afirmando que não queriam o dinheiro. Apenas a condenação do torturador bastava.



O Professor Corsino divulgou através dos jornais eletrônicos que :
“O Cartório Eleitoral de Ubatuba tem uma certa história negativa de geração de dúvidas, nos últimos anos.”
“Se alguém se der ao trabalho de pesquisar os nomes e os detalhes vai ter grandes surpresas e encontrar tremendas coincidências. A história se repete com nomes e detalhes. Quais serão as conseqüências de providências não tomadas em tempo? O tempo dirá!”
No começo da ditadura também eram poucos que deram a cara a tapa denunciando Se alguém se der ao trabalho de pesquisar os nomes e os detalhes vai ter grandes surpresas e encontrar tremendas coincidências. A história se repete com nomes e detalhes. Quais serão as conseqüências de providências não tomadas em tempo? O tempo dirá!

Rui Alves Grilo
ragrilo@terra.com.br
Ubatuba, SP

Sem nomes e sem detalhes

O Cartório Eleitoral de Ubatuba tem uma certa história negativa de geração de dúvidas, nos últimos anos.
CAPÍTULO I
Em certo momento, lá pelos idos de 1995-1996, através de rasura houve mudança de partido fora do prazo legal. Certo escriba registrou na imprensa o fato de ser óbvio ululante, a rasura ter acontecido com a colaboração de funcionário ou funcionários do Cartório Eleitoral. Não foram citados nomes. Mesmo assim para tentar intimidar "Oficiais do Cartório Eleitoral" em ato corporativo que contou com o apoio de Promotor(a) Público(a) e de advogados processaram o escriba por calúnia.
O denunciado desistiu do processo, em audiência judicial, e se submeteu aos rigores da lei, mesmo tendo em mãos Laudo Técnico da Polícia Federal indicando os autores(as). Na audiência o corporativismo e outras irregularidades foram denunciados.
Frente ao absurdo do processo e as razões que assistiam ao réu a MM Juíza não impôs nenhum tipo de penalidade. Nem uma cesta básica.
Como conseqüência, da rasura, funcionários foram processados, punidos e demitidos de seus cargos. O suposto mutante de partido, eleito Prefeito, governou com uma "Espada de Démocles" sobre sua cabeça e, em certo momento, foi afastado por quatro meses e meio. O município de Ubatuba sofreu grandes perdas. É história. Sem nomes e sem detalhes.
CAPÍTULO II
O Cartório Eleitoral nomeou dezenas de mesários e presidentes de mesa menores de dezoito anos. Os menores não queriam assumir a responsabilidade e reclamaram aos dirigentes do Cartório Eleitoral que fizeram ouvidos moucos. Procuraram um cidadão para auxilia-los. O cidadão encaminhou carta com carimbo "CONFIDENCIAL" ao MM Juiz Eleitoral e a protocolou no Gabinete do Juiz. O cidadão, autor da "CARTA CONFIDENCIAL" foi convocado com todo aparato para depor ante o Juiz Eleitoral. Ação típica de quem pretende intimidar. A audiência foi curta, contundente e documentada. Sindicância foi aberta. Presidentes e mesários menores de idade foram todos dispensados. A chefia do Cartório Eleitoral também. Os candidatos foram alertados. A eleição aconteceu sem problemas. É história. Sem nomes e sem detalhes.
CAPÍTULO III
Na eleição do dia 05-10-08 a imprensa está registrando e grande número de eleitores reclamando de irregularidades:
Urnas apresentaram problemas e não foram tomadas providências;
Funcionários comissionados do Prefeito trabalharam como mesários;
O transporte das urnas foi realizado por funcionários da Prefeitura, etc. etc.....É história. Sem nomes e sem detalhes.
Se alguém se der ao trabalho de, pesquisar os nomes e os detalhes, vai ter grandes surpresas e encontrar tremendas coincidências. A história se repete com nomes e detalhes. Quais serão as conseqüências de providências não tomadas em tempo?. O tempo dirá!
VIVA UBATUBA! Sem dengue e sem caluniadores.

Corsino Aliste Mezquita.
Ubatuba, SP

Esclarecimentos

Peço que leiam os quatro esclarecimentos abaixo, e divulguem.
Precisamos de agilidade e companheirismo para que a verdade seja vitoriosa.
Nos anexos, imagens da clínica pichada e manchada de ovos, por vândalos a serviço dos que combatemos nas eleições.
Obrigado pelo apoio de todos.

Mauricio Moromizato

ESCLARECIMENTO 1:
Mauricio Moromizato obtém vitória na justiça em processo movido por Eduardo César


Segue abaixo a sentença publicada dia 09/10, acerca de processo movido por Eduardo César contra Maurício Moromizato, em face de carta de rompimento do PT com o Governo de Eduardo César, em 2006.

Juizado Especial Cível de Ubatuba Autos nº 1067/2006 VISTOS. EDUARDO DE SOUZA CÉSAR, já qualificado nos autos, move ação de indenização em face de MAURÍCIO HUMBERTO FORNARI MOROMIZATO, pleiteando a condenação do requerido ao pagamento da quantia de R$ 14.000,00 (quatorze mil reais). Juntou os documentos de fls. 10/30. O requerido ofertou contestação (fls. 45/48), com documentos (fls. 49/56), argüindo, preliminarmente, sua ilegitimidade passiva, e, no mérito, sustentando a inocorrência de qualquer ilícito. O feito foi suspenso consoante decisão de fls. 60. Instadas as partes (fls. 66) se pretendiam a produção de provas, deixaram de se manifestar. É o relatório. FUNDAMENTO e DECIDO. O feito deve ser extinto sem julgamento de mérito, nos termos do artigo 267, inciso VI, do Código de Processo Civil, diante da ilegitimidade passiva do requerido. O requerido, ao veicular o documento de fls. 11/12, não o fez em nome próprio, mas sim em nome de agremiação política, da qual é mero representante, ocupando a função de presidente do diretório municipal de Ubatuba. Tanto é assim, que o documento foi veiculado com o logotipo e nome da agremiação, constando em seu título menção expressa do rompimento de determinada aliança pelo partido político. No mais, em todo o texto sempre se alude a agremiação, sem qualquer citação de seu dirigente. De outro canto, o documento foi confeccionado consoante deliberação tomada pelos partidários da agremiação em assembléia designada para tal finalidade, conforme se extrai do teor do documento de fls. 50/51: "A executiva assumiu a responsabilidade de elaborar nota de esclarecimento a ser divulgada à população, bem como de encaminhar os fatos à imprensa em geral. (...) A carta aberta à população divulgando nossa decisão será apresentada e aprovada junto com a presente ata e fará parte da mesma.". Nesse contexto, o partido político é que ostenta legitimidade para figurar no pólo passivo, e não o requerido, o qual atuou em nome e no estrito interesse da agremiação. Ante o exposto, JULGO EXTINTO o feito, sem julgamento de mérito, nos termos do artigo 267, inciso VI, do Código de Processo Civil, diante da ilegitimidade passiva. Sem custas e honorários advocatícios nessa fase processual, ante o disposto no artigo 55 da Lei nº 9.099/95. Em caso de recurso, o preparo deverá ser efetuado, independentemente de intimação, nas 48 (quarenta e oito) horas seguintes à interposição do recurso, sob pena de deserção, e deverá compreender, nos termos da Lei Estadual nº 11.608/2003, e do Parecer 210/2006 da Corregedoria Geral de Justiça: a) 01% (um por cento) do valor da causa, atualizado com correção monetária (mínimo de cinco UFESPs); somado a 02% (dois por cento) do valor da condenação, atualizado com correção monetária e juros de mora (mínimo de cinco UFESPs); b) porte de remessa e retorno dos autos. Não será admitida a complementação do preparo, nos termos do Enunciado nº 80, do FONAJE. P.R.I. Ubatuba, 03 de outubro de 2008. GERALDO FERNANDES RIBEIRO DO VALE Juiz de Direito.

ESCLARECIMENTO 2
Resultado das Eleições de Ubatuba sob suspeita
Justiça Eleitoral admite perícia nas urnas eletrônicas em Ubatuba


Após dois dias de manifestações causados pela estranheza quanto aos resultados das eleições municipais de 2008 em Ubatuba, acrescidos pelos indícios de problemas no funcionamento de diversas urnas eletrônicas, e com denúncias de supostas irregularidades quanto ao transporte das urnas, funcionários comissionados e em cargos de confiança como representantes da justiça eleitoral nos colégios e atuando como mesários, finalmente a Justiça eleitoral de Ubatuba, publicamente através da Sra. Cecília, chefe do cartório eleitoral aceitou fazer perícia nas urnas.
Consultando técnicos e advogados especialistas no assunto, decidimos que a perícia tem que ser feita em todas as urnas,por técnicos da polícia federal. As urnas devem ser lacradas até a perícia, bem como devem ser lacrados todos os disquetes utilizados nas urnas.
A iniciativa da chefe do Cartório em permitir a perícia e em anunciar tal medida em público é muito salutar. A população, e não apenas os políticos e candidatos, tem o direito de protestar e a justiça tem o dever de provar que tudo correu tecnicamente bem e legalmente correto.
Até que haja a perícia, fica a dúvida sobre o funcionamento das urnas e sobre o resultado das eleições.
Aguardamos também manifestação esclarecedora sobre outras supostas irregularidades e anormalidades ocorridas.
Que tudo seja logo esclarecido.
Maurício Moromizato

ESCLARECIMENTO 3
Atentado contra propriedade privada por motivo eleitoral
Consultório do candidato Mauricio Moromizato é alvo de ovos e pichação na madrugada de sábado, 11.10.2008


Venho por meio dessa publicamente informar que o Centro Clínico Odontológico (CCO Ubatuba), local onde exerço minha profissão de cirurgião dentista, em sociedade com meus dois irmãos e em parceria com outros dentistas e secretárias foi alvo de pichação e de ovos jogados por desconhecidos.

   
A motivação é claramente política e visa pressionar psicologicamente minha pessoa e minha família.

Foi feito Boletim de Ocorrência, perícia policial e estou divulgando o fato, juntamente com as fotos anexas, porque é perda de tempo tentar me calar ou me pressionar e muita injustiça e desrespeito em escolher um local que não é apenas meu e que ficou distante da política partidária por todo o período eleitoral. Mostra enfim a certeza de que a luta política é válida, pois é justamente esse tipo de prática que combati durante a campanha eleitoral.
Peço divulgação do fato porque a luta está longe de terminar.

ESCLARECIMENTO 4
Mauricio Moromizato não será secretário de saúde de Eduardo César


Mais uma mentira e um boato para desviar a atenção para a verdade: a eleição em Ubatuba está sob suspeita e Eduardo César não pode ser reconhecido como vencedor.
Ontem à tarde enquanto tomava as providências para limpeza de minha clínica odontológica, alvo de atentado por parte dos que combati durante a eleição e continuo combatendo, fui pego de surpresa com o telefonema de um amigo, Ito, valoroso companheiro de batalha, que me informou que o Sr. André da ADUBA, candidato derrotado a vereador está dizendo pela cidade que serei secretário de Saúde do governo Eduardo César. Ser secretário de Saúde do Sr. Eduardo César é fato impossível de acontecer porque:
1 - o Sr. Eduardo César ainda não é prefeito eleito. As urnas estão sob suspeita e não reconheço o resultado divulgado enquanto não houver perícia nas urnas (já admitida pela chefe do cartório eleitoral);
2 - Sou oposição ferrenha ao que está sendo feito com a saúde pública em Ubatuba. Discordo da contratação sem concurso de dentista (Posto do Poruba)filho de candidato a vereador, configurando nepotismo e passando por cima de outros dentistas mais competentes, prejudicando a população; discordo da falta absurda de médicos para o PSF, que são motivadas pela falta de concurso público; defendo transparência para a administração da Santa Casa, com recondução da provedoria, reinstalação do conselho gestor e humanização do atendimento; luto para que haja medicamentos e exames disponíveis para os pacientes necessitados; luto por um Plano Municipal de Saúde digno desse nome, que mostre os caminhos para a SAÚDE PÚBLICA em Ubatuba, luto pela valorização do funcionário público e pelos concursos, e não admito que haja postos de saúde em casas alugadas e mal-adaptadas enquanto se perde recursos obtidos para a construção dos Postos de Saúde da Estufa II, Perequê-Açú, Rio Escuro, Sertão da Quina, Itaguá e Praia Dura.
Enfim, Água e óleo não se misturam e por isso não existe possibilidade de convivência no mesmo governo entre Maurício Moromizato e Eduardo César.
3 - Respeito e muito os princípios que defendo e as pessoas que confiaram a mim os seus votos. Esses votos que tive nas eleições foram claramente de oposição à situação que Ubatuba se encontra, com desemprego, saúde pública de baixa qualidade, falta de dentistas, médicos, medicamentos, exames e postos de saúde adequados, ruas esburacadas e cidade abandonada, falta de opção de diversão e educação para os jovens. As propostas que defendi na campanha foram claramente de uma cidade com progresso e desenvolvimento e o Sr. Eduardo César fez uma campanha dizendo que está tudo bem na nossa cidade.
4 - Se não houver retratação pública por parte do Sr. André da ADUBA, o mesmo será acionado judicialmente para responder pela mentira que está dizendo. Tenho testemunhas sobre sua iniciativa e não permitirei mais essa mentira de pessoas interessadas em desvirtuar o processo eleitoral e minha conduta pessoal.

Mauricio Moromizato
Ubatuba, SP

Políticos...

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Praia do Cedro  © Renata

Praia do Cedro
© Renata

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor