Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010 - Nº 2214 Edições Anteriores

Sportmar Pousada Maranduba Colégio Dominique

Região
Bertioga debate a sua inserção no mercado regional de petróleo e gás
Discussão envolve mais de 300 pessoas
Beach Games continua a todo vapor em São Sebastião
Instituto Supereco convida para a devolutiva do projeto desenvolvido em prol do Rio Juqueriquerê


Caraguatatuba
Catástrofe na TV
Caraguá abre inscrições para seletiva dos Jogos Regionais do Idoso
Caraguá avalia alunos em Educação Física

Ilhabela
Parque das Cachoeiras
Refim da Prefeitura de Ilhabela inclui débitos de 2009 para parcelamento até 31 de março

São Sebastião
Mato alto e falta de capina geram queixas de moradores
Em alguns locais, mato já invadiu calçadas e ruas e atingiu um metro de altura
Ernaninho solicita informações sobre placas turísticas do município
Festival de gols marca jogos da Taça Cidade de Futebol de Areia em São Sebastião
Abertas as inscrições para a 2ª Copa Sebastianense de Futebol de Campo

Ubatuba
Festival de Marchinhas Carnavalescas e Carnaval Histórico, um binômio que logrou êxito
Novas regras para farmácias e drogarias entram em vigor
Aceitar cheque ou não, cabe ao comerciante
Cheques continuam sendo uma forma de pagamento importante, mesmo com o avanço dos meios eletrônicos

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Charge

Foto do Dia



 
Notícias da Região Topo

Bertioga debate a sua inserção no mercado regional de petróleo e gás
Discussão envolve mais de 300 pessoas


Região - Bertioga reúne plenas condições de se inserir de forma efetiva nos negócios da Bacia de Gás e Petróleo de Santos e, no curto prazo, elevar sua arrecadação em mais de 10% e expandir o mercado de trabalho local em até 20% do contingente formal atualmente empregado. Estas estimativas foram anunciadas ontem, pelo prefeito Mauro Orlandini, em audiência pública promovida pela Prefeitura, na qual o chefe do Executivo também comunicou à comunidade que vem sendo procurado por diversas empresas ligadas à área de apoio à exploração de petróleo e gás com interesse de instalação de filiais em Bertioga.
A audiência foi realizada nesta quinta-feira (18), e contou com a presença de mais de 300 pessoas, entre representantes das entidades civis, partidos políticos, vereadores, secretários e diretores municipais e comunidade em geral. Os interessados em mandar sugestões devem fazer após cinco dias, contados posterior a realização dos trabalhos.
Para o presidente da Câmara, Antônio Rodrigues Filho, é importante a cidade discutir um novo momento para o crescimento do Município. Em seu discurso, ele falou do empenho da Câmara de Vereadores para que Bertioga não fique alheia ao desenvolvimento do petróleo e gás. “Podemos unir desenvolvimento com sustentabilidade, o que não podemos é deixar de gerar empregos e dar dignidade para a população de Bertioga”.
O prefeito foi cauteloso, e não citou nominalmente as empresas interessadas em se instalar no município, em função da forte concorrência do mercado, mas garantiu que estudos técnicos preliminares de sua equipe demonstram que as efetivações destes primeiros negócios podem elevar a arrecadação municipal em mais de R$ 20 milhões anuais, apenas em termos de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) e do ISSQN (imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza).
Além disso, o prefeito comentou que há uma expectativa de geração de pelo menos 1.500 novos empregos em Bertioga, envolvendo atividades diretas e indiretas do segmento de gás e petróleo, no curso de apenas 18 meses, com salários médios mensais da ordem de R$ 2 mil.
O interesse do empresariado pela instalação de filiais em Bertioga se deve às facilidades estratégicas de ligação do município com o canal de acesso ao mar, pois os negócios de maior vulto envolvem empresas montadoras de módulos de plataforma de petróleo.
Por esta razão, aliás, a audiência pública realizada pela Prefeitura teve o objetivo de pôr em debate propostas de mudanças da legislação do Uso e Ocupação do Solo na faixa territorial que permite a ligação do Rio Itapanhaú e o mar.
O prefeito Mauro Orlandini também destacou que a audiência pública promovida pela Prefeitura representa a primeira etapa de uma fase de discussões sobre a implantação do Plano de Negócios de Bertioga 2010/2020, projeto que dá início aos debates econômicos de revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentado de Bertioga.
Mauro Orlandini destacou três princípios básicos da sua Administração: preservação ambiental; manutenção do turismo como atividade econômica básica do Município; e a visão social voltada à expansão das ofertas de empregos.
O chefe do Poder Executivo, porém, citou que acredita que Bertioga reúne meios de conciliar sua inserção no mercado de óleo e gás de forma eficaz com os fundamentos que norteiam sua gestão e, assim, gerar no município outras atividades econômicas que garantem negócios produtivos o ano inteiro, proporcionem o aumento da oferta de empregos e respeitem o rigor das normas ambientais.
(Fonte: Prefeitura municipal de Bertioga)


Beach Games continua a todo vapor em São Sebastião


Região - O Beach Games 2010, promovido pela Prefeitura de São Sebastião,
continua a todo vapor depois do Carnaval. A próxima parada das equipes
da Seesp (Secretaria de Esportes), será em Boracéia, na Costa Sul do
município, neste sábado e domingo, dias 20 e 21.
A prática de atividades físicas dentro do Beach Games iniciada em
janeiro, continuou normalmente durante a Folia de Momo com as atrações
concentradas no sábado 13, em Barequeçaba, no domingo 14, no Arrastão
e na segunda e terça-feira, dias 15 e 16, no Balneário dos
Trabalhadores, na Praia Grande.
Em Barequeçaba, moradores e visitantes jogaram vôlei, basquete e
futebol, brincaram na cama elástica, pintaram o rosto, fizeram tererê
e se divertiram com as esculturas em bexiga.
Armado na praia, o estande da Sesau (Secretaria de Saúde), em parceria
com o Instituto Acqua, proporcionou ao público a possibilidade de
aferir a PA (Pressão Arterial), e obter informações sobre DST (Doenças
Sexualmente Transmissíveis) e Dengue, além disso, folders e painéis
ilustrativos orientaram sobre como desfrutar do esporte com segurança
no verão e como agir em casos de acidentes com animais marinhos.
O Beach Games invadiu ainda as areias da Praia do Arrastão, também na
região central da cidade, que ficaram lotadas de banhistas. Animados
com o Carnaval, os foliões chegaram bem cedo para curtir o forte calor
e as atividades oferecidas pela equipe da secretaria de Esportes. O
vôlei de praia e a cama elástica foram os mais disputados por adultos
e crianças, respectivamente. A grande procura também se deu pela
programação do 20º Carnamar, tradicional evento marítimo realizado aos
domingos de Carnaval, e responsável por atrair uma enorme quantidade
de moradores e turistas.
Na Praia Grande, onde fica o Balneário dos Trabalhadores, a animação
foi geral nos dois dias de programação. Quem curtiu o Beach Games na
segunda voltou no dia seguinte para repetir a dose de diversão e saiu
satisfeito, a exemplo da família Silva que deixou São Paulo numa
comitiva de 10 pessoas, seis adultos e quatro crianças, entre elas a
pequena Gabriela, de dois anos.
Acompanhada da mãe, Cláudia, ela brincou com as esculturas em bexiga e
aproveitou para fazer um tererê. “Gostamos muito da programação, pois
pudemos nos divertir com segurança. Meu filho Gustavo Henrique,
brincou pra valer no futebol de sabão e adorou a cama elástica. Todos
nós estamos satisfeitos e esperamos repetir a dose no futuro. A
Prefeitura está de parabéns”, comentou.
Os primos Igor Rodrigues da Silva, 12, e Wagner Gasperovit, 13, ambos
moradores na capital paulista e freqüentadores de outros carnavais na
cidade, se deliciaram com o passeio de caiaque. “O melhor disso tudo é
que não pagamos nada para nos divertir”, disseram os garotos.
De Campinas, as amigas Amanda Cristina de Oliveira, 15, e Laisla
Caroline Diniz Estevão Barbosa, 12, também gostaram das atividades e
aproveitaram para deixar os cabelos mais coloridos com os tererês.
Depois de Boracéia, neste final de semana, o Beach Games seguirá para
a Praça da Vela no dia 27 de fevereiro e Pontal da Cruz, no dia 28. Em
março, a programação será novamente na Praia Grande, nos dias 6 e 7 e
em Barequeçaba nos dias 13 e 14. No dia do aniversário da cidade, 16
de março, haverá uma atividade especial voltada para os idosos com
caminhada, hidroginástica, alongamento e jogos adaptados. O evento,
programado para ocorrer no Balneário, terá início às 8h e será
encerrado com um baile à meia noite.
(Fonte: Prefeitura municipal de Bertioga)


Instituto Supereco convida para a devolutiva do projeto desenvolvido em prol do Rio Juqueriquerê


Região - Entre os dias 22, 23 e 24 de fevereiro, o projeto Diagnóstico Socioambiental e Sanitário - financiado pelo Fehidro - Fundo Estadual de Recursos Hídricos, apresentará a devolutiva da pesquisa sobre o Rio Juqueriquerê feita nos bairros do Porto Novo, Morro do Algodão e Barranco Alto, em Caraguatatuba.
A programação do dia 22 será desenvolvida no Espaço Cidadão (Barranco Alto), às 15hs. No dia 23, o encontro ocorrerá na Associação dos Moradores do Morro do Algodão – AMMA (Morro do Algodão) , às 19hs. Já no dia 24, a devolutiva acontecerá no Porto Novo, na Colônia de Férias dos Metalúrgicos de Osasco, às 16hs.
Estão programadas dinâmicas sobre o projeto, apresentação das demandas de cada bairro para comunidades, parceiros, instituições públicas e CBH – Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte. O público terá um momento específico para dar sugestões e informações que complementem a pesquisa.
Os interessados em comparecer que tiverem dúvidas sobre a devolutiva devem entrar em contato com o Instituto Supereco pelo telefone (12) 3883-2978.
Sobre o projeto

O projeto Diagnóstico Socioambiental e Sanitário é desenvolvido pelo Instituto Supereco nos bairros do Porto Novo, Morro do Algodão e Barranco Alto, em Caraguatatuba, por meio do Fehidro - Fundo Estadual de Recursos Hídricos.
Nos últimos meses foram aplicados 900 questionários nos três bairros com o objetivo de conhecer as condições sanitárias das residências e edificações localizadas nas margens do rio Juqueriquerê. A ideia é construir um plano de ação para minimizar os impactos negativos do lançamento de esgoto “in natura” no Juqueriquerê.
Durante a pesquisa, muitas pessoas demonstraram indignação com a situação do rio Juqueriquerê. É o caso da moradora do Porto Novo, Sônia de Fátima Rodrigues de Oliveira. “O Juqueriquerê é muito poluído, não dá para você pescar, não dá para levar as crianças para nadar nem na parte mais rasa por causa da poluição”, afirma. Para o entrevistado Wagner Barroso, a situação não é diferente. “Antigamente tinha até robalo no rio, agora está confuso, a gente vê até bezerro morto boiando”, afirma.
A pesquisa foi realizada com moradores, turistas e comerciantes dos três bairros. Segundo a educadora socioambiental do projeto, Graciela Oliveira, a receptividade foi boa. “Contamos com o apoio da população. Percebemos questionamentos comuns principalmente em relação ao esgoto, águas da chuva e conscientização da população”, completa.
O projeto Diagnóstico Socioambiental e Sanitário nos bairros do Porto Novo, Morro do Algodão e Barranco Alto conta com o apoio da CETESB.
Apoio para a realização das reuniões: AMMA; Espaço Cidadão; Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco.
(Fonte:SUPERECO)

 


Notícias de Caraguatatuba Topo



Noroeste News

Catástrofe na TV

Caraguatatuba - O compacto do documentário “Caraguá: da catástrofe ao progresso”, produzido pela Litoral Virtual Produções será exibido neste sábado, às 11:30h na TV Band Vale. O compacto apresenta os acontecimentos ocorridos em 18 de março de 1967, onde escorregamentos de terra soterraram várias partes do município, causando mortes, destruição e uma calamidade sem igual. Personagens que viveram essa catástrofe relatam suas experiências com depoimentos comoventes além de imagens da época. O filme mostra também a estagnação pós-catástrofe, o esforço da população em reerguer a cidade, o apoio das cidades vizinhas e o avanço que Caraguatatuba obteve após trágico acontecimento.
O progresso e as conquistas que fizeram Caraguatatuba se transformar na Capital do Litoral Norte. O programa será transmitido para toda região do Litoral Norte e Vale do Paraíba, atingindo os televisores de cidadãos em quase 40 municipios. Sob a direção de Emilio Campi, o filme faz parte de um projeto de vários documentários que mostrarão informações de relevante interesse para a região.(Fonte: Imprensa Livre)
 


Caraguá abre inscrições para seletiva dos Jogos Regionais do Idoso


Os amantes do esporte com 60 anos ou mais têm a chance de participar dos Jogos Regionais do Idoso (Jori). A secretaria de Esportes abriu inscrições até o dia 24 de fevereiro (quarta-feira) para que os moradores de Caraguá participem de uma seletiva que vai definir as equipes para a competição.
As modalidades envolvidas são: bocha; dominó; truco; xadrez; vôlei adaptado masculino e feminino; dança de salão; damas masculino e feminino; buraco; atletismo masculino e feminino; malha; natação; xadrez masculino e feminino; tênis de mesa masculino e feminino; e coreografia.
Qualquer idoso de Caraguá pode participar do Jori. As inscrições devem ser feitas no Centro Esportivo Ubaldo Gonçalves, de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h. O exame médico será realizado no dia 25 (quinta-feira), às 8h. Os jogos da seletiva estão agendados para os dias 6 e 7 de março, das 8h às 17h, no Centro Esportivo.
Os Jogos Regionais do Idoso serão realizados entre os dias 7 e 11 de abril na cidade de Mogi das Cruzes. Mais informações pelo telefone (12) 3885-2200.
(Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)



Caraguá avalia alunos em Educação Física


Professores de Educação Física de Caraguá vão aplicar avaliações prática e escrita para 10,2 mil alunos que cursam entre os 1º e 9º anos do Ensino Fundamental. O objetivo é de que, com o estudo, a Educação possa planejar ações e melhorar o desenvolvimento e aprendizagem dos alunos na disciplina.
A avaliação será realizada entre os dias 23 de fevereiro e 5 de março. Serão mapeadas as atividades esportivas oferecidas em cada bairro onde os alunos estudam e os esportes que praticam. A ideia é de que no final do ano a avaliação se repita para que a Educação possa concluir a evolução do trabalho realizado.
Segundo a secretaria municipal de Educação, serão envolvidos cerca de 30 professores da rede de ensino.
(Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)


 

Leia a Revista da Cidade - Caraguatatuba (Online)


 

Notícias de Ilhabela Topo



Parque das Cachoeiras

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, realizou um plantão especial no período de Carnaval com duas equipes de funcionários para monitorar o Parque Municipal das Cachoeiras. Uma equipe trabalhou no Museu da antiga usina de energia elétrica (esse plantão continua nos finais de semana até a parada do último navio em abril) e outra equipe ficou especificamente
monitorando os turistas no acesso da trilha da cachoeira.
Também foram adquiridas novas lixeiras que vão ajudar ainda mais na
preservação da natureza.
(Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)


Refim da Prefeitura de Ilhabela inclui débitos de 2009 para parcelamento até 31 de março


Ilhabela - Conforme projeto de lei de autoria do prefeito Toninho Colucci (PPS), aprovado pela Câmara Municipal, o Programa de Recuperação Fiscal Municipal – Refim, com redução de juros e multas foi estendido para débitos até o ano de 2009. O programa instituído no ano passado previa o parcelamento somente para débitos até 2008.
O contribuinte tem até o dia 31 de março para efetuar a solicitação do parcelamento, que pode ser feita na própria Prefeitura. O Refim prevê descontos entre 40% a 100% nas multas e juros, podendo parcelar o pagamento em até 60 meses.
Esta é uma oportunidade única de unificação e parcelamento de débitos, pois daqui pra frente não serão mais permitidos parcelamentos de dívidas que já tenham usufruído deste benefício.
Para aderir ao Refim, basta comparecer no setor da Receita, no Paço Municipal, onde vão optar pelo pagamento à vista ou parcelado. Vale salientar que o valor das parcelas não pode ser inferior a R$ 50 para pessoa física e R$ 200 para pessoa jurídica, e o não pagamento de três parcelas consecutivas ou alteradas exclui automaticamente o direito ao benefício, e a dívida volta ao valor original com transferência concomitante para execução fiscal.

Confira a tabela de descontos:
100% para pagamentos à vista;
95% para parcelamentos em até 3 meses;
90% para parcelamentos em até 12 meses;
85% para parcelamentos em até 24 meses;
80% para parcelamento em até 36 meses;
60% para parcelamentos em até 48 meses;
40% para parcelamentos em até 60 meses.
(Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela)
 

 

 

Notícias de São Sebastião Topo

Chalés Juliamar

Mato alto e falta de capina geram queixas de moradores
Em alguns locais, mato já invadiu calçadas e ruas e atingiu um metro de altura


São Sebastião - A falta de capina em diversas ruas da região central de São Sebastião e na Costa Norte vem sendo alvo de queixa de moradores e comerciantes, que vêm acompanhando o mato crescer diante de suas casas e estabelecimentos. Em alguns lugares, ele já chega a quase um metro de altura.
Além das ruas, alguns equipamentos públicos também necessitam capina e reparos, como é o caso do campo de futebol do bairro Porto Grande, uma das poucas opções de lazer do local. Na Rua Joaquim Puertas, no bairro São Francisco, os moradores se queixam do mato alto e da necessidade de calçamento, já que o estado em que se encontra o local vem dificultando o acesso dos moradores.
Situação semelhante foi registrada na Avenida Dario Leite Carrijo, que liga os bairros Canto do Mar ao Jaraguá, na Costa Norte. O mato vem tomando conta das calçadas e da extensão da avenida. Em alguns lugares o mato já chega a um metro de altura. Não muito longe dali, no bairro Jaraguá, os moradores da Rua Cecília Meireles vêm solicitando a capina e limpeza da via. O mato já invadiu a calçada e um trecho da rua.
O vereador Paulo Henrique Ribeiro Santana (PDT), o “PH”, preparou uma série de indicações à prefeitura solicitando melhorias nessas localidades. Desde que assumiu sua vaga na Câmara, essas têm sido as principais reclamações dos moradores. Ele também elaborou uma indicação solicitando à prefeitura a instalação de lixeiras em todos os pontos de ônibus do município. Nos pontos de ônibus da Costa Sul, especialmente, há grande acúmulo de lixo devido à falta de recipiente apropriado para essa finalidade.
(Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)



Ernaninho solicita informações sobre placas turísticas do município


São Sebastião - O vereador de São Sebastião, Ernane Primazzi (PSC), está solicitando informações sobre a falta de placas turísticas indicando os bairros Canto do Mar, na costa norte, e Morro do Abrigo, no centro de São Sebastião.
“É importante que esses bairros sejam sinalizados porque atraem um número expressivo de visitantes. Hoje, o Morro do Abrigo é conhecido como São Francisco e o Canto do Mar é conhecido como Enseada, mas é importante que esses bairros tenham identificação própria”, argumenta o vereador.
No requerimento o vereador questiona o motivo da falta de placas de identificação dos bairros e se os mesmos estão incluídos e oficializados no mapa geográfico do município.
Também questiona se, através da parceria com o governo federal, ainda é possível implantar as placas nos referidos bairros.
“A minha dúvida é se esses bairros são oficializados no mapa geográfico da Prefeitura, acontecem de serem conhecidos da população, mas não constar de forma oficial”, disse Ernaninho.
A vereadora Solange Ramos (PPS) aproveitou o requerimento para ressaltar a necessidade de maior fiscalização da Prefeitura com relação às placas já instaladas ao logo do município. “Algumas placas que já tinham sido instaladas foram retiradas, como ocorreu no caso do bairro de Calhetas”, disse.(Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)



Festival de gols marca jogos da Taça Cidade de Futebol de Areia em São Sebastião


São Sebastião - Um festival de gols marcou as últimas rodadas de jogos da 2ª Taça Cidade de Futebol de Areia “Arnaldo da Cruz”, promovido pela Prefeitura de São Sebastião no Itatinga, região central da cidade.
Organizado por José Wellington dos Santos, o Viola, o evento está previsto para terminar no dia 11 de junho. Ao todo são 16 os times que disputam o título: Entre eles Barequeçaba, Só de Bomba, Chapa 90, Mari Huana, Queiroz Galvão, Amigos do Arnaldo, MDM Ilhabela, Center Par, Juventude, Canto do Mar, Realce, Zâmbia, Carandiru, Os Boys, Caiçara e Max Ilhabela.
As mais recentes partidas contabilizaram 35 gols. A goleada ficou por conta do Mari Huana que derrotou o MDM de Ilhabela por 7 a 2, em jogo disputado no último dia 11. Na mesma noite, o Center Par, também da Ilha, venceu o Max Ilhabela por 4 a 2. No dia 12, o Juventude com um gol de diferença derrotou o Só Bomba: placar final 5 a 4; e o Chapa 90 derrotou o Canto do Mar por 6 a 5.
De acordo com Viola, o artilheiro do campeonato até o momento é o Fred, do Juventus, com 4 gols. Já o jogador do Center Par, Marcos Soares, foi suspenso por duas partidas por tentativa de agressão ao árbitro.
As próximas partidas serão realizadas nos dias 23 entre o Realce e o Mari Huana e Zâmbia e Queiroz Galvão; no dia 24 entre o Carandiru e Amigos do Arnaldo e Os Boys e MDM Ilhabela.
(Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)



Abertas as inscrições para a 2ª Copa Sebastianense de Futebol de Campo


São Sebastião - Já estão abertas as inscrições para a 2ª Copa Sebastianense de Futebol de Campo. O evento, promovido pela Prefeitura, dividido em duas categorias: Veteranos 40 e Sub-18, terá início no dia 7 de março no estádio municipal “Otoniel Santos”, no Topovaradouro, região central da cidade.
Segundo informações da Seesp (Secretaria de Esportes), para participar do campeonato, o interessado deve solicitar a ficha de inscrição via e-mail, preenchê-la e remetê-la de volta.
Além disso, a mesma ficha – impressa – deve ser assinada e entregue na própria secretaria junto com 30 quilos de alimentos não perecíveis. Vale ressaltar que as doações dizem respeito a dez quilos de arroz, dez de feijão e outros dez de macarrão.
As inscrições estão previstas para encerrar no próximo dia 26.
(Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)


 

Notícias de Ubatuba Topo

O Guaruçá ACIU 

Festival de Marchinhas Carnavalescas e Carnaval Histórico, um binômio que logrou êxito

Ubatuba - Ubatuba reviveu, mais uma vez, o seu carnaval da Praça da Matriz, este ano superando as edições anteriores. A soma de fatores: Praça da Matriz (centro histórico da cidade), que dá o clima adequado para esse tipo de evento, decoração apropriada, espírito comunitário, repertório musical, foram determinantes para tal. Um evento cuja promoção obedeceu a esses e outros critérios recorrentes à manifestação como um todo.
Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba
Em sua 5ª edição, o evento deste ano foi recordista no número de inscrições: das 32 composições, 29 foram apresentadas, divididas em duas eliminatórias nos dias 5 e 6, com a finalíssima dia 12, véspera do Carnaval. Vale ressaltar que neste ano tivemos, em geral, uma qualidade maior, o que enriqueceu o Festival. O número de compositores e maior número de ensaios também contribuiram para isso, com o ótimo trabalho da Banda Tropikal, dirigida pelo músico Júlio Rocha.
As cinco marchinhas vencedoras
O primeiro lugar do Festival foi para a marchinha “Desde os tempos de Adão”, escrita pelos autores: Ana Lúcia Gil, Maria Luiza Gil, Luiz Paloma e Paulo da Mota. As irmãs Ana Lúcia e Maria Luiza também conquistaram o prêmio de melhor intérprete do festival. Em segundo lugar, ficou a marchinha “Só falta chegar o sapo”, de autoria de Cláudio Jacob e interpretação de “Wagnão”. A marchinha “Cadê meu beijo?”, de autoria e interpretação de Geraldo Ottoni levou o terceiro lugar. Em quarto, ficou a “Furiosa, mas sensacional”, de Odaury Carneiro e em quinto, “O feitiço da lua”, de autoria e interpretação de Adriana Salles
O Carnaval Histórico
De 13 à 16 de fevereiro foi a vez do Carnaval Histórico animar a Praça da Matriz, com as marchinhas que marcaram o carnaval brasileiro de todos os tempos, desde “Ô abre alas”, de Chiquinha Gonzaga, primeira composição feita especialmente para a folia de Momo, em 1899.
Espírito Carnavalesco
O Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba e o Carnaval Histórico reúnem o que há de bom do espírito carnavalesco brasileiro, que tem como fundo as marchinhas e, para citar só um exemplo, do maracatu e do frevo, em Pernambuco.
“Saliente-se que carnaval não é sinônimo de baderna, como querem alguns. Evidentemente que a festa é um momento onde as pessoas extravasam tristezas e alegrias, porém brincando alegremente, numa forma de catarse coletiva”, disse Pedro Paulo, que prossegue: “ As marchinhas interpretam o sentimento popular, quando as letras são cantadas por todos, face a face, redundando em diálogo geral num grande baile popular ao ar livre, nas ruas e praças públicas,” concluiu.
Crianças, jovens e adultos
O público que animou os dois eventos foi constituído de crianças, jovens e adultos, incluindo muitos da chamada terceira idade. Fantasias de todos os tipos contribuíram para o colorido da festa onde crianças marcaram grande presença ao folguedo carnavalesco, denotando o aspecto familiar e sadio, marca registrado da folia, onde as pessoas de Ubatuba e turistas se juntam numa mescla onde as diferenças se apagam.
Público presente
O Festival de Marchinhas reuniu nada menos que 6 mil pessoas enquanto que mais de 11 mil brincaram nas quatro noites do Carnaval Histórico. Foram em torno de 17 mil pessoas, os participantes dos eventos.
Agradecimentos
A Fundart agradece a todo o público que brincou e alegrou este carnaval, à mídia local, a Associação Comercial, pelo apoio cultural, aos componentes do júri (Festival de Marchinhas), as Secretarias: de Obras, Turismo, Esportes, Saúde, Guarda Municipal, Coordenadoria de Trânsito, Polícia Militar, Assessoria de Governo e o prefeito Eduardo César. O evento carnavalesco, que somou 7 noites foi uma promoção da Prefeitura Municipal com realização da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba.
Ao Jornal Agito, nosso apreço pela grande colaboração na publicação do livreto com as letras das marchinhas deste ano, distribuídos nos três dias do Festival.
(Fonte: Fundart)



Novas regras para farmácias e drogarias entram em vigor


Ubatuba - De acordo com a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária fica proibida a venda de produtos de conveniência e restringidas a exposição de medicamentos nas prateleiras.
Entre as normas está o fim da venda de alimentos e bebidas nas drogarias. Remédios como analgésicos ou antiácidos terão que ser solicitados ao farmacêutico, pois esses medicamentos devem ficar atrás do balcão de atendimento. Só podem ser expostos nas prateleiras produtos de perfumaria e fitoterápicos.
Para quem descumprir as regras, a Anvisa prevê multas que variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão. Além das multas, o estabelecimento pode ser penalizado com a apreensão de mercadoria e até cancelamento do alvará de funcionamento.
As farmácias também devem ter local para prestação de serviços, como verificação da pressão e da taxa de açúcar no sangue, por exemplo.
(Fonte: ACIU)



Aceitar cheque ou não, cabe ao comerciante
Cheques continuam sendo uma forma de pagamento importante, mesmo com o avanço dos meios eletrônicos


Ubatuba - Muitos consumidores ainda preferem usar o velho e bom cheque para quitar suas compras. Alguns fornecedores até estimulam seus clientes a pagarem com cheque, oferecendo como vantagem o parcelamento com pré-datados. Dessa forma, evitam pagar as taxas cobradas pelas administradoras de cartões de crédito e débito, que podem ser de até R$ 5 por transação.
A importância do cheque como meio de pagamento é comprovada pelos números do Banco Central (BC). Em 2008, (os dados de 2009 ainda não foram liberados), eles totalizaram R$ 2,232 trilhões enquanto os pagamentos com cartões, meio em crescimento, ficaram em R$ 387,8 bilhões. "O dinheiro em espécie é ainda o meio mais usado pelo consumidor no varejo. Ele representa 75% do total", ressalta Marcel Solimeo, economista-chefe e superintendente institucional da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). "Mas o cheque tem muito espaço para crescer. Ele pode até perder sua importância relativa, mas não em número absoluto."
Informações – Aceitar cheque não é obrigatório, mas, por ser uma prática comercial, o estabelecimento que não aceitar esse meio de pagamento deve informar as regras de maneira ostensiva em seu estabelecimento, de preferência com cartazes e não apenas no caixa. A informação é direito básico do consumidor, conforme o artigo 6º do Código de Defesa do Consumidor (CDC). "Hoje, o lojista é mais cauteloso na aceitação do cheque e tem fontes de informação para receber com segurança, como o SOS Cheque da ACSP", diz Marcelo Solimeo. Segundo ele, as empresas ainda falham no treinamento de funcionários que recebem o pagamento. Além disso, as regras para a aceitação têm de ser claras para não constranger o consumidor.
"Se aceitar cheque, o comerciante não pode impor regras absurdas. Uma delas é com relação ao tempo de conta corrente", informa Valéria Cunha, assistente de direção do Procon-SP. Esse procedimento é passível de fiscalização e autuação pelo órgão público de defesa do consumidor.
Mas o comerciante pode recusar o cheque, se o emitente não lhe apresentar os documentos que comprovem ser o seu verdadeiro dono, como pode exigir a apresentação do cartão do banco para conferência. Podem ser recusados cheques de terceiros e de pessoas jurídicas. "Quanto ao valor do cheque, não há regra que determine mínimos e máximos", salienta Valéria Cunha.
Pré-datado – O cheque pré-datado é um meio de pagamento muito usado pelo consumidor e estimulado pelos comerciantes, razão pela qual mereceu uma Súmula (370) do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com ela, o STJ formalizou o entendimento de que o cheque pré-datado não pode ser apresentado ao banco antes da data acertada entre consumidor e fornecedor. Caso isso ocorrer, cabe indenização por dano moral e financeiro, mesmo que o título tenha sido descontado. Ou seja, a súmula confirmou o que já era lugar-comum: o cheque pré-datado é uma forma de financiamento.
Mesmo com jurisprudência consolidada sobre o assunto, as instâncias inferiores da Justiça não foram engessadas com a súmula. Os juízes poderão continuar decidindo com base na Lei do Cheque.
Essa lei (7.357/85) não foi alterada, ou seja, cheque continua sendo um título para pagamento à vista e pode ser depositado a qualquer momento, mesmo que tenha sido pré-datado. Portanto, se for depositado antes da data acordada, não motiva indenização ao emitente. Mas a Súmula 370 vai acabar influenciando as decisões das instâncias inferiores, porque se o processo chegar ao STJ, a decisão será baseada naquele documento.
Regulação – O Banco Central busca aumentar a segurança do meio de pagamento cheque e, em setembro, colocou em audiência pública minuta de resolução sobre fornecimento de cheques a correntistas, oposição ao seu pagamento, devolução pela instituição financeira e cadastro nacional de ocorrências com cheques. Uma segunda minuta do BC estabelece os motivos para a devolução de cheques e altera a descrição e a especificação já existentes. Entre os problemas mais comuns, destaca-se a emissão de cheques sem fundos, cancelamentos e sustações fraudulentas.
(Fonte: ACIU)
 

 

 

Cine Porto - tel 3833-2066
Semana de 12/02 a 18/02/2010

"AMOR SEM ESCALAS"

Comédia dramática !!!!!(Concorre a 6 "OSCAR")
C/ George Clooney
Ás 21:00 hs.

"Alvim e os Esquilos 2"
Desenho!!!Dublado!!!
Ás 17:00hs e 19:00hs
 

Poesia Topo

Anuncie

Sessão especial

Todo mundo devia,
nem que seja de vez em quando,
pôr uma esteira ao relento
para assistir à performance dos astros
na tela do firmamento.

Félix Cabral

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Carnaval em ubatuba

devo dizer que discordo totalmente quando dizem que a culpa da baderna acontecida no carnaval foi dos "baderneiros", pois na verdade o que faltou foi um bom planejamento (pelo menos de uns 6 meses antes) para que houvesse um bom carnaval, na verdade baderneiros existem em todos os lugares do mundo, em todas as classes sociais, pobre, rico, classe media, é impossivel se livrar deles, o que se precisa fazer, é simplesmente não dar campo para os mesmos, não tem duvidas que se a avenida iperoig fosse fechada aos carros, e fosse realizada na mesma um carnaval decente, na verdade não teve nenhum carnaval , provalvemente os "baderneiros" não conseguiriam encontrar campo para se proliferarem, o que aconteceu foi que houve oportunidade para que eles se instalassem na avenida, podemos ver o exemplo de São Luiz, que em todos os carnavais que realizaram quase não houve baderna, pois foi muito bem organizado, os carros não podiam entrar no centro, e assim não foi dada a oportunidade para que os "baderneiros" que provavelmente tinham ali tambem, pudessem fazer baderna, acho que uma coisa ruim deve ser combatida com ideias inteligentes e não com violencia, pois todos nós sabemos que violencia gera mais violencia.
alem do mais o carnaval é uma festa popular que se realiza no Brasil inteiro, e é frequentada por todo tipo de gente e de classes sociais, e tem muita gente que gosta, e devemos respeitar isso e propiciar ao povo condição para que se divirtam nessa festa brasileirissima, e cabe ao governo proporcionar um bom carnaval para todos.

Francisco Bueno
 

Carnaval

O nosso Prefeito afirma que a policia do Estado de São Paulo é a mais bem treinada, porem é dificil acreditar nisto, pois que eu saiba a policia, tem o objetivo de manter a ordem, e não fazer a desordem, como presenciei na madrugada de segunda-feira, onde a policia bem treinada de nosso prefeito, desceu o cassetete em pessoas de bem, jogou spray de pimenta pra todo lado, não pensando que la existiam pessoas com problemas respiratorios, e jogando bombas de efeito moral, no pé de mulheres gravidas, e nem se quer levando em conta as crianças que estavam no local!!! E quanto a festa popular mais brasileira que existe é lastimavel o descaso, isso tudo aconteceu por falta de um atrativo, na cidade, o carnaval é feito pra dançar e pular a noite e o dia inteiro como vimos nos veiculos de comunicação o que acontece em outras cidades, e tambem o carnaval é caracteirizado por uma festa onde ricos e pobres se divertem juntos, pois acredito que todos tem o direito de se divertir. E uma cidade que não faz o Carnaval a sua população tenta fazer!!! Acredito que se tivessem fechado a Avenida e Tivessem utilizado a praça de eventos que pelo jeito não é pra eventos e sim pra estacionamento pois é isso que vejo acontecer la, e tivessem planejado e organizado um carnaval descente este episódio lamentavel não haveria acontecido!!!

Denise Buena S. Aguiar
 

O CARNAVAL DE UBATUBA

Assisti o festival de marchinhas de Ubatuba e mais uma vez fiquei encantado com a beleza, simplicidade e por não dizer a ingenuidade de um carnaval romântico dos meus tempos de criança. Também fiquei maravilhado com a singelidade do bloco folclórico O Guaruçá, com aquele lindo boi, a frente dos insistentes foliões. Fui dormir pensando na possibilidade de criarmos um circuito carnavalesco de marchinhas, integrado com a cidade de São Luiz do Paraitinga, que por sinal, sem fazer o seu tradicional carnaval, levou alegria e arrastou multidões em diversas cidade do Estado. Lembro que estive em 1987 na cidade de Porto Seguro; este paraíso no sul da Bahia, ainda era uma pequena cidade, com algumas pousadas e turistas encantados com a belez as naturais daquele lindo pedaço do Brasil. Era o início do Axé Music e Porto Seguro o adotou, transformando-se com isso, no maior pólo turístico do Pais. Fica aqui uma sugestão, poderemos juntar esforços, no sentido de criar este circuito, unindo os carnavais e revivendo este estilo tão tradicional e quase já esquecido por nós Paulistas. Tenho absoluta certeza, que podemos fazer uma grande festa, integrando Ubatuba nesse contexto maravilhoso de poesia e encantamento dos antigos carnavais. Quanto a verbas, poderemos desde já, solicitá-las a Secretaria de Esporte e Turismo, bem como a Secretaria de Cultura do Estado ,que conta com recursos para esse fim. Já tinha esse texto pronto, quando fiquei sabendo dos tristes acontecimentos ocorridos na madrugada de segunda feira de carnaval, onde turistas e moradores foram acuados e humilhados na ci dade. O que alguns precisam entender é que carnaval é para quem gosta de carnaval e quem entra na chuva, geralmente se molha. Como querer reprimir jovens na imensa alegria da festa que tem a cor e o ritmo do Brasil, pois já dizia o poeta, “ Brasileiro é carnaval e carnaval tem a alma brasileira”. Afinal, a polícia serve para servir, realizar um policiamento preventivo, combater os ilícitos e dar segurança ao cidadão. Não para criar pânico e medo. O policial é treinado para responder a uma ação com uma reação ponderada, de acordo com o peso desta ação. Quero crer que este episódio nos sirva de lição, pois Ubatuba é maior que tudo isso e precisamos no unir para fazer do carnaval de Ubatuba uma grande festa, com a ajuda ou não do poder público.

Engº Guaracy Fontes Monteiro Filho.
 

Repelente de Mosquito

Senhores, volto a insistir, com tanta chuva, está sendo impossível controlar poças d'agua e criadouros, como sabem.
Estou fazendo um trabalho de formiguinha e está dando certo.
Este repelente caseiro, ingredientes de grande disponibilidade, fácil de preparar em casa, de agradável aroma,econômico.
Em contato com pessoas, tenho notado que não se protegem, estão reclamando que crianças estão cheias de picadas.
Tenho distribuído frascos como amostra, todos estão aderindo.
Já distribuí 500 frascos e continuo.
Mas, sou sozinha, trabalhando com recursos próprios, devido ao grande número de casos de dengue, não consigo abranger.
Gostaria que a SUCEN sugerisse aos municípios distribuir este repelente (numa emergência) nos bairros carentes com focos da dengue, ensinando o povo para futuramente preparar e usar diariamente, como se usa sabonete, pasta de dente.
Protegeria as pessoas e ao mesmo tempo, diminuiria a fonte de proteína do sangue humano para o aedes maturar seus ovos, atrapalhando assim, a proliferação.
Não acham que qualquer ação que venha a somar nesta luta deveria ser bem vinda?
DENGUE I: FAÇA O REPELENTE DOS PESCADORES EM CASA:
1/2 litro de álcool;- 1 pacote de cravo da Índia (10 gr);- 1 vidro de óleo de nenê (100ml)
Deixe o cravo curtindo no álcool uns 4 dias agitando, cedo e de tarde;
Depois coloque o óleo corporal (pode ser de amêndoas, camomila, erva-doce, aloe vera).
Passe só uma gota no braço e pernas e o mosquito foge do cômodo. O cravo espanta formigas da cozinha e dos eletrônicos, espanta as pulgas dos animais.
O repelente evita que o mosquito sugue o sangue, assim, ele não consegue maturar os ovos e atrapalha a postura, vai diminuindo a proliferação. A comunidade toda tem de usar, como num mutirão. Não forneça sangue para o aedes aegypti!
Ioshiko Nobukuni - sobrevivente da dengue hemorrágica

Luiz Carlos Lima Pinto

 

CHARGE

FAZENDO SUCESSO NOS CINEMAS, O FILME "AVATAR"
FALANDO NISSO...

---

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Maranduba  © Valter Ely Marostica

Maranduba
© Valter Ely Marostica

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Uésler Rodrigues (EZZY)

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor