Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009 - Nº 2177 Edições Anteriores

Sportmar Pousada Maranduba Hotel Sol e Vida - Conheça restaurante aberto a não hóspedes

Região

Caraguatatuba
Regulamento do Premio Francisco de Sales e Dom Bosco de Comunicação 2009.
O Prêmio foi criado em 2006 pela Diocese de Caraguatatuba como forma de motivar o encontro anual com os profissionais da área de comunicação, atuantes no Litoral Norte.
CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA 2010

Ilhabela

São Sebastião
Amilton visita bairros e encaminha relatório para o Poder Executivo
Artur quer informações sobre obras realizadas pela atual administração
Maurício quer aparelhos “desfibriladores” em ambulâncias e PSFs

Ubatuba

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Charge

Foto do Dia

 
Notícias da Região Topo

 

Região -

 


Notícias de Caraguatatuba Topo


Noroeste News

Regulamento do Premio Francisco de Sales e Dom Bosco de Comunicação 2009.

Caraguatatuba - O Prêmio foi criado em 2006 pela Diocese de Caraguatatuba como forma de motivar o encontro anual com os profissionais da área de comunicação, atuantes no Litoral Norte.

1. Objetivo
Esta iniciativa tem por objetivo promover um diálogo com os profissionais de imprensa, especialmente os jornalistas, promovendo sua aproximação da Igreja e suas ações, suscitando neles um comprometimento com a sociedade na produção matérias, fotografias e vídeo/campanha que possam apontar, a partir de questões sociais presentes na região, iniciativas positivas de promoção humana e responsabilidade social que buscam minimizar os problemas apresentados.
O Prêmio foi criado para valorizar o profissional de comunicação e oferecer uma homenagem pelo Dia de São Francisco de Sales, padroeiro do jornalista.
2. Participação
Podem participar Jornalistas, fotógrafos profissionais e produtores residentes no âmbito geográfico da Diocese de Caraguatatuba (São Sebastião – Ilhabela – Ubatuba – Caraguatatuba) e que atuem em veículos de comunicação da mesma região.
3. Critérios de participação
Concorrem ao Prêmio Francisco de Sales e Dom Bosco, respectivamente, matérias, fotografias, vídeo/Campanha inéditas, produzidas e/ou publicados entre 1 de julho de 2009 a 15 de dezembro de 2009. Qualquer alteração no período de inscrição será amplamente divulgada, especialmente nos sites www.diocesecaraguatatuba.com.br e www.litoralvirtual.com.br  
& Para a categoria Vídeo/Campanha o mesmo poderá ser produzido e inscrito individualmente ou através de produtora local.

Categorias de Participação
Matéria escrita:
A matéria deve ser produzida e publicada assegurado o crédito do autor, em qualquer jornal de circulação no Litoral Norte.
Uma cópia da matéria publicada deve ser encaminhada à Cúria diocesana de Caraguatatuba, Rua Santos Dumont,100 – centro – Caraguatatuba, acompanhada de ficha de inscrição em envelope endereçado a Assessoria de Imprensa / Prêmio Francisco de Sales e Dom Bosco 2009.
O tamanho da matéria não influencia na avaliação final.

Matérias de impressão virtual
O Prêmio Francisco de Sales e Dom Bosco 2008 conta com a parceria do portal de notícias www.litoralvirtual.com.br (ver: www.litoralvirtual.com.br/noticias) que disponibilizará espaço específico para a publicação das matérias que eventualmente não encontrarem espaço na mídia impressa.
A publicação da matéria deve ser enviada para a Assessoria de Imprensa da Diocese de Caraguatatuba através do e-mail imprensa@diocesecaraguatatuba.com.br, juntamente como os dados solicitados na ficha de inscrição.
As matérias serão publicadas por ordem de chegada e ficarão disponíveis até o final do concurso.
(*) As mídias impressa e virtual não são distintas para concorrer ao Prêmio Francisco de Sales. A mídia virtual apenas abre um espaço para aqueles que, livremente pretendem divulgar matérias pessoais ou sem espaço na mídia impressa.

Foto/jornalismo
Para esta categoria são utilizados os mesmo critérios das matérias impressas e virtuais. A foto pode ou não estar vinculada a uma matéria e, portanto, concorrerá separadamente, devendo ser inscrita separadamente a matéria impressa ou virtual.
Caso a foto não esteja ligada a uma matéria, deve conter, para sua publicação e inscrição, legenda que possibilite a comissão julgadora ter pleno entendimento do fato ou tema abordado e fotografado. A foto deve ser apresentada no tamanho 2000 x 3000 pixels em 300 dpi em JPEG.
Ela deverá ser apresentada através de uma cópia da publicação e digitalizada.

Vídeo:
Os vídeos devem ser produzidos no formato de Campanha institucional com tempo máximo de 1 minuto e apresentado em mídia DVD.
É permitido o uso de música popular ou religiosa. É permitido o uso de imagens históricas que possam enriquecer o conteúdo do tema.
Os vídeos inscritos serão postados no site da Diocese de Caraguatatuba, no Portal de Notícias Litoral Virtual e demais portais de notícia de acordo com as parcerias culturais a serem formalizadas e encaminhados a programas de TV locais e regionais católicos, entre outros.

-As fichas de inscrição estarão disponibilizadas nos sites www.diocesecaraguatatuba.com.br e www.litoralvirtual.com.br e deverão ser entregues junto com o material, em envelope lacrado. No lado externo do envelope, apenas um codinome para identificação dos jurados. No caso das fotos e matérias, a cópia anexa deverá excluir o nome do autor(crédito).
-Não haverá por parte dos Jornais e Diocese de Caraguatatuba nenhuma responsabilidade financeira sobre publicação e material produzidos.

4. Tema
A fim de manter uma sintonia com os assuntos apresentados e discutidos pela Igreja, o Prêmio Francisco de Sales e Dom Bosco acompanha como tema do concurso, o mesmo tema apresentado pela Campanha da Fraternidade 2010: ““Economia e Vida” “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (MT.6,14)

Apresentação do tema
O material de divulgação da CF foi lançado no Rio de Janeiro onde participaram o presidente do Conic, pastor Carlos Möller, o secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Dimas Lara Barbosa, o diretor-executivo das Edições CNBB, Valdeir dos Santos Goulart e eclesiásticos das demais igrejas que formam o Conic.
O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs no Brasil (Conic), que reúne cinco confissões religiosas, participou do lançamento da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2010, que tem o tema Economia e Vida e o lema Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro.
O lema foi retirado do Evangelho de Mateus capítulo 6, versículo 24. A Campanha começa no dia 17 de fevereiro, quarta-feira de Cinzas.
Frases: “Nossa atitude diante do dinheiro mostra muito o tipo de pessoa que somos. Por isso, Jesus diz ‘onde estiver o teu tesouro, ali também estará o teu coração’. Se o enriquecimento e a acumulação continuam a ser o sonho de nossa sociedade, os valores se invertem e colocamos em segundo plano a pessoa, sua vida, sua dignidade, seu bem-estar”. presidente do Conic, pastor Carlos Möller.
“Devemos trabalhar para termos uma sociedade mais justa, fraterna e solidária. É preciso que eu olhe para trás para ver o irmão e pensar: será que ele é atendido em suas necessidades?” representante dos Direitos Humanos na Presidência da República, Perly Cipriano
“A economia capitalista é injusta, o mundo é tremendamente desigual, muitos nascem predestinados a não vencer. A lógica da sociedade capitalista é ter um punhado de ricos e uma massa que se sente fracassada”. economista Paul Singer, secretário de Economia Solidária do Ministério do Trabalho
A Diocese de Caraguatatuba e os sites católicos podem disponibilizar material de consulta sobre os fundamentos do tema. No dia 29 de Novembro de 2009, no Centro de Convivência Estrela do Mar, em Caraguatatuba, a Diocese de Caraguatatuba a vai apresentar o tema. A participação é aberta aos interessados.

5. Avaliação
Cada matéria, fotografia e campanha serão avaliados individualmente por cada um dos 3 membros do júri escolhidos para cada categoria, convidados pela organização.
Os trabalhos receberão notas de 5 a 10. A soma dos pontos selecionará os 10 melhores classificados que retornarão à Comissão julgadora para a escolha conjunta dos 3 melhores trabalhos – 1º. 2º e 3º lugar.
O número de jurados será o mesmo para cada uma das categorias, mas não necessariamente serão os mesmos para todas as categorias a serem avaliadas.
Os jurados serão convidados pela coordenação geral do Prêmio devendo ser pessoas ligadas diretamente às áreas de julgamento e a Igreja. O voto de desempate será do bispo diocesano.

Critérios de avaliação
Jornalismo impresso: Ética, apresentação, conteúdo jornalístico, objetividade, gramática, vocabulário e cumprimento do tema.
Não serão permitidas críticas diretas ou nominais a pessoas ou governos. Para dados estatísticos deverão ter citadas as fontes.

Fotografia: Ética, cumprimento do tema e técnica.
Vídeo Campanha: O conjunto de conteúdo jornalístico, ética, cumprimento do tema, fotografia, técnicas e objetivo.
Não serão permitidas críticas diretas ou nominais a pessoas ou governos. Dados estatísticos deverão ter citadas as fontes

6. Premiação
Serão premiados os três primeiros colocados de cada uma três categorias. Cada um receberá um prêmio em dinheiro conforme especificado abaixo, além de troféu ou medalha de honra ao mérito. Todos os inscritos receberão certificados de participação. A entrega dos prêmios acontecerá no dia 24 de janeiro de 2009, Dia de São Francisco de Sales, patrono dos jornalistas em local e horário a ser divulgado.
Os valores dos prêmios poderão ser iguais ou superiores aos informados, bem como substituídos por equipamentos de interesse dos profissionais com valores no mínimo equivalentes ao do prêmio citado.
As matérias e fotografias vencedoras serão publicadas na Revista diocesana De Praia em Praia e site www.diocesecaraguatatuba.com.br
Os vídeo/campanhas farão parte do trabalho de conscientização da CF 2010 divulgados em todos os ambientes da Igreja, sendo concedida à Diocese de Caraguatatuba o direito ao uso das imagens.

Prêmios:
Os prêmios serão oferecidos por categoria e poderão ser substituídos por equipamentos de igual valor.

Premio Francisco de Sales para as categorias Jornalismo escrito
1º lugar: R$1.000,000 – 2º lugar R$ 600,00 - 3º lugar R$300,00

Prêmio Dom Bosco
Categoria Fotografia e Vídeo Campanha
1º lugar: R$1000,000 – 2º lugar R$ 600,00 - 3º lugar R$300,00

Inscrição:
Não há taxa de inscrição.
O material para concorrer deve acompanhar ficha de inscrição e ser entregue na Cúria diocesana de Caraguatatuba, Rua Santos Dumont,100 centro – Caraguatatuba, até o dia 15 de dezembro de 2009.
7. Organização
A organização do Prêmio Francisco de Sales e Dom Bosco de Comunicação 2009 é de inteira responsabilidade da Diocese de Caraguatatuba através da Assessoria de Imprensa com apoio e organização da Pastoral da Comunicação, responsáveis pela divulgação oficial das informações do concurso.
8. Parcerias
A Diocese de Caraguatatuba entende que para atingir o objetivo e sucesso do evento deve e precisa contar com o apoio de parceiros e patrocinadores que positivamente venham somar em esforços e compromisso com o exercício da responsabilidade social. Portanto, ao logo do período, a Diocese de Caraguatatuba poderá buscar novos parceiros para o fortalecimento do projeto
Os jornais e rádios da região são considerados parceiros na medida em que divulgam a realização do Prêmio Francisco de Sales e Dom Bosco, bem como publicam as matérias, reportagens e fotos inscritas.

Apoio cultural já definido:
Portal de Notícias Litoral Virtual
(Fonte: Diocese de Caraguatatuba)

CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA 2010

Caraguatatuba - ECONOMIA E VIDA
“Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6,24)
Conselho Nacional das Igrejas Cristãs - CONIC

Fraternidade e economia
Providenciar tudo que é necessário à sobrevivência.
Caráter humano da economia, como atividade realizada por pessoas, devendo orientar-se ao serviço das pessoas, razão de ser da vida econômica e social
a economia, como ciência, deve ser orientada para o Bem Comum.

OBJETIVO GERAL
"Colaborar na promoção de uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão".

OBJETIVO ESPECÍFICO
Sensibilizar a sociedade sobre a importância de valorizar todas as pessoas que a constituem.
Buscar a superação do consumismo, que faz com que o "ter" seja mais importante do que as pessoas.
Criar laços entre as pessoas de convivência mais próxima, em vista do conhecimento mútuo e da superação tanto do individualismo como das dificuldades pessoais.
Mostrar a relação entre fé e vida, a partir da prática da Justiça, como dimensão constitutiva do anúncio do Evangelho.
Reconhecer as responsabilidades individuais diante dos problemas decorrentes da vida econômica, em vista da própria conversão.

Esses objetivos devem ser trabalhados em quatro níveis:
Social
Comunitário
Eclesial
Pessoal

ESTRATÉGIA
Denunciar a perversidade de todo modelo econômico que vise em primeiro lugar o lucro, sem se importar com a desigualdade, miséria, fome e morte.
Educar para a prática de uma economia de solidariedade, de cuidado com a criação e valorização da vida como bem mais precioso.
Conclamar as Igrejas, as religiões e toda a sociedade para ações sociais e políticas que levem à implantação de um modelo econômico de solidariedade e justiça para todos.

“Cuidado! Guardai-vos de toda ganância; não é pelo fato de um homem ser rico que ele tem a vida garantida pelos seus bens” (Lucas 12,15)

A VIDA DE CADA UM LIGADA À VIDA DE TODOS
Família humana
Necessidade humana da convivência
Direitos, deveres e responsabilidades
Satisfação de todas as necessidades para uma vida de qualidade
Possibilitar o desenvolvimento de todas as capacidades

ECONOMIA A SERVIÇO DA VIDA OU VIDAS À DISPOSIÇÃO DA ECONOMIA?
Necessidade de maior justiça econômica
Exigência ética de melhorar a vida de todos
Economia a serviço da dignidade humana
Economia para o bem comum
Garantir oportunidades iguais
Satisfazer necessidades básicas

EXEMPLO DE QUESTIONAMENTOS:
A QUESTÃO DA ÁGUA

Valor econômico da água
Transformação da água em mercadoria
Toda uma propaganda que vai em outra direção

PLANETA TERRA, CASA DE TODOS
Terra: habitação da humanidade
Cuidado X ganância
Devastação e autodestruição
Refazer a criação: dever de fé

DESAFIOS E ESPERANÇAS
Hoje temos mais informações
Podemos perceber melhor os problemas
Podemos denunciar mais
Algumas iniciativas
Instituições de serviço voluntário
Organizações voltadas para o meio ambiente
Movimentos de solidariedade

“Havia um homem rico que se vestia de púrpura e linho fino
e dava banquete todos os dias.
E um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas,
que estava caído à porta do rico”
(Lc 16, 19 – 21)

O NÚMERO DE POBRES É INCONTÁVEL
FAO – fome no mundo: 1,02 bilhões
IETS – Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade: no Brasil
10,7 milhões de indigentes
43,6 milhões de pobres
A globalização e o desenvolvimento não resolveram o problema da justiça social

OS POBRES NÃO SÃO APENAS DESTINATÁRIOS DA NOSSA COMPAIXÃO
Urgência nos processos de inclusão
Considerar todas as pessoas
Admirar as pessoas por seus diferentes valores
Não apenas socorrer
Ouvir, levar a sério, valorizar

UM SONHO DE TODAS AS PESSOAS
Pobreza não é fatalidade
Organização e solidariedade para superação da pobreza
Material
Intelectual
Afetiva
Espiritual
Para que todos possam desfrutar de todos os bens

OBSTÁCULO A SER SUPERADO
Consumo para satisfazer necessidades e interesses
Maximização do lucro
ONU: Metas do milênio - os bancos ganharam mais dinheiro em 2008 do que todas as nações pobres do mundo em 50 anos

UM DESENVOLVIMENTO DESEQUILIBRADO
Desde os tempos da Colônia
Alto nível e pobreza
Reforço da riqueza da classe dominante
Analfabetismo
Má remuneração
Desenvolvimento e aumento da dívida pública

AS GRANDES DÍVIDAS
Divida interna:
Início do governo FHC: R$ 62 bilhões
Início do governo Lula: R$ 687 bilhões
Dezembro de 2008: R$ 1,6 trilhões
Dívida externa:
Dezembro de 2008: US$ 267 bilhões
BA – 1.274.000 de indigentes
MA – 1.078.000 de indigentes
CE – 991.120 indigentes

AS GRANDES DÍVIDAS
Fracasso da reforma agrária
Agronegócio acima das necessidades do povo
Corrupção em todos os níveis
4.800.000 famílias sem terra

A DEGRADAÇÃO DO MEIO AMBIENTE
Brasil: um dos maiores poluidores do mundo
Desmatamento
Queimadas
ONG WWF: o Brasil e o quarto maior emissor de gases de efeito estufa do mundo

AS CONDIÇÕES DE TRABALHO
Organização do trabalho precária
Trabalho formal
Trabalho informal
Trabalho escravo
Trabalho sazonal
Trabalho infantil
Desemprego
Subemprego
Estratégias de sobrevivência

PODER E DIREITOS SOCIAIS
Partilha do poder entre os diversos atores sociais
Redistribuição dos benefícios
Redução das desigualdades sociais
Promoção do bem comum
Superação de preconceitos e discriminações

RESPOSTAS DO ESTADO
Aumento da dívida pública
Consome os recursos em pagamento de juros e amortizações
Dificulta investimentos na área social

Orçamento do Estado
30,57% - dívida pública
4,81% - saúde
3,08% - Assistência Social
2,57% - educação
0,59% - Segurança Pública
0,27% - Organização Agrária
0,02% - Habitação
0,16% - Gestão Ambiental
0,12% - Urbanismo
0,06% - Cultura
0,05% - Saneamento

A CULTURA DO CONSUMISMO
Tudo se torna mercadoria – consumismo
Ganância ilimitada
Pessoa: torna-se meio - perda de valor
Religião: mercadoria – teologia da prosperidade
Cultura do descartável

NOVOS CAMINHOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR
Os grandes e o novo modelo econômico
Educação e processo de domesticação
Movimentos sociais
Igrejas
ONGs
Sindicatos
Organizações civis e aparelho estatal

APELO ÀS IGREJAS
Olhar a realidade a partir dos oprimidos e excluídos
Libertação da postura imperial dominadora
Criar espaços de transformação social
Igreja: agente de transformação
Presença junto aos sofredores

“Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6, 24)

UM SISTEMA ECONÔMICO PARA TODAS AS PESSOAS
Individualismo afasta do Projeto de Deus
Palavra ilumina em vários âmbitos:
Social: profetas denunciam poderosos
Comunitário: convivência social- ex. salário
Pessoal: fuga da corrupção, prática da partilha
Eclesial: justiça e fraternidade

A BÍBLIA E O BEM COMUM
Atividade econômica e relações com Deus
Ano sabático e jubilar: restauração da justiça e do bem comum
Superação das conseqüências da injustiça social
Meios para sobrevivência digna e possibilidade de desenvolvimento

O DESCANSO DA TERRA
Os seres humanos pertencem à criação
Cuidado com a criação à imagem do Criador
Recebemos a terra de Deus
A terra é para a família dos filhos e filhas de Deus

A BÍBLIA QUER JUSTIÇA PARA OS POBRES
História humana:
Ambições
Explorações
Injustiças
Ganância
Biblia: defesa dos pobres
O respeito ao direito do pobre: exigência básica da Aliança

CRÉDITOS E JUROS
Bíblia: preocupação com os pobres também quando trata do empréstimo, dos juros e penhores
Sustendo do pobre que não tem com que pagar
Deus ouve os que clamam por justiça em suas necessidades

OS DIREITOS DOS TRABALHADORES
Preocupação central: vida dos trabalhadores
Profetismo: condenação da exploração do trabalho
Deus cobre de bens os famintos e despede os ricos sem nada

NO REINO DE DEUS A LEI É A SOLIDARIEDADE
Novo olhar para a justiça econômica
Parábola dos trabalhadores da vinha
Multiplicação dos pães: partilha
Tive fome e me destes de comer
Filiação divina: exigência de fraternidade e solidariedade
Recriar e recompor laços

EXPERIÊNCIAS DE SOLIDARIEDADE
Ajudas emergenciais
Necessidade de ações transformadoras
Organização civil como complemento às ações governamentais
No Brasil:
Ação da Cidadania contra a Miséria e pela Vida
Experiências de economia solidária e suas elaborações teóricas
Economia indígena
Iniciativas de economia de comunhão
Campanhas da Fraternidade
Semanas Sociais

O PAPEL DO ESTADO
Garantir o crescimento e funcionamento do sistema econômico participativo
Ouvir os diferentes setores da sociedade
Reconhecimento do direito universal de proteção social

Justiça tributária
10% mais pobres: 32,8%
10% mais ricos:22,7%

OS DISCÍPULOS DE JESUS E A OUTRA ECONOMIA
Economia do Império Romano: resultado de política fiscal fundada nos impostos
A economia cristã: distribuição da riqueza, destinada a socorrer os mais vulneráveis da vida civil e social
Quem acumula mais que o necessário pratica crime
História de pecado e de busca de santidade

“Senhor,
eu reparto aos pobres a metade dos meus bens e, se prejudiquei alguém,
restituo-lhe o quádruplo” (Lc 19, 8)

COMO VIVER HOJE A BOA NOVA DE JESUS?
Âmbito social:
Política de direitos
Participação consciente por justiça
Escolha e acompanhamento de políticos

Âmbito comunitário
Unir forças na luta por direitos e igualdade
Militância através da sociedade organizada

Âmbito eclesial
Serviço a Deus e aos irmãos
Espaço para educação e mobilização
Formação da consciência

Âmbito pessoal
Respeito aos direitos
Cuidado com a natureza
Justa hierarquia de valores

Profetismo
Campanha da Fraternidade Ecumênica
Enfrentamento crítico das questões
Denúncia de modelos econômicos que priorizam o lucro
Economia deve garantir sustentabilidade e qualidade de vida para todos
Linhas de compromisso concreto

URGÊNCIA DE AÇÕES COLETIVAS
Importância da ação coletiva para a transformação social
Diálogo permanente
Articulação das forças sociais
Colaboração entre as Igrejas e a sociedade

ECUMENISMO E OPÇÃO PELOS POBRES
Abandono da competição entre Igrejas
Unidade na promoção da economia a serviço da vida
Formação de agentes
Consumo ético e consciente
Trocas solidárias de bens e serviços
Finanças solidárias
Redes e cadeias produtivas solidárias
Meios alternativos de comunicação e diálogo
Resistência à teologia da prosperidade

EDUCAÇÃO PARA A SOLIDARIEDADE
Igrejas: espaços para processos educativo
Desenvolvimento de processos de educação popular
Testemunho de solidariedade
Educar sobre o consumismo
Educação das famílias

ECONOMIA SOLIDARIA E COMPROMISSO SOCIAL
Comunidades: chamadas ao serviço e à solidariedade
Igrejas: cooperadoras com a renovação da sociedade
Propostas de aprovação de leis gerais de economia solidária
Emancipação do ser humano e do trabalho
Incluir a alimentação adequada entre os direitos previstos na Constituição Federal
Erradicar o analfabetismo
Eliminar a prática do trabalho escravo
Combater o trabalho infantil
Denuncia aos abusos do mundo do trabalho
Garantias legais de trabalho e salário
Criação e multiplicação de bancos de microcrédito
Criação e multiplicação de bancos comunitários
Busca de superação da pobreza tanto pela política como pela religião

POLÍTICAS PÚBLICAS E SOLIDARIEDADE SOCIAL
Exigência de auditoria da dívida pública
Luta em favor de uma tributação justa e progressiva
Exigir políticas econômicas redistributivas
O direito à alimentação deve ser prioridade política
Constituir novamente o Conselho de Securidade Social

MEIO AMBIENTE E REFORMA AGRÁRIA
Preservar o meio ambiente
Impedir a depredação dos recursos naturais
Garantir o acesso à água
Continuar a luta pela reforma agrária
Mobilização de apoio ao Plebiscito de iniciativa popular pelo Limite de Propriedade da Terra, em defesa da Reforma Agrária e da Soberania Territorial e Alimentar
(Fonte: Diocese de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo


Mazzei



Ilhabela -
 

Notícias de São Sebastião Topo

Chalés Juliamar

 
Amilton visita bairros e encaminha relatório para o Poder Executivo

São Sebastião - O vereador Amilton Pacheco da Silva tem visitado diversos bairros e encaminhado relatório das questões discutidas ao prefeito.
Entre os locais visitados estão a Alameda Santana, no bairro Pontal da Cruz e a Avenida Bernardo Cardim Neto, no Morro do Abrigo.
Amilton faz uma análise de todas as reivindicações e encaminha ao Poder Executivo para providências.
“Anotamos e registramos tudo o que a população necessita, mas destacamos as prioridades porque entendemos que não dá para executar todos os serviços de uma só vez,” entende.
No requerimento enviado à administração sobre cada visita, ele cobra uma posição de cada secretaria municipal de acordo com a reivindicação.
“Questionamos a previsão para atendimento e regularização de cada pedido, incluindo a solução, é claro, mas no caso de não haver possibilidade de atendimento, queremos uma resposta também para levarmos ao conhecimento do munícipe,” destaca.(Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)


Artur quer informações sobre obras realizadas pela atual administração

São Sebastião - Afirmando que há inúmeras obras realizadas pela administração passada que precisam de reparos, o vereador Artur Balut (PSDC) está cobrando do prefeito atual, por meio de requerimento que sejam adotadas providências referentes à questão.
“As empresas que executaram os serviços são responsáveis e precisam ser acionadas, acredito que exista um contrato, estou vendo que há demora nisso e não podemos esquecer que moramos em uma cidade turística, necessitamos dessas benfeitorias urgentemente,” cobra.
Conforme explica o vereador, a população constantemente indaga sobre as obras que estão com problemas estruturais porque já vai completar quase um ano da nova administração e nenhuma intervenção ainda foi feita nessas construções.
No documento encaminhado ao prefeito, Artur também quer saber quais as obras iniciadas pela atual administração e os bairros que foram contemplados com os benefícios.
“Acredito que não temos que aplaudir a quantidade de obras, mas a qualidade, muitas foram feitas em outras administrações, mas estão comprometidas, por isso, acredito que devemos pagar um preço justo pelos serviços, mas termos garantia, há obras que ficam sem manutenção durante 10 anos, como vimos através de reportagens em cidades no Litoral Sul de São Paulo, “ informa.(Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)


Maurício quer aparelhos “desfibriladores” em ambulâncias e PSFs

São Sebastião - Argumentando que recentemente ocorreu um óbito em decorrência de problema cardíaco, que poderia ser evitado se houvesse aparelho desfibrilador, o vereador Maurício Bardusco Silva (PPS) enviou um requerimento ao prefeito, solicitando informações sobre a questão.
“Muitas vidas poderiam ser salvas se houvesse aparelho desfibrilador nas ambulâncias e PSFs em geral,” acredita.
No documento ele questiona se o município dispõe desses aparelhos e se existe em quantidade suficiente para atender todas as ambulâncias e unidades de saúde.
Maurício quer informações sobre o custo de cada aparelho e pergunta se os que estão em funcionamento se encontram em perfeito estado de conservação.
O parlamentar também indaga o número de equipamento necessário para atender a demanda, incluindo a população flutuante por conta da alta temporada de verão.
Para finalizar, ele requer dados sobre a possibilidade da cessão de desfibriladores trazidos de outros municípios para atender à população, principalmente durante a temporada que se aproxima.(Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

 

Notícias de Ubatuba Topo

O Guaruçá ACIU 



Ubatuba -

 

 


Cine Porto –3833 -2066
Semana de 04/12 a 10/12/2009

2012”- Nós fomos avisados!!!!!
Lançamento mundial !!!!
Ficção !!!!
Ás 16:00 hs-18:50 hs-21:40 hs.

Aviso: A partir de 15-12-2009 até
15-02-2010 não teremos a “Quarta Maluca”
Nosso site : www.cinemasdolitoral.com.br
 

Poesia Topo

 

Anuncie

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo



 

CHARGE

---
 

Nossos Comerciais: Fenix Sport Bar



Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Maranduba  © Valter Ely Marostica

Maranduba
© Valter Ely Marostica

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editora: Emiliane Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor