Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta- Feira, 23 de Janeiro de 2009 - Nº 2068 Edições Anteriores

Villa Di Capri

Região
APA Marinha: 30 entidades se inscreveram para eleição que acontece hoje
16 pessoas são presas em operação da Polícia Civil no Litoral Norte


Caraguatatuba
“Caraguá não é só praia”, defende novo secretário de Turismo
D.E.- Caraguatatuba com mais Supervisores
Espetáculo “Oceano” do Circo Roda Brasil é sucesso de público em Caraguá
Manifestações folclóricas ganham destaque na Fundacc
Sandra Santos apresenta o espetáculo Túnel do Tempo
Fundacc apresenta “O Pequeno Príncipe” com atores da cidade
Elis por Elas acontece dia 31 no Teatro Mario Covas
VENCEDORES DO CONCURSO SAO FRANCISCO DE SALES E DOM BOSCO SERÃO CONHECIDOS NESTE SABADO,24
GABRIEL CHALITA, PE FABIO DE MELO E ELIANA RIBEIRO, juntos.
Inclusão Digital: programa do Estado em parceria com a prefeitura possibilita ingresso no mercado de trabalho
Professorado municipal se reúne com prefeito e secretário de Educação

Ilhabela
Estrada de Castelhanos volta à discussão
Prefeito Toninho Colucci empossa membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente
Ilhabela terá show de Renato Teixeira no Dia da Padroeira
Primeira dama, Lucia Colucci, fala sobre seu papel no Fundo Social de Solidariedade do município
Velejadores de Ilhabela seguem firme no Campeonato Brasileiro da Classe 420


São Sebastião
Vítimas em acidente com ambulância na Rio-Santos passam bem
Câmara de São Sebastião marca extraordinária para votar 3 projetos do Executivo

Ubatuba
Guarda Municipal apreende mais de 100 bicicletas
Bandas locais animarão Carnaval 2009 na cidade
Assaltantes roubam roçadeiras de uma empresa em Ubatuba
Projeto Tamar e as atrações para o verão em Ubatuba
GILDA
Agenda Cultural - Fundart
Fazendas marinhas de Ubatuba já colhem mexilhão sustentável
Pescadores ubatubenses ajudarão a retirar lixo do mar
Santa Casa de Ubatuba investe em novos equipamentos

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

APA Marinha: 30 entidades se inscreveram para eleição que acontece hoje

Litoral Norte - Centenas de pescadores, carregados de isopor com gelo na ida, e carregados de peixes na volta, se amontoam todos os finais de semana no píer do Bairro de São Francisco. Eles são pescadores amadores. Todos certinhos, com carteirinha do IBAMA e tudo o mais. Levam os peixes para suas cidades de origem. Há comentários de que alguns vendem a pescaria chegando lá.
Eles são um ótimo negócio para os barcos de pesca e escunas alugados, ou para as empresas de ônibus fretados, mas são um péssimo negócio para os moradores das ilhas e comunidades tradicionais. Estes sim, pescadores artesanais, que vivem da pesca. Também são um péssimo negócio para a biodiversidade e para a manutenção dos estoques pesqueiros.
Este problema, um dos inúmeros que ameaça a vida no mar da nossa região, será uma das questões que, em breve, o Conselho Gestor da APA (Área de Proteção Ambiental) Marinha do LN terá que enfrentar.
“Enfrentar, não para proibir, mas para disciplinar a pesca amadora dentro da APA, dizer onde ela pode acontecer causando danos menores”, explica Lucila Pinsard Vianna, antropóloga da Fundação Florestal e diretora da APA.
Eleição - Lucila é quem vai coordenar a eleição para o Conselho Gestor, que acontece hoje, a partir das 13h, na Secretaria de Educação de Caraguatatuba – Rua Rio de Janeiro, 860, Indaiá.
Serão eleitos 12 titulares e 12 suplentes representantes da sociedade civil no conselho. Só poderão participar da eleição as entidades previamente cadastradas – a inscrição terminou segunda-feira; e devidamente habilitadas, ou seja, aquelas cuja inscrição será aceita por atender as exigências do edital publicado.
“Trinta entidades se inscreveram, mas ainda não sei quantas estão realmente habilitadas. Eu darei um retorno para todas elas, por telefone, antes da eleição”, promete Vianna. “Só pode participar da eleição uma pessoa por entidade, e cada pessoa só pode representar uma entidade. Sei, por exemplo, que uma empresa de mergulho de Ilhabela se inscreveu, mas o edital veta a participação de pessoas jurídicas. Vou ligar explicando isto e incentivando a pessoa interessada a se juntar à Associação de Mergulho de Ubatuba. Ele não poderá participar da eleição, mas conhecerá as pessoas e poderá se articular com seu grupo”, explica a diretora da APA.
A eleição será realizada por setor. Assim, todos os inscritos no setor pesqueiro elegerão 5 membros – quatro representantes da pesca profissional (um para cada município da região) e um da maricultura.
A mesma coisa farão os inscritos para o setor de turismo e esportes náuticos, que elegerá quatro membros – um representante de instalações náuticas (iates clubes e marinas); um das associações de modalidades de esportes náuticos (pesca amadora, mergulho recreativo, iatismo e vela); um das associações de empresas prestadoras de serviço ao turismo náutico (agências e operadoras turísticas); e um das associações de classe de prestadores de serviços para o turismo náutico (marinheiros, barqueiros e monitores).
Finalmente, as entidades ambientalistas inscritas elegerão dois membros; e os institutos da USP (Universidade de São Paulo) elegerão um representante para a vaga de pesquisador.(Fonte: Imprensa Livre)

16 pessoas são presas em operação da Polícia Civil no Litoral Norte

Litoral Norte - Em cumprimento de determinação da Delegacia Geral de São Paulo, a Polícia Civil fez uma operação no Litoral Norte que resultou em 16 prisões.
A operação se baseava em cumprimento de mandados de prisão de pessoas que respondiam processos em liberdade, mas que agora foram julgados, além de casos de presos que ainda não retornarem do indulto de Natal e por problemas no pagamento da pensão alimentícia.
O maior números de prisões ocorreu em Caraguatatuba, cinco cumprimentos de mandado. Em Ubatuba foram quatro pessoas presas, duas em Ilhabela e uma em São Sebastião. Para complementar a operação, também houve duas prisões em flagrantes.
A equipe da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (Dise) prendeu em Boiçucanga, na Costa Sul de São Sebastião, uma pessoa portando 40 pedras de crack. Já agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) também encontrou, em Caraguá, um homem de posse do mesmo entorpecente, com cerca de 15 pedras de crack. A operação da polícia dessa terça-feira aconteceu das 6h às 17h(Fonte: Imprensa Livre)


Notícias de Caraguatatuba Topo


Anuncie Noroeste News

“Caraguá não é só praia”, defende novo secretário de Turismo

Caraguatatuba - Empreendedor e com bastante bagagem na área de administração privada, o novo secretário de Turismo, Geroge Hilf de Moraes, natural do Rio de Janeiro e criado em São José dos Campos, afirma que irá tratar os trabalhos de sua Secretaria como se estivesse administrando uma empresa.
Formado em engenharia civil, casado, pai de três filhas, trabalhou desde 1977 na área da construção civil, obras e novas tecnologias. Porém em meio as suas viagens pelo Brasil e exterior, adquiriu experiências na área do turismo. “Fiz vários cursos de marketing e li muito sobre turismo. Abracei esta questão do marketing com muito carinho. Sou, por vocação, marketeiro”, diz Moraes, contando que realizou alguns trabalhos de turismo internacional nos Estados Unidos, e trabalhos dentro do grupo Ceasar Hotel, em São José dos Campos.
Em seguida, já na década de 90, se dedicou à administração da pousada da família. Desde 2000, começou a freqüentar mais intensamente Caraguatatuba, por fazer parte do Conselho de Turismo (Contur) da cidade, a convite do então secretário de Turismo da época, Paulo Noronha, que fazia parte da gestão do Antonio Carlos. No mesmo período também fez parte do Contur de São José dos Campos e Paraibuna.
Imprensa Livre: Como você conheceu Antonio Carlos?
George Hilf: Bom, o Antonio e meu irmão Ricardo já são amigos há muito tempo, mesmo porque, no Vale, meu irmão já participava de empreendimento com ele. Então nos conhecemos e ele gostou deste meu lado também empreendedor e de minha experiência profissional. Até que ele me convidou, pois a idéia é dar um impulso empreendedor nesta gestão dele. Inclusive esta é uma orientação do prefeito. A intenção dele é não deixar que a cidade, com esta possibilidade de crescimento, por conta da Petrobras, Porto e tudo mais, não tenha um crescimento maciço e desordenado. Crescimento rápido é sinônimo de desordem. A idéia dele foi trazer profissionais para que isso não aconteça.

IL: Então você confirma que a maior parte do secretariado é formada por técnicos?
GH: Que eu tenha conhecimento, meus colegas são como eu, com muita experiência em gestão, finanças e com bagagem, cada um na sua área.

IL: Trazendo então para a área do turismo, como será essa gestão?
GH: Normalmente as pessoas têm a visão de turismo como aquele cara que banca o Carnaval, que banca as bandas e algumas festividades. Já a minha visão é estrutural, pois Caraguatatuba tem que fugir um pouco do estigma de que a cidade é só praia, pois não é. Outra coisa, temos que dimensionar o aparelho público e transformar o turismo sazonal, que vive só da alta temporada, em atividades que atraiam o turista o ano todo. Porém temos que estudar uma forma para criar infra-estrutura para este público e treinar pessoas para este atendimento.

IL: O que propõe para o turismo nas praias? Como seria essa estrutura?
GH: Primeira coisa é organizar a seqüência das praias. Pois o que percebo é que tem pessoas muito mal treinadas e quiosques mal definidos, com a apresentação, visual e profissional falha. Fora o turismo de um dia, que acaba concentrando essas pessoas em um determinado lugar, sem infra-estrutura, onde elas mesmas trazem seus mantimentos e não investem na cidade, ainda sujando as praias, pois não oferecemos essas estruturas a eles. Então se dermos uma área com estrutura adequada e direcioná-los às áreas com infra-estrutura boa e atraente, teremos uma organização e benefício para o povo local. A idéia é adequar espaços e áreas em Caraguatatuba para atendê-los muito bem, e que essas pessoas tenham vontade de voltar.

IL: Seriam então os terminais turísticos?
GH: Exatamente. Além de criar lugares com excelência em atendimento. Pois hoje o que vemos são pessoas que são desovadas em determinados destinos, ficam o dia todo, e só vão embora no fim do dia. Normalmente esses lugares não têm banheiro suficiente para atender a demanda, mau atendimento ao turista, falta de informação, enfim, estrutura zero.

IL: Já existe um terminal turístico, mas está desativado. Tem a possibilidade de resgatá-lo e de criar novos terminais?
GH: Existia. No passado foi criado um terminal turístico e o que faltou foi infra-estrutura e continuidade. Encontramos as máquinas e equipamentos em estados calamitosos, principalmente meus colegas. Temos planos para achar soluções, trabalhando sempre como empresário que sou para estudar fatos e dados para agir.

IL: Além do terminal turístico, você pretende padronizar os quiosques?
GH: Sim, mas uma padronização sem que torne tudo igual, pois quero que cada um tenha sua característica, pois senão fica muito monótono. Logo, a idéia de padronização é na infra-estrutura, com número de vasos sanitários que atendam o número de clientes que frequentam o local. Fora o treinamento no atendimento, e qualificação de mão de obra. Mas a idéia é dispersar os turistas para várias opções. Pois esta Secretaria é fomentadora do turismo.

IL: Como seria a dispersão do turista?
GH: Elaborar roteiro para outras opções, como o turismo ecológico, incluindo as praias, o turismo até rural, pois temos áreas no bairro Pegorelli que comporta este tipo de turismo. Estamos agora angariando informações e fatos para poder realizar um plano de trabalho, pois não quero ser precipitado e presumir as coisas. Mas muitas opções temos sim na cidade. Fazer as coisas baseadas no ‘achismo’ viram ações fantasmas, pois não dão seqüência. Temos que pensar nos trabalhos com continuidade. Por exemplo, o Morro Santo Antonio, que é um ponto turístico lindo e bacana, porém sem estrutura para receber o turista, pois não tem banheiro, não tem alimento, e educação de limpeza, pois as pessoas levam o que comer e acabam sujando o meio ambiente, jogando lixo na estrada.

IL: Qual é a solução?
GH: Estrutura dos destinos turísticos, treinamento e capacitação de pessoas para atender os turistas, buscando profissionalizar guias turísticos e mesmo os que trabalham no ramo de alimentos. Precisamos acabar com esta coisa de que Caraguá tem um mau atendimento. Então capacitar pessoas pode propagar a boa imagem da cidade. Claro que além de treinamento, fomentar a sustentabilidade e manutenção desses locais e pessoas.

IL: O senhor entende que em quatro anos consegue fomentar e fazer girar esses projetos e propostas?
GH: Acredito sim, sem dúvida que possamos conseguir, pois precisamos de um objetivo, e atualmente estou levantando um histórico, que inclui atividades da gestão passada, tanto prós, quanto contras. Minha visão é que temos que espalhar mais essas atividades, criar atrativos e vitalizar atividades que nunca foram criadas, e que nunca foram exploradas, como turismo cultural, rural e meio ambiente, entre outras. Com planejamento, competência e força de vontade conseguiremos.

IL: Como serão os trabalhos daqui para frente?
GH: Com educação das pessoas que serão treinadas e capacitadas, e ensiná-las como crescer naquela atividade. Sempre fomentando, no meu caso, com a organização da comunidade, orientando em como formalizar as atividades do turismo. Serei apenas um gerente administrador deles. Não esquecendo de que devemos sempre ter a melhoria continua. Tratarei essa gestão como uma administração de empresas.

IL: Para finalizar, como foi feita a transição de sua Secretaria, já que não houve transição de governo?
GH: Infelizmente não houve a transição na prefeitura como um todo, mas no meu caso, houve um pouco sim, pois além de minha experiência em saber o que observar, não posso reclamar do que encontrei. O prédio, com verba federal, foi reformado e bem estruturado. (Fonte: Imprensa Livre)

D.E.- Caraguatatuba com mais Supervisores

Caraguatatuba - A Diretoria Regional de Caraguatatuba passa a contar com mais supervisores para atender as 38 escolas sob sua jurisdição nos quatro municípios do Litoral Norte.
São municípios extensos, com escolas distantes, como as da costa de São Sebastião, por exemplo, o que torna difícil um acompanhamento mais próximo. Com a chegada de mais supervisores será possível atender de modo especial a cada uma das unidades escolares.
Além da professora Margarete Cordioli, que se efetivou neste ano, mas que há muitos anos está na Diretoria trabalhando na supervisão e Marta Soares que também já estava na DE, recebemos ainda Sheila de Oliveira Fernandes, vindo de São José dos Campos e Lara Litvinoff que escolheu neste ano, somando aos que já estão atuando, serão treze os supervisores na região.
Assim, a Diretoria Regional de Ensino-região Caraguatatuba continua seu trabalho de apoio às escolas da rede, agora com maior tranqüilidade, pois conta com mais especialistas na Supervisão, o que propicia mais ações voltadas para um atendimento individualizado e completo às unidades escolares espalhadas por todo o Litoral Norte.(Fonte: DRE-Caraguatatuba)

Espetáculo “Oceano” do Circo Roda Brasil é sucesso de público em Caraguá
Com duas horas de duração, “Oceano” encanta o público local. As apresentações acontecem de terça a domingo, sempre às 20h30. A temporada é curta e termina no dia 1º de fevereiro

Caraguatatuba - Esta é a primeira vez que Caraguatatuba recebe um espetáculo temático. “Oceano” do Circo Roda Brasil, uma parceria entre os grupos Parlapatões e Pia Fraus, encanta pessoas de todas as idades, em um trabalho com duas horas de duração, que traz à platéia tudo relacionado ao oceano, variados tipos de peixes a pingüins que realizam manobras radicais sobre patins.
Com direção de montagem de Beto Andreetta, “Oceano” conta a história de um menino que na tentativa de recuperar seu patinho de borracha é engolido pelo ralo de sua banheira e descobre um novo universo no fundo do mar.
Para o estudante Raphael C. Guimarães, de 10 anos, que assistiu a apresentação deste domingo, 18 de janeiro, tudo agradou. “Este foi o melhor espetáculo de circo que já assisti até hoje. Eu até vi uns vídeos do Cirque Du Soleil e achei igual. O que eu mais gostei foram a baleia e o polvo infláveis, e também a história do menino, que tem começo, meio e fim, e isso é diferente dos outros circos que já fui”, explicou, completando sua opinião sobre os palhaços. “Eles eram muito engraçados e interagiam com a platéia. Fazia tempo que eu não via palhaços tão bons”.
“Oceano” continua sendo apresentado em Caraguá, de terça a domingo, sempre às 20h30, até o dia 1º de fevereiro. De acordo com a produção do Circo Roda Brasil, a entrada sai por R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada). Há ainda uma promoção pela qual 01 adulto acompanhado de 01 criança paga R$ 10,00 e crianças até 01 ano não pagam a entrada.
O Circo Roda Brasil, que tem o patrocínio da Energias do Brasil, e apoio do Ministério da Cultura, Prefeitura Municipal e FUNDACC - Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, está na Avenida Arthur Costa Filho (Avenida da Praia), ao lado da pista de skate. Circo é Cultura. Prestigie!(Fonte: Fundacc)

Manifestações folclóricas ganham destaque na Fundacc
Fundacc cria coordenação de folclore e inicia projetos para a nova fase

Caraguatatuba - A Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba vem ao longo de sua trajetória revitalizando, apoiando e protegendo para as gerações futuras o folclore e as tradições populares existentes e ainda vivas na cidade.
São grupos de Folia de Reis, Moçambique, Puxada de Rede, Maculelê, Bonecões e Capoeira; lendas que foram registradas em livros, vídeos e por meio das artes cênicas, representadas. Gravação de depoimentos de antigos moradores contando seus saberes e todo patrimônio cultural imaterial, sempre à disposição na Biblioteca de Artes. A criação do Festival do Camarão que revitaliza a cultura caiçara do pescador artesanal, enfim, a Fundacc sempre atuou fortemente na área de folclore.
Visando aglutinar e fortalecer as ações, cria em 2009 a Coordenação de Folclore que ficará a cargo de Adbailson Cuba.
Para a Conselheira de Folclore da Fundacc, Maria Elizabeth de Jesus – “A criação da coordenação é um ganho enorme para a cultura. Poderemos ampliar ainda mais as ações conceituais sobre folclore que vai da culinária a produção artística”. Em parceria com mestre Angolinha, há 14 anos na Fundacc e responsável pelas oficinas de capoeira que compreendem Moçambique, Puxada de Rede, Samba de Roda, Marabaxo - dança de Negros e Capoeira Angola, Elizabeth propõe a realização do Moçambicando – “Um evento reunindo vários grupos de Moçambique possibilita a troca de conhecimento entre os participantes e agita a cidade fora da temporada. Gostaria também de trazer cursos de capacitação para alunos e professores”- comenta mestre Angolinha.
Para Adbailson Cuba, coordenador de Folclore da Fundacc, é um grande desafio – “Meu trabalho na área de artes cênicas sempre foi baseado em cultura popular, com muitos personagens, cenografia, figurinos e textos sempre buscando trazer a cultura e as tradições para o público. Com essa oportunidade quero valorizar cada manifestação e fazer ser conhecido o folclore caiçara”.
Junior Magresco, Diretor de Cultura da Fundacc, vê a criação da coordenação como a necessidade de criar políticas públicas para o folclore para que haja continuidade das manifestações - “seja por meio das Oficinas Culturais, eventos, livros, enfim, encantar as crianças e trazer o folclore mais próximo da vida das pessoas. Com a coordenação, será possível parcerias junto a Secretaria de Estado da Cultura e também intercâmbios com outras cidades, trocando experiências e trazendo crescimento a todos” - finaliza Magresco.(Fonte: Fundacc)

Sandra Santos apresenta o espetáculo Túnel do Tempo

Caraguatatuba - Acontece no Teatro Mario Covas no dia 30, sexta-feira, o espetáculo musical Túnel do Tempo com a cantora Sandra Santos. Os ingressos custam R$10,00 e R$ 5,00 a meia-entrada. A direção do show é de Sandra Santos, Zuleica e Dr. Gilson J. Fernandes.
Com músicas que foram sucesso, e marcaram cada época, a viagem nos leva a um passeio que vai do ano de 2009 chegando até os anos 50, com caracterização de figurinos para cada década e sempre contando com um casal de dançarinos.
Acompanhada pela Banda S/A Show, com músicos de Caraguá, num total de sete, as canções interpretadas por Sandra Santos embalam o público e os faz viajar e vivenciar diferentes histórias.
Nos anos 50, embalados pelas marchinhas de Carnaval, o espetáculo conta com a participação do grupo da 3ª Idade Malandros e Melindrosas.
Os ingressos podem ser adquiridos no Teatro Mario Covas, que fica na Av. Goiás, 187, no bairro Indaiá. Mais informações pelo telefone 38812623.(Fonte: Fundacc)

Fundacc apresenta “O Pequeno Príncipe” com atores da cidade
A Fundacc apresenta no dia 1º de fevereiro o espetáculo O Pequeno Príncipe com a Cia Teatro de Areia, no Teatro Mario Covas, às 18h00

Caraguatatuba - Com direção de Adbaison Cuba e no elenco, atores da cidade que fazem parte da Cia de Areia, o espetáculo O Pequeno Príncipe acontece no dia 1º de janeiro, às 18h00 no Teatro Mario Covas. O espetáculo conta com a participação do CBMC – Corpo Municipal de Baile de Caraguatatuba, sob a direção de Cristina Neves. Os ingressos custam R$2,00 e R$ 1,00 a meia-entrada e podem ser adquiridos na Fundacc e no próprio local. A peça é recomendada para crianças maiores de 7 anos.
A adaptação teatral de O Pequeno Príncipe é mais uma iniciativa da FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba de promover e implementar ações que utilizem, sempre em parceria com educadores e escolas, a arte teatral como instrumento para a educação, o desenvolvimento social, e o fortalecimento de valores culturais e de cidadania entre todas as idades.
Estreado em Caraguá em outubro de 2007, o espetáculo já esteve em cartaz na capital paulista no Teatro Arthur de Azevedo em agosto de 2008. Entre as temporadas em Caraguá e São Paulo, foram mais de 20 apresentações.
O Projeto congrega a valorização e o incentivo à leitura com as múltiplas possibilidades educacionais e culturais do teatro.
“O Pequeno Príncipe” narra o encontro mágico de um menino, vindo de um lugar distante, com um aviador perdido no deserto. Juntos, eles compartilham experiências que divertem, encantam e tocam o coração.
“Adaptado do livro homônimo de Antoine de Saint-Exupéry, o espetáculo, assim como a obra literária, mergulha no subconsciente, achando um meio de resgatar a criança que existe em cada um de nós, devolvendo o mistério da infância, que traz de volta os sonhos e as recordações já imperceptíveis na correria do dia a dia da idade adulta” conta Cuba.
(Fonte: Fundacc)

Elis por Elas acontece dia 31 no Teatro Mario Covas
Três cantoras de Caraguatatuba, Mara Amaral, Sandra Santos e Lilian Amaral sobem juntas ao palco do Teatro Mario Covas, num tributo em homenagem à cantora “Elis Regina”. O grande encontro acontece dia 31 de janeiro, sábado, ás 21h00 no Teatro Mario Covas. Ingressos a R$2,00 e R$1,00 a meia-entrada. Os ingressos podem ser adquirido antecipadamente na Fundacc e no Teatro Mario Covas.

Caraguatatuba - O espetáculo intitulado “Elis por Elas” é uma realização da FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba e fez parte das comemorações de 151 anos da cidade, comemorado em 20 de abril de 2008.
Tem a direção geral do músico Ricardo Ferraz e conta com a participação do Corpo de Baile Municipal, direção de Cristina Neves; de atores da Cia. Teatro de Areia, com direção de Adbailson Cuba, e dos músicos: Kiko, Daniel Carlota, Elaine Abbade, Fábio Tavares, Lucas de Camargo, Talita Moura, Valdemir Garcia e Vinícius Andrade, Daniel Tiago, com a participação especial de Alexandre Nunes na Viola Caipira.
No repertório estão 14 músicas imortalizadas pela voz de Elis Regina.
Outras informações pelo telefone da FUNDACC: (12) 3883-3737 ou no Teatro Mario Covas, na Av. Goiás, 167, no bairro Indaiá, em Caraguá. O telefone é 3881 2623.(Fonte: Fundacc)

VENCEDORES DO CONCURSO SAO FRANCISCO DE SALES E DOM BOSCO SERÃO CONHECIDOS NESTE SABADO,24

Caraguatatuba - Um café da manhã com os profissionais de imprensa marca o Dia de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas. O evento, aberto a todos os jornalistas da região (Litoral Norte) acontece no salão da Igreja Santo Antonio, em Caraguatatuba, a partir das 8h30 e contará com a presença dos padres, participantes do concurso, convidados e apoiadores entre eles o grupo Pioneira, Escola de Idiomas Fisk, Serramar, Super Verão Caraguá e Consórcio Caraguatatuba.
Além deles, o empresario Emilio Campi, do Portal de Noticias Litoral Virtual que participou com a publicação das matérias virtuais e na divulgação do evento.
O encontro e concurso é uma iniciativa da Igreja de envolver o profissional de imprensa especialmente com as questões sociais e de valorização da vida, deixando-os livres na produção de materias e fotos, fora das pautas das redações´, disse a assessora Denise Peixoto.
Esta é a segunda edição, embora a Diocese mantenha ha 8 anos um evento de confraternização com profissionais da Imprensa, antes realizado por ocasião do Dia Mundial das Comunicações que ocorre no mês de maio. Com a chegada do bispo diocesano Dom Altieri, salesiano de Dom Bosco, o evento foi direcionado para o dia de São Francisco de Sales, 24 de janeiro, mesmo dia em que o Papa lança a Mensagem e o tema do Dia das Comunicações Sociais
(Fonte: Diocese de Caraguatatuba)

GABRIEL CHALITA, PE FABIO DE MELO E ELIANA RIBEIRO, juntos.
Você não pode perder.

Caraguatatuba - Dia 18/02 às 22:00 horas a Diocese de Caraguatatuba e o Super Verão Caraguá, com o apoio da TV Canção Nova, promove um MEGA EVENTO na arena do Super Verão, em Caraguatatuba com a transmissão, ao vivo, do programa "Quarta Viva", com seu apresentador Gabriel Chalita.
O programa já é conhecido especialmente pelos jovens e educadores que apreciam o trabalho de Chalita. Na programação, música e entrevistas. Entre os convidados estão Pe Fábio de Melo, a cantora Eliana Ribeiro e Henrique Prata, do Hospital do Câncer em Barretos. Muitas outras novidades durante o programa que será transmitido ao vivo em rede nacional com o apoio do Super Verão Caraguá.
Para a platéia serão disponibilizadas 500 cadeiras e outras 500 para o camarote. As arquibancadas estarão liberadas. A expectativa dos organizadores do evento é de uma participação de 5 mil pessoas. O programa é transmitido pelo canal 56, bem como pela TV a cabo.
O evento é beneficente em pról da construção do Centro diocesano de Formação - Casa Emaús, de Ubatuba.
Haverá cobrança de ingressos: R$ 10,00 (dez reais) pista, R$ 20,00 (vinte reais) camarote. Os ingressos serão vendidos no local e nas secretarias paroquiais.

Quem é Chalita ?
Chalita (Gabriel Chalita) é professor, escritor, membro da Academia Paulista de Letras e da União Brasileira de Escritores, autor de 34 livros, a maioria nas áreas de educação, filosofia, ética, direito, biografias. entre eles "Educação: a solução está no afeto"; "Vivendo a Filosofia", "Mulheres que venceram o preconceito"; "Ética dos Governantes e dos Governados", entre outros.
É doutor em Comunicação e Semiótica e doutor em Filosofia do Direito, mestre em Ciências Sociais e mestre em Direito, além de professor dos programas de graduação e pós-graduação da PUC e da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Como homem público, foi Secretario de Estado da Educação e nesta eleição, o vereador mais votado de São Paulo com 102.044 votos., empossado na Câmara Municipal no dia 7 de janeiro de 2009.
2001- Primeiro encontro, Chalita palestrou sobre afetividade com professores da rede municipal aconteceu em 2001, no auditório da Fundacc, onde o secretário se reuniu com cerca de 300 profissionais.
2002 - A reunião de Gabriel Chalita com os professores estaduais de Caraguá foi realizada numa terça-feira, 10 de setembro, no salão de convenções do Clube Ilha Morena, onde compareceram aproximadamente 500 professores, da rede municipal e estadual.
2008- Dia do Professor comemorado em 15 de outubro e a convite da Diocese de Caraguatatuba, falou para cerca de 800 educadores, no Teatro Mario Covas, sobre "Pedagogia da Amizade".(Fonte: Diocese de Caraguatatuba)

Inclusão Digital: programa do Estado em parceria com a prefeitura possibilita ingresso no mercado de trabalho
Usuário do AcessaSP aprende a lidar com a internet e consegue o tão sonhado emprego

Caraguatatuba - Um dos tantos usuários do AcessaSP, posto de Caraguatatuba, Márcio Costa Filho, começou o ano mais feliz. Isso porque dois dias depois de se cadastrar no Emprega São Paulo, ele conquistou o tão sonhado emprego.
Márcio, que nunca tinha usado a internet, ficou sabendo do lançamento do Emprega São Paulo e foi informado de que no posto do AcessaSP era possível se cadastrar. “Eu nunca tinha mexido com computador, mas estava precisando muito de emprego por isso fui até o Posto”, revelou.
No local ele recebeu o auxílio da monitora Maria Amanda, estudante de Computação. “Ajudei-o a fazer uma conta de e-mail e orientei todo o cadastramento no Emprega São Paulo”. Amanda explica que sem o e-mail não é possível efetuar o cadastro no site de vagas.
Márcio é grato pelo serviço prestado e por estar tendo essa oportunidade de se incluir no mundo digital. “Agora eu venho até o posto todo dia, vejo meu e-mail, navego no Emprega SP e vou a outros sites de notícia”, disse.
Posto de Caraguá deve ter curso de Informática Básica para os usuários
O posto do AcessaSP em Caraguá fica na praça Diógines Ribeiro de Lima, ao lado da secretaria de Turismo. No local, será oferecido curso Informática Básica, voltado para jovens e adultos. “Quero demonstrar como a tecnologia pode ser útil no dia-a-dia, ampliando as oportunidades no mercado de trabalho, melhorando a qualificação profissional e aumentando a participação no mundo digital”, explicou Amanda.
A unidade conta com 10 computadores, uma impressora, um gravador de CD e monitora capacitada para auxiliar os usuários em suas pesquisas. De todas as cidades do Litoral Norte, Caraguá foi a primeira cidade a receber o programa.
O espaço é direcionado para a população que não tem acesso à internet para realizar pesquisas de vagas de emprego, cadastramento no projeto Not@Fiscal Paulista, elaboração de currículos, cursos à distância, entre outros, além de serviços de utilidade pública como solicitação de ligação ou religação de água, segunda via de contas, declaração de imposto e recadastramento de CPF.
Para utilizar do serviço, o usuário deverá cadastrar-se com documento oficial com foto. Ele terá direito a 30 minutos de acesso à internet. Após este tempo, poderá continuar usando o espaço desde que não haja fila de espera.
Serviço: A unidade do AcessaSP de Caraguá fica na praça Diógenes Ribeiro de Lima, ao lado da secretaria de Turismo. Os contatos são: 3883 3042 e acessa_caragua@hotmail.com.
(Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Professorado municipal se reúne com prefeito e secretário de Educação
Diretrizes para o próximo ano letivo serão apresentadas e discutidas pelos docentes

Caraguatatuba - Os professores da rede municipal de ensino de Caraguatatuba tem compromisso agendado na primeira segunda-feira de fevereiro, 2. Na data eles serão recebidos pelo secretário de Educação, Laércio Albarici, e pelo prefeito Antonio Carlos para a apresentação das diretrizes para a área em 2009.
O encontro será no Teatro Mario Covas às 18h. Os professores conhecerão também a composição da nova secretaria de Educação, que tem à frente o professor de Letras e ex-Dirigente Regional de Ensino na Diretoria de Caraguá.
A reunião acontece uma semana antes do início das aulas: 9 de fevereiro. A data é válida para todas as escolas de ensino infantil e fundamental. As creches já estão em funcionamento, pois não param durante as férias.(Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo


Mazzei

Estrada de Castelhanos volta à discussão

Ilhabela - Além de ser um primeiro contato entre a direção do Parque Estadual de Ilhabela (PEIB) e a nova administração municipal, a reunião que acontece hoje discutirá a retomada das obras de manutenção da Estrada de Castelhanos que ficou ainda mais avariada depois das últimas chuvas.
A reunião acontece a partir das 14h, na sede do parque, na Vila. Trata-se de uma reunião da câmara técnica responsável pelo aprofundamento das questões ligadas à Estrada de Castelhanos.
Além do prefeito Toninho Colucci, que foi convidado, participam desta câmara técnica representantes da Secretaria de Turismo, Defesa Civil, Associação dos Jeepeiros, Agências de Turismo, Aquário de Ilhabela e Associação Amor à Castelhanos, entidade que representa os moradores da praia.
“Será uma aproximação com a nova gestão municipal em relação à estrada”, diz a diretora do PEIB, Carolina Bio Poletto. “E nós já temos o material necessário, pedra e cascalho. Agora precisamos do maquinário da prefeitura para melhorar as condições da estrada”, afirma ela. Condições tão ruins que em dezembro passado, respaldada pelo Conselho Gestor do PEIB, a Fundação Florestal publicou decreto que permite apenas o tráfego de veículos 4X4 nesta estrada.
A Estrada de Castelhanos é, na verdade, uma estrada-parque. Ela atravessa todo o PEIB no sentido leste-oeste, interligando o bairro de Barra Velha à Praia de Castelhanos. Ela é ainda o único acesso por terra entre o centro de Ilhabela e as inúmeras comunidades caiçaras que vivem no lado da ilha voltado para o mar aberto. Fundamental para a preservação do parque, ela é também de vital importância para as comunidades, além de ter um enorme potencial para o ecoturismo e o turismo de aventura.
Comunidades Tradicionais - Outra reunião que acontece hoje também, a partir das 10h, é com a câmara técnica das Comunidades Tradicionais. Este grupo é integrado por representantes da Associação Amor à Castelhanos, pesquisadores, as ongs Sementes do Futuro e Elementos da Natureza, Aquário de Ilhabela, Pés no Chão e Sala Verde de Ilhabela.
“Esta reunião é para dar continuidade ao projeto das comunidades, que pretende promover uma aproximação maior entre o parque e as comunidades que vivem em seu interior. Este projeto visa consolidar a própria câmara e está ficando tão bom que vamos atrás de financiamento. Queremos ir até estas comunidades com vários tipos de oficinas”, explica Poletto. As duas câmaras técnicas fazem parte do Conselho Gestor do PEIB.(Fonte: Imprensa Livre)

Prefeito Toninho Colucci empossa membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Ilhabela - Os novos integrantes do Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente de Ilhabela (CMDCA) para o mandato 2009/2011 foram escolhidos na manhã de ontem (20/01) em assembléia no Paço Municipal. Segundo o prefeito, Toninho Colucci (PPS), que esteve presente durante toda a assembléia e empossou os conselheiros, a Prefeitura sabe da importância do Conselho em cuidar da questão que envolve as crianças e os adolescentes. “Sabemos que as crianças e adolescentes de Ilhabela precisam de uma atenção especial”, enfatizou Colucci deixando claro que sua intenção é que o Conselho seja o mais democrático possível.
O CMDCA foi criado por meio da lei 459/92 com base no Estatuto da Criança e do Adolescente. A escolha dos oito conselheiros mais oito suplentes é feita a cada dois anos, sendo quatro titulares e quatro suplentes indicados pelo poder público e mais quatro de cada pela sociedade civil representada por entidades que desenvolvem atividades em prol da criança, além de integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associações de Pais e Mestres das Escolas, Ministério Público entre outros.
Segundo a presidente do Conselho, Rosângela de Oliveira Cardeal, eleita no mesmo dia, o Conselho é responsável pela política de atendimento dos projetos e programas destinados às crianças e adolescentes dentro do município e por isso tudo passa pelo crivo dos conselheiros. “Todas as entidades que lidam com crianças e adolescentes para funcionar precisam de registro no Conselho”, explica.
Sobre as atividades desenvolvidas pelo CDMCA, Rosângela conta que as entidades são convidadas a apresentar projetos com base em um tema escolhido por eles e se aprovado pelo Conselho, o projeto pode receber recursos tanto privados como do governo, nas três esferas, Federal, Estadual e Municipal.
O Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente também é responsável pelo processo de eleição do Conselho Tutelar e ainda pela estrutura de funcionamento.

Conselheiros titulares
Rosângela Ascêncio de Oliveira Cardeal – Secretaria de Assistência Social
Arlene Balague Tralheiro de oliveira – Secretaria de Saúde
Marlucy dos Santos Batista Braga – Secretaria de Finanças
Luciana Sobral Pires Morais – Secretaria de Educação
Amélia Rafael de Souza – Sociedade Amigos da Criança de Ilhabela
Mirian de Souza Silva – APM Escola Mércia do Nascimento
Irani Gomes Mele – Rotary Clube
Agnaldo Batista de Souza – Espaço Cultural pés no Chão

Suplentes
Neide de Oliveira Santos – Secretaria de Assistência Social
Lara Passos Kayanoki – Secretaria de Saúde
Mercedes do Nascimento Jesus – Secretaria de Finanças
Yeda Cristina Seno Lopes – Secretaria de Educação
Leonilda ramos Hanisch – Lions Clube
Lílian Xavier Gumarães da Silva – APM Escola José Benedito de Moraes
Sidiney dos Santos Mellegatti – Associação Creche de Ilhabela
Juracy Bonardi Morelli – Obra Centro São Vicente de Paulo(Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)

Ilhabela terá show de Renato Teixeira no Dia da Padroeira
Festa de Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso continua neste fim de semana na Vila. Evento ainda contará com a banda católica “Typ Vox Trio” e os grupos “Raízes de Ilhabela” e “Samba no Pé”

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Cultura, realizará no próximo dia 2 de fevereiro – Dia de Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso, padroeira do município, o show do cantor Renato Teixeira, na rua Dr. Carvalho, na Vila. Com mais de 40 anos de carreira, Renato tem uma grande importância na história da música brasileira. Sua composição mais conhecida “Romaria” foi gravada por Elis Regina. Em 1992 lançou o CD “Renato Teixeira e Pena Branca e Xavantinho”, recebendo no mesmo ano o Prêmio Sharp. Dentre inúmeras músicas são de sua autoria as canções “Tocando em frente”, “O violeiro toca” e “Amanheceu, peguei a viola”.
A festa da padroeira organizada pela paróquia local e que tem apoio da Prefeitura vem sendo realizada desde o dia 9 de janeiro, no salão da Igreja, sempre aos finais de semana. Entre as atrações, barracas de comidas e bebidas, além de sorteio de diversos prêmios.
A partir do dia 30 de janeiro, a quermesse e os shows que fazem parte da programação cultural serão realizados na Rua Dr. Carvalho, na Vila, próximo à Câmara Municipal. Além do cantor Renato Teixeira no dia 2 de fevereiro, o Grupo Folclórico “Raízes de Ilhabela”, o Grupo “Samba no Pé” e a Banda Católica Typ Vox Trio animarão as noites da festa na próxima semana.
Já neste fim de semana (23, 24 e 25 de janeiro), a quermesse ainda acontece no salão da Igreja. O culto à padroeira de Ilhabela acontece desde meados do século XVIII, quando um pequeno povoado começou a ser formado onde se localiza a Vila. A festa de Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso hoje faz parte do calendário cultural e turístico do município e, a cada ano, renova a fé cristã do povo ilhabelense.
Confira a programação litúrgica e cultural da Festa da Padroeira de Ilhabela:

Dia 30, sexta-feira
19h00 – Missa na Igreja Matriz, presidida pelo Padre Miguel O´lloney e Padre Leonildo Ferreira Júnior (Padre Léo)
21h00 – Grupo “Raízes de Ilhabela”

Dia 31/01 – sábado
19h00 - Missa na Igreja Matriz presidida pelo Padre Ilmo Dick, Padre João Osmar e Frei Miguel da Cruz
21h00 – Grupo “Samba no Pé”

Dia 01/02 - Domingo
19h00 - Missa na Igreja Matriz, presidida pelo Bispo Diocesano de Limeira, Dom Vilson Dias de Oliveira.
21h00 - Banda Católica Typ Vox Trio

Dia 02/02 - Segunda-feira
10h00 – Missa na Igreja Matriz (Solenidade de Nossa Senhora D’Ajuda)
19h00 – Missa Festiva seguida de Procissão, presidida pelo Bispo Diocesano Dom Antonio Carlos Altieri
21h00 – Renato Teixeira(Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)

Primeira dama, Lucia Colucci, fala sobre seu papel no Fundo Social de Solidariedade do município

Ilhabela - A primeira dama de Ilhabela, Lucia Heidorne Reale Colucci, de 48 anos, foi a caiçara responsável por trazer o prefeito Toninho Colucci para Ilhabela. A história que começou nos tempos da faculdade quando os dois cursavam odontologia na UNESP de São Jose dos Campos só foi possível, segundo Lucia, porque os dois decidiram compartilhar seus sonhos e ideais. “Ele veio para a Ilha por minha causa, nós escolhemos viver aqui porque achamos que era um lugar melhor para ter os filhos de uma maneira mais tranqüila e fazer com que eles tivessem uma vida livre”, conta.
Dentista desde 1983, a caiçara nunca pensou e nem considerou como prioridade em sua vida a atuação na vida política, mas explica que quando escolheu o atual prefeito para compartilhar a vida precisou dividir também os sonhos. “Quando você resolve dividir a sua vida com alguém acaba também escolhendo os seus próprios sonhos, desejos e metas. Ele conseguiu o que queria e agora estou aqui para ajudar”, garante a presidente do Fundo Social de Solidariedade.
De acordo com Lucia, desde jovem Colucci sempre foi envolvido na vida política. “Na faculdade ele participava do Diretório Acadêmico. Durante esse período na realidade eu nunca me envolvi, mas depois que voltei para a cidade ele vinha aos finais de semana e eu o ajudava a colar cartazes nas épocas de campanha eleitoral dos candidatos do partido em que ele era filiado”, diz.
Para a presidente do Fundo Social, hoje o casal ocupa uma posição privilegiada que dá a oportunidade de mudar muitas coisas na vida dos ilhabelenses. “Temos condições de ajudar muita gente, mas não no sentido de dar e sim fazer com que as pessoas cresçam e sejam respeitadas”, explica a primeira dama. Lucia conta que seu papel à frente do Fundo Social é abrir portas e dar oportunidade para que as pessoas sejam respeitadas como cidadãs.
Com muita emoção, ela fala do seu lado mãe e lembra dos filhos João Pedro e Ana Helena. “Eu como mãe acredito que o mais importante para os nossos jovens é ter o horizonte aberto, sabendo que eles têm a perspectiva de viver bem em qualquer profissão que escolham”, diz.
Preocupada com os jovens, a presidente do Fundo Social explica que uma de suas prioridades é dar perspectiva de vida para os meninos e meninas que terminam o ensino médio e não conseguem traçar um objetivo na vida, ficando vulneráveis às drogas e à gravidez precoce. “Esse trabalho pode ser feito em parceria com as secretarias de Educação, Esporte, Saúde, Cultura para que eles saibam que podem crescer com aquilo que têm nas mãos em casa”, avalia.
Consciente de seus limites, a primeira dama explica que todas as ações vão ser feitas uma após outra, já que essa é a primeira vez que se envolve com essa questão. “Tenho que ir devagar, vendo o que eu posso e o que eu não posso fazer. Não dá para começar cinco frentes e nenhuma dar em nada. Mas hoje enxergo que dentro da Prefeitura nós temos a chance de mudar alguma coisa e temos obrigação de mudar para melhor”, acredita.(Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)

Velejadores de Ilhabela seguem firme no Campeonato Brasileiro da Classe 420
Fernando e Danielle Cardial buscam vaga para representar o Brasil em Campeonato Mundial da Classe

Ilhabela - O Campeonato Brasileiro da Classe 420, que acontece entre os dias 19 e 25 de janeiro, no Clube dos Jangadeiros, em Porto Alegre (RS), têm em seus competidores dois representantes de Ilhabela: os velejadores Fernando e Danielle Cardial.
Após três regatas realizadas, Fernando Cardial, que compete ao lado de Fábio Melchert, de São Sebastião, ocupa a 2ª colocação no campeonato, atrás apenas um ponto do líder. Danielle Cardial compete ao lado de Nicole Dale, de São Paulo. Elas ocupam a 11ª colocação.
O vencedor da competição representará o Brasil no Campeonato Mundial da Classe 420, que será realizado na Itália, em julho. Participam da competição 20 barcos com velejadores do Estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Rio Grande do Sul.
Uma semana antes da competição, os dois atletas ilhabelenses fizeram um treinamento intensivo com o experiente velejador Bernardo Arndt, onde puderam aperfeiçoar sua técnica e manobras.
(Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)

Notícias de São Sebastião Topo

Anuncie

Vítimas em acidente com ambulância na Rio-Santos passam bem

São Sebastião - Uma ambulância da prefeitura de São Sebastião com dois pacientes capotou na terça-feira (20) à tarde, na Rio-Santos, na altura da praia Toque Toque Pequeno. O veículo vinha de Boiçucanga e capotou na rodovia por causa da chuva.
Dentro do veículo estavam uma gestante e um paciente que ia fazer exames devido a uma fratura na perna. A grávida tinha exames de rotina marcados. Eles foram socorridos, levados para o Pronto Socorro de São Sebastião, e passam bem.(Fonte: VNews)

Câmara de São Sebastião marca extraordinária para votar 3 projetos do Executivo

São Sebastião - O presidente da Câmara de São Sebastião, Luiz Antônio Santana Barroso (DEM) convocou uma sessão extraordinária para amanhã, dia 23, às 17h00, para que os vereadores votem três Projetos de Lei, de autoria do Poder Executivo, em regime de urgência especial.
Os Projetos de Lei se referem à reforma administrativa da Prefeitura, ao pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e a taxa de lixo e a execuções fiscais.
Hoje, dia 22, o prefeito de São Sebastião, Ernane Bilotte Primazzi (PSC) e o secretário de Assuntos Jurídicos, Francisco de Assis da Silva, estiveram na Câmara para explicar o objetivo dos projetos.
De acordo com o prefeito, um dos projetos trata sobre a reforma administrativa na Prefeitura e, entre diversas alterações, prevê a criação da secretaria municipal de Habitação.
Além disso, o projeto também extingue 13 cargos de assessor de secretaria, 8 de assessor de departamento e 3 de assessor de divisão. Por outro lado, cria 14 cargos de secretário adjunto.
Segundo Primazzi, a reforma administrativa vai representar um impacto na folha de pagamento no valor de R$ 37 mil, por mês.
Moradia Popular - "A reforma administrativa tem o objetivo de adaptar a estrutura da Prefeitura ao plano de governo da nossa administração. A criação da secretaria de Habitação, por exemplo, visa à construção de novas casas populares", explica o prefeito.
Primazzi afirma que, em 20 anos, foram construídas no município apenas 213 casas populares e avisou que, em um mês de governo, assinou um convênio com o Ministério das Cidades, que prevê uma verba para construção de 46 moradias no bairro de Juquehy, na costa sul.
Além disso, conforme adiantou o prefeito, até o final do ano, outras 300 casas populares devem ser construídas na cidade.
A secretaria municipal de Habitação também vai ficar responsável pelo Projeto Cidade Legal, que visa à regularização fundiária das áreas irregulares no município.
O presidente da Câmara, Luiz Antônio Santana Barroso, afirmou que acha importante a criação da secretaria de Habitação, pois a falta de moradia é uma das maiores carências do município.
"É uma medida que vai realizar o sonho da maioria da população que é ter a sua casa própria", disse.
IPTU e Taxa de Lixo - Outro Projeto de Lei que vai ser votado amanhã na Câmara de São Sebastião, prevê uma premiação aos contribuintes de São Sebastião que pagarem em dia os carnês do IPTU e da taxa de lixo, referentes ao exercício de 2009.
De acordo com o prefeito Ernane Bilotte Primazzi, mesmo quem tiver dívida na Prefeitura, mas pagar as 12 parcelas do IPTU, de 2009, no prazo correto vai poder concorrer no final do ano a um veículo zero quilômetro.
Sobre a taxa de lixo que não foi cobrada no carnê de IPTU pela gestão anterior, o prefeito afirmou que, em fevereiro, a população vai receber um novo carnê referente a essa despesa, que poderá ser paga em até 11 parcelas.
"Será aberto um processo administrativo devido à falta de cobrança da taxa de lixo, que será encaminhado ao Ministério Público, para que seja apurado o crime de responsabilidade. A falta de cobrança da taxa não tem base legal, pois não foi aprovada pela Câmara, além disso, o ex-prefeito não poderia abrir mão desta receita sem criar uma compensação para o município. O prejuízo desta medida para os cofres públicos foi de R$ 350 mil", disse o Primazzi.
Execução Fiscal - O terceiro Projeto de Lei que será votado na sessão extraordinária visa mudar o critério para a cobrança de débitos fiscais. De acordo com o prefeito Ernane Bilotte Primazzi, o contribuinte que tiver uma dívida com município no valor de até R$ 2 mil não será executado na justiça.
"A União não executa o contribuinte que tem dívida de até R$ 10 mil. A medida visa agilizar o trabalho do Poder Judiciário e também vai representar uma economia para a Prefeitura que acaba gastando muito mais com o custo do processo na justiça", diz.
No entanto, Primazzi esclarece que o contribuinte, apesar de não ser executado na justiça, vai continuar com dívida na Prefeitura, o que vai impedir que retire uma certidão negativa de imóvel, por exemplo.(Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)
 

Notícias de Ubatuba Topo

O Guaruçá ACIU Anuncie

Guarda Municipal apreende mais de 100 bicicletas

Ubatuba - Desde o dia 27 de dezembro a Guarda Municipal de Ubatuba começou a apreender as bicicletas de ciclistas que trafegavam na contra-mão de direção nas ciclo-faixas do trecho urbano de Ubatuba. Os agentes já levaram para o pátio da prefeitura mais de 100 bicicletas que foram autuadas nessa e em outras situações que desrespeitem a lei municipal sobre o tráfego nas ciclo-faixas da cidade.
O comandante da Guarda Municipal, tenente Luis Carlos de Carvalho, lembra que há cerca de dois anos a prefeitura já adotou a mesma medida punitiva, quando também realizou apreensões e multas aos cidadãos que não respeitavam as direções das ciclovias. “Infelizmente, estamos constatando que a população só aprende quando se toca na parte mais sensível do corpo, o bolso”, brinca Carvalho.
Para recuperar a bicicleta apreendida o infrator tem que pagar uma multa de R$ 5,40, além de comprovar a propriedade do veículo, por nota fiscal. “No pátio ainda temos cerca de 30 bicicletas da primeira operação, que não foram reavidas por seus donos. Neste ano, das 100 que confiscamos, cerca de 20 ainda permanecem no local. Entre elas, muitas podem ser produto de furto”, prevê o comandante da guarda.
Segundo ele, já houve casos confirmados de apreensão de bicicleta roubada, que depois foi devolvida ao proprietário. A Guarda Municipal comemora que a operação vem surtindo efeito na sociedade, pois avalia que os casos estão diminuindo a cada dia.
Apesar do maior respeito dos ciclistas, o comandante Luis Carlos de Carvalho adianta que não existe previsão para a suspensão das apreensões. “Na operação passada, fizemos um período curto de confisco e esperávamos que a população compreendesse que o tráfego na contramão é perigoso e ilegal. Porém, após o relaxamento na fiscalização, as infrações voltaram a ocorrer e fomos obrigados a retomar a operação ciclo-faixa”, relata Carvalho, revelando que considera a organização do trânsito urbano uma das principais questões para qualificar a cidade como pólo turístico nacional. (Fonte: Imprensa Livre)

Bandas locais animarão Carnaval 2009 na cidade

Ubatuba - Além das já tradicionais atrações que agitam anualmente o carnaval de Ubatuba, como o Festival de Marchinhas e os desfiles de blocos, em 2009 o feriado mais animado do ano vai contar também com grandes shows musicais.
Desde a sexta-feira que antecede o carnaval até a terça-feira, dia 24 de fevereiro, a Praça de Eventos da Avenida Iperoig e a Praça de Eventos da Maranduba receberão shows das bandas locais Criativa, Amigos S.A e Samba e Ousadia.
De acordo com o secretário de Turismo, Bittencurt Junior, a intenção é descentralizar as atrações e valorizar os músicos locais. “Temos buscado priorizar os artistas de Ubatuba, oferecendo mais oportunidades para eles se apresentarem. Neste carnaval, além de estarmos valorizando estes artistas, ainda estaremos atendendo a pedidos de turistas e moradores, que queriam shows também no carnaval”, diz o secretário.
No repertório das bandas, muito axé, pagode, samba enredo e marchinhas. “Estas bandas têm a cara do carnaval e com certeza levarão muita alegria para quem for curtir a festa em Ubatuba”, completa Bittencurt. (Fonte: Imprensa Livre)

Assaltantes roubam roçadeiras de uma empresa em Ubatuba

Ubatuba - Ontem, por volta das 13h20, seis funcionários de uma empresa em Ubatuba foram rendidos por três assaltantes armados. Eles levaram seis máquinas roçadeiras que estavam sendo utilizadas no momento (cada uma no valor aproximado de R$ 2.000,00).
O roubo aconteceu na Rua Emílio Marcondes Ribas, no bairro do Perequê-Mirim. A empresa é a Pioneira Saneamento e Limpeza Urbana Ltda - prestadora de serviços à prefeitura da cidade. Os assaltantes não foram identificados e não há suspeitas.(Fonte: VNews)

Projeto Tamar e as atrações para o verão em Ubatuba

Ubatuba - O Centro de Visitantes do Projeto Tamar em Ubatuba, é um dos principais atrativos turísticos da cidade e procura oferecer, a cada temporada, novas atrações ao público visitante. Além do complexo aquático de 200 mil litros de água do mar onde são expostas 30 tartarugas marinhas, praia artificial e um sistema que permite observar tartarugas submersas através de visores panorâmicos, completam as atrações painéis fotoexplicativos, réplicas, peças biológicas, espaços temáticos, o Museu Caiçara, loja e lanchonete.
Nesta temporada de verão, uma das atrações é o Projeto “ Venha bagunçar nosso coreto” com apresentações artísticas e educativas. O grupo musical ubatubense “Consertada” apresentou no mês de dezembro passado um recital de músicas regionais e em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, os agentes de controle de epidemias, durante os meses de janeiro e fevereiro, estarão apresentando a peça de teatro de fantoches “Todos Contra a Dengue”. Até o momento, já foram duas apresentações com excelente receptividade do público visitante, principalmente as crianças que, ao final do espetáculo, se interessam em conhecer os atores e os bonecos da peça, bem como o mostruário biológico com ovos, larvas e os insetos adultos conservados. As apresentações da peça acontecem todas as sextas-feiras às 17:30 horas.
O Projeto Tamar é uma parceria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Fundação Pró-Tamar, patrocinado pela Petrobras e em São Paulo recebe o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba e da Arcor do Brasil.
(Fonte: Projeto Tamar)

GILDA

Ubatuba - Monólogo teatral com Késia Alves – Officina Artaud
Texto: Renzo Casalli
Direção: Vittorio Colacchio
Classificação: 12 anos

27 de Janeiro de 2009 - 21 hs
Auditório Passeio Santa Fé – Rua Conceição, 180 – Centro – Ubatuba
Ingressos – Inteira R$ 6,00 / Meia R$ 3,00
Informações e ingressos antecipados – (12) 9178-8452 – Patrícia / (12) 9769.7575 Marilena

SINOPSE:
Um sobrado esquecido pelo tempo. Gilda, uma sobrevivente circundada pelos seus amigos imaginários: Vladimir (um samovar), Orson (um velho rádio), James (um manequim), Carlo (Marx), Frederico (Nietzsche). Num mundo inexoravelmente atirado na corrida da globalização, Gilda não quer ser vencida pelo conformismo imperante. Gilda "uma que resiste", não obstante tudo e apesar de tudo. Acarretando o preço que esta escolha leva consigo, até as ultimas conseqüências.

O ESPETÁCULO:
Em 1995 Gilda foi apresentada pela primeira vez na Comuna Baires em Milão, Itália. Direção de Renzo Casali, com a colaboração de Ombretta de Biase e com Francesca Bonelli no papel de Gilda. O espetáculo teve inúmeras apresentações em toda Itália e permaneceu em cartaz até 1997.
Em Ubatuba, estreiou em Novembro de 2008 e caminha para sua 3ª apresentação
Traduzido para o português por Vitorio Colacchio e Marilena Cabral, integrantes do grupo de teatro Oficina ArtAud
(Fonte: Patrícia Cabral)

Agenda Cultural - Fundart

Ubatuba - Vem aí o 4º Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba
Nos dias 13,14 e 20 de fevereiro ocorrerá o 4º Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba, na praça da Matriz, a partir das 20h00. Trinta composições estão inscritas e a animação será da Banda Maestro Pedrinho, mesmo grupo que abrilhantou os três festivais anteriores. O sucesso dos festivais passados, deve ser superado em 2009, considerando o entusiasmo demonstrado pelos atuais participantes.

Oficinas Culturais Inscrições Encerradas
Foram encerradas na última sexta-feira, dia 16, as inscrições para as Oficinas Culturais da Fundart. Após apreciação pelo Conselho Deliberativo e Diretoria Executiva, serão comunicadas as propostas aprovadas. Os cursos terão início no próximo mês de março.

Sexteto Caiçara recepciona 3º Cruzeiro Marítimo em Ubatuba
O grupo instrumental Sexteto Caiçara recepcionou nessa quinta-feira, 22, o primeiro cruzeiro marítimo deste 2009; serão dez até o final do ano. Foi o terceiro, considerando os dois do ano passado. A Fundart participou mais uma vez com apoio cultural. Mais de 1.800 passageiros visitaram a cidade, e destes, muitos estiveram em visita ao Sobradão do Porto, apreciando a II Mostra de Verão, com apresentação de obras de artistas plásticos de Ubatuba.

Teatro da Fundart volta nesta temporada
Todas as quartas-feiras, a partir das 21h00, o grupo de teatro Abençoados por Cunhambebe está se apresentando no Auditório Fundart (Sobradão do Porto) com o espetáculo Eram os Portugueses Astronautas?, com direção de Heyttor Barsalini. O texto, premiado no Concurso Literário Ubatuba/2008 é uma comédia que aborda situações hilariantes da chegada da família real ao Brasil em 1808. Merece nossa atenção. Não perca, o ingresso é grátis. Censura livre.
(Fonte: Fundart)

Fazendas marinhas de Ubatuba já colhem mexilhão sustentável
Os mexilhões estão disponíveis para consumo em 16 praias, de norte a sul do município

Ubatuba - As 16 fazendas marinhas de Ubatuba que estão participando do Programa de Desenvolvimento Responsável, Ordenado e Sustentado da Maricultura, desde outubro de 2007, estão colhendo sua primeira safra de mexilhões. Do norte ao sul do município, calcula-se que 30 toneladas de mariscos já estejam prontas para a colheita. Por este resultado, os coletores artificiais de sementes de mariscos, confeccionados no próprio município, estão mostrando ser uma excelente alternativa para se produzir mariscos sustentáveis durante todo o ano.
Este tipo de produção, que está sendo desenvolvida em Ubatuba numa parceria entre a prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Smapa), a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (Seap), Instituto de Pesca (IP) e a Associação dos Maricultores do Estado de São Paulo (Amesp), tem a seu favor, diversas vantagens.
Os mariscos cultivados em fazendas são maiores e sem a presença de areia, por serem cultivados sem as adversidades comuns aos costões, como a ação das ondas e do sol. Sobre as questões ambientais, a vantagem é o fato de obter as sementes, sem a necessidade de tirá-las dos bancos naturais. Isso significa que é possível continuar produzindo, mesmo durante o defeso.
A secretária de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Valéria Gelli, afirma que este programa foi criado para ajudar a resgatar a maricultura no município. “Conseguimos aplicar uma técnica sustentável desenvolvida no Instituto de Pesca/APTA/SAA que desvincula a produção, da extração de sementes. Com isso, é possível produzir em conformidade com as portarias do Ibama, que restringem consideravelmente a coleta de sementes nos costões rochosos.”

Onde encontrar
Os consumidores e comerciantes, turistas ou moradores de Ubatuba que quiserem adquirir mariscos ecologicamente corretos, de boa procedência e qualidade, podem encontrá-los nas seguintes praias: Camburi, Pinciguaba, Almada, Ubatumirim, Ilha do Prumirim, Barra Seca, Itaguá, Cedro, Enseada, Lázaro, Fortaleza, Ilha do Mar Virado, Bonete , Lagoinha (Peres) , Pulso, Caçandoca e Raposa. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Pescadores ubatubenses ajudarão a retirar lixo do mar
O projeto piloto “Lixo na Rede”, do governo do Estado, será lançado em Ubatuba no próximo dia 2. A meta é expandi-lo para todo o Litoral Norte

Ubatuba - Os pescadores de Ubatuba terão um papel importante na preservação do meio ambiente local. A cidade foi escolhida para a fase experimental do módulo “Lixo na Rede”, que será lançado no próximo dia 2, na Escola Municipal Esteves da Silva, a partir das 14h. Por meio deste projeto, os pescadores serão incentivados a retirar o lixo do mar e trazê-lo para caçambas que serão colocadas nos principais pontos de chegada de barcos da cidade: Ilha dos Pescadores, Píer do Saco da Ribeira e Cais do Itaguá.
O objetivo do projeto é promover a despoluição dos mares costeiros, estimulando os pescadores a trazerem para o continente todo o lixo recolhido nas redes durante a atividade pesqueira. Para realizar tal atividade, pescadores dos 260 barcos existentes em Ubatuba receberão um treinamento com certificado, além de kits, com sacos de lixo retornáveis e bandeirolas do Projeto Marinas, do qual o “Lixo na Rede” faz parte.
Segundo o gerente regional da CETESB no Litoral Norte, João Carlos Milanelli, a intenção é envolver a comunidade pesqueira com as questões ambientais, tornando-os aliados da preservação. “A ajuda desses profissionais será de grande relevância para a retirada do lixo que se acumula nos rios e no mar e que poderia passar décadas sem ser recolhido. Os pescadores já tem sido parceiros das questões ambientais e acredito que este projeto irá integrá-los ainda mais na busca de um meio ambiente saudável.”
A secretária de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Valéria Gelli, afirma que a adesão dos pescadores a este projeto é de fundamental importância. “Os pescadores trabalham no mar e tiram dele sua renda. O fato de poderem contribuir para sua limpeza é algo que também trará benefícios a eles próprios, além de prestar um serviço inestimável à natureza.”

O funcionamento do módulo
O “Lixo na Rede” está sendo idealizado pelo Governo do Estado, por meio da CETESB. Para ser colocado em prática, o projeto conta com a parceria de diversas entidades, como a Prefeitura de Ubatuba, Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte (CBH-LN) e as ONGs Viva-Mar e Assu. O período experimental será entre fevereiro e março, quando inicia o defeso do camarão. No entanto, barcos de pesca que não arrastam camarão poderão continuar recolhendo o lixo. Há também a perspectiva de ampliação do projeto para as quatro cidades do Litoral Norte.
A partir do segundo semestre, o Projeto Marinas pretende consolidar o Vale Diesel, como uma forma de incentivo aos pescadores. As negociações com a Petrobrás estão em andamento. A proposta é que o pescador receba óleo diesel em troca do lixo entregue nas caçambas de seu porto de desembarque, promovendo assim, uma destinação adequada para a grande quantidade de detritos se acumulam no fundo das águas marítimas costeiras.
A ONG Assu está disponibilizando 4.000 sacos de lixo para os kits. A Prefeitura, por intermédio da Secretaria da Secretaria de Obras, disponibilizará seis caçambas de lixo, responsabilizando-se também pela coleta diária do material retirado do mar. Além das caçambas, serão instaladas nos locais, bombas para captação de óleo usado, para que qualquer munícipe possa utilizar e contribuir com o meio ambiente, evitando jogar o óleo de cozinha e de motores em pias e ralos.
Para a secretária de Meio Ambiente, Cristiane Gil, o sucesso do projeto está ligado à união dos setores envolvidos, possibilitará o sucesso deste projeto. “Este é um importante passo para a conscientização sobre o lixo marinho, que é um problema que afeta o meio ambiente e a diversidade biológica marinha, além da saúde e também a economia. A parceria das diversas entidades, principalmente dos pescadores, demonstra uma preocupação com o assunto e a disposição para resolvê-lo, unindo forças e tornando possível o nosso objetivo.”

A realidade atual
Em sua rotina no mar, os pescadores, especialmente os barcos de pesca de camarão, que usam redes de arrasto de fundo, recolhem quantidades significativas de lixo, juntamente com o pescado, especialmente nas águas próximas aos centros urbanos e a desembocaduras de rios mais caudalosos. Este lixo costuma ser devolvido ao mar pelos pescadores, uma vez que eles não têm estrutura para recolher este resíduo. Segundo informações da Colônia de Pesca Z-10, o lixo encontrado no mar é bastante variado: vidro, metais, madeira e plásticos. Em condições extremas, pode-se recolher até 20 kg de lixo por embarcação, ao dia. (Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

Santa Casa de Ubatuba investe em novos equipamentos
Monitores multiparâmetros, incubadoras, climatizadores, secadoras e até um elevador foram adquiridos pelo hospital com recursos conseguidos através de emendas parlamentares

Ubatuba - A Santa Casa de Ubatuba tem investido em diversas mudanças estruturais e assistenciais, com o objetivo de melhorar o atendimento à população. No último ano, foram adquiridos um total de R$ 370 mil em equipamentos de grande importância, tanto para o atendimento, quanto para a organização do hospital e conforto ao paciente.
A Unidade de Tratamento, na ala superior, já conta com quatro monitores multiparâmetros, que servem para monitorar todos os sinais vitais do paciente. Também foram adquiridos ventiladores pulmonares, que são utilizados quando a pessoa não consegue respirar por conta própria, além de incubadoras, climatizadores, computadores, desfibriladores, aparelho para anestesia, secadoras de roupas industriais e até mesmo um elevador que dará acesso à ala superior.

Emendas parlamentares
Para maior conforto dos pacientes, o hospital também conta agora com novos biombos, poltronas, mesinhas de refeição no leito, carrinhos para banho no leito, para curativos e para medicamentos. Todas as aquisições foram feitas a partir de emendas parlamentares, conseguidas pelo próprio hospital e pela Prefeitura de Ubatuba.
Segundo a diretora administrativa da Santa Casa, Mara Franhani, ainda há mais R$ 320 mil para serem investidos em equipamentos. “Pouco a pouco, estamos modernizando o hospital, de forma a atender melhor à demanda do nosso município. Antes da intervenção da Prefeitura, a Santa Casa contava com equipamentos sucateados. Já chegamos a ter que alugar equipamentos. Estamos conseguindo mudar essa realidade. Ainda somos um hospital de média complexidade, mas agora temos mais condições de prestar um bom atendimento.”

Outros avanços
Mara explica ainda que as mudanças na Santa Casa ubatubense não foram apenas na área de equipamentos. “Um grande ganho para o município foi a construção da nova ala, que além de possibilitar a criação de uma clínica médica moderna e de uma futura UTI, também nos permitiu reformar a ala inferior, para adequarmos a pediatria, maternidade e clínica cirúrgica. Estamos batalhando por um atendimento mais humanizado, tanto para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), quanto para os particulares.”(Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba)

 

Poesia Topo

Anuncie

Maravilha

Quando Irene andou na França,
com seu vestido estampado,
com seu cabelo em trança,
foi visitar a bela adormecida
em seu leito de cristal,
desde o final do século XIX,
para espanto mundial.
E ficou maravilhada
por ver à sua frente
Santa Bernardete deitada
entre a morte e a vida,
na cidade de Lourdes,
na República da França,
com seu vestido estampado,
com seu cabelo entrançado.


Félix Cabral
 

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Ao Sr. Ahmad Khalil Barakat, presidente da ACIU
Réplica de Maurício Moromizato a respeito da coluna do Ubatuba Víbora, com o título de “Você joga dinheiro no lixo?”

Caro Kibe,
Fiquei muito contente em sua resposta à coluna que escrevi na terça-feira, abordando o problema do lixo e seu transbordo em Ubatuba. Assim como você agradeceu meu questionamento, que intencionalmente mostrou a importância da ACIU se posicionar nos assuntos relevantes da cidade, agradeço sua manifestação pública, mostrando assim que minha “provocação” surtiu o efeito desejado, de polemizar para discutir o assunto. Se você tem acompanhado a coluna certamente é testemunha de que desde o início tenho instigado a participação popular e cidadã nos assuntos de interesse público, cobrando que cidadãos, cidadãs e entidades tenham opinião, vontade para discutir e apontar soluções para nossos problemas, que são enormes. O lixo é só o mais recente. Antecipo-lhe que cobrarei a ACIU em outros temas polêmicos.
Quanto aos seus escritos, preciso rebatê-los para que as coisas fiquem nos seus devidos lugares.
Logo no início você diz estranhar meu questionamento, pois “desde o início do ano passado a Prefeitura já anunciava o problema com o aterro sanitário”. Corrijo você: o problema do lixo vem desde o início da gestão passada, e se você leu bem minha coluna, pode comprovar que lá está a opinião da Regina, que questiona porque nada foi feito em quatro anos, quanto à adequação do aterro, instalação de coleta seletiva, redução de volume e peso do lixo, estímulo ao debate, etc. Converse com catadores de sucata, pessoas técnicas da área, com o pessoal da cooperativa de reciclagem e constate você mesmo sobre o (a falta de) apoio da administração municipal à reciclagem. O tema vem sendo discutido sim, há muito tempo, inclusive com iniciativas de mostrar soluções alternativas no tratamento dos resíduos sólidos, tal qual o programa “lixo zero”, aqui apresentado e que retornará ao debate no dia 27 de Janeiro, na câmara municipal. Portanto, com essa sua afirmação, você passa a impressão de defesa do prefeito e de sua solução para o tema, ou de desconhecimento da quantidade de discussões e de questionamentos sobre o assunto.
No mesmo parágrafo inicial de sua carta, você comete outro equívoco, partidarizando a questão, ao afirmar que “acredito que vocês do PT sabiam também antecipadamente deste problema tendo em vista que o vice-prefeito era do seu partido”. “Nós do PT” sabíamos do problema, sim. Abordamos o tema em nosso programa de governo, discursamos sobre essa problemática e não tínhamos qualquer ingerência no trato público ao tema, pois você e a cidade inteira sabem que o PT saiu da administração em Novembro de 2006, rompendo oficialmente a aliança com o prefeito. Portanto, nosso (ex) vice-prefeito Domingos dos Santos nada pode fazer a respeito. Minha coluna não é partidária e tenho me esforçado muito para mantê-la dentro do campo da política e da democrática exposição de opiniões pessoais.
No parágrafo seguinte você diz que “a cobrança de novas taxas são amargas, este é o reflexo de uma falta de planejamento do passado, não sou especialista na área, porém, falar sobre o lixo em uma cidade turística como a nossa que possui mais de 80% de sua área de preservação, não deve ser um assunto simples”. E quem diz que o assunto é simples? O assunto é sim, muito importante e por isso deve ter participação de todos. Houve muitas discussões sobre o tema, conforme lhe relatei no parágrafo anterior. Nenhuma com participação ou estímulo da prefeitura. Desafio você: quantas vezes você, como presidente da ACIU foi chamado para discutir o tema do transbordo do lixo e de seu impacto na economia do município? Você já tinha a informação de que haveria uma taxa do lixo, aprovada na calada da noite, sem discussão, no final da legislatura? Concordo que o assunto não é simples e por isso a solução tem que ser discutida, muito discutida e houve quatro anos para tal. Para quantas discussões você foi convidado? É absolutamente correta sua afirmação de que o problema é reflexo de falta de planejamento passado. Quem faltou com o planejamento? Você acha que essa falta de planejamento é apenas das gestões anteriores à atual? A quem você se referiu como “reflexo da falta de planejamento passado”? Precisa dar “nome e responsabilidade aos bois”.
Continuando, você escreve que “o que chegou ao nosso conhecimento é de que o secretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Chico Graziano determinou que Ubatuba não poderia mais armazenar seu lixo, ou seja, que deveria iniciar o seu transbordo do lixo.” Por que o Chico Graziano determina o que deve ser feito? A ACIU questionou isso alguma vez? Por que transbordo, sem pensar na economia do município? Quais interesses pessoais e econômicos podem estar escondidos nessa questão? Quem é proprietário do aterro em Tremembé? Quem vai transportar o lixo? Qual planejamento para o futuro? Será para sempre a taxa? Na minha coluna está lá o questionamento do Rui, perguntando “será que não existe outra solução?” É claro que existe e não houve nem há discussão sobre isso, vinda de quem tem a responsabilidade: a Prefeitura. O que a ACIU acha disso, objetivamente, oficialmente?
Mais no final, você escreve que “a Prefeitura deve te passar os fatos com mais propriedade do que nós, inclusive sobre os investimentos que fez para adequar o aterro sanitário e sobre a sua interdição.” A prefeitura não tem que passar os fatos para mim e sim comunicar a toda a sociedade. Em qual jornal você viu escrito sobre o problema? O boletim da ACIU noticiou? Se a assessoria de imprensa da Prefeitura não passou nada a respeito do tema, das duas uma: ou acha que o tema do lixo e seu transbordo, com seu valor incluído não tem importância ou quer esconder algo. Qual a opinião da ACIU?
Na finalização, você afirma “concordamos com a sua opinião que a Coleta de Lixo Seletiva é a melhor solução para o problema, porém precisamos de planejamento para tal, e uma solução imediatista, para que o problema não aumente e assim gerando de verdade transtornos financeiros para o município”. Se for assim, junte-se, em pessoa e em nome da ACIU, aos que querem debater o tema, discutir as soluções e influenciar os destinos da cidade. Você será muito bem vindo, sempre.
Vamos juntos questionar a cobrança da taxa do lixo. Exigir um programa urgente de reciclagem, com inclusão social, aproveitamento econômico da riqueza do lixo em benefício do município e não de interesses particulares. Cobrar da CETESB e do Estado uma solução diferente para o problema, que começa pela não aceitação do que está imposto. Defender a economia do município e consequentemente nossos cidadãos.
Como empreendedores formados pelo “empretec” do SEBRAE, que tem entre seus comportamentos a “busca constante de informações”, eu e você sabemos que existem soluções diferentes e melhores para o município.
por isso não aceito jogar meu dinheiro no lixo!
E você e a ACIU, de que lado estão?
Um forte abraço, reafirmando a opinião pessoal de que você e a ACIU são importantes demais para se omitirem e que “ficar em cima do muro” é sinal de concordância com a situação atual. Repito também o agradecimento pela oportunidade de debater tão importante questão publicamente.

Maurício Moromizato

 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Ilha do Tamanduá  © Luciano Cancelier

Ilha do Tamanduá
© Luciano Cancelier

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor