Artigos Anteriores

Ronaldo Dias

Receita de Bolo

Tem pessoas que adoram cozinhar, tem aquelas que só acertam com o livro de receitas na frente, outras, que tem o “dom” e finalmente aquelas que mesmo com a melhor receita e os melhores ingredientes, só conseguem “batumar”. Mas, uma coisa é certa para todas elas: Por mais que se aumente a quantidade de fermento, sem aumentar a quantidade de farinha... Não se consegue um bolo maior. Este mesmo conceito, simples por sinal, pode ser aplicado em inúmeras teorias e práticas, inclusive as econômicas.

Aproveitando então esta comprovação, vamos trazer este simples conceito para a nossa economia. A “cota de farinha” sempre é escassa. Recebemos, dependendo do clima, uma parcela significativa desta cota, a cada temporada. Depois... Assim, com uma cota tão grande aparentemente, inesgotável somos vistos como privilegiados; donos de um mercado consumidor maravilhoso. Pensam, tais olhos, que somos ingênuos. Como não nos apercebemos disso? Como não tiramos mais proveito desta enorme “cota”?

Assim, sem muita demora e ávidos por uma parcela de nossa “cota”, vem e se instalam. São os pequenos e médios comércios que locam pontos comerciais fechados e ou compram os ofertados. Passada a fase da temporada, vem a realidade. Péssima, para quem se iludiu e também para os veteranos. Quando a “cota” aparentemente grande se esvai pelos primeiros meses do ano, a realidade é que a receita é a mesma. Só aumentaram as bocas. São mais e mais negócios com uma fatia cada vez menor do mercado, tamanha a concorrência e a disputa por um bocado. Com raríssimas exceções, não temos empreendimentos que venham com a intenção de aumentar a receita do “bolo” e sim, aqueles que querem (apenas) uma fatia do existente.

Essa conversa que vem aqui investir tantos e quantos mil ou milhares de reais, só se justificariam se viesse empreendimentos que aumentassem o nosso movimento econômico e não, para explorar uma fatia do movimento já existente. Não, não sou absolutamente contra a concorrência. Sou contra a concorrência predatória. Aquela que vem dividir cada vez mais o mercado de forma a saturar, encharcar a oferta. Aquela, que praticada pelo desespero da inexperiência do investimento mal feito, sai “atirando” inconseqüente, para ver se salva pelo menos “algum” do seu desastre.

Sou contra a divisão do que já é pouco para um. Para quem esta no comércio sabe, conhece, sofre ou já sofreu com isso. Apesar de realista, não há amparo legal para qualquer restrição neste assunto, salvo, no que tange ao comércio ambulante, que por sinal, sofre do mesmo mal, principalmente quando se aumenta o número de licenças para um mesmo local. Apesar de não haver possibilidade de restringir esta prática, uma orientação feita pela ACIU ou mesmo pela COMTUR poderia ao menos aliviar esta tendência perniciosa para todo o comércio local. Além da orientação, desenvolver, (baseado em nossas necessidades de crescimento não no inchaço econômico) novos segmentos e novas opções de investimentos (até com incentivos, porque não) que pudessem contribuir com um aumento de “ingredientes” novos e criativos que contribuíssem com um aumento da receita deste nosso tão dividido bolo.

A continuar assim, nunca teremos condições de criar empregos perenes para uma crescente e carente população. Muito menos teremos investimentos contributivos para o crescimento da nossa economia. Seremos sempre taxados apenas de exploradores. Exploradores daquilo que existe por si só. O verão. Qual então a melhor receita? Para realiza-la, não adianta apenas “gostar” muito menos depende de vontade ou de dom. Executar esta receita, é apenas para quem sabe! E muito.

  Ubatuba, 09/04/2002

Ronaldo Dias

Artigos Anteriores

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Conheça as cidades do Litoral Norte:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Home Litoral Virtual - Home Page
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet

info@litoralvirtual.com.br
©1995/2010 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor

Sites do grupo: Litoral Virtual - Jornal Maranduba - PanoTour - Caraguá - Maranduba - Maré Legal - Truckmodelismo Brasil - ECampi